CENTRAL EXPORTAMINAS e ações para o desenvolvimento do comércio exterior mineiro

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CENTRAL EXPORTAMINAS e ações para o desenvolvimento do comércio exterior mineiro"

Transcrição

1 Your trade partner in Brazil CENTRAL EXPORTAMINAS e ações para o desenvolvimento do comércio exterior mineiro AGROEX Viçosa, 27 de abril de 2009 Jorge Duarte de Oliveira Diretor 1

2 Minas Gerais Facts and Figures South America Brazil Territory: Larger than countries such as France, Sweden, and Spain Minas Gerais Belo Horizonte Population: 20 million (estimate) Capital: Belo Horizonte 2.4 million Greater Metropolitan area 4.9 million Economy: GDP: US$ 105 billion France Sweden Exports: US$ 18,3 billion (2007) US$ 20,0 billion (2008) GDP: 8.9% of Brazil s GDP Spain * Belo Horizonte State Capital

3 Governo do Estado de Minas Gerais Secretaria de Desenvolvimento Econômico Subsecretaria de Assuntos Internacionais DESAFIOS ESTRATÉGICOS Apresentação - AGROEX Viçosa 27 de abril de 2009

4 2008: Um ótimo ano, apesar da crise EXPORTAÇÕES IMPORTAÇÕES FLUXO Crescimento continuado no período aumento de 240% em 5 anos Valor recorde em 2008: US$ 24,4 bilhões, apesar da queda acentuada no 4o trimestre Indefinição sobre 2009 prolongamento da retração de demanda por commodities Crescimento continuado no período , com aceleração em /3 são insumos ou bens de capital 2009: importações cresceram mais que exportações (65% a.a. versus 40% a.a.), mas MG permanece como maior saldo do país Fluxo comercial superou US$ 35 bilhões

5 também m para o agronegócio 5

6 PERFIL DA PAUTA EXPORTADORA Bens de consumo CONTEXTO Bens intermediários Bens de capital Outros setores 0,7% Alta dependência de minérios e produtos metalúrgicos (> 50% do valor) Alta dependência de produtos com características de commodities -> baixa diferenciação e/ou valor agregado DESAFIOS 1. INSERIR NOVOS PRODUTOS NA PAUTA 2. AGREGAR VALOR A PRODUTOS COM CARACTERÍSTICAS DE COMMODITIES 3. REDUZIR A DEPENDÊNCIA DA CADEIA MINERO- METALÚRGICA

7 FORTE CONCENTRAÇÃO TAMBÉM M NO AGRO 7

8 MERCADOS DE DESTINO CONTEXTO DESAFIOS 1. AUMENTAR AS NEGÓCIOS COM MERCADOS NÃO- TRADICIONAIS (ORIENTE MÉDIO, AMÉRICA DO SUL, ÁSIA, ÁFRICA) União Européia permanece como principal região de destino, mas China consolidou-se como o principal parceiro individual para exportações 2. DIVERSIFICAR A PAUTA PARA A CHINA, EM PARTICULAR 3. MANTER EXPORTAÇÕES EM PAÍSES COM RETRAÇÃO ECONÔMICA

9 MERCADOS DE DESTINO 9

10 BASE EXPORTADORA CONTEXTO DESAFIOS 1. AUMENTAR DE FORMA EXPRESSIVA O NÚMERO DE EMPRESAS EXPORTADORAS 2. REDUZIR A CONCENTRAÇÃO Participação limitada das PMEs no processo exportador Alta concentração: 10 maiores respondem por mais de 50% do valor 3. AUMENTAR O NÚMERO DE PMEs QUE EXPORTAM REGULARMENTE

11 Governo do Estado de Minas Gerais Secretaria de Desenvolvimento Econômico Subsecretaria de Assuntos Internacionais AÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DO COMÉRCIO EXTERIOR MINEIRO

12 ÁREAS DE POLÍTICAS PARA O COMÉRCIO EXTERIOR - SEDE 1. Logística Aérea e outros modais 2. Inteligência Comercial e Competitiva 3. Cultura Exportadora Acordos comerciais Pol. cambial Pol. tributária Pol. aduaneira Barreiras técnicas Financiamento a operações, Crédito e seguro Propriedade Intelectual Adequação tecnológica Outras

13

14 Centro de Manutenção da Gol Linhas Aéreas Linha Verde Consultorias internacionais Captação de vôos internacionais: COPA AIRLINES Principais desenvolvimentos na Cidade-Aeroporto Cidade-Aeroporto de Belo Horizonte TAP TAM GOL AMERICAN AIRLINES

15 CENTRAL EXPORTAMINAS Criada em agosto de 2004 Modelo inovador no país s : aliança a públicop blico-privada para o desenvolvimento do comércio exterior mineiro Mais de 1500 atendimentos realizados Evolução para unidade gestora de projetos (desenvolvimento, promoção comercial, inteligência comercial e competitiva)

16 Central de Atendimento ao Exportador Análise da pergunta pela equipe de consultores Relatório ao empresário, rio, por escrito, em no máximo m 48 horas

17 Inteligência Comercial Inteligência Comercial DESENVOLVIMENTO DE EXPERTISE / METODOLOGIAS BASES DE DADOS ESPECIALIZADA RELATÓRIOS SOB DEMANDA PUBLICAÇÕES: Panorama do Com. Ext de MG Panorama do Com. Ext. do Agronegócio de MG Mapeamento das Exportações de Minas Gerais Inteligência Competitiva PROSPECÇÃO EM FEIRAS INTERNACIONAIS FOMENTO ÀS ADUANAS MINEIRAS: PORTOS SECOS, (FUTURAS) ZPE s PROJETOS DE CONSULTORIAS INTERNACIONAIS: LUFTHANSA CONSULTING, JURONG-CINGAPURA, OUTROS ESTRUTURAÇÃO DE PDE s Todos os principais números do comércio exterior de Minas Gerais, O quê Minas exporta? Respostas detalhadas por empresas, municípios e regiões 17

18 SUPERMINAS BELO HORIZONTE ESPAÇOSDE NEGÓCIOS INTERNACIONAIS Idealizado para compor a área mais nobre do pavilhão, a qual será passagem obrigatória de todos os participantes da feira. Oportunidade a compradores e vendedores: 162 expositores, representando mais de 350 empresas; 43 mil visitantes Presença de representações de 5 países: Estados Unidos, Argentina, Índia, Moçambique e Portugal

