Gerenciamento de Qualidade

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gerenciamento de Qualidade"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA Gerenciamento de Qualidade Engenharia de Software 2o. Semestre de 2005 Slide 1

2 Gerenciamento de Qualidade Gerenciar a qualidade tanto do processo como do produto de software Slide 2

3 Tópicos Garantia e padrões de qualidade Planejamento de qualidade Controle de qualidade Medição e métricas de software Slide 3

4 Gerenciamento da qualidade de software Preocupa-se em garantir que o nível exigido de qualidade do produto de software seja atingido Envolve definir procedimentos e padrões de qualidade que devem ser seguidos Devem ajudar a desenvolver uma cultura de qualidade onde qualidade deve ser vista como responsabilidade de todos. Slide 4

5 O que é qualidade? Classicamente, a noção de qualidade é a de que o produto desenvolvido deve cumprir com suas especificações Para sistemas de software, existem problemas: O desenvolvedor também possui requisitos de qualidade (por ex. facilidade de manutenção) Alguns requisitos de qualidade são difíceis de serem especificados de forma não ambígua. (Ex. facilidade de manutenção). Especificações de software são usualmente incompletas e inconsistentes. Slide 5

6 O compromisso com a qualidade Não se pode esperar por uma especificação perfeita antes de implantar procedimentos de gerenciamento de qualidade. Deve-se implantar procedimentos para melhorar a qualidade dentro das restrições impostas por uma especificação imperfeita. O gerenciamento de qualidade não se preocupa somente em reduzir defeitos, se preocupa também com outras características de qualidade do produto. Slide 6

7 Atividades do gerenciamento de qualidade Garantia de qualidade Estabelecer uma estrutura de procedimentos e de padrões organizacionais para qualidade. Planejamento de qualidade Seleção e ajustes de procedimentos e de padrões de qualidade para um projeto específico. Controle de qualidade Garantir que os procedimentos e padrões estão sendo seguidos pela equipe de desenvolvimento de software. O gerenciamento de qualidade deve ser uma atividade separada do gerenciamento de projeto, de modo que a qualidade não seja comprometida. Slide 7

8 Gerenciamento de qualidade e desenvolvimento de software Processo de desenvolvimento de software Processo de gerenciamento de qualidade Padrões e procedimentos Plano de qualidade Relatórios de revisão De qualidade Slide 8

9 ISO 9000 Padrão internacional para o gerenciamento de qualidade. Aplicável a uma gama de organizações, desde a industria de manufatura até as indústrias de serviços. ISO 9001 é aplicável a organizações que projetam, desenvolvem e dão manutenção a produtos ISO 9001 é um modelo genérico de um processo de qualidade. Deve ser instanciado por cada organização. Slide 9

10 ISO 9001 áreas cobertas Responsabilidade de gerenciamento Controle de produto que não estão em conformidade Manuseio, armazenamento, embalagem e entrega Produtos fornecidos para o comprador Equipamentos de inspeção e teste Revisão do contrato Controle de documento Auditorias internas de qualidade Prestação de serviços Sistema de qualidade Controle de projeto Compras Identificação e facilidade de rastreamento do produto Status de inspeção e teste Ação corretiva Registros de qualidade Treinamento Técnicas estatísticas Slide 10

11 Certificação ISO 9000 Os procedimentos de garantia de qualidade devem ser documentados em um manual de qualidade organizacional Instituições independentes podem certificar que o processo de qualidade de uma organização, segundo o manual, está em conformidade com a ISSO 9001 Cada vez mais, os clientes procuram a certificação da ISO 9000 em fornecedores, como indicativo do nível de seriedade com que consideram a qualidade. Slide 11

12 Garantia e padrões de qualidade Padrões são a chave para gerenciamento de qualidade efetivos. Podem ser internacionais, nacionais, organizacionais ou padrões de projeto. Padrões de produto são os padrões que se aplicam ao produto de software em desenvolvimento. Ex: estilo de programação, etc. Padrões de processo definem os processos a serem seguidos durante o desenvolvimento de software. Ex. definições de especificação, processos de projeto e validação, e documentos que devem ser gerados Slide 12

13 Importância dos padrões Encapsulam as melhores práticas evitam a repetição de erros passados. Infra estrutura para o processo de garantia de qualidade envolve a verificação de conformidade com os padrões Ajudam em termos de continuidade todos os engenheiros de uma organização adotam as mesmas práticas o esforço de aprendizado é reduzido. Slide 13

14 Padrões de produto e de processo Padrões de produto Padrões de processo Formulário de revisão de projeto Estrutura do documento de requisitos Modelo de cabeçalho de procedimento Estilo de programação em Java Conduta de revisão de projeto Submissão de documentos a CM (gerenciamento de configuração) Processo de liberação de versão Processo de aprovação do plano de projeto Modelo do plano de projeto Formulário de pedido de mudança Processo de controle de mudança Processo de registro de teste Slide 14

15 Qualidade de produto e de processo A qualidade de um produto desenvolvido é diretamente influenciado pela qualidade do processo de produção. Particularmente importante em desenvolvimento de software, uma vez que é difícil avaliar atributos de qualidade do produto sem utilizar o software por um período longo. Contudo, a relação entre a qualidade de processo e do produto em produção é complexa a modificação do processo nem sempre conduz à melhoria da qualidade. Slide 15

16 Qualidade baseada em processo Ligação direta entre o processo e produto em produtos manufaturados. Mais complexo em software pois: A aplicação de habilidades individuais e experiências é particularmente importante no desenvolvimento de software. Fatores externos, tais como novidade de uma aplicação ou pressão comercial para a liberação rápida de um produto, podem afetar o produto. Slide 16

17 Qualidade baseada no processo Defina o processo Desenvolva O produto Avalie a qualidade Do produto Melhore o processo não Qualidade OK? sim Padronize o processo Slide 17

18 Atividades de gerenciamento de qualidade de processo Definição de padrões de processo, como por exemplo: como conduzir revisões, quando devem ocorrer, etc. Monitorar o processo de desenvolvimento, a fim de assegurar que os padrões estão sendo seguidos. Relatar o processo de software para a gerência de projeto e para o comprador do software. Slide 18

19 Planejamento de qualidade Um plano de qualidade deve estabelecer as qualidades desejadas para o produto e como essas qualidades devem ser avaliadas. Deve definir o processo de garantia de qualidade. Deve selecionar os padrões organizacionais apropriados a um determinado produto e processo de desenvolvimento e, se necessário, definir novos padrões. Slide 19

20 Estrutura do plano de qualidade Introdução sobre o produto Planos para o produto Descrições de processo Metas de qualidade Riscos e gerenciamento dos riscos. Planos de qualidade devem ser documentos sucintos. Slide 20

