PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 10ª Classe

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 10ª Classe"

Transcrição

1 PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 10ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Formação Geral

2 Ficha Técnica Título Programa de Educação Física - 10ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Editora Editora Moderna, S.A. Pré-impressão, Impressão e Acabamento GestGráfica, S.A. Ano / Edição / Tiragem / N.º de Exemplares 2013 / 2.ª Edição / 1.ª Tiragem / Ex EDITORA MODERNA Reservados todos os direitos. É proibida a reprodução desta obra por qualquer meio (fotocópia, offset, fotografia, etc.) sem o consentimento escrito da editora, abrangendo esta proibição o texto, as ilustrações e o arranjo gráfico. A violação destas regras será passível de procedimento judicial, de acordo com o estipulado no código dos direitos de autor.

3 ÍNDICE Introdução Distribuição dos Temas por Trimestre Objectivos Gerais da Educação Física na Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Objectivos da Educação Física na 10ª Classe Desenvolvimento dos Conteúdos Sugestões Metodológicas Avaliação Distribuição das Semanas por Tema Bibliografia

4 10ª CLASSE INTRODUÇÃO A Educação Física é uma das componentes fundamentais do processo educativo global e parte integrante do currículo escolar. A Educação Física, como parte individual da Educação Geral, proporciona ao Homem um desenvolvimento multifacético. A prática de Educação Física no Instituto Normal de Educação deve contribuir para o aperfeiçoamento das qualidades desportivas, psíquicas e éticas do indivíduo, aliado, tanto quanto possível, à socialização, à conservação da saúde, ao fortalecimento da vontade, à implementação de hábitos sadios para o estudo, ao trabalho e a outros deveres sociais. De acordo com a política educacional da República de Angola, o Instituto Normal de Educação está vocacionado para a formação de professores do 1º ciclo do Ensino Secundário. Portanto, o aluno, ao terminar o 1º ciclo do Ensino Secundário, deve adquirir toda uma cultura motora e um conjunto de conhecimentos referentes a comportamentos dignos e à generalidade das modalidades desportivas que lhe permitam, no Instituto Normal de Educação, passar para outro estádio de aprendizagem. A formação de professores garante entre outros conhecimentos o domínio dos fundamentos e de bases teóricas da disciplina de Educação Física para o efectivo exercício da função docente nas instituições escolares do 1º ciclo do Ensino Secundário. Como forma de trabalho, apresenta-se a seguinte estrutura formativa da 10ª à 12ª classe do Instituto Normal de Educação: 1. ACTIVIDADES OBRIGATÓRIAS a) Modalidades individuais: Atletismo; Ginástica. 4

5 PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA b) Modalidades colectivas: Andebol; Voleibol; Basquetebol. c) Bases teóricas de Educação Física. 2. ACTIVIDADES ALTERNATIVAS Ténis de campo; Ténis de mesa. 5

6 10ª CLASSE Distribuição dos Temas por Trimestre 1º TRIMESTRE Tema 1 - Atletismo 2º TRIMESTRE Tema 2 - Ginástica Tema 3 - Andebol 3º TRIMESTRE Tema 4 - Futebol de Sete 6

7 PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA OBJECTIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO FÍSICA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO 1º CICLO DO ENSINO SECUNDÁRIO Melhorar as capacidades físicas (resistência, velocidade, força, flexibilidade, coordenação); Aperfeiçoar a aptidão física; Desenvolver as faculdades mentais; Desenvolver as habilidades motoras (andar, correr, saltar, lançar); Fortalecer os sistemas cardiovascular e respiratório; Desenvolver a criatividade, o valor, a audácia, a consciência, o espírito desportivo, iniciativa e o espírito de grupo; Conhecer as acções técnico-tácticas, seus fundamentos de execução e de utilização no contexto do jogo; Desenvolver atitudes que revelem princípios de ética, renúncia à violência, espírito de grupo, respeito pelas regras e solidariedade; Conhecer os efeitos da actividade física sobre os sistemas respiratório e circulatório; Desenvolver os hábitos de higiene, de prática de actividade física e de conservação da saúde; Conhecer, valorizar e respeitar a pluralidade de manifestações desportivas para a integração entre pessoas e entre diferentes grupos sociais; Desenvolver o hábito de postura correcta. Conhecer os fundamentos teóricos da Educação Física escolar. 7

8 10ª CLASSE OBJECTIVOS DA EDUCAÇÃO FÍSICA NA 10ª CLASSE ATLETISMO Realizar exercícios dinâmicos em tempo o mais longo possível sem diminuir a qualidade da actividade; Realizar corridas, saltos e lançamentos respeitando os critérios técnicos estabelecidos para o Atletismo; Receber e entregar o testemunho com segurança na zona de transmissão; Reconhecer os efeitos da actividade física sobre os sistemas respiratório e circulatório. GINÁSTICA Executar exercícios de Ginástica, no solo e nos aparelhos, de acordo com as exigências técnicas estabelecidas; Dominar as habilidades motoras: Ginástica no solo (rolamentos, apoios invertidos, roda e rodada). Ginástica de aparelho (plinto saltos de eixo e entre mãos; trampolim pirueta; barra fixa subida, balanço e saída; trave olímpica subida, marcha, avião e saída). Realizar exercícios sobre forma lúdica; Reconhecer os efeitos dos exercícios físicos sobre a saúde. DESPORTO COLECTIVO Dominar as acções técnico-tácticas, seus fundamentos de execução e de utilização no contexto do jogo; 8

9 PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA Identificar os erros mais comuns na aprendizagem das acções técnicotácticas de cada modalidade; Evidenciar uma atitude de análise que permita compreender o jogo pela identificação da interdependência das fases do ataque e da defesa e da interrelação das acções do jogo e da natureza do regulamento; Dominar as principais as regras de jogo e aplicá-las na arbitragem; Como guarda-redes: Enquadrar-se constantemente com a bola e procurar impedir o golo; Colaborar com os colegas na defesa. Interpretar os sistemas tácticos defensivos e ofensivos em diferentes situações de jogo; Demonstrar atitudes que revelem o espírito de equipa, de camaradagem e de responsabilidade. 9

10 10ª CLASSE DESENVOLVIMENTO DOS CONTEÚDOS Tema 1 - Atletismo Subtema 1.1. Corridas 1º TRIMESTRE 1. Corrida de resistência: Correr sob várias formas; Corrida progressiva até 2000 m. 2. Corrida de velocidade: Diferentes tipos de partidas; Corrida de velocidade até 80 m. 3. Corrida de estafeta: Corrida de estafeta 5 x 50 m, 4 x 50 m; Corrida de estafeta 4 x 100 m. Subtema 1.2. Salto em Comprimento Conteúdos: 1. Salto em comprimento: Corrida de balanço; Impulsão / chamada; Suspensão / voo; Queda. Meios: Fotografias. Caixa de saltos. 10