19 PDE Projetos p/ Desenvolvimento das Exportações MISSÕES COMERCIAIS / OFICIAIS (2008) - Dubai / Cairo - França / Itália Líder Partícipes Atendime ntos 2009 JAÍBA / LIMÃO (2008/2009) - Intel. Comercial / Certificação / Logística 340 SUPERMINAS (2008/2009) - Pavilhão internacional PEIEX (2009) 6 núcleos locais em APLs INTERNACIONALIZAÇÃO / UNIÃO EUROPÉIA (2009) Calçados, Metal-mecânico, cosméticos, alimentos 100 ADEQUAÇÃO TECNOLÓGICA ( ) PROGEX 100 Oportunidade para empresas de alimentos! 19

20 Internacionalização para a União Européia - Preparação de 20 empresas para exportar à União Européia - Missão comercial e cultura exportadora para feira ANUGA (Alemanha) outubro / 2009 ASSINATURA TERMO DE ADESÃO DESIGNAÇÃO DE RESPONSÁVEL PARA ACOMPANHAR PROJETO NA EMPRESA DISPONIBILIZAR INFRA - ESTRUTURA E RECURSOS PARA ATINGIR OS OBJETIVOS PROPOSTOS CONSULTOR SETORIAL CONTRATADO PARA ATENDER ÀS 20 EMPRESAS DE ALIMENTOS DESPESAS DE VIAGENS E ESTADIA NÃO INCLUIDAS (ALEMANHA)

21 PDE Jaíba Áreas de atuação: 1. Inteligência de mercado / promoção comercial - Exportaminas 2. Certificações internacionais (GLOBAL-GAP) SEBRAE 3. Logística SEDE-MG/Exportaminas Ações: Perfis de mercados internacionais Captação de recursos Banco Mundial Estudo logístico e mercadológico aprofundado Centro de perecíveis plano de negócilos Plano de marketing de território Elaboração: Central Exportaminas

22 Cooperação Banco Mundial (1) ExportaminasESTRATÉGIA (2) ExportaminasCOACHING Produto: Mapa Estratégico do Comércio Exterior de Minas Gerais Cadeia produtiva: ALIMENTOS Beneficiados: empresas/cooperativas de médio porte (4) ExportaminasPERECÍVEIS (3) ExportaminasPROMOÇÃO Estudo de inteligência comercial e estratégia de promoção comercial Estudo logístico para a região do Jaíba Diretrizes e plano de negócios preliminar para centro de perecíveis Região-alvo: ORIENTE MÉDIO (1) estudo de mercado; (2) promoção comercial in loco (3) formação de especialistas-país 22 22

23 Portal Exportaminas Destaques: Guia de Serviços Eventos diários Notícias diárias Central de Atendimento Vídeos e cursos virtuais Publicações Exportaminas Ferramentas de apoio (cotações, fusos, etc.) Newsletter mensal

24 Obrigado! Central Exportaminas Avenida Afonso Pena, 2910/Térreo Funcionários Belo Horizonte MG Telefax: (31) Atendimento:

O País que Queremos Ser Os fatores de competitividade e o Plano Brasil Maior

O País que Queremos Ser Os fatores de competitividade e o Plano Brasil Maior O País que Queremos Ser Os fatores de competitividade e o Plano Brasil Maior Alessandro Golombiewski Teixeira Secretário-Executivo São Paulo, agosto de 2012 Introdução 1 Contexto Econômico Internacional;

Leia mais

Agenda Internacional 2009

Agenda Internacional 2009 Agenda Internacional 2009 CNI: estratégia institucional Visão Estratégica Mapa Estratégico Uma visão sobre o futuro do país e da indústria (2007-2015) Identifica prioridades estratégicas Participação de

Leia mais

AVISO Nº 01/SI/2014 - INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS PME PROJETOS CONJUNTOS INTERNACIONALIZAÇÃO

AVISO Nº 01/SI/2014 - INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS PME PROJETOS CONJUNTOS INTERNACIONALIZAÇÃO AVISO Nº 01/SI/2014 - Janeiro de 2015 Objetivo Estratégico Beneficiários Ações globais do Programa Abrir novos horizontes às PME nacionais, fomentando a sua entrada no mercado-alvo de África do Sul e impulsionado

Leia mais

INTERNACIONALIZAÇÃO E COMPETITIVIDADE BELO HORIZONTE

INTERNACIONALIZAÇÃO E COMPETITIVIDADE BELO HORIZONTE INTERNACIONALIZAÇÃO E COMPETITIVIDADE BELO HORIZONTE EXPORTAR É UM MOVIMENTO NATURAL DE CRESCIMENTO EXISTEM MAIS DE 200 PAÍSES ESPERANDO PELO SEU PRODUTO A EXPORTAÇÃO ABRE UM UNIVERSO DE OPORTUNIDADES

Leia mais

Gerido pelo CIN Centro Internacional de Negócios / Sistema FIEB e Sebrae, através do acompanhamento e apoio individualizado às empresas, com foco na

Gerido pelo CIN Centro Internacional de Negócios / Sistema FIEB e Sebrae, através do acompanhamento e apoio individualizado às empresas, com foco na Gerido pelo CIN Centro Internacional de Negócios / Sistema FIEB e Sebrae, através do acompanhamento e apoio individualizado às empresas, com foco na competitividade e acesso a mercados, através da articulação

Leia mais

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012 Apoio à Internacionalização CENA 3 de Julho de 2012 Enquadramento Enquadramento Comércio Internacional Português de Bens e Serviços Var. 13,3% 55,5 68,2 57,1 73,4 48,3 60,1 54,5 66,0 67,2 61,7 Exportação

Leia mais

PROGRAMAS PARA FORTALECER A COMPETITIVIDADE MADEIRA E MÓVEIS

PROGRAMAS PARA FORTALECER A COMPETITIVIDADE MADEIRA E MÓVEIS Programas para fortalecer a PROGRAMAS PARA FORTALECER A COMPETITIVIDADE MADEIRA E MÓVEIS 1 Madeira e Móveis Estratégias: conquista de mercados, focalização, diferenciação e ampliação do acesso Objetivos:

