ERROS DE MEDIÇÃO. Vocabulário; Erros de Medição; Calibração.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ERROS DE MEDIÇÃO. Vocabulário; Erros de Medição; Calibração."

Transcrição

1 ERROS DE MEDIÇÃO Vocabulário; Erros de Medição; Calibração.

2 Imaginando o caso da balança, após estabelecer os erros sistemáticos e aleatórios, poderíamos conviver com os erros efetuando um fator de correção e aceitando a faixa de valores do erro aleatório. Ex.: Corrigir -15 g nas medições e descrever o erro aleatório de +/- 3 g.

3 Corrigir o erro sistemático pode ser um procedimento simples no equipamento, ou em alguns casos, ser só uma correção no valor da indicação. Já corrigir o erro aleatório geralmente é mais difícil. Aceitar também não é uma tarefa fácil. No caso da balança, o erro aleatório de +/- 3g para 1000g é de +/- 0,3%.

4 +/- 0,3%, para muitos processos pode ser alto, mas para outros nem tanto. Por exemplo, a utilização da mesma balança em um restaurante que vende comida a quilo, onde cobra R$40,00/kg, quanto representa o erro para o consumidor?

5 Além de conhecer os erros e corrigir se possível, por quanto tempo estes erros serão os mesmo? Há uma tendência do sistema de medição em degradar seu desempenho com o tempo. Deste modo é necessário verificar o desempenho com frequência para manter a confiabilidade nos resultados. A forma usual de caracterizar o desempenho de um sistema de medição é pelo procedimento de calibração.

6 Calibração é o conjunto de operações que estabelece, sob condições especificadas, a relação entre os valores indicados por um instrumento ou sistema de medição ou valores representados por uma medida materializada ou um material de referência e os valores correspondentes das grandezas estabelecidos por padrões.

7 Instrumentos de medição: Escala graduada, paquímetro; Medidas Materializada: Massa-Padrão, comprimento de um bloco-padrão; Materiais de Referência: determinar a concentração de um reagente químico.

8 Padrão é uma medida materializada, instrumento de medição, material de referência ou sistema de medição destinado a definir, realizar, conservar ou reproduzir uma unidade ou um ou mais valores de uma grandeza para servir como referência.

9 O resultado de uma calibração permite estabelecer os valores do mensurando para indicações e também determinar as correções. Uma calibração também pode determinar outras propriedades metrológicas, como, os efeitos das grandezas de influência sobre a indicação, ou o comportamento metrológico em condições adversas, com em temperaturas elevadas ou muito baixas.

10 O resultado da calibração geralmente é registrado no Certificado de Calibração. Este documento apresenta várias informações quanto ao procedimento de calibração, método e instrumentos utilizados, tabela de resultado ou gráfico, estimativa da correção, estimativa da incerteza, normas utilizadas e validade.

11 A calibração de sistemas de medição tem papel estratégico nas empresas, visto que um instrumento não calibrado pode influenciar diretamente na qualidade dos produtos fabricados. Outro fator é que para se obter a certificação pelos normas ISO 9000, um dos requisitos é o certificado de todos os instrumentos utilizados.

12 Na mesma linha da calibração, existem outros procedimentos como a verificação, ajuste e regulagem. Verificação é uma calibração simplificada utilizada para testar se um sistema de medição, ou medida materializada, está em conformidade com uma dada especificação técnica.

13 Ajuste é uma operação corretiva destinada a fazer que um instrumento de medição tenha desempenho compatível com o seu uso. Regulagem é um ajuste, empregando somente os recursos disponíveis ao usuário no sistema de medição

14 DIRETA Calibração Direta, o padrão é composto por uma ou um conjunto de medidas materializadas, é aplicado diretamente no sistema de medição a calibrar. A medida materializada deve ter a incertezas definidas e suficientemente menor que a incerteza do instrumento a calibrar. A incerteza é geralmente dez vezes menor que o instrumento a calibrar. Exemplo, Balança e Massa Padrão.

15 INDIRETA Calibração Indireta, a grandeza a medir é gerada por meio de um dispositivo auxiliar. O valor gerado da grandeza não precisa ser conhecido, mas deve ser estável. A medição da grandeza é feita pelo sistema de medição a calibrar e simultaneamente, por outro sistema de medição, usado como referência, o sistema de medição-padrão. O sistema de medição-padrão geralmente tem incerteza dez vezes menor que a do instrumento a calibrar.

16 IN LOCO Calibração In Loco, é uma alternativa para processos onde as condições de uso são muito diferentes das condições de calibração. Nesse caso os padrões são levados até o local de utilização dos sistemas de medição e a calibração é realizada no local e condições de uso.

17 PARCIAL Calibração Parcial, é realizada em apenas uma parte do sistema de medição. Por exemplo em um desenvolvimento de um novo sistema, onde parte do sistema é semelhante ao antigo e parte são novos dispositivos, desta formo pode-se calibrar apenas os novos dispositivos.

