Versão 8.2C-07. Versão Final da Apostila de Novidades.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Versão 8.2C-07. Versão Final da Apostila de Novidades."

Transcrição

1 Versão 8.2C-07 Versão Final da Apostila de Novidades.

2 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter patentes ou pedidos de patentes, marcas comerciais, direitos autorais ou outros de propriedade intelectual, relacionados aos assuntos tratados nesse documento. Além disso, o fornecimento desse documento não lhe concede licença sobre tais patentes, marcas comerciais, direitos autorais ou outros de propriedade intelectual; exceto nos termos expressamente estipulados em contrato de licença da Domínio Sistemas. É importante lembrar que as empresas, os nomes de pessoas e os dados aqui mencionados são fictícios; salvo indicação contrária Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

3 Índice Convenção de cursores, ícones e tipografia Domínio Escrita Fiscal Cálculo dos Impostos 9-SUBTRI e 31-ICMS/ST-AT por Produto Arquivos Produtos Configurar Dados de Impostos por NCM Impostos Acumuladores Movimentos Lançamentos - Entradas Guia Estadual Guia Estoque Lançamentos Saídas Apuração Consulta Apuração 9-SUBTRI Relatórios Demonstrativo dos Impostos Livros Fiscais - Registro de Entradas Livros Fiscais - Registro de Saídas Informativos Utilitários Alterar Produtos Cálculo do Crédito Presumido Substituição Tributária - Decreto 3.346/2010 também por Produto Controle Parâmetros Arquivos Acumuladores Produtos Tabela de Crédito Presumido - Percentual Movimentos Lançamentos de Entradas Lançamentos de Saídas Apuração... 27

4 Relatórios Demonstrativo dos Impostos Informativos Incluído na GIA ST a Geração do Diferencial de Alíquota na Venda para Não Contribuintes - Ajuste SINIEF nº 06/ Relatórios Informativo - Gia Substituição Tributária Informativo - Gia Substituição Tributária Domínio Lalur Emitir DARF Normal e DARF Quotas da CSLL e do IRPJ pelo Sicalcweb Relatórios Guias DARF Normal DARF Quotas Domínio Folha Rubricas de Garantia Mínima de Afastamentos para Complementar a Remuneração Arquivos Rubricas Processos Cálculos... 54

5 Convenção de cursores, ícones e tipografia A fonte Arial é utilizada para se referir a títulos de janelas, guias e quadros, por exemplo: Dê duplo clique no ícone Domínio Contábil, para abrir a janela Conectando. A fonte Arial em Negrito é utilizada para definir ícones, menus e opções, onde você deverá clicar, por exemplo: Clique no menu Arquivo, opção Empregados. A fonte Arial em Itálico é utilizada para definir os nomes dos sistemas da Domínio, bem como as marcas registradas citadas nesse material, por exemplo: Pronto! Você pode começar a utilizar o módulo Escrita Fiscal do Domínio Contábil. A fonte Arial Sublinhado é utilizada para definir os nomes dos campos de cadastros e parâmetros dos sistemas da Domínio, por exemplo: Preencha todos os campos conforme solicitado. Procure não deixar nenhum campo em branco, mas principalmente, dê atenção para os seguintes campos: Cód. Mun. Federal, Natureza Jurídica e Regime Federal. A fonte Times New Roman em Itálico, junto com o ícone abaixo são utilizados em observações importantes, que estarão dispostas nesse material. Por exemplo: ativo A opção Usuários do menu Controle somente estará disponível, se o usuário for o Gerente. Estes ícones você encontrará ao lado dos títulos de algumas rotinas, para que se possa identificar a periodicidade delas, ou seja, saber se a rotina é diária, semanal, mensal ou anual. etc., Este ícone você encontrará ao lado dos títulos de alguns relatórios, livros, guias, indicando que você poderá salvar esse item em alguns formatos disponíveis.

6 etc. Este ícone você encontrará ao lado dos títulos de alguns relatórios, livros, guias, Ele indica que você poderá enviar esse item por . Este ícone você encontrará ao lado dos títulos dos relatórios, livros, guias, etc. Ele indica que você poderá salvar esse item no formato Excel. Este ícone você encontrará ao lado dos títulos dos relatórios, livros, guias, etc. Ele indica que você poderá salvar esse item no formato PDF. Este ícone você encontrará nas explicações sobre alguns campos. Nesses campos, ao pressionar a tecla de função F2, você terá acesso à janela de consulta do cadastro desse campo, sem sair da janela em que você estiver trabalhando. Este ícone você encontrará nas explicações sobre alguns campos. Nesses campos, ao pressionar a tecla de função F2, você terá acesso à janela de consulta do cadastro desse campo, sem sair da janela em que você estiver trabalhando e ao pressionar a tecla da função F7, você terá acesso à janela de cadastro desse campo.

7 1. Domínio Escrita Fiscal 1.1. Cálculo dos Impostos 9-SUBTRI e 31-ICMS/ST-AT por Produto. A partir desta versão do módulo Domínio Escrita Fiscal, foi implementada no sistema, para empresas localizadas no estado de São Paulo - (SP) o cálculo dos impostos 9-SUBTRI e 31-ICMS/ST AT por produto. Veja a partir dos próximos tópicos Arquivos Produtos Exclusivo para o estado de São Paulo (SP). No menu Arquivos opção Produtos na guia Impostos subguia Substituição Tributária foi criado o campo Código de recolhimento, conforme demonstrado na imagem a seguir: 1. No campo Código de recolhimento, selecione o código de recolhimento correspondente.

8 Configurar Dados de Impostos por NCM No menu Arquivos opção Dados de Impostos por NCM na janela Configuração de Impostos para Produtos, na guia Situação Tributária, foi criado o campo Código de recolhimento, conforme demonstrado na imagem a seguir: 1. No campo Código de recolhimento, selecione o código de recolhimento correspondente Impostos No menu Arquivos opção Impostos na guia Impostos do cadastro dos impostos 9-SUBTRI ou 31-ST/AT você poderá selecionar no campo Tipo a opção Lançado por produto, para realizar o cálculo dos respectivos impostos por produto, conforme demonstrado na imagem a seguir:

9 1. No quando Dados, no campo: Tipo, selecione a Lançado por produto, para que o imposto seja calculado por produto lançado Acumuladores No menu Arquivos opção Acumuladores na guia Impostos com impostos 9- SUBTRI e/ou 31-ST/AT informado, com tipo de cálculo Lançado por produto, na coluna Definições, no botão, a guia MVA ficará habilitada, conforme demonstrado na imagem a seguir:

10 Os campos Alíquota % e Percentual MVA não ficarão habilitados quando no campo Tipo do cadastro dos impostos estiver selecionada a opção Lançado por produto. 1. Clique no botão Incluir, para informar um percentual de redução para MVA. 2. Na coluna Percentual Redução MVA, informe o percentual de redução da MVA. 3. Clique no botão Excluir, caso queira excluir algum percentual informado Movimentos Lançamentos - Entradas No menu Movimentos opção Entradas na guia Estadual, foi criado o quadro Ressarcimento de ICMS ST, que ficará habilitado quando no cadastro do acumulador utilizado no lançamento possuir o imposto 31-ST/AT informado, e na guia Estoque na coluna relacionada ao ICMS ST Antecipação Total, foi criada a coluna Cód. Rec. que ficará habilitado quando no cadastro do acumulador utilizado no lançamento possuir o imposto 9-SUBTRI informado. Verifique conforme a seguir:

11 Guia Estadual O campo Valor do quadro Ressarcimento de ICMS ST somente ficará habilitado quando o acumulador utilizado no lançamento tenha o imposto 9- SUBTRI com tipo de cálculo Lançado por produto e utilizar o CFOP e 2.603, com situação Documento fiscal emitido com base em Regime Especial ou Norma Específica. Quando o lançamento possuir estas configurações, os campos Valor Contábil e Valor Produtos da guia Entradas ficarão desabilitados. 1. No quadro Ressarcimento de ICMS ST, na coluna: Valor, informe o valor de ressarcimento de ICMS ST.

12 Guia Estoque O campo Cód. Rec. somente será demonstrado quando no acumulador utilizado no lançamento possuir o imposto 31-ST/AT com tipo de cálculo Lançado por produto e com a opção Devolução desmarcada. 1. No campo Código de recolhimento, selecione o código de recolhimento informado no cadastrado do imposto 31-ST/AT. Quando nos parâmetros da empresa estiver selecionada a opção Optante Simples Nacional, e no cadastro do fornecedor estiver selecionado o regime de apuração ME - Simples Nacional ou EPP - Simples Nacional, na coluna ICMS ST Antecipação Total o sistema selecionará os valores do cadastro do convênio/protocolo ou do cadastro do produto, e caso o produto não esteja informado em nenhum convênio/protocolo, e não tenha as informações para o cálculo no cadastro do produto, será demonstrado os seguintes valores: Base Cálculo: [ ( Valor Produto - Desconto + Frete + Seguro + Desp. Acess. + Valor IPI ) + MVA informada no acumulador ]. Alíquota: Alíquota informada nas definições do imposto 31-ST/AT no acumulador ou alíquota do cadastro do imposto 31-ST/AT, caso nas definições do imposto no acumulador tenha informado mais de uma alíquota considerar sempre a primeira linha. Valor: {[(Base Cálculo x Alíquota)] - [(Valor Produto - Desconto + Frete + Seguro + Desp. Acess. + Valor IPI) x Alíquota interestadual]}.

