Informática Teoria e Questões Comentadas para PF Aula 01 Professora: Kátia Quadros

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Informática Teoria e Questões Comentadas para PF Aula 01 Professora: Kátia Quadros"

Transcrição

1 Olá aluno do Concurseiro 24 horas Estamos mais uma vez com um edital aberto e ao lado de vocês na conquista de um cargo público! Agora é PF Nível Médio! Vamos lá! O certame está sob a responsabilidade do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB). As inscrições devem ser realizadas até o dia 23 de dezembro de Não esqueça, caso você ainda não tenha realizado sua inscrição. CESPE não é a banca preferida dos concurseiros. Mas eu sempre digo que candidato bem preparado não teme banca. E é para isso que estamos aqui: Preparar vocês! É com grande alegria que temos auxiliado muitos candidatos para os mais variados cargos a conquistarem sua vaga e estabilidade. Brinco que tenho ligação direta com a Mãe Dinah, rs. Na verdade, estudamos muito as bancas e mesmo em se tratando de informática que abrange tantos assuntos, conseguimos sempre resultados positivos. Isso se chama experiência e comprometimento. E agora é a sua hora, é a sua vez! Organize sua agenda de estudos e tenha disciplina. Alcançar um resultado positivo depende do seu esforço. Facebook: https://www.facebook.com/profkatiaquadros Vamos conhecer como sera o andamento das aulas: Cronograma: Prof. Kátia Quadros 1

2 Assunto Aula Inaugural: Data 19/12 Conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet e intranet. Sítios de busca e pesquisa na Internet. Aula 1: Segurança da informação. Procedimentos de segurança. Noções de vírus, worms e pragas virtuais. Aplicativos para segurança (antivírus, firewall, anti-spyware etc.). Procedimentos de backup. Aula 2: 28/12 08/01 Noções de sistema operacional (ambientes Linux e Windows). Conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas. Aula 3: Programas de navegação. Programas de correio eletrônico. Grupos de discussão. Redes sociais Armazenamento de dados na nuvem (cloud storage). Computação na nuvem (cloud computing). Aula 4: 16/01 25/01 Edição de textos Aula 5: 31/01 Planilhas Prof. Kátia Quadros 2

3 Aula 6: Apresentações. Aula 7: 06/02 10/02 Redes de computadores. Nossas aulas terão teoria e serão seguidas por questões da banca CESPE/UNB. Conforme o cronograma, nosso assunto hoje será: Conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet e intranet. Sítios de busca e pesquisa na Internet. Vamos estudar! Internet A Internet é um conjunto de redes mundial. A Internet não é uma rede só: são várias! As redes que formam a Internet são interligadas por meio de roteadores. Prof. Kátia Quadros 3

4 Isso mesmo, caro aluno, a Internet não é uma única rede, mas várias redes, várias LAN s interligadas. Internet é uma WAN, uma rede de redes de computadores de alcance mundial, que interliga milhões de dispositivos espalhados pelo mundo. Estes dispositivos são, em sua maioria, computadores pessoais, estações de trabalho, servidores, que armazenam e transmitem informações. Todos estes equipamentos são chamados de hospedeiros (hosts) ou sistemas terminais, que se utilizam de protocolos de comunicação para trocar informações e oferecer serviços aos usuários da rede. (CANTÚ, UFSC) Alguns órgãos internacionais são responsáveis pela organização mundial da Internet, cuja única função é apenas estabelecer regras (protocolos, como o TCP/IP) para que o máximo de computadores possa se conectar, com o mínimo de entraves (bugs). Na Internet, nem todos os computadores são diretamente conectados, neste caso, utilizam-se dispositivos chamados roteadores. Em cada roteador da Internet as mensagens que chegam aos enlaces de entrada são armazenadas e encaminhadas aos enlaces de saída, seguindo de roteador em roteador até seu destino. Neste processo, a técnica de comutação utilizada é conhecida como comutação de pacotes, em contraste com a comutação de circuitos que é comumente utilizada nos sistemas telefônicos. Na comutação de pacotes, as mensagens que serão transmitidas são fragmentadas em pacotes menores, os quais viajam na Internet de forma independente uns dos outros. Aqui temos um ponto importante a ser observado: Comutação de Pacotes X Comutação de Circuitos. A Comutação de Circuitos não nos interessa muito, mas devemos saber que ela é utilizada em sistemas de telefonia. A Comutação de Pacotes é utilizada pela internet. As informações são divididas em pacotes para trafegarem na internet separadamente, agilizando o processo Prof. Kátia Quadros 4

5 de entrega da informação. Falaremos mais a respeito desse conceito no assunto Protocolos. Roteador: equipamento que interliga diferentes redes de computadores, funcionando como uma espécie de alfândega da rede. Os roteadores são a alma da Internet. As diversas redes de computadores que formam a Internet são, na verdade, interligadas por meio desses equipamentos. Roteadores podem se apresentar de várias formas, como, por exemplo, associados a outros tipos de equipamentos, como modems ADSL (usados em banda larga). A existência do roteador permite que todos os micros possam acessar a Internet simultaneamente. A principal característica desses equipamentos é selecionar a rota mais apropriada para encaminhar os pacotes recebidos. Ou seja, escolher o melhor caminho disponível na rede para um determinado destino. A imagem mostra uma rede Wireless, onde o modem recebe o sinal da internet e o roteador distribui o sinal para os diversos dispositivos conectados a rede. Prof. Kátia Quadros 5

6 Hoje em dia temos aparelhos que funcionam como modem e roteador em um só equipamento. Servidor: Máquina central responsável por disponibilizar recursos e serviços na maioria das redes. Sua função á agir como fonte de dados para as configurações da rede, armazenamento de dados e plataforma para rodar aplicativos, além de possuir mecanismos de autenticação e controle de acesso evitando assim que usuários acessem recursos não autorizados. Existem diversos tipos de servidores, a escolha depende da necessidade e do tamanho da rede em que será instalado. Exemplos de servidores: Servidor de arquivos, servidor de impressão, servidor de aplicações, servidor de correio eletrônico, servidor de fax, servidor de comunicação. Modelo Cliente / Servidor: Cliente-servidor é um modelo computacional que separa clientes e servidores, sendo interligados entre si geralmente utilizandose uma rede de computadores. Cada instância de um cliente pode enviar requisições de dado para algum dos servidores conectados e esperar pela resposta. Por sua vez, algum dos servidores disponíveis pode aceitar tais requisições, processá-las e retornar o resultado para o cliente. Este conceito Cliente/Servidor é essencial para entender como a internet funciona. Veja o exemplo: Você digita em sua máquina: para entrar nesse site. Nesse momento sua máquina (cliente) envia uma requisição para o Servidor Web, onde este site está hospedado. O Servidor então envia essa informação (site) para sua máquina (cliente). Ou seja: O cliente requisita Prof. Kátia Quadros 6

7 informações/serviços e o servidor proporciona essas informações/serviços para o cliente. Provedor: Os provedores são serviços que têm a função de conectar um computador à Internet permitindo a navegação em sites e acesso a serviços como envio e recebimento de . Eles são intermediários entre o cliente e a operadora contratada. É o provedor que fornece o login e senha para que você acesse a internet e fica a cargo da operadora de telefonia determinar a velocidade e toda a estrutura necessária para tal acesso (linha telefônica, modem, cabos). Existem vários provedores de acesso como Globo.com, Terra, UOL, IG entre outros, e hoje as operadoras oferecem esse serviço junto com os planos de internet. Para usufruir da rede Internet, os computadores devem conectar-se a uma rede fornecida por um Provedor de Serviços Internet (Internet Service Provider ISP -). O ISP é uma organização que oferece servilos e conexão à Internet ao publico e possui seus próprios servidores para prover os serviços oferecidos. ISP Classificados em níveis Nível 1 Nível 2 Nível 3 ISPs de Nível 1 (Tier 1) Conectam diretamente cada um dos outros ISPs de nível 1 Conectam um grande número de ISPs de nível 2 Prof. Kátia Quadros 7

