MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 TÉNIS DE MESA REGULAMENTO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 TÉNIS DE MESA REGULAMENTO"

Transcrição

1 JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 TÉNIS DE MESA REGULAMENTO 1. Organização A organização da modalidade de Ténis de Mesa nos Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2017 é da responsabilidade da, da Associação de Ténis de Mesa de Setúbal, da e do União Desportiva e Cultural Banheirense. 2. Data, local e horário de realização A competição de Ténis de Mesa realiza-se nos seguintes dias, horários e locais: Competição Coletiva: 03 de junho de 2017 (sábado),, entre as 9h00 e as 13h00 e das 14h30 às 19h00, no Pavilhão Desportivo Municipal, na Moita; Competição Individual: 04 de junho de 2017 (domingo), entre as 9h00 e as 13h00 e das 14h30 às 19h00, no Pavilhão Desportivo Municipal, na Moita; Competição Adaptada: (Cadeiras de Rodas) 04 de junho de 2017 (domingo), entre as 9h00 e as 13h00 e das 14h30 às 19h00, no Pavilhão Desportivo Municipal, na Moita; 3. Escalões etários Os escalões etários a disputar a competição são: a) Escalão Sub14 Jogadores nascidos nos anos de 2003, 2004 e b) Escalão Sub17 Jogadores nascidos nos anos de 2000, 2001 e c) Escalão Único Jogadores que competem em Cadeira de Rodas (Ténis de Mesa Adaptado) 4. Inscrições e Contactos 4.1. Cada concelho pode fazer-se representar por uma equipa em cada escalão, sendo que: 1

2 Competição Individual: O número mínimo necessário para realização da competição individual é de 4 participantes por escalão Caso o número mínimo de participantes indicados no ponto anterior não seja garantido (nomeadamente no que diz respeito ao género), a competição será mista (masculinos e femininos) Competição Coletiva: Cada equipa é composta por um mínimo de 2 (dois) e um máximo de 4 (quatro) jogadores(as) em cada escalão Caso o número mínimo de participantes indicados no ponto anterior não seja garantido (nomeadamente no que diz respeito ao género), a competição será realizada por equipas mistas (masculinos e femininos) A Competição de Ténis de Mesa em Cadeira de Rodas terá o seu quadro competitivo definido em função do número de participantes As inscrições devem ser enviadas para a Divisão de Cultura e Desporto da Câmara Municipal da Moita através do preenchimento da ficha em anexo: Telefone Fax Endereço eletrónico: 5. Sorteio A organização realizará os sorteios necessários ao desenvolvimento da competição no dia 27 de Maio de 2016, pelas 15h00, no Pavilhão Desportivo Municipal da Moita. 6. Modelo organizativo 6.1. Sistema de competição O desenvolvimento da Competição de Ténis de Mesa processa-se de acordo com o definido no Regulamento Geral da Federação Portuguesa de Ténis de Mesa. 2

3 6.2. São organizadas as seguintes competições em cada escalão: a) Uma competição por equipas (dois a quatro jogadores por equipa/concelho). b) Uma competição individual (máximo de oito jogadores - masculinos e/ou femininos - por concelho) Competição por Equipas a) A competição colectiva disputa-se segundo o Sistema Marcel Corbillon. b) Este sistema consiste na disputa de quatro partidas singulares e uma de pares, atribuindose por sorteio, a cada uma das equipas, as posições fixas ou móveis. c) As letras são atribuídas a cada um dos jogadores das duas equipas, como se exemplifica: Equipa 1 (Fixos) Equipa 2 (Móveis) A X B Y d) A ordem dos jogos é a seguinte: 1. A X; 2. B Y; 3. PAR; 4. A Y; 5. B - X. e) Os jogadores que formam o Par não têm de ser obrigatoriamente os mesmos que disputam as partidas de singulares, pelo que uma equipa pode inscrever num encontro um máximo de três e um mínimo de dois jogadores. f) A constituição da equipa tem de ser declarada à mesa antes do início de cada jogo. g) O encontro termina quando uma equipa atinge três vitórias. h) As partidas do encontro são disputadas à melhor de cinco sets. i) A competição de equipas é jogada, conforme o número de participantes, no seguinte sistema: - Sistema de grupos, ficando o número de equipas por grupo sujeito ao número de inscrições: 1) Na 1.ª fase as equipas são distribuídas em vários grupos por sorteio absoluto. 2) Na 2.ª fase as equipas classificadas em 1.º lugar de cada grupo formam o grupo A para atribuição do 1.º, 2.º e 3.º lugar e assim sucessivamente Competição Individual a) A competição individual disputa-se segundo o Sistema Misto. b) Designa-se desta maneira pelo facto de admitir, no decorrer de uma mesma competição, a utilização dos sistemas de poule e de eliminatórias. 3

4 c) Numa primeira fase os participantes são distribuídos por grupos, sendo estes compostos por um mínimo de três jogadores e um máximo de quatro, jogando entre si a fim de apurar uma classificação em cada grupo. d) A distribuição dos participantes pelos grupos é feita por sorteio. e) Passam à segunda fase os dois primeiros classificados de cada grupo. f) Na segunda fase os apurados ocupam um lugar no mapa final a definir por sorteio a realizar na hora. g) As partidas do encontro são disputadas à melhor de cinco sets. h) As provas só se realizarão com um mínimo de participação de quatro (4) atletas por escalão Classificações Nas provas organizadas pelo sistema de grupos as classificações são ordenadas pela soma das pontuações atribuídas nos resultados dos jogos de acordo com o seguinte: a) Vitória: 3 pontos. b) Derrota: 1 ponto. c) Falta de comparência: 0 pontos. d) À falta de comparência corresponde uma derrota por 0 / 4 em partidas e 0 / 3 em sets com os parciais de 0 /11; 0 /11; 0 /11. e) Em caso de igualdade entre qualquer número de concorrentes, o desempate será feito pelos resultados verificados entre eles, levando em linha de conta e pela seguinte ordem: 1.º - A melhor pontuação dos encontros disputados entre si. 2.º - A maior diferença entre partidas ganhas e perdidas. 3.º - A maior diferença entre jogos ganhos e perdidos. 4.º - A maior diferença entre pontos ganhos e perdidos. 7. Procedimentos à chegada ao local da competição As comitivas ao chegarem ao Pavilhão Desportivo Municipal devem instalar-se no local que lhes estiver destinado e o responsável deverá deslocar-se à mesa da organização a fim de se identificar e de fazer prova da identidade de todos os elementos da comitiva e suas funções. 4