13 Lançamentos Saídas Para os lançamentos de saídas quando no acumulador utilizado no lançamento possuir informado o imposto 9-SUBTRI e com o tipo de cálculo Lançado por produto, na guia Saídas não será demonstrada a linha do imposto 9-SUBTRI e o botão ficará desabilitado ao lado do campo Valor Produtos Apuração 9-SUBTRI Quando no cadastro do imposto 9-SUBTRI estiver selecionado o tipo de cálculo Lançado por produto, no campo Débito pelas saídas será gerada a soma dos campos Valor da coluna ICMS SUBST. TRIBUTÁRIA da guia Estoque dos lançamentos de saídas. No campo Créditos pelas devoluções será gerada a soma do valor dos campos Valor da coluna ICMS SUBST. TRIBUTÁRIA dos lançamentos de entradas quando no acumulador utilizado no lançamento estiver selecionada a opção Devolução. No campo Ressarcimento será gerado a soma do valor informado no campo Valor do quadro Ressarcimento de ICMS ST da guia Estadual subguia Geral dos lançamentos de Entradas. E o valor do ressarcimento entrará na apuração da ST na UF do fornecedor. Quando existir pagamento para do imposto para a respectiva UF, após alterar o lançamento, onde não ira mais existir um saldo devedor para esta UF cujo existe pagamento foi realizado, ao efetuar a apuração o sistema emitirá a seguinte mensagem. A mensagem será por UF: Existe valor pago para o imposto: 09-SUBTRI para a UF favorecida de SC para o período de 08/2015 e não existe mais saldo para esta UF favorecida. Continuar a apuração e excluir os pagamentos? [Sim] [Não] Clique no botão Sim para continuar a apuração e excluir o respectivo pagamento, ou clique no botão Não para cancelar a apuração e voltar para a tela de apuração.

14 31-ST/AT Quando no cadastro do imposto 31-ST/AT estiver selecionado o tipo de cálculo Lançado por produto, no campo Débito pelas entradas será gerada a soma dos campos Valor da coluna ICMS ST Antecipação Total da guia Estoque dos lançamentos de entradas. A tela de apuração do imposto 31-ST/AT não teve alteração Consulta Apuração 9-SUBTRI O cálculo do imposto 9-SUBTRI já é separado por UF, porém a partir de agora na tela de apuração será demonstrada a soma do imposto para todas as UF, demonstrado o valor por Unidade Federativa. Verifique conforme a seguir: Será demonstrada uma quebra para cada UF que possui valor apurado ou saldo credor de período anterior no período apurado. No menu Movimentos opção Pagamento de Impostos, foi criada a coluna UF Favorecida para demonstrar a Unidade Favorecida do imposto 9-SUBTRI que estiver sendo pago.

15 Na apuração do imposto 1-ICMS quando no menu Movimentos opção Entradas possuir lançamento com acumulador selecionada a opção Aproveitar o valor do imposto Substituição Tributária como crédito no imposto ICMS, e o imposto 9-SUBTRI estiver com tipo de cálculo Lançado por produto será considerado como crédito para o imposto 1- ICMS, o valor lançado no campo Valor da coluna ICMS SUBST. TRIBUTÁRIA da guia Estoque Relatórios Demonstrativo dos Impostos No menu Relatórios submenu Impostos opção Demonstrativos na janela Demonstrativo dos Impostos, no quadro Opções a opção Detalhar por produto ficará disponível para seleção. Verifique conforme a seguir: 1. No quadro Seleção de Impostos, selecione o imposto 9-Substituição Tributária e/ou 31-ICMS Antecipação Total ST. 2. No quadro Opções, selecione a opção: A opção Detalhar por produto ficará habilitada quando no quadro Seleção de impostos estiver selecionada a opção Detalhar por nota. Detalhar por produto, para que o relatório do demonstrativo dos impostos seja detalhado por produto.

16

17

18 Livros Fiscais - Registro de Entradas No menu Relatórios submenu Livros opção Livros Fiscais no Registro de Entradas os valores dos impostos 9-SUBTRI e 31-ST/AT serão demonstrados conforme destaque na imagem a seguir:

19 Livros Fiscais - Registro de Saídas No menu Relatórios submenu Livros opção Livros Fiscais no Registro de Saídas, nos modelos P2 e P2/A, o valor do imposto 9-SUBTRI será demonstrado conforme destaque na imagem a seguir: Informativos Para o informativo Nova GIA - Arquivo o valor dos impostos 9-SUBTRI e 31- ST/AT que possuir o tipo de cálculo Lançado por produto serão gerados nos registros CR=10 Detalhes CFOPs e CR=14 - Detalhes Interestaduais e para a Nova GIA - Relatório os valores serão gerados nos campos Imp. Retido Substituto, Imp. Retido Substituído e Outros Produtos. Para o informativo GRF-CTB/Sintegra o valor dos impostos 9-SUBTRI e 31- ST/AT que possuir o tipo de cálculo Lançado por produto serão gerados no Registro Tipo 53 Substituição Tributária. Para o informativo SPED Fiscal o valor do imposto 9-SUBTRI que possuir o tipo de cálculo Lançado por produto será gerada nos registros 0460, C100, C170 e C Utilitários Alterar Produtos No menu Utilitários opção Alterar Produtos no botão Alterar... na janela Alteração de Produtos, na guia Impostos subguia Substituição Tributária foi criado o campo Código de recolhimento. Verifique conforme a seguir:

20 1. Selecione a opção Código de recolhimento, e no campo ao lado selecione o código de recolhimento correspondente ao produto que está sendo alterado.

21 1.2. Cálculo do Crédito Presumido Substituição Tributária - Decreto 3.346/2010 também por Produto. Exclusivo para o Estado de Santa Catarina (SC) A partir desta versão do módulo Domínio Escrita Fiscal, foi implementado no sistema, para empresas do estado de Santa Catarina (SC), a opção para que seja calculado o crédito presumido de substituição tributária, conforme decreto 3.346/2010 por produto. Veja a partir dos próximos tópicos Controle Parâmetros No menu Controle opção Parâmetros na guia Geral subguia Estadual subguia Incentivos subguia Crédito Presumido II foi criada a opção Crédito Presumido Substituição Tributária - Decreto 3.346/2010 para calcular o crédito presumido substituição tributária conforme decreto 3.346/2010. Verifique conforme a seguir: A opção Crédito Presumido Substituição Tributária - Decreto 3.346/2010, somente ficará habilitada quando na guia Impostos estiver informado o imposto 31- ST/AT.

22 1. Selecione a opção Crédito Presumido Substituição Tributária - Decreto 3.346/2010, para que seja calculado o crédito presumido de substituição tributária, conforme decreto 3.346/2010 e no campo ao lado selecione a opção: Calcular por nota, para que o crédito presumido seja calculado por nota; Calcular por produto, para que o crédito presumido seja calculado por produto. Ao gravar os parâmetros com vigência igual/menor a 03/2015 e estiver selecionada a opção Crédito Presumido Substituição Tributária - Decreto 3.346/2010 com a opção Calcular por produto, o sistema emitirá a seguinte mensagem: Quando nos parâmetros da empresa estiver selecionada a opção Crédito Presumido Substituição Tributária - Decreto 3.346/2010 com a opção Calcular por produto e a opção Faz controle de estoque não estiver selecionada, ao clicar no botão Gravar o sistema emitirá a seguinte mensagem: Arquivos Acumuladores No menu Arquivos opção Acumuladores, na guia Estadual possui a opção Calcular crédito presumido no lançamento da nota, conforme Decreto 3.346/ Subst. Tributária. Verifique conforme a seguir:

23 A opção Calcular crédito presumido no lançamento da nota, conforme Decreto 3.346/ Subst. Tributária somente ficará habilitada quando na guia Impostos do cadastro do acumulador possuir informado o imposto 31-ST/AT, e nos parâmetros da empresa possuir selecionada a opção Crédito Presumido Substituição Tributária - Decreto 3.346/ Selecione a opção Calcular crédito presumido no lançamento da nota, conforme Decreto 3.346/2010 Subst. Tributária, para que no lançamento da nota o sistema calcule o crédito presumido para o imposto 31 ICMS ST Antecipação Total, aplicando os percentuais de crédito presumido conforme alíquotas do imposto 31 e período Produtos No menu Arquivos opção Produtos na guia Estadual no quadro Gerar Crédito Presumido, no campo Tipo de Crédito Presumido, foi criada a opção Crédito Presumido Substituição Tributária - Decreto 3.346/2010. Verifique conforme a seguir:

24 1. Selecione o quadro Gerar Crédito Presumido, para habilitar os campos Tipo de Crédito Presumido e Tipo do produto: No campo Tipo de Crédito Presumido, selecione a opção Crédito Presumido Substituição Tributária - Decreto 3.346/2010, para que seja calculado o crédito presumido de substituição tributária. O campo Tipo do produto ficará desabilitado quando no campo Tipo de Crédito Presumido a opção Crédito Presumido Substituição Tributária - Decreto 3.346/2010 estiver selecionada Tabela de Crédito Presumido - Percentual No menu Arquivos, submenu Tabelas de Crédito Presumido, submenu ICMS opção Percentual no campo Tabela foi criada a opção Crédito Presumido Subst. Tributária - Decreto 3.346/2010 com os percentuais de crédito presumido em relação ao alíquota do imposto. Verifique conforme a seguir:

25 Clique no botão Nova faixa, para incluir na vigência informada uma nova faixa, informando a alíquota do imposto e o percentual de crédito. Clique no botão Gravar, para gravar as informações da tabela. Clique no botão Nova vigência, para incluir uma nova vigência para a tabela. Clique no botão Excluir vigência, caso queira excluir alguma vigência informada. Clique no botão Excluir faixa, caso queira excluir alguma faixa da vigência informada. Clique no botão Fechar, para fechar a janela Tabela do Crédito Presumido - Percentual Movimentos Lançamentos de Entradas Quando nos parâmetros da empresa estiver selecionada a opção Crédito Presumido Substituição Tributária - Decreto 3.346/2010, e no acumulador utilizado no lançamento possuir informado o imposto 31-ST/AT, e na guia Estadual estiver selecionada a opção Calcular crédito presumido no lançamento da nota conforme Decreto 3.346/ Subst. Tributária o cálculo do imposto na nota permanecerá com mesmo comportamento atual, ou seja, independente do cálculo do crédito presumido ser por nota ou por produto, o lançamento da nota não irá alterar.

