Visibilidade e Diagrama de Classe de Projeto Estudo de Caso Sistema TPV

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Visibilidade e Diagrama de Classe de Projeto Estudo de Caso Sistema TPV"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA Visibilidade e Diagrama de Classe de Projeto Estudo de Caso Sistema TPV

2 Como Criar os Diagramas de Classes Identificar todas as classes a partir dos diagramas de comunicação. Desenhar todas essas classes no D.de Classes Copiar todos os atributos do modelo conceitual Acrescentar os métodos provenientes dos diagramas de comunicação. Acrescentar tipos aos atributos e métodos. Acrescentar as associações que indicam visibilidade por atributo. Acrescentar informações sobre direção da visibilidade por atributo (flechas de navegabilidade). Indicar relacionamentos de dependência para indicar visibilidades que não sejam de atributos. 2

3 Diagrama de Classe de Projeto para o Sistema TPV: Classe Depende dos casos de uso incluídos neste ciclo de desenvolvimento. Por isso, nem todas as classes do modelo conceitual serão incluídas no Diagrama de Classe de Projeto. Só serão incluídas as classes que aparecem nos diagramas de comunicação. Neste ciclo somente os casos de uso Comprar Itens e Iniciar estão sendo considerados: 3

4 Diagrama de Comunicação de entraritem entraritem(cup,qtd) :TPV 3:criarLinhadeItem(espec,qtd) :[nova_venda] criar() :Venda 2:espec:=especificação(cup) :Catálogode Produtos 2.:espec:=encontrar(cup).:criar() :linhadeitemde Venda 3.2:adicionar(lv) 3.:criar(espec,qtd) :Especificaçãode Produto lv:linhadeitemdevenda

5 Diagrama de Comunicação: terminarvenda TornarseCompleta() terminarvenda() { estácompleta := V} :TPV :tornarsecompleta() :Venda

6 Calcular o total da venda subtotal() { return quantidade*espec.preço() } total() :Venda *:[para cada]liv:=prox() :LinhadeItemdeVenda 2*: st:=subtotal() liv:linhadeite mdevenda total() { tot:=0 para cada linha de item de venda liv tot:= tot + liv.subtotal() } 2.:pr:=preço espec: Especifi caçãodeproduto 6

7 Registrar Pagamento e Vendas Completadas registrarpagamento(quantia Fornecida) :TPV : registrarpagamento(quantia Fornecida) Criador + acoplamento baixo :Venda 2 : acrescentarvenda(v) :Loja.:criar(quantiaFornecida) 2. : acrescentrar(v) :Pagamento 7 VendasCompletadas: Venda

8 Calculando o Troco trc:=troco() Venda troco() {return pg.quantia() total() } :Venda : qtia:=quantia() pg:pagamento 2: t:=total() OBS: Um DC pode começar com qualquer mensagem para a qual o projetista deseja mostrar as interações. 8

9 criar() Diagrama de Comunicação de Iniciar :Loja 2 : criar (cp) :TPV :criar ( ). criar () cp:catálogode.2.2* : adicionar (ep) Produtos :Especificãode Produto.2 : carregarespecprod( ) O asterisco, no número de seqüência, indica que a mensagem ocorre em uma seção que se repete.2.* : criar(cup,preço,descrição) ep:especificaçãodeproduto 9

10 0.. LinhadeItemdeVenda quantidade Contido-em Paga-por Venda data tempo Pagamento quantia..* * Modelo conceitual para o domínio do TPV * Iniciada-por Registra-Dados-da v Cliente Registra-venda-de Catálogo de Produtos Capturada-em Usado-por Descritos-por *.. Loja endereço nome Possui TPV..*..* Contém..* Estoca Iniciado por < Registra-Vendas-do * Especificação de Produto descrição preço CUP * Descreve Item Gerente Caixa 0

11 Diagrama de Classe de Projeto para o Sistema TPV: Classe (cont.) Só serão incluídas as classes que aparecem nos diagramas de comunicação. Neste ciclo essas classes são: TPV, CatálogodeProdutos, Loja, Pagamento, Venda, EspecificaçãodeProduto, LinhadeItemdeVenda.

12 TPV CatálogodeProdutos quantidade EspecificaçãodeProduto descrição preço CUP Loja Venda LinhadeItemdeVenda endereço nome data estácompleta hora quantidade Pagamento quantia 2

13 Como incluir os métodos nas classes Operações (eventos de sistema) são incluídas nas classes controladoras. Métodos são incluídos nas classes que recebem a mensagem. sintaxe básica UML nomemétodo(par, Par 2,..., Par n ) 3

14 Inclusão de métodos Venda data estácompleta hora entraritem(cup,qtd) criarlinhadeitem() :TPV 3:criarLinhadeItem(espec,qtd) :Venda 4

15 Como incluir os métodos nas classes (cont.) Não incluir: Métodos enviados à coleções (esses métodos devem ser implementados pela classe Coleção) 5

16 Não incluir Mensagem para um multi-objeto entraritem(cup,qtd) :TPV 2:espec:=especificação(cup) :Catálogode Produtos 2.:espec:=encontrar(cup) :Especificaçãode Produto A mensagem encontrar é dirigida para o objeto coleção, não para um objeto EspeficicaçãodeProduto 6

17 Como incluir os métodos nas classes (cont.) Não incluir: Método Criar (construtor) Métodos de acesso a atributos, (setnome, getnome). 7

18 Acrescentando os demais métodos em Venda... Venda data estácompleta hora criarlinhadeitem(espec, qtde) tornarsecompleta() registrarpagamento(quantia) total() Pela análise de todos os DC e as mensagens que chegam em Venda 8

19 Atributos Observação: Embora uma visibilidade por atributo venha a ser implementada posteriormente como um atributo na classe origem, isso não deve ser mostrado no diagrama de classes manter as associações no diagramas de classes. 9

