MANUAL PARA USO DA PLATAFORMA MOODLE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL PARA USO DA PLATAFORMA MOODLE"

Transcrição

1 CENTRO UNIVERSITÁRIO DE JARAGUÁ DO SUL UNERJ PRÓ-REITORIA ACADÊMICA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NEaD MANUAL PARA USO DA PLATAFORMA MOODLE Criado por: Equipe NEaD Setembro de 2009

2 1 Apresentação O Moodle é uma plataforma gratuita para gestão e desenvolvimento de atividades na modalidade de Educação a Distância (EaD). As inúmeras opções de recursos aliados à flexibilidade de criação que a plataforma oferece, a tornam uma das melhores plataformas a serem utilizadas em EaD. Para iniciar o processo de criação de um ambiente para disciplina, curso ou atividade na plataforma Moodle, entre em contato com a equipe do NEaD e peça o seu cadastramento. Após o cadastro, você poderá acessar ao ambiente a partir do endereço eletrônico fornecido, usando login e senha do seu na instituição. Ao acessar o ambiente disponibilizado, inicia-se a organização/criação/configuração do ambiente a partir das especificidades do curso, disciplina ou atividade, considerando o perfil dos envolvidos. Este manual foi desenvolvido para orientá-lo(a) neste processo de criação! Em caso de dúvida, entre em contato. Bom Trabalho! Equipe NEaD

3 2 SUMÁRIO 1. Iniciando o processo de configuração Definindo o tipo de formato Formato Social Formato Semanal Formato Tópicos Funcionalidade das opções de configuração Organizando e disponibilizando espaços informativos no ambiente virtual Disponibilização de materiais no ambiente virtual Disponibilização de materiais na Webteca Como eliminar ou esconder espaços no ambiente virtual? Alteração da localização de espaços Visualização de informações sobre os participantes e alteração de perfil Recebimento e envio de s Busca nos fóruns Inserção de novos espaços Atividade recente Descrição do curso/ site Calendário HTML (espaços alternativos) Usuários On-line Calculadora de financiamento Inserindo e organizando espaços para interação e desenvolvimento de atividades no ambiente virtual Fórum ou espaço para compartilhar produções Possibilidades de espaços criados ao inserir uma atividade de fórum Criando grupos ou espaços individuais de visualização em um mesmo Fórum Anexando arquivos em espaços de fóruns Visualização de mensagens do fórum Chat Wiki Compondo textos no Wiki Compondo hipertextos no Wiki Blog Tarefas Configurando os espaços de tarefas específicas Fazendo a configuração de módulos comuns Acesso às tarefas encaminhadas Questionário Configurações iniciais do questionário Elaborando questões Acessando, respondendo e avaliando questionários Enquetes Glossário Lição... 68

4 Pesquisa de Avaliação Diário Outros Recursos Símbolos Matemáticos Relatório de atividades dos acadêmicos... 82

5 4 1. Iniciando o processo de configuração... Este é o seu primeiro acesso ao novo ambiente criado. Por onde começar? O primeiro passo é ativar a edição para, em seguida, encontrar o local com a Administração do ambiente e escolher a opção Configurações. O espaço para Administração do ambiente geralmente se encontra no canto inferior esquerdo de sua tela, podendo ser observada na imagem que apresentamos na sequência. Ao acessar o espaço de configurações temos a possibilidade de modificar as configurações básicas do ambiente criado. Os primeiros campos (Categoria, Nome completo, nome breve e ID do curso) são criados pela equipe do NEaD no momento em que o ambiente é cadastrado, não havendo necessidade de alterações nos campos referentes a estes itens. O espaço correspondente ao Sumário também segue formato padrão, já configurado pelo NEaD no momento do cadastro do ambiente com a informação Ambiente criado e mantido pelo NEaD, não havendo necessidade de alterações nele. Assim, as primeiras alterações a serem realizadas por você estão na escolha do formato, momento esse em que se inicia a organização do ambiente interno. Dentre os formatos disponíveis (veja lista completa na imagem abaixo), há três formatos cuja configuração atende as especificidades de uso da plataforma na instituição: o Social, o Semanal ou o formato por Tópicos. Conheça as características dos três formatos acima mencionados:

6 5 1.1 Definindo o tipo de formato: Formato Social: apresenta restrições no que se refere à inserção de recursos e aplicativos internos, possibilitando apenas a criação de um único fórum. Na tela inicial é apresentada a opção de inserção de tópico (disponível apenas ao professor), a partir da qual pode-se iniciar uma discussão. Para organizar as discussões, o formato não oferece restrições quanto à quantidade de tópicos possíveis de serem inseridos, sendo recomendada a criação de um novo tópico para cada novo tema proposto para discussão. Como qualquer outro fórum, há possibilidade de também nesse serem anexados arquivos às mensagens deixadas. A imagem abaixo apresenta a forma como as informações são visualizadas pelo aluno na tela inicial. Nesse caso, temos 01 tópico chamado Agenda 01, no qual é apresentada a mensagem deixada pelo professor na abertura do tópico (a palavra teste ) e as opções que permitem a discussão do tópico e apresentam a quantidade de respostas dada a ele. Diante das restrições apresentadas pelo formato, acreditamos que ele se configure como uma opção possível para casos em que o ambiente virtual será utilizado apenas como apoio às aulas presenciais, não atendendo às necessidades de disciplinas que o utilizam para desenvolvimento de aulas em EaD Formato Semanal: A organização do ambiente nesse formato se dá, como o próprio nome diz, por períodos semanais, contados a partir da data de início do curso/disciplina. Neste sentido, como podemos observar na imagem abaixo, feita a escolha por esse formato, há outras duas informações que precisam ser especificadas: o número de semanas que durará o curso/disciplina e a sua data de início.

7 6 A visualização dos espaços semanais criados estará disponível na tela inicial do ambiente, em seu espaço central, podendo ser inseridas informações distintas em cada um deles. A imagem apresentada a seguir demonstra a organização de um ambiente nesse formato, no qual foi solicitado a apresentação de 5 semanas e seu início em 25 de junho. Neste caso foram disponibilizadas, inicialmente, informações relativas à primeira semana do curso/disciplina, todavia, a programação de todo o curso já poderia ser inserida, organizada semanalmente. Não recomendamos o uso desse formato para disciplinas que desenvolvam aulas em EaD pelo fato de, nestas, habitualmente o período para desenvolvimento de atividades não seguir a lógica de organização semanal. Por não seguir essa lógica, a apresentação de datas, impostas pelo próprio formato, pode confundir e restringir a forma de orientação para as atividades na modalidade a distância Formato Tópicos: A organização do ambiente nesse formato é semelhante ao formato semanal, no entanto, nele não temos a especificação de datas/períodos em cada um dos espaços. Um tópico se constitui no espaço que habitualmente são apresentadas as orientações referentes às ações que deverão ser desenvolvidas no ambiente virtual (as agendas). Na imagem a seguir (tela inicial de um ambiente), na parte central, existem dois quadros: o da programação (que é disponibilizado automaticamente pela plataforma) e o seguinte é aquele que chamamos de Tópico 1.

8 7 Caso for habilitada a visualização de mais de um tópico, o que pode ser definido aumentando seu número no momento da escolha do formato, criaremos uma lista destes quadros, um abaixo do outro, sem informação alguma. Considerando a lógica de organização das disciplinas EaD, quando dificilmente temos mais de uma agenda disponível em um mesmo ambiente, durante o mesmo período de aulas da disciplina, a sugestão é de que se mantenha apenas um tópico, disponibilizando nele as informações relativas a agenda. Após o término do período da agenda, as informações são substituídas, mantendo-se na tela inicial apenas as informações atualizadas e disponibilizando links para acesso a informações anteriores em espaços específicos. A imagem na seqüência apresenta a visualização do processo descrito: destacados pela cor rosa se encontram as informações atualizadas e, logo abaixo, no próprio tópico, o professor organizou o link para acesso as orientações anteriores, na cor lilás.