Leia mais

DESAFIOS ÀS EXPORTAÇÕES DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO

DESAFIOS ÀS EXPORTAÇÕES DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio Departamento de Promoção Internacional do Agronegócio DESAFIOS ÀS EXPORTAÇÕES DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO

Leia mais

Conjuntura do Comércio Exterior - Crise Mundial

Conjuntura do Comércio Exterior - Crise Mundial BANCO DO BRASIL S/A Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior Belo Horizonte MG Conjuntura do Comércio Exterior - Crise Mundial América do Norte Miami Nova Iorque Chicago Los Angeles Washington México

Leia mais

19ª. Plenária do Fórum Permanente. Comitê Comércio Exterior. 21 de julho de 2011

19ª. Plenária do Fórum Permanente. Comitê Comércio Exterior. 21 de julho de 2011 19ª. Plenária do Fórum Permanente Comitê Comércio Exterior 21 de julho de 2011 1. Atualização do Questionário de Gargalos à Exportação 2. Atualização das Estatísticas do Comércio Exterior de Bens e Serviços

Leia mais

Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil ǀ Minas Gerais. Há mais de 16 anos estreitando laços entre Minas Gerais e Portugal

Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil ǀ Minas Gerais. Há mais de 16 anos estreitando laços entre Minas Gerais e Portugal Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil ǀ Minas Gerais Há mais de 16 anos estreitando laços entre Minas Gerais e Portugal A História e o papel da Câmara A Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil - Minas

Leia mais

NEGOCIOS INTERNACIONAIS EXPORTAÇÕES

NEGOCIOS INTERNACIONAIS EXPORTAÇÕES NEGOCIOS INTERNACIONAIS EXPORTAÇÕES MSc.RICARDO LOZANO PANORAMA DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS US$ bilhões Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Exportações Brasileiras 256 243 198

Leia mais

Descrição do Sistema de Franquia. Histórico do Setor. O Fórum Setorial de Franquia

Descrição do Sistema de Franquia. Histórico do Setor. O Fórum Setorial de Franquia Descrição do Sistema de Franquia Franquia é um sistema de distribuição de produtos, tecnologia e/ou serviços. Neste sistema uma empresa detentora de know-how de produção e/ou distribuição de certo produto

Leia mais

31º ENCONTRO NACIONAL DE COMÉRCIO EXTERIOR - ENAEX EXPORTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA: MITOS E VERDADES

31º ENCONTRO NACIONAL DE COMÉRCIO EXTERIOR - ENAEX EXPORTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA: MITOS E VERDADES 31º ENCONTRO NACIONAL DE COMÉRCIO EXTERIOR - ENAEX PALESTRA EXPORTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA: MITOS E VERDADES JOSÉ AUGUSTO DE CASTRO Rio de Janeiro, 27 de Setembro de 2012 2 DEFINIÇÃO DE SERVIÇOS

Leia mais

Aeroporto Industrial. Danilo Colares de A. Moreira

Aeroporto Industrial. Danilo Colares de A. Moreira Aeroporto Industrial Danilo Colares de A. Moreira 7º Oficina de Trabalho da RENAI 09 de outubro de 2008 Plataforma Logística de Comércio Exterior da Região Metropolitana de Belo Horizonte Objetivos Consolidação

Leia mais

Integração Produtiva Brasil/Argentina Setor de Lácteos Cândida Maria Cervieri SECEX/MDIC Brasília, 03 de agosto de 2010

Integração Produtiva Brasil/Argentina Setor de Lácteos Cândida Maria Cervieri SECEX/MDIC Brasília, 03 de agosto de 2010 Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Secretaria de Comércio Exterior Integração Produtiva Brasil/Argentina Setor de Lácteos Cândida Maria Cervieri SECEX/MDIC Brasília, 03 de agosto

Leia mais

Perspectivas para o desenvolvimento brasileiro e a indústria de commodities minerais

Perspectivas para o desenvolvimento brasileiro e a indústria de commodities minerais Perspectivas para o desenvolvimento brasileiro e a indústria de commodities minerais João Carlos Ferraz BNDES 31 de agosto de 2008 Guia Contexto macroeconômico Políticas públicas Perpectivas do investimento

Leia mais

Aspectos recentes do Comércio Exterior Brasileiro

Aspectos recentes do Comércio Exterior Brasileiro Aspectos recentes do Comércio Exterior Brasileiro Análise Economia e Comércio / Integração Regional Jéssica Naime 09 de setembro de 2005 Aspectos recentes do Comércio Exterior Brasileiro Análise Economia

Leia mais

Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR

Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR EXPORTAÇÕES DAS COOPERATIVAS NO AGRONEGÓCIO EM 1. RESULTADO

Leia mais

2400 - SECRETARIA DE INDÚSTRIA E 31378 - DIAGNÓSTICO DA CADEIA 2400 - SECRETARIA DE INDÚSTRIA E 31377 - CONDOMÍNIO DE TECNOLOGIA

2400 - SECRETARIA DE INDÚSTRIA E 31378 - DIAGNÓSTICO DA CADEIA 2400 - SECRETARIA DE INDÚSTRIA E 31377 - CONDOMÍNIO DE TECNOLOGIA SISTEMA DE E MONITORAMENTO DAS AÇÕES GOVERNAMENTAIS - SIPLAM 2400 - SECRETARIA DE INDÚSTRIA E 1053 - ESTUDOS DA CADEIA PRODUTIVA DESENVOLVIMENTO DAS ATIVIDADES MINERAL 2400 - SECRETARIA DE INDÚSTRIA E

Leia mais

Brasil-China: Uma Agenda de

Brasil-China: Uma Agenda de Brasil-China: Uma Agenda de Colaboração Jorge Arbache BNDES Palácio do Itamaraty, Rio de Janeiro, 17 de junho de 2011 1 China Principal parceiro comercial do Brasil Um dos principais investidores estrangeiros

Leia mais

GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA NA ECONOMIA NACIONAL. Mapa de oportunidades para Agências de Viagens

GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA NA ECONOMIA NACIONAL. Mapa de oportunidades para Agências de Viagens GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA NA ECONOMIA NACIONAL Mapa de oportunidades para Agências de Viagens O que é ABAV? Entidade empresarial, sem fins lucrativos, que representa as Agências de Viagens espalhadas

