Transcrição da Entrevista

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Transcrição da Entrevista"

Transcrição

1 Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Maicon Local: Núcleo de Arte Grécia Data: Horário: 10 h30 Duração da entrevista: 1h. COR PRETA - Relatos do Entrevistado COR VERDE - Comentários da Entrevistadora 1. Qual é o significado da dança na sua vida? A dança é (pausa),não vou dizer que ela é tudo na minha vida, mas ela é uma coisa que eu possa alegrar, até apesar de ser muito difícil de vários pensamentos de desistência e tanta coisa aconteceu para desistir mas alguma coisa faz com que as pessoas não desistam. Eu falo isso porque não sou só eu, mas muitas pessoas caso são muito difícil e conseguiu alguma coisa, mas eu vejo a dança como uma forma de rejeição uma coisa que eu faço por gostar uma coisa que eu acedi, uma profissão, uma paixão que eu tenho e vejo isso quase que uma vida mesmo, que é uma vida dedicada que eu estou, me dediquei há uns quatro anos atrás e comecei a dedicar a minha vida então desde os 11 anos de idade a minha vida foi dança, ballet clássico...ballet clássico foi aos 12 anos que eu decidi mais, eu comecei aqui no núcleo de arte e aí... Aqui era o Jazz né?! É aí era mais o Jazz e aí eu gostei e aí a professora Carla pediu para frequentar escola de dança. Eu nem sabia o que que era ballet, não gostava de ballet eu achava chato, mas já...aí eu fui para lá e aí eu fiz a prova e eu não sei, fui fazer só por fazer, aí eu passei e me apaixonei, cada dia assim, cada ano que passa, eu conquisto muitas coisas, muitas coisa não consigo fazer ainda, mas muita coisa a gente melhorou muitas qualidades, muitos defeitos mas eu tenho superando sempre (...), é mas é muito bom ao mesmo tempo! Aprendi muita coisa lá! 1

2 2. Você percebe se a dança ajudou a modificar sua vida e de que forma? Lembra desde que começou a modificar a sua vida até hoje. Não sei se modificou a minha porque eu nunca tive um plano assim Ah! Eu vou ter que...quero ser tal profissão ou quero ser bailarino, mas eu assim que eu entrei aí um ano atrás mais ou menos, decidi que vou ser bailarino mesmo, eu quero, eu gosto, eu amo fazer isso então acho que ela é minha razão de ser! Vamos lá! Continuando, então como é que a dança ajudou a modificar a sua vida, de que forma aconteceu isso? Eu acho que não só com a dança, mas qualquer coisa que você faça que você goste muito que você queira seguir aquilo, ou seja desgasta o tempo, fazendo aquilo, é enfim! Dá uma parte da sua vida àquilo (...) falando duma profissão que você ama, acho que ela vai mudar a vida. Assim que você aprende coisas você deixa de fazer outras coisas, no caso da dança aprende a ser mais responsável, autonomo, a saber sobre os limites que devem ser ultrapassados, ou seja, ganhamos maturidade pela experiência na Dança. Aos poucos você vai ter que aprender, a superar as dificuldades na Dança para ter sucesso profissional. Então, isso acontece muito com bailarino, o psicológico tem de ser muito forte porque tem a pressão tem ah eu preciso melhorar aí para quem estuda, eu preciso fazer coisas da escola, eu preciso ter tempo de fazer alguma coisa em casa só tenho 24h no meu dia e há coisas que eu não consigo fazer, não consigo fazer uma boa aula não consigo melhorar. Enfim, e volta depois, mas eu acho que a dança muda assim, mudou sim a minha vida porque passou a ser melhor, né?! 3. Você percebe que fazer dança mudou em alguma coisa na sua relação com o seu corpo? Sim O que é que mudou no seu corpo? Vamos lá, pensa aí o que você acha que mudou no seu corpo ao longo dos anos... Talvez os músculos, não todos assim, mas... (..) Você adquiriu mais músculos? É! força... Mais força... Força, musculo ééé eu acabei emagrecendo sim... Você era mais gordinho? Era mais gordinho, mais é no corpo assim fisicamente muda, muda musculo eu não sei muito bem disso, acho que foi normal, mas todo o mundo diz que ajuda a crescer bastante né?! Não sei que isso, é então ajuda a crescer bastante a dança, o ballet clássico a desenvolver, a mente é muito desenvolvida também. 2

3 Porque você trabalha com a memória né? Para aprender os passos. É bem difícil, não para memorizar mas para ter a consciência corporal, poucas pessoas têm, ainda estou tentando buscar algumas coisas não tenho algumas coisas comigo para fazer porque ficou ainda no meu corpo onde você vai saber aplicar o seu passo, é impossível de fazer a sua forma, de fazer e mesmo assim você tem de fazer o passo, não tem outro jeito e você faz...até à própria aula porque a consciência corporal é bem difícil de você corrigir os defeitos. 4. Dançar no núcleo trouxe sensações de melhor convivência com as pessoas que frequentaram o Núcleo de Arte na sua época? Tinha, não sei se propriamente por causa da dança mas tinha, sempre fui uma pessoa muito, sempre gostei de me relacionar com as pessoas, sempre gostava muito das pessoas, as pessoas gostavam de mim também sabe?! Por gostar de nunca ser tão tímido mas... Você não era tímido? Não, não era tímido... E ficou comunicativo? É...mas acho que é! Mas a dança ajudou aprendendo a lidar com isso mas acho que não foi só a dança 5.Você acha que a experiência de dançar possibilitou em você novas formas de sentir e expressar seus sentimentos e emoções? De exemplos? Acho que sim, as vezes também por causa da convivência com as pessoas da dança, tem quer ser, mostrar ser, mas também porque talvez não só a dança mas acho que também a gente tem que ter um astral que é e foi isso, mas talvez também porque não tenho tanta experiencia de palco assim, se eu tivesse mais obviamente melhora alguma coisa no palco mas por eu não ter tanta experiencia não posso dizer tanto se eu melhorei tanto assim, mas acho que ajuda, timidez talvez para muitas pessoas isso ajuda (...). 5.Você acha que a experiência de dançar possibilitou melhoras no seu comportamento junto a família e a comunidade? De exemplos. Não Acha que não cresceu em nada? Não, acho que não, a gente, sempre os meus pais me ajudam me apoiam então...mas acho que se eu fizesse qualquer outra coisa, eles também fariam isso então... Quer dizer que é tudo bom na relação com os seus pais? Nunca brigou? Não, não briguei...já fiquei chateado, mas... 3

