ESTRATÉGIAS E TÉCNICAS DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS. Resumo: O uso de TI é uma tendência na gestão atual das empresas, tendo como

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTRATÉGIAS E TÉCNICAS DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS. Resumo: O uso de TI é uma tendência na gestão atual das empresas, tendo como"

Transcrição

1 ESTRATÉGIAS E TÉCNICAS DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS Iremar Nunes de Lima 1 Pablo Achilles Guimarães 2 Resumo: O uso de TI é uma tendência na gestão atual das empresas, tendo como objetivo simplificar, agilizar e manter um banco de dados sempre atualizado. Para tanto, o gerenciamento de banco de dados é fundamental no sentido de organizar o fluxo de informação cada vez mais ágil e acessível. Este artigo descreve as estratégias e técnicas de gerenciamento de bancos de dados, enfatizando o sistema de informação como um conjunto organizado de pessoas, hardware, software, redes de comunicação e recursos que coleta, transforma e dissemina informação em uma organização. Palavras-chave: Informática; Banco de Dados; Gerenciamento de Dados. 1. INTRODUÇÃO Segundo Albano (2000), as grandes mudanças vêm alterando o cenário competitivo mundial e impactando diretamente as organizações. Esse novo cenário traz, em sua essência, algumas transformações que colocam novos desafios às organizações, entre os quais pode-se citar maior inovação organizacional e contínua aquisição e distribuição de informações, de forma mais rápida e eficaz. Trata-se do sistema de informação. 1 Mestre em Informática e professor do Centro Universitário Newton Paiva 2 Especialista em Banco de Dados e Business Intelligence

2 Sistema de informação é um conjunto organizado de pessoas, hardware, software, redes de comunicação e recursos de dados que coleta, transforma e dissemina informação em uma organização. As pessoas têm recorrido aos sistemas de informação para se comunicarem, utilizando uma diversidade de dispositivos físicos (hardware), instruções e procedimentos de processamento de informação (software), canais de comunicações (redes e dados armazenados, recursos de dados). Neste contexto, na sociedade atual, onde as informações são numerosas e precisam de velocidade, torna-se impossível viver sem a tecnologia de banco de dados. Pelo fato de atuar na área de banco de dados e diante da sua importância em todos os setores da sociedade, esta pesquisa se justifica no sentido de buscar maior entendimento teórico sobre o tema visto que será substancial na prática profissional. De acordo com o exposto, a tecnologia da informação (TI) torna-se relevante para esta pesquisa, considerando os dados na era da informação, sobretudo as estratégias e técnicas de gerenciamento de bancos de dados. Pretendeu-se com este estudo analisar, teoricamente, as estratégias e técnicas de gerenciamento de banco de dados. Para tanto, tornaram-se objetivos específicos desta pesquisa: identificar e analisar os tipos de bancos de dados; discutir como se ocorre o processo de gestão de um banco de dados; verificar os desafios do gerenciamento de dados. O restante deste trabalho está organizado da seguinte forma: a seção 2 aborda o sistema de informação e a apresentação de banco de dados ; a seção 3 trata das estratégias e técnicas de gerenciamento de banco de dados; na seção 4 será apresentada a conclusão deste trabalho.

3 2. SISTEMA DE INFORMAÇÃO E BANCO DE DADOS Para se entender o processo de gerenciamento de dados, faz-se necessário compreender os sistemas de informação. O Brien (2006) ressalta que o conceito de sistema é subjacente ao campo dos sistemas de informação Conceituando sistema de informação A compreensão do conceito de sistema contribui para o entendimento de outros conceitos em tecnologia, bem como aplicações, desenvolvimento e administração de sistemas de informação, dada a sua importância para este estudo. O conceito de sistema ora apresentado leva a entender, por exemplo, conceitos como: Tecnologia: que as redes de computadores são sistemas de componentes de processamento de informações que utilizam uma multiplicidade de hardware, software, gerenciamento de dados e tecnologias de redes de telecomunicações. Aplicações: que as aplicações de negócios e e-commerece envolvem sistemas de informação interconectados; Desenvolvimento: que as formas de desenvolvimento para utilizar a tecnologia da informação na empresa abrangem o projeto dos componentes básicos dos sistemas de informação; Administração: que o gerenciamento da tecnologia da informação enfatiza a qualidade, o valor estratégico para o negócio e a segurança dos sistemas de informação de uma organização (O BRIEN, 2006, p. 7). Bio (1996, p. 26) enuncia que: O sistema total é uma extensão do processamento integrado de dados que resulta na integração de todos os subsistemas principais num único sistema; o sistema deve incorporar as informações necessárias para planejamento e controle; o sistema deve gerar informações para auxiliar os administradores de todos os níveis a atingirem seus objetivos. Segundo Oliveira (2001, p. 35) sistema é um conjunto de partes interagentes e interdependentes que, conjuntamente, forma um todo unitário com determinado objetivo e efetivam determinada função. Para O brien (2002, p. 17) sistema é grupo de componentes interrelacionados que trabalham juntos rumo a uma meta comum recebendo insumos e

4 produzindo resultados em um processo organizado de transformação. De acordo com essas definições, sistema é um conjunto de elementos interagindo para atingir um ou mais objetivos, e tem por obrigação orientar, direcionar a decisão precisa face aos propósitos preestabelecidos. É importante lembrar que não existe um modelo ideal de sistema para cada empresa, mas deve buscar maior aproximação para simular a realidade. Para Oliveira (1999, p. 25), [...] ambiente de sistema é o conjunto de elementos que não pertencem ao sistema, mas qualquer alteração no sistema pode mudar ou alterar os seus elementos e qualquer alteração nos seus elementos pode mudar ou alterar o sistema. Conforme OLIVEIRA (1999), a teoria geral dos sistemas define sistema como um conjunto de elementos ou componentes interdependentes, que interagem para se atingir determinado objetivo comum, formando um todo unitário e complexo. Os elementos do sistema são agrupados em três classes genéricas: de elementos de controle que compreendem os objetivos, os planos e os padrões; de transformação que é a operação de processamento de dados e decisão operativa; e, os de informação que compreendem as entradas, os mecanismos de processamento, saídas e feedback. O limite do sistema define o sistema e o distingue de qualquer outro (o ambiente), através da combinação dos subsistemas. Tão importante quanto os conceitos citados é o conhecimento sobre os componentes de um sistema, conforme abordado por Turban et al. (2007). Todos os sistemas de informação utilizam recursos humanos, de hardware, software, dados e recursos de rede para executar atividades de entrada, processamento, saída, armazenamento e controle que transformam recursos de dados em produtos de informação.

5 Neste contexto O Brien (2006, p ) ressalta que as atividades básicas do processamento de informação (ou de processamento de dados) que acontecem nos sistemas de informação, a saber: Entrada. Escaneamento ótico de etiquetas com códigos de barras em mercadoria. Processamento. Calcular salário, impostos e outras deduções na folha de pagamento dos funcionários. Saída. Produzir relatórios e demonstrativos de desempenho das vendas. Armazenamento. Manter registros sobre clientes, empregos e produtos. Controle. Gerar sinais audíveis para indicar entrada adequada de dados de vendas. O sistema de informação permite melhor compreensão de banco de dados, seu funcionamento e gerenciamento, que será foco da próxima seção Gerenciamento de banco de dados De acordo com O Brien (2006, p. 132) os dados são um recurso organizacional essencial que precisa ser administrado como outros importantes ativos da empresas. A maioria das organizações não conseguiria sobreviver ou ter sucesso sem dados de qualidade sobre suas operações internas e seu ambiente externo. Ainda segundo o autor, dados são fatos ou observações crus, normalmente sobre fenômenos físicos ou transações de negócios. Mais especificamente, os dados são medidas objetivas dos atributos (as características) de entidades (como pessoas, lugares, coisas e eventos). As pessoas, muitas vezes, empregam os termos dados e informações de modo intercambiável. Entretanto, é melhor encarar os dados como recursos de matéria-prima que são processados em produtos acabados de informação. Logo, podemos definir informação como dados que foram convertidos em um contexto significativo e útil para usuários finais específicos (O BRIEN, 2006, p.13). Dessa forma, os dados normalmente são subjetivos a um processo de valor adicionado (que chamamos processamento de dados ou processamento de informação) em que (1) sua forma é agregada, manipulada e organizada, (2) seu conteúdo é analisado e avaliado e (3) é colocada em um contexto adequado a um usuário humano.