20 Adição de Atributos e tipos Venda data: Date estácompleta: Boolean hora: Time criarlinhadeitem() tornarsecompleta() registrarpagamento() total() 20

21 Associações e Navegabilidade Indícios de associações e presença de navegabilidade: A envia mensagem para B A cria B A precisa manter uma conexão com B 2

22 criar() A navegabilidade é identificada a partir do diagrama de comunicação :Loja 2 : criar (pc) :TPV : criar ( ). criar () :Catálogode..2* : adicionar (ep) Produtos :Especificãode Produto.2 : carregarespecprod( ).2.* : criar(cup,preço,descrição) Este diagrama de colaboração implica nas navegabilidades: Loja TPV Loja CatálogodeProdutos CatálogodeProdutos EspecificaçãodeProduto ep:especificaçãodeproduto 22

23 Navegabilidade entraritem(cup,qtd) :TPV :[nova_venda] criar() :Venda.:criar() Este diagrama de comunicação implica nas navegabilidades: TPV Venda Venda LinhadeItemdeVenda :linhadeitemde Venda 23

24 Diagrama de Classe com navegabilidade TPV entraritem() terminarvenda() registrarpagamento() captura Venda data: Date estácompleta: Boolean hora: Time criarlinhadeitem() tornarsecompleta() registrarpagamento() total() 24

25 Relacionamento de Dependência No diagrama de classes, o relacionamento de dependência representa a visibilidade entre classes que não é implementada por atributo Visibilidade por parâmetro Visibilidade local ou global Um objeto de uma classe A tem conhecimento (enxerga) um objeto da classe B Notação para Dependência: seta tracejada 25

26 Exemplo: Dependência Venda EspecificaçãodeProduto Venda tem visibilidade a uma especificação de produto pois recebe-a como parâmetro em um dos diagramas de comunicação 26

27 Versão Final do Diagrama de Classe de Projeto Usa Loja endereço : Endereço nome : Texto acrescentarvenda( ) Busca-em Catálogo de Produtos especificacao( ) Contém..* Especificação de Produto descrição : Texto preço : Quantidade CUP : CUP Possui Venda Descreve..* TPV terminarvenda( ) entraritem( ) registrarpagamento( ) Captura data : Data hora : Hora estácompleta : Booleano tornarsecompleta( ) criarlinhadeitem( ) efetuarpagamento( ) total( ) Contém..* * LinhadeItemdeVenda quantidade : Inteiro subtotal( ) * Registra-Dados-da > Paga-por Pagamento quantia : Quantidade 27

28 Sistema TPV: atributos privados e métodos públicos Venda data: Date estácompleta: Boolean hora: Time +criarlinhadeitem() +tornarsecompleta() +registrarpagamento() +total() 28

29 29

Análise e Projeto Orientados a Objetos: Visibilidade Diagrama de Classe de Projeto

Análise e Projeto Orientados a Objetos: Visibilidade Diagrama de Classe de Projeto UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA Análise e Projeto Orientados a Objetos: Visibilidade Diagrama de Classe

Leia mais

Diagramas de Sequência e Contrato das Operações

Diagramas de Sequência e Contrato das Operações UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA Projeto e Desenvolvimento de Sistemas de informação Comportamento

Leia mais

Diagrama de Classes. Diagrama de Classes. Diagramas de Classe. POST Criando Diagramas de Classe. Como construir (2)

Diagrama de Classes. Diagrama de Classes. Diagramas de Classe. POST Criando Diagramas de Classe. Como construir (2) Diagrama de Classes Diagrama de Classes Modelo de classes de especificação Perspectiva de Projeto Ilustra as especificações de software para as classes e interfaces do sistema. É obtido através da adição

Leia mais

Estudo de Caso TPV Projetando uma solução com objetos e Padrões GRASP

Estudo de Caso TPV Projetando uma solução com objetos e Padrões GRASP UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA Projeto e Desenvolvimento de Sistemas de Informação Estudo de Caso

Leia mais

Modelode Domínio: Identificando. Prof. Anderson Cavalcanti UFRN-CT-DCA

Modelode Domínio: Identificando. Prof. Anderson Cavalcanti UFRN-CT-DCA Modelode Domínio: Identificando Conceitose Relacionamentos Prof. Anderson Cavalcanti UFRN-CT-DCA Identificaçãode Conceitos Segue os seguintes princípios: Forma incremental É reavaliado e incrementado a

Leia mais

Análise e Projeto Orientados a Objetos Aula IX Modelo Conceitual do Sistema (Modelo de Domínio) Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN

Análise e Projeto Orientados a Objetos Aula IX Modelo Conceitual do Sistema (Modelo de Domínio) Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN Análise e Projeto Orientados a Objetos Aula IX Modelo Conceitual do Sistema (Modelo de Domínio) Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN 1 Introdução Análise de domínio Descoberta das informações que são gerenciadas

Leia mais

Diagramasde Interação. Prof. Anderson Cavalcanti UFRN-CT-DCA

Diagramasde Interação. Prof. Anderson Cavalcanti UFRN-CT-DCA Diagramasde Interação Prof. Anderson Cavalcanti UFRN-CT-DCA Diagramasde Interação Foco até o momento levantamento de requisitos; Foco neste momento projeto de objetos; Durante o projeto de objetos, é desenvolvida

Leia mais

Concepção e Elaboração

Concepção e Elaboração UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA Análise e Projeto Orientado a Objetos Concepção e Elaboração Estudo

Leia mais

2 Diagrama de Caso de Uso

2 Diagrama de Caso de Uso Unified Modeling Language (UML) Universidade Federal do Maranhão UFMA Pós Graduação de Engenharia de Eletricidade Grupo de Computação Assunto: Diagrama de Caso de Uso (Use Case) Autoria:Aristófanes Corrêa