4 Mas assim a sua relação é boa, né?! Não... é! Que às vezes outras pessoas têm uma relação conflituosa e com a dança conseguem......melhora é...não, eu acho que independente da profissão que eu escolhi isso ou qualquer coisa eu seria...daria no mesmo assim eles me apoiariam 6. Você percebe se a dança pode ser um caminho para as pessoas terem uma profissão e serem reconhecidas na vida em sociedade? Sim, sim porque é curriculum, né?! Acho que sim, há gente lá fora que dança é mais reconhecida, então se eu for para Escola Lausanne em Janeiro que é mesmo na Suíça, consegui uma bolsa como bailarino, então isso vem para o meu curriculum e, isso me ajuda para a sociedade quem pesquisar dança e dependendo do grau de conhecimento que eu tiver de importância na dança eu vou ser bem reconhecido então no mundo artístico mesmo porque é o que é né?! A arte-dança então talvez não, não...aí vão sair reportagens assim O brasileiro dançou aqui ficou lá fora no exterior famosos tem vários casos (...) tem casos de grandes companhias de dança né?! É...depende da pessoa do lugar que ele foi de como, como ele saiu, mas acho que ajuda sim...melhor reconhecido conforme você vai fazendo as coisas 7. O Núcleo de Arte é importante para você? Por quê? De exemplos de algumas experiências que foram muito importantes para o seu crescimento? Sim, porque eu comecei a dançar e não fazia nada sério mas eu gostava e me empenhava muito eu sempre me esforcei muito, tudo o que eu faço eu gosto de fazer com muita perfeição e de certeza que apanhe alguma coisas que quando eu erro é o mundo que está se acabando, mas é que eu sempre me esforcei bastante e aí foi por isso que eu (..) nossa! Que legal tenta carreira fica tentando numa escola profissionalizante...você começou com quantos anos? Foi de 10 para 11..ou foi em 2010 / anos mais ou menos E aí essas experiências marcaram o seu crescimento. Sim 8. Você percebe que participar das atividades do Núcleo de Arte transformou sua vida em casa? De que forma? Não acho que não, também (...) talvez pela minha irmã que fazia o núcleo. Ela tinha melhor relacionamento comigo, porque eu acabava a parte da manhã aqui no núcleo comigo, para dar um tempo juntos. Eu de Dança e ela de Artes Visuais. 9. Você acha que o fato de dançar no núcleo de arte contribuiu para melhorar sua convivência em sociedade? 4

5 Sim, aprendi a lidar com diferentes tipos de pessoas, aprendi a respeitar outras pessoas, aprendi a talvez não aqui quando eu era muito criança, mas na escola que eu estou hoje em dia é comum, mas um pouco mais velho mais maduro, mas desde aqui assim já...tudo o que vai fazendo qualquer criança vai logo aprendendo a fazer umas coisas, que eu acho que a gente aprende isso, a lidar com muitas pessoas diferentes, ainda mais porque aqui são várias crianças, de diferentes pais, de diferentes escolas, pessoas com diferentes tipo de inteligência, capacidade então a gente, na realidade é como se fosse uma escola que dá de você levar para a vida de coisas boas. 10. O Núcleo de Arte é considerado um local que te ajudou a você se modificar? Ou seja, você viu nele novas possibilidades de desenvolvimento artístico e profissional? De que forma? Acho que eu cresci bastante aqui... E aí você... É aqui sim porque eu aprendi aqui, não procurei tanto assim mas...é abriu as portas abriu as portas, se não fosse aqui podia ser noutro lugar, mas foi aqui. 11. Você acha que a sua comunidade ou comunidade local na sua época estava envolvida com os eventos do núcleo? Se a resposta foi negativa o que você acha que faltava para ela participar mais das atividades e apresentações do Núcleo de Arte? Acho que sim, acho que o Brasil deveria valorizar mais a arte mais as organizações que se juntam para ensinar mais as crianças na educação, melhorar a educação, a cultura, e acho poderia sim, tratando da escola elas poderiam sim, mas qualquer outra coisa acho que poderia ajudar. É só as autoridades quererem. Acho que falta isso e em relação à cultura a gente não é dependente de ninguém a nenhum outro pais, verbas poderia ter...educação, nossa inteligência, mesma inteligência de uma pessoa de qualquer outro pais então...nada, infra-estrutura, apoio é eles quererem é mais bondade mas... Eu não sei muito bem por sempre da coxia, sempre ser o artista não ser o organizador sabe?! O que talvez... Mas você via a plateia? Sim, via porque geralmente vinham os alunos da escola daqui municipal Grécia e vinham para cá assistir (...) aí os professores de dança às vezes tinham alguma coisa de arte, aí já vieram pessoas fazer palestras, aqui no núcleo de arte, de literatura, de ciência, de dança, de música, muita coisa de musica a gente teve aqui, mas eu acho que sempre tinha assim, pessoalmente no fim do ano os pais vinham a família, os amigos para ver a apresentação do fim do ano. 5

6 12. Na época que você dançava ou saiu do NAPRJ percebeu se seus amigos interessados ou seguiram à carreira de dança? Sim, vários amigos. 13. Na sua percepção, a sua ex professora de dança do NAPRJ teve papel importante no seu crescimento pessoal e artístico? Por quê? Sim, porque ela sempre me incentivava ela sempre falava Está muito legal ela não levava aquilo na brincadeira, fiz o trabalho dela independente da coreografia (...) tanta coisa mas ela sempre vai tratar da mesma forma e ela via que eu também me interessava e sempre me ajudava muito me...acho que...ela te incentivou a seguir carreira? Talvez, não sei, não lembro exactamente de quando...é não lembro mas acho que ela falou Ah faz sim e tal acho que ela já via assim que eu levava jeito para fazer e hoje em dia mesmo quando eu falo com ela ah boa sorte aí fala sempre a desejar coisas boas e é bem legalzinha, agora que ela vê que eu quero mesmo eu acho que ela...esta toda feliz...é, está bem feliz..é bem legal! 14. O que de mais importante aprendeu nas aulas de dança? Em relação ao ballet, a técnica mesmo de dança acho que é mais a técnica mesmo mas é que nunca aprendi acho que é a dança mesmo sim (...) então aprendi a técnica braço perna trajeto, não sei o quê, mas é mais a técnica mesmo a gente aprende muitas coisas também, em palco a gente vê Nossa! Foi muito ruim tem que melhorar, e o convívio em si e a dança agente, para quem fica o dia inteiro com aquilo, eu por exemplo, então a gente faz da aula depois das aulas fica livre então conversa com os parceiros na sala de aula aprende muita coisa com eles (..) destrezas, né?! Como uma escola! É como se você, qualquer outra coisa, na faculdade você está ali para aprender, melhorar, sempre tem coisas boas, coisas desagradáveis às vezes, mas é isso a gente aprende de tudo sim. 15. O que menos lhe agrada nas aulas de dança e por quê? Na minha? Ah não sei...é às vezes a aula não é tão legal, tão interessante, mas aí é pessoal sabe?! Aquele dia que não estou tão afim de fazer, e aí, mas nada que me desagrada na dança, só diz que muitas vezes estou desanimado mesmo, então nada vai funcionar mesmo nossa! Mas nada! 16. O que te motivou a seguir a carreira de Dança? E agora ir dançar fora do país? Não, aí eu...descobri, mesmo quando eu falei...eu descobri algo que eu me encaixo e apesar de todas as dificuldades e limitações, sempre tentar fazer o seu melhor e 6