6 Portanto, você deve encarar a informação como dados processados colocados em um contexto que lhes confere valor para usuários finais específicos. Para Turban et al. (2007, p. 245), os dados geralmente são extraídos antes de sua entrada em um banco de dados SAD (subsistema de gerenciamento de dados). Em alguns SADs, não há um banco de dados separado e os dados são inseridos no modelo SAD conforme necessário. Para O Brien (2006) dados são mais do que a matéria-prima dos sistemas de informação. O conceito de recursos de dados tem sido ampliado pelos gerentes e profissionais de sistemas de informação. Eles percebem que os dados constituem um valioso recurso organizacional. Dessa forma, devem ser efetivamente administrados para beneficiar todos os usuários finais de uma organização. Podem assumir diversas formas, entre as quais a de dados alfanuméricos tradicionais, compostas de números e caracteres alfabéticos e outros que descrevem transações de negócios e outros eventos e entidades. Dados de texto, que consistem em orações e parágrafos utilizados nas comunicações escritas, dados de imagem, como formas e cifras gráficas, dados auditivos, a voz humana e outros sons, também são formas importantes de dados (O BRIEN, 2006, p. 12). Os recursos de dados dos sistemas de informação normalmente são organizados em: Banco de dados que guardam dados processados e organizados; Bases de conhecimento que guardam conhecimento em uma multiplicidade de formas como fatos, regras e exemplos ilustrativos sobre práticas de negócios bem-sucedidas. Para Turban (2007, p. 4), um banco de dados é uma coleção de arquivos ou tabelas relacionados contendo dados. Referindo-se aos dados como recursos de rede, O Brien (2006), destaca: suporte de rede e entrada de recursos de dados. Na categoria suporte de rede, inclui-se todos os recursos humanos, de hardware, de software e de dados que apóiam diretamente a operação e o uso de uma rede de comunicações. Podese assim exemplificá-lo: processadores de comunicações, como modem e processadores

7 de ligação entre redes, e os softwares de controle de comunicações. Em relação à entrada de recursos de dados, O Brien (2006) assim esclarece a entrada normalmente apresenta-se na forma de atividades de registro de dados, como gravação e edição. Elmasri (2005) assim como O Brien (2006), refere-se aos sistemas de bancos de dados, mostrando que os dados normalmente são submetidos a atividades de processamento como cálculo, comparação, separação, classificação e resumo. Essas atividades organizam, analisam e manipulam dados, convertendo-os em informação par aos usuários finais. A qualidade de todos os dados armazenados em um sistema de informação também deve ser mantida por um processo interrupto de atividades de correção e atualização. De acordo com Turban et al. (2007), a informação pode ser transmitida de várias formas para os usuários finais. A meta dos sistemas de informação é a produção de produtos de informação apropriada para os usuários finais. A qualidade da informação também é relevante neste contexto, visto que as pessoas desejam informações de alta qualidade, ou seja, produtos de informação cujas características, atributos ou qualidades ajudam a torná-los valiosos para elas. Nesta perspectiva, O Brien (2006), ressalta a informação como dotada de três dimensões: tempo, conteúdo e forma, conforme caracterizadas no Quadro 1, a seguir: Dimensão do Tempo Prontidão Aceitação Freqüência Período Dimensão do Conteúdo Precisão Relevância Integridade Concisão Amplitude Desempenho Dimensão da forma Clareza A informação deve ser fornecida quando for necessária A informação deve estar atualizada quando for fornecida A informação deve ser fornecida tantas vezes quantas forem necessárias A informação pode ser fornecida sobre períodos passados, presentes e futuros. A informação deve estar isenta de erros A informação deve estar relacionada às necessidades de informação de um receptor específico para uma situação específica. Toda a informação que for necessária deve ser fornecida. Apenas a informação que for necessária deve ser fornecida. A informação pode ter um alcance amplo ou estreito, ou um foco interno ou externo. A informação pode revelar desempenho pela mensuração das atividades concluídas, do progresso realizado ou dos recursos acumulados. A informação deve ser fornecida de uma forma que seja fácil de compreender.

8 Detalhe Ordem Apresentação Mídia A informação pode ser fornecida em forma detalhada ou resumida A informação pode ser organizada em uma seqüência predeterminada. A informação pode ser apresentada em forma narrativa, numérica, gráfica ou outras. A informação pode ser fornecida na forma de documentos em papel impresso, monitores de vídeo ou outras mídias. Quadro 1 - As três dimensões da informação Fonte: O Brien (2006, p. 15) O armazenamento de recursos de dados é um componente básico dos sistemas de informação. É a atividade na qual os dados e informações são guardadas de forma organizada para uso posterior. Da mesma maneira que o material escrito do texto é organizado em palavras, orações, parágrafos e documentos, os dados armazenados geralmente são organizados em campos, registros, arquivos e bancos de dados. Isso facilita seu uso posterior no processamento ou na recuperação como saída, quando requisitados pelos usuários de um sistema. Uma importante atividade dos sistemas de informação é o controle de seu desempenho. Um sistema de informação deve produzir feedback sobre suas atividades de entrada, processamento, saída e armazenamento. Esse feedback deve ser monitorado e avaliado para determinar se o sistema está atendendo aos padrões de desempenho estabelecidos. Em seguida, as atividades do sistema devem ser ajustadas de forma que os produtos de informação sejam devidamente produzidos para usuários finais. O usuário final deve ser capaz de reconhecer os componentes fundamentais dos sistemas de informação que encontra no mundo real. Isso significa poder identificar: As pessoas, o hardware, o software, os dados e os recursos de rede que eles utilizam; Os tipos de produtos de informação que eles produzem; O modo como eles executam as atividades de entrada, processamento, saída, armazenamento e controle; Como eles apóiam as operações, a tomada de decisões gerenciais ou a busca pela vantagem competitiva da empresa (O BRIEN, 2006, p ). Esse tipo de entendimento contribui não só para ser melhor usuário, criador e gerente de sistemas de informação, como também para melhor gerenciar os dados.

9 Neste sentido, considerando os dados como um recurso organizacional essencial que precisa ser bem administrado, seu gerenciamento deve consolidar registros e objetos de dados em bancos de dados que podem ser acessados por diferentes programas aplicativos. Além disto, um importante pacote de software, chamado de sistema de gerenciamento de banco de dados funciona como interface de software entre os usuários e os bancos de dados. Desta forma, o gerenciamento de banco de dados envolve três atividades básicas, assim apresentadas por O Brien (2006): atualização e manutenção, fornecimento de informações e fornecimento de uma capacidade de consulta/resposta e emissão de relatório por meio de um software. Diante da importância desses recursos, Silberschatz et al. (2006) defende que a proteção ao Banco de Dados, é de suma importância, devendo adotar medidas de segurança em diversos níveis, tais como: físico, humano, sistema operacional e sistema de Banco de Dados. 3. AS ESTRATÉGIAS E TÉCNICAS DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS Considerando a importância dos dados como recurso organizacional essencial, estes precisam ser gerenciados, visando administrá-los para atender às necessidades de informação dos usuários e da empresa. Para O Brien (2006, p ) os dados podem ser organizados logicamente em caracteres, campos, registros e bancos de dados, conforme especificados a seguir: Caracter: trata-se do elemento lógico mais simples dos dados, que consiste em um único símbolo alfabético, numérico ou outro. Pode-se argumentar que o bit ou byte é um elemento mais elementar de dados. [...] se referem aos elementos de armazenamento físico fornecidos pelo hardware do computador. Do ponto de vista do usuário (ou seja, de uma visão lógica, em oposição a uma visão física ou de hardware), um caracter é o elemento mais simples dos dados possível de ser observado e manipulado.