21 Atributos de qualidade do software Segurança Proteção Confiabilidade Capacidade de recuperação Robustez Facilidade de compreensão Testabilidade Facilidade de adaptação Modularidade Complexidade Portabilidade Facilidade de uso Facilidade de reuso Eficiência Facilidade de aprendizado Slide 21

22 Controle de qualidade Supervisionar o processo de desenvolvimento de software para garantir que os procedimentos e os padrões de garantia de qualidade seja seguidos. Duas abordagens para o controle de qualidade Revisões de qualidade Avaliação automática de software e medição quantitativa de alguns atributos de software Slide 22

23 Revisões de qualidade O principal método de validar a qualidade de um processo ou de um produto. Revisores examinam partes ou todo o processo ou o sistema e sua documentação para encontrar potenciais problemas. Existem diferentes tipos de revisões com diferentes objetivos Inspeções para a remoção de defeitos (produto) Revisões para avaliar o progresso (produto e processo) Revisões de qualidade (produto e padrões) Slide 23

24 Tipos de revisões Tipo de revisão Inspeções de projeto ou programa Revisões de progresso Revisões de qualidade Objetivo Detectar erros detalhados nos requisitos, nos projetos ou no código. A revisão deve ser orientada por uma lista de possíveis erros, Fornecer informações à gerência sobre o progresso geral do projeto. Essa é uma revisão de processo e de produto, e se preocupa com custos, planos e prazos. Realizar uma análise técnica dos componentes ou da documentação do produto, a fim de encontrar inconsistências entre a especificação e o projeto, código ou documentação dos componentes e garantir que os padrões de qualidade foram seguidos Slide 24

25 Medição e métricas de software Medição de software se preocupa em obter um valor numérico para alguns atributos de um produto ou de um processo de software. Permite comparações objetivas entre técnicas e processos. Algumas organizações introduziram programas de medições, porém o uso sistemático de medições ainda não é comum. Existem poucos padrões nesta área. Slide 25

26 Métrica de Software Qualquer tipo de medição que se refira a um sistema de software, processo ou documentação relacionada Linhas de código em um programa, número de pessoas-dia necessário para desenvolver um componente, número de defeitos relatados em um produto de software fornecido, etc. Permite que o sofware e o processo de desenvolvimento de software sejam quantificados Medidas do processo de software ou produto Podem ser usadas para estimar atributos do produto (métricas preditivas) ou controlar o processo de software (métricas de controle). Slide 26

27 Métricas preditivas e de controle Processo de software Produtos de software Medições de controle Medições preditivas Decisões de gerenciamento Slide 27

28 Suposições para medidas Uma propriedade do software pode ser medida Existe um relacionamento entre o que podemos medir e o que queremos saber. Esse relacionamento pode ser formalizado e validado. Pode ser difícil relacionar o que pode ser medido com os atributos de qualidade desejados. Slide 28

29 Relação entre atributos internos e externos de software Manutenibilidade Número de parâmetros de procedimento Complexidade ciclomática Confiabilidade Portabilidade Tamanho do programa em Linhas de código Número de mensagens de erro Facilidade de uso Extensão do manual do usuário Slide 29

30 O processo de medição Um processo de medição pode ser parte de um processo de controle de qualidade. Dados coletados durante esse processo devem ser mantidos como um recurso organizacional (dados históricos) Uma vez estabelecido um banco de dados de medição, comparações entre projetos podem ser efetuadas e métricas específicas podem ser aprimoradas. Slide 30

31 Métricas de produto Métricas devem predizer a qualidade do produto Classes de métricas de produto Métricas dinâmica coletadas por medições feitas de um programa em execução Métricas estáticas coletadas por medições feitas das representações do sistema (projeto, programa, documentação) Métricas dinâmicas ajudam a avaliar a eficiência e confiabilidade; métricas estáticas ajudam a avaliar a complexidade, facilidade de compreensão e facilidade de manutenção. Slide 31

32 Métricas estáticas e dinâmicas Métricas dinâmicas estão intimamente relacionadas com os atributos de qualidade do software É relativamente fácil medir o tempo de resposta de um sistema (atributo de performance) ou número de falhas (atributo de confiabilidade) Métricas estáticas tem um relacionamento indireto com atributos de qualidade É preciso derivar um relacionamento entre essas métricas e propriedades como complexidade, legibilidade e facilidade de manutenção. Slide 32

33 Métricas de produto de software Métricas de software Tamanho do código Complexidade ciclomática Fan-in/Fan-out Extensão dos identificadores Profundidade de declarações condicionais aninhadas Descrição Medida do tamanho de um programa. Medida da complexidade de controle de um programa. Pode estar relacionada com a facilidade de compreensão. Fan-in - Medida do número de funções que chamam outra função. Fan-out é o número de funções que são chamada pela função. Mede o comprimento das variáveis. Quanto maior, mais compreensível o programa. Ifs de muita profundidade são de difícil compreensão e levam a erros Slide 33

34 Métricas de software orientado a objetos Métricas de software Profundidade da árvore de herança Método de Fan-in/Fan-out Métodos ponderados por classes Número de operações sobrepostas (overloading) Descrição Quanto mais profunda, mais complexo é o projeto. Idem ao software convencional. Devese fazer uma distinção entre as chamadas de outros métodos dentro do objeto e chamadas de métodos externos. Número de métodos em uma classe ponderados pela complexidade de cada método. Um alto valor para essa métrica indica que a superclasse utilizada pode não ser uma classe principal apropriada para a subclasse. Slide 34

35 Análise de medições A dificuldade está em compreender o que as medidas significam A análise dos dados coletados é bastante difícil Profissionais da área de estatística podem oferecer ajuda valiosa. A Análise dos dados deve levar em conta as circunstâncias locais. Slide 35

36 Melhoria de processo Entender os processos existentes Introduzir alterações no processo para atingir objetivos organizacionais que, geralmente, são melhorar a qualidade do produto, reduzir os custos e o tempo de desenvolvimento A maioria da literatura relacionada a melhoria de processo tem se concentrado na redução de defeitos. Isso reflete a grande preocupação da indústria em relação a qualidade de seus produtos. Outros atributos do processo podem ser o alvo de melhorias. Slide 36

37 Atributos de processo Características de processo Facilidade de compreensão Visibilidade Facilidade de suporte Confiabilidade Robustez Facilidade de manutenção Rapidez Descrição Até que ponto o processo está explicitamente definido e com que facilidade de pode compreender a definição do processo? As atividades de processo culminam em resultados nítidos, de modo que o processo do processo seja externamente visível? Até que ponto as atividades do processo podem ser apoiadas por ferramentas CASE? O processo está projetado de tal maneira que seus erros sejam evitados ou identificados antes que resultem em erros no produto? O processo pode continuar, mesmo que surjam problemas inesperados? O processo pode evoluir para refletir melhorias de processo identificadas? Com que rapidez pode ser concluído o processo de entrega de um sistema? Slide 37