7 conciliar a dança com outras coisas mais responsabilidade tenho que aprender muito Você está realizado, se sente realizado?...me realizando...é porque eu ainda tenho só quatro anos de estudo em carreira é...que nem esse quatro já é suficiente para ver que eu não estou conseguindo fazer muita coisa, já era para eu estar lá em tal lugar. Era para estar fazendo varia outras coisas que não consigo fazer ainda mas a gente não pode só... Mas olha que se você vai fazer dança para fora é porque você é bom né?! Aprendeu muito rápido em quatro anos muita coisa com certeza né?! É tomar né?! Mesmo assim é muito difícil né?! (...) três vídeos (...) lá de fora, até mesmo Canadá, Estados Unidos, mais apoio, mais...é estrutura então chegar nossa! por isso que lá é realmente o sonho, aqui tem tudo para ser só que não é... Aqui não tem grandes escolas ainda né?! (...) Tem, mas eu acho que ela poderia se tornar se houvesse assim o apoio mesmo o próprio Bolshoi que é a sede só tem na rua aqui em Sta Catarina. Sim, um amigo meu por acaso desenvolveu um trabalho por lá. Então, ele lá...lá a infra-estrutura é boa e o conhecimento também eles são bons, tem uma gente boa em qualquer lugar falta é abrir portas porque quem está guiando essa pessoa ajuda bastante no interesses tem de ser conhecido também, não só ele que pode atrapalhar, mas acho que falta o apoio à cultura brasileira e...é isso ó... Efetivo, né! Efetivo. Muito obrigada! 7

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex Praticante Denise Local: Núcleo de Arte Albert Einstein Data: 03.12.2013 Horário: 10 h30 Duração da entrevista: 1h.

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Fabrício Local: Núcleo de Arte do Neblon Data: 26.11.2013 Horário: 14h30 Duração da entrevista: 20min COR PRETA

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Sonia Local: Núcleo de Arte Nise da Silveira Data: 5 de dezembro de 2013 Horário: 15:05 Duração da entrevista:

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Igor Local: Núcleo de Arte Nise da Silveira Data: 05 de dezembro de 2013 Horário: 15:05 Duração da entrevista:

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex Praticante Iago Local: Núcleo de Arte Copacabana Data: 29.11.2013 Horário: 9h25 Duração da entrevista: 1h. COR PRETA

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante David Local: Núcleo de Arte Neblon Data: 26.11.2013 Horário: 13h55 Duração da entrevista: 1h. COR PRETA

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Maria Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 01.10.2013 Horário: 14h09 Duração da entrevista: 22min COR PRETA -

Leia mais

MÃE, QUANDO EU CRESCER...

MÃE, QUANDO EU CRESCER... MÃE, QUANDO EU CRESCER... Dedico este livro a todas as pessoas que admiram e valorizam a delicadeza das crianças! Me chamo Carol, mas prefiro que me chamem de Cacau, além de ser um apelido que acho carinhoso,

Leia mais

Anexo 1 Versão Provisória do Questionário. Questionário Corpo, Dança e Comunidade.

Anexo 1 Versão Provisória do Questionário. Questionário Corpo, Dança e Comunidade. Anexo 1 Versão Provisória do Questionário Questionário Corpo, Dança e Comunidade. Este questionário faz parte de um estudo de Doutorado em Dança associado à Faculdade de Motricidade Humana (Lisboa, Portugal)

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex Praticante Danilo Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14 h Duração da entrevista: 1h. COR PRETA

Leia mais

Anexo 2.2- Entrevista G1.2

Anexo 2.2- Entrevista G1.2 Entrevistado: E1.2 Idade: Sexo: País de origem: Tempo de permanência 53 anos Masculino Cabo-Verde 40 anos em Portugal: Escolaridade: 4ª classe Imigrações prévias : -- Língua materna: Outras línguas: Agregado

Leia mais

Suelen e Sua História

Suelen e Sua História Suelen e Sua História Nasci em Mogi da Cruzes, no maternidade Santa Casa de Misericórdia no dia 23 de outubro de 1992 às 18 horas. Quando eu tinha 3 anos de idade fui adotada pela tia da minha irmã, foi

Leia mais

TRANSCRIÇÃO PRÉVIA PROJETO PROFALA TRANSCRITOR(A): Késsia Araújo 65ª ENTREVISTA (J.D.T.S) Cabo Verde

TRANSCRIÇÃO PRÉVIA PROJETO PROFALA TRANSCRITOR(A): Késsia Araújo 65ª ENTREVISTA (J.D.T.S) Cabo Verde TRANSCRIÇÃO PRÉVIA PROJETO PROFALA TRANSCRITOR(A): Késsia Araújo 65ª ENTREVISTA (J.D.T.S) Cabo Verde PERGUNTAS METALINGUÍSTICAS Doc.: J. quais são as línguas que você fala " Inf.: eu " (+) inglês né falo

Leia mais

Olhando o Aluno Deficiente na EJA

Olhando o Aluno Deficiente na EJA Olhando o Aluno Deficiente na EJA ConhecendoJoice e Paula Lúcia Maria Santos Tinós ltinos@ffclrp.usp.br Apresentando Joice e Paula Prazer... Eu sou a Joice Eu sou a (...), tenho 18 anos, gosto bastante

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Professora: Valéria Local: Núcleo de Arte Nise da Silveira Data: 12 de dezembro de 2012 Horário: 7:52 Duração da entrevista:

