No seguimento do nosso de 29 de Junho, acrescentamos os seguintes comentários relativamente à parte da Fibra Óptica :

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "No seguimento do nosso e-mail de 29 de Junho, acrescentamos os seguintes comentários relativamente à parte da Fibra Óptica :"

Transcrição

1 From: Primo Gonçalves Sent: terça-feira, 7 de Julho de :51 To: Subject: Manual ITED 2º edição -Versão Maio 2009 Caros Srs., No seguimento do nosso de 29 de Junho, acrescentamos os seguintes comentários relativamente à parte da Fibra Óptica : 1) Na pag. 87 É referido no ponto ATI (fibra óptica) Constituição do RC-FO que o secundário é constituído, pelo menos, com 4 adaptadores. Como chegam do RG-FO apenas 2 fibras a cada RC-FO, e deste apenas saem 2 fibras para as tomadas do cliente, não se entende qual a razão para deixar o RC-FO com, pelo menos, 4 adaptadores!!! 2) pag 127 É referido no ultimo paragrafo, que a conectorização dos cabos individuais pode ser pelo método de fusão ou conectorização mecânica. Como entendemos que o ITED pretende estipular normas para redes fiáveis e com um bom grau de qualidade, não entendemos por isso qual a razão para se permitir a conectorização mecânica, que é um método de conectorização sensível a quaisquer interferências físicas externas (ex: qualquer puxão indevido do cabo, poderá com relativa facilidade alterar ou cortas as comunicações nesse local), bem como a variações bruscas de temperatura ambiente. 3)- Pag 128 É referido no ultimo parágrafo como valores indicativos para os conectores pré-conectorizados uma perda de 0,3dB e para os conectores de campo uma perda de 0,35dB. No entanto, nos ensaios referidos na pagina 164, o parâmetro de perda a considerar para os referidos conectores é de =< 0,5dB Estamos a enviar este no sentido de um trabalho de cooperação que consideramos que devemos ter sobre este assunto. Com os melhores cumprimentos Rui Primo Gonçalves... Rui Primo Gonçalves Tel.: Fax : INTELPRIMA Rua João Saraiva, nº 12-B Lisboa Portugal... De: Primo Gonçalves Enviada: segunda-feira, 29 de Junho de :53 Para: Assunto: Manual ITED 2º edição -Versão Maio 2009 Caros Srs., Relativamente à versão 3.1 de 21 de Maio do Manual ITED 2ª versão oferece-nos apresentar alguns comentários, essencialmente, sobre a rede coaxial. Assim, consideramos os seguintes pontos:

2 a) Cabos Coaxiais a.1) Características técnicas mínimas Na tabela 15 são apresentadas características que eliminam os cabos RG59 e RG6 que estão instalados na maioria, senão na totalidade, das redes de TV por Cabo. Assim, temos 1) Os valores de atenuação para 100 metros, considerados na tabela são ultrapassados para todas as frequências no caso do cabo RG59 e para algumas frequências no caso do cabo RG6. Estas cabos estão instalados na rede de CATV dos vários Operadores, que inclui a instalação em casa do cliente do Operador. 2) Os valores de resistência máxima para 100 metros, considerados na tabela, são ultrapassados pelos cabos RG59 e RG6. Como se refere no alínea anterior estes cabos instalados na rede de CATV dos vários Operadores. 3) Está indicado como diâmetro do condutor externo entre 3,5 mm e 6,5 mm quando de um modo geral o condutor externo é constituído para uma malha de fios de reduzido diâmetro. 4) Nas observações adicionais (pág. 43) não estão considerados os cabos auto-suportados (aéreos), que, normalmente, tem a cobertura externa em PVC Negro. 5) Na figura 15- Cabo Coaxial ( pág.44) é apresentado em corte um cabo coaxial em que é indicado que o condutor interno é em cobre e a malha é em alumínio ou cobre.de um modo geral, nos cabos que estão instalados na maioria, senão na totalidade, das redes de TV por Cabo o condutor interno é em aço cobreado e a malha é em alumínio. 6) Na figura 16- Cores da cobertura externa, em função do serviço. Manga com 5 cabos ( pág.44) é apresentada uma tabela onde está indicado que a cor da cobertura externa deve estar em concordância com o serviço que lhe está associado. Assim, são apresentados cabos com cobertura externa em 6 cores (castanho, branco, preto, verde, vermelho e amarelo). O que sucede actualmente na maioria, senão na totalidade, das redes que utilizam cabo coaxial, nas aplicações interiores, o mesmo tem cobertura externa em PVC branco. A obrigatoriedade da existência de 6 cores, vai implicar uma logística muito pesada nos fornecedores de material com uma implicação de custos de material muito elevados. Por outro lado, será também difícil fornecer cabos inseridos em manga. b) Dispositivos de Redes Coaxiais b.1) Amplificação de linha interior Amplificadores de apartamento São apenas considerados amplificadores na banda de frequências MHz? Estarão eliminados os amplificadores de CATV,ou seja, de MHz? b.2) Repartidor simétrico de interior São apenas considerados repartidores na banda de frequências MHz? Estarão eliminados os repartidores de CATV,ou seja, de MHz? b.3) Derivador de interior São apenas considerados derivadores na banda de frequências MHz? Estarão eliminados os derivadores de CATV,ou seja, de MHz? b.4) Tomada coaxial de telecomunicações 1) Não é considerada a versão da tomada TV/Dados que está a ser instaladas nas redes de CATV? Estão a ser instaladas tomadas TV/Dados terminal e TV/Dados de passagem. 2) Relativamente à tomada tripla tripla terminal,não poderão ser consideradas as tomadas com as seguintes gamas de frequências : TV - gama de frequências MHz SAT - gama de frequências MHz FM - gama de frequências MHz? 3) Relativamente à tomada tripla tripla não são consideradas tomadas de passagem?

3 Ainda apresentamos os seguintes comentários: Pág. 39 tabela 14 : A tabela não aparece completa. Pág. 41 Figura 14 : Configuração de implementação da cabalagem horizontal - D (deve ser corrigido A para D). Pág. 58 tabela 20 : A tabela não aparece completa. Relativamente à parte de Fibra Óptica, também tencionamos apresentar alguns comentários posteriormente. Desde já, referimos que nesta edição do ITED não é referida a Fibra Óptica Plástica (POF) que consideramos muito adequada para a instalação no interior dos apartamentos, atendendo, essencialmente, à sua facilidade de instalação não requerendo equipamento especial, como máquina de fusão de fibra, ferramentas de preparação dos cabos e a sua instalação pode ser realizada facilmente por qualquer técnico (por exemplo, electricista ). Junto enviamos ficheiro (Fibra Óptica para Redes de interior) onde se apresenta de um modo muito breve este tipo de fibra. Também juntamos ficheiros onde se apresentam vários equipamentos (conversores multimédia) que podem ser facilmente utilizados na rede interior. Estamos a enviar este no sentido de um trabalho de cooperação que consideramos que devemos ter sobre este assunto. Com os melhores cumprimentos Rui Primo Gonçalves... Rui Primo Gonçalves Tel.: Fax : INTELPRIMA Rua João Saraiva, nº 12-B Lisboa Portugal...

4 From: Primo Gonçalves Sent: terça-feira, 23 de Junho de :12 To: Paulo M. Mendes Subject: Manual ITED 2º edição -Versão Maio 2009 Caro Eng. Paulo Mendes, Relativamente à versão 3.1 de 21 de Maio do Manual ITED 2ª versão oferece-nos apresentar alguns comentários, essencialmente, sobre a rede coaxial. Assim, consideramos os seguintes pontos: a) Cabos Coaxiais a.1) Características técnicas mínimas Na tabela 15 são apresentadas características que eliminam os cabos RG59 e RG6 que estão instalados na maioria, senão na totalidade, das redes de TV por Cabo. Assim, temos 1) Os valores de atenuação para 100 metros, considerados na tabela são ultrapassados para todas as frequências no caso do cabo RG59 e para algumas frequências no caso do cabo RG6.Cabos instalados na rede de CATV dos vário Operadores. 2) Os valores de resistência máxima para 100 metros, considerados na tabela, são ultrapassados pelos cabos RG59 e RG6. Cabos instalados na rede de CATV dos vário Operadores. 3) Está indicado como diâmetro do condutor externo entre 3,5 mm e 6,5 mm quando de um modo geral o condutor externo é constituído para uma malha de fios de reduzido diâmetro. 4) Nas observações adicionais (pág. 43) não estão considerados os cabos auto-suportados (aéreos), que, normalmente, tem a cobertura externa em PVC Negro. 5) Na figura 15- Cabo Coaxial ( pág.44) é apresentado em corte um cabo coaxial em que é indicado que o condutor interno é em cobre e a malha é em alumínio ou cobre.de um modo geral, nos cabos que estão na maioria, senão na totalidade, das redes de TV por Cabo o condutor interno é em aço cobreado e a malha é em alumínio. 6) Na figura 16- Cores da cobertura externa, em função do serviço. Manga com 5 cabos ( pág.44) é apresentada uma tabela onde está indicado que a cor da cobertura externa deve estar em concordância com o serviço que lhe está associado. Assim, são apresentadas cabos com 6 cores (castanho, branco, preto, verde, vermelho e amarelo). O que sucede actualmente na maioria, senão na totalidade, das redes que utilizam cabo coaxial, nas aplicações interiores, o mesmo tem cobertura externa em PVC branco. A obrigatoriedade da existência de 6 cores, vai implicar uma logística muito pesada nos fornecedores de material com uma implicação de custos de material muito elevados. Por outro lado, será também difícil fornecer cabos inseridos em manga. b) Dispositivos de Redes Coaxiais b.1) Amplificação de linha interior Amplificadores de apartamento São apenas considerados amplificadores na banda de frequências MHz? Estarão eliminados os amplificadores de CATV,ou seja, de MHz? b.2) Repartidor simétrico de interior São apenas considerados repartidores na banda de frequências MHz? Estarão eliminados os repartidores de CATV,ou seja, de MHz? b.3) Derivador de interior São apenas considerados derivadores na banda de frequências MHz? Estarão eliminados os derivadores de CATV,ou seja, de MHz? b.4) Tomada coaxial de telecomunicações 1) Não é considerada a versão da tomada TV/Dados que está a ser instaladas nas redes de CATV? Estão a ser instaladas tomadas TV/Dados terminal e TV/Dados de passagem.

