Medidas de preservação para o acervo especial da Biblioteca do Porto do Rio Grande - RS, Brasil

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Medidas de preservação para o acervo especial da Biblioteca do Porto do Rio Grande - RS, Brasil"

Transcrição

1 Medidas de preservação para o acervo especial da Biblioteca do Porto do Rio Grande - RS, Brasil Mestranda Bibl. Esp. Gladis Rejane Moran Ferreira Apresentadora Drª Carla Rodrigues Gastaud Orientadora Rio de Janeiro, outubro de 2014

2 Objetivo - Relatar os procedimentos que estão sendo adotados nos manuscritos que são parte do acervo da Biblioteca do Porto do Rio Grande.

3 Localização da cidade do Rio Grande e do Porto

4 Formação da cidade do Rio Grande Fortificações Fonte: Biblioteca/SUPRG

5 A cidade do Rio Grande Século XIX Fonte: Biblioteca/ SUPRG

6 O Porto o ancoradouro significava a rota pela qual passava grande parte de tudo que chegava à Província (Alves, 2007) Fonte: Biblioteca /SUPRG

7 A Barra diabólica ou cemitério de navios Fonte: (ALVES, 2008, v1, p.243) Jornal O Bisturi jan

8 Em busca de soluções Os estudos realizados O ano de 1881 As Comissões Projeto para os Molhes da Barra Fonte: Biblioteca/SUPRG

9 Projeto da Comissão de Melhoramento do Porto e Barra do Rio Grande do Sul Fonte: Biblioteca/SUPRG

10 A Compagnie Francaise du Port do Rio Grande do Sul - De 1908 a 1919 Fonte: Biblioteca/SUPRG

11 Molhes da Barra Fonte: Biblioteca/SUPRG

12 Acervo de manuscritos da Biblioteca do Porto De 1869 a Formado por cerca de documentos distribuídos em 51 maços com aproximadamente 200 folhas cada. - Primeiras fontes oficias do Porto, que se teve acesso até o momento. - Registraram as tratativas para execução de obras de engenharia e de melhoramento do Porto e Barra do Rio Grande.

13 Manuscritos presos por metal e guardados em pastas Fonte: Acervo da autora. 2013

14 Manuscritos envoltos em pastas e dispostos nas estantes Fonte: Acervo da autora.2013

15 Manuscritos envoltos em pastas, presos por metal Fonte: Acervo da autora. 2013

16 Métodos para preservação e conservação dos documentos -diagnóstico da conservação dos suportes Ficha de diagnóstica de conservação da BN; -separação por períodos; -higienização mecânica; -acondicionamento caixas Solander; -políticas de acesso digitalização por demanda; -descrição documental; -elaboração de instrumentos de pesquisa.

17 Higienização mecânica Fonte: Acervo da autora. 2014

18 Caixas Solander Fonte: Acesso em 17.out.2014

19 Descrição Documental Catálogo de assuntos Administração da Praticagem da Barra do Rio Grande do Sul Ofício n 24 Órgão Remetente : Administração da Praticagem da Barra do Rio Grande do Sul Data: 16/08/1885 Autor: José Antonio da Silva Guimarães - Capitão Tenente Destinatário: Domingos Sergio da Saboia e Silva Engenheiro chefe Interino. Comissão de Melhoramento da Barra do Rio Grande do sul..assunto: Informa que marinheiros foram dispensados do trabalho por insubordinação, bem como pede que não lhes empreguem mais para o bem da disciplina e moralidade do estabelecimento.

20 Documentos manuscritos: parte da memória do Porto do Rio Grande - No decorrer da história do Porto grande volume de documentação e obras bibliográficas foram reunidas. - Os assuntos da história do Porto anteriormente elencados e outros que venham a ser encontrados são fonte de prova da história. - Este patrimônio documental é importante fonte de prova da instituição. Os rastros de memória do Porto do Rio Grande.

21 Assuntos importantes presentes nos documentos situações de pesquisas - Ministério Público; IPHAN e IPHAE questionamentos e apontamentos; - Patrimônio da União estudo de Áreas portuárias e fonte prova; - Plantas de engenharia e achados; - A idade do Porto as comemorações de aniversário; - Os primeiros estudos do clima e do meio ambiente no Rio Grande do Sul Século XIX.

22 Referências Agência Nacional de Transporte Aquaviário. ANTAQ. Disponível em: ALVES, Francisco das Neves. Porto e Barra do Rio Grande: uma secular aspiração que se tornou realidade (uma introdução ao tema). Porto Alegre: Corag, ALVES, Francisco das Neves. Porto e Barra do Rio Grande: história, memória e cultura portuária. Porto Alegre: Corag, I e II v. BECK, Ingrid. Manual de conservação de documentos. Rio de Janeiro: Ministério da Justiça; Arquivo Nacional, BELLOTTO, Heloísa Liberalli. Arquivos permanentes: tratamento documental. 4. ed. Rio de Janeiro: FGV, Documento de arquivo e sociedade. In: Ciências & Letras, Porto Alegre: FAPA, n.31, CASSARES, Norma Cianflone; MOI, Claudia. Como fazer conservação preventiva em arquivos e bibliotecas. São Paulo: Arquivo do Estado e Imprensa Oficial, CONSELHO INTERNACIONAL DE ARQUIVOS. Comitê de boas práticas e normas. Grupo de trabalho sobre acesso. Princípios de acesso aos arquivos. Austrália: Assembléia Geral do Conselho Internacional de Arquivos, HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. Rio de Janeiro: Vértice, LOPEZ, André Porto Ancona. Como descrever documentos de arquivo: elaboração de instrumentos de pesquisa. Coleção Como Fazer. São Paulo: Arquivo do Estado/ Imprensa Oficial do Estado, NEVES, Hugo Alberto Pereira. A importância do Porto do Rio Grande na economia do Rio Grande do Sul ( ). Dissertação de Mestrado. Curitiba, NORMAS TÉCNICAS PARA TRANSCRIÇÃO E EDIÇÃO DE DOCUMENTOS MANUSCRITOS. Disponível em: PRADEL, Antonio. Histórico da Barra do Rio Grande: comemorando os 135 anos de fundação da Câmara do Comércio RICOEUR, Paul. A Memória, a história, o esquecimento. Campinas: Ed. da Unicamp, SPINELLI JUNIOR, Jayme. A conservação de acervos bibliográficos & documentais. Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional, SUPERINTENDÊNCIA DO PORTO DO RIO GRANDE. Disponível em: VEREKER, Henry Prendergast. Vereker, 1860: roteiro da costa do Rio Grande do Sul. Trad. João Reguffe. Rio Grande/RS: Ed. da FURG, 2001.

