Apresentação Corporativa. APIMEC Resultados 3T13

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Apresentação Corporativa. APIMEC Resultados 3T13"

Transcrição

1 Apresentação Corporativa APIMEC Resultados 3T13 03 de Dezembro de 2013

2 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar variações materiais entre os resultados, performance e eventos futuros. Os resultados reais, desempenho e eventos podem diferir significativamente daqueles expressos ou implicados por essas afirmações, como um resultado de diversos fatores, tais como condições gerais e econômicas no Brasil e outros países, níveis de taxa de juros e de câmbio, renegociações futuras ou pré-pagamento de obrigações ou créditos denominados em moeda estrangeira, mudanças em leis e regulamentos e fatos competitivos gerais (em base global, regional ou nacional). 2

3 Visão Geral da Companhia Visão Geral 1 Terceira maior companhia hoteleira do Brasil Destaque do Portfólio de Hotéis 2 3 Foco no segmento de negócios (três e quatro estrelas) em regiões com alto nível de atividade econômica Início das operações em janeiro de 2008 quando a GP Investimentos fundou a LA Hotels, que mais tarde se fundiu com a Invest Tur criando a marca BHG # de Hotéis por Categoria Superior MidScale Luxo Econômico Resort 48 Hotéis hotéis em desenvolvimento no Brasil totalizando aproximadamente quartos adicionais até 2016 Em 2012 a BHG lançou um fundo de investimentos em participações (FIP) para investir em hotéis greenfield de médio porte no Brasil # de Quartos por Categoria Superior MidScale Luxo Econom Resort Quartos 6 Listada no Novo Mercado da BM&FBovespa e negociada no mercado OTC de Nova York com o ticker BZHGY # de Quartos por Região Todas as Regiões Brasileiras Sudeste Nordeste Centro-Oeste Norte Sul # de Quartos por Cidades Cidades Rio de Janeiro RJ São Paulo SP Belém PA São Luís MA Brasília DF Cidades Sede da Copa Mundial de Futebol da FIFA 2014 ¹ Inclui o Rio Palace Hotel, que aguarda decisão judicial, e a participação minoritária na rede Everest; ² ações. 3

4 Experientes Time de Gestão e Acionistas Controladores A BHG possui uma equipe de executivos com ampla experiência em diversos setores Quadro de Executivos Sponsorship Eduardo de Salles Bartolomeo - Diretor Presidente MBA em Business (MIT-Boston, US e Katholieke Universiteit-Leuven, Bélgica) Graduação em Engenharia (UFF-RJ) Ocupou cargos de Diretoria em: AMBEV e Vale (IBOV: AMBV4 e VALE3) Ricardo Levy Diretor Financeiro e de RI MBA em Administração (Coppead) Graduação em Administração (PUC-RJ) Superintendente de Finanças e RI na Light (IBOV: LIGT3) Reginaldo L. Olivi - Diretor de Operações Graduação em Economia (PUC-SP) Diretor do Grupo Chambertin de Adm. Hoteleira Diretor da Olivi Assessoria e Consultoria André Luiz D. Lameiro - Diretor Comercial Graduação em Economia (FMV) Graduação em Marketing (Anhembi) Diretor do Grupo Chambertin de Adm. Hoteleira Felipe Gomes - Diretor de Novos Negócios Graduação em Administração (UFRJ) MBA em Marketing (UFRJ) Diretor de M&A na Host Hotels (NYSE: HST) e Coordenador na Sul América Flávio Lopes - Diretor de Gente & Gestão Fundada em 1993, atualmente é uma empresa de investimentos alternativos líder na América Latina Captou mais de US$5 bilhões com investidores de private equity e concluiu mais de 50 investimentos em 15 setores diferentes Experiência acumulada em segmentos imobiliários de nicho: BR Malls: tornou-se a maior companhia integrada de shopping centers no Brasil BR Properties: tornou-se a maior companhia de commercial properties no Brasil Atualmente essas são umas das maiores empresas de capital aberto do setor Equipe experiente de profissionais reconhecidos pelo mercado por sua expertise Graduação em Engenharia (UFRRJ) Diretor de Negócios na Contax (IBOV: CTAX3) Liderou áreas de gestão em: Coca-Cola e Petroflex/Lanxess Outros 4

5 Estrutura Acionária Estrutura Acionária Antes da Oferta e Após a Oferta (Considerando a Oferta Base e Exercício Total do Greenshoe) Estrutura Acionária Antes da Oferta Crescimento Esperado da Liquidez ² (R$ mm) Total de Ações BHG¹ 2,8% GP Investments 44,6% 9,4 Estrutura da Oferta Free-Float 52,6% Oferta Base: ações / R$329 2 milhões (100% primário) Greenshoe: ações / R$ 26,8 2 milhões (100% Primário) Liquidez Corrente (após Oferta)⁴ (% sobre free float (R$)) R$ 2,3mm (0,34%) 4,7 Estrutura Societária Após a Oferta 1 Total de Ações BHG¹ 1,6% GP Investments 30,2% 0,5 1,1 2,3 Turnover 3 0,11% 0,11% 0,25% 0,50% 1,00% Free-Float 68,2% Antes da Oferta Expectativa Após a Oferta Nota: (1) Posição de 30/09/2013. Considera Ações em Tesouraria e Diretores e Conselheiros; (2) Com base no preço por ação de R$17,50, (3) ADTV 30 dias / volume financeiro do free float com base no preço por ação na data da oferta, e (4) Periodo: 24/04/13 até 31/10/13: Volume médio diário no período. 5

6 Estratégia BHG Consolidação Múltiplas vias de crescimento Aquisição de Hotéis Mercado altamente fragmentado Hotéis antigos e depreciados Oportunidade de turnaround Histórico de aquisições atrativos Estrutura de capital equilibrada Administração de Hotéis de Terceiros Fee de Remuneração Ausência de sobreposição com as oportunidades de consolidação O aumento de escala gera poder de barganha em negociação com fornecedores e clientes Desenvolvimento de Novos Hotéis Baixa penetração Ausência de grandes empresas Expertise para desenvolver e operar hotéis Foco no nicho Limited Services Desenvolvimento de Franquias Aceleração da velocidade de expansão Aumento de escala operacional e exposição da marca Entrada no mercado Super-Econômico para tornar-se a Maior Companhia Hoteleira do Brasil. 6

7 Avanço da BHG no Brasil Forte crescimento do portfólio baseado em acordos já firmados, aumentando a quantidade de hotéis e quartos nos principais centro econômicos do Brasil Evolução do Total de Hotéis e Quartos 1,2,3,4 Ano Total de Hotéis Hotéis Novos Total de Quartos % Proprio (E) 2014 (E) 2015 (E) 2016 (E) CAGR ,2% ,4% 30% 30% 42% 47% 44% 49% 37% 35% 34% - Evolução da Presença Geográfica 1,2,3, (E) Até 500 quartos Quartos Quartos Nota: (1) Inclui 26 quartos referentes à participação minoritária da BHG na rede de hotéis Everest, além do Hotel Rio Palace; (2) fim do período; (3) hotéis em desenvolvimento (informação já revelada ao mercado); (4) baseado no atual portfólio de hotéis e não considerando as propriedades descontinuadas. Considera quartos sob regime de condomínio; (5) os % de quartos próprios não consideram os quartos sob regime de condomínio. 7

