ITA - INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA CTA COMANDO TECNOLÓGICO DA AERONÁUTICA CE 245 TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO. Projeto Final

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ITA - INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA CTA COMANDO TECNOLÓGICO DA AERONÁUTICA CE 245 TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO. Projeto Final"

Transcrição

1 ITA - INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA CTA COMANDO TECNOLÓGICO DA AERONÁUTICA CE 245 TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO Projeto Final CAMILA TAMICO USHIWATA São José dos Campos Maio de 2007

2 1. Motivação O projeto final dessa disciplina tem por motivação as listas de exercício que foram elaboradas para aumentar o nível de compreensão e aplicação de conceitos, pelos Alunos do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Eletrônica e Computação, na Área de Informática (PG/EEC-1) do ITA, além de familiarizar-se com as ferramentas I- CASE E, as tecnologias da informação utilizadas e trabalho em equipe. 2. Objetivo Este projeto final tem por objetivo propiciar aos Alunos a compreensão dos principais Artefatos utilizados no Processo Unificado da Rational PUR (Rational Unified Process - RUP), visando aumentar os seus níveis de eficiência na utilização dos Recursos de Informática em Exercícios Práticos, Laboratórios, Protótipos de Projetos de Sistemas utilizando Tecnologias da Informação, em Trabalhos de Pesquisa, Relatórios Técnicos e Trabalhos de Pós- Graduação no ITA. Além de proporcionar um protótipo de componente de computador integrado em equipe a fim de demonstrar como seria a interface homem/máquina desse projeto. 3. Especificações de Requisitos Esta lista foi elaborada através dos templates da IBM Rational, a fim de desenvolver os 10 artefatos para o Componente de Software de Computador, que é intitulada como Comando de Tomada de Decisão (CMD - TD) para o Projeto MONITORAMA. Os artefatos estão disponíveis nos seguintes links: 01) Plano de Desenvolvimento de Software (PDS) (Camila); 02) Caso de Desenvolvimento (CDD) - (Camila); 03) Visão (VIS) - (Roberta Kelly); 04) Solicitações dos Principais Envolvidos (SPE) - (Camila); 05) Especificações Suplementares (ESU) - (Camila); 06) Glossário (GLO) - (Roberta Kelly); 07) Lista de Riscos (LDR) - (Roberta Kelly); 08) Plano de Iteração (PDI) - (Breno); 09) Modelo de Casos de Uso (MCU) - (Breno); 10) Plano de Gerenciamento de Requisitos (PGR) - (Breno).

3 As atualizações dos artefatos são foram feitos no labtech da fundação e estão no Rational Clear Case. Porém, não houve tanta necessidade de modificação porque o grupo interagiu em conjunto pensando no próprio componente. Cada integrante desempenho todos os papéis do Rup, mas para a realização do projeto, escolhemos um só papel que mais desempenhamos para realizar os artefatos e as interfaces homem/máquina. Papéis desempenhados: Breno Lisi Romano: Analista de Sistema, Arquiteto de Software, Especificador de Software e Designer de Interface do Usuário. Roberta Kelly Breves Rocha: Analista de Sistema, Desenvolvedora e Designer e Interface do Usuário. Camila Tamico Ushiwata: Analista de Sistema, Designer de Interface do Usuário e Desenvolvedora. 4. Diagramas Realizados no Desenvolvimento do Projeto Traçabalidade de Requisitos no Requisite Pro Casos de Uso

4 Requisitos dos Stakeholders Requisitos Suplementares

5 5. Elaboração dos Diagramas no Rose Diagrama de Casos de Uso

6 Diagrama de Classes

7 Análise para Suporte à Decisão Determinação Zonas de Alerta Disponibilização das Informações

8 Disponibilização dos dados de forma usável e navegável Extração de padrões de comportamento

9 Realização da Capacitação de Operadores

10 Segmentação dos Dados Obtidos Transformação dos Dados Formados e Utilizáveis Solicitação da Capacitação dos Operadores

11 Visualização das Zonas de Alerta 6. Relatório no SoDA Estarão disponíveis nos links abaixo: Rational Rose Design Rational Rose Logical View Full Rational Rose Use Case Model Survey Requisite Pro - Complete Requirement Hierarchy Requisite Pro - Requeriment in a Project Requisite Pro - Requirement Hierarchy and Traceability Suplementary Requisite Pro - Summary of Requeriment in a Project

12 7. Interfaces Homem Máquina Essas foram as interfaces no C++ Builder, do Sistema Tutor Inteligente, agora são abaixo as interfaces realizadas no Expert Sinta (uma ferramenta de agentes inteligentes) do componente de software de computador.

13 7 Regras de Inferência ~ 150 Linhas de Código 8. Conclusão A utilização do Processo Unificado da Rational (RUP) orientou e facilitou no desenvolvimento do CSC CMD-TD do projeto MONITORAMA;

14 As ferramentas de documentação facilitaram neste processo devido à facilidade de uso; Os objetivos foram atingidos com sucesso, até ultrapassando a meta que o grupo esperava. 9. Recomendação Utilizar das técnicas de Design Pattern na especificação e no desenvolvimento do CSC CMD-TD do MONITORAMA; Integrar o Sistema de Capacitação de Operadores com o Banco de Dados utilizado, para que possa não só simular mas também basear-se em dados reais.

