Aprimorando os Conhecimentos de Eletricidade Lista 3 Campo Elétrico Linhas de Força Campo Elétrico de uma Esfera Condutora

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aprimorando os Conhecimentos de Eletricidade Lista 3 Campo Elétrico Linhas de Força Campo Elétrico de uma Esfera Condutora"

Transcrição

1 Aprimorando os Conhecimentos de letricidade Lista 3 Campo létrico Linhas de Força Campo létrico de uma sfera Condutora 1. (UFRS-004) Duas cargas elétricas, A e B, sendo A de C e B de 4C, encontram-se em um campo elétrico uniforme. ual das alternativas representa corretamente as forças exercidas sobre as cargas A e B pelo campo elétrico? SOLUÇÃO: Imagine nesta região um campo elétrico como mostrado abaixo. Como a carga A é positiva a força FA e o campo FA = A. terão a mesma direção e sentido A força FB terá a mesma direção, porém, o sentido contrário do campo. FB = B. Como B > A FB > FA RSPOSTA (B). (UC-004) Considere um uadrado de centro na origem dos eixos coordenados e lados, paralelos aos eixos x e y, medindo cm. Colouemos nos vértices do uadrado as seguintes cargas puntiformes: no ponto (1, 1) carga ; no ponto ( 1, 1), carga ; no ponto ( 1, 1), carga + e no ponto (1, 1), carga +. No ponto (0,0), o campo elétrico produzido pelas uatro cargas tem: a) direção y e sentido positivo. b) direção y e sentido negativo. c) direção x e sentido positivo. d) direção x e sentido negativo. SOLUÇÃO: Observe as cargas dispostas nos vértices do uadrado.

2 Os campos elétricos gerados pelas cargas A, B, C e D, no centro do uadrado, estão representados na figura. Desta forma, o campo elétrico resultante no ponto (0, 0) terá direção (y) vertical e sentido para cima (positivo). RSPOSTA (A) 3. (FIC-000) Uma carga elétrica de 1,0 x 10 4 C é colocada em um ponto de um campo elétrico de intensidade 1,0 x 10 3 N/C. Logo, esta carga está sujeita a uma força cujo módulo é: a) 1,0 x 10 5 N d) 1,0 x 10 N b) 1,0 x 10 3 N e) 1,0 x 10 3 N c) 1,0 x 10 1 N SOLUÇÃO: Utilizando-se a definição do campo elétrico: F F. F 1 x 10 x 1 x 10 F 1 x 10 N RSPOSTA (C) 4. (UNIFOR/96) Uma carga elétrica de 5,0 x 10 8 C, colocada num ponto de um campo elétrico, fica sujeita a uma força eletrostática de módulo igual a 4,0 x 10 6 N. Outra carga elétrica de 3,5 x 10 8 C, colocada no mesmo ponto do campo elétrico, fica sujeita a uma força eletrostática cujo módulo, em newtons, vale a),0 x 10 5 c) 4,0 x 10 6 e) 1,4 x 10 6 b) 5,7 x 10 6 d),8 x 10 6 SOLUÇÃO: A intensidade do campo elétrico no ponto é: F 0 4 x 10 5 x x 10 1 N C A intensidade do campo elétrico não depende da carga de prova. Assim, se a carga de prova for substituída por outra, o campo elétrico continua o mesmo. A nova força elétrica será: F1 = 1. F1 = 3,5 x 10 8 x 8 x 10 1 F,8 x 10 6 N RSPOSTA (D) 5. (MACK-00) Nos pontos A e B da figura são colocadas, respectivamente, as cargas elétricas puntiformes 3 e +. No ponto P o vetor campo elétrico resultante tem intensidade: 5 1d a) c) e) 9d b) d) 1d 4 3d 7 18d SOLUÇÃO: Na figura, estão representados os campos elétricos no ponto P devidos às cargas elétricas puntiformes A e B. A 3 (3d) 3 9d A 3d

3 B (d) B 4d Calculando-se a intensidade do campo elétrico resultante no ponto P: R 3d 4d R 1d RSPOSTA (C) 6. (UFC) Considerando a configuração de cargas puntiformes e de mesmo módulo, mostrada na figura, o valor de y no ponto P, onde x e y são as x coordenadas do campo elétrico da configuração, vale: a) 1 b) 3 c) d) 4 e) zero SOLUÇÃO: Observe os campos elétricos gerados pelas cargas no ponto P. As componentes verticais se anulam enuanto as componentes horizontais apontam para a direita. Desta forma y = 0 e y x 0, logo 0 x RSPOSTA () 7. (UNIFOR 95) Uma peuena partícula de massa 0,1 g e carga C cai sob a ação exclusiva da gravidade terrestre. Adota-se g = 10 m/s. No instante em ue está com velocidade de,0 m/s, entra em uma região do espaço em ue há um campo elétrico uniforme vertical e passa a se mover com velocidade constante. O campo elétrico tem módulo a) N/C e aponta para baixo. b) N/C e aponta para cima. c) N/C e aponta para baixo. d) N/C e aponta para cima. e). 10 N/C e aponta para cima. SOLUÇÃO: Como a velocidade passa a ser constante a partícula fica em euilíbrio dinâmico. As forças ue atuam na partícula: Como o peso é vertical para baixo, a força elétrica tem ue ser vertical para cima, visto ue a resultante é nula.

4 Assim o campo elétrico tem a mesma direção e sentido da força elétrica. R = 0 F = P = mg = mg 4 10 x10 6 x10 5x10 N/ C vertical para cima RSPOSTA (B) 8. (AFA-003) Um elétron desloca-se na direção x, com velocidade inicial. ntre os pontos x 1 e x, existe um campo elétrico uniforme, conforme mostra a figura abaixo. Desprezando o peso do elétron, assinale a alternativa ue MLHOR descreve o módulo da velocidade v do elétron em função de sua posição x. a) c) b) d) SOLUÇÃO: Analisando-se o movimento do elétron conclui-se ue: 1) ntre x = 0 e x = x1 O movimento é uniforme, v = v0 = constante, pois não há forças atuando no elétron. (R = 0) ) ntre x = x1 e x = x O movimento é uniformemente retardado, velocidade decrescente, visto ue a força elétrica é resultante e está contrária ao movimento. 3) Para x > x