9 8 Outra possibilidade se constitui na disponibilização de tópicos na quantidade de agendas que serão desenvolvidas durante o semestre, habilitando a visualização deles apenas no momento desejado. Nessa configuração, as agendas não são substituídas, mas acrescentadas, sendo visualizadas uma abaixo da outra. Nos formatos Semanais e por Tópicos, a inserção de informações ocorre da mesma forma. Para incluí-las, o procedimento é bastante simples: com a edição ativada, clique sobre o ícone de edição - -, quando uma caixa de texto se abrirá, trazendo possibilidades de inserção de texto escrito, imagens, tabelas, realização de links, como demonstra a imagem apresentada a seguir: Feita a inserção das informações desejadas, basta salvar as mudanças realizadas clicando no botão existente logo abaixo da caixa de textos.

10 9 1.2 Funcionalidade das opções de configuração Tendo definido o formato que orientará a organização do ambiente que está sendo criado (Social, Semanal ou Tópicos), novas informações precisam ser inseridas para conclusão desse processo. Para auxiliar, seguem orientações acerca da funcionalidade das opções disponíveis no espaço de configurações, as quais, de uma forma ou outra, serão definidas por você: A primeira informação a ser disponibilizada se refere à data de início de curso/disciplina (A), a qual obrigatoriamente precisa ser especificada no formato semanal, mas não nos demais. Tendo informado a data de início do curso, você terá de optar pela forma de visualização dos elementos disponíveis no ambiente que está sendo configurado. Dentre todos os elementos existentes na plataforma (configuração inicial padrão), há muitos que, a depender dos objetivos de criação do ambiente, não são necessários. Neste caso, há possibilidade de escondermos os recursos que não serão utilizados. Como isso pode ser feito? Ao lado de todos os módulos e opções existentes, há um olho aberto e um olho fechado, os quais correspondem, respectivamente, à possibilidade dos alunos visualizarem ou não visualizarem o recurso. A sugestão é de que sejam fechados os

11 10 olhos de todos os recursos que não forem utilizados, mantendo abertos apenas aqueles que fazem parte da estrutura necessária para as ações que serão propostas pelo curso/ disciplina. Neste sentido, o questionamento relacionado às seções escondidas (B) apresentado nas configurações iniciais está relacionado à possibilidade dos elementos escondidos serem mostrados contraídos (apenas com o título visível) ou completamente invisíveis. Considerando que, se o espaço está sendo escondido é devido à ausência de uma função para ele, não há sentido em o mantermos contraído. Assim, a sugestão é de que todas as seções que forem escondidas se encontrem completamente invisíveis aos usuários que utilizarão o ambiente. No espaço quantas notícias mostrar (C) há como delimitar o número de notícias que serão visualizadas. Essas notícias correspondem aos tópicos inseridos no espaço Fórum de notícias, os quais são anunciados em um quadro que, na configuração padrão da Plataforma, se encontra disponível na lado direito da tela inicial do ambiente (semelhante a imagem apresentada ao lado). O Fórum de notícias é disponibilizado automaticamente nos formatos Semanal e Tópicos, se configurando em um espaço interessante para disponibilização de recados e orientações gerais acerca da disciplina aos acadêmicos. Para inserir uma informação/notícia nesse fórum, ao acessá-lo, basta solicitar a inserção de um novo tópico, possibilidade essa que é restrita ao moderador do ambiente (professor), sendo que os alunos apenas podem comentar em um tópico existente, não podendo inserir novos. No que se refere à quantidade de notícias visíveis na tela inicial, não há como determinar um número ideal, no entanto, recomendamos que sejam disponibilizadas apenas as chamadas das notícias mais atuais, sendo possível o acesso às notícias anteriores através do Fórum de Notícias, onde são mantidos os registros de todas elas. Lembramos que assim como as outras opções, este item pode ser alterado sempre que necessário. Os itens D e E, permitem que o professor moderador do ambiente opte por deixar visível as notas (D) a todos os participantes, e/ou o relatório de atividades (E). É importante que o professor analise os prós e contras no momento de realizar estas escolhas, adotando a formatação coerente com as suas concepções de educação. Em tamanho máximo de Upload (F), tem-se a possibilidade de limitar o tamanho dos arquivos que são enviados em anexo às mensagens. É necessário levar em

12 11 consideração os tipos de atividades que serão solicitadas durante o curso ou disciplina para delimitar o tamanho máximo dos arquivos, fazendo com que esta escolha não inviabilize as propostas de trabalho. Recomendamos que sempre seja habilitada a possibilidade do limite máximo, o que evita possíveis problemas. Na opção Forçar Tema (G), temos a possibilidade de escolha de um modelo de configuração para a formatação do ambiente. Apesar da visualização do modelo escolhido não estar disponível já no momento da escolha (apenas após salvar as alterações), caso ele não agrade é possível que você retorne e escolha um novo modelo de formatação. Vale lembrar que a possibilidade de configuração, neste momento, está restrita aos modelos previamente disponibilizados pela plataforma. O item H questiona o fato de o curso criado ser ou não um metacurso. Mas, o que vem a ser um metacurso? Para compreender isso, imagine-se como professor de um conjunto de disciplinas que fazem parte de um curso de formação. Neste caso, é possível criar um metacurso para coordenar o conjunto de disciplinas. Cabe ressaltar que processos que caracterizam uma disciplina ou um curso específico não são caracterizados como um metacurso. Assim, é importante que cada caso seja analisado para que a escolha feita venha a ser coerente com o processo que será desenvolvido no espaço criado. Quanto à função do ambiente (item I), deixe habilitada a opção padrão da plataforma. O mesmo é válido para informações relacionadas ao procedimento de inscrição. Em alguns casos específicos, a depender das intencionalidades da disciplina ou curso para o qual o ambiente está sendo criado, pode ser interessante limitar o período de inscrição. No entanto, na maioria das situações, essa limitação perde seu sentido se consideramos que a inscrição não corresponde a uma opção do aluno, mas faz-se obrigatória para que ele venha a participar (ter freqüência) no processo. Outra opção é limitar o período da validade da inscrição, estabelecendo um prazo para que o sistema, automaticamente, elimine a inscrição dos alunos no ambiente. Cabe ressaltar que a validade da inscrição inicia no momento em que o aluno realiza seu cadastro ao ambiente, e não a partir da data de sua criação. Considerando que na UNERJ os ambientes não são reutilizados, mas ficam disponíveis ao acesso dos acadêmicos mesmo ao final da disciplina, a delimitação do período de validade de inscrição pode não ser interessante, uma vez que impossibilita o acesso após o prazo apresentado nesse campo. A recomendação, nesse sentido, é que se mantenha a opção Ilimitado, conforme imagem apresentada a seguir.

13 12 Caso, por algum motivo, tenha-se optado pela delimitação de um período para validade da inscrição, é interessante habilitar, no item seguinte, o envio de aviso comunicando a proximidade do término da inscrição. O item Grupos representa a possibilidade de criarmos grupos distintos, onde um grupo não visualiza a produção de outro. Todavia, essa possibilidade deve ser especificada no momento de criação da atividade (fórum, produções, tarefa,etc.), oferecendo assim a possibilidade de termos atividades com grupos separados e outras não. Caso seja especificado aqui no campo das configurações a opção pela existência de grupos separados, o sistema impossibilita a criação de atividades comuns a todos, mantendo sempre as restrições de grupo. Nesse sentido a orientação é de que não se opte pela criação de grupos separados aqui, mas que esses sejam especificados, posteriormente, no momento em que a atividade que exija essa separação for proposta (explicamos como se dá esse procedimento na etapa do manual em que são apresentadas orientações sobre a inserção de atividades). O item apresentado na seqüência se refere à disponibilidade de acesso do ambiente que está sendo configurado. Para restringir a inscrição a um grupo específico, é preciso que o professor crie um código de inscrição (conforme opção em vermelho na imagem abaixo). Este código deverá ser informado a todos os alunos que participarão do processo, sendo necessário seu conhecimento no momento do primeiro acesso (inscrição) ao ambiente. Caso não exista um código de inscrição, qualquer usuário com unerj poderá se inscrever, não havendo nenhum tipo de restrição.