11 PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA Tema 2 - Ginástica 2º TRIMESTRE Subtema 2.1. Ginástica no Solo Conteúdos: 1. Rolamento à frente e à retaguarda. Engrupamento; Com pernas estendidas e afastadas; Com pernas estendidas e unidas. 2. Apoios invertidos. Pinos de cabeça; Pino de braços. 3. Avião no solo. 4. Roda. 5. Rodada. Meios: Colchões. Trampolim. Espaldares. Colchões. Colchões. Subtema 2.2. Ginástica de Aparelhos Conteúdos: 1. Salto. Salto de eixo. Salto entre mãos. 2. Pirueta vertical. Carpa de pernas afastadas. 3. Subida de frente (para apoio facial). Balanços laterais; Saída em báscula à frente. 4. Marcha em frente nas pontas dos pés. Avião; Saída em extensão. Meios: Trampolim. Plinto longitudinal. Trampolim Plinto transversal. Mini-trampolim. Barra fixa. Trave olímpica. 11

12 10ª CLASSE Tema 3 - Andebol Subtema 3.1. Preparação Técnica 1. Passe. Cima do ombro; Trás da cabeça; Trás (de costas); À altura do joelho. 2. Drible. Parado e em progressão. 3. Remate. Em movimento com apoio; De anca; De ponta (inclinação). 4. Finta. Com e sem bola. 5. Bloco. Individual; Colectivo. 6. Contra-ataque. Simples; Apoio; 7. Técnica ofensiva individual (finalização pivot). Simples; Apoiado. 12

13 PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA Subtema 3.2. Preparação Táctica 1. Táctica defensiva. Sistema táctico defensivo. 6:0 e 5:1. 4:2 e 3:2:1. Atitude defensiva em grupo. Cobertura e ajuda. Troca de ataque. 2. Táctica ofensiva. Sistema táctico ofensivo. 4:2 e 5:1. Circulação jogador/bola, bola/jogador. Tema 4 - Futebol de Sete Subtema 4.1. Preparação Técnica 3º TRIMESTRE 1. Técnica individual (fundamentos). Movimentação básica; Contacto com a bola: Face interna do pé; Bordo externo do pé; Peito do pé; Joelho; Calcanhar; Cabeça; 13

14 10ª CLASSE Peito. 2. Recepção. Princípios gerais. Recepção com os pés. Com a face interna do pé; Com o peito do pé. Recepção com o peito. 3. Passe. A média altura; Ao ressalto; A uma bola alta. Com o peito do pé; Com a face interna do pé; Com o bordo externo do pé. 4. Remate. Com a bola no solo; A média altura ou em preparação; À meia volta para trás; De cabeça. 5. Drible. Curto; Comprido; Com mudança de direcção; Com finta. 14

15 PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA Subtema 4.2. Técnica de Guarda-Redes Acção de guarda-redes; Posicionamentos certos; Antecipação; Cobertura do ângulo. Subtema 4.3. Preparação Táctica 1. Acção ofensiva ataque. Protecção de bola. Ganhar terreno. Desmarcação. Apoio ao jogador. Tabelinha. Contra-ataque. Balanço defensivo. 2. Acção defensiva defesa. Marcação contínua ao adversário com bola. Dobra. Flutuação. Antecipação. 15

16 10ª CLASSE SUGESTÕES METODOLÓGICAS As sugestões metodológicas que se apresentam visam continuar a apoiar o processo de ensino e aprendizagem. O professor, ao desenvolver a sua actividade, deve criar um ambiente de trabalho agradável e estimulante. O professor deve demonstrar o fair play com o objectivo de criar nos alunos o interesse e o gosto pela prática de Educação Física. O professor deve, ainda, despertar nos alunos uma consciência da actividade através de explicações teóricas referentes aos efeitos da prática de Educação Física na saúde, no sucesso escolar, na vida social, no rendimento desportivo no geral, etc. Com o cumprimento dos objectivos propostos neste programa, pretende-se contribuir para o desenvolvimento harmonioso e multilateral do aluno. Contudo, é necessário que o professor utilize uma metodologia de trabalho centrada no aluno, através de actividades que proporcionem e estimulem a prática de Educação Física. Com o objectivo de motivar o aluno, o professor apresentará a meta a atingir e as actividades por eles a desenvolver. O professor, como membro do grupo, incentivará o espírito de iniciativa dos alunos, que contribuirá para o sucesso das actividades propostas. Relativamente ao Atletismo e à Ginástica, a actividade a desenvolver deverá ser a continuação do trabalho iniciado no Ensino Primário e no 1º ciclo do Ensino Secundário, com maior incidência na flexibilidade geral, muscular, destreza e coordenação geral, visando a consolidação de toda uma cultura motora que permita um melhor cumprimento das exigências técnicas/desportivas. O Atletismo e a Ginástica surgem como um contributo à formação geral do aluno, ao desenvolvimento das qualidades e à aprendizagem motora. Surgem, também, como modalidades de apoio ao Andebol, Basquetebol, Voleibol e Futebol. 16

17 PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA Os alunos devem aumentar e consolidar os conhecimentos teóricos, técnicos e tácticos nas respectivas modalidades desportivas através de informações técnicas precisas, número considerável de repetições de jogos e troca de experiências entre colegas, turmas e instituições. A abordagem dos temas propostos (do Tema 1 ao 4) deve centrar-se no domínio teórico das modalidades, no benefício que a prática da actividade física proporciona ao ser humano e na sua influência na educação de valores dos jovens. Os alunos devem aumentar e consolidar os conhecimentos teóricos, técnicos e tácticos nas respectivas modalidades desportivas através de informações técnicas precisas, número considerável de repetições de jogos e troca de experiências entre colegas, turmas e instituições. A abordagem dos temas propostos (do Tema 1 ao 4) deve centrar-se no domínio teórico das modalidades, no benefício que a prática da actividade física proporciona ao ser humano e na sua influência na educação de valores dos jovens. 17

18 10ª CLASSE AVALIAÇÃO O ensino é um processo cujo objectivo essencial consiste em facilitar mudanças do comportamento, constituindo estes objectivos educacionais. A avaliação consiste em determinar em que medida cada um dos objectivos foi atingido, comparando os objectivos e resultados. Para poder organizar um plano de avaliação é necessário: Saber exactamente o que se vai avaliar; Determinar de uma forma clara os objectivos que se pretendem atingir (descrevendo os objectivos comportamentais e tornando-os observáveis, pois é a única maneira de se poder avaliá-los eficazmente); Determinar os parâmetros de avaliação, áreas onde se irão observar os comportamentos indicadores; Definir os processos de avaliação; Seleccionar os instrumentos de avaliação; Estabelecer critérios de avaliação. 1. Avaliar o quê? O nível de condição física observado nos alunos no início da realização das actividades; As alterações do rendimento físico observadas após um dado número de sessões de actividades físicas; A aptidão e o rendimento relativamente aos conhecimentos e habilidades aprendidas; A participação revelada durante a realização das actividades teóricas e práticas: Avaliação do desempenho técnico; Avaliação comportamental; Conhecimentos básicos sobre a Educação Física. 18