5 2) Relativamente à tomada tripla tripla terminal,não poderão ser consideradas as tomadas com as seguintes gamas de frequências : TV - gama de frequências MHz SAT - gama de frequências MHz FM - gama de frequências MHz? 3) Relativamente à tomada tripla tripla não são consideradas tomadas de passagem? Ainda apresentamos os seguintes comentários: Pág. 39 tabela 14 : A tabela não aparece completa. Pág. 41 Figura 14 : Configuração de implementação da cabalagem horizontal - D (deve ser corrigido A para D). Pág. 58 tabela 20 : A tabela não aparece completa. Relativamente à parte de Fibra Óptica também tencionamos apresentar alguns comentários posteriormente. Desde já referimos que nesta edição do ITED não foi considerada a Fibra Óptica Plástica (POF) que consideramos muito adequada para a instalação no interior dos apartamentos, atendendo, essencialmente, à sua facilidade de instalação não requerendo equipamento especial, como máquina de fusão de fibra, ferramentas de preparação dos cabos e a sua instalação pode ser realizada facilmente por qualquer técnico ( por exemplo, electricista ). Junto enviamos ficheiro ( Fibra Óptica para Redes de interior ) onde se apresenta de um modo muito breve este tipo de fibra. Poderemos enviar mais elementos sobre esta fibra e, se assim o desejar, poderemos fazer uma apresentação onde incluiremos os vários equipamentos ( conversores multimédia ) que podem ser facilmente utilizados na rede interior. A propósito destes equipamentos juntamos ficheros com alguns desses equipamentos (restantes 10 ficheiros). Estamos a enviar este no sentido de um trabalho de cooperação que consideramos que devemos ter sobre este assunto. Com os melhores cumprimentos Rui Primo Gonçalves... Rui Primo Gonçalves Tel.: Fax : INTELPRIMA Rua João Saraiva, nº 12-B Lisboa Portugal...

6 A Nova Geração de Rede Óptica de Interior Uma rede para banda larga, IP-TV, Vídeo, Áudio, Fotos, Jogos,... onde quiser!

7 POF (Fibra Óptica Plástica) para Redes de interior Duas tecnologias estão a ser usadas em redes de interior: - A Ethernet é excelente para preencher os requisitos de transferência de dados de alta velocidade em computadores, sendo também utilizada nos novos serviços de telecomunicações como o Triple Play, que oferecem a Internet, a IP- Telefone e os serviços de IP-TV. - A tecnologia IEEE 1394 foi concebida para ser uma tecnologia de rede de vídeo com vantagens significativas. Fibra Óptica Plástica Um meio para todos Rede multimédia independente: a POF (Fibra Óptica Plástica) permite a instalação de uma infra-estrutura de rede independente. Pode ser usada como uma rede óptica passiva com tomadas ópticas interiores para ligar futuros produtos com interfaces ópticas. Hoje em dia, são usados pequenos conversores multimédia para qualquer tipo de protocolo de transmissão (por exemplo Ethernet, 1394, MOST, etc ). Graças a esta vantagem, a POF é também a estrutura de rede de dados ideal para ligar diferentes células sem fios para superar obstáculos de construção como paredes e tectos que estão hoje a reduzir significativamente o desempenho da rede sem fios. A POF pode ser instalada conforme definido nas normas da cablagem estruturada para redes interiores e fundir-se nas tecnologias existentes. Velocidade e largura de banda: A POF é o meio de transmissão ideal para uma rede interior. A relação de custo, esforço de instalação, distância, desempenho de velocidade e de largura de banda é óptima para redes de interior. Dependendo das necessidades do utilizador do sistema, a rede POF pode suportar, actualmente, 100 Mbps, 200 Mbps e 400 Mbps. Fácil utilização e instalação: A POF é muito fácil de instalar. Os conectores especiais, de baixo custo, podem ser montados em menos de 40 segundos. A luz visível permite uma rápida verificação funcional. Baixo custo: A POF é usada hoje em grandes mercados como o da indústria e no ramo automóvel. Embora a POF seja um produto científico de alta tecnologia, estes mercados permitem ao fabricante oferecer a preços competitivos soluções de rede de interior POF com um grande valor acrescentado.

8 Aplicações da POF na rede interior HDTV Fluxo de Vídeo: a POF é ideal para a passagem de vídeo ou TV HD duma gateway interior ou de um serviço central de vídeo para várias salas. Serviços Triple Play : a POF permite assegurar um estável desempenho de vídeo do IP-TV. Centro multimédia sistemas TV: Com a POF é fácil ligar o PC no escritório a uma TV na sala. Áudio Sistemas Multi-salas: Para sistemas áudio multi-salas baseados em IP ou IEE1394, a POF é um meio ideal. Áudio e Vídeo analógicos: a POF já está a ser usada em sistemas de vigilância vídeo analógicos. As vantagens da instalação da POF A POF têm isolamento galvânico. Pode ser instalada em paralelo com qualquer tipo de instalação eléctrica sem preocupações quanto a questões de segurança. É mesmo totalmente segura., o que se traduz numa grande mais valia porquanto a POF pode ser instalada em combinação com a instalação eléctrica para cada tomada da casa. Também é o meio ideal para trabalhos de remodelação e renovação. O seu pequeno diâmetro e baixo raio de curvatura permite escondê-la por detrás do rodapé, na ombreira das portas ou debaixo da carpete. Estão disponíveis produtos e ferramentas de instalação de vários fabricantes. Conversores multimédia individuais podem ser facilmente adicionados a qualquer tipo de aplicação. Uma rede óptica de interior é agora uma realidade. A tecnologia da POF resolve os requisitos actuais e os futuros desafios. A POF com experiência de sucesso A POF foi já introduzida com sucesso na indústria e no ramo automóvel. Milhões de interfaces ópticas estão instaladas em vários tipos de aplicações industriais. No sector automóvel, a POF é já usada em milhões de carros nos avançados sistemas de multimédia. A POF versus outras redes multimédia de interior As redes POF têm fortes vantagens comparativamente às concorrentes tecnologias de rede interior. É um conjunto de argumentos que torna a POF um produto tão atractivo. A sua fácil instalação, robustez, fiabilidade e sua grande largura de banda faz da POF a única rede multimédia para qualquer tipo de aplicações de rede. Apresentam-se na tabela ao lado, as vantagens da POF. Ethernet LAN, Cobre Sem fios Powerline Cabo coaxial POF óptica Privacidade / Segurança Alta Baixa Média Alta Muito alta Estabilidade contra interferências Alta Média Baixa Média Muito alta Instalação e Ligação Algum esforço Simples Simples Esforço Simples Velocidade Transmissão de dados Mbps (até 1000Mbps) Mbps imprevisível Mbps imprevisível Até 100 Mbps Mbps Retardante a interferências Bom Muito baixo Baixo Médio Muito alto Campos Electromagnéticos (EMC) Baixo Alto Alto Depende da qualidade do cabo Imune Transmissão Vídeo Boa Limitada Limitada Limitada Excelente TV Digital Limitada Não Não (só IP-TV) Limitada Excelente Rua João Saraiva, nº 12-B Lisboa Tel.: Fax:

9 A rede óptica para edifícios novos e remodelados Instalação com mais-valia e redução de custos de instalação Vai vender ou alugar os seus apartamentos a profissionais como médicos, advogados, consultores,...? Provavelmente, vai ter de gastar muito para adaptá-los de modo a terem uma infraestrutura de rede multimédia fiável. Quer beneficiar de uma casa já equipada com uma rede óptica de interior de última geração, sem radiação, com interfaces ópticas para serviços digitais de IP-TV onde quiser? Oferecemos um conceito inovador para rede de casa e de escritório. Permite ao proprietário fornecer uma infraestrutura de rede flexível e barata e oferecer ao cliente ou ao locatário grandes benefícios e uma mais-valia. Rede óptica O nosso sistema oferece uma infraestrutura de rede óptica segura que pode ser instalada em paralelo com o sistema da rede eléctrica usando a mesma conduta e permite o acesso a dados ópticos em cada tomada. O nosso sistema utiliza a vantagem das aprovadas Fibras Ópticas Plásticas (POF). Perfeito para edifícios novos ou remodelados Para reduzir custos de instalação, basta implementar um cabo de baixo custo POF em combinação com a instalação eléctrica. Assim, cada tomada estará preparada para ter um acesso óptico a dados, seguro e fiável. Usando a nossa tomada com um conversor multimédia óptico integrado, a tomada de parede terá uma ligação Ethernet RJ45 standard. Em caso de remodelações o cabo POF pode ser adicionalmente instalado na conduta da rede eléctrica existente. O cabo POF permite a instalação da rede sem necessidade de furar e sem poeiras. Depois de realizada a instalação óptica de base, pode activar a sua rede com comutadores ( switches ) ópticos e conversor multimédia óptico ou gateways multimédia. Adaptação flexível da rede Em função das suas necessidades, poderá activar as ligações ópticas instaladas, quer através de tomadas ópticas simples com interfaces ópticas quer por tomada de parede com conversor multimédia óptico integrado ou ainda com conversores multimédia ópticos externos. O conversor multimédia óptico transforma o sinal óptico (luz) em sinais eléctricos digitais com interface RJ 45. A rede pode crescer e adaptar-se às suas necessidades. A infraestrutura óptica também permite uma ligação ideal ao Wireless. Pequenos pontos de acesso wireless podem ser integrados na rede de uma forma simples e flexível.