Leia mais

ESTENDENDO A UML PARA REPRESENTAR RESTRIÇÕES DE INTEGRIDADE

ESTENDENDO A UML PARA REPRESENTAR RESTRIÇÕES DE INTEGRIDADE ESTENDENDO A UML PARA REPRESENTAR RESTRIÇÕES DE INTEGRIDADE Fabiana Gomes Marinho Faculdade Lourenço Filho Resumo: Na UML, a modelagem conceitual dos dados é descrita pelo diagrama de classes, que através

Leia mais

Engenharia de Software I

Engenharia de Software I Engenharia de Software I Rogério Eduardo Garcia (rogerio@fct.unesp.br) Bacharelado em Ciência da Computação Aula 05 Material preparado por Fernanda Madeiral Delfim Tópicos Aula 5 Contextualização UML Astah

Leia mais

UML Aspectos de projetos em Diagramas de classes

UML Aspectos de projetos em Diagramas de classes UML Aspectos de projetos em Diagramas de classes Após ser definido o contexto da aplicação a ser gerada. Devemos pensar em detalhar o Diagrama de Classes com informações visando uma implementação Orientada

Leia mais

Uma visão mais clara da UML Sumário

Uma visão mais clara da UML Sumário Uma visão mais clara da UML Sumário 1 Definição de Objeto...2 2 Estereótipos...3 2.1 Classe fronteira (boundary):...3 2.2 Classe de Entidade (entity):...3 2.3 Classe de Controle (control):...4 3 Interação

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Prof. M.Sc. Ronaldo C. de Oliveira ronaldooliveira@facom.ufu.br FACOM - 2011 UML Linguagem Unificada de Modelagem Análise Orientada a Objetos com UML Análise Orientada a Objetos com UML Diagrama de Caso

Leia mais

PCS 3111 - LABORATÓRIO DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS PARA A ENGENHARIA ELÉTRICA

PCS 3111 - LABORATÓRIO DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS PARA A ENGENHARIA ELÉTRICA ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais PCS - LABORATÓRIO DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS PARA A ENGENHARIA ELÉTRICA EXERCÍCIO PROGRAMA

Leia mais

Sumário. Uma visão mais clara da UML

Sumário. Uma visão mais clara da UML Instituto Federal de Santa Catarina Câmpus Chapecó Ensino Médio Integrado em Informática Módulo V Unidade Curricular: Engenharia de Software Professora: Lara P. Z. B. Oberderfer Uma visão mais clara da

Leia mais

UML: Diagrama de Classes

UML: Diagrama de Classes UML: Diagrama de Classes UML Diagrama de Classes Introdução Diagrama de classes Elementos do diagrama de classes Exemplo: Sistema de matrícula Introdução - Diagrama de Classes Mostra um conjunto de classes

Leia mais

3.1 Definições Uma classe é a descrição de um tipo de objeto.

3.1 Definições Uma classe é a descrição de um tipo de objeto. Unified Modeling Language (UML) Universidade Federal do Maranhão UFMA Pós Graduação de Engenharia de Eletricidade Grupo de Computação Assunto: Diagrama de Classes Autoria:Aristófanes Corrêa Silva Adaptação:

Leia mais

Tópicos em Engenharia de Computação

Tópicos em Engenharia de Computação Tópicos em Engenharia de Computação Introdução / Revisão UML e POO (JAVA) Prof. Ivan Prof. Zagari UML Linguagem Unificada. Não é metodologia, processo ou método. Versão atual 2.0 3 categorias de Diagramas

Leia mais

Orientação a Objeto e UML Questões 2014 Prof. Felipe Leite

Orientação a Objeto e UML Questões 2014 Prof. Felipe Leite Orientação a Objeto e UML Questões 2014 Prof. Felipe Leite Pessoal, fiz uma coletânea das questões mais recentes de concursos públicos de TODO o Brasil de várias bancas diferentes sobre os assuntos Orientação

Leia mais

Casos de uso Objetivo:

Casos de uso Objetivo: Casos de uso Objetivo: Auxiliar a comunicação entre os analistas e o cliente. Descreve um cenário que mostra as funcionalidades do sistema do ponto de vista do usuário. O cliente deve ver no diagrama de

Leia mais

Prof. Claudio Passos Apresentação cedida pela Ceça Moraes

Prof. Claudio Passos Apresentação cedida pela Ceça Moraes Prof. Claudio Passos Apresentação cedida pela Ceça Moraes Programação Orientada a Objetos: os problemas de programação são pensados em termos de objetos Em vez de funções e rotinas Problema = desenvolver

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC DCC Departamento de Ciência da Computação Joinville-SC

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC DCC Departamento de Ciência da Computação Joinville-SC CURSO: Bacharelado em Ciência da Computação DISCIPLINA: ANPS Análise e Projeto de Sistemas AULA NÚMERO: 3 DATA: PROFESSOR: Murakami Sumário 1 APRESENTAÇÃO...1 2 DESENVOLVIMENTO...1 2.1 Revisão...1 2.1.1

Leia mais

Diagrama de Classes. Um diagrama de classes descreve a visão estática do sistema em termos de classes e relacionamentos entre as classes.