ITA - Instituto Tecnológico de Aeronáutica CTA - Centro Técnico Aeroespacial RELATÓRIO FINAL MONITORAMA-CMD-TD AUTOMAÇÃO PARA TOMADA DE DECISÃO

ITA - Instituto Tecnológico de Aeronáutica CTA - Centro Técnico Aeroespacial RELATÓRIO FINAL MONITORAMA-CMD-TD AUTOMAÇÃO PARA TOMADA DE DECISÃO ITA - Instituto Tecnológico de Aeronáutica CTA - Centro Técnico Aeroespacial RELATÓRIO FINAL MONITORAMA-CMD-TD AUTOMAÇÃO PARA TOMADA DE DECISÃO EQUIPE: BRENO, CAMILA E ROBERTA. Prof. Dr. Adilson Marques

Leia mais

Levantamento, Análise e Gestão Requisitos. Aula 02

Levantamento, Análise e Gestão Requisitos. Aula 02 Levantamento, Análise e Gestão Requisitos Aula 02 Agenda RUP Visão Geral Qualidade de software Estrutura Fases Disciplinas Principais papéis Atualização dos Requisitos Visão Geral Conjunto Subjacente de

Leia mais

Disciplina - Requisitos. Grupo Yuni Luiz Eduardo Káthia

Disciplina - Requisitos. Grupo Yuni Luiz Eduardo Káthia Disciplina - Requisitos Grupo Yuni Luiz Eduardo Káthia RUP(Rational Unified Process) 1. Introdução. 2. Introdução a disciplinas no RUP. 3. Requisitos. 4. Gerenciamento de Requisitos. 5. Relação com outras

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPI JOÃO CÂMARA RATIONAL UNIFIED PROCESS - RUP

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPI JOÃO CÂMARA RATIONAL UNIFIED PROCESS - RUP 1 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPI JOÃO CÂMARA RATIONAL UNIFIED PROCESS - RUP Nickerson Fonseca Ferreira nickerson.ferreira@ifrn.edu.br Introdução 2 Modelo

Leia mais

! Introdução. " Motivação para Processos de Software. ! Processo Unificado (USDP) " Definições " RUP x USDP " Características do Processo Unificado

! Introdução.  Motivação para Processos de Software. ! Processo Unificado (USDP)  Definições  RUP x USDP  Características do Processo Unificado Agenda Rodrigo Reis Cleidson de Souza! Introdução " Motivação para Processos de Software! (USDP) " Definições " RUP x USDP " Características do! Descrição detalhada do! Processos Derivados! Templates simplificados!

Leia mais

CES-30 Técnicas de Banco de Dados - BD e CE-240 Projeto de Sistema de BD. Introdução e Orientações Gerais

CES-30 Técnicas de Banco de Dados - BD e CE-240 Projeto de Sistema de BD. Introdução e Orientações Gerais CURSO DE GRADUAÇÃO e DE PÓS-GRADUAÇÃO DO ITA 1º SEMESTRE 2002 CES-30 Técnicas de Banco de Dados - BD e CE-240 Projeto de Sistema de BD Prof. Dr. Adilson Marques da Cunha Introdução e Orientações Gerais

Leia mais

Definição e Melhoria de Processo na Produção de Software Web

Definição e Melhoria de Processo na Produção de Software Web Definição e Melhoria de Processo na Produção de Software Web Márcio Stefani Ci&T Systems Ci&T Systems Desde 1995 Principais atividades Fábrica de Software - Projetos Web Fábrica de Componentes Web Consultoria

Leia mais

Processo de Desenvolvimento

Processo de Desenvolvimento Processo de Desenvolvimento RUP Rational Unified Process A Rational e o RUP 4 Rational é conhecida pelo seu investimento em orientação em objetos. 4 A empresa foi a criadora da Unified Modeling Language

Leia mais

Rational Unified Process (RUP)

Rational Unified Process (RUP) Rational Unified Process (RUP) A Rational é bem conhecida pelo seu investimento em orientação em objetos. A empresa foi à criadora da Unified Modeling Language (UML), assim como de várias ferramentas que

Leia mais

RUP RATIONAL UNIFIED PROCESS PRÁTICAS RECOMENDADAS. Prof. Fabiano Papaiz IFRN

RUP RATIONAL UNIFIED PROCESS PRÁTICAS RECOMENDADAS. Prof. Fabiano Papaiz IFRN RUP RATIONAL UNIFIED PROCESS PRÁTICAS RECOMENDADAS Prof. Fabiano Papaiz IFRN O RUP recomenda as seguintes práticas que devem ser utilizadas no desenvolvimento de um software: 1. Desenvolver de forma iterativa

Leia mais

Engenharia de Software II

Engenharia de Software II Engenharia de Software II Aula 4 http://www.ic.uff.br/~bianca/engsoft2/ Aula 4-03/05/2006 1 Modelos Prescritivos de Processo Modelo em cascata Modelos incrementais Modelo incremental Modelo RAD Modelos

Leia mais

27) Em relação aos Projetos de Sistemas de Software, assinale a sequência correta de desenvolvimento de um sistema:

27) Em relação aos Projetos de Sistemas de Software, assinale a sequência correta de desenvolvimento de um sistema: Modelos de Ciclo de Vida e Metodologias de Software 33) No SCRUM, uma iteração que segue um ciclo (PDCA) e entrega incremento de software pronto é denominada: A) Backlog. B) Sprint. C) Daily scrum. D)

Leia mais

MANUAL PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE TRABALHO DE CONCLUSAO DE CURSO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

MANUAL PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE TRABALHO DE CONCLUSAO DE CURSO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MANUAL PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE TRABALHO DE CONCLUSAO DE CURSO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Sumário PREFÁCIO...3 MODELO DA DOCUMENTAÇÃO...3 1. INTRODUÇÃO AO DOCUMENTO...3 1.1. Tema...3 2. DESCRIÇÃO