10 Campo: também chamado de item de dados, que consiste em um grupamento de caracteres. O grupamento de caracteres alfabéticos no nome de uma pessoa, por exemplo, forma um campo de nome, e o grupamento de números em um total de vendas forma um capo de total de vendas. Em termos específicos, um campo de dados representa um atributo (uma característica ou qualidade) de alguma entidade (objeto, pessoa, lugar ou evento). Registro: os campos de dados afins são agrupados para formarem um registro que representa, então, uma coleção de atributos que descrevem uma entidade. Um exemplo é o registro da folha de pagamento, que consiste em campos de dados descrevendo atributos como o nome da pessoa, seu número da previdência social e sua base salarial. Arquivo: um grupo de registros afins é um arquivo ou tabela de dados. Os arquivos muitas vezes são classificados pelo aplicativo para o qual são primeiro usados, tais como um arquivo de folha de pagamento ou um arquivo de estoque, ou pelo tipo de dados que contem, tais como um arquivo de documento ou um arquivo de imagem gráfica. Os arquivos também são classificados por sua permanência, por exemplo, entre um arquivo mestre de folha de pagamento e um arquivo de transações semanais da folha de pagamento. Um arquivo de transações, portanto, conteria registros de todas as transações ocorrentes durante um período e poderia ser utilizado periodicamente para atualizar os registros permanentes contidos em um arquivo mestre. Um arquivo histórico é um arquivo mestre ou de transações obsoleto, retido para fins de backup ou para armazenamento histórico de longo prazo chamado armazenamento de acervo. Banco de dados: é um conjunto integrado de elementos de dados relacionados logicamente. Consolida registros previamente armazenados em arquivos separados em uma fonte comum de registros de dados que fornece dados para muitas aplicações. Os dados armazenados em um banco de dados são independentes dos programas aplicativos que os utilizam e do tipo de dispositivos de armazenamento secundário nos quais são armazenados. Para O Brien (2006, p. 136), o desenvolvimento de bancos de dados e de softwares de gerenciamento de bancos de dados é o fundamento dos métodos modernos de administrar dados organizacionais. Neste aspecto, a abordagem do gerenciamento de bancos de dados consolida registros e objetos de dados em bancos de dados que podem ser acessados por diferentes programas aplicativos. Além disso, Um importante pacote de software, chamado sistema de gerenciamento de bancos de dados (database management system, ou DBMS), funciona como interface de software entre os usuários e os bancos de dados. Esse sistema ajuda os usuários a acessarem facilmente os registros de um banco de dados. Dessa forma, o gerenciamento de banco de dados envolve o uso de software de gerenciamento de bancos de dados para controlar como são criados, consultados e

11 mantidos para, assim, fornecerem as informações necessárias aos usuários finais e suas organizações. Assim, a abordagem do gerenciamento de bancos de dados envolve três atividades básicas: Atualização e manutenção de bancos de dados comuns para refletir novas transações de negócios e outros eventos que exigem mudanças nos registros de uma organização; Fornecimento das informações requisitadas por cada aplicação do usuário final mediante o uso de aplicativos que compartilham os dados em bancos de dados comuns. Esse compartilhamento de dados é suportado pela interface comum de dados propiciada por um pacote de sistemas de gerenciamento de bancos de dados, de forma que os usuários finais e programadores não precisem saber onde ou como os dados estão fisicamente armazenados; e Fornecimento de um capacidade de consulta/respostas e emissão de relatório por meio de um software DBMS, de sorte que os usuário finais possam utilizar navegadores de Rede e a Internet ou intranets para consultar facilmente os bandos de dados, gerar relatórios e receber respostas rápidas a seus pedidos de informação para situações específicas (O BRIEN, 2006, p. 137). Importante ressaltar os componentes comuns de softwares de sistemas de gerenciamento de bancos de dados, conforme descritos no Quadro 2. Linguagem e ferramentas gráficas para definir entidades, Definição do banco de dados relacionamento, restrições à integridade e direitos de autorização Acesso informal Linguagem e ferramentas gráficas para acessar dados sem condições complicadas Desenvolvimento de aplicações Ferramentas gráficas para desenvolver menus, formulários de entrada de dados e relatórios Interface de linguagem codificada Linguagem que combina acesso informal com a capacidade plena de uma linguagem de programação Processamento de transações Mecanismos de controle para impedir a interferência de usuários simultâneos e recuperar dados perdidos após uma falha Ajuste do banco de dados Ferramentas para monitorar e melhorar o desempenho do banco de dados Quadro 2 - Componentes comuns de softwares de SGBDs Fonte: O Brien, 2006, p. 138 Os principais tipos de bancos de dados utilizados pelas organizações e usuários finais são: bancos de dados operacionais e bancos de dados distribuídos, descritos a seguir Bancos de Dados Operacionais De acordo com O Brien (2006, p. 141),

12 Os bancos de dados operacionais armazenam dados detalhados necessários para apoiar os processos e operações de e-business; eles também são chamados bancos de dados de área temática (subject área databases, ou SADB), bancos de dados de transações e bancos de dados de produção. Pode-se citar como exemplos de banco de dados operacionais: banco de dados de clientes bancos de dados de pessoal; banco de dados de estoque e outros bancos de dados contendo dados gerados pelas operações das empresas Bancos de dados distribuídos Sobre banco de dados distribuídos, O Brien (2006, p. 141) ressalta que: Muitas organizações reproduzem e distribuem cópias ou partes de bancos de dados para servidores de rede em uma multiplicidade de locais. Esses bancos de dados distribuídos podem residir em servidores de rede na rede mundial de computadores (WWW), em intranets ou extranets, ou em outras redes da empresa. Na concepção de Bio (2001), os bancos de dados distribuídos podem ser cópias de bancos de dados operacionais ou analíticos, bancos de dados em hipermídia ou de discussão, ou qualquer outro tipo de base de dados. Para Soares (2005) assim como O Brien (2006) defendem que a reprodução e distribuição de bancos de dados é feita para melhorar o desempenho e a segurança do banco de dados. Garantir que todos os dados nos bancos de dados distribuídos de uma organização sejam constante e concomitantemente atualizados é o desafio maior do gerenciamento de baços de dados distribuídos Bancos de dados externos O Brien (2006, p. 142) enfatiza que: O acesso a uma abundância de informações de bancos de dados internos e externos é disponibilizado mediante o pagamento de uma taxa em serviços comerciais online, e com ou sem tarifas de muitas fontes na Internet, particularmente na WWW. Os sites da rede fornecem uma variedade infinita de páginas de documentos interligadas por hiperlinks em bancos de dados em hipermídia possíveis de serem acessados. Os dados são encontrados na forma de estatística sobre a atividade econômica e demográfica em bancos de dados estatísticos. Bio (2001) ressalta que é