18 RASTREABILIDADE Rastreabilidade é a propriedade do resultado de uma medição ou do valor de um padrão estar relacionado a referências estabelecidas, geralmente padrões nacionais ou internacionais, por meio de uma cadeia contínua de comparações, todas tendo incertezas estabelecidas

19 SISTEMA METROLÓGICO NACIONAL CONMETRO, o Conselho Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial, é o orgão normativo. É responsável por assegurar a uniformidade das unidades de medidas utilizadas no país, fixar critérios e procedimentos para certificação de qualidade de produtos industriais e também por aplicar penalidades nos casos de infração a legislação

20 SISTEMA METROLÓGICO NACIONAL INMETRO, o órgão executivo da política nacional de metrologia é o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial, vinculado ao Ministério da Indústria, do Comércio e do Turismo.

21 INTERVALO DE CALIBRAÇÃO

22 CERTIFICADO DE CALIBRAÇÃO

23 CERTIFICADO DE CALIBRAÇÃO

Aula I -Introdução à Instrumentação Industrial

Aula I -Introdução à Instrumentação Industrial Aula I -Introdução à Instrumentação Industrial UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA POLITÉCNICA DISCIPLINA: INSTRUMENTAÇÃO E AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL I (ENGF99) PROFESSOR: EDUARDO SIMAS (EDUARDO.SIMAS@UFBA.BR)

Leia mais

Terminologia e conceitos de Metrologia

Terminologia e conceitos de Metrologia A U A UL LA Terminologia e conceitos de Metrologia Um problema Muitas vezes, uma área ocupacional apresenta problemas de compreensão devido à falta de clareza dos termos empregados e dos conceitos básicos.

Leia mais

Revisitando o estado da arte da calibração de um instrumento analógico

Revisitando o estado da arte da calibração de um instrumento analógico Revisitando o estado da arte da calibração de um instrumento analógico Comparação é a melhor definição com uma única palavra para o termo metrológico calibração. De maneira simplória, calibração nada mais

Leia mais

Incerteza de Medição. O que é Incerteza de Medição?

Incerteza de Medição. O que é Incerteza de Medição? Incerteza de Medição Por Gilberto Carlos Fidélis A palavra incerteza quando utilizada no nosso dia a dia não nos deixa muito confortáveis. Transmite uma sensação de insegurança. No entanto, quando utilizada

Leia mais

Nota Introdutória... IX. Objectivos dos Conteúdos do Livro de Metrologia Industrial... XI. Capítulo 1 A Metrologia em Portugal...

Nota Introdutória... IX. Objectivos dos Conteúdos do Livro de Metrologia Industrial... XI. Capítulo 1 A Metrologia em Portugal... Índice Nota Introdutória... IX Objectivos dos Conteúdos do Livro de Metrologia Industrial... XI Capítulo 1 A Metrologia em Portugal... 1 1.1 CONCEITO DE METROLOGIA... 1 1.2 EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA METROLOGIA

Leia mais

5 O Sistema de Medição. Fundamentos de Metrologia

5 O Sistema de Medição. Fundamentos de Metrologia 5 O Sistema de Medição Fundamentos de Metrologia Neste texto: Definições Instrumento de medição tem sido preferido para medidores pequenos, portáteis teis e encapsulados em uma única unidade. Sistemas

Leia mais

Processo de Medição e Calibração

Processo de Medição e Calibração Processo de Medição e Calibração Carlos Alexandre Brero de Campos Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Paraná 2015 Na sua opinião, qual a importância de calibrar um instrumento? PROCESSO DE MEDIÇÃO

Leia mais

CÁLCULO DA INCERTEZA

CÁLCULO DA INCERTEZA CÁLCULO DA INCERTEZA O resultado de uma medição é somente um valor aproximado ou uma estimativa do Mensurando. ele é completo somente quando acompanhado do valor declarado de sua incerteza. A incerteza

Leia mais

Medição e Erro. Aminadabe dos Santos Pires Soares ¹. Prof. Adenauer Yamin ². Universidade Católica de Pelotas

Medição e Erro. Aminadabe dos Santos Pires Soares ¹. Prof. Adenauer Yamin ². Universidade Católica de Pelotas Medição e Erro Aminadabe dos Santos Pires Soares ¹ Prof. Adenauer Yamin ² Universidade Católica de Pelotas amifractal@gmail.com adenauer@gmail.com ¹ Aluno ² Professor da disciplina Instrumentação Eletrônica

Leia mais

Calibração de parâmetros elétricos de SOLDAGEM SMPS-32 x Alicate amperimétrico

Calibração de parâmetros elétricos de SOLDAGEM SMPS-32 x Alicate amperimétrico 1 INTRODUÇÃO O monitoramento contínuo dos parâmetros elétricos de soldagem possibilita a difusão da idéia da qualidade no dia a dia do operador, a linguagem fica padronizada. O constante treinamento dos

Leia mais

A Calibração e a Metrologia na Indústria. Sua importância e Viabilidade Técnica.