23 OBRIGADO!

Estudo sobre a preservação de obras raras no RS

Estudo sobre a preservação de obras raras no RS TEMPO, TEMPO, TEMPO, TEMPO entro num acordo contigo... : Estudo sobre a preservação de obras raras no RS Maria Célia Azevedo Lopes Graduada em História - ULBRA Graduada em Biblioteconomia - UFRGS RELAÇÃO

Leia mais

Arquivo CÂNDIDO DE MELLO NETO: organização e disponibilização dos acervos sobre Anarquismo, Integralismo e Documentos Particulares

Arquivo CÂNDIDO DE MELLO NETO: organização e disponibilização dos acervos sobre Anarquismo, Integralismo e Documentos Particulares Arquivo CÂNDIDO DE MELLO NETO: organização e disponibilização dos acervos sobre Anarquismo, Integralismo e Documentos Particulares Professora Elizabeth Johansen ( UEPG) Jessica Monteiro Stocco (UEPG) Tatiane

Leia mais

Programa ADAI Projetos Brasileiros

Programa ADAI Projetos Brasileiros Programa ADAI Projetos Brasileiros Brasil 1999 1ª Convocatória Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte: Conservação preventiva de acervo audiovisual. Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami:

Leia mais

PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA E DO PATRIMONIO DOCUMENTAL: AUTOS CIVEIS DA COMARCA DE CAMPO MOURÃO (1963-1965)

PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA E DO PATRIMONIO DOCUMENTAL: AUTOS CIVEIS DA COMARCA DE CAMPO MOURÃO (1963-1965) PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA E DO PATRIMONIO DOCUMENTAL: AUTOS CIVEIS DA COMARCA DE CAMPO MOURÃO (1963-1965) 1. Introdução Paula Évile Cardoso IC-Fecilcam/Fundação Araucária, Pedagogia, Fecilcam, paulaevile@gmail.com

Leia mais

Abordagens e perspectivas para o acervo documental de uma Instituição de Longa Permanência para Idosos

Abordagens e perspectivas para o acervo documental de uma Instituição de Longa Permanência para Idosos Abordagens e perspectivas para o acervo documental de uma Instituição de Longa Permanência para Idosos ANNA CARLA SILVA DE QUEIROZ * SUERDE MIRANDA DE OLIVEIRA BRITO ** Os arquivos constituem-se numa importante

Leia mais

Arquivo Estrutura Básica Necessária Recursos Humanos

Arquivo Estrutura Básica Necessária Recursos Humanos 1/7 2. Técnicas de atendimento (presencial e a distância) ao cliente interno e externo: técnicas de triagem, organização e registro fluxo documental; planejamento e organização do ambiente de trabalho/

Leia mais

PARECER Nº 13/2009 1- APRESENTAÇÃO

PARECER Nº 13/2009 1- APRESENTAÇÃO PARECER Nº 13/2009 Manifesta-se sobre a declaração de interesse público e social do acervo de Abdias Nascimento, sob a guarda do Instituto de Pesquisas e Estudos Afro-Brasileiros - IPEAFRO 1- APRESENTAÇÃO

Leia mais

PARECER Nº 15-A/2011. Manifesta-se sobre a declaração de interesse público e social do acervo de Paulo Freire, sob a guarda do Instituto Paulo Freire

PARECER Nº 15-A/2011. Manifesta-se sobre a declaração de interesse público e social do acervo de Paulo Freire, sob a guarda do Instituto Paulo Freire PARECER Nº 15-A/2011 Manifesta-se sobre a declaração de interesse público e social do acervo de Paulo Freire, sob a guarda do Instituto Paulo Freire 1- APRESENTAÇÃO A Portaria nº. 78, do Conselho Nacional

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 79 Memória Institucional - Documentação 17 de abril de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através

Leia mais

Organização e Manutenção do Acervo Arquitetônico de Theo Wiederspahn

Organização e Manutenção do Acervo Arquitetônico de Theo Wiederspahn 2155 X Salão de Iniciação Científica PUCRS Organização e Manutenção do Acervo Arquitetônico de Theo Wiederspahn Helga Pfeifer Koelln (bolsista apresentador), Paulo Renato Silveira Bicca (orientador) Faculdade

Leia mais

PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA E ORGANIZAÇÃO DO ACERVO DO PATRONATO AGRÍCOLA VIDAL DE NEGREIROS DA CIDADE DE BANANEIRAS

PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA E ORGANIZAÇÃO DO ACERVO DO PATRONATO AGRÍCOLA VIDAL DE NEGREIROS DA CIDADE DE BANANEIRAS PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA E ORGANIZAÇÃO DO ACERVO DO PATRONATO AGRÍCOLA VIDAL DE NEGREIROS DA CIDADE DE BANANEIRAS BATISTA¹, Paloma Priscila Bispo, Centro de Ciências Humanas, Sociais e Agrárias-PROBEX 2013

Leia mais

O ARQUIVO E A GESTÃO DOCUMENTAL

O ARQUIVO E A GESTÃO DOCUMENTAL O ARQUIVO E A GESTÃO DOCUMENTAL Edna Maria da Silva Matte 1 ; Graziela Boreck Rosa 2 ; Josilda Rodrigues Souza 3 ; Marcia Correia de Souza 4 ; Marizete Aparecida Schulz de Souza5 Agente Universitária vinculada

Leia mais

RESOLUÇÃO 01/2015 - CONSELHO DEPARTAMENTAL

RESOLUÇÃO 01/2015 - CONSELHO DEPARTAMENTAL RESOLUÇÃO 01/2015 - CONSELHO DEPARTAMENTAL Regulamenta a digitalização do Acervo Documental da Faculdade de Direito do Recife. O Conselho Departamental do Centro de Ciências Jurídicas da Universidade Federal

Leia mais

Coleção Livro de Artista

Coleção Livro de Artista Fundação Biblioteca Nacional PLANOR XI ENAR Encontro Nacional de Acervo Raro Coleção Livro de Artista da Universidade Federal de Minas Gerais Diná Araújo Magna Lúcia dos Santos Livro de Artista FBN PLANOR

Leia mais

Documentos Bento de Jesus Caraça disponibilizados por seu filho João Caraça

Documentos Bento de Jesus Caraça disponibilizados por seu filho João Caraça ARQUIVO & BIBLIOTECA DA FUNDAÇÃO MÁRIO SOARES Documentos Bento de Jesus Caraça disponibilizados por seu filho João Caraça PASTA N.º 4407,002 Imagem nº: 2 Local: Buenos Aires Data: 17/7/1945 Título/Instituição:

Leia mais

Analisado por: (SECAM) (DECCO) intranet

Analisado por: (SECAM) (DECCO) intranet Proposto por: Analisado por: Aprovado por: Chefe de Serviço de Diretor do Departamento de Diretor da Diretoria-Geral de Catalogação, Classificação e Gestão e Disseminação do Comunicação e de Difusão do

Leia mais

MEMÓRIA DO MUNDO UM PROGRAMA PELA PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO DOCUMENTAL

MEMÓRIA DO MUNDO UM PROGRAMA PELA PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO DOCUMENTAL MEMÓRIA DO MUNDO UM PROGRAMA PELA PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO DOCUMENTAL XI Encontro Nacional de Acervo Raro Fundação Biblioteca Nacional 30 out. 2014 Vitor Fonseca Presidente MOW Brasil Vice-presidente

Leia mais

O ACERVO DE FONTES ORAIS DA MARINHA DO BRASIL: CONSTITUIÇÃO E PERSPECTIVAS.

