Ferry-boat AGIOS LAVRENTIOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ferry-boat AGIOS LAVRENTIOS"

Transcrição

1 Ferry-boat AGIOS LAVRENTIOS VISTORIA DE PRÉ-COMPRA EM PIREUS GRÉCIA LD-262/13 Rua Zalony 160 / Rio Grande - Brazil - Fone Fax Page 1/14

2 I SUMÁRIO DE VISTORIA O ferry-boat AGIOS LAVRENTIOS de bandeira grega e registrado no porto de Pireus Grécia, foi inspecionado no dia 8 de julho de 2013 enquanto operava na travessia de passageiros, automóveis, motocicletas e caminhões entre os portos de Perama em Pireus e Paloukia em Salamina, na Grécia. A embarcação foi construída no ano de 2010 em Salamina Grécia. A vistoria foi realizada em conjunto com o Engº Rondon Brandão do Vale da AGERBA, Engº Alexandre Batista de Souza do RBNA Consult e na presença dos Brokers do Armador, empresa Chrispy Shipping and Trading Ltd. de Pireus. Foi obtida plena cooperação do comandante, chefe de maquinas e demais tripulantes para a execução da vistoria e estes fraquearam acesso a todos os compartimentos, operação de equipamentos e visualização de documentos conforme solicitado. No momento da vistoria a embarcação se encontrava em plenas condições operacionais e seu estado de manutenção em geral pode ser considerado como muito bom. A parte exposta do casco acima da linha de flutuação apesar de aparentar ter sido recentemente pintada, apresentava manchas na pintura decorrente da descarga de gases de combustão de outras embarcações, visto que estas atracam uma paralelamente as outras no períodos de carga e descarga. O convés principal, garagem inferior e conveses de superestrutura, se apresentavam com pintura irretocável e com faixas demarcadoras para transito de automóveis devidamente pintadas apesar de não obedecerem os padrões da DPC. Os tanques de lastro inspecionados internamente foram encontrados pintados com tinta epoxy e livres de marcas de corrosão. Estes tanques não são usados para lastro e podem ser considerados como espaços vazios. Salão de passageiros, camarotes da tripulação e ponte de comando foram encontrados limpos e bem mantidos, sendo servidos bom equipamentos de ar condicionado que mantinham eficientemente uma temperatura agradável apesar do calor externo de aproximadamente 32 ºC. Outras áreas comuns também foram verificadas estarem limpas e bem mantidas. Rua Zalony 160 / Rio Grande - Brazil - Fone Fax Page 2/14

3 Os equipamentos de navegação e comunicação na ponte de comando, foram testados e verificados estarem em condições operacionais satisfatórias. A embarcação possui uma praça de maquinas a vante e outra a ré, sendo cada uma equipada com 2 (dois) motores principais e 2 (dois) propulsores azimutais, totalizando 4 (quatro) motores principais e 4 (quatro) propulsores azimutais. Ambas as praças de maquinas foram encontradas em excelentes condições de limpeza sem que fossem notadas manchas de óleo, resíduos líquidos ou detritos no interior das mesmas. Todos os equipamentos instalados foram testados em operação com resultados satisfatórios. As rampas de acesso a embarcação por vante e por ré foram testadas em operação com excelentes resultados e uma das portas de acesso a garagem inferior foi testada em operação levando cerca de um minuto para abertura ou fechamento da mesma. O tempo de desembarque de todos os veículos e passageiros do navio na condição de plenamente carregado com automóveis no convés principal e sem automóveis na garagem inferior, foi medido em aproximadamente 5 minutos. Em resumo, a condição operacional atual da embarcação é muito boa e os ajustes necessários para a operação na travessia pretendida, entre Salvador e Itaparica, estão listadas no item IV do presente relatório. Rua Zalony 160 / Rio Grande - Brazil - Fone Fax Page 3/14

4 II CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS Nome da Embarcação: Porto de Registro: Bandeira: Aramdor: Estaleiro de Construção: AGIOS LAVRENTIOS Pireus Grécia Finix Salaminos Shipping Company Salamina Salamina - Grécia Numero de Registro: Ano de Construção: 2010 Arqueação Bruta: 989,86 Arqueação Liquida: 610,57 Numero IMO: Indicativo de Chamada: SVA3412 Numero MMSI: Comprimento Total: Comprimento entre Perpendiculares: Boca: Pontal: Calado de Verão: Classe: 100,10 m 84,684 m 18,08 m 3,90 m 2,70 m Hellenic Republic (bandeira) Rua Zalony 160 / Rio Grande - Brazil - Fone Fax Page 4/14 /

5 Motorização Motores Principais: (4) motores propulsores CATERPILLAR tipo C32 ACERT com rpm com 2 (duas) turbinas, 4 tempos e 12 cilindros em V. Propulsores Azimutais: (4) Azimutais VETH-Z-DRIVE tipo VZ-550 razão de redução 3,46 : 1 com hélices de 4 (quatro) pás. Motores Geradores: (3) PERKINS tipo 1104C-44TAG2 com rpm resfriados a ar e acoplados a alternadores Olympian tipo GEP110-2 com rpm / 400 V / 50 Hz / 159 A. Bombas de Serviços Gerais / Incêndio e esgoto: (4) bombas Dracos Polemis 40 m 3 /h acionadas por motores elétricos Vilma. Bombas de Diluvio: (2) bombas Dracos Polemis 100 m 3 /h acionadas por motores elétricos Vilma. Bombas de transferência OD: (2) Dracos Polemis 10 m 3 /h Sistema de Tratamento Séptico: (1) BIOCON II 24 m 3 /day Bombas de transferência de resíduos oleosos: (2) Lowara 12 m 3 /h Unidades Hidráulicas para Acionamento das rampas: Compressor de Ar: Sistema de Ar Condicionado: Transformadores: (2) unidades eletro-hidraulicas Airblock / Guanglu (3) Marine Package Air Conditioner Texnirika 3 x 35 KW (2) Athanassiou & Sons Sistema de Água Pressurizada: KHM Jet litros / min. Molinetes para ancoras: (2) um a vante e outro a ré acionados por motor elétrico. Rua Zalony 160 / Rio Grande - Brazil - Fone Fax Page 5/14

6 Capacidades Capacidade de Água de Lastro: 1.534,0 m 3 Óleo Diesel: 69,5 m 3 Água Doce; 46,2 m 3 Tanque Séptico: 1,0 m 3 Tanques de resíduos: 29,3 m 3 Capacidade de Automóveis: 136 no convés principal (observação 1) 36 na garagem inferior (observação 1) Capacidade de Caminhões: 26 caminhões de 12 metros Capacidade de Passageiros: 574 pessoas (observação 2) Resistência do Convés: 11 toneladas por eixo Observação 1: A capacidade de automóveis informada acima, esta considerando uma arrumação muito compacta dos veículos, inclusive com impedimento da abertura de portas dos mesmos. Avaliamos que a capacidade ideal a ser considerada seria de 116 veículos no convés principal e 26 no convés inferior, totalizando 142 automóveis. Esta capacidade poderá ser alterada em função da criação de novos espaços para passageiros no convés principal, conforme previsto no item IV deste relatório. Observação 2: A capacidade de passageiros atual deverá ser reavaliada em função dos espaços disponíveis da embarcação e considerando os critérios de estabilidade e habitabilidade aplicáveis conforme as Normas da Autoridade Marítima Brasileira. Navegação e Radio Comunicação Radar: SIMRAD RA55 GPS: NORTHSTAR Explorer 650 VHF: NORTHSTAR Explorer 710 (2) AGULHA MAGNÉTICA: ARTICA PILOTO AUTOMÁTICO: VETH Rua Zalony 160 / Rio Grande - Brazil - Fone Fax Page 6/14

