NORMATIZAÇÃO INTERNA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NORMATIZAÇÃO INTERNA"

Transcrição

1 COORDENADORIA DE ENSINO E GRADUAÇÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA CEG Nº 01 DE 30 DE JANEIRO DE 2006 NORMATIZAÇÃO INTERNA Todos os requerimentos para a Coordenadoria de Ensino e Graduação deverão ser feitos em impresso próprio conforme constantes dos anexos. Aproveitamento de Estudos (10 dias úteis) 1º Passo - Via Protocolo o requerimento de aproveitamento de estudos deverá necessariamente estar acompanhado dos seguintes documentos. - Histórico Escolar contendo Processo Seletivo de Ingresso, disciplinas cursadas, carga horária; Programa de Disciplinas ou Módulos; Comprovante de Autorização ou Reconhecimento de Curso. 2º Passo - O protocolo encaminhará o processo para CEG que fará verificação dos documentos e avaliação dos processos (1 dia). 3º Passo - A CEG designará uma comissão formada de: coordenador de curso, 2 professores, que emitira um parecer parcial de análise que será publicado em Edital com a data da Avaliação (2 dias). A avaliação será elaborada pela comissão designada (2 dias). 4º Passo - Ata; Parecer da Comissão; Edital de Resultados (2 dias). Retorna o processo para protocolo, onde será encaminhado para Secretaria Acadêmica. (Protocolo Integradovia computador) Obs.: O alunos terá 48 horas para pedir revisão da análise através de requerimento. Transferência- Interna (5 a 10 dias) 1º Passo: Via protocolo, em caso de trabalho, anexar documento comprobatório. Será permitido transferência, somente no início do semestre/módulo. 2º Passo: Será analisado pela CEG, onde será designado uma comissão para análise e Avaliação, através de Portaria (1 dia). 3º Passo: A comissão designada (Coord.CEG; Assessora Pedagógica; Coord. de Curso, 1 professor), emitirá um Parecer de conclusão do processo, publica-se o

2 resultado em Edital, com a data de avaliação (2 dias). Avaliação- elaborado pelo Coordenador de Curso e professor designado pela comissão-só em caso de não compatibilidade de conteúdos (2 dias). 4º Passo: Ata; Parecer da Comissão; Edital de Resultados (2 dias). Retorna o processo para protocolo, onde será encaminhado para Secretaria Acadêmica. (Protocolo Integrado-via computador). Transferência -Externa (10 dias) Recebida e Expedida 1º Passo: Via Protocolo, anexados os seguintes documentos: Histórico Escolar contendo Processo Seletivo de Ingresso, disciplinas cursadas, carga horária; Programa de Disciplinas ou Módulos; Comprovante de Autorização ou Reconhecimento de Curso, aluno matriculado na Instituição de Origem, tem que solicitar Atestado de Vaga (2 dias), para emissão de transferência, que será encaminhada, via correio, para a Secretaria Acadêmica. Só será permitido transferência no início do semestre/módulo. 2º Passo: será analisado pela CEG, onde será designado uma comissão para análise e Avaliação, através de Portaria (1 dia). 3º Passo: A comissão designada (Coord.CEG; Assessora Pedagógica; Coord. de Curso, 1 professor), emitirá um Parecer de conclusão do processo, publica-se o resultado em Edital, com a data de avaliação (2 dias). Avaliação- elaborado pelo Coordenador de Curso e professor designado pela comissão-só em caso de não compatibilidade de conteúdos (2 dias). 4º Passo: Ata; Parecer da Comissão; Edital de Resultados (2 dias). Retorna o processo para protocolo, onde será encaminhado para Secretaria Acadêmica. (Protocolo Integrado-via computador). Tratamento Excepcional (10 dias) 1º Passo: Via Protocolo, 3 dias úteis, a contar a data do Atestado/Laudo, informando as condições intelectuais e emocionais do paciente, que indique o não comprometimento das condições de aprendizagem (data de início e término de afastamento, local e data da expedição do documento, assinatura, identificação do nome e inscrição no Órgão de Credenciamento Profissional). O afastamento não poderá ser inferior a 15 dias ou superior a 60 dias. Em caso de gestante, constar a data provável do parto. OBS: Caso aluno não possa comparecer, deverá indicar uma pessoa através de procuração, com cópia do RG em anexo. 2º Passo: será analisado pela assessora pedagógica, para verificação do Atestado e encaminhamento ao Coordenador de Curso (1 dia).

3 3º Passo: o Coord. de curso notificará os docentes, com orientação e solicitação de plano de atividades pedagógicas domiciliares, segue anexo o formulário plano de Atividades Pedagógicas Domiciliares. Preenchendo o formulário e anexando as orientações das atividades domiciliares, retornando para a CEG- A/C de Ilza. (3 dias a contar do despacho da CEG). 4º Passo: a CEG encaminha para o aluno, em mãos, via protocolo interno, o roteiro das atividades, com a data de entrega, especificado pelo professor, repassando o comprovante de entrega para o professor. 5º Passo: Recebimento das atividades domiciliares será via protocolo interno, comprovante para o aluno entregar as atividades (pessoa que recebe assinar). 6º Passo: Encaminhar para o professor responsável fazer a correção, constando o resultado no Diário de Classe. Após concluído todos os trabalhos, devolver o processo para o Protocolo, que encaminhará para a Secretaria Acadêmica para arquivo na pasta individual do aluno.u Tratamento Especial (5 dias) 1º Passo: Via protocolo, 5 dias úteis, antes do afastamento, apresentar a documentação: em caso de evento, apresentar inscrição ou solicitação do mesmo; outros casos, apresentar convocação do órgão interessado. 2º Passo: Será analisado pela assessora pedagógica, para verificação da documentação e encaminhamento ao Coordenador de Curso (1 dia). 3º Passo: O Coordenador de curso, defere o processo e notifica aos docentes, retornando para a CEG A/C de assessora pedagógica. (3 dias a contar do despacho da CEG). 4º Passo: Avisar o aluno, seguindo a tramitação anexado ao processo. (1 dia) (Lembrete: informar no processo o retorno de documentação do evento/trabalho) Retificação de freqüência ou rendimento escolar (10 dias) 1º Passo: Via protocolo, 3 dias úteis da data de publicação em Edital do registro de freqüência e rendimento Escolar (notas/menções). Em caso de freqüência: anexar documento comprobatório, especificando as datas de sua ausência e motivo. Em caso de erro de cálculo ou equívoco de transcrições do rendimento escolar. 2º Passo: Será analisado pela assessora pedagógica, para verificação do Atestado e encaminhamento ao Coordenador de Curso (1 dia). 3º O coordenador de curso analisa, solicitando parecer do docente responsável, emitindo um parecer final de resultado para CEG que comunicará o aluno para dar ciência no processo, vai protocolo (2 dias). OBS: Nós casos necessários, os alunos serão avisados para tomar ciência dos resultados dos protocolos. Se não comparecerem até 30 dias após a divulgação do resultado, os protocolos serão arquivados

4 APROVEITAMETO DE ESTUDOS COORDENADORIA DE ENSINO E GRADUAÇÃO ANO 2006 PRAZO 10 DIAS UTEIS TAXA I DOCUMENTAÇÃO Diploma Original Registrado Cópia frente e verso Histórico Escolar completo Processo seletivo de ingresso em curso superior Disciplinas cursadas com indicação de aproveitamento e carga horária. Programa das disciplinas cursadas com ementas, estágios e etc. II PROCEDIMENTOS PARA REQUERIMENTO Via protocolo requerer Aproveitamento de Estudos Avaliação do processo e verificação da documentação pela CEG Análise e parecer da comissão designada pela CEG (coordenador e 2 professores). Publicação da analise em Edital com data da avaliação Elaboração da Avaliação pela comissão Parecer da comissão; Edital do resultado Encaminhamento para secretária acadêmica Obs: O aluno terá 48 horas para recorrer do resultado