O ACERVO DE FONTES ORAIS DA MARINHA DO BRASIL: CONSTITUIÇÃO E PERSPECTIVAS. O ACERVO DE FONTES ORAIS DA MARINHA DO BRASIL: CONSTITUIÇÃO E PERSPECTIVAS. Sérgio Willian de Castro Oliveira Filho 1 Introdução Atualmente encontra-se sob a guarda da Diretoria do Patrimônio Histórico

Leia mais

Levantamento Fotográfico

Levantamento Fotográfico LEVANTAMENTO FOTOGRÁFICO 1 PRÉDIO SEDE Este levantamento fotográfico tem por objetivo mostrar aos arquitetos participantes do concurso ambientes do Prédio Sede de interesse para o projeto. As instalações

Leia mais

EMBALAGENS UTEIS E PRATICAS PARA CONSERVAÇÃO DE LIVROS UTILIZADAS NA fundação BIBLIOTECA NACIONAL

EMBALAGENS UTEIS E PRATICAS PARA CONSERVAÇÃO DE LIVROS UTILIZADAS NA fundação BIBLIOTECA NACIONAL Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) EMBALAGENS UTEIS E PRATICAS PARA CONSERVAÇÃO DE LIVROS UTILIZADAS NA fundação BIBLIOTECA NACIONAL Sirle Rebeca Simas Rodrigues (FBN) - srebecasr@gmail.com Resumo: Este

Leia mais

Memória BNDES: registrando o presente para construir o futuro

Memória BNDES: registrando o presente para construir o futuro Memória BNDES: registrando o presente para construir o futuro Metamemória 2012: Aniversário de 60 anos do BNDES [produtos comemorativos] Histórico: diversas iniciativas isoladas Contexto: rápida renovação

Leia mais

PROJETO BIBLIOTECA VIRTUAL-DIGITAL

PROJETO BIBLIOTECA VIRTUAL-DIGITAL GOVERNO DO ESTADO DO EspíRITO SANTO SECRETARIA DE ESTADO DE ECONOMIA E PLANEJAMENTO - SEP INSTITUTO JONES DOS SANTOS NEVES PROJETO BIBLIOTECA VIRTUAL-DIGITAL Vitória, 2011 GOVERNO DO ESTADO DO EspíRITO

Leia mais

COLEÇÃO DIGITAL DE JORNAIS DO MUSEU REPUBLICANO CONVENÇÃO DE ITU (MRCI-MP/USP) : TRANSPOSIÇÃO DE SUPORTE PARA PRESERVAÇÃO E ACESSIBILIDADE

COLEÇÃO DIGITAL DE JORNAIS DO MUSEU REPUBLICANO CONVENÇÃO DE ITU (MRCI-MP/USP) : TRANSPOSIÇÃO DE SUPORTE PARA PRESERVAÇÃO E ACESSIBILIDADE X I E N C O N T R O N A C I O N A L D E A C E R V O R A R O T E M A : G E S T Ã O D E A C E R V O S R A R O S E E S P E C I A I S : R E A L I D A D E E D E S A F I O S R I O D E J A N E I R O - D E 3 0

Leia mais

Workshop "História e Memória do Desporto" Data: 10 Abril 2014 Sede do Comité Olímpico de Portugal

Workshop História e Memória do Desporto Data: 10 Abril 2014 Sede do Comité Olímpico de Portugal Workshop "História e Memória do Desporto" Data: 10 Abril 2014 Sede do Comité Olímpico de Portugal 2008 Protocolo de colaboração com o Instituto de História Contemporânea/FCSH-UNL, com vista a apoio técnico

Leia mais

Organização e Manutenção do Acervo Fotográfico da Revista do Globo

Organização e Manutenção do Acervo Fotográfico da Revista do Globo 3106 X Salão de Iniciação Científica PUCRS Organização e Manutenção do Acervo Fotográfico da Revista do Globo Diego Barros dos Santos, Profª Dr. Alice Therezinha Campos Moreira (orientador) Faculdade de

Leia mais

Centros de documentação e informação para área de ENGENHARIA: como implantar e resultados esperados. Iza Saldanha

Centros de documentação e informação para área de ENGENHARIA: como implantar e resultados esperados. Iza Saldanha Centros de documentação e informação para área de ENGENHARIA: como implantar e resultados esperados Iza Saldanha Abordagem Conceitos Procedimentos/Ferramentas Benefícios esperados Estudo de caso Planave

Leia mais

Documentação técnica e material arquivístico. Documentação técnica. Documentação natural. Fabrício Mariano

Documentação técnica e material arquivístico. Documentação técnica. Documentação natural. Fabrício Mariano Documentação técnica e material arquivístico Documentação técnica Fabrício Mariano Um documento é uma unidade de registro de informações, independente do suporte utilizado, sendo o suporte o material no

Leia mais

PROJETO ACERVO: INFORMAÇÕES HOSPITAIS COLÔNIAS. 1 - Nome da Instituição: Hospital Colônia Itapuã (HCI) 2 - Histórico:

PROJETO ACERVO: INFORMAÇÕES HOSPITAIS COLÔNIAS. 1 - Nome da Instituição: Hospital Colônia Itapuã (HCI) 2 - Histórico: PROJETO ACERVO: INFORMAÇÕES HOSPITAIS COLÔNIAS 1 - Nome da Instituição: Hospital Colônia Itapuã (HCI) 2 - Histórico: Inaugurado em 11 de maio de 1940 no distrito de Itapuã, o Hospital Colônia foi construído

Leia mais

SAUSP. Sistema de Arquivos da Universidade de São Paulo

SAUSP. Sistema de Arquivos da Universidade de São Paulo SAUSP Sistema de Arquivos da Universidade de São Paulo Comissão Setorial do Sistema de Arquivos da EEFEUSP Presidente: Camila N. Favero Membros: Telma Elisa A. V. Sanches Paulo Serson Ilza B. dos Santos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE UBERLÂNDIA ARQUIVOS

PREFEITURA MUNICIPAL DE UBERLÂNDIA ARQUIVOS 1/5 PREFEITURA MUNICIPAL DE UBERLÂNDIA IPAC N º 011/2011 ARQUIVOS MUNICÍPIO: Uberlândia DISTRITO : Sede DESIGNAÇÃO: Coleção Rádio Educadora ENDEREÇO : Av. João Naves de Ávila, n. 2121. Bairro Santa Mônica,

