ESTUDANTES DE ENFERMAGEM E ADMINISTRAÇÃO DE MEDICAMENTOS: UMA REFLEXÃO SOBRE IATROGENIAS (1) RESUMO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTUDANTES DE ENFERMAGEM E ADMINISTRAÇÃO DE MEDICAMENTOS: UMA REFLEXÃO SOBRE IATROGENIAS (1) RESUMO"

Transcrição

1 ESTUDANTES DE ENFERMAGEM E ADMINISTRAÇÃO DE MEDICAMENTOS: UMA REFLEXÃO SOBRE IATROGENIAS (1) ROSA, Bruna Vanessa Costa da (2) ; KARKOW, Michele Carvalho (3) ; ROSA, Natanna da (4) ; GIRARDON-PERLINI, Nara Marilene Oliveira (5) RESUMO A administração de medicamentos é uma tarefa séria que exige responsabilidade, conhecimento e habilidade. Para sua execução é necessária a aplicação de princípios científicos que fundamentem a ação dos profissionais, promovendo a segurança necessária do paciente e do próprio profissional. Os erros de administração de medicamentos representam uma realidade na assistência à saúde podendo estar relacionados à falta de conhecimento e atenção por parte de quem os administra. No contexto do ensino de enfermagem, essa realidade pode ocorrer no desenvolvimento das atividades teóricopráticas. Refletir, com base na literatura, aspectos relacionados a iatrogenias na administração de medicamentos durante a formação de acadêmicos de enfermagem. Foram selecionados artigos disponíveis online relacionados à temática e realizado um quadro sinóptico como forma de análise das produções apuradas. Identificamos que a maioria dos erros cometidos pelos acadêmicos de enfermagem ocorre em ambiente hospitalar, sendo que parte significativa desses erros acontece quando os alunos iniciam as atividades da prática profissional. As principais iatrogenias são administrações de medicamento em horário errado, dose incorreta ou técnica incorreta. As causas dos erros cometidos relacionam-se com o déficit da formação acadêmica, conhecimento técnico-científico 1 Revisão de literatura. 2 Acadêmica do 8º semestre do curso de enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, RS, Brasil. 3 Apresentador: Acadêmica do 4º semestre do curso de enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Bolsista de Iniciação científica PROIC/HUSM-UFSM. Santa Maria, RS, Brasil. 4 Acadêmica do 4º semestre do curso de enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Bolsista de Iniciação científica PROIC/HUSM-UFSM. Santa Maria, RS, Brasil. 5 Enfermeira. Doutora em enfermagem. Professora adjunta do departamento de enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria. Membro do grupo de pesquisa Enfermagem, Cuidado e Saúde. Santa Maria, RS, Brasil.

2 insuficiente, falta de experiência e habilidade. Outros fatores são stress, ansiedade e falta de atenção. O professor desempenha um papel importante na face de problemas que envolvem a administração de medicamentos. Um professor competente, participativa desenvolve um ambiente agradável com os alunos, facilita a aprendizagem e fornece uma experiência menos angustiante e mais rentável. A atenção, o domínio do conhecimento técnico e científico do aluno diminui as chances iatrogênicas. Descritores: Iatrogenias; Estudantes de enfermagem; Administração de medicamentos. ABSTRACT The administration of drugs is a serious undertaking that requires responsibility, knowledge and skill. For its implementation is necessary to apply scientific principles to justify the actions of professionals, providing the necessary security of the patient and the professional. The medication administration errors are a reality in health care may be related to lack of knowledge and attention from those who administer them. In the context of nursing education, this situation may occur in the development of theoretical and practical activities. Reflect on the basis of literature, aspects related to iatrogenic medication administration during training of nursing students. Selected articles available online related to the topic and conducted a synoptic view of analysis as a means of productions cleared. We identified that the majority of errors made by nursing students occurs in a hospital environment, and that a significant proportion of these errors occur when students begin the activities of professional practice. The main iatrogenic drug administrations are in wrong time, incorrect dose or incorrect technique. The causes of errors are related to the deficit of academic, technical and scientific knowledge insufficient, lack of experience and ability.other known factors are stress, anxiety and lack of attention. The teacher plays an important role in the face of issues involving the administration of medication. A competent teacher, participatory develops a pleasant environment with students, facilitates learning and provides an experience less harrowing and more profitable. The attention, the scientific knowledge and technical mastery of the student decreases the chances iatrogenic. Keywords: Iatrogenic, nursing students, administration of medication. 2

3 1. INTRODUÇÃO A administração de medicamentos é uma tarefa séria e de responsabilidade na prática de enfermagem. Para sua execução, é necessária a aplicação de vários princípios científicos que fundamentam a ação dos profissionais, promovendo a segurança necessária do paciente e do próprio profissional (1). Não compete ao enfermeiro a prescrição de medicamentos, porém ele deve conhecer todos os aspectos envolvidos no processo de administração de medicamentos, a fim de evitar erros e possíveis enganos, que levem prejuízo ao paciente. Os erros de administração de medicamentos representam uma realidade na assistência à saúde, podendo estar relacionados à falta de conhecimento e atenção por parte dos profissionais. Denominam-se acidentes com medicamentos todos os incidentes, problemas ou insucessos, previsíveis ou não, produzidos ou não por erro, conseqüência ou não de imperícia, imprudência ou negligência, que ocorrem durante o processo de utilização dos medicamentos (2). Erro de medicação também pode ser definido como qualquer evento evitável, que de fato ou potencialmente, pode ter sido causado devido ao uso inapropriado de medicações ou levar a um dano no paciente enquanto a medicação esta sob o controle dos profissionais de saúde, paciente ou consumidor (3). A partir da nossa vivência como estudantes de enfermagem, cujas atividades teóricopráticas que envolvem administração de medicamentos, iniciam a partir do 3º semestre, percebemos que dificuldades e possibilidades de ocorrências iatrogênicas existem. No entanto, percebemos também que esta discussão do cotidiano acadêmico é pouco explorada no âmbito da formação. Vale ressaltar que o déficit na formação acadêmica, tanto no aspecto reflexivo quanto do desenvolvimento de habilidades psicomotoras e técnicocientífica contribui para potencializar fatores de risco, que colaboram para a ocorrência de iatrogenias. Como a administração de medicamentos constitui-se, muitas vezes, numa atividade complexa para o estudante de enfermagem, que se apresenta como um desafio gerador de ansiedade e estresse, consideramos pertinente e necessário fazermos uma reflexão sobre a ocorrência de iatrogenias medicamentosas a partir da literatura de enfermagem. 3

4 2. OBJETIVO Fazer uma reflexão, com base na literatura, sobre aspectos relacionados a iatrogenias na administração de medicamentos durante a formação de acadêmicos de enfermagem. 3. METODOLOGIA O estudo constitui-se numa reflexão feita a partir de revisão de literatura. As informações foram coletadas através da busca em base de dados eletrônicos Centro Latino- Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde (LILACS), Base de Dados de Enfermagem (BDENF) e Scientific Electronic Library Online (SCIELO), no período de março a abril de Para compor o estudo foram utilizados artigos com texto na íntegra, em português, disponíveis on line, que abordavam erros de administração de medicamentos relacionados com acadêmicos de enfermagem. Foram encontrados 4 artigos relacionados especificamente a temática. 4. RESULTADOS E DISCUSSÃO No decorrer da análise dos artigos, identificamos aspectos sobre as principais iatrogenias cometidas e os fatores de causa atribuídos a elas. A maioria dos erros cometidos pelos acadêmicos de enfermagem ocorre em ambiente hospitalar, pois é neste espaço que os estudantes desenvolvem um maior número de procedimentos que envolvem administração de medicamentos (4,6). Parte significativa desses erros acontece quando os alunos iniciam a prática profissional, ou seja, nos semestres iniciais. (4). As principais iatrogenias estão relacionadas a administração de medicamento em horário errado, não lavar as mãos, administração de dose incorreta e técnica incorreta (4,5,7). Os fatores atribuídos aos erros cometidos relacionam-se com o déficit da formação acadêmica, conhecimento técnico-científico insuficiente, falta de experiência e destreza manual, os quais poderiam ser melhorados com maior ênfase em conteúdos como farmacologia, cálculos de dosagem e diluição de medicamentos, aulas expositivas, demonstrativas e de repetição das práticas no laboratório de enfermagem (4,5,7). Outros 4