7 III DESCRIÇÃO TÉCNICA A embarcação vistoriada é um ferry-boat construído em aço naval e destinada ao transporte de passageiros, automóveis, motocicletas e caminhões, tendo como principal característica o fato de apresentar extremidades simétricas com rampas de acesso. Veículos são transportados em uma garagem inferior e um convés principal e passageiros são acomodados em um salão fechado situado no convés do salão e em áreas externas dotadas de bancos no convés superior. O casco da embarcação esta subdivido por 2(duas) anteparas longitudinais estanques e 11(onze) anteparas transversais estanques formando a seguinte configuração: Pique tanque de proa, praça de maquinas de proa sobre o tanque de fundo duplo central no.1, tanques de fundo duplo centrais no. 2 a 9, tanques laterais de no. 2 a 9 BB&BE, praça de maquinas de ré sobre o tanque de fundo duplo no. 10 e pique tanque de popa. Os tanques de água doce estão inseridos nos tanques laterais 5 BB e 6 BE, os tanques de óleo diesel nos tanques laterais no. 2 e 3 de BB e nos tanques laterais 8 e 9 de BE, e os tanques de resíduos nos tanques de fundo duplo no. 2 e 9 centrais. Em anexo plano de Arranjo Geral da embarcação. O casco da embarcação se apresenta, até onde pode ser visto, em boas condições, sem que fossem notadas avarias, mossas ou outros defeitos. A pintura amarela esta em boas condições, apesar de apresentar manchas na parte de vante e de ré, causadas pela descarga de gases de outros ferries quando atracados paralelamente. A parte azul do casco está em boas condições, e leve incrustação marinha pode ser notada. As marcações de calado, borda livre, nome e porto de registro da embarcação deverão ser revistas e adequadas as normas brasileiras. Tanques de Lastro O pique tanque de proa e o tanque de fundo duplo no. 5 BE foram internamente inspecionados e encontrados em excelentes condições sem indícios de corrosão. Os mesmos são internamente pintados com tinta epoxy em perfeitas condições. Não estão instalados anodos de sacrifício. O tanque de água doce de BB também foi internamente inspecionado e encontrado em perfeitas condições. Rua Zalony 160 / Rio Grande - Brazil - Fone Fax Page 7/14

8 Conveses e Superestruturas A embarcação possui uma garagem inferior sobre os tanques de duplo fundo, acessada por veículos através de duas rampas/portas acionadas hidraulicamente, ambas situadas na linha de centro, uma avante e outra a ré. Esta garagem atualmente esta sem uso e a pintura branca do piso e laterais esta irretocável. Existe um acesso para passageiros na lateral de vante e outro na lateral de ré, onde em um compartimento contiguo, estão localizados os ventiladores que provêem circulação de ar forçada dentro da garagem. As rampas são acionadas por sistema hidráulico e travadas na posição por pilares rebatíveis de fácil manuseio. As rampas possuem sistema de vedação por caneletas e borrachas e existem dispositivos de fim de curso com alarme na ponte de comando. Os pocetos de vante e de ré da garagem inferior são dotados de sistema de alarme com disparo na ponte de comando. O convés principal é acessado por vante e por ré através de rampas rebatíveis acionadas hidraulicamente. O sistema hidráulico de operação das rampas é composto de dois pistões, um por bordo, conectados a cabos de aço que através de roldanas elevam ou baixam as rampas. A estanqueidade das rampas e provida por meio de caneletas e borrachas de vedação e existem dispositivos de fim de curso com alarme na ponte de comando e dois pinos acionados manualmente para travamento das mesmas na posição fechada. parcialmente fechadas. Atualmente em virtude do pequeno percurso percorrido, as rampas viajam As unidades eletro-hidráulicas das rampas estão localizadas nos paióis laterais, um por boreste a vante e outro por bombordo a ré. os paióis de amarra. Nos paióis laterais opostos estão localizados No convés principal estão localizados os acessos as praças de maquinas, saídas de emergência das mesmas, acessos a garagem inferior, dutos de ventilação, suspiros dos tanques, dutos de descarga de resíduos e quatro escadas laterais de acesso ao convés intermediário. Por um dos bordos do convés intermediário, existe uma passarela de uso da tripulação para acesso os hidrantes da rede de incêndio. Todos as balaustradas e corrimões atendem os padrões da NORMAN. Ver Arranjo Geral anexo. Rua Zalony 160 / Rio Grande - Brazil - Fone Fax Page 8/14

9 Acomodações Do convés intermediário 4 (quatro) escadas laterais acessam o convés do salão, onde esta situado o salão de passageiros que possui conjunto de mesas e cadeiras bem como sofás acolchoados dispostos longitudinalmente e transversalmente. O salão possui piso em lâminas de madeira, forro laminado e mobiliário de boa qualidade estando tudo em boas condições, sem indícios de desgaste. O salão possui também um bar central em uma das laterais equipado com pia, freezer, geladeira, balcão e armários, estando atualmente fora de uso. O salão de passageiros é acessado por 4 (quatro) portas laterais, e possui janelas panorâmicas frontais e laterais, estando servido por um sistema de ar condicionado que no momento da vistoria funcionava de forma eficiente. Na lateral de boreste deste convés, existem um banheiro feminino e outro masculino, cada um dotado com 3 (três) vasos sanitários e 3 (três) pias. Do convés do salão, 2 (duas) escadas centrais acessam o convés superior onde externamente estão localizados diversos bancos para acomodação de passageiros. Sobre estas áreas, existem estruturas tubulares preparadas para a colocação de um toldo em lona ou material similar. No centro deste convés esta localizada a casaria que abriga o compartimento das unidades de ar condicionado e 5 (cinco) camarotes para tripulantes, cada um possuindo banheiro próprio. Estes compartimentos poderão eventualmente serem convertidos em áreas para passageiros. Passadiço Deste convés, 2 (duas) escadas uma por vante e outra por ré, acessam o passadiço. O passadiço é revestido no piso com laminas de madeira e com forro laminado, possuindo uma mesa de trabalho e um conjunto de sofá e mesa em cada bordo, e um conjunto central de comando formado por dois gabinetes laterais revestidos em madeira. Nestes gabinetes estão montados todos os equipamentos de navegação, comunicação e controle dos motores e geradores. Rua Zalony 160 / Rio Grande - Brazil - Fone Fax Page 9/14

10 O passadiço também esta equipado com um sistema de comunicação interno conectado às praças de maquinas, estações de operação das rampas e camarotes. Existe também um equipamento de comunicação e avisos ao publico. É importante ressaltar que toda a operação das maquinas pode ser feita remotamente via passadiço, existindo repetidores no passadiço de todos os painéis e comandos dos motores principais e auxiliares. O ambiente é refrigerado através de aberturas no piso por onde flui o ar condicionado. Janelas panorâmicas estão localizadas em toda a volta do passadiço, proporcionando excelente visão para navegação e das operações de embarque e desembarque. A condição de pintura e manutenção de todos os conveses é excelente. Maquinaria de Convés Nas extremidades de bombordo avante e boreste a ré do convés intermediário estão localizados os molinetes das ancoras acionados por motor elétrico. A embarcação possui duas ancoras com 1 t cada que aparentam pouquíssimo uso. A embarcação não possui cabrestantes e o manuseio de cabos é realizado com o auxilio de cabeços duplos localizados no convés intermediário. Todos os cabos de amarração se apresentam em ótimo estado de conservação, com pouco uso. Maquinária A embarcação possui 2 (duas) praças de maquinas distintas, uma localizada na extremidade de vante e outra na extremidade de ré. Em cada praça de maquinas estão montados transversalmente dois motores propulsores CATERPILLAR C32 ACERT eletrônicos com potencia de rpm conectados a propulsores Azimutais VETH -Z-DRIVE. Na praça de maquinas de vante estão situados os motores propulsores nos. 1 e 2, os geradores de nos. 1 e 2, um quadro elétrico principal, dois transformadores, duas bombas centrifugas verticais para serviços gerais e incêndio, uma bomba centrifuga vertical para sistema de dilúvio, uma bomba para transferência de óleo diesel, uma bomba para transferência de resíduos oleosos, dois tanques pressurizadores e um ventilador para a praça de maquinas. Na praça de maquinas de re estão situados os motores propulsores nos. 3 e 4, o gerador no. 3, um quadro elétrico, duas bombas centrifugas verticais para serviços gerais e incên- Rua Zalony 160 / Rio Grande - Brazil - Fone Fax Page 10/14