Leia mais

Prof. Dr. Thiago Jabur Bittar

Prof. Dr. Thiago Jabur Bittar Prof. Dr. Thiago Jabur Bittar Uma representação abstrata e simplificada do processo de desenvolvimento software, tipicamente mostrando as principais atividades e dados usados na produção e manutenção de

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Prof. M.Sc. Ronaldo C. de Oliveira ronaldooliveira@facom.ufu.br FACOM - 2011 Processo Unificado de Desenvolvimento de Software Processo Unificado O que é: Um processo (de engenharia) de software é a definição

Leia mais

Marlos T. S. Sedrez Orientador: Paulo Roberto Dias

Marlos T. S. Sedrez Orientador: Paulo Roberto Dias SISTEMA DE GERENCIAMENTO DA APLICAÇÃO E MANUTENÇÃO DO PROGRAMA DE QUALIDADE 5S Marlos T. S. Sedrez Orientador: Paulo Roberto Dias Roteiro da Apresentação Introdução; Objetivos; Fundamentação teórica; Trabalhos

Leia mais

Documento de Visão versão 1.0 Desenvolvimento do Sistema de Gestão de Documentos Doc Manager Cliente: São José Agroindustrial Representante do

Documento de Visão versão 1.0 Desenvolvimento do Sistema de Gestão de Documentos Doc Manager Cliente: São José Agroindustrial Representante do Documento de Visão versão 1.0 Desenvolvimento do Sistema de Gestão de Documentos Doc Manager Cliente: São José Agroindustrial Representante do cliente: Paulo José de Souza 1 Histórico de Revisão Data Versão

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - UFPR BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - UFPR BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CI 221 DISCIPLINA: Engenharia de Software AULA NÚMERO: 3 DATA: / / PROFESSOR: Andrey APRESENTAÇÃO O objetivo desta aula é apresentar e discutir conceitos básicos como processo, projeto, produto, por que

Leia mais

RUP Rational Unified Proccess (Processo Unificado da Rational) Equipe WEB Cercomp

RUP Rational Unified Proccess (Processo Unificado da Rational) Equipe WEB Cercomp RUP Rational Unified Proccess (Processo Unificado da Rational) Equipe WEB Cercomp web@cercomp.ufg.br 1. Introdução É um processo proprietário de Engenharia de software criado pela Rational Software Corporation,

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO EXECUTIVA PARA A ÁREA DE VENDAS APLICADO À INDÚSTRIA METALÚRGICA

SISTEMA DE INFORMAÇÃO EXECUTIVA PARA A ÁREA DE VENDAS APLICADO À INDÚSTRIA METALÚRGICA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS DEPARTAMENTO DE SISTEMAS E COMPUTAÇÃO CURSO DE CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO SISTEMA DE INFORMAÇÃO EXECUTIVA PARA A ÁREA DE VENDAS APLICADO À INDÚSTRIA METALÚRGICA ORIENTANDO:

Leia mais

Processo de Desenvolvimento de Software

Processo de Desenvolvimento de Software Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático desta aula Fases do Processo. Ciclo de vida do processo. Processo Unificado Orientado por Casos de Uso, surgiu para realizar o

Leia mais

Requisitos de Sistemas

Requisitos de Sistemas Requisitos de Sistemas Unidade II - Processos de Negócio Identificação Conceitos Modelagem - BPM - UML Processos x Requisitos 1 Processo de negócio CONCEITO Um processo de negócio, processo organizacional

Leia mais

Clientes gerentes Usuarios finais do sistema Clientes engenheiros Gerentes contratantes Arquitetos do sistema. Definicao de requisitos

Clientes gerentes Usuarios finais do sistema Clientes engenheiros Gerentes contratantes Arquitetos do sistema. Definicao de requisitos А А А А Definicao de de do software Clientes gerentes Usuarios finais Clientes engenheiros Gerentes contratantes Arquitetos Usuarios finais Clientes engenheiros Arquitetos Desenvolvedores de software Clientes

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Nesta PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS, nas questões objetivas de a, que valem dez pontos dois pontos para cada questão, marque, em cada uma, a única opção correta, de acordo com o respectivo comando.

Leia mais

QUESTÕES TESTES. Questão 1. O modelo de ciclo de vida em cascata:

QUESTÕES TESTES. Questão 1. O modelo de ciclo de vida em cascata: QUESTÕES 1. 0 que é domínio da aplicação (ou do problema)? 2. Qual a importância da engenharia de software e como se justificam os custos a ela associados? 3. O que é processo de desenvolvimento de software

Leia mais

Visão Geral RUP (Rational Unified Process) Professor: Tiago Reis RUP

Visão Geral RUP (Rational Unified Process) Professor: Tiago Reis RUP Visão Geral RUP (Rational Unified Process) Professor: Tiago Reis RUP 1 RUP 1. Processo de engenharia de software 2. Oferece uma abordagem baseada em disciplinas para atribuir tarefas e responsabilidades

Leia mais

Ferramenta para auxílio na análise de impacto e rastreabilidade de requisitos na gestão de mudanças

Ferramenta para auxílio na análise de impacto e rastreabilidade de requisitos na gestão de mudanças Ferramenta para auxílio na análise de impacto e rastreabilidade de requisitos na gestão de mudanças Aluno: José Alberto Zimermann Orientador: Marcel Hugo Banca: Everaldo Artur Grahl Joyce Martins Roteiro

Leia mais

Informática, ética e sociedade

Informática, ética e sociedade Informática, ética e sociedade Professor: Alex Sandro Forghieri alex.forghieri@ifsc.edu.br Agenda Profissional de Informática 2 Agenda Profissional de Informática 3 Profissional de Informática 1. Profissionais

