A transmissão multimídia (áudio e vídeo) através da Internet ou rede de computadores não é novidade. Na CELEPAR este processo foi iniciado no final

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A transmissão multimídia (áudio e vídeo) através da Internet ou rede de computadores não é novidade. Na CELEPAR este processo foi iniciado no final"

Transcrição

1 A transmissão multimídia (áudio e vídeo) através da Internet ou rede de computadores não é novidade. Na CELEPAR este processo foi iniciado no final de 1997 com vídeo-conferência e a primeira implantação em 2001 em Faxinal do Céu. O streaming, outra tecnologia não tão interativa como a vídeo-conferência, surgiu também em 2001 tendo a sua primeira utilização em 2002 no 7. Fórum Discutindo Tendências da CELEPAR. Um dos principais pontos a ser observado é o meio de transmissão da mídia. Cada usuário possui uma conexão limitada à Internet / rede e deve ser bem trabalhado a fim de garantir uma visualização agradável do evento. A transmissão multimídia através da Internet pode utilizar diversos recursos de hardware e software, porém nosso foco é transmissão onde o público alvo está localizado na Rede Corporativo do Governo do Estado que é composta por aproximadamente pontos de acesso (Secretarias, Delegacias, Regionais, etc). A tecnologia de streaming hoje utilizada ainda é mista no sentido de software livre e proprietário. O fator determinante para a ainda utilização de software proprietário é o suporte a transmissão multicast. Os softwares utilizados são Windows Media Encoder para a digitalização do áudio/vídeo, Windows Media Services para a distribuição de áudio/vídeo e Apache e PHP para a apresentação do conteúdo ao usuário. Ainda não existe previsão para a total migração para software livre. No caso de transmissão de apenas áudio, como nos casos das Rádios Educativa AM e FM são realizados através de software livre, porém sem o recurso de multicast em função do menor consumo de banda por conexão. O CODEC utilizado ainda não é livre. Os equipamentos necessários para a transmissão de eventos através da Internet são praticamente os mesmos utilizados para transmissões de TV e para a produção de documentários e vídeo-aulas. A diferença está basicamente na resolução da imagem, taxa de captura de quadros e a operação dos equipamentos.

2

3 Os componentes de áudio e vídeo são basicamente a captura de vídeo e áudio, armazenamento, edição (corte) e exibição. Ainda devem ser considerados outros aspectos do ambiente como iluminação, acústica e temperatura. Câmeras de Vídeo As câmeras de vídeo tem evoluído constantemente na qualidade de captação das imagens, na forma de armazenamento e comunicação com demais dispositivos de áudio e vídeo. Os antigos padrões de vídeo analógicos, U-Matic, Betamax, VHS, VHS-C, 8mm, Betacam, estão sendo substituídos por formatos digitais: DV, Mini-DV, DVCAM, DVPRO, Digital8 e finalmente o HDV. A utilização de uma fita de vídeo não quer dizer que a gravação é analógica como no caso do Mini-DV. A capacidade de armazenamento de alguns padrões de vídeo, como o HDV, requerem uma grande quantidade de espaço como discos HD-DVD e BlueRay ou HDs. A captação das imagens é realizada através de sensores CCD ou CMOS. Este é o início das diferenças entre as categorias de câmeras, comsumer, semi-profissional e profissional. Existem diversas características que não são possíveis de serem explanadas nesta Oficina, mas que determinam a quantidade de linhas (pixels), quantidade de frames e a forma de leitura (captação) da imagem. As câmeras consumer são as mais comuns que podem ser encontradas em diversas lojas de departamentos e eletrônicos. As câmeras semi-profissionais possuem algumas diferenças como a forma de captação da imagem, recursos e armazenamento, porém não possuem todos os recursos das câmeras profissionais.

4 Não existe um tipo de câmera ideal para a transmissão pela Internet, as câmeras profissionais seriam sub-utilizadas neste caso por não ser possível transmitir com toda a qualidade que estas oferecem. Sony DC R-DVD108 R$1.000,00 JVC MG27 R$ 1.200,00 Panasonic PV- GS320 R$1.400,00 Sony HDR-HC 7 R$3.400,00 Panasonic AG-DVX100 R$8.000,00 Panasonic HPX500 R$41.000,00 Sony PDW-510 R$44.000,00 Switcher de Vídeo Também conhecido como Mesa de Corte ou Mixer de Vídeo, é utilizado para conectar todas as câmeras e selecionar a imagem que irá para o ar. Muitos possuem diversos recursos adicionais como efeitos de transição, gerador de barra de cores, gerador de caracteres dentre outros. Os modelos variam conforme as necessidades podendo ter apenas quatro interfaces de vídeo-composto ou com dezenas de interfaces HD-SDI. Praticamente todos os fabricantes de câmeras profissionais possuem algum modelo e os preços variam entre R$ 4.000,00 e R$ ,00 (modelos compactos). Panasonic AG-MX70 Sony Anycast Focus HX-2 Datavideo SE-800DV Datavideo SE-500 Focus MX Pro-DV

5 Mixer de Áudio e Microfones A imagem em um evento transmitido através da Internet pode não representar nada sem um áudio satisfatório. Interrupções no vídeo são aceitáveis, dependendo do tema, mas a perda de áudio pode comprometer totalmente um evento. A solução ideal não é ter apenas microfones de qualidade, pois sem uma mixagem adequada o resultado pode ser tão desastroso quanto a falta de áudio. O conjunto microfones, mixer, mixagem, equalização e configuração do software são os elementos que devem ser cuidadosamente trabalhados. No mercado existem diversos mixers de áudio de boa qualidade com preço bem acessível. Os microfones de qualidade são razoavelmente mais caros que os nacionais, mas na medida do possível devem ser adquiridos (Shure, AKG, Sennheniser). Um par de monitores para retorno dos apresentadores é muito bom para evitar aquela perguntinha: Está funcionando? quando alguém fala ao microfone e não ouve a sua voz, mas cuidado, não regule o áudio em função do retorno local. O som deve ter boa qualidade no computador que está recebendo a transmissão, então é bom sempre acompanhar o evento on-line. Ao utilizar soluções wireless, sem fio, devemos nos preocupar com a freqüência a ser utilizada, pois temos diversos tipos de interferência como rádios, TVs e outros sistemas de comunicação (UHF, VHF, FM). Microfone Shure PGX24/SM58 R$1.700,00 Microfone Shure PGX14/93 R$1.300,00 Mic. Shure MX412 R$1.500,00 Mic. Shure MX393 R$1.400,00 Mixer Mackie VLZ1604 R$4.800,00 Mixer Behringer XENYX1832FX R$1.200,00 Monitor Behringer B2031 R$890,00