8 Portfólio Diversificado Portfólio diversificado de hotéis que inclui marcas nos segmentos econômicos a luxo, localizados nos maiores centros econômicos do Brasil, com cobertura de 91% do PIB brasileiro Presença Geográfica (nov/13) Localização Estratégica nos Maiores Polos Econômicos do Brasil Marcas $ 2% $ 1% 532 $ 2% $ 1% 1 3 Hotéis e ~1.200 quartos $ 2% $ 4% $ 4% $ 3% 16 Hotéis e ~4.000 quartos 289 $ 3% $ 9% 1 Distrito Federal Hotéis: 48 Quartos: $ 6% $ 33% $ 11% 296 $ 2% 18 Hotéis e ~2.100 quartos $ Cobertura do PIB: 91% 3 Cidade Sede dos Jogos da Copa do Mundo FIFA $ 7% Fonte: IBGE e BHG 3 Hotéis e ~750 quartos Nota: (1) Não considera o Txai Resort Itacaré com 40 quartos e outras bandeiras que somam 7 hotéis com 997 quartos. No mapa estão incluídos todos os hotéis e quartos; (2) Inclui 26 quartos relativos à participação minoritária da BHG na rede Everest Hotéis e Rio Palace Hotel e quartos sob regime de condomínio; (3) em % do PIB brasileiro. 8

9 Dinâmica Atrativa do Setor As condições macroeconômicas favoráveis do Brasil serão drivers de demanda do setor de hotelaria urbana Mercado Brasileiro Hoteleiro Amplo Espaço para Crescimento Renda Disponível Bruta Número de quartos por habitantes ~10,0 ~12,5 ~13,0 ~20,0 ~25,0 (Em R$ mil) ~2,5 ~4, Taxa de Desemprego no Brasil - % Outubro Poder de Compra Ascendente 13,0 10,5 9,6 9,8 8,7 (em milhões de pessoas) A e B C 7% D e E Aumento do poder de compra de um segmento relevante da população brasileira que está começando a viajar 11% 14% Taxa de desemprego atingiu 5,2% em Out/13 7,5 7,5 6,1 5,8 5,3 5,2 38% 55% 50% 39% 58% 28% out-13 mai-13 dez-12 jul-12 fev-12 set-11 abr-11 nov-10 jun-10 jan-10 ago-09 mar-09 out-08 mai-08 dez-07 jul-07 fev-07 set-06 abr-06 nov-05 jun-05 jan-05 ago-04 mar-04 out-03 mai Total 175 milhões Total 188 milhões Total 196 milhões Fonte: HVS e Banco Mundial; IBGE; Ministério de Finanças do Brasil. 9

10 Dinâmica Atrativa do Setor (cont.) Oportunidades de negócio relevantes a serem alavancadas em um país que reúne condições ímpares de crescimento Histórico Taxas de Juros (%)¹ Reduzidos Custos de Investimento 18,85 16,74 18,95 13,68 11,18 13,65 8,65 10,66 11,40 7,14 9,40 Energia: Redução dos custos de energia (até 3% para empresas e 18% para famílias) Impostos: Redução de impostos (US$ 23 bilhões apenas em 2012) Redução de taxas na folha de pagamento Reforma nas taxas de circulação de Mercadoria e Serviços Reforma nas Contribuições Sociais (PIS/COFINS) Taxas de Juros em baixos patamares: menores despesas financeiras Indústria Aérea Brasileira ² Próximos Eventos Relevantes em milhões de pessoas Desembarques Domésticos Eventos recentes e próximos eventos no Brasil: Copa do Mundo (jun/14), Copa América (2017) e Olimpíadas (2016) Desembarques Internacionais 79,0 85,5 68,3 9,0 9,2 7, Altos Investimentos, mais de R$110 bilhões, em infraestrutura, focada em preparar as cidades sedes BNDES lançou uma linha de crédito de R$ 2 bilhões para o setor de hotel (Programa ProCopa Turismo) para dar suporte aos investimentos e construção de hotéis Copa do Mundo de 2014 e Jogos Olímpicos de 2016 consolidarão o Brasil como relevante destino turístico ¹ Fonte: Economática (LFT - série 252); ² Plano Nacional do Turismo (Ministérios de Finanças e Turismo do Brasil) 10

11 Consolidador Natural no Brasil com Posicionamento de Liderança 72% de todos os quartos de hotel no Brasil são administrados de forma independente e a BHG está entre os principais players com capacidade de consolidar o mercado Indústria Hoteleira Altamente Fragmentada (2012) TOP 3 Players Brasileiros Evolução dos Quartos 1 (09-12) Total de Quartos Hotéis* Quartos* 8% Cadeias Hoteleiras Cadeias Hoteleiras 28% Crescimento no Total de Quartos 09-12: 22% Crescimento no Total de Quartos 09-12: 10% Crescimento no Total de Quartos 09-12: 61% 92% 72% Independentes Independentes 27,6 22,5 23,0 21,0 43,0% 57,0% 66,2% 33,8% 91,7% 8,3% 12,1 12,2 12,9 13,3 5,3 5,9 6,7 8,5 Redes Hoteleiras Independentes Fonte: Jones Lang La Salle e BHG * Nº total de Hotéis: e Nº total de quartos: Nota: (1) considerando as propriedades descontinuadas 11

12 Consolidador Natural no Brasil, com Posicionamento de Liderança (Cont.) BHG possui quartos entre próprios e propriedades administradas e alavancará no seu histórico de sucesso em M&A para tornar-se o maior player do segmento Número de Quartos no Brasil (2012) Histórico de Sucesso da BHG ² % Próprios % Administrados Hotel Marina Palace Quartos: % Grupo Solare Quartos: Rio Palace Hotel (Sofitel) Quartos: o 9.125¹ 100% 51% 100% % 83% 90% 10% 49% 100% 100% 100% 90% Soft Inn and Tulip Inn Hangar Quartos: 405 Batista Campos e Nazaré Quartos: 190 Golden Tulip Belém Quartos: 127 Soft Inn Batista Campos Quartos: 258 Principais 10 redes de hotéis representam apenas 15% da indústria brasileira Fonte: Jones Lang La Salle 2013 Intercontinental Quartos: 418 Golden Tulip Recife Palace Quartos: 299 Nota: (1) Inclui 26 quartos relativos a participações minoritárias da BHG na rede de Everest Hotéis e o Rio Palace Hotel. Posição referente ao 3T13. O % de quartos próprios não consideram os quartos sob regime de condomínio. (2) Considera a aquisição da Rede Caesar na América Latina por U$ 275,0 milhões em julho/

13 Marcas Reconhecidas A BHG tem um acordo de exclusividade com a Golden Tulip permitindo o acesso a uma rede de distribuição internacional e garantindo padrões operacionais em seus hotéis Descrição Benefícios para a BHG A Golden Tulip Hospitality faz parte de uma empresa hoteleira mundial com mais de hotéis em 40 países Em Julho de 2009, a Golden Tulip foi adquirida pela Starwood Capital, passando a ser a 10ª maior rede de hotéis do mundo Uso exclusivo da marca Golden Tulip na América do Sul Forte marca Européia Condições extremamente atrativas de custo, benefício, taxas de royalty e marketing internacional Acesso a uma rede de distribuição internacional e call centers espalhados pelo mundo Facilidade na adaptação de hotéis Padrão internacional e programa Flavours Grupo recentemente adquirido pela BHG A marca Soft Inn permite à BHG participar da Focado no segmento econômico por meio da marca crescente capacidade de consumo do segmento- Soft Inn alvo Supereconômico A BHG continua administrando o Txai Resort Itacaré além de permanecer com o direito de usar a marca Txai para futuros lançamentos de land bank Utilização da marca Txai nos projetos de desenvolvimento imobiliário Alavancagem da marca Txai no lançamento de condohotéis e em villas / casas Sinergias entre os projetos Txai 13

14 2 Consolidador Natural Estudo de Caso Golden Tulip A BHG conta com um track record sólido em aquisições de hotéis operacionais a múltiplos atrativos, explorando ganhos de escala em sua operação Principais Economias de Escala Caso Golden Tulip Regente Comercial Valor Total Investido (R$ milhões) Melhor alocação de clientes entre hotéis, minimizando perdas de vendas Sinergias de marketing, fortalecendo marcas Força de vendas nacional / internacional call centers no Brasil e no exterior 51,3 10,7 19,3 10,1 94,1 Poder de negociação com agências de viagens e operadores turísticos Escala para atender clientes corporativos em várias regiões Padronização dos serviços Aquisição CAPEX Operacional / Administrativo Evolução do EBITDA (R$ milhões) Administração profissional, em vez de gestão familiar Operações administrativas centralizadas Negociação conjunta de contratos de fornecimento Sistemas de TI que permitem maiores reduções de custos Benchmark das melhores práticas operacionais entre os vários hotéis Capacidade de atração e retenção de talentos Baixos custos operacionais Múltiplo EV/EBITDA LTM 17,7x 7,9x 5,8x 2,6 EBITDA gerado pelo antigo proprietário 11,5 16, Evolução do EBITDA nos últimos 2 anos A BHG melhorou significativamente o EBITDA do Regente, reduzindo seu múltiplo 14

