PROCESSO DE CONHECIMENTO. Petição Inicial (282 do CPC)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROCESSO DE CONHECIMENTO. Petição Inicial (282 do CPC)"

Transcrição

1 PROCESSO DE CONHECIMENTO Petição Inicial (282 do CPC) Juiz; Qualificações; Fatos e Fundamentos; DEVERÁ INDICAR Pedido; Valor da Causa; Provas; Requerimento. PEDIDO (ART. 282, CPC) O pedido é o último elemento que o autor deve identificar na petição inicial, sendo ele o veículo da pretensão manifestada pelo autor. Trata de elemento cuja importância para o processo é extrema, já que o pedido delimita o objeto do processo e julgar o pedido significa julgar o próprio meritum causae. O exercício do direito de ação tem como principal finalidade a tutela jurisdicional. O pedido tem essa importância de ser projeto de sentença. O juiz fica adstrito ao que for formulado pelo autor, não podendo ultrapassar. Ele não pode conceder ao autor uma tutela de natureza diversa, em objeto diverso, em quantia superior, sob pena de nulidade da sentença. Esse é o princípio da congruência. Em rápida analise divide-se em pedido imediato e mediato, devendo ser certo e determinado conforme exigência legal. CONCEITOS O pedido é a formulação do bem jurídico que o autor procura obter com a ação, isto é, com a prestação jurisdicional pleiteada. Formulação do bem jurídico que o autor pretende obter com a ação, ou seja, com a prestação jurisdicional peticionada. Veículo da pretensão manifesta pelo o autor.

2 QUANTO AO OBJETO Imediato: Provimento jurisdicional, que no módulo processual de conhecimento é a sentença de mérito, seria a providência jurisdicional que se pretende: a condenação, a expedição de ordem, a constituição de uma nova situação jurídica, a tomada de providências executivas, a declaração etc. Mediato: Corresponde a tutela de um bem de vida, é o resultado prático, que o demandante espera conseguir com a tomada daquela providência. PEDIDO CERTO E DETERMINADO O pedido deve ser certo e determinado. Ambas as qualidades aqui afirmadas devem estar presentes no pedido apresentado na petição inicial, sendo, pois, imprescindíveis. Determinado é o que externa uma pretensão que visa um bem jurídico perfeitamente caracterizado, ou seja, aqueles que correspondem a um bem de vida; é pedido certo e que deixa claro e fora de dúvida o que se pretende, quer no tocante a sua qualidade, quantidade e extensão. Exemplo: Não basta que o autor peça a condenação do réu a uma soma de dinheiro devida em razão de um contrato mútuo (determinado), mas também a quantidade de dinheiro que pretende receber (pedido certo). Obs.: A lei, todavia, admite a formulação de pedido genérico, conforme veremos adiante, nas hipóteses dos três incisos do art. 286 do CPC. PEDIDO GENÉRICO Pedido genérico é o formulado sem a determinação do aspecto quantitativo do pedido. A regra é que o pedido deve ser certo e determinado de acordo com inciso IV do art. 282, porém o art. 286 traz três hipóteses que devem ser interpretadas restritivamente, em que o pedido genérico é admissível: "O pedido deve ser certo ou determinado. É lícito, porém, formular pedido genérico: I - nas ações universais, se não puder o autor individuar na petição os bens demandados; II - quando não for possível determinar, de modo definitivo, as consequências do ato ou do fato ilícito;

3 III - quando a determinação do valor da condenação depender de ato que deva ser praticado pelo réu. 1º hipótese: Ações Universais são aquelas em que se pleiteia a condenação do réu a entregar ao autor uma universalidade de bens como se dá na ação de petição de herança ou numa condenação do réu a entregar ao autor uma biblioteca. Nessa hipótese, se não puder o autor determinar os bens individuais que compõe a universalidade, poderá formular pedido genérico. 2º hipótese: Demanda em que se pleiteie reparação por um dano que ainda está se perpetrando, decorrente. Ex.: um acidente de trânsito em que a vítima ainda vem se submetendo a tratamento médico, sendo imprevisível o fim do mesmo. 3º hipótese: como se dá, por exemplo, numa ação de prestação de contas. INTERPRETAÇÃO DO PEDIDO Tem que ser feita de modo a não alargar a atuação do órgão jurisdicional. Se isso for feito, chegaríamos a uma situação em que, por lei, o órgão jurisdicional estaria prestando algo além daquilo que foi pedido. Art. 293: "Os pedidos são interpretados restritivamente, compreendendo-se, entretanto, no principal os juros legais." Então se o autor deduz o pagamento do principal, e nada disse sobre o pagamento de juros, a condenação aos juros não representará uma violação ao princípio da congruência. Mas a condenação a honorários e a indenizar despesas processuais também não precisam entrar no pedido. Essas são condenações decorrentes da lei. O vencido é obrigado a pagar. Normalmente as petições iniciais trazem isso. CUMULAÇÃO DE PEDIDOS A lei processual admite a possibilidade de o autor cumular pedidos em uma só petição inicial (art. 292), ainda que exista conexão entre diversas demandas cumuladas. Requisitos da cumulação: Pedidos sejam compatíveis entre si; Juízo competente para conhecer de todos; Procedimento adequado para todas as demandas.