6 Além dos equipamentos vistos até agora, podemos considerar muito útil a utilização de monitores de vídeo para os apresentadores. A utilização destes facilita muito na dinâmica da apresentação. Outros fatores que podem ter grande influência no eventos são a iluminação, acústica e temperatura. - A iluminação necessitaria de um treinamento de uma semana para ser bem explorada. Existem diversas técnicas amplamente utilizadas em estúdios de TV que podem ser empregadas para o WEBCast. O tipo de iluminação pode mudar a cena dando mais dramaticidade ou leveza. - A acústica no caso de WEBCast não é muito complicada quando, utilizamos microfones adequados, em função da falta de interação com o cliente. Já na vídeoconferência este assunto deve ser bem planejado. Ter um ambiente livre de ecos e com um certo nível de isolamento acústico normalmente é o suficiente. - Apresentar uma palestra de terno e com uma temperatura de 30 graus na sala é complicado, sendo assim, um ar-condicionado com baixo nível de ruído é sempre bem-vindo. - Outros detalhes como cortinas, excesso de objetos e cores muito contrastantes podem interferir muito no consumo de banda para a transmissão e no consumo de CPU para a digitalização do vídeo. Mantenha sempre um ambiente limpo.

7 Streaming Vídeo- Conferência Broadcast Meio de Transmissão Redes TCP/IP Redes TCP/IP ISDN Antena Terrestre Satélite Protocolo MMS / RTSP H264 H323 / SIP H263 / H264 VHF / UHF AM / FM Link (Banda Necessária) 100Kbps 128Kbps até 4Mbps Interação Chat / fone Audio e vídeo ao-vivo Chat / fone Delay Segundos Milisegundos Milisegundos Segundos

8 A vídeo-conferência era algo futurístico que víamos em filmes e desenhos animados, mas já faz mais de 10 anos que ela é uma realidade. Com a popularização das webcams, o Netmeeting e o MSN, a vídeo-conferência passou a fazer parte do cotidiano de diversas pessoas, mas ainda restando o sentimento de que é uma solução de baixa qualidade. Realmente ao utilizarmos câmeras com pouca resolução (webcams) e links de baixa velocidade (discado e ADSL) a qualidade ficava muito aquém da desejada. O que a maioria das pessoas não sabe, é que a vídeo-conferência pode ter uma qualidade de HDTV. Claro que para obtermos esta qualidade necessitaremos de equipamentos e um grande link para transportar o áudio e vídeo gerados. Hoje o estado possue a Rede Corportiva que comporta tanto dados quanto áudio e vídeo, ou seja, acesso WEB, VoIP, streaming e vídeo-conferência. O sonho da maioria das pessoas envolvidas com EaD é de possuir uma estrutura de vídeo-conferência para treinamento onde seja possível a interação de áudio e vídeo e também de aplicações. No Governo do Estado contamos com alguns equipamento de vídeo-conferência, mas a sua utilização ainda é muito restrita. Os equipamento de vídeo-conferência profissionais tiveram uma redução de custos significativa nos últimos 2 anos passando de US10.000,00 para R$10.000,00. Claro que existem diversas configurações de equipamentos, mas um equipamento neste patamar de preço atende a maior parte das demandas. Outros fatores que ainda dificultam a aquisição da vídeo-conferência são o custo dos links de comunicação e da MCU, que é o equipamento necessário para a realização de vídeo-conferência multiponto.

IP Camera Tutorial. CNet Technology Jan 2008

IP Camera Tutorial. CNet Technology Jan 2008 IP Camera Tutorial CNet Technology Jan 2008 O que é Câmera IP? Camera IP é a combinação entre câmera e computador. As câmeras podem ser conectadas diretamente na sua rede. Ela possui internamente software

Leia mais

Escolha dos equipamentos. Link de Internet. Equipamentos mínimos (hardw are)

Escolha dos equipamentos. Link de Internet. Equipamentos mínimos (hardw are) Cuidados, observações e dicas para obtenção de melhores resultados em sessões de eventos transmitidos pela I nternet (usando a tecnologia Smart.Seminar) Escolha dos equipamentos Equipamentos mínimos (hardw

Leia mais

VIDEOCONFERÊNCIA Edital de Licitação Anexo I Termo de Referência

VIDEOCONFERÊNCIA Edital de Licitação Anexo I Termo de Referência VIDEOCONFERÊNCIA Edital de Licitação Anexo I Termo de Referência Pregão Conjunto nº 27/2007 VIDEOCONFERÊNCIA ANEXO I Termo de Referência Índice 1. Objetivo...3 2. Requisitos técnicos e funcionais...3 2.1.

Leia mais

Streaming na pratica Shoutcast Flumotion

Streaming na pratica Shoutcast Flumotion Streaming na pratica Shoutcast Flumotion Felipe Santos dos Santos 1 1 Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas(FATEC) Rua Gonçalves Chaves, 602 Centro CEP: 96.015-560 Pelotas RS Brasil Curso Superior de Tecnologia

Leia mais

competente e registro no Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA).

competente e registro no Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA). EMPRESA BRASIL DE COMUNICAÇÃO (EBC) CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO EDITAL Nº 5 EBC, 26 DE JULHO DE 2011 A DIRETORA-PRESIDENTA

Leia mais

Fundamentos de Hardware

Fundamentos de Hardware Fundamentos de Hardware Curso Técnico em Informática SUMÁRIO PLACAS DE EXPANSÃO... 3 PLACAS DE VÍDEO... 3 Conectores de Vídeo... 4 PLACAS DE SOM... 6 Canais de Áudio... 7 Resolução das Placas de Som...