38 Estágios de melhoria de processo Análise de processo Analisar e modelar (quantitativamente, se possível) processos existentes Identificação de melhoria Identificar gargalos relativos a qualidade, ao prazo e ao custo Introdução de mudançã de processo Modificar o processo para remover os gargalos identificados Treinamento em mudanças de processo Treinar o pessoal envolvidos em novas propostas de processo Ajuste de mudanças Descobrir pequenos problemas e propor modificações no processo Slide 38

39 Qualidade de processo e de produto A qualidade de processo e qualidade de produto estão intimamente relacionados Um bom processo geralmente produz bons produtos Em algumas classes produtos manufaturados, o processo é o principal determinante da qualidade do produto Para atividades baseadas em projeto, outros fatores também estão envolvidos, em especial a habilidade dos projetistas. Slide 39

40 Principais fatores da qualidade de produtos de software Tecnologia de desenvolvimento Qualidade do processo Qualidade do produto Qualidade do pessoal Custo, tempo e cronograma Slide 40

41 O Intituto de Engenharia de Software (SEI) Fundado pelo Dept. de Defesa dos EUA, junto à Universidade Carnegie Mellon A missão é a transferência de tecnologia de software, para capacitação das organizações que recebem fundos do DoD para grandes projetos de defesa. Modelo de maturidade foi proposto em meados da década de 80, e refinado no início da década de 90. O resultado desse trabalho tem tido grande influência na melhoria do processo de software Slide 41

42 O Modelo de Maturidade de Capacitação da SEI Nível 4 Gerenciado Nível 5 Otimização Nível 3 Definido Nível 2 Repetível Nível 1 Inicial Slide 42

43 Níveis do modelo de maturidae Inicial Essencialmente não controlado Repetível Procedimentos de gerenciamento de produto definidos e usados Definido Procedimentos e estratégias de gerenciamento de projeto definidos e usados Gerenciado Estratégias de gerenciamento de qualidade definidas e usadas. Otimização Estratégias de melhoria do processo definidas e usadas Slide 43

44 Áreas-chave de processo Inicial Repetível Definido Gerenciado Revisão por pares Coordenação entre grupos Engenharia de produto de software Gerenciamento de software integrado Programa de Treinamento Definição de processo as organização Foco em processo da organização Gerenciamento de configuração de software Garantia de qualidade de software Gerenciamento de contrato de software Acompanhamento e supervisão do projeto de software Planejamento de projeto de software Gerenciamento de requisitos Otimização Gerenciamento da mudança de processo Gerenciamento da mudança de tecnologia Prevenção de defeitos Gerenciamento da qualidade de sotware Gerenciamento do processo quantitativo

45 Problemas com o modelo da SEI O enfoque é em gerenciamento de projeto em vez de gerenciamento de produto Ignora o uso de tecnologias como por exemplo a prototipação. Não incorpora a análise de risco como uma área chave de processo. Não define o seu domínio de aplicabilidade Slide 45

46 CMM e ISO 9000 Existe uma clara correlação entre os processos chave e o padrão ISO O CMM é mais detalhado e prescritivo e inclui uma estrutura de melhoria de processo. Em geral, as organizações cuja maturidade de processo é classificada no Nível 2 ou 3 provavelmente são compatíveis com a ISO Slide 46

47 Pontos chave Gerenciamento de qualidade de software tem como objetivo garantir que o software está de acordo com os padrões propostos. Procedimentos de garantia de qualidade devem ser documentados em um manual de qualidade organizacional. Padrões de software reuni as melhores práticas Revisão é a abordagem mais utilizada para avaliar a qualidade de software. Slide 47

48 Pontos chave Medições de software são informações coletadas sobre o processo de software e o produto de software. Medidas de qualidade do produto devem ser usadas para identificar componentes potencialmente problemáticos. Não existe um padrão universalmente aceito sobre métricas de software. Slide 48

QUALIDADE DE SOFTWARE. Ian Sommerville 2006 Engenharia de Software, 8ª. edição. Capítulo 27 Slide 1

QUALIDADE DE SOFTWARE. Ian Sommerville 2006 Engenharia de Software, 8ª. edição. Capítulo 27 Slide 1 QUALIDADE DE SOFTWARE Ian Sommerville 2006 Engenharia de Software, 8ª. edição. Capítulo 27 Slide 1 Objetivos Apresentar o processo de gerenciamento de qualidade e as atividades centrais da garantia de

Leia mais

Atividade da gerência da qualidade

Atividade da gerência da qualidade O que é qualidade de software? Qualidade, de forma simplista, significa que o produto deve esta de acordo com a especificação. Problemas: Tensão entre requisitos do cliente: Eficiência, confiança, etc.

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Gerenciamento da Qualidade Cap. 27 Sommerville 8 ed. Introdução: - Preocupação com a qualidade do software; - Uso de técnicas e tecnologias novas; - Manufatura de software Qualidade de Software: Qualidade

Leia mais

Qualidade de. Software. Definições. Qualidade do Produto ISO 9126. Processo de. Software. Modelo de Processo de. Software CMM SPICE ISO 12207

Qualidade de. Software. Definições. Qualidade do Produto ISO 9126. Processo de. Software. Modelo de Processo de. Software CMM SPICE ISO 12207 Qualidade de : Visão Geral ISO 12207: Estrutura s Fundamentais Aquisição Fornecimento s de Apoio Documentação Garantia de Qualidade Operação Desenvolvimento Manutenção Verificação Validação Revisão Conjunta

Leia mais

Qualidade de Software

Qualidade de Software de Software Gerenciamento de de Software Dedica-se a assegurar que o nível requerido de qualidade seja atingido Em um produto de software Envolve a definição de padrões e procedimentos apropriados de qualidade

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software (1) Gestão de Projetos (1) Definição e evolução. (2) Processo de Software (2) Processos de software. (3) Projeto de Interface Homem- Máquina (4) SW-CMM/CMMI (3) Gestão de projetos.