8 Tem cobertura internacional São conhecidos como backbone da Internet Empresas: Embratel, MCI, Sprint, AT&T, Cable and Wireless Backbone Backbone significa espinha dorsal e é o termo utilizado para identificar a rede principal pela qual os dados de todos os clientes da Internet passam. É a espinha dorsal da Internet. Esta rede também é a responsável por enviar e receber dados entre as cidades brasileiras ou para países de fora. Para que a velocidade de transmissão não seja lenta, o Backbone utiliza o sistema dividir para conquistar, pois divide a grande espinha dorsal em várias redes menores. Para simplificar, quando você envia um ou uma mensagem pelo MSN, as informações saem do seu computador, passam pela rede local e depois desaguam no Backbone. Assim que o destino da mensagem é encontrado, a rede local recebe os dados para então repassar para o computador correto. Para entender melhor o conceito, pense no Backbone como uma grande estrada que possui diversas entradas e saídas para outras cidades (redes menores). Nesta estrada trafegam todos os dados enviados na Internet, que procuram pela cidade certa a fim de entregar a mensagem. No Brasil, as empresas prestadoras deste serviço são: BrasilTelecom, Telecom Itália, Telefônica, Embratel, Global Crossing e a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). ISPs de Nível(Camada) 2 Tem alcance regional ou nacional Prof. Kátia Quadros 8

9 Conecta-se apenas a uns poucos ISPs de nível 1 É denominado cliente de ISP de nível 1(provedor) ISPs de Nível(Camada) 3: Rede de último acesso. Provedor de Hospedagem - É uma empresa que oferece serviços de hospedagem de sites na Internet e também pode oferecer aos seus clientes o registro de domínio agregado aos seus serviços. Como se conectar a Internet Para nos comunicarmos através da Internet é preciso um computador e nestes aparelhos é necessário que exista um dispositivo que permita esta comunicação. Nos computadores antigos era utilizado o modem que permitia a comunicação com a Internet através de uma linha telefônica. Hoje em dia, esta comunicação é feita através de uma placa de rede e um modem externo. Dentre os meios mais utilizados aqui no Brasil estão o acesso discado, ADSL, Cable Modem, Tecnologia 3G e Rádio. Acesso Discado Dial up O acesso discado à Internet ocorre através da conexão da rede de telefonia fixa do usuário. O computador deve ter um modem instalado (interno ou externo) e o usuário deve contratar um provedor de acesso (que permite que essa conexão seja feita) ou utilizar um provedor de acesso gratuito. Adicionalmente deve ser pago os pulsos da ligação telefônica correspondentes ao tempo que ficar com a conexão ativa que, neste caso, custa o preço de uma ligação local. A taxa máxima de transferência nesse sistema é de 56 Kbps 56 Kilobits por segundo, que é o limite do modem). Prof. Kátia Quadros 9

10 ADSL O acesso ADSL permite a transferência dos dados em alta velocidade por meio de linhas telefônicas comuns, sem deixá-las ocupadas. Para utilizarmos esse tipo de conexão é necessário termos um modem ADSL conectado na placa de rede do computador. A tecnologia ADSL permite velocidades de 64 Kbps a 8 Mbps, em média. Celular A Internet 3G é uma tecnologia que permite uma pessoa acessar Internet a partir de um modem conectado a uma porta USB (Universal Serial Bus) de seu computador ou notebook com velocidades variáveis de acordo com a tecnologia oferecida pela operadora de telefonia de Celular. Basicamente onde há sinal de telefonia celular, haverá conexão com a Internet. A Internet 3G não necessita de provedor para se conectar a Internet. Veja, que o G significa tão somente a geração do celular. 1 G é a geração de celulares analógicos; 2 G são os celulares digitais; 2,5 G são celulares com GPS e 3 G é a geração dos celulares com internet. E 4 G? O 4G tem todos os benefícios do 3G e outros mais, como velocidade superior de quatro a cem vezes em comparação ao 3G. Além de suportar mais protocolos de rede. Cable Modem O tipo de conexão a cabo no Brasil é fornecido pelos operadores de TV por assinatura aproveitando a mesma rede física. Para utilizarmos esse tipo de conexão é necessário termos um modem a cabo conectado na placa de rede do computador. Rádio Prof. Kátia Quadros 10

11 As comunicações de rádio necessitam de uma antena para envio e recebimento das informações através do computador. Consiste em distribuir o sinal da Internet captado por um link dedicado utilizando antenas e distribuindo-o através de POPs (Point of Presence) espalhados pela cidade, formando uma grande rede de usuários. Esta tecnologia está se espalhando pelo interior do Brasil, devido ao baixo custo de manutenção e boas taxas de preço e velocidade. É muito comum haver grupos de assinantes condomínios por exemplo que juntos custeiam e dividem o custo de todo o equipamento necessário para levar o sinal até suas residências, tornando o preço individual ainda mais baixo. Satélite O serviço de Internet Banda Larga Via Satélite possibilita acesso à Internet muito mais rápido (e caro) do que o acesso normal (ADSL) com cobertura em todo Brasil. Você precisa de uma antena, um receptor de satélite, um modem ou transmissor via satélite e uma placa de rede. O operador do Satélite além de fazer a conexão via satélite, também funciona como um provedor de Internet. Rede Elétrica A transmissão de dados é feita pela estrutura já existente de distribuição de energia elétrica. Os dados podem ser enviados diretamente do provedor de acesso para a rede elétrica até chegar aos usuários. O princípio básico de funcionamento das redes PLC é que, como a frequência dos sinais de conexão é na casa dos MHz 91,7 a 30), e a energia elétrica é da ordem dos Hz (50 a 60 Hz), os dois sinais podem conviver harmoniosamente, no mesmo meio. Word Wide Web (www) Prof. Kátia Quadros 11

12 A World Wide Web (WEB ou WWW) é uma sistema de documentos com informações de vários tipos de mídias (como vídeos, sons, textos dinâmicos e figuras) interligados que é executado na Internet. Através dela qualquer usuário pode, somente usando o mouse, ter acesso a uma quantidade enorme de informações na forma de imagens, textos, sons, gráficos, vídeos etc., navegando através de palavras-chaves e ícones. Para que se possa explorar e principalmente visualizar as informações disponíveis na WEB é necessário a utilização de um programa de computador chamado de navegador (browser). A função do navegador é descarregar as informações (que são chamadas de documentos ou páginas) de servidores WEB e mostrá-las na tela do usuário. Atualmente, existem vários navegadores como o Mozilla Firefox e Internet Explorer (IE). Antes de começarmos a navegar na Internet, através do navegador, devemos conhecer alguns conceitos da Web como as páginas, os links, os endereços URL. A Web (WWW): é o repositório mundial desses documentos (páginas). É o conjunto de todos os sites do mundo (ou seja, a biblioteca). Hipermídia: É um termo que junta dois outros conceitos: hipertexto e multimídia, que serão definidos agora: Hipertexto: o termo que remete a um texto em formato digital, ao qual se agregam outros conjuntos de informação na forma de blocos de textos, palavras, imagens ou sons, cujo acesso se dá através de referências específicas denominadas hiperlinks, ou simplesmente links. Multimídia: corresponde a integração de diferentes modalidades de mídia: gráficos, imagens, textos, áudio, animação e vídeo. Prof. Kátia Quadros 12