Leia mais

TRANSMITINDO CONHECIMENTO ON-LINE

TRANSMITINDO CONHECIMENTO ON-LINE TRANSMITINDO CONHECIMENTO ON-LINE POR MEIO WEB-RÁDIO E WEB-TV 1 BORGES, Caio C. A.; DEUS JÚNIOR, Getúlio A. de; CASTRO, Marcelo S. Escola de Engenharia Elétrica e de Computação, Universidade Federal de

Leia mais

Introdução à MULTIMÍDIA E REALIDADE VIRTUAL

Introdução à MULTIMÍDIA E REALIDADE VIRTUAL Introdução à MULTIMÍDIA E REALIDADE VIRTUAL Processo de Comunicação Emissor Mensagem Receptor Canal / Meio Processo de Comunicação Interpretação da Mensagem pode sofrer distorção (ruídos) Após interpretação,

Leia mais

MicroPower Presence. Requisitos Técnicos e Roteiro de Acesso

MicroPower Presence. Requisitos Técnicos e Roteiro de Acesso MicroPower Presence Requisitos Técnicos e Roteiro de Acesso Esse documento tem como objetivo explicar o processo de instalação do Client Presence, fornecer as recomendações mínimas de hardware e software

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TELECOMUNICAÇÕES As telecomunicações referem -se à transmissão eletrônica de sinais para as comunicações, incluindo meios como telefone, rádio e televisão. As telecomunicações

Leia mais

Passo 3: Posicionando a Câmera na Prova Didática Teórica ou na Prova de Defesa da Produção Intelectual

Passo 3: Posicionando a Câmera na Prova Didática Teórica ou na Prova de Defesa da Produção Intelectual Este manual descreve um procedimento para o registro de Concursos Públicos por meio de áudio e vídeo utilizando-se recursos tecnológicos básicos i. A gravação segue o disposto na Resolução 020/09 da UFSM

Leia mais

Câmeras. Internas. www.foscam.com.br

Câmeras. Internas. www.foscam.com.br Câmeras Internas IP WIRELESS FOSCAM FI9821W A câmera IP FOSCAM FI9821W é uma solução para clientes que procuram um equipamento de alto desempenho, com compressão de imagem H.264 e resolução Megapixel.

Leia mais

Plataforma Interativa de Vídeo

Plataforma Interativa de Vídeo Plataforma Interativa de Vídeo Milonga DWM Soluções em Comunicação e Tecnologia Interativa, empresa do Grupo Ciclotron. Desenvolvemos soluções com foco na experiência do usuário, implantado um novo conceito

Leia mais

Multimídia. Conceitos Básicos (Parte II)

Multimídia. Conceitos Básicos (Parte II) Universidade do Estado de Minas Gerais Campus de Frutal Sistemas de Informação 7º Período Multimídia Conceitos Básicos (Parte II) Prof. Sérgio Carlos Portari Jr profsergio@frutalhost.com.br Carga Horária:

Leia mais

Capítulo 10 Emulando a Conversação e Trabalho Face-a-Face

Capítulo 10 Emulando a Conversação e Trabalho Face-a-Face Capítulo 10 Emulando a Conversação e Trabalho Face-a-Face Prof. Roberto Willrich 14:48 Emulando a Comunicação e Trabalho F-a-F Objetivo do Capítulo Apresentar algumas aplicações multimídia que permitem

Leia mais

ERRATA. 3. Item 7.9.2.2 e 7.9.2.2.1 do ANEXO I - Minuta do Termo de Referência;

ERRATA. 3. Item 7.9.2.2 e 7.9.2.2.1 do ANEXO I - Minuta do Termo de Referência; ERRATA Este documento tem por objetivo retificar: 1. Item 4.1.1 do ANEXO I - Minuta do Termo de Referência; 2. Item 7.9.2.1 do ANEXO I - Minuta do Termo de Referência; 3. Item 7.9.2.2 e 7.9.2.2.1 do ANEXO

Leia mais

Protocolos Sinalização

Protocolos Sinalização Tecnologia em Redes de Computadores Fundamentos de VoIP Professor: André Sobral e-mail: alsobral@gmail.com São protocolos utilizados para estabelecer chamadas e conferências através de redes via IP; Os

Leia mais

IW10. Rev.: 02. Especificações Técnicas

IW10. Rev.: 02. Especificações Técnicas IW10 Rev.: 02 Especificações Técnicas Sumário 1. INTRODUÇÃO... 1 2. COMPOSIÇÃO DO IW10... 2 2.1 Placa Principal... 2 2.2 Módulos de Sensores... 5 3. APLICAÇÕES... 6 3.1 Monitoramento Local... 7 3.2 Monitoramento

Leia mais

Modelo de VTR S-VHS Panasonic lançado na década de 1990

Modelo de VTR S-VHS Panasonic lançado na década de 1990 Camcorder Betacam SP. VTR Betacam SP São décadas de desenvolvimento e centenas de produtos e formatos diferentes, segue abaixo alguns dos formatos de vídeo domésticos e profissionais mais comuns: VHS -

Leia mais

Tecnologias de Banda Larga

Tecnologias de Banda Larga Banda Larga Banda larga é uma comunicação de dados em alta velocidade. Possui diversas tecnologia associadas a ela. Entre essas tecnologias as mais conhecidas são a ADSL, ISDN, e o Cable Modem. Essas tecnologias

Leia mais

Laboratórios do Curso de Comunicação Social Publicidade e Propaganda

Laboratórios do Curso de Comunicação Social Publicidade e Propaganda Laboratórios do Curso de Comunicação Social Publicidade e Propaganda Os laboratórios do Curso de Comunicação Social Publicidade e Propaganda da UNIFOR estão concentrados em um núcleo composto de seis células.

Leia mais

ESCOLAR. A solução de vigilância ideal para o transporte de seus filhos

ESCOLAR. A solução de vigilância ideal para o transporte de seus filhos ESCOLAR A solução de vigilância ideal para o transporte de seus filhos POR QUE A BUSVISION É DIFERENTE? Criada pela Rio Service, empresa de tecnologia com cerca de 20 anos no mercado, a Busvision oferece

Leia mais

Mindset Webcasting. Mindset Comunicação e Marketing. Conheça a solução completa da Mindset para transmissão de áudio, vídeo e dados pela Internet.