Leia mais

ENGENHARIA DE SOFTWARE. Aula 03 Processos de Software

ENGENHARIA DE SOFTWARE. Aula 03 Processos de Software ENGENHARIA DE SOFTWARE Aula 03 Processos de Software AGENDA Modelos de processo de software Atividades do processo Lidando com mudanças Rational Unified Process (RUP) 14/03/2017 IFPR QUEDAS DO IGUAÇU -

Leia mais

Princípios da Engenharia de Software aula 03

Princípios da Engenharia de Software aula 03 Princípios da Engenharia de Software aula 03 Prof.: José Honorato Ferreira Nunes Material cedido por: Prof.: Franklin M. Correia Na aula anterior... Modelos de processos de software: Evolucionário Tipos

Leia mais

Engenharia de Software. Processos. Desenvolvimento de Software Tradicionais 2014/2. Prof. Luís Fernando Garcia

Engenharia de Software. Processos. Desenvolvimento de Software Tradicionais 2014/2. Prof. Luís Fernando Garcia Engenharia de Software Processos Desenvolvimento de Software Tradicionais 2014/2 Prof. Luís Fernando Garcia LUIS@GARCIA.PRO.BR Processos Um conjunto estruturado de atividades necessárias para o desenvolvimento

Leia mais

Versão: 1.0 Doc Manager

Versão: 1.0 Doc Manager Plano de Gerenciamento de Configuração versão 1.0 Desenvolvimento do Sistema de Gestão de Documentos Doc Manager Cliente: São José Agroindustrial Representante do cliente: Paulo José de Souza 1 Data: 10/04/2016

Leia mais

Processo Unificado (PU) Unified Process

Processo Unificado (PU) Unified Process Processo Unificado (PU) Unified Process 10 de junho de 2011 Adonai Canêz One comment Introdução O Processo Unificado (PU) surgiu para realizar o desenvolvimento de software visando a construção de sistemas

Leia mais

Professor.: João Carmo SISTEMAS CAD EM DESENHO TÉCNICO

Professor.: João Carmo SISTEMAS CAD EM DESENHO TÉCNICO Professor.: João Carmo SISTEMAS CAD EM DESENHO TÉCNICO INTRODUÇÃO O desenvolvimento da informática tem desempenhado um papel preponderante em todos os domínios da atividade humana, em especial na Engenharia,

Leia mais

Conteúdo. Disciplina: INF Engenharia de Software. Monalessa Perini Barcellos

Conteúdo. Disciplina: INF Engenharia de Software. Monalessa Perini Barcellos Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Informática Disciplina: INF 09289 Prof.: (monalessa@inf.ufes.br) Conteúdo 1. Introdução 3. Especificação e Análise de Requisitos

Leia mais

Processo. Processo unificado. Principais Características do UP. Principais Características do UP RUP. Unified Process (Processo Unificado)

Processo. Processo unificado. Principais Características do UP. Principais Características do UP RUP. Unified Process (Processo Unificado) Processo UP Unified Process (Processo Unificado) Conjunto de passos que tem como objetivo atingir uma meta Processo de software na ES, processo que visa a produzir o software - de modo eficiente e previsível

Leia mais

Engenharia de Software I: Introdução. Graduação em Informática 2009 Profa. Itana Gimenes

Engenharia de Software I: Introdução. Graduação em Informática 2009 Profa. Itana Gimenes Engenharia de Software I: Introdução Graduação em Informática 2009 Profa. Itana Gimenes Programa 1. O processo de engenharia de software 2. Engenharia de requisitos 3. Modelagem de sistemas 4. Conceitos

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Habilitação Profissional: TÉCNICO EM INFORMÁTICA Qualificação:

Leia mais

Qualidade, Confiabilidade e Segurança nas Disciplinas do Processo Unificado

Qualidade, Confiabilidade e Segurança nas Disciplinas do Processo Unificado Qualidade, Confiabilidade e Segurança nas Disciplinas do Processo Unificado Strauss Cunha Carvalho 1, Felipe Rafael Motta Cardoso 1, Adílson Marques da Cunha 1, Luis Alberto Vieira Dias 1 1 Instituto Tecnológico

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Universidade São Judas Tadeu Prof. André Luiz Ribeiro Prof. Jorge Luis Pirolla Introdução à Computação Engenharia de Software Tópicos O que é Engenharia de Software? Engenharia de Software em camadas Processo

Leia mais

Ciência da Computação. Análise e Projeto Orientado a Objetos UML. Anderson Belgamo

Ciência da Computação. Análise e Projeto Orientado a Objetos UML. Anderson Belgamo Ciência da Computação Análise e Projeto Orientado a Objetos UML Anderson Belgamo 1 Evolução do Software O rápido crescimento da capacidade computacional das máquinas resultou na demanda por sistemas de

Leia mais

Componentes de SIs. Pessoas Organiz. Tecnologia

Componentes de SIs. Pessoas Organiz. Tecnologia Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 03 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software SISCOMI MERCADOS Y.YAMADA

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software SISCOMI MERCADOS Y.YAMADA 1 Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software SISCOMI MERCADOS Y.YAMADA EDILBERTO SILVA 1, FELIPE ALBUQUERQUE (1012511) 2, MARCELO ALISSON (1012292) 2, MATEUS SILVA (921503) 2, PHILLYPE JOHNE (1012510)

Leia mais

CRITÉRIOS DA USABILIDADE Um auxílio à qualidade do software

CRITÉRIOS DA USABILIDADE Um auxílio à qualidade do software CRITÉRIOS DA USABILIDADE Um auxílio à qualidade do software Simone Vasconcelos Silva Professora de Informática do CEFET Campos Mestre em Engenharia de Produção pela UENF RESUMO Um produto de software de