14 13 Há também como permitir o acesso de visitantes (ver destaque azul na imagem anterior). O visitante se caracteriza como alguém que tem a possibilidade de visualizar todo o conteúdo do curso, porém, sem condições de participar das atividades que valham nota. Neste caso, existem três possibilidades: de não possibilitar o acesso de visitantes; de não criar nenhuma restrição e permitir que qualquer usuário visite o ambiente; ou ainda optar por selecioná-los, permitindo que apenas aqueles que conheçam o código de inscrição possam visitar o ambiente. Cabe ressaltar que um usuário que deseja visitar o ambiente virtual de um curso e/ou disciplina (que permita o acesso de visitantes) deverá acessar esse ambiente como visitante e não com seu nome de usuário e senha. Esta é uma opção a ser definida pelo professor, que deverá considerar os objetivos e funcionalidades do ambiente em sua decisão. Para finalizar esse processo inicial de configuração, mantenha a informação disponibilizada automaticamente nos campos Idioma e Renomear funções, seguindo diretamente para a opção Salvar mudanças, disponível ao final da página das configurações. Agora é hora de seguir para outra etapa da configuração do ambiente: a organização de sua interface com os alunos. 2. Organizando e disponibilizando espaços informativos no ambiente virtual Após a organização das configurações iniciais, é necessário disponibilizar e organizar os espaços e informações no ambiente virtual. Para iniciar este novo processo, clique em Ativar edição, disponível no canto superior direito da tela ou no quadro Administração, e acompanhe as sugestões. 2.1 Para disponibilizar materiais no ambiente virtual, inicialmente é necessário que estes sejam enviados para a pasta Arquivos existente no espaço de Administração da Plataforma. Para este encaminhamento, com a edição ativada, clique na Pasta Arquivos, conforme destaque na imagem ao lado. Na nova janela que abrirá, a disponibilização de materiais se dá clicando em enviar arquivo. Na pasta Arquivos do ambiente da disciplina NEaD2, apresentado na imagem que segue abaixo, aparecem listados os arquivos disponíveis.

15 14 Cabe ressaltar que o envio de arquivos para esta pasta não os torna disponíveis aos alunos. Tudo o que nela se encontra é de acesso único e restrito ao professor. Todavia, apenas os arquivos enviados para esta pasta poderão ser disponibilizados em outros espaços do ambiente para acesso dos acadêmicos. O procedimento para envio é bastante simples: selecione um arquivo de cada vez e o envie, conforme orientações demonstradas na imagem. Estando o material na pasta Arquivos, você pode disponibilizá-lo na Webteca (adiante mostraremos como criar esse espaço) ou então vinculá-los a outros espaços, inserindo links a partir de palavras ou imagens. Veja como esse link pode ser feito, por exemplo, no quadro correspondente a um tópico ou semana: para iniciar, clique no ícone que possibilita a edição (no caso abaixo, a mão com o lápis) do tópico/semana e insira as informações necessárias. É interessante que as informações disponibilizadas neste espaço orientem os alunos quanto às atividades a serem desenvolvidas, a localização dessas no ambiente, prazos para entrega de produções e participação em fóruns. Após deixar estas orientações, selecione o local (texto, palavra ou imagem) em que o link com o material desejado será feito e clique no botão para inserção de links, como detalhamos na imagem abaixo.

16 15 Ao clicar no botão para a inserção do link, na nova janela que abrirá, clique em Procurar(1) e, a seguir, sobre o nome do arquivo(2) que estará vinculado a este espaço. Automaticamente, ao clicar sobre o arquivo, o link está criado. É interessante, que na opção Destinação (3), se selecione a opção Nova Janela, a qual possibilita que o arquivo linkado seja aberto em uma janela diferente daquela em que o ambiente foi criado, evitando assim que, ao fechar o arquivo o usuário acabe fechando toda a tela do ambiente virtual. Tendo feito todas as alterações necessárias no tópico, salve as mudanças realizadas clicando em ok (4) e o processo está concluído. Todo o processo acima descrito pode ser visualizado na imagem apresentada na seqüência:

17 Para disponibilizar materiais na Webteca o procedimento é semelhante. No entanto, primeiramente é preciso criar um espaço para a Webteca, o que pode ser feito por meio da inserção de um Box HTML, disponível na opção Box (canto inferior direito da tela). Clicando nesta opção, um novo espaço é criado, com o título de novo box html. Para transformar este espaço em uma Webteca, o processo de edição é semelhante ao de um tópico ou do próprio sumário do ambiente. Basta clicar sobre o ícone de edição do espaço, conforme destaca a imagem na seqüência, e organizar a sua webteca, iniciando pela escolha do título do Box. Para inserir o material na webteca, basta inserir os títulos das obras ou alguma outra chamada aos arquivos que serão disponibilizados. Feito isso, selecione o nome do material e insira o link com o arquivo desejado ou endereço de sítios da internet. Podem ser disponibilizados arquivos com até 8MB (o tamanho máximo dos arquivos é

18 17 definido pelo professor/ administrador do ambiente nas configurações iniciais), não havendo limitação para quantidade de arquivos. A Webteca poderá ser atualizada sempre que necessário, repetindo-se para isso o processo de edição (mantêm-se os arquivos já disponibilizados, inserindo abaixo destes, o título dos novos arquivos). A visualização da Webteca na página inicial do ambiente pode ser observada na imagem ao lado. Para ter acesso ao material disponibilizado, basta clicar sobre o seu título. Como outra forma de organizar os materiais da disciplina ou curso, no ambiente cuja tela inicial é apresentada a seguir, o professor utilizou desta opção com um diferencial: criou um Box HTML para disponibilização de materiais e textos e outro para publicação de exercícios práticos. Os títulos escolhidos para cada Box foram Exercícios e Materiais, como podemos ver na imagem a seguir. Esta é uma demonstração da flexibilidade da plataforma e das possibilidades de configuração do ambiente sempre considerarem as características e necessidades de cada disciplina.

19 Como eliminar ou esconder espaços no ambiente virtual? Dentre todos os itens disponíveis na configuração inicial do ambiente, há alguns que possivelmente não serão utilizados. Neste sentido, a recomendação é a de que sejam mantidos apenas aqueles que efetivamente terão uma função no ambiente, sendo excluídos todos aqueles desnecessários às ações e objetivos propostos pela disciplina/curso. Como isso pode ser feito? Como já mencionado em momento anterior, em cada quadro existem dois elementos que permitem que isso seja feito, os quais podem ser observados em destaque na imagem abaixo. Diante dessas duas alternativas, é possível: *Com o olho fechado esconde-se o box para a visualização do aluno. No entanto, é importante lembrar que somente quando a edição estiver ativada, o administrador do ambiente poderá fazer alterações na visualização de espaços. * O X permite a exclusão do box. Mas, se for necessário criar outro Box HTML, basta realizar os passos descritos anteriormente. 2.4 Para alterar a localização de espaços criados, basta usar as setas. Através das setas disponíveis em cada espaço criado, há como deslocá-lo, observando sentidos e direções por elas indicados. 2.5 Para visualizar informações sobre os participantes e alterar o perfil, procure pelo espaço intitulado Participantes. No espaço Participantes se encontra disponível a lista de participantes inscritos no curso, apresentando informações sobre cada um deles a partir de um clique sobre o nome do participante escolhido. Ao acessar o seu próprio perfil, cada usuário tem a possibilidade de alterar as informações disponibilizadas em outros momentos, assim como a imagem/foto utilizada. Isso é feito a partir do link editar perfil, que habilita a edição, sendo necessário apenas que após realizar as alterações desejadas, o usuário salve-as. Para além da atualização do seu próprio perfil e do acesso ao perfil dos demais