5 fatores atribuídos a ocorrência de erros são o estresse e a ansiedade, falta de atenção e prescrição médica ilegível (4). O sentimento de ansiedade é prevalente para os alunos que estão iniciando a prática de administração de medicamentos e o grande gerador desse sentimento é o medo de errar (5,7). O estresse durante as atividades práticas, principalmente na área hospitalar, pode levar a falhas durante a administração de medicamento e, consequentemente contribuir para a redução da concentração e falhas na memória, o que leva possíveis situações de erros (6,7). É essencial a presença e a influência do docente no processo de aprendizagem sobre administração de medicamentos, pois o docente é visto como modelo a ser seguido. Portanto, muita atenção e vigilância na orientação de atitudes e no desenvolvimento das habilidades do acadêmico de enfermagem são fundamentais (6). O elevado número de alunos por professor em campo de prática, diminui o tempo e a atenção do docente para com cada aluno, gera ansiedade e desmotivação e o despreparo de alguns deles (4,6). A impossibilidade de o professor estar presente em todas as oportunidades de aprendizagem potencializa situações iatrogênicas (4). 5. CONSIDERAÇÕES FINAIS Através do estudo realizado pode-se constatar que a abordagem temática relacionada à ocorrência de iatrogenias no âmbito da graduação em enfermagem ainda é um assunto pouco explorado. Todavia, percebe-se a importância da presença do docente no contexto do ensino e da aprendizagem do estudante de enfermagem, o qual não pode prescindir da oportunidade de orientar e instruir o aluno sobre as características do medicamento que está sendo preparado, o porquê da administração daquele medicamento, os efeitos esperados e aqueles possíveis adversos. O estímulo a aquisição de conhecimento farmacológico e clínico, o desenvolvimento de habilidades motoras e destreza manual no preparo de medicação ajuda o aluno para sentir-se mais seguro quanto às técnicas de administração de medicamentos facilitando o aprendizado e possibilitando uma vivência mais proveitosa e menos angustiante, tornando o ensino mais completo. REFERÊNCIAS (1) Cassiani SHB. Administração de medicamentos. 1ª ed. São Paulo. EPU

6 (2) Kawano DF. Acidentes com os medicamentos: como minimizá-los?. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas. USP. v. 42, n. 4, (3) Rosa MB. Erros de medicação: quem foi?.revista Associação Médica Brasileira. UFMG. v. 49. n. 3, p (4) Carvalho MDB; Valsecchi EMSS; Pelloso SM. Administração de medicamentos: a vivência dos alunos em seu primeiro estágio. Acta Scientiarum Health Sciences. Maringá, v. 25. n. 1, p (5) Fagundes JS; Girardon-Perlini NMO. Ocorrências Iatrogênicas na Administração de Medicamentos: um estudo com estudantes de enfermagem. Revista Contexto e Saúde. Ed. UNIJUÍ. Ijuí. v. 5 n. 10. p (6) Santos VEP; Radünz V. O estresse de acadêmicas de enfermagem e a segurança do paciente. Revista Enfermagem UERJ. Rio de Janeiro. v. 19. n. 4. p (7) Opitz SP. Compreendendo o significado da administração de medicamentos para os estudantes de graduação em enfermagem. Dissertação de Mestrado. USP. 113 p

DELINEANDO AS PRODUÇÕES NA ÁREA DA ENFERMAGEM SOBRE OS TEMAS: SAÚDE DO TRABALHADOR, MEIO AMBIENTE E SUAS RELAÇÕES COM A CONCEPÇÃO DE RISCO 1

DELINEANDO AS PRODUÇÕES NA ÁREA DA ENFERMAGEM SOBRE OS TEMAS: SAÚDE DO TRABALHADOR, MEIO AMBIENTE E SUAS RELAÇÕES COM A CONCEPÇÃO DE RISCO 1 DELINEANDO AS PRODUÇÕES NA ÁREA DA ENFERMAGEM SOBRE OS TEMAS: SAÚDE DO TRABALHADOR, MEIO AMBIENTE E SUAS RELAÇÕES COM A CONCEPÇÃO DE RISCO 1 DIAZ, Paola da Silva 2 ; CAMPONOGARA, Silviamar 3 RESUMO Tendo-se

Leia mais

TÍTULO: ERROS DE MEDICAÇÃO NA ENFERMAGEM: NO PACIENTE ADULTO HOSPITALIZADO INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS

TÍTULO: ERROS DE MEDICAÇÃO NA ENFERMAGEM: NO PACIENTE ADULTO HOSPITALIZADO INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: ERROS DE MEDICAÇÃO NA ENFERMAGEM: NO PACIENTE ADULTO HOSPITALIZADO CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA:

Leia mais

APRAZAMENTO DE MEDICAÇÃO ATIVIDADE PARA O ENFERMEIRO RESUMO

APRAZAMENTO DE MEDICAÇÃO ATIVIDADE PARA O ENFERMEIRO RESUMO APRAZAMENTO DE MEDICAÇÃO ATIVIDADE PARA O ENFERMEIRO FREIRE, Ana Maria de Sousa Silva OLIVEIRA, Thiciana Souza de RESUMO Objetivou-se, com este estudo, conhecer a opinião dos enfermeiros sobre a atividade

Leia mais

EDUCAÇÃO PERMANENTE E CONTINUADA: INSTRUMENTO PARA A PRÁTICA DE ENFERMAGEM

EDUCAÇÃO PERMANENTE E CONTINUADA: INSTRUMENTO PARA A PRÁTICA DE ENFERMAGEM EDUCAÇÃO PERMANENTE E CONTINUADA: INSTRUMENTO PARA A PRÁTICA DE ENFERMAGEM Eliese Denardi Cesar 1 Luciane Stanislawski de Souza 2 Roberta Mota Holzschuh 3 Graciela Gonsalves Borba 4 Janaína Kettenhuber

Leia mais

A NR-32 E O ENFERMEIRO PROTAGONIZANDO A SEGURANÇA E A SAÚDE DE TRABALHADORES DE ENFERMAGEM 1 RESUMO

A NR-32 E O ENFERMEIRO PROTAGONIZANDO A SEGURANÇA E A SAÚDE DE TRABALHADORES DE ENFERMAGEM 1 RESUMO A NR-32 E O ENFERMEIRO PROTAGONIZANDO A SEGURANÇA E A SAÚDE DE TRABALHADORES DE ENFERMAGEM 1 DISSEN, Caliandra Marta 2 ; BECK, Carmem Lúcia Colomé 3 ; MAGNANO, Tânia Solange Bosi de Souza 4 ; FREITAS,

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Uso Racional de Medicamentos. Erros de medicação. Conscientização.