5 Como não existe campo elétrico nesta região (x > x), a força elétrica é nula e a velocidade volta a ser constante. O gráfico de v x t para o movimento do elétron é: v vo 0 x RSPOSTA (B) 9. (UC-98) Considere as afirmativas referentes a campo elétrico e linhas de força. I. As linhas de força em um campo elétrico podem se interceptar em um ponto. II. m cada ponto o vetor campo elétrico é tangente à linha de força. Marue: a) se somente I é correta. c) se somente II é correta. b) se I e II são falsas. d) se I e II são corretas. SOLUÇÃO: Sobre as linhas de força: As linhas de força de um campo elétrico não podem se interceptar. Afirmativa I (falsa). O campo elétrico é sempre tangente à linha de força. Afirmativa II (verdadeira). RSPOSTA (C) 10. (UFRS) A figura mostra uma esfera de raio R no interior de uma casca esférica de raio R, ambas metálicas e interligadas por um fio condutor. uando o sistema foi carregado com carga elétrica total, esta se distribuirá de modo ue a carga da esfera interna seja: 4 a) b) 5 c) d) 3 5 e) zero SOLUÇÃO: A esfera de raio R e a casca esférica de raio R são condutoras. uando interligadas por um fio condutor formam um condutor esférico com a forma mostrada na figura. A carga em excesso, em um condutor, localiza-se na superfície externa do condutor. Deste modo, a carga na esfera interna é nula. RSPOSTA () (PUC-MG-99) Uma esfera condutora está colocada em um campo elétrico constante de 5,0 N/C produzido por uma placa extensa, carregada com carga positiva distribuída uniformemente:

6 Nessas condições, é CORRTO afirmar ue haverá dentro da esfera um campo cuja intensidade é: a) maior ue 5,0 N/C. b) menor ue 5,0 N/C mas não nula. c) igual a 5,0 N/C. d) nula, mas a carga total na esfera é também nula. e) nula, mas a carga total na esfera não é nula. SOLUÇÃO: A placa extensa carregada positivamente polariza a esfera. No interior da esfera o campo elétrico é nulo. A esfera está polarizada, mas não está carregada. RSPOSTA (D) 1. (MACK) No vácuo 9 N. m, colocam-se as cargas A = C e B = C, C respectivamente nos pontos A e B representados na figura. O campo elétrico no ponto C tem módulo igual a: a) N/C b) N/C c) N/C d) N/C e) N/C SOLUÇÃO: Represente os vetores campo elétrico das cargas A e B no ponto C. Módulos dos vetores campo elétrico no ponto C 9 6 KA 9 x10 x 48x10 A A 1 A = 7 x 10 5 N/C d (4 x10 ) A 9 6 KB 9 x10 x16 x10 B B 1 B = 36 x 10 5 N/C db ( x10 ) Campo elétrico resultante no ponto C 5 7 x10 36x 5 R A B R 10 R = 45 x 10 5 N/C RSPOSTA (D) 13. (MACK-003) Um peueno corpo, de massa m gramas e eletrizado com carga coulombs, está sujeito à ação de uma força elétrica de intensidade igual à de seu próprio peso. ssa força se deve à existência de um campo elétrico uniforme, paralelo ao campo gravitacional, também suposto uniforme na região onde as observações foram feitas. Considerando ue tal corpo esteja em euilíbrio, devido exclusivamente às ações do campo elétrico e do campo gravitacional ( g = 10m/s ), podemos afirmar ue a intensidade do vetor campo elétrico é:

7 m a) 1,0. 10 N / C d) 1,0. 10 b) 1 m 1,0. 10 N / C e) c) 1, m N/C SOLUÇÃO: Como há euilíbrio: 1, N / C m N / C m Felet = P = mg = 10 3 m. 10 = 1,0 x 10 m (N/C) RSPOSTA (A) 14. (UFPI-003) A figura mostra dois planos de cargas, infinitos, de densidades superficiais uniformes, 1 e, respectivamente. Os planos são paralelos e situados no vácuo. Nos pontos P e, o campo elétrico é dado pelos vetores P e, mostrados na figura. O módulo de P é maior ue o módulo de ( P > ). O campo elétrico de um plano de cargas infinito e de densidade superficial tem seu módulo dado por =, sendo o a permissividade elétrica do vácuo. Por isso é correto afirmar ue a situação mostrada na figura só é possível se: a) 1 é positivo, é negativo e 1 <. b) 1 é negativo, é negativo e 1 >. c) 1 é positivo, é positivo e 1 <. d) 1 é negativo, é positivo e 1 >. e) 1 é positivo, é positivo e 1 =. 0 SOLUÇÃO: O ponto P é um ponto entre as placas. Se o campo é para direita a placa 1 é POSITIVA e a placa é NGATIVA. 1 (positivo) e (negativo). No ponto os vetores são: 1 Como é para esuerda > 1 > 1 RSPOSTA (A) 15. (UC) Duas esferas metálicas isoladas, uma maciça e outra oca, estão eletrizadas. A afirmação correta é: a) Na esfera maciça, a carga concentra-se no centro e, na oca, a carga distribui-se pela superfície interna. b) Na esfera oca, a carga espalha-se pela superfície interna e, na maciça, pela superfície externa. c) m ambos os casos, as cargas espalham-se pelas superfícies externas das esferas. d) Na esfera maciça, as cargas espalham-se por toda a esfera e, na oca, apenas na parte onde existe metal. SOLUÇÃO: m um corpo condutor, maciço ou oco, as cargas, em excesso, localizam-se em sua superfície externa.

8 RSPOSTA (C) GABARITO 01 B 0 A 03 C 04 D 05 C B 08 B 09 C D 1 D 13 A 14 A 15 C

CURSO E COLÉGIO OBJETIVO

CURSO E COLÉGIO OBJETIVO 1. (Ufpe 96) Duas cargas elétricas - Q e + q são mantidas nos pontos A e B, que distam 82 cm um do outro (ver figura). Ao se medir o potencial elétrico no ponto C, à direta de B e situado sobre a reta

Leia mais

Eletrostática. (Ufmg 2005) Em uma aula, o Prof. Antônio apresenta uma montagem com dois anéis dependurados, como representado na figura.

Eletrostática. (Ufmg 2005) Em uma aula, o Prof. Antônio apresenta uma montagem com dois anéis dependurados, como representado na figura. Eletrostática Prof: Diler Lanza TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufmg 2005) Em uma aula, o Prof. Antônio apresenta uma montagem com dois anéis dependurados, como representado na figura. Um dos anéis é de

Leia mais

Colégio de aplicação Dr. Alfredo José Balbi prof. Thomaz Barone Lista de exercícios campo elétrico

Colégio de aplicação Dr. Alfredo José Balbi prof. Thomaz Barone Lista de exercícios campo elétrico 1. (Ufg 2014) Um capacitor de placas paralelas é formado por duas placas metálicas grandes ligadas a um gerador ue mantém uma diferença de potencial tal ue o campo elétrico uniforme gerado no interior

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Força Eletrostática e Campo Elétrico

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Força Eletrostática e Campo Elétrico Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 3º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos Força Eletrostática e Campo Elétrico 1. (Pucrj 2010) O que acontece com a força entre duas cargas

Leia mais

FORÇA ELÉTRICA. 1)Entre duas partículas eletrizadas, no vácuo, e a distância d, a força de interação eletrostática tem intensidade F.