13 possível visualizar ou carregar o computador resumos ou cópias completas de centenas de jornais, revistas, boletins informativos, documentos de pesquisa e outros materiais publicados e periódicos em bancos de dados bibliográficos e de textos integrais Data Warehouse e Data Mining Para O Brien (2006) um data warehouse armazena dados que foram extraídos dos vários bancos de dados de uma organização, sejam eles operacionais, externos ou de outra espécie. É uma fonte central de dados já trabalhados, transformados e catalogados, portanto, prontos para serem utilizados por gerentes e outros profissionais da empresa para data mining, processamento analítico online e outras formas de análise empresarial, pesquisa de mercado e apoio às decisões. Os data warehouses podem ser subdivididos em data marts, os quais guardam subconjuntos de dados do data warehouse focando aspectos específicos de uma empresa como um departamento ou um processo de negócios. Um uso importante dos dados do processo warehouse é o data mining. No data mining, os dados de uma data warehouse são processados para identificar fatores e tendências-chave nos padrões das atividades de negócios. Esse procedimento pode ser utilizado para ajudar os gerentes a tomarem decisões sobre mudanças estratégicas nas operações para obter vantagens competitivas no mercado (O Brien, 2006, p. 143). O rápido crescimento dos sites na Internet, intranets e extranet têm aumentado drasticamente o uso de bancos de dados em documentos em hipertexto e hipermídia. Os componentes de um sistema de informação baseado em redes incluem navegadores, servidores e bancos de dados em hipermídia. dados 3.5. Gerenciamento, planejamento e fundamentos técnicos de bancos de De acordo com Bio (2001), a administração de recursos de dados inclui atividades de administração de bancos de dados, planejamento de dados e administração de dados.

14 Gerenciamento de bancos de dados é uma importante função de gerenciamento de dados responsável pelo uso adequado da tecnologia do gerenciamento de bancos de dados. Compreende a responsabilidade pelo desenvolvimento e manutenção do dicionário de dados da organização, projeto e monitoração do desempenho dos bancos de dados e aplicação de padrões para uso e segurança dos bancos de dados (O BRIEN, 2006, p. 145). Os gerenciadores e analistas de bancos de dados trabalham com programadores de sistemas e usuários finais para fornecerem seu know-how, a projetos maiores de desenvolvimento de sistemas. Planejamento de dados é uma função do planejamento e análise de negócios que se concentra no gerenciamento de recursos de dados. Ela compreende a responsabilidade pelo desenvolvimento de uma arquitetura global de dados para os recursos de dados da empresa vinculada à sua missão e seus planos estratégicos e aos objetivos e processos de suas unidades de negócios. O planejamento de dados é feito por organizações que assumiram um compromisso formal com o planejamento de longo alcance para o uso e administração estratégicos de seus dados. Gerenciamento de dados é outra função vital da administração de recursos de dados. Ela envolve a administração de coleta, armazenamento e disseminação de todos os tipos de dados de tal forma que os dados se tornem um recurso padronizado disponível para todos os usuários finais na organização. O foco do gerenciamento de dados é o apoio aos processos e objetivos estratégicos da organização. O gerenciamento de dados também pode incluir a responsabilidade pelo desenvolvimento de políticos e definição de padrões para arranjos de concepção, processamento e segurança dos bancos de dados da empresa. A abordagem de gerenciamento de dados oferece aos gerentes e profissionais de empresas diversos benefícios importantes. O gerenciamento de bancos de dados reduz a duplicação de dados e integra os dados de forma que possam ser acessados por múltiplos programas e usuários.

15 Fundamentando-se em Silberschatz (2006), pode-se dizer que na totalidade dos sistemas de informações, os sistemas de dados devem ser logicamente organizados e estruturados, de forma que possam ser facilmente acessados, eficientemente processados, rapidamente recuperados e efetivamente gerenciados. Neste aspecto, O Brien (2006) ressalta que tem-se planejado estruturas de dados e métodos de acesso que vão dos simples aos complexos para organizar e acessar eficientemente dados armazenados pelos sistemas de informação. Nessa seção, exploraremos esses conceitos, bem como conceitos mais técnicos de gerenciamento de bancos de dados. O Brien (2006) destaca ainda que as relações entre os muitos registros individuais nos bancos de dados são baseadas em uma das diversas estruturas ou modelos lógicos de dados. Os pacotes de sistemas de gerenciamento de bancos de dados são projetados para utilizar uma estrutura específica de dados para fornecer aos usuários finais acessos rápidos e fáceis a informações armazenadas em bancos de dados. As cinco estruturas de bancos de dados fundamentais são os modelos hierárquicos, em rede, relacionais, orientados a objetos e multidimensionais. 4. CONCLUSÃO O uso de TI é uma tendência na gestão atual das empresas, tendo como objetivo simplificar, agilizar e manter um banco de dados sempre atualizado. Para tanto, o gerenciamento de banco de dados é fundamental no sentido de organizar o fluxo de informação cada vez mais ágil e acessível. O funcionamento eficaz de um banco de dados depende, sobremaneira, de estratégias e técnicas de gerenciamento, tais como: definição do banco de dados, acesso, aplicação, interface, processamento, além de se considerar que o seu gerenciamento

16 deve envolver atividades básicas permanentes, como: atualização e manutenção, fornecimento das informações requisitadas por cada aplicação do usuário final, fornecimento de uma capacidade de consulta/respostas e emissão de relatório por meio de um SGBD.

17 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ALBANO, Claudio. Impacto da TI no Cenário Competitivo das Organizações. DEVELOPER S Magazine, São Paulo, v.04, n.45, p.32-34, mai/2000. Mensal. ALBERTIN, Alberto Luiz. Comércio eletrônico: modelo, aspectos e contribuições de sua aplicação. São Paulo: Atlas, BIO, G. L. Sistema de Informação e Segurança. São Paulo: Atlas, ELMASRI, Rames; NAVATHE, Shamkant B. Sistemas de Banco de dados. 4 ed. São Paulo: Person Addison Wesley, O BRIEN, James A. Sistemas de informação e as decisões gerenciais na Era da internet. 2 ed. São Paulo: saraiva, OLIVEIRA, J. Figueiredo de. Uma Reflexão dos Impactos da Tecnologia da Informação no Brasil. São Paulo: editora Érica, SILBERSCHATZ, Abraham; KORTH, Henry e SUDARSHAN, S. Sistema de banco de dados. Rio de Janeiro: Elsevier, SOARES, Kevin. Armazenamento e recuperação de informações na sociedade: a biblioteca na sociedade. In: O contexto dinâmico da informação: uma análise introdutória. Brasília: Briquet de Lemos, TURBAN, Efrain; RAINER JR.,R. Kelly; POTTER, Richard E. Introdução a sistemas de informação: uma abordagem gerencial. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

Módulo 4: Gerenciamento de Dados

Módulo 4: Gerenciamento de Dados Módulo 4: Gerenciamento de Dados 1 1. CONCEITOS Os dados são um recurso organizacional decisivo que precisa ser administrado como outros importantes ativos das empresas. A maioria das organizações não

Leia mais

Sistemas de Informação James A. O Brien Editora Saraiva Capítulo 5

Sistemas de Informação James A. O Brien Editora Saraiva Capítulo 5 Para entender bancos de dados, é útil ter em mente que os elementos de dados que os compõem são divididos em níveis hierárquicos. Esses elementos de dados lógicos constituem os conceitos de dados básicos

Leia mais

CAPÍTULO 5. Introdução ao Gerenciamento de Bancos de Dados.