5 Aproveitamento de Estudos Sub Função CH Av. Disciplinas Av. CH Londrina, de de Local e data (Nome, assinatura, RG) Diretor(a) Ato (nº/ano/doe/data) (Nome, assinatura e RG) (Nome, assinatura e RG)

6 Portaria/ CEG nº 03/05 A Coordenadoria de Ensino e Graduação do Instituto de Ensino Superior de Londrina, credenciada pela Portaria de 12 de dezembro de 2001 no uso de suas atribuições. Resolve: Art. 1º - Constituir uma comissão para análise e avaliação para aproveitamento de Estudo referente ao processo nº do(a) aluno (a) do curso. Art. 2º - A comissão será composta pelos seguintes membros: Art. 3º - O resultado será publicado no dia (2 dias após a constituição da comissão de análise). Art. 4º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. INESUL - Instituto Superior de Londrina Londrina, de de200. Raquel Gomes Fernandes

7 Declaração de Equivalencia Instituição de Ensino Rua nº Bairro CEP Município Entidade Mantenedora Curso AUTORIZADO INESUL Declaração de Equivalência nº Ementa: Aproveitamento de Estudos por equivalente valor formativo com base na LDB nº 9394/96 no artigo 10º e 12º e Resolução CEPE nº 23/2005 de 20 de dezembro de O(a) aluno(a) requereu junto à Direção desta Instituição de Ensino, o Aproveitamento de Estudo com base na legislação acima mencionada para o curso de. Após a análise realizada (em anexo) esta Comissão é do parecer a continuação do processo para enquadramento no módulo. Londrina, de de Local e data (Nome, assinatura, RG) Diretor(a) Ato (nº/ano/doe/data) (Nome, assinatura e RG) (Nome, assinatura e RG)

8 Instituição de Ensino Rua nº Bairro CEP Município Entidade Mantenedora Curso AUTORIZADO: Ata nº / Aos reuniram-se a Comissão designada pela Portaria CEG nº composta para análise do processo nº - Aproveitamento de Estudos, em uma das salas do INESUL Instituto de Ensino Superior de Londrina. O(a) Coordenador(a) do Curso apresentou a Declaração de Equivalência nº e o resultado da certificação das competências referente ao módulo. Em vista dos resultados obtidos, a Comissão propõe o enquadramento do(a) aluno(a) no módulo do Curso de Graduação em sem necessidade / com necessidade de adaptações nas seguintes áreas de conhecimento. Nada mais havendo a constar, eu, responsável pelo Controle do Registro Acadêmico, lavrei a presente Ata que, após lida e julgada, será assinada por mim e componentes da Comissão. Londrina, de de Local e data (Nome, assinatura, RG) Diretor(a) Ato (n º/ano/DOE/data) (Nome, assinatura e RG) (Nome, assinatura e RG)

9 TRANFERÊNCIA INTERNA COORDENADORIA DE ENSINO E GRADUAÇÃO ANO 2006 PRAZO DE ENTREGA 05 A 10 DIAS UTEIS TAXA I DOCUMENTAÇÃO Em caso de trabalho anexar documentos comprobatórios II PROCEDIMENTOS PARA REQUERIMENTO Via protocolo requerer Transferência Interna Avaliação do processo e verificação da documentação pela CEG Análise e parecer da comissão designada pela CEG (coordenador e 2 professores). Publicação da analise em Edital com data da avaliação Elaboração da Avaliação pela comissão (só em caso de não compatibilidade de conteúdos). Parecer da comissão; Edital do resultado Encaminhamento para secretária acadêmica Obs: A transferência interna só será permitida no incio do semestre ou módulo. O aluno terá 48 horas para recorrer do resultado

10 A v.duque de Caxias nº Jd. Nova Londres Londrina Pr. TRANSFERÊNCIA EXTERNA (Recebida) C OORDENADORIA DE ENSINO E GRADUAÇÃO ANO PRAZO TAXA DIAS UTE IS R $ 20,00 I DOCUMENTAÇÃO Cópia frente e verso Declaração de Matricula Histórico Escolar completo (em curso) Processo seletivo de ingresso em curso superior Disciplinas cursadas com indicação de aproveitamento e carga horária. Programa das disciplinas cursadas com ementas, estágios e etc. O aluno matriculado na Instituição de origem tem que solicitar Atestado de vaga Obs: Preferencialmente, no início do semestre/módulo. II PROCEDIMENTOS PARA REQUERIMENTO Via protocolo requerer Aproveitamento de Estudos Avaliação do processo e verificação da documentação pela CEG Análise e parecer da comissão designada pela CEG (coordenador e 2 professores). Publicação da analise em Edital com data da avaliação Elaboração da Avaliação pela comissão Parecer da comissão; Edital do resultado Encaminhamento para secretária acadêmica Obs: O aluno terá 48 horas para recorrer do resultado

11 TRANSFERÊNCIA EXTERNA (Expedida) COORDENADORIA DE ENSINO E GRADUAÇÃO ANO 2006 PRAZO 10 DIAS UTEIS TAXA R$20,00 I DOCUMENTAÇÃO Declaração de matricula Histórico Escolar Ementas (do curso) II PROCEDIMENTOS PARA REQUERIMENTO Solicitar via protocolo Avaliação do processo e verificação da documentação pela CEG Encaminhamento para Secretaria Acadêmica pra emissão da transferência

12 TRAMAMENTO EXCEPCIONAL COORDENADORIA DE ENSINO E GRADUAÇÃO ANO 2006 PRAZO 10 dias úteis TAXA I PROCEDIMENTOS Via protocolo entrar após 3 dias de atestado Avaliação do processo e verificação da documentação pela CEG Análise e parecer da comissão designada pela CEG (coordenador e 2 professores). Encaminhamento para Coordenador de curso que fará a orientação e solicitação aos docentes do plano de atividades pedagógicas Encaminhamento das atividades para o aluno em mãos com data de devolução Correção e registro no diário de classe do resultado Encaminhamento para secretaria Acadêmica via protocolo Obs: O aluno terá 48 horas para requerer revisão II DOCUMENTAÇÃO Atestado ou Laudo médico contendo: início e término do afastamento, local e data da expedição, assinatura, nome e inscrição do órgão credenciado Profissional (CRM). Afastamento maior que 15 dias e menor que 60 dias. Em caso de gestantes data provável do parto. No caso de impedimento, o aluno poderá, indicar um procurador com cópia do RG deste em anexo.