10 O nosso sistema acompanha a instalação eléctrica. Num edifício novo, o cabo POF será instalado em paralelo com a instalação eléctrica. Permite obter uma infraestrutura típica de cablagem estruturada. Os cabo POF são consolidados em paralelo com os cabos eléctricos numa caixa de distribuição central e são ligados aos componentes da rede como comutadores ( switches ) e gateways. Como o cabo POF é electricamente isolado, não necessita de terra nem há problemas quanto à segurança. O cabo POF é baseado em reconhecida tecnologia de polímeros. Esta tecnologia é usada desde há muito na indústria e no ramo automóvel. Adicionalmente, os componentes ópticos, influenciados pelo mercado de massa da indústria automóvel, cumprem com os requisitos económicos e técnicos da chegada em força no mercado da Rede digital de interior. Uma infraestrutura flexível Com uma infraestrutura de rede óptica, qualquer propriedade pode ser usada tanto para escritório como para habitação sem grandes trabalhos de reconstrução. Infraestrutura de rede óptica implementada com a instalação eléctrica Infraestrutura de rede óptica para escritório Infraestrutura de rede óptica para apartamento Oferecemos uma grande variedade de componentes de rede óptica para rede digital de interior. Rua João Saraiva, nº 12-B Lisboa Tel.: Fax:

11 A Nova Geração de Rede Óptica de Interior Rede de núcleo óptico Oferecemos aos nossos clientes uma infraestrutura altamente inovadora de rede óptica de interior de nova geração. A tecnologia da infraestrutura óptica permite a instalação de uma comprovada futura rede de interior de banda larga e multimédia para uma fiável integração e transmissão de serviços e aplicações digitais IP. O conceito combina a tecnologia da instalação eléctrica com uma tecnologia de transmissão óptica altamente inovadora. A rede óptica é baseada em cabos de última geração da já reconhecida fibra óptica plástica (POF) em combinação com interfaces ópticas modulares, componentes de rede como comutadores ( switches ) e Conversor multimédia óptico ( media converter ) e media gateways. Uma perfeita infraestrutura para redes digitais multimédia e rede principal para IP-TV pronta a ser utilizada em casa. Para edifícios novos e remodelados A Fibra Óptica Plástica (POF) pode ser facilmente passada pelas existentes condutas da cablagem eléctrica da sua casa ou do seu pequeno escritório, sem furos, sem poeira. As nossas tomadas modulares de dados e portos multimédia funcionam como interfaces standard para serviços multimédia digitais em casa ou em pequenos escritórios. Fácil de instalar As fáceis e variadas possibilidades de instalação do cabo de Fibra Óptica Plástica asseguram uma poupança nos custos, menores esforços de instalação e oferecem a máxima segurança e eficiência. Pode-se executar, em pouco tempo, uma segura e rápida interface óptica de dados em conjunto com cada tomada de corrente eléctrica em casa ou num pequeno escritório. A fácil terminação do cabo de fibra óptica plástica garante uma instalação rápida e sem erros, não só aos especialistas, mas também a qualquer instalador/electricista. Um acesso seguro e livre de radiação à banda larga de alta velocidade pode estar disponível em cada tomada de corrente eléctrica de sua casa. A infraestrutura de rede é uma ferramenta chave para o futuro digital Computadores pessoais, portáteis, aparelhos de laboratório, impressoras, servidor doméstico, gravador digital de vídeo, arquivador e distribuidor digital de música, controlo de acesso e muitas mais facilidades podem ser instaladas de um modo fácil, rápido e seguro através da tecnologia IP com a utilização do nosso sistema. Não é necessário nenhum trabalho de cablagem extensivo e oneroso, nenhum trabalho extra de construção civil, o nosso sistema pode ser implementado na infraestrutura eléctrica existente. Só uma infraestrutura de rede estável e fiável garante o usufruto dos serviços digitais multimédia. IP-TV, Vídeo, Áudio, Banda Larga, Fotos, Informática, Jogos,.

12 Uma rede para Banda Larga onde quiser! O nosso sistema é de concepção modular. De acordo com os requisitos do cliente, aplicações digitais como Televisão digital, Set-Top- Boxes, PC s, Gravador digital de Vídeo, etc, podem ser ligados entre elas hoje através da Ethernet de 100Mbps e do cabo óptico. Também poderão ser integradas ligações Gigabit Ethernet num futuro próximo. Este sistema oferecerá sempre uma estrutura de rede actualizada. Futuras gateways domésticas permitirão a integração de módulos activos para vários padrões de transmissão como USB, 1394, MOST e outros, a serem ligadas facilmente através da tomada óptica de parede de acordo com os requisitos técnicos e aplicações dos clientes. A nossa gama de produtos cobre um completo sistema que permite ao utilizador ligar os seus equipamentos à rede de uma forma segura e fiável. Rápido - Leve - Seguro - Limpo IP-TV pronto a usar em casa com a nossa solução Começando por uma ligação estável e fiável ponto a ponto, como por exemplo, a usada para os serviços IP-TV até uma rede doméstica completa, oferecemos uma solução perfeita. Este sistema modular oferece uma rede de banda larga fiável com múltiplos benefícios dentro de casa. Cada tomada eléctrica com uma interface óptica Fácil instalação Luz visível Transmissão de dados livre de radiação Imunidade contra campos electromagnéticos Não necessita de ligações à terra nem medidas de segurança Para edifícios novos e remodelados Modular e expansível Rua João Saraiva, nº 12-B Lisboa Tel.: Fax:

13 OMC 100 D Conversor Multimédia Óptico Fast Ethernet Fibra Óptica Plástica (POF) para RJ45 OMC 100 D Conversor Multimédia para cabo POF de 1,5mm OMC 100 D SI Kit de instalação com 30 m de cabo Ligação Óptica Kit de instalação Desempenho: Fácil instalação com um fino cabo POF Robusto, fiável e livre de radiação Luz visível para controlo de funcionamento óptico Aplicações: IP-TV, Rede Multimédia e Rede de Interior Fluxo de Media Center e Áudio-Vídeo Para Redes LAN e de Escritório Com POF aplicável para 100 Mbps até 70 m Com o conversor multimédia POF, pode instalar facilmente uma rede estável, livre de radiação e uma robusta ligação Ethernet ou rede de interior. O electricista pode passar facilmente o cabo POF pelo sistema de condutas da rede eléctrica existente na sua casa ou no escritório, sem necessitar de fazer furos. Para uma instalação exterior à parede, o fino cabo POF pode ser facilmente escondido nas ombreiras das portas, nos rodapés ou debaixo da alcatifa. A ligação pode ser confirmada visualmente, pois a transferência de dados utiliza a luz visível vermelha (650nm).

14 Dados Técnicos Velocidade de transmissão Comprimento da transmissão Fonte de alimentação OMC 100 D 100 Mbps óptica 50m com GH4002; 70m com MH4002 4,5 6 VDC ; fonte de alimentação externa Fácil remodelação Ficha de dados RJ 45 Interfaces Ópticas Cabo de 1,5 mm da Firecomms Optolock Comprimento de onda Gama de temperatura Função Dimensões mecânicas 650 nm -20 a +60ºC Ethernet 10/100 BaseTx 100 Base Fx Hall/Full Duplex; Auto MDI-MDX 90 x 40 x 30 mm Embalagens Conjunto de ligação com 2 OMC 100 D ; 2 Patchcord Cat- 5e; Ferramenta de corte e 30 m de cabo POF Simples conversor multimédia Cabo POF recomendado Step Index Fibre; NA 0,5 ou NA 0,3 O Cabo POF pode ser facilmente instalado pelo electricista nas condutas das redes eléctricas de novos edifícios e também em remodelações. Aplicações Optimizado para IP-TV e Multimédia ; Rede LAN e de Escritório. Fácil instalação e terminação do cabo POF - basta cortar o cabo com a ferramenta de corte POF (incluída no kit) Abra a interface Optolock Insira o cabo POF e feche a interface Optolock Controlo de ligação óptica e operação de ligação (RJ45) Rua João Saraiva, nº 12-B Lisboa Tel.: Fax:

15 OMC 100 LC Conversor Multimédia Óptico - Fast Ethernet Fibra Óptica Plástica (POF) para RJ45 OMC 100 LC SI Kit de Conversor Multimédia óptico para cabo POF de 1,5mm Ligação Óptica Cabo POF 1,5mm Kit Desempenho: Fácil instalação com um fino cabo POF Robusto, fiável e livre de radiação Luz visível para controlo de funcionamento óptico Aplicações: IP-TV, Rede Multimédia e Rede de Interior Fluxo de Media Center e Áudio-Vídeo Para Redes LAN e de Escritório Dados Técnicos Velocidade de transmissão Comprimento de transmissão Fonte de alimentação OMC 100 LC 100 Mbps óptico 50 m Externa de 5V 7,5 V DC Ficha de dados RJ 45 Interfaces Ópticas Comprimento de onda Temperatura em operação Cabo de 1,5 mm da Firecomms Optolock 650 nm -20 a +60ºC Funcionamento Dimensões mecânicas Ethernet 10/100 BaseTx 100 Base Fx Hall/Full Duplex; Auto MDI-MDX 70 x 40 x 30 mm Embalagens Kit Conversor Multimédia inclui: 2 conversores multimédia OMC 100 LC, 2 Patch cable da Cat- 5e; Ferramenta de corte e 30 m de cabo POF Cabo POF recomendado POF Step Index Fibre; Núcleo de 1 mm; Revestimento 1,5 mm, NA 0,5 Aplicações Optimizado para IP-TV e Multimédia ; Rede PC e de Escritório. Rua João Saraiva, nº 12-B Lisboa Tel.: Fax:

16 OMC 100 SDA Conversor Multimédia Óptico Adaptador eléctrico Fast Ethernet Fibra Óptica Plástica (POF) para RJ45 OMC 100 SDA para cabo POF de 1,5mm OMC 100 SDA para cabo POF de 2,2mm POF para Ficha RJ45 Ligação Óptica Kit de instalação Desempenho: Fácil instalação com um fino cabo POF Robusto, fiável e livre de radiação Luz visível para controlo de funcionamento óptico Aplicações: IP-TV, Rede Multimédia e Rede de interior Fluxo de Media Center e Áudio-Vídeo Para Redes LAN e de Escritório Com POF aplicável para 100 Mbps até 70 m Com o Conversor Multimédia óptico POF, pode instalar facilmente uma rede estável, livre de radiação e uma robusta ligação Ethernet ou rede de interior. O electricista pode facilmente passar o cabo POF pelo sistema de condutas da rede eléctrica existente na sua casa ou seu escritório, sem necessitar de fazer furos. Para uma instalação exterior à parede, o fino cabo POF pode ser facilmente escondido nas ombreiras das portas, nos rodapés ou debaixo da alcatifa. A ligação pode ser confirmada visualmente, pois a transferência de dados usa a luz visível vermelha (650nm). Não há perdas de potência na tomada. A tomada eléctrica está integrada no conversor multimédia! Terminação directa do cabo POF - não necessita de conector óptico. Não há cabos, nem fontes de alimentação penduradas, tudo está arrumado e bem colocado.

17 O cabo POF pode ser terminado com uma ferramenta simples e ligado directamente à interface óptica. Dados Técnicos Velocidade de transmissão OMC 100 SDA 100 Mbps óptica Fácil remodelação Comprimento da transmissão Fonte de alimentação Ficha de dados RJ 45 50m com GH3002; 70m com MH4002 Integrada; Interface da energia eléctrica de acordo com as normas nacionais Interfaces Ópticas Comprimento de onda Gama de temperatura Função Dimensões mecânicas Cabo de 1,5 ou 2,2 mm da Firecomms Optolock, disponível também com conector POF SMI 650 nm -20 a +60ºC Ethernet 10/100 BaseTx 100 Base Fx Hall/Full Duplex; Auto MDI-MDX 120 x 79 x 50 mm Embalagens Conjunto de ligação com 2 OMC 100 SDA; 2 Patchcord Cat- 5e; Ferramenta de corte e 30 ou 50 m de cabo POF Simples Conversor Multimédia Cabo POF recomendado Step Index Fibre; NA 0,3 ou NA 0,5 Aplicações Optimizado para IP-TV e Multimédia ; Rede LAN e de Escritório. O Cabo POF pode ser facilmente instalado pelo electricista nas condutas das redes eléctricas de novos edifícios e também em remodelações. Rua João Saraiva, nº 12-B Lisboa Tel.: Fax:

18 Conversor Multimédia Óptico para montagem na parede - Fast Ethernet Fibra Óptica Plástica (POF) para RJ45 Modelos: OMC 100UP OMC 100UP IP-TV e Internet PC - Rede de Escritório e de Casa Rede Multimédia e Rede de Interior Fluxo de Media Center e Áudio-Vídeo Interface RJ 45 Interface Óptica Para instalação com cablagem eléctrica Todos os cabos dentro da parede Espelho de vários modelos Transmissão de dados livre de radiação Controlo óptico da operação Ligação óptica estável e segura

19 ZSt UAE Placa central da tomada Cor branca pérola (similar à RAL 1013) 50x50x13mm, 6g ZSt UAE 8 rw Cor branca pura (similar à RAL 9010) AP Espelho Cor branca pérola (similar à RAL 1013) 81x81x5mm, 12g AP rw Cor branca pura (similar à RAL 9010) UAE ApG Caixa plástica para montagem na parede Cor branca pérola (similar à RAL 1013) 81x81x46mm, 93g UAE ApG rw Cor branca pura (similar à RAL 9010) Com o Conversor Multimédia Óptico POF OMC 100 UP, pode facilmente instalar uma rede interior estável, livre de radiação e que permite uma robusta ligação Ethernet. O electricista pode facilmente passar o cabo POF pelo sistema de condutas da rede eléctrica existente na sua casa ou seu escritório, sem necessidade de fazer furos. Para novas instalações, pode ser realizado ao mesmo tempo que a cablagem eléctrica, com uma considerável economia de tempo. A OMC 100 UP pode ser montada em caixas de parede standard de 55mm ao mesmo tempo que são montadas as tomadas eléctricas. Fácil remodelação Dados Técnicos Velocidade de transmissão Comprimento da transmissão Fonte de alimentação OMC 100 UP 220 para cabo com revestimento de 2,2mm OMC 100 UP 150 para cabo com revestimento de 1,5mm Ethernet 100 Mbps óptica 50m com GH3002; 70m com MH4002 Fonte de alimentação integrada de 110 a 240 V Ficha de dados RJ 45 Interfaces Ópticas Cabo de 1,5 ou 2,2 mm da Firecomms Optolock Comprimento de onda Gama de temperatura Função Embalagem 650 nm -20 a +60ºC Ethernet 10/100 BaseTx 100 Base Fx Hall/Full Duplex; Auto MDI-MDX Simples Conversor Multimédia Óptico Cabo POF recomendado Step Index Fibre; NA 0,3 ou NA 0,5 Aplicações Optimizado para IP-TV e Multimédia ; PC e Rede LAN e de Escritório. O Cabo POF pode ser facilmente instalado pelo electricista nas condutas das redes eléctricas de novos edifícios e também em remodelações. Rua João Saraiva, nº 12-B Lisboa Tel.: Fax:

20 OMS 105 Comutador Multimédia ( Media Switch ) Óptico Fast Ethernet Para Rede Ethernet de Fibra Óptica Plástica (POF) Modelos: OMS para cabo POF de 1,5mm OMS para cabo POF de 2,2mm Ligação Óptica Desempenho: 5 Portos POF com conector OptoLock Cumpre com as normas IEEE Ethernet e IEEE 802.3u Fast Ethernet Armazena e reencaminha a ligação através da tabela de endereço MAC de 1K Aplicações: IP-TV, Rede Multimédia e Rede de Interior Fluxo de Media Center e Áudio-Vídeo Para Redes LAN e de Escritório Arquitectura de Rede com o OMS105 e vários Media Converters

21 O OMS 105 é um comutador ( switch ) Ethernet com 5 portos OptoLock POF. Funciona normalmente como um comutador ( switch ) layer 2 para uma distância de comunicação de 50m em POF, numa aplicação de fibra óptica de interior. Este equipamento cumpre com as normas IEEE802.3 e IEEE802.3u. A transmissão de dados é realizada pelas tecnologias -comutar e -armazenar-e-reencaminhar baseada numa tabela de endereço MAC de 1K. As funções de comutação serão automaticamente realizadas quando os endereços de origem e de destino estiverem claramente especificados. Dados Técnicos OMS 105 Normas Aprovações Fonte Óptica IEEE802.3 e IEEE802.3u FCC parte 15, classe A EN 55022, Classe A RCLED 650nm Peso 250 g por unidade Interfaces Ópticas Comprimento de onda Temperatura em operação 5 x Cabo de 1,5 ou 2,2 mm da Firecomms Optolock, disponível também com conector POF SMI 650 nm 0 a +50ºC Temperatura em armazenamento -10ºC a +70ºC Fonte de alimentação Externa de 5V DC Dimensões mecânicas 20 x 84 x 61 mm Cabo POF recomendado Step Index Fibre; NA 0,3 ou NA 0,5 Aplicações Optimizado para IP-TV e Multimédia ; Rede PC e de Escritório. Fácil remodelação O Cabo POF pode ser facilmente instalado pelo electricista nas condutas das redes eléctricas de novos edifícios e também em remodelações. Rua João Saraiva, nº 12-B Lisboa Tel.: Fax:

22 POF (Fibra Óptica Plástica) - Rede Óptica para IP-TV Para serviços IP-TV, o cabo de Fibra Óptica Plástica (POF) oferece um meio de transmissão ideal e fiável de ligação entre o porto de acesso (ou router ADSL) e o Set-Top-Box IP-TV. O cabo POF pode ser instalado de vários modos, quer dentro da parede utilizando a tubagem da instalação eléctrica existente, quer à vista na parede. O seu pequeno diâmetro permite escondê-lo facilmente nas ombreiras das portas, debaixo do soalho, etc. A fácil terminação com uma simples ferramenta de corte e a luz visível para controlo da operação e ligação faz do POF a melhor escolha para um instalador não especialista em fibra óptica. Para sistemas multi-salas, podem-se fornecer comutadores ( switches ) POF que se podem combinar com qualquer conversor multimédia POF de acordo com a norma IEEE u para transmissão Fast Ethernet. Os cenários de instalação dependem da arquitectura do sistema e dos locais onde são colocados os aparelhos IP-TV. Cenário 1 - Ponto a ponto: Ligação óptica directa do Modem ADSL ao Set-Top-Box IP-TV, através de um conversor multimédia POF e cabo POF. Cenário 2 - Sistema Multi-salas: O modem xdsl ou o acesso IP-TV e um comutador ( switch ) de distribuição multi-salas estão no mesmo local. O comutador ( switch ) POF por exemplo, o OMS 113, pode ser ligado através dum pequeno patchcord ao porto IP-TV do router de acesso. Os cabos POF são ligados directamente do conversor multimédia local ao Set- Top-Box IP-TV.