26 Lançamentos de Saídas Quando for efetuado lançamento com acumulador cadastrado com o imposto 31- ST/AT e com a opção Devolução selecionada, na guia Estoque do lançamento, o sistema demonstrará o novo grupo ICMS ST Antecipação Total com os campos Base Cálculo, Alíquota e Valor conforme demonstrado a seguir: Quando na definição for alíquota interna será pego a alíquota informada na tabela de alíquotas do cadastro do produto, no quadro Alíquota ICMS, campo Tabela, onde a origem e o destino são a UF da empresa. Quando na definição for alíquota interestadual será pego a alíquota informada na tabela de alíquotas do cadastro de produto, no quadro Alíquota ICMS, campo Tabela, onde a origem é a UF do fornecedor da NF e o destino é a UF da empresa, isto quando o CST informado para o produto for diferente de Estrangeira, ou seja, não iniciado com os códigos 1, 2, 6 e 7. Comportamento dos campos: No campo Base Cálculo, será gerado o resultado do seguinte cálculo: [ (( Valor Produto - Desconto + Frete + Seguro + Desp. Acess. + Valor IPI ) + Percentual MVA) - Percentual Redução MVA] No campo Alíquota, será gerada a alíquota correspondente; No campo Valor, será gerado o resultado do seguinte cálculo: [ ( Base Cálculo * Alíquota ) - Valor ICMS ]

27 Apuração Entradas - Calcular por produto Para que o imposto 31-ST/AT seja calculado por produto é necessário que nos parâmetros esteja selecionada a opção Crédito Presumido Substituição Tributária - Decreto 3.346/2010 com a opção Calcular por produto, e no acumulador utilizado no lançamento esteja informado o imposto 31-ST/AT, e na guia Estadual esteja selecionada a opção Calcular crédito presumido no lançamento da nota, conforme Decreto 3.346/ Subst. Tributária, e no produto esteja selecionada a opção Crédito Presumido Substituição Tributária - Decreto 3.346/2010 no campo Tipo de Crédito Presumido, do quadro Gerar Crédito Presumido e fornecedor com a UF diferente da empresa ativa. O valor do crédito presumido encontrado para cada produto, será agrupado e demonstrado na tela de apuração do imposto 31-ST/AT, no campo Crédito presumido com a descrição Crédito presumido distribuidor ou atacadista - Decreto 3.346/2010. Saídas - Calcular por produto Para que estorno do imposto 31-ST/AT seja calculado por produto é necessário que nos parâmetros esteja selecionada a opção Crédito Presumido Substituição Tributária - Decreto 3.346/2010 com a opção Calcular por produto, e no acumulador utilizado no lançamento esteja informado o imposto 31-ST/AT, e na guia Estadual esteja selecionada a opção Calcular crédito presumido no lançamento da nota, conforme Decreto 3.346/ Subst. Tributária e na guia Geral a opção Devolução, e no produto esteja selecionada a opção Crédito Presumido Substituição Tributária - Decreto 3.346/2010 no campo Tipo de Crédito Presumido, do quadro Gerar Crédito Presumido e cliente com a UF diferente da empresa ativa. O valor do estorno do crédito presumido encontrado para cada produto, será agrupado e demonstrado na tela de apuração do imposto 31-ST/AT, no campo

28 Estorno de créditos com a descrição Estorno de crédito presumido distribuidor ou atacadista - Decreto 3.346/2010. Exemplo 01: Nos parâmetros da empresa na subguia Crédito Presumido II foi selecionada a opção Crédito Presumido Substituição Tributária - Decreto 3.346/2010 com a opção Calcular por produto na vigência 01/2016 com os impostos 01-ICMS e 31-ST/AT. Foi cadastrado o acumulador 01, com os impostos 01-ICMS e 31-ST/AT, e na guia Estadual foi selecionada a opção Calcular crédito presumido no lançamento da nota, conforme Decreto 3.346/ Subst. Tributária. Foram cadastrados dois produtos (01 e 02) com a opção Crédito Presumido Substituição Tributária - Decreto 3.346/2010 selecionada no campo Tipo de Crédito Presumido, do quadro Gerar Crédito Presumido. Foi realizado um lançamento de Entrada, com o acumulador 01 e com um fornecedor cadastrado com a UF diferente da empresa ativa.

29 No menu Arquivos submenu Tabelas de Crédito Presumido submenu ICMS opção Percentual na Tabela do Crédito Presumido - Percentual veja a alíquota de crédito presumido em relação a alíquota do imposto. Foi realizada a Apuração do imposto 31-ICMS Antecipação Total - ST, conforme demonstrado a seguir:

30 Cálculo: Cálculo PRODUTO 01 Base Cálculo do grupo ICMS Próprio R$ 2.000,00 Alíquota do crédito presumido, conforme tabela Crédito (x) 0,70% Presumido Subst. Tributária - Decreto 3.346/2010 Valor do crédito presumido encontrado para o PRODUTO 01 R$ 14,00 Cálculo PRODUTO 02 Base Cálculo do grupo ICMS Próprio R$ 3.000,00 Alíquota do crédito presumido, conforme tabela Crédito (x) 0,70% Presumido Subst. Tributária - Decreto 3.346/2010. Valor do crédito presumido encontrado para o PRODUTO 02 R$ 21,00 Valor do crédito presumido encontrado para o PRODUTO 01 R$ 14,00 Valor do crédito presumido encontrado para o PRODUTO 02 R$ 21,00 Crédito presumido distribuidor ou atacadista - R$ 35,00 Decreto 3.346/2010 No menu Movimentos submenu Outros submenu DCIP opção Outros Créditos Substituição Tributária, verifique o lançamento da DCIP:

31 Relatórios Demonstrativo dos Impostos No menu Relatórios submenu Impostos opção Demonstrativos no relatório Demonstrativo dos Impostos o valor de crédito presumido substituição tributária calculado por produto será demonstrado conforme a seguir:

32 Informativos Para o informativo DIME-Arquivo o valor de crédito presumido substituição tributária será gerado no registro 46 - CRÉDITOS POR AUTORIZAÇÕES ESPECIAIS e para a DIME-Relatório o valor de crédito presumido substituição tributária será gerado no quadro 46-Crédito por Autorizações Especiais. Para o informativo SPED Fiscal o valor de crédito presumido substituição tributária será gerado no registro C197.

33 1.3. Incluído na GIA ST a Geração do Diferencial de Alíquota na Venda para Não Contribuintes - Ajuste SINIEF nº 06/2015. A partir desta versão do módulo Domínio Escrita Fiscal, foi implementado na GIA ST a geração do diferencial de alíquota na venda para não contribuintes conforme ajuste SINIEF nº 06/2015. Veja a partir dos próximos tópicos Relatórios Informativo - Gia Substituição Tributária No menu Relatórios submenu Informativos submenu Estaduais opção Gia Substituição Tributária quando for gerado o informativo em arquivo serão gerados os valores do diferencial de alíquota na venda para não contribuintes. Verifique conforme a seguir: No registros Principal serão incluídos novos campos para gerar as informações dos impostos 145-ICMS DIFAL - Não Contribuinte e 146-Fundo Estadual de Combate à Pobreza que foram apurados para a Unidade de Federação Favorecida que está sendo gerada no informativo.

34 No registros ANEXO EC 87/15 serão detalhados os valores a recolher para os impostos 145-ICMS DIFAL - Não Contribuinte e 146-Fundo Estadual de Combate à Pobreza informados no Registro Principal. Quando a periodicidade de apuração dos impostos for Mensal será gerado apenas um registro, e quando a periodicidade de apuração for Por Nota será gerado um registro para cada vencimento apurado no período. Caso na periodicidade Por Nota tenha mais de um documento com o mesmo vencimento, será agrupado os valores pelo vencimento e gerar um único registro, por vencimento. Quando no período não existir valor apurado para os impostos 145-ICMS DIFAL - Não Contribuinte e 146-Fundo Estadual de Combate à Pobreza, o registro não deverá ser gerado. Exemplo 01: Empresa localizada no estado de Santa Catarina-(SC). Nos parâmetros da empresa foi informado os impostos 1-ICMS, 145-ICMS DIFAL - Não Contribuinte e 146-Fundo Estadual de Combate à Pobreza. Foram cadastrados dois clientes com tipo de inscrição CPF, conforme a seguir: Cadastro de clientes Código Descrição UF Contribuinte do ICMS 1 Cliente SP SP Não 2 Cliente RJ RJ Não No menu Arquivos opção Impostos, a guia Recolhimentos do cadastro do imposto 145-ICMS DIFAL - Não Contribuinte está configurada com Percentual de partilha do imposto para a UF destino da operação de 40%, e com as seguintes definições: Cód. UF Favorecida Rec. UF origem Imposto ICMS DIFAL Não Contribuinte Calcula adicional FCP Cód. Recolhimento Descrição Periodicidade Per. subsequente 1 SC Junto com o ICMS Normal 2 SP - Não ICMS Mensal 1º Mês Dias Forma de vencimento

35 Consumi dor Fin 3 RJ - Sim ICMS Consumi dor Fin Por nota No mesmo mês corridos antecipados No mesmo dia da nota Cód. UF Favorecida Imposto Fundo Estadual de Combate à Pobreza Cód. Recolhimento Descrição Alíquota Periodicidade Per. subsequente 1 SC SP ICMS Fundo Estadual 3 SP ICMS Fundo Estadual Forma de vencimento 2,00 Mensal 1º Mês Dias corridos antecipados 2,00 Por nota No mesmo mês No mesmo dia da nota No menu Arquivos opção Acumuladores, foram cadastrados os seguintes acumuladores: Cadastro de acumuladores Código Descrição Impostos 1 Venda interestadual a CF 1-ICMS e 145-DIFAL-NC Foi realizado um lançamento de Saídas (NF: 01), com as seguintes definições a seguir:

36 Foi realizado um lançamento de Saídas (NF: 02), com as seguintes definições a seguir:

37

38 Foi realizado um lançamento de Saídas (NF: 03), com as seguintes definições a seguir:

39 Foi realizado um lançamento de Saídas (NF: 04), com as seguintes definições a seguir:

40

41 Foi realizada apuração do período, conforme demonstrado a seguir: Informativo - Gia Substituição Tributária No menu Relatórios submenu Informativos submenu Estaduais opção Gia Substituição Tributária quando for gerado o informativo em arquivo serão gerados os valores do diferencial de alíquota na venda para não contribuintes. Verifique conforme a seguir:

42 1. No quadro Tipo, selecione a opção: Arquivo, para gerar o arquivo da GIA ST. Ao gerar o informativo Gia Substituição Tributária em Arquivo para a Unidade de Federação Favorecida SP, as informações no arquivo foram geradas conforme demonstrado abaixo: S A Veja que o valor gerado para a Unidade de Federação Favorecida SP foi gerado conforme demonstrado na apuração do imposto.