5 TÉNIS DE MESA FICHA DE INSCRIÇÃO MUNICÍPIO ESCALÃO N.º NOME dos JOGADORES DATA de NASCIMENTO N.º B.I./CARTÃO CIDADÃO RESPONSÁVEIS CARGO NOME N.º B.I./CARTÃO CIDADÃO NOTA: Data limite de inscrição: 05 de Maio de 2017 Local de envio: Divisão de Cultura e Desporto da C. M. da Moita Endereço electrónico: 5

6 DECLARAÇÃO Eu,, abaixo assinado, na condição de encarregado(a) de educação de, declaro que autorizo-o a a participar no Torneio de Ténis de Mesa dos Jogos do Futuro 6, a ter lugar no Pavilhão Desportivo Municipal da Moita, no dia 4 e 5 de junho de Declaro também que o meu educando(a) possui robustez física para participar em atividades desportivas, assumindo a responsabilidade da sua participação. Município de, de maio de 2016 O Declarante 6

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 TÉNIS DE MESA REGULAMENTO

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 TÉNIS DE MESA REGULAMENTO JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 TÉNIS DE MESA REGULAMENTO 1. Organização A organização da modalidade de Ténis de Mesa nos Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2016 é da responsabilidade da, da

Leia mais

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 REGULAMENTO

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 REGULAMENTO JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 FUTSAL MASCULINO REGULAMENTO 1. Organização A organização da competição de Futsal masculino nos Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2017 é da responsabilidade

Leia mais

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 VOLEIBOL REGULAMENTO

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 VOLEIBOL REGULAMENTO JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 VOLEIBOL REGULAMENTO 1. Organização A organização da competição de Voleibol nos Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2016 é da responsabilidade da, em colaboração

Leia mais

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 REGULAMENTO

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 REGULAMENTO JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 FUTEBOL DE PRAIA REGULAMENTO 1. Organização A organização da competição de Futebol de Praia, nos Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2017 é da responsabilidade

Leia mais

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 REGULAMENTO

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 REGULAMENTO JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 FUTEBOL DE 11 E DE 7 REGULAMENTO 1. Organização A organização das competições de Futebol de 11 e de 7 nos Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2017 são da responsabilidade

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO TÉNIS DE MESA

REGULAMENTO TÉCNICO TÉNIS DE MESA 1 Introdução O presente Regulamento aplica-se exclusivamente à competição Taça do Desporto Escolar/CNID, atividade inserida no Plano Anual de Atividades do Desporto Escolar. Este regulamento complementa-se

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO TÉNIS DE MESA

REGULAMENTO TÉCNICO TÉNIS DE MESA 1 Introdução O presente Regulamento aplica-se exclusivamente à competição Taça do Desporto Escolar / CNID, atividade inserida no Plano de Atividades do Desporto Escolar. Este Regulamento complementa-se

Leia mais

Os alunos Federados não podem competir na modalidade em que são praticantes. Isto não quer dizer que não possam frequentar o núcleo.

Os alunos Federados não podem competir na modalidade em que são praticantes. Isto não quer dizer que não possam frequentar o núcleo. !1 1. Concentrações 1.1 Competição individual As competições individuais realizar-se-ão em forma de Concentração. O acto da inscrição nas concentrações deverá ser feito no prazo de até 8 dias úteis à data

Leia mais

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 REGULAMENTO

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 REGULAMENTO JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 TORNEIO DE BOCCIA REGULAMENTO 1. ORGANIZAÇÃO. A organização do torneio de boccia, integrado nos Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2016, é da responsabilidade

Leia mais

V GRANDE TORNEIO INTERNACIONAL DE CONDEIXA 28/29 MAIO PROVA CLASS. A FPTM - CADETES / JUNIORES / SENIORES PROVA EXTRA - INICIADOS / INFANTIS

V GRANDE TORNEIO INTERNACIONAL DE CONDEIXA 28/29 MAIO PROVA CLASS. A FPTM - CADETES / JUNIORES / SENIORES PROVA EXTRA - INICIADOS / INFANTIS REGULAMENTO 1 I REALIZAÇÃO Art.º 1º. A Câmara Municipal de Condeixa-a-Nova e Os Ugas Associação Desportiva e Cultural da Ega levam a efeito nos dias 28 e 29 de Maio de 2016 o V Grande Torneio Internacional

Leia mais

MUNICÍPIOS DA PENÍNSULA DE SETÚBAL ASSOCIAÇÕES ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 BASQUETEBOL REGULAMENTO

MUNICÍPIOS DA PENÍNSULA DE SETÚBAL ASSOCIAÇÕES ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 BASQUETEBOL REGULAMENTO JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 BASQUETEBOL REGULAMENTO 1. Organização A organização da competição de Basquetebol dos Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2016 é da responsabilidade da Câmara

Leia mais

Secretaria Regional da Educação Direcção Regional da Educação

Secretaria Regional da Educação Direcção Regional da Educação Secretaria Regional da Educação Direcção Regional da Educação Gabinete Coordenador do Desporto Escolar Regulamento Específico Ténis de Mesa 2011/2012 Índice 1. Concentrações... 2 1.1 Competição individual...

Leia mais

I Torneio Internacional Cidade de Lagos REGULAMENTO

I Torneio Internacional Cidade de Lagos REGULAMENTO I Torneio Internacional Cidade de Lagos I REALIZAÇÃO REGULAMENTO Artº. 1º. O Clube ténis de mesa de Lagos- CTM Lagos leva a efeito nos dias 17 e 18 de Janeiro de 2015 o seu 1.º Torneio Internacional de

Leia mais

Regulamento Específico Tenis de Mesa.