Leia mais

A PARTICIPAÇÃO ACADÊMICA EM PROJETOS DE EXTENSÃO E SUA IMPORTÂNCIA PARA O PROCESSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL

A PARTICIPAÇÃO ACADÊMICA EM PROJETOS DE EXTENSÃO E SUA IMPORTÂNCIA PARA O PROCESSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( X ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA A PARTICIPAÇÃO

Leia mais

A SALA DE MEMÓRIA COMO ESPAÇO DE CIDADANIA E PERTENCIMENTO: UM RELATO DE AÇÃO

A SALA DE MEMÓRIA COMO ESPAÇO DE CIDADANIA E PERTENCIMENTO: UM RELATO DE AÇÃO A SALA DE MEMÓRIA COMO ESPAÇO DE CIDADANIA E PERTENCIMENTO: UM RELATO DE AÇÃO Eliana Roda Ferreira, ETE Carlos de Campos e Carolina Marielli Barreto, IA/UNESP. 7- Arquivos, centros de documentação, museus

Leia mais

Coleção Particular. Veiga Cabral. (Versão Pesquisador)

Coleção Particular. Veiga Cabral. (Versão Pesquisador) Coleção Particular Veiga Cabral (Versão Pesquisador) Rio de Janeiro 2015 Ficha Técnica Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro Secretaria Municipal da Casa Civil Prefeito Eduardo Paes Secretário Guilherme

Leia mais

CONSERVAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE ACERVOS: PONTAPÉ INICIAL

CONSERVAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE ACERVOS: PONTAPÉ INICIAL PRESERVE SEU ACERVO CONSERVAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE ACERVOS: PONTAPÉ INICIAL Sabe aquelas fotos, textos, recortes de jornal, roupas, flâmulas e outros objetos que guardamos em casa, na sede do clube, no comércio

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO E ARQUIVOS

DOCUMENTAÇÃO E ARQUIVOS DOCUMENTAÇÃO E ARQUIVOS Para você que trabalha com diferentes documentos de um setor de serviços, é importante rever alguns conhecimentos básicos sobre documentos, documentação e a função social dessas

Leia mais

Mapeamento de Processos das Unidades Gerenciais Básicas GRUPO DE ESTUDOS GESTÃO DE BIBLIOTECAS PÚBLICAS COM ÊNFASE EM QUALIDADE

Mapeamento de Processos das Unidades Gerenciais Básicas GRUPO DE ESTUDOS GESTÃO DE BIBLIOTECAS PÚBLICAS COM ÊNFASE EM QUALIDADE Mapeamento de Processos das Unidades Gerenciais Básicas GRUPO DE ESTUDOS GESTÃO DE BIBLIOTECAS PÚBLICAS COM ÊNFASE EM QUALIDADE UGB Ação Cultural Promover a literatura, a leitura e inclusão sócio-cultural

Leia mais

Levantamento de dados históricos sobre a Faculdade de Engenharia de Alimentos, a partir de documentos do Arquivo Central/SIARQ.

Levantamento de dados históricos sobre a Faculdade de Engenharia de Alimentos, a partir de documentos do Arquivo Central/SIARQ. Levantamento de dados históricos sobre a Faculdade de Engenharia de Alimentos, a partir de documentos do Arquivo Central/SIARQ. Atos de Criação, Instalação e Organização Contribuição para o estabelecimento

Leia mais

REGULAMENTO DO ARQUIVO MUNICIPAL DE GOUVEIA. Capítulo 1. Constituição e Funções do Arquivo Municipal. Artigo 1º. Artigo 2º. Capítulo II Da Recolha

REGULAMENTO DO ARQUIVO MUNICIPAL DE GOUVEIA. Capítulo 1. Constituição e Funções do Arquivo Municipal. Artigo 1º. Artigo 2º. Capítulo II Da Recolha 1 REGULAMENTO DO ARQUIVO MUNICIPAL DE GOUVEIA Capítulo 1 Constituição e Funções do Arquivo Municipal. Artigo 1º O Arquivo Municipal da Câmara Municipal de Gouveia (C.M.G.) compreende o âmbito, funções

Leia mais

O Arquivo de Ciência e Tecnologia

O Arquivo de Ciência e Tecnologia Encontro Arquivos Científicos 3 e 4 de julho de 2014 FCSH, Lisboa O Arquivo de Ciência e Tecnologia Paula Meireles Madalena Ribeiro O Arquivo de Ciência e Tecnologia 1. Projeto de tratamento e divulgação

Leia mais

Questões comentadas de Arquivologia para concursos

Questões comentadas de Arquivologia para concursos 580 Questões Comentadas de Apostila amostra Para adquirir a apostila de 580 Questões Comentadas de Arquivologia Para Concursos acesse o site: www.odiferencialconcursos.com.br SUMÁRIO Apresentação...2 Conceitos

Leia mais

Coleção Particular. Francisco Duarte. (Versão Pesquisador)

Coleção Particular. Francisco Duarte. (Versão Pesquisador) Coleção Particular Francisco Duarte (Versão Pesquisador) Rio de Janeiro 2015 Ficha Técnica Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro Secretaria Municipal da Casa Civil Prefeito Eduardo Paes Secretário Guilherme

Leia mais

PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO DOCUMENTAL DO INPE: DESAFIOS E SOLUÇÕES ENCONTRADAS

PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO DOCUMENTAL DO INPE: DESAFIOS E SOLUÇÕES ENCONTRADAS PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO DOCUMENTAL DO INPE: DESAFIOS E SOLUÇÕES ENCONTRADAS Marciana Leite Ribeiro Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais SubSIGA/INPE I Ciclo de Palestras sobre Gestão Arquivística

Leia mais

Implantação do Sistema de Arquivo e Controle de Documentos no Poder Legislativo: Senado Federal

Implantação do Sistema de Arquivo e Controle de Documentos no Poder Legislativo: Senado Federal Implantação do Sistema de Arquivo e Controle de Documentos no Poder Legislativo: Senado Federal Alraune Reinke da Paz, Arquivista, e-mail: alraune@senado.gov.br; Ana Claudia Ferreira da Silva, Administradora,

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DOCUMENTAL DA CODEVASF

POLÍTICA DE GESTÃO DOCUMENTAL DA CODEVASF Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba Vinculada ao Ministério da Integração Nacional - M I POLÍTICA DE GESTÃO DOCUMENTAL DA CODEVASF RES. nº 669/2010 maio 2010 FOR-101 SUMÁRIO

