Artes. Ensino Fundamental 7º ano

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Artes. Ensino Fundamental 7º ano"

Transcrição

1 Artes Ensino Fundamental 7º ano

2 HISTÓRIA DO CARNAVAL O Carnaval teve origem nas festas em que os gregos e os romanos comemoravam suas colheitas. Muitos séculos depois, a celebração acabou tornando-se uma brincadeira típica das cidades. No Brasil, o Carnaval foi introduzido pelos portugueses. Seu nome era entrudo palavra que vem do latim introitus e que designa as solenidades litúrgicas da Quaresma. O Carnaval daqui foi, até a metade do século XIX, uma festa de muita sujeira e molhação. Os escravos a festejavam sujando-se uns aos outros com polvilho e farinha de trigo, ou espirrando água pelas ruas com o auxílio de uma enorme bisnaga de lata (como pode ser observado na pintura abaixo de Debret, que retrata o carnaval no Brasil escravocrata). As famílias brancas, refugiadas em suas casas, brincavam o Carnaval fazendo guerras de laranjinhas pequenas bolas de cera que se quebravam espalhando água perfumada, ou então, jogando de suas janelas um líquido não tão cheiroso na cabeça dos passantes. Por isso as pessoas evitavam sair às ruas durante os dias do entrudo. Isso fez com que os bailes de máscara, realizados apenas para a elite durante o Primeiro Império, e, a partir da década de 1840, para a classe média, fizessem muito sucesso. Nesses bailes, que eram pagos e feitos em teatros e hotéis do Rio de Janeiro, não se dançava o samba, mas sim o schottische, as mazurcas, as polcas, as valsas e o maxixe, que era o único ritmo genuinamente nacional. Somente em 1869, quando o ator Correia Vasques adaptou a música de uma peça francesa e deu para essa adaptação o nome de Zé Pereira mesma música que é cantada até os dias de hoje, apareceu a primeira música de Carnaval. Até então, todas as músicas eram instrumentais ou em outro idioma. O carnaval da rua, entretanto, quase não existia. Tudo à custa da violência que tinha o entrudo [há no Recife, atualmente, uma brincadeira sobrevivente do entrudo que se chama mela-mela]. Alguns jornalistas da época começaram a estimular a criação de carnavais que imitassem os de Roma e de Veneza, onde as pessoas saiam às ruas fantasiadas para realizarem o corso ou as batalhas de flores. Um dos jornalistas que defendia ardorosamente esta forma de Carnaval era José de Alencar, o qual escreveu na sua coluna do "Jornal Mercantil" do Rio de Janeiro, às vésperas do Carnaval de 1855, a seguinte frase: "Confesso que esta idéia me sorri. Uma espécie de baile mascarado, às últimas horas do dia, à fresca da tarde, num belo e vasto terraço, com todo o desafogo, deve ser encantador". Foi assim, após uma campanha dos jornalistas contra o violento entrudo e a favor do elegante Carnaval veneziano, que os desfiles de rua começaram a acontecer. A partir daí o Carnaval pode ser dividido em dois tipos distintos de manifestação: um, feito pelas classes mais ricas nos bailes de salão, nas batalhas de flores, nos corsos e desfiles de carros alegóricos; outro, feito pelas classes mais pobres nos maracatus, cordões, blocos, ranchos, frevos, troças, afoxés e, finalmente, nas escolas de samba. Assim, caótico desde seu princípio, o Carnaval brasileiro é também marcado pela divisão das classes sociais. Atualmente, tanto nos desfiles das escolas de samba do Rio e de São Paulo como nos festejos do nordeste, esta divisão ficou um pouco mais sutil, o que tornou o carnaval mais democrático, mas ainda há lugares em que ela persiste. Na Bahia, por exemplo, só pode desfilar em alguns dos blocos quem tem dinheiro para pagar pelo abadá, ou nas escolas de samba do Rio que passam por um processo de embranquecimento e de comercialização, há, vez por outra, lugares onde apenas aqueles que tem dinheiro podem brincar os camarotes dos sambódromos do Rio e São Paulo são uma demonstração clara dessa divisão. 2

3 MOVIMENTO SURREALISTA O surrealismo foi um movimento artístico que surgiu na França na década de Este movimento foi significativamente influenciado pelas teses psicanalíticas de Sigmund Freud, que mostram a importância do inconsciente na criatividade do ser humano. De acordo com Freud, o homem deve libertar sua mente da lógica imposta pelos padrões comportamentais e morais estabelecidos pela sociedade e dar vazão aos sonhos e as informações do inconsciente. O pai da psicanálise, não segue os valores sociais da burguesia como, por exemplo, o status, a família e a pátria. Surrealismo é uma palavra derivativa de surreal, logo significa dizer aquele ou aquilo que está fora da realidade por sua extravagância exagerada, maluquice pura, mas no sentido positivo, genial. Os artistas surrealistas desprezam os limites da razão e propõe a criação artística por outros canais: os canais do subconsciente. O marco de início do surrealismo foi a publicação do Manifesto Surrealista, feito pelo poeta e psiquiatra francês André Breton, em Neste manifesto, foram declarados os principais princípios do movimento surrealista: ausência da lógica, adoção de uma realidade "maravilhosa" (superior), exaltação da liberdade de criação, entre outros. O surrealismo procura expressar a ausência de racionalidade humana e as manifestações do subconsciente. Os surrealistas deslizam pelas águas mágicas da irrealidade, desprezando a realidade concreta e mergulhando na esfera da absoluta liberdade de expressão, movida pela energia que emana da psique. Eles almejam alcançar justamente o espaço no qual o Homem se libera de toda a repressão exercida pela Razão, escapando assim do controle constante do Ego, criando obras repletas de humor, sonhos, utopias e qualquer informação contrária a lógica. O frottage, desenhos a partir de "decalques" sobre superfícies irregulares e a colagem, montagens predominantemente incongruentes, eram alguns métodos utilizados pelos surrealistas para explorar suas potencialidades inconscientes. A FANTASIA E A IMAGINAÇÃO A persistência da Memória, salvador Dali (1931) O catalão Salvador Dali ( ) e o belga René Magritte ( ) são dois dos principais artistas do movimento surrealista. Por que você acha que a obra apresentada se chama "A persistência da memória"? O relógio é utilizado para marcar o tempo. Note que as ideias de tempo e memória estão bastante ligadas. É como se, com o passar do tempo, a memória fosse se apagando, escorrendo, assim como o tempo... Agora imagine uma sereia... René Magritte, Invenção Coletiva, 1934 Provavelmente, a imagem de sereia que veio à sua cabeça não é exatamente essa que você viu no quadro acima. A obra "Invenção Coletiva", é de outro gênio do surrealismo, Magritte. O título da obra brinca com o imaginário coletivo, povoado de seres que não existem na realidade, mas que habitam a imaginação de muitas pessoas por serem difundidos em nossa cultura. Por trás dessas obras cheias de sonho, os pintores surrealistas tinham um propósito bem real. O surrealismo foi um movimento surgido num período entre guerras, e tinha o propósito de rejeitar o racionalismo e a lógica, que, usados ao extremo, haviam levado a Europa a ser destruída por armas e bombas construídas graças ao uso desmedido da ciência. A década de 1930 é conhecida como o período de expansão surrealista pelo mundo. Artistas, cineastas, dramaturgos e escritores do mundo todo assimilam as idéias e o estilo do surrealismo. Porém, no final da década de 1960 o grupo entra em crise e acaba se dissolvendo. 3