13 TRATAMENTO ESPECIAL COORDENADORIA DE ENSINO E GRADUAÇÃO ANO 2006 PRAZO 05 DIAS UTEIS TAXA I PROCEDIMENTO Via protocolo 5 dias antes do afastamento Análise e verificação dos documentos pela CEG Encaminhamento para coordenador de curso para deferimento e notificação aos docentes. II DOCUMENTAÇÃO Documento de Inscrição no curso/evento ou solicitação de dispensa do órgão responsável Ao final do curso/evento apresentar, via protocolo, o certificado de participação Obs: O aluno terá 48 horas para recorrer do resultado

14 RETIFICAÇÃO DE FREQUÊNCIA RENDIMENTO ESCOLAR COORDENADORIA DE ENSINO E GRADUAÇÃO ANO 2006 PRAZO 10 dias úteis TAXA R$ 5,00 I PROCEDIMENTOS Via protocolo, até 3 dias da divulgação em edital de freqüência e rendimento escolar Análise e verificação da documentação pela CEG Encaminhamento para o Coordenador de curso que notificará ao docente responsável Emissão de parecer final de resultado para CEG pelo Coordenador do Curso Comunicação ao aluno via protocolo para dar ciência Obs: O aluno terá 48 horas para solicitar a revisão do resultado II DOCUMENTAÇÃO FREQUÊNCIA: Documento comprobatório especificando as datas de ausência e motivo RENDIMENTO ESCOLAR: Notas/menções apresentar justificativa por escrito

15 Programa de Retificação de freqüência Rendimento Escolar Professor (a): Disciplina: Sr. (a). Professor (a), O aluno (a), número de matricula do Curso de, Módulo, teve seu pedido de Retificação de Freqüência - Rendimento Escolar DEFERIDO pela Direção. Portanto, solicitamos a Secretaria Acadêmica que proceda a retificação no sistema e no Registro Acadêmico referido aluno (a). Data Área de Conhecimento Freqüência Rendimento Londrina, / / Ass. do (a) aluno (a) Parecer final do (a) professor (a)

16 Londrina, / / Ass. do (a) Professor (a) INESUL PORTADOR DE DIPLOMA COORDENADORIA DE ENSINO E GRADUAÇÃO ANO 2006 PRAZO TAXA I PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÃO Requerer via protocolo, a inscrição no curso desejado, munido dos documentos necessários. (ver item II - Documentação) Análise dos documentos pela comissão (CEG) Emissão de parecer da mesma e encaminhamento para secretaria Acadêmica. Divulgação do Resultado em edital (10 dias após o inicio do requerimento) II DOCUMENTAÇÃO Diploma Original Registrado Cópia frente e verso Histórico Escolar completo Disciplinas cursadas com indicação de aproveitamento e carga horária. Programa das disciplinas cursadas com ementas, estágios e etc.

17 REQUERIMENTO INTERNO CEG A Ilustríssimo (a) Diretor (a) (Preencher todos os itens com letra de forma) Nome: Protocolo nº. Data: / / Matrícula nº.: Turma: Turno: Módulo/ Semestre: Curso: Telefone de Contato: Vem requerer à Direção do INESUL (assinalar com X): Aproveitamento de estudos (Anexar histórico escolar contendo Processo seletivo de ingresso; disciplinas cursadas; carga horária; programa de disciplinas; comprovante autorização ou reconhecimento do curso). Transferência interna (Permitido somente no inicio do semestre/módulo; especificar e em caso de trabalho anexar declaração da empresa com timbre e carimbo do responsável). Transferência externa de entrada (Anexar declaração de vinculo de matricula; histórico escolar; programa de disciplinas; comprovante de autorização ou reconhecimento do curso). Transferência externa de saída (Anexar declaração de vaga para a Instituição de destino). Tratamento excepcional (Anexar Atestado/Laudo até três dias úteis da data do mesmo; o afastamento não poderá ser inferior a 15 dias ou superior a 60 dias). Tratamento especial (Em caso de evento anexar inscrição ou solicitação do mesmo; em outros casos apresentar convocação do órgão interessado; obs.: solicitar cinco dias antes do afastamento). Retificação de freqüência ou Rendimento escolar (anexar documento comprobatório especificando as datas da ausência e motivo). Observação: Nestes termos pede deferimento Londrina, de de 200. Assinatura do (a) Aluno (a)

18 Reservado à Coordenadoria de Ensino e Graduação: REQUERIMENTO A Ilustríssimo(a) Diretor(a) (Preencher todos os itens com letra de forma) Nome: Protocolo nº Matrícula nº: Turma: Data: / / Turno: Módulo/ Semestre: Curso: Telefone de Contato: Vem requerer à Direção do INESUL (assinalar com X): Certificados (especificar) Declarações Gerais (especificar) 2ª Chamada de prova (especificar) 2ª via da Carteirinha Estudantil Reopção de curso (especificar) Cancelamento de matrícula (anexar comprovante do último pagamento para rescisão de contrato) 2ª via do Histórico Escolar (especificar) Ementa (especificar) Matriz Curricular (especificar) Reabertura de matrícula Solicitação de desconto (especificar) Outros (especificar) Especificar o motivo:

19 Nestes termos pede deferimento Londrina, de de 200. (Assinatura do(a) Aluno(a)) Reservado à Direção: INESUL Coordenadoria de Ensino e Graduação ATENDIMENTO ESPECIAL Declaração Declaro para os devidos fins que o (a) aluno (a) da turma do curso irá ausentar-se de suas atividades acadêmicas, nas datas abaixo. Especificação de Evento DATA HORA EVENTO CIDADE

20 Importante: O aluno deverá apresentar documento de inscrição e ao final do evento o certificado de participação. Obs: A apresentação do documento de inscrição substitui esta declaração. Londrina, de 200. INESUL Assinatura do Responsável PROGRAMA DE COMPENSAÇÃO DE AUSÊNCIA LICENÇA MÉDICA Professor(a): Disciplina: Sr.(a). Professor (a) O aluno (a), número de matricula do Curso de, Módulo, teve seu pedido de compensação de ausência DEFERIDO pela Direção. Portanto, solicitamos anexar a este requerimento o programa especial de compensação de ausência no período de / / até / /, para elaboração dos trabalhos realizados pelo (a) referido (a) aluno (a). DATA DE ENTREGA TEMA DO TRABALHO A SER ELABORADO PELO (A) ALUNO (A) Londrina, / / Ass. do (a) aluno (a) Instruções Gerais:

21 1. Este programa de compensação de ausência não libera o (a) aluno (a) de fazer prova. 2. O prazo para entrega do trabalho, já corrigido pelo Professor, á Secretaria é de 30 dias. 3. Qualquer duvida devera ser resolvida na Secretaria Parecer final do (a) professor (a) Londrina, / / (a) Ass. do (a) Professor

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL IFRS CONSELHO SUPERIOR

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL IFRS CONSELHO SUPERIOR SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL IFRS CONSELHO SUPERIOR Resolução nº 083, de 28 de julho de 2010. A Presidente do Conselho Superior do Instituto

Leia mais

RESOLUÇÃO DIR-008/2014

RESOLUÇÃO DIR-008/2014 RESOLUÇÃO DIR-0082014 Estabelece normas sobre o aproveitamento de estudos em componentes curriculares dos Cursos de Graduação da Faculdade Campos Elíseos. O Diretor da Faculdade Campos Elíseos FCE, no

Leia mais

REGULAMENTO SOBRE PROCESSO DE REGIME DE EXERCÍCIOS DOMICILIARES E ABONOS DE FALTAS

REGULAMENTO SOBRE PROCESSO DE REGIME DE EXERCÍCIOS DOMICILIARES E ABONOS DE FALTAS REGULAMENTO SOBRE PROCESSO DE REGIME DE EXERCÍCIOS DOMICILIARES E ABONOS DE FALTAS Aprovado no Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) e Conselho de Administração Superior (CAS) em 30 de junho de

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA 05

INSTRUÇÃO NORMATIVA 05 INSTRUÇÃO NORMATIVA 05 A Diretora Geral, no uso das atribuições regimentais, ouvido o Conselho Superior, RESOLVE: Regulamentar a realização do Exame de Suficiência de Estudos da Faculdades SPEI. I DA CARACTERIZAÇÃO

Leia mais

TRANSFERÊNCIA EXTERNA PARA O 1º SEMESTRE DE 2014 (Isento de Taxa) INSCRIÇÕES DE 20/08/13 a 14/03/14 PARA TRÂMITE EM 2014/1

TRANSFERÊNCIA EXTERNA PARA O 1º SEMESTRE DE 2014 (Isento de Taxa) INSCRIÇÕES DE 20/08/13 a 14/03/14 PARA TRÂMITE EM 2014/1 TRANSFERÊNCIA EXTERNA PARA O 1º SEMESTRE DE 2014 (Isento de Taxa) INSCRIÇÕES DE 20/08/13 a 14/03/14 PARA TRÂMITE EM 2014/1 Informativo GR nº 01/14 ATENÇÃO! ESTE INFORMATIVO CONTÉM TODAS AS ORIENTAÇÕES

Leia mais

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO 15.2 DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD) De acordo com a Lei nº 9.394 de /12/96 e o Regimento Geral, a Reitora da Universidade Salvador - UNIFACS, no uso de suas atribuições,

Leia mais

Portaria Nº 0006A /2014 De 15 de maio de 2014

Portaria Nº 0006A /2014 De 15 de maio de 2014 Credenciada pelo MEC Portaria 347/2001 - Diário Oficial da União de 23.02.01 Entidade Mantenedora: AGES Empreendimentos Educacionais S/C Ltda CNPJ 03.732.265/0001-72 Portaria Nº 0006A /2014 De 15 de maio

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA/FUNDAÇÃO UNITINS/GRE/N 004/2012.