Mindset Webcasting. Mindset Comunicação e Marketing. Conheça a solução completa da Mindset para transmissão de áudio, vídeo e dados pela Internet. Mindset Webcasting Mindset Comunicação e Marketing Conheça a solução completa da Mindset para transmissão de áudio, vídeo e dados pela Internet. O que é webcast? Webcast é a captura e transmissão via internet

Leia mais

Objeto: Sistema de Vídeo-conferência para a Hemorrede de Santa Catarina, incluindo:

Objeto: Sistema de Vídeo-conferência para a Hemorrede de Santa Catarina, incluindo: Termo de Referência: Objeto: Sistema de Vídeo-conferência para a Hemorrede de Santa Catarina, incluindo: Item Descrição Qtdade 1 MCU Dedicada 1 2 Terminal de Vídeo-conferência para salas de médio porte

Leia mais

Prezado Sr. Wellington Nogueira Gisele Maria Arneiro Filipo Fernandes

Prezado Sr. Wellington Nogueira Gisele Maria Arneiro Filipo Fernandes Prezado Sr. Wellington Nogueira seguem pontualmente os ESCLARECIMENTOS, em atendimento à solicitação de Vossa Senhoria e conforme parecer técnico da área competente desta Casa. Lembramos, outrossim, que

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS. Mede a capacidade de comunicação de computadores e dispositivos. Operam em diferentes plataformas de hardware

LISTA DE EXERCÍCIOS. Mede a capacidade de comunicação de computadores e dispositivos. Operam em diferentes plataformas de hardware 1. A nova infra-estrutura de tecnologia de informação Conectividade Mede a capacidade de comunicação de computadores e dispositivos Sistemas abertos Sistemas de software Operam em diferentes plataformas

Leia mais

Serviços Prestados Infovia Brasília

Serviços Prestados Infovia Brasília Serviços Prestados Infovia Brasília Vanildo Pereira de Figueiredo Brasília, outubro de 2009 Agenda I. INFOVIA Serviços de Voz Softphone e Asterisk INFOVIA MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO INFOVIA MINISTÉRIO

Leia mais

Soluções em Videoconferência Case - TJDFT. A.TELECOM TELEINFORMÁTICA LTDA www.atelecom.com.br

Soluções em Videoconferência Case - TJDFT. A.TELECOM TELEINFORMÁTICA LTDA www.atelecom.com.br Soluções em Videoconferência Case - TJDFT A.TELECOM TELEINFORMÁTICA LTDA www.atelecom.com.br Introdução A A.Telecom participou da licitação de soluções de videoconferência para o TJDFT (Tribunal de Justiça

Leia mais

APRESENTAÇÃO O CURSO

APRESENTAÇÃO O CURSO APRESENTAÇÃO A Especialização em Áudio para Rádio, TV e Cinema destina-se para quem quer trabalhar com broadcast e/ou radiodifusão, mercado em franca ascensão no Brasil. Além da microfonação, fundamental

Leia mais

Sony lança PCS-HG90, o novo modelo de videoconferência no mercado

Sony lança PCS-HG90, o novo modelo de videoconferência no mercado Sony lança PCS-HG90, o novo modelo de videoconferência no mercado Objectivo A Sony possui um leque muito variado de equipamentos de videoconferência que abrange praticamente todas as necessidades do Mercado.

Leia mais

Exercícios Rede de Computadores I (27/05/2006)

Exercícios Rede de Computadores I (27/05/2006) UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGICAS DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA Exercícios Rede de Computadores I (27/05/2006) Marcelo Santos Daibert Juiz de Fora Minas Gerais Brasil

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE V: Telecomunicações, Internet e Tecnologia Sem Fio. Tendências em Redes e Comunicações No passado, haviam dois tipos de redes: telefônicas e redes

Leia mais

Configurações do Windows Media Encoder para transmissão ao vivo

Configurações do Windows Media Encoder para transmissão ao vivo Configurações do Windows Media Encoder para transmissão ao vivo 1. No Windows Media Encoder, clique em File e New: 2. Criar sessão de streaming "Broadcast a Live Event" 3. Device options - escolher dispositivo

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA CERTIFICAÇÃO OCUPACIONAL

APRESENTAÇÃO DA CERTIFICAÇÃO OCUPACIONAL APRESENTAÇÃO DA CERTIFICAÇÃO OCUPACIONAL A Agência de Certificação Ocupacional (ACERT) é parte integrante da Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM) Centro de Modernização e Desenvolvimento da Administração

Leia mais

1 Introduc ao 1.1 Hist orico

1 Introduc ao 1.1 Hist orico 1 Introdução 1.1 Histórico Nos últimos 100 anos, o setor de telecomunicações vem passando por diversas transformações. Até os anos 80, cada novo serviço demandava a instalação de uma nova rede. Foi assim

Leia mais

#17. CRIDI / UFBa - Audiovisual Institucional - 2014 COMPLETAS 1 / 6 PÁGINA 2. P1: Qual o nome desta instituição? UFBA/BURMC-CEB

#17. CRIDI / UFBa - Audiovisual Institucional - 2014 COMPLETAS 1 / 6 PÁGINA 2. P1: Qual o nome desta instituição? UFBA/BURMC-CEB #17 COMPLETAS Coletor: Institucional 2014 (Link da web) Iniciado em: quarta-feira, 25 de março de 2015 15:33:49 Última modificação: domingo, 7 de junho de 2015 17:20:04 Tempo gasto: Mais de um mês Endereço

Leia mais

01. O QUE É? 02. OBJETIVOS DO CURSO 03. CAMPO DE ATUAÇÃO

01. O QUE É? 02. OBJETIVOS DO CURSO 03. CAMPO DE ATUAÇÃO 01. O QUE É? O Curso de Desenvolvimento de Websites é um curso de graduação tecnológica de nível superior com duração de dois anos e meio. Este curso permite a continuidade dos estudos em nível de bacharelado