19 PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2. Parâmetros de avaliação Porque o indivíduo é uma unidade intelectual, motora e emotiva, ele expressase nessa tonalidade. No entanto, para facilitar a observação, podemos equacionar três aspectos/parâmetros que estão directamente relacionados com os seus objectivos: Nível cognitivo área do saber (conhecimentos); Nível psicomotor área do saber fazer (habilidades); Nível social área do saber ser (atitudes). No aspecto cognitivo observam-se os comportamentos indicadores referentes aos objectivos desta área (aprendizagem no âmbito da informação técnica). No aspecto psicomotor observam-se os comportamentos indicadores da aprendizagem motora (aquisição e / ou melhoria das habilidades motoras gerais e específicas tendo em consideração o factor da condição física individual). No aspecto social observam-se a forma, a qualidade e o nível de participação no trabalho, a relação aluno trabalho, aluno professor, aluno meio e aluno instituição. 3. Avaliar quando? No início do ano lectivo e no início de uma actividade didáctica (avaliação diagnóstica); Durante o desenvolvimento da actividade (avaliação formativa); No fim de uma actividade didáctica, no fim de um semestre e no fim de um ano lectivo (avaliação sumativa). 4. Avaliação do desempenho técnico É importante seleccionar as técnicas fundamentais da actividade a avaliar; Valorizar a eficácia prática da técnica a avaliar; O aluno deve ser observado nas duas tentativas; A avaliação contínua deve ser privilegiada, permitindo assim uma avaliação completa. 19

20 10ª CLASSE 5. Avaliação comportamental Devem ser ainda avaliados os seguintes comportamentos: Espírito de equipa; Participação; Respeito pelas regras e pelas decisões dos árbitros. 20

21 PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA DISTRIBUIÇÃO DAS SEMANAS POR TEMA (32 Semanas Lectivas) TEMAS OBRIGATÓRIOS 10ª CLASSE 11ª CLASSE 12ª CLASSE SEMANAS Aulas Aval. Aulas Aval. Aulas Aval. Teste inicial de aptidão física Atletismo Ginástica Andebol Voleibol Basquetebol Futebol Temas alternativos: Ténis de campo e de mesa BASES TEÓRIAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA Teste final de aptidão física Total de semanas

22 10ª CLASSE BIBLIOGRAFIA Avaliar e classificar. Luanda: DNEFDE/MED, ÁVILA, C., Proposta Curricular para o Ensino de Educação Física, 2º Grau. S. Paulo: Secretaria de Estado da Educação, Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas, Programa de Educação Física para o PUNIV e Ensino Médio. Luanda: DNEFDE/ MED, Programa e Guia II e III níveis. Luanda: DNEFDE/MED, NEA, RIBEIRO, António C., Desenvolvimento Curricular, 4ª edição. Lisboa: Texto Editora, SOBRAL, F., Introdução à Educação Física. Lisboa: Livros Horizonte, ZABALZA, Miguel, Planificação e Desenvolvimento Curricular na Escola, 3ª edição. Porto: Edições ASA,

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 7ª, 8ª e 9ª classes 1º CICLO DO ENSINO SECUNDÁRIO Ficha Técnica TÍTULO: Programa de Educação Física - 7ª, 8ª e 9ª classes EDITORA: INIDE IMPRESSÃO: GestGráfica, S.A. TIRAGEM:

Leia mais

PROGRAMA DE FUTEBOL 10ª Classe

PROGRAMA DE FUTEBOL 10ª Classe PROGRAMA DE FUTEBOL 10ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Disciplina de Educação Física Ficha Técnica Título Programa de Futebol - 10ª Classe Formação de Professores do 1º

Leia mais

PLANIFICAÇÃO EDUCAÇÃO FÍSICA. Secundário Andebol

PLANIFICAÇÃO EDUCAÇÃO FÍSICA. Secundário Andebol Secundário Andebol Conhecer o objectivo e campo do jogo; Conhecer as seguintes regras do jogo: duração do jogo, constituição das equipas, golo, lançamento de saída, guarda-redes, área de baliza, violação

Leia mais

PROGRAMA DE TEORIA E METODOLOGIA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 12ª e 13ª classes

PROGRAMA DE TEORIA E METODOLOGIA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 12ª e 13ª classes PROGRAMA DE TEORIA E METODOLOGIA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 12ª e 13ª classes Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Disciplina de Educação Física Ficha Técnica Título Programa de Teoria e Metodologia

Leia mais

PROGRAMA DE PSICOLOGIA DESPORTIVA 11ª Classe

PROGRAMA DE PSICOLOGIA DESPORTIVA 11ª Classe PROGRAMA DE PSICOLOGIA DESPORTIVA 11ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Disciplina de Educação Física Ficha Técnica Título Programa de Psicologia Desportiva - 11ª Classe Formação

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL 3º CICLO EDUCAÇÃO FÍSICA 8º ANO Documento(s) Orientador(es): Programas nacionais de Educação Física; legislação em vigor

Leia mais

PROGRAMA DE GINÁSTICA 11ª Classe

PROGRAMA DE GINÁSTICA 11ª Classe PROGRAMA DE GINÁSTICA 11ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Disciplina de Educação Física Ficha Técnica Título Programa de Ginástica - 11ª Classe Formação de Professores do

Leia mais

CONTEÚDOS CONTEÚDOS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2015-2016

CONTEÚDOS CONTEÚDOS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2015-2016 PROGRAMÁTICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA Capacidades Condicionais e Coordenativas Gerais Resistência Geral; Força Resistente; Força Rápida; Força Rápida; Velocidade de Reação Simples e Complexa; Velocidade de

Leia mais

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA ANO LETIVO: 2013/2014

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA ANO LETIVO: 2013/2014 INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA ANO LETIVO: 2013/2014 ENSINO BÁSICO 6º ANO DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA CÓDIGO 28 MODALIDADE PROVA ESCRITA E PROVA PRÁTICA INTRODUÇÃO: O presente documento

Leia mais

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013 PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013 CURSO/CICLO DE FORMAÇÃO: 12º ano - TMI (2010 / 2013) DISCIPLINA: Educação Física N.º TOTAL DE MÓDULOS: 4 N.º N.º DE 11 20 JCD III - Basquetebol (Nível Elementar)

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência EDUCAÇÃO FÍSICA

Informação Prova de Equivalência à Frequência EDUCAÇÃO FÍSICA Informação Prova de Equivalência à Frequência EDUCAÇÃO FÍSICA Prova 311 2015 Prova Escrita e Prática Curso científico humanístico Ensino Secundário /12º Ano Decreto Lei n.º 139/2012 de 5 de julho O presente

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE ODIVELAS MATRIZ DO EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA EDUCAÇÃO FÍSICA 3º Ciclo Ano lectivo 2009/2010

ESCOLA SECUNDÁRIA DE ODIVELAS MATRIZ DO EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA EDUCAÇÃO FÍSICA 3º Ciclo Ano lectivo 2009/2010 Ginástica de Solo Prova Prática ESCOLA SECUNDÁRIA DE ODIVELAS MATRIZ DO EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA EDUCAÇÃO FÍSICA 3º Ciclo Ano lectivo 2009/2010 Tempo de realização: 45m A prova é composta por

Leia mais

Unidade didática de Ginástica

Unidade didática de Ginástica Livro do Professor 5 Unidade didática de Ginástica Objetivos gerais da Ginástica Compor e realizar as destrezas elementares de solo, aparelhos e minitrampolim, em esquemas individuais e/ou de grupo, aplicando