13 Embora todos utilizem a internet diariamente, muitas vezes não sabemos o que são exatamente estes conceitos que podem ser cobrados em provas! Fique atento! Páginas e Links Um link em um texto significa estabelecer uma ligação com outra página, outro texto, que o leitor pode abrir clicando numa palavra, grupo de palavras ou em uma imagem. Os links são ligações ou passagens por meio das quais se pode saltar para outra parte do mesmo documento (outra parte na mesma página), de outro documento do mesmo site, de outro documento, em qualquer computador da rede, pode-se também, criar links para endereços de correio eletrônico, o link pode apontar para qualquer recurso disponível: uma imagem, um arquivo de som, um filme, etc. Página da Web: é uma "página" na world wide web, geralmente em formato HTML e com ligações de hipertexto que permitem a navegação de uma página, ou secção, para outra. A definição completa é documento hipermídia escrito na linguagem HTML. Na verdade, uma página é apenas um arquivo. Prof. Kátia Quadros 13

14 Site da Web: Uma coleção de páginas web armazenadas numa única pasta ou em subpastas relacionadas de um servidor web é conhecida como sítio. Um sítio web, ou site, costuma incluir uma página principal chamada index.htm ou index.html. As páginas da Web são escritas numa linguagem conhecida como HTML (Hyper Text Markup Language Linguagem de Marcação de Hipertexto). Navegador: Browser é um programa desenvolvido para permitir a navegação pela web, capaz de processar diversas linguagens, como HTML, ASP, PHP. Exemplos: Mozilla Firefox, Internet Explorer, Google Chrome. Então vejam: Um site é um conjunto de páginas da web. Uma página é um arquivo escrito em HTML. Esses arquivos ficam hospedados em servidores e recebem nomes, domínios, que chamamos de endereço URL, conforme estudamos. Nosso computador, cliente, acessa essas páginas no servidor através da conexão com a internet. O navegador interpreta esses códigos HTML e apresenta as páginas amigáveis para os usuários. HTML é uma linguagem onde as páginas são escritas, veja um exemplo de um código HTML: Prof. Kátia Quadros 14

15 Páginas Estáticas x Páginas Dinâmicas Uma página dinâmica em geral é a referência do uso de linguagens de programação, tal como PHP, ASP, JSP, ColdFusion, ASPNET, entre outras, no desenvolvimento de um site ou aplicações para intranet e extranet. Em contraponto, temos as páginas estáticas, que não têm essa flexibilidade na alteração de seu conteúdo e em geral são criadas utilizando apenas a linguagem de marcação HTML, folhas de estilo em cascata (CSS) e JavaScript em seu contexto. As páginas dinâmicas utilizam muitos recursos utilizados na criação de páginas estáticas, a diferença principal está no uso de bancos de dados ou formas e armazenamento de dados específicos para a aplicação desenvolvida. Vamos ao exemplo: Imagine um site de uma imobiliária, onde o propósito é apenas mostrar os imóveis a venda. O site não possui nenhum formulário de Prof. Kátia Quadros 15

16 cadastro de clientes, ou contato, apenas o número de telefone, endereço de e- mail e endereço da loja física. Este é um site estático. Eu não interajo com ele. Ele é apenas uma vitrine. Agora imagine o site do seu banco. Você entra com dados de acesso, como agência, número da conta e senha e pode verificar seu saldo ou fazer uma transferência. Quando você faz uma transferência, o saldo de sua conta diminui e o de outra pessoa aumenta. Entendeu como há um sincronismo nas ações efetuadas? Tudo isso só é possível porque a página é dinâmica. Porque ela utiliza linguagens de programação além do HTML, como ASP, PHP, Java. Utiliza banco de dados também, para armazenar os dados da conta bancária, como no exemplo. Podemos pensar em um site de compras também. No momento que clico em comprar, o item é adicionado ao meu carrinho e é gerada a baixa no estoque. Quando clico em pagar são exibidas formas de pagamento. Se clicar em boleto, este é gerado. Tudo isso só é possível em páginas dinâmicas. Então não caia em pegadinhas das bancas que dizem que páginas dinâmicas são aquelas que possuem banners em movimento, animações e coisas do gênero. Essas funcionalidades podem estar em páginas estáticas ou dinâmicas, pois não são essas funcionalidades que caracterizam esses conceitos. Domínios Um nome de domínio é um nome hierárquico implementado com a utilização de um Sistema de Nomes de Dominio (DNS). O DNS proporciona um banco de dados on-line e distribuído para resolver nomes de domínios a seus endereços IP correspondentes. Isto facilita na medida em que não precisamos mais memorizar endereços IP, mas sim nomes de domínio, muito mais fáceis de serem lembrados e ao mesmo tempo identificados com o proprietário do domínio. Os nomes de domínios são organizados numa estrutura hierárquica e distribuída, chamada DNS (Serviço de Nomes de Domínios). Veja um exemplo da organização dos domínios: Prof. Kátia Quadros 16

17 br com org gov mil folhasp loja fazenda pr esaf receita curitiba detran O primeiro nível (Raiz) está lá em cima, e representa o país de origem do domínio. Endereço (URL) Cada documento, arquivo ou imagem (ou seja, as informações) disponível na WEB tem seu próprio endereço (ou URL) para facilitar sua localização. Um endereço (URL) de um site tem suas partes sempre separadas por pontos (já que não é permitido espaço). As suas partes são: http: é o protocolo que permite o transporte de informações e documentos do servidores web para os navegadores (browsers). Prof. Kátia Quadros 17

18 WWW: World Wide Web, ou seja, a grande rede mundial, que representa o padrão da parte gráfica que nos permite visualizar as imagens, textos formatados e ouvir sons; concurso: é o nome da empresa ou organização responsável pelo site ou que o site representa;.com: é o tipo de organização. No caso como o Diário Popular é uma organização comercial, então leva a terminação.com..br: identifica o país onde a página está hospedada. informática: Pasta onde estão guardados arquivos. excel.html: Arquivo com informações. Página que será acessada ao clicar no link correspondente. A estrutura física de uma rede de computadores com relação a sua abrangência pode ser dividida em: LAN (Local Área Network) É um conjunto de computadores ligados em uma pequena região. Prof. Kátia Quadros 18

19 MAN (Metropolitan Área Network) É uma rede que visa cobrir uma área urbana com aproximadamente 30 Km de raio. Normalmente é composta pela interligação de todas as redes locais de uma mesma empresa, na mesma região metropolitana. WAN (Wide Área Network) É um conjunto de computadores ligados a grandes distâncias. Seu sinal é reforçado sempre para que não haja perda nos dados durante a transmissão dos mesmos. No caso de redes privadas, uma WAN é a interligação das MANs de uma mesma instituição ou grupo de instituições. Em se tratando de redes públicas, a WAN mais conhecida do mundo é a Internet. Protocolos Um protocolo é uma convenção que controla e possibilita uma conexão, comunicação, transferência de dados entre dois sistemas computacionais. De maneira simples, um protocolo pode ser definido como "as regras que governam" a sintaxe, semântica e sincronização da comunicação. Então, um protocolo é um conjunto de regras para configurar a comunicação em rede. É como colocar todo mundo para falar a mesma língua! TCP (TRANSFER CONTROL PROTOCOL): O Protocolo de Controle de Transmissão tem como objetivo controlar os dados quando estão em tráfego, de forma que todos dados enviados de uma máquina devem ser divididos em pacotes pelo emissor, podendo trafegar por caminhos distintos e, finalmente, serem remontados corretamente pelo receptor. O protocolo também cuida da perda de pacotes no trajeto entre um ponto e outro, solicitando a retransmissão do pacote ao remetente. Toda vez que um pacote é enviado na rede, o protocolo TCP cuida das confirmações de recebimento. Portanto, é dito que o protocolo TCP constrói um serviço confiável. IP (INTERNET PROTOCOL): É responsável por estabelecer a rota pela qual seguirá a informação na malha de roteadores da Internet. Esta rota é construída tendo como base o endereço de destino de cada pacote, conhecido como endereço IP. Prof. Kátia Quadros 19

