UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO MBA em Gestão da Tecnologia da Informação e Internet

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO MBA em Gestão da Tecnologia da Informação e Internet"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO MBA em Gestão da Tecnologia da Informação e Internet RÉMERSON LÚCIO DO NASCIMENTO RECOMENDAÇÕES SOBRE O USO DA VIRTUALIZAÇÃO DE RECURSOS DE TI, UTILIZANDO O COBIT 4.1 COMO MODELO DE GOVERNANÇA DE TI São Paulo 2009

2 UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO MBA em Gestão da Tecnologia da Informação e Internet RÉMERSON LÚCIO DO NASCIMENTO RECOMENDAÇÕES SOBRE O USO DA VIRTUALIZAÇÃO DE RECURSOS DE TI, UTILIZANDO O COBIT 4.1 COMO MODELO DE GOVERNANÇA DE TI Monografia apresentada à Universidade Nove de Julho do curso MBA em Gestão da Tecnologia da Informação e Internet para a obtenção do grau de Especialista em Tecnologia. Orientadora: Profa. Dra. Mônica Mancini São Paulo 2009

3 FOLHA DE APROVAÇÃO Nome do autor: Rémerson Lúcio do Nascimento Título do trabalho: Recomendações sobre o uso da virtualização de recursos de TI, utilizando o COBIT 4.1 como modelo de governança de TI. Natureza: Monografia Objetivo: Mostrar a importância do uso da virtualização de recursos de TI, utilizando os processos do Framework COBIT4.1 como modelo de Governança de TI. Nome da Instituição: Universidade Nove de Julho Área de Concentração: Tecnologia Data de Aprovação: Membros da Banca:

4 AGRADECIMENTOS Acredito que, a realização desse trabalho contribui para o aperfeiçoamento dos profissionais da tecnologia da informação, que possuem a obrigação de manteremse constantemente em busca de atualização, visando novos conhecimentos sobre modelos e tecnologias. E assim, garantir a boa gestão da TI, que está tão presente em nosso cotidiano, mesmo que de forma virtual. Agradeço a minha orientadora, Profa. Dra. Mônica Mancini, pelo interesse, dedicação e profissionalismo dispensados aos seus orientandos. Agradeço a, minha amada esposa, Laura pela compreensão e apoio oferecidos, durante esse período. Agradeço aos meus pais Geraldo e Creusa, por terem plantado em mim, a sementinha da vontade de aprender, a qual já se transformou em árvore e oferece mais este trabalho como fruto. Agradeço a amiga Lívia, que através da revisão desse texto, proporcionou formas mais claras e harmoniosas para expressar frases esquisitas, formadas por números binários agrupados de 8 em 8. Agradeço a Elaine, coordenadora de suporte do Banco Panamericano, pela gentileza de contribuir com sua entrevista para esse trabalho, tornando possível exemplificar a aplicabilidade desse estudo. Agradeço ao Luis Fernando, gestor de TI da PRODAM, e amigo de longa data, pela disponibilidade e contribuição para esse trabalho. Agradeço pelo acolhimento e companheirismo dos amigos que fiz durante o MBA: Cristerson, Diego, Francis, Luiz, Milton, Paulo, Marcelo e André. Agradeço a todos, os grandes profissionais, que contribuíram com seus trabalhos, para que esse estudo pudesse ser realizado. Os nomes e contribuições estão relacionados em uma lista na parte final deste trabalho. Agradeço, de forma especial. a Deus por conceder me capacidade para concluir esse MBA, proporcionando-me a alegria de superar mais uma etapa na minha vida acadêmica, profissional e pessoal.