Leia mais

Plano Brasil Maior e as Micro e Pequenas Empresas Agenda de Ações para Competitividade dos Pequenos Negócios. Curitiba, 20 de novembro de 2012

Plano Brasil Maior e as Micro e Pequenas Empresas Agenda de Ações para Competitividade dos Pequenos Negócios. Curitiba, 20 de novembro de 2012 Plano Brasil Maior e as Micro e Pequenas Empresas Agenda de Ações para Competitividade dos Pequenos Negócios Curitiba, 20 de novembro de 2012 PBM: Dimensões Dimensão Estruturante: diretrizes setoriais

Leia mais

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS APRESENTAÇÃO A YOUNIC é especializada na assessoria a empresas com vista ao crescimento e expansão dos seus negócios num panorama internacional. Com uma atuação versátil,

Leia mais

Salto de Escala para as Grandes Commodities Talento dos nossos profissionais cobiçados mundialmente A internacionalização das Engenharias e Consultorias O grande parque de pesquisa e ensino do Estado O

Leia mais

Missão Empresarial EUA Flórida. 21 a 26 de Março 2015

Missão Empresarial EUA Flórida. 21 a 26 de Março 2015 Missão Empresarial EUA Flórida 21 a 26 de Março 2015 Apoiamos empresas a ter sucesso nos mercados internacionais Sobre nós Na Market Access prestamos serviços de apoio à exportação e internacionalização.

Leia mais

Projeto de Apoio a Inserção Internacional de. São João Batista (SC) DEZEMBRO - 2009

Projeto de Apoio a Inserção Internacional de. São João Batista (SC) DEZEMBRO - 2009 Projeto de Apoio a Inserção Internacional de MPE s Brasileiras Calçadistas do APL de São João Batista (SC) DEZEMBRO - 2009 Identificar OBJETIVOS DA AÇÃO e solucionar gargalos na gestão das empresas, principalmente

Leia mais

O que é o PEIEX? Projeto Extensão Industrial Exportadora

O que é o PEIEX? Projeto Extensão Industrial Exportadora Escola Politécnica O que é o PEIEX? Convênio entre a Apex-Brasil e instituições de consultoria/pesquisa/ensino/tecnologia. Oferecimento de projetos gratuitos de capacitação/consultoria para empresas. O

Leia mais

Integração produtiva e cooperação industrial: LEONARDO SANTANA

Integração produtiva e cooperação industrial: LEONARDO SANTANA Integração produtiva e cooperação industrial: a experiência da ABDI LEONARDO SANTANA Montevidéu, 15 de julho de 2009 Roteiro da Apresentação 1. Política de Desenvolvimento Produtivo PDP 2. Integração Produtiva

Leia mais

Sistema Indústria. 28 Áreas de atuação 730 Unidades de Operação 4 Milhões de matrícula/ano (2014), mais de 57 milhões de alunos capacitados

Sistema Indústria. 28 Áreas de atuação 730 Unidades de Operação 4 Milhões de matrícula/ano (2014), mais de 57 milhões de alunos capacitados Sistema Indústria CNI 27 Federações de Indústrias 1.136 Sindicatos Associados 622.874 Indústrias SENAI SESI IEL 28 Áreas de atuação 730 Unidades de Operação 4 Milhões de matrícula/ano (2014), mais de 57

Leia mais

FOCOS DE ATUAÇÃO. Tema 8. Expansão da base industrial

FOCOS DE ATUAÇÃO. Tema 8. Expansão da base industrial FOCOS DE ATUAÇÃO Tema 8. Expansão da base industrial Para crescer, a indústria capixaba tem um foco de atuação que pode lhe garantir um futuro promissor: fortalecer as micro, pequenas e médias indústrias,

Leia mais

AGENDA. Impacto na Região Linhas Estratégicas

AGENDA. Impacto na Região Linhas Estratégicas AGENDA Como Surgiu Situação Atual Variáveis Importantes Governança Conquistas Impacto na Região Linhas Estratégicas Rodrigo Fernandes Coordenador Executivo da COMTEC Como Surgiu A T.I. surgiu para prover

Leia mais

Rio de Janeiro: o melhor lugar para a sua empresa no Brasil

Rio de Janeiro: o melhor lugar para a sua empresa no Brasil Rio de Janeiro: o melhor lugar para a sua empresa no Brasil Thayne Garcia, Assessora-Chefe de Comércio e Investimentos (tgarcia@casacivil.rj.gov.br) Luciana Benamor, Assessora de Comércio e Investimentos

Leia mais

Plano BrasilMaior 2011/2014

Plano BrasilMaior 2011/2014 Plano BrasilMaior 2011/2014 Inovar para competir. Competir para crescer. Agenda de Ações para a Competitividade dos Pequenos Negócios Dimensões do Plano Brasil Maior -Quadro Síntese Dimensão Estruturante:

Leia mais

A importância das exportações de serviços e da internacionalização das empresas brasileiras

A importância das exportações de serviços e da internacionalização das empresas brasileiras A importância das exportações de serviços e da internacionalização das empresas brasileiras Guido Mantega Presidente - BNDES 25 o ENAEX- Novembro/2005 www.bndes.gov.br 1 Inserção do Brasil na Globalização

Leia mais

Exportação de Software e Serviços de TICs. Panorama e Oportunidades

Exportação de Software e Serviços de TICs. Panorama e Oportunidades Exportação de Software e Serviços de TICs Panorama e Oportunidades Brasília, Novembro de 2008 André Limp Gestor de Projetos - Tecnologia MERCADOS DESENVOLVIDOS Sistema financeiro Seguradoras Gestão de

Leia mais

Internacionalização: Oportunidades e Desafios A CGD como Parceiro. Luís Rego Direção Internacional de Negócio da CGD

Internacionalização: Oportunidades e Desafios A CGD como Parceiro. Luís Rego Direção Internacional de Negócio da CGD Internacionalização: Oportunidades e Desafios A CGD como Parceiro Luís Rego Direção Internacional de Negócio da CGD Internacionalização: oportunidades e desafios - A CGD como Parceiro Índice 1. Evolução

Leia mais

Balança Comercial 2003

Balança Comercial 2003 Balança Comercial 2003 26 de janeiro de 2004 O saldo da balança comercial atingiu US$24,8 bilhões em 2003, o melhor resultado anual já alcançado no comércio exterior brasileiro. As exportações somaram