Regulamento Específico Tenis de Mesa. Regulamento Específico Tenis de Mesa Http://www02.madeira-edu.pt/dre 1. Concentrações 1.1 Competição individual As competições individuais realizar-se-ão em forma de Concentração. O acto da inscrição nas

Leia mais

DEFINIÇÃO DE COMPETÊNCIAS

DEFINIÇÃO DE COMPETÊNCIAS REGULAMENTO NOTA JUSTIFICATIVA A promoção e generalização da prática desportiva junto da população é um fator essencial de melhoria da qualidade de vida e de formação pessoal, social e desportiva. Neste

Leia mais

CAMPEONATOS REGIONAIS DE EQUIPAS

CAMPEONATOS REGIONAIS DE EQUIPAS CAMPEONATOS REGIONAIS DE EQUIPAS 2016-2017 Pressupostos básicos - Poderão participar nestes Campeonatos todos os atletas filiados na ATMM, independentemente do seu escalão. - Para poder participar num

Leia mais

50 Anos Jogos Juvenis do Barreiro TORNEIO BASQUETEBOL 3 X 3

50 Anos Jogos Juvenis do Barreiro TORNEIO BASQUETEBOL 3 X 3 REGULAMENTO 1 Introdução 50 Anos Jogos Juvenis do Barreiro TORNEIO BASQUETEBOL 3 X 3 2014 O 3x3 (pronunciado 3 por 3), e anteriormente conhecido como FIBA 33, é uma versão formalizada do basquetebol de

Leia mais

FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL

FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL REGULAMENTO DESPORTIVO CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA 2012 Art.º 1 OBJETO 1. O presente regulamento estabelece as regras e normas aplicáveis ao Andebol de Praia

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE DA GUARDA. Regulamento da Componente Desportiva ENEE 2017

ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE DA GUARDA. Regulamento da Componente Desportiva ENEE 2017 ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE DA GUARDA Regulamento da Componente Desportiva Guarda 2017 ÍNDICE 1.INSCRIÇÕES E PARTICIPAÇÕES... 2 1.1.INSCRIÇÕES DE EQUIPAS... 2 1.2.INSCRIÇÃO DE

Leia mais

SEMANA DO XADREZ 17 a 25 de NOVEMBRO de 2012 IGREJA PAROQUIAL DE NOSSA SENHORA DO CABO Rua da Lusíadas 4, LINDA-A-VELHA

SEMANA DO XADREZ 17 a 25 de NOVEMBRO de 2012 IGREJA PAROQUIAL DE NOSSA SENHORA DO CABO Rua da Lusíadas 4, LINDA-A-VELHA SEMANA DO XADREZ 17 a 25 de NOVEMBRO de 2012 IGREJA PAROQUIAL DE NOSSA SENHORA DO CABO Rua da Lusíadas 4, LINDA-A-VELHA PROGRAMA Sábado, dia 17 às 14h30 Torneio de Partidas semi-rápidas Torneio individual,

Leia mais

Coordenação Local do Desporto Escolar do Tâmega. Regional Xadrez Escola Secundária de Paços de Ferreira

Coordenação Local do Desporto Escolar do Tâmega. Regional Xadrez Escola Secundária de Paços de Ferreira Coordenação Local do Desporto Escolar do Tâmega Regional Xadrez 2012 Escola Secundária de Paços de Ferreira 4 e 5 Maio 2012 Índice 1 ORGANIZAÇÃO 3 2 PROGRAMA GERAL 4 3 Local de Competição 4 4 Informações

Leia mais

REGIMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição

REGIMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição REGIMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição Índice Preâmbulo 5 Artigo 1.º Escalões Etários, Dimensões do Campo, Bola, Tempo de Jogo e Variantes

Leia mais

CLDE BRAGANÇA E CÔA TÉNIS DE MESA FASE FINAL R E G I O N A L NORTE. 4 e 5 de Maio Pav. EB2,3 Paulo Quintela - Bragança

CLDE BRAGANÇA E CÔA TÉNIS DE MESA FASE FINAL R E G I O N A L NORTE. 4 e 5 de Maio Pav. EB2,3 Paulo Quintela - Bragança CLDE BRAGANÇA E CÔA FASE FINAL R E G I O N A L NORTE TÉNIS DE MESA Juvenis Masculinos e Femininos 4 e 5 de Maio Pav. EB2,3 Paulo Quintela - Bragança ÍNDICE 1. ORGANIZAÇÃO.... 3 2. PROGRAMA GERAL.... 4

Leia mais

REGULAMENTO DE ANDEBOL DE PRAIA DA FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL E ASSOCIAÇÕES * CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA REGULAMENTO DA PROVA

REGULAMENTO DE ANDEBOL DE PRAIA DA FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL E ASSOCIAÇÕES * CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA REGULAMENTO DA PROVA REGULAMENTO DE ANDEBOL DE PRAIA DA FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL E ASSOCIAÇÕES * CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA REGULAMENTO DA PROVA Art.º 1 Objeto 1. O presente regulamento estabelece as regras

Leia mais

5º CAMPEONATO MUNICIPAL DE MATRAQUILHOS. Normas de Funcionamento

5º CAMPEONATO MUNICIPAL DE MATRAQUILHOS. Normas de Funcionamento 5º CAMPEONATO MUNICIPAL DE MATRAQUILHOS Normas de Funcionamento Normas de Funcionamento Considerando a importância que a promoção da dinâmica desportiva assume no concelho, a Câmara Municipal da Lourinhã,

Leia mais

Voleib l. Os jogos de Voleibol 4X4 incluídos no Campeonato Escolar estão sujeitos ao seguinte Regulamento:

Voleib l. Os jogos de Voleibol 4X4 incluídos no Campeonato Escolar estão sujeitos ao seguinte Regulamento: l Os jogos de Voleibo incluídos no Campeonato Escolar estão sujeitos ao seguinte Regulamento: 1. Constituição das Equipas 1.1 As equipas são formadas por 4 (quatro) alunos, podendo ser de ambos os géneros,

Leia mais

GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE TÉNIS DE MESA

GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE TÉNIS DE MESA GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE TÉNIS DE MESA 2001/2002 INDICE INTRODUÇÃO...2 1. A MESA...3 2. A REDE...3 3. A BOLA...3 4. A RAQUETA...3 5. UM JOGO...4 6. UMA PARTIDA...4

Leia mais

REGULAMENTO. 3. O MT será constituído por 8 (oito) provas, bem como pelo Campeonato Regional por Equipas de Sub10 (Interclubes).