4 Classificação: São diversas as formas de cumulação, havendo diversos critérios conhecidos, pela não unificação doutrinária. A mais comum divisão: PRÓPRIA Cumulação Simples: o autor formula pedidos absolutamente independentes entre si, sendo certo que, nesta hipótese, as demandas não possuem em comum elementos outros que não as partes. Ex.: Quando o autor pretender cobrar dívidas decorrentes de contratos diferentes. Não há, entre os pedidos, nenhuma ligação, sendo possível ao juiz decidir cada demanda cumulada de forma diferente. Cumulação Sucessiva: o autor formula dois ou mais pedidos, sendo certo que a análise do posterior depende da procedência do que lhe procede. Ex: Ação de investigação de paternidade com a ação de petição de herança. IMPRÓPRIA Cumulação Eventual (Subsidiária): quando o autor formula dois ou mais pedidos, sendo certo que, nesta hipótese, o segundo pedido só será apreciado se o primeiro for julgado improcedente. Ex: O autor pede a condenação do réu ao cumprimento específico de uma obrigação de entregar a coisa, e no caso de tal condenação ser impossível por ter a coisa perecido, a condenação do demandado ao pagamento de seu equivalente pecuniário. Pedidos Alternativos: são aqueles formulados em adição contra o réu, em decorrência de um mesmo fato constitutivo do direito do autor. Formula-se quando a relação de direito material deduzida no processo dá origem a uma obrigação alternativa (aquela que pode ser cumprida por mais de uma forma pelo devedor). O pedido é único, já que a obrigação é só uma. Admite-se, também, o pedido alternativo nas obrigações acompanhadas de prestação facultativa, entendida como aquela obrigação em que o devedor, desde o nascimento da relação obrigacional, se reserva o poder de liberar-se do vinculo entregando ao credor, em lugar da prestação devida, uma prestação diferente.

5 Cumulação Própria Simples Não há vinculo de prejudicialidade Pode ganhar as 2 ou apenas 1. Sucessiva Subsidiaria. Aqui há vínculo de prejudicialidade. Imprópria Eventual Existe degradação do pedido; há vinculo, não podendo sair vencedor dos dois. Alternativa Há satisfação com qualquer um dos pedidos PEDIDO IMPLÍCITO Os pedidos são interpretados restritivamente, porém são considerados implícitos conforme art. 290 do CPC: Prestações Vincendas; Juros Legais; Honorários advocatícios (sucumbência); Despesas processuais.

PROCESSO CIVIL 1. PEDIDO

PROCESSO CIVIL 1. PEDIDO 1 PROCESSO CIVIL PONTO 1: Pedido PONTO 2: Espécies de Pedido PONTO 3: O Pedido e as Prestações Periódicas PONTO 4: Obrigação Indivisível PONTO 5: Cumulação de Pedidos PONTO 6: Interpretação do Pedido PONTO

Leia mais

O Pedido. Direito Processual Civil II. Prof. Leandro Gobbo 1

O Pedido. Direito Processual Civil II. Prof. Leandro Gobbo 1 O Pedido Direito Processual Civil II Prof. Leandro Gobbo 1 Pedido requisitos (arts. 322 e 324) O pedido deve ser: Certo: permite a identificação do bem pretendido. Determinado: indica de forma clara os

Leia mais

Direito Processual Civil

Direito Processual Civil Direito Processual Civil Do Pedido Professor Giuliano Tamagno www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Civil DO PEDIDO Art. 322. O pedido deve ser certo. 1º Compreendem-se no principal os juros

Leia mais

Direito Processual Civil III

Direito Processual Civil III Direito Processual Civil III»Aula 8 Petição Inicial Pedido parte 2 Petição Inicial Pedido Alteração da Petição Inicial e estabilização do processo VI Petição inicial Pedido 5 Pedido cominatório -dois meios

Leia mais

Petição Inicial I. Professor Zulmar Duarte

Petição Inicial I. Professor Zulmar Duarte I Professor Zulmar Duarte Instaura a relação processual (linear) Apresenta a Demanda (causa de pedir e pedido) Litispendência (art. 312) Fixação da competência (art. 43) Requisitos Art. 319 Competência

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO RECLAMAÇÃO TRABALHISTA. PETIÇÃO INICIAL. e AUDIÊNCIA TRABALHISTA ATÉ DEFESA DO RÉU Prof. Antero Arantes Martins (13/03) PETIÇÃO INICIAL. Introdução. Já vimos que o Juiz não

Leia mais

Prezados amigos e leitores,

Prezados amigos e leitores, Prezados amigos e leitores, Abaixo, traço breves comentários sobre quatro questões de Direito Processual Civil da prova de analista da área judiciária do concurso do TRT da 1ª Região (2013). Para aprofundar

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA. PETIÇÃO INICIAL Artigo 319 do CPC

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA. PETIÇÃO INICIAL Artigo 319 do CPC PETIÇÃO INICIAL Artigo 319 do CPC 1. Conceito Art. 319 do NCPC A petição inicial é o ato formal do autor que dá início à causa. É um requerimento que contém a exposição do fato e dos fundamentos jurídicos

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA A NOVA PETIÇÃO INICIAL DO NOVO CPC

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA A NOVA PETIÇÃO INICIAL DO NOVO CPC A NOVA PETIÇÃO INICIAL DO NOVO CPC 1. Conceito Art. 319 do NCPC A petição inicial é o ato formal do autor que dá início à causa. É um requerimento que contém a exposição do fato e dos fundamentos jurídicos

Leia mais

GEORGIOS ALEXANDRIDIS

GEORGIOS ALEXANDRIDIS GEORGIOS ALEXANDRIDIS Leiloeiro Oficial do Estado de São Paulo e Advogado Doutor em Direito das Relações Sociais pela PUC/SP (2016) Mestre em Direito das Relações Sociais pela PUC/SP (2008) Especialista

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL

DIREITO PROCESSUAL CIVIL DIREITO PROCESSUAL CIVIL Parte 8 Prof(a). Bethania Senra h) Havendo um capítulo líquido e outro ilíquido, é possível ao credor promover a liquidação deste e a execução daquele (art. 509, 1º, CPC). Condições

Leia mais

PROCESSO CIVIL Regular 2009

PROCESSO CIVIL Regular 2009 PEDIDO Pedido pode ser entendido como o núcleo, o cerne da petição inicial. Lá está estabelecida a conseqüência jurídica que se pretende ver implementada pelo poder da jurisdição. O pedido pode ser analisado

Leia mais

Pedido. É núcleo da petição inicial que exprime aquilo que o autor pretende do Estado frente ao réu (Humberto, 572).

