APÊNDICE 01 PROJETOS EXECUTIVOS DE ENGENHARIA DAS OBRAS PARQUE DE INFRA-ESTRUTURA DA FASE ZERO DO SAPIENS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APÊNDICE 01 PROJETOS EXECUTIVOS DE ENGENHARIA DAS OBRAS PARQUE DE INFRA-ESTRUTURA DA FASE ZERO DO SAPIENS"

Transcrição

1 APÊNDICE 01 PROJETOS EXECUTIVOS DE ENGENHARIA DAS OBRAS DE INFRA-ESTRUTURA DA FASE ZERO DO SAPIENS PARQUE

2 Sumário 1 Objetivo Características Principais Área de Intervenção Projetos Executivos de Engenharia Documento I - Trevo de Acesso: Documento II - Projetos do Sistema Viário e Elétrico: Documento III - Projetos do Sistema de Água e Esgotamento Sanitário: Planilha Orçamentária Resumida

3 1 Objetivo Este documento tem como objetivo apresentar de forma detalhada e clara os documentos que compõe os Projetos Executivos de Engenharia das obras de Infra-Estrutura da Fase Zero do Condomínio Sapiens Parque para dar subsídios à supervisão e fiscalização da obra, objeto deste edital. Neste documento são apresentadas as principais características e o resumo das informações que compõe cada um dos projetos executivos de engenharia da infra-estrutura da Fase Zero do Sapiens Parque. Cabe ressaltar que nos projetos executivos do sistema viário, os serviços relacionados à área de terraplenagem que consistem na implantação do lago da Fase Zero através de dragagem e suas atividades complementares, NÃO FAZEM PARTE DO ESCOPO DE EXECUÇÃO DAS OBRAS, portanto não são considerados no orçamento que determina o Valor de Infra-Estrutura. 3

4 2 Características Principais Este capítulo tem como objetivo realizar uma descrição geral dos projetos executivos de engenharia da Fase Zero do Empreendimento Sapiens Parque para dar subsídios à supervisão e fiscalização da implantação da Infra-Estrutura, objeto deste edital. 2.1 Área de Intervenção A área de implantação da Infra-Estrutura da Fase Zero do Sapiens Parque que contempla o Trevo de Acesso, Sistema Viário e Elétrico, Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário é localizada a oeste da edificação sede da Sapiens Parque S.A.. As figuras apresentadas a seguir detalham a área de intervenção da Infra-estrutura da Fase Zero do Sapiens Parque no Master Plan. Figura 01: Localização da Área de Intervenção 4

5 Área de Interferência Figura 02: Área de Interferência da Fase Zero no Master Plan Os trechos em que são apresentados os Projetos Executivos de Engenharia da Fase Zero do Condomínio Sapiens Parque são correspondentes ao Acesso e os Trechos 01 e 02, conforme detalhado nos projetos componentes deste documento. 2.2 Projetos Executivos de Engenharia Os projetos executivos de engenharia que detalham as obras de Infra-Estrutura da Fase Zero do Condomínio Sapiens Parque, foram subdivididos em três documentos para facilitar a compreensão e entendimento das atividades a serem realizadas. 5

6 2.2.1 Documento I - Trevo de Acesso: É o documento referente ao Projeto Executivo de Engenharia, elaborado pela Toposolo Engenharia, Arquitetura e Topografia Ltda., que é composto por cinco projetos específicos, totalizando 13 (treze) pranchas que detalham a implantação do trevo de acesso a Fase Zero do Sapiens Parque. É composto pelos seguintes documentos: Levantamento topográfico; Projeto Geométrico; Sistema de Drenagem; Projeto de Sinalização Projeto de Humanização; Planilha Orçamentária Documento II - Projetos do Sistema Viário e Elétrico: Correspondente aos Projetos Executivos de Engenharia para a Implantação da Infraestrutura da Fase Zero do Sapiens Parque, elaborado pela Iguatemi Consultoria e Serviços de Engenharia Ltda. que detalha os Projetos do Sistema Viário e Sistema de Fornecimento de Energia Elétrica, Iluminação Pública, Dados e Telecomunicações, composto por quatro volumes: Volume 1: Relatório e Memória Justificativa do Projeto; Volume 2: Projeto de Execução; Volume 3: Plano de Execução e Notas de Serviço; Volume 4: Planilha Orçamentária Ressalta-se que nos projetos executivos de engenharia do Sistema Viário, elaborados pela Iguatemi Consultoria e Serviços de Engenharia Ltda., estão previstos a implantação dos lagos por tecnologia de dragagem, entretanto a supervisão desta atividade NÃO faz parte do escopo deste edital. 6

7 Todo o material de aterro para as vias internas e acesso será disponibilizado pela Sapiens Parque S.A. sem custo adicional, sendo o material proveniente das jazidas já existentes dos lagos da Fase Zero que estão em implantação, conforme o projeto, sendo que a empresa executora é a responsável pelo seu carregamento, transporte e espalhamento. Outro fator importante a se destacar é que para a Via Marginal - Trecho 01 do sistema viário apresentado no Volume 2 do projeto executivo, o material de aterro será disponibilizado no local da via, conforme projeto, sendo necessário posteriormente, a execução dos serviços referentes a ensaios, compactação, entre outros. Desta forma, foram retiradas do orçamento referencial algumas das atividades inicialmente previstas para Terraplenagem e obras complementares, sendo que o orçamento em anexo contempla essas alterações Documento III - Projetos do Sistema de Água e Esgotamento Sanitário: É referente aos Projetos Executivos de Engenharia elaborados pela Socioambiental Consultores Associados Ltda. que descrevem o Sistema de Abastecimento de Água, o Sistema de Esgotamento Sanitário e os projetos estruturais e elétricos para a implantação dos mesmos. Está subdividido em cinco documentos específicos: Memorial Descritivo do Sistema de Abastecimento de Água; Memorial Descritivo do Sistema de Esgotamento Sanitário; Memorial Descritivo das Instalações Estruturais Necessárias; Memorial Descritivo das Instalações Elétricas Necessárias; Planilha Orçamentária. Caso seja de interesse dos licitantes, os projetos executivos de engenharia das obras de Infra-Estrutura da Fase Zero do Condomínio Sapiens Parque são disponibilizados para consulta local na Sede da Sapiens Parque S.A. na Av. Luiz Boiteux Piazza, 1.302, Cachoeira do Bom Jesus, Florianópolis, Santa Catarina. 7

8 A supervisão da pré-operação da Estação de Tratamento é parte integrante do escopo desta licitação. O aceite definitivo da obra está condicionado aos Testes de Carga na rede e sua conformidade com o projeto executivo e este termo de referência. Ao final da obra deverá ser entregue ao Sapiens Parque um manual técnico completo sobre os sistemas implantados da Fase Zero. Será entregue 01 (uma) cópia impressa, encadernada e em arquivo digital PDF e também em arquivos que possibilitem fazer alterações futuras. A elaboração do Manual Técnico da Fase Zero deverá conter obrigatoriamente os seguintes documentos: Manual de operação e Manutenção Preventiva e Corretiva; Garantias dos Equipamentos e Sistemas; Cadastro e Projeto As Built ; 8