PALAVRAS-CHAVE: Uso Racional de Medicamentos. Erros de medicação. Conscientização. 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( x ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

CUIDADO PREVENTIVO EM PRECAUÇÕES DE CONTATO: ATUAÇÃO DA ENFERMAGEM EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA 1

CUIDADO PREVENTIVO EM PRECAUÇÕES DE CONTATO: ATUAÇÃO DA ENFERMAGEM EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA 1 CUIDADO PREVENTIVO EM PRECAUÇÕES DE CONTATO: ATUAÇÃO DA ENFERMAGEM EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA 1 ROSSATO, Karine 2 ; GIRARDON-PERLINI, Nara Marilene 3 ; MISTURA, Claudelí 4 ; ROSO, Camila Castro 5

Leia mais

HUMANIZAÇÃO DO REAL PARA O IDEAL NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA: UMA REVISÃO DE LITERATURA

HUMANIZAÇÃO DO REAL PARA O IDEAL NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA: UMA REVISÃO DE LITERATURA HUMANIZAÇÃO DO REAL PARA O IDEAL NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA: UMA REVISÃO DE LITERATURA Francisco Junio do Nascimento 1, Sheron Maria Silva Santos 1, Jose Thiago Gois de Alencar 1, Ivanildo do Carmo

Leia mais

Curso de Pesquisa Bibliográfica (CPB): uma experiência da UFSM/RS para competência em informação na área de saúde

Curso de Pesquisa Bibliográfica (CPB): uma experiência da UFSM/RS para competência em informação na área de saúde Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) Curso de Pesquisa Bibliográfica (CPB): uma experiência da UFSM/RS para competência em informação na área de saúde Eliana Rosa Fonseca (UFRJ) - elianarosa@hucff.ufrj.br

Leia mais

ERROS DE MEDICAÇÃO. ¹Alunos do curso de Graduação em Enfermagem do Instituto de Ensino Superior de Londrina INESUL;

ERROS DE MEDICAÇÃO. ¹Alunos do curso de Graduação em Enfermagem do Instituto de Ensino Superior de Londrina INESUL; ERROS DE MEDICAÇÃO Joyce Martha Gonçalves¹, Suely Belchior¹, Pamela Angeline Trindade Oliveira¹, Karoline Rosa Silva¹, Fernanda Gomes Moura¹, Ednalva Guizi² RESUMO Esta pesquisa foi realizada com o objetivo

Leia mais

II Encontro Goiano de Gerenciamento de Riscos Maria Salete S. Pontieri Nascimento COREN GO

II Encontro Goiano de Gerenciamento de Riscos Maria Salete S. Pontieri Nascimento COREN GO II Encontro Goiano de Gerenciamento de Riscos Maria Salete S. Pontieri Nascimento COREN GO Necessidade de Atendimento e Riscos à saúde Complexidade do Sistema de Atenção à Saúde. Difíceis interações entre

Leia mais

A RESPONSABILIDADE DA EQUIPE DE ENFERMAGEM NA ADMINISTRAÇÃO MEDICAMENTOSA

A RESPONSABILIDADE DA EQUIPE DE ENFERMAGEM NA ADMINISTRAÇÃO MEDICAMENTOSA 43 A RESPONSABILIDADE DA EQUIPE DE ENFERMAGEM NA ADMINISTRAÇÃO MEDICAMENTOSA Maria da Conceição Protázio de Oliveira 1 Celia Akemi Kanashiro 2 RESUMO A administração de medicamentos é um procedimento básico

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO PARECER COREN-SP GAB Nº 073/2011

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO PARECER COREN-SP GAB Nº 073/2011 PARECER COREN-SP GAB Nº 073/2011 Assunto: Responsabilidade pelo Controle, Guarda e Dispensação de Medicamentos de Pesquisa Clínica. 1. Do fato Solicitado parecer sobre o controle, guarda e dispensação

Leia mais

Análise das publicações sobre administração de medicamentos na assistência de enfermagem: revisão integrativa

Análise das publicações sobre administração de medicamentos na assistência de enfermagem: revisão integrativa Análise das publicações sobre administração de medicamentos na assistência de enfermagem: revisão integrativa Rafael Pires Silva 1, Bruna Maiara Ferreira Barreto 2, Danielle Moura Tenório 3, Alessandra

Leia mais

TÍTULO: SÍNDROME DE BURNOUT VOLTADO À PROFISSIONAIS DO SETOR DE NEONATOLOGIA INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS

TÍTULO: SÍNDROME DE BURNOUT VOLTADO À PROFISSIONAIS DO SETOR DE NEONATOLOGIA INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: SÍNDROME DE BURNOUT VOLTADO À PROFISSIONAIS DO SETOR DE NEONATOLOGIA CATEGORIA: EM ANDAMENTO

Leia mais

Segurança do Paciente: Experiência na formação do enfermeiro. Edinêis de Brito Guirardello Profa Associada Denf/FCM - Unicamp

Segurança do Paciente: Experiência na formação do enfermeiro. Edinêis de Brito Guirardello Profa Associada Denf/FCM - Unicamp Segurança do Paciente: Experiência na formação do enfermeiro Edinêis de Brito Guirardello Profa Associada Denf/FCM - Unicamp Segurança do paciente...pode parecer talvez um estranho princípio enunciar como

Leia mais

O PROCESSO DE TRABALHO DA EQUIPE DE SAÚDE QUE ATUA EM UNIDADES HOSPITALARES DE ATENDIMENTO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS 1

O PROCESSO DE TRABALHO DA EQUIPE DE SAÚDE QUE ATUA EM UNIDADES HOSPITALARES DE ATENDIMENTO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS 1 O PROCESSO DE TRABALHO DA EQUIPE DE SAÚDE QUE ATUA EM UNIDADES HOSPITALARES DE ATENDIMENTO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS 1 Estela Regina Garlet 2 José Luis Guedes dos Santos 3 Giselda Quintana Marques 4 Maria

Leia mais

A SAÚDE DOS TRABALHADORES DE ENFERMAGEM: UM BREVE RELATO 1

A SAÚDE DOS TRABALHADORES DE ENFERMAGEM: UM BREVE RELATO 1 A SAÚDE DOS TRABALHADORES DE ENFERMAGEM: UM BREVE RELATO 1 FREITAS, Natiellen Quatrin 2 ; BECK, Carmem Lúcia Colomé 3 ; MAGNAGO, Tânia Solange Bosi de Souza 4 ; DONADUZZI, Daiany Saldanha da Silveira 5

Leia mais

Manual de Competências do Estágio dos Acadêmicos de Enfermagem-Projeto de Extensão

Manual de Competências do Estágio dos Acadêmicos de Enfermagem-Projeto de Extensão Hospital Universitário Walter Cantídio Diretoria de Ensino e Pesquisa Serviço de Desenvolvimento de Recursos Humanos Manual de Competências do Estágio dos Acadêmicos de Enfermagem-Projeto de Extensão HOSPITAL

Leia mais

A RELEVÂNCIA DO ENFERMEIRO NO CUIDADO AO PORTADOR DE FERIDAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA 1

A RELEVÂNCIA DO ENFERMEIRO NO CUIDADO AO PORTADOR DE FERIDAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA 1 A RELEVÂNCIA DO ENFERMEIRO NO CUIDADO AO PORTADOR DE FERIDAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA 1 BORDIGNON, Juliana Silveira 2 ; DONADUZZI, Daiany Saldanha da Silveira 3 ; SANTOS; Juniara Dias dos 4, FERREIRA, Emanuelli

Leia mais

Plano de Ensino Docente

Plano de Ensino Docente Plano de Ensino Docente IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Matemática FORMA/GRAU: ( ) integrado ( ) subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado (x) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( x ) Presencial

Leia mais

ANÁLISE DAS INFORMAÇÕES DA EQUIPE DE ENFERMAGEM SOBRE O SISTEMA DE MEDICAMENTO EM UNIDADE DE EMERGÊNCIA

ANÁLISE DAS INFORMAÇÕES DA EQUIPE DE ENFERMAGEM SOBRE O SISTEMA DE MEDICAMENTO EM UNIDADE DE EMERGÊNCIA ANÁLISE DAS INFORMAÇÕES DA EQUIPE DE ENFERMAGEM SOBRE O SISTEMA DE MEDICAMENTO EM UNIDADE DE EMERGÊNCIA Nadja Maria dos Santos (Docente UPE); Thereza Christina da Cunha Lima Gama (Docente UPE); Priscylla