REGULAMENTO. 3. O MT será constituído por 8 (oito) provas, bem como pelo Campeonato Regional por Equipas de Sub10 (Interclubes). REGULAMENTO 1. O ATL MINI TOUR 2016 (MT) é um circuito de provas para os escalões de Sub8 e Sub10, promovido pela Associação de Ténis de Lisboa (ATL), havendo uma calendarização das provas através de um

Leia mais

CIRCUITO NACIONAL DE RUGBY de 7 Sub 16 e Sub / 2011

CIRCUITO NACIONAL DE RUGBY de 7 Sub 16 e Sub / 2011 CIRCUITO NACIONAL DE RUGBY de 7 Sub 16 e Sub 18 2010 / 2011 O Departamento de Competições da FPR vai organizar o Circuito Nacional de Rugby de 7, para os escalões Sub 16 e Sub 18. Este Circuito realiza-se

Leia mais

REGULAMENTO. 3. O MT será constituído por 8 (oito) provas, bem como pelo Campeonato Regional por Equipas de Sub10 (Interclubes).

REGULAMENTO. 3. O MT será constituído por 8 (oito) provas, bem como pelo Campeonato Regional por Equipas de Sub10 (Interclubes). REGULAMENTO 1. O ATL MINI TOUR 2014 (MT) é um circuito de provas para os escalões de Sub8 e Sub10, promovido pela Associação de Ténis de Lisboa (ATL), havendo uma calendarização das provas através de um

Leia mais

Normas. Departamento de Cultura, Juventude e Desporto Divisão de Desporto e Juventude Núcleo de Actividades Desportivas

Normas. Departamento de Cultura, Juventude e Desporto Divisão de Desporto e Juventude Núcleo de Actividades Desportivas Normas Departamento de Cultura, Juventude e Desporto Núcleo de Actividades Desportivas Índice 1 Organização... 3 2 Calendarização e Local de Realização dos Jogos... 3 3 Inscrição... 3 3.1 Período de Inscrição...

Leia mais

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 FUTSAL FEMININO REGULAMENTO

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 FUTSAL FEMININO REGULAMENTO JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2016 FUTSAL FEMININO REGULAMENTO 1. Organização A organização da competição de Futsal Feminino nos Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2016 é da responsabilidade da.

Leia mais

O Campeonato Nacional da 3.ª Divisão é disputado por um número ilimitado de Equipas.

O Campeonato Nacional da 3.ª Divisão é disputado por um número ilimitado de Equipas. Regulamento Variante: Pool Português Disciplina: Bola 8 Competição: Campeonato Nacional 3ª Divisão O Campeonato Nacional da 3.ª Divisão é disputado por um número ilimitado de Equipas. A competição, para

Leia mais

18º TORNEIO CONCELHIO DE FUTSAL SUB-13 GONDOMAR 2015

18º TORNEIO CONCELHIO DE FUTSAL SUB-13 GONDOMAR 2015 A Escola Desportiva e Cultural de Gondomar vai, uma vez mais e pelo 18º ano consecutivo, em colaboração com a Câmara Municipal de Gondomar, levar a efeito o 18º. Torneio Concelhio de Futsal Sub-13 (Jovens

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL Época 2010/11 Voleibol Feminino e Masculino Página 1 de 8 ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo

Leia mais

Regulamento do Torneio Regional de Tens Feminino 2016/2017 2

Regulamento do Torneio Regional de Tens Feminino 2016/2017 2 REGULAMENTO DO TORNEIO REGIONAL DE TENS FEMININO 2016/2017 Artigo 1.º (Regime Supletivo) Ao Torneio Regional de Tens Feminino aplicam-se as normas do Regulamento Geral de Competições em tudo o que não

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TÉNIS DE MESA TABELA DE ENCARGOS

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TÉNIS DE MESA TABELA DE ENCARGOS FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TÉNIS DE MESA TABELA DE ENCARGOS ÉPOCA 2017/2018 Ténis de Mesa MODALIDADE OLÍMPICA TABELA DE ENCARGOS PARA 2017/2018 1. CAUÇÃO Valor da caução a enviar à FPTM por cheque pelos Clubes

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Juvenis/ Iniciados (Futsal) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Juvenis/ Iniciados (Futsal) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico DE (Futsal) Época 2016-2017 Organização Competitiva e Regulamento Específico CLUBES PARTICIPANTES ILHA DO CORVO CLUBE DESPORTIVO ESCOLAR DO CORVO ILHA DAS FLORES GRUPO DESPORTIVO FAZENDENSE (A e B) GRUPO

Leia mais

CAMPEONATOS REGIONAIS DE EQUIPAS

CAMPEONATOS REGIONAIS DE EQUIPAS CAMPEONATOS REGIONAIS DE EQUIPAS 2015-2016 Pressupostos básicos - Poderão participar nestes Campeonatos todos os atletas filiados na ATMM, independentemente do seu escalão. - Para poder participar num

Leia mais

CLUBE DESPORTIVO 1.º MAIO

CLUBE DESPORTIVO 1.º MAIO CLUBE DESPORTIVO 1.º MAIO TORNEIO DE NATAL ESCOLAS DE FUTEBOL 04 de Dezembro de 2010 Campo de Futebol 1.º de Maio Organização: Clube Desportivo 1.º de Maio Palheiro Ferreiro, Dezembro de 2010 ORGANIZAÇÃO

Leia mais

Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas

Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas Torneio de Snooker bola oito Regulamento 2 CAMPEONATO INTERBANCÁRIO DE SNOOKER REGULAMENTO CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO E FINS Artigo 1.º ORGANIZAÇÃO 1. A comissão Organizadora

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE VOLEIBOL Avª de França, PORTO Tel: Fax:

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE VOLEIBOL Avª de França, PORTO Tel: Fax: FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE VOLEIBOL Avª de França, 549 4050-279 PORTO Tel: 22 834 95 70 Fax: 22 832 54 94 CIRCULAR Nº 21 2010/2011 Para conhecimento das Associações, Clubes seus filiados, Rádio, Televisão,

Leia mais

- Série 1 1º Classificado; 4º Classificado; 6º Classificado; 8º Classificado; 10º Classificado

- Série 1 1º Classificado; 4º Classificado; 6º Classificado; 8º Classificado; 10º Classificado Regulamento Variante: Pool Masculino Disciplina: Bola 8, Bola 9 e Bola 10 Competição: Campeonato Nacional de Equipas 1.ª Divisão O Campeonato Nacional da 1.ª Divisão é disputado por um número ilimitado

Leia mais

Índice. Caparica Futsal Summer Cup 2015 Regulamento - 2

Índice. Caparica Futsal Summer Cup 2015 Regulamento - 2 Índice 1. Introdução... 3 2. Disposições Iniciais... 3 3. Inscrições... 3 4. Equipas Participantes... 4 5. Sorteio... 5 Organização dos s por Escalão... 5 6. Calendário... 5 Fase de s enjamins, e Iniciados...