9 3 Planilha Orçamentária Resumida Abaixo é apresentada uma planilha orçamentária resumida referente aos documentos dispostos neste edital. As planilhas orçamentárias com as composições unitárias de cada um dos projetos e sistemas podem ser observadas conforme descrito no item 2.2 deste documento. ITEM DISCRIMINAÇÃO CUSTO TOTAL (R$) 1. TREVO DE ACESSO 1.1 Serviços Iniciais , Demolições , Terraplenagem , Pavimentação Asfáltica , Confecção de Ensecadeira e Desvio de Curso de Rio , Confecção de Bueiro , Meio Fio em Concreto 3.454, Pintura de Sinalização 3.030, Placas de Sinalização 2.337, Sinalização Luminosa na Pista 2.970,83 Sub-Total ,92 2. SISTEMA VIÁRIO E ELÉTRICO 2.1 Terraplenagem , Pavimentação (vias, ciclovias e calçadas) , Drenagem e Obras de Arte Correntes , Obras Complementares , Sistema de Fornecimento de Energia Elétrica, Iluminação Pública, Dados e Telecomunicações , Mobilização e Desmobilização ,18 Sub-Total ,01 3. SISTEMA DE ÁGUA E ESGOTAMENTO SANITÁRIO 3.1 Rede Coletora e Ligações , Estação de Recalque , Emissário , Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) , Rede de Reuso , Rede de Água Potável ,39 Sub-Total ,31 TOTAL GERAL - Valor de Infraestrutura ,23 9

10 DOCUMENTO I Trevo de Acesso 10

11 DOCUMENTO II Projetos do Sistema Viário e Elétrico 11

12 DOCUMENTO III Projetos do Sistema de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário 12

ANEXO I PROJETO EXECUTIVO DE ENGENHARIA DA OBRA DE CONTENÇÃO DA BORDA DO LAGO DO SAPIENS PARQUE

ANEXO I PROJETO EXECUTIVO DE ENGENHARIA DA OBRA DE CONTENÇÃO DA BORDA DO LAGO DO SAPIENS PARQUE ANEXO I PROJETO EXECUTIVO DE ENGENHARIA DA OBRA DE CONTENÇÃO DA BORDA DO LAGO DO SAPIENS PARQUE Sumário 1 1 Objetivo... 3 2 Características Principais... 3 2.1 Área de Intervenção... 3 2.2 Projeto Executivo

Leia mais

ANEXO I REFERENCIAL PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE TOPOGRAFIA PARA O EMPREENDIMENTO SAPIENS PARQUE

ANEXO I REFERENCIAL PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE TOPOGRAFIA PARA O EMPREENDIMENTO SAPIENS PARQUE ANEXO I REFERENCIAL PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE TOPOGRAFIA PARA O EMPREENDIMENTO SAPIENS PARQUE Sumário 1 Objetivo... 3 2 Características Gerais... 3 Descrição do Projeto...

Leia mais

CARTA CONVITE N.º 003/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º DE /2012 ANEXO I

CARTA CONVITE N.º 003/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º DE /2012 ANEXO I CARTA CONVITE N.º 003/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º DE.01.03.0044/2012 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PARA FORNECIMENTO DE MATERIAL PÉTREO PARA INFRAESTRUTURA DOS LAGOS 01 E 02 DA FASE ZERO DO SAPIENS

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA PROJETO E EXECUÇÃO DE PARCELAMENTO DE SOLO ANEXO C LISTA DE DOCUMENTOS

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA PROJETO E EXECUÇÃO DE PARCELAMENTO DE SOLO ANEXO C LISTA DE DOCUMENTOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA PROJETO E EXECUÇÃO DE PARCELAMENTO DE SOLO ANEXO C LISTA DE DOCUMENTOS Agosto / 2016 RUA CALDAS JÚNIOR, 120-18 o ANDAR - EDIFÍCIO BANRISUL - PORTO ALEGRE RS LISTA DE DOCUMENTOS

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS OBRAS ANEXO I DOCUMENTOS E PRAZOS

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS OBRAS ANEXO I DOCUMENTOS E PRAZOS TIPO Edital DOCUMENTOS DE CITAÇÃO DESCRIÇÃO Fase Interna GEO-OBRAS OBRAS ANEXO I DOCUMENTOS E PRAZOS Planilha de Orçamento elaborada pela Administração (em formato pdf e xls ou similar) Cronograma físico-financeiro

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA N 01/2016/Departamento de Engenharia PROJETO DE URBANISMO DA ÁREA DO PARQUE DO PRESIDENTES

TERMO DE REFERÊNCIA N 01/2016/Departamento de Engenharia PROJETO DE URBANISMO DA ÁREA DO PARQUE DO PRESIDENTES TERMO DE REFERÊNCIA N 01/2016/Departamento de Engenharia PROJETO DE URBANISMO DA ÁREA DO PARQUE DO PRESIDENTES 1. OBJETIVO O presente Termo de Referência tem como objetivo a Contratação de pessoa jurídica

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS PROJETO DE CONSTRUÇÃO DE GINÁSIO POLIESPORTIVO LOCAL: SEDE DO MUNICÍPIO MEMORIAL DESCRITIVO SANTA MARIA DAS BARREIRAS 2015 1 MEMORIAL DESCRITIVO 1- APRESENTAÇÃO

Leia mais

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA TOTAL

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA TOTAL LOCAL: DIVERSAS RUAS - PAC 2-3ª ETAPA ÁREA TOTAL: 7.759,90 m² PLANILHA ORÇAMENTÁRIA TOTAL ITEM SERVIÇOS UNID. QTDE. TOTAL UNIT. TOTAL REFERÊNCIA 1 SERVIÇOS INICIAIS 1.1 IMPLANTAÇÃO DE PLACA DE OBRA (1,50X2,00M

Leia mais

Instruções para Uso dos Guias e Especificações Técnicas

Instruções para Uso dos Guias e Especificações Técnicas Instruções para Uso dos Guias e Especificações Técnicas 1. Introdução As orientações aqui contidas têm o objetivo de auxiliar a FRANQUEADA na instalação da AGF. Seguindo todas as orientações e tirando

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DAS BARREIRAS PROJETO DE CONSTRUÇÃO DE FEIRA COBERTA LOCAL: VILA CASA DE TÁBUA MEMORIAL DESCRITIVO SANTA MARIA DAS BARREIRAS 2015 1 MEMORIAL DESCRITIVO 1- APRESENTAÇÃO

Leia mais

3.2 MEMORIAL DESCRITIVO - PROJETO PAVIMENTAÇÃO Lote Apresentação

3.2 MEMORIAL DESCRITIVO - PROJETO PAVIMENTAÇÃO Lote Apresentação 3.2 MEMORIAL DESCRITIVO - PROJETO PAVIMENTAÇÃO Lote 4 3.2.1 Apresentação A Empresa CJB Engenharia & Topografia Ltda, estabelecida na Rua Oscar Pedro Kulzer, n 438, Canoas/RS, inscrita no CNPJ nº 73.572.018/0001-31,

Leia mais

"PROJETO EXECUTIVO DE ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTO SANITÁRIO NOS DISTRITOS DE BELISARIO, BOA FAMÍLIA, BOM JESUS E ITAMURI"

PROJETO EXECUTIVO DE ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTO SANITÁRIO NOS DISTRITOS DE BELISARIO, BOA FAMÍLIA, BOM JESUS E ITAMURI ' DEPARTAMENTO MUNICIPAL CNPJ: 02.31 S.39G/000-!-45 "PROJETO EXECUTIVO DE ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTO SANITÁRIO NOS DISTRITOS DE BELISARIO, BOA FAMÍLIA, BOM JESUS E ITAMURI" TERMO DE REFERÊNCIA AV.