INSTRUÇÃO NORMATIVA/FUNDAÇÃO UNITINS/GRE/N 004/2012. INSTRUÇÃO NORMATIVA/FUNDAÇÃO UNITINS/GRE/N 004/2012. Normatiza, no âmbito da Pró- Reitoria de Graduação, o aproveitamento de estudos para os Cursos de Graduação da Unitins. O REITOR DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE

Leia mais

VAGAS REMANESCENTES TRANSFERÊNCIA FACULTATIVA OU NOVO CURSO SUPERIOR UnED / SERRA

VAGAS REMANESCENTES TRANSFERÊNCIA FACULTATIVA OU NOVO CURSO SUPERIOR UnED / SERRA 3 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO ESPÍRITO SANTO VAGAS REMANESCENTES TRANSFERÊNCIA FACULTATIVA OU NOVO CURSO SUPERIOR UnED /

Leia mais

SECRETARIA GERAL/PROTOCOLO ONLINE

SECRETARIA GERAL/PROTOCOLO ONLINE Horário de Atendimento: SECRETARIA GERAL/PROTOCOLO ONLINE Bonsucesso/Campo Grande: de 2ª a 6ª, das 8h30 às 20h30; sábado, das 9h às 13h. Bangu/Jacarepaguá: de 2ª a 6ª, das 16h às 21h. Telefone: atendimento

Leia mais

REGIMENTO DO SETOR REGISTROS ACADÊMICOS

REGIMENTO DO SETOR REGISTROS ACADÊMICOS REGIMENTO DO SETOR REGISTROS ACADÊMICOS CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES INICIAIS DAS COMPETÊNCIAS Art. 1º O Setor de Registros Acadêmicos - SRA é o órgão que operacionaliza todas as atividades ligadas à vida

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES DO CURSO DE AGRONOMIA

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES DO CURSO DE AGRONOMIA Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Diretoria de Ensino Curso de Agronomia - Câmpus Sertão

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA/FUNDAÇÃO UNITINS/GRE/N 005/2012

INSTRUÇÃO NORMATIVA/FUNDAÇÃO UNITINS/GRE/N 005/2012 INSTRUÇÃO NORMATIVA/FUNDAÇÃO UNITINS/GRE/N 005/2012 Aprovada pela RESOLUÇÃO CONSUNI/Nº 017/2012, Publicada no DIÁRIO OFICIAL DO ESTADO DO TO, Nº 3.670,no dia 13 de julho de 2012. Normatiza, no âmbito da

Leia mais

EDITAL Nº 02/2015 PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÃO POR TRANSFERÊNCIA VOLUNTÁRIA E PORTADORES DE DIPLOMA 2015.1

EDITAL Nº 02/2015 PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÃO POR TRANSFERÊNCIA VOLUNTÁRIA E PORTADORES DE DIPLOMA 2015.1 EDITAL Nº 02/2015 PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÃO POR TRANSFERÊNCIA VOLUNTÁRIA E PORTADORES DE DIPLOMA 2015.1 A Comissão Permanente do Processo Seletivo, instituída conforme dispõe o art. 21, inciso IV

Leia mais

1. DOS PRÉ-REQUISITOS 2. FUNCIONAMENTO DO CURSO

1. DOS PRÉ-REQUISITOS 2. FUNCIONAMENTO DO CURSO Edital de oferta de vagas para o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Gestão de Projetos Sociais, na modalidade a distância. A Reitora da Universidade Anhanguera-Uniderp, credenciada pelo MEC por meio da

Leia mais

REGULAMENTO DOS PROCESSOS DE TRANSFERÊNCIA, APROVEITAMENTO DE ESTUDOS E COMPETÊNCIAS E ACESSO DE PORTADOR DE DIPLOMA SUPERIOR

REGULAMENTO DOS PROCESSOS DE TRANSFERÊNCIA, APROVEITAMENTO DE ESTUDOS E COMPETÊNCIAS E ACESSO DE PORTADOR DE DIPLOMA SUPERIOR REGULAMENTO DOS PROCESSOS DE TRANSFERÊNCIA, APROVEITAMENTO DE ESTUDOS E COMPETÊNCIAS E ACESSO DE PORTADOR DE DIPLOMA SUPERIOR (Aplicado aos cursos de Graduação) Aprovado no Conselho de Ensino, Pesquisa

Leia mais

Bonsucesso/Campo Grande: de 2ª a 6ª, das 8h30 às 20h30; sábado, das 9h às 13h.

Bonsucesso/Campo Grande: de 2ª a 6ª, das 8h30 às 20h30; sábado, das 9h às 13h. SECRETARIA GERAL/PROTOCOLO ONLINE Horário de Atendimento: Bonsucesso/Campo Grande: de 2ª a 6ª, das 8h30 às 20h30; sábado, das 9h às 13h. Bangu/Jacarepaguá: de 2ª a 6ª, das 16h às 21h. Telefone: atendimento

Leia mais

MOBILIDADE ACADÊMICA/ANDIFES 2016.1

MOBILIDADE ACADÊMICA/ANDIFES 2016.1 MOBILIDADE ACADÊMICA/ANDIFES 2016.1 Comunicamos a todos os acadêmicos da UNIR interessados em cursar ou renovar a Mobilidade para o primeiro semestre de 2016 em outra IFES, e, aos acadêmicos de outras

Leia mais

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS De acordo com a Lei nº 9.394 de 20/12/96 e o Regimento Geral, a Reitora da Universidade Salvador - UNIFACS, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura das inscrições do Processo Seletivo UNIFACS

Leia mais

2. Do Processo Seletivo 3. Das vagas

2. Do Processo Seletivo 3. Das vagas EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA DESTRANCAMENTO DE MATRÍCULA, DESTRANCAMENTO DE MATRÍCULA COM REOPÇÃO, ACEITAÇÃO DE TRANSFERÊNCIA DE ALUNOS REGULARES PARA CURSOS AFINS, REOPÇÃO DE CURSO, OBTENÇÃO DE NOVO

Leia mais

1. DOS PRÉ-REQUISITOS 2. FUNCIONAMENTO DO CURSO

1. DOS PRÉ-REQUISITOS 2. FUNCIONAMENTO DO CURSO Edital de oferta de vagas para o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Gestão, Auditoria e Licenciamento Ambiental, na modalidade a distância. A Reitora da Universidade Anhanguera-Uniderp, credenciada pelo

Leia mais

1. DOS PRÉ-REQUISITOS 2. FUNCIONAMENTO DO CURSO

1. DOS PRÉ-REQUISITOS 2. FUNCIONAMENTO DO CURSO Edital de oferta de vagas para o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão Estratégica de Negócios, na modalidade a distância. A Reitora da Universidade Anhanguera-Uniderp, credenciada pelo MEC por