Leia mais

Artigo 1.º (Regime Supletivo) Artigo 2.º (Idade Limite) Artigo 3.º (Tempo de Jogo) 1. a) 2.

Artigo 1.º (Regime Supletivo) Artigo 2.º (Idade Limite) Artigo 3.º (Tempo de Jogo) 1. a) 2. REGULAMENTO DOS CAMPEONATOS NACIONAIS SUB-16 e SUB-18, Grupos B e C 2016/2017 Artigo 1.º (Regime Supletivo) Aos Campeonatos Nacionais Sub-16 e Sub-18 aplicam-se as normas do Regulamento Geral de Competições

Leia mais

IV Torneio de Voleibol de Praia SJ (13 juho, 10h00, Parque Desportivo do Bairro dos Pescadores da Costa Nova) Normas de participação

IV Torneio de Voleibol de Praia SJ (13 juho, 10h00, Parque Desportivo do Bairro dos Pescadores da Costa Nova) Normas de participação Normas de participação 1. Estas normas são válidas para o IV Torneio de Voleibol inserido na Semana Jovem Ílhavo 2013, cessando após a conclusão do mesmo. 2. O Torneio de Voleibol de Praia, realizar-se-á

Leia mais

ÉPOCA 2015/2016 REGULAMENTO DA PROVA. Artigo 1 Prémios. 2. Ao Campeão Nacional será atribuído uma Taça e vinte e cinco medalhas.

ÉPOCA 2015/2016 REGULAMENTO DA PROVA. Artigo 1 Prémios. 2. Ao Campeão Nacional será atribuído uma Taça e vinte e cinco medalhas. PO40 CAMPEONATO NACIONAL DE VETERANOS MASCULINOS (Regulamento aprovado em Reunião de Direção de 06-05-15) REGULAMENTO DA PROVA Artigo 1 Prémios 1. O vencedor é declarado CAMPEÃO NACIONAL 2. Ao Campeão

Leia mais

II TRIATLO DAS FESTAS DA MADALENA

II TRIATLO DAS FESTAS DA MADALENA II TRIATLO DAS FESTAS DA MADALENA SÁBADO, 23 DE JULHO DE 2016 REGULAMENTO Capítulo I Disposições Gerais Artigo 1º (Organização) O II Triatlo das Festas da Madalena consiste numa organização conjunta realizada

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE XADREZ DO DISTRITO DE SETÚBAL REGULAMENTO DE COMPETIÇÕES

ASSOCIAÇÃO DE XADREZ DO DISTRITO DE SETÚBAL REGULAMENTO DE COMPETIÇÕES ASSOCIAÇÃO DE XADREZ DO DISTRITO DE SETÚBAL REGULAMENTO DE COMPETIÇÕES Aprovado em Assembleia Geral de 13 de Outubro de 2014 PRIMEIRA PARTE Disposições Gerais Artigo 1 (Âmbito de Aplicação) 1. O presente

Leia mais

REGIMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição

REGIMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição REGIMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição Índice Preâmbulo 5 Artigo 1.º Escalões Etários, Dimensões do Campo, Bola, Tempo de Jogo e Variantes

Leia mais

Regulamento de Prova Oficial Voleibol

Regulamento de Prova Oficial Voleibol ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Sistema Competitivo Artigo 3º - Duração dos Jogos Artigo 4º - Período de Aquecimento Artigo 5º - Número de Jogadores

Leia mais

AND PRAIA ª Edição REGULAMENTO DO CIRCUITO

AND PRAIA ª Edição REGULAMENTO DO CIRCUITO AND PRAIA 2016 18ª Edição REGULAMENTO DO CIRCUITO 1 Organização: A organização deste conjunto de eventos é da responsabilidade da Associação de Andebol do Porto, em colaboração com diversas entidades.

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO TÉNIS (Revisto em outubro de 2015)

REGULAMENTO ESPECÍFICO TÉNIS (Revisto em outubro de 2015) REGULAMENTO ESPECÍFICO TÉNIS 2013-2017 (Revisto em outubro de 2015) Índice Introdução 3 Capitulo I Regulamentação Geral 4 1. Condições Gerais de Participação 4 2. Escalões Etários 4 Capitulo II - Participação

Leia mais

2 os Jogos Desportivos Populares de Macau. Regulamento

2 os Jogos Desportivos Populares de Macau. Regulamento 2 os Jogos Desportivos Populares de Macau Regulamento Organização: Instituto do Desporto do Governo da RAEM Co-organização: Associação Geral de Atletismo de Macau, Associação Geral de Natação de Macau,

Leia mais

A receção das comitivas será feita no dia 19 de maio de 2017, sexta-feira, entre as 9:00 e as 12:00 horas, no Pavilhão Multiusos de Gondomar.