15 Visão Geral dos Projetos Greenfield Transação Anunciadas Pipeline Projetos Tulip Inn greenfield aprovados ou em processo de aprovação pelo Conselho Administrativo do Fundo FIP 1 Projeto sob Análise Projetos Estados Quartos Invest. (R$ mm) Part. (%) Lançamento Mult. 2015¹ Projetos Sob Gestão do FIP Itaguaí RJ 200 R$ 15,50 53,0% ,7x Campos RJ 160 R$ 28,00 100,0% ,9x Itaboraí RJ 256 R$ 42,60 100,0% ,3x Sete Lagoas MG 168 R$ 32,90 100,0% ,6x TOTAL ,9x 5 Projetos sob Análise 1 Projeto sob Análise 2 Projetos sob Análise 3 Projetos sob Análise 8 Projetos sob Análise 2 Projetos sob Análise Outros projetos Greenfield com a Participação da BHG Natal RN 168 R$ 7,00 14,9% ,4x Belo Horizonte Campo Grande Angra dos Reis MG 240 R$ 16,70 25,0% ,5x MS 140 R$ 6,50 33,0% ,9x RJ 120 R$ 14,10 33,0% ,7x TOTAL ,6x Estados onde a BHG está analisando projetos Região # De Projetos # De Quartos Sul Sudeste Nordeste TOTAL Nota: (1) Múltiplo 2015 = Considerando a participação da BHG no EBITDA do hotel + taxas de administração 15

16 5 Land bank: Fonte Adicional de Capital A Estratégia da BHG para o land bank é monetizar as propriedades por meio de licenças ambientais e parcerias com baixo custo Presença Geográfica 1 land bank de longo prazo Propriedades Estados Mil M² Em Desenvolvimento Valor Investido Book Value¹ Txai Ganchos SC ,0 4,6 Áreas Greenfield 2 land banks de longo prazo 1 propriedade para desenvolvimento 6 propriedades para desenvolvimento 2 propriedades para desenvolvimento 1 projeto em desenvolvimento Conduru BA ,7 10,3 Parque Eólico Long Beach² CE ,1 8,5 Port Beach² PI/MA ,7 5,9 Wind Beach CE ,2 5,4 Outras Propriedades Canavieiras I BA ,6 7,6 Propriedades Estados Mil M² Valor investido Transações Realizadas Book Value¹ Valor de Negociação % Negociação vs. Book Kino SP 7,2 45,4 26,8 52,4 96% Txai Itacaré BA ,5 18,5 0% P. Camaragibe AL ,7 34,4 TBD³ N.A Singlehome BA ,0 25,2 TBD³ N.A Txai Paraty RJ ,5 4,8 Canavieiras II BA ,0 8,2 Carro Quebrado AL ,7 14,0 Deep Beach RJ ,0 12,3 Txai Salvador BA 5 7,0 2,7 Canavieiras III BA 102 5,1 1,3 Nossa Shra. Vit. BA ,0 4,6 Txai Terravista BA 72 15,9 15,6 15,6 0% Nota: (1) Valores em R$ milhões. Book Value considera apenas a participação da BHG; (2) Valor de receita de aluguel de 1,75%, calculado sobre a Receita Operacional Bruta de cada parque eólico; (3)Termos: TBD = To Be Defined (a ser definido) Book Value Total - 317,5 165,4 Desconto de 48% 16

17 Informações Financeiras 3T13

18 Destaques e Eventos Recentes 3T13 Hotel Marina Palace Nova Administração: Anunciamos em 05 de setembro a assinatura de Memorando de Entendimento para o desenvolvimento de empreendimento hoteleiro com a Ferplan Construtora e Incorporadora, na Cidade de Itajaí, localizada no Estado de Santa Catarina. O projeto do hotel, cujo o padrão será Tulip Inn, prevê aproximadamente 200 apartamentos, auditórios, restaurante, academia e lazer completo Posição atual: A BHG terminou o 3T13 com cerca de 9,0 mil quartos em operação, distribuídos em 48 hotéis (incluindo o Rio Palace Hotel), sendo 16 próprios, 25 de terceiros e 7 com participação mista, além de participação minoritária em outros 3 hotéis. Desse total de quartos, são próprios (inclui hotéis 100% próprios e hotéis onde temos participação), são administrados e fazem parte do regime de condomínio, onde a receita desses quartos de condomínio advém de taxa de condomínio paga à BHG. Hotéis BHG : Considerando todos os hotéis em desenvolvimento que a Companhia tem Memorandos de Entendimento assinados até 31 de outubro de 2013 e os hotéis que estão sendo desenvolvidos pelo FIP, a Companhia atingirá a marca de aproximadamente quartos ao final de 2016, sendo sob gestão da Companhia e sob regime de condomínio. Aquisição Hotel Mariana Palace: Empreendimento localizado em frente à praia do Leblon, que é considerada uma das mais bonitas e charmosas do Rio de Janeiro e é composto por 150 apartamentos, todos com vista para o mar. Além da área de lazer, o hotel possui uma estrutura completa para eventos capaz de acomodar em torno de 560 pessoas. 18

19 Indicadores do Segmento Hoteleiro: M13 A performance dos indicadores hoteleiros da Companhia desde 2010 Taxa de Ocupação (%) Preço da Diária (R$) 64,2% 66,9% 63,6% 62,3% M M13 RevPar¹ (R$) M13 ¹ Receita por Quarto Disponível 19

20 Destaques Financeiros Acumulado 9 meses (9M13) Indicadores Hoteleiros Receita Operacional Bruta (R$ milhões) 255,0 263,8 258,6 271,3 61,9 66,0 176,4 191,3 167,3 167,3 162,1 169,1 69,8% 66,7% 72,1% 68,3% 65,6 63,4 62,7 62,3 3T12 3T13 9M12 9M13 RevPar (R$) Diária Média (R$) Ocupação Média (%) (%) 25,1% 25,8% 0,8% 1,3% 23,2% 24,8% 4,3% 6,3% 0,6% 4,2% 5,7% 3T12 3T13 9M12 9M13 3T12 3T13 9M12 9M13 Hospedagem A&B Tx Adm. Aluguel Aluguel Tx. Adm. A&B Hospedagem 1,3% Receita Operacional Líquida ROL (R$ milhões) Receita Líquida por Região (%) 160,5 171,9 14,6% 3,6% 2,1% 61,9 66,0 16,6% 63,0% 3T12 3T13 9M12 9M13 Sudeste Nordeste Sul Norte Centro-Sul Sudeste Nordeste Sul Norte Centro-Sul 20

21 3 Mix de Vendas e Clientes 9M13 Perfil dos Hóspedes (%) Estrangeiros Locais Lazer Negócios Canais de Reserva por Tipo (%) Particular Operadoras 11% 10% 3% Outras Goldress Companhias 22% 28% Canais eletronicos Outras 26% Agências de Viagem 21

22 Destaques Financeiros Acumulado 9 meses (9M13) EBITDA Hoteleiro (R$ milhões) e Margem (%) EBITDA Hoteleiro por Região (%) 36,2 35,5 33,1 33,4 57,4 53,1 16,4% 3,5% 1,4% 20,7 21,0 1,4% 8,0% 13,6% 65,1% 3T12 3T13 3T13 9M12 9M % 26.0% EBITDA Consolidado (R$ milhões) e Margem (%) Sudeste Nordeste Sul Norte Centro-Sul Lucro/Prejuízo Líquido (R$ milhões) 26,3 26,0 30.0% 30,0 27.9% 27,9 44,6 17,2 16,5 9M12 42,2 5,8% 9M13-1,0 3,3-8,5-4,3 3T12 3T13 9M12 9M13 3T12 3T13 9M12 9M13 22