Leia mais

Ano Letivo 2011/2012

Ano Letivo 2011/2012 Ano Letivo 2011/2012 Informação/ Exame de Equivalência à Frequência Disciplina de Educação Física 2ºciclo 1. Objeto de Avaliação A prova tem por referência o Programa de Educação Física. A prova desta

Leia mais

JOGOS DESPORTIVOS COLETIVOS

JOGOS DESPORTIVOS COLETIVOS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITAS ESCOLA BÁSICA 2/3 MARTIM DE FREITAS Ano letivo 2015/2016 EDUCAÇÃO FÍSICA 3º CICLO NÍVEIS INTRODUTÓRIO (I), ELEMENTAR (E) e AVANÇADO (A) JOGOS DESPORTIVOS COLETIVOS

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DA ÁREA CURRICULAR DE EDUCAÇÃO FÍSICA. 2º Ciclo e 6º Ano PCD Ano letivo: 2015/2016

PLANIFICAÇÃO DA ÁREA CURRICULAR DE EDUCAÇÃO FÍSICA. 2º Ciclo e 6º Ano PCD Ano letivo: 2015/2016 PLANIFICAÇÃO DA ÁREA CURRICULAR DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2º Ciclo e 6º Ano PCD Ano letivo: 2015/2016 COMPETÊNCIAS - CHAVE Competência em Línguas Competência Matemática Competência Científica e Tecnológica Competência

Leia mais

Conteúdos/ Matérias Nucleares

Conteúdos/ Matérias Nucleares Conteúdos/ Matérias Nucleares 5º Ano - Pré desportivos (bola ao capitão, mata, bola ao pino, futebol humano, bola azeitona); - Voleibol (passe por cima, 1X1); - Ginástica de solo (rolamentos, roda); -

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 7º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 7º ANO PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 7º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO 7º ANO METAS ATIVIDADES DESPORTIVAS O aluno cumpre o nível INTRODUÇÃO de cinco matérias diferentes distribuídas da seguinte

Leia mais

Desenvolvimento da criança e o Desporto

Desenvolvimento da criança e o Desporto Desenvolvimento da criança e o Desporto Desenvolvimento da criança e o Desporto DESPORTO ENSINO TREINO CRIANÇAS E JOVENS I - O QUÊ? II - QUANDO? III - COMO? Desenvolvimento da criança e o Desporto I Capacidades

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GONÇALO SAMPAIO ESCOLA E.B. 2, 3 PROFESSOR GONÇALO SAMPAIO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GONÇALO SAMPAIO ESCOLA E.B. 2, 3 PROFESSOR GONÇALO SAMPAIO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GONÇALO SAMPAIO ESCOLA E.B. 2, 3 PROFESSOR GONÇALO SAMPAIO DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES (EDUCAÇÃO FÍSICA) 5º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL 2014/2015 5.º Ano 1. CONTEÚDOS DE APRENDIZAGEM Atletismo

Leia mais

Escola E.B. 2/3 dos Olivais

Escola E.B. 2/3 dos Olivais Escola E.B. 2/3 dos Olivais Esta planificação foi concebida como um instrumento necessário. Os objectivos da Educação Física no ensino básico bem como os princípios de organização das actividades nas aulas,

Leia mais

INTRODUÇÃO. A educação física é uma disciplina curricular que pedagogicamente bem orientada contribui para o desenvolvimento integral do homem.

INTRODUÇÃO. A educação física é uma disciplina curricular que pedagogicamente bem orientada contribui para o desenvolvimento integral do homem. INTRODUÇÃO O ensino da educação física no 1º nível de ensino joga um papel importante no desenvolvimento das diferentes qualidades físicas, assim como das diversas habilidades motoras dos educandos. Através

Leia mais

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 7ª Classe

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 7ª Classe república de angola ministério da educação PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 7ª Classe 1º CICLO DO ENSINO SECUNDÁRIO FASE DE EXPERIMENTAÇÃO Ficha Técnica Título Programa de Empreendedorismo - 7ª Classe 1º Ciclo

Leia mais

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 9ª Classe

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 9ª Classe república de angola ministério da educação PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 9ª Classe 1º CICLO DO ENSINO SECUNDÁRIO FASE DE EXPERIMENTAÇÃO Ficha Técnica Título Programa de Empreendedorismo - 9ª Classe 1º Ciclo

Leia mais

DOMÍNIOS SUBDOMÍNIOS CONTEÚDOS OBJETIVOS. 1.º Período: ATIVIDADES DESPORTIVAS

DOMÍNIOS SUBDOMÍNIOS CONTEÚDOS OBJETIVOS. 1.º Período: ATIVIDADES DESPORTIVAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA 5.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO Metas Intermédias Atividades Desportivas O aluno cumpre o nível introdutório de quatro matérias diferentes: Um nível introdutório na categoria

Leia mais

PLANO DE ETAPAS 8ºE FUT2+ VED. 11 Ter Sala 13 Qui. Andebol 10. Futebol 10 FUT2+ VED FUT1+ SUP. 16 Ter. 11 Qui

PLANO DE ETAPAS 8ºE FUT2+ VED. 11 Ter Sala 13 Qui. Andebol 10. Futebol 10 FUT2+ VED FUT1+ SUP. 16 Ter. 11 Qui 3ª Etapa 2ª Etapa 1ª Etapa PLANO DE ETAPAS 8ºE 11 Ter Sala 13 Qui 18 Ter 20 Qui 25 Ter GIN 27 Qui GIN Set VERÃO Apresentação Andebol 1 Futebol 1 Basquetebol 1 Voleibol 1 Barreiras 1 Judo 1 Ginástica 1

Leia mais

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 12ª Classe

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 12ª Classe república de angola ministério da educação PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 12ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário FASE DE EXPERIMENTAÇÃO Ficha Técnica Título Programa de Empreendedorismo

Leia mais

SISTEMÁTICA DO DESPORTO II

SISTEMÁTICA DO DESPORTO II INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM Escola Superior de Desporto de Rio Maior Ano Lectivo 2009/20010 SISTEMÁTICA DO DESPORTO II Licenciatura em Desporto: Variante de Condição Física Regente: Hugo Louro Docentes:

Leia mais

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE MATEMÁTICA 11ª Classe

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE MATEMÁTICA 11ª Classe PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE MATEMÁTICA 11ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Formação Profissional Ficha Técnica Título Programa de Metodologia do Ensino de Matemática

Leia mais

1. História do Voleibol. 2. Caracterização do Voleibol. 2. Regras do Voleibol. Documento de Apoio de Voleibol VOLEIBOL

1. História do Voleibol. 2. Caracterização do Voleibol. 2. Regras do Voleibol. Documento de Apoio de Voleibol VOLEIBOL VOLEIBOL 1. História do Voleibol O Voleibol foi criado em 1885, em Massachussets, por William G. Morgan, responsável pela Educação Física no Colégio de Holyoke, no Estado de Massachussets, nos Estados

Leia mais

Informação Exame de Equivalência. à disciplina de: EDUCAÇÃO FÍSICA

Informação Exame de Equivalência. à disciplina de: EDUCAÇÃO FÍSICA Informação Exame de Equivalência à disciplina de: EDUCAÇÃO FÍSICA 3º Ciclo do Ensino Básico Ano letivo de 2011/12 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITAS Grupo Disciplinar de Educação Física. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - 2º Ciclo