20 19 participantes, é também por meio desta opção que todos os participantes inscritos no curso/ disciplina (professores e alunos) têm a possibilidade de acompanhar a sua participação por meio de relatórios que resgatam todas as contribuições já deixadas no ambiente. Os relatórios possíveis de serem acessados neste ambiente trazem informações diferenciadas para alunos e professores. O professor, como moderador do ambiente, tem acesso a informações mais completas, as quais não estão acessíveis aos demais participantes. Para ter acesso a essas informações, após selecionar o participante, o professor deve clicar sobre a guia Relatório das atividades e, na seqüência, clicar na opção Todos os acessos, conforme apresenta a imagem abaixo. Nesse campo, além do relato das ações desenvolvidas pelo acadêmico, é também apresentado um gráfico com os seus acessos ao ambiente virtual, no qual são registradas todas as datas em que o acadêmico se conectou a esse espaço. Confira:

21 Para receber e enviar s a partir do ambiente: O recebimento ou não de cópias de mensagens deixadas no ambiente virtual por pode ser definido pelo usuário. Para habilitar ou desabilitar o recebimento de , após clicar sobre a opção Participantes, o usuário deverá clicar sobre o seu nome, selecionando em seguida o link modificar o perfil. Feito isso, o usuário deve procurar a opção Tipo de digest das mensagens, especificando sua preferência. Caso o usuário opte por receber o , há três possibilidades distintas apara a informação a ser nele recebida: um e- mail para cada nova mensagem; um diário com todas as mensagens deixadas no dia; ou ainda um diário apenas com os assuntos das mensagens.

22 21 Por meio dessa mesma opção é possível que o professor e também os acadêmicos enviem mensagens por aos demais participantes. Para que isso aconteça, tendo acessado o espaço Participantes, ao visualizar a lista com o nome de todos acadêmicos inscritos no ambiente virtual, deve-se selecionar dentre eles aqueles para os quais se deseja enviar o e, em seguida, conforme passo 2 identificado na imagem que segue, ativar a possibilidade de Acrescentar/mandar mensagem. Após ativá-la, uma caixa de texto para digitação da mensagem a ser enviada surgirá, e, tendo essa sido digitada, basta clicar em visualizar e posteriormente em Enviar mensagem. Visualize todo o processo acima descrito na imagem a seguir:

23 22 fique ativada. Devido a todas essas possibilidades, é importante que a opção Participantes 2.7 A opção buscar nos fóruns, favorece a localização de informações. Esta opção permite que o professor encontre determinadas palavras no contexto das discussões nos diferentes fóruns existentes no ambiente, funcionando, portanto, como uma espécie de filtro para buscas específicas. Sua disponibilização ocorre automaticamente no

24 23 momento da criação do ambiente, cabendo ao professor a escolha por mantê-la ou não visível. A depender das características e das próprias intenções de cada ambiente, é interessante a visualização dessa possibilidade esteja disponível a todos. 2.8 Para inserir novos espaços no ambiente, basta escolher um item do espaço Box. O Box (disponível no canto inferior direito da tela inicial) possui alguns recursos interessantes que podem ter diferentes funções nos ambientes das disciplinas, o que vai depender da criatividade do professor e da própria especificidade da disciplina. Vamos conhecer alguns deles? Atividade recente: Deixa visível na tela inicial todas as atividades propostas nas agendas (fóruns, chats, questionários...) Descrição do curso/site: é um espaço destinado a uma breve apresentação da disciplina/curso. Após inseri-lo, por meio do ícone de edição altera-se ou insere-se as informações desejadas, que podem ser tanto textuais quanto imagéticas. Na janela que se abrirá para digitação dessas informações, insira-as no campo Sumário Calendário: é uma opção interessante para situar os participantes quanto às atividades a serem realizadas e seus prazos, pois apresenta as datas com os eventos. Observe a imagem abaixo e veja as possibilidades oferecidas por esta opção:

25 24 A Apresenta a data atual de maneira destacada. B Neste espaço são apresentados os eventos do curso. C Identificação do mês atual, apresentado setas laterais que permitem voltar ao mês anterior ou verificar os próximos. É por meio desse espaço que tem-se a possibilidade de inserção de eventos. Para inserir um evento, clique sobre o mês em que o evento ocorrerá e em seguida sobre o botão Novo evento, conforme destacamos na imagem apresentada a seguir: Na nova janela que abrirá, escolha o Tipo do Evento e clique em ok. Existem 04 tipos de eventos: - Eventos Globais: correspondem a eventos postados pelo Administrador do Moodle e que será visualizado por todos os usuários (no caso, apenas o NEaD pode inserir esse tipo de evento). - Eventos do Curso: Eventos agendados pelo professor do curso (ou disciplina) direcionados para os estudantes inscritos neste. - Eventos do grupo: Eventos agendados pelo professor do curso, direcionado ao grupo já criado. É possível existir evento para grupos individualizados (confira como criar grupos individualizados na página 30). - Eventos do usuário: Eventos agendados tanto pelo professor quanto pelos estudantes do curso. Servirá para criar sua própria agenda e poderá ser visualizado em qualquer lugar no Moodle. Considerando o uso do ambiente para fins acadêmicos, o tipo de evento mais recomendado para uso e o Eventos do Curso, todavia, nada impede a utilização de algum outro tipo. Tendo escolhido o tipo de evento, é hora de apresentar mais

CURSOS A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO

CURSOS A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO CURSOS A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO TUTORIAL PARA TUTORES PLATAFORMA MOODLE OURO PRETO 2014 1 SUMÁRIO 1. PRIMEIRO ACESSO À PLATAFORMA... 03 2. PLATAFORMA DO CURSO... 07 2.1 Barra de Navegação...

Leia mais

TUTORIAL DO ALUNO. Olá, bem vindo à plataforma de cursos a distância da Uniapae!!!

TUTORIAL DO ALUNO. Olá, bem vindo à plataforma de cursos a distância da Uniapae!!! TUTORIAL DO ALUNO Olá, bem vindo à plataforma de cursos a distância da Uniapae!!! O Moodle é a plataforma de ensino a distância utilizada pela Uniapae sendo a unidade de ensino para rápida capacitação

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO Versão 1.0 2014 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE

Leia mais

MANUAL DO MOODLE VISÃO DO ALUNO

MANUAL DO MOODLE VISÃO DO ALUNO MANUAL DO MOODLE VISÃO DO ALUNO Desenvolvido por: Patricia Mariotto Mozzaquatro SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO....03 2 O AMBIENTE MOODLE......03 2.1 Quais as caixas de utilidade que posso adicionar?...04 2.1.1 Caixa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS GIZ/PROGRAD. Tutorial UFMG Virtual Os primeiros passos do docente

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS GIZ/PROGRAD. Tutorial UFMG Virtual Os primeiros passos do docente UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS GIZ/PROGRAD Tutorial UFMG Virtual Os primeiros passos do docente Nereu Agnelo Cavalheiro contato@nereujr.com Tutorial UFMG Virtual Primeiros passos do docente Este

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Sumário Pré-requisitos para o Moodle... Entrar no Ambiente... Usuário ou senha esquecidos?... Meus cursos... Calendário... Atividades recentes...