Leia mais

Padrões de Qualidade de Software e Métricas de Software

Padrões de Qualidade de Software e Métricas de Software Universidade Federal do Vale do São Francisco Padrões de Qualidade de Software e Métricas de Software Engenharia de Software I Aula 3 e 4 Ricardo Argenton Ramos Agenda da Aula Introdução (Qualidade de

Leia mais

Prof. Dr. Ivanir Costa. Unidade III QUALIDADE DE SOFTWARE

Prof. Dr. Ivanir Costa. Unidade III QUALIDADE DE SOFTWARE Prof. Dr. Ivanir Costa Unidade III QUALIDADE DE SOFTWARE Normas de qualidade de software - introdução Encontra-se no site da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) as seguintes definições: Normalização

Leia mais

Qualidade de Software: Visão Geral

Qualidade de Software: Visão Geral Qualidade de Software: Visão Geral Engenharia de Software 1 Aula 05 Qualidade de Software Existem muitas definições de qualidade de software propostas na literatura, sob diferentes pontos de vista Qualidade

Leia mais

CMM - Capability Maturity Model

CMM - Capability Maturity Model Tema da Aula Normas e Padrões de Qualidade em II CMM Prof. Cristiano R R Portella portella@widesoft.com.br CMM - Capability Maturity Model Desenvolvido pelo SEI (Instituto de Engenharia de ) Carnegie Mellon

Leia mais

PEDRO HENRIQUE DE OLIVEIRA E SILVA MESTRE EM MODELAGEM MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL E-MAIL: PEDROHOLI@GMAIL.COM CMM E CMMI

PEDRO HENRIQUE DE OLIVEIRA E SILVA MESTRE EM MODELAGEM MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL E-MAIL: PEDROHOLI@GMAIL.COM CMM E CMMI PEDRO HENRIQUE DE OLIVEIRA E SILVA MESTRE EM MODELAGEM MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL E-MAIL: PEDROHOLI@GMAIL.COM CMM E CMMI INTRODUÇÃO Aumento da Importância do Software Software está em tudo: Elemento crítico

Leia mais

Qualidade na gestão de projeto de desenvolvimento de software

Qualidade na gestão de projeto de desenvolvimento de software Qualidade na gestão de projeto de desenvolvimento de software [...] O que é a Qualidade? A qualidade é uma característica intrínseca e multifacetada de um produto (BASILI, et al, 1991; TAUSWORTHE, 1995).

Leia mais

Qualidade de Software. Anderson Belgamo

Qualidade de Software. Anderson Belgamo Qualidade de Software Anderson Belgamo Qualidade de Software Software Processo Produto Processo de Software Pessoas com habilidades, treinamento e motivação Processo de Desenvolvimento Ferramentas e Equipamentos

Leia mais

Capítulo 24 Gerência de Qualidade. Aula 1 Qualidade e Padrões de Qualidade

Capítulo 24 Gerência de Qualidade. Aula 1 Qualidade e Padrões de Qualidade Capítulo 24 Gerência de Qualidade Aula 1 Qualidade e Padrões de Qualidade 1 Roteiro ² Qualidade de software ² Padrões de software ² Revisões e inspeções ² Medidas e métricas de software 2 Gerência de Qualidade

Leia mais

Políticas de Qualidade em TI

Políticas de Qualidade em TI Políticas de Qualidade em TI Prof. www.edilms.eti.br edilms@yahoo.com Aula 03 CMMI Capability Maturity Model Integration Parte II Agenda sumária dos Processos em suas categorias e níveis de maturidade

Leia mais

Fatores humanos de qualidade CMM E CMMI

Fatores humanos de qualidade CMM E CMMI Fatores humanos de qualidade CMM E CMMI Eneida Rios¹ ¹http://www.ifbaiano.edu.br eneidarios@eafcatu.gov.br Campus Catu 1 Curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas Conteúdos Fatores humanos de qualidade

Leia mais

Professor: Disciplina:

Professor: Disciplina: Professor: Curso: Disciplina: Marcos Morais de Sousa marcosmoraisdesousa@gmail.com marcosmoraisdesousa.blogspot.com Sistemas de informação Engenharia de Software II Gerenciamento de Qualidade CMMI e MPS.BR

Leia mais

Gerenciamento de Projeto

Gerenciamento de Projeto UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA Gerenciamento de Projeto Engenharia de Software 2o. Semestre/ 2005

Leia mais

Qualidade de Processo de Software Normas ISO 12207 e 15504

Qualidade de Processo de Software Normas ISO 12207 e 15504 Especialização em Gerência de Projetos de Software Qualidade de Processo de Software Normas ISO 12207 e 15504 Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br Qualidade de Software 2009 Instituto

Leia mais

Fundamentos de Teste de Software

Fundamentos de Teste de Software Núcleo de Excelência em Testes de Sistemas Fundamentos de Teste de Software Módulo 2- Teste Estático e Teste Dinâmico Aula 3 Teste Estático SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 1. Definição... 3 2. Custo Versus Benefício...

Leia mais

ALESSANDRO PEREIRA DOS REIS PAULO CESAR CASTRO DE ALMEIDA ENGENHARIA DE SOFTWARE - CAPABILITY MATURITY MODEL INTEGRATION (CMMI)

ALESSANDRO PEREIRA DOS REIS PAULO CESAR CASTRO DE ALMEIDA ENGENHARIA DE SOFTWARE - CAPABILITY MATURITY MODEL INTEGRATION (CMMI) ALESSANDRO PEREIRA DOS REIS PAULO CESAR CASTRO DE ALMEIDA ENGENHARIA DE SOFTWARE - CAPABILITY MATURITY MODEL INTEGRATION (CMMI) APARECIDA DE GOIÂNIA 2014 LISTA DE TABELAS Tabela 1 Áreas de processo por

Leia mais

Gerenciamento de Qualidade. Paulo C. Masiero Cap. 24 - SMVL

Gerenciamento de Qualidade. Paulo C. Masiero Cap. 24 - SMVL Gerenciamento de Qualidade Paulo C. Masiero Cap. 24 - SMVL Introdução Melhoria nos níveis gerais de qualidade de software nos anos recentes. Diferenças em relação ao gerenciamento da qualidade na manufatura

Leia mais

O processo de melhoria de processo

O processo de melhoria de processo O processo de melhoria de processo Prof.ª Dra. Aida Araújo Ferreira aidaferreira@recife.ifpe.edu.br Modelos de Melhoria de Processo de Software Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas IFPE

Leia mais

Implantação de um Processo de Medições de Software

Implantação de um Processo de Medições de Software Departamento de Informática BFPUG Brazilian Function Point Users Group Implantação de um Processo de Medições de Software Claudia Hazan, MSc., CFPS claudinhah@yahoo.com Agenda Introdução Processo de Medições

Leia mais

Qualidade de Software. Prof. Natália Oliveira M.Sc queiroz.nati@gmail.com

Qualidade de Software. Prof. Natália Oliveira M.Sc queiroz.nati@gmail.com Qualidade de Software Prof. Natália Oliveira M.Sc queiroz.nati@gmail.com Ementa Conceitos sobre Qualidade Qualidade do Produto Qualidade do Processo Garantida da Qualidade X Controle da Qualidade Conceitos

Leia mais

CHECK - LIST - ISO 9001:2000

CHECK - LIST - ISO 9001:2000 REQUISITOS ISO 9001: 2000 SIM NÃO 1.2 APLICAÇÃO A organização identificou as exclusões de itens da norma no seu manual da qualidade? As exclusões são relacionadas somente aos requisitos da sessão 7 da

Leia mais

Qualidade de software

Qualidade de software Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas de Petrolina - FACAPE Curso: Ciência da Computação Disciplina:Projeto de Sistemas Qualidade de software cynaracarvalho@yahoo.com.br Qualidade de software Qualidade

Leia mais

Gestão da qualidade do software

Gestão da qualidade do software Gestão da qualidade do software Empenhada em assegurar que o nível de qualidade requerido de um produto de software é atingido Envolve a definição de normas e procedimentos de qualidade apropriados, e

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.7

QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.7 QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.7 Curso: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Disciplina: Qualidade de Software Profa. : Kátia Lopes Silva 1 CMM: DEFINIÇÃO Capability Maturity Model Um modelo que descreve como as práticas

Leia mais

Engenharia de Requisitos

Engenharia de Requisitos Engenharia de Requisitos Introdução a Engenharia de Requisitos Professor: Ricardo Argenton Ramos Aula 08 Slide 1 Objetivos Introduzir a noção de requisitos do sistema e o processo da engenharia de requisitos.