Leia mais

INSTRUÇÕES GERAIS DE ADMISSÃO COMO ALUNO ESPECIAL PÓS-GRADUAÇÃO

INSTRUÇÕES GERAIS DE ADMISSÃO COMO ALUNO ESPECIAL PÓS-GRADUAÇÃO Universidade de Brasília - UnB Diretoria de Administração Acadêmica - DAA 1. Definição INSTRUÇÕES GERAIS DE ADMISSÃO COMO ALUNO ESPECIAL PÓS-GRADUAÇÃO Forma pela qual a UnB admite o ingresso de aluno interessado

Leia mais

EDITAL 08/2014/FACELI

EDITAL 08/2014/FACELI 1 EDITAL 08/2014/FACELI REABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA INGRESSO NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACELI (ADMINISTRAÇÃO, DIREITO E PEDAGOGIA), POR MEIO DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA, EXCLUSIVO PARA INGRESSO NO 2º SEMESTRE

Leia mais

PROF. RAIMUNDO NONATO DA COSTA SABÓIA VILARINS Presidente do Conselho Universitário Reitor Pro Tempore da UERR

PROF. RAIMUNDO NONATO DA COSTA SABÓIA VILARINS Presidente do Conselho Universitário Reitor Pro Tempore da UERR Dispõe sobre a aprovação do Regulamento Geral da Pós Lato Sensu da Universidade Estadual de Roraima. O PRESIDENTE DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO E REITOR PRO TEMPORE DA - UERR, no uso das atribuições que lhe

Leia mais

10/04/2015 regeral_133_146

10/04/2015 regeral_133_146 Seção VI Da Transferência Art. 96. A UNIR aceita transferência de discentes oriundos de outras instituições de educação superior, de cursos devidamente autorizados, para cursos afins, na hipótese de existência

Leia mais

Centro de Estudos Sociais Aplicados Comissão Executiva do Colegiado do Curso de Graduação em Administração. INSTRUÇÃO DE SERVIÇO COL-ADM No.

Centro de Estudos Sociais Aplicados Comissão Executiva do Colegiado do Curso de Graduação em Administração. INSTRUÇÃO DE SERVIÇO COL-ADM No. 1 Centro de Estudos Sociais Aplicados Comissão Executiva do Colegiado do Curso de Graduação em Administração INSTRUÇÃO DE SERVIÇO COL-ADM No. 03/2014 Estabelece critérios e procedimentos para o cômputo

Leia mais

R E S O L V E: I - DA TRANSFERÊNCIA EXTERNA FACULTATIVA

R E S O L V E: I - DA TRANSFERÊNCIA EXTERNA FACULTATIVA AEDA Nº. 053/REITORIA/2014 1/9 TRANSFERÊNCIA EXTERNA FACULTATIVA, TRANSFERÊNCIA INTERNA E APROVEITAMENTO DE ESTUDOS PARA O PRIMEIRO E SEGUNDO SEMESTRES LETIVOS DE 2015. O REITOR DA UNIVERSIDADE DO ESTADO

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM AGRONOMIA

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM AGRONOMIA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM AGRONOMIA Regulamento das Atividades Complementares previstas no Curso de Bacharelado em Agronomia do Campus Universitário de Tangará

Leia mais

O presente processo terá validade para matrícula no primeiro semestre de 2015, através de ingresso por:

O presente processo terá validade para matrícula no primeiro semestre de 2015, através de ingresso por: EDITAL DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADORES DE DIPLOMA PARA 2015/1 Os Diretores Executivo e Técnico do SENAI CETIQT, no uso das atribuições que lhes conferem o Regimento Interno do SENAI CETIQT, tornam

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Em conformidade com a Resolução CNE/CES n 1, de 08 de Junho de 2007 e o Regimento da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Aprovado pelo Parecer CONSEPE

Leia mais

Curso Série Turno Vagas 2ª Manhã 5 (cinco) 2ª Noite 5 (cinco ADMINISTRAÇÃO 3ª Manhã 5 (cinco 4ª Manhã 2 (duas) 5ª Noite 5 (cinco)

Curso Série Turno Vagas 2ª Manhã 5 (cinco) 2ª Noite 5 (cinco ADMINISTRAÇÃO 3ª Manhã 5 (cinco 4ª Manhã 2 (duas) 5ª Noite 5 (cinco) Edital N o. 11/2014 EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO ÀS VAGAS DESTINADAS A TRANSFERÊNCIAS EXTERNAS E A PORTADORES DE DIPLOMA DE NÍVEL SUPERIOR PARA INGRESSO NO SEGUNDO SEMESTRE DE 2014 EM CURSOS DE GRADUAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE FISIOTERAPIA Junho/2011 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES As atividades complementares são prática acadêmicas

Leia mais

EDITAL Nº. 19/2015 PROCESSO SELETIVO 2016/1 VAGAS REMANESCENTES TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA

EDITAL Nº. 19/2015 PROCESSO SELETIVO 2016/1 VAGAS REMANESCENTES TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA EDITAL Nº. 19/2015 PROCESSO SELETIVO 2016/1 VAGAS REMANESCENTES TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA O Diretor Superintendente da Faculdade Alves Faria ALFA, no uso de suas atribuições regimentais

Leia mais

Analise e Desenvolvimento de Sistemas

Analise e Desenvolvimento de Sistemas EDITAL FATEC DA ZONA LESTE Nº. 01/2015 DE 22 DE MAIO DE 2015. O Diretor da Faculdade de Tecnologia da Zona Leste no uso de suas atribuições legais faz saber que estão reabertas as inscrições para participação

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO ICSP/FESP CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO ICSP/FESP CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS 1 FESP ICSP INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DO PARANÁ Mantenedora: Fundação de Estudos Sociais do Paraná CGC/MF: 76.602.895/0001-04 Inscr. Estadual: Isento Rua General Carneiro, 216 Fone/Fax (0xx41) 264-3311

Leia mais

Pós-Graduação Online. EDITAL Pós-Graduação Lato Sensu em Direito Previdenciário. Turma 3 2013.3

Pós-Graduação Online. EDITAL Pós-Graduação Lato Sensu em Direito Previdenciário. Turma 3 2013.3 Pós-Graduação Online EDITAL Pós-Graduação Lato Sensu em Direito Previdenciário Turma 3 2013.3 Agosto/2013 a setembro/2014 Edital de oferta de vagas para o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Direito Previdenciário,

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES Processo Seletivo para o Programa Especial de Formação Pedagógica para Professores de Educação Profissional de Nível Médio (Convênio FNDE/MEC nº 400012/2011 Programa Brasil

Leia mais

1. DOS CURSOS, DA DATA, LOCAL E HORÁRIO PARA A REALIZAÇÃO DA MATRÍCULA. 1.1. A matrícula será realizada conforme a tabela a seguir:

1. DOS CURSOS, DA DATA, LOCAL E HORÁRIO PARA A REALIZAÇÃO DA MATRÍCULA. 1.1. A matrícula será realizada conforme a tabela a seguir: A Direção da Faculdade SATC, mantida pela Associação Beneficente da Indústria Carbonífera de Santa Catarina - SATC, credenciada pela Portaria Ministerial n. 3.556 de 26/11/2003, publicada no D.O.U., em

Leia mais

2.1. Serão distribuídas 15 vagas, válidas para o 1º semestre letivo de 2014, conforme o quadro abaixo:

2.1. Serão distribuídas 15 vagas, válidas para o 1º semestre letivo de 2014, conforme o quadro abaixo: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS CAMPUS ARAGUATINS Pov. Santa Tereza, Km 05 Zona Rural Cep. 77950.000-Araguatins-TO