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico Etec Professor Massuyuki Kawano Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: AMBIENTE, SAÚDE e SEGURANÇA Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC: DR. JOSÉ LUÍZ VIANA COUTINHO CÓDIGO: 073 EIXO TECNOLÓGICO: HABILITAÇÃO PROFISSIONAL: QUALIFICAÇÃO: MÓDULO: COMPONENTE CURRICULAR: C.H. SEMANAL: PROFESSOR:

Leia mais

ATIVIDADE EDUCATIVA NA SALA DE ESPERA: UNINDO CONHECIMENTOS PARA PROMOVER A AMAMENTAÇÃO

ATIVIDADE EDUCATIVA NA SALA DE ESPERA: UNINDO CONHECIMENTOS PARA PROMOVER A AMAMENTAÇÃO ATIVIDADE EDUCATIVA NA SALA DE ESPERA: UNINDO CONHECIMENTOS PARA PROMOVER A AMAMENTAÇÃO SANTOS, Norrama Araújo I ; SANTOS, Simone Silva dos II ; BARCELOS, Ivanildes Solange da Costa III ; SOUZA, Marise

Leia mais

CONHECIMENTO SOBRE O USO DO COACHING NA ENFERMAGEM 1

CONHECIMENTO SOBRE O USO DO COACHING NA ENFERMAGEM 1 CONHECIMENTO SOBRE O USO DO COACHING NA ENFERMAGEM 1 MACHADO, Bruna Parnov 2 ; LIMA, Suzinara Beatriz Soares 3 ; TONINI, Tanise Finamor Ferreira 4 ; PAES, Lucilene Gama; 5 KINALSKI, Daniela Dal Forno 6

Leia mais

RELATO DE EXPERIÊNCIA

RELATO DE EXPERIÊNCIA RELATO DE EXPERIÊNCIA Estágio docência realizado num hospital universitário do estado do rio de janeiro relato de experiência Teaching internship held in a university hospital in the state of rio de janeiro

Leia mais

TENDÊNCIAS DA PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO ACERCA DO FAZER GERENCIAL DO ENFERMEIRO NA ATENÇÃO BÁSICA 1

TENDÊNCIAS DA PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO ACERCA DO FAZER GERENCIAL DO ENFERMEIRO NA ATENÇÃO BÁSICA 1 TENDÊNCIAS DA PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO ACERCA DO FAZER GERENCIAL DO ENFERMEIRO NA ATENÇÃO BÁSICA 1 KINALSKI, Daniela Dal Forno 2 ; PAES, Lucilene Gama 3 ; MACHADO, Bruna Parnov 4 ; LIMA, Suzinara Beatriz

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA ADAPTADA: UM ENFOQUE NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

EDUCAÇÃO FÍSICA ADAPTADA: UM ENFOQUE NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES EDUCAÇÃO FÍSICA ADAPTADA: UM ENFOQUE NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES CAMARGO, Victor Discente da Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva ZUTTIN, Fabiana Docente da Faculdade de Ciências Sociais

Leia mais

Segurança na Cadeia Terapêutica Medicamentosa. Marinei Ricieri Farmacêutica Clínica

Segurança na Cadeia Terapêutica Medicamentosa. Marinei Ricieri Farmacêutica Clínica Segurança na Cadeia Terapêutica Medicamentosa Marinei Ricieri Farmacêutica Clínica 21-Maio-2014 1 O que (quem) é a Cadeia Terapêutica Medicamentosa? 2 É um sistema complexo de fornecimento de medicação.

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DOS REGISTROS DE ENFERMAGEM PARA AUDITORIA DE CONTAS HOSPITALARES: REVISÃO DE LITERATURA

A IMPORTÂNCIA DOS REGISTROS DE ENFERMAGEM PARA AUDITORIA DE CONTAS HOSPITALARES: REVISÃO DE LITERATURA A IMPORTÂNCIA DOS REGISTROS DE ENFERMAGEM PARA AUDITORIA DE CONTAS HOSPITALARES: REVISÃO DE LITERATURA Ane Marielle Miranda Martins * Katty Carolinne Lêdo Vieira Cardoso* RESUMO: Esse trabalho tem como

Leia mais

SEGURANÇA NA MEDICAÇÃO. Câmara de Apoio Técnico- COREN SP PROJETO COREN SP 2010 SEGURANÇA DO PACIENTE

SEGURANÇA NA MEDICAÇÃO. Câmara de Apoio Técnico- COREN SP PROJETO COREN SP 2010 SEGURANÇA DO PACIENTE SEGURANÇA NA MEDICAÇÃO Câmara de Apoio Técnico- COREN SP PROJETO COREN SP 2010 SEGURANÇA DO PACIENTE Erro de Medicação Complexidade do sistema de saúde Ambientes especializados e dinâmicos Condições que

Leia mais

TRANSIÇÃO E VULNERABILIDADE EM SAÚDE: A SUPERVISÃO CLINICA COMO FATOR FACILITADOR/DIFICULTADOR DA SAÚDE E BEM-ESTAR DO ESTUDANTE DE ENFERMAGEM

TRANSIÇÃO E VULNERABILIDADE EM SAÚDE: A SUPERVISÃO CLINICA COMO FATOR FACILITADOR/DIFICULTADOR DA SAÚDE E BEM-ESTAR DO ESTUDANTE DE ENFERMAGEM TRANSIÇÃO E VULNERABILIDADE EM SAÚDE: A SUPERVISÃO CLINICA COMO FATOR FACILITADOR/DIFICULTADOR DA SAÚDE E BEM-ESTAR DO ESTUDANTE DE ENFERMAGEM Calado, M.Gabriela Professora Coordenadora da Escola Superior

Leia mais

EVENTOS ADVERSOS RELACIONADOS A MEDICAMENTOS EM PEDIATRIA RESUMO

EVENTOS ADVERSOS RELACIONADOS A MEDICAMENTOS EM PEDIATRIA RESUMO 165 EVENTOS ADVERSOS RELACIONADOS A MEDICAMENTOS EM PEDIATRIA Jamile Salomão * Viviel Carvalho ** RESUMO Este trabalho analisa a ocorrência de eventos adversos relacionados a medicamentos em unidades de

Leia mais

Panorama evolutivo dos trabalhos de conclusão do Curso de Graduação em Enfermagem de 2004 a 2009

Panorama evolutivo dos trabalhos de conclusão do Curso de Graduação em Enfermagem de 2004 a 2009 ARTIGO ORIGINAL Arq Med Hosp Fac Cienc Med Santa Casa São Paulo 2012;57(1):30-4. Panorama evolutivo dos trabalhos de conclusão do Curso de Graduação em de 2004 a 2009 Development view of research completion

Leia mais

PROJETO DE TUTORIA DE FÍSICA I DO INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS (ICA UFMG)

PROJETO DE TUTORIA DE FÍSICA I DO INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS (ICA UFMG) PROJETO DE TUTORIA DE FÍSICA I DO INSTITUTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS (ICA UFMG) Daniele Macedo Soares dannyele_macedo@hotmail.com Universidade Federal de Minas Gerais Campus Montes Claros Avenida Universitária,

Leia mais

A ESPIRITUALIDADE DA FAMÍLIA AO TER UM FAMILIAR INTERNADO POR DOENÇA CRÔNICA: RELATO DE VIVÊNCIA 1

A ESPIRITUALIDADE DA FAMÍLIA AO TER UM FAMILIAR INTERNADO POR DOENÇA CRÔNICA: RELATO DE VIVÊNCIA 1 A ESPIRITUALIDADE DA FAMÍLIA AO TER UM FAMILIAR INTERNADO POR DOENÇA CRÔNICA: RELATO DE VIVÊNCIA 1 ROSSATO, Karine 2 ; GIRARDON-PERLINI, Nara Marilene Oliveira 3, MISTURA, Claudelí 4, CHEROBINI, Márcia