11 dio, uma bomba centrifuga vertical para o sistema de ar condicionado, uma bomba para transferência de óleo diesel, uma bomba para transferência de resíduos oleosos, um compressor de ar para serviços gerais, uma unidade de tratamento de esgoto e um ventilador para a praça de maquinas. Estes espaços foram encontrados extremamente limpos, livres de resíduos de qualquer espécie, bem iluminados e ventilados. Os pocetos das praças de maquinas são dotados de alarmes com indicação no passadiço. As bombas de incêndio foram testadas em operação com resultados satisfatórios. Os motores principais apresentavam naquela data as seguintes horas de uso: - No horas - No horas - No horas - No horas Os motores geradores apresentavam naquela data as seguintes horas de uso: - No horas - No horas - No horas A velocidade máxima declarada da embarcação é de 13,8 nós a 1800 rpm e a de cruzeiro é 13,0 nós a 90%. Durante a prova de mar, com os motores a uma rotação média de 1600 rpm, foi obtida uma velocidade de 10,1 nós. Velocidade maior não pode ser desenvolvida devido a curta distância do trajeto, águas de pouca profundidade e restrição de trafego marítimo. O governo da embarcação proporcionado pelos propulsores azimutais que direcionam o fluxo dos hélices em 360º, é excelente e garante controle total nas manobras de atracação e desatracação. Todo o controle de governo e navegação é feito através de 2 (dois) joysticks nos gabinetes de comando. O consumo instantâneo de acordo com os painéis eletrônicos dos motores foi de aproximadamente 50 litros por hora por motor individual a uma rotação equivalente de 1500 rpm. Rua Zalony 160 / Rio Grande - Brazil - Fone Fax Page 11/14

12 Os geradores, diversas bombas, ventiladores e outros equipamentos das praças de maquinas foram testados em operação e todos encontrados em excelentes condições. Segundo informado, não existem sobressalentes disponíveis a bordo devida a facilidade de obtenção dos mesmos em curto prazo no mercado local. Equipamentos de Segurança e Combate a incêndio A embarcação de acordo com o certificado de segurança de navegação, esta dotada com 15 aparelhos flutuantes para 20 passageiros cada, 574 coletes para adultos e 57 para crianças e 6 boias salva-vidas simples e 2 com retinidas. No entanto acreditamos que estes equipamentos poderão não ser aceitos pela autoridade marítima brasileira por não serem homologadas pela DPC. Existem a bordo de acordo com o certificado, um total de 43 extintores portáteis de incêndio, abrangendo os de pó químico e os de espumas. A mesma observação acima se aplica. O sistema de prevenção e combate a incêndio é composto por detectores de fumaça nas praças de maquinas, na garagem inferior, salão de passageiros, acomodações da tripulação e ponte de comando, com central de alarme no passadiço. Sistema de dilúvio atende a garagem inferior e o convés principal, e sistema de combate a incêndio por redes e bombas abrange todas as áreas da embarcação. A preparação para um sistema de sprinklers já esta instalada com a colocação de redes e terminais de sprinkler na expectativa de que algum dia o sistema se torne mandatório. No entanto bombas e tanques pressurizadores não foram instalados. Certificados Estatutários Foram apresentados os seguintes certificados principais, cujas copias estão em anexo: - Certificado de Nacionalidade Grega emitido em 19/01/2010; - Certificado de Segurança de Navegação valido até 26/12/2013; - Certificado de Arqueação emitido em 13/01/2010; - Certificado de Borda Livre valido até 14/01/2015; Rua Zalony 160 / Rio Grande - Brazil - Fone Fax Page 12/14

13 - Certificado de Prevenção de Poluição valido até 20/01/2015; - Certificado de Anti-Fouling emitido em 10/01/2012; - Licença de Estação Radio emitida em 5/01/2011; - Certificado de Inspeção dos Extintores de Incêndio Portáteis emitido em 18/11/2012. De acordo com o Certificado de Segurança de Navegação, a ultima docagem da embarcação ocorreu em 03/01/2012. IV RECOMENDAÇÕES TÉCNICAS Os seguintes itens deverão ser observados afim de atender os requisitos da autoridade marítima brasileira: 1) Considerando que a embarcação deverá atender ao prescrito na NORMAN02 Capitulo 3 item 333 que incorpora o decreto Nº 5296 que versa sobre Direitos das Pessoas com Deficiência Física, seria necessária a construção de áreas de permanência e sanitários adequados no nível do convés principal, uma vez que o acesso aos conveses superiores somente é possível através de escadas. Assim sendo deveriam ser construídas duas áreas abrigadas que poderiam ser acessadas por cadeirantes ou pessoas idosas, e que deveriam conter assentos. Tais abrigos poderiam ser construídos junto aos costados por ambos os bordos, sem ocupar espaço em demasia e não comprometendo significativamente a capacidade de transporte de veículos; 2) Caso a Autoridade Marítima brasileira não aceita os equipamentos de salvatagem originais, os mesmos deverão ser substituídos por equipamento homologado e adequado a nova capacidade de passageiros; 3) Os planos, estudos e documentação técnica em geral da embarcação, deverão ser refeitos e submetidos à classificadora e autoridade marítima para emissão de novos certificados estatutários e de classe; 4) Deverá ser providenciada a colocação de toldos ou outro meio de cobertura no convés superior afim de propiciar abrigo aos passageiros que viajarão nestas áreas desde que estes não prejudiquem a visibilidade do passadiço; Rua Zalony 160 / Rio Grande - Brazil - Fone Fax Page 13/14

14 5) Novos avisos e sinais diversos deverão ser instalados aos existentes, que se encontram na língua grega; 6) As placas indicadoras da grande maioria dos equipamentos deverão ser substituídas por novas na língua portuguesa; 7) Convém ressaltar que a freqüência elétrica atual do navio é de 50 Hz, conforme padrão europeu. A substituição de equipamentos elétricos rotativos, quando necessário, poderá ser comprometida, e uma solução de engenharia elétrica deverá ser estudada, possívelmente com a adoção de inversores para retificação da corrente elétrica. De momento, no entanto, toda a instalação elétrica existente esta plenamente operacional; 8) As saídas de emergência das praças de máquinas deverão ter suas dimensões ampliadas para atender requisitos da NORMAN ou um isenção junto ao DPC deverá ser pleiteada. Salvador, 22 de julho de Anexos: - Relatório Fotográfico; - Plano de Arranjo Geral; - Certificados diversos; - Termo de Notificação aos Armadores da Inspeção Técnica a ser realizada emitido pela SEINFRA. Rua Zalony 160 / Rio Grande - Brazil - Fone Fax Page 14/14.../

PROGRAMA CAMINHO DA ESCOLA

PROGRAMA CAMINHO DA ESCOLA PROGRAMA CAMINHO DA ESCOLA Parte l Rev TRANSPORTE DE ALUNOS ATIVIDADES DIDÁTICAS EM TRÂNSITO ATIVIDADES DIDÁTICAS TEMÁTICAS Arquitetura Naval catamarã para transporte de passageiros/alunos embarcação de

Leia mais

A) Ônibus com capacidade para 23, 31 e 44 passageiros:

A) Ônibus com capacidade para 23, 31 e 44 passageiros: ANEXO IV - RESOLUÇÃO Nº 035/2007/CD/FNDE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA CAMINHO DA ESCOLA ESPECIFICAÇÕES A) Ônibus com capacidade para 23, 31 e 44 passageiros:

Leia mais

: CATERPILLAR DUPLO C12 2x715 HP (28 nós) o Motores (opcional)

: CATERPILLAR DUPLO C12 2x715 HP (28 nós) o Motores (opcional) Waveshuttle 56 Viagens de negócios de classe com vistas deslumbrantes Dimensões básicas o Comprimento total : 59 05 (18,126 m) o Comprimento do convés : 57 05 (17,516 m) o Vau : 16 (4,88 m) o Draft : 3

Leia mais

(Código INF) Capítulo 1. Generalidades. 1.1 Definições. 1.1.1 Para os efeitos deste Código:

(Código INF) Capítulo 1. Generalidades. 1.1 Definições. 1.1.1 Para os efeitos deste Código: CÓDIGO INTERNACIONAL PARA O TRANSPORTE SEGURO DE COMBUSTÍVEL NUCLEAR IRRADIADO, PLUTÔNIO E RESÍDUOS COM ELEVADO NÍVEL DE RADIOATIVIDADE, SOB A FORMA EMBALAGEM, A BORDO DE NAVIOS (Código INF) Capítulo 1