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Procuradoria Geral Departamento de Administração Coordenação de Arquitetura e Engenharia

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Procuradoria Geral Departamento de Administração Coordenação de Arquitetura e Engenharia ANEXO VIII ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DE INSTALAÇÕES HIDROSSANITÁRIAS 1. Os projetos de instalações hidrossanitárias deverão atender às recomendações e especificações

Leia mais

PROC IBR EDIF 050/2014 Análise de projeto de Instalações Prediais de Esgotamento Sanitário

PROC IBR EDIF 050/2014 Análise de projeto de Instalações Prediais de Esgotamento Sanitário INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS IBRAOP INSTITUTO RUI BARBOSA IRB / COMITÊ OBRAS PÚBLICAS PROC IBR EDIF 050/2014 Análise de projeto de Instalações Prediais de Esgotamento Sanitário Primeira

Leia mais

PROJETO DE TERRAPLENAGEM

PROJETO DE TERRAPLENAGEM PROJETO DE TERRAPLENAGEM C A D E I A D E J O V E N S E A D U L T O S A e B Estrada do Capão Grande Várzea Grande / MT Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Estado de Mato Grosso - SEJUDH Setembro

Leia mais

VOLUME 3A ESTUDOS GEOTÉCNICOS

VOLUME 3A ESTUDOS GEOTÉCNICOS R E P Ú B L I C A F E D E R A T I V A D O B R A S I L M I N I S T É R I O D O S T R A N S P O R T E S DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO DNIT NO ESTADO

Leia mais

APROVAÇÃO E LICENÇA - RESIDENCIAL UNIFAMILIAR

APROVAÇÃO E LICENÇA - RESIDENCIAL UNIFAMILIAR APROVAÇÃO E LICENÇA - RESIDENCIAL UNIFAMILIAR 1. Formulário Padrão (fornecido pelo IMPLURB) devidamente preenchido, sendo imprescindível conter o nome do interessado, número do telefone, número do celular

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE TERMINAIS E DESVIOS FERROVIÁRIOS Informações para Apresentação de Projeto Revisão 21/06/12

IMPLANTAÇÃO DE TERMINAIS E DESVIOS FERROVIÁRIOS Informações para Apresentação de Projeto Revisão 21/06/12 IMPLANTAÇÃO DE TERMINAIS E Em atenção à solicitação de Implantação de Terminais e Desvios Ferroviários, informamos que para abertura do processo e análise do pedido, serão necessários os documentos abaixo:

Leia mais

PROC IBR EDIF /2014

PROC IBR EDIF /2014 INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS IBRAOP INSTITUTO RUI BARBOSA IRB / COMITÊ OBRAS PÚBLICAS PROC IBR EDIF 01.02.011/2014 01 - Fase Licitatória 01.02 - Análise das especificações, quantidades

Leia mais

ANÁLISE E AVALIAÇÃO DE PROJETOS ARQUITETÔNICOS

ANÁLISE E AVALIAÇÃO DE PROJETOS ARQUITETÔNICOS ANÁLISE E AVALIAÇÃO DE PROJETOS ARQUITETÔNICOS Antonio Pedro Alves de Carvalho Imagem: omnistudio.com.br Qualidades de uma solução arquitetônica: Funcionalidade Economia Beleza Flexibilidade Expansibilidade

Leia mais

DINOP / CENOP LOGÍSTICA CURITIBA (PR) ESCLARECIMENTOS DIVERSOS

DINOP / CENOP LOGÍSTICA CURITIBA (PR) ESCLARECIMENTOS DIVERSOS Curitiba, 02 de Abril de 2014. ESCLARECIMENTOS DIVERSOS CONCORRÊNCIA 2014/002264 (7419) Registro de preços referente à execução de obras diversas de construção, reformas e serviços de engenharia, incluindo

Leia mais

AS VIAS DE COMUNICAÇÃO

AS VIAS DE COMUNICAÇÃO 1ENGENHARIA O PROJECTO (I) O Projecto corresponde à preparação da realização depois de decidido o que é que se quer fazer (planeamento); especifica-se como é que se vai fazer (resolvendo problemas que

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO DE BACABEIRA-MA - Plano de Trabalho - PLANO DE TRABALHO. Bacabeira-MA

PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO DE BACABEIRA-MA - Plano de Trabalho - PLANO DE TRABALHO. Bacabeira-MA PLANO DE TRABALHO Bacabeira-MA 2015 1. INTRODUÇÃO O presente Plano de Trabalho refere-se ao contrato firmado entre a Prefeitura Municipal de Bacabeira e a empresa de consultoria especializada de razão

Leia mais

ANEXO I - ORIENTAÇÕES GERAIS E INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS A SEREM APRESENTADAS NO PROJETO PROVISÓRIO DE INSTALAÇÃO (PPI)

ANEXO I - ORIENTAÇÕES GERAIS E INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS A SEREM APRESENTADAS NO PROJETO PROVISÓRIO DE INSTALAÇÃO (PPI) ANEXO I - ORIENTAÇÕES GERAIS E INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS A SEREM APRESENTADAS NO PROJETO PROVISÓRIO DE 1. A EMPRESA, após a realização da Vistoria Inicial Conjunta, deverá elaborar e enviar o Projeto Provisório

Leia mais

PREÇO R$ DMT (km) ESPECIFICAÇÃO UNID.