Diagrama de Classes. Um diagrama de classes descreve a visão estática do sistema em termos de classes e relacionamentos entre as classes. 1 Diagrama de Classes Um diagrama de classes descreve a visão estática do sistema em termos de classes e relacionamentos entre as classes. Um dos objetivos do diagrama de classes é definir a base para

Leia mais

Conteúdo. Disciplina: INF 02810 Engenharia de Software. Monalessa Perini Barcellos. Centro Tecnológico. Universidade Federal do Espírito Santo

Conteúdo. Disciplina: INF 02810 Engenharia de Software. Monalessa Perini Barcellos. Centro Tecnológico. Universidade Federal do Espírito Santo Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Informática Disciplina: INF 02810 Prof.: (monalessa@inf.ufes.br) Conteúdo 1. Introdução 2. Processo de Software 3. Gerência de

Leia mais

Programa do Curso de ESW

Programa do Curso de ESW 1 Programa do Curso de ESW Orientação a Objetos Conceitos Básicos Análise Orientada a Objetos (UML) Diagramas de Interação: Sequência, Comunicação Processo Unificado (RUP) Métodos Orientados a Objetos

Leia mais

Guia de utilização da notação BPMN

Guia de utilização da notação BPMN 1 Guia de utilização da notação BPMN Agosto 2011 2 Sumário de Informações do Documento Documento: Guia_de_utilização_da_notação_BPMN.odt Número de páginas: 31 Versão Data Mudanças Autor 1.0 15/09/11 Criação

Leia mais

Roteiro do Trabalho Prático

Roteiro do Trabalho Prático Projeto de Sistemas - 2011/2 Roteiro do Trabalho Prático O trabalho prático consta da realização das atividades de Projeto da Arquitetura de Software e Projeto dos Componentes da Arquitetura, devendo ser

Leia mais

Questões de Concursos Públicos sobre Orientação a Objetos e UML

Questões de Concursos Públicos sobre Orientação a Objetos e UML Análise Orientada a Objetos Professora Lucélia Oliveira Questões de Concursos Públicos sobre Orientação a Objetos e UML 1. (BNDES) Analise as seguintes afirmações relativas à Programação Orientada a Objetos:

Leia mais

Engenharia de Software Engenharia de Requisitos. Análise Orientada a Objetos Prof. Edison A M Morais http://www.edison.eti.br prof@edison.eti.

Engenharia de Software Engenharia de Requisitos. Análise Orientada a Objetos Prof. Edison A M Morais http://www.edison.eti.br prof@edison.eti. Engenharia de Software Engenharia de Requisitos Análise Orientada a Objetos Prof. Edison A M Morais http://www.edison.eti.br prof@edison.eti.br 1 Contextualizando... Fonte: [1] O Processo de ER pode ser

Leia mais

Capítulo 22. Associações entre Classes. Rui Rossi dos Santos Programação de Computadores em Java Editora NovaTerra

Capítulo 22. Associações entre Classes. Rui Rossi dos Santos Programação de Computadores em Java Editora NovaTerra Capítulo 22 Associações entre Classes Objetivos do Capítulo Indicar os diferentes aspectos de um relacionamento entre classes que podem ser expressos através de uma associação. Descrever o significado

Leia mais

Engenharia de Software III

Engenharia de Software III Engenharia de Software III Casos de uso http://dl.dropbox.com/u/3025380/es3/aula6.pdf (flavio.ceci@unisul.br) 09/09/2010 O que são casos de uso? Um caso de uso procura documentar as ações necessárias,

Leia mais

Projeto Detalhado. Projeto Detalhado. Modelo de decomposição em módulos. Passos de Projeto. Análise e Projeto OO. Análise e Projeto OO

Projeto Detalhado. Projeto Detalhado. Modelo de decomposição em módulos. Passos de Projeto. Análise e Projeto OO. Análise e Projeto OO Projeto Detalhado Projeto Detalhado Projeto Orientado a Objetos Introdução ao projeto detalhado OO Construindo os digramas de interação Padrões GRASP Diagrama de Classes Perspectivas de Projeto Passos

Leia mais

Análise e Projeto Orientados por Objetos

Análise e Projeto Orientados por Objetos Análise e Projeto Orientados por Objetos Aula 02 Análise e Projeto OO Edirlei Soares de Lima Análise A análise modela o problema e consiste das atividades necessárias para entender

Leia mais

Orientação a Objetos

Orientação a Objetos 1. Domínio e Aplicação Orientação a Objetos Um domínio é composto pelas entidades, informações e processos relacionados a um determinado contexto. Uma aplicação pode ser desenvolvida para automatizar ou

Leia mais

Tutorial para atividades do Trabalho Prático da disciplina DCC 603 Engenharia de Software

Tutorial para atividades do Trabalho Prático da disciplina DCC 603 Engenharia de Software Tutorial para atividades do Trabalho Prático da disciplina DCC 603 Engenharia de Software Antes de iniciar o tutorial, baixar os seguintes arquivos da página do Prof. Wilson: Plataforma reutilizável: http://homepages.dcc.ufmg.br/~wilson/praxis/3.0/praxis.zip

Leia mais

Felipe Denis M. de Oliveira. Fonte: Alice e Carlos Rodrigo (Internet)

Felipe Denis M. de Oliveira. Fonte: Alice e Carlos Rodrigo (Internet) UML Felipe Denis M. de Oliveira Fonte: Alice e Carlos Rodrigo (Internet) 1 Programação O que é UML? Por quê UML? Benefícios Diagramas Use Case Class State Interaction Sequence Collaboration Activity Physical

Leia mais

Modelagem OO com UML. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.br/ ~ vitorsouza

Modelagem OO com UML. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.br/ ~ vitorsouza Modelagem OO com UML Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.br/ ~ vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade Federal do Espírito Santo Modelos Maneira

Leia mais

Analisar através de Casos de Uso,

Analisar através de Casos de Uso, 5.1 Programa do Módulo 2 Orientação a Objetos Conceitos Básicos Análise Orientada a Objetos (UML) Diagramas de Interação: Seqüência, Comunicação Processo Unificado (RUP) Métodos Orientados a Objetos UML

Leia mais

BPMN. Business Process Modeling Notation

BPMN. Business Process Modeling Notation BPMN Business Process Modeling Notation Montar viagem UML (diagrama de atividades) Montar viagem BPMN Tipos de diagrama 1) Private Business Process ou Diagramas de processos privados: usado quando não