A Calibração e a Metrologia na Indústria. Sua importância e Viabilidade Técnica. A Calibração e a Metrologia na Indústria. Sua importância e Viabilidade Técnica. ALGUNS QUESTIONAMENTOS Você sabe como está a Gestão das calibrações em sua empresa? Você sabe quantas calibrações são realizadas

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Nível Médio

Leia mais

A Calibração e a Gestão Metrológica na Indústria. A importância e a Viabilidade Técnica. NEWTON BASTOS

A Calibração e a Gestão Metrológica na Indústria. A importância e a Viabilidade Técnica. NEWTON BASTOS A Calibração e a Gestão Metrológica na Indústria. A importância e a Viabilidade Técnica. NEWTON BASTOS OBJETIVO O objetivo deste trabalho será dar bases sólidas para estudos de viabilidade técnica para

Leia mais

TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA METROLOGIA. Prof. Fábio Evangelista Santana, MSc. Eng.

TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA METROLOGIA. Prof. Fábio Evangelista Santana, MSc. Eng. TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA METROLOGIA Prof. Fábio Evangelista Santana, MSc. Eng. fsantana@gmx.de SUMÁRIO Apresentação da turma Integração de Metrologia com o curso de TEM O que é Metrologia Organização

Leia mais

Metrologia 1ª lista de exercícios

Metrologia 1ª lista de exercícios 1. Cite as três classes de aplicações onde é importante medir. Dê exemplos de situações presentes na sua vida de cada uma das classes. 2. Da definição de medir: "... é o procedimento experimental através

Leia mais

DEFINIÇÕES DO VOCABULÁRIO INTERNACIONAL DE METROLOGIA

DEFINIÇÕES DO VOCABULÁRIO INTERNACIONAL DE METROLOGIA DEFINIÇÕES DO VOCABULÁRIO INTERNACIONAL DE METROLOGIA João Carlos Pinheiro Beck beck@em.pucrs.br Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Departamento de Engenharia Mecânica e Mecatrônica

Leia mais

Materiais de Referência Certificados REFRATÔMETROS E POLARÍMETROS

Materiais de Referência Certificados REFRATÔMETROS E POLARÍMETROS Materiais de Referência Certificados REFRATÔMETROS E POLARÍMETROS A verificação periódica da instrumentação laboratorial é de máxima importância nas instalações de produção modernas, não só por razões

Leia mais

Sistemas de Medição e Metrologia. Aula 6. Organização da Aula 6. Contextualização. 6.Sistema de Medição e Metrologia. Profa. Rosinda Angela da Silva

Sistemas de Medição e Metrologia. Aula 6. Organização da Aula 6. Contextualização. 6.Sistema de Medição e Metrologia. Profa. Rosinda Angela da Silva Sistemas de Medição e Metrologia Aula 6 Profa. Rosinda Angela da Silva Organização da Aula 6 Implantação e Organização de um Sistema de Medição e Metrologia na empresa É necessário um Controle de Qualidade

Leia mais

Incerteza em Medições. Introdução. ECV-5240 Instrumentação de Ensaios

Incerteza em Medições. Introdução. ECV-5240 Instrumentação de Ensaios Incerteza em Medições Fonte: BIPM International Bureau of Weights and Measures OIML International Organization of Legal Metrology ISO International Organization for Standardization IEC International Electrotechnical

Leia mais

7 Resultados de Medições Diretas. Fundamentos de Metrologia

7 Resultados de Medições Diretas. Fundamentos de Metrologia 7 Resultados de Medições Diretas Fundamentos de Metrologia Motivação definição do mensurando procedimento de medição resultado da medição condições ambientais operador sistema de medição Como usar as informações

Leia mais

CGCRE/INMETRO. Metrologia e Qualidade em Laboratório

CGCRE/INMETRO. Metrologia e Qualidade em Laboratório CGCRE/INMETRO Metrologia e Qualidade em Laboratório Alexandre Dias de Carvalho Chefe da Equipe de Avaliação de Laboratórios adcarvalho@inmetro.gov.br Metrologia Ciência da medição É uma das funções básicas

Leia mais

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 012, de 24 de janeiro de 1996. O Diretor

Leia mais

Instrumentação Industrial. Fundamentos de Instrumentação Industrial: Introdução a Metrologia Incerteza na Medição

Instrumentação Industrial. Fundamentos de Instrumentação Industrial: Introdução a Metrologia Incerteza na Medição Instrumentação Industrial Fundamentos de Instrumentação Industrial: Introdução a Metrologia Incerteza na Medição Introdução a Metrologia O que significa dizer: O comprimento desta régua é 30cm. A temperatura

Leia mais

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 041, de 05 de março de 1996. O Diretor