4 EXPRESSIONISMO 4

5 5

6 CUIDADO! TINTA FRESCA! Os artistas pintaram e continuam pintando temas variados, utilizando suporte e materiais diversos. O tema é o assunto da obra. O suporte é a base que recebe a pintura, que pode ser aplicada com diferentes meios e técnicas, conforme a característica do suporte. A técnica pode ser definida como a maneira de fazer algo e o meio como a maneira de empregar determinado material. Por exemplo: Você utiliza o papel como suporte e o lápis de cor como material para ilustrar um tema. Você pode reproduzir a mesma imagem sobre outro suporte, utilizando outro material. Vamos tentar? O Afresco, por exemplo, é uma técnica de pintura feita em paredes ou tetos cuja camada de argamassa, nata de cal ou gesso, deve estar úmida para que a tinta penetre na superfície também úmida e passe a integrá-las, garantindo durabilidade a pintura. PESQUISA: 6

7 7

8 8

9 9

10 10

11 11

12 12

13 13

14 14

15 15

16 16

17 17

18 18

19 19

20 20

21 21

22 22

23 23

24 24

25 25

26 26

27 27

28 28

29 29

Histórico O surrealismo surgiu na França na década de 1920. Este movimento foi significativamente influenciado pelas teses psicanalíticas de Sigmund

Histórico O surrealismo surgiu na França na década de 1920. Este movimento foi significativamente influenciado pelas teses psicanalíticas de Sigmund Histórico O surrealismo surgiu na França na década de 1920. Este movimento foi significativamente influenciado pelas teses psicanalíticas de Sigmund Freud, que mostram a importância do inconsciente na

Leia mais

TURMA 801. Aula 07 PERSPECTIVA LINEAR

TURMA 801. Aula 07 PERSPECTIVA LINEAR TURMA 801 Aula 07 PERSPECTIVA LINEAR Nós habitamos um mundo tridimensional. Ou seja, vemos o mundo em três dimensões: a altura, a largura e a profundidade. É por conta da profundidade que dizemos a árvore

Leia mais

futurismo Filippo Marinetti Oswald de Andrade Anita Malfatti

futurismo Filippo Marinetti Oswald de Andrade Anita Malfatti FUTURISMO O futurismo é um movimento artístico e literário, que surgiu oficialmente em 20 de fevereiro de 1909 com a publicação do Manifesto Futurista, pelo poeta italiano Filippo Marinetti, no jornal

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO. Nº de Identidade Órgão Expedidor UF Nº de Inscrição FISCAL I ATENÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO. Nº de Identidade Órgão Expedidor UF Nº de Inscrição FISCAL I ATENÇÃO U N I V E R S I D A D E D E P E R N A M B U C O DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO Não deixe de preencher as lacunas a seguir. Prédio Sala Nome Nº de Identidade Órgão Expedidor UF Nº de Inscrição FISCAL

Leia mais

O Surrealismo foi um movimento artístico e literário surgido primeiramente em Paris (1924) com a publicação do Manifesto Surrealista, feito pelo

O Surrealismo foi um movimento artístico e literário surgido primeiramente em Paris (1924) com a publicação do Manifesto Surrealista, feito pelo 1 O Surrealismo foi um movimento artístico e literário surgido primeiramente em Paris (1924) com a publicação do Manifesto Surrealista, feito pelo poeta e psiquiatra francês André Breton em 1924. Inserido

Leia mais

Surrealismo. Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes

Surrealismo. Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes Surrealismo Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes O surrealismo foi o movimento artístico moderno da representação do irracional e do subconsciente. Suas origens devem ser buscadas

Leia mais

Justificativa. Público Alvo. 4º ano do ensino fundamental. Conceituais. Procedimentais. Atitudinais

Justificativa. Público Alvo. 4º ano do ensino fundamental. Conceituais. Procedimentais. Atitudinais Justificativa No início do ano letivo, o reencontro com os amigos e novas amizades reflorescem vínculos e esperanças renovadas. Este é um momento propício para o trabalho com a pluralidade cultural e para

Leia mais

Principais movimentos artísticos do século XX

Principais movimentos artísticos do século XX Principais movimentos artísticos do século XX EXPRESSIONISMO FAUVISMO CUBISMO ABSTRACIONISMO SURREALISMO FUTURISMO 2ª parte abstracionismo 1910 ABSTRACIONISMO - 1910 A arte abstrata tende a suprimir toda

Leia mais

Movimentos da Arte Moderna. Surrealismo. III Trimestre: turmas 181, 182 e 183

Movimentos da Arte Moderna. Surrealismo. III Trimestre: turmas 181, 182 e 183 Movimentos da Arte Moderna Surrealismo III Trimestre: turmas 181, 182 e 183 Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes O surrealismo foi o movimento da arte moderna que representou o irracional

Leia mais

SURREALISMO. História da Arte Profº Geder 1ª Série Ensino Médio (2012)

SURREALISMO. História da Arte Profº Geder 1ª Série Ensino Médio (2012) SURREALISMO História da Arte Profº Geder 1ª Série Ensino Médio (2012) SURREALISMO Dadaísmo: - fundado durante a 1ª Guerra Mundial. Surgiu na Europa (Zurique) no ano de 1916. Características: - Objetos

Leia mais

O que é o Surrealismo?