FORÇA ELÉTRICA. 1)Entre duas partículas eletrizadas, no vácuo, e a distância d, a força de interação eletrostática tem intensidade F. FORÇA ELÉTRICA 1)Entre duas partículas eletrizadas, no vácuo, e a distância d, a força de interação eletrostática tem intensidade F. Se dobrarmos as cargas das duas partículas e aumentarmos a separação

Leia mais

Lei de Coulomb. Interação entre Duas Cargas Elétricas Puntiformes

Lei de Coulomb. Interação entre Duas Cargas Elétricas Puntiformes Lei de Coulomb Interação entre Duas Cargas Elétricas Puntiformes A intensidade F da força de interação eletrostática entre duas cargas elétricas puntiformes q 1 e q 2, é diretamente proporcional ao produto

Leia mais

Primeira Prova 2. semestre de /10/2013 TURMA PROF.

Primeira Prova 2. semestre de /10/2013 TURMA PROF. D Física Teórica II Primeira Prova 2. semestre de 2013 19/10/2013 ALUNO TURMA PROF. ATENÇÃO LEIA ANTES DE FAZER A PROVA 1 Assine todas as folhas das questões antes de começar a prova. 2 - Os professores

Leia mais

Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários.

Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários. Lista de exercício 3 - Fluxo elétrico e Lei de Gauss Letras em Negrito representam vetores e as letras i, j, k são vetores unitários. 1. A superfície quadrada da Figura tem 3,2 mm de lado e está imersa

Leia mais

Lei de Coulomb. Página 1 de 9

Lei de Coulomb. Página 1 de 9 1. (Unesp 2015) Em um experimento de eletrostática, um estudante dispunha de três esferas metálicas idênticas, A, B e C, eletrizadas, no ar, com cargas elétricas 5Q, 3Q e 2Q, respectivamente. Utilizando

Leia mais

Estudante: Turma: Data: / /

Estudante: Turma: Data: / / OLÉGIO MRIST - PTOS E MINS 3º NO O ENSINO MÉIO - 013 Professoras: leidiana ias e Rosimeire orges ª REUPERÇÃO UTÔNOM Roteiro de Estudos uestões Estudante: Turma: ata: / / 01 - (UEFS ) O campo elétrico entre

Leia mais

Exercícios com Gabarito de Física Superfícies Equipotenciais e Linhas de Força

Exercícios com Gabarito de Física Superfícies Equipotenciais e Linhas de Força Exercícios com Gabarito de Física Superfícies Equipotenciais e Linhas de Força 1) (Faap-1996) A figura mostra, em corte longitudinal, um objeto metálico oco, eletricamente carregado. Em qual das regiões

Leia mais

Considerando que o fio e a polia são ideais, qual o coeficiente de atrito cinético entre o bloco B e o plano?

Considerando que o fio e a polia são ideais, qual o coeficiente de atrito cinético entre o bloco B e o plano? 2ª Série do Ensino Médio 01. No sistema a seguir, A e B têm massa m = 10 kg e a = 45 0. A aceleração da gravidade é de 10 m/s 2 e o peso da corda, o atrito no eixo da roldana e a massa da roldana são desprezíveis:

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PONTIÍIA UNIVSIDAD ATÓLIA D GOIÁS DPATAMNTO D MATMÁTIA ÍSIA Professores: dson Vaz e enato Medeiros XÍIOS NOTA D AULA I Goiânia - X Í I O S. O esuema abaio mostra três cargas puntiformes fias, no vácuo.

Leia mais

Professora Florence. 1,0 C e q3

Professora Florence. 1,0 C e q3 TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Dados: Aceleração da gravidade: 10 m/s 3 Densidade do mercúrio: 13,6 g/cm Pressão atmosférica: 5 1,0 10 N/m Constante eletrostática: k 1 4,0 10 N m C 0 0 1. (Ufpe 01) Três

Leia mais

1 - Na eletrosfera de um átomo de magnésio temos 12 elétrons. Qual a carga elétrica de sua eletrosfera?

1 - Na eletrosfera de um átomo de magnésio temos 12 elétrons. Qual a carga elétrica de sua eletrosfera? 1 - Na eletrosfera de um átomo de magnésio temos 12 elétrons. Qual a carga elétrica de sua eletrosfera? 2 - Na eletrosfera de um átomo de carbono temos 6 elétrons. Qual a carga elétrica de sua eletrosfera?

Leia mais

Terceira Lista - Potencial Elétrico

Terceira Lista - Potencial Elétrico Terceira Lista - Potencial Elétrico FGE211 - Física III Sumário Uma força F é conservativa se a integral de linha da força através de um caminho fechado é nula: F d r = 0 A mudança em energia potencial

Leia mais

CAMPO ELETRICO UNIFORME LISTA 1

CAMPO ELETRICO UNIFORME LISTA 1 1. (Fuvest 2015) Em uma aula de laboratório de Física, para estudar propriedades de cargas elétricas, foi realizado um experimento em que pequenas esferas eletrizadas são injetadas na parte superior de

Leia mais

Capítulo 23: Lei de Gauss

Capítulo 23: Lei de Gauss Capítulo 23: Lei de Gauss O Fluxo de um Campo Elétrico A Lei de Gauss A Lei de Gauss e a Lei de Coulomb Um Condutor Carregado A Lei de Gauss: Simetria Cilíndrica A Lei de Gauss: Simetria Plana A Lei de

Leia mais

Física. Setor B. Índice-controle de Estudo. Prof.: Aula 17 (pág. 88) AD TM TC. Aula 18 (pág. 88) AD TM TC. Aula 19 (pág.

Física. Setor B. Índice-controle de Estudo. Prof.: Aula 17 (pág. 88) AD TM TC. Aula 18 (pág. 88) AD TM TC. Aula 19 (pág. Física Setor B Prof.: Índice-controle de Estudo ula 17 (pág. 88) D TM TC ula 18 (pág. 88) D TM TC ula 19 (pág. 90) D TM TC ula 20 (pág. 90) D TM TC ula 21 (pág. 92) D TM TC ula 22 (pág. 94) D TM TC Revisanglo

Leia mais

TRABALHO E POTENCIAL ELÉTRICO

TRABALHO E POTENCIAL ELÉTRICO TRABALHO E POTENCIAL ELÉTRICO 1. (Ufsm 2014) A tecnologia dos aparelhos eletroeletrônicos está baseada nos fenômenos de interação das partículas carregadas com campos elétricos e magnéticos. A figura representa

Leia mais

Física Unidade VI Série 2

Física Unidade VI Série 2 01 A força magnética F é perpendicular, simultaneamente, ao campo indução B e a velocidade v. No entanto v e B não são, necessariamente, perpendiculares entre si. Resposta: B 1 02 Como a velocidade é paralelo

Leia mais

Nome do Aluno: Nº Ensino Médio 2º ano.