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITAS Grupo Disciplinar de Educação Física. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - 2º Ciclo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITAS Grupo Disciplinar de Educação Física CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - 2º Ciclo Avaliação dos alunos (Critérios uniformizados a nível do Conselho Pedagógico e do Grupo

Leia mais

DISCIPLINA EDUCAÇÃO FÍSICA ANO LECTIVO 2014/2015 TURMA 12º I CURSO PROFISSIONAL MULTIMÉDIA PROFESSOR: JOÃO MOTA

DISCIPLINA EDUCAÇÃO FÍSICA ANO LECTIVO 2014/2015 TURMA 12º I CURSO PROFISSIONAL MULTIMÉDIA PROFESSOR: JOÃO MOTA 1º Período 3ºª Feira Módulo 3 JOGOS DESP. COLETIVOSIII (VOLEIBOL) 22 tempos Início16/09/14 Fim: 25/11/14 VOLEIBOL (Módulo 3) Nível Avançado - O aluno: 1. Em exercício 1x1; 3x3 e situação de jogo 4x4 e

Leia mais

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2014/2015 CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO - OPERADOR DE INFORMÁTICA

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2014/2015 CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO - OPERADOR DE INFORMÁTICA PLANIFICAÇÃO MODULAR ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2014/2015 CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO - OPERADOR DE INFORMÁTICA MÓDULO A1 JOGOS DESPORTIVOS COLETIVOS a) Coopera com os companheiros, quer nos exercícios

Leia mais

Jornadas Técnico-Pedagógica Hóquei em Patins

Jornadas Técnico-Pedagógica Hóquei em Patins Federação Portuguesa de Patinagem Jornadas Técnico-Pedagógica Hóquei em Patins Associação de Patinagem de Lisboa GrupoDesportivode Patinagem Cascais, 23 de Abril de 2005 Federação Portuguesa de Patinagem

Leia mais

ESCOLA: 1º CEB de Mouriscas ATIVIDADE: Atividade Físico-Desportiva ANO:1º/2º ANO LETIVO 2013/2014

ESCOLA: 1º CEB de Mouriscas ATIVIDADE: Atividade Físico-Desportiva ANO:1º/2º ANO LETIVO 2013/2014 ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR Entidade Promotora: Câmara Municipal de Abrantes Entidade Parceira: Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola de Mouriscas ESCOLA: 1º CEB de Mouriscas

Leia mais

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA 11ª Classe

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA 11ª Classe PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA 11ª Classe Formação de Professores para o Pré-Escolar e para o Ensino Primário Opção: Ensino Primário Ficha Técnica Título Programa de Metodologia

Leia mais

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro.

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALMANCIL (145142) Prova de equivalência à frequência de Educação Física 3.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova

Leia mais

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE HISTÓRIA

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE HISTÓRIA PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE HISTÓRIA 11ª, 12ª e 13ª classes Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Ficha Técnica Título Programa de Metodologia do Ensino de História - 11ª, 12ª

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GONÇALO SAMPAIO ESCOLA E.B. 2, 3 PROFESSOR GONÇALO SAMPAIO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GONÇALO SAMPAIO ESCOLA E.B. 2, 3 PROFESSOR GONÇALO SAMPAIO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GONÇALO SAMPAIO ESCOLA E.B. 2, 3 PROFESSOR GONÇALO SAMPAIO DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES (EDUCAÇÃO FÍSICA) 9º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL 2014/2015 1º PERÍODO 1. CONTEÚDOS DE APRENDIZAGEM

Leia mais

PROGRAMA DE INFORMÁTICA

PROGRAMA DE INFORMÁTICA PROGRAMA DE INFORMÁTICA (NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS) 10ª Classe Formação de Professores para o Pré-Escolar e para o Ensino Primário Opção: Ensino Primário Ficha Técnica Título Programa de Informática

Leia mais

INFORMAÇÃO - EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 2.º CICLO DO ENSINO BÁSICO

INFORMAÇÃO - EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 2.º CICLO DO ENSINO BÁSICO INFORMAÇÃO - EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 2.º CICLO DO ENSINO BÁSICO DISCIPLINA: EDUCAÇÃO FÍSICA CÓDIGO DA PROVA: 28 ANO LETIVO: 2014/15 MODALIDADE: PROVA PRÁTICA 1. Introdução O presente documento

Leia mais

Estruturação dos Conteúdos Unidade Didáctica de Basquetebol. Aula Objectivo Específico Conteúdos Estratégias

Estruturação dos Conteúdos Unidade Didáctica de Basquetebol. Aula Objectivo Específico Conteúdos Estratégias Estruturação dos Conteúdos Unidade Didáctica de Basquetebol Aula Objectivo Específico Conteúdos Estratégias 1 Posição Básica Ofensiva; Passe (Peito e Picado) /recepção; Drible de Avaliar a prestação motora

Leia mais

Realizam a prova os alunos que se encontram abrangidos pelos planos de estudo instituídos pelo Decreto-Lei n.º139/2012, de 5 de julho.

Realizam a prova os alunos que se encontram abrangidos pelos planos de estudo instituídos pelo Decreto-Lei n.º139/2012, de 5 de julho. Prova de equivalência à frequência INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Educação Física maio de 15 PROVA /26 15 3º Ciclo do Ensino Básico O presente documento divulga informação relativa à prova

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE EDUCAÇÃO FÍSICA PROVA 26 2015 9º ANO 3º Ciclo do Ensino Básico

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE EDUCAÇÃO FÍSICA PROVA 26 2015 9º ANO 3º Ciclo do Ensino Básico INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE EDUCAÇÃO FÍSICA PROVA 26 2015 9º ANO 3º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova final do 3º

Leia mais

ANTF. Acção de Actualização para Treinadores de Futebol de Jovens. Simplificação da Estrutura Complexa do Jogo. Fases do Jogo

ANTF. Acção de Actualização para Treinadores de Futebol de Jovens. Simplificação da Estrutura Complexa do Jogo. Fases do Jogo ANTF Acção de Actualização para Treinadores de Futebol de Jovens Simplificação da Estrutura Complexa do Jogo Fases do Jogo VÍTOR URBANO FASES DO JOGO No Futebol Moderno, todos os jogadores da equipa, sem

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS EÇA DE QUEIRÓS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS EÇA DE QUEIRÓS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS EÇA DE QUEIRÓS Informação - Prova de Equivalência à Frequência Educação Física Código 311 (Ensino Secundário) Prova Prática Ano letivo 2012/2013 1. INTRODUÇÃO O presente documento

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA 2º CICLO I E A

EDUCAÇÃO FÍSICA 2º CICLO I E A AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITAS ESCOLA BÁSICA 2/3 MARTIM DE FREITAS Ano letivo 2015/2016 EDUCAÇÃO FÍSICA 2º CICLO NÍVEIS INTRODUTÓRIO (I), ELEMENTAR (E) e AVANÇADO (A) 1. Se tem a bola, passar