43 Ao gerar o informativo Gia Substituição Tributária em Arquivo para a Unidade de Federação Favorecida RJ, as informações no arquivo foram geradas conforme demonstrado abaixo: S A A Veja que o valor gerado para a Unidade de Federação Favorecida RJ foi gerado conforme demonstrado na apuração do imposto.

44

45 2. Domínio Lalur 2.1. Emitir DARF Normal e DARF Quotas da CSLL e do IRPJ pelo Sicalcweb. A partir desta versão do módulo Domínio Lalur, foi criado no sistema, a opção para emitir as guias DARF Normal e DARF Quotas da CSLL e do IRPJ pelo Sicalcweb. Veja a partir dos próximos tópicos Relatórios Guias DARF Normal No menu Relatórios submenu Guias opção DARF Normal na janela DARF Normal foi criado o quadro Gerar, com a opção de emissão da Guia DARF Online Sicalcweb. Verifique conforme a seguir: 1. No quadro Gerar, selecione a opção: Guia DARF Online - Sicalcweb, para emitir a guia DARF online, através do site Sicalcweb; Relatório, para emitir a DARF normal através de relatório. O campo Modelo, somente estará habilitado se no quadro Gerar, estiver selecionada a opção Relatório. No campo Modelo, selecione o modelo de acordo com sua impressora e com o formulário utilizado. Os campos do quadro Período serão alterados conforme o tipo de cálculo (anual/trimestral) para o ano de trabalho.

46 2. No quadro Seleção de impostos, selecione a opção: CSLL, para gerar a DARF Normal para o imposto CSLL; IRPJ, para gerar a DARF Normal para o imposto IRPJ; A opção Ambos não ficará habilitada quando no quadro Gerar estiver selecionada a opção Guia DARF Online - Sicalcweb. Ambos, para gerar a DARF Normal para os impostos CSLL e IRPJ. 3. No quadro Período, no campo: Trimestre, selecione o trimestre desejado para a geração da guia DARF Normal; Ano, informe o ano para geração da guia DARF Normal. 4. No quadro Dados da guia, no campo: Juros (%), informe o percentual de juros para pagamentos em atraso; Multa (%), informe o percentual de multa para pagamentos em atraso. 5. No quadro Opção, selecione a opção: Preencher Total, para que no campo 10 do formulário da DARF, seja impresso o valor total do recolhimento. 6. Com a opção Guia DARF Online - Sicalcweb selecionada, clique no botão OK, para emitir a guia DARF Normal Online pelo site da Sicalcweb. 7. Será acessado o site da sicalcweb para a emissão da DARF. 8. No campo Unidade da Federação, selecione o estado correspondente e clique no botão Continuar.

47 9. No campo Município, selecione o município correspondente e clique no botão Continuar. 10. No campo Código da Receita, informe o código da receita correspondente e clique no botão Continuar.

48 As telas demonstradas para a emissão da guia DARF Normal poderão variar de acordo com o Código da Receita informado. Os campos Unidade da Federação, Município e Código da Receita serão preenchidos de forma automática com as informações do cadastro da empresa e do imposto selecionado. 11. No campo Tipo de período, selecione o tipo de período correspondente. 12. No campo Período, será gerado o período informado na DARF Normal. 13. No campo Valor Principal, será gerado o valor principal do imposto na tela de geração da guia. 14. Clique no botão Continuar, para emitir a guia DARF Normal.

49 15. Clique no botão Imprimir Darf, para emitir a guia DARF Normal. 16. Veja a guia DARF Normal emitida.

50 DARF Quotas No menu Relatórios submenu Guias opção DARF Quotas na janela DARF Quotas foi criado o quadro Gerar, com a opção de emissão da Guia DARF Online Sicalcweb. Verifique conforme a seguir: 1. No quadro Gerar, selecione a opção: Guia DARF Online - Sicalcweb, para emitir a guia DARF online, através do site Sicalcweb; Relatório, para emitir a DARF quotas através de relatório.

51 O campo Modelo, somente estará habilitado se no quadro Gerar, estiver selecionada a opção Relatório. No campo Modelo, selecione o modelo de acordo com sua impressora e com o formulário utilizado. Os campos do quadro Período serão alterados conforme o tipo de cálculo (anual/trimestral) para o ano de trabalho. 2. No quadro Período, no campo: Trimestre, selecione o trimestre desejado para a geração da guia DARF Quotas; Ano, informe o ano para geração da guia DARF Quotas. 3. No quadro Seleção de impostos, selecione a opção: CSLL, para gerar a DARF Quotas para o imposto CSLL; IRPJ, para gerar a DARF Quotas para o imposto IRPJ; 4. No quadro Emitir, selecione a opção: 1ª Parcela, para emitir a primeira parcela do imposto; 2ª Parcela, para emitir a segunda parcela do imposto; 3ª Parcela, para emitir a terceira parcela do imposto. 5. No quadro Parcelas, nos campos: Parcela, informe o número de parcelas que será gerado para o imposto; Data de Vencimento, será gerada a data de vencimento do imposto; Data recolhimento, informe a data em que deve ser efetuado o pagamento; Multa (%), informe o percentual de multa para pagamentos em atraso; Juros (%), informe o percentual de juros para pagamentos em atraso; O campo Taxa Selic somente estará habilitado para os dados da 3ª parcela. Taxa Selic, informe a taxa Selic do mês anterior ao mês de pagamento da 3ª parcela. 6. No quadro Modelo, no campo Nome, selecione o modelo que você deseja que sejam emitidas as guias para recolhimento. 7. No quadro Opção, selecione a opção: Preencher Total, para que a DARF Quotas seja impressa com o valor total do recolhimento.

52 8. Com a opção Guia DARF Online - Sicalcweb selecionada, clique no botão OK, para emitir a guia DARF Quotas Online pelo site da Sicalcweb. As informações preenchidas no site da Sicalcweb para a emissão da guia DARF Quotas são as mesmas informadas para a emissão da guia DARF Normal.

53 3. Domínio Folha 3.1. Rubricas de Garantia Mínima de Afastamentos para Complementar a Remuneração. A partir desta versão do módulo Domínio Folha, foram criadas as rubricas de garantia mínima de afastamentos para complementar a remuneração do comissionado que possui garantia mínima nos meses de afastamento. Veja a partir dos próximos tópicos Arquivos Rubricas No menu Arquivos opção Rubricas na janela Rubricas foram criadas as rubricas GARANTIA MINIMA AFAST DIR. INTEGRAL, GARANTIA MIN AFAST ACID TRAB DIR. INT, GARANTIA MINIMA AFAST ACID TRABALHO, GARANTIA MINIMA AFAST SERV MILITAR, GARANT MIN AFAST DOENCA DIR. INTEGRAL, GARANTIA MINIMA AFAST DOENCA, GARANTIA MINIMA AFAST LIC S/ VENCTO, GARANTIA MINIMA APOSENT. INVALIDEZ e GARANTIA MIN PRORROG. LIC. MATERNIDADE. Verifique conforme a seguir:

54 Processos Cálculos Quando o empregado for de categoria Comissionado, e tiver garantia mínima cadastrada no sindicato vinculado a ele, ao se afastar, o sistema calculará a partir dessa versão as novas rubricas cadastradas. Quando o empregado estiver configurado como Comissionado e com garantia mínima e estiver afastado por um dos motivos 2 - Afastamento direitos integrais e 32 - Licença paternidade será gerada a rubrica GARANTIA MINIMA AFAST DIR. INTEGRAL. Quando o empregado estiver configurado como Comissionado e com garantia mínima e estiver afastado durante os primeiros 15/30 dias do afastamento por um dos motivos 3 - Acid. Trabalho período superior a 15 dias e 42 - Acid. Trabalho período superior a 30 dias e durante todo o afastamento por motivos 17 - Acid. Trabalho período igual ou inferior a 15 dias e 44 - Acid. Trabalho período igual ou inferior a 30 dias será gerada a rubrica GARANTIA MIN AFAST ACID TRAB DIR. INT. Quando o empregado estiver configurado como Comissionado e com garantia mínima e estiver afastado após os primeiros 15/30 dias durante o afastamento pelos motivos 3 - Acid. Trabalho período superior a 15 dias e 42 - Acid. Trabalho período superior a 30 dias e durante todo o afastamento por motivo 10 - Novo afast. mesmo acid.trabalho será gerada a rubrica GARANTIA MINIMA AFAST ACID TRABALHO. Quando o empregado estiver configurado como Comissionado e com garantia mínima e estiver afastado pelo motivo 4 - Serviço militar será gerada a rubrica GARANTIA MINIMA AFAST SERV MILITAR. Quando o empregado estiver configurado como Comissionado e com garantia mínima e estiver afastado durante os primeiros 15/30 dias do afastamento por um dos motivos 6 - Doença período superior a 15 dias, 43 - Doença período superior a 30 dias e 50 - Doença profissional superior a 15 dias e durante todo o afastamento por motivo 18 - Doença período igual ou inferior a 15 dias, 45 - Doença período igual ou inferior a 30 dias e 49 - Doença profissional igual ou