23 Cenário 3 - Sistema Multi-salas: O modem router xdsl ou o acesso IP-TV encontra-se longe do comutador ( switch ) da rede. Neste caso, também o modem é ligado ao comutador ( switch ) POF ou através do conversor multimédia POF ou no caso do modem router estar já equipado com uma interface óptica POF, directamente através do cabo POF ao comutador ( switch ) de distribuição. As ligações ópticas são conduzidas do comutador ( switch ) aos Set-Top- Boxes IP-TV, através do conversor multimédia POF ao Set-Top-Box ou, no caso dos Set-Top-Boxes já integrarem as interfaces ópticas POF, directamente ao Set-Top-Box. Cenário 4 - Sistema Multi-salas até 4 Set-top-Boxes IP-TV ligadas ao Router IP-TV através de um comutador ( switch ) POF de 5 portos e vários conversores multimédia para tomadas de montagem à parede (OMC 100 UP) e/ou à versão de adaptador com tomada eléctrica (OMC 100 SDA). A infraestrutura óptica estável é instalada de modo a permitir a fácil integração de futuros serviços IP. Cabo POF Rua João Saraiva, nº 12-B Lisboa Tel.: Fax:

COAXDATA. Coaxdata Homeplug e Coaxdata Gigabit ADAPTADOR COAXIAL ETHERNET. 200 Mbps. 700 Mbps. 300 Catálogo 2013 / 2014

COAXDATA. Coaxdata Homeplug e Coaxdata Gigabit ADAPTADOR COAXIAL ETHERNET. 200 Mbps. 700 Mbps. 300 Catálogo 2013 / 2014 ADAPTADOR COAXIAL ETHERNET QR-A00171 Coaxdata Homeplug e Coaxdata Gigabit A largura de banda do cabo coaxial permite combinar outros serviços no cabo sem interferir o sinal de televisão. O Coaxdata é um

Leia mais

INSTRUÇÕES GERAIS ARMÁRIO ATI V3.2

INSTRUÇÕES GERAIS ARMÁRIO ATI V3.2 INSTRUÇÕES GERAIS ARMÁRIO ATI V3.2 Para mais informações ou sugestões, contacte o seu distribuidor. Edição 4 Pag 1/8 Mod.100/2 ÍNDICE ÍNDICE...2 1. INTRODUÇÃO...3 2. DOCUMENTOS NORMATIVOS APLICADOS...3

Leia mais

ATI Modular: um novo conceito

ATI Modular: um novo conceito ATI Modular: um novo conceito A SOLUÇÃO IDEAL PARA OS SEUS PROJECTOS Todos os produtos estão de acordo com as exigências do novo manual ITED ed.2 O novo conceito de ATI O novo ATI - Armário de Telecomunicações

Leia mais

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº1

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº1 Redes de Computadores Curso de Eng. Informática Curso de Eng. Electrotécnica e Computadores Trabalho de Laboratório Nº1 Cablagem estruturada 1 Introdução Vivemos em plena segunda revolução industrial.

Leia mais

Infra-estruturas de Telecomunicações em Edifícios. Direcção de Fiscalização

Infra-estruturas de Telecomunicações em Edifícios. Direcção de Fiscalização Infra-estruturas de Telecomunicações em Edifícios Direcção de Fiscalização Novo regime ITED Manual ITED, 2.ª edição linhas orientadoras Regras técnicas Tubagem Cablagem Pontos de fronteira Ligações de

Leia mais

Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra

Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra Departamento de Engenharia Informática Arquitectura de Computadores 2 João Eurico Rosa Pinto jepinto@student.dei.uc.pt Filipe Duarte da Silva

Leia mais

HARTING News. Fevereiro 2006. Introdução

HARTING News. Fevereiro 2006. Introdução Fevereiro 2006 Neste número: - Switches Ethernet IP30 - Switches para rack de 19 - Outlets metálicos e plásticos - Isolante Han 3A SC - Conectores RJ Industrial Introdução: Para ampliar a gama de soluções

Leia mais

Infra-estruturas de Telecomunicações em Edifícios. Manual ITED 2.ª Edição. Direcção de Fiscalização

Infra-estruturas de Telecomunicações em Edifícios. Manual ITED 2.ª Edição. Direcção de Fiscalização Infra-estruturas de Telecomunicações em Edifícios Manual ITED 2.ª Edição Direcção de Fiscalização Julho de 2010 Novo regime ITED Manual ITED, 2.ª edição linhas orientadoras Regras técnicas Tubagem Cablagem

Leia mais

Curso de Formação de. Actualização de Projectista ITED 2 (175h) Curso de Formação de. Actualização de Projectista ITED 2 (175h)

Curso de Formação de. Actualização de Projectista ITED 2 (175h) Curso de Formação de. Actualização de Projectista ITED 2 (175h) Curso de Formação de O curso tem como objectivos específicos, dotar os participantes de conhecimentos que lhes permitam: Obter a RENOVAÇÃO da CERTIFICAÇÃO reconhecida pela ANACOM como técnico de projecto

Leia mais

Equipamentos de Rede

Equipamentos de Rede Equipamentos de Rede :. Introdução A utilização de redes de computadores faz hoje parte da cultura geral. A explosão da utilização da "internet" tem aqui um papel fundamental, visto que actualmente quando

Leia mais

Gestão de Redes e Sistemas Distribuídos

Gestão de Redes e Sistemas Distribuídos Gestão de Redes e Sistemas Distribuídos Setembro 2006 Conceitos fundamentais Evolução das Redes (parte I) Sumário???? Módulo I: Conceitos fundamentais Evolução das redes Tipos de Redes Sistemas de Cablagem

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Placas de Rede Modems Hubs e switches Router Prof. Hugo Rosa PLACAS DE REDE As placas de rede são periféricos de entrada e saída e são utilizadas para interligar um computador a uma

Leia mais

QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO:

QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO: CABEAMENTO DE REDE QUANDO TRATAMOS SOBRE MEIOS DE TRANSMISSÃO, DEVEMOS ENFATIZAR A EXISTÊNCIA DE DOIS TIPOS DESSES MEIOS, SENDO: MEIO FÍSICO: CABOS COAXIAIS, FIBRA ÓPTICA, PAR TRANÇADO MEIO NÃO-FÍSICO:

Leia mais

ICORLI. INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO e OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS e INTERNET

ICORLI. INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO e OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS e INTERNET INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO e OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS e INTERNET 2010/2011 1 Tipos de Cabos Cabos eléctricos São cabos, normalmente fabricados em cobre (ou de outro material condutor), que transmitem os

Leia mais

REGRAS de EXECUÇÃO. António M. S. Francisco (revisão 01/06)

REGRAS de EXECUÇÃO. António M. S. Francisco (revisão 01/06) REGRAS de EXECUÇÃO António M. S. Francisco (revisão 01/06) INTERNET Para informação completa e detalhada consultar o manual ITED em: http://www.anacom.pt Para informação sobre material (catálogo) para

Leia mais

ATI 3play - características gerais

ATI 3play - características gerais patente nº 104593 ATI 3play - características gerais Primário e Secundário Cat 6 (classe E). Conectores RJ45, permanent link Cat 6, de acesso exterior para injecção de sinais de equipamento activo ( RC-PC

Leia mais

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO)

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) Par Trançado UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) O cabo UTP é composto por pares de fios, sendo que cada par é isolado um do outro e todos são trançados juntos dentro de uma cobertura externa, que não possui

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Comunicações por Computador

Comunicações por Computador Comunicações por Computador António Nabais Grupo de Sistemas e Tecnologias de Informação Escola Superior de Tecnologia Instituto Politécnico do Cávado e do Ave anabais@ipca.pt 2006/2007 Componentes de

Leia mais

Vejamos, então, os vários tipos de cabos utilizados em redes de computadores:

Vejamos, então, os vários tipos de cabos utilizados em redes de computadores: Classificação quanto ao meio de transmissão Os meios físicos de transmissão são os cabos e as ondas (luz, infravermelhos, microondas) que transportam os sinais que, por sua vez, transportam a informação

Leia mais

Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com

Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com Fundamentos em Sistemas de Computação Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com Camada Física Primeira cada do modelo OSI (Camada 1) Função? Processar fluxo de dados da camada 2 (frames) em sinais

Leia mais

Curso Instalador ITED

Curso Instalador ITED Curso Instalador ITED Formação de Actualização UFCD ITED A + ITED B Abril de 2015 Cablagem Fibra Óptica no ITED Ricardo Oliveira Fibra Óptica ITED 3ª edição - Mantém-se a obrigatoriedade de utilização