O que é o Surrealismo? Contexto histórico Contexto histórico Num ambiente totalmente fragilizado, aparece o Surrealismo. Desestabilizador e desestruturador de toda a idéia de cultura existente até então, propõe a junção de imagens

Leia mais

René Magritte Le Fils de Lhomme. Surrealismo

René Magritte Le Fils de Lhomme. Surrealismo Surrealismo Surrealismo Movimento artístico e literário nascido em Paris, em 1924, quando foi lançado o Manifesto surrealista, escrito por André Breton. Propunha aos artistas que expressassem livremente

Leia mais

Com fantasias, alunos do Infantil dançaram as marchinhas do Carnaval

Com fantasias, alunos do Infantil dançaram as marchinhas do Carnaval FourC leva o sambódromo para a Escola, unindo diversão e aprendizagem Máscaras, samba-enredo, alegorias, fantasias e muita alegria aliada ao estudo, o aprendizado e a diversão! Foi assim o Carnaval na

Leia mais

DATAS COMEMORATIVAS. CHEGADA DOS PORTUGUESES AO BRASIL 22 de abril

DATAS COMEMORATIVAS. CHEGADA DOS PORTUGUESES AO BRASIL 22 de abril CHEGADA DOS PORTUGUESES AO BRASIL 22 de abril Descobrimento do Brasil. Pintura de Aurélio de Figueiredo. Em 1500, há mais de 500 anos, Pedro Álvares Cabral e cerca de 1.500 outros portugueses chegaram

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO. Artes

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO. Artes COLÉGIO ARNALDO 2015 CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO. Artes Aluno (a): 5º ano: Turma: Professor (a): Valor: 20 pontos Este trabalho deverá ser entregue IMPRETERIVELMENTE no dia da prova. Prezado(a)

Leia mais

Lista de Recuperação de Arte 6º ANO

Lista de Recuperação de Arte 6º ANO 1 Nome: nº Data: / /2012 ano bimestre Profa.: Denise Lista de Recuperação de Arte 6º ANO Nota: 1) A arte fez parte da vida do homem desde a pré-história ( período anterior ao surgimento da escrita ) que

Leia mais

DATAS COMEMORATIVAS. FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro

DATAS COMEMORATIVAS. FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro As festas juninas fazem parte da tradição católica, mas em muitos lugares essas festas perderam essa característica.

Leia mais

Autor (a): Januária Alves

Autor (a): Januária Alves Nome do livro: Crescer não é perigoso Editora: Gaivota Autor (a): Januária Alves Ilustrações: Nireuda Maria Joana COMEÇO DO LIVRO Sempre no fim da tarde ela ouvia no volume máximo uma musica, pois queria

Leia mais

MURAL- FEVEREIRO 2015. Compromisso. Av. Carlos Livieiro, 280 04186-100 São Paulo SP Fone: 11 2915.3111 www.ipirangatransportes.com.

MURAL- FEVEREIRO 2015. Compromisso. Av. Carlos Livieiro, 280 04186-100 São Paulo SP Fone: 11 2915.3111 www.ipirangatransportes.com. Compromisso Interessante A HISTÓRIA DO CARNAVAL... A história do carnaval no Brasil iniciou-se no período colonial. Uma das primeiras manifestações carnavalescas foi o entrudo, uma festa de origem portuguesa

Leia mais

FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES. Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo

FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES. Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo 2 CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I Habilidades: - Conhecer e distinguir diferentes momentos

Leia mais

ARTES 9 ANO PROF.ª GABRIELA DACIO PROF.ª ARLENE CALIRI ENSINO FUNDAMENTAL

ARTES 9 ANO PROF.ª GABRIELA DACIO PROF.ª ARLENE CALIRI ENSINO FUNDAMENTAL ARTES 9 ANO PROF.ª ARLENE CALIRI ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª GABRIELA DACIO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade I Tecnologia - Corpo, movimento e linguagem na era da informação. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula

Leia mais

DATAS COMEMORATIVAS e HINOS CÍVICOS

DATAS COMEMORATIVAS e HINOS CÍVICOS e HINOS CÍVICOS Material de apoio e uso exclusivo dos professores que adotam os livros de História do Projeto Pitanguá. 1 a e 2 a séries Ensino Fundamental Professor Nossa preocupação, ao organizar este

Leia mais

Grupo 5 Volume 3 Unidade 5: Um pouco daqui, um pouco dali, um pouco de lá.

Grupo 5 Volume 3 Unidade 5: Um pouco daqui, um pouco dali, um pouco de lá. Grupo 5 Volume 3 Unidade 5: Um pouco daqui, um pouco dali, um pouco de lá. A Unidade é muito rica em informações sobre os três países explorados e possibilita o desenvolvimento de pesquisas e ampliação

Leia mais

Neoclassicismo. Segundo a leitura acima analise os itens e marque uma ÚNICA alternativa:

Neoclassicismo. Segundo a leitura acima analise os itens e marque uma ÚNICA alternativa: Neoclassicismo Questão 01 De acordo com a tendência neoclássica, uma obra de arte só seria perfeitamente bela na medida em que imitasse não as formas da natureza, mas as que os artistas clássicos gregos