Leia mais

PLANEJAMENTO DE AULA 2010 EDUCAÇÃO FÍSICA PROFESSOR MARCIO LUIZ DALMOLIN

PLANEJAMENTO DE AULA 2010 EDUCAÇÃO FÍSICA PROFESSOR MARCIO LUIZ DALMOLIN COLÉGIO ESTADUAL PEDRO ARAUJO NETO PLANEJAMENTO DE AULA 2010 EDUCAÇÃO FÍSICA PROFESSOR MARCIO LUIZ DALMOLIN GENERAL CARNEIRO 2010 OBJETIVOS GERAIS DA DISCÍPLINA Proporcionar ao aluno a cultura corporal

Leia mais

CURSOS PROFISSIONAIS Ficha de Planificação Modular

CURSOS PROFISSIONAIS Ficha de Planificação Modular CURSOS PROFISSIONAIS Ficha de Planificação Modular Ano Lectivo: 2015-2016 Curso: Técnico de Gestão Ano: 11º Turma: Q Disciplina: Educação Física Módulo nº: 7 Data de início: 28/09/2011 TEMA do MÓDULO:

Leia mais

Este documento vai ser divulgado na escola-sede do Agrupamento e na página eletrónica: www.aepjm.pt/joomla.

Este documento vai ser divulgado na escola-sede do Agrupamento e na página eletrónica: www.aepjm.pt/joomla. Agrupamento de Escolas Pedro Jacques de Magalhães INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA EDUCAÇÃO FÍSICA Prova 28 2015 2.º Ciclo do Ensino Básico O presente documento divulga a informação relativa

Leia mais

Fase Preparatória Objectivos Operacionais Estratégias / Organização Objectivos comportamentais / Componentes críticas Chamada

Fase Preparatória Objectivos Operacionais Estratégias / Organização Objectivos comportamentais / Componentes críticas Chamada Professor: Rui Morcela Ano Lectivo: 2009/10 Ano: 8º Turma: A Nº Alunos: 20 Aula Nº: 58 e 59 Aula U.D. Nº: 1 e 2 de 8 Instalações: Pavilhão Data: 9-3-2010 Hora: 10h20m Duração: 75 minutos Unidade Didáctica:

Leia mais

Critérios de Avaliação de Educação Física. Agrupamento de Escola de Caneças

Critérios de Avaliação de Educação Física. Agrupamento de Escola de Caneças Critérios de Avaliação de Educação Física Agrupamento de Escola de Caneças 2014/2015 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO A avaliação dos alunos do 2º ciclo do ensino básico na disciplina de

Leia mais

Corrida de Barreiras. José Carvalho. Federação Portuguesa de Atletismo

Corrida de Barreiras. José Carvalho. Federação Portuguesa de Atletismo Corrida de Barreiras José Carvalho F P A Federação Portuguesa de Atletismo CORRIDAS DE BARREIRAS José Carvalho Objectivo Ser capaz de realizar uma corrida com barreiras - ritmada em velocidade máxima.

Leia mais

Ginástica. Educação Física 9º B. Escola EB 2/3 Júlio Dinis 2011/2012. Núcleo de Estágio de Educação Física e Desporto Sandra Barbosa

Ginástica. Educação Física 9º B. Escola EB 2/3 Júlio Dinis 2011/2012. Núcleo de Estágio de Educação Física e Desporto Sandra Barbosa Educação Física 9º B Escola EB 2/3 Júlio Dinis 2011/2012 Núcleo de Estágio de Educação Física e Desporto Sandra Barbosa ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 1-HISTÓRIA DA GINÁSTICA... 3 2- CARACTERIZAÇÃO DA MODALIDADE...

Leia mais

Livro de Exercícios de Ginástica Artística / Play GYM para o Desporto Escolar

Livro de Exercícios de Ginástica Artística / Play GYM para o Desporto Escolar Livro de Exercícios de Ginástica Artística / Play GYM para o Desporto Escolar Documento de Apoio a Professores Responsáveis por Grupo/Equipa de Ginástica Artística Janeiro 2008 Livro de Exercícios de Ginástica

Leia mais

PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS Educação Física 5.º ano

PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS Educação Física 5.º ano Jogos Pré-Desportivos Educação Física 5.º ano Conhecer o objetivo do jogo, o funcionamento e as regras do jogo. Jogos sem bola: Em situação de ataque cria oportunidades com superioridade numérica para

Leia mais

AEC Atividade Física e Desportiva. Orientações pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico

AEC Atividade Física e Desportiva. Orientações pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LETIVO 2014/2015 AEC Atividade Física e Desportiva Orientações pedagógicas 1.º Ciclo do Ensino Básico A proposta de trabalho que se segue resulta de uma adaptação

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA ANDEBOL

EDUCAÇÃO FÍSICA ANDEBOL EDUCAÇÃO FÍSICA ANDEBOL O Andebol é um jogo desportivo colectivo praticado por duas equipas (cada equipa tem: 7 jogadores em campo e 5 suplentes), cujo objectivo é introduzir a bola na baliza da equipa

Leia mais

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ARTÍSTICA EDUCAÇÃO FÍSICA _7º ANO_A

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ARTÍSTICA EDUCAÇÃO FÍSICA _7º ANO_A DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ARTÍSTICA EDUCAÇÃO FÍSICA _7º ANO_A Ano Letivo: 0/03. Introdução A Educação Física, enquanto área curricular estabelece um quadro de relações com as que com ela partilham

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Velas. Linhas de Exploração do Quadro de Competências

Escola Básica e Secundária de Velas. Linhas de Exploração do Quadro de Competências DISCIPLINA: Educação Física Ensino Pré-Escolar ESPECÍFICAS A DESENVOLVER CONTEÚDOS ESTRATÉGIAS / ACTIVIDADES - Desenvolver habilidades motoras de equilíbrio; - Desenvolver habilidades motoras de locomoção;

Leia mais

Departamento de Educação Física e Desporto

Departamento de Educação Física e Desporto ESCOLA SECUNDÁRIA VITORINO NEMÉSIO Ano Letivo 2013-2014 Departamento de Educação Física e Desporto CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Ensino Básico Disciplina de Educação Física Revisto em Departamento no dia

Leia mais

O Rugby na Escola. Acção de Formação Maia Saudável Junho 2009. Francisco Carvalho - "Maia Saudável" - 2009

O Rugby na Escola. Acção de Formação Maia Saudável Junho 2009. Francisco Carvalho - Maia Saudável - 2009 O Rugby na Escola Acção de Formação Maia Saudável Junho 2009 História do Jogo O rugby teve origem em Inglaterra quando um estudante, Web Wellis do Colégio de Rugby, durante um jogo de futebol, segurou

Leia mais

Carga Formação Total de. Carga. horária Semanal. Tempos letivos

Carga Formação Total de. Carga. horária Semanal. Tempos letivos GERAL CURSOS VOCACIONAIS DO ENSINO BÁSICO ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 1. Matriz Curricular dos Cursos (Educação Física) 1º ano 2º ano Componentes de Carga Carga Formação Total

Leia mais

PLANIFICAÇÕES. PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE Educação Física 2º ciclo ATIVIDADES E ESTRATÉGIAS

PLANIFICAÇÕES. PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE Educação Física 2º ciclo ATIVIDADES E ESTRATÉGIAS PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE Educação Física º ciclo PLANIFICAÇÕES 5º ANO DE ESCOLARIDADE CONTEÚDOS Atividades Ritmicas Movimentos individuais encadeados (Sequências) Rítmo Graciosidade, Expressividade

Leia mais

Sistemática do Desporto - Ginástica REGENTE: Equiparada a Prof. Adjunta Mestre Marta Martins DOCENTE(s): Drª. Joana Macedo

Sistemática do Desporto - Ginástica REGENTE: Equiparada a Prof. Adjunta Mestre Marta Martins DOCENTE(s): Drª. Joana Macedo INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR LICENCIATURA EM TREINO DESPORTIVO PROGRAMA DA UNIDADE CURRICULAR Sistemática do Desporto - Ginástica REGENTE: Equiparada a Prof.