23 Indicadores Financeiros Gestão de Caixa 345,0 15,6 (0,4) 1,2 (6,4) (0,9) (1,3) (22,6) (4,0) - 326,3 jun-13 Geração Rec.Alienação dos Hotéis de invest. Capital de Giro Gastos Holding Gastos Resultado Fin. CAPEX+ Des. Imob. (efeito caixa) Greenfield Impostos Captação Liq. de Empr. set-13 A posição de caixa e disponibilidades financeiras ao final do 3T13 foi positiva em R$326,3 milhões, apresentando uma redução de R$18,7 milhões, em relação à posição do junho de Essa redução pode ser atribuída principalmente aos investimentos realizados na construção de hotéis (greenfields), pagamentos de empréstimos e gastos com a holding. Nesse trimestre a Companhia investiu (Capex) um montante de R$22,6 milhões, que inclui R$13,0 milhões de greenfield e o restante em obras e equipamentos. 23

24 Indicadores Financeiros Endividamento Dados Trimestrais 3T13 vs 2T13 Reconciliação do Caixa Líquido (R$ mil) 3T13 2T13 3T12 Δ% Δ% 3T13 vs 3T12 (+) Disponibilidades ,8% 1586,5% (+) Caixa/Bancos ,2% -47,1% (+) Aplicações Financeiras ,4% 3698,9% (+) Recebíveis por Alienação de Investimento ,4% -0,9% (-) Empréstimos e Financiamentos ( ) ( ) ( ) -1,0% 1,6% (-) Empréstimos (Dívida Bruta)¹ ( ) ( ) ( ) -0,2% 1,1% (-) Contas a pagar por aquisição de investimentos² (12.942) (15.205) (11.369) -14,9% 13,8% Caixa Líquido (Dívida Líquida) ( ) -31,9% n.m. ¹ Inclui gastos com comissões - Debentures ² Contas a pagar por aquisição de investimentos¹ = Empréstimos relacionados com a aquisição de hotéis, no qual o vendedor financia parte da venda (se ller financing). A dívida bruta da Companhia em 30 de setembro de 2013 foi de R$279,7 milhões, em linha se comparada à posição de 30 de junho de 2013 (R$280,4 milhões) e um aumento de R$3,1 milhões em relação a 30 de setembro de 2012 (R$276,6 milhões). Considerando as disponibilidades, a Companhia terminou o trimestre com caixa líquido de R$33,6 milhões. O custo médio da dívida em setembro foi de 11,3%, representando um aumento de 0,7 p.p. acima do mês de junho de 2013 (10,6%) e 0,7p.p. acima do mês de setembro de 2012 (10,6%). O prazo médio da dívida foi de 5,02 anos em setembro de Esse aumento ocorreu em função do aumento da taxa de CDI nos meses de julho e agosto de aproximadamente 1,0 p.p. 24

25 Desempenho dos Principais Indicadores Financeiros A BHG possui uma estrutura de capital equilibrada, fator fundamental para a sua estratégia de consolidação do setor hoteleiro Amortização¹ Perfil da Dívida por Indexador¹ 93,6 95,5 R$ Milhões 5,9% 1,1% 3,5% CDI TR 34,5% 55,0% TJLP Dólar 11,5 71* 25,3 24,5 19,0 5,4 4,7 5,2 0,5 Outros Indexadores Dívida Bruta¹ (R$ Milhões) CDI 162,7 Indexadores Custo Médio da Dívida (%) TR 11,17% Curto e Longo Prazo Curto Prazo 34,9% TR 104,5 TJLP 19,3 TJLP 9,43% CDI 11,58% Longo Prazo 65,1% Dólar 3,0 Outros 12,6 TOTAL 285,3 Outros 11,90% Total 11,3% Com o alongamento do financiamento no valor de R$ 71 milhões, os percentuais se alteram para: Curto Prazo (8,5%) e Longo Prazo (91,5%). * Os empréstimos e financiamentos no valor de R$ 71 milhões, no circulante, possuem aditivos já negociados para o alongamento do prazo de vencimento (10 anos) ¹ Inclui contas à pagar 25

26 Margem EBITDA, Business Mix e Overhead Margem EBITDA 2012 Business Mix ,0% 40,0% 35,0% 30,0% 25,0% 39% 32% 31% (9M13) 29% 26% 26% 24% 23% 21% 1% 2% 3% 12% 13% 30% 32% 38% 56% 57% 4% 57% 28% 5% 22% 20,0% 15,0% 10,0% 5,0% 0,0% 19% 19% 18% 17% 17% 16% 12% 10% 10% 7% 5% 2% 100% 100% 99% 98% 96% 88% 87% 70% 67% 62% 45% 44% 43% 39% 27% 82% 86% 94% 100% 18% 14% 78% Overhead como Percentual da Receita Bruta 2012 Próprios Adm/Fraquias Outros 32,3% 28,8% 26,8% 20,3% Fonte: Reports das companhias 17,0% 14,7% 14,7% 14,7% 13,1% Média Móvel 12M (3T13) 9,8% 9,6% 9,2% 7,6% 7,4% 6,5% 5,2% 5,2% 4,1% 4,0% 2,0% Legenda AC NH MEL MAR OEH MHGC CHH IHG WYN H WTB HOT CLDT PSD HT RZ INN RLJ RLH HST Accor NH Hoteles Sol Melia Marriott Orient Express Morgans Hotel Group Choice Intercontinental Wyndham Hyatt Whitbread Starwood Worldwide Chatham Lodging Trust Posadas Hersha Hospitality Trust Rezidor Summit Hotels RLJ Lodging Trust Red Lion Host Notas: (1) Líquida de Custos Reembolsáveis (2) MAR; CHH; HOT estimados sobre SG&A (3) OEH considera Receita Líquida (4) IHG estimado sobre Custo Central Bruto 26

27 dez-08 jun-09 dez-09 jun-10 dez-10 jun-11 dez-11 jun-12 dez-12 jun-13 dez-13 nov-12 dez-12 jan-13 fev-13 mar-13 abr-13 mai-13 jun-13 jul-13 ago-13 set-13 out-13 nov-13 dez-13 Performance no mercado de capitais 2013 Comparativo entre os índices IMOB e IBOV, ambos da BM&FBovespa, e a ação da Companhia (BHGR3) durante o período 2009 até hoje¹. Base jan/09 = 100 até 29/11/2013 Base dez/12 = 100 até 29/11/ BHG IBOV IMOB BHG IBOV IMOB IMOB 130,4% BHG 47,7% IBOV 39,8% IBOV -8,7% IMOB -20,2% BHG -20,8% Jan/09 Nov/13 % ( ) 03/dez/12 29/nov/13 % (12M) BHGR3 (R$) 10,80 15,18 41% IBOV (mil) 40,24 52,48 30% IMOB (mil) 0,33 0,71 115% BHGR3 (R$) 19,89 15,18-23,9% IBOV (mil) 58,20 52,48-9,8% IMOB (mil) 0,90 0,71-21,1% ¹ Baseado no fechamento de 29/11/2013; Fonte: Economática. 27

28 Contatos Equipe de Relações com Investidores Ricardo Levy (Diretor de Finanças e de RI) Deborah Nunes (Gerente de RI) Carlos Cotrim (Analista Sr. de RI) Raphaela Barreto (Estagiária de RI) Telefone: (21) /5434/ Site: 28

Apresentação Corporativa. Setembro de 2013

Apresentação Corporativa. Setembro de 2013 Apresentação Corporativa Setembro de 2013 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar variações