CAPÍTULO 5. Introdução ao Gerenciamento de Bancos de Dados. CAPÍTULO 5. Introdução ao Gerenciamento de Bancos de Dados. VISÃO GERAL DO CAPÍTULO O objetivo do capítulo é enfatizar o gerenciamento dos recursos de dados de organizações que utilizam computadores. O

Leia mais

Conceitos de Sistemas de Informação

Conceitos de Sistemas de Informação Conceitos de Sistemas de Informação Prof. Miguel Damasco AEDB 1 Objetivos da Unidade 1 Explicar por que o conhecimento dos sistemas de informação é importante para os profissionais das empresas e identificar

Leia mais

ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET

ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET AULA 02 ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET JAMES A. O BRIEN CAPÍTULO 01 continuação Páginas 03 à 25 1 COMPONENTES DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO Especialistas

Leia mais

Visão Geral dos Sistemas de Informação

Visão Geral dos Sistemas de Informação Visão Geral dos Sistemas de Informação Existem muitos tipos de sistemas de informação no mundo real. Todos eles utilizam recursos de hardware, software, rede e pessoas para transformar os recursos de dados

Leia mais

1: FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES

1: FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES 1: FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES 1 Os sistemas de informação (SI) utilizam hardware, software, redes de telecomunicações, técnicas de administração de dados computadorizadas e outras formas de

Leia mais

Módulo 4: Gerenciamento de Dados

Módulo 4: Gerenciamento de Dados Módulo 4: Gerenciamento de Dados 1 1. CONCEITOS Os dados são um recurso organizacional decisivo que precisa ser administrado como outros importantes ativos das empresas. A maioria das organizações não

Leia mais

Conceitos. - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação. - Dados x Informações. Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com.

Conceitos. - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação. - Dados x Informações. Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com. Conceitos - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação - Dados x Informações Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com.br Definição de Sistema Uma coleção de objetos unidos por alguma forma

Leia mais

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Franco Vieira Sampaio 1 Atualmente a informática está cada vez mais inserida no dia a dia das empresas, porém, no início armazenavam-se os dados em folhas,

Leia mais

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Vantagens e desvantagens de uma rede para a organização Maior agilidade com o uso intenso de redes de computadores; Grandes interações

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Sistemas de Informações Gerenciais Aula 4 Sistema de Informação SI baseado em computadores Organização, administração e estratégia Professora: Cintia Caetano INTRODUÇÃO Sistemas de Informação são parte

Leia mais

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES 1. Conectando a Empresa à Rede As empresas estão se tornando empresas conectadas em redes. A Internet e as redes de tipo Internet dentro da empresa (intranets), entre uma

Leia mais

Sistemas de Informação I

Sistemas de Informação I + Sistemas de Informação I Dimensões de análise dos SI Ricardo de Sousa Britto rbritto@ufpi.edu.br + Introdução n Os sistemas de informação são combinações das formas de trabalho, informações, pessoas

Leia mais

Conceitos ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Comunicação; Formas de escritas; Processo de contagem primitivo;

Conceitos ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Comunicação; Formas de escritas; Processo de contagem primitivo; Conceitos Comunicação; Formas de escritas; Bacharel Rosélio Marcos Santana Processo de contagem primitivo; roseliomarcos@yahoo.com.br Inicio do primitivo processamento de dados do homem. ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Sistemas de Informações. Profº: Daniel Gondim

Sistemas de Informações. Profº: Daniel Gondim Sistemas de Informações Profº: Daniel Gondim 1 Roteiro O que é um sistema de informação. Entrada, processamento, saída, feedback. SI (Manuais e Computadorizados). Tipos de Sistema de Informação e Grupos

Leia mais

Aula 1 Conceitos básicos de Sistemas de Informação.

Aula 1 Conceitos básicos de Sistemas de Informação. Aula 1 Conceitos básicos de Sistemas de Informação. Dados X Informações O que são Dados? São materiais brutos que precisam ser manipulados e colocados em um contexto compreensivo antes de se tornarem úteis

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO @ribeirord FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br Lembrando... Aula 4 1 Lembrando... Aula 4 Sistemas de apoio

Leia mais

CAPÍTULO 1. Fundamentos dos Sistemas de Informações nas Empresas

CAPÍTULO 1. Fundamentos dos Sistemas de Informações nas Empresas CAPÍTULO 1. Fundamentos dos Sistemas de Informações nas Empresas VISÃO GERAL DO CAPÍTULO Este capítulo apresenta um resumo das cinco áreas básicas de conhecimento dos sistemas de informação, necessárias

Leia mais

SISTEMA DE BANCO DE DADOS. Banco e Modelagem de dados

SISTEMA DE BANCO DE DADOS. Banco e Modelagem de dados SISTEMA DE BANCO DE DADOS Banco e Modelagem de dados Sumário Conceitos/Autores chave... 3 1. Introdução... 4 2. Arquiteturas de um Sistema Gerenciador... 5 3. Componentes de um Sistema... 8 4. Vantagens

Leia mais

Sistema. Atividades. Sistema de informações. Tipos de sistemas de informação. Everson Santos Araujo everson@everson.com.br

Sistema. Atividades. Sistema de informações. Tipos de sistemas de informação. Everson Santos Araujo everson@everson.com.br Sistema Tipos de sistemas de informação Everson Santos Araujo everson@everson.com.br Um sistema pode ser definido como um complexo de elementos em interação (Ludwig Von Bertalanffy) sistema é um conjunto

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI Elaborado e adaptado por: Prof.Mestra Rosimeire Ayres Sistemas Colaborativos Empresariais (ECS) Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar

Leia mais

Fundamentos de Sistemas de Informação Aula 01

Fundamentos de Sistemas de Informação Aula 01 Fundamentos de Sistemas de Informação Aula 01 Prof. Msc. Ubirajara Júnior biraifba@gmail.com www.ucljunior.com Objetivos dos Sistemas de informação Fornecer exemplos de componentes de sistemas de informação

Leia mais

Conceito de Sistema e Enfoque Sistêmico. Professora Cintia Caetano

Conceito de Sistema e Enfoque Sistêmico. Professora Cintia Caetano Conceito de Sistema e Enfoque Sistêmico Professora Cintia Caetano AGENDA 1. Introdução 2. O que é Sistema? 3. Componentes do Sistema 4. Características, Ambiente, Natureza e Hierarquia dos Sistemas Introdução

Leia mais

IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1

IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1 IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1 Banco de Dados Introdução Por: Robson do Nascimento Fidalgo rdnf@cin.ufpe.br IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS O PODER DA INFORMAÇÃO Tem PODER quem toma DECISÃO Toma DECISÃO correta quem tem SABEDORIA Tem SABEDORIA quem usa CONHECIMENTO Tem CONHECIMENTO quem possui INFORMAÇÃO (Sem

Leia mais

Fundamentos do Sistema de Informação nas Empresas. Objetivos do Capítulo

Fundamentos do Sistema de Informação nas Empresas. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Explicar por que o conhecimento dos sistemas de informação é importante para os profissionais das empresas e identificar as cinco áreas dos sistemas de informação que esses profissionais

Leia mais

Introdução. Motivação. Sistema Gerenciador de Banco de Dados (SGBD) Banco de Dados (BD) Sistema de Banco de Dados (SBD)

Introdução. Motivação. Sistema Gerenciador de Banco de Dados (SGBD) Banco de Dados (BD) Sistema de Banco de Dados (SBD) Pós-graduação em Ciência da Computação CCM-202 Sistemas de Banco de Dados Introdução Profa. Maria Camila Nardini Barioni camila.barioni@ufabc.edu.br Bloco B - sala 937 2 quadrimestre de 2011 Motivação

Leia mais

Tecnologias e Sistemas de Informação

Tecnologias e Sistemas de Informação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 02 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

04/08/2012 MODELAGEM DE DADOS. PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO, M.Sc. @ribeirord MODELAGEM DE DADOS. Aula 1. Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc.