Leia mais

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS De acordo com a Lei nº 9.394 de 20/12/96 e o Regimento Geral, a Reitora da Universidade Salvador - UNIFACS, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura das inscrições do Processo Seletivo UNIFACS

Leia mais

REGULAMENTO DA SECRETARIA GERAL

REGULAMENTO DA SECRETARIA GERAL FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO BAIXO SÃO FRANCISCO DR. RAIMUNDO MARINHO FACULDADE RAIMUNDO MARINHO REGULAMENTO DA SECRETARIA GERAL A Secretaria Geral é o órgão que operacionaliza todas as atividades ligadas à

Leia mais

REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU NA MODALIDADE A DISTÂNCIA DO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO

REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU NA MODALIDADE A DISTÂNCIA DO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO 1 Anexo I da Resolução do Conselho Superior nº 46/2011, de 13/09/2011. REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU NA MODALIDADE A DISTÂNCIA DO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO REGIMENTO DOS CURSOS

Leia mais

FACULDADE METODISTA DE SANTA MARIA FAMES EDITAL PROCESSO SELETIVO COMPLEMENTAR 2013/1

FACULDADE METODISTA DE SANTA MARIA FAMES EDITAL PROCESSO SELETIVO COMPLEMENTAR 2013/1 FACULDADE METODISTA DE SANTA MARIA FAMES EDITAL PROCESSO SELETIVO COMPLEMENTAR 2013/1 A Direção da Faculdade Metodista de Santa Maria (FAMES), torna públicas as normas a seguir, que regem o Processo Seletivo

Leia mais

Faculdade Escola Paulista de Direito

Faculdade Escola Paulista de Direito Faculdade Escola Paulista de Direito MANUAL DO ALUNO Este manual tem por finalidade informar à comunidade universitária as normas e os procedimentos acadêmicos institucionais da Faculdade Escola Paulista

Leia mais

NORMAS E PROCEDIMENTOS

NORMAS E PROCEDIMENTOS NORMAS E PROCEDIMENTOS PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2014 CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: NORMAS E PROCEDIMENTOS I Das Condições Específicas De acordo com a Resolução CNE/CES no. 1 de 8 de Julho de 2007,

Leia mais

Engenharia Elétrica 28 Noturno. Engenharia Mecânica 18 Noturno

Engenharia Elétrica 28 Noturno. Engenharia Mecânica 18 Noturno A Direção da Faculdade SATC, mantida pela Associação Beneficente da Indústria Carbonífera de Santa Catarina - SATC, credenciada pela Portaria Ministerial n. 3.556 de 26/11/2003, publicada no D.O.U., em

Leia mais

FACULDADE DE COMPUTAÇÃO DE MONTES CLAROS - FACOMP REGULAMENTO DA DIVISÃO DE CONTROLE E REGISTRO ACADÊMICO

FACULDADE DE COMPUTAÇÃO DE MONTES CLAROS - FACOMP REGULAMENTO DA DIVISÃO DE CONTROLE E REGISTRO ACADÊMICO FACULDADE DE COMPUTAÇÃO DE MONTES CLAROS - FACOMP REGULAMENTO DA DIVISÃO DE CONTROLE E REGISTRO ACADÊMICO (ATUALIZADO EM AGOSTO DE 2013) SUMÁRIO: CAPÍTULO I... 3 DA DIVISÃO DE CONTROLE E REGISTRO ACADÊMICO,

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO- CULTURAIS OU ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO- CULTURAIS OU ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO- CULTURAIS OU ATIVIDADES COMPLEMENTARES Artigo 1º. Este Regulamento define, no âmbito dos Cursos da Faculdade de Educação São Luís de Jaboticabal, as Atividades

Leia mais

Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais Faculdades Integradas dos Campos Gerais

Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais Faculdades Integradas dos Campos Gerais Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais Faculdades Integradas dos Campos Gerais EDITAL N o 56/2013 CGP Folha 1 de 6 O Coordenador Geral Pedagógico das Faculdades Integradas dos Campos Gerais CESCAGE,

Leia mais

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS:

INFORMAÇÕES REFERENTES AOS CURSOS: De acordo com a Lei nº 9.394 de 20/12/96 e o Regimento Geral, a Reitora da Universidade Salvador - UNIFACS, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura das inscrições do Processo Seletivo UNIFACS

Leia mais

1. DOS CURSOS, DA DATA, LOCAL E HORÁRIO PARA A REALIZAÇÃO DA MATRÍCULA. Cursos Datas Local Horário. 09 a 18 de junho de 2014

1. DOS CURSOS, DA DATA, LOCAL E HORÁRIO PARA A REALIZAÇÃO DA MATRÍCULA. Cursos Datas Local Horário. 09 a 18 de junho de 2014 A Direção da Faculdade SATC, mantida pela Associação Beneficente da Indústria Carbonífera de Santa Catarina - SATC, credenciada pela Portaria Ministerial n. 3.556 de 26/11/2003, publicada no D.O.U., em

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS Resolução CGRI/CCSA n o 002/2014 Estabelece normas para aproveitamento

Leia mais

EDITAL nº 03/2015 TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADORES DE DIPLOMA

EDITAL nº 03/2015 TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADORES DE DIPLOMA EDITAL Nº 03/2015 O Diretor da Faculdade Metropolitana de Anápolis FAMA, no uso de suas atribuições e demais disposições legais, aprova e torna público o processo seletivo para transferência de candidatos

Leia mais

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins.

E D I T A L. 1º Para os casos de transferência externa serão aceitas, apenas, as inscrições para áreas afins. EDITAL NRCA-SJP N.º 09/2015 DISPÕE SOBRE OS PROCESSOS DE INGRESSO POR TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS. O Coordenador do Núcleo

Leia mais

Normas e Procedimentos para os Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu (MBA, Especialização e Aperfeiçoamento)

Normas e Procedimentos para os Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu (MBA, Especialização e Aperfeiçoamento) Normas e Procedimentos para os Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu (MBA, Especialização e Aperfeiçoamento) 1 Contato com alunos O contato com o aluno de Pós-Graduação da UCS acontece, de forma preferencial,

Leia mais

EDITAL DO 1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015

EDITAL DO 1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 EDITAL DO 1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 A Faculdade Meta - FAMETA, Instituição de Ensino Superior comprometida a observar o padrão

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO 2º/2015 Coordenador: Prof. Dr. Antônio Corrêa de Lacerda Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Regina Maria d Aquino Fonseca Gadelha Estarão abertas, no período de 01/04/2015 a

Leia mais

ANO 2014 2º SEMESTRE

ANO 2014 2º SEMESTRE SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS EDITAL Nº 095/2014, de 25/04/2014 PROCESSO SELETIVO E MATRÍCULA DOS CANDIDATOS APROVADOS NO PROGRAMA

Leia mais

FACULDADE DO GUARUJÁ

FACULDADE DO GUARUJÁ FACULDADE DO GUARUJÁ INSTRUÇÃO NORMATIVA N.º 01/2011 REGULAMENTO DE TCC TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO NORMAS GERAIS Artigo 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso TCC constitui-se em pré-requisito para

Leia mais

NORMAS DE FUNCIONAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

NORMAS DE FUNCIONAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Página 1 de 12 CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA DIRETORIA DE ENSINO (DIREN) DEPARTAMENTO DE ENSINO SUPERIOR (DEPES) DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE INFORMÁTICA (DEPIN) CURSO SUPERIOR

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA MESTRADO ACADÊMICO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA MESTRADO ACADÊMICO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA MESTRADO ACADÊMICO Edital 01/2010 Edital de Inscrição, Seleção e Matrícula