Leia mais

São abstrações identificadas como cidadãos de primeira classe em um modelo. Podem ser:

São abstrações identificadas como cidadãos de primeira classe em um modelo. Podem ser: Introdução Linguagens de Modelagem A modelagem é uma parte central de todas as atividades que levam à implantação de um bom software. É uma técnica de engenharia aprovada e bem aceita. Modelos são construídos

Leia mais

ABA: OFICINA BOTÃO: ORÇAMENTO (CLIENTES)

ABA: OFICINA BOTÃO: ORÇAMENTO (CLIENTES) ABA: OFICINA BOTÃO: ORÇAMENTO (CLIENTES) ORÇAMENTO DE SERVIÇO Faz orçamento de serviços para clientes cadastrados Abre o cadastro do cliente Mostra os produtos que serão utilizados, serviços que serão

Leia mais

CASO DE USO. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com

CASO DE USO. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com CASO DE USO Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com Caso de Uso Descreve o modelo funcional (comportamento) do sistema Técnica de especificaçao de requisitos Especifica um serviço que o sistema

Leia mais

UML - Unified Modeling Language

UML - Unified Modeling Language UML - Unified Modeling Language Casos de Uso Marcio E. F. Maia Disciplina: Engenharia de Software Professora: Rossana M. C. Andrade Curso: Ciências da Computação Universidade Federal do Ceará 24 de abril

Leia mais

FMR Faculdade Marechal Rondon Gestão de Sistemas de Informação Prof. Ms. Elvio Gilberto da Silva http://www.elvio.pro.br elvio@fmr.edu.

FMR Faculdade Marechal Rondon Gestão de Sistemas de Informação Prof. Ms. Elvio Gilberto da Silva http://www.elvio.pro.br elvio@fmr.edu. ANÁLISE ORIENTADA À OBJETO UML FMR Faculdade Marechal Rondon Gestão de Sistemas de Informação Prof. Ms. Elvio Gilberto da Silva http://www.elvio.pro.br elvio@fmr.edu.br AULA Nº 1 A UML utiliza vários diagramas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 08 APRESENTAÇÃO Na aula de hoje vamos apresentar e discutir como definir

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 20 PROFª BRUNO CALEGARO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 20 PROFª BRUNO CALEGARO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 20 PROFª BRUNO CALEGARO Santa Maria, 10 de Dezembro de 2013. Revisão aula anterior Modelo de classes Modelo de estado Modelo de iteração Modelo

Leia mais

Configuração manual.ost Microsoft Office 365

Configuração manual.ost Microsoft Office 365 Configuração manual.ost Microsoft Office 365 Classificação do Documento: Página 1 de 12 ÍNDICE ÍNDICE... 2 CONTROLE DOCUMENTO... 3 OBJETIVO... 4 USUÁRIOS DO DOCUMENTO... 4 INTER-RELACIONAMENTO COM OUTROS

Leia mais

Profº. Enrique Pimentel Leite de Oliveira

Profº. Enrique Pimentel Leite de Oliveira Profº. Enrique Pimentel Leite de Oliveira O termo orientação a objetos significa organizar o mundo real como uma coleção de objetos que incorporam estrutura de dados e um conjunto de operações que manipulam

Leia mais

2ª LISTA DE EXERCÍCIOS CLASSES E JAVA Disciplina: PC-II. public double getgeracaoatual() {return geracaoatual;}

2ª LISTA DE EXERCÍCIOS CLASSES E JAVA Disciplina: PC-II. public double getgeracaoatual() {return geracaoatual;} 2ª LISTA DE EXERCÍCIOS CLASSES E JAVA Disciplina: PC-II Exercício : Construtores são métodos especiais sem tipo de retorno (nem mesmo void) e de mesmo nome que a classe que são invocados quando da criação

Leia mais

3º Exercício Prático: DNS

3º Exercício Prático: DNS Universidade Estadual da Paraíba Departamento de Matemática, Estatística e Computação Disciplina: Redes de Computadores Professor: Edmar José do Nascimento 3º Exercício Prático: DNS Introdução O Sistema

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações para Internet Aula 7

Desenvolvimento de Aplicações para Internet Aula 7 Desenvolvimento de Aplicações para Internet Aula 7 Celso Olivete Júnior olivete@fct.unesp.br Classe e tipos de dados Classe Conjunto de objetos semelhantes, isto é, com a mesma estrutura (atributos) e

Leia mais

Guia para elaboração do Modelo de Domínio Metodologia Celepar

Guia para elaboração do Modelo de Domínio Metodologia Celepar Guia para elaboração do Modelo de Domínio Metodologia Celepar Agosto 2009 Sumário de Informações do Documento Documento: guiamodelagemclassesdominio.odt Número de páginas: 20 Versão Data Mudanças Autor

Leia mais

PROGRAMAÇÃO OO DIAGRAMA DE CLASSES. Engenheiro Anilton S. Fernandes (asfernandes.com) Janeiro 2012

PROGRAMAÇÃO OO DIAGRAMA DE CLASSES. Engenheiro Anilton S. Fernandes (asfernandes.com) Janeiro 2012 PROGRAMAÇÃO OO DIAGRAMA DE CLASSES Engenheiro Anilton S. Fernandes (asfernandes.com) Janeiro 2012 Pensando Objectos Imagine Quero representar um cão REX O REX é - cor: castanho claro; olhos : pretos; altura:

Leia mais

Projeto de Arquitetura

Projeto de Arquitetura Introdução Projeto de Arquitetura (Cap 11 - Sommerville) UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Curso de Ciência da Computação Engenharia de Software I Prof. Rômulo Nunes de Oliveira Até agora, estudamos: Os

Leia mais

Análise e Projeto Orientado a Objetos

Análise e Projeto Orientado a Objetos Análise e Projeto Orientado a Objetos Linguagem UML Modelagem Estrutural Modelagem Estrutural Anderson Belgamo Classes Definição: uma classe é uma descrição de um conjunto de objetos que compartilham os

Leia mais

ARRAYS. Um array é um OBJETO que referencia (aponta) mais de um objeto ou armazena mais de um dado primitivo.