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO EM AMBIENTES DIGITAIS NEAD

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO EM AMBIENTES DIGITAIS NEAD 0 CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO EM AMBIENTES DIGITAIS NEAD ORIENTAÇÕES SOBRE USO DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM (MOODLE) PARA DISPONIBILIZAÇÃO

Leia mais

COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD

COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD TUTORIAL MOODLE VERSÃO ALUNO Machado/MG 2013 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 2. EDITANDO O PERFIL... 5 2.1 Como editar o perfil?... 5 2.2 Como mudar a senha?... 5 2.3

Leia mais

Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0

Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0 Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0 Adriano Lima Belo Horizonte 2011 SUMÁRIO Apresentação... 3 Acesso ao Ambiente Virtual de Aprendizagem AVA ESP-MG... 3 Programação do curso no AVA-ESPMG

Leia mais

Manual do Ambiente Virtual Moodle

Manual do Ambiente Virtual Moodle Manual do Ambiente Virtual Moodle versão 0.3 Prof. Cristiano Costa Argemon Vieira Prof. Hercules da Costa Sandim Outubro de 2010 Capítulo 1 Primeiros Passos 1.1 Acessando o Ambiente Acesse o Ambiente Virtual

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC Sumário Apresentação... 1 1. Orientações Iniciais... 2 2. Recursos... 4 2.1 Rótulos... 4 2.2 Página de Texto Simples... 8 2.3 Página de Texto Formatado... 12 2.4 Site... 16 2.5 Arquivo... 21 2.6 Pasta

Leia mais

Moodle - CEAD Manual do Estudante

Moodle - CEAD Manual do Estudante Moodle - CEAD Manual do Estudante Índice Introdução 3 Acessando o Ambiente 4 Acessando o Curso 5 Navegando no Ambiente do Curso 5 Box Participantes 5 Box Atividades 5 Box Buscar nos Fóruns 5 Box Administração

Leia mais

Guia Rápido de Utilização. Ambiente Virtual de Aprendizagem. Perfil Aluno

Guia Rápido de Utilização. Ambiente Virtual de Aprendizagem. Perfil Aluno Guia Rápido de Utilização Ambiente Virtual de Aprendizagem Perfil Aluno 2015 APRESENTAÇÃO O Moodle é um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) open source¹. Esta Plataforma tornouse popular e hoje é utilizada

Leia mais

Para uma melhor compreensão das ferramentas disponíveis no ambiente, é importante:

Para uma melhor compreensão das ferramentas disponíveis no ambiente, é importante: Módulo A Introdutório - Bases legais, ao Curso políticas, e ao conceituais Ambiente Virtual e históricas da educação Apresentação Este módulo tem por objetivo promover o conhecimento do Ambiente Virtual

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem TelEduc GUIA DO FORMADOR. Curso de Especialização em Educação Profissional e Tecnológica Inclusiva

Ambiente Virtual de Aprendizagem TelEduc GUIA DO FORMADOR. Curso de Especialização em Educação Profissional e Tecnológica Inclusiva Ambiente Virtual de Aprendizagem TelEduc GUIA DO FORMADOR Curso de Especialização em Educação Profissional e Tecnológica Inclusiva http://teleduc.cefetmt.br Edição 2006/2 Curso de Especialização em Educação

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO... 3. 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4. 2. Ferramentas e Configurações... 5. 2.1 Ver Perfil... 5. 2.2 Modificar Perfil...

Sumário INTRODUÇÃO... 3. 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4. 2. Ferramentas e Configurações... 5. 2.1 Ver Perfil... 5. 2.2 Modificar Perfil... Sumário INTRODUÇÃO... 3 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4 2. Ferramentas e Configurações... 5 2.1 Ver Perfil... 5 2.2 Modificar Perfil... 6 2.3 Alterar Senha... 11 2.4 Mensagens... 11 2.4.1 Mandando

Leia mais

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA Guia rápido A PLATAFORMA MOODLE Moodle (Modular Object Oriented Distance LEarning) é um Sistema para Gerenciamento de Cursos (SGC). Trata-se de um programa para computador

Leia mais

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 Este tutorial não tem como finalidade esgotar todas as funcionalidades do Ambiente, ele aborda de forma prática

Leia mais

Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos EAD

Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos EAD 1 Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos EAD 2015 2 Sumário Acessando o UNICURITIBA Virtual... 4 Conhecendo o UNICURITIBA Virtual... 5 1. Foto do Perfil... 5 2. Campo de Busca...

Leia mais

"Manual de Acesso ao Moodle - Discente" 2014

Manual de Acesso ao Moodle - Discente 2014 "Manual de Acesso ao Moodle - Discente" 2014 Para acessar a plataforma, acesse: http://www.fem.com.br/moodle. A página inicial da plataforma é a que segue abaixo: Para fazer o login, clique no link Acesso

Leia mais

ÁREA DO PROFESSOR (TUTOR)

ÁREA DO PROFESSOR (TUTOR) ÁREA DO PROFESSOR (TUTOR) 2- FÓRUM O fórum serve para avaliar os alunos através da participação na discussão sobre um ou mais assuntos, inserção de textos ou arquivos. Os fóruns de discussão compõem uma

Leia mais

FUNCIONAMENTO DOS CURSOS

FUNCIONAMENTO DOS CURSOS 1 SUMÁRIO Funcionamento dos Cursos... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 07 Ambiente Virtual de Aprendizagem... 09 Edição do Perfil... 12 Acessando as Atividades... 14 Iniciando o Semestre...

Leia mais

Manual de Utilização Moodle

Manual de Utilização Moodle Manual de Utilização Moodle Perfil Professor Apresentação Esse manual, baseado na documentação oficial do Moodle foi elaborado pela Coordenação de Tecnologia de Informação CTI do câmpus e tem como objetivo

Leia mais

Manual do Ambiente Moodle para Alunos

Manual do Ambiente Moodle para Alunos UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Manual do Ambiente Moodle para Alunos Versão 1.0b Setembro/2011 Direitos Autorais: Essa apostila está licenciada sob uma Licença Creative Commons 3.0 Atribuição de

Leia mais

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Índice Como acessar o Moodle Editando seu PERFIL Editando o curso / disciplina no Moodle Incluindo Recursos

Leia mais

LISTA ICONOGRÁFICA - (Lista de ícones do Ambiente Virtual)

LISTA ICONOGRÁFICA - (Lista de ícones do Ambiente Virtual) 1 SUMÁRIO Funcionamento dos Cursos... 04 Geração de Login e Senha... 05 Guia de Percurso... 07 Manual Acadêmico... 09 Ambiente Virtual de Aprendizagem... 11 Edição do Perfil... 13 Ambiente Colaborar e

Leia mais

MANUAL. Perfil de Professor

MANUAL. Perfil de Professor MANUAL Perfil de Professor Índice 1. Acesso 1.1. Acessando o Canal do Norte... 03 2. Disciplinas 2.1. Acessando Disciplinas... 07 3. Recursos 3.1. Adicionando Recursos... 10 3.2. Página de texto simples...

Leia mais

MANUAL DO ALUNO EAD 1

MANUAL DO ALUNO EAD 1 MANUAL DO ALUNO EAD 1 2 1. CADASTRAMENTO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Após navegar até o PORTAL DA SOLDASOFT (www.soldasoft.com.br), vá até o AMBIENTE DE APRENDIZAGEM (www.soldasoft.com.br/cursos).

Leia mais

Ambientação ao Moodle. João Vicente Cegato Bertomeu

Ambientação ao Moodle. João Vicente Cegato Bertomeu Ambientação ao Moodle João Vicente Cegato Bertomeu AMBIENTAÇÃO A O MOODLE E S P E C I A L I Z A Ç Ã O E M SAUDE da FAMILIA Sumário Ambientação ao Moodle 21 1. Introdução 25 2. Histórico da EaD 25 3. Utilizando

Leia mais

Manual do Usuário 2013

Manual do Usuário 2013 Manual do Usuário 2013 MANUAL DO USUÁRIO 2013 Introdução Um ambiente virtual de aprendizagem é um programa para computador que permite que a sala de aula migre para a Internet. Simula muitos dos recursos

Leia mais

1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução

1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução 1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução Este tutorial tem a finalidade de guiar o aluno, dando orientações necessárias para o acesso, navegação e utilização das ferramentas principais. Um ambiente

Leia mais

MANUAL DO ALUNO. Ambiente Virtual TelEduc FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA. http://www.fgf.edu.br