Nome do Aluno: Nº Ensino Médio 2º ano. Valor do trabalho: 10 pontos NOTA: Nome do Aluno: Nº Ensino Médio 2º ano. Trabalho de recuperação paralela de Física Setor A Prof. Douglas Rizzi Data: / / INSTRUÇÕES GERAIS: Responda os testes com atenção

Leia mais

Atividade de revisão do 1º semestre de 2009 e autoavaliação de recuperação

Atividade de revisão do 1º semestre de 2009 e autoavaliação de recuperação Física Atividade 3 os anos Glorinha ago/09 Nome: Nº: Turma: Atividade de revisão do 1º semestre de 2009 e autoavaliação de recuperação Essa atividade tem o objetivo de revisar alguns conceitos estudados

Leia mais

3ª série LISTA: Ensino Médio. Aluno(a): Professor(a): Jean Jaspion DIA: MÊS: 02 POTENCIAL ELÉTRICO. Segmento temático: Turma: A ( ) / B ( )

3ª série LISTA: Ensino Médio. Aluno(a): Professor(a): Jean Jaspion DIA: MÊS: 02 POTENCIAL ELÉTRICO. Segmento temático: Turma: A ( ) / B ( ) LISTA: 03 3ª série Ensino Médio Professor(a): Jean Jaspion Turma: A ( ) / B ( ) Aluno(a): Segmento temático: QUESTÃO 01 (FAMERP SP/2015) A figura mostra esquematicamente um tubo de raios catódicos, no

Leia mais

- Carga elétrica - Força elétrica -Campo elétrico - Potencial elétrico - Corrente elétrica - Campo magnético -Força magnetica

- Carga elétrica - Força elétrica -Campo elétrico - Potencial elétrico - Corrente elétrica - Campo magnético -Força magnetica GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Jonas Tavares DISCIPLINA: Física SÉRIE: 3º ALUNO(a): Trabalho Recuperação 1º semestre No Anhanguera você é + Enem RELAÇÃO DE CONTEÚDOS PARA RECUPERAÇÃO - Carga elétrica - Força

Leia mais

Lista de Exercícios de Potencial Elétrico

Lista de Exercícios de Potencial Elétrico Disciplina: Física 3 Professor: Joniel Alves Lista de Exercícios de Potencial Elétrico 1) Um elétron se move de um ponto i para um ponto f, na direção de um campo elétrico uniforme. Durante este deslocamento

Leia mais

ELETRIZAÇÃO E FORÇA DE COULOMB

ELETRIZAÇÃO E FORÇA DE COULOMB ELETRIZAÇÃO E FORÇA DE COULOMB 1. (FUVEST 2008) Três esferas metálicas, M 1, M 2 e M 3, de mesmo diâmetro e montadas em suportes isolantes, estão bem afastadas entre si e longe de outros objetos. Inicialmente

Leia mais

Prof. Fábio de Oliveira Borges

Prof. Fábio de Oliveira Borges A lei de Gauss Prof. Fábio de Oliveira Borges Curso de Física II Instituto de Física, Universidade Federal Fluminense Niterói, Rio de Janeiro, Brasil http://cursos.if.uff.br/fisica2-2015/ Fluxo de um campo

Leia mais

Trabalho e Potencial Elétrico

Trabalho e Potencial Elétrico Parte I Trabalho e Potencial Elétrico 1 (Ufrj 011) Um íon de massa m e carga elétrica q incide sobre um segundo íon, de mesma massa m e mesma carga q De início, enquanto a separação entre eles é grande

Leia mais

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 31 MAGNETISMO: FORÇA MAGNÉTICA

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 31 MAGNETISMO: FORÇA MAGNÉTICA FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 31 MAGNETISMO: FORÇA MAGNÉTICA B F V MÃO DIREITA fonte de ions trajetória de ions E B E = 1 x 10 3 N/c B = 5 x 10-2 T v =? Como é MRU R = 0 F mag = F EL v B = E E 10 3 10 5 v =

Leia mais

Parte I ( Questões de Trabalho Mecânico e Energia )

Parte I ( Questões de Trabalho Mecânico e Energia ) Parte I ( Questões de Trabalho Mecânico e Energia ) 1) Uma força horizontal de 20 N arrasta por 5,0 m um peso de 30 N, sobre uma superfície horizontal. Os trabalhos realizados pela força de 20 N e pela

Leia mais

FÍSICA LISTA - TRABALHO DA FORÇA ELÉTRICA POTENCIAL ELÉTRICO E TRABALHO DA FORÇA ELÉTRICA

FÍSICA LISTA - TRABALHO DA FORÇA ELÉTRICA POTENCIAL ELÉTRICO E TRABALHO DA FORÇA ELÉTRICA FÍSICA Prof. Bruno LISTA - TRABALHO DA FORÇA ELÉTRICA POTENCIAL ELÉTRICO E TRABALHO DA FORÇA ELÉTRICA 1. (UNIFESP-2008) A figura representa a configuração de um campo elétrico gerado por duas partículas

Leia mais

As figuras acima mostram as linhas de indução de um campo magnético uniforme B r

As figuras acima mostram as linhas de indução de um campo magnético uniforme B r 1) No sistema mostrado abaixo, as roldanas e os fios são ideais e o atrito é considerado desprezível. As roldanas A, B, e C são fixas e as demais são móveis sendo que o raio da roldana F é o dobro do raio

Leia mais

Capítulo 21: Cargas Elétricas

Capítulo 21: Cargas Elétricas 1 Carga Elétrica Capítulo 21: Cargas Elétricas Carga Elétrica: propriedade intrínseca das partículas fundamentais que compõem a matéria. As cargas elétricas podem ser positivas ou negativas. Corpos que

Leia mais

Tipos de forças fundamentais na Natureza

Tipos de forças fundamentais na Natureza Tipos de Forças Tipos de forças fundamentais na Natureza Existem quatro tipos de interações/forças fundamentais na Natureza que atuam entre partículas a uma certa distância umas das outras: Gravitacional

Leia mais

Física. Leo Gomes (Vitor Logullo) Eletromagnetismo

Física. Leo Gomes (Vitor Logullo) Eletromagnetismo Eletromagnetismo Eletromagnetismo 1. Um imã preso a um carrinho desloca-se com velocidade constante ao longo de um trilho horizontal. Envolvendo o trilho há uma espira metálica, como mostra a figura. Pode-se

Leia mais

2ª série LISTA: Ensino Médio. Aluno(a): Professor(a): Jean Jaspion FORÇA MAGNÉTICA SOBRE CARGAS DIA: MÊS: 05. Segmento temático: Turma: A ( ) / B ( )

2ª série LISTA: Ensino Médio. Aluno(a): Professor(a): Jean Jaspion FORÇA MAGNÉTICA SOBRE CARGAS DIA: MÊS: 05. Segmento temático: Turma: A ( ) / B ( ) LISTA: 09 ª série Ensino Médio Professor(a): Jean Jaspion Turma: A ( ) / B ( ) Aluno(a): Segmento temático: QUESTÃO 01 (UERN/015) Numa região em que atua um campo magnético uniforme de intensidade 4 T

Leia mais

Plano de Estudo -

Plano de Estudo - 1. (Uel) Em uma estrada, um automóvel de 800 kg com velocidade constante de 72km/h se aproxima de um fundo de vale, conforme esquema a seguir. Dado: g=m/s 2 Sabendo que o raio de curvatura nesse fundo

Leia mais

CAMPO MAGNÉTICO E DINÂMICA DE UMA PARTÍCULA NO C.M.U.