ARRAYS. Um array é um OBJETO que referencia (aponta) mais de um objeto ou armazena mais de um dado primitivo. Cursos: Análise, Ciência da Computação e Sistemas de Informação Programação I - Prof. Aníbal Notas de aula 8 ARRAYS Introdução Até agora, utilizamos variáveis individuais. Significa que uma variável objeto

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Prof. M.Sc. Ronaldo C. de Oliveira ronaldooliveira@facom.ufu.br FACOM - 2011 UML Linguagem Unificada de Modelagem Diagramas de Projeto de Software UML Linguagem Unificada de Modelagem Diagramas de Classe

Leia mais

Histórico da Revisão. Versão Descrição Autor. 1.0 Versão Inicial

Histórico da Revisão. Versão Descrição Autor. 1.0 Versão Inicial 1 of 14 27/01/2014 17:33 Sistema de Paginação de Esportes Universitários Documento de Arquitetura de Software Versão 1.0 Histórico da Revisão Data 30 de novembro de 1999 Versão Descrição Autor 1.0 Versão

Leia mais

UML Diagramas. UML Diagramas. UML Diagrama Diagrama de Classes. UML Diagrama Diagrama de Classes

UML Diagramas. UML Diagramas. UML Diagrama Diagrama de Classes. UML Diagrama Diagrama de Classes Diagramas Diagrama é uma representação gráfica de uma coleção de elementos de um modelo São desenhados para permitir a visualização de um sistema sob diferentes perspectivas Um mesmo item pode aparecer

Leia mais

Unified Process. Sueleni Mendez Batista. Orientadora: Dra. Elisa Hatsue Moriya Huzita

Unified Process. Sueleni Mendez Batista. Orientadora: Dra. Elisa Hatsue Moriya Huzita Unified Process Sueleni Mendez Batista Orientadora: Dra. Elisa Hatsue Moriya Huzita Processo de Desenvolvimento de Software 8O processo de desenvolvimento de software é um conjunto de atividades e resultados

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ UFPR Bacharelado em Ciência da Computação

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ UFPR Bacharelado em Ciência da Computação SOFT DISCIPLINA: Engenharia de software AULA NÚMERO: 08 DATA: / / PROFESSOR: Andrey APRESENTAÇÃO O objetivo desta aula é apresentar e discutir conceitos relacionados a modelos e especificações. Nesta aula

Leia mais

Manual SAGe Versão 1.2 (a partir da versão 12.08.01)

Manual SAGe Versão 1.2 (a partir da versão 12.08.01) Manual SAGe Versão 1.2 (a partir da versão 12.08.01) Submissão de Relatórios Científicos Sumário Introdução... 2 Elaboração do Relatório Científico... 3 Submissão do Relatório Científico... 14 Operação

Leia mais

8 Classes Internas. Desenvolvimento OO com Java. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.

8 Classes Internas. Desenvolvimento OO com Java. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes. Desenvolvimento OO com Java 8 Classes Internas Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.br/ ~ vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade Federal do

Leia mais

:: aula 11. :: Diagrama de Seqüência e Protótipos. :: Olá! Nesta aula, continuaremos a 4ª fase do Projeto Desenho.

:: aula 11. :: Diagrama de Seqüência e Protótipos. :: Olá! Nesta aula, continuaremos a 4ª fase do Projeto Desenho. :: Nome do Curso Sistemas da informação :: Nome da Unidade Curricular PI Sistemas orientados a objetos :: Tema da aula Diagrama de Seqüência e Prototipação :: Fase / Etapa Fase 4 Desenho do Projeto e Interligação

Leia mais

Ricardo Roberto de Lima UNIPÊ 2008.1 APS-I. Históricos e Modelagem Orientada a Objetos

Ricardo Roberto de Lima UNIPÊ 2008.1 APS-I. Históricos e Modelagem Orientada a Objetos Históricos e Modelagem Orientada a Objetos Histórico Diversas metodologias e métodos surgiram para apoiar OO. Evolução a partir de linguagens C++ e SmallTalk. Anos 80 Anos 80-90: diversidade de autores.

Leia mais

MODELAGEM DE SISTEMAS Unidade 4 Modelo de Classes de Projeto. Luiz Leão

MODELAGEM DE SISTEMAS Unidade 4 Modelo de Classes de Projeto. Luiz Leão Unidade 4 Modelo de Classes de Projeto Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático Definição da Visibilidade entre Objetos Adição de Operações às Classes de Projeto Adição

Leia mais

Programação com Objectos. Processamento de Dados I. 3. UML (Unified Modeling Language)

Programação com Objectos. Processamento de Dados I. 3. UML (Unified Modeling Language) Programação com Objectos Processamento de Dados I 3. UML (Unified Modeling Language) 1 Modelo UML Diagrama de classes Programação com Objectos / Processamento de Dados I 2 Modelo O desenvolvimento de programas

Leia mais

O que é a UML? Introdução a UML. Objetivos da Modelagem. Modelos. A UML não é. Princípios da Modelagem. O que é um modelo?

O que é a UML? Introdução a UML. Objetivos da Modelagem. Modelos. A UML não é. Princípios da Modelagem. O que é um modelo? O que é a UML? Introdução a UML Linguagem Gráfica de Modelagem para: Visualizar Especificar Construir Documentar Comunicar Artefatos de sistemas complexos Linguagem: vocabulário + regras de combinação

Leia mais

Campo: PREVISÃO Informa uma possível data e hora de entrega do veículo, caso o orçamento seja aprovado.