Leia mais

Exportação de Serviços

Exportação de Serviços Exportação de Serviços 1. Ementa O objetivo deste trabalho é dar uma maior visibilidade do setor a partir da apresentação de algumas informações sobre o comércio exterior de serviços brasileiro. 2. Introdução

Leia mais

PRIORIDADES E DESAFIOS PARA POLÍTICAS EM NÍVEL SUB-NACIONAL

PRIORIDADES E DESAFIOS PARA POLÍTICAS EM NÍVEL SUB-NACIONAL Políticas de Inovação para o Crescimento Inclusivo: Tendências, Políticas e Avaliação PRIORIDADES E DESAFIOS PARA POLÍTICAS EM NÍVEL SUB-NACIONAL Rafael Lucchesi Confederação Nacional da Indústria Rio

Leia mais

DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA 52, 102, CEP

DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA 52, 102, CEP DADOS JURÍDICOS O Instituto SAVIESA DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA é uma associação, pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, com sede no município de Vitória, Estado do Espírito Santo, à Rua

Leia mais

Experiência da CNI na promoção da Inovação no Setor Mineral

Experiência da CNI na promoção da Inovação no Setor Mineral Experiência da CNI na promoção da Inovação no Setor Mineral PAULO MOL Diretor de Inovação Brasília, 10 de junho de 2013 Brasil precisa ser mais competitivo e a inovação é um dos caminhos 6ª Economia Mundial

Leia mais

PROGRAMAS PARA FORTALECER A COMPETITIVIDADE COMPLEXO SERVIÇOS

PROGRAMAS PARA FORTALECER A COMPETITIVIDADE COMPLEXO SERVIÇOS Programas para fortalecer a competitividade PROGRAMAS PARA FORTALECER A COMPETITIVIDADE COMPLEXO SERVIÇOS Legenda: branco = PDP original Amarelo = modificação posterior ao lançamento da PDP Vermelho =

Leia mais

A Internacionalização de Empresas de Tecnologia da Informação

A Internacionalização de Empresas de Tecnologia da Informação A Internacionalização de Empresas de Tecnologia da Informação ENAServ 2014 Encontro Nacional do Comércio Exterior de Serviços Sergio Paulo Gallindo São Paulo, 29 de maio de 2014 Porque Internacionalizar?

Leia mais

Projeto: Rede MERCOSUL de Tecnologia

Projeto: Rede MERCOSUL de Tecnologia ANEXO XIII XXXIII REUNIÓN ESPECIALIZADA DE CIENCIA Y TECNOLOGÍA DEL MERCOSUR Asunción, Paraguay 1, 2 y 3 de junio de 2005 Gran Hotel del Paraguay Projeto: Rede MERCOSUL de Tecnologia Anexo XIII Projeto:

Leia mais

Inovação, Regulação e Certificação. I CIMES 1º Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde

Inovação, Regulação e Certificação. I CIMES 1º Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde Inovação, Regulação e Certificação I CIMES 1º Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde São Paulo 11/04/2012 ABDI Criada pelo Governo Federal em 2004 Objetivo Objetivos Desenvolver ações

Leia mais

Plano Brasil Maior e o Comércio Exterior Políticas para Desenvolver a Competitividade

Plano Brasil Maior e o Comércio Exterior Políticas para Desenvolver a Competitividade Plano Brasil Maior e o Comércio Exterior Políticas para Desenvolver a Competitividade Alessandro Golombiewski Teixeira Secretário-Executivo do MDIC Rio de Janeiro, Agosto de 2011 Introdução 1 Contexto

Leia mais

Victor Ferreira Plataforma Construção Sustentável Entidade Gestora do Cluster Habitat Sustentável

Victor Ferreira Plataforma Construção Sustentável Entidade Gestora do Cluster Habitat Sustentável 2ª CONFERÊNCIA PASSIVHAUS PORTUGAL 2014 29 de Novembro de 2014 Aveiro - Centro Cultural e de Congressos Victor Ferreira Plataforma Construção Sustentável Entidade Gestora do Cluster Habitat Sustentável

Leia mais

NORDESTE: DESEMPENHO DO COMÉRCIO EXTERIOR EM 2009

NORDESTE: DESEMPENHO DO COMÉRCIO EXTERIOR EM 2009 O nosso negócio é o desenvolvimento ESCRITÓRIO TÉCNICO DE ESTUDOS ECONÔMICOS DO NORDESTE-ETENE INFORME SETORIAL INDÚSTRIA E SERVIÇOS NORDESTE: DESEMPENHO DO COMÉRCIO EXTERIOR EM 2009 Ano IV No 2 O nosso

Leia mais

PROGRAMAS PARA FORTALECER A COMPETITIVIDADE MADEIRA E MÓVEIS

PROGRAMAS PARA FORTALECER A COMPETITIVIDADE MADEIRA E MÓVEIS Programas para fortalecer a PROGRAMAS PARA FORTALECER A COMPETITIVIDADE MADEIRA E MÓVEIS Legenda: branco = PDP original Amarelo = modificação posterior ao lançamento da PDP Vermelho = destaques para novas

Leia mais

Políticas Públicas. Lélio de Lima Prado

Políticas Públicas. Lélio de Lima Prado Políticas Públicas Lélio de Lima Prado Política Cambial dez/03 abr/04 ago/04 dez/04 abr/05 ago/05 Evolução das Reservas internacionais (Em US$ bilhões) dez/05 abr/06 ago/06 dez/06 abr/07 ago/07 dez/07

Leia mais

Criar eventos de excelência Assessoria e orientação estratégica Soluções criativas Transferência de conhecimento

Criar eventos de excelência Assessoria e orientação estratégica Soluções criativas Transferência de conhecimento Your global partner Quem Somos A NewEvents, constituída por profissionais com elevado Know-how, é uma empresa pioneira e especializada na organização, formação e consultoria internacional em Gestão e Marketing

Leia mais

PLANO NACIONAL DE EXPORTAÇÕES

PLANO NACIONAL DE EXPORTAÇÕES PLANO NACIONAL DE EXPORTAÇÕES NOVO STATUS DO COMÉRCIO EXTERIOR NOSSAS EXPORTAÇÕES NÃO REFLETEM O TAMANHO DA ECONOMIA BRASILEIRA PIB EXPORTAÇÃO DE BENS PAÍSES US$ bilhões Part. % PIB mundial US$ bilhões