Leia mais

Qualidade de Software Aula 6 / 2010. luis@garcia.pro.br www.garcia.pro.br

Qualidade de Software Aula 6 / 2010. luis@garcia.pro.br www.garcia.pro.br Qualidade de Software Aula 6 / 2010 Prof. Dr. Luís Fernando Garcia luis@garcia.pro.br www.garcia.pro.br Introdução As três dimensões críticas Introdução Começando MAL CMMI Impeditivos CMMI Desculpas CMMI

Leia mais

MODELO CMM MATURIDADE DE SOFTWARE

MODELO CMM MATURIDADE DE SOFTWARE MODELO CMM MATURIDADE DE SOFTWARE O modelo CMM Capability Maturity Model foi produzido pelo SEI (Software Engineering Institute) da Universidade Carnegie Mellon (CMU), em Pittsburgh, EUA, por um grupo

Leia mais

Engenharia de Software II: Criando a Declaração de Escopo. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br

Engenharia de Software II: Criando a Declaração de Escopo. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Engenharia de Software II: Criando a Declaração de Escopo Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Sumário Desenvolvendo o Plano de Gerenciamento do Projeto. Coletando Requisitos. Declarando

Leia mais

CMMI: Capability Maturity Model Integration

CMMI: Capability Maturity Model Integration CMMI: Capability Maturity Model Integration Adriano J. Holanda http://holanda.xyz 21/10/2015 Adriano J. Holandahttp://holanda.xyz CMMI: Capability Maturity Model Integration CMMI: Capability Maturity Model

Leia mais

21. Qualidade de Produto ou Qualidade de Processo de Software?

21. Qualidade de Produto ou Qualidade de Processo de Software? 21. Qualidade de Produto ou Qualidade de Processo de Software? Qualidade de software é uma preocupação real e esforços têm sido realizados na busca pela qualidade dos processos envolvidos em seu desenvolvimento

Leia mais

Engenharia de Software Introdução. Ricardo Argenton Ramos UNIVASF Engenharia de Software I - Aula 1

Engenharia de Software Introdução. Ricardo Argenton Ramos UNIVASF Engenharia de Software I - Aula 1 Engenharia de Software Introdução Ricardo Argenton Ramos UNIVASF Engenharia de Software I - Aula 1 Tópicos Apresentação da Disciplina A importância do Software Software Aplicações de Software Paradigmas

Leia mais

CMMI. B) descrições das atividades consideradas importantes para o atendimento de suas respectivas metas específicas. Governo do ES (CESPE 2009)

CMMI. B) descrições das atividades consideradas importantes para o atendimento de suas respectivas metas específicas. Governo do ES (CESPE 2009) CMMI Governo do ES (CESPE 2009) Na versão 1.2 do CMMI, 111 os níveis de capacidade são definidos na abordagem de estágios. 112 os níveis de maturidade são definidos na abordagem contínua. 113 existem seis

Leia mais

Padrões de Qualidade de Software

Padrões de Qualidade de Software Universidade Federal do Vale do São Francisco Padrões de Qualidade de Software Engenharia de Software I Aula 4 Ricardo Argenton Ramos Agenda da Aula Introdução (Qualidade de Software) Padrões de Qualidade

Leia mais

Qualidade de Software. Qualidade de Software. Adequado à Especificação. Alguns Atributos de Qualidade. Equipe de Qualidade

Qualidade de Software. Qualidade de Software. Adequado à Especificação. Alguns Atributos de Qualidade. Equipe de Qualidade DCC / ICEx / UFMG Eduardo Figueiredo http://www.dcc.ufmg.br/~figueiredo A qualidade de software tem se aprimorado nos últimos 15 anos Empresas têm adotado novas técnicas Orientação a objetos se difundiu

Leia mais

Universidade Paulista

Universidade Paulista Universidade Paulista Ciência da Computação Sistemas de Informação Gestão da Qualidade Principais pontos da NBR ISO/IEC 12207 - Tecnologia da Informação Processos de ciclo de vida de software Sergio Petersen

Leia mais

FACULDADE SENAC GOIÂNIA

FACULDADE SENAC GOIÂNIA FACULDADE SENAC GOIÂNIA NORMA ISO 12.207 Curso: GTI Matéria: Auditoria e Qualidade de Software Professor: Elias Ferreira Acadêmico: Luan Bueno Almeida Goiânia, 2015 CERTIFICAÇÃO PARA O MERCADO BRASILEIRO

Leia mais

Gerência e Planejamento de Projeto. SCE 186 - Engenharia de Software Profs. José Carlos Maldonado e Elisa Yumi Nakagawa 2 o semestre de 2002

Gerência e Planejamento de Projeto. SCE 186 - Engenharia de Software Profs. José Carlos Maldonado e Elisa Yumi Nakagawa 2 o semestre de 2002 Gerência e Planejamento de Projeto SCE 186 - Engenharia de Software Profs. José Carlos Maldonado e Elisa Yumi Nakagawa 2 o semestre de 2002 Conteúdo: Parte 1: Gerenciamento & Qualidade Plano de Projeto

Leia mais

GARANTIA DA QUALIDADE DE SOFTWARE

GARANTIA DA QUALIDADE DE SOFTWARE GARANTIA DA QUALIDADE DE SOFTWARE Fonte: http://www.testexpert.com.br/?q=node/669 1 GARANTIA DA QUALIDADE DE SOFTWARE Segundo a NBR ISO 9000:2005, qualidade é o grau no qual um conjunto de características

Leia mais

Qualidade de Software

Qualidade de Software Rafael D. Ribeiro, M.Sc. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br A expressão ISO 9000 (International Organization for Standardization) designa um grupo de normas técnicas que estabelecem

Leia mais

CMM Capability Maturity Model. Silvia Regina Vergilio

CMM Capability Maturity Model. Silvia Regina Vergilio CMM Capability Maturity Model Silvia Regina Vergilio Histórico O DoD patrocinou a fundação do SEI (Software Engineering Institute) na Universidade de Carnegie Mellon (Pittsburg) com o objetivo de propor