Leia mais

PERCEPÇÃO SOBRE A IMPORTÂNCIA DE MAQUETES NA EDUCAÇÃO INTERATIVA

PERCEPÇÃO SOBRE A IMPORTÂNCIA DE MAQUETES NA EDUCAÇÃO INTERATIVA PERCEPÇÃO SOBRE A IMPORTÂNCIA DE MAQUETES NA EDUCAÇÃO INTERATIVA DIAS, A. C. 1 ; CAVERSAN, B. 1 ; SILVA, K. A. da. 1 ; SILVA, J. F. da. 1 ; SILVA, C. V. da. 2 1 Discentes do Curso de Ciências Biológicas

Leia mais

PIBID: ALUNOS MONITORES COMO ORIENTADORES DA METODOLOGIA CIENTÍFICA PARA FEIRA DE CIÊNCIAS DA ESCOLA ESTADUAL MOREIRA DIAS

PIBID: ALUNOS MONITORES COMO ORIENTADORES DA METODOLOGIA CIENTÍFICA PARA FEIRA DE CIÊNCIAS DA ESCOLA ESTADUAL MOREIRA DIAS PIBID: ALUNOS MONITORES COMO ORIENTADORES DA METODOLOGIA CIENTÍFICA PARA FEIRA DE CIÊNCIAS DA ESCOLA ESTADUAL MOREIRA DIAS Ewelanny Louyde Ferreira de Lima¹; Daiane Rodrigues Soares². Alunas de graduação

Leia mais

REVISÃO VACINAS 15/02/2013

REVISÃO VACINAS 15/02/2013 REVISÃO VACINAS 1. Conforme a Lei Federal n o 7.498/86, que dispõe sobre o exercício da enfermagem, são atividades privativas do enfermeiro: a) administrar medicamentos e prestar consultoria de b) observar

Leia mais

A pesquisa textual em bases de dados e os recursos disponíveis no âmbito da Biblioteca Virtual em Saúde - BVS

A pesquisa textual em bases de dados e os recursos disponíveis no âmbito da Biblioteca Virtual em Saúde - BVS A pesquisa textual em bases de dados e os recursos disponíveis no âmbito da Biblioteca Virtual em Saúde - BVS Competência informacional é um conjunto de competências de aprendizagem e pensamento crítico

Leia mais

A FORMQAÇÃO DO PROFISSIONAL ENFERMEIRO E SEU REFLEXO NO MERCADO DE TRABALHO Cláudio Alves Porto

A FORMQAÇÃO DO PROFISSIONAL ENFERMEIRO E SEU REFLEXO NO MERCADO DE TRABALHO Cláudio Alves Porto A FORMQAÇÃO DO PROFISSIONAL ENFERMEIRO E SEU REFLEXO NO MERCADO DE TRABALHO Cláudio Alves Porto O COREN-SP, preocupado com a situação atual relacionada com a Formação Profissional de Enfermagem, vem assumindo

Leia mais

IMPLICAÇÕES DA FORMAÇÃO CONTINUADA DOCENTE PARA A INCLUSÃO DIGITAL NA ESCOLA PÚBLICA

IMPLICAÇÕES DA FORMAÇÃO CONTINUADA DOCENTE PARA A INCLUSÃO DIGITAL NA ESCOLA PÚBLICA IMPLICAÇÕES DA FORMAÇÃO CONTINUADA DOCENTE PARA A INCLUSÃO DIGITAL NA ESCOLA PÚBLICA Adriana Richit, Bárbara Pasa, Valéria Lessa, Mauri Luís Tomkelski, André Schaeffer, Andriceli Richit, Angélica Rossi

Leia mais

DIAGNÓSTICO SITUACIONAL PRÉ-TREINAMENTO PARA MEDICAÇÕES ENDOVENOSAS

DIAGNÓSTICO SITUACIONAL PRÉ-TREINAMENTO PARA MEDICAÇÕES ENDOVENOSAS DIAGNÓSTICO SITUACIONAL PRÉ-TREINAMENTO PARA MEDICAÇÕES ENDOVENOSAS Ana Leticia Dias Semtchuk 1 ; Gabryella Caparós Pimentel 2 ; Lilian Gatto 3 ; Willian Augusto de Melo 4 RESUMO: A Educação Permanente

Leia mais

REFLEXÕES ACERCA DOS CONCEITOS DE DEGRADAÇÃO AMBIENTAL, IMPACTO AMBIENTAL E CONSERVAÇÃO DA NATUREZA. Isonel Sandino Meneguzzo 1 Adeline Chaicouski 2

REFLEXÕES ACERCA DOS CONCEITOS DE DEGRADAÇÃO AMBIENTAL, IMPACTO AMBIENTAL E CONSERVAÇÃO DA NATUREZA. Isonel Sandino Meneguzzo 1 Adeline Chaicouski 2 181 REFLEXÕES ACERCA DOS CONCEITOS DE DEGRADAÇÃO AMBIENTAL, IMPACTO AMBIENTAL E CONSERVAÇÃO DA NATUREZA RESUMO Isonel Sandino Meneguzzo 1 Adeline Chaicouski 2 Este texto tem como premissa estabelecer as

Leia mais

XI Encontro de Iniciação à Docência

XI Encontro de Iniciação à Docência 6CCSDEMCAMT03-P ESTUDO DAS DROGAS: IMPORTÂNCIA PARA OS DISCENTES DE ENFERMAGEM NO CENÁRIO DE PRÁTICA Lucilla Vieira Carneiro (2), Patrícia Serpa de Souza Batista (3), Jacira dos Santos Oliveira (4) Centro

Leia mais

HIV/AIDS EM IDOSOS: UMA REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA

HIV/AIDS EM IDOSOS: UMA REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA HIV/AIDS EM IDOSOS: UMA REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA Fabiana Medeiros de Brito (NEPB/UFPB). E-mail: fabianabrito_@hotmail.com Eveline de Oliveira Barros (NEPB/UFPB). E-mail: evinhabarros@gmail.com

Leia mais

Módulo 3 Procedimento e processo de gerenciamento de riscos, PDCA e MASP

Módulo 3 Procedimento e processo de gerenciamento de riscos, PDCA e MASP Módulo 3 Procedimento e processo de gerenciamento de riscos, PDCA e MASP 6. Procedimento de gerenciamento de risco O fabricante ou prestador de serviço deve estabelecer e manter um processo para identificar

Leia mais

METODOLOGIAS ATIVAS COMO ESTRATÉGIAS DE ENSINO: EXPERIÊNCIA DA TERAPIA OCUPACIONAL NA UFS

METODOLOGIAS ATIVAS COMO ESTRATÉGIAS DE ENSINO: EXPERIÊNCIA DA TERAPIA OCUPACIONAL NA UFS METODOLOGIAS ATIVAS COMO ESTRATÉGIAS DE ENSINO: EXPERIÊNCIA DA TERAPIA OCUPACIONAL NA UFS INTRODUÇÃO Érika Hiratuka Andrezza Marques Duque Francisco Leal de Andrade Maria Natália Santos Silva Sandra Aiache