Leia mais

INSTRUÇÕES GERAIS ATI_RACK+CATI

INSTRUÇÕES GERAIS ATI_RACK+CATI INSTRUÇÕES GERAIS ATI_RACK+CATI MANUAL ITED 2ª EDIÇÃO Para mais informações ou sugestões, contacte o seu distribuidor. Edição 2 Pag 1/8 Mod.100/2 ÍNDICE ÍNDICE... 2 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DOCUMENTOS NORMATIVOS

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Redes Wireless / Wi-Fi / IEEE 802.11 Em uma rede wireless, os adaptadores de rede em cada computador convertem os dados digitais para sinais de rádio,

Leia mais

1 Introduc ao 1.1 Hist orico

1 Introduc ao 1.1 Hist orico 1 Introdução 1.1 Histórico Nos últimos 100 anos, o setor de telecomunicações vem passando por diversas transformações. Até os anos 80, cada novo serviço demandava a instalação de uma nova rede. Foi assim

Leia mais

Condutores e cabos eléctricos

Condutores e cabos eléctricos Condutores e cabos eléctricos Os condutores utilizados nas instalações eléctricas são geralmente de cobre, ou de alumínio. O condutor eléctrico pode ser divididos em: Condutor nu: é um condutor que não

Leia mais

16/24 Port Desktop & Rack-mountable Gigabit Ethernet Switch

16/24 Port Desktop & Rack-mountable Gigabit Ethernet Switch 16/24 Port Desktop & Rack-mountable Gigabit Ethernet Switch Manual do utilizador DN-80100 DN-80110 Conteúdo da embalagem Devem estar incluídos os seguintes itens na embalagem: Comutador Ethernet Gigabit

Leia mais

ADRIANO NEVES. Orçamento para projetar uma rede local. Adriano Marcos Tavares Neves. IMSI 16 N-º 2 Lisboa 31 de Julho de 2013.

ADRIANO NEVES. Orçamento para projetar uma rede local. Adriano Marcos Tavares Neves. IMSI 16 N-º 2 Lisboa 31 de Julho de 2013. ADRIANO NEVES Orçamento para projetar uma rede local. Adriano Marcos Tavares Neves. IMSI 16 N-º 2 Lisboa 31 de Julho de 2013 Página 0 de 12 1- Índice INTRODUÇÃO 2 DESCRIÇÃO DAS ESPECIFICAÇÕES 3 EQUIPAMENTOS,

Leia mais

Redes de Nova Geração e o ITED

Redes de Nova Geração e o ITED Redes de Nova Geração e o ITED A explosão da procura telefónica dos anos 80 induziu a implantação do RITA O incremento da Internet e a liberalização do mercado das telecomunicações influenciou claramente

Leia mais

Tecnologia ao seu dispor

Tecnologia ao seu dispor Tecnologia ao seu dispor EVOLUÇÃO DA ACTIVIDADE 1987 Janeiro Fundação como empresa de prestação de serviços na área da electrónica e Centro de Assistência Técnica para o Sul do País de um fabricante de

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DE MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DE MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM ANO: 11º Redes de Comunicação ANO LECTIVO: 2008/2009 p.1/8 Componentes de um sistema de comunicações; Sistemas Simplex, Half-Duplex e Full- Duplex; Transmissão de sinais analógicos e digitais; Técnicas

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES Tecnologias de Rede Arquitetura Padrão 802.11 Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 Arquitetura Wireless Wi-Fi

Leia mais

Modelo NV-EC1701 Transceptor Ethernet sobre coaxial EoC com PoE, PoE+ de Alta Potência

Modelo NV-EC1701 Transceptor Ethernet sobre coaxial EoC com PoE, PoE+ de Alta Potência NOVO! Modelo NV-EC1701 Transceptor Ethernet sobre coaxial EoC com PoE, PoE+ de Alta Potência Características: Para transmitir e receber simultaneamente (full duplex), Ethernet sobre Base T 10/100 uma distância

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Cablagem estruturada Escola Superior de Tecnologia e Gestão Instituto Politécnico de Bragança Abril de 2006 Os problemas Porquê organizar as cablagens? É fácil manter a organização

Leia mais

fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:23 Page 23

fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:23 Page 23 fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:23 Page 23 Fibra Óptica fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:23 Page 24 FIBRA ÓPTICA Fibra Óptica é um pedaço de vidro com capacidade de transmitir luz. Tal filamento

Leia mais

HARTING News IP 65/67. Julho, 2004. Flexibilidade e facilidade de instalação mediante o repetidor PROFIBUS PRC 67-10

HARTING News IP 65/67. Julho, 2004. Flexibilidade e facilidade de instalação mediante o repetidor PROFIBUS PRC 67-10 Neste número: Novos Dispositivos para PROFIBUS HARTING amplia a sua gama de dispositivos para PROFIBUS, Repetidores e Conversores RS-485, para oferecer maiores possibilidades de instalação de uma rede

Leia mais

INSTRUÇÕES GERAIS ARMÁRIO ATI

INSTRUÇÕES GERAIS ARMÁRIO ATI INSTRUÇÕES GERAIS ARMÁRIO ATI GERAÇÃO 3.1 Para mais informações ou sugestões, contacte o seu distribuidor. Edição 8 Pag 1/8 Mod.100/2 ÍNDICE índice...2 1. Introdução...3 2. Documentos normativos aplicados...3

Leia mais

Comunicação de Dados. Aula 9 Meios de Transmissão

Comunicação de Dados. Aula 9 Meios de Transmissão Comunicação de Dados Aula 9 Meios de Transmissão Sumário Meios de Transmissão Transmissão guiada Cabo par trançado Coaxial Fibra ótica Transmissão sem fio Ondas de rádio Micro ondas Infravermelho Exercícios

Leia mais

INSTRUÇÕES GERAIS ARMÁRIO ATI V2.2

INSTRUÇÕES GERAIS ARMÁRIO ATI V2.2 INSTRUÇÕES GERAIS ARMÁRIO ATI V2.2 MANUAL ITED 1ª EDIÇÃO Para mais informações ou sugestões, contacte o seu distribuidor. Edição 10 Pag 1/8 Mod.100/2 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. DOCUMENTOS NORMATIVOS APLICADOS...3

Leia mais

FIBRA ÓTICA CABOS CORDÃO ÓTICO SIMPLEX OU DUPLEX GAVETAS DE DISTRIBUIÇÃO FIBRA ÓTICA TORPEDOS E CAIXAS PARA JUNTAS ADAPTADORES CONVERSORES DE MEIOS

FIBRA ÓTICA CABOS CORDÃO ÓTICO SIMPLEX OU DUPLEX GAVETAS DE DISTRIBUIÇÃO FIBRA ÓTICA TORPEDOS E CAIXAS PARA JUNTAS ADAPTADORES CONVERSORES DE MEIOS FIBRA ÓTICA CABOS CORDÃO ÓTICO SIMPLEX OU DUPLEX GAVETAS DE DISTRIBUIÇÃO FIBRA ÓTICA TORPEDOS E CAIXAS PARA JUNTAS ADAPTADORES CONVERSORES DE MEIOS 04 05 0 07 08 09 02 FIBRA ÓTICA TECNOLOGIA ÓTICA Com

Leia mais

CAB Cabeamento Estruturado e Redes Telefônicas

CAB Cabeamento Estruturado e Redes Telefônicas MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS SÃO JOSÉ SANTA CATARINA CAB Cabeamento Estruturado e Redes Telefônicas

Leia mais

Conversor de Media 10/100Base-TX para 100Base-FX

Conversor de Media 10/100Base-TX para 100Base-FX Conversor de Media 10/100Base-TX para 100Base-FX Manual do Utilizador 1. Generalidades O IEEE802.3u Ethernet suporta dois tipos de media para ligação de rede, como por exemplo 10/100Base-TX e 100Base-FX.

Leia mais

19/07/2013. Camadas. Camadas de Enlace e Física. Camadas de Enlace e Física. Topologias de Rede NOÇÕES DE REDE: CAMADAS DE ENLACE E FÍSICA

19/07/2013. Camadas. Camadas de Enlace e Física. Camadas de Enlace e Física. Topologias de Rede NOÇÕES DE REDE: CAMADAS DE ENLACE E FÍSICA 2 Camadas NOÇÕES DE REDE: CAMADAS DE ENLACE E FÍSICA Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Estatística e Informática Aplicação Transporte

Leia mais

Infraestrutura de Redes Locais. Edmilson Carneiro Moreira

Infraestrutura de Redes Locais. Edmilson Carneiro Moreira Infraestrutura de Redes Locais Edmilson Carneiro Moreira Sumário Introdução Histórico Cabeamento Estruturado Conceitos Categorias e Classes de desempenho ANSI/TIA-568-C Referências [1] Paulo Sérgio Cabeamento

Leia mais

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas

Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas ESCOLA PROFISSIONAL VASCONCELLOS LEBRE Curso de Instalação e Gestão de Redes Informáticas EQUIPAMENTOS PASSIVOS DE REDES Ficha de Trabalho nº2 José Vitor Nogueira Santos FT13-0832 Mealhada, 2009 1.Diga

Leia mais

MINICOLUNAS. www.simon.pt. Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões

MINICOLUNAS. www.simon.pt. Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões MINICOLUNAS ÍNDICE Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões Descrição Minicolunas para instalações elétricas de châo para

Leia mais

HARTING News. Junho, 2003. Do controlo centralizado até à inteligência distribuída. arquitectura de instalação com inteligência distribuída.