Pedido. É núcleo da petição inicial que exprime aquilo que o autor pretende do Estado frente ao réu (Humberto, 572). Plano de Ensino 2. Do pedido. Requisitos. Modalidades de pedido. Cumulação de pedidos. Concurso de pretensões. Interpretação do pedido. Aditamento ou modificação do pedido. (Arts. 322 a 329) 1 Conceito:

Leia mais

NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL E A CLT (DO PEDIDO) O artigo 14 do Novo Código de Processo Civil, dispõe:

NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL E A CLT (DO PEDIDO) O artigo 14 do Novo Código de Processo Civil, dispõe: I DO PEDIDO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL E A CLT (DO PEDIDO) O artigo 14 do Novo Código de Processo Civil, dispõe: A norma processual não retroagira e será aplicável imediatamente aos processos em curso,

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA. PETIÇÃO INICIAL CÍVEL Artigo 319 do Código de Processo Civil

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA. PETIÇÃO INICIAL CÍVEL Artigo 319 do Código de Processo Civil PETIÇÃO INICIAL CÍVEL Artigo 319 do Código de Processo Civil 1. Conceito de Petição Inicial Art. 319 do CPC 2. Requisitos da Petição Inicial a) Endereçamento b) Qualificação das partes c) Fato e fundamentos

Leia mais

ANDRÉ LUIZ M. BITTENCOURT.

ANDRÉ LUIZ M. BITTENCOURT. ANDRÉ LUIZ M. BITTENCOURT IMPORTÂNCIA DA ATRIBUIÇÃO DO VALOR DA CAUSA Art.291. Atodacausaserá atribuídovalorcerto,ainda que não tenha conteúdo econômico imediatamente aferível. IMPORTÂNCIA DA ATRIBUIÇÃO

Leia mais

CORREÇÃO DE PROVA. ESCREVENTE TJ 2015.

CORREÇÃO DE PROVA. ESCREVENTE TJ 2015. CORREÇÃO DE PROVA. ESCREVENTE TJ 2015. PROFESSORA JULIANA VIEIRA PEREIRA 37. Incumbe ao escrivão (A) efetuar avaliações e executar as ordens do juiz a que estiver subordinado. (B) estar presente às audiências

Leia mais

MATERIAL DE LEITURA OBRIGATÓRIA AULA 01

MATERIAL DE LEITURA OBRIGATÓRIA AULA 01 CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Aula Ministrada pelo Prof. Joseval Martins Viana 1-) Petição Inicial: a) Visão Geral do Código de Processo Civil: NCPC. Inicia com as normas processuais

Leia mais

CONDIÇÕES DA AÇÃO. Direito condicionado à Legitimidade ad. A possibilidade jurídica do pedido não é mais isolada

CONDIÇÕES DA AÇÃO. Direito condicionado à Legitimidade ad. A possibilidade jurídica do pedido não é mais isolada CONDIÇÕES DA AÇÃO DIREITO DE AÇÃO CONDIÇÕES DA AÇÃO Direito condicionado à Legitimidade ad causam e ao Interesse de agir A possibilidade jurídica do pedido não é mais isolada (como no CPC 73) Art. 17.

Leia mais

EXECUÇÃO PARA A ENTREGA DE COISA CERTA E INCERTA (Art. 621 ao 631, CPC):

EXECUÇÃO PARA A ENTREGA DE COISA CERTA E INCERTA (Art. 621 ao 631, CPC): - A petição inicial do processo de execução, além dos requisitos do art. 282, CPC, deve obedecer aos requisitos dos arts. 614 e 615, CPC: - I conter pedido expresso de citação do devedor; - II ser instruída

Leia mais

Excertos do Código de Processo Civil/2015

Excertos do Código de Processo Civil/2015 Excertos do Código de Processo Civil/2015 Art. 85. A sentença condenará o vencido a pagar honorários ao advogado do vencedor. 1º - São devidos honorários advocatícios na reconvenção, no cumprimento de

Leia mais

Direito Processual Penal

Direito Processual Penal Direito Processual Penal Juizado Especial Cível Professor: Giuliano Tamagno www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Penal Juizado Especial Cível Fundamento: Lei nº 9.099/1995. Objetivo é conciliar,

Leia mais

Do Equivalente em Dinheiro

Do Equivalente em Dinheiro Do Equivalente em Dinheiro nas Ações de Depósito em Contratos de Alienação Fiduciária Rogerio de Oliveira Souza Juiz de Direito TJ/RJ O Decreto-Lei 911, de 01.10.1969, deu nova redação ao art. 66 da Lei

Leia mais

Procedimentos Especiais Unidade I

Procedimentos Especiais Unidade I Procedimentos Especiais Unidade I 1. Introdução 1.1 Processo como entidade complexa. a)internamente o processo se manifesta como relação jurídica de direito público, entre o Estado-juiz e as partes Relação

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA AULA 17 Do cumprimento de sentença que reconhece a exigibilidade de obrigação de pagar quantia certa. Do Cumprimento definitivo da sentença que reconhece a exigibilidade de obrigação de pagar quantia certa.

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL

DIREITO PROCESSUAL CIVIL DIREITO PROCESSUAL CIVIL SUJEITOS DA RELAÇÃO PROCESSUAL Parte 15 Prof(a). Bethania Senra Inclusão dos honorários advocatícios no ressarcimento de perdas e danos: CC, art. 389. Não cumprida a obrigação,

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Aula 22/03/ Ministrada pelo Prof. Fábio Batista Cáceres

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Aula 22/03/ Ministrada pelo Prof. Fábio Batista Cáceres CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Aula 22/03/2017 - Ministrada pelo Prof. Fábio Batista Cáceres 1-) Petição Inicial Conti.: No CPC de 1973 estava previsto no art. 282, atualmente no novo

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PETIÇÃO INICIAL. Prof. Antero Arantes Martins

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PETIÇÃO INICIAL. Prof. Antero Arantes Martins DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PETIÇÃO INICIAL Prof. Antero Arantes Martins O Juiz não prestará tutela jurisdicional se não for provocado pela parte. (Art. 2º, CPC). Esta provocação é o direito subjetivo

Leia mais

Aula 05. Segundo o NCPC, em seu Art. 17, para postular em juízo é necessário ter interesse e legitimidade.