Leia mais

MÉTODO PARA CALIBRAÇÃO DE SIMULADORES DE SOPRO

MÉTODO PARA CALIBRAÇÃO DE SIMULADORES DE SOPRO V CONGRESSO BRASILEIRO DE METROLOGIA Metrologia para a competitividade em áreas estratégicas 9 a 13 de novembro de 2009. Salvador, Bahia Brasil. MÉTODO PARA CALIBRAÇÃO DE SIMULADORES DE SOPRO Leonardo

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Metrologia Código da Disciplina: NDC175 Curso: Engenharia Mecânica Semestre de oferta da disciplina: Faculdade responsável: Núcleo de Disciplinas Comuns Programa em vigência

Leia mais

Data emissão: PLANO DE CONTROLE DE CALIBRAÇÃO / /

Data emissão: PLANO DE CONTROLE DE CALIBRAÇÃO / / Cópia confidencial Cópia controlada Folha 1/10 Identificação Objetivo Estabelecer a metodologia de controle da calibração dos equipamentos/instrumentos de medição utilizados no processo de produção de

Leia mais

Portaria Inmetro nº 528, de 03 de dezembro de 2014.

Portaria Inmetro nº 528, de 03 de dezembro de 2014. MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA INMETRO Portaria Inmetro nº 528, de 03 de dezembro de 2014. O PRESIDENTE DO INSTITUTO

Leia mais

Sistemas de Medição e Metrologia. Aula 1. Tópicos que Serão Abordados na Disciplina. Organização da Aula 1. Contextualização

Sistemas de Medição e Metrologia. Aula 1. Tópicos que Serão Abordados na Disciplina. Organização da Aula 1. Contextualização Sistemas de Medição e Metrologia Tópicos que Serão Abordados na Disciplina 1. Conceitos gerais de Metrologia Aula 1 Profa. Rosinda Angela da Silva 2. Conceitos gerais de Sistemas de Medição 3. A importância

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Metrologia Código da Disciplina: NDC 175 Curso: Engenharia de Produção Semestre de oferta da disciplina: 7 Faculdade responsável: Núcleo de Disciplinas Comuns (NDC) Programa

Leia mais

Manutenção Revisão: 02 Página 1 de 6

Manutenção Revisão: 02 Página 1 de 6 Manutenção Revisão: 02 Página 1 de 6 1. HISTÓRICO DE REVISÕES DATA REVISÃO RESUMO DE ALTERAÇÕES 20.08.2013 00 Emissão inicial. Revisão para maior clareza no texto do documento. Adequação da responsabilidade

Leia mais

Análise de Sistema de Medição 3D segundo guia MSA

Análise de Sistema de Medição 3D segundo guia MSA Formação Avançada em Metrologia 3D Análise de Sistema de Medição 3D segundo guia MSA MSA na Medição 3D O MSA ou Análise de Sistemas de Medição tornou-se uma ferramenta muito utilizada para a garantia da

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL n.º 148, de 27 de agosto de 2002.

Leia mais

Ação Preventiva Ação para eliminar a causa de um potencial não-conformidade ou outra situação potencialmente indesejável.

Ação Preventiva Ação para eliminar a causa de um potencial não-conformidade ou outra situação potencialmente indesejável. A Ação Corretiva Ação para eliminar a causa de uma não-conformidade identificada ou outra situação indesejável. Ação Preventiva Ação para eliminar a causa de um potencial não-conformidade ou outra situação

Leia mais

Incerteza de resultados de Medição em Máquinas de Medir por Coordenadas

Incerteza de resultados de Medição em Máquinas de Medir por Coordenadas Formação Avançada em Metrologia 3D Incerteza de resultados de Medição em Máquinas de Medir por Coordenadas Material didático informativo sobre Medição 3D Incerteza de resultados de Medição em Máquinas

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 241, de 18 de agosto de 2008.

Leia mais

Unidades. definidos nos Institutos de Metrologia para cada unidade. experimentais mantêm-se nos institutos, estando disponíveis como referência

Unidades. definidos nos Institutos de Metrologia para cada unidade. experimentais mantêm-se nos institutos, estando disponíveis como referência Unidades Definição da unidade - a definição da unidade e a incerteza associada é essencial Realização da unidade - sistemas experimentais definidos nos Institutos de Metrologia para cada unidade Representação

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA INMETRO

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA INMETRO Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA INMETRO Portaria Inmetro/Dimel n.º 059, de 04 de março de 2016.

Leia mais

Objetivos da disciplina:

Objetivos da disciplina: Aplicar e utilizar princípios de metrologia em calibração de instrumentos e malhas de controle. Objetivos da disciplina: Aplicar e utilizar princípios de metrologia calibração de instrumentos e malhas

Leia mais

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 046, de 22 de março de 1996. O Diretor

Leia mais

Relatório de Validação

Relatório de Validação 1/1 Relatório de Validação Data da Validação: 22.08.2014 / Válido até: 31.08.2017 1. Identificação do Cliente Empresa: EMPTEQ - Empresa de Serviços e Comércio de Tecnologia e Qualidade Ltda. Endereço:

Leia mais

TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DA METROLOGIA NA INDÚSTRIA E NAS RELAÇÕES COMERCIAIS

TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DA METROLOGIA NA INDÚSTRIA E NAS RELAÇÕES COMERCIAIS Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DA METROLOGIA NA INDÚSTRIA E NAS RELAÇÕES COMERCIAIS CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA:

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 127, de 02 de agosto de 2005.