Leia mais

Palestra: Conservação Preventiva em Museus, Arquivos e Bibliotecas

Palestra: Conservação Preventiva em Museus, Arquivos e Bibliotecas MAIO PALESTRAS GRATUITAS Local: Museu Paranaense Dia 20/05-14h Palestra: Conservação Preventiva em Museus, Arquivos e Bibliotecas Prof.ª Msc. Silmara Küster de Paula Carvalho. Especialista em Conservação

Leia mais

NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISAS HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO EM PERNAMBUCO: 13 ANOS DE HISTÓRIA

NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISAS HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO EM PERNAMBUCO: 13 ANOS DE HISTÓRIA NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISAS HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO EM PERNAMBUCO: 13 ANOS DE HISTÓRIA Margarete Maria da Silva meghamburgo@yahoo.com.br Graduanda em Pedagogia e membro do NEPHEPE Universidade Federal de

Leia mais

GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS DO GEPHE - GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO EM CAMPINA GRANDE PARAIBA

GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS DO GEPHE - GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO EM CAMPINA GRANDE PARAIBA GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS DO GEPHE - GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO EM CAMPINA GRANDE PARAIBA Autora: Regina Coelli Gomes Nascimento - Professora do curso de História

Leia mais

ORGANIZAÇÃO E TRATAMENTO DO ACERVO DOCUMENTAL PARA A PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA INSTITUCIONAL DA UFPB

ORGANIZAÇÃO E TRATAMENTO DO ACERVO DOCUMENTAL PARA A PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA INSTITUCIONAL DA UFPB ORGANIZAÇÃO E TRATAMENTO DO ACERVO DOCUMENTAL PARA A PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA INSTITUCIONAL DA UFPB Celio Roberto Freire de Miranda(1); Isabel Cristina Lourenço Freire(1); Michele da Silva(1) Alana Miraca

Leia mais

ACERVOS RAROS E ESPECIAIS NO COLÉGIO PEDRO II: diagnóstico, tratamento e preservação de suas coleções

ACERVOS RAROS E ESPECIAIS NO COLÉGIO PEDRO II: diagnóstico, tratamento e preservação de suas coleções ACERVOS RAROS E ESPECIAIS NO COLÉGIO PEDRO II: diagnóstico, tratamento e preservação de suas coleções Tatyana Marques de Macedo Cardoso Mestre em Memória Social pela Universidade Federal do Estado do Rio

Leia mais

Os sistemas de informação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia: contributo para uma perspectiva integrada da gestão da informação

Os sistemas de informação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia: contributo para uma perspectiva integrada da gestão da informação Os sistemas de informação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia: contributo para uma perspectiva integrada da gestão da informação Encontro Internacional de Arquivos Universidade de Évora 3-4 de Outubro

Leia mais

Subsérie: Semanas "Sérgio Buarque de Holanda"

Subsérie: Semanas Sérgio Buarque de Holanda Subsérie: Semanas "Sérgio Buarque de Holanda" 2614 - Recorte de jornal comunicando a resolução que institui a Semana "Sérgio Buarque de Holanda", a ser celebrada anualmente. Diário Oficial. São Paulo,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO II SEMINÁRIO DE PESQUISA DO PPGCI/UFBA: INTEGRANDO GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO II SEMINÁRIO DE PESQUISA DO PPGCI/UFBA: INTEGRANDO GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO II SEMINÁRIO DE PESQUISA DO PPGCI/UFBA: INTEGRANDO GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO INSTITUTO CULTURAL BRASIL-ALEMANHA/ GOETHE INSTITUT: 50 ANOS

Leia mais

O Projeto de Higienização, classificação, organização e digitalização do acervo documental do Instituto Histórico e Geográfico de Pelotas

O Projeto de Higienização, classificação, organização e digitalização do acervo documental do Instituto Histórico e Geográfico de Pelotas O Projeto de Higienização, classificação, organização e digitalização do acervo documental do Instituto Histórico e Geográfico de Pelotas Ana Inez Klein Trabajos y Comunicaciones, 2da. Época, 2013, Nº.39.

Leia mais

EIXOS TEMÁTICOS REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS

EIXOS TEMÁTICOS REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS EIXOS TEMÁTICOS 1. Cultura, saberes e práticas escolares e pedagógicas na educação profissional e tecnológica: arquivos escolares, bibliotecas e centros de documentação. Para este eixo temático espera

Leia mais

Roteiro da Biblioteca das Faculdades Coc Como Fazer Uma Pesquisa Teórica e Elaborar um Trabalho Acadêmico

Roteiro da Biblioteca das Faculdades Coc Como Fazer Uma Pesquisa Teórica e Elaborar um Trabalho Acadêmico Roteiro da Biblioteca das Faculdades Coc Como Fazer Uma Pesquisa Teórica e Elaborar um Trabalho Acadêmico Para realizar uma pesquisa que não se torne um grande sacrifício pelas dificuldades em encontrar

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE DOCUMENTOS E INFORMAÇÕES CORPORATIVAS DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE GESTÃO DE DOCUMENTOS E INFORMAÇÕES CORPORATIVAS DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE GESTÃO DE DOCUMENTOS E INFORMAÇÕES CORPORATIVAS DAS EMPRESAS ELETROBRAS EMPRESAS ELETROBRAS Sumário 1 Objetivo... 3 2 Conceitos... 3 3 Referências... 6 4 Princípios... 8 5 Diretrizes... 8 6

Leia mais

Mensagens de correio eletrônico identificadas como documento arquivístico e Preservação Digital

Mensagens de correio eletrônico identificadas como documento arquivístico e Preservação Digital Mensagens de correio eletrônico identificadas como documento arquivístico e Preservação Digital Sérgio R. da S. Rodrigues - UFSM - Santa Maria, RS, Brasil Prof. Dr. Daniel Flores - UFSM - Santa Maria,

Leia mais

O(s) Uso(s) de Documentos de Arquivo na Sala de Aula

O(s) Uso(s) de Documentos de Arquivo na Sala de Aula O(s) Uso(s) de Documentos de Arquivo na Sala de Aula SEQUÊNCIA DIDÁTICA Milton Garcia Silva São Paulo 2012 TEMA Modos de Morar em São Paulo Séculos XIX e XX. JUSTIFICATIVA Nota-se que os alunos possuem

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 89/2009 ESCLARECIMENTO 1

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 89/2009 ESCLARECIMENTO 1 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento Referência: Pregão Eletrônico n. 89/2009 Data: 17/12/2009 Objeto: Contratação de organização física e lógica de processos e documentos, correção da instrução de processos,

Leia mais

ARQUIVO HISTÓRICO DO FIGUEIRENSE FUTEBOL CLUBE. Adriana Marques. Raquel Sell Pires

ARQUIVO HISTÓRICO DO FIGUEIRENSE FUTEBOL CLUBE. Adriana Marques. Raquel Sell Pires ARQUIVO HISTÓRICO DO FIGUEIRENSE FUTEBOL CLUBE Adriana Marques Raquel Sell Pires Resumo: Este artigo tem a finalidade de relatar e divulgar as atividades desenvolvidas no Arquivo Histórico do Figueirense

Leia mais

CORREÇÂO - ESAF Concurso Público: Assistente Técnico-Administrativo - ATA - 2012 Provas 1 e 2 Gabarito 1 ARQUIVOLOGIA PROF.