55 inferior a 15 dias será gerada a rubrica GARANT MIN AFAST DOENCA DIR. INTEGRAL. Quando o empregado estiver configurado como Comissionado e com garantia mínima e estiver afastado após os primeiros 15/30 dias durante o afastamento pelos motivos 6 - Doença período superior a 15 dias, 43 - Doença período superior a 30 dias e 50 - Doença profissional superior a 15 dias e durante todo o afastamento por motivo 12 - Novo afast. mesma doença e 51 - Novo afast. mesma doença profissional será gerada a rubrica GARANTIA MINIMA AFAST DOENCA. Quando o empregado estiver configurado como Comissionado e com garantia mínima e estiver afastado por um dos motivos 7 - Licença sem vencimento, 13 - Exercício de mandato sindical, 24 - Outros motivos de afastamento e 36 - Participação de curso ou programa de qualificação será gerada a rubrica GARANTIA MINIMA AFAST LIC S/ VENCTO. Quando o empregado estiver configurado como Comissionado e com garantia mínima e estiver afastado pelo motivo 16 - Aposent. por invalid. exceto acid. trab. e doença profissional será gerada a rubrica GARANTIA MINIMA APOSENT. INVALIDEZ. Quando o empregado estiver configurado como Comissionado e com garantia mínima e estiver afastado pelo motivo 26 - Prorrogação licença maternidade 60 dias será gerada a rubrica GARANTIA MIN PRORROG. LIC. MATERNIDADE. Exemplo 01: Nos parâmetros da empresa, no campo Cálculo proporcionalidade foi selecionada a opção Sempre 30 dias. Configurada a rubrica 37 - COMISSOES na guia Configurações no quadro Médias foi selecionada todas as opções da tela Soma média afastamento do botão de reticências da opção Afastamento. No Sindicato dos Empregados vinculado ao empregado, na guia Comissionado foi informado na coluna Competência início a data 01/2014, na coluna Forma de cálculo selecionada a opção Valor informado na coluna Valor informado foi informado o valor de 1000,00, selecionada a opção Sim nas colunas Calcula

56 no 13º, Calcula no 13º adiantamento, Calcula nas férias e Calcula no aviso prévio, selecionada a opção Não no campo Determinar fim; Cadastrado um empregado em 01/01/2014 com Categoria Comissionado com salário zerado, vinculado ao sindicato acima;

57 Foi efetuado um lançamento fixo a partir de 01/2014 até 05/2014 da rubrica 37 - COMISSOES com valor de R$ 200,00. Foram calculadas as folhas mensais de 01/2014 até 09/2014. O empregado foi afastado pelo motivo 2 - Afastamento direitos integrais em 10/10/2014. Calculada a folha mensal da competência 10/2014, conforme imagem abaixo: Veja que foi gerada a rubrica 9195 Garantia Mínima Afast Dir. Integral devido o empregado possuir a configuração da garantia mínima no cadastro do sindicato vinculado ao empregado e estar afastado com direitos integrais. Calculada a folha mensal da competência 11/2014, conforme imagem abaixo:

58 Exemplo 02: Serão consideradas as mesmas definições para os Parâmetros, Rubrica e Sindicatos dos Empregados do exemplo 01. Cadastrado um empregado em 01/01/2014 com Categoria Comissionado com salário zerado, vinculado ao sindicato acima;

59 Foi efetuado um lançamento fixo a partir de 01/2014 até 05/2014 da rubrica 37 - COMISSOES com valor de R$ 200,00. Foram calculadas as folhas mensais de 01/2014 até 09/2014. O empregado foi afastado pelo motivo 3 - Acid. Trabalho período superior a 15 dias em 10/10/2014. Calculada a folha mensal da competência 10/2014, conforme imagem abaixo: Veja que foi gerada as rubrica 9197 e 9196 devido o empregado possuir a configuração da garantia mínima no cadastro do sindicato vinculado ao empregado e estar afastada por acidente de trabalho com período superior a 15 dias. Calculada a folha mensal da competência 11/2014, conforme imagem abaixo:

60 As rubricas de garantia mínima serão geradas de acordo com o tipo de afastamento que estiver vinculado ao empregado.

Versão 8.2C-07. Versão da Apostila de Novidades: 1

Versão 8.2C-07. Versão da Apostila de Novidades: 1 Versão 8.2C-07 Versão da Apostila de Novidades: 1 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda.

Leia mais

Versão 8.2C-03. Versão da Apostila de Novidades: 2

Versão 8.2C-03. Versão da Apostila de Novidades: 2 Versão 8.2C-03 Versão da Apostila de Novidades: 2 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda.

Leia mais

Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06

Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06 Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse

Leia mais

Versão 8.2A-01. Versão Final da Apostila de Novidades

Versão 8.2A-01. Versão Final da Apostila de Novidades Versão 8.2A-01 Versão Final da Apostila de Novidades Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas

Leia mais

Versão 8.2C-01. Versão Final da Apostila de Novidades

Versão 8.2C-01. Versão Final da Apostila de Novidades Versão 8.2C-01 Versão Final da Apostila de Novidades Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas

Leia mais

CONFIGURAçÃO E GERAÇÃO DO LALUR. Parâmetros

CONFIGURAçÃO E GERAÇÃO DO LALUR. Parâmetros CONFIGURAçÃO E GERAÇÃO DO LALUR Parâmetros *O campo Limite para compensação de prejuízos anteriores, é utilizado pelas empresas que em um determinado período de apuração, obtiveram prejuízo, e sobre esse

Leia mais

Caso tenha alguma dificuldade nesta etapa, procure um técnico de informática para auxiliá-lo.

Caso tenha alguma dificuldade nesta etapa, procure um técnico de informática para auxiliá-lo. Preenchimento da SEFIP para gerar a GFIP e imprimir as guias do INSS e FGTS Você, Microempreendedor Individual que possui empregado, precisa preencher a SEFIP, gerar a GFIP e pagar a guia do FGTS até o

Leia mais

BEMATECH LOJA PRACTICO ENTRADA MANUAL DE NOTAS FISCAIS

BEMATECH LOJA PRACTICO ENTRADA MANUAL DE NOTAS FISCAIS BEMATECH LOJA PRACTICO ENTRADA MANUAL DE NOTAS FISCAIS Realizar a entrada de notas fiscais é importante para manter o estoque da loja atualizado. Acesso o menu Movimento>Entrada de notas fiscais e selecione

Leia mais

Registro de Retenções Tributárias e Pagamentos

Registro de Retenções Tributárias e Pagamentos SISTEMA DE GESTÃO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS (SiGPC) CONTAS ONLINE Registro de Retenções Tributárias e Pagamentos Atualização: 20/12/2012 A necessidade de registrar despesas em que há retenção tributária é

Leia mais

O sistema gestor já contem uma estrutura completa de categorias que são transferidas automaticamente para cada empresa nova cadastrada.

O sistema gestor já contem uma estrutura completa de categorias que são transferidas automaticamente para cada empresa nova cadastrada. Página2 Cadastro de Categorias O cadastro de categoria é utilizado dentro do gestor para o controle financeiro da empresa, por ela é possível saber a origem e a aplicação dos recursos, como por exemplo,

Leia mais

1998-2011 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2011 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da. Secretaria Municipal de Saúde do. Município de São Paulo

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da. Secretaria Municipal de Saúde do. Município de São Paulo Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Programa Bolsa Família Manual de Operação Conteúdo Sumário...

Leia mais

1998-2013 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2013 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.0A-01 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

DRE DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO EMITIR UMA D.R.E NO SISTEMA DOMÍNIO CONTÁBIL

DRE DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO EMITIR UMA D.R.E NO SISTEMA DOMÍNIO CONTÁBIL DRE DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO O D.R.E é uma demonstração contábil que visa apresentar de forma resumida o resultado apurado em relação as operações da empresa em um determinado período. O

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Declaração de Serviços Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br Página 2 de 22 Índice ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

Portal dos Convênios - Siconv

Portal dos Convênios - Siconv MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - Siconv Análise, Aprovação de Proposta/Plano

Leia mais

Manual do Usuário (Firma Inspetora) Versão 1.8. CMCP - Controle da Marcação Compulsória de Produtos

Manual do Usuário (Firma Inspetora) Versão 1.8. CMCP - Controle da Marcação Compulsória de Produtos Manual do Usuário (Firma Inspetora) Versão 1.8 CMCP - Controle da Marcação Compulsória de Manual do Usuário - Firma Inspetora SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 1.1. Referências... 4 2. COMO ESTÁ ORGANIZADO O

Leia mais

Os passos a seguir servirão de guia para utilização da funcionalidade Acordo Financeiro do TOTVS Gestão Financeira.

Os passos a seguir servirão de guia para utilização da funcionalidade Acordo Financeiro do TOTVS Gestão Financeira. Acordo Financeiro Produto : RM - Totvs Gestão Financeira 12.1.1 Processo : Acordo Financeiro Subprocesso : Template de Acordo Controle de Alçada Negociação Online Data da publicação : 29 / 10 / 2012 Os

Leia mais

1 Visão Geral. 2 Instalação e Primeira Utilização. Manual de Instalação do Gold Pedido

1 Visão Geral. 2 Instalação e Primeira Utilização. Manual de Instalação do Gold Pedido Manual de Instalação do Gold Pedido 1 Visão Geral Programa completo para enviar pedidos e ficha cadastral de clientes pela internet sem usar fax e interurbano. Reduz a conta telefônica e tempo. Importa

Leia mais

2.1. Incluir uma Proposta de Concessão de Diárias e Passagens PCDP com diárias e passagens.

2.1. Incluir uma Proposta de Concessão de Diárias e Passagens PCDP com diárias e passagens. 2.Viagem Nacional 2.1. Incluir uma Proposta de Concessão de Diárias e Passagens PCDP com diárias e passagens. Iremos iniciar nosso trabalho pela funcionalidade Solicitação. Essa funcionalidade traz os

Leia mais

Versão 8.3A-04. Versão da Apostila de Novidades: 2

Versão 8.3A-04. Versão da Apostila de Novidades: 2 Versão 8.3A-04 Versão da Apostila de Novidades: 2 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE TRAMITAÇÃO DE DOCUMENTOS Versão 3.0