20 O TCP/IP fornece um canal de comunicação lógico entre as aplicações por meio das chamadas portas. Isto permite que um determinado computador possa se comunicar com vários outros utilizando o mesmo endereço IP, bastando indicar uma porta diferente. Os protocolos definem uma porta padrão para utilizar nas conexões, mas estas portas podem ser modificadas pelos usuários. Vamos ver como funciona?! Servidor Cliente Então o cliente, um computador qualquer conectado na internet, digita um endereço de site, uma URL. Essa requisição de informação é dirigida ao Servidor onde a página, no exemplo fohasp, está hospedada. Ao requisitar a informação o Servidor tem acesso ao IP do cliente. O TCP divide as informações do site em questão em pacotes e o roteador escolhe as melhores rotas para que estes pacotes trafeguem na internet com destino ao cliente, de acordo com seu IP. Chegando no cliente, os pacotes são unidos em um só e a informação é apresentada ao cliente. Caso falte algum pacote, o TCP volta para recuperar a informação. UDP (USER DATAGRAM PROTOCOL): protocolo de transporte mais simples, não-confiável, mais rápido. Foi desenvolvido para aplicações que não geram volume muito alto de tráfego na internet. Por não ser confiável, o UDP é utilizado para informações que caso sejam perdidas, não acarretem danos ao usuário. E ainda por ser mais rápido do que o TCP, ele é utilizado para informações pesadas, como vídeos e músicas. Pensa naquela sexta-feira que você está estudando o dia todo e com muita, mas muita fome. Você então liga para a pizzaria e a recepcionista pergunta: Você prefere a entrega através do motoboy TCP, que é mais lentinho, mas garante a entrega ou através do motoboy UDP que é ultra rápido, mas que pode chegar na sua casa com apenas metade da pizza. Rs... é mais ou menos isso! Prof. Kátia Quadros 20

21 Outro dia eu baixei algumas músicas na internet para ouvir correndo no parque. Ocorreu que uma delas tocou 30 segundos e parou, passou para a próxima. Eu pensei: Maldito UDP que não entregou minha música inteira! FTP: (File Transfer Protocol): protocolo utilizado para transferência de arquivos. (Download e Upload). Sua principal finalidade é transferir arquivos entre estações, tanto enviado quanto receben do arquivos. Cobrança sempre presente em provas. FTP File Transfer Protocol Protocolo para Transferência de Arquivos HTTP: (Hiper Text Transfer Protocol): Protocolo para transferência de hipertextos. HTTPS: (http Seguro): Permite acesso seguro a páginas que exigem privacidade. SSL: é uma camada do protocolo de rede, com a responsabilidade de gerenciar um canal de comunicação seguro entre o cliente e o servidor. HTTP Protocolo Transferência HiperTexto. O HTTP é responsável pela transferência de hipertexto para seu navegador. Isso pode ocorrer de forma segura ou não. O protocolo SSL é responsável pela segurança. O protocolo HTTPS é a junção dos protocolos HTTP e SSL. Já caiu em prova algo assim: Qual é um site seguro? http.www.caixaeconomicafederal.org.br ou https.www.confeitariadarosinha.com.br Pelo exemplo percebemos que não é apenas por ser banco que o site é seguro. O responsável por isso é o SSL. POP: (Post Office Protocol): controla o recebimento de mensagens de . SMTP: (Simple Mail Transfer Protocol): controla o envio de mensagens de e- mail. Esses dois protocolos são muito cobrados em provas! Se cair POP3, é apenas uma versão mais recente do POP, responda com o mesmo conceito. E para não confundir os conceitos, lembre-se que quando você envia um e- mail, este sai do seu computador. Logo, envio é igual Saída. E Saída começa com S de SMTP. IMAP: (Internet Message Access Protocol) Protocolo utilizado para acesso a servidores de correio eletrônico. Prof. Kátia Quadros 21

22 Vamos estudar o conceito de Webmail! Webmail é aquele que você utiliza através de um navegador: gmail, yahoo, Hotmail, dentre tantos. Agora responda essas perguntas: Para você acessar seu webmail, você precisa sempre de conexão com a internet, mesmo quando já leu esses s? Você acessa apenas da sua máquina ou de outras? Quando você formata seu computador, perde seus s? Respondo: Mesmo para ler s antigos, já lidos, você precisa sempre de conexão com a internet para se logar. Você acessa seus s de qualquer máquina do mundo, apenas com conexão à internet, login e senha e navegador. E quando você formata seu computador você não perde nenhum . Isso ocorre devido ao fato de os s, embora aparecerem na tela do seu computador, eles estarem no servidor de s. Eles não estão em seu HD. Estão em um servidor. E o IMAP é o protocolo utilizado para acessar esses e- mails. DNS (DOMAIN NAME SERVICE) A função do Servidor de Nomes de Domínio (DNS) transformar strings (nomes) para endereços IP. O DNS proporciona um banco de dados on-line e distribuído para resolver nomes de domínios a seus endereços IP correspondentes. VOIP:Conceito relacionado com a utilização da Internet (que se comunica por meio de pacotes IP) para o transporte de sinais de Voz (como a telefonia). Exemplos de VoIP são os programas que permitem conversas por voz, como o Skype. Outros conceitos Cookies: Cookies são pequenos arquivos que os sites colocam no disco rígido do seu computador quando você os visita pela primeira vez. Prof. Kátia Quadros 22

- CPF: Informática Teoria e Questões Comentadas para PF Aula 01 Professora: Kátia Quadros

- CPF: Informática Teoria e Questões Comentadas para PF Aula 01 Professora: Kátia Quadros Olá aluno do Concurseiro 24 horas Estamos mais uma vez com um edital aberto e ao lado de vocês na conquista de um cargo público! Agora é PF Nível Médio! Vamos lá! O certame está sob a responsabilidade

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

Cliente / Servidor. Servidor. Cliente. Cliente. Cliente. Cliente

Cliente / Servidor. Servidor. Cliente. Cliente. Cliente. Cliente Internet e Intranet Cliente / Servidor Cliente Servidor Cliente Cliente Cliente Cliente / Servidor SERVIDOR Computador ou equipamento que fornece algum tipo de serviço em redes (Armazenamento e compartilhamento

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E ANALISTA (EXCETO PARA O CARGO 4 e 8) GABARITO 1. (CESPE/2013/MPU/Conhecimentos Básicos para os cargos 34 e 35) Com a cloud computing,

Leia mais

Redes de Computadores II

Redes de Computadores II Redes de Computadores II INTERNET Protocolos de Aplicação Intranet Prof: Ricardo Luís R. Peres As aplicações na arquitetura Internet, são implementadas de forma independente, ou seja, não existe um padrão

Leia mais

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS INFORMÁTICA PARA CONCURSOS Prof. BRUNO GUILHEN Vídeo Aula VESTCON MÓDULO I - INTERNET Aula 01 O processo de Navegação na Internet. A CONEXÃO USUÁRIO PROVEDOR EMPRESA DE TELECOM On-Line A conexão pode ser

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer INFORMÁTICA BÁSICA

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer INFORMÁTICA BÁSICA APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer Netscape Navigator;

Leia mais

INTERNET. INTERNET http://www.jofilho.pro.br 1/40

INTERNET. INTERNET http://www.jofilho.pro.br 1/40 INTERNET INTERNET http://www.jofilho.pro.br 1/40 OBJETIVOS Apresentar definições e aspectos envolvidos Diferenciar por abrangência Apresentar tecnologias de segurança Apresentar usos e métodos de busca

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br. Prof. BRUNO GUILHEN

APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br. Prof. BRUNO GUILHEN APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br Prof. BRUNO GUILHEN MÓDULO I - INTERNET Aula 01 O processo de Navegação na Internet. O processo de Navegação na Internet A CONEXÃO USUÁRIO

Leia mais

INTERNET OUTLOOK. 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta.