5 O nosso raciocínio cria problemas, que o mesmo nível de raciocínio não consegue resolver. Albert Einstein

6 RESUMO A tecnologia de virtualização e o Control Objectives for Information and related Technology (COBIT), atualmente estão em destaque nas áreas de tecnologia da informação (TI), levando empresas a adotá-los sem uma análise aprofundada dos seus benefícios e riscos. Existem informações, principalmente propagandas, divulgando que ambas são capazes de reduzir custos, alinhar TI ao negócio e promover governança de TI. Embora as informações sejam verdadeiras, a adoção desses recursos deve ser precedida por um planejamento que estruture a linha de trabalho para o sucesso do projeto. O objetivo principal deste trabalho é mostrar a importância do uso da virtualização de recursos de TI, utilizando os processos do Framework COBIT 4.1 como modelo de governança de TI. Os resultados deste estudo apontaram que a Governança de TI surgiu como forma de alinhar TI ao negócio e tornar mais efetiva a governança corporativa. O COBIT é um modelo que deve ser adaptado a cada negócio a fim de prover a governança de TI, porém antes de adotá-lo, pode ser muito útil adotar ferramentas mais específicas, que cubram as áreas foco do COBIT, como a Information Technology Infrastructure Library (ITIL). A tecnologia de virtualização em TI, consiste em usar um software de virtualização que emule um ambiente físico com todos os seus componentes e funcionalidades originais. O uso dessa tecnologia, em especial a virtualização de servidores ou datacenter virtual, é bastante recomendado, pois contribui para o provimento da governança de TI. Para isso, ela deve ser devidamente avaliada e incluída nas estratégias especificadas pelo COBIT, através do domínio planejar e organizar. Existem exemplos de empresas que servem para endossar os benefícios desses recursos, como a Vivo e os Correios no caso do COBIT, o Grupo de Soluções em Alimentação (GRSA) e a Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município de São Paulo (PRODAM) no caso da virtualização e o Banco Panamericano que usa ambos de forma integrada. A importância e contribuição deste estudo apontam para um esclarecimento, com bases acadêmicas, do que a virtualização pode fazer pela governança de TI baseada no COBIT e também produzir um material que possa servir como subsidio para empresas, profissionais, alunos e professores que tenham interesse no objetivo desse trabalho. Palavras-chaves: TI, COBIT, virtualização, governança, VMware, Hyper-V

7 ABSTRACT The virtualization technology, and Control Objectives for Information and related Technology (COBIT), are currently in focus in the information technology (IT), leading companies to adopt them without a thorough analysis of its benefits and risks. There is information, especially advertising, disclosing that both are able to reduce costs, aligning IT to business and promoting governance of IT. Although the information is true, the adoption of these resources must be preceded by a planning structure that the line of work assure the success of the project. The main objective of this work is to show the importance of the use of virtualization of IT resources, using the COBIT Framework 4.1 processes as a model for IT governance. The results of this study showed that IT governance has emerged as a way to align IT to business and make more effective corporate governance. The COBIT is a model to be adapted to each business to provide the governance of IT, but before you adopt it, can be quite useful tools more specific, covering the focus areas of COBIT, as the Information Technology Infrastructure Library (ITIL). The virtualization technology in IT is to use a virtualization software that emulates a physical environment with all its components and original features. The use of this technology, particularly in server virtualization and virtual datacenter, is quite recommended, it contributes to the provision of IT governance. For this, it must be properly assessed and included in the strategies specified by the COBIT through the domain plan and organize. There are examples of companies that serve to endorse the benefits of these resources, such as Vivo and Correios in the case of COBIT, the Grupo de Soluções em Alimentação (GRSA) and Company of Information Technology and Communication of the City of São Paulo (PRODAM) in case of virtualization and Banco Panamericano that use both in an integrated manner. The importance and contribution of this study suggest an explanation, based academic, in that virtualization can do for IT governance based on COBIT and produce a material that can serve as a subsidy for businesses, professionals, students and teachers who are interested in objective of this work. Keywords: IT, COBIT, virtualization, governance, VMware, Hyper-V