Leia mais

Apresentação Corporativa. Fevereiro de 2014

Apresentação Corporativa. Fevereiro de 2014 Apresentação Corporativa Fevereiro de 2014 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar variações

Leia mais

Teleconferência de Resultados. 4T12 e 2012

Teleconferência de Resultados. 4T12 e 2012 Teleconferência de Resultados e 2012 28 de fevereiro de 2013 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam

Leia mais

Apresentação Corporativa

Apresentação Corporativa Apresentação Corporativa APIMEC Resultados 4T13 24 de Março de 2014 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T11

Teleconferência de Resultados 1T11 Teleconferência de Resultados 1T11 13 de Maio de 2011 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar

Leia mais

Teleconferência de Resultados. 3º Trimestre de 2010

Teleconferência de Resultados. 3º Trimestre de 2010 Teleconferência de Resultados 3º Trimestre de 2010 11 de Novembro de 2010 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia

Leia mais

Apresentação Corporativa. APIMEC Resultados 3T12

Apresentação Corporativa. APIMEC Resultados 3T12 Apresentação Corporativa APIMEC Resultados 3T2 05 de Dezembro de 202 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam

Leia mais

1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados. 14 de Maio de 2009

1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados. 14 de Maio de 2009 1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados 14 de Maio de 2009 Aviso Legal Informações e Projeções Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração

Leia mais

Apresentação Institucional. Setembro/2011

Apresentação Institucional. Setembro/2011 Apresentação Institucional Setembro/2011 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar variações

Leia mais

Resultados 1º Trimestre 2015 13.05. Rio de Janeiro, 13 de maio de 2015

Resultados 1º Trimestre 2015 13.05. Rio de Janeiro, 13 de maio de 2015 Resultados 1º Trimestre 2015 13.05 Rio de Janeiro, 13 de maio de 2015 RECEITA LÍQUIDA ATINGE R$ 68,5 MILHÕES NO 1T15, CRESCIMENTO DE 7,1% EM RELAÇÃO AO 1T14. EBITDA CONSOLIDADO ATINGE R$ 7,8 MILHÕES, QUEDA

Leia mais

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010 Apresentação da Companhia Setembro de 2010 Comprovada capacidade de execução Visão geral da Inpar Empreendimentos por segmento (1) Modelo de negócios integrado (incorporação, construção e venda) Comercial

Leia mais

A FORÇA DA BHG. * Dados de 2010.

A FORÇA DA BHG. * Dados de 2010. PORQUE INVESTIR? Belo Horizonte tem o quarto maior PIB entre os municípios brasileiros; Minas Gerais é o segundo pólo turístico do Brasil; Localização estratégica. A Savassi é ponto nobre e estratégico

Leia mais

Reunião Pública Reunião Pública. Dezembro de 2010

Reunião Pública Reunião Pública. Dezembro de 2010 Reunião Pública Reunião Pública Dezembro de 2010 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar variações

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 2011 BHG S.A. BRAZIL HOSPITALITY GROUP

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 2011 BHG S.A. BRAZIL HOSPITALITY GROUP RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 2011 BHG S.A. BRAZIL HOSPITALITY GROUP A Administração da BHG S.A. Brazil Hospitality Group ( BHG ou Companhia ), em conformidade com as disposições legais e estatutárias, submete

Leia mais

CORPO- RATIVO e M&A FINAN- CEIRO & RI. Para mais informações, acesse: www.bhg.net PARA DIVULGAÇÃO IMEDIATA

CORPO- RATIVO e M&A FINAN- CEIRO & RI. Para mais informações, acesse: www.bhg.net PARA DIVULGAÇÃO IMEDIATA PARA DIVULGAÇÃO IMEDIATA BHG - Resultados do Terceiro Trimestre de 2010 (3T10) BHG apresenta Receita Líquida de R$35,3MM e EBITDA do segmento hoteleiro recorde de R$10,8MM no 3T10 São Paulo, 10 de novembro

Leia mais

A GP no mercado imobiliário

A GP no mercado imobiliário A GP no mercado imobiliário A experiência singular acumulada pela GP Investments em diferentes segmentos do setor imobiliário confere importante diferencial competitivo para a Companhia capturar novas

Leia mais

4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados. 13 de Fevereiro de 2008

4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados. 13 de Fevereiro de 2008 4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados 13 de Fevereiro de 2008 Aviso Informações e Projeções Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração

Leia mais

I APRESENTAÇÃO CORPORATIVA

I APRESENTAÇÃO CORPORATIVA I APRESENTAÇÃO CORPORATIVA Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar variações materiais entre

Leia mais

EARNINGS RELEASE 4T10 e 2010

EARNINGS RELEASE 4T10 e 2010 BHG termina 2010 com EBITDA Hoteleiro recorde de R$ 34,8 milhões, com crescimento de 80,3% em relação ao de 2009. Em 2010, o EBITDA Consolidado da BHG se torna positivo, atingindo a marca de R$ 10,7 milhões.

Leia mais

BHG finaliza compra das ações da Brascan Imobiliária Hotelaria e Turismo S.A.

BHG finaliza compra das ações da Brascan Imobiliária Hotelaria e Turismo S.A. BHG finaliza compra das ações da Brascan Imobiliária Hotelaria e Turismo S.A. 22-03-2011 Yahoo Brasil - www.yahoo.com.br http://br.rss.news.yahoo.com/s/22032011/24/economia-negocios-bhg-finaliza-compra-das.html

Leia mais

Resultado do Quarto Trimestre e do Ano de 2012 28/02/2013

Resultado do Quarto Trimestre e do Ano de 2012 28/02/2013 e do Ano de 2012 28/02/2013 BHG segue apresentando forte crescimento das margens operacionais, com EBITDA Hoteleiro atingindo R$ 74,9 milhões em 2012, um acréscimo de 28,7% em relação a 2011, e com margem

Leia mais

Resultados 4º Trimestre 2014 24.03. Rio de Janeiro, 24 de março de 2015

Resultados 4º Trimestre 2014 24.03. Rio de Janeiro, 24 de março de 2015 Resultados 4º Trimestre 2014 24.03 Rio de Janeiro, 24 de março de 2015 EBITDA CONSOLIDADO ATINGE R$ 22,2 MILHÕES NO 4T14, MARGEM DE 27,4% E CRESCIMENTO DE 10,9% EM RELAÇÃO AO 4T13. Em 2014, SOB FORTE INFLUÊNCIA

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 2010 BHG S.A. BRAZIL HOSPITALITY GROUP

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 2010 BHG S.A. BRAZIL HOSPITALITY GROUP RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 2010 BHG S.A. BRAZIL HOSPITALITY GROUP A Administração da BHG S.A. Brazil Hospitality Group ( BHG ou Companhia ), em conformidade com as disposições legais e estatutárias, submete

Leia mais

Resultados do 2T09. Teleconferência de Resultados

Resultados do 2T09. Teleconferência de Resultados Resultados do 2T09 Teleconferência de Resultados Destaques do 2T09 2 Destaques do 2T09 em linha com a estratégia geral da Companhia Nossas conquistas do 2T09 são refletidas nos resultados da Companhia

Leia mais

Apresentação Investidores

Apresentação Investidores Apresentação Investidores Abril de 2011 Aviso Importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros.tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve riscos

Leia mais

Divulgação de resultados 3T13

Divulgação de resultados 3T13 Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre do ano de 2013 Rio de Janeiro, 13 de novembro de 2013. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no

Leia mais

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DE 2009 E DO 4T09. 24 de Março 2010

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DE 2009 E DO 4T09. 24 de Março 2010 DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DE 2009 E DO 4T09 24 de Março 2010 Destaques Financeiros e Operacionais de 2009 e do 4T09 As vendas nos Shopping Centers da Companhia tiveram um crescimento no ano de 14,1%; Taxa