Leia mais

Material do curso PPRA EXPERT Apostila do aluno

Material do curso PPRA EXPERT Apostila do aluno PPRA MANUAL PRÁTICO PARA ELABORAÇÃO FORMULÁRIO PARA RECONHECIMENTO DOS RISCOS AMBIENTAIS Material do curso PPRA EXPERT Apostila do aluno RECONHECIMENTO DOS RISCOS AMBIENTAIS Esse Formulário deve ser aplicado

Leia mais

CAPÍTULO 3 LANCHA DE PRÁTICO, LANCHA DE APOIO E ATALAIA SEÇÃO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO 3 LANCHA DE PRÁTICO, LANCHA DE APOIO E ATALAIA SEÇÃO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES CAPÍTULO 3 LANCHA DE PRÁTICO, LANCHA DE APOIO E ATALAIA SEÇÃO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES 0301 - INTRODUÇÃO A Diretoria de Portos e Costas recomenda e incentiva que em cada Zona de Praticagem exista apenas

Leia mais

Smart Own FZE POBOX 38035, Dubai, UAE Tel: +971 4 4438970 Fax: +971 4 4438692 Email: info@smartown.ae www.smartown.ae

Smart Own FZE POBOX 38035, Dubai, UAE Tel: +971 4 4438970 Fax: +971 4 4438692 Email: info@smartown.ae www.smartown.ae Laguna 60 Concept Embarcação de consumo eficiente de 120 assentos para rios e lagoas Dimensões principais: Materiais do casco e do convés : GRP Comprimento : 18,0 metros Vau : 4,90 metros Draft : 0,95

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº.

SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº. SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO Corpo de Bombeiros INSTRUÇÃO TÉCNICA Nº. 35/2011 Túnel rodoviário SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências

Leia mais

COMPANHIA DOCAS DO RIO GRANDE DO NORTE

COMPANHIA DOCAS DO RIO GRANDE DO NORTE COMPANHIA DOCAS DO RIO GRANDE DO NORTE SEDE: Av. Engº Hildebrando de Góis, 220 Ribeira CEP: 59010-700 CGC/MF: 34.040.345/0001-90 Insc.Est.: 20.061.797-4 Natal/RN (084) 4005-5301 FAX: (84) 4005-5320 TERMO

Leia mais

HORNBECK OFFSHORE FROTA DP-2 OSV

HORNBECK OFFSHORE FROTA DP-2 OSV HORNBECK OFFSHORE FROTA DP-2 OSV HORNBECK OFFSHORE SERViCES APRESENTA A NOVA FROTA HOSMAX, SUAS MAIS MODERNAS EMBARCAÇÕES DE APOIO MARÍTIMO (CLASSE 300 PÉS). ESTES PSVs DP-2, BANDEIRAS AMERICANAS EM CONFORMIDADE

Leia mais

REGULAMENTO UNICO PARA O TRANSPORTE DE MERCADORIAS SOBRE O CONVÉS EM EMBARCAÇÕES DA HIDROVIA ÍNDICE

REGULAMENTO UNICO PARA O TRANSPORTE DE MERCADORIAS SOBRE O CONVÉS EM EMBARCAÇÕES DA HIDROVIA ÍNDICE REGULAMENTO UNICO PARA O TRANSPORTE DE MERCADORIAS SOBRE O CONVÉS EM EMBARCAÇÕES DA HIDROVIA ÍNDICE Assunto página 1. Normas Aplicáveis 2 2. Tipo de Carga 2 3. Embarcações Excluídas 2 4. Estabilidade 2

Leia mais

GUIA DE VISTORIAS PARA CLASSIFICAÇÃO DE PRODUTOS

GUIA DE VISTORIAS PARA CLASSIFICAÇÃO DE PRODUTOS GUIA DE VISTORIAS PARA CLASSIFICAÇÃO DE PRODUTOS 2010 NAVEGAÇÃO EM MAR ABERTO E INTERIOR RBNA - Registro Brasileiro de Navios e Aeronaves Matriz: Av. Rio Branco, n 0 124-17 0 andar - Centro - Rio de Janeiro.

Leia mais

COMPANHIA DE ÁGUA E ESGOTOS DA PARAÍBA DIRETORIA DE EXPANSÃO GERÊNCIA EXECUTIVA DE PLANEJAMENTO E PROJETOS

COMPANHIA DE ÁGUA E ESGOTOS DA PARAÍBA DIRETORIA DE EXPANSÃO GERÊNCIA EXECUTIVA DE PLANEJAMENTO E PROJETOS 1 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DO GRUPO GERADOR - 30 KVA ESTAÇÃO ELEVATÓRIA DE ESGOTO - EEE1 JARDIM CIDADE UNIVERSITÁRIA 1. OBJETIVO Esta especificação técnica apresenta as características técnicas e comerciais

Leia mais

ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES

ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES ANEXO XVII PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS E EDIFICAÇÕES Complexo Esportivo de Deodoro Edital 1.10 1. Instalações Hidráulicas e Sanitárias Os serviços de manutenção de instalações hidráulicas e sanitárias,

Leia mais

www.mcpyachts.com.br

www.mcpyachts.com.br www.mcpyachts.com.br O segundo iate da linha Europa 100 possui 290m² de áreas de lazer divididas em quatro conveses. Projetado e construído pela MCP Yachts para um cliente russo, o Red Pearl se torna único

Leia mais

VEMAQ 10-1 - CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS 1.1 - APRESENTAÇÃO

VEMAQ 10-1 - CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS 1.1 - APRESENTAÇÃO Equipamento: COLETOR COMPACTADOR DE LIXO 10 m³ Modelo : CCL-10 Aplicação: Coleta de resíduos domésticos e/ou industriais,selecionados ou não Fabricante: VEMAQ - Indústria Mecânica de Máquinas Ltda 1 -

Leia mais

NR 23 - PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS COMBATE AO FOGO CLASSES DE FOGO. SENAI - Carlos Eduardo do Vale Melo NR-23 PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO

NR 23 - PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS COMBATE AO FOGO CLASSES DE FOGO. SENAI - Carlos Eduardo do Vale Melo NR-23 PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO NR- PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO NR - PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS A proteção contra incêndios é uma das Normas Regulamentadoras que disciplina sobre as regras complementares de segurança e saúde no trabalho

Leia mais

Anexo III - ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS. ITEM ESPECIFICAÇÃO UNIDADE VALOR 01 Tanque c/ equipamento combinado c/capacidade para 6m³ litros

Anexo III - ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS. ITEM ESPECIFICAÇÃO UNIDADE VALOR 01 Tanque c/ equipamento combinado c/capacidade para 6m³ litros Anexo III - ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS ITEM ESPECIFICAÇÃO UNIDADE VALOR 01 Tanque c/ equipamento combinado c/capacidade para 6m³ litros 01 (Instalado sobre reboque agrícola). 1 1 TANQUE RESERVATÓRIO: Tanque

Leia mais

Trator de Rodas Derrubador-Amontoador

Trator de Rodas Derrubador-Amontoador 553 563 573 Trator de Rodas Derrubador-Amontoador 553 563 573 Motor Motor CAT C6.6 ACERT Motor CAT C7 ACERT Motor CAT C7 ACERT Comp. Classe III Comp. Classe III Comp. Classe III Potência Bruta 129 kw (173

Leia mais

Sistema de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional Identificação: PROSHISET 06

Sistema de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional Identificação: PROSHISET 06 Extintores de Incêndio Portáteis. Revisão: 00 Folha: 1 de 7 1. Objetivo Assegurar que todos os canteiros de obras atendam as exigências para utilização dos extintores de incêndio portáteis de acordo com

Leia mais

Turbocompressor modelo ABS HST 20

Turbocompressor modelo ABS HST 20 Turbocompressor modelo ABS HST 20 Principais Aplicações O turbocompressor modelo ABS HST 20 é altamente adequado para as seguintes áreas de aplicação: Aeração de água, efluentes ou outros líquidos Flotação

Leia mais

UM OLHAR SOBRE O COMPRESSOR NOS CONSULTÓRIOS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS

UM OLHAR SOBRE O COMPRESSOR NOS CONSULTÓRIOS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS UM OLHAR SOBRE O COMPRESSOR NOS CONSULTÓRIOS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS NAS INSPEÇÕES DE CONSULTÓRIOS E CLÍNICAS ODONTOLÓGICAS ATÉ RECENTEMENTE NÃO ERA DADA A DEVIDA ATENÇÃO AO COMPRESSOR - TIPO - LOCAL