Campo: PREVISÃO Informa uma possível data e hora de entrega do veículo, caso o orçamento seja aprovado. ABA: OFICINA BOTÃO: ORÇAMENTO (CLIENTES) ORÇAMENTO DE SERVIÇO Faz orçamento de serviços para clientes cadastrados Abre o cadastro do cliente Mostra os produtos que serão utilizados, serviços que serão

Leia mais

Implementação de Classe e Auto-Relacionamento em Java

Implementação de Classe e Auto-Relacionamento em Java UTFPR DAELN - Disciplina de Fundamentos de Programação II ( IF62C ). 1 Implementação de Classe e Auto-Relacionamento em Java 1)Introdução Um modelo de Diagrama de Classes representa a estrutura definida

Leia mais

Princípios de Análise e Projeto de Sistemas com UML

Princípios de Análise e Projeto de Sistemas com UML Princípios de Análise e Projeto de Sistemas com UML 2ª edição Eduardo Bezerra Editora Campus/Elsevier Capítulo 7 Modelagem de Interações Somente após a construção de diagramas de interação para os cenários

Leia mais

Casos de Uso. Viviane Torres da Silva viviane.silva@ic.uff.br. http://www.ic.uff.br/~viviane.silva/2012.1/es1

Casos de Uso. Viviane Torres da Silva viviane.silva@ic.uff.br. http://www.ic.uff.br/~viviane.silva/2012.1/es1 Casos de Uso Viviane Torres da Silva viviane.silva@ic.uff.br http://www.ic.uff.br/~viviane.silva/2012.1/es1 O que é? Uma técnica para capturar requisitos funcionais Descreve o sistema sob a perspectiva

Leia mais

GRS Gerador de Redes Sistêmicas. (outubro/2004)

GRS Gerador de Redes Sistêmicas. (outubro/2004) 116 APÊNDICE A MANUAL DO GRS Universidade Federal do Rio de Janeiro UFRJ Departamento de Ciência da Computação DCC Instituto de Matemática IM / Núcleo de Computação Eletrônica NCE GRS Gerador de Redes

Leia mais

Curso de Java. Orientação a objetos e a Linguagem JAVA. TodososdireitosreservadosKlais

Curso de Java. Orientação a objetos e a Linguagem JAVA. TodososdireitosreservadosKlais Curso de Java Orientação a objetos e a Linguagem JAVA Roteiro A linguagem Java e a máquina virtual Objetos e Classes Encapsulamento, Herança e Polimorfismo Primeiro Exemplo A Linguagem JAVA Principais

Leia mais

Manual de Usuário - Flight of Icarus

Manual de Usuário - Flight of Icarus Manual de Usuário - Flight of Icarus Desenvolvido por: Elvis Venâncio S. Nogueira Data: 21/02/2013 Versão: 1.7 Sumário Conteúdo Manual sobre Flight of Icarus... 4 Formas de Conexão... 4 Tela de Login...

Leia mais

1. Modelagem de Sistemas 1.1. Os Desenvolvedores de Sistemas podem Escolher entre Quatro Caminhos

1. Modelagem de Sistemas 1.1. Os Desenvolvedores de Sistemas podem Escolher entre Quatro Caminhos Sumário Modelagem de Processos Módulo 4 1. Modelagem de Sistemas 1.1. Os Desenvolvedores de Sistemas podem Escolher entre Quatro Caminhos M. Sc. Luiz Alberto lasf.bel@gmail.com Modelagem de Sistemas MP

Leia mais

Livro. Prof. Horácio Ribeiro. Identificação de métodos e mensagens

Livro. Prof. Horácio Ribeiro. Identificação de métodos e mensagens Identificação de métodos e mensagens Após a leitura desse capítulo, o leitor saberá: - Modelar um método. - identificar a diferença de método e mensagem - identificar os componentes de um diagrama de seqüência

Leia mais

Manual BizAgi Sistema de Gestão da Qualidade

Manual BizAgi Sistema de Gestão da Qualidade Página 1 de 6 1. INTRODUÇÃO Este manual apresenta alguns elementos básicos da Notação BPMN (Business Process Modeling Notation Notação para Modelagem de Processos de Negócio) que é a representação gráfica

Leia mais

QUESTÃO 2: A respeito do diagrama de caso de uso apresentado, assinale a alternativa correta.

QUESTÃO 2: A respeito do diagrama de caso de uso apresentado, assinale a alternativa correta. CURSO DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008/1 4º PERÍODO 7º MÓDULO AVALIAÇÃO A4 DATA 22/10/2009 ENGENHARIA DE SOFTWARE 2009/2 GABARITO COMENTADO QUESTÃO 1: Podemos definir UML

Leia mais

BPMN - Business Process Modeling and Notation

BPMN - Business Process Modeling and Notation BPMN - Business Process Modeling and Notation AGENDA Notação Conceito Visão Geral da Notação BPMN Notação BPMN no Escritório de Processos NOTAÇÃO - CONCEITO Segundo o dicionário: Ação de indicar, de representar

Leia mais

Modelagem de Casos de Uso (Parte 1)

Modelagem de Casos de Uso (Parte 1) Modelagem de Casos de Uso (Parte 1) Roteiro Introdução Descrição: Sistema de Ponto de Vendas Casos de Usos Atores Fluxo de Eventos Cenários Formato de Documentação de Casos de Uso Diagramas de Casos de

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

UML Itens Estruturais - Interface

UML Itens Estruturais - Interface Itens Estruturais - Interface Coleção de operações que especificam serviços de uma classe ou componente Descreve o comportamento visível externamente Raramente aparece sozinha. Em geral vem anexada à classe