Leia mais

Nota Técnica 232/2015

Nota Técnica 232/2015 Nota Técnica 232/2015 Notas da Release 2015.09.02 Grupo/Conjunto: Desenvolvimento Web/Gestão de Pessoal Versão: 1.0 Autor: Hauana Andrade Negherbon Criado em: 16/09/2015 Público Alvo: Usuários e Consultores

Leia mais

Versão 8.3A-06. Versão Final da Apostila de Novidades

Versão 8.3A-06. Versão Final da Apostila de Novidades Versão 8.3A-06 Versão Final da Apostila de Novidades Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas

Leia mais

1. Importações Cordilheira

1. Importações Cordilheira 1. Importações Cordilheira 1.1. Nf-e (Entrada) Esta rotina tem como objetivo importar as Notas Fiscais de Entrada correspondentes ao Estabelecimento, a partir de uma nota de saída de seu fornecedor. Selecione

Leia mais

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New 1 Roteiro passo a passo Módulo Vendas Balcão Sistema Gestor New Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão com uso de Impressora fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa......3

Leia mais

Declaração de Serviços Tomados

Declaração de Serviços Tomados Declaração de Serviços Tomados O que é isto? O que isto faz? Por meio desta página, qualquer contribuinte pode realizar a declaração dos serviços tomados para gerar as guias de Retenção. Nesta página,

Leia mais

Módulo Odontologia. Sumário. Odontologia

Módulo Odontologia. Sumário. Odontologia Módulo Odontologia Sumário Odontologia Este módulo contêm as informações referentes como lançar os dados do atendimento odontológico dos pacientes, bem como a(s) receita(s) a ele fornecidas e o(s) exame(s)

Leia mais

Configuração de Acumuladores

Configuração de Acumuladores Configuração de Acumuladores Os acumuladores são cadastro usados pelo Módulo Domínio Sistemas Fiscal para permitir a totalização dos valores lançados nos movimentos de entradas, saídas, serviços, outras

Leia mais

COMO CRIAR UM PEDIDO DE COMPRAS

COMO CRIAR UM PEDIDO DE COMPRAS Esse guia considera que o catálogo já esteja atualizado, caso haja dúvidas de como atualizar o catálogo favor consultar o Guia de Atualização do Catálogo. Abra o programa e clique no botão Clique aqui

Leia mais

TCI Sistemas Integrados

TCI Sistemas Integrados TCI Sistemas Integrados Manual Gera arquivo Prefeitura 1 Índice 1 - Cadastros obrigatórios para Gerar Arquivo para Prefeitura...3 2 Gerar Arquivo...8 3 Retorno Arquivo Prefeitura...19 2 1 Cadastros obrigatórios

Leia mais

HEMOVIDA (CICLO DO SANGUE - Gerenciamento de estoque para grandes eventos)

HEMOVIDA (CICLO DO SANGUE - Gerenciamento de estoque para grandes eventos) Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Informática do SUS HEMOVIDA (CICLO DO SANGUE - Gerenciamento de estoque para grandes eventos) Manual do Usuário Versão 1.0 Fevereiro, 2014 Índice

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando o sistema

Leia mais

Manual SAGe Versão 1.2

Manual SAGe Versão 1.2 Manual SAGe Versão 1.2 Equipe de Pesquisadores do Projeto Conteúdo 1. Introdução... 2 2. Criação da Equipe do Projeto (Proposta Inicial)... 3 2.1. Inclusão e configuração do Pesquisador Responsável (PR)...

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO AUTOR GECi Gerenciador de eventos científicos

GUIA DO USUÁRIO AUTOR GECi Gerenciador de eventos científicos Grupo de Banco de IBILCE UNESP GUIA DO USUÁRIO AUTOR GECi Gerenciador de eventos científicos Coordenação: Prof. Dr. Carlos Roberto Valêncio Controle do Documento Grupo de Banco de Título Nome do Arquivo

Leia mais

Prefeitura de Araxá sábado, 11 de setembro de 2015

Prefeitura de Araxá sábado, 11 de setembro de 2015 sábado, 11 de setembro de 2015 ÍNDICE Desbloquear PopUps SIAT ONLINE Considerações Gerais Benefícios Pessoas Físicas. Benefícios Pessoas Jurídicas. Tela Inicial anônimos Acesso Restrito Direcionado a Empresas

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR

1. IDENTIFICAÇÃO FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR 1 1 2 1. IDENTIFICAÇÃO FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR Razão Social: FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR CNPJ: 12.838.821/0001-80 Registro ANS: 41828-5 Inscrição Municipal: 130973/001-6 Inscrição Estadual:

Leia mais

Acesso ao Sistema Usuário: MASTER Senha : MASTER (maiúsculo ou minúsculo)

Acesso ao Sistema Usuário: MASTER Senha : MASTER (maiúsculo ou minúsculo) Manual Cobrança Caixa Acesso ao Sistema Usuário: MASTER Senha : MASTER (maiúsculo ou minúsculo) Selecionar Cedente Para utilizar o sistema, selecione o Cedente (CADASTROS > SELECIONAR CEDENTE > ACESSAR).

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

PDE INTERATIVO MANUAL DE CADASTRO E GERENCIAMENTO DE USUÁRIOS

PDE INTERATIVO MANUAL DE CADASTRO E GERENCIAMENTO DE USUÁRIOS PDE INTERATIVO MANUAL DE CADASTRO E GERENCIAMENTO DE USUÁRIOS O cadastro dos usuários é a etapa que antecede a elaboração do PLANO DE DESEMVOLVIMENTO DA ESCOLA, no PDE Interativo e precisa ser feito por

Leia mais

Portal do Magistrado Guia Rápido Solicitação de Plantão Judiciário

Portal do Magistrado Guia Rápido Solicitação de Plantão Judiciário Acesso ao Portal do Magistrado Como entrar no Portal do Magistrado: ENDEREÇO ELETRÔNICO: www.portaldomagistrado.tjsp.jus.br/ptlpdb/ Conecte seu Certificado Digital ao computador e informe sua Senha de

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

ROTEIRO PARA REGISTRO NO CONTAS ONLINE Programa Caminho da Escola Parte I Execução Financeira Data de atualização: 21/6/2012

ROTEIRO PARA REGISTRO NO CONTAS ONLINE Programa Caminho da Escola Parte I Execução Financeira Data de atualização: 21/6/2012 1 ROTEIRO PARA REGISTRO NO CONTAS ONLINE Programa Caminho da Escola Parte I Execução Financeira Data de atualização: 21/6/2012 Introdução O material abaixo foi elaborado para orientar de forma objetiva

Leia mais

APOSTILA PORTAL VERSÃO: EMISSOR

APOSTILA PORTAL VERSÃO: EMISSOR APOSTILA PORTAL VERSÃO: EMISSOR Sumário Sumário... 2 ACESSAR O PORTAL... 4 TELA INICIAL... 4 1º Recurso: BEM VINDO... 5 Altere sua senha... 5 Sair do Sistema... 5 2º Recurso: COMUNICAÇÃO... 5 3º Recurso:

Leia mais

Adicional na alíquota do ICMS destinado ao Fundo Estadual de Combate à Pobreza do Paraná - FECOP Versão 1.0

Adicional na alíquota do ICMS destinado ao Fundo Estadual de Combate à Pobreza do Paraná - FECOP Versão 1.0 Perguntas & Respostas Adicional na alíquota do ICMS destinado ao Fundo Estadual de Combate à Pobreza do Paraná - FECOP Versão 1.0 1. Qual a legislação aplicável ao adicional na alíquota do ICMS destinado

Leia mais

INTEGRAÇÃO FINANCEIRO E CONTABILIDADE APOSTILA DE APRESENTAÇÃO DOS MOVIMENTOS EMPRESA: EMATER MINAS GERAIS ESCRITÓRIOS LOCAIS

INTEGRAÇÃO FINANCEIRO E CONTABILIDADE APOSTILA DE APRESENTAÇÃO DOS MOVIMENTOS EMPRESA: EMATER MINAS GERAIS ESCRITÓRIOS LOCAIS INTEGRAÇÃO FINANCEIRO E CONTABILIDADE APOSTILA DE APRESENTAÇÃO DOS MOVIMENTOS EMPRESA: EMATER MINAS GERAIS ESCRITÓRIOS LOCAIS 1 MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA UREGIS - Entrando no Sistema: - Movimentação; - Movimentação

Leia mais

1. Empresa Modelo...7 2.1. Dados da Empresa modelo...7 2.2. Duplicação de dados da empresa modelo...8. 3. Parâmetros da Empresa...

1. Empresa Modelo...7 2.1. Dados da Empresa modelo...7 2.2. Duplicação de dados da empresa modelo...8. 3. Parâmetros da Empresa... 1 2 Índice 1. Controle de Exercício...5 1.1. Criação de novo exercício...5 1.2. Exclusão de Exercício...6 1.3. Encerramento do exercício...6 1.4. Abertura de exercício...7 1. Empresa Modelo...7 2.1. Dados

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO. POP Procedimento Operacional Padrão ATIVIDADE POP N VERSÃO Nº FOLHA N EMISSÃO DE GUIAS DE IMPOSTOS 001 00 1 / 16

SISTEMA DE GESTÃO. POP Procedimento Operacional Padrão ATIVIDADE POP N VERSÃO Nº FOLHA N EMISSÃO DE GUIAS DE IMPOSTOS 001 00 1 / 16 SISTEMA DE GESTÃO EMISSÃO DE GUIAS DE IMPOSTOS 001 00 1 / 16 1. OBJETIVO Orientar os funcionários do Setor Financeiro quanto à emissão de guias de impostos. 2. APLICAÇÃO Setor Financeiro 3. REFERÊNCIAS

Leia mais

Manual Mobuss Construção - Móvel

Manual Mobuss Construção - Móvel Manual Mobuss Construção - Móvel VISTORIA & ENTREGA - MÓVEL Versão 1.0 Data 22/04/2014 Mobuss Construção - Vistoria & Entrega Documento: v1.0 Blumenau SC 2 Histórico de Revisão Versão Data Descrição 1.0

Leia mais

1 Criação do Manual 15/07/2011 Edilson J. Martins. 2 Revisão do Manual 01/10/2012 Raruana Freitas

1 Criação do Manual 15/07/2011 Edilson J. Martins. 2 Revisão do Manual 01/10/2012 Raruana Freitas 0ESTOQUE Versão Observação Data Modificação Responsável 1 Criação do Manual 15/07/2011 Edilson J. Martins 2 Revisão do Manual 01/10/2012 Raruana Freitas Página 1 ÍNDICE 1 Estoque... 3 2 Aferições... 3

Leia mais

CONTROLE FINANCEIRO - TAREFAS BENNER WEB MÓDULO CONTROLE FINANCEIRO

CONTROLE FINANCEIRO - TAREFAS BENNER WEB MÓDULO CONTROLE FINANCEIRO BENNER WEB MÓDULO CONTROLE FINANCEIRO 1 ÍNDICE 1. RELAÇÃO DE PAGAMENTO...03 1.1 Pagamento com Recurso da União - CREDENCIADOS...03 1.1.1 Geração de RP dos credenciados...03 1.1.2 Impressão da RP-Relação

Leia mais

Sistema NetConta I - Guia de Referência Rápida

Sistema NetConta I - Guia de Referência Rápida Sistema NetConta I - Guia de Referência Rápida Dúvidas ou Sugestões: netconta@polimed.com.br Índice Como entrar no sistema NetConta 1?... 3 1. TRABALHANDO COM UMA REMESSA... 3 1.1.Como criar uma nova remessa?...