Aula 05. Segundo o NCPC, em seu Art. 17, para postular em juízo é necessário ter interesse e legitimidade. Turma e Ano: Direito Processual Civil - NCPC (2016) Matéria / Aula: Legitimidade. Interesse. Elementos da demanda / 05 Professor: Edward Carlyle Monitora: Laryssa Marques Aula 05 Segundo o NCPC, em seu

Leia mais

Sem Solução de mérito (artigo 485 CPC) Com Solução de mérito (artigo 487 CPC) Com satisfação da obrigação (artigo 924 CPC) Fase Cognitiva

Sem Solução de mérito (artigo 485 CPC) Com Solução de mérito (artigo 487 CPC) Com satisfação da obrigação (artigo 924 CPC) Fase Cognitiva Processo Civil de Conhecimento Aula VIII 04/05/2017 Extinção do Processo Extinção Sem Solução de mérito (artigo 485 CPC) Com Solução de mérito (artigo 487 CPC) Com satisfação da obrigação (artigo 924 CPC)

Leia mais

Dano moral Projeção processual Prof. Denis Donoso Denis Donoso

Dano moral Projeção processual Prof. Denis Donoso Denis Donoso Dano moral Projeção processual Prof. Denis Donoso Denis Donoso Parte I Dano moral Âmbito material (brevíssima revisão) Responsabilidade civil Elementos geradores da responsabilidade civil. Dano e suas

Leia mais

Direito Processual Civil III

Direito Processual Civil III Direito Processual Civil III»Aula 7 Petição Inicial Pedido parte 1 Petição Inicial Pedido VI Petição inicial Pedido 1 Petição inicial - sem a petição inicial não se estabelece a relação processual tem

Leia mais

Escola de Ciências Jurídicas-ECJ

Escola de Ciências Jurídicas-ECJ Posição legal Momento processual Necessidade, finalidade, objeto e limites Natureza jurídica Liquidação na pendência de recurso Liquidação concomitante com execução Modalidades Liquidação de sentença Sumário

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 77, DE 2016

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 77, DE 2016 SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 77, DE 2016 Dispõe sobre a substituição processual pelo sindicato da categoria profissional. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º O sindicato da categoria profissional,

Leia mais

PÓS - GRADUAÇÃO LEGALE

PÓS - GRADUAÇÃO LEGALE PÓS - GRADUAÇÃO LEGALE Direito processual civil PETIÇÃO INICIAL - CONCEITOS Ato judicial da parte autora com a finalidade de provocar a jurisdição acerca de um pedido, isto é, a pretensão resistida. É

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Tutela provisória II. Prof. Luiz Dellore

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Tutela provisória II. Prof. Luiz Dellore DIREITO PROCESSUAL CIVIL Tutela provisória II Prof. Luiz Dellore Gênero Espécies Subespécies Tutela Provisória Tutela de urgência - Tutela cautelar - Tutela antecipada Tutela de evidência -- Art. 294.

Leia mais

Direito Processual Civil

Direito Processual Civil Direito Processual Civil Condições da Ação / Da Sucessão das Partes e dos Procuradores Professor Guilherme Koenig www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Civil CONDIÇÕES DA AÇÃO / DA SUCESSÃO

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CIVIL. Condições da ação.

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CIVIL. Condições da ação. CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CIVIL. Aula Ministrada pelo Prof. Fábio Cáceres (Aula 27/03/2018). Condições da ação. Atualmente com o novo CPC são consideradas condições da ação legitimidade de parte

Leia mais

06/02/2019 AULA 2. I- TUTELAS PROVISÓRIAS: Conceito e Classificações II-TUTELAS PROVISÓRIAS ANTECIPADA E CAUTELAR. Diferenças. Denis Domingues Hermida

06/02/2019 AULA 2. I- TUTELAS PROVISÓRIAS: Conceito e Classificações II-TUTELAS PROVISÓRIAS ANTECIPADA E CAUTELAR. Diferenças. Denis Domingues Hermida PROCESSO CIVIL V AULA 2 I- TUTELAS PROVISÓRIAS: Conceito e Classificações II-TUTELAS PROVISÓRIAS ANTECIPADA E CAUTELAR. Diferenças Denis Domingues Hermida 1 INTRODUÇÃO CF. Art. 5º, XXXV, da Constituição

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO. Ações Especiais no Processo do Trabalho. Ação de consignação em pagamento. Prof. Cláudio Freitas

DIREITO DO TRABALHO. Ações Especiais no Processo do Trabalho. Ação de consignação em pagamento. Prof. Cláudio Freitas DIREITO DO TRABALHO Ações Especiais no Processo do Trabalho Prof. Cláudio Freitas - Procedimento especial de jurisdição contenciosa - CPC Art. 890. Nos casos previstos em lei, poderá o devedor ou terceiro

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Ações Especiais no Processo Trabalhista Ações Cautelares e Tutela Antecipada. Prof ª. Eliane Conde

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Ações Especiais no Processo Trabalhista Ações Cautelares e Tutela Antecipada. Prof ª. Eliane Conde DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Ações Especiais no Processo Trabalhista Prof ª. Eliane Conde O Artigo 659, IX e X, da CLT contemplar, expressamente, as hipóteses de cabimento de medida liminar na seara

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA ESPÉCIES DAS OBRIGAÇÕES

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA ESPÉCIES DAS OBRIGAÇÕES ESPÉCIES DAS OBRIGAÇÕES 1. Obrigação líquida 2. Obrigação ilíquida 3. Obrigação simples e cumulativa 4. Obrigação alternativa 5. Obrigação modal (doação construção do terreno) 6. Obrigação a termo (efeitos

Leia mais

Turmas Especiais 2015 Programa da disciplina.