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software Introdução à Melhoria de Processos de Software baseado no MPS.BR Prof. Maxwell Anderson www.maxwellanderson.com.br Agenda Introdução MPS.BR MR-MPS Detalhando o MPS.BR nível G Introdução

Leia mais

ISO - 9126. Aécio Costa

ISO - 9126. Aécio Costa ISO - 9126 Aécio Costa A evolução da Qualidade do Produto Qualidade = funcionalidade Confiabilidade Realização de funções críticas Produto de qualidade = sem bugs Controle de qualidade Teste do produto

Leia mais

Rev. 16/06/2015 Página 1 de 5

Rev. 16/06/2015 Página 1 de 5 Rev. 16/06/2015 Página 1 de 5 Este anexo aplica-se às certificações cujas quais não apresentam critérios específicos para definição de laboratórios no Programa de Avaliação da Conformidade. Nestes casos,

Leia mais

CHECK LIST DE AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES Divisão:

CHECK LIST DE AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES Divisão: 4.2.2 Manual da Qualidade Está estabelecido um Manual da Qualidade que inclui o escopo do SGQ, justificativas para exclusões, os procedimentos documentados e a descrição da interação entre os processos

Leia mais

Planejamento Avançado da Qualidade Elementos APQP

Planejamento Avançado da Qualidade Elementos APQP Planejamento Avançado da Qualidade Elementos APQP São descritos a seguir objetivos, expectativas e requisitos relativos à documentação dos elementos individuais do APQP Status Report (ver QSV / S 296001

Leia mais

ANÁLISE DOS REQUISITOS NORMATIVOS PARA A GESTÃO DE MEDIÇÃO EM ORGANIZAÇÕES

ANÁLISE DOS REQUISITOS NORMATIVOS PARA A GESTÃO DE MEDIÇÃO EM ORGANIZAÇÕES V CONGRESSO BRASILEIRO DE METROLOGIA Metrologia para a competitividade em áreas estratégicas 9 a 13 de novembro de 2009. Salvador, Bahia Brasil. ANÁLISE DOS REQUISITOS NORMATIVOS PARA A GESTÃO DE MEDIÇÃO

Leia mais

Introdução a CMMI. Paulo Ricardo Motta Gomes Renato Miceli Costa Ribeiro

Introdução a CMMI. Paulo Ricardo Motta Gomes Renato Miceli Costa Ribeiro Introdução a CMMI Paulo Ricardo Motta Gomes Renato Miceli Costa Ribeiro Campina Grande, 29 de setembro de 2008 Agenda Processos Motivação Sintomas de falha de processo Aprimoramento de Processos O Framework

Leia mais

Normas e Padrões de Qualidade em Software - I

Normas e Padrões de Qualidade em Software - I Tema da Aula Normas e Padrões de Qualidade em - I Prof. Cristiano R R Portella portella@widesoft.com.br Certificação da Qualidade Certificações emitidas por entidades públicas conceituadas: 9 ABIC Selo

Leia mais

PDS - DATASUS. Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS

PDS - DATASUS. Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS PDS - DATASUS Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS Coordenação Geral de Arquitetura e Engenharia Tecnológica Coordenação de Padronização e Qualidade de Software Gerência de Padrões e Software

Leia mais

Introdução à Qualidade de Software. Profº Aldo Rocha

Introdução à Qualidade de Software. Profº Aldo Rocha Introdução à Qualidade de Software Profº Aldo Rocha Agenda O que é Qualidade? O que é Qualidade de Software? Qualidade do Produto e do Processo Normas e Organismos Normativos Qualidade de Software e Processos

Leia mais

Gerência de Projetos Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br www.ufpa.br/srbo

Gerência de Projetos Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br www.ufpa.br/srbo Gerência de Projetos Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br www.ufpa.br/srbo Laboratório de Tecnologia de Software LTS www.ufpa.br/lts Rede Paraense de Pesquisa em Tecnologias de Informação

Leia mais

CICLO DE EVENTOS DA QUALIDADE

CICLO DE EVENTOS DA QUALIDADE Maio de 2003 CICLO DE EVENTOS DA QUALIDADE Dia 12/05/2003 Certificação e homologação de produtos, serviços e empresas do setor aeroespacial,com enfoque na qualidade Dia 13/05/2003 ISO 9001:2000 Mapeamento

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO NBR ISO 13485:2004 RDC 59:2000 PORTARIA 686:1998 ITENS DE VERIFICAÇÃO PARA AUDITORIA

ESTUDO COMPARATIVO NBR ISO 13485:2004 RDC 59:2000 PORTARIA 686:1998 ITENS DE VERIFICAÇÃO PARA AUDITORIA ESTUDOCOMPARATIVO NBRISO13485:2004 RDC59:2000 PORTARIA686:1998 ITENSDEVERIFICAÇÃOPARAAUDITORIA 1. OBJETIVO 1.2. 1. Há algum requisito da Clausula 7 da NBR ISO 13485:2004 que foi excluída do escopo de aplicação

Leia mais

Modelo de Qualidade CMMI

Modelo de Qualidade CMMI Modelo de Qualidade CMMI João Machado Tarcísio de Paula UFF - Campus Rio das Ostras Resumo Este trabalho tem como objetivo explicar de forma simples o que é e como funciona o modelo de qualidade CMMI,

Leia mais

A visão do modelo MPS.BR para Gerência de Projeto - Nível G. por Adriana Silveira de Souza

A visão do modelo MPS.BR para Gerência de Projeto - Nível G. por Adriana Silveira de Souza A visão do modelo MPS.BR para Gerência de Projeto - Nível G por Adriana Silveira de Souza Agenda Visão Geral do MPS.BR Processos e Capacidade de Processo Níveis de Maturidade Atributos de Processo Processo

Leia mais

Políticas de Qualidade em TI

Políticas de Qualidade em TI Políticas de Qualidade em TI Aula 05 MPS.BR (ago/12) Melhoria de Processo do Software Brasileiro Prof. www.edilms.eti.br edilms@yahoo.com Agenda Descrição sumária do MPS.BR - Melhoria de Processo do Software

Leia mais

Introdução CMMI. Qualidade e Teste de Software CMMI 1

Introdução CMMI. Qualidade e Teste de Software CMMI 1 Introdução CMMI O propósito da qualidade é estabelecer um diferencial competitivo, através de contribuições como redução de defeitos, redução de custos, redução de retrabalho e aumento da produtividade,

Leia mais

Engenharia de Software Introdução. Ricardo Argenton Ramos UNIVASF Engenharia de Software I - Aula 1