Leia mais

TABUADA DAS OBJEÇÕES

TABUADA DAS OBJEÇÕES TABUADA DAS OBJEÇÕES Você já sentiu acuada, sem palavras ao ouvir alguma objeção de sua potencial iniciada!? As pessoas que você vai abordar são tão especiais quanto você e se elas disserem não, lembre-se

Leia mais

Os Principais Tipos de Objeções

Os Principais Tipos de Objeções Os Principais Tipos de Objeções Eu não sou como você" Você tem razão, eu não estou procurando por pessoas que sejam como eu. Sou boa no que faço porque gosto de mim como eu sou. Você vai ser boa no que

Leia mais

Anexo Entrevista G2.5

Anexo Entrevista G2.5 Entrevista G2.4 Entrevistado: E2.5 Idade: 38 anos Sexo: País de origem: Tempo de permanência em Portugal: Feminino Ucrânia 13 anos Escolaridade: Imigrações prévias: --- Ensino superior (professora) Língua

Leia mais

Identificação. ML01 Duração da entrevista 21:39 Data da entrevista Ano de nascimento (Idade) 1953 (59) Local de nascimento/residência

Identificação. ML01 Duração da entrevista 21:39 Data da entrevista Ano de nascimento (Idade) 1953 (59) Local de nascimento/residência 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 Identificação ML01 Duração da entrevista 21:39 Data da entrevista 4-8-2012 Ano de nascimento (Idade) 1953 (59) Local de nascimento/residência

Leia mais

a confusão do final do ano e as metas para o próximo

a confusão do final do ano e as metas para o próximo o que fazer se o ano que passou foi ruim? o que fazer nesse próximo ano? a confusão do final do ano e as metas para o próximo Enéas Guerriero www.equilibriocontinuo.com.br O que vamos falar hoje? 1) Estresse

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Professora: Cloudine Local: Núcleo de Arte Albert Eistein Data: 18 de junho Horário: 14h Duração da entrevista: 18min.

Leia mais

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS LÍGIA COSTA.

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS LÍGIA COSTA. CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS LÍGIA COSTA (depoimento) 2013 CEME-ESEF-UFRGS FICHA TÉCNICA Projeto: Garimpando

Leia mais

July: Eu também! Achei o máximo as coisas que ela faz. Vou pedir para a minha mãe fazer umas roupinhas novas. Estou pensando até em montar um guarda-r

July: Eu também! Achei o máximo as coisas que ela faz. Vou pedir para a minha mãe fazer umas roupinhas novas. Estou pensando até em montar um guarda-r Série Ao infinito e além... Sua vida além das estrelas! 4 a 8 anos Aprendendo a Viver! Conceito Viver a vida como se fosse o melhor presente. Versículo-chave Não desperdicem nenhum pouco desta maravilhosa

Leia mais

Protocolo da Entrevista a Anália

Protocolo da Entrevista a Anália Protocolo da Entrevista a Anália 1 Pedia-lhe que me contasse o que lhe aconteceu de importante desde que acabou a licenciatura até agora. Então, eu acabei o 4.º ano da licenciatura e tinha o 5.º ano que

Leia mais

CONVERSANDO COM A PERFEIÇÃO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r

CONVERSANDO COM A PERFEIÇÃO. Marcelo Ferrari. 1 f i c i n a. 1ª edição - 1 de agosto de w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CONVERSANDO COM A PERFEIÇÃO Marcelo Ferrari 1 f i c i n a 1ª edição - 1 de agosto de 2015 w w w. 1 f i c i n a. c o m. b r CONVERSANDO COM A PERFEIÇÃO PERFEIÇÃO: Olá! Eu sou a perfeição. Vamos conversar?

Leia mais

Transcrição de Entrevista nº 10

Transcrição de Entrevista nº 10 Transcrição de Entrevista nº 10 E Entrevistador E10 Entrevistado 10 Sexo Feminino Idade 31 anos Área de Formação Engenharia Informática E - Acredita que a educação de uma criança é diferente perante o

Leia mais

Existem vários lugares onde você pode iniciar Consultoras. Mas se uma Consultora vem até você e diz que está pensando seriamente em desenvolver um

Existem vários lugares onde você pode iniciar Consultoras. Mas se uma Consultora vem até você e diz que está pensando seriamente em desenvolver um Existem vários lugares onde você pode iniciar Consultoras. Mas se uma Consultora vem até você e diz que está pensando seriamente em desenvolver um time e tornar- se uma Diretora rapidamente e pergunta

Leia mais

A Procura. de Kelly Furlanetto Soares

A Procura. de Kelly Furlanetto Soares A Procura de Kelly Furlanetto Soares Peça escrita durante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR. Teatro Guaíra, sob orientação de Andrew Knoll, no ano de 2012. 1 Cadeiras dispostas como se

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Mini Curso Parte I As Forças que controlam a sua vida Página 2 de 6 Como te falei, essa é a primeira etapa do mini-curso Superando

Leia mais

Entrevista Rodrigo

Entrevista Rodrigo Entrevista 1.17 - Rodrigo (Bloco A - Legitimação da entrevista onde se clarificam os objectivos do estudo, se contextualiza a realização do estudo e participação dos sujeitos e se obtém o seu consentimento)

Leia mais

-Oi Vô! Vamos pra água? -Calma! Ainda tem que pintar a canoa!

-Oi Vô! Vamos pra água? -Calma! Ainda tem que pintar a canoa! Sabedoria do mar Pesquisa: Fábio G. Daura Jorge, Biólogo. Leonardo L. Wedekin, Biólogo. Natália Hanazaki, Ecóloga. Roteiro: Maurício Muniz Fábio G. Daura Jorge Ilustração: Maurício Muniz Apresentação Esta

Leia mais

Problemática 1 Percurso na vida associativa. Dimensões Entrevista E2 Análise

Problemática 1 Percurso na vida associativa. Dimensões Entrevista E2 Análise Problemática 1 Percurso na vida associativa Início da prática associativa (local e idade) Tipo de trabalho desenvolvido Associações que está envolvido «Comecei aqui na JS ( )» (P.1) «18 anos( )» (P. 2)

Leia mais

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO PROFESSORA Bom dia meninos, estão bons? TODOS Sim. PROFESSORA Então a primeira pergunta que eu vou fazer é se vocês gostam

Leia mais

Fundamentos do Negócio. Adriana Santiago Miller Diretora Sênior Mary Kay

Fundamentos do Negócio. Adriana Santiago Miller Diretora Sênior Mary Kay Fundamentos do Negócio Adriana Santiago Miller Diretora Sênior Mary Kay Mary Kay Ash Você pode tudo que quiser 7 anos de idade Mary Kay Ash já fazia tudo como uma adulta cozinhava, cuidada do pai invalido

Leia mais

ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares

ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares AN O ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares o Literária ata Soares OC. ento Social. Dois casais discutem a vida conjugal, sofrendo a influências mútuas. Os temas casamento,

Leia mais

Anexo 4- Dados das entrevistas do Grupo II

Anexo 4- Dados das entrevistas do Grupo II Anexo 4- Dados das entrevistas do Grupo II Grupo II Informantes idade Sexo profissão escolaridade Tempo de imigração em Portugal Língua materna E2.1 42 Masc. Jardineiro 12º 12 anos Ucraniano E2.2 62 Fem.