Leia mais

MANUAL DE TRANSMISSÃO AO VIVO DO JUNTO E MIXADO UTILIZANDO SERVIDOR DEDICADO DE STREAMING

MANUAL DE TRANSMISSÃO AO VIVO DO JUNTO E MIXADO UTILIZANDO SERVIDOR DEDICADO DE STREAMING Junto e Mixado Cultura DJ, Música e Informação MANUAL DE TRANSMISSÃO AO VIVO DO JUNTO E MIXADO UTILIZANDO SERVIDOR DEDICADO DE STREAMING 1. SOBRE O JUNTO E MIXADO 26 de setembro de 2014 Por CleverDJ O

Leia mais

WHITEPAPER. Guia de compra para câmeras IP: tudo o que você precisa saber antes de adquirir a sua solução digital

WHITEPAPER. Guia de compra para câmeras IP: tudo o que você precisa saber antes de adquirir a sua solução digital WHITEPAPER Guia de compra para câmeras IP: tudo o que você precisa saber antes de adquirir a sua solução digital Câmera IP ou câmera analógica? Se você está em dúvida sobre a aquisição de uma solução analógica

Leia mais

O Que é Videoconferência e Como Funciona

O Que é Videoconferência e Como Funciona O Que é Videoconferência e Como Funciona Renato M.E. Sabbatini, PhD O objetivo da videoconferência é colocar em contato, através de um sistema de vídeo e áudio, duas ou mais pessoas separadas geograficamente.

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE PELOTAS S.A.F.- DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS E PATRIMÔNIO 1/5 ANEXO I

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE PELOTAS S.A.F.- DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS E PATRIMÔNIO 1/5 ANEXO I S.A.F.- DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS E PATRIMÔNIO 1/5 ANEXO I MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO CENTRAIS DE ALARMES O presente memorial tem por objetivo descrever as instalações do sistema de proteção

Leia mais

Pesquisa exploratória via web: Estética e técnica televisivas no Webcast Acadêmico. 13 sites analisados entre 21 e 24 fevereiro de 2009

Pesquisa exploratória via web: Estética e técnica televisivas no Webcast Acadêmico. 13 sites analisados entre 21 e 24 fevereiro de 2009 Pesquisa exploratória via web: Estética e técnica televisivas no Webcast Acadêmico 13 sites analisados entre 21 e 24 fevereiro de 2009 Harvard University, Stanford University, University of California

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de imagem via celular (isic) para sistema operacional BlackBerry

MANUAL DO USUÁRIO. Software de imagem via celular (isic) para sistema operacional BlackBerry MANUAL DO USUÁRIO Software de imagem via celular (isic) para sistema operacional BlackBerry Software de imagem via celular para sistema operacional BlackBerry Parabéns, você acaba de adquirir um produto

Leia mais

DEZ RAZÕES PARA MUDAR PARA SISTEMA DE VÍDEO BASEADO EM IP. Ou o que seu vendedor de câmeras analógicas não lhe dirá

DEZ RAZÕES PARA MUDAR PARA SISTEMA DE VÍDEO BASEADO EM IP. Ou o que seu vendedor de câmeras analógicas não lhe dirá DEZ RAZÕES PARA MUDAR PARA SISTEMA DE VÍDEO BASEADO EM IP Ou o que seu vendedor de câmeras analógicas não lhe dirá 1. ALTA RESOLUÇÃO Câmeras baseadas em IP não estão restritas à baixa resolução das câmeras

Leia mais

Geral O que é Mediasite Live? O que é uma mídia de apresentação? Como se compara Mediasite Live a outras soluções de apresentação?

Geral O que é Mediasite Live? O que é uma mídia de apresentação? Como se compara Mediasite Live a outras soluções de apresentação? Geral O que é Mediasite Live? Mediasite Live é um poderoso sistema de comunicação via web que permitem os usuários a capturar rapidamente, publicar e assistir uma apresentação e transformando-o automaticamente

Leia mais

VOIP A REVOLUÇÃO NA TELEFONIA

VOIP A REVOLUÇÃO NA TELEFONIA VOIP A REVOLUÇÃO NA TELEFONIA Introdução Saiba como muitas empresas em todo mundo estão conseguindo economizar nas tarifas de ligações interurbanas e internacionais. A História do telefone Banda Larga

Leia mais

web2way Comunicações e Vídeos LTDA

web2way Comunicações e Vídeos LTDA web2way Comunicações e Vídeos LTDA Soluções em Comunicação da web2way que podem ser úteis para sua empresa Preparada por: Adriana Grasso sócia/administradora Data: 21/05/2012 Sobre a web2way A web2way

Leia mais

#30. CRIDI / UFBa - Audiovisual Institucional - 2014 COMPLETAS 1 / 7 PÁGINA 2. P1: Qual o nome desta instituição? AN/COPAC

#30. CRIDI / UFBa - Audiovisual Institucional - 2014 COMPLETAS 1 / 7 PÁGINA 2. P1: Qual o nome desta instituição? AN/COPAC #30 COMPLETAS Coletor: Institucional 2014 (Link da web) Iniciado em: sexta-feira 2 de maio de 2014 15:56:12 Última modificação: domingo 7 de junho de 2015 18:09:42 Tempo gasto: Mais de um mês Endereço

Leia mais

Introdução à Informática. Aula 04. Sistemas Operacionais Aplicativos e Utilitários Transmissão e meios de transmissão de dados. Prof.

Introdução à Informática. Aula 04. Sistemas Operacionais Aplicativos e Utilitários Transmissão e meios de transmissão de dados. Prof. Aula 04 Sistemas Operacionais Aplicativos e Utilitários Transmissão e meios de transmissão de dados Sistema Operacional Um conjunto de programas que se situa entre os softwares aplicativos e o hardware:

Leia mais

Painel de Controle e Configurações

Painel de Controle e Configurações Painel de Controle e Configurações Painel de Controle FERRAMENTAS DO PAINEL DE CONTROLE: - Adicionar Hardware: Você pode usar Adicionar hardware para detectar e configurar dispositivos conectados ao seu

Leia mais

SOBRE A CALLIX. Por Que Vantagens

SOBRE A CALLIX. Por Que Vantagens Callix PABX Virtual SOBRE A CALLIX Por Que Vantagens SOBRE A CALLIX Por Que Vantagens Por Que Callix Foco no seu negócio, enquanto cuidamos da tecnologia do seu Call Center Pioneirismo no mercado de Cloud

Leia mais

Visão geral das redes sem fio

Visão geral das redes sem fio Visão geral das redes sem fio 1 - Introdução O termo redes de dados sem fio pode ser utilizado para referenciar desde dispositivos de curto alcance como o Bluetooth à sistemas de altas taxas de transmissão

Leia mais

Segundo Pré-teste. Data de realização. 18 de Novembro de 2007. Local.