Leia mais

ARTES AVALIAÇÃO. Aula 3.2 - AVALIAÇÃO

ARTES AVALIAÇÃO. Aula 3.2 - AVALIAÇÃO Aula 3.2-2 1. A Anunciação é uma das obras mais conhecidas de Leonardo da Vinci. Feita por volta do ano de 1472, ela retrata uma das cenas bíblicas mais famosas de todos os tempos. Escreva nas linhas abaixo

Leia mais

A ARTE APÓS O ADVENTO DA FOTOGRAFIA

A ARTE APÓS O ADVENTO DA FOTOGRAFIA A ARTE APÓS O ADVENTO DA FOTOGRAFIA Bruno Carrijo Porto Débora Soares Oliveira Kamila Nogueira de Oliveira 1 Orientadora: Dra. Ana Lúcia Furquim Campos Toscano Resumo: O presente artigo tem como objetivo

Leia mais

MATERIAL COMPLEMENTAR PARA ESTUDOS HISTÓRIA DA ARTE- 2ª SÉRIE ENSINO MÉDIO

MATERIAL COMPLEMENTAR PARA ESTUDOS HISTÓRIA DA ARTE- 2ª SÉRIE ENSINO MÉDIO Arte Moderna Expressionismo A busca por expressar os problemas da sociedade da época e os sentimentos e emoções do homem no inicio do século xx Foi uma reação ao impressionismo, já que o movimento preocupou-se

Leia mais

DADAÍSMO Profa. Cristiane Lourenço

DADAÍSMO Profa. Cristiane Lourenço DADAÍSMO Profa. Cristiane Lourenço DADAÍSMO Formado em 1916 em Zurique por jovens franceses e alemães que, se tivessem permanecido em seus respectivos países, teriam sido convocados para o serviço militar,

Leia mais

A festa mais popular do Brasil

A festa mais popular do Brasil A festa mais popular do Brasil Uma festa popular que encanta milhares de pessoas desde a Antiguidade até os dias de hoje. No Rio, após anos de esquecimento o Carnaval de rua atrai multidões e conquista

Leia mais

O carnaval do riso e da crítica: o Mudança do Garcia

O carnaval do riso e da crítica: o Mudança do Garcia O carnaval do riso e da crítica: o Mudança do Garcia Ruydemberg Trindade Junior Resumo: O bloco Mudança do Garcia apesar de fazer parte do carnaval de Salvador, difere radicalmente da atual estrutura da

Leia mais

Quem Foi Pablo Picasso?

Quem Foi Pablo Picasso? FICHA Nº3 Pablo PICASSO Quem Foi Pablo Picasso? Você está para conhecer como surgiram os desenhos, pinturas e esculturas de Picasso. Quem foi esse homem? Picasso era um homem baixinho, gordo e muito inteligente.

Leia mais

Plano de aula para três encontros de 50 minutos cada. Tema: Vida e obra de Vincent Van Gogh. Público alvo: 4º série do Ensino fundamental

Plano de aula para três encontros de 50 minutos cada. Tema: Vida e obra de Vincent Van Gogh. Público alvo: 4º série do Ensino fundamental UDESC UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA DAV- DEPARTAMENTO DE ARTES VISUAIS Curso: Licenciatura em Artes Visuais Disciplina: Cultura Visual Professora: Jociele Lampert Acadêmica: Cristine Silva Santos

Leia mais

Escola Municipal Professora Zezé Ribas. Premio Afago de Literatura. A política brasileira

Escola Municipal Professora Zezé Ribas. Premio Afago de Literatura. A política brasileira Aluno: Camila Aparecida Pinto Serie: 7º ano A política brasileira Na política brasileira, existe uma grande chaga aberta e crescente já se tornou grande praga. Doença maldita, domina e contamina a toda

Leia mais

AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE

AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE AULA CRIATIVA DE HISTÓRIA - FOLCLORE Mesmo não acreditando na Educação Criativa, o professor pode fazer uma experiência para ver o resultado. É o caso da professora deste relato. Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br

Leia mais

SEMANA DO DESPORTO SEMANA DA NATUREZA COM PRAIA

SEMANA DO DESPORTO SEMANA DA NATUREZA COM PRAIA Dia 16 de Junho - segunda -feira 17 de Junho - terça -feira 18 de Junho -quarta -feira 19 de Junho - quinta -feira 20 de Junho - sexta -feira SEMANA DO DESPORTO TPC/Atelier do Saber " desporto?? Jogos??

Leia mais

QUESTÃO 04 QUESTÃO 05

QUESTÃO 04 QUESTÃO 05 QUESTÃO 01 Arte abstrata é uma arte: a) que tem a intenção de representar figuras geométricas. b) que não pretende representar figuras ou objetos como realmente são. c) sequencial, como, por exemplo, a

Leia mais

Português 3º ano Wilton. Vanguardas na Europa e no Brasil

Português 3º ano Wilton. Vanguardas na Europa e no Brasil Português 3º ano Wilton Vanguardas na Europa e no Brasil Roberson de Oliveira 1 Vanguardas na Europa e no Brasil No dia 20 de dezembro de 1917, o jornal O Estado de S. Paulo publicou o artigo Paranoia

Leia mais

COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO

COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO Aluno (a): Série: Nº. Data: / /2012 Professor (a): Rosilene Ardengui 8º Ano Conceito de Arte A arte

Leia mais

Sebastião Salgado atribui culpa a EUA e Europa por atual crise dos refugiados

Sebastião Salgado atribui culpa a EUA e Europa por atual crise dos refugiados Sebastião Salgado atribui culpa a EUA e Europa por atual crise dos refugiados POR ENTRETEMPOS, JORNAL FOLHA DE SÃO PAULO, 04.10.2015 Tião, como é chamado pelos amigos, não toma café. Ainda assim, motivado

Leia mais

O Livro Negro do Yoga. Bhagwan Bhava

O Livro Negro do Yoga. Bhagwan Bhava O Livro Negro do Yoga Bhagwan Bhava 1 2 Uma Iniciação ao Tantra Yoga Gayatri Mantra Om bhur bhuvaha svaha Tat savitur varenyam Bhargo devasya dhimahi Dhiyo yonah prachodayat "Que nós possamos meditar no

Leia mais

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires Professora: Yáskara Beiler Dalla Rosa Disciplina: Artes Série: 2ª Tema da aula: Surrealismo Objetivo da aula: Conhecer alguns dos principais artistas do Surrealismo.