CAMPO MAGNÉTICO E DINÂMICA DE UMA PARTÍCULA NO C.M.U. AULA 25 CAMPO MAGNÉTICO E DINÂMICA DE UMA PARTÍCULA NO C.M.U. 1- ÍMÃ Os ímãs são corpos que se diferenciam por apresentar algumas propriedades que comentaremos a seguir. Um ímã atrai pedaços de ferro e

Leia mais

CAPACITÂNCIA TEORIA. A Equipe SEI, pensando em você, preparou este artigo contendo uma breve teoria com exemplos para auxiliá-lo nos estudos.

CAPACITÂNCIA TEORIA. A Equipe SEI, pensando em você, preparou este artigo contendo uma breve teoria com exemplos para auxiliá-lo nos estudos. ITÂNI TOI quipe SI, pensando em você, preparou este artigo contendo uma breve teoria com exemplos para auxiliá-lo nos estudos. 1. apacitância de um condutor isolado O aluno, para continuar lendo esse artigo,

Leia mais

Desprezando todo tipo de atrito, se as esferas forem soltas em um mesmo instante, é CORRETO afirmar que:

Desprezando todo tipo de atrito, se as esferas forem soltas em um mesmo instante, é CORRETO afirmar que: 6 GAB. 1 1 o DIA PASES 1 a ETAPA TRIÊNIO 005-007 FÍSICA QUESTÕES DE 11 A 0 11. Três esferas pequenas de massas e raios iguais encontram-se em repouso a uma altura (h) nas extremidades de três trilhos (I,

Leia mais

01- (UPF-RS) Um corpo que tenha sido eletrizado com uma carga de 10μC deverá ter recebido, aproximadamente, em elétrons:

01- (UPF-RS) Um corpo que tenha sido eletrizado com uma carga de 10μC deverá ter recebido, aproximadamente, em elétrons: Arrastão 2 o EM sem resolução 01- (UPF-RS) Um corpo que tenha sido eletrizado com uma carga de 10μC deverá ter recebido, aproximadamente, em elétrons: 02-(UEPG-PR) Considere quatro esferas metálicas idênticas

Leia mais

Tema de Física Eletrostática Força elétrica e campo elétrico Prof. Alex S. Vieira

Tema de Física Eletrostática Força elétrica e campo elétrico Prof. Alex S. Vieira Tema de Física Eletrostática Força elétrica e campo elétrico 1) Se, após o contato e posterior separação, F 2 é o módulo da força coulombiana entre X e Y, podese afirmar corretamente que o quociente F

Leia mais

TD DE FÍSICA 2 Questões de Campo elétrico PROF.: João Vitor

TD DE FÍSICA 2 Questões de Campo elétrico PROF.: João Vitor 1. (Udesc 2014) Analise as proposições relacionadas às linhas de campo elétrico e às de campo magnético. I. As linhas de força do campo elétrico se estendem apontando para fora de uma carga pontual positiva

Leia mais

0 0 A carga elétrica que passa nesse condutor nos 4 primeiros segundos vale 3

0 0 A carga elétrica que passa nesse condutor nos 4 primeiros segundos vale 3 0 0 A carga elétrica que passa nesse condutor nos 4 primeiros segundos vale 3 1 1 Sendo a carga elementar e = 1,6.10-19 C, a quantidade de elétrons que passa condutor nos 10 s vale 3,75.10 17. 2 2 A corrente

Leia mais

TD DE FÍSICA PROFESSOR: ADRIANO OLIVEIRA

TD DE FÍSICA PROFESSOR: ADRIANO OLIVEIRA TD DE FÍSICA PROFESSOR: ADRIANO OLIVEIRA TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Dois blocos, de massas m 1=3,0 kg e m =1,0 kg, ligados por um fio inextensível, podem deslizar sem atrito sobre um plano horizontal.

Leia mais

Espelhos Esféricos (Método Analítico)

Espelhos Esféricos (Método Analítico) Espelhos Esféricos (Método Analítico) Espelhos Esféricos (Método Analítico) 1. Considere um espelho côncavo de aumento, com distância focal f = 1,0 m, usado para uma pessoa fazer a barba. Calcule a distância

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ UNIFAP PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO - PROGRAD DEPARTAMENTO DE CIENCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS-DCET CURSO DE FÍSICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ UNIFAP PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO - PROGRAD DEPARTAMENTO DE CIENCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS-DCET CURSO DE FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ UNIFAP PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO - PROGRAD DEPARTAMENTO DE CIENCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS-DCET CURSO DE FÍSICA Disciplina: Física Básica III Prof. Dr. Robert R.

Leia mais

PUC-RIO CB-CTC. Não é permitido destacar folhas da prova

PUC-RIO CB-CTC. Não é permitido destacar folhas da prova PUC-RIO CB-CTC FIS5 P DE ELETROMAGNETISMO 8.4. segunda-feira Nome : Assinatura: Matrícula: Turma: NÃO SERÃO ACEITAS RESPOSTAS SEM JUSTIFICATIVAS E CÁLCULOS EXPLÍCITOS. Não é permitido destacar folhas da

Leia mais

POTENCIAL ELÉTRICO I) RESUMO DE FÓRMULAS DE POTENCIAL ELÉTRICO O potencial elétrico é função da carga que cria o campo elétrico, e assim como o próprio campo elétrico, ele existe independente da existencia

Leia mais

3. (Unirio RJ) Assinale a opção que apresenta a afirmativa correta, a respeito de fenômenos eletromagnéticos:

3. (Unirio RJ) Assinale a opção que apresenta a afirmativa correta, a respeito de fenômenos eletromagnéticos: Lista 10 - Eletromagnetismo 1. (PUC MG) A figura mostra o nascer do Sol. Dos pontos A, B, C e D, qual deles indica o Sul geográfico? a) A. b) B. c) C. d) D. 2. (UFMG) A figura mostra uma pequena chapa

Leia mais

RESPOSTA: E X E R C Í C I O S. 1. Na figura abaixo estão representadas os vetores A, B e. a) A. b) A. c) B. d) A B C. y R 1. y x 87,87º 8,3º 13,16º

RESPOSTA: E X E R C Í C I O S. 1. Na figura abaixo estão representadas os vetores A, B e. a) A. b) A. c) B. d) A B C. y R 1. y x 87,87º 8,3º 13,16º E X E Í I O S. Na figura abaio estão representadas os vetores A, B e. Determine, em termos de vetores unitários, e como um módulo, direção e sentido os vetores resultantes : Dados módulo dos vetores: A