A receção das comitivas será feita no dia 19 de maio de 2017, sexta-feira, entre as 9:00 e as 12:00 horas, no Pavilhão Multiusos de Gondomar. ORGANIZAÇÃO www.desportoescolar.dge.mec.pt DSR Norte www.dgeste.mec.pt/nacionais2017 1. Comissão Organizadora Local (COL) Coordenador Nacional da Modalidade Alberto Carolino Professor de apoio à Modalidade

Leia mais

CLUBE DESPORTIVO ESTRELA A. Tavares

CLUBE DESPORTIVO ESTRELA A. Tavares 4º Grande Prémio do CLUBE DESPORTIVO ESTRELA A. Tavares REGULAMENTO REGULAMENTO O Clube Desportivo Estrela realiza no próximo dia 11 de junho de 2017, entre as 09:30 e as 12:30, o 4º GP do Clube Desportivo

Leia mais

Junta de Freguesia de Ançã

Junta de Freguesia de Ançã III TORNEIO FUTSAL INTER-FREGUESIAS DO CONCELHO DE CANTANHEDE REGULAMENTO 1. INTRODUÇÃO 1.1 O presente regulamento aplica-se ao III Torneio de Futsal Inter-Freguesias do concelho de Cantanhede. 1.2. A

Leia mais

CAMPEONATO DISTRITAL DE LISBOA DE JOVENS PARTIDAS LENTAS AXL 2015/1016 REGULAMENTO

CAMPEONATO DISTRITAL DE LISBOA DE JOVENS PARTIDAS LENTAS AXL 2015/1016 REGULAMENTO CAMPEONATO DISTRITAL DE LISBOA DE JOVENS PARTIDAS LENTAS AXL 2015/1016 6 a 10 de Fevereiro de 2016 REGULAMENTO 1. Organização O Campeonato Distrital de Lisboa de Jovens de partidas lentas é organizado

Leia mais

1ª Jornada 12 Março, Estádio Arsénio Catuna. 16h00m Guia FC vs Associação Academia Alto Colina 16h00m FC Ferreiras vs Imortal DC

1ª Jornada 12 Março, Estádio Arsénio Catuna. 16h00m Guia FC vs Associação Academia Alto Colina 16h00m FC Ferreiras vs Imortal DC GOLFINHOS A 4 EQUIPAS Associação Academia Alto Colina FC Ferreiras 1ª Jornada 12 Março, Estádio Arsénio Catuna Hora 16h00m vs Associação Academia Alto Colina 16h00m FC Ferreiras vs 2ª Jornada 26 de Março

Leia mais

2ª MARATONA DE FUTEBOL 5 JUNTA DE FREGUESIA AVENIDAS NOVAS Seniores

2ª MARATONA DE FUTEBOL 5 JUNTA DE FREGUESIA AVENIDAS NOVAS Seniores Uma Organização da 2ª MARATONA DE FUTEBOL 5 JUNTA DE FREGUESIA AVENIDAS NOVAS Seniores INTRODUÇÃO O TORNEIO realizar-se-á no dia 4 de Junho, de acordo com as regras da FIFA-FPF e Associação Futebol Lisboa.

Leia mais

As equipas serão divididas, em dois escalões conforme a faixa etária:

As equipas serão divididas, em dois escalões conforme a faixa etária: 1. Disposições Iniciais Os jogos do Almada Futsal Cup 2015 serão regulamentados pelas regras oficiais da Federação Portuguesa de Futebol, para os campeonatos de Futsal em vigor na presente Época de 2014/2015

Leia mais

FEDERAÇÃO GAÚCHA DE TÊNIS

FEDERAÇÃO GAÚCHA DE TÊNIS Regulamento Campeonato Interclubes Adultos 2012 I Dos Objetivos do Regulamento O presente Regulamento tem como objetivo proporcionar aos Clubes filiados de todo Estado, competições esportivas com qualidade

Leia mais

Regulamento da Taça de Portugal Sevens Feminino 2016/2017 2

Regulamento da Taça de Portugal Sevens Feminino 2016/2017 2 REGULAMENTO DA TAÇA DE PORTUGAL SEVENS FEMININO 2016/2017 Artigo 1.º (Regime Supletivo) À Taça de Portugal de Sevens Feminino aplicam-se as normas do Regulamento Geral de Competições em tudo o que não

Leia mais

Associação de Andebol da Madeira ÉPOCA 2014/2015

Associação de Andebol da Madeira ÉPOCA 2014/2015 COMUNICADO OFICIAL Nº 39 ÉPOCA 2014-2015 1. DEPARTAMENTO TÉCNICO 1.1 6ª EDIÇÃO DE UM GOLO PELA VIDA A Associação de Andebol da Madeira vem por este meio informar que irá realizar, em parceria com a prestigiada

Leia mais

CAMPEONATO INTERCLUBES DE FUTEVÔLEI

CAMPEONATO INTERCLUBES DE FUTEVÔLEI CAMPEONATO INTERCLUBES DE FUTEVÔLEI REGULAMENTO A Federação Paulista de Futevôlei vem através deste regulamento normatizar o torneio disputado entre clubes filiados a entidade. 1. Cronograma 1.1. O Campeonato

Leia mais

As equipas serão divididas, em dois escalões conforme a faixa etária:

As equipas serão divididas, em dois escalões conforme a faixa etária: 1. Disposições Iniciais Os jogos do Almada Futsal Cup 2014 serão regulamentados pelas regras oficiais da Federação Portuguesa de Futebol, para os campeonatos de Futsal em vigor na presente Época de 2013/2014

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL Época 2010/11 Basquetebol Masculino e Feminino Página 1 de 8 ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo

Leia mais

Viseu Cup II Edição. Torneio José Neves

Viseu Cup II Edição. Torneio José Neves Viseu Cup II Edição Torneio José Neves - 2013 A.D. Taboeira S.C. Beira-Mar A.A. Avanca C.D. Alcains O CRASTO Dínamo C.E. Viseu 2001 C.F. Viriatos F.C. Ranhados ACADÉMICO DE VISEU FUTEBOL CLUBE Regulamento

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA NATAÇÃO DE COMPETIÇÃO XIRA2017

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA NATAÇÃO DE COMPETIÇÃO XIRA2017 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA NATAÇÃO DE COMPETIÇÃO XIRA2017 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 CATEGORIAS DE ATLETAS... 4 CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO... 4 INSCRIÇÕES... 5 TRANSFERÊNCIA DE ATLETAS...