Leia mais

A Arte e as Crianças

A Arte e as Crianças A Arte e as Crianças A criança pequena consegue exteriorizar espontaneamente a sua personalidade e as suas experiências inter-individuais, graças aos diversos meios de expressão que estão à sua disposição.

Leia mais

8º Ano 2015 4º Bimestre Artes Prof. Juva

8º Ano 2015 4º Bimestre Artes Prof. Juva 8º Ano 2015 4º Bimestre Artes Prof. Juva Manifestações de Arte Popular No Brasil a arte popular é aquela produzida por alguém que não possui uma instrução acadêmica em arte, mas produz obras que contém

Leia mais

Marina de Sousa Plácido Educação e Comunicação Multimédia ECM 1º Ano Nº 96

Marina de Sousa Plácido Educação e Comunicação Multimédia ECM 1º Ano Nº 96 Marina de Sousa Plácido Educação e Comunicação Multimédia ECM 1º Ano Nº 96 Introdução Este trabalho pretende delinear algumas linhas gerais sobre uma fase de História da Arte Contemporânea, o Surrealismo.

Leia mais

TRIANGULAÇÃO DE IMAGENS

TRIANGULAÇÃO DE IMAGENS 1 TRIANGULAÇÃO DE IMAGENS Profa. Teresa Cristina Melo da Silveira (Teca) E.M. Professor Oswaldo Vieira Gonçalves SME/PMU 1 Comunicação Relato de Experiência Triangulação de Imagens foi o nome escolhido

Leia mais

DADAÍSMO SURREALISMO OP ART E POP ART SÉC. XX

DADAÍSMO SURREALISMO OP ART E POP ART SÉC. XX DADAÍSMO SURREALISMO OP ART E POP ART SÉC. XX História da Arte Profª Natalia Pieroni IDADE CONTEMPORÂNEA LINHA DO TEMPO - HISTORIOGRAFIA Período PRÉ-HISTÓRIA Origens do homem até 40000 a. C IDADE ANTIGA

Leia mais

RENASCIMENTO ITALIANO

RENASCIMENTO ITALIANO ARTES / 2º ANO PROF.MÍLTON COELHO RENASCIMENTO ITALIANO Contexto histórico O termo significa reviver os ideais greco-romanos; na verdade o Renascimento foi mais amplo, pois aumentou a herança recebida

Leia mais

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri. Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.com Página 1 1. HISTÓRIA SUNAMITA 2. TEXTO BÍBLICO II Reis 4 3.

Leia mais

PROJETO DE LEITURA PRÉ-LEITURA

PROJETO DE LEITURA PRÉ-LEITURA PROJETO DE LEITURA PRÉ-LEITURA ATIVIDADES ANTERIORES À LEITURA INTENÇÃO: LEVANTAR HIPÓTESES SOBRE A AUTORA, SOBRE O LIVRO, INSTIGAR A CURIOSIDADE E AMPLIAR O REPERTÓRIO DO ALUNO Para o professor Ou isto

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PROJETO PSICOMOTRICIDADE Educar é Brincar SÉRIE: Contraturno

Leia mais

UM FILHO FAVORITO QUE SE TORNA UM ESCRAVO

UM FILHO FAVORITO QUE SE TORNA UM ESCRAVO Bíblia para crianças apresenta UM FILHO FAVORITO QUE SE TORNA UM ESCRAVO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Byron Unger; Lazarus Adaptado por: M. Kerr; Sarah S. Traduzido por: Judith Menga Produzido

Leia mais

Como é a criança de 4 a 6 anos

Como é a criança de 4 a 6 anos de 4 a 6 anos Como é a criança Brinque: lendo histórias, cantando e desenhando. A criança se comunica usando frases completas para dizer o que deseja e sente, dar opiniões, escolher o que quer. A criança

Leia mais

Projeto Kids ANO 2011 Nº 2 SÃO PAULO, 1 DE JULHO 2011 EDIÇÃO ESPECIAL. NESTA EDIÇÃO: Teatro com fantoches; Culinária; Passeio Circo da Mônica,

Projeto Kids ANO 2011 Nº 2 SÃO PAULO, 1 DE JULHO 2011 EDIÇÃO ESPECIAL. NESTA EDIÇÃO: Teatro com fantoches; Culinária; Passeio Circo da Mônica, No dia 12 de junho festejamos a nossa festa junina. Tivemos apresentação das danças, barracas de comidas típicas e de brincadeiras. A festa promoveu muita animação e solidariedade, toda verba arrecadada

Leia mais

"A felicidade consiste em preparar o futuro, pensando no presente e esquecendo o passado se foi triste"

A felicidade consiste em preparar o futuro, pensando no presente e esquecendo o passado se foi triste "A felicidade consiste em preparar o futuro, pensando no presente e esquecendo o passado se foi triste" John Ruskin "O Instituto WCF-Brasil trabalha para promover e defender os direitos das crianças e

Leia mais

06. Explique o método de pintura impressionista. Neste texto, correlacione a escolha da cor com o formato da pincelada?

06. Explique o método de pintura impressionista. Neste texto, correlacione a escolha da cor com o formato da pincelada? Estudo dirigido para o segundo ano do ensino médio, Artes Milton Gomes Coelho A arte do Impressionismo 01. Liste fatos que modificaram o ritmo das cidades no século XIX. Resposta: pág. 223 02. Relacione,

Leia mais

Conteúdos. Diversidade Cultural Ginástica Rítmica

Conteúdos. Diversidade Cultural Ginástica Rítmica Conteúdos Diversidade Cultural Ginástica Rítmica Habilidades Reconhecer os conceitos trabalhados na Unidade III Aplicar teoricamente os conteúdos estudados na unidade III PAUTA DO DO DIA DIA Acolhida Revisão

Leia mais

Vamos começar nossos estudos e descobertas????????