Leia mais

Luiz Carlos T. de Carvalho Assessor Chefe de Comércio e Investimentos Subsecretaria de Relações Internacionais Secretaria de Estado da Casa Civil

Luiz Carlos T. de Carvalho Assessor Chefe de Comércio e Investimentos Subsecretaria de Relações Internacionais Secretaria de Estado da Casa Civil Luiz Carlos T. de Carvalho Assessor Chefe de Comércio e Investimentos Subsecretaria de Relações Internacionais Secretaria de Estado da Casa Civil Governo do Estado do Rio de Janeiro A SUBSECRETARIA DE

Leia mais

OBJETIVO CARACTERIZAÇÃO

OBJETIVO CARACTERIZAÇÃO OBJETIVO Incrementar a economia digital do Estado de Alagoas e seus benefícios para a economia local, através de ações para qualificação, aumento de competitividade e integração das empresas e organizações

Leia mais

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS PEQUENOS negócios no BRASIL 99% 70% 40% 25% 1% do total de empresas brasileiras da criação de empregos formais da massa salarial do PIB das exportações

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

IV ENAServ - Encontro Nacional de Comércio Exterior de Serviços. São Paulo, 25 de junho de 2013

IV ENAServ - Encontro Nacional de Comércio Exterior de Serviços. São Paulo, 25 de junho de 2013 2013 IV ENAServ - Encontro Nacional de Comércio Exterior de Serviços São Paulo, 25 de junho de 2013 BALANÇA BRASILEIRA DE COMÉRCIO EXTERIOR DE SERVIÇOS* - US$ Bilhões 2011 2012 Δ% 2012/2011 Exportações

Leia mais

Sessão de Apresentação. Barcelos On Road 2010 Barcelos On Road 2011

Sessão de Apresentação. Barcelos On Road 2010 Barcelos On Road 2011 Sessão de Apresentação Barcelos On Road 2010 Barcelos On Road 2011 Apoio ACIB: - Preparação das visitas, através da realização de sessões de trabalho com a equipa de consultores; - Organização das viagens,

Leia mais

Plano Brasil Maior 2011/2014. Inovar para competir. Competir para crescer.

Plano Brasil Maior 2011/2014. Inovar para competir. Competir para crescer. Plano Brasil Maior 2011/2014 Inovar para competir. Competir para crescer. Foco e Prioridades Contexto Dimensões do Plano Brasil Maior Estrutura de Governança Principais Medidas Objetivos Estratégicos e

Leia mais

Com inovação tecnológica, design, desenvolvimento sustentável e talento, o Brasil está mostrando para o mundo um país único e surpreendente.

Com inovação tecnológica, design, desenvolvimento sustentável e talento, o Brasil está mostrando para o mundo um país único e surpreendente. Com inovação tecnológica, design, desenvolvimento sustentável e talento, o Brasil está mostrando para o mundo um país único e surpreendente. Novos desafios, grandes oportunidades Apesar da crise econômica:

Leia mais

Caso APL Calçado de Nova Serrana, MG Carlos Tarrasón Cluster Consulting. 5 de dezembro de 2013 Brasília, DF

Caso APL Calçado de Nova Serrana, MG Carlos Tarrasón Cluster Consulting. 5 de dezembro de 2013 Brasília, DF Caso APL Calçado de Nova Serrana, MG Carlos Tarrasón Cluster Consulting 5 de dezembro de 2013 Brasília, DF Passo 1. Entendimento da realidade do APL em 2008 Concentração geográfica dos produtores Pitangui

Leia mais

AMCHAM e a Internacionalização de empresas

AMCHAM e a Internacionalização de empresas Defensores da livre iniciativa Representatividade multisetorial e nacional Amplo e diferenciado conteúdo Estabelecer a competitividade de longo prazo Fortalecimento dos canais de influência AMCHAM e a

Leia mais

ELETROELETRÔNICOS BRASIL

ELETROELETRÔNICOS BRASIL PROJETO SETORIAL ELETROELETRÔNICOS BRASIL O QUE É O PROJETO? O Projeto é uma parceria entre o SINDVEL (Sindicato das Indústrias de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares do Vale da Eletrônica) e

Leia mais

TERMO DE ADESÃO. Para participação em Projetos de Promoção de Exportação

TERMO DE ADESÃO. Para participação em Projetos de Promoção de Exportação TERMO DE ADESÃO Para participação em Projetos de Promoção de Exportação A empresa..., de CNPJ n.º..., por seu(s) representante(s) legal(is), adere ao projeto BRAZILIAN PUBLISHERS, proposto à APEX-Brasil

Leia mais

Fórum Nacional de Logística Belo Horizonte 09 de novembro de 2011

Fórum Nacional de Logística Belo Horizonte 09 de novembro de 2011 Aeroporto Industrial Danilo Colares de A. Moreira Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais Fórum Nacional de Logística Belo Horizonte 09 de novembro de 2011 Comércio mundial crescendo mais

Leia mais

Workshop Sistema Indústria Núcleos de Petróleo e Gás nos Estados

Workshop Sistema Indústria Núcleos de Petróleo e Gás nos Estados Workshop Sistema Indústria Núcleos de Petróleo e Gás nos Estados Maurício Reis Santos AIB/DECAPEG Área de Insumos Básicos Departamento da Cadeia Produtiva de Petróleo e Gás DEMANDA POR PETRÓLEO: aumento

Leia mais

Economia Criativa conceito

Economia Criativa conceito Economia Criativa conceito A Economia Criativa é um conceito ainda em desenvolvimento, que compreende a gestão da criatividade para gerar riquezas culturais, sociais e econômicas. Abrange os ciclos de

Leia mais

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Março 2013

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Março 2013 Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Março 2013 As exportações em março apresentaram aumento de +27,85% em relação a fevereiro. O valor exportado superou novamente a marca de US$ 1 bilhão, atingindo

Leia mais

Fevereiro Março Abril Maio Junho. Local: Alemanha Local: Estados Unidos Local: Rússia Local: São Paulo Local: Polônia e Alemanha