04/08/2012 MODELAGEM DE DADOS. PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO, M.Sc. @ribeirord MODELAGEM DE DADOS. Aula 1. Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc. MODELAGEM DE DADOS PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO, M.Sc. @ribeirord MODELAGEM DE DADOS Aula 1 Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc. @ribeirord 1 Objetivos: Apresenta a diferença entre dado e informação e a importância

Leia mais

FORMAÇÃO. Algumas atividades já exercidas. Disciplina Informática Básica. Graduação: Processamento de Dados e Administração

FORMAÇÃO. Algumas atividades já exercidas. Disciplina Informática Básica. Graduação: Processamento de Dados e Administração Curso de Administração Cláudio Márcio, quem é você? Disciplina Informática Básica Prof. Msc. Cláudio Márcio cmarcio@gmail.com FORMAÇÃO Graduação: Processamento de Dados e Administração Pós-Graduação: Especialização:

Leia mais

Faculdade de Tecnologia da Zona Leste Prof. Fumio Ogawa

Faculdade de Tecnologia da Zona Leste Prof. Fumio Ogawa Faculdade de Tecnologia da Zona Leste Prof. Fumio Ogawa Sistemas de Informação 2 1. Fundamentos dos Sistemas de Informação Antes de começar a discutir os sistemas de informação precisamos definir e entender

Leia mais

FACULDADE INTEGRADAS DE PARANAÍBA ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS. Bancos de Dados Conceitos Fundamentais

FACULDADE INTEGRADAS DE PARANAÍBA ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS. Bancos de Dados Conceitos Fundamentais FACULDADE INTEGRADAS DE PARANAÍBA ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS Bancos de Dados Conceitos Fundamentais Tópicos Conceitos Básicos Bancos de Dados Sistemas de Bancos de Dados Sistemas de Gerenciamento de Bancos

Leia mais

Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1

Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1 Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1 Fundação Getúlio Vargas Estudantes na Escola de Administração da FGV utilizam seu laboratório de informática, onde os microcomputadores estão em rede

Leia mais

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI. Resposta do Exercício 1

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI. Resposta do Exercício 1 Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI Resposta do Exercício 1 Fundação Getúlio Vargas Leia o texto e responda o seguinte: a) identifique os recursos de: Hardware: microcomputadores,

Leia mais

Gerenciamento de Dados. Objetivos do Capítulo

Gerenciamento de Dados. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Explicar a importância da implementação de processos e tecnologias de gerenciamento de dados numa organização. Explicar as vantagens de uma abordagem de gerenciamento de bancos de

Leia mais

Sistemas de Informações e o Uso comercial

Sistemas de Informações e o Uso comercial ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - ASI Elabora por Prof.Mestra Rosimeire Ayres Conectan a Empresa à Rede Intranet Internet Extranet B2B B2C B2E C2C As empresas estão se tornan empresas conectadas

Leia mais

O QUE SÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO? Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br

O QUE SÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO? Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br O QUE SÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO? Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br O QUE SÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO? Dado Informação Conhecimento Sistemas de Informação DADO O DADO consiste

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE IV: Fundamentos da Inteligência de Negócios: Gestão da Informação e de Banco de Dados Um banco de dados é um conjunto de arquivos relacionados

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO @ribeirord FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br Sistemas de Informação Sistemas de Apoio às Operações Sistemas

Leia mais

GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS

GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS Resumo No ambiente empresarial observam-se inúmeros dados importantes e indispensáveis para o desenvolvimento da empresa. Esses dados, coletados, devem ser bem organizados e estruturados de forma que o

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br Princípios da Teoria de Sistemas 1 Grupos diferentes dentro de uma organização necessitam

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL

SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL 1. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL (SIG) Conjunto integrado de pessoas, procedimentos, banco de dados e dispositivos que suprem os gerentes e os tomadores

Leia mais

CAPÍTULO 7. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO (SAD) SISTEMAS DE SUPORTE À DECISÃO (SSD)

CAPÍTULO 7. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO (SAD) SISTEMAS DE SUPORTE À DECISÃO (SSD) 1 CAPÍTULO 7. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO (SAD) SISTEMAS DE SUPORTE À DECISÃO (SSD) A necessidade dos SAD surgiu em decorrência de diversos fatores, como, por exemplo: Competição cada vez maior entre as

Leia mais

Prova INSS RJ - 2007 cargo: Fiscal de Rendas

Prova INSS RJ - 2007 cargo: Fiscal de Rendas Prova INSS RJ - 2007 cargo: Fiscal de Rendas Material de Apoio de Informática - Prof(a) Ana Lucia 53. Uma rede de microcomputadores acessa os recursos da Internet e utiliza o endereço IP 138.159.0.0/16,

Leia mais

Etapas da evolução rumo a tomada de decisão: Aplicações Isoladas: dados duplicados, dados inconsistentes, processos duplicados.

Etapas da evolução rumo a tomada de decisão: Aplicações Isoladas: dados duplicados, dados inconsistentes, processos duplicados. Histórico Etapas da evolução rumo a tomada de decisão: Aplicações Isoladas: dados duplicados, dados inconsistentes, processos duplicados. Sistemas Integrados: racionalização de processos, manutenção dos

Leia mais

Estudar os Sistemas de Processamento de Transação (SPT)

Estudar os Sistemas de Processamento de Transação (SPT) Estudar a Colaboração Empresarial. Objetivos do Capítulo Estudar os Sistemas de Processamento de Transação (SPT) Identificar o papel e alternativas de relatórios dos sistemas de informação gerencial. Estudar

Leia mais

ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET

ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET AULA 01 ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET JAMES A. O BRIEN CAPÍTULO 01 Páginas 03 à 25 1 A mistura de tecnologias da Internet e preocupações empresariais

Leia mais

Identificar as mudanças que acontecem na forma e no uso de apoio à decisão em empreendimentos de e-business. Identificar o papel e alternativas de

Identificar as mudanças que acontecem na forma e no uso de apoio à decisão em empreendimentos de e-business. Identificar o papel e alternativas de 1 Identificar as mudanças que acontecem na forma e no uso de apoio à decisão em empreendimentos de e-business. Identificar o papel e alternativas de relatórios dos sistemas de informação gerencial. Descrever

Leia mais

Aula 7 Componentes de um Sistema de Informação Recursos e Atividades

Aula 7 Componentes de um Sistema de Informação Recursos e Atividades Aula 7 Componentes de um Sistema de Informação Recursos e Atividades Curso: Gestão de TI - UNIP Disciplina: Sistemas de Informação Professor: Shie Yoen Fang Ementa: Item 11 e Item 12 2ª semestre de 2011

Leia mais

Gerenciamento de Dados e Gestão do Conhecimento

Gerenciamento de Dados e Gestão do Conhecimento ELC1075 Introdução a Sistemas de Informação Gerenciamento de Dados e Gestão do Conhecimento Raul Ceretta Nunes CSI/UFSM Introdução Gerenciando dados A abordagem de banco de dados Sistemas de gerenciamento

Leia mais

Fundamentos da inteligência de negócios: gestão da informação e de bancos de dados

Fundamentos da inteligência de negócios: gestão da informação e de bancos de dados Fundamentos da inteligência de negócios: gestão da informação e de bancos de dados slide 1 1 Copyright 2011 Pearson Education, Inc. publishing as Prentice Hall Objetivos de estudo Como um banco de dados

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - TI

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - TI TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - TI Elaborado e adaptado por: Prof.Mestra Rosimeire Ayres Aula 1 - Introdução a Tecnologia da Informação A tecnologia da informação, diz respeito ao aspecto tecnológico de um