Segundo Pré-teste. Data de realização. 18 de Novembro de 2007. Local. Segundo Pré-teste Data de realização. 18 de Novembro de 2007. Local. Duas salas de aula da Pós-graduação do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da EESC/USP. Duração: 4 horas. Dos objetivos. Envolveu

Leia mais

1.264 Aula 22. Tecnologia de rede Celular, CATV, ISDN, DSL, rede de área local

1.264 Aula 22. Tecnologia de rede Celular, CATV, ISDN, DSL, rede de área local 1.264 Aula 22 Tecnologia de rede Celular, CATV, ISDN, DSL, rede de área local TV a cabo Permite a transferência de voz e dados nos estados permitidos (poucos até o momento) À LEC foi permitida a transferência

Leia mais

Manual do usuário. isic5 - iphone e ipod Touch

Manual do usuário. isic5 - iphone e ipod Touch Manual do usuário isic5 - iphone e ipod Touch isic5 - iphone e ipod Touch Este manual irá auxiliá-lo na instalação e utilização do software para visualização das imagens dos DVRs e Câmera Speed Dome IP

Leia mais

Telecomunicações CONCEITOS DE COMUNICAÇÃO

Telecomunicações CONCEITOS DE COMUNICAÇÃO Telecomunicações CONCEITOS DE COMUNICAÇÃO 1 COMUNICAÇÃO A COMUNICAÇÃO pode ser definida como a transmissão de um sinal através de um meio, de um emissor para um receptor. O sinal contém uma mensagem composta

Leia mais

www.philips.com/welcome

www.philips.com/welcome Register your product and get support at www.philips.com/welcome SDV1225T/55 PT Manual do Usuário Sumário 1 Importante 4 Segurança 4 Aviso para os EUA 4 Aviso para o Canadá 4 Reciclagem 4 Português 2

Leia mais

NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO

NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO Profª. Kelly Hannel Novas tecnologias de informação 2 HDTV WiMAX Wi-Fi GPS 3G VoIP Bluetooth 1 HDTV 3 High-definition television (também conhecido por sua abreviação HDTV):

Leia mais

SISTEMA DE GRAVAÇÃO DIGITAL COM UM MICROCOMPUTADOR (DVD OU PLACAS DE CAPTURA DE VÍDEO)

SISTEMA DE GRAVAÇÃO DIGITAL COM UM MICROCOMPUTADOR (DVD OU PLACAS DE CAPTURA DE VÍDEO) SISTEMA DE GRAVAÇÃO DIGITAL COM UM MICROCOMPUTADOR (DVD OU PLACAS DE CAPTURA DE VÍDEO) Há vários tipos de sistemas de gravações digitais. Os mais baratos consistem de uma placa para captura de vídeo, que

Leia mais

A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO

A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO 1 OBJETIVOS 1. O que é a nova infra-estrutura informação (TI) para empresas? Por que a conectividade é tão importante nessa infra-estrutura

Leia mais

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS Aulas : Terças e Quintas Horário: AB Noite [18:30 20:20hs] PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS 1 Conteúdo O que Rede? Conceito; Como Surgiu? Objetivo; Evolução Tipos de

Leia mais

Comissão de Ciência e Tecnologia,

Comissão de Ciência e Tecnologia, Seminário de Rádio R Digital Comissão de Ciência e Tecnologia, Informática e Inovação Brasília 22 de novembro de 2007 Ronald Siqueira Barbosa O O pobre e o emergente de hoje são aqueles que no passado,

Leia mais

Introdução à Multimédia conceitos

Introdução à Multimédia conceitos 1. Introdução à Multimédia conceitos Popularidade mercado potencial aparece nos anos 90 Avanços Tecnológicos que motivaram o aparecimento/ desenvolvimento da MULTIMÉDIA Indústrias envolvidas - Sistemas

Leia mais

Software de Imagem via Celular (SIC) baseado no sistema operacional Windows Mobile

Software de Imagem via Celular (SIC) baseado no sistema operacional Windows Mobile MANUAL DO USUÁRIO Software de Imagem via Celular (SIC) baseado no sistema operacional Windows Mobile Software de Imagem via Celular (SIC) baseado no sistema operacional Windows Mobile Esse software possui

Leia mais

Comunicação sem fio (somente para determinados modelos)

Comunicação sem fio (somente para determinados modelos) Comunicação sem fio (somente para determinados modelos) Guia do Usuário Copyright 2006 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft e Windows são marcas registradas da Microsoft Corporation nos

Leia mais

Vitor Amadeu Souza vitor@cerne-tec.com.br Cerne Tecnologia www.cerne-tec.com.br

Vitor Amadeu Souza vitor@cerne-tec.com.br Cerne Tecnologia www.cerne-tec.com.br Vitor Amadeu Souza vitor@cerne-tec.com.br Cerne Tecnologia www.cerne-tec.com.br ARMAZENAMENTO DE DADOS Introdução Vários periféricos podem ser usados para permitir o armazenamento e interface do computador.