Fevereiro Março Abril Maio Junho. Local: Alemanha Local: Estados Unidos Local: Rússia Local: São Paulo Local: Polônia e Alemanha Fevereiro Março Abril Maio Junho AçÕes 2015 Feira Fruit Logistica* SXSW* Fórum de Eficiência Energética APAS 2015 Europa Alemanha Rússia São Paulo Polônia e Alemanha Dias: 4 a 6 FI Dias: 13 a 17 ME Dias:

Leia mais

PLATAFORMA DE NEGÓCIOS

PLATAFORMA DE NEGÓCIOS SOBRE NOSSA PLATAFORMA COMPLETA A Plataforma de Negocio da Tommasi foi formada ao longo de 20 anos de experiência no ramo de importação e exportação e de uma equipe especializada para formação de uma estrutura

Leia mais

GT INDUSTRIAL Proposta Minas Biotec

GT INDUSTRIAL Proposta Minas Biotec GT INDUSTRIAL Proposta Minas Biotec de temas para a agenda do GT Industrial 2010 27 de Novembro de 2009 MDIC - Brasília SINDUSFARQ Base sindical 750 empresas dos setores representados: Indústria Farmacêutica

Leia mais

APOIO A PROJETOS ESPECÍFICOS DE INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME E GRUPOS DE PME BRASILEIRAS FIERGS REFERÊNCIA DO PEDIDO: 08

APOIO A PROJETOS ESPECÍFICOS DE INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME E GRUPOS DE PME BRASILEIRAS FIERGS REFERÊNCIA DO PEDIDO: 08 APOIO A PROJETOS ESPECÍFICOS DE INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME E GRUPOS DE PME BRASILEIRAS FIERGS REFERÊNCIA: ALA/BRA/2004/6189 ABDI/PAIIPME/01 REFERÊNCIA: ALA/BRA/2004/6189 ABDI/PAIIPME/01 REFERÊNCIA DO PEDIDO:

Leia mais

RISCOS E OPORTUNIDADES PARA A INDÚSTRIA DE BENS DE CONSUMO. Junho de 2012

RISCOS E OPORTUNIDADES PARA A INDÚSTRIA DE BENS DE CONSUMO. Junho de 2012 RISCOS E OPORTUNIDADES PARA A INDÚSTRIA DE BENS DE CONSUMO Junho de 2012 Riscos e oportunidades para a indústria de bens de consumo A evolução dos últimos anos, do: Saldo da balança comercial da indústria

Leia mais

Panorama do Comércio Exterior de Minas Gerais 2015

Panorama do Comércio Exterior de Minas Gerais 2015 Panorama do Comércio Exterior de Minas Gerais 2015 APRESENTAÇÃO Minas Gerais se consolida como um dos mais importantes estados exportadores do Brasil, pela grande produção de commodities e pelos esforços

Leia mais

Estratégias de Internacionalização para Empresas Inovadoras

Estratégias de Internacionalização para Empresas Inovadoras Estratégias de Internacionalização para Empresas Inovadoras Índia e China são alvos de multinacionais para produção e serviços de TI! Notícias na Mídia! Índia virou um gigante em TI! China e Índia lideram

Leia mais

Produção de Commodities e Desenvolvimento Econômico O Esforço Empresarial Brasileiro Instituto de Economia UNICAMP 29 de março de 2010

Produção de Commodities e Desenvolvimento Econômico O Esforço Empresarial Brasileiro Instituto de Economia UNICAMP 29 de março de 2010 Produção de Commodities e Desenvolvimento Econômico O Esforço Empresarial Brasileiro Instituto de Economia UNICAMP 29 de março de 2010 A produção de commodities e a transformação econômica do Brasil João

Leia mais

Programas para consolidar e expandir a liderança. PDP setembro/09 PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA CELULOSE E PAPEL

Programas para consolidar e expandir a liderança. PDP setembro/09 PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA CELULOSE E PAPEL Programas para consolidar e expandir a liderança PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA CELULOSE E PAPEL 1 Estratégias: liderança mundial e conquista de mercados Objetivos: consolidar a liderança

Leia mais

ANO % do PIB (Aproximadamente) 2003 9% do PIB mundial 2009 14% do PIB mundial 2010 18% do PIB mundial 2013/2014 25% do PIB mundial

ANO % do PIB (Aproximadamente) 2003 9% do PIB mundial 2009 14% do PIB mundial 2010 18% do PIB mundial 2013/2014 25% do PIB mundial ANO % do PIB (Aproximadamente) 2003 9% do PIB mundial 2009 14% do PIB mundial 2010 18% do PIB mundial 2013/2014 25% do PIB mundial ANO Os BRICS EUA União Europeia PIB 2013 (aproximadamente) US$ 19 trilhões

Leia mais

Resumo dos resultados da enquete CNI

Resumo dos resultados da enquete CNI Resumo dos resultados da enquete CNI Brasil - México: Interesse empresarial para ampliação do acordo bilateral Março 2015 Amostra da pesquisa No total foram recebidos 45 questionários de associações sendo

Leia mais

Para auxiliar o planejamento estruturado da metodologia de realização do BRASIL TRADE, os seguintes pontos de reflexão estratégica foram observados:

Para auxiliar o planejamento estruturado da metodologia de realização do BRASIL TRADE, os seguintes pontos de reflexão estratégica foram observados: COMO FIZEMOS O BRASIL TRADE ORIENTE MÉDIO O BRASIL TRADE é a ação de promoção de negócios do Projeto Tradings composta por rodadas de negócio entre tradings e comerciais exportadoras brasileiras e compradores

Leia mais

PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA SIDERURGIA

PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA SIDERURGIA Programas para consolidar e expandir a liderança PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA SIDERURGIA Legenda: Branco = PDP original Amarelo = modificação posterior ao lançamento da PDP Vermelho

Leia mais

A Agência é responsável pela captação de negócios, orientação aos investidores, gestão de incentivos estaduais e apoio ao comércio exterior.