8 RELAÇÃO DE FIGURAS FIGURA 1 - ÁREAS FOCO DA GOVERNANÇA DE TI...19 FIGURA 2 - VISÃO GERAL DA ESTRUTURA DO COBIT...21 FIGURA 3 - PRINCIPIO BÁSICO DO COBIT...23 FIGURA 4 - CUBO DO COBIT...23 FIGURA 5 ARQUITETURA DE SISTEMA TRADICIONAL...43 FIGURA 6 ARQUITETURA DE SISTEMA VIRTUALIZADO NO HARDWARE...44 FIGURA 7 ARQUITETURA DE SISTEMA VIRTUALIZADO NO SISTEMA OPERACIONAL...45 FIGURA 8 PRODUTOS E TECNOLOGIAS DE VIRTUALIZAÇÃO MICROSOFT...51 FIGURA 9 DATACENTER VIRTUAL...53 FIGURA 10 VMWARE INFRASTRUCTURE...54 FIGURA 11 VMWARE ESX...55 FIGURA 12 OS QUATRO DOMINIOS DO COBIT INTERRELACIONADOS...61 FIGURA 13 FLUXO DE TAREFAS ENTRE DOMINIOS DO COBIT - PO...62 FIGURA 14 FLUXO DE TAREFAS ENTRE DOMINIOS DO COBIT - AI...67 FIGURA 15 FLUXO DE TAREFAS ENTRE DOMINIOS DO COBIT - DS...71 FIGURA 16 FLUXO DE TAREFAS ENTRE DOMINIOS DO COBIT - ME...79

9 RELAÇÃO DE QUADROS QUADRO 1 - RECURSOS DE TI TANGÍVEIS...42 QUADRO 2 PRINCIPAIS FORNECEDORES DE SOFTWARES PARA VIRTUALIZAÇÃO...48 QUADRO 3 COMPARATIVO ENTRE VMWARE E MICROSOFT...59 QUADRO 4 RESUMO DOS PROCESSOS RELEVANTES À VIRTUALIZAÇÃO...82 QUADRO 5 CASOS DE SUCESSO DE EMPRESAS QUE ADOTARAM O COBIT...84 QUADRO 6 CASOS DE SUCESSO DE EMPRESAS QUE USAM A VIRTUALIZAÇÃO...85

10 RELAÇÃO DE SIGLAS E ABREVIATURAS ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas BSC - Balanced Scorecard CDDL - Common Development and Distribution License CMM - Capability Maturity Model COBIT - Control Objectives for Information and related Technology COSO - Committee of Sponsoring Organizations CPU - Central Processing Unit ERP - Enterprise Resource Planning EUA - Estados Unidos da América GPL - General Public License IBCA - Instituto Brasileiro de Conselheiros de Administração IBGC - Instituto Brasileiro de Governança Coorporativa ISO - International Organization for Standardization ITIL - Information Technology Infrastructure Library OGC - The Office of Government Commerce PMBOK - Project Management Body of Knowledge PRINCE2 - PRojects IN Controlled Environments RFP - Solicitação de Pedido de Proposta SEI - Software Engineering Institute SGQ - Sistema de Gerenciamento da Qualidade SLA - Service Level Agreement SOX - Sarbanes-Oxley Act TCO - Total Cost of Ownership TI - Tecnologia da Informação USB - Universal Serial Bus