Engenharia de Software Introdução. Ricardo Argenton Ramos UNIVASF Engenharia de Software I - Aula 1 Engenharia de Software Introdução Ricardo Argenton Ramos UNIVASF Engenharia de Software I - Aula 1 Tópicos Apresentação da Disciplina A importância do Software Software Aplicações de Software Paradigmas

Leia mais

Demais Áreas de Conhecimento do PMBOK

Demais Áreas de Conhecimento do PMBOK Residência em Arquitetura de Software Demais Áreas de Conhecimento do PMBOK Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br www.ufpa.br/srbo Gerência de Desenvolvimento 2008.2 Faculdade de Computação

Leia mais

2.Gerência de Projetos: Métricas de Software

2.Gerência de Projetos: Métricas de Software 2.Gerência de Projetos: Métricas de Software A seguir consideraremos os conceitos fundamentais que levam à administração efetiva de projetos de software. Vamos considerar o papel da administração e das

Leia mais

Tipos de teste de software

Tipos de teste de software Tipos de teste de software Volnys Borges Bernal volnys@lsi.usp.br Adilson Hira ayhira@lsi.usp.br Laboratório de Sistemas Integráveis Departamento de Sistemas Eletrônicos Escola Politécnica da USP Sumário

Leia mais

Modelos de Qualidade de Produto de Software

Modelos de Qualidade de Produto de Software CBCC Bacharelado em Ciência da Computação CBSI Bacharelado em Sistemas de Informação Modelos de Qualidade de Produto de Software Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br www.ufpa.br/srbo

Leia mais

C.M.M. Capability Maturity Model Modelo de Maturidade da Capacidade

C.M.M. Capability Maturity Model Modelo de Maturidade da Capacidade UNISUL Universidade do Sul de Santa Catarina. Campus da Grande Florianópolis Pedra Branca. CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ENGENHARIA DE SOFTWARE ALUNO: Volnei A. Caetano Palhoça 02 de Junho de 2000 C.M.M. Capability

Leia mais

CobiT 4.1 Plan and Organize Manage Projects PO10

CobiT 4.1 Plan and Organize Manage Projects PO10 CobiT 4.1 Plan and Organize Manage Projects PO10 Planejar e Organizar Gerenciar Projetos Pedro Rocha http://rochapedro.wordpress.com RESUMO Este documento trás a tradução do objetivo de controle PO10 (Gerenciamento

Leia mais

Qualidade de Software. Prof.: Ivon Rodrigues Canedo. PUC Goiás

Qualidade de Software. Prof.: Ivon Rodrigues Canedo. PUC Goiás Prof.: Ivon Rodrigues Canedo PUC Goiás Qualidade Subjetiva Não sei o que é mas reconheço quando a vejo Qualidade Baseada no Produto O produto possui algo que produtos similares não têm Qualidade Baseada

Leia mais

Modelo de Referência para melhoria do processo de software (MR mps)

Modelo de Referência para melhoria do processo de software (MR mps) Modelo de Referência para melhoria do processo de software (MR mps) Projeto mps Br: Modelo de Referência para Melhoria de Processo de Software CMMI SPICE SCAMPI MODELO PARA MELHORIA DO PROCESSO DE SOFTWARE

Leia mais

CMMI Conceitos básicos. CMMI Representações contínua e por estágios. Professor Gledson Pompeu (gledson.pompeu@gmail.com)

CMMI Conceitos básicos. CMMI Representações contínua e por estágios. Professor Gledson Pompeu (gledson.pompeu@gmail.com) CMMI Conceitos básicos 113 CMMI integra as disciplinas de engenharia de sistemas e de engenharia de software em um único framework de melhoria de processos. 114 No tocante às disciplinas de engenharia

Leia mais

Lista de Verificação / Checklist

Lista de Verificação / Checklist Lista de Verificação / Checklist Avaliação NC / PC / C Departamentos Padrões de Referência /// Referências do MQ //// Referências Subjetivas A B C D E Cláusula Padrão Conforme/ Não C. 4 Sistema de Gestão

Leia mais

Software de gerenciamento de trabalho

Software de gerenciamento de trabalho Software de gerenciamento de trabalho Software de gerenciamento de trabalho GoalPost O software de gerenciamento de trabalho (LMS) GoalPost da Intelligrated fornece informações sob demanda para medir,

Leia mais

Conteúdo. Disciplina: INF 02810 Engenharia de Software. Monalessa Perini Barcellos

Conteúdo. Disciplina: INF 02810 Engenharia de Software. Monalessa Perini Barcellos Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Informática Disciplina: INF 02810 Prof.: (monalessa@inf.ufes.br) Conteúdo 1. Introdução 2. Processo de Software 3. Gerência de

Leia mais

Análise de Pontos por Função

Análise de Pontos por Função Análise de Pontos por Função Uma Aplicação na Gerência de Subcontratação de Software Claudia Hazan, MSc. Certified Function Point Specialist Agenda! Introdução à Gerência de Subcontratação! Melhores Práticas:!

Leia mais

MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE

MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE Revisão: 07 Data: 05.03.09 Página 1 de 7 Copia controlada MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE José G. Cardoso Diretor Executivo As informações contidas neste Manual são de propriedade da Abadiaço Ind. e Com.

Leia mais

Processos de Software. 2007 by Pearson Education Ian Sommerville 2006 Engenharia de Software, 8ª. edição. Capítulo 4 Slide 1

Processos de Software. 2007 by Pearson Education Ian Sommerville 2006 Engenharia de Software, 8ª. edição. Capítulo 4 Slide 1 Processos de Software Ian Sommerville 2006 Engenharia de Software, 8ª. edição. Capítulo 4 Slide 1 Objetivos Apresentar modelos de processos de software Descrever três modelos genéricos de processo e quando

Leia mais

LEVANTAMENTO DE REQUISITOS. Lílian Simão Oliveira

LEVANTAMENTO DE REQUISITOS. Lílian Simão Oliveira LEVANTAMENTO DE REQUISITOS Lílian Simão Oliveira Níveis de erros Fonte: imaster.com um software São as características e funcionalidades que um software tem Engenharia de Requisitos O que é? Quem faz?

Leia mais

A Importância do Controle da Qualidade na Melhoria de Processos de Software. Ana Liddy Cenni de Castro Magalhães

A Importância do Controle da Qualidade na Melhoria de Processos de Software. Ana Liddy Cenni de Castro Magalhães A Importância do Controle da Qualidade na Melhoria de Processos de Software Ana Liddy Cenni de Castro Magalhães Agenda Contextualização da Qualidade Dificuldades na construção de software Possíveis soluções

Leia mais

O que é CMMI? Base do CMMI. Melhorando o processo é possível melhorar-mos o software. Gerais. Processo. Produto

O que é CMMI? Base do CMMI. Melhorando o processo é possível melhorar-mos o software. Gerais. Processo. Produto Gerais Processo Produto Propostas NBR ISO 9000:2005 define principios e vocabulário NBR ISO 9001:2000 define exigências para sistema de gerência de qualidade NBR ISO 9004:2000 apresenta linha diretivas

Leia mais

Objetivos. Processos de Software. Tópicos abordados. O processo de software. Modelos genéricos de modelos de processo de software.