Turmas Especiais 2015 Programa da disciplina. Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo FDSBC Curso de Prática Jurídica Civil Prof. Titular Pedro Marini Neto Prof. Substituto Estevan Lo Ré Pousada Turmas Especiais 2015 Calendário de atividades

Leia mais

LIQUIDAÇÃO DE SENTENÇA

LIQUIDAÇÃO DE SENTENÇA LIQUIDAÇÃO DE SENTENÇA CENÁRIOS DA LIQUIDAÇÃO DE SENTENÇA Artigos 509-513 do CPC SENTENÇA TRANSITADA EM JULGADO Liquidação definitiva - Arbitramento: Convencionado ou pela natureza do objeto (509, I) Risco:

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL

DIREITO PROCESSUAL CIVIL DIREITO PROCESSUAL CIVIL SUJEITOS DA RELAÇÃO PROCESSUAL Parte 12 Prof(a). Bethania Senra - Na segunda fase, as despesas serão sempre rateadas, salvo aquelas provocadas por impugnações e recursos, que seguirão

Leia mais

ESPÉCIES DE EXECUÇÃO.

ESPÉCIES DE EXECUÇÃO. ESPÉCIES DE EXECUÇÃO www.trilhante.com.br ÍNDICE 1. PROCESSO DE EXECUÇÃO...5 Conceito... 5 Espécies de execução... 5 Procedimentos executivos...7 Execução de título extrajudicial...7 Cumprimento de sentença...

Leia mais

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO Previsão legal e conceito! No CPC/73 art. 890/900! No NCPC art. 539/549 Tivemos pequenas e pontuais mudanças sobre o tema.! E citado no CC no art. 334 Trata-se do depósito

Leia mais

CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER. Direito Processual Civil. Analista Judiciário TRE

CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER. Direito Processual Civil. Analista Judiciário TRE CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER Direito Processual Civil Analista Judiciário TRE 1) FCC Analista Judiciário Área Judiciária - TRE AP (2015) Considere a seguinte situação hipotética: Marcos, advogado recém

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CIVIL.

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CIVIL. CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CIVIL. Aula Ministrada pelo Prof. Fábio Cáceres (Aula 31/10/2017). Continuação da obrigação de fazer e não fazer. Obrigação de Fazer. Obrigação de fazer personalíssima

Leia mais

FORMAÇÃO DO PROCESSO EXECUTIVO

FORMAÇÃO DO PROCESSO EXECUTIVO FORMAÇÃO DO PROCESSO EXECUTIVO Prof. Dra. Liana Cirne Lins Faculdade de Direito do Recife Universidade Federal de Pernambuco Introdução Procedimento executivo é o conjunto de atos praticados para satisfazer

Leia mais

PETIÇÃO INICIAL NO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR

PETIÇÃO INICIAL NO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR AULA 6 PETIÇÃO INICIAL NO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR Case jurídico: inscrição indevida no nome do consumidor nos cadastros de restrição de crédito 1 Prática Forense no Direito do Consumidor Petição

Leia mais

PROCESSO CIVIL V 12/05/2019 AULA 9. CUMPRIMENTO DE SENTENÇA - Introdução. Denis Domingues Hermida I- INTRODUÇÃO

PROCESSO CIVIL V 12/05/2019 AULA 9. CUMPRIMENTO DE SENTENÇA - Introdução. Denis Domingues Hermida I- INTRODUÇÃO PROCESSO CIVIL V AULA 9 CUMPRIMENTO DE SENTENÇA - Introdução Denis Domingues Hermida I- INTRODUÇÃO 1) ARTIGOS DO CPC QUE TRATAM DO CUMPRIMENTO DE SENTENÇA Artigos 523 a 527 : tratam do cumprimento de sentença

Leia mais

Conteúdo: Antecipação dos Efeitos da Tutela: Conceito, Requisitos, Conteúdo, Legitimidade, Antecipação de Tutela em Pedido Incontroverso.

Conteúdo: Antecipação dos Efeitos da Tutela: Conceito, Requisitos, Conteúdo, Legitimidade, Antecipação de Tutela em Pedido Incontroverso. Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Processo Civil / Aula 23 Professor: Edward Carlyle Conteúdo: Antecipação dos Efeitos da Tutela: Conceito, Requisitos, Conteúdo, Legitimidade, Antecipação de Tutela

Leia mais

Direito Processual Civil

Direito Processual Civil Direito Processual Civil Do Cumprimento Provisório da Sentença que Reconhece a Exigibilidade de Obrigação de Pagar Quantia Certa Professor Giuliano Tamagno www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual

Leia mais

Ação civil ex delicto

Ação civil ex delicto Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Ação civil ex delicto Gustavo Badaró aula de 02.08.2016 1. Noções Gerais PLANO DA AULA 2. Formas de satisfação do dano causado pelo crime 3. Sistemas de

Leia mais

TEORIA GERAL DA EXECUÇÃO ESPÉCIES DOS MEIOS DE EXECUTIVOS E CLASSIFICAÇÃO DAS AÇÕES EXECUTIVAS

TEORIA GERAL DA EXECUÇÃO ESPÉCIES DOS MEIOS DE EXECUTIVOS E CLASSIFICAÇÃO DAS AÇÕES EXECUTIVAS 1 TEORIA GERAL DA EXECUÇÃO ESPÉCIES DOS MEIOS DE EXECUTIVOS E CLASSIFICAÇÃO DAS AÇÕES EXECUTIVAS Prof. Luis Fernando Alves www.professorluisfernando.jur.adv.br 2 2. ESPÉCIES DE MEIOS EXECUTIVOS 2.1. QUANDO

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO...