Leia mais

Física - 1. Dados numéricos

Física - 1. Dados numéricos Física - 1 Dados numéricos celeração da gravidade: 1 m/s Densidade da água: 1, g/cm 3 Velocidade da luz no vácuo: 3, x 1 8 m/s 1 atm = 1, x 1 5 N/m = 1 4 π o = 9, x 1 9 N.m C 1. O gráfico da velocidade

Leia mais

Eletrostática: Capacitância e Dielétricos

Eletrostática: Capacitância e Dielétricos Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Santa Catarina Campus São José Área de Telecomunicações ELM20704 Eletromagnetismo Professor: Bruno Fontana da Silva 2014-2 Eletrostática:

Leia mais

FÍSICA (ELETROMAGNETISMO) LEI DE GAUSS

FÍSICA (ELETROMAGNETISMO) LEI DE GAUSS FÍSICA (ELETROMAGNETISMO) LEI DE GAUSS Carl Friedrich Gauss (1777 1855) foi um matemático, astrônomo e físico alemão que contribuiu significativamente em vários campos da ciência, incluindo a teoria dos

Leia mais

Lista de Eletrostática - Ufpel Ufrgs Ufrs Ufsm

Lista de Eletrostática - Ufpel Ufrgs Ufrs Ufsm Lista de Eletrostática - Ufpel Ufrgs Ufrs Ufsm 1. (Ufrs 1997) Uma partícula, com carga elétrica q, encontra-se a uma distância d de outra partícula, com carga -3q. Chamando de F1 o módulo da força elétrica

Leia mais

FÍSICA II. (Dados sen 30 o = 0,5 e g = 10 m/s 2 )

FÍSICA II. (Dados sen 30 o = 0,5 e g = 10 m/s 2 ) FÍSCA Esta prova tem por finalidade verificar seus conhecimentos das leis que regem a natureza. nterprete as questões do modo mais simples e usual. Não considere complicações adicionais por fatores não

Leia mais

Considere os seguintes dados nas questões de nº 01 a 04. Determine a grandeza que falta (F m,v,b)

Considere os seguintes dados nas questões de nº 01 a 04. Determine a grandeza que falta (F m,v,b) Considere os seguintes dados nas questões de nº 01 a 04. Determine a grandeza que falta (F m,v,b) 01. 02. 03. 04. 05. A figura representa um fio condutor reto de comprimento 10cm, percorrido por corrente

Leia mais

Exercício 3) A formação de cargas elétrica em objetos quotidianos é mais comum em dias secos ou úmidos? Justifique a sua resposta.

Exercício 3) A formação de cargas elétrica em objetos quotidianos é mais comum em dias secos ou úmidos? Justifique a sua resposta. Exercícios Parte teórica Exercício 1) Uma esfera carregada, chamada A, com uma carga 1q, toca sequencialmente em outras 4 esferas (B, C, D e E) carregadas conforme a figura abaixo. Qual será a carga final

Leia mais

INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA

INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA 1. (ITA 2009) Uma haste metálica com 5,0 kg de massa e resistência de 2,0 Ω desliza sem atrito sobre duas barras paralelas separadas de 1,0 m, interligadas por um condutor de resistência

Leia mais

O ALTIFALANTE. No altifalante a corrente elétrica é transformada em vibrações mecânicas do ar, reconstituindo o som inicial.

O ALTIFALANTE. No altifalante a corrente elétrica é transformada em vibrações mecânicas do ar, reconstituindo o som inicial. Um microfone transforma as perturbações produzidas no ar pela voz e pela música em impulsos elétricos. O ALTIFALANTE No altifalante a corrente elétrica é transformada em vibrações mecânicas do ar, reconstituindo

Leia mais

TRABALHO DA FORÇA ELÉTRICA E ENERGIA POTENCIAL

TRABALHO DA FORÇA ELÉTRICA E ENERGIA POTENCIAL TRLHO D FORÇ ELÉTRIC E ENERGI POTENCIL 1. (OF 006) Um corpo esférico, condutor, oco, de espessura irrelevante e com carga total nula tem um raio R = 50,0 cm e envolve um corpo esférico, a ele concêntrico,

Leia mais

= Q moeda F at. . t = 0 mv 0. g t

= Q moeda F at. . t = 0 mv 0. g t 25 e FÍSICA Uma moeda é lançada horizontalmente, com velocidade inicial de 10 m/s, sobre uma superfície áspera, horizontal. Sabendo-se que a moeda atinge o repouso 10 s após o lançamento, o coeficiente

Leia mais

FÍSICA - 3 o ANO MÓDULO 05 ROLDANAS E ELEVADORES

FÍSICA - 3 o ANO MÓDULO 05 ROLDANAS E ELEVADORES FÍSICA - 3 o ANO MÓDULO 05 ROLDANAS E ELEVADORES T T Como pode cair no enem? (CEFET) Nos sistemas seguintes, em equilíbrio, as roldanas, os fios e as hastes têm massas desprezíveis. Os dinamômetros

Leia mais

1 f =10 15.) q 1. σ 1. q i. ρ = q 1. 4πa 3 = 4πr 3 q i = q 1 ( r a )3 V 1 = V 2. 4πr 2 E = q 1. q = 1 3, q 2. q = 2 3 E = = q 1/4πR 2

1 f =10 15.) q 1. σ 1. q i. ρ = q 1. 4πa 3 = 4πr 3 q i = q 1 ( r a )3 V 1 = V 2. 4πr 2 E = q 1. q = 1 3, q 2. q = 2 3 E = = q 1/4πR 2 1 possui uma carga uniforme q 1 =+5, 00 fc e a casca Instituto de Física - UFF Física Geral e Experimental I/XVIII Prof. Hisataki Shigueoka http://profs.if.uff.br/ hisa possui uma carga q = q 1. Determine

Leia mais

CE01) Determine o número de elétrons existentes em uma carga de 1,0 C.

CE01) Determine o número de elétrons existentes em uma carga de 1,0 C. Lista 13 Carga elétrica e Eletrização CARGA ELÉTRICA http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/carga-eletrica/carga-eletrica.php Q = n. e Q carga elétrica n números de carga em excesso e = 1,6.10-19 C

Leia mais

2. O gráfico abaixo representa a variação da velocidade de um móvel em função do tempo decorrido de movimento.

2. O gráfico abaixo representa a variação da velocidade de um móvel em função do tempo decorrido de movimento. Revisão ENEM 1. Duas bolas de dimensões desprezíveis se aproximam uma da outra, executando movimentos retilíneos e uniformes (veja a figura). Sabendo-se que as bolas possuem velocidades de 2m/s e 3m/s

Leia mais

EXERCÍCIOS PARA PROVA ESPECÍFICA E TESTÃO 1 ANO 4 BIMESTRE

EXERCÍCIOS PARA PROVA ESPECÍFICA E TESTÃO 1 ANO 4 BIMESTRE 1. (Unesp 89) Um cubo de aço e outro de cobre, ambos de massas iguais a 20 g estão sobre um disco de aço horizontal, que pode girar em torno de seu centro. Os coeficientes de atrito estático para aço-aço

Leia mais

PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO

PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO 1. Uma partícula está eletrizada positivamente com uma carga elétrica de 8,0x10-15 C. Como o módulo da carga do elétron é 1,6 x 10-19 C, essa partícula: a) ganhou 5,0 x 10 4 elétrons.