Leia mais

A DOCUMENTAÇÃO DA APRENDIZAGEM: A VOZ DAS CRIANÇAS. Ana Azevedo Júlia Oliveira-Formosinho

A DOCUMENTAÇÃO DA APRENDIZAGEM: A VOZ DAS CRIANÇAS. Ana Azevedo Júlia Oliveira-Formosinho A DOCUMENTAÇÃO DA APRENDIZAGEM: A VOZ DAS CRIANÇAS Ana Azevedo Júlia Oliveira-Formosinho Questões sobre o portfólio respondidas pelas crianças: 1. O que é um portfólio? 2. Gostas do teu portfólio? Porquê?

Leia mais

www.afiliadocurioso.com Este e-book pode ser compartilhado, porém, não pode ser editado. Direitos autoriais para: Fernando Martins da Silva Pode me chamar de Nando Olá, meu nome é Nando Silva. Não sou

Leia mais

29/11/2009. Entrevista do Presidente da República

29/11/2009. Entrevista do Presidente da República Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na chegada ao hotel Villa Itália Cascais-Portugal, 29 de novembro de 2009 Jornalista: (incompreensível) Presidente:

Leia mais

Identificação. F03 Duração da entrevista 18:12 Data da entrevista Ano de nascimento (Idade) 1974 (36) Local de nascimento/residência

Identificação. F03 Duração da entrevista 18:12 Data da entrevista Ano de nascimento (Idade) 1974 (36) Local de nascimento/residência 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 Identificação F03 Duração da entrevista 18:12 Data da entrevista 4-5-2011 Ano de nascimento (Idade) 1974 (36) Local de

Leia mais

passos para você e ensaiar suas Mágicas!

passos para você e ensaiar suas Mágicas! Os 10 praticar passos para você e ensaiar suas Mágicas! Passo-a-passo E se tornar um EXPERT Aumente sua con ança em até 100% E mais 3 passos exclusivos! Siga os 10 passos e que preparado para fazer suas

Leia mais

coleção Conversas #5 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça.

coleção Conversas #5 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça. coleção Conversas #5 Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu com o desejo de facilitar diálogos que muitas vezes podem

Leia mais

P/1 E qual a data do seu nascimento? Eu te ajudo. Já te ajudo. Dia 30 de março de 1984.

P/1 E qual a data do seu nascimento? Eu te ajudo. Já te ajudo. Dia 30 de março de 1984. museudapessoa.net P/1 Então, vamos lá. Eu queria que você me falasse seu nome completo. R Meu nome é Karen Fisher. P/1 E onde você nasceu, Karen? R Eu nasci aqui no Rio, Rio de Janeiro. P/1 Na cidade mesmo?

Leia mais

Aexo 3 Dados das entrevistas do grupo 1

Aexo 3 Dados das entrevistas do grupo 1 Aexo 3 Dados das entrevistas do grupo 1 Grupo I Informantes idade Sexo profissão Escolarida de Tempo de imigração em Portugal Língua materna E1.1 51 anos Masc. -- 6ª classe 40 anos Crioulo cv E1.2 53 anos

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 3 Data: 18/10/2010 Hora: 19h00 Duração: 22:25 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

PROTOCOLO DA ENTREVISTA

PROTOCOLO DA ENTREVISTA [Legitimação da entrevista] Ent. Em relação ao primeiro bloco, o objetivo específico é conhecer as razões e motivações que levam a educadora a utilizar a metodologia do trabalho de projeto. A primeira

Leia mais

Integração entre Serviços e Benefícios. VI Seminário Estadual de Gestores e trabalhadores da Política de Assistência Social Santa Catariana/ 2015

Integração entre Serviços e Benefícios. VI Seminário Estadual de Gestores e trabalhadores da Política de Assistência Social Santa Catariana/ 2015 Integração entre Serviços e Benefícios VI Seminário Estadual de Gestores e trabalhadores da Política de Assistência Social Santa Catariana/ 2015 A desproteção e a vulnerabilidade são multidimensionais

Leia mais

FICHA SOCIAL Nº 123 INFORMANTE: SEXO: IDADE: ESCOLARIZAÇÃO: LOCALIDADE: PROFISSÃO: DOCUMENTADORA: TRANSCRITORA: DIGITADORA: DURAÇÃO:

FICHA SOCIAL Nº 123 INFORMANTE: SEXO: IDADE: ESCOLARIZAÇÃO: LOCALIDADE: PROFISSÃO: DOCUMENTADORA: TRANSCRITORA: DIGITADORA: DURAÇÃO: FICHA SOCIAL Nº 123 INFORMANTE: M.A.M.B. SEXO: Masculino IDADE: 27 anos - Faixa II ESCOLARIZAÇÃO: 9 a 11 anos (2º grau incompleto) LOCALIDADE: Batateira - Zona Urbana PROFISSÃO: Comerciante DOCUMENTADORA:

Leia mais

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje.

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. MENININHA Na escola estão Pedro e Thiago conversando. PEDRO: Cara você viu o jogo ontem? THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. PEDRO: Bah tu perdeu um baita jogo.

Leia mais

O Poder da Sua Mente!