SUMÁRIO CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... SUMÁRIO CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 27 1. ANTECEDENTES HISTÓRICOS DA FUNÇÃO DE ADVOGADO... 27 2. O ADVOGADO NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL... 28 3. LEI DE REGÊNCIA DA CARREIRA DE ADVOGADO E A

Leia mais

Pratica Civil I 7º Semestre. AULA 07 Ação de Consignação em pagamento

Pratica Civil I 7º Semestre. AULA 07 Ação de Consignação em pagamento AULA 07 Ação de Consignação em pagamento TEXTO LEGAL COMPARADO TÍTULO III- DOS PROCEDIMENTOS ESPECIAIS- CAPÍTULO I DA AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO Art. 539 Nos casos previstos em lei, poderá o devedor

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSO CIVIL. a) Informação sobre a vontade de realizar audiência de conciliação:

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSO CIVIL. a) Informação sobre a vontade de realizar audiência de conciliação: CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSO CIVIL. Aula 27-03-2017 Ministrada pelo Prof. Fábio Cáceres 1-) Petição Inicial Conti.: a) Informação sobre a vontade de realizar audiência de conciliação: Lembre-se

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL

DIREITO PROCESSUAL CIVIL DIREITO PROCESSUAL CIVIL SUJEITOS DA RELAÇÃO PROCESSUAL Parte 4 Prof(a). Bethania Senra O polo passivo das ações que versem sobre direitos reais imobiliários: -No polo passivo, a lei determina que se o

Leia mais

Sentença e Coisa Julgada

Sentença e Coisa Julgada Direito Processual do Trabalho Sentença e Coisa Julgada Sentença Conceito: Ato privativo do juiz, onde este se pronunciará sobre os fatos e decidirá ou não o mérito da causa. Princípios da Sentença Legalidade:

Leia mais

Partes: deveres e direitos. Art. 70 a 96 CPC/2015

Partes: deveres e direitos. Art. 70 a 96 CPC/2015 Partes: deveres e direitos Art. 70 a 96 CPC/2015 Deveres Condução da parte > lealdade hábito de quem é honesto. > probidade é próprio de quem atua com retidão. > traduz em obediência a um padrão de conduta

Leia mais

PROCESSO CIVIL IV EXECUÇÃO introdução

PROCESSO CIVIL IV EXECUÇÃO introdução PROCESSO CIVIL IV EXECUÇÃO introdução Prof. Dra. Liana Cirne Lins Faculdade de Direito do Recife Universidade Federal de Pernambuco Programa Teoria geral da execução o Conceito, natureza e finalidade da

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSUAL CIVIL.

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSUAL CIVIL. CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Aula Ministrada pelo Prof. Durval Salge Junior 1-) Petição Inicial: ATENÇÃO: Para que nasça o direito à pretensão deve ser violado direito, nos termos

Leia mais

PRINCIPAIS ALTERAÇÕES PROCEDIMENTAIS TRAZIDAS. Prof. Juliano Colombo

PRINCIPAIS ALTERAÇÕES PROCEDIMENTAIS TRAZIDAS. Prof. Juliano Colombo PRINCIPAIS ALTERAÇÕES PROCEDIMENTAIS TRAZIDAS PELO NOVO CPC Prof. Juliano Colombo A Busca da Conciliação Art. 3º - 3º A conciliação, a mediação e outros métodos de solução consensual de conflitos deverão

Leia mais

Aula 11 - Ação e Petição Inicial 1. Conceituações 2. Natureza jurídica 3. Elementos da ação 4. Condições da ação

Aula 11 - Ação e Petição Inicial 1. Conceituações 2. Natureza jurídica 3. Elementos da ação 4. Condições da ação Aula 11 - Ação e Petição Inicial 1. Conceituações O direito de provocar o exercício da tutela jurisdicional pelo Estado para solucionar dado conflito existente entre certas pessoas denomina-se Ação. Dissidio

Leia mais

Direito Processual Civil. Resolução de Questões FGV

Direito Processual Civil. Resolução de Questões FGV Direito Processual Civil Resolução de Questões FGV (FGV, 2016/MPE-RJ) Pedro, proprietário de um bem imóvel situado na Comarca de Niterói, ao saber que o mesmo foi ocupado, sem a sua autorização, por Luiz,

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CIVIL E PROCESSO CIVIL. Aula Ministrada pelo Prof. Joseval Martins Viana (10/10/2018). Ação Monitória.

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CIVIL E PROCESSO CIVIL. Aula Ministrada pelo Prof. Joseval Martins Viana (10/10/2018). Ação Monitória. CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CIVIL E PROCESSO CIVIL. Aula Ministrada pelo Prof. Joseval Martins Viana (10/10/2018). Ação Monitória. Conceito: a ação monitória possibilita ao credor que afirmar, com

Leia mais

CPC adota TEORIA ECLÉTICA DA AÇÃO. Que parte de outras duas teorias: b) concreta: sentença favorável. Chiovenda: direito potestativo.

CPC adota TEORIA ECLÉTICA DA AÇÃO. Que parte de outras duas teorias: b) concreta: sentença favorável. Chiovenda: direito potestativo. 1 PROCESSO CIVIL PONTO 1: CONDIÇÕES DA AÇÃO PONTO 2: CÓDIGO REFORMADO - TEORIA DA AÇÃO DOUTRINA PROCESSUAL CONTEMPORÂNEA PONTO 3: RESPOSTA DO RÉU PONTO 4: CONTESTAÇÃO 1. CONDIÇÕES DA AÇÃO ELEMENTOS CONSTITUTIVOS

Leia mais

JUIZADO ESPECIAL DA FAZENDA PÚBLICA

JUIZADO ESPECIAL DA FAZENDA PÚBLICA JUIZADO ESPECIAL DA FAZENDA PÚBLICA www.trilhante.com.br ÍNDICE 1. JUIZADO ESPECIAL DA FAZENDA PÚBLICA... 4 O que são os Juizados Especiais da Fazenda Pública?...4 Competência do Juizado Especial da Fazenda

Leia mais

JUIZADO ESPECIAL CÍVEL (JEC) E O CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR

JUIZADO ESPECIAL CÍVEL (JEC) E O CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR JUIZADO ESPECIAL CÍVEL (JEC) E O CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR LEI Nº 9.099, DE 26 DE SETEMBRO DE 1995. 1 Características do Juizado Especial Cível 1. Oralidade 2. Simplicidade 3. Informalidade 2 Características

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO PODER JUDICIÁRIO DE SÃO PAULO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA 154 7 REGISTRADO(A) SOB N {r\ ACÓRDÃO!! 1 *03498880* Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação n 0110976-27.2007.8.26.0003,

Leia mais

Aula 105. Questões: A cognição do juiz envolve a análise das questões de fato e de direito que são apresentadas no curso do processo.