Leia mais

EDITAL Nº 10/2011. Processo Seletivo AGENDADO Vestibular 2012 - Primeiro Semestre

EDITAL Nº 10/2011. Processo Seletivo AGENDADO Vestibular 2012 - Primeiro Semestre EDITAL Nº 10/2011 Processo Seletivo AGENDADO Vestibular 2012 - Primeiro Semestre tinuadoo Diretor da Faculdade de Tecnologia de Piracicaba, FATEP, mantida pelo Instituto de Desenvolvimento Tecnológico

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional Ministério da Educação Instrução Normativa 04 /13 OGRAD Estabelece os procedimentos a serem adotados quando do afastamento de alunos para a realização de estudos no exterior. O Pró-Reitor de Graduação

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO 2016.1 PORTADORES DE DIPLOMA DE NÍVEL SUPERIOR

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO 2016.1 PORTADORES DE DIPLOMA DE NÍVEL SUPERIOR EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO 2016.1 PORTADORES DE DIPLOMA DE NÍVEL SUPERIOR A Universidade Salvador UNIFACS, em conformidade com seu Regimento Geral, torna pública a abertura das inscrições

Leia mais

Faculdade de Tecnologia de Carapicuíba

Faculdade de Tecnologia de Carapicuíba Faculdade de Tecnologia de Carapicuíba Edital de Abertura n. 05/11 para Inscrições para Transferência Externa, do 1.º Semestre de 12, para os cursos da Fatec de Carapicuíba. A Faculdade de Tecnologia de

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL DA FUNDAÇÃO SALVADOR ARENA FACULDADE DE TECNOLOGIA TERMOMECANICA

CENTRO EDUCACIONAL DA FUNDAÇÃO SALVADOR ARENA FACULDADE DE TECNOLOGIA TERMOMECANICA CENTRO EDUCACIONAL DA FUNDAÇÃO SALVADOR ARENA FACULDADE DE TECNOLOGIA TERMOMECANICA REGULAMENTO DE EXTRAORDINÁRIO APROVEITAMENTO DE ESTUDOS PARA O CORPO DISCENTE SÃO BERNARDO DO CAMPO 2010 0 REGULAMENTO

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA UESB Recredenciada pelo Decreto Estadual N 9.996, de 02.05.2006 EDITAL Nº. 235/2013

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA UESB Recredenciada pelo Decreto Estadual N 9.996, de 02.05.2006 EDITAL Nº. 235/2013 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA UESB Recredenciada pelo Decreto Estadual N 9.996, de 02.05.2006 EDITAL Nº. 235/2013 PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERÊNCIA INTERNA E EXTERNA PARA OS S DE GRADUAÇÃO

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO - ANEXOS - ANEXO I - PROCEDIMENTOS PARA CAPACITAÇÃO INTERNA DO REQUERIMENTO Art. 1º - A capacitação interna poderá ser proposta pela Reitoria, Pró-Reitorias ou Diretorias

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu FACULDADE SATC

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu FACULDADE SATC REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu FACULDADE SATC 2014 ÍNDICE CAPÍTULO I... 3 Da Constituição, Natureza, Finalidade e Objetivos dos Cursos... 3 CAPÍTULO II... 3 Da Implantação dos Cursos...

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º. O presente regulamento institui sobre as Atividades Complementares que têm em mira a flexibilidade curricular e o aprimoramento cultural e intelectual

Leia mais

O Programa de Pós-Graduação em Administração e Desenvolvimento Rural PADR/UFRPE abre seleção para vagas de aluno especial 2015.

O Programa de Pós-Graduação em Administração e Desenvolvimento Rural PADR/UFRPE abre seleção para vagas de aluno especial 2015. O Programa de Pós-Graduação em Administração e Desenvolvimento Rural PADR/UFRPE abre seleção para vagas de aluno especial 2015.1, como segue: 1 INSCRIÇÃO 1.1. O período, procedimento e local das inscrições:

Leia mais

RESOLUÇÃO PRÓ-REITORIA EPE Nº 04 DE 09 DE OUTUBRO DE 2014

RESOLUÇÃO PRÓ-REITORIA EPE Nº 04 DE 09 DE OUTUBRO DE 2014 RESOLUÇÃO PRÓ-REITORIA EPE Nº 04 DE 09 DE OUTUBRO DE 2014 Ratifica as disposições da Resolução DAC nº 01 de 01/02/2014, que estabelece as disposições sobre a Frequência nos cursos de graduação do CENTRO

Leia mais

3º Um mínimo de 10% das atividades complementares realizadas pelos alunos deverá envolver

3º Um mínimo de 10% das atividades complementares realizadas pelos alunos deverá envolver O Diretor Geral da Faculdade São Judas Tadeu, no uso de suas atribuições regimentais e por decisão do Conselho Superior em Reunião Ordinária no dia 26 de agosto de 2015, instrui: Art. 1 o Compõem as atividades

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO COMERCIAL E MARKETING EDITAL Nº 29, DE 16 DE SETEMBRO DE 2014. PROCESSO SELETIVO VERÃO 2015

ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO COMERCIAL E MARKETING EDITAL Nº 29, DE 16 DE SETEMBRO DE 2014. PROCESSO SELETIVO VERÃO 2015 ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO COMERCIAL E MARKETING EDITAL Nº 29, DE 16 DE SETEMBRO DE 2014. PROCESSO SELETIVO VERÃO 2015 Art. 1º A Escola Superior de Gestão Comercial e Marketing (ESIC), e por sua Comissão

Leia mais

EDITAL Nº 9/2010 IFRS-BG TRANSFERÊNCIA DE ALUNOS E INGRESSO DE PORTADORES DE DIPLOMA EM CURSOS SUPERIORES

EDITAL Nº 9/2010 IFRS-BG TRANSFERÊNCIA DE ALUNOS E INGRESSO DE PORTADORES DE DIPLOMA EM CURSOS SUPERIORES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CAMPUS BENTO GONÇALVES EDITAL Nº 9/2010 IFRS-BG TRANSFERÊNCIA

Leia mais

SELEÇÃO DE ALUNOS PARA O CURSO POPULAR PREPARATÓRIO ENEM 2011

SELEÇÃO DE ALUNOS PARA O CURSO POPULAR PREPARATÓRIO ENEM 2011 EDITAL Nº 01/2011 SELEÇÃO DE ALUNOS PARA O CURSO POPULAR PREPARATÓRIO ENEM 2011 A Universidade Federal de Itajubá Campus Itabira torna público o edital que regulamenta a seleção de alunos para ingresso

Leia mais

I CURSOS E VAGAS OFERTADAS

I CURSOS E VAGAS OFERTADAS Edital N º 08 /2015 EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO ÀS VAGAS DESTINADAS A TRANSFERÊNCIAS EXTERNAS E A PORTADORES DE DIPLOMA DE NÍVEL SUPERIOR PARA INGRESSO NO SEGUNDO SEMESTRE DE 2015 EM CURSOS DE GRADUAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DE MONITORIA-GRADUADA DAS FACULDADES DE VITÓRIA FDV. Estabelece normas para o funcionamento do Programa de Monitoria-Graduada na FDV

REGULAMENTO DE MONITORIA-GRADUADA DAS FACULDADES DE VITÓRIA FDV. Estabelece normas para o funcionamento do Programa de Monitoria-Graduada na FDV 1 1 1 1 1 1 0 1 0 REGULAMENTO DE MONITORIA-GRADUADA DAS FACULDADES DE VITÓRIA FDV Estabelece normas para o funcionamento do Programa de Monitoria-Graduada na FDV Art. 1 o. A monitoria-graduada é atividade