CORREÇÂO - ESAF Concurso Público: Assistente Técnico-Administrativo - ATA - 2012 Provas 1 e 2 Gabarito 1 ARQUIVOLOGIA PROF. CORREÇÂO - ESAF Concurso Público: Assistente Técnico-Administrativo - ATA - 2012 Provas 1 e 2 Gabarito 1 ARQUIVOLOGIA PROF. RODRIGO BARBATI ARQUIVOLOGIA 21- São gêneros documentais encontrados nos arquivos,exceto:

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO SISTEMA DE ARQUIVOS DO ESTADO ORIENTAÇÕES PARA MENSURAÇÃO DE DOCUMENTOS TEXTUAIS

DEPARTAMENTO DE ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO SISTEMA DE ARQUIVOS DO ESTADO ORIENTAÇÕES PARA MENSURAÇÃO DE DOCUMENTOS TEXTUAIS DEPARTAMENTO DE ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO SISTEMA DE ARQUIVOS DO ESTADO ORIENTAÇÕES PARA MENSURAÇÃO DE DOCUMENTOS TEXTUAIS Porto Alegre, janeiro de 2011. SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO 2 DOCUMENTAÇÃO ACONDICIONADA

Leia mais

Arquivo Central da Fundação Getúlio Vargas e suas Reformulações. Função e Finalidades

Arquivo Central da Fundação Getúlio Vargas e suas Reformulações. Função e Finalidades Arquivo Central da Fundação Getúlio Vargas e suas Reformulações Afaria Hilda raro de Araújo* Veria Leoailda Reis da Silva** Função e Finalidades dministração dos documentos recebidos e produzidos pela

Leia mais

SOCIEDADE MARTINS SARMENTO REGULAMENTO DA BIBLIOTECA PÚBLICA

SOCIEDADE MARTINS SARMENTO REGULAMENTO DA BIBLIOTECA PÚBLICA SOCIEDADE MARTINS SARMENTO REGULAMENTO DA BIBLIOTECA PÚBLICA A Biblioteca da Sociedade Martins Sarmento (SMS) existe desde 1882. Possui um vasto acervo bibliográfico, onde avulta um riquíssimo Fundo Local,

Leia mais

MEMÓRIA ARQUIVADA: ACERVO DOCUMENTAL DO MOVIMENTO DE EDUCAÇÃO DE BASE NO MUNICIPIO DE TEFÉ/AM

MEMÓRIA ARQUIVADA: ACERVO DOCUMENTAL DO MOVIMENTO DE EDUCAÇÃO DE BASE NO MUNICIPIO DE TEFÉ/AM MEMÓRIA ARQUIVADA: ACERVO DOCUMENTAL DO MOVIMENTO DE EDUCAÇÃO DE BASE NO MUNICIPIO DE TEFÉ/AM Leni Rodrigues Coelho Universidade do Estado do Amazonas lenicoelho@yahoo.com.br Cristiane da Silveira Universidade

Leia mais

Formação do Profissional na Área de Memória. Ana Célia Navarro de Andrade Historiógrafa do CEDIC/PUC SP Presidente da ARQ SP anavarro@pucsp.

Formação do Profissional na Área de Memória. Ana Célia Navarro de Andrade Historiógrafa do CEDIC/PUC SP Presidente da ARQ SP anavarro@pucsp. Formação do Profissional na Área de Memória Ana Célia Navarro de Andrade Historiógrafa do CEDIC/PUC SP Presidente da ARQ SP anavarro@pucsp.br Programa 1. Conceituação: o que se entende por memória? 2.

Leia mais

Noções introdutórias de Marc 21 Formato Bibliográfico. Ana Braga Bibliotecária CRB7-4776 BPM - UFF Ana Paula Lima Bibliotecária CRB7-5618 BCG - UFF

Noções introdutórias de Marc 21 Formato Bibliográfico. Ana Braga Bibliotecária CRB7-4776 BPM - UFF Ana Paula Lima Bibliotecária CRB7-5618 BCG - UFF Noções introdutórias de Marc 21 Formato Bibliográfico Ana Braga Bibliotecária CRB7-4776 BPM - UFF Ana Paula Lima Bibliotecária CRB7-5618 BCG - UFF Introdução: Marc 21 O formato MARC 21 (Machine Readable

Leia mais

Fundação para a Ciência e a Tecnologia, IP.

Fundação para a Ciência e a Tecnologia, IP. Fundação para a Ciência e a Tecnologia, IP. Jornada Gestão da informação arquivística numa Administração Pública renovada 20 de Outubro 2011 Projecto de tratamento e divulgação do arquivo da Fundação para

Leia mais

MEMÓRIA URBANA DE PALMAS-TO: LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÕES E MATERIAL SOBRE O PLANO DE PALMAS E SEUS ANTECEDENTES

MEMÓRIA URBANA DE PALMAS-TO: LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÕES E MATERIAL SOBRE O PLANO DE PALMAS E SEUS ANTECEDENTES MEMÓRIA URBANA DE PALMAS-TO: LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÕES E MATERIAL SOBRE O PLANO DE PALMAS E SEUS ANTECEDENTES Nome dos autores: Gislaine Biddio Rangel¹; Ana Beatriz Araujo Velasques². 1 Aluna do Curso

Leia mais

FONTES ECLESIÁSTICAS: AS POSSIBILIDADES DA PRESERVAÇÃO DE BENS CULTURAIS ATRAVÉS DE UM PROJETO EXTENSIOMNISTA

FONTES ECLESIÁSTICAS: AS POSSIBILIDADES DA PRESERVAÇÃO DE BENS CULTURAIS ATRAVÉS DE UM PROJETO EXTENSIOMNISTA 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( X ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

Orienta os órgãos e entidades da Administração Pública do Poder Executivo Estadual, quanto à gestão de documentos arquivísticos.