Aula 105. Questões: A cognição do juiz envolve a análise das questões de fato e de direito que são apresentadas no curso do processo. Turma e Ano: Direito Processual Civil - NCPC (2016) Matéria / Aula: Questões: acepções; questões prévias, preliminares e prejudiciais / 105 Professor: Edward Carlyle Monitora: Laryssa Marques Aula 105

Leia mais

Aula 172. Sucumbência Recursal. Continuando no tema da sucumbência recursal, vamos a análise do 11 do art. 85 do CPC:

Aula 172. Sucumbência Recursal. Continuando no tema da sucumbência recursal, vamos a análise do 11 do art. 85 do CPC: Curso/Disciplina: Direito Processual Civil Aula: Direito Processual Civil- 172 Professor (a): Edward Carlyle Monitor (a): Jacqueline Vieira Aula 172 Sucumbência Recursal Continuando no tema da sucumbência

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA DO ESTADO DE GOIÁS. Professor Aldo Sabino. Processo Civil Conhecimento. Simulado Discursivas e objetivas

ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA DO ESTADO DE GOIÁS. Professor Aldo Sabino. Processo Civil Conhecimento. Simulado Discursivas e objetivas ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA DO ESTADO DE GOIÁS Professor Aldo Sabino Processo Civil Conhecimento Simulado Discursivas e objetivas 1. (Magistratura-GO, 1999 e 2004, Prova Oral, Banca de Processo Civil)

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA TUTELAS PROVISÓRIAS NO DIREITO PROCESSUAL CIVIL

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA TUTELAS PROVISÓRIAS NO DIREITO PROCESSUAL CIVIL TUTELAS PROVISÓRIAS NO DIREITO PROCESSUAL CIVIL DISPOSIÇÕES GERAIS DA TUTELA PROVISÓRIA Artigos 294 a 299 do Código de Processo Civil Artigo 294 do Código de Processo Civil - urgência Tutela provisória

Leia mais

PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS

PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS Sumário 1 Jurisdição 1.1 Introdução 1.2 Conceito e características 1.3 Divisão da jurisdição 1.4 Organização judiciária 2 Direito Processual Civil PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS 2.1 Conceito e delimitação

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores GILBERTO LEME (Presidente) e ARTUR MARQUES. São Paulo, 14 de agosto de 2017.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores GILBERTO LEME (Presidente) e ARTUR MARQUES. São Paulo, 14 de agosto de 2017. ACÓRDÃO Registro: 2017.0000597071 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1116258-14.2016.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante APPLE COMPUTER DO BRASIL LTDA, é apelado

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO. Artigos 539 a 549 do CPC Artigos 334 a 345 do CC

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO. Artigos 539 a 549 do CPC Artigos 334 a 345 do CC AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO Artigos 539 a 549 do CPC Artigos 334 a 345 do CC 1. Conceito A consignação em pagamento é o meio pelo qual o devedor cumpre sua obrigação frente ao surgimento de alguns

Leia mais

PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS

PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS Sumário 1 Jurisdição 1.1 Introdução 1.2 Conceito e características 1.3 Divisão da jurisdição 1.4 Organização judiciária 2 Direito Processual Civil PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS 2.1 Conceito e delimitação

Leia mais

LIMINARES DE NATUREZA CAUTELAR Cautelar e Tutela Antecipada

LIMINARES DE NATUREZA CAUTELAR Cautelar e Tutela Antecipada LIMINARES DE NATUREZA CAUTELAR Cautelar e Tutela Antecipada o Semelhança advinda da sumariedade, medida cautelar e antecipação da tutela não se confundem. Distinguem as figuras no objetivo; a medida cautelar

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO 80ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO-SP Processo:

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO 80ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO-SP Processo: Reclamante: SINTHORESP Sindicatos dos Trabalhadores em Hotéis, Apart Hotéis, Motéis, Flats, Restaurantes, Bares, Lanchonetes e Similares de São Paulo e Região Reclamado: Sushi Continental Ltda (Sushi art)

Leia mais

Prof. Anderson Nogueira Oliveira Direito Civil III (Obrigações I) Aula 05 (Obrigações Alternativas) AULA 04 OBRIGAÇÕES ALTERNATIVAS

Prof. Anderson Nogueira Oliveira Direito Civil III (Obrigações I) Aula 05 (Obrigações Alternativas) AULA 04 OBRIGAÇÕES ALTERNATIVAS AULA 04 OBRIGAÇÕES ALTERNATIVAS Obrigações Alternativas 1. Conceitos: É a prestação que poderá ser exercida com caráter facultativo, ou seja, uma obrigação simples em que é devida uma única prestação,

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA VISÃO GERAL DOS LIVROS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA VISÃO GERAL DOS LIVROS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL VISÃO GERAL DOS LIVROS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Teoria Geral do Processo Civil Das normas processuais civis Artigo 1º ao artigo 317 do Código de Processo Civil Parte Especial sentença Processo de conhecimento

Leia mais

Das despesas, dos Honorários Advocatícios e das Multas. Paulo Vestim Grande prof-paulo.grande.adv.br

Das despesas, dos Honorários Advocatícios e das Multas. Paulo Vestim Grande prof-paulo.grande.adv.br Das despesas, dos Honorários Advocatícios e das Multas Paulo Vestim Grande prof-paulo.grande.adv.br Das Despesas Ônus do pagamento Salvo a justiça gratuita é dever das partes antecipar o pagamento, até