HARTING News. Junho, 2003. Do controlo centralizado até à inteligência distribuída. arquitectura de instalação com inteligência distribuída. Neste número: Novos desenvolvimentos HARTING para Industrial Ethernet e PROFInet Durante a passada edição da feira de Hannover, o grupo tecnológico HARTING apresentou diversos desenvolvimentos para o ambiente

Leia mais

Ficha de Avaliação Sumativa

Ficha de Avaliação Sumativa Ficha de Avaliação Sumativa Nome: Nazmul alam Classificação: Nº: 11 Enc. Educação: Professor: 1. Numa LAN, qual tem melhor performance: IPX/SPX ou TCP/IP? IPX/SPX 2. Para que serve uma placa de rede? Estabelecer

Leia mais

Camada Física. Bruno Silvério Costa

Camada Física. Bruno Silvério Costa Camada Física Bruno Silvério Costa Sinais Limitados por Largura de Banda (a) Um sinal digital e suas principais frequências de harmônicas. (b) (c) Sucessivas aproximações do sinal original. Sinais Limitados

Leia mais

Tipos de Cabeamento de Rede. Prof. Rafael Gross rafael.gross@fatec.sp.gov.br

Tipos de Cabeamento de Rede. Prof. Rafael Gross rafael.gross@fatec.sp.gov.br Tipos de Cabeamento de Rede Prof. Rafael Gross rafael.gross@fatec.sp.gov.br Tipos de Cabeamento Cabo Coaxial; Cabo Par Trançado; Cabo de Fibra Óptica. Cabo Coaxial Um dos primeiros cabos utilizados em

Leia mais

2 Conceitos de transmissão de dados

2 Conceitos de transmissão de dados 2 Conceitos de transmissão de dados 2 Conceitos de transmissão de dados 1/26 2.2 Meios físicos de transmissão de dados 2/26 Tipos de meios de transmissão Pares de fios Pares entrançados Cabo coaxial Fibras

Leia mais

REDES SEM FIO. Prof. Msc. Hélio Esperidião

REDES SEM FIO. Prof. Msc. Hélio Esperidião REDES SEM FIO Prof. Msc. Hélio Esperidião WIRELESS O termo wireless, significa sem fio, possui alguns sinônimos tais como: Rede sem fio Comunicação sem fio Computação Móvel Wi-FI? WI-FI? Wi-Fié uma marca

Leia mais

CABLING CABOS CONECTORES PATCH PANEL 19 ACESSÓRIOS

CABLING CABOS CONECTORES PATCH PANEL 19 ACESSÓRIOS CABLING CABOS 04 CONECTORES 05 PATCH PANEL 19 06 ACESSÓRIOS 07 02 CABLING CABLAGENS DE COBRE O EIA/TIA 568, de 1991, foi o primeiro padrão americano para os sistemas de cableamento estruturado. Em 1995,

Leia mais

Sistemas Multimédia. Instituto Superior Miguel Torga. Francisco Maia famaia@gmail.com. Redes e Comunicações

Sistemas Multimédia. Instituto Superior Miguel Torga. Francisco Maia famaia@gmail.com. Redes e Comunicações Sistemas Multimédia Instituto Superior Miguel Torga Redes e Comunicações Francisco Maia famaia@gmail.com Estrutura das Aulas 5 Aulas Aula 10 (20 de Abril) Classificação Componentes Aula 11 (27 de Abril)

Leia mais

MÓDULO 4 Meios físicos de transmissão

MÓDULO 4 Meios físicos de transmissão MÓDULO 4 Meios físicos de transmissão Os meios físicos de transmissão são compostos pelos cabos coaxiais, par trançado, fibra óptica, transmissão a rádio, transmissão via satélite e são divididos em duas

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE V: Telecomunicações, Internet e Tecnologia Sem Fio. Tendências em Redes e Comunicações No passado, haviam dois tipos de redes: telefônicas e redes

Leia mais

Air 4420 300 Mbps 2.4/5GHz Servidor Media/Router para transmissão de conteúdos multimédia sem fios

Air 4420 300 Mbps 2.4/5GHz Servidor Media/Router para transmissão de conteúdos multimédia sem fios Air 4420 300 Mbps 2.4/5GHz Servidor Media/Router para transmissão de conteúdos multimédia sem fios O Media Server Air 4420 permite visualizar conteúdos multimédia digitais, música, vídeo e fotos, no televisor,

Leia mais

Redes de Computadores. Sistemas de cablagem

Redes de Computadores. Sistemas de cablagem Redes de Computadores Sistemas de cablagem Sumário! Sistemas de cablagem: Normalização Estrutura Tipos de cablagem e comprimentos Dimensionamento Componentes 2 Sistemas de cablagem! Devem ser instalados

Leia mais

Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO

Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO Curso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos MÓDULO VI Programação de Sistemas de Comunicação Duração: 30 tempos Conteúdos 2 Construção

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES ATI 3PLAY SÉRIE 15

MANUAL DE INSTRUÇÕES ATI 3PLAY SÉRIE 15 MANUAL DE INSTRUÇÕES ATI 3PLAY SÉRIE 15 1- Introdução A ATI 3Play da TEKA foi concebido em conformidade com as prescrições e especificações técnicas do Manual de Infraestruturas de Telecomunicações em

Leia mais

Os principais componentes de uma Rede Habitacional

Os principais componentes de uma Rede Habitacional Os principais componentes de uma Rede Habitacional Bastidor de Distribuição de Cabelagem Estruturada Conector OmniMedia para bastidor Módulo Rádio/Televisão Módulo Telefone/Fax Portal Internet Extensões

Leia mais

14 CABOS DE FIBRA ÓTICA

14 CABOS DE FIBRA ÓTICA FIBRA OTICA 4 4 CABOS DE FIBRA ÓTICA Fibra Ótica com diferentes tipos de cabos: Tight Buffer - Estrutura Fechada Fibra ótica com revestimento em PVC. Usado para ligações dentro de edifícios (cabos, cordões

Leia mais

Conceptronic C100BRS4H Guia de Instalação Rápida. Parabéns pela compra do seu Router de Banda Larga com 4 portas da Conceptronic.

Conceptronic C100BRS4H Guia de Instalação Rápida. Parabéns pela compra do seu Router de Banda Larga com 4 portas da Conceptronic. Conceptronic C100BRS4H Guia de Instalação Rápida Parabéns pela compra do seu Router de Banda Larga com 4 portas da Conceptronic. O seguinte Guia de Instalação de Hardware explica-lhe passo-a-passo como

Leia mais

Coluna vari-direccional Propagação do som na direcção certa

Coluna vari-direccional Propagação do som na direcção certa Coluna vari-direccional Propagação do som na direcção certa 2 Coluna vari-direccional da Bosch A última novidade em desempenho sonoro para ambientes de acústica difícil Qualidade de som ímpar e inteligibilidade

Leia mais

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 6 Cabeamento Residencial

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 6 Cabeamento Residencial APRENDIZAGEM INDUSTRIAL UNIDADE 6 Cabeamento Residencial Cabeamento residencial Sistema que integra os serviços de telecomunicações em uma residência: Rede local de computadores, acesso à internet, controle

Leia mais

Debate / Palestra sobre Meios de Transmissão de Dados

Debate / Palestra sobre Meios de Transmissão de Dados Debate / Palestra sobre Meios de Transmissão de Dados Escola Secundária João de Barros Corroios Curso Profissional de Gestão de Equipamentos Disciplina de Comunicação de Dados 14-10-2011 Pedro Russo Breve

Leia mais

16/24 Portas Comutador de Ethernet Rápida montável em Computador de Secretária & Prateleira

16/24 Portas Comutador de Ethernet Rápida montável em Computador de Secretária & Prateleira 16/24 Portas Comutador de Ethernet Rápida montável em Computador de Secretária & Prateleira Manual de Utilizador Certificação Declaração FCC Este equipamento foi testado e comprovado estar em conformidade

Leia mais

Newell TM - Catálogo Cablagem Estruturada Fibra Óptica e Cobre

Newell TM - Catálogo Cablagem Estruturada Fibra Óptica e Cobre Newell TM - Catálogo Cablagem Estruturada Fibra Óptica e Cobre SOLUÇÃO DE CONECTIVIDADE Introdução pag 2 Acessórios de FO pag 3 FIBRA ÓPTICA LC pag 4 SC pag 5 ST pag 6 FC pag 7 DATASHEETS Cat 5E pag 8

Leia mais

Nway Switch 8 Portas Manual do Usuário

Nway Switch 8 Portas Manual do Usuário P R E F Á C I O Este é um produto da marca GTS Network, que está sempre comprometida com o desenvolvimento de soluções inovadoras e de alta qualidade. Este manual descreve, objetivamente, como instalar

Leia mais

09/08/2015 DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES. Tecnologia em Jogos Digitais. Mídias (meios) de transmissão

09/08/2015 DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES. Tecnologia em Jogos Digitais. Mídias (meios) de transmissão Tecnologia em Jogos Digitais Mídias (meios) de transmissão DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES Mídias físicas: composta pelo cabeamento e outros elementos componentes utilizados na montagem

Leia mais

Acessorios de Fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:32 Page 67

Acessorios de Fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:32 Page 67 Acessorios de Fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:32 Page 67 Acessórios de Fibra Óptica Acessorios de Fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:32 Page 68 Adaptadores de Fibra Óptica Adaptador de Fibra Óptica