Leia mais

E-Business global e colaboração

E-Business global e colaboração E-Business global e colaboração slide 1 2011 Pearson Prentice Hall. Todos os direitos reservados. 2.1 Copyright 2011 Pearson Education, Inc. publishing as Prentice Hall Objetivos de estudo Quais as principais

Leia mais

MATERIAL DIDÁTICO: APLICAÇÕES EMPRESARIAIS SISTEMA DE APOIO À DECISÃO (SAD)

MATERIAL DIDÁTICO: APLICAÇÕES EMPRESARIAIS SISTEMA DE APOIO À DECISÃO (SAD) AULA 07 MATERIAL DIDÁTICO: APLICAÇÕES EMPRESARIAIS SISTEMA DE APOIO À DECISÃO (SAD) JAMES A. O BRIEN MÓDULO 01 Páginas 286 à 294 1 AULA 07 SISTEMAS DE APOIO ÀS DECISÕES 2 Sistemas de Apoio à Decisão (SAD)

Leia mais

Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Na prática, não existe uma classificação rígida, permitindo aos autores e principalmente as empresas classificar seus sistemas de diversas maneiras. A ênfase

Leia mais

Administração de Banco de Dados

Administração de Banco de Dados Administração de Banco de Dados Professora conteudista: Cida Atum Sumário Administração de Banco de Dados Unidade I 1 INTRODUÇÃO A BANCO DE DADOS...1 1.1 Histórico...1 1.2 Definições...2 1.3 Importância

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EXERCÍCIOS DO LIVRO SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS ALUNO ADRIANO RAMPINELLI FERNANDES

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EXERCÍCIOS DO LIVRO SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS ALUNO ADRIANO RAMPINELLI FERNANDES FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EXERCÍCIOS DO LIVRO SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS ALUNO ADRIANO RAMPINELLI FERNANDES Capítulo 1 - Página 28 - Questões de revisão 1.2 O que é exatamente um sistema

Leia mais

www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br

www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br Outras Apostilas em: www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br Centro Universitário Geraldo di Biase 1. Sistemas, Processos e Informações Ao observarmos o funcionamento de um setor

Leia mais

ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET

ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET AULA 06 ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET JAMES A. O BRIEN MÓDULO 01 Páginas 278 à 285 1 AULA 06 APOIO ÀS DECISÕES DE E BUSINESS 2 E business e Apoio

Leia mais

DATA WAREHOUSE. Introdução

DATA WAREHOUSE. Introdução DATA WAREHOUSE Introdução O grande crescimento do ambiente de negócios, médias e grandes empresas armazenam também um alto volume de informações, onde que juntamente com a tecnologia da informação, a correta

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação

Estratégias em Tecnologia da Informação Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 6 Sistemas de Informações Estratégicas Sistemas integrados e sistemas legados Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados Material de apoio 2 Esclarecimentos

Leia mais

Capítulo 1 Introdução aos Sistemas de Informação nas Empresas

Capítulo 1 Introdução aos Sistemas de Informação nas Empresas Capítulo 1 Introdução aos Sistemas de Informação nas Empresas 1.1 Por que as empresas precisam da TI 1.1.1 Por que os Sistemas de Informação São Importantes Entender a administração e o uso responsável

Leia mais

Sistemas de Informação Gerenciais Primeira Aula

Sistemas de Informação Gerenciais Primeira Aula Faculdade Pitágoras de Uberlândia Pós-graduação Sistemas de Informação Gerenciais Primeira Aula Prof. Me. Walteno Martins Parreira Júnior www.waltenomartins.com.br Maio -2013 Bibliografia básica LAUDON,

Leia mais

Sistemas e Sistemas de Informação

Sistemas e Sistemas de Informação Sistemas e Sistemas de Informação 1) Defina pensamento sistêmico. É pensar na empresa como um sistema. A empresa não é vista como um conjunto de partes independentes, buscando alcançar objetivos isolados,

Leia mais

Tópicos Especiais em Economia e Gestão da Saúde

Tópicos Especiais em Economia e Gestão da Saúde Tópicos Especiais em Economia e Gestão da Saúde Sistemas de Informações ( Parte I) Patrícia Paula Dias de Sá Residente de Administração em Gestão Hospitalar Hospital Universitário - UFJF Ato ou efeito

Leia mais

Plano de Ensino. Apresentação da Unidade Curricular

Plano de Ensino. Apresentação da Unidade Curricular Plano de Ensino Plano de Ensino Apresentação da Unidade Curricular o Funcionamento, arquitetura e conceitos fundamentais dos bancos de dados relacionais e objeto relacionais. Utilização de linguagem DDL

Leia mais

Tecnologia da Informação e Comunicação. Douglas Farias Cordeiro

Tecnologia da Informação e Comunicação. Douglas Farias Cordeiro Tecnologia da Informação e Comunicação Douglas Farias Cordeiro Algumas coisas que vimos até aqui Qual a diferença entre as funções do analista e do projetista? Como funciona o ciclo de vida de um projeto

Leia mais

Fundamentos de Sistemas de Informação Sistemas de Informação

Fundamentos de Sistemas de Informação Sistemas de Informação Objetivo da Aula Tecnologia e as Organizações, importância dos sistemas de informação e níveis de atuação dos sistemas de informação Organizações & Tecnologia TECNOLOGIA A razão e a capacidade do homem

Leia mais

Aula 15. Tópicos Especiais I Sistemas de Informação. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr.

Aula 15. Tópicos Especiais I Sistemas de Informação. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. 15 Aula 15 Tópicos Especiais I Sistemas de Informação Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. Site Disciplina: http://fundti.blogspot.com.br/ Conceitos básicos sobre Sistemas de Informação Conceitos sobre Sistemas

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL COMO FONTE DE TOMADA DE DECISÕES GERENCIAS

A IMPORTÂNCIA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL COMO FONTE DE TOMADA DE DECISÕES GERENCIAS A IMPORTÂNCIA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL COMO FONTE DE TOMADA DE DECISÕES GERENCIAS Linha de pesquisa: Sistema de informação gerencial Pâmela Adrielle da Silva Reis Graduanda do Curso de Ciências

Leia mais

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos Denis Alcides Rezende Do processamento de dados a TI Na década de 1960, o tema tecnológico que rondava as organizações era o processamento de

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Prof. José Carlos Vaz Baseado em LAUDON, K. & LAUDON, J. Sistemas de Informação Gerenciais. Pearson, 2004 (5a. ed.).

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Prof. José Carlos Vaz Baseado em LAUDON, K. & LAUDON, J. Sistemas de Informação Gerenciais. Pearson, 2004 (5a. ed.). SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. José Carlos Vaz Baseado em LAUDON, K. & LAUDON, J. Sistemas de Informação Gerenciais. Pearson, 2004 (5a. ed.). O que é um sistema de informação? Um conjunto de componentes

Leia mais

PLANO DE TREINAMENTO

PLANO DE TREINAMENTO DIRETORIA DE GESTÃO DE PESSOAS COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS Curso: Curso de Desenvolvimento de Servidores PLANO DE TREINAMENTO Treinamento: Controle de Sistemas de Informação Módulo II Método

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação. Telecomunicações e a Internet na Empresa

Administração de Sistemas de Informação. Telecomunicações e a Internet na Empresa Administração de Sistemas de Informação e a Internet na Empresa Conectando a Empresa à Rede As organizações estão se tornando empresas conectadas em redes. As redes do tipo Internet, Intranet e Extranet