PREÇO R$ DMT (km) ESPECIFICAÇÃO UNID. UNITÁRIO OBRAS-DE-ARTE ESPECIAIS - PONTE SOBRE O RIO GRAND INFRAESTRUTURA Tubulões Fuste de tubulão de Concreto D = 1,40 m ( L= 464,00) 2 S 03 416 23 E1-4 x 24,00 m 105,60 5.201,46 549.274,18 2 S 03 416

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PREFEITURA UNIVERSITÁRIA SOLICITAÇÃO DE PROJETOS Projeto de Arquitetura e Engenharia

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PREFEITURA UNIVERSITÁRIA SOLICITAÇÃO DE PROJETOS Projeto de Arquitetura e Engenharia UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PREFEITURA UNIVERSITÁRIA SOLICITAÇÃO DE PROJETOS Projeto de Arquitetura e Engenharia COMO SOLICITAR UM PROJETO? Para solicitações de projetos de arquitetura e engenharia,

Leia mais

Anexo 7 - Despesa por Projeto e Atividade - Detalhado

Anexo 7 - Despesa por Projeto e Atividade - Detalhado Folha N. 1 01 LEGISLATIVA 120.000,00 4.543.000,00 4.848.000,00 01.031 AÇÃO LEGISLATIVA 120.000,00 4.543.000,00 4.848.000,00 01.031.0001 PROCESSO LEGISLATIVO 4.543.000,00 4.728.000,00 01.031.0001.0125 INATIVOS

Leia mais

Política de Combate a Inundações de Belo Horizonte. Prefeitura de Belo Horizonte

Política de Combate a Inundações de Belo Horizonte. Prefeitura de Belo Horizonte Política de Combate a Inundações de Belo Horizonte Prefeitura de Belo Horizonte Belo Horizonte, fevereiro/2011 ASPECTOS GERAIS DA CIDADE DE BELO HORIZONTE Área superficial : 330 km 2 População : 2,5 milhões

Leia mais

Termo de Referência 15/2016

Termo de Referência 15/2016 (ISO Em Processo de Implantação) Itapira, 23 de março de 2016. Termo de Referência 15/2016 1. OBJETO Contratação de empresa especializada para a realização de serviços de manutenção eletromecânica preventiva

Leia mais

LAUDO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL URBANO

LAUDO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL URBANO LAUDO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEL URBANO Imóveis Distrito Industrial Polo Industrial Fernando Santucci - Leme (SP) Exmo Sr. Prefeito Municipal da Comarca de Leme (SP) Sr. Paulo Roberto Blascke Admilson Aparecido

Leia mais

CONCORRÊNCIA Nº 2016/02373 (7421) REGISTRO DE PREÇOS ESCLARECIMENTO 3

CONCORRÊNCIA Nº 2016/02373 (7421) REGISTRO DE PREÇOS ESCLARECIMENTO 3 CONCORRÊNCIA Nº 2016/02373 (7421) REGISTRO DE PREÇOS ESCLARECIMENTO 3 OBJETO: Registro de Preços para eventuais e futuras contratações visando à instalação, relocalização e adequações diversas em agências

Leia mais

Procedimento para ligações provisórias

Procedimento para ligações provisórias Procedimento para ligações provisórias Da Resolução Art. 44. É de responsabilidade exclusiva do interessado o custeio das obras realizadas a seu pedido nos seguintes casos: I extensão de rede de reserva;

Leia mais

PA.06/201.95/11597/00

PA.06/201.95/11597/00 EQUIPE DE APOIO TÉCNICO ESPECIALIDADE PROFISSIONAL CREA/ CAU RUBRICA Arquitetura e Urbanismo Arq. Márcia Soldera CAU 54.2403 Christine Borges Reffatti (estagiária) REV MODIFICAÇÃO DATA PROJETISTA DESENHISTA

Leia mais

ÁREAS DO PROGRAMA MANANCIAIS FASE 2. Núcleo Cantinho do Céu Favela Cantinho do Céu/Gaivota Relatório de Diagnóstico

ÁREAS DO PROGRAMA MANANCIAIS FASE 2. Núcleo Cantinho do Céu Favela Cantinho do Céu/Gaivota Relatório de Diagnóstico ÁREAS DO PROGRAMA MANANCIAIS FASE 2 Núcleo Cantinho do Céu Favela Cantinho do Céu/Gaivota Relatório de Diagnóstico Consórcio JNS-HagaPlan Contrato SEHAB 002/2001 Nº do Documento: Elaborado: JNSHPP Verificado:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE URUAÇU ESTADO DE GOIÁS PODER EXECUTIVO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO CNPJ /

PREFEITURA MUNICIPAL DE URUAÇU ESTADO DE GOIÁS PODER EXECUTIVO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO CNPJ / Lei nº 1.589/2010 Regulamenta a implantação de CONDOMÍNIO RESIDENCIAL HORIZONTAL e CONDOMÍNIO RESIDENCIAL VERTICAL e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE URUAÇU, no uso das atribuições que lhe

Leia mais

PROINFÂNCIA. Fundo Nacional. da Educação SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA. de Desenvolvimento

PROINFÂNCIA. Fundo Nacional. da Educação SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA. de Desenvolvimento Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA DADOS DO PROGRAMA : Criado por meio da resolução N 06/2007 do FNDE; Busca prestar APOIO financeiro aos municípios na reestruturação

Leia mais

DOCUMENTO DE APOIO PÁGINA Nº 1/11 ACESSO

DOCUMENTO DE APOIO PÁGINA Nº 1/11 ACESSO DOCUMENTO DE APOIO PÁGINA Nº 1/11 Documentos de Referência: DIRETRIZES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE ESTUDOS E PROJETOS RODOVIÁRIOS ESCOPOS BÁSICOS/INSTRUÇÕES DE SERVIÇO - IPR 726 MANUAL DE DE PROPRIEDADES

Leia mais

APRESENTAÇÃO AOS ALUNOS TRABALHO DE CURSO DIURNO - 2º SEMESTRE/2015 ESCOLA DE ARQUITETURA DA UFMG

APRESENTAÇÃO AOS ALUNOS TRABALHO DE CURSO DIURNO - 2º SEMESTRE/2015 ESCOLA DE ARQUITETURA DA UFMG APRESENTAÇÃO AOS ALUNOS TRABALHO DE CURSO DIURNO - 2º SEMESTRE/2015 ESCOLA DE ARQUITETURA DA UFMG O TRABALHO DE CURSO (TC) inclui duas disciplinas - INTRODUÇÃO AO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (ITCC)

Leia mais

Relatório elaborado pela. ONG Sustentabilidade e Participação

Relatório elaborado pela. ONG Sustentabilidade e Participação CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ORGÃOS - FESO Centro de Ciência e Tecnologia - CCT Curso de Engenharia de Produção NAI - Núcleo de Atividades Complementares Relatório elaborado pela ONG Sustentabilidade

Leia mais

Currículo do Curso de Engenharia Civil

Currículo do Curso de Engenharia Civil Currículo do Curso de Engenharia Civil Engenheiro Civil ATUAÇÃO O curso de graduação em Engenharia Civil tem como perfil do formando egresso/profissional o engenheiro, com formação generalista, humanista,

Leia mais

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE DE PALMAS DIRETORIA DE CONTROLE AMBIENTAL GERÊNCIA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE DE PALMAS DIRETORIA DE CONTROLE AMBIENTAL GERÊNCIA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL TERMO DE REFÊRENCIA PARA ELABORACÃO DE PROJETO AMBIENTAL DE MATADOUROS, ABATEDOUROS, FRIGORÍFICOS, CHARQUEADOS E DERIVADOS DE ORIGEM ANIMAL Este Termo de Referência visa orientar na elaboração de PROJETO

Leia mais

PROJETO BÁSICO. Ampliação do sistema viário existente com a pavimentação de passeios, acessos, pistas de rolamento e estacionamentos.