Orienta os órgãos e entidades da Administração Pública do Poder Executivo Estadual, quanto à gestão de documentos arquivísticos. INSTRUÇÃO CONJUNTA SAEB/SECULT Nº 001 Orienta os órgãos e entidades da Administração Pública do Poder Executivo Estadual, quanto à gestão de documentos arquivísticos. OS SECRETÁRIOS DA ADMINISTRAÇÃO E

Leia mais

CMI. CMI Centro de Memória e Informação. Dados do Projeto e do(a) Coordenador do Projeto

CMI. CMI Centro de Memória e Informação. Dados do Projeto e do(a) Coordenador do Projeto CMI Centro de Memória e Informação CMI Dados do Projeto e do(a) Coordenador do Projeto Título do Projeto Museu Casa de Rui Barbosa: estabelecendo relações com os turistas nacionais e internacionais Coordenador

Leia mais

SÚMULA DA 69ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO

SÚMULA DA 69ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO Data: 17 de dezembro de 2013 Local: Sala de GT s - Edifício "Santo Antônio de Sant'Anna Galvão" Av. Rebouças, 1028 2º andar Jardim Paulista São Paulo / SP Coordenação: Eng. civil, eng. oper. mec. máq.

Leia mais

GUIA DE FONTES PARA HISTÓRIA DE ALAGOAS: OS ARQUIVOS DE PENEDO. 1

GUIA DE FONTES PARA HISTÓRIA DE ALAGOAS: OS ARQUIVOS DE PENEDO. 1 1 GUIA DE FONTES PARA HISTÓRIA DE ALAGOAS: OS ARQUIVOS DE PENEDO. 1 Alex Rolim Graduando em História Bacharelado Bolsista PIBIP-AÇÃO UFAL Universidade Federal de Alagoas Orientador: Prof. Dr. Antonio F.

Leia mais

CMI Centro de Memória e Informação CMI. Dados do Projeto e do(a) Coordenador do Projeto

CMI Centro de Memória e Informação CMI. Dados do Projeto e do(a) Coordenador do Projeto CMI Centro de Memória e Informação CMI Dados do Projeto e do(a) Coordenador do Projeto Título do Projeto Coordenador do Projeto: Endereços para contato: Setor: Data: Gestão de suprimento em instituições

Leia mais

Preâmbulo CAPÍTULO I. Disposições gerais. Artigo 1.º. Missão e atribuições

Preâmbulo CAPÍTULO I. Disposições gerais. Artigo 1.º. Missão e atribuições REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DO SINDICATO DOS MAGISTRADOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO Preâmbulo A Biblioteca do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público foi criada em 1974, data da fundação do próprio Sindicato.

Leia mais

ANEXO XI ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS REFERENTE AO EDITAL DE PREGÃO PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 008/2011

ANEXO XI ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS REFERENTE AO EDITAL DE PREGÃO PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 008/2011 ANEXO XI ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS REFERENTE AO EDITAL DE PREGÃO PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 008/2011 OBJETO Prestação de serviços de organização arquivística, guarda física, digitalização e gerenciamento

Leia mais

EDITAL Nº. 11 /2014 PPG/CPG/UEMA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO

EDITAL Nº. 11 /2014 PPG/CPG/UEMA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO-UEMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO - PPG COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO CPG EDITAL Nº. 11 /2014 PPG/CPG/UEMA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA

Leia mais

Memória institucional Gestão de informações e documentos na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais. Nilson Vidal Prata Márcia Milton Vianna

Memória institucional Gestão de informações e documentos na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais. Nilson Vidal Prata Márcia Milton Vianna Memória institucional Gestão de informações e documentos na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais Nilson Vidal Prata Márcia Milton Vianna Maio/2015 GERÊNCIA-GERAL DE DOCUMENTAÇÃO E INFORMAÇÃO

Leia mais

PARECER Nº 14/2010 1- APRESENTAÇÃO

PARECER Nº 14/2010 1- APRESENTAÇÃO PARECER Nº 14/2010 Manifesta-se sobre a declaração de interesse público e social do acervo de Cesar Lattes, sob a guarda da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. 1- APRESENTAÇÃO A Portaria nº. 78,

Leia mais

CULTURA. Museu da Imagem e do Som, uma bela viagem pela história de Goiás MEMÓRIA PRESERVADA

CULTURA. Museu da Imagem e do Som, uma bela viagem pela história de Goiás MEMÓRIA PRESERVADA CULTURA MEMÓRIA PRESERVADA Museu da Imagem e do Som, uma bela viagem pela história de Goiás Uma viagem rumo ao passado de Goiás. Assim pode ser definido o acervo do Museu da Imagem e do Som (MIS) da Agência

Leia mais

Comitê Permanente de Gestão Documental - COPEGED. REUNIÃO 002/2012 Data: 24/10/2012 Horário: 13:30h-17:30h Local: Sala 008-ESAG

Comitê Permanente de Gestão Documental - COPEGED. REUNIÃO 002/2012 Data: 24/10/2012 Horário: 13:30h-17:30h Local: Sala 008-ESAG Comitê Permanente de Gestão Documental - COPEGED REUNIÃO 002/2012 Data: 24/10/2012 Horário: 13:30h-17:30h Local: Sala 008-ESAG Sistema de Gestão Documental - SIGEDOC CDOC COPEGED SEACEP SEPROT Setor de

Leia mais

Caderno Temático de Educação Patrimonial nº 02

Caderno Temático de Educação Patrimonial nº 02 Caderno Temático de Educação Patrimonial nº 02 Chamada artigos A série Caderno Temático de Educação Patrimonial é uma publicação da Casa do Patrimônio de João Pessoa, uma parceria entre a Superintendência

Leia mais

GRUPO XV GRUPO DE ESTUDO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA, PESQUISA E DESENVOLVIMENTO GPD GESTÃO DOCUMENTAL NA COPEL

GRUPO XV GRUPO DE ESTUDO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA, PESQUISA E DESENVOLVIMENTO GPD GESTÃO DOCUMENTAL NA COPEL SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GPD - 23 16 a 21 Outubro de 2005 Curitiba - Paraná GRUPO XV GRUPO DE ESTUDO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA, PESQUISA E DESENVOLVIMENTO GPD

Leia mais

Biblioteca Henrique Schulz Biblioteca HEV Campus II Política de desenvolvimento de coleções

Biblioteca Henrique Schulz Biblioteca HEV Campus II Política de desenvolvimento de coleções Biblioteca Henrique Schulz Biblioteca HEV Campus II Política de desenvolvimento de coleções INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE INDAIATUBA - IESI INDAIATUBA/SP 2 SUMÁRIO 1 POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO DE COLEÇÕES...

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO CAMPUS PROFESSOR - TRINDADE CEP 88040-900 - FLORIANÓPOLIS SANTA CATARINA Fone(048) 3721.9304

Leia mais

Roteiro para se fazer uma boa pesquisa e elaborar um trabalho acadêmico

Roteiro para se fazer uma boa pesquisa e elaborar um trabalho acadêmico Roteiro para se fazer uma boa pesquisa e elaborar um trabalho acadêmico Para realizar uma pesquisa que não se torne um grande sacrifício pelas dificuldades em encontrar as informações, antes é preciso

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA ALINE MENIN FERREIRA (alinemenin.ferreira@hotmail.com ) CLÁUDIA REGINA LUIZ ( cacauluiz@bol.com.br ) CRISTIANE

Leia mais

A seguir, serão abordadas as idades dos documentos, no que se refere a bibliografias indicadas para concursos públicos.