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS LICITAÇÃO Nº PP03060001/2013. Item Especificação Unid Vr. Unit Vr. Total

ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS LICITAÇÃO Nº PP03060001/2013. Item Especificação Unid Vr. Unit Vr. Total ANEXO III 1 ESPECIFICAÇÕES DOS OBJETOS LICITAÇÃO Nº PP03060001/2013 Item Especificação Unid Vr. Unit Vr. Total 1 CAMINHÃO TOCO COM CAPACIDADE DE CARGA ÚTIL VARIANDO DE 10.000 A 12.000KG. DEVERÁ COMPOR

Leia mais

EMBARCAÇÕES DE PESCA (Construção em Alumínio Marítimo)

EMBARCAÇÕES DE PESCA (Construção em Alumínio Marítimo) Divisão de Construção Naval SOUNETE - FÁBRICA DE APRESTOS METÁLICOS, LDA. RUA DA SEARA, 588 - OLIVEIRA DO DOURO APARTADO, 290 4431-904 VILA NOVA DE GAIA - PORTUGAL TELEFONES (351) 227860930 - FAX (351)

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 27 CONSIDERANDO:

RESOLUÇÃO N.º 27 CONSIDERANDO: PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE COMISSÃO CONSULTIVA PARA PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO RESOLUÇÃO N.º 27 Interpreta a aplicação dos artigos 103 e 104 da Lei Complementar 420/98 A Comissão Consultiva Para

Leia mais

EDIFÍCIO AFONSO PENA 2300

EDIFÍCIO AFONSO PENA 2300 EDIFÍCIO AFONSO PENA 2300 BELO HORIZONTE MG Apresentação: Condomínio Edifício Afonso Pena, 2.300 Endereço: Afonso Pena, 2.300 Bairro: Centro Esquina com Rio Grande do Norte Belo Horizonte BH Localização:

Leia mais

NPT 029 COMERCIALIZAÇÃO, DISTRIBUIÇÃO E UTILIZAÇÃO DE GÁS NATURAL

NPT 029 COMERCIALIZAÇÃO, DISTRIBUIÇÃO E UTILIZAÇÃO DE GÁS NATURAL Outubro 2011 Vigência: 08 Janeiro 2012 NPT 029 Comercialização, distribuição e utilização de gás natural CORPO DE BOMBEIROS BM/7 Versão: 01 Norma de Procedimento Técnico 5 páginas SUMÁRIO 1 Objetivo 2

Leia mais

DESCRITIVO TÉCNICO. 1 Alimentador

DESCRITIVO TÉCNICO. 1 Alimentador DESCRITIVO TÉCNICO Nome Equipamento: Máquina automática para corte de silício 45º e perna central até 400 mm largura Código: MQ-0039-NEP Código Finame: *** Classificação Fiscal: 8462.39.0101 1 Alimentador

Leia mais

MONTAGEM INDUSTRIAL UNIDADE II O CANTEIRO DE OBRAS

MONTAGEM INDUSTRIAL UNIDADE II O CANTEIRO DE OBRAS MONTAGEM INDUSTRIAL UNIDADE II O CANTEIRO DE OBRAS O canteiro de obras Introdução Sistema de produção Em muitos casos de obras de construção e montagem o canteiro de obras pode ser comparado a uma fábrica

Leia mais

ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO OCEANOGRÁFICO ESCOLA POLITÉCNICA EPUSP FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO REQUISITOS PARA O NAVIO DE PESQUISA DO INSTITUTO OCEANOGRÁFICO (versão 7 21/02/02) OBJETIVO DO NAVIO O navio de pesquisa

Leia mais

Chiller Industrial Quando confiabilidade faz a diferença

Chiller Industrial Quando confiabilidade faz a diferença Chiller Industrial Quando confiabilidade faz a diferença Produzidos com os melhores componentes disponíveis no mundo e projetados com foco em economia de energia e facilidade de operação e manutenção,

Leia mais

Especifi cação técnica Pavimentadora de Concreto SP 850

Especifi cação técnica Pavimentadora de Concreto SP 850 Especifi cação técnica Pavimentadora de Concreto SP 850 Especificação técnica Pavimentadora de concreto SP 850 Vibradores e circuitos Vibração elétrica 24 conexões Vibradores acionados eletricamente Curvos

Leia mais

ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS II AT-102

ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS II AT-102 Universidade Federal do Paraná Curso de Engenharia Industrial Madeireira ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS II AT-102 Dr. Alan Sulato de Andrade alansulato@ufpr.br INTRODUÇÃO: Embreagens são elementos que

Leia mais

Equipamentos de salvatagem e combate a incêndio

Equipamentos de salvatagem e combate a incêndio Equipamentos de salvatagem e combate a incêndio Os equipamentos de salvatagem e combate á incêndio são essenciais para que seja mantida a segurança dos tripulantes quando o navio estiver em operação. A

Leia mais

DEFINIÇÕES. Plano diametral plano de simetria ou plano longitudinal Plano de flutuação Plano transversal

DEFINIÇÕES. Plano diametral plano de simetria ou plano longitudinal Plano de flutuação Plano transversal GEOMETRIA DO NAVIO DEFINIÇÕES Plano diametral plano de simetria ou plano longitudinal Plano de flutuação Plano transversal Linha de flutuação: interseção da superfície da água com o contorno exterior do

Leia mais

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO O objeto de Termo de Referência consiste na contratação de empresa especializada na prestação de serviços de reforma e modernização do sistema de transporte vertical

Leia mais

Memorial Descritivo CHUVEIROS AUTOMÁTICOS

Memorial Descritivo CHUVEIROS AUTOMÁTICOS 1/8 GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO AMAPÁ DIVISÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS SEÇÃO DE ANÁLISE DE PROJETOS 1. Normas de referência: NBR 10.897-ABNT 1.1. Outras normas: 2. Nome

Leia mais

O Código INF e navios construídos com um propósito

O Código INF e navios construídos com um propósito WNTI W O R L D N U C L E A R T R A N S P O RT I N S T I T U T E FICHA DESCRITIVA O Código INF e navios construídos com um propósito Dedicado ao transporte seguro, eficiente e confiável de materiais radioativoss

Leia mais

A SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS NAS EDIFICAÇÕES

A SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS NAS EDIFICAÇÕES A SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS NAS EDIFICAÇÕES 1 OBJETIVOS DO PROJETO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO A proteção da vida humana A proteção do patrimônio A continuidade do processo produtivo 2 O CÍRCULO DE PROTEÇÃO

Leia mais

LAVADORAS CATÁLOGO DIGITAL

LAVADORAS CATÁLOGO DIGITAL LAVADORAS CATÁLOGO DIGITAL Lavadora de Bebedouro Imagem Ilustrativa - mesas opcionais Lavadora desenvolvida especificamente para higienização de gaiolas e bebedouros em biotérios, já acondicionados em

Leia mais

1 - O novo capítulo IX que se segue é adicionado ao anexo: «CAPÍTULO IX Gestão para a exploração segura dos navios. Regra 1 Definições

1 - O novo capítulo IX que se segue é adicionado ao anexo: «CAPÍTULO IX Gestão para a exploração segura dos navios. Regra 1 Definições Decreto n.º 21/98 Emendas ao anexo da Convenção Internacional para a Salvaguarda da Vida Humana no Mar, 1974 (SOLAS 74), adoptadas pela Conferência SOLAS 1994, que se referem à introdução dos novos capítulos

Leia mais

1ª RETIFICAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 413/2014 - CPL 04 SESACRE

1ª RETIFICAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 413/2014 - CPL 04 SESACRE 1ª RETIFICAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 413/2014 - CPL 04 SESACRE OBJETO: Aquisição de Equipamentos, Mobiliários, Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos, para atender as Necessidades

Leia mais

ECV 5644 Instalações II

ECV 5644 Instalações II SISTEMA DE GÁS CENTRALIZADO Fonte: ETFSC Este Sistema também é conhecido como SISTEMA DE GÁS COMBUSTIVEL CENTRALIZADO, é constituído basicamente das seguintes instalações: 1. Central de Gás (Central de