Leia mais

CAPTAÇÃO DE ALUNOS DO CURSO DE ENFERMAGEM PARA DOAÇÃO DE SANGUE FRENTE A CARÊNCIA VIVENCIADA 1

CAPTAÇÃO DE ALUNOS DO CURSO DE ENFERMAGEM PARA DOAÇÃO DE SANGUE FRENTE A CARÊNCIA VIVENCIADA 1 CAPTAÇÃO DE ALUNOS DO CURSO DE ENFERMAGEM PARA DOAÇÃO DE SANGUE FRENTE A CARÊNCIA VIVENCIADA 1 BENDER, Leticia Silmara 2 ; MARZARI, Carla 3 ; MENEGAZZI, Bruna Boff 4 ; NEVES, Bruna Sartori 5 ; QUADROS,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Escola de Gestores. Orientações para elaboração da proposta de intervenção

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Escola de Gestores. Orientações para elaboração da proposta de intervenção UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Escola de Gestores Orientações para elaboração da proposta de intervenção ELEMENTOS QUE COMPÕEM O TCC -PROJETO DE INTERVENÇÃO 1. INTRODUÇÃO 2. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 3. PROPOSTA

Leia mais

UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E GESTÃO RELATÓRIO DE ESTÁGIO DE MESTRADO EM CIÊNCIAS ECONÓMICAS E EMPRESARIAIS

UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E GESTÃO RELATÓRIO DE ESTÁGIO DE MESTRADO EM CIÊNCIAS ECONÓMICAS E EMPRESARIAIS UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E GESTÃO RELATÓRIO DE ESTÁGIO DE MESTRADO EM CIÊNCIAS ECONÓMICAS E EMPRESARIAIS GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS NA INSTITUIÇÃO RESIDÊNCIA

Leia mais

Erro de medicação: estratégias e novos avanços para minimizar o erro

Erro de medicação: estratégias e novos avanços para minimizar o erro Erro de medicação: estratégias e novos avanços para minimizar o erro Gracinete do Carmo Silva Aluna do Curso de Graduação em Enfermagem. Caroline Alves Garcia Docente do Curso de Graduação em Enfermagem.

Leia mais

A ROTINA NA ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

A ROTINA NA ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DE ITAPEVA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E AGRÁRIAS DE ITAPEVA A ROTINA NA ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Andréia Ap. Domingues Leite RA 20 143

Leia mais

Análise de artigos apresentados nos Encontros Nacionais de Ensino de Biologia (ENEBIO) sobre o tema aulas práticas experimentais.

Análise de artigos apresentados nos Encontros Nacionais de Ensino de Biologia (ENEBIO) sobre o tema aulas práticas experimentais. Análise de artigos apresentados nos Encontros Nacionais de Ensino de Biologia (ENEBIO) sobre o tema aulas práticas experimentais. Analysis of papers presented in the National Meetings of Biology Teaching

Leia mais

O JOGO DIGITAL NOS PROCESSOS DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA UM ESTUDO ATRAVÉS DAS SEQUÊNCIAS NARRATIVAS. Vanessa Doumid Damasceno

O JOGO DIGITAL NOS PROCESSOS DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA UM ESTUDO ATRAVÉS DAS SEQUÊNCIAS NARRATIVAS. Vanessa Doumid Damasceno i O JOGO DIGITAL NOS PROCESSOS DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA UM ESTUDO ATRAVÉS DAS SEQUÊNCIAS NARRATIVAS Vanessa Doumid Damasceno ii UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS UNISINOS Dissertação

Leia mais

OBJETIVO Reestruturação de dois laboratórios interdisciplinares de formação de educadores

OBJETIVO Reestruturação de dois laboratórios interdisciplinares de formação de educadores OBJETIVO Reestruturação de dois laboratórios interdisciplinares de formação de educadores Laboratório Multidisciplinar de Ensino de Ciências e Matemática (LabMEC), vinculado ao Instituto de Ciências Exatas:

Leia mais

Sistema de Acompanhamento ao Desempenho do Aluno

Sistema de Acompanhamento ao Desempenho do Aluno Sistema de Acompanhamento ao Desempenho do Aluno Manoel Cardoso da Silveira Neto 1, Luciana Vescia Lourega 1 1 Instituto Federal Farroupilha Campus Júlio de Castilhos RS - Brasil Caixa Postal 38 98.130-000

Leia mais

TÍTULO: A ENFERMAGEM E OS USUÁRIOS DE SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS NO CAPS: RELATO DE VIVÊNCIAS.

TÍTULO: A ENFERMAGEM E OS USUÁRIOS DE SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS NO CAPS: RELATO DE VIVÊNCIAS. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: A ENFERMAGEM E OS USUÁRIOS DE SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS NO CAPS: RELATO DE VIVÊNCIAS. CATEGORIA:

Leia mais

O trabalho docente e suas dificuldades na avaliação por competências e habilidades no ensino técnico: área da saúde

O trabalho docente e suas dificuldades na avaliação por competências e habilidades no ensino técnico: área da saúde O trabalho docente e suas dificuldades na avaliação por competências e habilidades no ensino técnico: área da saúde Cristiane Martins¹ Fabíola Dada² Pablo Assis Almeida Fraga³ Resumo: Este artigo é resultado

Leia mais

FATEC EaD TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO INTERDISCIPLINAR SÃO PAULO 2014

FATEC EaD TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO INTERDISCIPLINAR SÃO PAULO 2014 1 FATEC EaD TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO INTERDISCIPLINAR SÃO PAULO 2014 2 Sumário 1. Introdução... 3 2. Finalidade do Projeto Interdisciplinar... 3 3. Disciplinas Contempladas... 4 4. Material

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO PARECER COREN-SP GEFIS Nº 29 / 2010 Abordagem Sindrômica. Participação Legal do Enfermeiro. Programa de Controle das Doenças Sexualmente Transmissíveis. Programa de Atenção Integral em Doenças Prevalentes

Leia mais

PROJETO VIDA: O USO DA LUDICIDADE NA INCLUSÃO DIGITAL DE CRIANÇAS

PROJETO VIDA: O USO DA LUDICIDADE NA INCLUSÃO DIGITAL DE CRIANÇAS PROJETO VIDA: O USO DA LUDICIDADE NA INCLUSÃO DIGITAL DE CRIANÇAS L. do P. Cordoba*, J. H. Ribas* e S. de Almeida* *Departamento de Informática/UTFPR, Ponta Grossa,Brasil e-mail: laysecordoba@hotmail.com

Leia mais

PRÓ-MATATEMÁTICA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

PRÓ-MATATEMÁTICA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES PRÓ-MATATEMÁTICA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES Regina Luzia Corio de Buriasco * UEL reginaburiasco@sercomtel.com.br Magna Natália Marin Pires* UEL magna@onda.com.br Márcia Cristina de Costa Trindade Cyrino*

Leia mais

Oficina de jogos pedagógicos de ensino de ecologia e educação ambiental como estratégia de ensino na formação de professores

Oficina de jogos pedagógicos de ensino de ecologia e educação ambiental como estratégia de ensino na formação de professores Oficina de jogos pedagógicos de ensino de ecologia e educação ambiental como estratégia de ensino na formação de professores Pedagogical games workshop of ecology teaching and environmental education as

Leia mais

A PARTICIPAÇÃO EM GRUPOS DE PESQUISAS E A OPORTUNIDADE DE CRESCIMENTO E VISIBILIDADE DA ENFERMAGEM 1

A PARTICIPAÇÃO EM GRUPOS DE PESQUISAS E A OPORTUNIDADE DE CRESCIMENTO E VISIBILIDADE DA ENFERMAGEM 1 A PARTICIPAÇÃO EM GRUPOS DE PESQUISAS E A OPORTUNIDADE DE CRESCIMENTO E VISIBILIDADE DA ENFERMAGEM 1 NASCIMENTO, Letícia 2 ; NEVES, Eliane Tatsch 3 ; PIESZAK, Greice Machado 4 ; POTRICH, Tassiana 5 RESUMO

Leia mais

IATROGENIA MEDICAMENTOSA: a culpa é humana, ou o culpado é o sistema?