INTERNET OUTLOOK. 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta. Prof. Júlio César S. Ramos P á g i n a 1 INTERNET OUTLOOK 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta. A O Outlook Express permite criar grupo de pessoas

Leia mais

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador Microsoft Internet Explorer Browser/navegador/paginador Browser (Navegador) É um programa que habilita seus usuários a interagir com documentos HTML hospedados em um servidor web. São programas para navegar.

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE INTERNET. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE INTERNET. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CONCEITOS BÁSICOS DE INTERNET Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA conceito inicial Amplo sistema de comunicação Conecta muitas redes de computadores Apresenta-se de várias formas Provê

Leia mais

André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Internet

André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Internet André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Internet Noções de Internet: O que é Internet; História da Internet; Recursos da Internet; Serviços não-web.

Leia mais

INTERNET. Surgimento da Internet. Cenário antes do Projeto Arpanet. Aula 04 Prof. André Cardia andre@andrecardia.pro.br. Surgimento da ARPANET

INTERNET. Surgimento da Internet. Cenário antes do Projeto Arpanet. Aula 04 Prof. André Cardia andre@andrecardia.pro.br. Surgimento da ARPANET INTERNET Aula 04 Prof. André Cardia andre@andrecardia.pro.br Surgimento da Internet Projeto militar dos Estados Unidos, em 1969 o departamento de defesa norte americano (DoD), por meio da ARPA (Advanced

Leia mais

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Desenvolvimento em Ambiente Web Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Internet A Internet é um conjunto de redes de computadores de domínio público interligadas pelo mundo inteiro, que tem

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Web

Desenvolvimento de Aplicações Web Desenvolvimento de Aplicações Web André Tavares da Silva andre.silva@udesc.br Método de Avaliação Serão realizadas duas provas teóricas e dois trabalhos práticos. MF = 0,1*E + 0,2*P 1 + 0,2*T 1 + 0,2*P

Leia mais

REDES. Consiste em dois ou mais computadores conectados entre si e compartilhando recursos.

REDES. Consiste em dois ou mais computadores conectados entre si e compartilhando recursos. REDES Consiste em dois ou mais computadores conectados entre si e compartilhando recursos. TIPOS TIPOS LAN MAN WAN FUNCIONAMENTO DE UMA REDE TIPOS Cliente/ Servidor Ponto a ponto INTERNET Conceito 1.

Leia mais

CONCEITOS INICIAIS. Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web;

CONCEITOS INICIAIS. Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web; CONCEITOS INICIAIS Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web; O que é necessário para se criar páginas para a Web; Navegadores; O que é site, Host, Provedor e Servidor Web; Protocolos.

Leia mais

10/07/2013. Camadas. Principais Aplicações da Internet. Camada de Aplicação. World Wide Web. World Wide Web NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO

10/07/2013. Camadas. Principais Aplicações da Internet. Camada de Aplicação. World Wide Web. World Wide Web NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO 2 Camadas NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Estatística e Informática Aplicação Transporte

Leia mais

INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET

INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET Objectivos História da Internet Definição de Internet Definição dos protocolos de comunicação Entender o que é o ISP (Internet Service Providers) Enumerar os equipamentos

Leia mais

milenaresende@fimes.edu.br

milenaresende@fimes.edu.br Fundação Integrada Municipal de Ensino Superior Sistemas de Informação A Internet, Intranets e Extranets milenaresende@fimes.edu.br Uso e funcionamento da Internet Os dados da pesquisa de TIC reforçam

Leia mais

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET Prof. Marcondes Ribeiro Lima Fundamentos de Internet O que é internet? Nome dado a rede mundial de computadores, na verdade a reunião de milhares de redes conectadas

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL Na internet, cada computador conectado à rede tem um endereço IP. Todos os endereços IPv4 possuem 32 bits. Os endereços IP são atribuídos à interface

Leia mais

Sérgio Cabrera Professor Informática 1

Sérgio Cabrera Professor Informática 1 1. A tecnologia que utiliza uma rede pública, como a Internet, em substituição às linhas privadas para implementar redes corporativas é denominada. (A) VPN. (B) LAN. (C) 1OBaseT. (D) 1OBase2. (E) 100BaseT.

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 3 Internet, Browser e E-mail. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 3 Internet, Browser e E-mail. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 3 Internet, Browser e E-mail Professora: Cintia Caetano SURGIMENTO DA INTERNET A rede mundial de computadores, ou Internet, surgiu em plena Guerra Fria, no final da década de

Leia mais

efagundes com Como funciona a Internet

efagundes com Como funciona a Internet Como funciona a Internet Eduardo Mayer Fagundes 1 Introdução à Internet A Internet é uma rede de computadores mundial que adota um padrão aberto de comunicação, com acesso ilimitado de pessoas, empresas

Leia mais

Projeto de sistemas O novo projeto do Mercado Internet

Projeto de sistemas O novo projeto do Mercado Internet Projeto de sistemas O novo projeto do Mercado Internet Mercados em potencial de serviços Serviços da Web ftp,http,email,news,icq! Mercados em potencial de serviços FTP IRC Telnet E-mail WWW Videoconferência

Leia mais

Prof. Ravel Silva (https://www.facebook.com/professorravelsilva) SIMULADO 01 PRF

Prof. Ravel Silva (https://www.facebook.com/professorravelsilva) SIMULADO 01 PRF Orientações aos alunos: 1. Este simulado visa auxiliar os alunos que estão se preparando para o cargo de Policial Rodoviário Federal. 2. O Simulado contém 10 questões estilo CESPE (Certo e Errado) sobre

Leia mais

Módulo 11 A Web e seus aplicativos

Módulo 11 A Web e seus aplicativos Módulo 11 A Web e seus aplicativos Até a década de 90, a internet era utilizada por acadêmicos, pesquisadores e estudantes universitários para a transferência de arquivos e o envio de correios eletrônicos.