Objetivos. Processos de Software. Tópicos abordados. O processo de software. Modelos genéricos de modelos de processo de software. Processos de Software Objetivos Apresentar os modelos de processo de software Conjunto coerente de atividades para especificar, projetar, implementar e testar s de software Descrever os diferentes modelos

Leia mais

Qualidade de Software

Qualidade de Software Qualidade de Software Introdução Qualidade é um dos principais objetivos da Engenharia de Software. Muitos métodos, técnicas e ferramentas são desenvolvidas para apoiar a produção com qualidade. Tem-se

Leia mais

Rede Paraense de Pesquisa e Inovação em Tecnologia da Informação e Comunicação. Laboratório de Tecnologia de Software LTS

Rede Paraense de Pesquisa e Inovação em Tecnologia da Informação e Comunicação. Laboratório de Tecnologia de Software LTS Rede Paraense de Pesquisa e Inovação em Tecnologia da Informação e Comunicação Laboratório de Tecnologia de Software LTS Qualidade de Produto Cláudio Martins claudiomartins2000@gmail.com www.ufpa.br/redetic

Leia mais

Engenharia de Software Qualidade de Software

Engenharia de Software Qualidade de Software Engenharia de Software Qualidade de Software O termo qualidade assumiu diferentes significados, em engenharia de software, tem o significado de está em conformidade com os requisitos explícitos e implícitos

Leia mais

COBIT (CONTROL OBJECTIVES FOR INFORMATION AND RELATED TECHNOLOGY)

COBIT (CONTROL OBJECTIVES FOR INFORMATION AND RELATED TECHNOLOGY) Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Informática e Estatística INE Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Projetos I Professor: Renato Cislaghi Aluno: Fausto Vetter Orientadora: Maria

Leia mais

Palestra Informativa Sistema da Qualidade NBR ISO 9001:2000

Palestra Informativa Sistema da Qualidade NBR ISO 9001:2000 Palestra Informativa Sistema da Qualidade NBR ISO 9001:2000 ISO 9001:2000 Esta norma considera de forma inovadora: problemas de compatibilidade com outras normas dificuldades de pequenas organizações tendências

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Universidade São Judas Tadeu Profª Dra. Ana Paula Gonçalves Serra Engenharia de O Processo Uma Visão Genérica Capítulo 2 (até item 2.2. inclusive) Engenharia de - Roger Pressman 6ª edição McGrawHill Capítulo

Leia mais

Tópicos. Engenharia de Software: Uma Visão Geral

Tópicos. Engenharia de Software: Uma Visão Geral Tópicos 2 3 Engenharia de Software: Uma Visão Geral SCE 186 - Engenharia de Software Profs. José Carlos Maldonado e Elisa Yumi Nakagawa 2 o semestre de 2002 A importância do Software Software Aplicações

Leia mais

Análise e Projeto de Sistemas. Engenharia de Software. Análise e Projeto de Sistemas. Contextualização. Perspectiva Histórica. A Evolução do Software

Análise e Projeto de Sistemas. Engenharia de Software. Análise e Projeto de Sistemas. Contextualização. Perspectiva Histórica. A Evolução do Software Análise e Projeto de Sistemas Análise e Projeto de Sistemas Contextualização ENGENHARIA DE SOFTWARE ANÁLISE E PROJETO DE SISTEMAS ENGENHARIA DA INFORMAÇÃO Perspectiva Histórica Engenharia de Software 1940:

Leia mais

Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software

Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE Curso Técnico em Informática ENGENHARIA DE SOFTWARE Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br Clayton Maciel Costa

Leia mais

ENQUALAB 2013 QUALIDADE & CONFIABILIDADE NA METROLOGIA AUTOMOTIVA. Elaboração em planos de Calibração Interna na Indústria Automotiva

ENQUALAB 2013 QUALIDADE & CONFIABILIDADE NA METROLOGIA AUTOMOTIVA. Elaboração em planos de Calibração Interna na Indústria Automotiva ENQUALAB 2013 QUALIDADE & CONFIABILIDADE NA METROLOGIA AUTOMOTIVA Elaboração em planos de Calibração Interna na Indústria Automotiva Joel Alves da Silva, Diretor Técnico JAS-METRO Soluções e Treinamentos

Leia mais

Gerência de Projetos de Software CMM & PMBOK

Gerência de Projetos de Software CMM & PMBOK Gerência de Projetos de Software CMM & PMBOK http://www.sei.cmu.edu/ Prefácio do CMM Após várias décadas de promessas não cumpridas sobre ganhos de produtividade e qualidade na aplicação de novas metodologias

Leia mais

MÉTRICAS DE SOFTWARE

MÉTRICAS DE SOFTWARE MÉTRICAS DE SOFTWARE 1 Motivação Um dos objetivos básicos da Engenharia de Software é transformar o desenvolvimento de sistemas de software, partindo de uma abordagem artística e indisciplinada, para alcançar

Leia mais

UNIP UNIVERSIDADE PAULISTA

UNIP UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP UNIVERSIDADE PAULISTA GERENCIAMENTO DE REDES Segurança Lógica e Física de Redes 2 Semestre de 2012 NORMAS ABNT ISSO/IEC 27001 E 27002 (Antiga ISSO/IEC 17799) A norma ISO/IEC 27001. A norma ISO/IEC

Leia mais

CES-32 e CE-230 Qualidade, Confiabilidade e Segurança de Software. Conceitos de Qualidade. CURSO DE GRADUAÇÃO e DE PÓS-GRADUAÇÃO DO ITA

CES-32 e CE-230 Qualidade, Confiabilidade e Segurança de Software. Conceitos de Qualidade. CURSO DE GRADUAÇÃO e DE PÓS-GRADUAÇÃO DO ITA CURSO DE GRADUAÇÃO e DE PÓS-GRADUAÇÃO DO ITA 2º SEMESTRE 2002 CES-32 e CE-230 Qualidade, Confiabilidade e Segurança de Software Prof. Dr. Adilson Marques da Cunha Conceitos de Qualidade CES-32 / CE-230

Leia mais

Teste de software. Definição

Teste de software. Definição Definição O teste é destinado a mostrar que um programa faz o que é proposto a fazer e para descobrir os defeitos do programa antes do uso. Quando se testa o software, o programa é executado usando dados

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias CCA-UFES Departamento de Computação

Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias CCA-UFES Departamento de Computação Centro de Ciências Agrárias Departamento de Computação Visão Geral do Processo de Desenvolvimento de Software Introdução à Ciência da Computação Introdução à Ciência da Computação COM06850-2015-II Prof.

Leia mais