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO PORTARIA INMETRO/DIMEL/Nº 082, de 30 de maio de 2005.

Leia mais

SAN.T.IN.NT 32. Especificações Técnicas de Hidrômetros Volumétricos

SAN.T.IN.NT 32. Especificações Técnicas de Hidrômetros Volumétricos 1 / 7 14..2007 Data da SUMÁRIO: 1. FINALIDADE 2. TERMOS E DEFINIÇÕES 3. REFERÊNCIAS NORMATIVAS 4. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS MÍNIMAS 5. CARACTERÍSTICAS METROLÓGICAS 6. ÍNDICE DE DESEMPENHO DA MEDIÇÃO - IDM

Leia mais

Fundamentos de Metrologia. Fundamentos de Metrologia

Fundamentos de Metrologia. Fundamentos de Metrologia Fundamentos de Metrologia Prof. Luiz Dalla Valentina 2008 2 Medir Fundamentos de Metrologia 1 Medições no dia-a-dia Potência da lâmpada Horário do despertador Comprimento da calça Tempo de cozimento Volume

Leia mais

1 Medir. Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial.

1 Medir. Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial. 1 Medir Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial www.posmci.ufsc.br Medições no dia-a-dia Potência da lâmpada Horário do despertador Comprimento da calça Tempo de cozimento Volume de leite Volume

Leia mais

MÉTODOS PARA AJUSTAR INTERVALOS DE CALIBRAÇÃO UMA ABORDAGEM TEÓRICA

MÉTODOS PARA AJUSTAR INTERVALOS DE CALIBRAÇÃO UMA ABORDAGEM TEÓRICA MÉTODOS PARA AJUSTAR INTERVALOS DE CALIBRAÇÃO UMA ABORDAGEM TEÓRICA Camila Ferreira Trindade (1) ; Camila Mayra Aparecida Santos (2) ; André da Silva Chaves (3) 1 Aluna de graduação do curso de Engenharia

Leia mais

05/08/2014. Comprimento da calça. Potência da lâmpada. Horário do despertador. Temperatura da geladeira. Volume de leite. Volume de combustível

05/08/2014. Comprimento da calça. Potência da lâmpada. Horário do despertador. Temperatura da geladeira. Volume de leite. Volume de combustível Medir Slides do livro FMCI - Professor Armando Albertazzi Medições no dia-a-dia Potência da lâmpada Horário do despertador Comprimento da calça Tempo de cozimento Volume de leite Volume de combustível

Leia mais

Boas Práticas da Distribuição - Da regulamentação à prática -

Boas Práticas da Distribuição - Da regulamentação à prática - Boas Práticas da Distribuição - Da regulamentação à prática - 27 de outubro de 2016 Carmen Bessa Diretora de Logística AGENDA 1. Enquadramento 2. As principais alterações das BPD 3. A implementação 4.

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE SENSORES CAPACITIVOS PARA MEDIR UMIDADE DO SOLO.

UTILIZAÇÃO DE SENSORES CAPACITIVOS PARA MEDIR UMIDADE DO SOLO. UTILIZAÇÃO DE SENSORES CAPACITIVOS PARA MEDIR UMIDADE DO SOLO. Silveira, Priscila Silva; Valner Brusamarello. Universidade Federal do Rio Grande do Sul UFRGS Av. Osvaldo Aranha, 103 - CEP: 90035-190 Porto

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 150, de 30 de agosto de 2004.

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL- INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/ Nº 134, de 14 de agosto de 2003.

Leia mais

Os conceitos de erro e incerteza. uma medida que permita verificar quão bom é o valor da medição. Para isso dois novos

Os conceitos de erro e incerteza. uma medida que permita verificar quão bom é o valor da medição. Para isso dois novos Os conceitos de erro e incerteza Por mais que o sujeito que faz as medidas em um laboratório seja competente e caprichoso, os dados experimentais nunca terão precisão e exatidão absoluta; porém, alguns

Leia mais

MEDIÇÃO FISCAL E TRANSFERÊNCIA DE CUSTÓDIA

MEDIÇÃO FISCAL E TRANSFERÊNCIA DE CUSTÓDIA CONTROLE METROLÓGICO NA MEDIÇÃO FISCAL E TRANSFERÊNCIA DE CUSTÓDIA Engº RENATO FERREIRA LAZARI Inmetro Roteiro Visão institucional; Metrologia Legal; Controle Metrológico; Mercado / Cenário; Conclusões.