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS: POTÊNCIA, TRABALHO E ENERGIA TURMAS: 1C01 a 1C10 (PROF. KELLER)

LISTA DE EXERCÍCIOS: POTÊNCIA, TRABALHO E ENERGIA TURMAS: 1C01 a 1C10 (PROF. KELLER) LISTA DE EXERCÍCIOS: POTÊNCIA, TRABALHO E ENERGIA TURMAS: 1C01 a 1C10 (PROF. KELLER) 1) Uma máquina consome 4000 J de energia em 100 segundos. Sabendo-se que o rendimento dessa máquina é de 80%, calcule

Leia mais

Física 1. 2 a prova 02/07/2016. Atenção: Leia as recomendações antes de fazer a prova.

Física 1. 2 a prova 02/07/2016. Atenção: Leia as recomendações antes de fazer a prova. Física 1 2 a prova 02/07/2016 Atenção: Leia as recomendações antes de fazer a prova. 1- Assine seu nome de forma LEGÍVEL na folha do cartão de respostas. 2- Leia os enunciados com atenção. 3- Analise sua

Leia mais

4ª LISTA DE EXERCÍCIOS POTENCIAL ELÉTRICO

4ª LISTA DE EXERCÍCIOS POTENCIAL ELÉTRICO 4ª LISTA DE EXERCÍCIOS POTENCIAL ELÉTRICO 1. As condições típicas relativas a um relâmpago são aproximadamente as seguintes: (a) Diferença de potencial entre os pontos de descarga igual a 10 9 V; (b) Carga

Leia mais

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos: Força Magnética em Cargas

Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos: Força Magnética em Cargas Sala de Estudos FÍSICA Lucas 3 trimestre Ensino Médio 2º ano classe: Prof.LUCAS Nome: nº Sala de Estudos: Força Magnética em Cargas 1. (G1 - ifsp 2012) Os ímãs têm larga aplicação em nosso cotidiano tanto

Leia mais

Estática. Vista da estrutura da ponte Golden Gate, São Francisco, Califórnia (EUA).

Estática. Vista da estrutura da ponte Golden Gate, São Francisco, Califórnia (EUA). Estática Todo o nosso estudo até agora foi dedicado quase que exclusivamente ao movimento. Passamos da Cinemática - descrição matemática dos movimentos - à Dinâmica, em que essa descrição se aprofunda

Leia mais

Portanto 7 maneiras diferentes

Portanto 7 maneiras diferentes TC 4 UECE 0 FASE PROF.: Célio Normando Conteúdo: Força de Atrito. A figura abaixo ilustra um bloco de massa igual a 8 kg, em repouso, apoiado sobre um plano horizontal. Um prato de balança, com massa desprezível,

Leia mais

Trabalho e Energia. = g sen. 2 Para = 0, temos: a g 0. onde L é o comprimento do pêndulo, logo a afirmativa é CORRETA.

Trabalho e Energia. = g sen. 2 Para = 0, temos: a g 0. onde L é o comprimento do pêndulo, logo a afirmativa é CORRETA. Trabalho e Energia UFPB/98 1. Considere a oscilação de um pêndulo simples no ar e suponha desprezível a resistência do ar. É INCORRETO afirmar que, no ponto m ais baixo da trajetória, a) a energia potencial

Leia mais

(a) 1,2 N. (b) 2,4 N. (c) 3,6 N. (d) 1, N. (e) 3, N.

(a) 1,2 N. (b) 2,4 N. (c) 3,6 N. (d) 1, N. (e) 3, N. ONGEP PRÉ-VESTIBULAR POPULAR FÍSICA EXTENSIVO e SEMI-EXTENSIVO 2005 Prof o Walescko ELETROSTÁTICA - Lista 1 01) (Cescem-SP) Uma observação comum em nossa vida diária diz respeito à atração de pequenos

Leia mais

Trabalho de uma força

Trabalho de uma força Questão 01 Um bloco de massa m desce escorregando por uma rampa inclinada, inicialmente com velocidade v, até atingir a base inferior da rampa com velocidade 2v, como mostra a figura. Sabendo que não há

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física - RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1 o TRI 3 o ano

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física - RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1 o TRI 3 o ano Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física - RECUPERAÇÃO DE FÍSICA 1 o TRI 3 o ano 01 - (UFPE) Duas esferas metálicas

Leia mais

Escola Secundária de Casquilhos FQA11 - APSA1 - Unidade 1- Correção

Escola Secundária de Casquilhos FQA11 - APSA1 - Unidade 1- Correção Escola Secundária de Casquilhos FQA11 - APSA1 - Unidade 1- Correção / GRUPO I (Exame 2013-2ª Fase) 1. (B) 2. 3. 3.1. Para que a intensidade média da radiação solar seja 1,3 x 10 3 Wm -2 é necessário que

Leia mais

Aula 3: A Lei de Gauss

Aula 3: A Lei de Gauss Aula 3: A Lei de Gauss Curso de Física Geral F-38 1º semestre, 13 F38 113 1 Fluxo de um campo vetorial Definição: = v ( r ) nˆ da v ( da ds A nˆ dv ds = ; dv= Ads = A = Av dt dt tˆ nˆ v A v v v // v da=

Leia mais

Colégio de aplicação Dr. Alfredo José Balbi prof. Thomaz Barone Lista de exercícios Lei de Coulomb

Colégio de aplicação Dr. Alfredo José Balbi prof. Thomaz Barone Lista de exercícios Lei de Coulomb 1. (Fuvest 016) Duas pequenas esferas, E 1 e E, feitas de materiais isolantes diferentes, inicialmente neutras, são atritadas uma na outra durante 5s e ficam eletrizadas. Em seguida, as esferas são afastadas

Leia mais

FUNÇÕES EXPONENCIAIS

FUNÇÕES EXPONENCIAIS FUNÇÕES EXPONENCIAIS ) Uma possível lei para a função eponencial do gráfico é (a) = 0,7. (b) =. 0,7 (c) = -. 0,7 (d) = -.,7 (e) = - 0,7. ) Os gráficos de = e = - (a) têm dois pontos em comum. (b) são coincidentes.

Leia mais

Aluno: Assinatura: DRE: Professor: Turma: Seção Nota original Iniciais Nota de revisão

Aluno: Assinatura: DRE: Professor: Turma: Seção Nota original Iniciais Nota de revisão Universidade Federal do Rio de Janeiro Instituto de Física Física III 010/ Primeira Prova (P1) 1/10/010 Versão: A Aluno: Assinatura: DRE: Professor: Turma: Seção Nota original Iniciais Nota de revisão

Leia mais

Lei de Arquimedes. Teorema de Arquimedes. O que é empuxo?