11 SUMÁRIO INTRODUÇÃO...11 CAPÍTULO 1 - O USO DO COBIT 4.1 COMO FERRAMENTA PARA GOVERNANÇA DE TI GOVERNANÇA CORPORATIVA GOVERNANÇA DE TI FERRAMENTAS PARA GOVERNANÇA DE TI FRAMEWORK COBIT DOMÍNIOS E PROCESSOS DO COBIT MODELO DE MATURIDADE...35 CAPÍTULO 2 - VIRTUALIZAÇÃO DE RECURSOS DE TI CONCEITOS DE VIRTUAL E VIRTUALIZAÇÃO RECURSOS DE TI E VIRTUALIZAÇÃO VANTAGENS E DESVANTAGENS DA VIRTUALIZAÇÃO FORNECEDORES DE VIRTUALIZAÇÃO EM TI CAPÍTULO 3 - RECOMENDAÇÕES SOBRE O USO DA VIRTUALIZAÇÃO DE RECURSOS DE TI, UTILIZANDO OS PROCESSOS DO COBIT 4.1 COMO MODELO DE GOVERNANÇA DE TI INTER-RELACIONAMENTO ENTRE OS DOMÍNIOS DO COBIT VIRTUALIZAÇÃO NO DOMÍNIO PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO (PO) VIRTUALIZAÇÃO NO DOMÍNIO AQUISIÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO (AI) VIRTUALIZAÇÃO NO DOMÍNIO ENTREGA E SUPORTE (DS) VIRTUALIZAÇÃO NO DOMÍNIO MONITORAÇÃO E AVALIAÇÃO (ME) EXEMPLOS DE EMPRESAS QUE USAM COBIT E VIRTUALIZAÇÃO...83 CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES...89 REFERÊNCIAS...94

12 11 INTRODUÇÃO A introdução tem como objetivo apresentar o tema, intitulado Recomendações sobre o uso da virtualização de recursos de TI, utilizando o COBIT 4.1 como modelo de governança de TI, e as questões de pesquisa a serem analisadas neste estudo são: Panorama Geral A tecnologia da informação (TI) sempre foi tão fecunda no que diz respeito a criar siglas, termos e certificações quanto em gerar novas tecnologias. Atualmente termos como governança de TI, Control Objectives for Information and related Technology (COBIT) e tecnologias como virtualização, são presenças constantes em ambientes corporativos onde se gera, vende, utiliza, ou se estuda tecnologia da informação. Embora estejam sempre presentes, ainda são motivo de muitas dúvidas, motivadas principalmente por informações contraditórias que são divulgadas o tempo todo pelos departamentos de marketing dos fabricantes ou patrocinadores no caso das certificações. Normalmente as duas informações estão corretas, cabe ao consumidor efetuar uma análise de todos os pontos relevantes, antes de decidir-se por uma ou por outra tecnologia. Isso parece bastante razoável e até lógico, porém não é o que encontramos no mercado. O que encontramos são algumas empresas iniciando a adoção de padrões de mercado e novas tecnologias sem efetuar nenhum estudo mais sério e profundo sobre o assunto. Esse trabalho pretende contribuir com informações relevantes e de bases acadêmicas para facilitar nesse processo de avaliação da governança de TI, do COBIT e da virtualização. A Governança de TI surgiu como forma de alinhar TI ao negócio e tornar mais efetiva a governança corporativa. O COBIT é um modelo que deve der adaptado a cada negócio a fim de prover a governança de TI, porém antes de adotá-lo, pode ser muito útil adotar ferramentas mais específicas, que cubram as areas foco do COBIT, como por exemplo a Information Technology Infrastructure Library (ITIL).

13 12 O mercado de tecnologias para virtualização tem a VMware como líder isolado e bem atrás, a Microsoft em segundo lugar. A VMware possui o VMware Infrastructure, um produto com tecnologia e recursos superiores ao Hyper-V da Microsoft. Porém, vale a pena fazer uma análise mais aprofundada sobre o assunto. Pois cada um tem suas vantagens e uma boa escolha deve basear-se em um estudo com critérios bem objetivos. Há empresas que estão adotando, ou já adotaram, o COBIT e utilizam a virtualização, mas não necessariamente existe vínculo entre as motivos pelos quais foram adotados. Normalmente a virtualização é usada para reduzir custos enquanto o COBIT atende requisitos regulamentares. Porém, através desse estudo podemos identificar como o COBIT e a virtualização podem ser complementares em direção a governança de TI com redução de custos. Para tanto, são apresentadas algumas recomendações sobre o uso da virtualização de recursos de TI através dos processos do framework COBIT 4.1 como modelo de governança de TI. São apresentados exemplos de empresas que adotaram o COBIT e de empresas que utilizam a virtualização. Analisar esses casos de forma mais detalhada é uma forma interessante de aprender sua utilidade através de casos reais como a Vivo e os Correios no caso do COBIT, o Grupo de Soluções em Alimentação (GRSA) e a Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município de São Paulo (PRODAM) no caso da virtualização e o Banco Panamericano que usa ambos de forma integrada. A justificativa da escolha do tema deve-se a importância cada vez maior de alinhar a TI aos objetivos do negócio. Nesse caso, a adoção da governança de TI tem incentivado a utilização da estrutura do COBIT, pois ela atende todos os requisitos de governança corporativa especificados pelo COSO. Tão rápido quanto a governança de TI a virtualização está sendo implantada nas empresas, motivada principalmente pelos benefícios financeiros e ambientais, os quais são objetos de estudos e projetos, porém seus benefícios também são úteis para governança de TI. A importância e contribuição deste estudo apontam para um esclarecimento, com bases acadêmicas, do que a virtualização pode fazer pela