Leia mais

CERTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA DE COLCHÕES E COLCHONETES DE ESPUMA

CERTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA DE COLCHÕES E COLCHONETES DE ESPUMA CERTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA DE COLCHÕES E COLCHONETES DE ESPUMA Com a publicação da Portaria INMETRO nº 79 - REQUISITOS DE AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE PARA COLCHÕES E COLCHONETES DE ESPUMA FLEXÍVEL DE POLIURETANO,

Leia mais

Analítica Análises Gases Pesagem Software

Analítica Análises Gases Pesagem Software Analítica Análises Gases Pesagem Software Laboratório de Análises Ambientais RBLE - Rede Brasileira de Laboratórios de Ensaios METROLOGIA E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO Análises de solo Águas subterrâneas

Leia mais

Instrumentação, Aquisição e Processamento de Sinais para Medições de Engenharia

Instrumentação, Aquisição e Processamento de Sinais para Medições de Engenharia Seção de Ensino de Engenharia de Fortificação e Construção SE/2 Curso de Pós-Graduação em Engenharia de Transportes Instrumentação, Aquisição e Processamento de Sinais para Medições de Engenharia Prof.

Leia mais

Leitura e Interpretação de Desenho Técnico Mecânico. Módulo I. Aula 01

Leitura e Interpretação de Desenho Técnico Mecânico. Módulo I. Aula 01 Leitura e Interpretação de Desenho Técnico Mecânico Módulo I Aula 01 Introdução O homem se comunica por vários meios. Os mais importantes são a fala, a escrita e o desenho. O desenho artístico é uma forma

Leia mais

- Banco de Dados Inglês Técnico 40

- Banco de Dados Inglês Técnico 40 Curso Técnico Subsequente em Meteorologia CÂMPUS FLORIANÓPOLIS MATRIZ CURRICULAR 1 o Semestre Carga horária total: 400h Unidade Curricular C/H Semestral PréRequisito Meteorologia Fundamental 60 Física

Leia mais

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO EXTERIOR - MDIC

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO EXTERIOR - MDIC MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL Nº 121, de 25 de julho de 2003.

Leia mais

Incerteza de Medição: Dicas e Recomendações

Incerteza de Medição: Dicas e Recomendações Palestra Incerteza de Medição: Dicas e Recomendações Campinas, 21 de agosto de 2007 Palestrante Gilberto Carlos Fidélis Eng. Mecânico com Especialização em Metrologia pelo NIST - Estados Unidos e NAMAS/UKAS

Leia mais

Confiabilidade Metrológica

Confiabilidade Metrológica Formação Avançada em Metrologia 3D Material didático informativo sobre Medição 3D Confiabilidade Confiabilidade Este material informativo aborda a importância estratégica da confiabilidade nos processos

Leia mais

Certificação ISO

Certificação ISO Sistema de Gestão Ambiental SGA Certificação ISO 14.000 SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL - SGA Definição: Conjunto de ações sistematizadas que visam o atendimento das Boas Práticas, das Normas e da Legislação

Leia mais

METROLOGIA HISTÓRICO. Prof. Fagner Ferraz 1

METROLOGIA HISTÓRICO. Prof. Fagner Ferraz 1 METROLOGIA HISTÓRICO Prof. Fagner Ferraz 1 Metrologia Um breve histórico: Há 4.000 anos as unidades de medição primitivas estavam baseadas em partes do corpo humano, que eram referências universais. Prof.

Leia mais

Instituto Português da DMET/UML

Instituto Português da DMET/UML Aprovação Diretora do Departamento de Metrologia Revisão Diretora da Unidade de Metrologia Legal Elaboração Responsável de Domínio da Unidade de Metrologia Legal CONTROLO METROLÓGICO LEGAL VERIFICAÇÃO

Leia mais

Avaliação de Sistemas de Medição

Avaliação de Sistemas de Medição Monitoramento de um processo: medição de uma característica da qualidade X por meio de um sistema de medição. Sistema de medição ideal: produz somente resultados corretos, ou seja, que coincidem com o

Leia mais

Certificações do PNCQ

Certificações do PNCQ Isabeth Gonçalves Gestão da Qualidade PNCQ Certificações do PNCQ 1 A tendência natural de todos os processos é vigorar em estado caótico e não controlado. Tudo está sujeito a falhas. Não existe perfeição.