MANUAL DO ALUNO. Ambiente Virtual TelEduc FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA. http://www.fgf.edu.br MANUAL DO ALUNO Ambiente Virtual TelEduc FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA http://www.fgf.edu.br Sala Virtual TelEduc O TelEduc é um ambiente virtual desenvolvido Unicamp para apoiar professores

Leia mais

MANUAL DE MEMBRO COMUNIDADE DO AMIGO

MANUAL DE MEMBRO COMUNIDADE DO AMIGO SUMÁRIO Efetuando o Login na comunidade... 3 Esqueceu sua senha?... 3 Página Principal... 4 Detalhando o item Configurações... 5 Alterar Foto... 5 Alterar Senha... 5 Dados Pessoais... 6 Configurações de

Leia mais

AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE - VERSÃO 2.7 MANUAL DO PROFESSOR

AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE - VERSÃO 2.7 MANUAL DO PROFESSOR AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE - VERSÃO 2.7 MANUAL DO PROFESSOR Organização Equipe do Suporte Pedagógico às plataformas de EAD Secretaria de Educação a Distância Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

Programa EAD-EJEF. Manual do Estudante

Programa EAD-EJEF. Manual do Estudante Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais - TJMG Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes - EJEF Programa de Educação a Distância do TJMG EAD-EJEF Programa EAD-EJEF Manual do Estudante Versão

Leia mais

MANUAL DE NAVEGAÇÃO UNICURITIBA VIRTUAL

MANUAL DE NAVEGAÇÃO UNICURITIBA VIRTUAL MANUAL DE NAVEGAÇÃO UNICURITIBA VIRTUAL ACESSANDO O UNICURITIBA VIRTUAL Acesse o site do UNICURITIBA: http://unicuritiba.edu.br Clique no link Portal do Aluno, que fica no canto superior direito. Dentro

Leia mais

Alfabetização Digital

Alfabetização Digital Ferramentas de interação e sua utilização pedagógica nos Ambientes Virtuais de Aprendizagem evidenciando o papel do professor e do estudante Prof. Ana Carolina de Oliveira Salgueiro de Moura Prof. Antônio

Leia mais

Ambiente de Aprendizagem Moodle FPD Manual do Aluno

Ambiente de Aprendizagem Moodle FPD Manual do Aluno Ambiente de Aprendizagem Moodle FPD Manual do Aluno Maio 2008 Conteúdo 1 Primeiros passos...4 1.1 Tornando-se um usuário...4 1.2 Acessando o ambiente Moodle...4 1.3 O ambiente Moodle...4 1.4 Cadastrando-se

Leia mais

CADERNO DIDÁTICO DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE VERSÃO DO PROFESSOR

CADERNO DIDÁTICO DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE VERSÃO DO PROFESSOR CADERNO DIDÁTICO DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE VERSÃO DO PROFESSOR Desenvolvido por: Patricia Mariotto Mozzaquatro 1 SUMÁRIO 1. Entrar na plataforma 05 2. Para quem não está cadastrado na

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

Sumário 1. O acesso ao ambiente virtual de aprendizagem da FSMA...4 2. A sala de aula virtual...5 3. A rotina do estudante...8 3.1.

Sumário 1. O acesso ao ambiente virtual de aprendizagem da FSMA...4 2. A sala de aula virtual...5 3. A rotina do estudante...8 3.1. Guia do estudante Sumário 1. O acesso ao ambiente virtual de aprendizagem da FSMA...4 2. A sala de aula virtual...5 3. A rotina do estudante...8 3.1. Participando dos fóruns...8 3.1.1. Passo a Passo: Postando

Leia mais

Tutorial para Professores

Tutorial para Professores Tutorial para Professores Revisão 2.2 Suporte de Informática 21/01/2014 suporte@faccentro.com.br Diego Weiland Sumário O que é Moodle?... 4 Para que serve o Moodle?... 4 Como acessar o Moodle?... 5 Tela

Leia mais

Manual do Moodle para alunos. Manual do Moodle para alunos. 29/Junho/2009. (Versão 1.0) Manual Moodle para alunos (Versão 1.0) 1

Manual do Moodle para alunos. Manual do Moodle para alunos. 29/Junho/2009. (Versão 1.0) Manual Moodle para alunos (Versão 1.0) 1 Manual do Moodle para alunos (Versão 1.0) 29/Junho/2009 Manual Moodle para alunos (Versão 1.0) 1 O que é?... 3 Acesso... 4 Atualizando suas informações... 4 Enviando Mensagens... 5 Acessando os seus cursos...

Leia mais

Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos

Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos 2015 Sumário Acessando o UNICURITIBA Virtual... 3 Conhecendo o UNICURITIBA Virtual... 4 1. Foto do Perfil... 4 2. Campo de Busca... 5 3. Bloco

Leia mais

Manual de Utilização MU003-1.0/2013 ISPADIGITAL/e-Campus(Perfil utilizador - Estudante)

Manual de Utilização MU003-1.0/2013 ISPADIGITAL/e-Campus(Perfil utilizador - Estudante) Manual de Utilização MU003-1.0/2013 ISPADIGITAL/e-Campus(Perfil utilizador - Estudante) 1. Introdução I 2. Primeiros passos I 3. Unidade Curricular I 4. Recursos e atividades O e-campus do ISPA - Instituto

Leia mais

Curso de atualização Educação Integral e Integrada. Tutorial Moodle. Belo Horizonte, 2013.

Curso de atualização Educação Integral e Integrada. Tutorial Moodle. Belo Horizonte, 2013. Curso de atualização Educação Integral e Integrada Tutorial Moodle Belo Horizonte, 2013. 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ACESSANDO O AMBIENTE... 4 3. CONHECENDO O AMBIENTE... 5 3.1. CAIXAS DE UTILIDADES... 5 4.

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA MANUAL DO MOODLE PROFESSOR

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA MANUAL DO MOODLE PROFESSOR 1 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA MANUAL DO MOODLE PROFESSOR Rose Mary Almas de Carvalho 1 Adriane Camilo Costa 2 Vera Lúcia de Siqueira

Leia mais

Manual do Tutor Capacitação em EaD do IFNMG

Manual do Tutor Capacitação em EaD do IFNMG Manual do Tutor Capacitação em EaD do IFNMG 1 A plataforma Moodle/ AVA O Moodle é um sistema de administração de atividades educacionais destinado à criação de comunidade on-line em ambientes virtuais

Leia mais

Manual do Aluno. O Moodle é um sistema que gerencia ambientes educacionais de aprendizagem que podem ser denominados como:

Manual do Aluno. O Moodle é um sistema que gerencia ambientes educacionais de aprendizagem que podem ser denominados como: Manual do Aluno É com muita satisfação que apresentamos o Reunir Unopar. Ambiente Virtual de Aprendizagem Colaborativa que tem por objetivo principal ser um espaço colaborativo de construção do conhecimento

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS Guia Inicial de Acesso e Utilização Para Docentes Versão 1.0b Outubro/2010 Acesso e utilização do Ambiente Virtual de Ensino

Leia mais

XXIV SEMANA MATEMÁTICA

XXIV SEMANA MATEMÁTICA XXIV SEMANA ACADÊMICA DA MATEMÁTICA Minicurso: Criação e Desenvolvimento de Cursos Online via Moodle Projeto de Extensão: Uma Articulação entre a Matemática e a Informática como Instrumento para a Cidadania

Leia mais

Índice de perguntas mais freqüentes. (no verso encontra-se o índice estruturado por assunto)

Índice de perguntas mais freqüentes. (no verso encontra-se o índice estruturado por assunto) 2 Índice de perguntas mais freqüentes. (no verso encontra-se o índice estruturado por assunto) Como funciona o Ambiente Virtual de Aprendizagem? Página 5 Como acessar o Ambiente Virtual de Aprendizagem?