Leia mais

ÉPOCA 2016/2017 PO02 - A PROVA DE APURAMENTO AO CAMPEONATO NACIONAL SENIORES MASCULINOS 2ª DIVISÃO REGULAMENTO DA PROVA. Artigo 2 Participantes

ÉPOCA 2016/2017 PO02 - A PROVA DE APURAMENTO AO CAMPEONATO NACIONAL SENIORES MASCULINOS 2ª DIVISÃO REGULAMENTO DA PROVA. Artigo 2 Participantes PO02 - A PROVA DE APURAMENTO AO CAMPEONATO NACIONAL SENIORES MASCULINOS 2ª DIVISÃO (Regulamento aprovado em Reunião de Direção de 21-06-2016) REGULAMENTO DA PROVA Artigo 1 Prémios 1. Os primeiros classificados

Leia mais

REGULAMENTO DO TORNEIO DE FUTEBOL INDOOR

REGULAMENTO DO TORNEIO DE FUTEBOL INDOOR REGULAMENTO DO TORNEIO DE FUTEBOL INDOOR 1. ORGANIZAÇÃO O Clube Desportivo e Recreativo do Fogueteiro, com a colaboração da Junta de Freguesia de Amora e Câmara Municipal do Seixal. a) REGRAS: As regras

Leia mais

ENCONTRO INTER-CONCELHIO Cinfães E.B. 2, 3 CINFÃES. 27 de Maio de Cinfães / Resende / Castro Daire

ENCONTRO INTER-CONCELHIO Cinfães E.B. 2, 3 CINFÃES. 27 de Maio de Cinfães / Resende / Castro Daire ENCONTRO INTER-CONCELHIO Cinfães E.B. 2, 3 CINFÃES 27 de Maio de 2017 Cinfães / Resende / Castro Daire INTRODUÇÃO O Projeto está inserido nos Planos de Desenvolvimento Regional da Federação de Andebol

Leia mais

REGULAMENTO CIRCUITO SMASHTOUR 2010

REGULAMENTO CIRCUITO SMASHTOUR 2010 P O R T U G A L 2 0 1 0 REGULAMENTO CIRCUITO SMASHTOUR 2010 PLAY+STAY Po rto Vila Real Aveiro Viseu Coimbra Castelo Branco Açores Leiria Lisboa Alto Alentejo Madeira Setúbal A lgarve Regulamento do Circuito

Leia mais

Regulamento de Prova Oficial Futsal

Regulamento de Prova Oficial Futsal ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Sistema Competitivo Artigo 3º - Duração dos Jogos Artigo 4º - Período de Aquecimento Artigo 5º - Número de Jogadores

Leia mais

ÍNDICE. I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito

ÍNDICE. I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo 3º - Sistema Competitivo Artigo 4º - Ordem dos Jogos Artigo 5º - Duração dos Jogos Artigo

Leia mais

1ª ASSOCIAÇÃO REGIONAL PESCA DESPORTIVA DE RIO CAMPEONATO ASSOCIATIVO CLUBES 1ª DIVISÃO REGULAMENTO

1ª ASSOCIAÇÃO REGIONAL PESCA DESPORTIVA DE RIO CAMPEONATO ASSOCIATIVO CLUBES 1ª DIVISÃO REGULAMENTO 1. COMPOSIÇÃO 1ª ASSOCIAÇÃO REGIONAL PESCA DESPORTIVA DE RIO CAMPEONATO ASSOCIATIVO CLUBES 1ª DIVISÃO REGULAMENTO - 2016 A 1ª ARPD Rio faz disputar o Campeonato Associativo Clubes 1ª Divisão - 2016. 2.

Leia mais

REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016

REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016 REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016 Local e horário Os jogos serão realizados no Pavilhão Gimnodesportivo do CCDTCMP, aos sábados de manhã, entre as 09h00 e as 13h00. Inscrições a) Cada equipa

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO DA PARTE ESPORTIVA

REGULAMENTO TÉCNICO DA PARTE ESPORTIVA REGULAMENTO TÉCNICO DA PARTE ESPORTIVA Das Modalidades Esportivas Art. 1º - A Parte esportiva da gincana conterá as seguintes modalidades: I Futsal II Voleibol Misto III Basquetebol IV Handebol V Tênis

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL Época 2010/11 de 11 Página 1 de 8 ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo 3º - Sistema Competitivo

Leia mais

Ginásio Clube de Santo Tirso 2012/13 Circuito Interno GCST Santo Tirso

Ginásio Clube de Santo Tirso 2012/13 Circuito Interno GCST Santo Tirso Ginásio Clube de Santo Tirso 2012/13 Circuito Interno GCST Santo Tirso REGULAMENTO 1. Circuito Interno organizado pelo Ginásio Clube de Santo Tirso, realizar-se-ão as seguintes provas: Data Nível Nomes

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO - VOLEIBOL -

REGULAMENTO ESPECÍFICO - VOLEIBOL - REGULAMENTO ESPECÍFICO - VOLEIBOL - INTRODUÇÃO Este Regulamento aplica-se a todas as competições de Voleibol realizadas no âmbito dos XXIV Jogos Nacionais Salesianos, em conformidade com o estipulado no

Leia mais

I TORNEIO DE VOLEIBOL DE PRAIA SJ

I TORNEIO DE VOLEIBOL DE PRAIA SJ REGULAMENTO DA PROVA 1. Estas normas são válidas para o I Torneio de Voleibol inserido na Semana Jovem Ílhavo 2010, cessando após a conclusão do mesmo. 2. O Torneio de Voleibol de Praia, realizar-se-á

Leia mais

FICHA DE INSCRIÇÃO TORNEIO DE FUTEBOL 7 - MONTEIRO LOBATO 2016 NOME DA EQUIPE: REPRESENTANTE: CELULAR: 1. RG/MATRÍCULA 2.