Leia mais

AVALIAÇÃO DA INFLUÊNCIA DOS ERROS SISTEMÁTICOS E DAS PARCELAS DE INCERTEZAS DE MEDIÇÃO NAS COMBINAÇÕES DE BLOCOS PADRÃO

AVALIAÇÃO DA INFLUÊNCIA DOS ERROS SISTEMÁTICOS E DAS PARCELAS DE INCERTEZAS DE MEDIÇÃO NAS COMBINAÇÕES DE BLOCOS PADRÃO AVALIAÇÃO DA INFLUÊNCIA DOS ERROS SISTEMÁTICOS E DAS PARCELAS DE INCERTEZAS DE MEDIÇÃO NAS COMBINAÇÕES DE BLOCOS PADRÃO Msc. Samuel Mendes Franco Eng. Claudio Lopes de Oliveira Faculdade de Tecnologia

Leia mais

Definição. Sistema de Gestão Ambiental (SGA):

Definição. Sistema de Gestão Ambiental (SGA): Definição Sistema de Gestão Ambiental (SGA): A parte de um sistema da gestão de uma organização utilizada para desenvolver e implementar sua política ambiental e gerenciar seus aspectos ambientais. Item

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA CERTIFICAÇÃO OCUPACIONAL

APRESENTAÇÃO DA CERTIFICAÇÃO OCUPACIONAL APRESENTAÇÃO DA CERTIFICAÇÃO OCUPACIONAL A Agência de Certificação Ocupacional (ACERT) é parte integrante da Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM) Centro de Modernização e Desenvolvimento da Administração

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 040, de 18 de março de 2004.

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 340, de 06 de novembro de 2007.

Leia mais

Calibração de paquímetros e micrômetros

Calibração de paquímetros e micrômetros Calibração de paquímetros e micrômetros A UU L AL A Instrumentos de medida, tais como relógios comparadores, paquímetros e micrômetros, devem ser calibrados com regularidade porque podem sofrer alterações

Leia mais

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 109, de 07 de agosto de 1996. O Diretor

Leia mais

Incertezas nas medidas

Incertezas nas medidas Incertezas nas medidas O objectivo de qualquer medição é avaliar um produto ou o resultado, aceitando ou rejeitando esse produto ou esse teste (e. calibração, inspecção, investigação científica, comércio,

Leia mais

Qn (m³/h) DN Comprimento (mm) Classe Metrológica 1,5 15 / / 110 A (V) 2,5 15 / / 110 A (V)

Qn (m³/h) DN Comprimento (mm) Classe Metrológica 1,5 15 / / 110 A (V) 2,5 15 / / 110 A (V) MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 096, de 18 de abril de 2007.

Leia mais

Metrologia e Controle Dimensional - MCD

Metrologia e Controle Dimensional - MCD Metrologia e Controle Dimensional - MCD Prof. Luiz V. O. Dalla Valentina, Dr. Eng. luiz.valentina@udesc.br 2015/1 Metrologia e Controle Dimensional - MCD OBJETIVO GERAL : Apresentar conceitos básicos sobre

Leia mais

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 068, de 27 de abril de 1995. O Diretor

Leia mais

Esta Norma se aplica a Dimel, aos Órgãos delegados da RBMLQ-I, fabricantes e Companhias de gás. rotativo.

Esta Norma se aplica a Dimel, aos Órgãos delegados da RBMLQ-I, fabricantes e Companhias de gás. rotativo. PROCEDIMENTO DE INSPEÇÃO DE BANCADAS MODELO UM 4000 SCHLUMBERGER PARA VERIFICAÇÃO DE MEDIDORES DE GÁS NORMA N o NIE-DIMEL-035 APROVADA EM JUL/24 N o /08 SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Campo de Aplicação 3 Responsabilidade

Leia mais

05/08/2014. sistema de medição. mensurando. Erro de Medição. Slides do livro FMCI - Professor Armando Albertazzi

05/08/2014. sistema de medição. mensurando. Erro de Medição. Slides do livro FMCI - Professor Armando Albertazzi O Erro de Medição Fundamentos da Metrologia Científica e Industrial Slides do livro FMCI - Professor Armando Albertazzi Erro de Medição sistema de medição mensurando indicação erro de medição valor verdadeiro

Leia mais

5 Metodologia. Figura 1 Laboratório de Metrologia do CEFET Química de Nilópolis RJ

5 Metodologia. Figura 1 Laboratório de Metrologia do CEFET Química de Nilópolis RJ 5 Metodologia No presente trabalho foram realizadas medições diretas, mesma grandeza (mensurando) e unidade. As medições foram realizadas usando um padrão de pressão (calibrador de pressão), calibrado

Leia mais

Instrumentos de Pesagem Não Automáticos ( IPNA ) Esclarecimentos e interpretações

Instrumentos de Pesagem Não Automáticos ( IPNA ) Esclarecimentos e interpretações Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial Instrumentos de Pesagem Não Automáticos ( IPNA ) Esclarecimentos e interpretações 19/11/ Dimel Encontro Técnico Início Legislação aplicável

Leia mais

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 138, de 01 de dezembro de 1997. O Diretor

Leia mais

Cenário da Metrologia Nacional: Demandas e Oportunidades

Cenário da Metrologia Nacional: Demandas e Oportunidades Cenário da Metrologia Nacional: Demandas e Oportunidades João Alziro Herz da Jornada Presidente do Inmetro O contexto onde se insere a Metrologia: Ferramentas técnicas básicas para o desenvolvimento, provendo

Leia mais

Eletrotécnica. Teoria dos Erros. Joinville, 12 de Junho de 2013

Eletrotécnica. Teoria dos Erros. Joinville, 12 de Junho de 2013 Eletrotécnica Teoria dos Erros Joinville, 12 de Junho de 2013 Escopo dos Tópicos Abordados Medidas e teoria dos erros de medição; 2 As novas tecnologias exigem que: As avaliações das grandezas de fenômenos

Leia mais

O desafio: Desenvolver um analisador de segurança elétrica e desempenho para avaliação de marcapassos cardíacos externos e implantáveis.