Vamos começar nossos estudos e descobertas???????? Aula 07 RESUMO E RESENHA Vamos iniciar nossos estudos???? Você já deve ter observado que pedimos que leia determinados textos e escreva o que entendeu, solicitamos que escreva o que o autor do texto quis

Leia mais

REQUERIMENTO (Do Sr. VICENTINHO )

REQUERIMENTO (Do Sr. VICENTINHO ) REQUERIMENTO (Do Sr. VICENTINHO ) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, relativa à Escola de Samba Vai Vai do Estado de São Paulo como patrimônio imaterial da cultura do Brasil. Senhor Presidente:

Leia mais

Figura 1 - Saci Urbano no trem às 14h45 O Saci é um ser libertário. Mostra essa passagem do meio rural para a urbanidade.

Figura 1 - Saci Urbano no trem às 14h45 O Saci é um ser libertário. Mostra essa passagem do meio rural para a urbanidade. ARTISTA DO SACI URBANO Figura 1 - Saci Urbano no trem às 14h45 O Saci é um ser libertário. Mostra essa passagem do meio rural para a urbanidade. Por Diana Mendes 1, Ana Maria Dietrich 2, Everson José de

Leia mais

Campina Grande: A Maior Festa Junina do Brasil

Campina Grande: A Maior Festa Junina do Brasil 4ºano 1.4 MATEMÁTICA 2º período 11 de junho de 2014 Cuide da organização da sua avaliação, escreva de forma legível, fique atento à ortografia e elabore respostas claras. Tudo isso será considerado na

Leia mais

as coisas já estão aí GRINGO CARDIA [Cenógrafo e designer]

as coisas já estão aí GRINGO CARDIA [Cenógrafo e designer] as coisas já estão aí GRINGO CARDIA [Cenógrafo e designer] colagem, remix narrativa em banco de dados remix de referências de várias áreas novas tecnologias a maneira que eu trabalho Eu acredito, na verdade,

Leia mais

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / NOME:

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / NOME: 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / NOME: Quando os portugueses chegaram ao Brasil, em 1500, observaram que os índios expressavam-se através da pintura em seus corpos, em objetos e em paredes. A arte

Leia mais

A ARTE DO BRINCAR. Metodologias para a arte educação. Rogério Barata Melo¹ Regia Lúcia Teixeira² RESUMO

A ARTE DO BRINCAR. Metodologias para a arte educação. Rogério Barata Melo¹ Regia Lúcia Teixeira² RESUMO A ARTE DO BRINCAR Metodologias para a arte educação Rogério Barata Melo¹ Regia Lúcia Teixeira² RESUMO O presente trabalho tem por objetivo mostrar as etapas da arte educação e suas especificidades. Uma

Leia mais

O folclore. Delmar de Carvalho. Meloteca 2010

O folclore. Delmar de Carvalho. Meloteca 2010 O folclore Delmar de Carvalho ETIMOLOGIA A palavra folclore tem origem saxónica, aparecendo pela primeira vez, na Inglaterra, no jornal The Athenaeum, de 22 de Agosto de 1846. Vem do inglês Folk, povo,

Leia mais

Poder: Jornal Fortuna

Poder: Jornal Fortuna Aqui você enriquece sua leitura Jornal Fortuna Volume 1, edição 1 Data do boletim informativo Nesta edição: Poder: Há vários tipos de poder, poder militar, poder da natureza, poder político, o poder da

Leia mais

A arte do século XIX

A arte do século XIX A arte do século XIX Índice Introdução ; Impressionismo ; Romantismo ; Realismo ; Conclusão ; Bibliografia. Introdução Durante este trabalho irei falar e explicar o que é a arte no século XIX, especificando

Leia mais

Fauvismo, Cubismo, Surrealismo, Futurismo, Dadaísmo, Expressionismo e Suprematismo VANGUARDAS EUROPÉIAS

Fauvismo, Cubismo, Surrealismo, Futurismo, Dadaísmo, Expressionismo e Suprematismo VANGUARDAS EUROPÉIAS Fauvismo, Cubismo, Surrealismo, Futurismo, Dadaísmo, Expressionismo e Suprematismo VANGUARDAS EUROPÉIAS CONTEXTO HISTÓRICO As vanguardas européias foram manifestações artístico-literárias surgidas na Europa,

Leia mais

24 junho a.c 1545-1563 1584 1627 1641 1769 1808 1950. Acontecimento 1641 Ano da proibição do uso de fogueiras e fogos de artifício.

24 junho a.c 1545-1563 1584 1627 1641 1769 1808 1950. Acontecimento 1641 Ano da proibição do uso de fogueiras e fogos de artifício. Salvador da Bahia Leitura: atividades RESPOSTAS Pula a fogueira, João! 1. 24 junho a.c 1545-1563 1584 1627 1641 1769 1808 1950 Data Acontecimento 1641 Ano da proibição do uso de fogueiras e fogos de artifício.

Leia mais

NEJAD EXAME SUPLETIVO 2016 ENSINO FUNDAMENTAL DISCIPLINA DE ARTE

NEJAD EXAME SUPLETIVO 2016 ENSINO FUNDAMENTAL DISCIPLINA DE ARTE NEJAD EXAME SUPLETIVO 2016 ENSINO FUNDAMENTAL DISCIPLINA DE ARTE ARTE RUPESTRE Arte rupestre é o nome da mais antiga representação artística da história do homem. Os mais antigos indícios dessa arte são

Leia mais

A Capoeira é uma arte marcial afro-brasileira que iria encontrar suas raízes nos métodos de guerra e danças dos povos africanos no tempo da

A Capoeira é uma arte marcial afro-brasileira que iria encontrar suas raízes nos métodos de guerra e danças dos povos africanos no tempo da CAPOEIRA A Capoeira é uma arte marcial afro-brasileira que iria encontrar suas raízes nos métodos de guerra e danças dos povos africanos no tempo da escravatura no Brasil. No século XVI, Portugal tinha