PROJETO BÁSICO. Ampliação do sistema viário existente com a pavimentação de passeios, acessos, pistas de rolamento e estacionamentos. PROJETO BÁSICO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO 1.1 Título do Projeto Infraestrutura Viária do Campus Petrolina - 3º Etapa 1.2 Delimitação do objeto a ser licitado Ampliação do sistema viário existente com

Leia mais

EDITAL DE CONTRIBUIÇÃO DE MELHORIA Nº. 003/2014

EDITAL DE CONTRIBUIÇÃO DE MELHORIA Nº. 003/2014 4 EDITAL DE CONTRIBUIÇÃO DE MELHORIA Nº. 003/2014 O MUNICÍPIO DE BALSA NOVA, representado por seu Prefeito Municipal, no uso do permissivo emergente do disposto no artigo 5º, do Decreto-Lei nº. 195, de

Leia mais

Currículo do Curso de Engenharia Civil

Currículo do Curso de Engenharia Civil Currículo do Curso de Engenharia Civil Engenheiro Civil ATUAÇÃO O curso de graduação em Engenharia Civil tem como perfil do formando egresso/profissional o engenheiro, com formação generalista, humanista,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTOS NP001 - LEVANTAMENTOS TOPOGRÁFICOS Revisão: 02 Abr.

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTOS NP001 - LEVANTAMENTOS TOPOGRÁFICOS Revisão: 02 Abr. SUMÁRIO 1. Objetivo e campo de aplicação...2 2. Referências...2 3. Definições...2 4. Condições para início do serviço...2 5. Métodos e procedimentos de execução...2 5.1 Serviços a serem executados:...2

Leia mais

Programa de Saneamento Ambiental dos Municípios do Entorno da Baía de Guanabara - PSAM

Programa de Saneamento Ambiental dos Municípios do Entorno da Baía de Guanabara - PSAM Programa de Saneamento Ambiental dos Municípios do Entorno da Baía de Guanabara - PSAM PSAM PROGRAMA DE SANEAMENTO AMBIENTAL DOS MUNICÍPIOS DO ENTORNO DA BAÍA DE GUANABARA Financiado e apoiado pelo BID

Leia mais

1.3 FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE PLACA DE IDENTIFICAÇÃO DA OBRA (3,0 x 1,5 m) 74209/001 M² 4,50 236,74 295, ,69

1.3 FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE PLACA DE IDENTIFICAÇÃO DA OBRA (3,0 x 1,5 m) 74209/001 M² 4,50 236,74 295, ,69 PLANILHA DE CUSTO - PAVIMENTAÇÃO EM PARALELEPÍPEDOS OBRA: PAVIMENTAÇÃO DE VIAS URBANAS DATA: ABRIL/2014 LOCAL: DIVERSAS VIAS DO DISTRITO DE NHANDUTIBA E COMUNIDADE DE CACHOEIRINHA - MANGA - MG SINAPI:

Leia mais

SISTEMA DE MEDIÇÃO OBRAS CIVIS DA LINHA 4 GCC/CEC

SISTEMA DE MEDIÇÃO OBRAS CIVIS DA LINHA 4 GCC/CEC SISTEMA DE MEDIÇÃO DAS OBRAS CIVIS DA LINHA 4 O que é o Sistema de Medição da Linha 4? São as regras estabelecidas pelo Metrô para a medição e o pagamento das obras civis, de acordo com o modelo de contratação

Leia mais

ISF 221: PROJETO DE PASSAGEM EM NÍVEL. O projeto de passagem em nível será desenvolvido em duas fases:

ISF 221: PROJETO DE PASSAGEM EM NÍVEL. O projeto de passagem em nível será desenvolvido em duas fases: ISF 221: PROJETO DE PASSAGEM EM NÍVEL 1. OBJETIVO Definir os requisitos de projeto na área de abrangência da travessia, no mesmo plano horizontal, da via férrea com a via rodoviária, bem como promover

Leia mais

Montagem de Mezaninos Metálicos em Estações da Fase II da Linha 4 Amarela do Metrô/SP, em Convivência com a Operação Comercial AEAMESP

Montagem de Mezaninos Metálicos em Estações da Fase II da Linha 4 Amarela do Metrô/SP, em Convivência com a Operação Comercial AEAMESP Montagem de Mezaninos Metálicos em Estações da Fase II da Linha 4 Amarela do Metrô/SP, em Convivência com a Operação Comercial Jean José de Lima Vanessa Alessandra Salvador 21ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA

Leia mais

CCR MSVIA Novembro de IV Seminário A aplicação do SIG na Gestão Pública Municipal

CCR MSVIA Novembro de IV Seminário A aplicação do SIG na Gestão Pública Municipal CCR MSVIA Novembro de 2015 IV Seminário A aplicação do SIG na Gestão Pública Municipal O Negócio da CCR Viabilizar Soluções de Investimentos e Serviços em Infraestrutura, contribuindo para o Desenvolvimento

Leia mais

Fundação 4~ Instituto de Pesquisa Q e Planejamento. J II I rj para o Desenvolvimento Sustentável de Joinville =`"""' -"'":42

Fundação 4~ Instituto de Pesquisa Q e Planejamento. J II I rj para o Desenvolvimento Sustentável de Joinville =`' -':42 Fundação 4~ Instituto de Pesquisa Q e Planejamento J II I rj para o Desenvolvimento Sustentável de =`"""' -"'":42 Parecer Técnico Conclusivo n 359/2016., 04 de outubro de 2016. Requerente: Insbruck Participações

Leia mais

COMPANHIA MUNICIPAL DE ENERGIA E ILUMINAÇÃO RIOLUZ. Eng Roberto da Maia DTP/GPE-RIOLUZ

COMPANHIA MUNICIPAL DE ENERGIA E ILUMINAÇÃO RIOLUZ. Eng Roberto da Maia DTP/GPE-RIOLUZ COMPANHIA MUNICIPAL DE ENERGIA E ILUMINAÇÃO RIOLUZ Eng Roberto da Maia DTP/GPE-RIOLUZ Objetivo A empresa que se habilitar ao projeto de iluminação pública deverá ser especializada na área de Engenharia

Leia mais

FOLHA DE CAPA CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS

FOLHA DE CAPA CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS FOLHA DE CAPA TÍTULO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DIRETRIZES DE PROJETO DE PROTEÇÃO CATÓDICA NA RDGN NÚMERO ORIGINAL NÚMERO COMPAGAS FOLHA CONTROLE DE REVISÃO DAS FOLHAS ET-65-200-CPG-049 1 / 8 ESTA FOLHA DE

Leia mais

Data limite para entrega da proposta: dia 02/06/2014 às 09:00min 6. REQUISITOS PARA PARTICIPAR DO CERTAME LICITATORIO

Data limite para entrega da proposta: dia 02/06/2014 às 09:00min 6. REQUISITOS PARA PARTICIPAR DO CERTAME LICITATORIO AQUISIÇÃO DE PEÇAS NOVAS ORIGINAIS E SERVIÇOS, PARA MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DE ÔNIBUS ESCOLAR. EDITAL DE DISPENSA Nº68/2014 PROCESSO N.º 3247/2014 Artigo 24, Inciso II da Lei 8.666/93 Data limite