Leia mais

DISCIPLINA: PESO CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

DISCIPLINA: PESO CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS PESO 220 DISCIPLINA: PESO DOMÍNIO DAS TÉCNICAS (LANÇADORES DESTROS) FASE III APERFEIÇOAMENTO TÉCNICO B FASES / NÍVEIS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS - Adquirir noções gerais do lançamento do peso, através de

Leia mais

Disciplina: Educação Física abril de 2015

Disciplina: Educação Física abril de 2015 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Disciplina: Educação Física abril de 2015 Prova 2015 2.º Ciclo do Ensino Básico O presente documento divulga informação relativa à prova de equivalência à

Leia mais

Coopera com os companheiros Aceita opções e falhas dos seus colegas Respeita companheiros e adversários Conhece Jogo: objectivo e regras

Coopera com os companheiros Aceita opções e falhas dos seus colegas Respeita companheiros e adversários Conhece Jogo: objectivo e regras Jogo 7x7 Jogo 5x5 FUTEBOL Coopera com os companheiros Aceita opções e falhas dos seus colegas Respeita companheiros e adversários Conhece Jogo: objectivo e regras Recepção e controlo Enquadar ofensivamente

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA ENSINO MÉDIO INTRODUCÃO

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA ENSINO MÉDIO INTRODUCÃO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA ENSINO MÉDIO Docente: André Luiz Sponhardi ANO:2013 INTRODUCÃO Há muitos benefícios provenientes das aulas de educação física para os alunos

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO FÍSICA Apresentação e contextualização da Educação Física e da cultura universitária em geral; Discussão

Leia mais

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida no parágrafo anterior e do programa de disciplina.

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida no parágrafo anterior e do programa de disciplina. Ano Letivo 2014/2015 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA EDUCAÇÃO FÍSICA 1ª e 2ª Fase Prova 26 2015 9ºAno/3.º Ciclo do Ensino Básico Prova Escrita/Prática 1. Introdução O presente documento visa

Leia mais

7. AVALIAÇÃO. 5º ao 9ºano Áreas Parâmetros % Aptidão Física 10% Conhecimentos

7. AVALIAÇÃO. 5º ao 9ºano Áreas Parâmetros % Aptidão Física 10% Conhecimentos 7. AVALIAÇÃO A avaliação incide sobre as aprendizagens e competências definidas no currículo nacional para as diversas áreas e disciplinas de cada ciclo, expressas no projecto curricular de escola e no

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA INTRODUÇÃO

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO Na filosofia dos programas de Educação Física, a capacidade e a possibilidade de deliberação pedagógica do professor é decisiva para a consecução dos objectivos propostos. Os recursos materiais,

Leia mais

PLANO CURRICULAR DE EDUCAÇÃO FÍSICA

PLANO CURRICULAR DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLA SECUNDÁRIA FERNANDO NAMORA ANO LECTIVO 2008/2009 PLANO CURRICULAR DE EDUCAÇÃO FÍSICA Ensinos Básico e Secundário Setembro 2008 Plano Anual de Educação Física Índice ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 2 2 REFERÊNCIAS

Leia mais

DgestE Direção-GeraL dos Estabelecimentos Escolares DSRAI Direção de Serviços da Região Algarve Agrupamento de Escolas Júlio Dantas

DgestE Direção-GeraL dos Estabelecimentos Escolares DSRAI Direção de Serviços da Região Algarve Agrupamento de Escolas Júlio Dantas ENSINO BÁSICO PLANIFICAÇÃO ANUAL - 205-206 DISCIPLINA: EDUCAÇÃO FÍSICA 3º CICLO 7º e 8º anos ACTIVIDADES FÍSICAS DISTRIBUIÇÃO POR PERÍODOS º Período 2º Período 3º Período 3º Ciclo (7º e 8º anos) A - JDC:,

Leia mais

Balanço da 5ª Unidade de Ensino

Balanço da 5ª Unidade de Ensino Mestrado em Ensino da Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário Estágio Pedagógico de Educação Física e Desporto 2012/2013 Balanço da 5ª Unidade de Ensino Orientador de Estágio: Profª Ana Severo

Leia mais

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 11º ANO 12º ANO

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 11º ANO 12º ANO CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 11º ANO e 12º ANO JOGOS DESPORTIVOS COLECTIVOS (11.º ano e 12.º ano) ACÇÕES PSICO-MOTORAS Futebol Voleibol Basquetebol Andebol Em situação de jogo 4x4 ou 5x5 - Enquadra-se ofensivamente

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DAS UNIDADES DE ENSINO DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2º E 3º CICLO 2014/2015 FUTEBOL

PLANIFICAÇÃO DAS UNIDADES DE ENSINO DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2º E 3º CICLO 2014/2015 FUTEBOL FUTEBOL 1. Recebe a bola controlando-a e enquadra-se 1. Recebe a bola, controlando-a e enquadra-se ofensivamente; ofensivamente, optando conforme a leitura da simula e ou finta, se necessário, para se

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 3º CICLO

PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 3º CICLO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITAS ESCOLA BÁSICA 2/3 MARTIM DE FREITAS Ano letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 3º CICLO Ano/Turma 7º/8º/9º Período N.º aulas previstas

Leia mais

CICLO VIRTUOSO DA EDUCAÇÃO FÍSICA

CICLO VIRTUOSO DA EDUCAÇÃO FÍSICA CICLO VIRTUOSO DA EDUCAÇÃO FÍSICA ATUAÇÃO DO PROFESSOR no Nível de Habilidade no Nível de Desempenho DIVERSIDADE DE CONTEÚDO Inserção no Grupo na Auto-estima CONCEITOS E INFORMAÇÕES Comportamentos e Atitudes

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

EDUCAÇÃO FÍSICA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Agrupamento de escolas de Santa Maria dos Olivais Escola Secundária António Damásio Escola Básica 2-3 dos Olivais GRUPO DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 620 EDUCAÇÃO FÍSICA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 3.º Ciclo e Ensino

Leia mais

EB 2,3 MARTIM DE FREITAS EDUCAÇÃO FÍSICA 2011/2012 2º CICLO NÍVEIS INTRODUTÓRIO, ELEMENTAR E AVANÇADO. JOGOS PRÉ DESPORTIVOS (excepto Raquetes) 5º Ano

EB 2,3 MARTIM DE FREITAS EDUCAÇÃO FÍSICA 2011/2012 2º CICLO NÍVEIS INTRODUTÓRIO, ELEMENTAR E AVANÇADO. JOGOS PRÉ DESPORTIVOS (excepto Raquetes) 5º Ano EB 2,3 MARTIM DE FREITAS EDUCAÇÃO FÍSICA 2011/2012 2º CICLO NÍVEIS INTRODUTÓRIO, ELEMENTAR E AVANÇADO JOGOS PRÉ DESPORTIVOS (excepto Raquetes) 5º Ano 1. Se tem a bola, passar a um companheiro liberto 2.