Leia mais

Matéria: literatura Assunto: pintura - di cavalcanti Prof. IBIRÁ

Matéria: literatura Assunto: pintura - di cavalcanti Prof. IBIRÁ Matéria: literatura Assunto: pintura - di cavalcanti Prof. IBIRÁ Literatura DI CAVALCANTI Introdução Emiliano Augusto Cavalcanti de Albuquerque e Melo, mais conhecido como Di Cavalcanti, foi um importante

Leia mais

UM MOVIMENTO POPULAR CHAMADO FREVO

UM MOVIMENTO POPULAR CHAMADO FREVO UM MOVIMENTO POPULAR CHAMADO FREVO Claudia Lima* No século XIX, as transformações das festividades carnavalescas acontecem de forma lenta. Durante o Império, em meados desse século, o carnaval sofre uma

Leia mais

6ª EXPOSIÇÃO EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA E PINTURA VANESSA CRYSTIE 25 DE JUNHO A 23 JULHO DE 2014

6ª EXPOSIÇÃO EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA E PINTURA VANESSA CRYSTIE 25 DE JUNHO A 23 JULHO DE 2014 Tenho memórias de infância muito bonitas da minha Avó, uma jardineira apaixonada a ouvir bem alto a sua coleção de Gardening Classics - Música Clássica para Jardinar, enquanto tratava do seu jardim. Ela

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 2 Data: 18/10/2010 Hora: 16h00 Duração: 23:43 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES Introdução ao tema A importância da mitologia grega para a civilização ocidental é tão grande que, mesmo depois de séculos, ela continua presente no nosso imaginário. Muitas

Leia mais

ESCOLA E SONHO E VAN GOGH E VIDA... OU, POR QUE AINDA VALE A PENA SONHAR COM A EDUCAÇÃO?

ESCOLA E SONHO E VAN GOGH E VIDA... OU, POR QUE AINDA VALE A PENA SONHAR COM A EDUCAÇÃO? ESCOLA E SONHO E VAN GOGH E VIDA... OU, POR QUE AINDA VALE A PENA SONHAR COM A EDUCAÇÃO? Carlos Eduardo Ferraço Marco Antonio Oliva Gomes DIALOGANDO COM UM SONHO DE KUROSAWA Escolhemos o sonho Corvos de

Leia mais

MODERNISMO. História da Arte Profº Geder 1ª Série Ensino Médio (2012)

MODERNISMO. História da Arte Profº Geder 1ª Série Ensino Médio (2012) MODERNISMO História da Arte Profº Geder 1ª Série Ensino Médio (2012) O século XX inicia-se no Brasil com muitos fatos que vão moldando a nova fisionomia do país. - progresso técnico - novas fábricas surgidas

Leia mais

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida SETEMBRO Regresso à escola/adaptação Facilitar a adaptação/readaptação ao jardim de infância Negociar e elaborar a lista de regras de convivência Diálogo sobre

Leia mais

Relatório de atividades Socioambientais

Relatório de atividades Socioambientais Relatório de atividades Socioambientais Ação 1: Apresentação da programação da Feira do Empreendedor 2014 às instituições da comunidade do entorno do SESI. Realização: Amazônia Socioambiental Equipe Técnica

Leia mais

Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves

Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves TEMA : BRINCANDO E APRENDENDO NA ESCOLA Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves Autora: Prof a Cássia de Fátima da S. Souza PÚBLICO ALVO Alunos de 04 anos TEMA: BRINCANDO E

Leia mais

INSTRUÇÕES NÃO AMASSE, NÃO DOBRE, NÃO SUJE, NÃO RASURE ESTE MATERIAL.

INSTRUÇÕES NÃO AMASSE, NÃO DOBRE, NÃO SUJE, NÃO RASURE ESTE MATERIAL. INSTRUÇÕES Para a realização destas provas, você recebeu este Caderno de Questões e duas Folhas de Respostas. NÃO AMASSE, NÃO DOBRE, NÃO SUJE, NÃO RASURE ESTE MATERIAL. 1. Caderno de Questões Verifique

Leia mais

ARTE PRÉ-HISTÓRICA. IDADE DOS METAISaproximadamente 5.000 a 3.500 a.c. aparecimento de metalurgia; invenção da roda;

ARTE PRÉ-HISTÓRICA. IDADE DOS METAISaproximadamente 5.000 a 3.500 a.c. aparecimento de metalurgia; invenção da roda; ARTE PRÉ-HISTÓRICA PALEOLÍTICO INFERIOR aproximadamente 5.000.000 a 25.000 a.c.; controle do fogo; e instrumentos de pedra e pedra lascada, madeira e ossos: facas, machados. PALEOLÍTICO SUPERIOR instrumentos

Leia mais

Centro Educacional Juscelino Kubitschek

Centro Educacional Juscelino Kubitschek Centro Educacional Juscelino Kubitschek ALUNO: N.º: DATA: / / ENSINO: Fundamental II 8ª série) DISCIPLINA: Artes PROFESSOR (A): Equipe de Artes TURMA: TURNO: Roteiro e Lista de estudo para recuperação

Leia mais

1. Você já conhecia o Theatro Municipal? sim 16 não 16

1. Você já conhecia o Theatro Municipal? sim 16 não 16 1. Você já conhecia o Theatro Municipal? sim 16 não 16 Não 50% Sim 50% 2. Você já conhecia o Museu do Theatro Municipal? sim 4 não 28 sim 12% não 8 3. Você já tinha assistido a uma ópera antes? sim 12

Leia mais

Lindo e Triste Brasil

Lindo e Triste Brasil SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 07 / / 0 II AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 5.º ANO/EF UNIDADE: ALUNO(A): Nº: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR: 0,0 MÉDIA:

Leia mais

Jornal das Novidades Abril de 2010 Sala de 2 anos 2

Jornal das Novidades Abril de 2010 Sala de 2 anos 2 EDIÇÃO N.º: 7 AUTORES: SALA 2 30 DE ABRIL DE 2010 Centro de Bem Estar Social Creche, Jardim de Infância e CATL JORNAL DAS NOVIDADES Notícia de Última Hora Chegamos ao final do mês e a nova edição do JORNAL

Leia mais

Fauvismo. 9ºAno 2015 1º Bimestre Artes - Juventino. Fauve = Fera

Fauvismo. 9ºAno 2015 1º Bimestre Artes - Juventino. Fauve = Fera Fauvismo 9ºAno 2015 1º Bimestre Artes - Juventino Fauve = Fera Fauves (feras) foi a palavra utilizada pelo crítico de arte Louis Vauxcelles para caracterizar um grupo de jovens pintores que expuseram em

Leia mais

1. O feminino e a publicidade: em busca de sentido

1. O feminino e a publicidade: em busca de sentido 1. O feminino e a publicidade: em busca de sentido No estudo da Comunicação, a publicidade deve figurar como um dos campos de maior interesse para pesquisadores e críticos das Ciências Sociais e Humanas.