Leia mais

RESULTADOS 2T12. 24 de julho de 2012

RESULTADOS 2T12. 24 de julho de 2012 RESULTADOS 2T12 Grupo Pão de Açúcar 24 de julho de 2012 RESULTADO GPA CONSOLIDADO 2T12 Inclui empreendimentos imobiliários Exclui empreendimentos imobiliários Vendas Brutas Cresc. mesmas lojas vs 2T11

Leia mais

Earnings Release 1T15

Earnings Release 1T15 Santo André, 05 de maio de 2015: A CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A. (BM&FBOVESPA: CVCB3), maior operadora de turismo das Américas, informa aos seus acionistas e demais participantes do mercado

Leia mais

Abertura e Destaques 4T09 e 2009

Abertura e Destaques 4T09 e 2009 25 de Março de 2010 Abertura e Destaques 4T09 e 2009 Comentário de Abertura CEO Ricardo Valadares Gontijo Breve Histórico IPO Mercado em 2009: Programa Minha Casa, Minha Vida Estratégia Crescimento da

Leia mais

EARNINGS RELEASE 3T12 13/11/2012

EARNINGS RELEASE 3T12 13/11/2012 13/11/2012 A BHG apresenta sólidas margens operacionais no 3T12, onde EBITDA Consolidado atingiu R$ 17,2 milhões, com crescimento de 62,7% em relação ao 3T11. A margem EBITDA foi de 30,3%, um crescimento

Leia mais

3T11 Teleconferência de Resultados

3T11 Teleconferência de Resultados 3T11 Teleconferência de Resultados 16 de novembro de 2011 A GP Investments apresenta seus resultados de private equity excluindo as participações de não-controladores com o objetivo de refletir a sua participação

Leia mais

Resultados 2T12 FLRY 3. Agosto / 2012

Resultados 2T12 FLRY 3. Agosto / 2012 Resultados 2T12 FLRY 3 Agosto / 2012 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2012 Aviso Legal Esta apresentação pode conter informações sobre eventos futuros. Tais informações não seriam apenas fatos históricos,

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T15

Divulgação de Resultados 1T15 São Paulo - SP, 06 de Maio de 2015. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private equity

Leia mais

Contax. Operação com Portugal Telecom e Dedic GPTI. Janeiro de 2011

Contax. Operação com Portugal Telecom e Dedic GPTI. Janeiro de 2011 Contax Operação com Portugal Telecom e Dedic GPTI Janeiro de 2011 SEÇÃO 1 Racional da Transação 2 A Líder no Mercado de Contact Center no Brasil A Contax Líder no mercado com ampla base de clientes Fundada

Leia mais

Transcrição da Teleconferência Resultados do 4T14 BHG (BHGR3 BZ) 27 de março de 2015. Luiz Felipe de Sá:

Transcrição da Teleconferência Resultados do 4T14 BHG (BHGR3 BZ) 27 de março de 2015. Luiz Felipe de Sá: Bom dia, senhoras e senhores. Sejam bem-vindos à teleconferência dos resultados referentes ao 4T14 da BHG S.A. Brazil Hospitality Group. Hoje temos a presença do Sr. Eduardo de Salles Bartolomeo, CEO,

Leia mais

Resultado do 2 Trimestre de 2013 13/08/2013

Resultado do 2 Trimestre de 2013 13/08/2013 Resultado do 2 Trimestre de 2013 No 1º semestre a BHG atingiu uma receita líquida de R$ 112,9 milhões, um acréscimo de 9,3% e um EBITDA hoteleiro de R$ 36,4 milhões, uma alta de alta de 12,2%, em relação

Leia mais

Reunião com Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais LOJAS RENNER S.A.

Reunião com Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais LOJAS RENNER S.A. Reunião com Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais LOJAS RENNER S.A. São Paulo, 8 de dezembro de 2005 1 Aviso Legal Eventuais declarações que possam ser feitas durante esta apresentação,

Leia mais

CEO Conference Março 2009

CEO Conference Março 2009 CEO Conference Março 2009 Informações e Projeções Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar variações materiais

Leia mais

RESULTADOS 4T11 E 2011 Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo (Globex)

RESULTADOS 4T11 E 2011 Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo (Globex) RESULTADOS 4T11 E 2011 Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo (Globex) 17 de fevereiro de 2012 GRUPO PÃO DE AÇÚCAR - RESULTADOS 4T11 E 2011 Enéas Pestana, Presidente do Grupo Pão de Açúcar 2 Evolução operacional

Leia mais

Apresentação dos Resultados 2T06

Apresentação dos Resultados 2T06 Apresentação dos Resultados 2T06 Aviso Legal Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012 Apresentação de Resultados 2T12 10 de agosto de 2012 Aviso Legal Esta apresentação contém certas declarações futuras e informações relacionadas à Companhia que refletem as visões atuais e/ou expectativas

Leia mais

Divulgação de Resultados 2014

Divulgação de Resultados 2014 São Paulo - SP, 10 de Fevereiro de 2015. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private-equity

Leia mais

RESULTADOS 3T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 4 de novembro de 2011

RESULTADOS 3T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 4 de novembro de 2011 RESULTADOS 3T11 Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades 4 de novembro de 2011 ELETRO GPA ALIMENTAR AGENDA RESULTADOS Supermercados Proximidade Atacarejo Postos e Drogarias Hipermercado Lojas Especializadas

Leia mais

Destaques do Período. Crescimento de dois dígitos em Reservas Confirmadas e Embarcadas, EBITDA e Lucro Líquido Ajustado no 2T15

Destaques do Período. Crescimento de dois dígitos em Reservas Confirmadas e Embarcadas, EBITDA e Lucro Líquido Ajustado no 2T15 Santo André, 05 de Agosto de 2015: CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A. (BM&FBOVESPA: CVCB3), maior operadora de turismo das Américas, informa aos seus acionistas e demais participantes do mercado

Leia mais

Earnings Release 4T14

Earnings Release 4T14 Santo André, 05 de fevereiro de 2015: A CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A. (BM&FBOVESPA: CVCB3), maior operadora de turismo da América Latina, informa aos seus acionistas e demais participantes

Leia mais

Apresentação dos Resultados 3T06

Apresentação dos Resultados 3T06 Apresentação dos Resultados 3T06 Aviso Legal Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

Destaques do Resultado Consolidado

Destaques do Resultado Consolidado Aviso Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira e internacional. Essas

Leia mais

Apresentação Corporativa. Novembro de 2010

Apresentação Corporativa. Novembro de 2010 Apresentação Corporativa Novembro de 2010 Estácio: Breve Histórico Crescimento orgânico Consolidação para liderança nacional IPO Companhia listada Turn around e preparação para o crescimento futuro # de

Leia mais

Luiz Fernando Rolla. Diretor de Finanças, Relações com Investidores e Controle de Participações

Luiz Fernando Rolla. Diretor de Finanças, Relações com Investidores e Controle de Participações Luiz Fernando Rolla Diretor de Finanças, Relações com Investidores e Controle de Participações Nossa base de acionistas assegura liquidez América do Norte Canadá Estados Unidos México Europa Luxemburgo

Leia mais

Apresentação de Resultados 3T05

Apresentação de Resultados 3T05 Apresentação de Resultados 3T05 Destaques Crescimento do Lucro Líquido foi de 316% no Terceiro Trimestre Crescimento da Receita no 3T05 A receita bruta foi maior em 71% (3T05x3T04) e 63% (9M05x9M04) Base

Leia mais

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas CICLO APIMEC 2010 Índice RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas 3 RS no Brasil DADOS DEMOGRÁFICOS RS BRASIL População

Leia mais

Resultados do 1T09. Teleconferência de Resultados. Lançamentos de 2008

Resultados do 1T09. Teleconferência de Resultados. Lançamentos de 2008 Resultados do 1T09 Teleconferência de Resultados Lançamentos de 2008 Felice (Nova Lima-MG) Beach Park Wellness Resort (Aquiraz-CE) ViVer Zona Sul (Porto Alegre-RS) Viver São J. Pinhais (São J. Pinhais-PR)