Leia mais

Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem

Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem Ambiente Virtual de Aprendizagem (Moodle) - - Atualizado em 29/07/20 ÍNDICE DE FIGURAS Figura Página de acesso ao SIGRA... 7 Figura 2 Portal de Cursos... 8

Leia mais

Administração da disciplina

Administração da disciplina Administração da disciplina Agrupamento Vertical de Escolas de Tarouca Documento disponível em: http://avetar.no-ip.org 1.Acesso e utilização da plataforma:. Seleccione a opção Entrar, que se encontra

Leia mais

Manual do Aluno. NetAula. Manual produzido pela Coordenadoria de Capacitação e Formação Continuada 1

Manual do Aluno. NetAula. Manual produzido pela Coordenadoria de Capacitação e Formação Continuada 1 Manual do Aluno NetAula Manual produzido pela Coordenadoria de Capacitação e Formação Continuada 1 Manual do Aluno NetAula Caro aluno da EAD da ULBRA Para você ter acesso às salas das disciplinas ofertadas

Leia mais

Manual de Apoio ao Treinamento. Expresso

Manual de Apoio ao Treinamento. Expresso Manual de Apoio ao Treinamento Expresso 1 EXPRESSO MAIL É dividido em algumas partes principais como: Caixa de Entrada: local onde ficam as mensagens recebidas. O número em vermelho entre parênteses refere-se

Leia mais

Manual básico para usuários da plataforma moodle

Manual básico para usuários da plataforma moodle 2012 Manual básico para usuários da plataforma moodle Manual editado tendo como base o Guia Básico para o uso do Moodle - Interface do aluno elaborado por Carlos Alberto dos Santos em 2009. Sumário 1.

Leia mais

TUTORIAL AVA/MOODLE INSTITUCIONAL PARA PROFESSORES

TUTORIAL AVA/MOODLE INSTITUCIONAL PARA PROFESSORES UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS TUTORIAL AVA/MOODLE INSTITUCIONAL PARA PROFESSORES Centro de Educação a Distância - UFPEL RS - BRASIL Dados Técnicos MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS

Leia mais

Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual

Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual Escritório de Gestão de Projetos em EAD Unisinos http://www.unisinos.br/ead 2 A partir de agora,

Leia mais

Manual MOODLE para Professores Autores e Tutores

Manual MOODLE para Professores Autores e Tutores Manual MOODLE para Professores Autores e Tutores NEAD Núcleo de Educação a Distância CEFET BG Agosto/2008 Sumário Acessando e conhecendo o ambiente de trabalho 1. O que é AVEA? 2 1.1 O que é MOODLE? 3

Leia mais

Módulo 1 Configuração de Cursos. Robson Santos da Silva Ms.

Módulo 1 Configuração de Cursos. Robson Santos da Silva Ms. Módulo 1 Configuração de Cursos Robson Santos da Silva Ms. Olá! Estamos iniciando o Módulo 1. Nele, aprenderemos a configurar um novo curso no MOODLE. Além disso, identificaremos os dispositivos e ferramentas

Leia mais

Expresso Livre Correio Eletrônico

Expresso Livre Correio Eletrônico Expresso Livre Correio Eletrônico 1. EXPRESSO LIVRE Para fazer uso desta ferramenta de correio eletrônico acesse seu Navegador de Internet e digite o endereço eletrônico expresso.am.gov.br. Figura 1 A

Leia mais

Conheça o Projeto. Apresentação. Finalidade. Objetivo

Conheça o Projeto. Apresentação. Finalidade. Objetivo Manual do Usuário Índice Conheça o Projeto...3 Apresentação...3 Finalidade...3 Objetivo...3 Histórico...4 Usando o Portal...5 Efetuando o cadastro na biblioteca digital...5 Logando na Biblioteca Digital...6

Leia mais

E.E.E.B. Professor José Fernandes de Oliveira. Manual de Uso. Sistema Interno (Professores)

E.E.E.B. Professor José Fernandes de Oliveira. Manual de Uso. Sistema Interno (Professores) E.E.E.B. Professor José Fernandes de Oliveira Manual de Uso Sistema Interno (Professores) Desenvolvido por Six Interfaces www.6i.com.br Telefone: (54) 3232.8486 Suporte: contato@6i.com.br Sumário Acessar

Leia mais

Manual do. Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment. Manual do

Manual do. Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment. Manual do Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment 1 Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle O Moodle é um Ambiente Virtual de Aprendizagem gratuito para gestão e desenvolvimento de cursos na modalidade

Leia mais

Tema 1 Configurar a sala de aula de uma disciplina

Tema 1 Configurar a sala de aula de uma disciplina Tema 1 Configurar a sala de aula de uma disciplina Neste tutorial são apresentados os elementos mais utilizados na configuração de uma disciplina na plataforma Moodle. É uma área de acesso restrito, apenas

Leia mais

3 Acrescentar Recursos

3 Acrescentar Recursos 2010 1 publicar o nome, sua descrição, a data de publicação, a duração e sua repetição. Funcionará como a agenda do professor, a qual os estudantes não terão acesso. Para finalizar, selecione o Tipo de

Leia mais

Manual da Plataforma EFICAZ

Manual da Plataforma EFICAZ Manual da Plataforma EFICAZ Visão do Aluno 2010 2 1. Acesso ao sistema Seja bem vindo(a)! O CEM Centro Educacional Maringá utiliza a plataforma de ensino TecEdu da empresa CBCon, o qual será abordado nesse

Leia mais

Potencialidades Tecnológicas e Educacionais - Parte II

Potencialidades Tecnológicas e Educacionais - Parte II UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA V SEMINÁRIO DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOCENTE Patric da Silva Ribeiro patricribeiro@unipampa.edu.br Maicon Isoton maiconisoton@gmail.com Potencialidades Tecnológicas

Leia mais

MANUAL DO ALUNO MOODLE

MANUAL DO ALUNO MOODLE MANUAL DO ALUNO MOODLE 1. Primeiros passos 1.1. Tornando-se um usuário No ambiente Moodle alunos e tutores são usuários do sistema. Assim, o primeiro passo, para todos, é tornar-se usuário. Este manual

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Criação de Formulários no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Criação de Formulários no Google Drive Introdução...

Leia mais

O Funcionamento dos Cursos... 02 Geração de Login e Senha... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 06 Ambiente Virtual de Aprendizagem...

O Funcionamento dos Cursos... 02 Geração de Login e Senha... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 06 Ambiente Virtual de Aprendizagem... O Funcionamento dos Cursos... 02 Geração de Login e Senha... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 06 Ambiente Virtual de Aprendizagem... 08 Edição do Perfil... 10 Ambiente Colaborar... 11 Iniciando

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Compartilhamento de Arquivos no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução...

Leia mais

MELHORES PRÁTICAS ALUNO VERSÃO 1.0

MELHORES PRÁTICAS ALUNO VERSÃO 1.0 MELHORES PRÁTICAS ALUNO VERSÃO 1.0 APRESENTANDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Um ambiente virtual de aprendizagem é um sistema para gerenciar cursos a distância que utilizam a Internet, ou para complementar

Leia mais

GUIA PARA ACESSO AO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM

GUIA PARA ACESSO AO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM GUIA PARA ACESSO AO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Apresentação São inegáveis as contribuições que as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) apresentam para as inúmeras ações educativas, em seus

Leia mais

Manual de Publicaça o no Blog da Aça o TRIBOS nas Trilhas da Cidadania

Manual de Publicaça o no Blog da Aça o TRIBOS nas Trilhas da Cidadania Manual de Publicaça o no Blog da Aça o TRIBOS nas Trilhas da Cidadania Sumário Objetivos do Blog... 2 Log-in... 3 Esqueci minha senha... 4 Utilizando o Blog... 5 Encontrando seu Blog... 5 Conhecendo o

Leia mais

Manual de Gerenciamento de Conteúdo

Manual de Gerenciamento de Conteúdo Manual de Gerenciamento de Conteúdo 1 Sumário 1) O que é um Gerenciador de Conteúdo...3 2) Como o Site está Estruturado...3 3) Como Gerenciar o Conteúdo do Site...5 3.1) Adicionar Itens no Menu de Navegação...6