Lei de Arquimedes. Teorema de Arquimedes. O que é empuxo? Lei de Arquimedes Teorema de Arquimedes Um corpo total ou parcialmente mergulhado em um fluido em equilíbrio recebe dele uma força (chamada empuxo) vertical, de baixo para cima, de módulo igual ao módulo

Leia mais

Exercícios de Eletrostática Lista 1

Exercícios de Eletrostática Lista 1 Exercícios de Eletrostática Lista 1 1. Se tivermos um balão de borracha com uma carga positiva distribuída sobre sua superfície, podemos afirmar que (A) na região externa ao balão o campo elétrico é nulo.

Leia mais

GABARITO DA AFE02 FÍSICA 2ª SÉRIE 2016

GABARITO DA AFE02 FÍSICA 2ª SÉRIE 2016 GABARITO DA AFE0 FÍSICA ª SÉRIE 016 1) A figura abaixo representa um móvel m que descreve um movimento circular uniforme de raio R, no sentido horário, com velocidade de módulo V. Assinale a alternativa

Leia mais

Segunda aula de Fundamentos de Eletromagnetismo

Segunda aula de Fundamentos de Eletromagnetismo Segunda aula de Fundamentos de Eletromagnetismo Prof. Vicente Barros 1- Revisão de vetores. 2- Revisão sobre carga elétrica. 3- Revisão condutores e isolantes 4- Revisão sobre Lei de Coulomb. Revisão de

Leia mais

Interação entre cargas elétricas

Interação entre cargas elétricas Interação entre cargas elétricas Cargas elétricas de mesmo sinal repelem-se. Cargas elétricas de sinais contrários atraem-se. A força de interação tem a direção da reta que une as cargas, depende do meio

Leia mais

TD DE FÍSICA PROFESSOR: ADRIANO OLIVEIRA / DATA: 05/04/2014

TD DE FÍSICA PROFESSOR: ADRIANO OLIVEIRA / DATA: 05/04/2014 TD DE FÍSICA PROFESSOR: ADRIANO OLIVEIRA / DATA: 05/04/014 1. (Fuvest 014) Em uma competição de salto em distância, um atleta de 70 kg tem, imediatamente antes do salto, uma velocidade na direção horizontal

Leia mais

Considerando a variação temporal do momento angular de um corpo rígido que gira ao redor de um eixo fixo, temos:

Considerando a variação temporal do momento angular de um corpo rígido que gira ao redor de um eixo fixo, temos: Segunda Lei de Newton para Rotações Considerando a variação temporal do momento angular de um corpo rígido que gira ao redor de um eixo fixo, temos: L t = I ω t e como L/ t = τ EXT e ω/ t = α, em que α

Leia mais

1ª Prova do 3º Período (Provão) Física 05/09/2016 Prof. Reinaldo

1ª Prova do 3º Período (Provão) Física 05/09/2016 Prof. Reinaldo 1ª Prova do 3º Período (Provão) Física 05/09/2016 Prof. Reinaldo 0 = 4..10 7 T.m/A B = 0.i / 2..r B = 0.i / 2.r B = 0.n.i FE = q.e FM = q.v.b.sen R = m.v / q.b 75. (Unesp 2016) Um ímã em forma de barra,

Leia mais

Lista de Exercícios (Profº Ito) Aplicações das Leis de Newton (Plano Inclinado)

Lista de Exercícios (Profº Ito) Aplicações das Leis de Newton (Plano Inclinado) 1. A figura mostra um bloco que escorrega, a partir do repouso, ao longo de um plano inclinado. Se o atrito fosse eliminado, o bloco escorregaria na metade do tempo. Dê o valor do coeficiente de atrito

Leia mais

Questão 46. Questão 47. Questão 49. Questão 48. alternativa B. alternativa B. alternativa A. alternativa D. A distância média da Terra à Lua é

Questão 46. Questão 47. Questão 49. Questão 48. alternativa B. alternativa B. alternativa A. alternativa D. A distância média da Terra à Lua é Questão 46 A distância média da Terra à Lua é 3,9 10 m. Sendo a velocidade da luz no vácuo igual a 30, 10 5 km/s, o tempo médio gasto por ela para percorrer essa distância é de: a) 0,77 s d) 77 s b) 1,3

Leia mais

EXERCÍCIOS DE ESPELHOS

EXERCÍCIOS DE ESPELHOS EXERCÍCIOS DE ESPELHOS 1. (UFV-94) As figuras abaixo pretendem representar objetos (O) e suas respectivas imagens (I), refletidas num espelho plano. Em relação às figuras, assinale a opção correta: a.

Leia mais

FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A DEZEMBRO 2010

FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A DEZEMBRO 2010 FICHA DE TRABALHO DE FÍSICA E QUÍMICA A DEZEMBRO 2010 APSA Nº11 11º Ano de Escolaridade 1- Classifique como verdadeiras ou falsas cada uma das seguintes afirmações, corrigindo estas últimas sem recorrer

Leia mais

Unimonte, Engenharia Física Elétrica, prof. Simões. Força magnética sobre um fio que conduz uma corrente elétrica. Escolha a alternativa correta

Unimonte, Engenharia Física Elétrica, prof. Simões. Força magnética sobre um fio que conduz uma corrente elétrica. Escolha a alternativa correta Unimonte, Engenharia Física Elétrica, prof. Simões Força magnética sobre um fio que conduz uma corrente elétrica Escolha a alternativa correta 1. (MACKENZIE) Um condutor retilíneo de comprimento 0,5 m

Leia mais

Capacitância. Q e V são proporcionais em capacitor. A constante de proporcionalidade é denominada capacitância.

Capacitância. Q e V são proporcionais em capacitor. A constante de proporcionalidade é denominada capacitância. apacitância Dois condutores (chamados de armaduras) carregados formam um capacitor ue, uando carregado, faz com ue os condutores tenham cargas iguais em módulo e sinais contrários. Q e V são proporcionais

Leia mais

Lista 5: Trabalho e Energia

Lista 5: Trabalho e Energia Lista 5: Trabalho e Energia NOME: Matrícula: Turma: Prof. : Importante: i. Nas cinco páginas seguintes contém problemas para se resolver e entregar. ii. Ler os enunciados com atenção. iii. Responder a

Leia mais

Lista de Exercícios (Profº Ito) Dinâmica no Movimento Circular

Lista de Exercícios (Profº Ito) Dinâmica no Movimento Circular TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO SE NECESSÁRIO, ADOTE g = 10 m/s. 1. Um circuito de Fórmula Mundial circular, com 320 m de raio, tem como velocidade de segurança 40 m/s. Calcule a tangente do ângulo de inclinação

Leia mais