Leia mais

EMPRESA GERENCIAL DE PROJETOS NAVAIS - EMGEPRON CARGO: VISTORIADOR NAVAL

EMPRESA GERENCIAL DE PROJETOS NAVAIS - EMGEPRON CARGO: VISTORIADOR NAVAL EMPRESA GERENCIAL DE PROJETOS NAVAIS - EMGEPRON CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N 0 03/2008 CARGO: VISTORIADOR NAVAL INSTRUÇÕES GERAIS I. Nesta prova, você encontrará 5 (cinco) páginas numeradas seqüencialmente,

Leia mais

Definições (NORMAM-2)

Definições (NORMAM-2) Definições (NORMAM-2) Embarcação - Qualquer construção, inclusive as plataformas flutuantes e as fixas quando rebocadas, sujeita a inscrição na autoridade marítima e suscetível de se locomover na água,

Leia mais

FICHA MODELO DA SINOPSE DO LAUDO

FICHA MODELO DA SINOPSE DO LAUDO FICHA MODELO DA SINOPSE DO LAUDO A Ficha objetiva apresentação de SINOPSE do laudo, padronizada, a fim de auxiliar a análise e encaminhamento do mesmo para os interessados. Conforme modelo que segue, o

Leia mais

NR 13 NORMA REGULAMENTADORA 13

NR 13 NORMA REGULAMENTADORA 13 NR 13 NORMA REGULAMENTADORA 13 CUSTOS VISÍVEIS MÃO DE OBRA MATERIAIS SERVIÇOS DE TERCEIROS C U S T O S I N V I S I V E I S CUSTO DE MANUTENÇÃO / CUSTOS TOTAIS CUSTO DE MANUTENÇÃO / FATURAMENTO CUSTOS

Leia mais

Edifícios Consolação I e II

Edifícios Consolação I e II Edifícios Consolação I e II Os edifícios Consolação I e II estão localizados na Rua da Consolação, 2.403/2.411/2387, na quadra delimitada Rua Bela Cintra e Antonio Carlos, Bela Vista - São Paulo, SP. Trata-se

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA COORDENADORIA DE MANUTENÇÃO LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA COORDENADORIA DE MANUTENÇÃO LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS LOCAL: SETOR/ENDEREÇO: PERÍODO: RESPONSÁVEL PELAS INFORMAÇÕES: LISTA DE VERIFICAÇÕES SERVIÇOS PREVENTIVOS SISTEMAS HIDROSSANITÁRIOS PERÍODICIDADE SERVIÇOS PREVENTIVOS STATUS SEMANA 01 DIÁRIO Verificação

Leia mais

GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300. Capacidade de Elevação 130t

GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300. Capacidade de Elevação 130t GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300 Capacidade de Elevação 130t PÁGINA 01 GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300 Comprimento da extensão total da lança principal de 60m, perfil U, placa de aço WELDOX de alta resistência.

Leia mais

ANEXOS DIRETIVA DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO

ANEXOS DIRETIVA DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 6.6.2016 COM(2016) 371 final ANNEXES 1 to 4 ANEXOS da DIRETIVA DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO relativa a um sistema de inspeções para a segurança da exploração de ferries

Leia mais

Caro Amigo (a) Grato por escolher a mais moderna maneira de estudar e de ter como arquivo os principais procedimentos de um bom marinheiro Esta

Caro Amigo (a) Grato por escolher a mais moderna maneira de estudar e de ter como arquivo os principais procedimentos de um bom marinheiro Esta Caro Amigo (a) Grato por escolher a mais moderna maneira de estudar e de ter como arquivo os principais procedimentos de um bom marinheiro Esta apresentação é mínima, pois todo o CD contem mais de 230

Leia mais

$#+!# %", #0$ $ Alessandro Otto Pereira Izalis Simão Marcelo Siqueira Bueno Silvio Gemaque. Em 2007 o sistema transportou 10.424.

$#+!# %, #0$ $ Alessandro Otto Pereira Izalis Simão Marcelo Siqueira Bueno Silvio Gemaque. Em 2007 o sistema transportou 10.424. "#$ Alessandro Otto Pereira Izalis Simão Marcelo Siqueira Bueno Silvio Gemaque "%&'()% O litoral paulista possui sete ligações marítimas: Santos/Guarujá Guarujá/Bertioga São Sebastião/Ilhabela Iguape/Juréia

Leia mais

ABNT NBR 14022 NORMA BRASILEIRA. Acessibilidade em veículos de características urbanas para o transporte coletivo de passageiros EMENDA 1 20.02.

ABNT NBR 14022 NORMA BRASILEIRA. Acessibilidade em veículos de características urbanas para o transporte coletivo de passageiros EMENDA 1 20.02. NORMA BRASILEIRA ABNT NBR 14022 EMENDA 1 20.02.2009 Válida a partir de 20.03.2009 Acessibilidade em veículos de características urbanas para o transporte coletivo de passageiros Accessibility in vehicles

Leia mais

TANQUES DE ARMAZENAMENTO E AQUECIMENTO DE ASFALTO E COMBUSTÍVEL

TANQUES DE ARMAZENAMENTO E AQUECIMENTO DE ASFALTO E COMBUSTÍVEL TANQUES DE ARMAZENAMENTO E AQUECIMENTO DE ASFALTO E COMBUSTÍVEL TANQUES DE ARMAZENAMENTO E AQUECIMENTO DE ASFALTO E COMBUSTÍVEL A ampla linha de tanques de armazenamento e aquecimento de asfalto da Terex

Leia mais

NR-23 PROTEÇÃO CONTRA INCÊNCIO

NR-23 PROTEÇÃO CONTRA INCÊNCIO NR-23 PROTEÇÃO CONTRA INCÊNCIO DADOS DA INSPEÇÃO Órgão Responsável pelo Estabelecimento Endereço CNAE Inspetor (es) Estabelecimento Contato Numero de Servidores Referências técnicas (Além desta NR) Acompanhante

Leia mais

Desenho de Construção Naval

Desenho de Construção Naval Desenho de Construção Naval Manuel Ventura Secção Autónoma de Engenharia Naval 2006 1 Arranjo Geral do Navio Desenho de Construção Naval Instituto Superior Técnico Secção Autónoma de Engenharia Naval 2

Leia mais

Transportador Pantográfico Elétrico TPE 1000

Transportador Pantográfico Elétrico TPE 1000 Transportador Pantográfico Elétrico TPE 1000 1 Manual de operação Conteúdo : 1 Parâmetros técnicos 2 Aplicações 3 Instruções de uso e operação 4 Manutenção 5 Carregador de bateria 6 Esquema elétrico 2

Leia mais

HSL650 7A/HSL850-7A CONSTRUINDO UM FUTURO MELHOR. MINI CARREGADEIRA HYUNDAI Motor Tier 3 aplicado

HSL650 7A/HSL850-7A CONSTRUINDO UM FUTURO MELHOR. MINI CARREGADEIRA HYUNDAI Motor Tier 3 aplicado CONSTRUINDO UM FUTURO MELHOR * Algumas fotos podem incluir equipamentos opcionais. MINI CARREGADEIRA HYUNDAI Motor Tier 3 aplicado HSL650 7A/HSL850-7A NOVAS Minicarregadeiras Hyundai HSL650-7A/HSL850-7A

Leia mais

ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS - END Ensaios realizados em materiais, acabados ou semi acabados, para verificar a existência ou não de descontinuidades ou defeitos, através de princípios físicos definidos, sem

Leia mais

Comandos Eletro-eletrônicos SENSORES

Comandos Eletro-eletrônicos SENSORES Comandos Eletro-eletrônicos SENSORES Prof. Roberto Leal Sensores Dispositivo capaz de detectar sinais ou de receber estímulos de natureza física (tais como calor, pressão, vibração, velocidade, etc.),

Leia mais

Especifi cação Técnica. Pavimentadora de Concreto SP 92 / SP 92 i

Especifi cação Técnica. Pavimentadora de Concreto SP 92 / SP 92 i Especifi cação Técnica Pavimentadora de Concreto SP 92 / SP 92 i Especifi cação Técnica Pavimentadora de Concreto SP 92 SP 92 i Vibradores e circuitos Vibração hidráulica Vibração elétrica Vibradores de