O Poder da Sua Mente! O Poder da Sua Mente! Se você acredita que pode, então você pode. Se você acredita que não pode, você está certa. Mary Kay Ash Quem sou eu? Juliana David Yamazaki Diretora Sênior de Vendas Independente

Leia mais

CONVITES EFICIENTES PARA APC

CONVITES EFICIENTES PARA APC CONVITES EFICIENTES PARA APC Como fazer convites que se convertem em inícios. Rômulo Ferreira COACH Executivo CONVITES PARA A.P.C GATILHOS MENTAIS VALOR X PREÇO OBJETIVO! + INTERESSANTE - INTERESSADO 3N5S

Leia mais

DESABITUAÇÃO. MULHER 1 Foi agora? MULHER 2 Foi. MULHER 1 Você viu? MULHER 2 Não, eu não vi nada. Não sei de nada.

DESABITUAÇÃO. MULHER 1 Foi agora? MULHER 2 Foi. MULHER 1 Você viu? MULHER 2 Não, eu não vi nada. Não sei de nada. DESABITUAÇÃO (Duas mulheres e um homem estão em volta de algo que não podemos ver. Os três olham para a presença ausente, um mesmo ponto fixo no chão. Durante a cena, todos agem com uma naturalidade banal,

Leia mais

SOE - Serviço de Orientação Educacional

SOE - Serviço de Orientação Educacional SOE - Serviço de Orientação Educacional Projeto Aprendendo a Ser para Aprender a Conviver Tema: Amizade e Conflito 3º AT Marise Miranda Gomes - Orientadora Educacional - Psicopedagoga Clínica e Institucional

Leia mais

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS RODRIGO DOS SANTOS

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS RODRIGO DOS SANTOS CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS RODRIGO DOS SANTOS (depoimento) 2013 CEME-ESEF-UFRGS FICHA TÉCNICA Projeto:

Leia mais

INQ Como é que surgiu a decisão de vir para França? Foi assim de um dia para o outro? Como é que decidiu vir para cá?

INQ Como é que surgiu a decisão de vir para França? Foi assim de um dia para o outro? Como é que decidiu vir para cá? Transcrição da entrevista: Informante: nº9 Célula: 3 Data da gravação: Agosto de 2009 Geração: 1ª Idade: 63 Sexo: Feminino Tempo de gravação: 11.58 minutos INQ Como é que surgiu a decisão de vir para França?

Leia mais

CURSO DE SUPERVISORES

CURSO DE SUPERVISORES 2016 CURSO DE SUPERVISORES [Com Ferramentas de Coaching] AULA 7 Bruno Monteiro AAULA 7 APRENDENDO A DESAFIAR A EQUIPE A CRESCERR Os bons líderes precisam viver o que eu chamo de melhoria contínua. Ou seja,

Leia mais

Atividade - Sequência Eben Pagan

Atividade - Sequência Eben Pagan Atividade - Sequência Eben Pagan Este esquema é seu! Coloque os exemplos ados em aula, será um Atividade ótimo exercício para memorização. No fim do curso, você terá 24 esquemas para usar como material

Leia mais

Real Brazilian Conversations #21 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com

Real Brazilian Conversations #21 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com Subjects on this conversation: How it is like to live in Uberlândia MG. Context: In this conversation André talks to his aunt Edmárcia, about the city of Uberlândia, in Minas Gerais state. She tells us

Leia mais

5 Dicas Quentes para Divulgar seu salão de beleza.

5 Dicas Quentes para Divulgar seu salão de beleza. 5 Dicas Quentes para Divulgar seu salão de beleza. 5 Dicas quentes que vão transformar o movimento do seu salão através de 5 passos você irá lotar a sua agenda e irá cansar de trabalhar. 5 dicas para divulgar

Leia mais

Script de Ligação Ativa. Saiba como ligar para os seus contatos e gerar agendamentos para realizar uma apresentação de negócio.

Script de Ligação Ativa. Saiba como ligar para os seus contatos e gerar agendamentos para realizar uma apresentação de negócio. Script de Ligação Ativa. Saiba como ligar para os seus contatos e gerar agendamentos para realizar uma apresentação de negócio. Script de Ligação ativa. Temas. Como ligar para os seus amigos?. Como ligar

Leia mais

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS NILTON SANTOS DE ATHAYDE (depoimento) 2011 CEME-ESEF-UFRGS FICHA TÉCNICA Projeto:

Leia mais

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Obra Teatral de Carlos José Soares Revisão Literária de Nonata Soares EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Peça de Carlos José Soares Revisão Literária Nonata Soares Personagens: Ricardo

Leia mais

Como ter sucesso nas vendas por telefone. Prof. Isaac Martins

Como ter sucesso nas vendas por telefone. Prof. Isaac Martins Como ter sucesso nas vendas por telefone Prof. Isaac Martins isaac@isaacmartins.com.br Você consegue vender por telefone! Isso mesmo, vender por telefone é possível basta você conhecer o método certo.

Leia mais

Minha História de amor

Minha História de amor Minha História de amor Hoje eu vou falar um pouco sobre a minha história de amor! Bem, eu namoro à distância faz algum tempinho. E não é uma distância bobinha não, são 433 km, eu moro em Natal-Rn, e ela

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Coordenador Gabriel Local: Projecto do Núcleo de Arte Grécia Data: 03/12/12 Horário: 9:30h Duração da entrevista: 1h.

Leia mais

IMPORTANTE: Este livro é recomendado para pessoas solteiras. Caso você seja louco comprometido e coloque em prática essas dicas, que seja com seu parc

IMPORTANTE: Este livro é recomendado para pessoas solteiras. Caso você seja louco comprometido e coloque em prática essas dicas, que seja com seu parc IMPORTANTE: Este livro é recomendado para pessoas solteiras. Caso você seja louco comprometido e coloque em prática essas dicas, que seja com seu parceiro(a). O Guia dos Solteiros não se responsabiliza

Leia mais

Uma lição de vida. Graziele Gonçalves Rodrigues

Uma lição de vida. Graziele Gonçalves Rodrigues Uma lição de vida Graziele Gonçalves Rodrigues Ele: Sente sua falta hoje na escola, por que você não foi? Ela: É, eu tive que ir ao médico. Ele: Ah, mesmo? Por que? Ela: Ah, nada. Consultas anuais, só

Leia mais

Maria Luiza Braga (UFRJ)

Maria Luiza Braga (UFRJ) Entrevista Maria Luiza Braga (UFRJ) André Felipe Cunha Vieira Gostaria( de( começar( esta( entrevista( agradecendo( por( você( aceitar( nosso( convite(e(nos(receber(em(sua(casa.(ler(seu(currículo(lattes(é(um(exercício(de(

Leia mais

Não Fale com Estranhos

Não Fale com Estranhos Não Fale com Estranhos Texto por: Aline Santos Sanches PERSONAGENS Cachorro, Gato, Lobo, Professora, Coelho SINOPSE Cachorro e Gato são colegas de classe, mas Gato é arisco e resolve falar com um estranho.