Leia mais

Padrões de Rede 15/02/2014. Padrões de rede. Padrão Ethernet IEEE 802.3 802.3

Padrões de Rede 15/02/2014. Padrões de rede. Padrão Ethernet IEEE 802.3 802.3 Padrões de Rede Fundamentos de Redes de Computadores Prof. Marcel Santos Silva Padrões de rede Existem diversos padrões Ethernet, que são utilizados pela maioria das tecnologias de rede local em uso. Definem

Leia mais

NOMES DOS AUTORES JEAN PIERRE AIRES DA SILVA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO CABO UTP

NOMES DOS AUTORES JEAN PIERRE AIRES DA SILVA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO CABO UTP Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática NOMES DOS AUTORES JEAN PIERRE AIRES

Leia mais

Largura de banda e Throughput (Tanenbaum,, 2.1.2)

Largura de banda e Throughput (Tanenbaum,, 2.1.2) Largura de banda e Throughput (Tanenbaum,, 2.1.2) A largura de banda,, em termos gerais, indica a quantidade máxima de dados que podem trafegar no meio em um determinado momento. É medida em bps (bits

Leia mais

ENH916-NWY. Manual do Usuário

ENH916-NWY. Manual do Usuário ENH916-NWY Manual do Usuário Aviso da FCC Este equipamento foi testado e se encontra em conformidade com os limites de dispositivo digital de Classe B, de acordo com a Parte 15 das Regras de FCC. Estes

Leia mais

Acti 9. A eficiência que você merece

Acti 9. A eficiência que você merece Acti 9 A eficiência que você merece Acti 9, a eficiência que você merece Apresentação Acti 9, Eficiente Acti 9, Seguro Acti 9, Simples & inteligente Conclusão 2 40 Anos de experiência e atenção aos nossos

Leia mais

NASCE A ERA DA COMUNICAÇÃO ELÉCTROMAGNÉTICA

NASCE A ERA DA COMUNICAÇÃO ELÉCTROMAGNÉTICA 1844 Demonstração pública bem sucedida do TELÉGRAFO, inventado por SAMUEL MORSE. Transmitida a mensagem What hath God wrought entreo Capitólio em Washington e Baltimore NASCE A ERA DA COMUNICAÇÃO ELÉCTROMAGNÉTICA

Leia mais

Rede Telefónica Pública Comutada - Principais elementos -

Rede Telefónica Pública Comutada - Principais elementos - - Principais elementos - Equipamento terminal: o telefone na rede convencional Equipamento de transmissão: meio de transmissão, e.g. cabos de pares simétricos, cabo coaxial, fibra óptica, feixes hertzianos,

Leia mais

Cabeamento Estruturado

Cabeamento Estruturado CabeamentoEstruturado Compostoporseiselementos: CabeamentoHorizontal(HorizontalCabling); CabeamentoBackbone(BackboneDistribution); ÁreadeTrabalho(WorkArea); SaladeTelecomunicações(TelecommunicationsRoom

Leia mais

Cabling. Cabling. Cabling. Cabos HDCS 54 Keystone 62 Patch Cord 66 Patch Panel 72 Faceplate HDCS 80 Ferramentas e acessórios 84

Cabling. Cabling. Cabling. Cabos HDCS 54 Keystone 62 Patch Cord 66 Patch Panel 72 Faceplate HDCS 80 Ferramentas e acessórios 84 Cabos HDCS 54 Keystone 62 Patch Cord 66 Patch Panel 72 Faceplate HDCS 80 Ferramentas e acessórios 84 Cabeamento Estruturado Cabos Montados Conectores DIO Racks FTTx Acessórios Conteúdo Geral A família

Leia mais

Voltar. Placas de rede

Voltar. Placas de rede Voltar Placas de rede A placa de rede é o dispositivo de hardware responsável por envio e recebimento de pacotes de dados e pela comunicação do computador com a rede. Existem placas de rede on-board(que

Leia mais

Invólucros Metálicos. Cajas Salientes

Invólucros Metálicos. Cajas Salientes Invólucros Metálicos. Cajas Salientes ÍNDICE Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões Descrição Caixa metálica para instalação

Leia mais

CAROLINE XAVIER FERNANDES RELATÓRIO TÉCNICO DE MEIOS DE TRANSMISSÃO. MEIOS DE TRANSMISSÃO Cabo Coaxial

CAROLINE XAVIER FERNANDES RELATÓRIO TÉCNICO DE MEIOS DE TRANSMISSÃO. MEIOS DE TRANSMISSÃO Cabo Coaxial Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática CAROLINE XAVIER FERNANDES RELATÓRIO

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Rafael Freitas Reale Aluno: Data / / Prova Final de Redes Teoria Base 1) Qual o tipo de ligação e a topologia respectivamente

Leia mais

Meios de transmissão. Professor Leonardo Larback

Meios de transmissão. Professor Leonardo Larback Meios de transmissão Professor Leonardo Larback Meios de transmissão Na comunicação de dados são usados muitos tipos diferentes de meios de transmissão. A escolha correta dos meios de transmissão no projeto

Leia mais

AM@DEUS Manual do Usuário

AM@DEUS Manual do Usuário 80 P R E F Á C I O Este é um produto da marca GTS Network, que está sempre comprometida com o desenvolvimento de soluções inovadoras e de alta qualidade. Este manual descreve, objetivamente, como instalar

Leia mais

DS AGILE SISTEMA DIGITAL INTEGRADO PARA SUBESTAÇÃO DE ENERGIA

DS AGILE SISTEMA DIGITAL INTEGRADO PARA SUBESTAÇÃO DE ENERGIA DS AGILE SISTEMA DIGITAL INTEGRADO PARA SUBESTAÇÃO DE ENERGIA A nova era de Smart Grids inteligentes exige subestações que possuam sistemas de automação mais sofisticados, permitindo aos operadores de

Leia mais

(Versão revista e atualizada do tutorial original publicado em 15/03/2004)

(Versão revista e atualizada do tutorial original publicado em 15/03/2004) Sistemas de Distribuição de CATV e Antenas Coletivas O objetivo deste tutorial é conhecer os componentes utilizados em sistemas de distribuição de CATV (TV à cabo) e antenas coletivas, usadas para a recepção

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Redes de Telecomunicações

Redes de Telecomunicações Redes de Telecomunicações Mestrado em Engenharia Electrotécnica e e de Computadores 1º semestre 2009/2010 Capítulo 1 Introdução João Pires Redes de Telecomunicações (09/10) 2 Aspectos da Evolução das Telecomunicações

Leia mais

Composição. Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes

Composição. Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes Composição Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes Aterramento Fio de boa qualidade A fiação deve ser com aterramento neutro (fio Terra) trabalhando em tomadas tripolares Fio negativo,

Leia mais

(Alimentação) DESLIGADO Sem energia. LIGADO Uma conexão válida foi estabelecida. Pacotes de Dados DESLIGADO Nenhuma conexão estabelecida

(Alimentação) DESLIGADO Sem energia. LIGADO Uma conexão válida foi estabelecida. Pacotes de Dados DESLIGADO Nenhuma conexão estabelecida Parabéns pela aquisição do SWITCH MYMAX 8 PORTAS. Este comutador integra as capacidades do Comutador Rápido de 100Mbps e da Rede Ethernet de 10Mbps em uma mini-embalagem altamente flexível. 1. Conteúdo

Leia mais

Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática

Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática Disciplina: Infraestrutura de Redes de Computadores 04. Meios Físicos de Transmissão Prof. Ronaldo Introdução n

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA FUNDAMENTOS DE REDES REDES DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Material elaborado com base nas apresentações

Leia mais

Manual de Instalação e Operação

Manual de Instalação e Operação Manual de Instalação e Operação CONVERSOR HPNA 3.1 CTS3600EC-F Versão 1.0 Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta documentação pode ser reproduzida sob qualquer forma, sem a autorização da CIANET.

Leia mais

Equipamentos de Rede. Prof. Sérgio Furgeri 1

Equipamentos de Rede. Prof. Sérgio Furgeri 1 Equipamentos de Rede Repetidor (Regenerador do sinal transmitido)* Mais usados nas topologias estrela e barramento Permite aumentar a extensão do cabo Atua na camada física da rede (modelo OSI) Não desempenha

Leia mais

Suportes e acessórios da Série AutoDome

Suportes e acessórios da Série AutoDome Vídeo Suportes e acessórios da Série Suportes e acessórios da Série www.boschsecurity.com/pt u u u u u Caixas de fonte de alimentação de 24 Vac, 120 Vac e 230 Vac Montagem pendente em parede, em esquina,

Leia mais

Tecnologias de Banda Larga

Tecnologias de Banda Larga Banda Larga Banda larga é uma comunicação de dados em alta velocidade. Possui diversas tecnologia associadas a ela. Entre essas tecnologias as mais conhecidas são a ADSL, ISDN, e o Cable Modem. Essas tecnologias

Leia mais

Atlas Copco. Arrefecedores finais, separadores de água e sistemas de purga COMPLETO, FÁCIL DE INSTALAR E MUITO ECONÓMICO

Atlas Copco. Arrefecedores finais, separadores de água e sistemas de purga COMPLETO, FÁCIL DE INSTALAR E MUITO ECONÓMICO Atlas Copco Arrefecedores finais, separadores de água e sistemas de purga COMPLETO, FÁCIL DE INSTALAR E MUITO ECONÓMICO Uma gama de arrefecedores finais efectivos e de separadores de água em conformidade

Leia mais