Leia mais

Manual do Usuário. Copyright 2006 BroadNeeds 20061010-1600 Página 1 de 16

Manual do Usuário. Copyright 2006 BroadNeeds 20061010-1600 Página 1 de 16 Manual do Usuário Copyright 2006 BroadNeeds 20061010-1600 Página 1 de 16 Índice INTRODUÇÃO E UTILIZAÇÕES GERAIS Funcionalidades...03 Introdução...04 Requisitos Necessários...04 Instalando o xconference...05-07

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Internet Internet Internet é o conglomerado de redes, em escala mundial de milhões de computadores interligados, que permite o acesso a informações e todo

Leia mais

GT PERSONAL GPS RASTREAMENTO PESSOAL

GT PERSONAL GPS RASTREAMENTO PESSOAL GT PERSONAL GPS RASTREAMENTO PESSOAL Baseados em nossa experiência em aplicações de GPS e Telemetria, e devido às pequenas dimensões (70x40x20 mm) do GT PERSONAL GPS este dispositivo portátil executa o

Leia mais

Manual do usuário. isic 5 - Android

Manual do usuário. isic 5 - Android Manual do usuário isic 5 - Android isic 5 - Android Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. O novo aplicativo Intelbras isic 5 possui tecnologia capaz de visualizar

Leia mais

IPTV UMA INOVAÇÃO PARA O VALE DO SÃO LOURENÇO RESUMO

IPTV UMA INOVAÇÃO PARA O VALE DO SÃO LOURENÇO RESUMO IPTV UMA INOVAÇÃO PARA O VALE DO SÃO LOURENÇO AMADIO Renato Arnaut 1 RESUMO A região do Vale do São Lourenço já está inserida na era digital, ela se caracteriza pela economia sustentada na agropecuária,

Leia mais

#46. CRIDI / UFBa - Audiovisual Institucional - 2014 COMPLETAS 1 / 8 PÁGINA 2. P1: Qual o nome desta instituição? MIS-RJ/SAV

#46. CRIDI / UFBa - Audiovisual Institucional - 2014 COMPLETAS 1 / 8 PÁGINA 2. P1: Qual o nome desta instituição? MIS-RJ/SAV #46 COMPLETAS Coletor: Institucional 2014 (Link da web) Iniciado em: quinta-feira 15 de maio de 2014 14:25:23 Última modificação: sábado 13 de junho de 2015 11:35:18 Tempo gasto: Mais de uma semana Endereço

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES E REDES

TELECOMUNICAÇÕES E REDES Capítulo 8 TELECOMUNICAÇÕES E REDES 8.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Quais são as tecnologias utilizadas nos sistemas de telecomunicações? Que meios de transmissão de telecomunicações sua organização

Leia mais

UFF-Fundamentos de Sistemas Multimídia. Redes de Distribuição de Conteúdo (CDN)

UFF-Fundamentos de Sistemas Multimídia. Redes de Distribuição de Conteúdo (CDN) Redes de Distribuição de Conteúdo (CDN) Objetivos da Apresentação Apresentar as arquiteturas de Redes de Distribuição de Conteúdo (CDN) com a ilustração de aplicações em ambientes corporativos e residenciais.

Leia mais

Montando seu Estúdio Digital

Montando seu Estúdio Digital Montando seu Estúdio Digital 1. Definição da configuração ideal Antes de tudo, é preciso saber o que você pretende fazer em seu estúdio, para podermos definir os componentes necessários para a realização

Leia mais

Prof. Daniel Hasse. Multimídia e Hipermídia

Prof. Daniel Hasse. Multimídia e Hipermídia Prof. Daniel Hasse Multimídia e Hipermídia AULA 02 Agenda: Algoritmos de Codificação/Decodificação; Codec de Áudio. Atividade complementar. Algoritmos de Codificação/Decodificação - Comunicação tempo real,

Leia mais

CONTENIDOS de TV DIGITAL y FORO TDT-OTT. La Televisión Universitaria. Experiencias internacionales

CONTENIDOS de TV DIGITAL y FORO TDT-OTT. La Televisión Universitaria. Experiencias internacionales CONTENIDOS de TV DIGITAL y FORO TDT-OTT La Televisión Universitaria. Experiencias internacionales Valderez de Almeida Donzelli Leite 01/10/2014 La Televisión Universitaria - SET Sociedade Brasileira de

Leia mais

Multiplexador. Permitem que vários equipamentos compartilhem um único canal de comunicação

Multiplexador. Permitem que vários equipamentos compartilhem um único canal de comunicação Multiplexadores Permitem que vários equipamentos compartilhem um único canal de comunicação Transmissor 1 Receptor 1 Transmissor 2 Multiplexador Multiplexador Receptor 2 Transmissor 3 Receptor 3 Economia

Leia mais

Projeto de Ensino Via Satélite

Projeto de Ensino Via Satélite Projeto de Ensino Via Satélite O Instituto Edumed Associação de pesquisa, desenvolvimento e educação, sem fins lucrativos, estabelecida em Campinas, junho de 2000 Formada por pesquisadores e professores

Leia mais

NAS ONDAS DO VÍDEO, HSBC GANHA EFICIÊNCIA E ATRAI CLIENTES

NAS ONDAS DO VÍDEO, HSBC GANHA EFICIÊNCIA E ATRAI CLIENTES CAPA NAS ONDAS DO VÍDEO, HSBC GANHA EFICIÊNCIA E ATRAI CLIENTES Instituição renova infraestrutura e expande uso de videoconferência em processos internos Maior cliente da plataforma de colaboração da Cisco

Leia mais

9. Quais as características a tecnologia de conexão à Internet denominada ADSL A) Conexão permanente, custo variável, linha telefônica liberada e

9. Quais as características a tecnologia de conexão à Internet denominada ADSL A) Conexão permanente, custo variável, linha telefônica liberada e 9. Quais as características a tecnologia de conexão à Internet denominada ADSL A) Conexão permanente, custo variável, linha telefônica liberada e velocidade maior do que as linhas tradicionais. B) Conexão

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Redes Wireless / Wi-Fi / IEEE 802.11 Em uma rede wireless, os adaptadores de rede em cada computador convertem os dados digitais para sinais de rádio,

Leia mais

Manual do usuário. isic 5 - Android

Manual do usuário. isic 5 - Android Manual do usuário isic 5 - Android isic 5 - Android Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. O novo aplicativo Intelbras isic 5 possui tecnologia capaz de visualizar

Leia mais

Comparativo entre câmeras analógicas e Câmeras IP.