A seguir, serão abordadas as idades dos documentos, no que se refere a bibliografias indicadas para concursos públicos. Idade dos arquivos Fabrício Mariano A classificação das idades dos arquivos varia de autor para autor, pois cada uma tem origem em um país diferente ou é influenciada em maior ou menor grau por uma cultura

Leia mais

As práticas do historiador: experiências do Laboratório de Documentação do Curso de História da Universidade Cruzeiro do Sul UNICSUL

As práticas do historiador: experiências do Laboratório de Documentação do Curso de História da Universidade Cruzeiro do Sul UNICSUL As práticas do historiador: experiências do Laboratório de Documentação do Curso de História da Universidade Cruzeiro do Sul UNICSUL Profa. Dra. Ana Barbara A. Pederiva Professora da Universidade Cruzeiro

Leia mais

ARQUIVO PARTICULAR DAVID RODRIGUES, 1923 1955 FUNDO 48 CATÁLOGO

ARQUIVO PARTICULAR DAVID RODRIGUES, 1923 1955 FUNDO 48 CATÁLOGO ESTADO MAIOR DO EXÉRCITO ARQUIVO HISTÓRICO MILITAR ARQUIVO PARTICULAR DAVID RODRIGUES, 1923 1955 FUNDO 48 CATÁLOGO Lisboa 2002, Janeiro 1 FICHA TÉCNICA: Estado Maior do Exército Arquivo Histórico Militar

Leia mais

Maria do Carmo Sobral (1) Professora adjunta do Departamento de Engenharia Civil, UFPE, Engenheira Civil, Mestre

Maria do Carmo Sobral (1) Professora adjunta do Departamento de Engenharia Civil, UFPE, Engenheira Civil, Mestre VI-093 SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA NAS ÁREAS DE MEIO AMBIENTE, QUALIDADE, SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL UMA ABORDAGEM PRÁTICA NA INDÚSTRIA PETROFLEX-CABO/PE Maria do Carmo Sobral (1) Professora adjunta

Leia mais

ESTÁGIO CURRRICULAR NA BIBLIOTECA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO RELATÓRIO

ESTÁGIO CURRRICULAR NA BIBLIOTECA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO RELATÓRIO 1 ESTÁGIO CURRRICULAR NA BIBLIOTECA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO RELATÓRIO 2 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE BIBLIOTECONOMIA

Leia mais

Palavras-chave: Toponímia, linguística, memória, imigração italiana, Belo Horizonte.

Palavras-chave: Toponímia, linguística, memória, imigração italiana, Belo Horizonte. MARCAS DA ITÁLIA NA TOPONÍMIA DE BELO HORIZONTE Resumo Zuleide Ferreira Filgueiras 1 Esta comunicação tem como objetivo apresentar os principais resultados da dissertação de mestrado A presença italiana

Leia mais

1.1 Realizar 19 eventos presenciais com transmissão pela internet, distribuídos nos anos 2013 (3 eventos), 2014 (12 eventos) e 2015 (4 eventos).

1.1 Realizar 19 eventos presenciais com transmissão pela internet, distribuídos nos anos 2013 (3 eventos), 2014 (12 eventos) e 2015 (4 eventos). RELATÓRIO DE ATIVIDADES 001/2014 Plano de Ação nº 01 - Inovaday Fevereiro/2014 I. INTRODUÇÃO Este presente documento tem por finalidade descrever as atividades realizadas em cumprimento ao Plano de Trabalho

Leia mais

IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA DE GESTÃO DOCUMENTAL ITINERANTE NA ADMINISTRAÇÃO DIRETA ESTADUAL

IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA DE GESTÃO DOCUMENTAL ITINERANTE NA ADMINISTRAÇÃO DIRETA ESTADUAL IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA DE GESTÃO DOCUMENTAL ITINERANTE NA ADMINISTRAÇÃO DIRETA ESTADUAL Setembro/2011 Equipe técnica/pgdi Secretaria da Educação Eliana Martinelli Avagliano Alessandra Zorzetto Moreno

Leia mais

BIBLIOTECA CENTRAL DE MARINHA BI PLANEAMENTO DA DE DESINFESTAÇÃO ACÇÕES DE - DESINFESTAÇÃO BIBLIOTECA BCM E ARQUIVO HISTÓRICO

BIBLIOTECA CENTRAL DE MARINHA BI PLANEAMENTO DA DE DESINFESTAÇÃO ACÇÕES DE - DESINFESTAÇÃO BIBLIOTECA BCM E ARQUIVO HISTÓRICO BIBLIOTECA CENTRAL I - OBJECTIVO A presente norma técnica tem por objectivo estabelecer o desenvolvimento das normas arquivistas e documentais do ARQUIVO HISTÓRICO (AH) decorrentes do REGULAMENTO INTERNO

Leia mais

AULA DEMONSTRATIVA 1. APRESENTAÇÃO... 2 2. ARQUIVOLOGIA... 4 3. QUESTÕES COM COMENTÁRIOS... 11 4. QUESTÕES SEM COMENTÁRIOS... 14

AULA DEMONSTRATIVA 1. APRESENTAÇÃO... 2 2. ARQUIVOLOGIA... 4 3. QUESTÕES COM COMENTÁRIOS... 11 4. QUESTÕES SEM COMENTÁRIOS... 14 AULA DEMONSTRATIVA 1. APRESENTAÇÃO... 2 2. ARQUIVOLOGIA... 4 3. QUESTÕES COM COMENTÁRIOS... 11 4. QUESTÕES SEM COMENTÁRIOS... 14 Nessa aula veremos o seguinte tópico do Edital Conceitos fundamentais de

Leia mais

1 HORÁRIO DE ATENDIMENTO DAS BIBLIOTECAS DO SB/UEL

1 HORÁRIO DE ATENDIMENTO DAS BIBLIOTECAS DO SB/UEL 1 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA SISTEMA DE BIBLIOTECAS REGULAMENTO DE CIRCULAÇÃO E EMPRÉSTIMO As bibliotecas do Sistema de Bibliotecas da Universidade Estadual de Londrina (SB/UEL) são responsáveis

Leia mais

GLOSSÁRIO DE TERMOS ARQUIVÍSTICOS

GLOSSÁRIO DE TERMOS ARQUIVÍSTICOS GLOSSÁRIO DE TERMOS ARQUIVÍSTICOS ACERVO - Documentos de uma entidade produtora ou de uma entidade que possui sua guarda. ACESSIBILIDADE - Condição ou possibilidade de acesso a serviços de referência,

Leia mais