Leia mais

Meu Nome é David Rocha Amante da Colorimetria capilar estou aqui para entregar o meu conhecimento que adquiri em anos de Profissão.

Meu Nome é David Rocha Amante da Colorimetria capilar estou aqui para entregar o meu conhecimento que adquiri em anos de Profissão. Introdução Meu Nome é David Rocha Amante da Colorimetria capilar estou aqui para entregar o meu conhecimento que adquiri em anos de Profissão. Nesse Livro Digital vamos falar da Estrela de Oswald e resolver

Leia mais

1 COMO RENOVAR SEU GUARDA ROUPA SEM GASTAR R$1

1 COMO RENOVAR SEU GUARDA ROUPA SEM GASTAR R$1 1 COMO RENOVAR SEU GUARDA ROUPA SEM GASTAR R$1. 2 COMO RENOVAR SEU GUARDA ROUPA SEM GASTAR R$1 3 COMO RENOVAR SEU GUARDA ROUPA SEM GASTAR R$1 Prefácio São Paulo passa (ou será volta?), a contar com uma

Leia mais

O NASCIMENTO E INFÂNCIA DE SAMUEL

O NASCIMENTO E INFÂNCIA DE SAMUEL Momento com Deus Crianças de 07 a 08 anos NOME:_DATA: 01/06//2014 O NASCIMENTO E INFÂNCIA DE SAMUEL Versículos para Decorar: 1- Pensem nisto, pois: Quem sabe que deve fazer o bem e não o faz, comete pecado.

Leia mais

Falará sobre o NTI auxiliando no processo de apoio às ações de ensino dos alunos, particularmente os alunos do Curso de Letras da UFAC.

Falará sobre o NTI auxiliando no processo de apoio às ações de ensino dos alunos, particularmente os alunos do Curso de Letras da UFAC. UFAC RBR-AC 31.10.2011 Falará sobre o NTI auxiliando no processo de apoio às ações de ensino dos alunos, particularmente os alunos do Curso de Letras da UFAC. [Se identificou, identificou o setor e o Diretor

Leia mais

Não furtarás. (Shemot 20:15)

Não furtarás. (Shemot 20:15) O que você faria se quisesse muito um brinquedo ou qualquer outra coisa e não desse para comprar? Vamos ver o que a história desta semana nos ensina sobre isso? Filha? Vamos à papelaria com o papai? Eba!!

Leia mais

Treinamento de Liderança. Josiane Barbosa

Treinamento de Liderança. Josiane Barbosa Treinamento de Liderança Josiane Barbosa Uma líder eficaz convida sua equipe a participar de projetos novos que ainda estão na fase do pensamento. Planeje suas metas e divulgue-as, porque as pessoas apoiam

Leia mais

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ALINE PELLEGRINO II

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ALINE PELLEGRINO II CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ALINE PELLEGRINO II (depoimento) 2014 FICHA TÉCNICA ENTREVISTA CEDIDA PARA PUBLICAÇÃO NO REPOSITÓRIO DIGITAL

Leia mais

Provavelmente você já passou por 1 ou mais das situações abaixo:

Provavelmente você já passou por 1 ou mais das situações abaixo: Oi, tudo bem? Me chamo Manuel Gonçalves e eu sou o diretor da maior rede de escolas de Inglês Intensivo do Brasil, a Qualify Inglês em 3 Meses. Se você chegou até esse e-book, com certeza está precisando

Leia mais

COMO REALIZAR UMA SESSÃO DE CUIDADOS COM A PELE PERFEITA OBTENDO VENDAS E INÍCIOS

COMO REALIZAR UMA SESSÃO DE CUIDADOS COM A PELE PERFEITA OBTENDO VENDAS E INÍCIOS COMO REALIZAR UMA SESSÃO DE CUIDADOS COM A PELE PERFEITA OBTENDO VENDAS E INÍCIOS Ninguém acorda todos os dias sentindo-se entusiasmado. Entusiasmo é algo que todos nós temos que trabalhar para conquistar.

Leia mais

Em Círculos. Mateus Milani

Em Círculos. Mateus Milani Em Círculos Mateus Milani Que eu não perca a vontade de ter grandes amigos, mesmo sabendo que, com as voltas do mundo, eles acabam indo embora de nossas vidas Ariano Suassuna. Sinopse Círculos. A vida

Leia mais

Passo a Passo da Venda de MÓVEIS PLANEJADOS

Passo a Passo da Venda de MÓVEIS PLANEJADOS Passo a Passo da Venda de MÓVEIS PLANEJADOS Instrutor/Orientador Sigmar Sabin www. sigmarsabin.com.br comercial@ sigmarsabin.com.br 41.99666.8183 Whats APOIO Gandara Representações Realização Parabéns!!!

Leia mais

Na internet Leitura: atividades

Na internet Leitura: atividades Na internet Leitura: atividades 1. Com base no que você leu neste texto, enumere as vantagens e as desvantagens de se paquerar pelo computador. Você encontrou alguma dica nova ou diferente das que você

Leia mais

UM DIA CHEIO. Língua Portuguesa. 6º Ano do Ensino Fundamental II. Nome: Maria Clara Gonçalves dos Santos. Professora: Maristela Mendes de Sousa Lara

UM DIA CHEIO. Língua Portuguesa. 6º Ano do Ensino Fundamental II. Nome: Maria Clara Gonçalves dos Santos. Professora: Maristela Mendes de Sousa Lara UM DIA CHEIO Língua Portuguesa 6º Ano do Ensino Fundamental II Nome: Maria Clara Gonçalves dos Santos Professora: Maristela Mendes de Sousa Lara Tudo começou quando eu queria pescar com meu avô. Ele tinha

Leia mais

Coisas De Pré- Adolescentes!

Coisas De Pré- Adolescentes! Coisas De Pré- Adolescentes! Um pouco sobre mim e a minha página! Oie Amores! Tudo bem? Meu nome é Kylianne, tenho 12 anos! Eu fiz essa página para poder falar tudo que nós adolescentes amamos! Coisas

Leia mais

UMA HISTÓRIA DE AMOR

UMA HISTÓRIA DE AMOR UMA HISTÓRIA DE AMOR Nunca fui de acreditar nessa história de amor "á primeira vista", até conhecer Antonio. Eu era apenas uma menina, que vivia um dia de cada vez sem pretensões de me entregar novamente,

Leia mais

Do Vácuo ao Encontro

Do Vácuo ao Encontro Do Vácuo ao Encontro INTRODUÇÃO Todos nós homens já passamos por situações constrangedoras de puxar conversa com uma bela mulher e não obtemos nada além de um Belo de um vácuo, eu mesmo já passei por isso.