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS. Aula 09

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS. Aula 09 FACULDADE CAMÕES PORTARIA 4.059 PROGRAMA DE ADAPTAÇÃO DE DISCIPLINAS AO AMBIENTE ON-LINE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL DOCENTE: ANTONIO SIEMSEN MUNHOZ, MSC. ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: FEVEREIRO DE 2007. Internet,

Leia mais

Blog http://emaildoravel.wordpress.com. Professor: Ravel Silva. Programas de navegação (Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox, Google

Blog http://emaildoravel.wordpress.com. Professor: Ravel Silva. Programas de navegação (Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox, Google Olá Concurseiros, como estão? Espero que todos estejam bem! Chegamos a 7ª aula do nosso curso de Questões Comentadas de Informática Básica - Estilo CESPE e estamos quase no final. Nesta aula trataremos

Leia mais

INTERNET. Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br. http://www.inf.ufsm.br/~leandromc. Colégio Politécnico 1

INTERNET. Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br. http://www.inf.ufsm.br/~leandromc. Colégio Politécnico 1 INTERNET Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br http://www.inf.ufsm.br/~leandromc Colégio Politécnico 1 Internet Origem: Guerra Fria DARPA (Departamento de Defesa de Pesquisas Avançadas)

Leia mais

Dicas para a prova do MPU (cargos Analista e Técnico) NOÇÕES DE INFORMÁTICA: (comentário por tópico do edital visando o CESPE/UnB)

Dicas para a prova do MPU (cargos Analista e Técnico) NOÇÕES DE INFORMÁTICA: (comentário por tópico do edital visando o CESPE/UnB) Dicas para a prova do MPU (cargos Analista e Técnico) Por Prof.ª Ana Lucia Castilho NOÇÕES DE INFORMÁTICA: (comentário por tópico do edital visando o CESPE/UnB) Assunto: Noções de sistema operacional (ambientes

Leia mais

Lista de Exercício: PARTE 1

Lista de Exercício: PARTE 1 Lista de Exercício: PARTE 1 1. Questão (Cód.:10750) (sem.:2a) de 0,50 O protocolo da camada de aplicação, responsável pelo recebimento de mensagens eletrônicas é: ( ) IP ( ) TCP ( ) POP Cadastrada por:

Leia mais

ATA - Exercícios Informática Carlos Viana. 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

ATA - Exercícios Informática Carlos Viana. 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. ATA - Exercícios Informática Carlos Viana 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. ATA EXERCÍCIOS CARLOS VIANA 01 -Existem vários tipos de vírus de computadores, dentre

Leia mais

COMENTÁRIOS DA PROVA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - SP

COMENTÁRIOS DA PROVA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - SP Olá pessoal, Tivemos neste último domingo (09/05/2010) a aplicação da prova da CEF para a região de SP e RJ, uma prova que todo resto Pais aguarda ansiosamente os comentários, já que servirá de base para

Leia mais

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF REDES ESAF 01 - (ESAF - Auditor-Fiscal da Previdência Social - AFPS - 2002) Um protocolo é um conjunto de regras e convenções precisamente definidas que possibilitam a comunicação através de uma rede.

Leia mais

www.leitejunior.com.br 05/07/2012 19:30 Leite Júnior QUESTÕES CESPE REDES (INTERNET/INTRANET)

www.leitejunior.com.br 05/07/2012 19:30 Leite Júnior QUESTÕES CESPE REDES (INTERNET/INTRANET) QUESTÕES ESPE REES (INTERNET/INTRANET) ONURSO: IBAMA ARGO: ANALISTA AMBIENTAL Julgue os itens a seguir acerca de conceitos de informática. 21 Existem sítios na Internet que disponibilizam a opção para

Leia mais

INFORMÁTICA. Prof. Rafael Fernando Zimmermann

INFORMÁTICA. Prof. Rafael Fernando Zimmermann INFORMÁTICA Prof. Rafael Fernando Zimmermann O que é uma rede de computadores? Conceito: Conjunto de computadores interligados por estruturas físicas que seguem regras de comunicação definidas por programas.

Leia mais

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdução à Informática Aula 23 http://www.ic.uff.br/~bianca/introinfo/ Aula 23-07/12/2007 1 Histórico da Internet Início dos anos 60 Um professor do MIT (J.C.R. Licklider) propõe a idéia de uma Rede

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 06 INTERNET

INFORMÁTICA APLICADA AULA 06 INTERNET UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 06 INTERNET Profª Danielle Casillo SUMÁRIO O que é Internet Conceitos básicos de internet

Leia mais

Agente Administrativo do MTE

Agente Administrativo do MTE O QUE É INTERNET? CONCEITOS DE INTERNET Nome dado à rede mundial de computadores, na verdade a reunião de milhares de redes conectadas entre si. Nascida como um projeto militar, a Internet evoluiu para

Leia mais

Curso Introdução à Educação Digital - Carga Horária: 40 horas (30 presenciais + 10 EaD)

Curso Introdução à Educação Digital - Carga Horária: 40 horas (30 presenciais + 10 EaD) ******* O que é Internet? Apesar de muitas vezes ser definida como a "grande rede mundial de computadores, na verdade compreende o conjunto de diversas redes de computadores que se comunicam e que permitem

Leia mais

Documento de Requisitos de Rede (DRP)

Documento de Requisitos de Rede (DRP) Documento de Requisitos de Rede (DRP) Versão 1.2 SysTrack - Grupo 1 1 Histórico de revisões do modelo Versão Data Autor Descrição 1.0 30/04/2011 João Ricardo Versão inicial 1.1 1/05/2011 André Ricardo

Leia mais

1 - Q82232 ( FCC - 2010 - MPE-RS - Agente Administrativo / Noções de Informática / Internet e intranet; )

1 - Q82232 ( FCC - 2010 - MPE-RS - Agente Administrativo / Noções de Informática / Internet e intranet; ) 1 - Q82232 ( FCC - 2010 - MPE-RS - Agente Administrativo / Noções de Informática / Internet e intranet; ) Para responder às questões de números 6 a 10, considere as funções originais dos produtos, versões

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. /Redes/Internet/Segurança

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. /Redes/Internet/Segurança APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA www.brunoguilhen.com.br A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer

Leia mais

11 - Q34826 ( FCC - 2010 - DPE - SP - Oficial de Defensoria Pública / Noções de Informática / Internet e intranet; )

11 - Q34826 ( FCC - 2010 - DPE - SP - Oficial de Defensoria Pública / Noções de Informática / Internet e intranet; ) 11 - Q34826 ( FCC - 2010 - DPE - SP - Oficial de Defensoria Pública / Noções de Informática / Internet e intranet; ) Algumas Regras Gerais de Uso do Computador I. Sempre feche todas as aplicações abertas

Leia mais

BANCO DE DADOS CONTEÚDO INFORMÁTICA. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br BANCO DE DADOS SGBD TABELA CONCEITOS BÁSICOS

BANCO DE DADOS CONTEÚDO INFORMÁTICA. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br BANCO DE DADOS SGBD TABELA CONCEITOS BÁSICOS CONTEÚDO HARDWARE - 2 AULAS SISTEMA OPERACIONAL - 2 AULAS INFORMÁTICA Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br APLICATIVOS OFFICE - 3 AULAS INTERNET - 1 AULA REDE - 2 AULA SEGURANÇA - 1 AULA BANCO DE

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. www.brunoguilhen.com.br 1 INFORMÁTICA BÁSICA

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. www.brunoguilhen.com.br 1 INFORMÁTICA BÁSICA APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer Netscape Navigator;

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES O QUE É PROTOCOLO? Na comunicação de dados e na interligação em rede, protocolo é um padrão que especifica o formato de dados e as regras a serem seguidas. Sem protocolos, uma rede

Leia mais

Sistemas de Informação Gerencial

Sistemas de Informação Gerencial Sistemas de Informação Gerencial Aula 06 Prof.ª Bruna Patrícia da Silva Braga Infraestrutura de TI: Redes de Computadores Redes de Computadores Conjunto de computadores e periféricos ligados entre si através

Leia mais

CONCEITOS DE INTERNET E INTRANET Pág.: 1 TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL - TRE

CONCEITOS DE INTERNET E INTRANET Pág.: 1 TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL - TRE INTERNET Oriunda de um projeto militar dos Estados Unidos, em 1969 o departamento de defesa norte americano (DoD), por meio da ARPA (Advanced Research Projects Agency), iniciou o desenvolvimento de uma