A Agência é responsável pela captação de negócios, orientação aos investidores, gestão de incentivos estaduais e apoio ao comércio exterior. A Agência é responsável pela captação de negócios, orientação aos investidores, gestão de incentivos estaduais e apoio ao comércio exterior. Ainda articula ações específicas na estruturação de cadeia produtivas

Leia mais

BRASIL. Francisca Peixoto

BRASIL. Francisca Peixoto BRASIL Francisca Peixoto INTRODUÇÃO BRASIL Um dos principais fornecedores de alimentos e matériasprimas do mundo Dotação única em recursos naturais Política agropecuária alinhada com estratégia nacional

Leia mais

RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA

RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA Participantes: Dr. Roberto Simões, presidente do CDN (Conselho Deliberativo Nacional) e Dr. Carlos Alberto dos Santos, Diretor Técnico do Sebrae Nacional. Objetivo:

Leia mais

Começar Global e Internacionalização

Começar Global e Internacionalização Começar Global e Internacionalização Artur Alves Pereira Assessor do Conselho de Administração, AICEP Portugal Global Fevereiro 06, 2014 1 A aicep Portugal Global Missão. A aicep Portugal Global é uma

Leia mais

Relatório Geral. Abril - 2015

Relatório Geral. Abril - 2015 Relatório Geral Abril - 015 PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO SETORIAL DE HPPC Objetivo Promover o desenvolvimento das empresas do setor de HPPC de forma sustentável, por meio da gestão e difusão de conhecimento,

Leia mais

EXPLORAÇÃO DO CERRADO BRASILEIRO

EXPLORAÇÃO DO CERRADO BRASILEIRO EXPLORAÇÃO DO CERRADO BRASILEIRO CARACTERIZAÇÃO DO CERRADO BRASILEIRO É o maior bioma brasileiro depois da Amazônia, com aproximadamente 2 milhões de km² e está concentrado na região Centro Oeste do Brasil;

Leia mais

DESTAQUES ESTRATÉGICOS: PROJETOS E INICIATIVAS INTEGRAÇÃO COM A ÁFRICA

DESTAQUES ESTRATÉGICOS: PROJETOS E INICIATIVAS INTEGRAÇÃO COM A ÁFRICA Destaques Estratégicos: projetos e iniciativas DESTAQUES ESTRATÉGICOS: PROJETOS E INICIATIVAS INTEGRAÇÃO COM A ÁFRICA Legenda: branco = PDP original Amarelo = modificação posterior ao lançamento da PDP

Leia mais

Programa de Atração de Investimentos

Programa de Atração de Investimentos 1 Programa de Atração de Investimentos Oficina de Trabalho da RENAI - Rede Nacional de Informação sobre o Investimento Brasília, 08 de Junho de. Antecedentes 2 O Governo Brasileiro quer dar prioridade

Leia mais

Cooperação e Governança em Arranjos Produtivos Locais

Cooperação e Governança em Arranjos Produtivos Locais Cooperação e Governança em Arranjos Produtivos Locais 1ª Conferência Brasileira sobre Arranjos Produtivos Locais Carlos Roberto Rocha Cavalcante Superintendente 2004 Histórico de Atuação do IEL 1969 -

Leia mais

UK Intellectual Property Office:

UK Intellectual Property Office: UK Intellectual Property Office: Agenda no Brasil Propriedade Intelectual no Reino Unido O Reino Unido é um dos países que mais se baseiam na economia do conhecimento em todo mundo. Estima-se que metade

Leia mais

Financiamentos à exportação 2003-2015

Financiamentos à exportação 2003-2015 Financiamentos à exportação 2003-2015 BNDES participa de política de Estado Sistema brasileiro de apoio às exportações Conselho de Ministros Comitê Operacional Seguro de crédito à exportação Financiamento

Leia mais

GARGALOS DO SETOR PRODUTIVO DO MAMÃO NO BRASIL: LEVANTAMENTO DE DEMANDAS DE PESQUISAS.

GARGALOS DO SETOR PRODUTIVO DO MAMÃO NO BRASIL: LEVANTAMENTO DE DEMANDAS DE PESQUISAS. GARGALOS DO SETOR PRODUTIVO DO MAMÃO NO BRASIL: LEVANTAMENTO DE DEMANDAS DE PESQUISAS. POLO DE PRODUÇÃO DA REGIÃO DO JAÍBA NORTE DE MINAS GERAIS Saulo Lage Presidente da ABANORTE Janaúba MG A ABANORTE

Leia mais

Empresas mineradoras no Brasil

Empresas mineradoras no Brasil Em 211, a Produção Mineral Brasileira (PMB) deverá atingir um novo recorde ao totalizar US$ 5 bilhões (valor estimado), o que configurará um aumento de 28% se comparado ao valor registrado em 21: US$ 39

Leia mais

CONSULTORIA EM NEGÓCIOS EXTERIORES

CONSULTORIA EM NEGÓCIOS EXTERIORES CONSULTORIA EM NEGÓCIOS EXTERIORES Ser Júnior é ser gigante pela própria natureza. Brasil Júnior Mensagem do presidente Capacitar membros, promover o Movimento Empresa Júnior e causar impacto da sociedade,

Leia mais

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 3 } 1. INTRODUÇÃO: PARQUE TECNOLÓGICO CAPITAL DIGITAL - PTCD Principal polo de desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação do Distrito Federal, o PTCD

Leia mais

Inovação no Brasil nos próximos dez anos

Inovação no Brasil nos próximos dez anos Inovação no Brasil nos próximos dez anos XX Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas XVIII Workshop ANPROTEC Rodrigo Teixeira 22 de setembro de 2010 30/9/2010 1 1 Inovação e

Leia mais

THIAGO DE MORAES thiagoraes@hotmail.com. ORIENTADOR: CRISTIANO MORINI Estágio Supervisionado em ADM-GNI - UNIMEP cmorini@unimep.br

THIAGO DE MORAES thiagoraes@hotmail.com. ORIENTADOR: CRISTIANO MORINI Estágio Supervisionado em ADM-GNI - UNIMEP cmorini@unimep.br Panorama Recente do Comércio Exterior Brasileiro: Um Estudo Comparativo (2003 2006) Entre as Cinco Principais Cidades Exportadoras do Estado de São Paulo. THIAGO DE MORAES thiagoraes@hotmail.com ORIENTADOR:

Leia mais

Desafios para a Expansão das Exportações de TI ENAEX 2011. Antonio Gil Presidente

Desafios para a Expansão das Exportações de TI ENAEX 2011. Antonio Gil Presidente Desafios para a Expansão das Exportações de TI ENAEX 2011 Antonio Gil Presidente São Paulo, Agosto 2011 Sobre a BRASSCOM VISÃO Posicionar o Brasil como um dos cinco maiores centros de TI do mundo. MISSÃO

Leia mais