Leia mais

Teleconferência de Resultados do 3T09

Teleconferência de Resultados do 3T09 Teleconferência de Resultados do 3T09 2 Destaques do trimestre O forte resultado do 3T09 demonstrou nossa confortável posição competitiva na indústria de proteínas e confirmou os resultados esperados de

Leia mais

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 AVISO Nesta apresentação nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

QUEM SOMOS Brasil Brokers

QUEM SOMOS Brasil Brokers QUEM SOMOS Um dos maiores e mais completos grupos de venda de imóveis do país. Assim é a Brasil Brokers. Formado por 25 imobiliárias líderes em 12 estados, o grupo conta com mais de 14 mil corretores associados

Leia mais

BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA

BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA Por meio de um investimento estratégico de até R$314,7 milhões, a BNDESPAR ingressa no capital social da Renova Energia. Parceria de Longo Prazo A

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2T15 31 de julho de 2015 Magazine Luiza Destaques do 2T15 Vendas E-commerce Ganho consistente de participação de mercado Redução na receita líquida de 10,1% para R$2,1 bilhões

Leia mais

Apresentação de Resultados 4T11. 1º de Março de 2012

Apresentação de Resultados 4T11. 1º de Março de 2012 Apresentação de Resultados 4T11 1º de Março de 2012 Contax Visão Geral GRUPO CONTAX Operação em 4 países: Brasil, Colômbia, Argentina e Peru Líder na América Latina em serviços de relacionamento com consumidores

Leia mais

Release de Resultados 4T06

Release de Resultados 4T06 Release de Resultados 4T06 Em 2006, Lançamentos aumentaram 118% e Vendas Contratadas subiram 69% O EBITDA Ajustado subiu 66% e o Lucro Líquido Ajustado aumentou 35% em 2006 Rio de Janeiro, 14 de Março

Leia mais

Apresentação Institucional. Novembro 2015

Apresentação Institucional. Novembro 2015 Apresentação Institucional Novembro 2015 Seção 1 Visão Geral da Unidas Visão Geral da Unidas 3ª maior empresa brasileira de aluguel de carros em frota total, com cobertura nacional em soluções para terceirização

Leia mais

Expomoney São Paulo. Setembro de 2012

Expomoney São Paulo. Setembro de 2012 Expomoney São Paulo Setembro de 2012 Contax Visão Geral Contact Center Brasil Resultados Financeiros Contax Visão Geral GRUPO CONTAX Principais serviços: Atendimento, Cobrança, Televendas, Retenção, Trade

Leia mais

Apresentação a Investidores. 4 de Dezembro de 2009

Apresentação a Investidores. 4 de Dezembro de 2009 Associação com Casa Bahia Apresentação a Investidores 4 de Dezembro de 2009 1 Considerações Iniciais Esta apresentação foi preparada para permitir uma melhor compreensão dos detalhes da operação pelo mercado.

Leia mais

Apresentação dos resultados do 4T09 & 2009. Março/2010

Apresentação dos resultados do 4T09 & 2009. Março/2010 Apresentação dos resultados do & Março/2010 Destaques & DESTAQUES OPERACIONAIS DO E VENDAS CONTRATADAS LÍQUIDAS ATINGIRAM R$753 MILHÕES NO E R$2,67 BILHÕES EM, REPRESENTANDO UM CRESCIMENTO DE 47% EM RELAÇÃO

Leia mais

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014.

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014. Resultados 3T14_ Novembro de 2014. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes, um detalhamento

Leia mais

PDG Realty aumenta para 70% sua participação na Goldfarb

PDG Realty aumenta para 70% sua participação na Goldfarb PDG Realty aumenta para 70% sua participação na Goldfarb Relações com Investidores: Michel Wurman Diretor de Relações com Investidores João Mallet Gerente de Relações com Investidores Telefone: (21) 3504

Leia mais

1. LAhotels apresenta planos e estratégias para o Brasil

1. LAhotels apresenta planos e estratégias para o Brasil 1. LAhotels apresenta planos e estratégias para o Brasil 30/07/2009 Brasilturis Online Online Invest Tur LAhotels apresenta planos e estratégias para o Brasil30/07/2009 Ir para a lista de matérias André

Leia mais

BRASIL BROKERS. Reunião Anual com Investidores APIMEC-Rio 2009

BRASIL BROKERS. Reunião Anual com Investidores APIMEC-Rio 2009 BRASIL BROKERS Reunião Anual com Investidores APIMEC-Rio 2009 2009 Brasil 2009 Brokers Brasil Todos Brokers os Direitos Todos os Reservados Direitos Reservados Esta apresentação não constitui uma oferta,

Leia mais

RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 1T10 156.512.000,00

RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 1T10 156.512.000,00 RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 156.512.000,00 Resultados do RESULTADOS São Paulo, 14 de maio de 2010 A BRADESPAR [BM&FBOVESPA: BRAP3 (ON), BRAP4 (PN); LATIBEX: XBRPO (ON), XBRPP (PN)]

Leia mais

RESULTADOS 2T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 26 de julho de 2011

RESULTADOS 2T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 26 de julho de 2011 RESULTADOS 2T11 Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades 26 de julho de 2011 DESTAQUES DO 2T11 Impacto macroeconômico > IPCA 12 meses: +6,7% > Crescimento real GPA Alimentar: +2,3% > Aumento taxa Selic

Leia mais

Fevereiro de 2013. Aquisição da Wise Up

Fevereiro de 2013. Aquisição da Wise Up Fevereiro de 2013 Aquisição da Wise Up Agenda SEÇÃO 1 Sumário da Transação SEÇÃO 2 Visão Geral da Wise Up 2 Seção 1: Sumário da Transação Sumário da Transação A Transação Aquisição de 100% do Grupo Ometz

Leia mais

Apresentação dos Resultados de 2T07. 15 de agosto de 2007

Apresentação dos Resultados de 2T07. 15 de agosto de 2007 Apresentação dos Resultados de 2T07 15 de agosto de 2007 1 Equipe da Cyrela Brazil Realty Diretor Presidente Elie Horn Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Luis Largman Diretor de Controle

Leia mais

Earnings Release. Relação com Investidores. Destaques do 2T11. Brasil Insurance Anuncia Resultados do 2T11

Earnings Release. Relação com Investidores. Destaques do 2T11. Brasil Insurance Anuncia Resultados do 2T11 Relação com Investidores Luis Eduardo Fischman Diretor de Relações com Investidores (55 21) 3433-5060 ri@brinsurance.com.br Teleconferência de Resultados 2T11 Terça-Feira, 16 de agosto de 2011 Português

Leia mais

Teleconferência Resultados 3T10

Teleconferência Resultados 3T10 Teleconferência Resultados 3T10 Sexta-feira, 5 de Novembro de 2010 Horário: 14:00 (horário de Brasília) 12:00 (horário US EDT) Tel: + 55 (11) 4688-6361 Código: LASA Replay: + 55 (11) 4688-6312 Código:

Leia mais

estão, portanto sujeitas a mudanças sem aviso prévio.

estão, portanto sujeitas a mudanças sem aviso prévio. APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS 3º TRIMESTRE DE 200 Teleconferência Português 13 de Novembro de 200 11:00 (Horário de Brasília) 09:00 (East Time) Tel.: +55 11 2188-0188 Replay: +55 11 2188-0188 Código: MULTIPLAN

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Março de 205 Sumário A VIA VAREJO EM RESUMO B POSICIONAMENTO DA VIA VAREJO C DESTAQUES DO 4T4 2 Sumário A VIA VAREJO EM RESUMO B POSICIONAMENTO DA VIA VAREJO C DESTAQUES DO 4T4

Leia mais

Estratégia Financeira. Arthur Piotto

Estratégia Financeira. Arthur Piotto Estratégia Financeira Arthur Piotto Estratégia Financeira Estrutura financeira adequada e balanço forte 1 2 3 4 5 6 7 Sucesso no aumento de capital. Alocação diversificada Maior flexibilidade financeira

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014 Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2014 Destaques do Expressivo crescimento em vendas mesmas lojas (25,4%) com rentabilidade Crescimento da receita líquida total: 28,5% versus 1T13 R$2,3 bilhões

Leia mais

Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p.

Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p. Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p. No 1T15, a receita líquida totalizou R$ 5,388 bilhões, estável em relação ao 1T14 excluindo-se

Leia mais

BANCO DO BRASIL 1º Trimestre 2012

BANCO DO BRASIL 1º Trimestre 2012 BANCO DO BRASIL 1º Trimestre 2012 Aviso Importante Esta apresentação faz referências e declarações sobre expectativas, sinergias planejadas, estimativas de crescimento, projeções de resultados e estratégias

Leia mais

PDG Realty ingressa no mercado imobiliário argentino, adquirindo

PDG Realty ingressa no mercado imobiliário argentino, adquirindo PDG Realty ingressa no mercado imobiliário argentino, adquirindo participação i na TGLT Relações com Investidores: Michel Wurman Diretor Vice-Presidente Financeiro e de RI João Mallet Gerente Financeiro

Leia mais

INVEST TUR divulga seus resultados do segundo trimestre de 2007

INVEST TUR divulga seus resultados do segundo trimestre de 2007 INVEST TUR divulga seus resultados do segundo trimestre de 2007 A INVEST TUR anuncia o encerramento da Oferta Publica Inicial de suas Ações e a captação de R$ 945 milhões para investimentos em projetos

Leia mais

www.estacioparticipacoes.com/ri Global Services Conference Phoenix-AZ, 27 de fevereiro de 2008

www.estacioparticipacoes.com/ri Global Services Conference Phoenix-AZ, 27 de fevereiro de 2008 www.estacioparticipacoes.com/ri Global Services Conference Phoenix-AZ, 27 de fevereiro de 2008 0 1. Visão Geral Setor de Ensino Superior no Brasil Visão Geral Estratégia Empresarial Destaques Financeiros

Leia mais

Seminário Setorial de Construção Civil APIMEC SUL. Outubro de 2010

Seminário Setorial de Construção Civil APIMEC SUL. Outubro de 2010 Seminário Setorial de Construção Civil APIMEC SUL Outubro de 2010 Aviso Esta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são apenas fatos históricos, mas refletem as metas e as expectativas

Leia mais

PDG Realty aumenta para 70% sua participação na CHL e adquire opção para a compra de adicionais 30% atingindo 100%

PDG Realty aumenta para 70% sua participação na CHL e adquire opção para a compra de adicionais 30% atingindo 100% PDG Realty aumenta para 70% sua participação na CHL e adquire opção para a compra adicionais 30% atingindo 100% Relações com Investidores: Michel Wurman Diretor Vice-Presinte Financeiro e RI João Mallet,

Leia mais

Apresentação dos Resultados do 1T14

Apresentação dos Resultados do 1T14 Apresentação dos Resultados do 1T14 Destaques do 1T14 A Companhia registrou no 1T14 uma receita líquida de R$232,9 milhões, um crescimento de 3% comparado ao 1T13, quando a mesma totalizou R$225,9 milhões.

Leia mais

Resultados 2T10. Villa Flora Segmento Econômico

Resultados 2T10. Villa Flora Segmento Econômico Resultados 2T10 Villa Flora Segmento Econômico 1 Resultados 2T10 Aviso Importante Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base

Leia mais

Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010

Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010 Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010 Rio de Janeiro, 16 de agosto de 2010. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no mercado de

Leia mais

3T11 Resultados do 4T10

3T11 Resultados do 4T10 0 APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS 3T11 Resultados do 4T10 1 Aviso importante Esta apresentação contém declarações e informações prospectivas a respeito da General Shopping. Estas declarações e informações

Leia mais

Medial Saúde 12 th Annual Latin American Conference Acapulco Mexico 15 a 18 de janeiro de 2008

Medial Saúde 12 th Annual Latin American Conference Acapulco Mexico 15 a 18 de janeiro de 2008 Medial Saúde 12 th Annual Latin American Conference Acapulco Mexico 15 a 18 de janeiro de 2008 Disclaimer Este comunicado contém considerações referentes às perspectivas do negócio e estimativas de resultados

Leia mais

APRESENTAÇÃO APIMEC. Março de 2015. Copyright Cielo Todos os direitos reservados

APRESENTAÇÃO APIMEC. Março de 2015. Copyright Cielo Todos os direitos reservados APRESENTAÇÃO APIMEC Março de 2015 Copyright Cielo Todos os direitos reservados A COMPANHIA FAZ DECLARAÇÕES SOBRE EVENTOS FUTUROS QUE ESTÃO SUJEITAS A RISCOS E INCERTEZAS Tais declarações têm como base

Leia mais

Destaques do Trimestre

Destaques do Trimestre Resultados do 2T12 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira

Leia mais

APRESENTAÇÃO APIMEC RELAÇÕES COM INVESTIDORES

APRESENTAÇÃO APIMEC RELAÇÕES COM INVESTIDORES APRESENTAÇÃO APIMEC RELAÇÕES COM INVESTIDORES Dezembro, 2010 ESTÁCIO: BREVE HISTÓRICO Crescimento orgânico N de estudantes (mil) Crescimento anual Consolidação para a liderança nacional 2005 2007: transformação

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultados do 1T06. 5 de Maio de 2006

TIM Participações S.A. Resultados do 1T06. 5 de Maio de 2006 TIM Participações S.A. Resultados do 5 de Maio de 2006 1 Principais realizações Desempenho do Mercado Desempenho Financeiro 2 Status da Reestruturação Corporativa Principais realizações Melhorando a Estrutura

Leia mais

Aquisição da Microlins. Agosto 2008

Aquisição da Microlins. Agosto 2008 Aquisição da Microlins Agosto 2008 Overview da Transação A Anhanguera adquiriu uma participação de 30% na Microlins, a maior rede de cursos profissionalizantes do país Overview 657 franquias em todo Brasil

Leia mais

3T12 PRÉVIA OPERACIONAL COMUNICADO AO MERCADO DIRECIONAL ALCANÇA RECORDE DE R$ 543 MILHÕES DE LANÇAMENTOS E R$ 558 MILHÕES DE VENDAS NO 3T12.

3T12 PRÉVIA OPERACIONAL COMUNICADO AO MERCADO DIRECIONAL ALCANÇA RECORDE DE R$ 543 MILHÕES DE LANÇAMENTOS E R$ 558 MILHÕES DE VENDAS NO 3T12. Belo Horizonte, 02 de outubro de 2012 - A Direcional Engenharia S.A., uma das maiores incorporadoras e construtoras do Brasil, com foco no desenvolvimento de empreendimentos populares de grande porte e

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14 27 de fevereiro de 2015 Magazine Luiza Destaques 2014 Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Ajustado Luizacred Lucro Líquido Ajustado Crescimento da receita

Leia mais

4º Trimestre de 2008 Teleconferência de Resultados. 30 de Março de 2009

4º Trimestre de 2008 Teleconferência de Resultados. 30 de Março de 2009 4º Trimestre de 2008 Teleconferência de Resultados 30 de Março de 2009 Aviso Legal Informações e Projeções Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração

Leia mais

Helbor Empreendimentos

Helbor Empreendimentos Helbor Empreendimentos Aviso Legal Esta apresentação pode conter certas afirmações que expressam expectativas, crenças e previsões da administração da Helbor sobre eventos ou resultados futuros. Tais afirmações

Leia mais

COPA DO MUNDO... 35 E OLIMPÍADA... 35

COPA DO MUNDO... 35 E OLIMPÍADA... 35 APRESENTAÇÃO... 13 INTRODUÇÃO... 15 Fortes transformações...15 Principais desafios...16 Evolução do setor...16 PERSPECTIVAS... 17 E TENDÊNCIAS... 17 Otimismo brasileiro...17 Tarifas dos hotéis...18 Barreiras

Leia mais