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO ESPAÇO VIRTUAL DE APRENDIZAGEM EVA

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO ESPAÇO VIRTUAL DE APRENDIZAGEM EVA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO ESPAÇO VIRTUAL DE APRENDIZAGEM EVA Sejam bem-vindos ao Núcleo de Educação a Distância da FFCL! Esse Manual tem por objetivo auxilia-los na forma de utilização do AVA. COMO FAÇO

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE A EQUIPA DO PTE 2009/2010 Índice 1. Entrar na plataforma Moodle 3 2. Editar o Perfil 3 3. Configurar disciplina 4 3.1. Alterar definições 4 3.2. Inscrever alunos

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL

FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL Sumário efac Brasil... 3 Como acessar o AVA... 4 Acessando a Disciplina... 4 Recursos e Atividades... 5 Apresentação de Slides... 5 Chat... 6 Documento de Texto... 6 Documento

Leia mais

Moodle - Tutorial para Professores

Moodle - Tutorial para Professores Moodle - Tutorial para Professores por Prof. Maurício Lima 1 agosto de 2010 Objetivo Este documento apresenta aos professores da Faculdade Novos Horizontes os primeiros passos na utilização do pacote Moodle.

Leia mais

Universidade Anhanguera Uniderp Centro de Educação a Distância

Universidade Anhanguera Uniderp Centro de Educação a Distância Universidade Anhanguera Uniderp Centro de Educação a Distância CURSOS DE GRADUAÇÃO MODALIDADE A DISTÂNCIA 2º semestre letivo / 2012 Sumário 1. Objetivo... 04 2. O Ambiente Virtual de Aprendizagem... 04

Leia mais

FSDB VIRTUAL. Tutorial do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) da FSDB Versão para docentes

FSDB VIRTUAL. Tutorial do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) da FSDB Versão para docentes FSDB VIRTUAL Tutorial do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) da FSDB Versão para docentes Abril de 2015 2 3 SUMÁRIO 1. O Moodle... 5 2. Acesso à Plataforma... 5 3. Meus Componentes Curriculares... 6

Leia mais

MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - NETAULA CURSOS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PERFIL ALUNO

MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - NETAULA CURSOS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PERFIL ALUNO MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - NETAULA CURSOS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PERFIL ALUNO MANUAL NETAULA PERFIL ALUNO Caro aluno da EAD da ULBRA Para você ter acesso às salas das disciplinas ofertadas

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle

Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle No INSEP, o ambiente virtual de aprendizagem oferecido ao acadêmico é o MOODLE. A utilização dessa ferramenta é fundamental para o sucesso das atividades em EAD,

Leia mais

SisLegis Sistema de Cadastro e Controle de Leis

SisLegis Sistema de Cadastro e Controle de Leis Sistema de Cadastro e Controle de Leis Desenvolvido por Fábrica de Software Coordenação de Tecnologia da Informação Pág 1/22 Módulo: 1 Responsável: Desenvolvimento Ti Data: 01/11/2012 Versão: 1.0 Empresa:

Leia mais

1 ACESSO AO PORTAL UNIVERSITÁRIO 3 3 PLANO DE ENSINO 6 4 AULAS 7 5 AVALIAÇÃO E EXERCÍCIO 9 6 ENQUETES 12 7 QUADRO DE AVISOS 14

1 ACESSO AO PORTAL UNIVERSITÁRIO 3 3 PLANO DE ENSINO 6 4 AULAS 7 5 AVALIAÇÃO E EXERCÍCIO 9 6 ENQUETES 12 7 QUADRO DE AVISOS 14 portal@up.com.br Apresentação Este manual contém informações básicas, e tem como objetivo mostrar a você, aluno, como utilizar as ferramentas do Portal Universitário e, portanto, não trata de todos os

Leia mais

CONCEITO: Moodle Moodle Moodle Moodle

CONCEITO: Moodle Moodle Moodle Moodle NE@D - Moodle CONCEITO: O Moodle é uma plataforma de aprendizagem a distância baseada em software livre. É um acrônimo de Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment (ambiente modular de aprendizagem

Leia mais

COORDENAÇÃO DE EAD MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO. Versão 1.0

COORDENAÇÃO DE EAD MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO. Versão 1.0 COORDENAÇÃO DE EAD MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO Versão 1.0 2015 SUMÁRIO 1. O MOODLE 3 2. Acesso à Plataforma 3 2.1. Cadastrar-se em uma disciplina 4 2.2. Página Inicial do Curso 5 3.

Leia mais

Como desbloquear pop-ups?

Como desbloquear pop-ups? Informações técnicas básicas Pop-ups O pop-up é uma janela extra que abre no navegador quando se visita uma página web ou se acessa uma hiperligação; ele é utilizado pelos criadores dos sites para abrir

Leia mais

Sumário. Acessando a Sala Virtual...3. Acessando a Disciplina...3. Boxes Laterais...4. Usuários...4. Mensagens...5. Usuários Online...

Sumário. Acessando a Sala Virtual...3. Acessando a Disciplina...3. Boxes Laterais...4. Usuários...4. Mensagens...5. Usuários Online... Sumário Acessando a Sala Virtual...3 Acessando a Disciplina...3 Boxes Laterais...4 Usuários...4 Mensagens...5 Usuários Online...6 Suporte Técnico...6 Tutores Online...6 Calendário...6 Buscar nos Fóruns...7

Leia mais

Manual do Ambiente Moodle para Professores

Manual do Ambiente Moodle para Professores UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Manual do Ambiente Moodle para Professores Fórum e Chat Versão 1.0b Setembro/2011 Direitos Autorais: Essa apostila está licenciada sob uma Licença Creative Commons

Leia mais

MOODLE NA PRÁTICA PEDAGÓGICA

MOODLE NA PRÁTICA PEDAGÓGICA Carmen Mathias Agosto - 2009 I. CADASTRO 1. Acessar o site de treinamento (teste): http://moodle_course.unifra.br/ 2. Faça o login, clicando em acesso no lado direito superior da tela: 3. Coloque seu nome

Leia mais

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula :

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula : Como Criar uma Aula? Para criar uma sugestão de aula é necessário que você já tenha se cadastrado no Portal do Professor. Para se cadastrar clique em Inscreva-se, localizado na primeira página do Portal.

Leia mais

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

GUIA PRA TICO DO ALUNO

GUIA PRA TICO DO ALUNO GUIA PRA TICO DO ALUNO Sistema de Avaliação, Ambiente Virtual de Aprendizagem AVA e Portal ÚNICO Guia prático e de conhecimento do Sistema de Avaliação, utilização das ferramentas tecnológicas Ambiente

Leia mais

Guia de Acesso Rápido AVA Ambiente Virtual de Aprendizagem Aluno

Guia de Acesso Rápido AVA Ambiente Virtual de Aprendizagem Aluno Guia de Acesso Rápido AVA Ambiente Virtual de Aprendizagem Aluno Introdução O Ambiente de Aprendizagem, ou AVA, é um aplicativo web onde os educadores e alunos podem disponibilizar materiais didáticos,

Leia mais

EQUIPE: ANA IZABEL DAYSE FRANÇA JENNIFER MARTINS MARIA VÂNIA RENATA FREIRE SAMARA ARAÚJO

EQUIPE: ANA IZABEL DAYSE FRANÇA JENNIFER MARTINS MARIA VÂNIA RENATA FREIRE SAMARA ARAÚJO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIBLIOTECONOMIA DISCIPLINA: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO II PROFESSORA: PATRÍCIA

Leia mais

Manual do Moodle Perfil de Professor (Versão 1.9)

Manual do Moodle Perfil de Professor (Versão 1.9) 1 Manual do Moodle Perfil de Professor (Versão 1.9) Elaboração Projeto EAD CPD Moodle UFBA 2 Universidade Federal da Bahia Centro de Processamento de Dados Projeto EAD CPD Moodle UFBA Manual do Moodle

Leia mais