Leia mais

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET CONJUNTOS DE FACAS WINDJET CONJUNTO DE FACAS WINDJET SOPRADORES CONJUNTOS DE FACAS WINDJET SUMÁRIO Página Visão geral dos pacotes de facas de ar Windjet 4 Soprador Regenerativo 4 Facas de ar Windjet 4

Leia mais

Classic 76. Classic 76 (23,24 m) - MCP YACHTS

Classic 76. Classic 76 (23,24 m) - MCP YACHTS (23,24 m) - MCP YACHTS C o m p r i m e n t o To t a l : B o c a M á x i m a : C a l a d o M á x i m o : Ve l o c i d a d e d e Cru ze i ro R á p i d o : T i p o : 23,24 m 5,73 m 1,70 m 16-19 nós Classic

Leia mais

INSTALAÇÕES HIDRO-SANITÁRIAS

INSTALAÇÕES HIDRO-SANITÁRIAS INSTALAÇÕES HIDRO-SANITÁRIAS Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II ÁGUA QUENTE 1 UTILIZAÇÃO Banho Especiais Cozinha Lavanderia INSTALAÇÕES

Leia mais

MARCOPOLO LANÇA NOVO ÔNIBUS VIALE BRT, O MAIS AVANÇADO PRODUZIDO NO BRASIL. Veículo utiliza conceitos inéditos de design, conforto e eficiência

MARCOPOLO LANÇA NOVO ÔNIBUS VIALE BRT, O MAIS AVANÇADO PRODUZIDO NO BRASIL. Veículo utiliza conceitos inéditos de design, conforto e eficiência MARCOPOLO LANÇA NOVO ÔNIBUS VIALE BRT, O MAIS AVANÇADO PRODUZIDO NO BRASIL Veículo utiliza conceitos inéditos de design, conforto e eficiência A Marcopolo lança o seu mais novo e moderno ônibus urbano,

Leia mais

Esta orientação de inspeção se refere à inspeção em Silos de Cimento, destinados ao transporte de cimento a granel.

Esta orientação de inspeção se refere à inspeção em Silos de Cimento, destinados ao transporte de cimento a granel. Folha 1 de 20 1. Objetiv o Esta orientação de inspeção se refere à inspeção em Silos de Cimento, destinados ao transporte de cimento a 2. Campo de aplicação Esta orientação deverá ser utilizada por todos

Leia mais

Resfriadores Evaporativos BRISBOX

Resfriadores Evaporativos BRISBOX Características do Produto: Resfriadores Evaporativos BRISBOX BRISBOX Aplicações Resfriadores evaporativos Munters, possuem uma ótima performance energética e podem ser aplicados em: Bingos; Boates; Academias;

Leia mais

NORMA TÉCNICA N o 18 SISTEMAS DE CHUVEIROS AUTOMÁTICOS

NORMA TÉCNICA N o 18 SISTEMAS DE CHUVEIROS AUTOMÁTICOS ANEXO XVIII AO DECRETO N o 3.950, de 25 de janeiro de 2010. NORMA TÉCNICA N o 18 SISTEMAS DE CHUVEIROS AUTOMÁTICOS 1. OBJETIVO Esta Norma Técnica visa a adequar o texto da norma NBR 10897, que dispõe sobre

Leia mais

NORMA TÉCNICA N o 16 SISTEMAS DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO

NORMA TÉCNICA N o 16 SISTEMAS DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO ANEXO XVI AO DECRETO N o 3.950, de 25 de janeiro de 2010. NORMA TÉCNICA N o 16 SISTEMAS DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO 1. OBJETIVO Esta Norma Técnica estabelece critérios para proteção contra incêndio

Leia mais

SR-15 LX. Características Gerais

SR-15 LX. Características Gerais SR-15 LX Características Gerais Excelente para o lazer em família, pesca, apoio de grandes embarcações e prática de ski. Muito utilizado também pelas forças armadas. É seguro, ágil, leve e econômico Número

Leia mais

Linha de TANQUES Data da publicação: 2015 - nº 0703050 Ciber Equipamentos Rodoviários Ltda.

Linha de TANQUES Data da publicação: 2015 - nº 0703050 Ciber Equipamentos Rodoviários Ltda. Linha de Todas as fotos, ilustrações e especificações estão baseadas em informações vigentes na data da aprovação desta publicação. A Ciber Equipamentos Rodoviários Ltda. se reserva ao direito de alterar

Leia mais

APRESENTAÇÃO PROJETOS DE INSTALAÇÕES PREDIAIS EDIFÍCIOS COMERCIAIS TRIPLE A. SOENG Construção Hidroelétrica Ltda.

APRESENTAÇÃO PROJETOS DE INSTALAÇÕES PREDIAIS EDIFÍCIOS COMERCIAIS TRIPLE A. SOENG Construção Hidroelétrica Ltda. APRESENTAÇÃO PROJETOS DE INSTALAÇÕES PREDIAIS EDIFÍCIOS COMERCIAIS TRIPLE A SOENG Construção Hidroelétrica Ltda. Oscar MORIO Tsuchiya Engenheiro Civil EPUSP (1975) diretor tecnico - SOENG SOENG Construção

Leia mais

AR CONDICIONADO. Componentes

AR CONDICIONADO. Componentes AR CONDICIONADO AR CONDICIONADO Basicamente, a exemplo do que ocorre com um refrigerador (geladeira), a finalidade do ar condicionado é extrair o calor de uma fonte quente, transferindo-o para uma fonte

Leia mais

Arranjo Unidades Físico Típicas de Indústria. Unidades de Produção e Instalações Auxiliares

Arranjo Unidades Físico Típicas de Indústria. Unidades de Produção e Instalações Auxiliares O cina de Manutenção A localização deve obedecer os seguintes princípios: - Proximidade das unidades de maior concentração de equipamentos e das instalações sujeitas a manutenção mais freqüente; - Proximidade

Leia mais

VENTILADORES. Aspectos gerais. Detalhes construtivos. Ventiladores

VENTILADORES. Aspectos gerais. Detalhes construtivos. Ventiladores VENTILADORES Aspectos gerais As unidades de ventilação modelo BBS, com ventiladores centrífugos de pás curvadas para frente, e BBL, com ventiladores centrífugos de pás curvadas para trás, são fruto de

Leia mais

Sistema de Proporcionamento Bomba dosadora de LGE Fire Dos

Sistema de Proporcionamento Bomba dosadora de LGE Fire Dos Sistema de Proporcionamento Bomba dosadora de LGE Fire Dos Descrição A bomba dosadora de LGE FIRE DOS é o mais versátil sistema de proporcionamento existente no mercado. Este revolucionário sistema de

Leia mais

NEW HOLLAND CR CR9060

NEW HOLLAND CR CR9060 NEW HOLLAND CR CR9060 A extraordinária colheitadeira de alta capacidade da New Holland. Líder mundial em colheita, a New Holland vem sempre pesquisando e desenvolvendo produtos para atender às necessidades

Leia mais

ENDEREÇO: Estrada de Itapecerica Nº 2.100.