Leia mais

SISTEMA GERENCIADOR DE BANCO DE DADOS

SISTEMA GERENCIADOR DE BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS Universidade do Estado de Santa Catarina Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Ciência da Computação Prof. Alexandre Veloso de Matos alexandre.matos@udesc.br SISTEMA GERENCIADOR

Leia mais

Banco de Dados. Introdução. João Eduardo Ferreira Osvaldo Kotaro Takai. jef@ime.usp.br DCC-IME-USP

Banco de Dados. Introdução. João Eduardo Ferreira Osvaldo Kotaro Takai. jef@ime.usp.br DCC-IME-USP Banco de Dados Introdução João Eduardo Ferreira Osvaldo Kotaro Takai jef@ime.usp.br DCC-IME-USP Importância dos Bancos de Dados A competitividade das empresas depende de dados precisos e atualizados. Conforme

Leia mais

Persistência e Banco de Dados em Jogos Digitais

Persistência e Banco de Dados em Jogos Digitais Persistência e Banco de Dados em Jogos Digitais Prof. Marcos Francisco Pereira da Silva Especialista em Engenharia de Software Jogos Digitais - Computação Gráfica 1 Agenda Vantagens de usar a abordagem

Leia mais

INTRODUÇÃO E CONCEITOS BÁSICOS. Prof. Ronaldo R. Goldschmidt

INTRODUÇÃO E CONCEITOS BÁSICOS. Prof. Ronaldo R. Goldschmidt INTRODUÇÃO E CONCEITOS BÁSICOS Prof. Ronaldo R. Goldschmidt Hierarquia Dado - Informação - Conhecimento: Dados são fatos com significado implícito. Podem ser armazenados. Dados Processamento Informação

Leia mais

O papel dos sistemas de informação no ambiente de negócios contemporâneo

O papel dos sistemas de informação no ambiente de negócios contemporâneo O papel dos sistemas de informação no ambiente de negócios contemporâneo Mestrado em Gestão estratégicas de Organizações Disciplina: Sistemas de Informação e Novas Tecnologias Organizacionais Professor:

Leia mais

Unidade IV SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Prof. Daniel Arthur Gennari Junior

Unidade IV SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Prof. Daniel Arthur Gennari Junior Unidade IV SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Daniel Arthur Gennari Junior Sobre esta aula Sistema de informação nos negócios Sistemas de informação no apoio ao processo de tomada de decisão Sistemas colaborativos

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Sistemas Informações Gerenciais Fundamentos sobre Sistemas Informação Teoria Geral dos Sistemas (TGS): Surgida em meados da década 1920. Surgiu como uma crítica à abordagem científica reducionista predominante

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Unidade I SISTEMAS PARA INTERNET E. Prof. Emanuel Matos

Unidade I SISTEMAS PARA INTERNET E. Prof. Emanuel Matos Unidade I SISTEMAS PARA INTERNET E SOFTWARE LIVRE Prof. Emanuel Matos Sumário Unidade I Principais tecnologias da rede digital Computação cliente/servidor Comutação de pacotes TCP/IP Sistemas de informação

Leia mais

Administração de Sistemas. E-mail: fdenis_natal@yahoo.com.br MSN: fdenis_natal@hotmail.com

Administração de Sistemas. E-mail: fdenis_natal@yahoo.com.br MSN: fdenis_natal@hotmail.com Administração de Sistemas de Informação PROF. FELIPE DENIS M. DE OLIVEIRA E-mail: fdenis_natal@yahoo.com.br MSN: fdenis_natal@hotmail.com Facebook: Felipe Oliveira OBSERVAÇÕES IMPORTANTES Freqüência: Mínimo

Leia mais

Conceitos de Banco de Dados

Conceitos de Banco de Dados Conceitos de Banco de Dados Autor: Luiz Antonio Junior 1 INTRODUÇÃO Objetivos Introduzir conceitos básicos de Modelo de dados Introduzir conceitos básicos de Banco de dados Capacitar o aluno a construir

Leia mais

ERP Enterprise Resourse Planning Sistemas de Gestão Empresarial

ERP Enterprise Resourse Planning Sistemas de Gestão Empresarial ERP Enterprise Resourse Planning Sistemas de Gestão Empresarial Prof. Pedro Luiz de O. Costa Bisneto 14/09/2003 Sumário Introdução... 2 Enterprise Resourse Planning... 2 Business Inteligence... 3 Vantagens

Leia mais

Banco de Dados I. Introdução. Fabricio Breve

Banco de Dados I. Introdução. Fabricio Breve Banco de Dados I Introdução Fabricio Breve Introdução SGBD (Sistema Gerenciador de Banco de Dados): coleção de dados interrelacionados e um conjunto de programas para acessar esses dados Coleção de dados

Leia mais

Capítulo 2 E-Business global e colaboração

Capítulo 2 E-Business global e colaboração Objetivos de estudo Capítulo 2 E-Business global e colaboração Quais as principais características de um negócio que são relevantes para a compreensão do papel dos sistemas de informação? Como os sistemas

Leia mais

Uma Arquitetura de Gestão de Dados em Ambiente Data Warehouse

Uma Arquitetura de Gestão de Dados em Ambiente Data Warehouse Uma Arquitetura de Gestão de Dados em Ambiente Data Warehouse Alcione Benacchio (UFPR) E mail: alcione@inf.ufpr.br Maria Salete Marcon Gomes Vaz (UEPG, UFPR) E mail: salete@uepg.br Resumo: O ambiente de

Leia mais

DCC133 Introdução à Sistemas de Informação. E-business global e colaboração

DCC133 Introdução à Sistemas de Informação. E-business global e colaboração Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação DCC133 Introdução à Sistemas de Informação TÓPICO 2 E-business global e colaboração Prof. Tarcísio de Souza Lima OBJETIVOS DE ESTUDO Identificar e descrever

Leia mais

Banco de Dados I. Apresentação (mini-currículo) Conceitos. Disciplina Banco de Dados. Cont... Cont... Edson Thizon (edson@esucri.com.

Banco de Dados I. Apresentação (mini-currículo) Conceitos. Disciplina Banco de Dados. Cont... Cont... Edson Thizon (edson@esucri.com. Sistemas da Informação Banco de Dados I Edson Thizon (edson@esucri.com.br) 2008 Apresentação (mini-currículo) Formação Acadêmica Mestrando em Ciência da Computação (UFSC/ ) Créditos Concluídos. Bacharel

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional II Prof.: Fernando Hadad Zaidan

Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional II Prof.: Fernando Hadad Zaidan Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional II Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 4.1 2 1 Material usado na montagem dos Slides BARBIERI,

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Estrutura de um Sistema de Informação Vimos

Leia mais

Como melhorar a tomada de decisão. slide 1

Como melhorar a tomada de decisão. slide 1 Como melhorar a tomada de decisão slide 1 P&G vai do papel ao pixel em busca da gestão do conhecimento Problema: grande volume de documentos em papel atrasavam a pesquisa e o desenvolvimento. Solução:

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani Planejamento Estratégico de TI Prof.: Fernando Ascani Data Warehouse - Conceitos Hoje em dia uma organização precisa utilizar toda informação disponível para criar e manter vantagem competitiva. Sai na

Leia mais

Introdução ao Sistema de Informação

Introdução ao Sistema de Informação Introdução ao Sistema de Informação Prof.: Luiz Mandelli Neto Conhecer sistemas de informação é essencial para os administradores. Sobreviver Prosperar O sistema de informação auxilia as empresas: Estender

Leia mais

Sistemas de Informação: tipos e características

Sistemas de Informação: tipos e características Sistemas de Informação: tipos e características Tipos de sistemas de informação. Os quatro tipos principais de sistemas de informação. Sistemas do ponto de vista de pessoal Sistemas de processamento de

Leia mais