IATROGENIA MEDICAMENTOSA: a culpa é humana, ou o culpado é o sistema? IATROGENIA MEDICAMENTOSA: a culpa é humana, ou o culpado é o sistema? Maria Raquiel Salvador dos Santos 1, Bruna de Carvalho Biagioni 2, Ana Lucia De Faria 3, Teresa Celia de Mattos Moraes dos Santos 4

Leia mais

CUIDANDO DO IDOSO E CUIDANDO DO CUIDADOR

CUIDANDO DO IDOSO E CUIDANDO DO CUIDADOR CUIDANDO DO IDOSO E CUIDANDO DO CUIDADOR Jorge Wilker Bezerra Clares 1 Rozzana Oliveira Tabosa 2 Carliene Bezerra da Costa 3 Maria Célia de Freitas 4 RESUMO Trata-se de um relato de experiência vivenciado

Leia mais

HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE

HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE Experiências educativas no gerenciamento de resíduos gerados no Hospital de Clínicas de Porto Alegre Tainá Flôres da Rosa contato: tfrosa@hcpa.ufrgs.br telefone:(51)81414438

Leia mais

A FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM COMUNIDADES DE PRÁTICA: ASPECTOS TEÓRICOS E

A FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM COMUNIDADES DE PRÁTICA: ASPECTOS TEÓRICOS E 03 A FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM COMUNIDADES DE PRÁTICA: ASPECTOS TEÓRICOS E ESTUDOS RECENTES ARTIGOS DE PESQUISA TEACHERS' TRAINING IN COMMUNITIES OF PRACTICE: THEORETICAL ASPECTS AND RECENT RESEARCHES

Leia mais

INTERNET COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA PARA O PROFESSOR DE INGLÊS

INTERNET COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA PARA O PROFESSOR DE INGLÊS INTERNET COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA PARA O PROFESSOR DE INGLÊS R E S U M O Ana Paula Domingos Baladeli * Anair Altoé ** O presente trabalho é um recorte da análise de dados realizada em pesquisa de Mestrado

Leia mais

Acompanhamento de um Projeto Didático

Acompanhamento de um Projeto Didático Acompanhamento de um Projeto Didático Carlos Eduardo de Brito Novaes carlos.novaes@usp.br Universidade de São Paulo, Escola Politécnica Av. Professor Luciano Gualberto, travessa 3, n 380 05508-010 São

Leia mais

PRODUÇÃO CIENTIFICA SOBRE A SAÚDE DO TRABALHADOR: UMA PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

PRODUÇÃO CIENTIFICA SOBRE A SAÚDE DO TRABALHADOR: UMA PESQUISA BIBLIOGRÁFICA PRODUÇÃO CIENTIFICA SOBRE A SAÚDE DO TRABALHADOR: UMA PESQUISA BIBLIOGRÁFICA Neide Tiemi Murofuse 1 Rejane Rodrigues da Silva 2 INTRODUÇÃO: A área da Saúde do Trabalhador surge no contexto do Movimento

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE MAQUETES COMO ESTRATÉGIA DE ENSINO- APRENDIZAGEM: CONTRIBUIÇÕES PARA FORMAÇÃO INICIAL DE PEDAGOGOS

CONSTRUÇÃO DE MAQUETES COMO ESTRATÉGIA DE ENSINO- APRENDIZAGEM: CONTRIBUIÇÕES PARA FORMAÇÃO INICIAL DE PEDAGOGOS CONSTRUÇÃO DE MAQUETES COMO ESTRATÉGIA DE ENSINO- APRENDIZAGEM: CONTRIBUIÇÕES PARA FORMAÇÃO INICIAL DE PEDAGOGOS Autor: Claudio Wagner Locatelli Mestrando do Programa de Ensino, História e Filosofia das

Leia mais

A PERCEPÇÃO DO PROFISSIONAL DE ENFERMAGEM FRENTE AO CUIDADO HUMANIZADO PRESTADO AO PACIENTE NA UTI

A PERCEPÇÃO DO PROFISSIONAL DE ENFERMAGEM FRENTE AO CUIDADO HUMANIZADO PRESTADO AO PACIENTE NA UTI A PERCEPÇÃO DO PROFISSIONAL DE ENFERMAGEM FRENTE AO CUIDADO HUMANIZADO PRESTADO AO PACIENTE NA UTI Técnico em Enfermagem Elisabete Batista Alves - betebatista@bol.com.br Francisca Assunção Alves da Costa

Leia mais

INTERAÇÃO ENTRE TEORIA E PRÁTICA NO CANTEIRO DE OBRAS

INTERAÇÃO ENTRE TEORIA E PRÁTICA NO CANTEIRO DE OBRAS 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( X ) TECNOLOGIA INTERAÇÃO

Leia mais

ACIDENTE E INCIDENTE INVESTIGAÇÃO

ACIDENTE E INCIDENTE INVESTIGAÇÃO ACIDENTE E INCIDENTE INVESTIGAÇÃO OBJETIVOS Para definir as razões para a investigação de acidentes e incidentes. Para explicar o processo de forma eficaz a investigação de acidentes e incidentes. Para

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA Santa Maria, RS. 2012 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS... 3 CAPÍTULO II... 4 REGULARIZAÇÃO DO ESTÁGIO... 4 CAPÍTULO III... 5 DOS ASPECTOS LEGAIS... 5

Leia mais

Curso Intensivo. Prescrição Farmacêutica e Dispensação Racional de Medicamentos

Curso Intensivo. Prescrição Farmacêutica e Dispensação Racional de Medicamentos Curso Intensivo Prescrição Farmacêutica e Dispensação Racional de Medicamentos O EaDPLUS é um dos melhores portais de cursos à distância do Brasil e conta com um ambiente virtual de aprendizagem que visa

Leia mais

Conhecimento de enfermeiros assistenciais sobre eventos adversos relacionados aos cuidados de enfermagem

Conhecimento de enfermeiros assistenciais sobre eventos adversos relacionados aos cuidados de enfermagem Conhecimento de enfermeiros assistenciais sobre eventos adversos relacionados aos cuidados de enfermagem Lívia Marques Souza Roberta Meneses Oliveira Ilse Maria Tigre Arruda Leitão Marcela Monteiro Gondim

Leia mais

GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO DO CURRICULO ANO 2 - APROFUNDAMENTO

GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO DO CURRICULO ANO 2 - APROFUNDAMENTO ESTRUTURA GERAL DOS ROTEIROS DE ESTUDOS QUINZENAL Os roteiros de estudos, cujo foco está destacado nas palavras chaves, estão organizados em três momentos distintos: 1º MOMENTO - FUNDAMENTOS TEÓRICOS -

Leia mais

Este estudo foi desenvolvido considerando: o índice de mortalidade infantil ocorrido em UTI Neonatal; assim como a necessidade emergente da prática

Este estudo foi desenvolvido considerando: o índice de mortalidade infantil ocorrido em UTI Neonatal; assim como a necessidade emergente da prática Este estudo foi desenvolvido considerando: o índice de mortalidade infantil ocorrido em UTI Neonatal; assim como a necessidade emergente da prática da humanização no cenário atual, indicador inclusive

Leia mais

PRODUÇÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA SOBRE HUMANIZAÇÃO NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA DE 2004 A 2009

PRODUÇÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA SOBRE HUMANIZAÇÃO NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA DE 2004 A 2009 PRODUÇÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA SOBRE HUMANIZAÇÃO NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA DE 2004 A 2009 RIBEIRO, Karina Angélica Alvarenga¹ LEITE, Mércia Aleide² RESUMO A humanização na assistência em saúde tornou-se

Leia mais

Responsabilidade Social no Ensino em Administração: um estudo exploratório sobre a visão dos estudantes de graduação