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DAS OBRAS PÚBLICAS

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DAS OBRAS PÚBLICAS RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DAS OBRAS PÚBLICAS Relatório número: RAO 023/OSC/2016 Órgão / entidade: Município de Criciúma - SC Data da 3ª visita: 15/09/2016 Processo licitatório: CP 253/PMC/2015 Objeto:

Leia mais

Sumário DOCUMENTO 2 DO ANEXO 1 - PARTE I - ANEXO Arquitetura - Urbanismo

Sumário DOCUMENTO 2 DO ANEXO 1 - PARTE I - ANEXO Arquitetura - Urbanismo http://www.bancodobrasil.com.br 1 DOCUMENTO 2 DO ANEXO 1 - PARTE I - ANEXO 15.1.6 Arquitetura - Urbanismo Sumário 1. OBJETIVO... 2 2. CONDIÇÕES GERAIS... 2 3. CONDIÇÕES ESPECÍFICAS... 2 3.1 Lado Terra...

Leia mais

POLÍTICA DE MANUTENÇÃO E AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS

POLÍTICA DE MANUTENÇÃO E AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS POLÍTICA DE MANUTENÇÃO E AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS Laboratórios da Área da Informática Política de Manutenção e Aquisição de Equipamentos Laboratórios da Área de Informática Universidade Anhembi Morumbi

Leia mais

PROC IBR EDIF 049/2015 Análise de projeto de Instalações Prediais de Água Pluvial e Drenagem

PROC IBR EDIF 049/2015 Análise de projeto de Instalações Prediais de Água Pluvial e Drenagem INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS IBRAOP INSTITUTO RUI BARBOSA IRB / COMITÊ OBRAS PÚBLICAS PROC IBR EDIF 049/2015 Análise de projeto de Instalações Prediais de Água Pluvial e Drenagem

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana. O Brasil vai continuar crescendo

MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana. O Brasil vai continuar crescendo MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana O Brasil vai continuar crescendo O Brasil vai continuar crescendo PAVIMENTAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE VIAS URBANAS MINISTÉRIO

Leia mais

PLANO DIRETOR DE DRENAGEM URBANA DE CAMPO GRANDE

PLANO DIRETOR DE DRENAGEM URBANA DE CAMPO GRANDE PLANO DIRETOR DE DRENAGEM URBANA DE CAMPO GRANDE DIVULGAÇÃO DO PLANO DIRETOR DE DRENAGEM Relatório R12 Dezembro de 2009 CONSÓRCIO RES Planejamento em Drenagem Urbana Consultoria Ambiental PREFEITURA MUNICIPAL

Leia mais

GT DESEMPENHO/BA Eng. Priscila Freitas

GT DESEMPENHO/BA Eng. Priscila Freitas GT DESEMPENHO/BA Eng. Priscila Freitas ENG. PRISCILA FREITAS Engenheira Civil, UEFS (2006) Especialista em Engenharia da Qualidade, UFBA (2007) Mestranda em Gestão e Tecnologia Industrial GETEC, SENAI

Leia mais

RESOLUÇÃO. Currículo revogado conforme Res. CONSEPE 71/2002, de 18 de dezembro de 2002.

RESOLUÇÃO. Currículo revogado conforme Res. CONSEPE 71/2002, de 18 de dezembro de 2002. RESOLUÇÃO CONSEPE 44/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL, DO CÂMPUS ITATIBA. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso da atribuição que

Leia mais

CONCORRÊNCIA SUPRIMENTOS Nº 43/2016

CONCORRÊNCIA SUPRIMENTOS Nº 43/2016 CIRCULAR Nº 02/2016 CONCORRÊNCIA SUPRIMENTOS Nº 43/2016 OBJETO: Contratação de empresa especializada para a execução, sob o regime de empreitada por preço global, dos serviços de engenharia necessários

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE REFORMA DA USF CORNÉLIA DA CONCEIÇÃO BOM SUCESSO

MEMORIAL DESCRITIVO DE REFORMA DA USF CORNÉLIA DA CONCEIÇÃO BOM SUCESSO ANEXO X MEMORIAL DESCRITIVO REFORMA DO USF CORNÉLIA DA CONCEIÇÃO - BOMSUCESSO 1. Histórico A unidade de Saúde Familiar Cornélia da Conceição do Bairro Bom Sucesso atende cerca de 70 usuários por dia, abrangendo

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01/2015 DA TOMADA DE PREÇOS Nº 01/2015 TÉCNICA E PREÇO

EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01/2015 DA TOMADA DE PREÇOS Nº 01/2015 TÉCNICA E PREÇO Rua Deodoro da Fonseca, 73 Centro Natal/RN CEP: 59.00-00. Fone: () 33-3959 Fax: () 33-395 EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 0/05 DA TOMADA DE PREÇOS Nº 0/05 TÉCNICA E PREÇO A PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO

Leia mais

COMUNICADO TÉCNICO Nº 46

COMUNICADO TÉCNICO Nº 46 Página 1 de 11 COMUNICADO TÉCNICO Nº 46 LIGAÇÕES ESPECIAIS NA VIA PÚBLICA COM MEDIÇÃO Diretoria de Planejamento e Planejamento Gerência de Engenharia Página 2 de 11 ÍNDICE OBJETIVO...3 1. APLICAÇÃO...4

Leia mais

SITUAÇÃO FÍSICA DA ÁREA DA CAFETERIA DA SALA DE EMBARQUE

SITUAÇÃO FÍSICA DA ÁREA DA CAFETERIA DA SALA DE EMBARQUE SITUAÇÃO FÍSICA DA ÁREA DA CAFETERIA DA SALA DE EMBARQUE A área possui 13,20 m² (treze vírgula vinte metros quadrados) e está localizada na área de nº 21 do Mix Comercial, no piso térreo do Terminal de

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PROPRIETÁRIO AUTARQUIA MUNICIPAL DE TURISMO - GRAMADOTUR 1º LOTE...EXECUÇÃO E INSTALAÇÃO DE BLOCOS INTERTRAVADOS

MEMORIAL DESCRITIVO PROPRIETÁRIO AUTARQUIA MUNICIPAL DE TURISMO - GRAMADOTUR 1º LOTE...EXECUÇÃO E INSTALAÇÃO DE BLOCOS INTERTRAVADOS MEMORIAL DESCRITIVO PROPRIETÁRIO AUTARQUIA MUNICIPAL DE TURISMO - GRAMADOTUR 1º LOTE...EXECUÇÃO E INSTALAÇÃO DE BLOCOS INTERTRAVADOS 2º LOTE...EXECUÇÃO E INSTALAÇÃO DE SERVIÇOS DE SERRALHERIA LOCALIZAÇÃO

Leia mais

Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE CGEST. Coordenação Geral de Infraestrutura Educacional CODIN

Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE CGEST. Coordenação Geral de Infraestrutura Educacional CODIN Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE CGEST Coordenação Geral de Infraestrutura Educacional CODIN Coordenação de Desenvolvimento de Infraestrutura Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação

Leia mais

Press Release. 01 de julho de Entrega da versão final do EIA-RIMA à Prefeitura Municipal de Porto Alegre

Press Release. 01 de julho de Entrega da versão final do EIA-RIMA à Prefeitura Municipal de Porto Alegre Press Release 01 de julho de 2015 Entrega da versão final do EIA-RIMA à Prefeitura Municipal de Porto Alegre Hoje está sendo entregue à Prefeitura Municipal de Porto Alegre o Estudo de Impacto Ambiental

Leia mais

BIM BUILDING INFORMATION MODELING. Eng. Paulo Sanchez

BIM BUILDING INFORMATION MODELING. Eng. Paulo Sanchez BIM BUILDING INFORMATION MODELING Eng. Paulo Sanchez CBIC - Responsável Desenvolvimento BIM V.P. Tecnologia e Qualidade SINDUSCON SP Diretor de Engenharia Sinco Engenharia 30 Anos no mercado da construção

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Os serviços de topografia ficarão a encargo da empresa licitante.

MEMORIAL DESCRITIVO. Os serviços de topografia ficarão a encargo da empresa licitante. MEMORIAL DESCRITIVO DADO GERAIS: OBRA: Pavimentação com Blocos de Concreto e Microdrenagem Urbana LOCAL: Rua do Comércio PROPRIETÁRIO: Município de Toropi DATA: Novembro/2008 OBJETO Pavimentação com blocos

Leia mais

COMPLEXO HOSPITALAR IMASF MODELAGEM 1

COMPLEXO HOSPITALAR IMASF MODELAGEM 1 COMPLEXO HOSPITALAR IMASF MODELAGEM 1 Legislação Aplicável Esta Audiência Pública está sendo realizada nos termos do ART. 39 da Lei 8.666/1993. Lei nº 11.079, de 30 de Dezembro de 2004 Lei de Parcerias

Leia mais

ENTRAVES AO INVESTIMENTO EM SANEAMENTO SUMÁRIO EXECUTIVO

ENTRAVES AO INVESTIMENTO EM SANEAMENTO SUMÁRIO EXECUTIVO ENTRAVES AO INVESTIMENTO EM SANEAMENTO SUMÁRIO EXECUTIVO ABES Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental Setembro de 2013 2 Introdução: A situação do saneamento básico no Brasil A situação

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO AO HEMOSC/CEPON Coleta de Preç164/2015

FUNDAÇÃO DE APOIO AO HEMOSC/CEPON Coleta de Preç164/2015 TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO Contratação de empresa especializada em consultoria de engenharia para elaboração de laudo técnico de análise de patologias que geraram o desprendimento das pastilhas externas

Leia mais

PROJETO EXECUTIVO DE ENGENHARIA PARA IMPLANTAÇÃO DO CONTORNO DE ITAPERUNA

PROJETO EXECUTIVO DE ENGENHARIA PARA IMPLANTAÇÃO DO CONTORNO DE ITAPERUNA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTE DNIT SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO DNIT NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PROJETO EXECUTIVO DE

Leia mais

ENGENHARIA CIVIL. COORDENADOR Éder Teixeira Marques

ENGENHARIA CIVIL. COORDENADOR Éder Teixeira Marques ENGENHARIA CIVIL COORDENADOR Éder Teixeira Marques eder@ufv.br 68 Currículos dos Cursos UFV Engenheiro Civil ATUAÇÃO O curso de graduação em Engenharia Civil tem como perfil do formando egresso/profissional

Leia mais

I ENCONTRO NACIONAL DO PROINFÂNCIA DOCUMENTAÇÃO DE ENGENHARIA PROJETO DE IMPLANTAÇÃO

I ENCONTRO NACIONAL DO PROINFÂNCIA DOCUMENTAÇÃO DE ENGENHARIA PROJETO DE IMPLANTAÇÃO I ENCONTRO NACIONAL DO PROINFÂNCIA DOCUMENTAÇÃO DE ENGENHARIA PROJETO DE IMPLANTAÇÃO Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação MEC SEB SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PROINFÂNCIA DADOS DO PROGAMA : Criado

Leia mais

GERÊNCIA DE NORMAS E PADRÕES ORIENTAÇÃO TÉCNICA OT-003/2015 (NT , NT , NT

GERÊNCIA DE NORMAS E PADRÕES ORIENTAÇÃO TÉCNICA OT-003/2015 (NT , NT , NT 1 OBJETIVO A presente Orientação Técnica altera e complementa as normas de fornecimento contemplando as mudanças ocorridas em conformidade com as alterações da REN 414/2010 da ANEEL, implementadas através

Leia mais

Edital de Contribuição de Melhorias Nº 07/2016

Edital de Contribuição de Melhorias Nº 07/2016 Edital de Contribuição de Melhorias Nº 07/2016 O MUNICÍPIO DE GUARAPUAVA, estado do Paraná, em cumprimento da Lei 1108/01 de 28 de dezembro de 2001, Código Tributário Municipal, e demais disposições legais

Leia mais

ETAPAS. 1. Contextualização; 2. Abrangência; 3. Pregão Nº 811/2012 DNIT; 4. TED Nº 290/2014 DNIT/COTER; 5. Situação Atual; 6.

ETAPAS. 1. Contextualização; 2. Abrangência; 3. Pregão Nº 811/2012 DNIT; 4. TED Nº 290/2014 DNIT/COTER; 5. Situação Atual; 6. Brasília, 2014 ETAPAS 1. Contextualização; 2. Abrangência; 3. Pregão Nº 811/2012 DNIT; 4. TED Nº 290/2014 DNIT/COTER; 5. Situação Atual; 6. Encerramento CONTEXTUALIZAÇÃO Histórico 1975 Programa de Contagem

Leia mais

ESPAÇO URBANO: vias de circulação (hierarquias)

ESPAÇO URBANO: vias de circulação (hierarquias) UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA FACULDADE DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMO DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DE URBANISMO - ENGENHARIA CIVIL ESPAÇO URBANO: vias de circulação (hierarquias)

Leia mais

Procedimento para a Implantação de Sinalização de Regulamentação de Velocidades nas Rodovias Estaduais

Procedimento para a Implantação de Sinalização de Regulamentação de Velocidades nas Rodovias Estaduais Procedimento para a Implantação de Sinalização de Regulamentação de Velocidades nas Rodovias Estaduais 1. Objetivo: O presente Procedimento, visa estabelecer critérios e diretrizes para a implantação de

Leia mais

Resíduos da Construção Civil, Volumosos e Inertes

Resíduos da Construção Civil, Volumosos e Inertes PROPOSTAS INICIAIS PARA DIRETRIZES DE LICENCIAMENTO DE ÁREAS DE MANEJO Resíduos da Construção Civil, Volumosos e Inertes INEXISTÊNCIA DE POLÍTICAS PÚBLICAS PRIORIDADE COLETA CORRETIVA Geradores Empresas