Leia mais

Tutorial de Preenchimento de ARTs. Contrato com a CAIXA

Tutorial de Preenchimento de ARTs. Contrato com a CAIXA Pág. 1 1) Estrutura de Preenchimento das ARTs: A ART Principal deve conter as informações do contrato com a Caixa. As ARTs Múltiplas devem conter as ordens de serviço do mês e estarem vinculadas à ART

Leia mais

Esta melhoria depende de execução do update de base U_UPDFIN, conforme procedimento para implementação.

Esta melhoria depende de execução do update de base U_UPDFIN, conforme procedimento para implementação. Solicitação de Fundos Novas Funcionalidades Produto : Microsiga Protheus Financeiro versão 11 Chamado : TEIXDG Data da publicação : 01/08/12 País(es) : Argentina Banco(s) de Dados : Todos Esta melhoria

Leia mais

MELHORIAS GERA PACOTE 2

MELHORIAS GERA PACOTE 2 MELHORIAS GERA PACOTE 2 1. Pagamento e Retirada (Checkout) 1 1.1. Pagamento A Combinar na Retirada 1 1.2.Tela de Pagamento e Retirada (CheckOut) 5 1.3. Opções de Pesquisa 6 1.3.1Pesquisa por Revendedor

Leia mais

Boletim de Administração Pública Municipal

Boletim de Administração Pública Municipal Atualização: Junho 2005 Página: 3 SIAWeb Introdução: O SiaWeb é composto de três módulos Imobiliário, Mobiliário e Água e Esgoto. O uso do sistema pela Internet facilita e agiliza a troca de informações

Leia mais

Versão 8.3A-03. Versão da Apostila de Novidades: 1

Versão 8.3A-03. Versão da Apostila de Novidades: 1 Versão 8.3A-03 Versão da Apostila de Novidades: 1 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda.

Leia mais

Capítulo 1. Importação de Dados de Instituições Financeiras - Arquivo TXT 3

Capítulo 1. Importação de Dados de Instituições Financeiras - Arquivo TXT 3 Sumário Capítulo 1. Importação de Dados de Instituições Financeiras - Arquivo TXT 3 Capítulo 2. Importação de Dados de Instituições Financeiras - Arquivo XML 12 Capítulo 1. Importação de Dados de Instituições

Leia mais

MANUAL DO PUBLICADOR

MANUAL DO PUBLICADOR MANUAL DO PUBLICADOR Brasília 2010/2013 1 SUMÁRIO 1 Introdução... 5 2 O Sistema... 5 2.1 Módulos do Sistema... 6 2.2 Perfis do Sistema... 6 2.2.1 Perfil Publicador... 7 3 Publicar Documentos - Publicador...

Leia mais

MANUAL DE ATENDIMENTO AO SERVIDOR MÓDULO - SIGRH

MANUAL DE ATENDIMENTO AO SERVIDOR MÓDULO - SIGRH MANUAL DE ATENDIMENTO AO SERVIDOR MÓDULO - SIGRH Universidade Federal de Itajubá Diretoria de Pessoal Agosto/2015 Prezados Servidores, Com o intuito de orientar as Diretorias e Institutos desta Universidade

Leia mais

Fluxo de Caixa. 1. Conexão ao Sistema... 2

Fluxo de Caixa. 1. Conexão ao Sistema... 2 1. Conexão ao Sistema... 2 2. Cadastros 2.1 Beneficiários 2.1.1 Dados do Beneficiário e Contatos... 3 2.1.2 Parametrização Contas do Fluxo Gerencial... 4 2.1.3 Parametrização Contas Financeiras... 4 2.1.4

Leia mais

Disponibilizada a rotina Vale Presente (LOJA830) no módulo Controle de Lojas (SIGALOJA), assim como já é utilizada no módulo Front Loja (SIGAFRT).

Disponibilizada a rotina Vale Presente (LOJA830) no módulo Controle de Lojas (SIGALOJA), assim como já é utilizada no módulo Front Loja (SIGAFRT). Vale Presente para Controle de Lojas Produto : Microsiga Protheus - Controle de Lojas - Versão 10 Chamado : TFDI16 Data da publicação : 12/07/12 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Esta melhoria

Leia mais

SISTEMA QUADRO DE ESTOQUE ON-LINE MANUAL DE OPERAÇÃO

SISTEMA QUADRO DE ESTOQUE ON-LINE MANUAL DE OPERAÇÃO MANUAL DE OPERAÇÃO Digitador do Quadro de Estoque Última atualização: 22/02/2010 ACESSO AO SISTEMA O acesso ao sistema deve ser feito por meio do endereço de internet: http://estoquedse.edunet.sp.gov.br

Leia mais

Rateio por Despesas por Contas Contábeis

Rateio por Despesas por Contas Contábeis Rateio por Despesas por Contas Contábeis Introdução É possível efetuar configuração no sistema para que a contabilização das despesas seja rateada entre departamentos/centros de custo, de acordo com percentuais

Leia mais

Versão 8.2C-08. Domínio Atendimento

Versão 8.2C-08. Domínio Atendimento Versão 8.2C-08 Domínio Atendimento Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso,

Leia mais

1998-2012 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2012 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter

Leia mais

,QVWDODomR. Dê um duplo clique para abrir o Meu Computador. Dê um duplo clique para abrir o Painel de Controle. Para Adicionar ou Remover programas

,QVWDODomR. Dê um duplo clique para abrir o Meu Computador. Dê um duplo clique para abrir o Painel de Controle. Para Adicionar ou Remover programas ,QVWDODomR 5HTXLVLWRV0tQLPRV Para a instalação do software 0RQLWXV, é necessário: - Processador 333 MHz ou superior (700 MHz Recomendado); - 128 MB ou mais de Memória RAM; - 150 MB de espaço disponível

Leia mais

e Autorizador Odontológico

e Autorizador Odontológico 1 CONTROLE DE DOCUMENTO Revisor Versão Data Publicação Diego Ortiz Costa 1.0 08/08/2010 Diego Ortiz Costa 1.1 09/06/2011 Diego Ortiz Costa 1.2 07/07/2011 2 Sumário CONTROLE DE DOCUMENTO... 2 1. Informações

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO RURAL E AGRICULTURA FAMILIAR SEDRAF INSTITUTO DE DEFESA AGROPECUÁRIA DO ESTADO DE MATO GROSSO

SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO RURAL E AGRICULTURA FAMILIAR SEDRAF INSTITUTO DE DEFESA AGROPECUÁRIA DO ESTADO DE MATO GROSSO Manual de Utilização do Sistema Informatizado de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (SINDESA) para realização de Procedimentos relacionados ao Programa Estadual de Controle e Erradicação de Brucelose

Leia mais

MANUAL DE INTEGRAÇÃO FORTES AC PESSOAL / CONTÁBIL

MANUAL DE INTEGRAÇÃO FORTES AC PESSOAL / CONTÁBIL MANUAL DE INTEGRAÇÃO FORTES AC PESSOAL / CONTÁBIL Página1 ÍNDICE 1. Integração de Movimentos (Folha, Férias, Adiantamento de Folha, Adiantamento de 13º, 13º Salário e Rescisão) Passo 1.1... pág. 3 Passo

Leia mais

Visão Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13

Visão Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13 Visão Empresa de Contabilidade Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse

Leia mais

atualização gratuita *para clientes Solutio com contrato de manutenção ativo.

atualização gratuita *para clientes Solutio com contrato de manutenção ativo. novidades da versão 2.2 Obrigações fiscais 2013 o Comunicação das faturas para a AT através do Serviço Online Ficheiros do processo o Atualizadas as designações dos tipos de ficheiro o Acrescentadas as

Leia mais

Solicitação de Autorização Intercâmbio

Solicitação de Autorização Intercâmbio Solicitação de Autorização Intercâmbio Passo a Passo - EQAT AGOSTO/2010 Por: Daniel Toledo 1 PARTE 1 PORTAL UNIMED... 4 1. ACESSO AO SITE... 4 2. SOLICITAÇÃO INTERCÂMBIO NACIONAL E ESTADUAL (EXCETO 0976

Leia mais

Portal dos Convênios - Siconv. Cadastramento de Proponente, Consórcio Público e Entidades Privadas sem Fins Lucrativos

Portal dos Convênios - Siconv. Cadastramento de Proponente, Consórcio Público e Entidades Privadas sem Fins Lucrativos MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - Siconv Cadastramento de Proponente, Consórcio

Leia mais

Instruções para o cadastramento da Operação de Transporte e geração do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT.