Leia mais

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO NA ÁREA DE INFORMÁTICA: HABILITAÇÃO TÉCNICO EM INFORMÁTICA NA MODALIDADE A DISTÂNCIA /1

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO NA ÁREA DE INFORMÁTICA: HABILITAÇÃO TÉCNICO EM INFORMÁTICA NA MODALIDADE A DISTÂNCIA /1 ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO NA ÁREA DE INFORMÁTICA: HABILITAÇÃO TÉCNICO EM INFORMÁTICA NA MODALIDADE A DISTÂNCIA - 2008/1 DC 9481 03/10/07 Rev. 00 1. Dados Legais Autorizado pelo Parecer 278 do Conselho

Leia mais

INF014 Análise e Projeto de Sistemas Processos Unificado -RUP

INF014 Análise e Projeto de Sistemas Processos Unificado -RUP INF014 Análise e Projeto de Sistemas Processos Unificado -RUP Maurício Pitangueira antoniomauricio@ifba.edu.br Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia Departamento de Tecnologia Eletro-Eletrônica

Leia mais

Perfil Formação Acadêmica Experiência Profissional Capacitação Profissional

Perfil Formação Acadêmica Experiência Profissional Capacitação Profissional Programador - DESENVOLVEDOR JAVA Deverá possuir experiência comprovada de pelo menos 01 (um) ano em desenvolvimento de aplicações WEB com J2EE; Conhecimentos em JSP, TagLib, Servlets, Classes Java, linguagem

Leia mais

O Fluxo de Requisitos

O Fluxo de Requisitos O Fluxo de 1 Finalidade do fluxo de requisitos A finalidade deste fluxo é: Chegar a um acordo com o cliente e o usuário sobre o que o sistema deve fazer. Oferecer ao desenvolvedor um melhor entendimento

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE 46/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO, DO CÂMPUS DE ITATIBA.

RESOLUÇÃO CONSEPE 46/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO, DO CÂMPUS DE ITATIBA. RESOLUÇÃO CONSEPE 46/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO, DO CÂMPUS DE ITATIBA. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso da atribuição

Leia mais

Processos de Software by Pearson Education Ian Sommerville 2006 Engenharia de Software, 8ª. edição. Capítulo 4 Slide 1

Processos de Software by Pearson Education Ian Sommerville 2006 Engenharia de Software, 8ª. edição. Capítulo 4 Slide 1 Processos de Software Ian Sommerville 2006 Engenharia de Software, 8ª. edição. Capítulo 4 Slide 1 Objetivos Apresentar modelos de processos de software Descrever três modelos genéricos de processo e quando

Leia mais

Desenvolvimento Java com ferramentas IBM

Desenvolvimento Java com ferramentas IBM Desenvolvimento Java com ferramentas IBM Camilo Lopes IT Specialist/Analyst Java Programmer camilom@br.ibm.com Iniciando em Java 19/06/09 Agenda Por que Java?! Ferramentas IBM para desenvolvimento Demonstração

Leia mais

Protótipo de uma ferramenta de apoio para desenvolvimento de sistemas web para WebIntegrator

Protótipo de uma ferramenta de apoio para desenvolvimento de sistemas web para WebIntegrator Protótipo de uma ferramenta de apoio para desenvolvimento de sistemas web para WebIntegrator Ederson Evaristo Jantsch Orientador: Marcel Hugo 09/07/2002 Roteiro Introdução Aplicação multicamadas Tecnologias

Leia mais

CONTPATRI Plano de Garantia de Qualidade. Versão 1.1

CONTPATRI Plano de Garantia de Qualidade. Versão 1.1 CONTPATRI Plano de Garantia de Qualidade Versão 1.1 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 04/05/2013 1.0 Verificação do documento Emerson José Porfírio 21/04/2013 1.0 Elaboração do documento

Leia mais

Ferramenta para cálculo de métricas em softwares orientados a objetos codificados em Object Pascal

Ferramenta para cálculo de métricas em softwares orientados a objetos codificados em Object Pascal Ferramenta para cálculo de métricas em softwares orientados a objetos codificados em Object Pascal Patrícia Regina Ramos da Silva Seibt (FURB) patrícia@benner.com.br Marcel Hugo (FURB) marcel@furb.br Everaldo

Leia mais

RUP Rational Unified Process

RUP Rational Unified Process O RUP RUP Rational Unified Process Rational Unified Process Processo Framework para gerar processos Jorge Dias Jr. jorge@dce.ufpb.br www.jorgediasjr.com 1 2 O RUP O RUP Segue as boas práticas da Engenharia

Leia mais

SOFTWARE DE GERENCIAMENTO DE

SOFTWARE DE GERENCIAMENTO DE SOFTWARE DE GERENCIAMENTO DE LIBERAÇÃO E ATUALIZAÇÃO DE VERSÃO EDUARDO SIEMANN ORIENTADOR: JHONY ALCEU PEREIRA ROTEIRO DE APRESENTAÇÃO Introdução Objetivos Fundamentação Teórica Trabalhos Correlatos Desenvolvimento

Leia mais

Engenharia de Software.