Leia mais

MÓDULO I - INTERNET APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. Prof. BRUNO GUILHEN. O processo de Navegação na Internet. Aula 01

MÓDULO I - INTERNET APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. Prof. BRUNO GUILHEN. O processo de Navegação na Internet. Aula 01 APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN Prof. BRUNO GUILHEN MÓDULO I - INTERNET O processo de Navegação na Internet Aula 01 O processo de Navegação na Internet. USUÁRIO A CONEXÃO PROVEDOR On-Line EMPRESA

Leia mais

INTERNET CONCEITOS. Internet é a "grande rede mundial de computadores"

INTERNET CONCEITOS. Internet é a grande rede mundial de computadores INTERNET CONCEITOS O que é Internet Estamos acostumados a ouvir que Internet é a "grande rede mundial de computadores" Entretanto, essa definição não é muito simplista. Na realidade, Ela é uma coleção

Leia mais

Internet. A Grande Rede Mundial. Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha

Internet. A Grande Rede Mundial. Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha Internet A Grande Rede Mundial Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha O que é a Internet? InterNet International Network A Internet é uma rede mundial de

Leia mais

INTERNET -- NAVEGAÇÃO

INTERNET -- NAVEGAÇÃO Página 1 INTRODUÇÃO Parte 1 O que é a Internet? A Internet é uma rede mundial de computadores, englobando redes menores distribuídas por vários países, estados e cidades. Ao contrário do que muitos pensam,

Leia mais

Teste de Qualidade Web based para Banda Larga FAQs

Teste de Qualidade Web based para Banda Larga FAQs Teste de Qualidade Web based para Banda Larga FAQs Pergunta O que é o teste de velocidade? Quem é o público alvo? O que oferece? Como funciona? Por onde é o acesso? Resposta Um teste de qualidade de banda

Leia mais

sensitives). Os endereços Internet (E-mail) são comumente escritos em 1 - INTERNET:

sensitives). Os endereços Internet (E-mail) são comumente escritos em 1 - INTERNET: 1 - INTERNET: 1.1 - Conceitos: 1.1.1 - A Internet Uma definição mais formal sobre o que é a Internet pode ser resumida como uma rede de computadores, de abrangência mundial e pública, através da qual estão

Leia mais

SURGIMENTOE CRESCIMENTO

SURGIMENTOE CRESCIMENTO INTERNET Wagner de Oliveira SURGIMENTOE CRESCIMENTO Grande teia que integra máquinas/redes de todosostiposetamanhos; Interliga redes distintas ligadas por roteadores através doprotocolotcp/ippara compartilhar

Leia mais

Aula 01: Apresentação da Disciplina e Introdução a Conceitos Relacionados a Internet e WEB

Aula 01: Apresentação da Disciplina e Introdução a Conceitos Relacionados a Internet e WEB Aula 01: Apresentação da Disciplina e Introdução a Conceitos Relacionados a Internet e WEB Regilan Meira Silva Professor de Informática do Campus Ilhéus Formação em Ciência da Computação com Especialização

Leia mais

Questões de Concursos Tudo para você conquistar o seu cargo público

Questões de Concursos Tudo para você conquistar o seu cargo público Informática- Leandro Rangel, Analista Financeiro Contábil da AGU e professor do QConcursos.com 1- Q236949 CESGRANRIO - 2012 - Caixa - Técnico Bancário Em ambiente gráfico KDE, as diversas distribuições

Leia mais

INTRODUÇÃO A REDES DE COMPUTADORES (DEFINIÇÕES) Prof. Msc. Hélio Esperidião

INTRODUÇÃO A REDES DE COMPUTADORES (DEFINIÇÕES) Prof. Msc. Hélio Esperidião INTRODUÇÃO A REDES DE COMPUTADORES (DEFINIÇÕES) Prof. Msc. Hélio Esperidião O QUE É? Uma Rede de Computadores é formada por um conjunto de equipamentos(módulos processadores - MPs) capazes de trocar informações

Leia mais

11/06/2015. Professor Gedalias Valentim. Informática para Concursos de Enfermagem. Internet. Módulo 1 - Internet

11/06/2015. Professor Gedalias Valentim. Informática para Concursos de Enfermagem. Internet. Módulo 1 - Internet Professor Gedalias Valentim Informática para Concursos de Enfermagem Internet Módulo 1 - Internet 1 Conceitos Básico Internet é uma Rede de Computadores, que opera no Modelo Cliente/Servidor e interliga

Leia mais

O Que é Internet? Internet - é a maior interconexão de redes de computadores que permite a estes conexão e comunicação direta;

O Que é Internet? Internet - é a maior interconexão de redes de computadores que permite a estes conexão e comunicação direta; Internet O Que é Internet? Uma rede de computadores consiste de dois ou mais computadores ligados entre si e compartilhando dados, impressoras, trocando mensagens (e-mails), etc; Internet - é a maior interconexão

Leia mais

1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES

1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES 1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES Objetivos da Aula Aprender os conceitos básicos para compreensão das próximas aulas. Na maioria dos casos, os conceitos apresentados serão revistos com maior

Leia mais

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo TECNOLOGIA WEB Principais Protocolos na Internet Aula 2 Profa. Rosemary Melo Tópicos abordados Compreender os conceitos básicos de protocolo. Definir as funcionalidades dos principais protocolos de Internet.

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES 1 2 REDES DE COMPUTADORES ADRIANO SILVEIRA ADR_SILVEIRA@YAHOO.COM.BR Classificação quanto ao alcance geográfico LAN Local Area Network, tem alcance em nível de empresas, órgãos, organizações ou casas.

Leia mais

Introdução à Internet

Introdução à Internet Introdução à Internet Paulo Santos v. 2.0-2012 1 Índice 1 Introdução à Internet... 3 1.1 Conceitos base... 3 1.1.1 O que é a internet?... 3 1.1.2 O que é preciso para aceder à internet?... 3 1.1.3 Que

Leia mais

// Questões para estudo

// Questões para estudo // Questões para estudo 2 // Ferramentas Básicas de Internet e Web 2.0 1. Sobre a internet, marque a opção correta: A) A internet poder ser definida como uma rede mundial, composta por mihões e milhões

Leia mais

FERRAMENTAS DE EMAIL Usada para visualizar emails (correio eletrônico).

FERRAMENTAS DE EMAIL Usada para visualizar emails (correio eletrônico). FERRAMENTAS DE EMAIL Usada para visualizar emails (correio eletrônico). CLIENTE DE EMAIL - OUTLOOK (Microsoft Office). - Outlook Express (Windows). - Mozilla Thunderbird (Soft Livre). - Eudora. - IncredMail.

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

caso, é suficiente realizar o seguinte procedimento: selecionar o trecho mencionado; teclar.

caso, é suficiente realizar o seguinte procedimento: selecionar o trecho mencionado; teclar. OLÁ!! TUDO BEM COM VOCÊS? AINDA ESTOU SURPRESA COM A PROVA DO BB III, POIS CONFORME ANÁLISE DE OUTRAS PROVAS DO BB, CREIO QUE ESTA FOI A MAIS PUXADA, PRINCIPALMENTE PELO FATO DA COBRAÇA O IE7, QUEM DIRIA

Leia mais

Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins

Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web. Conceitos Gerais. Profª MSc. Elizabete Munzlinger www.elizabete.com.br

Introdução à Tecnologia Web. Conceitos Gerais. Profª MSc. Elizabete Munzlinger www.elizabete.com.br IntroduçãoàTecnologiaWeb ConceitosGerais ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger www.elizabete.com.br ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger www.elizabete.com.br ConceitosGerais Índice 1 História da Internet... 2 a) No Mundo...