Instruções para o cadastramento da Operação de Transporte e geração do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT. Instruções para o cadastramento da Operação de Transporte e geração do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT. Versão: 16/03/12 As instruções abaixo aplicam-se a todas as Operações de Transportes

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO CAFÉ TORRADO E MOÍDO

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO CAFÉ TORRADO E MOÍDO SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO CAFÉ TORRADO E MOÍDO Janeiro 2016 Substituição Tributária do Café Torrado e Moído Introdução Em função das modificações promovidas pela Lei Complementar n.º 147/2014 no Estatuto

Leia mais

Esta melhoria depende de execução do update de base UPDFIS, conforme Procedimentos para Implementação.

Esta melhoria depende de execução do update de base UPDFIS, conforme Procedimentos para Implementação. Códigos de Lançamento e Reflexos da Apuração Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais, Versão 11 Chamado : TILHNY Data da publicação : 05/05/14 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Importante

Leia mais

ERP-12498 Documento de Entrada Falha "Duplicate Key violates unique constraint" emitido pelo sistema na efetivação do Documento de Entrada.

ERP-12498 Documento de Entrada Falha Duplicate Key violates unique constraint emitido pelo sistema na efetivação do Documento de Entrada. Release 3.83.1 Resumo das alterações Gerais Estoque ERP-12498 Falha "Duplicate Key violates unique constraint" emitido pelo sistema na efetivação do Documento de Entrada. Em casos onde um realiza distribuição

Leia mais

UNIMED LITORAL MANUAL DE PROCESSOS E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

UNIMED LITORAL MANUAL DE PROCESSOS E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UNIMED LITORAL MANUAL DE PROCESSOS E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MANUAL PORTAL UNIMED AUTORIZAÇÃO Site: www.unimedlitoral.com.br/planodesaude A senha e login será sempre o CPF do Médico Desenvolvido por: Larissa

Leia mais

NOVA VERSÃO SAFE DOC MANUAL

NOVA VERSÃO SAFE DOC MANUAL NOVA VERSÃO SAFE DOC MANUAL COMO ACESSAR O APLICATIVO SAFE DOC CAPTURE Acesse o aplicativo SAFE-DOC CAPTURE clicando no ícone na sua área de trabalho: SAFE-DOC Capture Digite o endereço do portal que é

Leia mais

Guia de Capacitação Liberador de Rotinas Automáticas

Guia de Capacitação Liberador de Rotinas Automáticas Guia de Capacitação Liberador de Rotinas Automáticas Versão 01 Setembro 2014 MATERIAL PARA CAPACITAÇÃO INTERNA DO FIPLAN MÓDULO: GESTÃO LIBERADOR DE ROTINAS AUTOMÁTICAS COLABORADORES DO MATERIAL: GENIVIEVE

Leia mais

SISTEMA CAÇA-TALENTOS MANUAL DE OPERAÇÃO PERFIL SECRETARIA

SISTEMA CAÇA-TALENTOS MANUAL DE OPERAÇÃO PERFIL SECRETARIA SISTEMA CAÇA-TALENTOS MANUAL DE OPERAÇÃO PERFIL SECRETARIA O Sistema Caça-Talentos tem o objetivo de aprimorar o negócio e fornecer um controle informatizado dos processos de captação dos alunos. Ele possui

Leia mais

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br CADASTRO GERAL CADASTRO PESSOA FÅSICA E PESSOA JURÅDICA CADASTROS > CADASTRO GERAL 1. PARA INCLUSÇO UM NOVO CADASTRO: a) LIMPAR TELA; b) Selecionar uma ou mais Classificações; c) Selecionar Situação ATIVADO;

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Declaração de Serviços Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br Página 2 de 30 Índice ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE CONCILIAÇÃO BANCÁRIA (ELABORAÇÃO E ENCAMINHAMENTO AO AUDESP)

ORIENTAÇÕES SOBRE CONCILIAÇÃO BANCÁRIA (ELABORAÇÃO E ENCAMINHAMENTO AO AUDESP) ORIENTAÇÕES SOBRE CONCILIAÇÃO BANCÁRIA (ELABORAÇÃO E ENCAMINHAMENTO AO AUDESP) A Conciliação Bancária se refere ao procedimento que visa comparar a movimentação financeira das contas correntes e sua escrituração

Leia mais

SPED Contábil - Versão 3.1.9

SPED Contábil - Versão 3.1.9 SPED Contábil - Versão 3.1.9 A Escrituração Contábil Digital (ECD) é parte integrante do projeto SPED e tem por objetivo a substituição da escrituração em papel pela escrituração transmitida via arquivo,

Leia mais

DF-e Manager Manual de uso Manifestação do destinatário Setembro de 2015

DF-e Manager Manual de uso Manifestação do destinatário Setembro de 2015 DF-e Manager Manual de uso Manifestação do destinatário Setembro de 2015 Copyright 2015 Synchro Solução Fiscal Brasil 1 Conteúdo 1. Introdução... 3 2. A Manifestação do Destinatário no DF-e Manager...

Leia mais

CERTIDAO SIMPLIFICADA EXISTÊNCIA DE EMPRESA

CERTIDAO SIMPLIFICADA EXISTÊNCIA DE EMPRESA CERTIDAO SIMPLIFICADA EXISTÊNCIA DE EMPRESA Ao escolher o Tipo de Certidão Simplificada, será exibida uma lista com o tipo da simplificada a ser escolhida. A tabela de preços vale para ambas opções. Selecione

Leia mais

MIT041 - Especificação de Processos Padrão do Módulo Financeiro - Protheus Cliente: Caern - Companhia de Água e Esgoto do Rio Grande do Norte

MIT041 - Especificação de Processos Padrão do Módulo Financeiro - Protheus Cliente: Caern - Companhia de Água e Esgoto do Rio Grande do Norte Página: 1 de 34 8. Contas a Pagar: O departamento ou a Gestão de Contas a Pagar de uma determinada empresa e/ou organização é responsável por fazer toda a gestão dos compromissos que são assumidos por

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO PARECERISTA GECi Gerenciador de Eventos Científicos

GUIA DO USUÁRIO PARECERISTA GECi Gerenciador de Eventos Científicos IBILCE UNESP 2014 GUIA DO USUÁRIO PARECERISTA GECi Gerenciador de Eventos Científicos Coordenação: Prof. Dr. Carlos Roberto Valêncio Controle do Documento Alteração Feita Responsável Data Atualização do

Leia mais

GUIA PARA ELABORAÇÃO DA DECLARAÇÃO DE IR PREVIDÊNCIA

GUIA PARA ELABORAÇÃO DA DECLARAÇÃO DE IR PREVIDÊNCIA Enviamos a todos os clientes que tenham realizado no ano-calendário de 2015 contribuições para o plano de previdência, resgates ou recebido renda de aposentadoria, o INFORME DE RENDIMENTO FINANCEIRO E

Leia mais

Manual de Utilização. Ao acessar o endereço www.fob.net.br chegaremos a seguinte página de entrada: Tela de Abertura do Sistema

Manual de Utilização. Ao acessar o endereço www.fob.net.br chegaremos a seguinte página de entrada: Tela de Abertura do Sistema Abaixo explicamos a utilização do sistema e qualquer dúvida ou sugestões relacionadas a operação do mesmo nos colocamos a disposição a qualquer horário através do email: informatica@fob.org.br, MSN: informatica@fob.org.br

Leia mais

ISS Eletrônico. Formato de Arquivos para Transmissão de Documentos Declarados através do aplicativo OFFLINE. Extensão do Arquivo JUNHO2006.

ISS Eletrônico. Formato de Arquivos para Transmissão de Documentos Declarados através do aplicativo OFFLINE. Extensão do Arquivo JUNHO2006. ISS Eletrônico Formato de Arquivos para Transmissão de Documentos Declarados através do aplicativo OFFLINE Caro contribuinte. A transmissão de arquivos é uma facilidade fornecida pelo sistema de ISS Eletrônico

Leia mais

A SOLUÇÃO COMPLETA PARA VENDER DENTRO E FORA DA INTERNET. Muito mais negócio para você

A SOLUÇÃO COMPLETA PARA VENDER DENTRO E FORA DA INTERNET. Muito mais negócio para você A SOLUÇÃO COMPLETA PARA VENDER DENTRO E FORA DA INTERNET Muito mais negócio para você O PagSeguro tem a solução ideal em meios de pagamento para seu negócio, seja ele físico ou virtual. Conheça o PagSeguro

Leia mais

Portal de Sistemas Integrados. Manual do Usuário. Versão: 1.0

Portal de Sistemas Integrados. Manual do Usuário. Versão: 1.0 Portal de Sistemas Integrados Manual do Usuário Versão: 1.0 Página: 1/33 Índice 1. Apresentação... 3 2. Descrição do Sistema... 3 3. Orientações Gerais ao Usuário...4 3.1. Senhas de Acesso... 4 4. Funcionalidades

Leia mais

Guia operação site www.atu.com.br

Guia operação site www.atu.com.br Guia operação site www.atu.com.br OBS: as telas no site bem como no sistema de gestão poderão sofrer alguma alteração, com base nos exemplos ilustrativos deste manual. 1. Objetivo Este guia tem como objetivo

Leia mais

ULT-014-ENTRADA NO ESTOQUE POR DIGITAÇÃO / CODIGO DE BARRAS

ULT-014-ENTRADA NO ESTOQUE POR DIGITAÇÃO / CODIGO DE BARRAS ULT-014-ENTRADA NO ESTOQUE POR DIGITAÇÃO / CODIGO DE BARRAS Esta modalidade de entrada deve ser efetuada quando você não fez um PEDIDO DE COMPRA o qual está em PRODUTOS, COMPRAS, CONSULTA PEDIDOS. Se o

Leia mais

Manual de documento de arrecadação GNRE

Manual de documento de arrecadação GNRE Manual de documento de arrecadação GNRE Sumário 1. Códigos de receita ICMS... 3 1.1. Cadastro dos códigos de receita... 3 1.2. Consultando a tabela de códigos de receita ICMS... 4 2. Documento de arrecadação...

Leia mais