Engenharia de Software. Engenharia de Software Prof. Raquel Silveira O que é (Rational Unified Process)? É um modelo de processo moderno derivado do trabalho sobre a UML e do Processo Unificado de Desenvolvimento de Software

Leia mais

Relatório da ListEx 4 (Relatório Final) CE-235 Sistemas Embarcados de Tempo Real

Relatório da ListEx 4 (Relatório Final) CE-235 Sistemas Embarcados de Tempo Real INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA ITA DIVISÃO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA E COMPUTAÇÃO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA E COMPUTAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO Relatório da ListEx 4 (Relatório Final)

Leia mais

Projeto 2B Portal de Teses da BVS Saúde Pública 19 de janeiro de 2005

Projeto 2B Portal de Teses da BVS Saúde Pública 19 de janeiro de 2005 http://www.bvs.br/ 19 de janeiro de 2005 Introdução Este documento descreve o projeto para continuidade do programa de desenvolvimento de um conjunto de dissertações e teses na área de saúde pública através

Leia mais

Engenharia de Requisitos

Engenharia de Requisitos Engenharia de Requisitos Criado: mar/2001 Atualizado: set/2005 Tópicos Definição de Requisitos Participantes Processo Documento de Requisitos (SRS) Evolução dos Requisitos 2 Referência I.Sommerville. Sw

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE DEFINIÇÕES / RESUMO. Apostilas de NORMAS, disponíveis no site do professor. Prof. Celso Candido ADS / REDES / ENGENHARIA

QUALIDADE DE SOFTWARE DEFINIÇÕES / RESUMO. Apostilas de NORMAS, disponíveis no site do professor. Prof. Celso Candido ADS / REDES / ENGENHARIA DEFINIÇÕES / RESUMO Apostilas de NORMAS, disponíveis no site do professor. 1 NORMAS VISÃO GERAL Qualidade é estar em conformidade com os requisitos dos clientes; Qualidade é antecipar e satisfazer os desejos

Leia mais

Introdução a Engenharia de Software. Professor Joerllys Sérgio

Introdução a Engenharia de Software. Professor Joerllys Sérgio Introdução a Engenharia de Software Professor Joerllys Sérgio Objetos Introduzir Engenharia de Software e mostrar sua importância. Apresentar respostas para questões chave em engenharia de software. Introduzir

Leia mais

SOFTWARE EDUCACIONAL PARA ELABORAÇÃO DE PROVAS E EXERCÍCIOS

SOFTWARE EDUCACIONAL PARA ELABORAÇÃO DE PROVAS E EXERCÍCIOS SUZETE KEINER SOFTWARE EDUCACIONAL PARA ELABORAÇÃO DE PROVAS E EXERCÍCIOS CIOS Orientador: Prof.. Carlos Eduardo Negrão Bizzotto ROTEIRO Introdução Objetivos Informática na Educação Etapas de Implantação

Leia mais

Requisitos de Sistemas

Requisitos de Sistemas Requisitos de Sistemas Unidade I - Engenharia de Requisitos Definição de Requisitos Tipos de Requisitos Processos de Engenharia de Requisitos - Levantamento ou elicitação 1 Processo de software Engenharia

Leia mais

Protótipo tipo de um Sistema Administração de Eventos

Protótipo tipo de um Sistema Administração de Eventos FURB - Universidade Regional de Blumenau Centro de Ciências Exatas e Naturais Bacharel da Ciências da Computação Protótipo tipo de um Sistema Administração de Eventos Aluna: Cindy Danielski Orientador:

Leia mais

RUP RATIONAL UNIFIED PROCESS

RUP RATIONAL UNIFIED PROCESS O que é RUP? É um metodologia para gerenciar projetos de desenvolvimento de software que usa a UML como ferramenta para especificação de sistemas. Ele é um modelo de processo híbrido Mistura elementos

Leia mais

PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Questão 1 Para Sommerville a arquitetura de sistemas descreve o sistema em termos de um conjunto de unidades

Leia mais

Análise e Projeto de Sistemas

Análise e Projeto de Sistemas Análise e Projeto de Sistemas Prof. M.Sc. Ronaldo C. de Oliveira ronaldooliveira@facom.ufu.br FACOM - 2012 Paradigmas e Processo de Software Engenharia de Software: Abrangência Engenharia de Software possui

Leia mais

Universidade Estadual de Ponta Grossa PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIVISÃO DE ENSINO

Universidade Estadual de Ponta Grossa PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIVISÃO DE ENSINO Universidade Estadual de Ponta Grossa PROGRAMA DE DISCIPLINA SETOR: CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO: INFORMÁTICA DISCIPLINA: PROJETO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CÓDIGO: 203094 Nº de aulas

Leia mais

Luiz Fernando Maurício de Souza Sidemar Fidelis Cezario. FDD Desenvolvimento dirigido a funcionalidades

Luiz Fernando Maurício de Souza Sidemar Fidelis Cezario. FDD Desenvolvimento dirigido a funcionalidades Luiz Fernando Maurício de Souza Sidemar Fidelis Cezario FDD Desenvolvimento dirigido a funcionalidades 2 Agenda FDD; Melhores práticas do FDD; Principais papéis; Processos. FDD Metodologia interativa e

Leia mais

RATIONAL UNIFIED PROCESS RUP

RATIONAL UNIFIED PROCESS RUP RATIONAL UNIFIED PROCESS RUP Criado na década de 90 (a partir do Objectory [ver Jacobson, 1990] e utilizando os conceitos do Modelo em Espiral [ver Boehm, 1988]) como alternativa para resolução dos problemas

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS JOÃO CÂMARA ENGENHARIA DE SOFTWARE

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS JOÃO CÂMARA ENGENHARIA DE SOFTWARE 1 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS JOÃO CÂMARA ENGENHARIA DE SOFTWARE Nickerson Fonseca Ferreira nickerson.ferreira@ifrn.edu.br Introdução 2 Antes de qualquer

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011 COMISSÃO PROPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011 São Luis- MA 2011 1 RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA - 2011 Programa de sensibilização de discente, coordenadores

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS CURITIBA CURSO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO AMANDA LÚCIA CARSTENS RAMOS

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS CURITIBA CURSO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO AMANDA LÚCIA CARSTENS RAMOS UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS CURITIBA CURSO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO AMANDA LÚCIA CARSTENS RAMOS JOSÉ EDUARDO LIMA DOS SANTOS SISTEMA INTEGRADO DE AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL

Leia mais

Gerência e Planejamento de Projeto. Engenharia de Software Profa. Elisa Yumi Nakagawa 1 o semestre de 2016

Gerência e Planejamento de Projeto. Engenharia de Software Profa. Elisa Yumi Nakagawa 1 o semestre de 2016 Gerência e Planejamento de Projeto Engenharia de Software Profa. Elisa Yumi Nakagawa 1 o semestre de 2016 Conteúdo: Parte 1: Gerenciamento & Qualidade Plano de Projeto Aspectos Gerais Parte 2: Plano de

Leia mais

Universidade Regional de Blumenau

Universidade Regional de Blumenau Universidade Regional de Blumenau Curso de Bacharel em Ciências da Computação Protótipo de um Sistema de Informações Estratégicas para Consultórios Médicos utilizando Genexus Protótipo desenvolvido como

Leia mais

O Processo Unificado (PU) SSC 121 Engenharia de Software I Profa. Dra. Elisa Yumi Nakagawa 2 o semestre de 2012

O Processo Unificado (PU) SSC 121 Engenharia de Software I Profa. Dra. Elisa Yumi Nakagawa 2 o semestre de 2012 O Processo Unificado (PU) SSC 121 Engenharia de Software I Profa. Dra. Elisa Yumi Nakagawa 2 o semestre de 2012 Modelos de Processo de Software Desenvolver software é geralmente uma tarefa complexa e sujeita

Leia mais

Apresentação do Capítulo 4 MDA (Model-Driven Archtecture) ALUNO: DOMENICO SCHETTINI FILHO NÚMERO USP:

Apresentação do Capítulo 4 MDA (Model-Driven Archtecture) ALUNO: DOMENICO SCHETTINI FILHO NÚMERO USP: Apresentação do Capítulo 4 MDA (Model-Driven Archtecture) ALUNO: DOMENICO SCHETTINI FILHO NÚMERO USP: 8429016 Definição de MDA OMG (Object Management Group) propôs uma aplicação abrangente das práticas

Leia mais

Engenharia de Software Simulado para a 1ª Avaliação Bimestral Professor: Danilo Giacobo - RESPOSTAS

Engenharia de Software Simulado para a 1ª Avaliação Bimestral Professor: Danilo Giacobo - RESPOSTAS Engenharia de Software Simulado para a 1ª Avaliação Bimestral Professor: Danilo Giacobo - RESPOSTAS 1. Com relação à engenharia de software, julgue os itens seguintes. Engenharia de software não está relacionada

Leia mais

Matriz de Especificação de Prova da Habilitação Técnica de Nível Médio. Habilitação Técnica de Nível Médio: Técnico em Mecatrônica

Matriz de Especificação de Prova da Habilitação Técnica de Nível Médio. Habilitação Técnica de Nível Médio: Técnico em Mecatrônica : Técnico em Mecatrônica Descrição do Perfil Profissional: Auxiliam os engenheiros em projetos, programas de controle, instalação e manutenção de sistemas de Analisam especificações para aquisição de componentes

Leia mais

RUP. Prof. Edison A M Morais.

RUP. Prof. Edison A M Morais. Prof. Edison A M Morais prof@edison.eti.br http://www.edison.eti.br Agenda Definir Processo Unificado (UP) Definir RUP Comparar UP x RUP Mostrar as Variações do RUP Mostrar o Ciclo de Vida do RUP 2 O Processo

Leia mais

UM SISTEMA DE RECUPERAÇÃO DE

UM SISTEMA DE RECUPERAÇÃO DE UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CENTRO DE INFORMÁTICA UM SISTEMA DE RECUPERAÇÃO DE DOCUMENTAÇÃO HISTÓRICA PROPOSTA DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO Aluno: Marcos José de Menezes

Leia mais

Nesta seção você encontra artigos voltados para testes, processo, modelos, documentação, entre outros

Nesta seção você encontra artigos voltados para testes, processo, modelos, documentação, entre outros Engenharia Nesta seção você encontra artigos voltados para testes, processo, modelos, documentação, entre outros Modelagem de processos de software com SPEM Conheça a notação padrão para modelagem de processos

Leia mais

CICLO DE VIDA DO SOFTWARE. Nas empresas também é difícil adotar apenas um ciclo de vida, na maioria das vezes possui mais de um.

CICLO DE VIDA DO SOFTWARE. Nas empresas também é difícil adotar apenas um ciclo de vida, na maioria das vezes possui mais de um. Aula 02 CICLO DE VIDA DO SOFTWARE O ciclo de vida de um software é uma estrutura contendo todos os processos e tarefas envolvendo o desenvolvimento e finalização, ou seja, as etapas de operação e manutenção

Leia mais

IMPLEMENTAÇÃO DE UM SITE E-COMMERCE

IMPLEMENTAÇÃO DE UM SITE E-COMMERCE 48 IMPLEMENTAÇÃO DE UM SITE E-COMMERCE Rodrigo Costa Guimarães 1 Ana Paula Ambrósio ZANELATO 2 RESUMO: Este artigo trata do desenvolvimento de um website de comércio eletrônico (e-commerce) para a empresa

Leia mais

Processos de software

Processos de software Processos de software 1 Processos de software Conjunto coerente de atividades para especificação, projeto, implementação e teste de sistemas de software. 2 Objetivos Introduzir modelos de processos de

Leia mais

Interação Humano-Computador

Interação Humano-Computador Interação Humano-Computador Aula 8-01/04/2016 Marcelle Mota http://mpmota.ufpa.br/ihc-en05178/ Contato: mpmota@ufpa.br 2 Agenda O que é design? Perspectivas de design Processos de design de IHC Ciclo de