FICHA DE INSCRIÇÃO TORNEIO DE FUTEBOL 7 - MONTEIRO LOBATO 2016 NOME DA EQUIPE: REPRESENTANTE: CELULAR:   1. RG/MATRÍCULA 2. FICHA DE INSCRIÇÃO TORNEIO DE FUTEBOL 7 - MONTEIRO LOBATO 2016 NOME DA EQUIPE: REPRESENTANTE: CELULAR: EMAIL: 1. RG/MATRÍCULA 2. RG/MATRÍCULA: 3. RG/MATRÍCULA: 4. RG/MATRÍCULA 5. RG/MATRÍCULA 6. RG/MATRÍCULA

Leia mais

Regulamento de Prova Oficial Basquetebol

Regulamento de Prova Oficial Basquetebol ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Sistema Competitivo Artigo 3º - Duração dos Jogos Artigo 4º - Período de Aquecimento Artigo 5º - Número de Jogadores

Leia mais

Regulamento de Prova Oficial Futebol

Regulamento de Prova Oficial Futebol Regulamento de Prova Oficial Futebol ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Sistema Competitivo Artigo 3º - Duração dos Jogos Artigo 4º - Período de Aquecimento

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA CAMPEONATO NACIONAL DAS ASSOCIAÇÕES

REGULAMENTO DE PROVA CAMPEONATO NACIONAL DAS ASSOCIAÇÕES FEDERAÇÃO PORTUGUESA MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FUNDADA EM 07 DE FEVEREIRO DE 2007 FILIADA NA ITSF - INTERNATIONAL TABLE SOCCER FEDERATION SEDE OFICIAL AV. ENG.º ARMANDO MAGALHAES, 371 4440-505 VALONGO

Leia mais

GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE VOLEIBOL

GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE VOLEIBOL GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE VOLEIBOL 2001-2002 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 1. ESCALÕES ETÁRIOS... 4 2. CONSTITUIÇÃO DAS EQUIPAS... 5 2.1. INFANTIS VER REGULAMENTO TÉCNICO-PEDAGÓGICO...

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO GERAL DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO GERAL DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART. 1º A competição será para alunos devidamente matriculados na Instituição de Ensino - Univale. ART. 2º As pessoas físicas que participarem do evento consideradas

Leia mais

Regulamento Prova FUTEBOL 7 Gabinete de Actividades Desportivas da Universidade do Porto

Regulamento Prova FUTEBOL 7 Gabinete de Actividades Desportivas da Universidade do Porto Regulamento Prova FUTEBOL 7 Gabinete de Actividades Desportivas da Universidade do Porto GADUP Rua da Boa Hora n.º 18-A 4050-099 Porto Telefone: 222 074 164 Fax: 222 003 067 E-mail: gadup@sas.up.pt Web:

Leia mais

REGIMENTO ESPECÍFICO XADREZ. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição

REGIMENTO ESPECÍFICO XADREZ. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição REGIMENTO ESPECÍFICO XADREZ Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição Índice Preâmbulo Artigo 1.º Participação Artigo 2.º Escalões Etários Artigo 3.º Constituição das Equipas

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL DE DUPLAS DE VOLEIBOL DE PRAIA - JUNIORES SUB/20

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL DE DUPLAS DE VOLEIBOL DE PRAIA - JUNIORES SUB/20 REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL DE DUPLAS DE VOLEIBOL DE PRAIA - JUNIORES SUB/20 ARTIGO 1º O Campeonato Nacional de Juniores Sub/20 é uma competição de Voleibol de Praia de âmbito nacional, organizada

Leia mais

Regulamento do 29.º Troféu de Atletismo do Seixal 2016

Regulamento do 29.º Troféu de Atletismo do Seixal 2016 Regulamento do 29.º Troféu de Atletismo do Seixal 2016 1. Definição O Troféu de Atletismo do Seixal (também designado por T.A.S. ), compreende um conjunto de provas organizadas, no ano 2016, pelas Coletividades

Leia mais

XII Torneio de Futsal Entre Freguesias e Associações

XII Torneio de Futsal Entre Freguesias e Associações XII Torneio de Futsal Entre Freguesias e Associações -------- 2014 -------- Promovido por: Município de Macedo de Cavaleiros Organização: Grupo Desportivo Macedense Inscrições até ao dia 08 de Março de

Leia mais

FUTEBOL DE PRAIA 2015

FUTEBOL DE PRAIA 2015 FUTEBOL DE PRAIA 2015 I - Campeonato Nacional de Futebol de Praia 2015 1. O Campeonato Nacional de futebol de praia é composto por duas divisões: Elite e Nacional. 2. Participam na divisão de elite os

Leia mais

Tabela de Jogos da Ginchamp 2017

Tabela de Jogos da Ginchamp 2017 Tabela de Jogos da Ginchamp 2017 Equipes: Equipe 1 (E1); Equipe 2 (E2); Equipe 3 (E3); Equipe 4 (E4) e Equipe 5 (E5). Tabela de Jogos de Mini Voleibol Quadra sintética 13h30 13h42 1 E1 x E2 Quadra sintética

Leia mais

Regulamento Específico de Andebol

Regulamento Específico de Andebol Regulamento Específico de Andebol Regulamento Andebol 1 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ESCALÕES ETÁRIOS / BOLA DE JOGO... 4 3. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA... 4 4. MESA DE JOGO... 4 5. ARBITRAGEM... 5 6. DURAÇÃO

Leia mais

Escola de Ensino Médio Francisca Moreira de Souza Extensão Parajuru Rua: Carmozita Ferreira Cassiano, s/n. Sucatinga Beberibe - CE

Escola de Ensino Médio Francisca Moreira de Souza Extensão Parajuru Rua: Carmozita Ferreira Cassiano, s/n. Sucatinga Beberibe - CE Escola de Ensino Médio Francisca Moreira de Souza Extensão Parajuru Rua: Carmozita Ferreira Cassiano, s/n. Sucatinga Beberibe - CE REGULAMENTO DOS JOGOS FM DO FUTSAL O Regulamento Específico de Futsal

Leia mais

REGIMENTO ESPECÍFICO XADREZ. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 2ª edição

REGIMENTO ESPECÍFICO XADREZ. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 2ª edição REGIMENTO ESPECÍFICO XADREZ Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 2ª edição Índice Preâmbulo Artigo 1.º Participação Artigo 2.º Escalões Etários Artigo 3.º Constituição das Equipas

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO ESGRIMA

REGULAMENTO ESPECÍFICO ESGRIMA REGULAMENTO ESPECÍFICO ESGRIMA Índice Introdução 3 Capítulo I Regulamentação Geral 4 1. Condições Gerais de Participação 4 2. Escalões Etários 4 Capítulo II Participação / Organização 4 3. Formas de Competição

Leia mais

Masculino (+18) e Feminino (+14)

Masculino (+18) e Feminino (+14) I Torneio de Futebol 7 Município de Salvaterra de Magos Masculino (+8) e Feminino (+4) Introdução Com a organização do I Torneio de Futebol 7, o Município de Salvaterra de Magos pretende proporcionarr

Leia mais