Responsabilidade Social no Ensino em Administração: um estudo exploratório sobre a visão dos estudantes de graduação Renata Céli Moreira da Silva Responsabilidade Social no Ensino em Administração: um estudo exploratório sobre a visão dos estudantes de graduação Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa

Leia mais

PREPARO DE MEDICAMENTOS POR SONDAS EM PACIENTES QUE RECEBEM NUTRIÇÃO ENTERAL. Caroline de Deus Lisboa Lolita Dopico da Silva

PREPARO DE MEDICAMENTOS POR SONDAS EM PACIENTES QUE RECEBEM NUTRIÇÃO ENTERAL. Caroline de Deus Lisboa Lolita Dopico da Silva PREPARO DE MEDICAMENTOS POR SONDAS EM PACIENTES QUE RECEBEM NUTRIÇÃO ENTERAL Caroline de Deus Lisboa Lolita Dopico da Silva 2012 QUESTÃO NORTEADORA E OBJETIVOS Como a enfermagem prepara medicamentos por

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Plano de Trabalho Docente 2013

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Plano de Trabalho Docente 2013 Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC Rodrigues de Abreu Código: 135 Município: Bauru/SP Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em Enfermagem

Leia mais

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA ESCOLA NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA FICHA DE UNIDADE CURRICULAR 1. Designação Em português Saúde e Segurança do Trabalho em Unidades de Saúde Em inglês Occupational Health and

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ UECE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ UECE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ UECE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM AUTORES: Roberta Meneses Oliveira, Ilse Maria Tigre de Arruda Leitão, Marina Castro Sobral, Sarah de Sá Leite, Ariane Alves Barros,

Leia mais

II ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FAFIPA EIC ANÁLISE DAS ANOTAÇÕES DE ENFERMAGEM EM UMA INSTITUIÇÃO HOSPITALAR PRIVADA DO MUNICÍPIO DE PARANAVAÍ

II ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FAFIPA EIC ANÁLISE DAS ANOTAÇÕES DE ENFERMAGEM EM UMA INSTITUIÇÃO HOSPITALAR PRIVADA DO MUNICÍPIO DE PARANAVAÍ 61 II ENCONTRO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FAFIPA EIC ANÁLISE DAS ANOTAÇÕES DE ENFERMAGEM EM UMA INSTITUIÇÃO HOSPITALAR PRIVADA DO MUNICÍPIO DE PARANAVAÍ IMADO, Mayara Keiko (FAFIPA). DERENZO, Neide (Orientador),

Leia mais

Área temática: Enfermagem CÂNCER NA ADOLESCÊNCIA: SENTIMENTOS DOS PORTADORES E PAPEIS DE FAMILIARES E ENFERMEIROS

Área temática: Enfermagem CÂNCER NA ADOLESCÊNCIA: SENTIMENTOS DOS PORTADORES E PAPEIS DE FAMILIARES E ENFERMEIROS Área temática: Enfermagem CÂNCER NA ADOLESCÊNCIA: SENTIMENTOS DOS PORTADORES E PAPEIS DE FAMILIARES E ENFERMEIROS Graziela Silva do Nascimento Discente do curso de Enfermagem da UFPB. E-mail: graziela_nascimento_@hotmail.com

Leia mais

SER MONITOR: APRENDER ENSINANDO

SER MONITOR: APRENDER ENSINANDO SER MONITOR: APRENDER ENSINANDO Vanessa Torres dos Santos (vanessa.torres@live.com)¹ Emelynne Gabrielly de Oliveira Santos (nellynha_15@hotmail.com)¹ Izaac Batista Lima (izaac-15@hotmail.com)¹ Marília

Leia mais

Universidade Federal Fluminense

Universidade Federal Fluminense Universidade Federal Fluminense Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa VI Simpósio Internacional de Enfermagem Projeto QUALISEG: A Segurança do Paciente e a Qualidade em Saúde: Estratégias para a

Leia mais

A VISIBILIDADE DO PROFISSIONAL ENFERMEIRO EM UM CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIOAL DE ÁLCOOL E DROGAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA 1

A VISIBILIDADE DO PROFISSIONAL ENFERMEIRO EM UM CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIOAL DE ÁLCOOL E DROGAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA 1 A VISIBILIDADE DO PROFISSIONAL ENFERMEIRO EM UM CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIOAL DE ÁLCOOL E DROGAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA 1 OLIVEIRA, Pâmela Kath 2, MOTA, Marina Soares 3, GOMES, Giovana Calcagno 4, SALVADOR,

Leia mais

HABILIDADE EMPÁTICA EM GRADUANDOS DE ENFERMAGEM: DIMENSÕES COGNITIVA E AFETIVA. Célia Caldeira Fonseca Kestenberg¹, Natalia André Barbosa Silva²

HABILIDADE EMPÁTICA EM GRADUANDOS DE ENFERMAGEM: DIMENSÕES COGNITIVA E AFETIVA. Célia Caldeira Fonseca Kestenberg¹, Natalia André Barbosa Silva² HABILIDADE EMPÁTICA EM GRADUANDOS DE ENFERMAGEM: DIMENSÕES COGNITIVA E AFETIVA Célia Caldeira Fonseca Kestenberg¹, Natalia André Barbosa Silva² INTRODUÇÃO A empatia é uma habilidade socialmente aprendida,

Leia mais

Palavras-chave: Busca ativa, dependência química, tratamento,

Palavras-chave: Busca ativa, dependência química, tratamento, BUSCA ATIVA DE PACIENTES DEPENDENTES QUÍMICOS Área Temática: Saúde Cristiane Barros Marcos 1 (Coordenadora da Ação de Extensão) Cristiane Barros Marcos, Bruna Abbud da Silva 2, Sara Silva Fernandes 3,

Leia mais

III CONGRESSO BRASILEIRO DE RELACIONAMENTO INTERPESSOAL E I ENCONTRO LATINO-AMERICANO SOBRE FAMILIA E RELACIONAMENTO INTERPESSOAL

III CONGRESSO BRASILEIRO DE RELACIONAMENTO INTERPESSOAL E I ENCONTRO LATINO-AMERICANO SOBRE FAMILIA E RELACIONAMENTO INTERPESSOAL III CONGRESSO BRASILEIRO DE RELACIONAMENTO INTERPESSOAL E I ENCONTRO LATINO-AMERICANO SOBRE FAMILIA E RELACIONAMENTO INTERPESSOAL De 19 a 22 de Julho de 2013 1) Tipo e título da atividade proposta: a)

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA Á EDUCAÇÃO. Luis Carlos Azevedo 1 RESUMO

CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA Á EDUCAÇÃO. Luis Carlos Azevedo 1 RESUMO CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA Á EDUCAÇÃO Luis Carlos Azevedo 1 RESUMO Este artigo apresenta como objeto de as pesquisas sobre as Contribuições da Psicologia à Educação. O objetivo foi analisar a produção

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA

Universidade Estadual de Londrina CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA PROPOSTA 1 Curso Nome(s) do(s) Curso(s) ZOOTECNIA Código e-mec 56129 Conceito ENADE 4 Coordenador da Proposta (Tutor do Grupo) ANA MARIA BRIDI 2 Caracterização da Proposta 2.1Área de Conhecimento (código

Leia mais

SEMINÁRIO PAULISTA DE GESTÃO SEPAGE/2011. SEGURANÇA DO PACIENTE: Diferencial na Imagem Institucional

SEMINÁRIO PAULISTA DE GESTÃO SEPAGE/2011. SEGURANÇA DO PACIENTE: Diferencial na Imagem Institucional SEMINÁRIO PAULISTA DE GESTÃO SEPAGE/2011 SEGURANÇA DO PACIENTE: Diferencial na Imagem Institucional A área da saúde costumava ser mais simples, menos eficaz e mais segura. Chantler, 1997. A área da saúde

Leia mais