Leia mais

Regulamento das Atividades Complementares Obrigatórias ACO

Regulamento das Atividades Complementares Obrigatórias ACO Art. 1º. Este Regulamento tem por finalidade regular o aproveitamento e a validação das Atividades Complementares Obrigatórias ACO que compõem a Matriz Curricular do Curso de Graduação em Administração

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Aprovado pelo Colegiado de curso em agosto de 2010

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Aprovado pelo Colegiado de curso em agosto de 2010 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Aprovado pelo Colegiado de curso em agosto de 2010 Artigo 1º. Este Regulamento define, no âmbito dos Cursos da Faculdade Teológica Batista de São Paulo, as Atividades

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE FARMÁCIA COE COMISSÃO DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE FARMÁCIA COE COMISSÃO DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIOS À Comunidade Acadêmica do Curso de Farmácia da UFPR. A Comissão Orientadora de Estágios (COE) do curso de Farmácia elaborou este documento com o objetivo de esclarecer as dúvidas referentes aos estágios

Leia mais

Considerando que a excepcionalidade do regime de oferta gera processos de gestão acadêmica e administrativa distintos da rotina institucional;

Considerando que a excepcionalidade do regime de oferta gera processos de gestão acadêmica e administrativa distintos da rotina institucional; RESOLUÇÃO CONSEPE 22/2014 APROVA O REGULAMENTO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS, MODALIDADE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EAD, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF, PARA TURMAS COM INÍCIO EM

Leia mais

3. Do Curso, Local, Tempo de Duração e Número de Vagas. As vagas disponíveis e a duração do curso estão listadas na tabela a seguir:

3. Do Curso, Local, Tempo de Duração e Número de Vagas. As vagas disponíveis e a duração do curso estão listadas na tabela a seguir: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS OURO PRETO Rua Pandiá Calógeras, 898 Bairro Bauxita Ouro

Leia mais

Regulamento das Atividades Complementares Obrigatórias ACO do Curso de Direito da Faculdade Arthur Thomas

Regulamento das Atividades Complementares Obrigatórias ACO do Curso de Direito da Faculdade Arthur Thomas Art. 1º. Este Regulamento tem por finalidade regular o aproveitamento e a validação das Atividades Complementares Obrigatórias ACO que compõem a Matriz Curricular do Curso de Graduação em Direito da Faculdade

Leia mais

Faculdade de Ciências e Letras de Assis UNESP Edital nº 008/2015 DTA/STG Processo Seletivo de Transferência para o ano letivo de 2016.

Faculdade de Ciências e Letras de Assis UNESP Edital nº 008/2015 DTA/STG Processo Seletivo de Transferência para o ano letivo de 2016. Faculdade de Ciências e Letras de Assis UNESP Edital nº 008/2015 DTA/STG Processo Seletivo de Transferência para o ano letivo de 2016. Estarão abertas, nos dias 20, 21 e 22/01/2016, as inscrições para

Leia mais

FACULDADE DIREÇÃO GERAL NORMA 029 1/5

FACULDADE DIREÇÃO GERAL NORMA 029 1/5 1. Dos Requisitos e Documentos para o Ingresso Para ingressar nos cursos de ensino superior o candidato deve ter concluído o Ensino Médio, prestar processo seletivo da IES ou ingressar por uma das formas

Leia mais

FACULDADE TEOLÓGICA BATISTA DE SÃO PAULO

FACULDADE TEOLÓGICA BATISTA DE SÃO PAULO FACULDADE TEOLÓGICA BATISTA DE SÃO PAULO mantida pelo Conselho Batista de Administração Teológica e Ministerial Rua João Ramalho 466 Perdizes São Paulo / CEP 05008 001 Telefone 3879-3600 Credenciada pelo

Leia mais

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO A Direção da SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde torna públicas as normas a seguir, que regem o Processo Seletivo Vestibular

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. Este Regulamento define, no âmbito da Faculdade INEDI, as atividades complementares, bem como os procedimentos a serem

Leia mais

TUTORIAL SOBRE EMISSÃO, EXPEDIÇÃO E REGISTRO DE CERTIFICADOS E DIPLOMAS (Conforme 3 do art. 2 da Lei n. 11.892/2008 os IF s são competentes para

TUTORIAL SOBRE EMISSÃO, EXPEDIÇÃO E REGISTRO DE CERTIFICADOS E DIPLOMAS (Conforme 3 do art. 2 da Lei n. 11.892/2008 os IF s são competentes para TUTORIAL SOBRE EMISSÃO, EXPEDIÇÃO E REGISTRO DE CERTIFICADOS E DIPLOMAS (Conforme 3 do art. 2 da Lei n. 11.892/2008 os IF s são competentes para emitir certificados a alunos concluintes de cursos e programas)

Leia mais

PORTARIA DAC Nº 005/06

PORTARIA DAC Nº 005/06 PORTARIA DAC Nº 005/06 A Diretora Acadêmica, da FAP - Faculdade de Apucarana, no uso de suas atribuições regimentais; CONSIDERANDO a importância de regulamentar as normas do Processo Seletivo Vestibular

Leia mais

EDITAL DO1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015

EDITAL DO1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 EDITAL DO1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 A Faculdade FAPAN Instituição de Ensino Superior comprometida a observar o padrão de qualidade

Leia mais

EDITAL Nº 03 de 06 de agosto de 2015

EDITAL Nº 03 de 06 de agosto de 2015 EDITAL Nº 03 de 06 de agosto de 2015 Dispõe sobre a oferta de vagas para participar da Comissão da Semana de Ciência e Tecnologia do IFMG campus Sabará, como cômputo de horas de atividades complementares.

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE CASTANHAL CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE CASTANHAL CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE CASTANHAL CAPÍTULO I DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º. As Atividades Complementares são componentes curriculares obrigatórios,

Leia mais

EDITAL N 004/2014 CURSO DE CIÊNCIAS ECONOMICAS SELEÇÃO DE BOLSISTAS VOLUNTÁRIOS PARA O PROJETO DE EXTENSÃO ABC DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA

EDITAL N 004/2014 CURSO DE CIÊNCIAS ECONOMICAS SELEÇÃO DE BOLSISTAS VOLUNTÁRIOS PARA O PROJETO DE EXTENSÃO ABC DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA EDITAL N 004/2014 CURSO DE CIÊNCIAS ECONOMICAS SELEÇÃO DE BOLSISTAS VOLUNTÁRIOS PARA O PROJETO DE EXTENSÃO ABC DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA A - UNEMAT, pessoa jurídica de direito público da administração indireta,

Leia mais

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS NORMAS PARA ACEITAÇÃO DE DIPLOMAS DE GRADUAÇÃO E PÓS- GRADUAÇÃO STRICTO SENSU E CERTIFICADOS DE CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU PARA FINS DE ADMISSÃO, CONTRATAÇÃO, PROMOÇÃO FUNCIONAL E INCENTIVO POR

Leia mais

1. DOS PRÉ-REQUISITOS 2. FUNCIONAMENTO DO CURSO

1. DOS PRÉ-REQUISITOS 2. FUNCIONAMENTO DO CURSO 1 Edital de oferta de vagas para o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão Estratégica de Negócios, na modalidade a distância. O Reitor da Universidade Anhanguera-Uniderp, credenciada pelo MEC

Leia mais

DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES FARMÁCIA

DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES FARMÁCIA DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES FARMÁCIA CACOAL - RO 2011 Considerando as exigências da LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL, no atinente às Atividades Complementares

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE REGISTRO E CONTROLE ACADÊMICO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE REGISTRO E CONTROLE ACADÊMICO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE REGISTRO E CONTROLE ACADÊMICO EDITAL DE REOPÇÃO Nº 034/2015 DRCA/UFAL Campus A.C. Simões (Maceió), Campus

Leia mais