Leia mais

PREENCHIMENTO DA PLANILHA DO PROJETO EXPRESSO V 2.0

PREENCHIMENTO DA PLANILHA DO PROJETO EXPRESSO V 2.0 1. OBJETIVO Este informativo técnico tem como objetivo orientar o envio dos documentos e o preenchimento correto da planilha do Projeto Expresso v 2.0. 2. APLICAÇÃO O projeto expresso visa atender as ligações

Leia mais

Plano Municipal de Habitação Social da Cidade de São Paulo. agosto 2010

Plano Municipal de Habitação Social da Cidade de São Paulo. agosto 2010 Plano Municipal de Habitação Social da Cidade de São Paulo agosto 2010 Plano Municipal da Habitação apresentação marcos institucionais capítulo 1 princípios e diretrizes capítulo 2 a construção do PMH

Leia mais

ESCLARECIMENTO N 002/ EMAP PREGÃO PRESENCIAL Nº 020/2013-EMAP

ESCLARECIMENTO N 002/ EMAP PREGÃO PRESENCIAL Nº 020/2013-EMAP ESCLARECIMENTO N 002/2014 - EMAP PREGÃO PRESENCIAL Nº 020/2013-EMAP O Pregoeiro da Empresa Maranhense de Administração Portuária - EMAP, designado pela Portaria nº 149/2013-PRE, de 29 de agosto de 2013,

Leia mais

REFORMA SALA DO NÚCLEO DE SEGURANÇA ANEXO 01

REFORMA SALA DO NÚCLEO DE SEGURANÇA ANEXO 01 REFORMA SALA DO NÚCLEO DE SEGURANÇA LUMINOTÉCNICO ANEXO 01 Responsabilidade e compromisso com o meio Ambiente SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO E OBJETIVO... 4 2. NORMALIZAÇÃO... 4 3. COMENTÁRIOS LUMINOTÉCNICOS:...

Leia mais

Projetos na construção civil. Projetos na construção civil. Projeto Arquitetônico. Projeto Arquitetônico Planta Baixa. Projeto Arquitetônico

Projetos na construção civil. Projetos na construção civil. Projeto Arquitetônico. Projeto Arquitetônico Planta Baixa. Projeto Arquitetônico Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Engenharia Civil Tecnologia da Construção Civil I Elementos constitutivos de um projeto interpretação, exame e análise Projeto

Leia mais

SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS DO PIAUÍ SEMAR/PI

SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS DO PIAUÍ SEMAR/PI PIAUÍ: PILARES DE CRESCIMENTO E INCLUSÃO SOCIAL SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS DO PIAUÍ SEMAR/PI TERMO DE REFERÊNCIA Nº.../2016 TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR INDIVIDUAL

Leia mais

EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS

EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS incorporadora EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS construtora Manual do Proprietário Prezado Cliente, O Manual do Proprietário é elaborado com a finalidade de transmitir orientações

Leia mais

D O P A R A N Á C O N S T R U Ç Ã O D O F Ó R U M E L E I T O R A L D E

D O P A R A N Á C O N S T R U Ç Ã O D O F Ó R U M E L E I T O R A L D E N o v e m b r o / 2 0 1 4 M E M O R I A L D E S C R I T I V O P R O J E T O A R Q U I T E T Ô N I C O E C O M P L E M E N T A R E S C O N S T R U Ç Ã O D O F Ó R U M E L E I T O R A L D E P O N T A G R

Leia mais

SEGUNDA GERAÇÃO DE INSPEÇÃO PREDIAL ATENDE NORMAS DE DESEMPENHO E MANUTENÇÃO DA ABNT

SEGUNDA GERAÇÃO DE INSPEÇÃO PREDIAL ATENDE NORMAS DE DESEMPENHO E MANUTENÇÃO DA ABNT SEGUNDA GERAÇÃO DE INSPEÇÃO PREDIAL ATENDE NORMAS DE DESEMPENHO E MANUTENÇÃO DA ABNT A modernização tecnológica da construção civil e conseqüente possibilidade de aprimoramentos da qualidade das habitações

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARTUR NOGUEIRA

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARTUR NOGUEIRA DECRETO N.º 199/2012 Aprova o projeto do Loteamento RESIDENCIAL DA TORRE e dá outras providências. MARCELO CAPELINI, Prefeito do Município de Artur Nogueira, comarca de Moji-Mirim, estado de São Paulo,

Leia mais

AVISO DE RETIFICAÇÃO I. EDITAL CONCORRÊNCIA PÚBLICA nº. 020/2010

AVISO DE RETIFICAÇÃO I. EDITAL CONCORRÊNCIA PÚBLICA nº. 020/2010 AVISO DE RETIFICAÇÃO I EDITAL CONCORRÊNCIA PÚBLICA nº. 2/21 O SESI/SENAI-PR, através de sua Comissão de Licitação, torna publica a RETIFICAÇÃO referente ao edital de licitação Concorrência Pública n.º

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA OT - IBR 002/2009

ORIENTAÇÃO TÉCNICA OT - IBR 002/2009 Instituto Brasileiro de Auditoria de Obras Públicas www.ibraop.org.br ORIENTAÇÃO TÉCNICA OT - IBR 002/2009 OBRA E SERVIÇO DE ENGENHARIA Primeira edição revisada: válida a partir de 01/07/2010 Palavras

Leia mais

CÓDIGO TÍTULO VERSÃO REDES DE DISTRIBUIÇÃO CONDIÇÕES ESPECÍFICAS PARA CONDOMÍNIOS E LOTEAMENTOS FECHADOS

CÓDIGO TÍTULO VERSÃO REDES DE DISTRIBUIÇÃO CONDIÇÕES ESPECÍFICAS PARA CONDOMÍNIOS E LOTEAMENTOS FECHADOS SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO PADRÃO TÉCNICO CÓDIGO TÍTULO VERSÃO PT.DT.PDN.03.05.021 PARA CONDOMÍNIOS E LOTEAMENTOS FECHADOS 01 APROVADO POR PAULO JORGE TAVARES DE LIMA ENGENHARIA - SP SUMÁRIO 1. OBJETIVO...

Leia mais

IX Seminário de Tecnologia em Saneamento Ambiental da Regional São Paulo

IX Seminário de Tecnologia em Saneamento Ambiental da Regional São Paulo (ISO Em Processo de Implantação) IX Seminário de Tecnologia em Saneamento Ambiental da Regional São Paulo Vantagens de um sistema de gestão da qualidade nos serviços de saneamento básico Manoel Carlos

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE PROJETO AUTOR(ES) : João

ESPECIFICAÇÃO DE PROJETO AUTOR(ES) : João AUTOR(ES) : João AUTOR(ES) : João NÚMERO DO DOCUMENTO : VERSÃO : 1.1 ORIGEM STATUS : c:\projetos : Acesso Livre DATA DO DOCUMENTO : 22 novembro 2007 NÚMERO DE PÁGINAS : 13 ALTERADO POR : Manoel INICIAIS:

Leia mais