O desafio: Desenvolver um analisador de segurança elétrica e desempenho para avaliação de marcapassos cardíacos externos e implantáveis. Analisador de marcapassos cardíacos "Com as condições ilustradas foi possível perceber que o programa desenvolvido em plataforma LabVIEW, com auxílio da interface para entrada e saída de sinais analógicos

Leia mais

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 052, de 21 de março de 1995. O Diretor

Leia mais

Colisões em Máquinas de Medir 3D

Colisões em Máquinas de Medir 3D Formação Avançada em Metrologia 3D Colisões em Máquinas de Medir 3D Colisões em Máquinas de Medir Este material informativo aborda a questão de colisões em máquinas de medir por coordenadas, suas causas

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL ELÉTRICA, ÊNFASE ELETRÔNICA / TELECOMUNICAÇÕES - DAELN 28 DE MARÇO DE

CURSO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL ELÉTRICA, ÊNFASE ELETRÔNICA / TELECOMUNICAÇÕES - DAELN 28 DE MARÇO DE PROJETO DE CRIAÇÃO DA DISCIPLINA OPTATIVA FUNDAMENTOS DE METROLOGIA PARA O CURSO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL ELÉTRICA, ÊNFASE ELETRÔNICA / TELECOMUNICAÇÕES, ÁREA DE CONHECIMENTO DE PRODUÇÃO CURSO DE ENGENHARIA

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 174, de 01 de novembro de 2005.

Leia mais

Bancada 01 A Manutenção e a Calibração Preventiva Bancada 03 Existem dois tipos de " calibração " : Bancada 05 Calibração SEM ou COM ajuste. Na primeira, através de padrões de referencia, apenas se constata

Leia mais

Introdução a Teste de Software

Introdução a Teste de Software Universidade Católica de Pelotas Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina de Qualidade de Software Introdução a Teste de Software Prof. Luthiano Venecian 1 Conceitos Teste de software

Leia mais

4 Metrologia, Instrumentos de Medição e Fundamentos da Avaliação da Conformidade

4 Metrologia, Instrumentos de Medição e Fundamentos da Avaliação da Conformidade 4 Metrologia, Instrumentos de Medição e Fundamentos da Avaliação da Conformidade O interesse deste trabalho é realizar a modernização do sistema de processamento de dados CORREVIT através de sua substituição

Leia mais

Caracterização e conceitos de Sistemas de Medição

Caracterização e conceitos de Sistemas de Medição Caracterização e conceitos de Sistemas de Medição Aula 03 Prof. Valner Brusamarello Composto por material da bibliografia e por notas de aula do prof. John UFRGS Caracterização de Sistemas de Medição Em

Leia mais

METROLOGIA E QUALIDADE - SUA IMPORTÂNCIA COMO FATORES DE COMPETITIVIDADE NOS PROCESSOS PRODUTIVOS

METROLOGIA E QUALIDADE - SUA IMPORTÂNCIA COMO FATORES DE COMPETITIVIDADE NOS PROCESSOS PRODUTIVOS XXIX ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. METROLOGIA E QUALIDADE - SUA IMPORTÂNCIA COMO FATORES DE COMPETITIVIDADE NOS PROCESSOS PRODUTIVOS Wilson Donizeti Fernandes (UNIP) estagio106@sp.senai.br

Leia mais

A Implantação do Sistema do Sistema da Qualidade e os requisitos da Norma ISO NBR 9001:2000

A Implantação do Sistema do Sistema da Qualidade e os requisitos da Norma ISO NBR 9001:2000 1. A Norma NBR ISO 9001:2000 A Implantação do Sistema do Sistema da Qualidade e os requisitos da Norma ISO NBR 9001:2000 A ISO International Organization for Standardization, entidade internacional responsável

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 100, de 30 de junho de 2003.

Leia mais

Gestão Estratégica da Qualidade

Gestão Estratégica da Qualidade UNIVERSIDADE DE SOROCABA Curso Gestão da Qualidade Gestão Estratégica da Qualidade Aula Revisão 06/09 Professora: Esp. Débora Ferreira de Oliveira Questões 1 Como pode ser definida a 1ª fase da qualidade?

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 136, de 22 de agosto de 2005.

Leia mais