Leia mais

Princípios de Análise e Projeto de Sistemas com UML

Princípios de Análise e Projeto de Sistemas com UML Princípios de Análise e Projeto de Sistemas com UML 2ª edição Eduardo Bezerra Editora Campus/Elsevier Tópicos Introdução Diagrama de casos de uso Identificação dos elementos do MCU Construção do MCU Documentação

Leia mais

ANEXO II DESCRIÇÃO DAS QUALIFICAÇÕES DA EQUIPE TÉCNICA

ANEXO II DESCRIÇÃO DAS QUALIFICAÇÕES DA EQUIPE TÉCNICA ANEXO II DESCRIÇÃO DAS QUALIFICAÇÕES DA EQUIPE TÉCNICA ITENS PÁG. 1 EQUIPE TÉCNICA RESPONSÁVEL... 2 1.1. para o papel de Gerente de Projetos... 3 1.2. para o papel de Especialista em Gestão Eletrônica

Leia mais

Ciência da Computação ENGENHARIA DE SOFTWARE. Métricas e Estimativas do Projeto

Ciência da Computação ENGENHARIA DE SOFTWARE. Métricas e Estimativas do Projeto Ciência da Computação ENGENHARIA DE SOFTWARE Métricas e Estimativas do Projeto Prof. Claudinei Dias email: prof.claudinei.dias@gmail.com Roteiro Introdução Métricas APF Análise de Pontos de Função Estimativas

Leia mais

SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DOMÉSTICA - SAD

SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DOMÉSTICA - SAD CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA UNICEUB Patrícia Bastos Girardi SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DOMÉSTICA - SAD BRASÍLIA 2013 CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA UNICEUB PATRÍCIA BASTOS GIRARDI SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS MODERNAS PARA CADASTRAMENTO DAS FAMÍLIAS DA ATENÇÃO BÁSICA DE SAÚDE DO MUNICÍPIO DE COARI

UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS MODERNAS PARA CADASTRAMENTO DAS FAMÍLIAS DA ATENÇÃO BÁSICA DE SAÚDE DO MUNICÍPIO DE COARI UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS MODERNAS PARA CADASTRAMENTO DAS FAMÍLIAS DA ATENÇÃO BÁSICA DE SAÚDE DO MUNICÍPIO DE COARI Adrya da Silva Neres 1 Elionai de Souza Magalhães 2 1 Discente do Curso Técnico Integrado

Leia mais

Modelos Prescritivos de Processo

Modelos Prescritivos de Processo "Antes de imprimir pense em sua responsabilidade e compromisso com o MEIO AMBIENTE." Engenharia de Software Modelos Prescritivos de Processo Givanaldo Rocha de Souza givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha

Leia mais

Fábricas de Software. Processos de Software. Fábricas de Software. Fábricas de Software 17/08/2010. Jorge Dias

Fábricas de Software. Processos de Software. Fábricas de Software. Fábricas de Software 17/08/2010. Jorge Dias Fábricas de Software Processos de Software Jorge Dias Um processo estruturado, controladoe melhoradode forma contínua, considerando abordagens de engenharia industrial, orientado para o atendimento a múltiplas

Leia mais

VANT-EC-SAME. Software de Suporte do VANT V-SUP Caso de Desenvolvimento Versão 1.0

VANT-EC-SAME. Software de Suporte do VANT V-SUP Caso de Desenvolvimento Versão 1.0 VANT-EC-SAME Software de Suporte do VANT V-SUP Caso de Desenvolvimento Versão 1.0 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 17/0/07 1.0 Versão Inicial Douglas Moura Confidencial VANT-EC-SAME, 2007

Leia mais

AVALIANDO METODOLOGIAS DE DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES WEB.

AVALIANDO METODOLOGIAS DE DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES WEB. AVALIANDO METODOLOGIAS DE DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES WEB PESSINI, T. 1 ; SANTANDER, V. F. A. 2 1,2 Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas - CCET, Colegiado de Ciência da Computação, UNIOESTE Campus

Leia mais

Engenharia de Software I. Curso de Desenvolvimento de Software Prof. Alessandro J de Souza

Engenharia de Software I. Curso de Desenvolvimento de Software Prof. Alessandro J de Souza 1 Engenharia de Software I Curso de Desenvolvimento de Software Prof. Alessandro J de Souza ajdsouza@cefetrn.br 2 Rational Unified Process RUP Fase Inicição VISÃO GERAL 3 Visão Geral FASES do RUP 4 A partir

Leia mais

Introdução a Teste de Software

Introdução a Teste de Software Universidade Católica de Pelotas Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina de Qualidade de Software Introdução a Teste de Software Prof. Luthiano Venecian 1 Conceitos Teste de software

Leia mais

De Olho na Pista. Documento de Arquitetura. De Olho na Pista Documento de Arquitetura Data: 23/03/2013. AJA Software

De Olho na Pista. Documento de Arquitetura. De Olho na Pista Documento de Arquitetura Data: 23/03/2013. AJA Software AJA Software www.ajasoftware.wordpress.com De Olho na Pista Documento de Arquitetura Confidencial De Olho na Pista, 2013 1 Sumário 1. Introdução 3 2. Metas e Restrições da Arquitetura 3 3. Padrão da Arquitetura

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO PROJETO SOLUTION MARKET'S

INSTITUTO FEDERAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO PROJETO SOLUTION MARKET'S INSTITUTO FEDERAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO PROJETO SOLUTION MARKET'S Trabalho de Gestão de Projeto realizado para a disciplina de Engenharia de Software do quinto módulo do curso super em Análise

Leia mais