Leia mais

DISSEMINAÇÃO DE CONHECIMENTO FERRAMENTA BIZAGI

DISSEMINAÇÃO DE CONHECIMENTO FERRAMENTA BIZAGI DISSEMINAÇÃO DE CONHECIMENTO FERRAMENTA BIZAGI Harley Caixeta Seixas Márcia Lúcia Borges de Melo Gomes Roberta A. de Mello Bezerra Silvana Dias Soares FERRAMENTA BIZAGI BPMN Business Process Modeling Notation

Leia mais

Eduardo Bezerra. Editora Campus/Elsevier

Eduardo Bezerra. Editora Campus/Elsevier Princípios de Análise e Projeto de Sistemas com UML 2ª edição Eduardo Bezerra Editora Campus/Elsevier Capítulo 8 Modelagem de classes de projeto A perfeição (no projeto) é alcançada, não quando não há

Leia mais

[PÚBLICA] Manual Operacional. Sistema GEUI Gestão de Usuários da Internet. Produto: Consignado

[PÚBLICA] Manual Operacional. Sistema GEUI Gestão de Usuários da Internet. Produto: Consignado 1 [PÚBLICA] Manual Operacional Sistema GEUI Gestão de Usuários da Internet Produto: Consignado ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1. Objetivo do Manual... 3 1.2. Público Alvo... 3 1.3. Conteúdo do Manual... 3

Leia mais

PAINEL GERENCIADOR DE E-MAILS

PAINEL GERENCIADOR DE E-MAILS Este manual foi criado com o objetivo de facilitar o gerenciamento de suas contas de e-mail. Com ele, o administrador poderá criar e excluir e-mails, alterar senha, configurar redirecionamento de contas,

Leia mais

Encapsulamento de Dados

Encapsulamento de Dados Encapsulamento de Dados Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marciobueno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Modificadores de Visibilidade Especificam

Leia mais

Manual de Usuário. Gestion Libre de Parc Informatique (Gestão Livre de Parque de Informática) Versão 1.1 NRC

Manual de Usuário. Gestion Libre de Parc Informatique (Gestão Livre de Parque de Informática) Versão 1.1 NRC Manual de Usuário Gestion Libre de Parc Informatique (Gestão Livre de Parque de Informática) Versão 1.1 NRC Manual do Usuário GLPI 1. Introdução 3 2. Acessando o GLPI 4 3. Entendendo o processo de atendimento

Leia mais

Unisant Anna Gestão Empresarial com ERP 2014 Modelagem de Sistemas - UML e MER

Unisant Anna Gestão Empresarial com ERP 2014 Modelagem de Sistemas - UML e MER Objetivo dessa aula é descrever as características e a simbologia dos diagramas UML e MER na modelagem de sistemas de informação de uma forma a permitir a comunicação entre técnicos e gestores. Modelagem

Leia mais

Outlook 2003. Apresentação

Outlook 2003. Apresentação Outlook 2003 Apresentação O Microsoft Office Outlook 2003 é um programa de comunicação e gerenciador de informações pessoais que fornece um local unificado para o gerenciamento de e-mails, calendários,

Leia mais

Uma visão mais clara da UML Sumário

Uma visão mais clara da UML Sumário Uma visão mais clara da UML Sumário 1 Método...2 2 Análise de requisitos...2 2.1 Diagramas de Casos de Uso...3 2.1.1 Ator...3 2.1.2 Casos de Uso (Use Case)...4 2.1.3 Cenário...4 2.1.4 Relacionamentos...6

Leia mais

BEM-VINDO!!! Apresentação Inicial. Por favor, descreva o seu atual conhecimento sobre Mapeamento de Processos

BEM-VINDO!!! Apresentação Inicial. Por favor, descreva o seu atual conhecimento sobre Mapeamento de Processos Apresentação Inicial BEM-VINDO!!! Por favor, descreva o seu atual conhecimento sobre Mapeamento de Processos 1 Mapeamento de Processos Mapeamento de Processos e Negócios com BPM 2 Ementa Introdução Definição

Leia mais

Manual do Usuário. Pré-Cadastro de Participantes. 08.11.2004 Versão 1.1

Manual do Usuário. Pré-Cadastro de Participantes. 08.11.2004 Versão 1.1 Manual do Usuário Pré-Cadastro de Participantes 08.11.2004 Versão 1.1 Índice 1. Introdução ao Pré-Cadastro...3 1.1. Pré-Cadastro de pessoa Física...3 1.1.1. Termo...3 1.1.2. Dados de identificação...4

Leia mais

Objetos não existem isolados

Objetos não existem isolados Relacionamento Entre Objetos Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br Programação Orientada a Objetos Introdução Objetos não existem isolados São formados por outros objetos Objetos usam outros objetos

Leia mais

( JUDE Community 5.1 2006/2007 ) Por Denize Terra Pimenta Outubro/2007

( JUDE Community 5.1 2006/2007 ) Por Denize Terra Pimenta Outubro/2007 Tutorial JUDE ( JUDE Community 5.1 2006/2007 ) Por Denize Terra Pimenta Outubro/2007 Ferramenta CASE UML Índice Introdução... 2 Download e Instalação... 2 Apresentação da Ferramenta... 2 Salvando o Projeto...

Leia mais

Guia de Fatores de Qualidade de OO e Java

Guia de Fatores de Qualidade de OO e Java Qualiti Software Processes Guia de Fatores de Qualidade de OO e Java Versã o 1.0 Este documento só pode ser utilizado para fins educacionais, no Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco.

Leia mais

Sumário do Plano de Testes

Sumário do Plano de Testes GESTOC Versão 9.1 Plano de Testes Sumário do Plano de Testes 1. Introdução... 2 2. Escopo... 2 3. Implementações... 2 0002061: Emissão de notas de remessa com vasilhames e embalagens... 3 0002062: Emissão

Leia mais