Leia mais

Muitas Trombas Tornam o Trabalho Mais Leve

Muitas Trombas Tornam o Trabalho Mais Leve Muitas Trombas Tornam o Trabalho Mais Leve Era uma vez um elefantinho chamado Tolongo. Ele foi criado na savana com sua mãe e algumas outras famílias de elefantes. Eles percorriam os pastos à procura de

Leia mais

Real Brazilian Conversations #20 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com

Real Brazilian Conversations #20 Premium PDF Guide Brazilian Portuguese Podcast, by RLP reallylearnportuguese.com Subjects on this conversation: The city of Belo Horizonte Minas Gerais state. Context: In this conversation André and Guilherme talk about the city of Belo Horizonte, in Minas Gerais state. Cultural notes,

Leia mais

Conheça o Passo a Passo Para Seus Jogos Lotéricos

Conheça o Passo a Passo Para Seus Jogos Lotéricos ÍNDICE Sumário INTRODUÇÃO... 3 ISSO ACONTECE COM VOCÊ TAMBÉM?... 4 MAS PERAÍ, QUEM GANHA NA LOTERIA?... 5 QUE NÃO QUEREM QUE VOCÊ SAIBA... 6 O QUE FAZEM PARA GANHAR NA MEGA SENA?... 7 8 DICAS PRÁTICAS

Leia mais

Ex-catadora de caranguejo faz mestrado na Uenf em Campos, RJ

Ex-catadora de caranguejo faz mestrado na Uenf em Campos, RJ Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro Gerência de Comunicação Jornal: Cidade: Data: Página: Seção: Globo.com Brasil 28/05/2013 WEB 28/05/2013 12h00 - Atualizado em 28/05/2013 12h32 Ex-catadora

Leia mais

Os 8 Segredos Da Mulher Poderosa

Os 8 Segredos Da Mulher Poderosa Os 8 Segredos Da Mulher Poderosa APRESENTAÇÃO Olá, meu nome é Ingred Castro, eu sou Coach de relacionamentos, desenvolvimento pessoal e profissional, com foco em mulheres. Peço que acesse www.ingredcastro.com/mulherpoderosa

Leia mais

Inteligência Emocional para Vencer. Diretora Senior Fernanda Groba

Inteligência Emocional para Vencer. Diretora Senior Fernanda Groba Inteligência Emocional para Vencer Diretora Senior Fernanda Groba Bem-Vindas!!! O que é Inteligencia Emocional? Em 1995 o psicólogo Daniel Goleman criou este conceito e difundiu para o mundo. Inteligência

Leia mais

YAHUVAH falou com ele mesmo ele

YAHUVAH falou com ele mesmo ele Na casa da vovó da Nina, uma história muito especial foi contada! Que história foi essa? Vamos ver? Um, dois, três e... já!!!! Eba, vovó!! Acabei de comer!! Isso, Nina! Você comeu tudinho, tudinho! A sua

Leia mais

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe Coração de Mãe Coração De Mãe Página 1 Coração De Mãe 1º Edição Agosto de 2013 Página 2 Coração De Mãe 1º Edição È proibida à reprodução total ou parcial desta obra, por Qualquer meio e para qualquer fim

Leia mais

O Rapaz e a Guitarra Mágica

O Rapaz e a Guitarra Mágica O Rapaz e a Guitarra Mágica Conto linha-a-linha Autoria: todas as turmas da Escola E.B. 2,3 de Palmeira Data: 21 a 25 de Março de 2011 Local de realização: Biblioteca Escolar Era uma vez um menino chamado

Leia mais

TÉCNICAS DE AGENDAMENTO E OBTENÇÃO DE CONTATOS

TÉCNICAS DE AGENDAMENTO E OBTENÇÃO DE CONTATOS TÉCNICAS DE AGENDAMENTO E OBTENÇÃO DE CONTATOS GESTÃO DO TEMPO O dia tem 24 horas para todos nós. A DIFERENÇA É O QUE CADA UMA FAZ! O ideal é ter agenda semanal visualizar a semana PLANEJAMENTO SEMANAL

Leia mais

Curso Completo de Design de Interiores com Foco em Projeto de Móveis

Curso Completo de Design de Interiores com Foco em Projeto de Móveis Curso Completo de Design de Interiores com Foco em Projeto de Móveis O Mais Completo Treinamento Profissional do Mercado! As Aulas 100% Online Vão Preparar Você Para o Mercado de Trabalho. BÔNUS: Software

Leia mais

Ferramentas para abordagem comportamental nas doenças cardiometabólicas

Ferramentas para abordagem comportamental nas doenças cardiometabólicas Ferramentas para abordagem comportamental nas doenças cardiometabólicas Annie Bello PhD Doutora em Fisiopatologia - UERJ Prof. Adjunto Nutrição clínica - UERJ Nutricionista Ensino e Pesquisa - INC O balanço

Leia mais

A MULHER VESTIDA DE PRETO

A MULHER VESTIDA DE PRETO A MULHER VESTIDA DE PRETO Uma Mulher abre as portas do seu coração em busca de uma nova vida que possa lhe dar todas as oportunidades, inclusive de ajudar a família. Ela encontra nesse caminho a realização

Leia mais

VITRINI SAÚDE E BELEZA

VITRINI SAÚDE E BELEZA VITRINI_SAUDE_FINAL.pmd 1 17/06/2011, 21:11 Foto/Divulgação 14 VITRINI SAÚDE E BELEZA VITRINI_SAUDE_FINAL.pmd 14 ENTREVISTA Bate-papo com Laura Müller Ela conversa sobre sexo e temas tabus ligados à sexualidade

Leia mais

Mestrado: 2º Ciclo em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário Disciplina: Psicologia Educacional Docente: Doutor Nuno Corte Real

Mestrado: 2º Ciclo em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário Disciplina: Psicologia Educacional Docente: Doutor Nuno Corte Real Mestrado: 2º Ciclo em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário Disciplina: Psicologia Educacional Docente: Doutor Nuno Corte Real Tema: Elaboração de uma peça de teatro - Promoção da Saúde,

Leia mais