Comparativo entre câmeras analógicas e Câmeras IP. Comparativo entre câmeras analógicas e Câmeras IP. VANTAGENS DAS SOLUÇÕES DE VIGILÂNCIA DIGITAL IP É verdade que o custo de aquisição das câmeras digitais IP, é maior que o custo de aquisição das câmeras

Leia mais

Guia de transmissão IPTV 2013 (Nova versão do IPTV)

Guia de transmissão IPTV 2013 (Nova versão do IPTV) Guia de transmissão IPTV 2013 (Nova versão do IPTV) Versão: 2.0.6 Data: 27/6/2013 Site do IPTV 1 Sumário 1. Introdução... 3 2. Pré-Requisitos... 4 3. Instalação do Flash Media Encorder... 5 4. Procedimento

Leia mais

RECOMENDAÇÕES PARA PALESTRANTE E COORDENADOR DE WEBCAST

RECOMENDAÇÕES PARA PALESTRANTE E COORDENADOR DE WEBCAST RECOMENDAÇÕES PARA PALESTRANTE E COORDENADOR DE WEBCAST ORIENTAÇÕES PARA COORDENADORES DO WEBCAST WEBCAST SEM PLATÉIA: O papel do coordenador de mesa é o de conduzir e orientar o andamento da WEBCast.

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. Késsia Marchi

Redes de Computadores. Prof. Késsia Marchi Redes de Computadores Prof. Késsia Marchi Redes de Computadores Redes de Computadores Possibilita a conexão entre vários computadores Troca de informação Acesso de múltiplos usuários Comunicação de dados

Leia mais

Vídeo. Introdução à Ciência da Informação

Vídeo. Introdução à Ciência da Informação Vídeo Introdução à Ciência da Informação Vídeo O vídeo, do latim eu vejo, é uma a tecnologia de processamento de sinais eletrônicos analógicos ou digitais para capturar, armazenar, transmitir ou apresentar

Leia mais

KX-VC600 Videoconferência IP Full HD

KX-VC600 Videoconferência IP Full HD Quebrando as barreiras da distância A Unidade de videoconferência IP FullHD Panasonic KX-VC600, foi projetada para diminuir a distância, e agilizar reuniões e atividades em grupos, ajudando a diminuir

Leia mais

Headphone com Microfone sem Fio USB

Headphone com Microfone sem Fio USB Headphone com Microfone sem Fio USB Manual do Usuário Você acaba de adquirir um produto Goldship, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste manual estão contidas todas as informações

Leia mais

Sistemas M ultimídia. Introdução. Midia. O que é multimídia?

Sistemas M ultimídia. Introdução. Midia. O que é multimídia? Midia Sistemas M ultimídia Adilson Barboza Lopes Departamento de Informática e Matemática Aplicada CCET/UFRN adilson@ dim ap.ufrn.br Meio para apresentar e distribuir informação tal como o livros, telefone,,

Leia mais

INTRODUÇÃO A REDES DE COMPUTADORES (DEFINIÇÕES) Prof. Msc. Hélio Esperidião

INTRODUÇÃO A REDES DE COMPUTADORES (DEFINIÇÕES) Prof. Msc. Hélio Esperidião INTRODUÇÃO A REDES DE COMPUTADORES (DEFINIÇÕES) Prof. Msc. Hélio Esperidião O QUE É? Uma Rede de Computadores é formada por um conjunto de equipamentos(módulos processadores - MPs) capazes de trocar informações

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 03 Telecomunicações Sistemas de Telecomunicações 1 Sistemas de Telecomunicações Consiste de Hardware e Software transmitindo informação (texto,

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Imagem via Celular (SIC) baseado no sistema operacional Symbian da Nokia

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Imagem via Celular (SIC) baseado no sistema operacional Symbian da Nokia MANUAL DO USUÁRIO Software de Imagem via Celular (SIC) baseado no sistema operacional Symbian da Nokia Software de Imagem via Celular (SIC) baseado no sistema operacional Symbian da Nokia Esse software

Leia mais

Uc-Redes Técnico em Informática André Luiz Silva de Moraes

Uc-Redes Técnico em Informática André Luiz Silva de Moraes Roteiro 2: Conceitos Básicos de Redes: parte 1 Neste roteiro são detalhados os equipamentos componentes em uma rede de computadores. Em uma rede existem diversos equipamentos que são responsáveis por fornecer

Leia mais

ESTUDO DA MELHOR METODOLOGIA PARA A DIFUSÃO DE VÍDEOS EXPLICATIVOS DE FENÔMENOS METEOROLÓGICOS

ESTUDO DA MELHOR METODOLOGIA PARA A DIFUSÃO DE VÍDEOS EXPLICATIVOS DE FENÔMENOS METEOROLÓGICOS Ana Beatriz Mesquita (CPTEC/INPE) ESTUDO DA MELHOR METODOLOGIA PARA A DIFUSÃO DE VÍDEOS EXPLICATIVOS DE FENÔMENOS METEOROLÓGICOS Metodologia do trabalho realizado referente a gravação e expansão dos vídeos

Leia mais

CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA

CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA 1. Implantação de Sistema de Call Center 1.1. O software para o Call Center deverá ser instalado em servidor com sistema operacional Windows (preferencialmente

Leia mais

Capitulo 11 Multimídias

Capitulo 11 Multimídias Capitulo 11 Multimídias Neste capítulo são exploradas as ferramentas multimídias presentes no SO Android customizadas para o Smartphone utilizado neste manual. É inegável o massivo uso destas ferramentas,

Leia mais

#49. CRIDI / UFBa - Audiovisual Institucional - 2014 COMPLETAS 1 / 7 PÁGINA 2. P1: Qual o nome desta instituição? FCC/Cinemateca

#49. CRIDI / UFBa - Audiovisual Institucional - 2014 COMPLETAS 1 / 7 PÁGINA 2. P1: Qual o nome desta instituição? FCC/Cinemateca #49 COMPLETAS Coletor: Institucional 2014 (Link da web) Iniciado em: segunda-feira 1 de setembro de 2014 11:36:55 Última modificação: sábado 13 de junho de 2015 11:47:38 Tempo gasto: Mais de um mês Endereço

Leia mais

ERRATA nº 2 Solicitação de Proposta (SDP) Nº 15366/2012

ERRATA nº 2 Solicitação de Proposta (SDP) Nº 15366/2012 ERRATA nº 2 Solicitação de Proposta (SDP) Nº 15366/2012 No Anexo I, item 23.2.2 (Qualificação da equipe técnica) Data: 06/02/2012 Estes profissionais deverão apresentar seu currículo (conforme modelo FORM

Leia mais