Leia mais

A classificação do exame corresponde à média aritmética simples, arredondada às unidades, das classificações das duas provas (escrita e prática).

A classificação do exame corresponde à média aritmética simples, arredondada às unidades, das classificações das duas provas (escrita e prática). INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Nº 2/2015 EDUCAÇÃO FÍSICA Abril de 2015 Prova 28 2015 2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) O presente documento divulga as

Leia mais

Programa de Educação Física, EB - 6º ano

Programa de Educação Física, EB - 6º ano Programa de Educação Física, EB - 6º ano CONTEÚDOS Objectivos Gerais Objectivos por Área Desenvolvimento das Capacidades Físicas: 1. Resistência 2. Força 3. Velocidade 4. Flexibilidade 5. Destreza Geral

Leia mais

Departamento de Educação Física Ano Letivo 2013/14

Departamento de Educação Física Ano Letivo 2013/14 Departamento de Educação Física Ano Letivo 2013/14 AVALIAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA No que se refere à componente de formação sócio-cultural, disciplina de Educação Física, a avaliação decorre dos objectivos

Leia mais

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 10ª e 11ª Classes

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 10ª e 11ª Classes república de angola ministério da educação PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 10ª e 11ª Classes Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário FASE DE EXPERIMENTAÇÃO Ficha Técnica Título Programa de

Leia mais

CONTEÚDOS ANO DE ESCOLARIDADE 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º

CONTEÚDOS ANO DE ESCOLARIDADE 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º PROGRAMÁTICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2016-17 Capacidades Condicionais e Coordenativas Gerais Resistência Geral; Força Resistente; Força Rápida; Força Rápida; Velocidade de Reação Simples e Complexa; Velocidade

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO FÍSICA

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO FÍSICA EXTERNATO JOÃO ALBERTO FARIA Casal do Cano 2630 Arruda dos Vinhos Tel. 263977390 Fax: 263977391 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ÁREA A - MOTOR ÁREA B COND. FÍSICA DA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA ÁREA C - COGNITIVO

Leia mais

DGEstE - Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares DSRAl - Direção de Serviços da Região Algarve AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ENGº DUARTE PACHECO

DGEstE - Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares DSRAl - Direção de Serviços da Região Algarve AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ENGº DUARTE PACHECO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO A avaliação incide sobre as aprendizagens e competências definidas no currículo nacional para as diversas áreas e disciplinas de cada ciclo, expressas no projecto curricular de escola

Leia mais

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR EF

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR EF PRÉ-ESCOLAR: EXPRESSÃO MOTORA Domínio: Atividades Físicas DESLOCAMENTOS E EQUILÍBRIOS PERÍCIAS E MANIPULAÇÕES JOGOS ACTIVIDADES RÍTMICAS E EXPRESSIVAS PERCURSOS NA NATUREZA Posições de equilíbrio no solo,

Leia mais

12º K. Gestão de unidades curriculares, Articulações e Critérios de Avaliação 2014/2015. Curso: Científico-Humanístico de Línguas e Humanidades

12º K. Gestão de unidades curriculares, Articulações e Critérios de Avaliação 2014/2015. Curso: Científico-Humanístico de Línguas e Humanidades Gestão de unidades curriculares, Articulações e Critérios de Avaliação 2014/2015 Curso: Científico-Humanístico de Línguas e Humanidades º K Diretora de Turma: Luísa Sousa Disciplina: Português Docente:

Leia mais

PROGRAMA DE FÍSICA. 10ª Classe

PROGRAMA DE FÍSICA. 10ª Classe PROGRAMA DE FÍSICA (NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS) 10ª Classe Formação de Professores para o Pré-Escolar e para o Ensino Primário Opção: Ensino Primário Ficha Técnica Título Programa de Física - 10ª

Leia mais

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES EDUCAÇÃO FÍSICA AVALIAÇÃO CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO (TIPO 2)

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES EDUCAÇÃO FÍSICA AVALIAÇÃO CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO (TIPO 2) DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES EDUCAÇÃO FÍSICA CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO (TIPO 2) ENQUADRAMENTO Os programas de Educação Física não se estruturam segundo o fraccionamento de domínios/áreas da personalidade,

Leia mais

Escola Básica 2,3 com Ensino Secundário de Alvide

Escola Básica 2,3 com Ensino Secundário de Alvide Informação Prova de equivalência à frequência de Educação Física Prova 26 2013 3.º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho 1. Objeto de avaliação A prova tem por referência o Programa

Leia mais

PROGRAMA DE GEOGRAFIA 10ª Classe. Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário

PROGRAMA DE GEOGRAFIA 10ª Classe. Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário PROGRAMA DE GEOGRAFIA 10ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Ficha Técnica Título Programa de Geografia - 10ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário

Leia mais

Critérios Específicos de Avaliação Disciplinas: Educação Física (2º ciclo, 3º ciclo e Secundário)

Critérios Específicos de Avaliação Disciplinas: Educação Física (2º ciclo, 3º ciclo e Secundário) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PORTELA E MOSCAVIDE Escola Secundária da Portela Escola EB 2,3 Gaspar Correia Escola EB1 Catela Gomes Escola EB1/JI Quinta da Alegria Escola EB1/JI Portela Critérios Específicos

Leia mais

Bateria de Medidas e Testes. Centros de Formação de Jogadores Federação Portuguesa de Voleibol

Bateria de Medidas e Testes. Centros de Formação de Jogadores Federação Portuguesa de Voleibol Bateria de Medidas e Testes Centros de Formação de Jogadores Federação Portuguesa de Voleibol 2004 Nota Introdutória A bateria de medidas e testes a ser aplicada nos centros de formação resulta de um conjunto

Leia mais

FUTSAL. O Futsal é um jogo desportivo colectivo praticado por duas equipas, cada uma delas formada por cinco jogadores de campo e sete suplentes.

FUTSAL. O Futsal é um jogo desportivo colectivo praticado por duas equipas, cada uma delas formada por cinco jogadores de campo e sete suplentes. FUTSAL 1. História do Futsal A prática do futebol de salão começou a dar aos primeiros passos na década de 30 no século XX, nos campos de basquetebol e em pequenos salões. As primeiras regras tiveram por

Leia mais

Programa de Educação Física, EB - 5º ano

Programa de Educação Física, EB - 5º ano Programa de Educação Física, EB - 5º ano Programa de Educação Física, 2º Ciclo do EB, 5º ano CONTEÚDOS Objectivos Gerais Objectivos por Área Desenvolvimento das Capacidades Físicas: 1. Resistência 2. Força

Leia mais