Leia mais

Ações judiciais na locação de imóveis urbanos

Ações judiciais na locação de imóveis urbanos Ações judiciais na locação de imóveis urbanos Ação revisional de aluguel Ação de consignação de aluguel e acessórios da locação Prof. Denis Donoso Denis Donoso blogspot.denisdonoso.com.br Apresentação

Leia mais

JUIZADO ESPECIAL CÍVEL (JEC)

JUIZADO ESPECIAL CÍVEL (JEC) JUIZADO ESPECIAL CÍVEL (JEC) LEI Nº 9.099, DE 26 DE SETEMBRO DE 1995. Características do Juizado Especial Cível 1. Oralidade 2. Simplicidade 3. Informalidade 4. Economia processual 5. Celeridade 6. Conciliação

Leia mais

014/ (CNJ: ) Juíza de Direito - Dra. Vanessa Nogueira Antunes

014/ (CNJ: ) Juíza de Direito - Dra. Vanessa Nogueira Antunes COMARCA DE ESTEIO 1ª VARA CÍVEL Rua Dom Pedro, 200 Processo nº: Natureza: Excipiente: Excepto: Juiz Prolator: 014/1.14.0005129-6 (CNJ:.0010285-63.2014.8.21.0014) Exceção de Incompetência Companhia Brasileira

Leia mais

A FIXAÇÃO DOS HONORÁRIOS NO NOVO CPC

A FIXAÇÃO DOS HONORÁRIOS NO NOVO CPC A FIXAÇÃO DOS HONORÁRIOS NO NOVO CPC Desembargador Arnoldo Camanho de Assis XIII Congresso Nacional de Direito Previdenciário - IAPE São Paulo, 3 de agosto de 2017 15/08/2017 2 A prestação jurisdicional

Leia mais

RAQUEL BUENO DIREITO PROCESSUAL CIVIL

RAQUEL BUENO DIREITO PROCESSUAL CIVIL RAQUEL BUENO DIREITO PROCESSUAL CIVIL VUNESP 2015 ESCREVENTE TÉCNICO JUDICIÁRIO 1. Incumbe ao escrivão a) estar presente às audiências e coadjuvar o juiz na manutenção da ordem. b) efetuar avaliações e

Leia mais

AULA 24. Os pressupostos genéricos são a probabilidade do direito, perigo de dano ou risco ao resultado útil do processo.

AULA 24. Os pressupostos genéricos são a probabilidade do direito, perigo de dano ou risco ao resultado útil do processo. Turma e Ano: Master A (2015) 06/07/2015 Matéria / Aula: Direito Processual Civil / Aula 24 Professor: Edward Carlyle Silva Monitor: Alexandre Paiol AULA 24 CONTEÚDO DA AULA: Tutela provisória : tutela

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Cumprimento de sentença. Prof. Luiz Dellore

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Cumprimento de sentença. Prof. Luiz Dellore DIREITO PROCESSUAL CIVIL Cumprimento de sentença Prof. Luiz Dellore 1. Finalidades dos processos 1.1 Processo de conhecimento: crise de incerteza 1.2 Processo de execução: crise de inadimplemento 2. Requisitos

Leia mais

TUTELA PROVISÓRIA. Comentários aos artigos 294 a 299

TUTELA PROVISÓRIA. Comentários aos artigos 294 a 299 Para acesso ao vídeo explicativo clique AQUI. TUTELA PROVISÓRIA Comentários aos artigos 294 a 299 Art. 294. A tutela provisória pode fundamentar-se em urgência ou evidência. Parágrafo único. A tutela provisória

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL

DIREITO PROCESSUAL CIVIL DIREITO PROCESSUAL CIVIL SUJEITOS DA RELAÇÃO PROCESSUAL Parte 17 Prof(a). Bethania Senra CPC, art. 85, 19. Os advogados públicos perceberão honorários de sucumbência, nos termos da lei. O CPC/15 reconhece

Leia mais

REVELIA (ART. 319 A 322)

REVELIA (ART. 319 A 322) REVELIA (ART. 319 A 322) Ocorre quando o réu, regularmente citado, deixa de responder à demanda. O CPC regulou esse instituto, considerando revel o réu que deixa de oferecer contestação após regularmente

Leia mais

TJ/SP Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo

TJ/SP Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo TJ/SP Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo Escrevente Técnico Judiciário ENCARTE DE ATUALIZAÇÃO As alterações correspondem as disciplinas de Direito Administrativo e Normas da Corregedoria Geral

Leia mais

Cabimento: Procedimento utilizado para o adimplemento de obrigação de Fazer ou não Fazer. Artigos 814 e seguintes do CPC.

Cabimento: Procedimento utilizado para o adimplemento de obrigação de Fazer ou não Fazer. Artigos 814 e seguintes do CPC. AULA 5 Petição Inicial das Obrigações de Fazer e não Fazer, fundada em Título Executivo Extrajudicial Previsão no Livro II, da Parte Especial do novo Código de Processo Civil. Cabimento: Procedimento utilizado

Leia mais

Aula 50. Gratuidade de Justiça (Parte Final) Conceito

Aula 50. Gratuidade de Justiça (Parte Final) Conceito Turma e Ano: Direito Processual Civil - NCPC (2016) Matéria / Aula: Gratuidade de Justiça (Parte Final) / 50 Professor: Edward Carlyle Monitora: Laryssa Marques Aula 50 Gratuidade de Justiça (Parte Final)

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Partes, Procuradores, Representação, Substituição Processual e Litisconsórcio

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Partes, Procuradores, Representação, Substituição Processual e Litisconsórcio DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Partes, Procuradores, Representação, Substituição Processual e Litisconsórcio Prof ª. Eliane Conde Conceito A intervenção de terceiros ocorre quando uma pessoa natural ou

Leia mais