Leia mais

RC e a Internet. Prof. Eduardo

RC e a Internet. Prof. Eduardo RC e a Internet Prof. Eduardo Conceitos A Internet é a rede mundial de computadores (rede de redes) Interliga milhões de dispositivos computacionais espalhados ao redor do mundo. A maioria destes dispositivos

Leia mais

Telecomunicações. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Telecomunicações. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Telecomunicações Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Internet A Internet é um conjunto de redes de computadores de domínio público interligadas pelo mundo inteiro, que têm em comum um

Leia mais

Web Design Aula 11: Site na Web

Web Design Aula 11: Site na Web Web Design Aula 11: Site na Web Professora: Priscilla Suene priscilla.silverio@ifrn.edu.br Motivação Criar o site em HTML é interessante Do que adianta se até agora só eu posso vê-lo? Hora de publicar

Leia mais

Informática para Banca IADES. Módulos do Cursos. Teoria, Exercícios e Dicas de Estudo

Informática para Banca IADES. Módulos do Cursos. Teoria, Exercícios e Dicas de Estudo Professor Gedalias Valentim Informática para Banca IADES Internet Módulos do Cursos Teoria, Exercícios e Dicas de Estudo Módulo 1 Internet Módulo 2 Segurança da Informação Módulo 3 Backup Módulo 4 Conceitos

Leia mais

DWEB. Design para Web. Fundamentos Web I. Curso Superior de Tecnologia em Design Gráfico

DWEB. Design para Web. Fundamentos Web I. Curso Superior de Tecnologia em Design Gráfico DWEB Design para Web Curso Superior de Tecnologia em Design Gráfico Fundamentos Web I E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual

Leia mais

4. Rede de Computador

4. Rede de Computador Definição Uma rede de computadores é formada por um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos, interligados por um sub-sistema de comunicação, ou seja, é quando

Leia mais

Implementar servidores de Web/FTP e DFS. Disciplina: Serviços de Redes Microsoft Professor: Fernando Santorsula fernando.santorsula@esamc.

Implementar servidores de Web/FTP e DFS. Disciplina: Serviços de Redes Microsoft Professor: Fernando Santorsula fernando.santorsula@esamc. Implementar servidores de Web/FTP e DFS Disciplina: Serviços de Redes Microsoft Professor: Fernando Santorsula fernando.santorsula@esamc.br Conteúdo programático Introdução ao protocolo HTTP Serviço web

Leia mais

www.leitejunior.com.br 17/03/2011 15:04 Leite Júnior QUESTÕES FCC 2010 REDES (INTERNET/INTRANET)

www.leitejunior.com.br 17/03/2011 15:04 Leite Júnior QUESTÕES FCC 2010 REDES (INTERNET/INTRANET) QUESTÕES FCC 2010 REDES (INTERNET/INTRANET) CONCURSO: TRE AMAZONAS DATA: 31/01/2010 QUESTÃO 01 - O transporte de páginas Web entre um servidor e um cliente da Internet é realizado pelo protocolo (A) TCP.

Leia mais

Resoluções de questões- Tropa de Elite Informática Questões RAFAEL ARAÚJO

Resoluções de questões- Tropa de Elite Informática Questões RAFAEL ARAÚJO Resoluções de questões- Tropa de Elite Informática Questões RAFAEL ARAÚJO 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. A respeito dos ambientes Microsoft Office e BrOffice,

Leia mais

*Conceitos básicos *Formas de conexão *Correio Eletrônico *WWW *Principais navegadores para Internet

*Conceitos básicos *Formas de conexão *Correio Eletrônico *WWW *Principais navegadores para Internet Conceitos básicos Formas de conexão Correio Eletrônico WWW Principais navegadores para Internet Para compreender a Internet faz-se necessário o conhecimento de conceitos simples e que muitas vezes causam

Leia mais

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS Aulas : Terças e Quintas Horário: AB Noite [18:30 20:20hs] PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS 1 Conteúdo O que Rede? Conceito; Como Surgiu? Objetivo; Evolução Tipos de

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

http://www.osliadriel.com.br prof.osliadriel@gmail.com

http://www.osliadriel.com.br prof.osliadriel@gmail.com NOÇÕES DE INFORMÁTICA PROFESSOR: OSLI ADRIEL Fibra Óptica: alcance máximo de aproximadamente 100km. CONFORME ITEM 3 DO EDITAL: 3. Navegadores de Internet e serviços de busca na Web: redes de computadores

Leia mais

GFM015 Introdução à Computação. Uso de Aplicativos. Ilmério Reis da Silva ilmerio@facom.ufu.br www.facom.ufu.br/~ilmerio/ic UFU/FACOM

GFM015 Introdução à Computação. Uso de Aplicativos. Ilmério Reis da Silva ilmerio@facom.ufu.br www.facom.ufu.br/~ilmerio/ic UFU/FACOM GFM015 Introdução à Computação Uso de Aplicativos Ilmério Reis da Silva ilmerio@facom.ufu.br www.facom.ufu.br/~ilmerio/ic UFU/FACOM Programa 1. Noções básicas sobre os componentes de micro computadores

Leia mais

Apostilas OBJETIVA - Concurso Público 2015 MTE Ministério do Trabalho e Emprego Cargo: Agente Administrativo. 4º Caderno. Índice

Apostilas OBJETIVA - Concurso Público 2015 MTE Ministério do Trabalho e Emprego Cargo: Agente Administrativo. 4º Caderno. Índice 4º Caderno Índice Programas de navegação: Internet Explorer, Mozilla Firefox e Google Chrome... Exercícios pertinentes... 02 48 Programas de correio eletrônico Outlook Express, Mozilla Thunderbird... 58

Leia mais

Internet. Email: gedalias@gmail.com. Informática para Concursos. Facebook: http://facebook.com/gedalias.valentim. Dúvidas. Informática para Concursos

Internet. Email: gedalias@gmail.com. Informática para Concursos. Facebook: http://facebook.com/gedalias.valentim. Dúvidas. Informática para Concursos Professor Gedalias Valentim Internet Dúvidas Email: gedalias@gmail.com Facebook: http://facebook.com/gedalias.valentim 1 Módulo - Internet Conceitos Básicos Internet é uma Rede de Computadores, que opera

Leia mais

LW1. Como a internet funciona? PROF. ANDREZA S. AREÃO

LW1. Como a internet funciona? PROF. ANDREZA S. AREÃO LW1 Como a internet funciona? PROF. ANDREZA S. AREÃO O que é a Internet? Rede de Computadores: Consiste de dois ou mais computadores ligados entre si e compartilhando dados, impressoras, trocando mensagens

Leia mais

PRnet/2013. Linguagem de Programação Web

PRnet/2013. Linguagem de Programação Web Linguagem de Programação Web Linguagem de Programação Web Prnet/2013 Linguagem de Programação Web» Programas navegadores» Tipos de URL» Protocolos: HTTP, TCP/IP» Hipertextos (páginas WEB)» HTML, XHTML»

Leia mais

Princípios de Internet e Termos mais Utilizados. Internet

Princípios de Internet e Termos mais Utilizados. Internet Princípios de Internet e Termos mais Utilizados Internet A Comunicação é a melhor palavra para descrever a Internet. São serviços e facilidades que, para algumas pessoas, é o lugar onde elas encontram

Leia mais

CAPÍTULO 2. Este capítulo tratará :

CAPÍTULO 2. Este capítulo tratará : 1ª PARTE CAPÍTULO 2 Este capítulo tratará : 1. O que é necessário para se criar páginas para a Web. 2. A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web 3. Navegadores 4. O que é site, Host,

Leia mais