Leia mais

Ap. Ozenir Correia TEMA: OPERAÇÃO JERICÓ X OPERAÇÃO LAVA JATO.

Ap. Ozenir Correia TEMA: OPERAÇÃO JERICÓ X OPERAÇÃO LAVA JATO. Ap. Ozenir Correia TEMA: OPERAÇÃO JERICÓ X OPERAÇÃO LAVA JATO. TEXTO: 1 Entrando em Jericó, atravessava Jesus a cidade. 2 Eis que um homem, chamado Zaqueu, maioral dos publicanos e rico, 3 procurava ver

Leia mais

COLEÇÃO VEM COMIGO! Isa Mara Lando ilustrações de Mariângela Haddad

COLEÇÃO VEM COMIGO! Isa Mara Lando ilustrações de Mariângela Haddad COLEÇÃO VEM COMIGO! Isa Mara Lando ilustrações de Mariângela Haddad www.autenticaeditora.com.br Rua Aimorés, 981, 8º andar Bairro Funcionários CEP 30140-071 Belo Horizonte, MG Tel. (31) 3222-6819 Fax:

Leia mais

E-MAIL: alexandre@medfibicuitinga.com.br

E-MAIL: alexandre@medfibicuitinga.com.br Escola de Ensino Médio Professora Maria Edilce Dias Fernandes Rua Capitão Manuel Antônio 1044 Centro - C.E.P.: 62.955-000 - Ibicuitinga Ceará Telefone: (88) 3425-1000 BANCO DE QUESTÕES - ARTE PROF.: ALEXANDRE

Leia mais

SUPLEMENTO DE ATIVIDADES

SUPLEMENTO DE ATIVIDADES SUPLEMENTO DE ATIVIDADES NOME: N O : ESCOLA: SÉRIE: 1 Considerado um dos mais importantes escritores de todos os tempos, Edgar Allan Poe se inscreveu na história da literatura mundial com seu estilo inconfundível.

Leia mais

Palácio de Versailles. Amanda Mantovani Douglas Gallo Gilberto Nino Julia Coleti

Palácio de Versailles. Amanda Mantovani Douglas Gallo Gilberto Nino Julia Coleti Palácio de Versailles Amanda Mantovani Douglas Gallo Gilberto Nino Julia Coleti O Palácio de Versalhes (em francês Château de Versailles) é um château real localizado na cidade de Versalhes, uma aldeia

Leia mais

Caro programador: Polichinelo sensibiliza para a diferença, para o respeito pelo outro. Uma peça de teatro que estimula a imaginação e a criatividade

Caro programador: Polichinelo sensibiliza para a diferença, para o respeito pelo outro. Uma peça de teatro que estimula a imaginação e a criatividade Caro programador: Polichinelo sensibiliza para a diferença, para o respeito pelo outro. Uma peça de teatro que estimula a imaginação e a criatividade com a criação de um mundo de magia e fantasia. Sinopse

Leia mais

VANGUARDA DISCIPLINA: ARTES PROFESSORA: ANA PRISCILA

VANGUARDA DISCIPLINA: ARTES PROFESSORA: ANA PRISCILA VANGUARDA DISCIPLINA: ARTES PROFESSORA: ANA PRISCILA Em seu sentido literal, vanguarda (vem do francês Avant Garde, guarda avante ) faz referência ao batalhão militar que precede as tropas em ataque durante

Leia mais

5 ADOLESCÊNCIA. 5.1. Passagem da Infância Para a Adolescência

5 ADOLESCÊNCIA. 5.1. Passagem da Infância Para a Adolescência 43 5 ADOLESCÊNCIA O termo adolescência, tão utilizado pelas classes médias e altas, não costumam fazer parte do vocabulário das mulheres entrevistadas. Seu emprego ocorre mais entre aquelas que por trabalhar

Leia mais

Educação Infantil - 1 ª semana (6 a 10 de julho) CRONOGRAMA DE ATIVIDADES

Educação Infantil - 1 ª semana (6 a 10 de julho) CRONOGRAMA DE ATIVIDADES PROGRAMAÇÃO Educação Infantil - 1 ª semana (6 a 10 de julho) 06/07 07/07 08/07 / velotrol 09/07 F E A D O 10/07 8h20 às 8h40 Lanche da Manhã Lanche da Manhã 8h40 às 9h20 Pintando com Atividade no bolinha

Leia mais

A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II

A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 03/03/2013 PROFESSORA: A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Versículos para decorar: 1 - O Espírito de Deus me fez; o sopro do Todo-poderoso me dá vida. (Jó 33:4)

Leia mais

Espero que você descanse, sentirei saudades. Prô, 2011.

Espero que você descanse, sentirei saudades. Prô, 2011. Pensar em férias significa pensar em nada de horários e mudanças na rotina. Férias é o momento que as crianças têm para fazer coisas que durante o período letivo não lhes é permitido. Deitam-se mais tarde

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE O BRINCAR E O JOGO INFANTIL

REFLEXÕES SOBRE O BRINCAR E O JOGO INFANTIL 1 REFLEXÕES SOBRE O BRINCAR E O JOGO INFANTIL Júlia Carolina Bosqui 1 RESUMO: Apresentam-se algumas considerações sobre a importância do brincar para o desenvolvimento infantil a partir da experiência

Leia mais