ENDEREÇO: Estrada de Itapecerica Nº 2.100. PARECER TÉCNICO DAS ANOMALIAS ENCONTRADAS NA EDIFICAÇÃO DE GARANTIA POR PARTE DA CONSTRUTORA. 1ªPARTE TORRES 1 a 3. CONDOMÍNIO: Brink Condomínio Clube. ENDEREÇO: Estrada de Itapecerica Nº 2.100. CIDADE/UF:

Leia mais

Tecnologias de Prevenção e Combate a Incêndios João Gama Godoy

Tecnologias de Prevenção e Combate a Incêndios João Gama Godoy Tecnologias de Prevenção e Combate a Incêndios João Gama Godoy Técnico de Segurança do Trabalho Senac - 2010 É proibida a reprodução do conteúdo desta apresentação em qualquer meio de comunicação, eletrônico

Leia mais

Condensação. Ciclo de refrigeração

Condensação. Ciclo de refrigeração Condensação Ciclo de refrigeração Condensação Três fases: Fase 1 Dessuperaquecimento Redução da temperatura até a temp. de condensação Fase 2 Condensação Mudança de fase Fase 3 - Subresfriamento Redução

Leia mais

EQUIPAMENTO ESTERILIZADOR - Autoclave Horizontal - Especificação Técnica

EQUIPAMENTO ESTERILIZADOR - Autoclave Horizontal - Especificação Técnica EQUIPAMENTO ESTERILIZADOR - Autoclave Horizontal - Especificação Técnica Descrição Geral: Equipamento esterilizador horizontal automático para esterilização por vapor saturado de alta temperatura com duas

Leia mais

IT - 16 SISTEMA DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO

IT - 16 SISTEMA DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO IT - 16 SISTEMA DE PROTEÇÃO POR EXTINTORES DE INCÊNDIO SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Aplicação 3 Referências Normativas 4 Definições 5 Generalidades gerais 6- Procedimentos 7 Certificação e validade/garantia INSTRUÇÃO

Leia mais

Elevador de Cremalheira. ELC001-F - Catálogo Técnico 2015

Elevador de Cremalheira. ELC001-F - Catálogo Técnico 2015 Elevador de Cremalheira ELC001-F - Catálogo Técnico 2015 Conheça o Elevador de Cremalheira ELC001-F! Porque utilizar o Elevador de Cremalheira ELC001-F em minha obra? Vivemos em uma época em que a maioria

Leia mais

São Paulo, 30 de Julho de 2012 DTE/DEAT/CIR/3.8475/12

São Paulo, 30 de Julho de 2012 DTE/DEAT/CIR/3.8475/12 Prezados senhores, De acordo com o disposto nos artigos 32 e 33 da Portaria SECEX nº 10, de 24 de maio de 2010, alterada pela Portaria SECEX nº 17, de 15 de setembro de 2010 do Ministério do Desenvolvimento,

Leia mais

FORMULÁRIO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO PROJETO TÉCNICO

FORMULÁRIO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO PROJETO TÉCNICO ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA E DA DEFESA SOCIAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DIRETORIA DE ATIVIDADES TÉCNICAS DAT/1 SEÇÃO DE ANÁLISE DE PROJETOS FORMULÁRIO DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO

Leia mais

Cores na segurança do trabalho PRODUTOR > CABRAL VERÍSSIMO

Cores na segurança do trabalho PRODUTOR > CABRAL VERÍSSIMO Cores na segurança do trabalho PRODUTOR > CABRAL VERÍSSIMO DESCRIÇÃO: 26.1.5 As cores aqui adotadas serão as seguintes: - vermelho; - amarelo; - branco; - preto; - azul; - verde; - laranja; - púrpura;

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA - INMETRO

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA - INMETRO Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA - INMETRO Portaria n.º 139, de 22 de março de 2012. O PRESIDENTE

Leia mais

FICHA TECNICA CONTRA RISCO DE INCENDIOS EM EDIFICIOS HABITACIONAIS COMERCIAS E INDUSTRIAIS

FICHA TECNICA CONTRA RISCO DE INCENDIOS EM EDIFICIOS HABITACIONAIS COMERCIAS E INDUSTRIAIS Página 1/5 INSTALAÇÃO ELETRICA CONTADOR ENERGIA / ACE Verificação da não violação do selo do contador Verificação da existência de limitador de potência do distribuidor / Fatura QUADRO ELECTRICO Verificação

Leia mais

Sistemas para Estacionamento e Vagas de Garagem DUPLIKAR. Projetamos e desenvolvemos inúmeras soluções para estacionamentos.

Sistemas para Estacionamento e Vagas de Garagem DUPLIKAR. Projetamos e desenvolvemos inúmeras soluções para estacionamentos. A Empresa A Duplikar é representante autorizado da marca Engecass, queremos apresentar uma solução caso tenha necessidades de aumentar suas vagas de garagem. A Engecass é uma indústria Brasileira, fabricante

Leia mais

Coletes salva-vidas na quantidade que atenda ao estipulado pela Capitania dos Portos, pelo menos, ou que corresponda ao número da tripulação.

Coletes salva-vidas na quantidade que atenda ao estipulado pela Capitania dos Portos, pelo menos, ou que corresponda ao número da tripulação. Segurança de Balsas Tanque 1. Objetivo Estabelecer as normas de segurança que deverão ser rigorosamente observadas durante as operações de carregamento e descarga de balsas-tanque. 2. Abrangência Este

Leia mais

- NORMA REGULAMENTADORA Nº 23 PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS

- NORMA REGULAMENTADORA Nº 23 PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS - NORMA REGULAMENTADORA Nº 23 PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS Aprovada pela Portaria GM/MTB nº 3.214 - DOU 06/07/1978. 23.1 Todos os empregadores devem adotar medidas de prevenção de incêndios, em conformidade

Leia mais

Informações do Porto de Sepetiba

Informações do Porto de Sepetiba Sumário 1. Introdução... 03 2. História e Desenvolvimento do Porto... 03 3. Vista Paronâmica de Sepetiba... 04 4. Infra-Estrutura Portuária... 04 4.1. Localização... 04 4.2. Cartas de Navegação... 05 4.3.

Leia mais

REGISTRO BRASILEIRO DE NAVIOS E AERONAVES S/C

REGISTRO BRASILEIRO DE NAVIOS E AERONAVES S/C REGISTRO BRASILEIRO DE NAVIOS E AERONAVES S/C REGRAS PARA CLASSIFICAÇÃO E CONSTRUÇÃO DE EMBARCAÇÕES DE AÇO PARA NAVEGAÇÃO INTERIOR 2006 Endereço: Av. Rio Branco 124/1701 - Centro - Rio de Janeiro RIO DE

Leia mais

Carregadeira LW300K. Potência Motor: 124 HP - Capacidade da caçamba: 1,9 m³ - Peso operacional: 10.600 Kg

Carregadeira LW300K. Potência Motor: 124 HP - Capacidade da caçamba: 1,9 m³ - Peso operacional: 10.600 Kg Carregadeira LW300K Potência Motor: 124 HP - Capacidade da caçamba: 1,9 m³ - Peso operacional: 10.600 Kg Qualidade, confiabilidade e força, aliada ao baixo consumo de combustível. A Pá-carregadeira LW300K

Leia mais

Conheça nossa empresa

Conheça nossa empresa Conheça nossa empresa Empresa Damaeq Integridade, Vontade de Superar-se, Satisfação do Cliente. Varredora Coletora Rebocável. A varredora Mecânica Coletora de Lixo Damaeq, é ideal para varrição de ruas,

Leia mais

Manual de Referência Técnica ELEVAC 200

Manual de Referência Técnica ELEVAC 200 Manual de Referência Técnica ELEVAC 200 t e c n o l o g i a em e l e v a d o r e s t e c n o l o g i a em e l e v a d o r e s APRESENTAÇÃO O Elevador Pneumático Elevac-200, com patente registrada, fabricado

Leia mais

AFFINITY HOME WORK - INOVADOR, INTELIGENTE, INCOMPARÁVEL

AFFINITY HOME WORK - INOVADOR, INTELIGENTE, INCOMPARÁVEL AFFINITY HOME WORK - INOVADOR, INTELIGENTE, INCOMPARÁVEL O AFFINITY HOME WORK visa revolucionar a Enseada do Suá, pois o empreendimento INOVA ao trazer um conceito misto à região. O fato de carregar toda

Leia mais

ANEXO I. Pará Pag.: 2 Governo Municipal de Água Azul do Norte. Preço Unit (R$) Código

ANEXO I. Pará Pag.: 2 Governo Municipal de Água Azul do Norte. Preço Unit (R$) Código Pará Pag.: 1 001835 LOCAÇÃO DE VEICULO UTILITÁRIO CAMIONETE 1.500,0000 DIA PICK-UP 4X4 Cabine Dupla, Potência Mínima de 120 CV, Direção Hidráulica, Ar-Condicionado,Bancos Reclináveis, Freio a Disco nas

Leia mais

www.ferdimat.com.br Retificadoras Cilíndricas Série CA / CA51H

www.ferdimat.com.br Retificadoras Cilíndricas Série CA / CA51H * Imagem ilustrativa, a máquina pode estar equipada com acessórios opcionais. Vendas nacionais Rua Dr. Miranda de Azevedo, N 415 Pompéia, São Paulo - SP Tel. (11) 3673-3922 - Fax. (11) 3862-6587 E-mail:

Leia mais