14 13 governança de TI baseada no COBIT e também produzir um material que possa servir como subsídio para empresas, profissionais, alunos e professores que tenham interesse no objetivo desse trabalho. Este estudo tem como objetivo principal mostrar a importância do uso da virtualização de recursos de TI, utilizando os processos do Framework COBIT 4.1 como modelo de Governança de TI. Os objetivos específicos desta monografia são: 1. Apresentar o COBIT 4.1 como ferramenta de governança de TI. 2. Definir o que é virtualização de recursos de TI. 3. Identificar como a virtualização de recursos de TI pode contribuir com a Governança de TI, baseando-se nos processos do Framework COBIT 4.1. Para atender a esses objetivos acima citados, este trabalho se propõe a responder às seguintes questões de pesquisa: 1. O que é COBIT 4.1 como ferramenta de governança de TI? 2. O que é virtualização de recursos de TI? 3. Como a virtualização de recursos de TI pode contribuir com a Governança de TI, baseando-se nos processos do Framework COBIT 4.1? Para responder as questões acima formuladas, esta monografia foi dividida em três capítulos, organizados da seguinte forma: O primeiro capítulo tem como objetivo mostrar a Governança Corporativa, a Governança da Tecnologia da Informação (TI) e o Control Objectives for Information and related Technology (COBIT) como uma ferramenta para gestão de TI. O segundo capítulo tem como objetivo buscar o conceito de virtual e virtualização, definir virtualização dos recursos de TI e apresentar as duas principais soluções oferecidas pelo mercado, o VMware e O Hyper-V.

15 14 O terceiro capítulo tem como objetivo apresentar recomendações sobre o uso da tecnologia de virtualização dos recursos de TI, em especial a virtualização de servidores ou datacenter virtual, identificando quais processos da estrutura do COBIT, podem se beneficiar dessa tecnologia visando a melhoria dos níveis de maturidade no uso do COBIT como ferramenta para prover a governança de TI. E, no final, serão apresentadas as conclusões deste estudo e recomendações para futuros trabalhos acadêmicos.

16 CAPÍTULO 1 Conceitos e Definições: O uso do COBIT 4.1 como ferramenta para governança de TI

17 16 CAPÍTULO 1 - O USO DO COBIT 4.1 COMO FERRAMENTA PARA GOVERNANÇA DE TI Este capítulo tem como objetivo mostrar a Governança Corporativa, a Governança da Tecnologia da Informação (TI) e o Control Objectives for Information and related Technology (COBIT) como uma ferramenta para gestão de TI. 1.1 Governança Corporativa Podemos afirmar a Governança Coorporativa teve suas origens em 1992, na Inglaterra, com a publicação do Relatório Cadbury, e nos Estados Unidos da América (EUA), com a divulgação pela General Motors de suas "Diretrizes de Governança Corporativa". Já em 1994, segundo a pesquisa realizada pela California Public Employees Retirement System (Calpers), mais da metade das 300 maiores companhias americanas tinham seus próprios manuais de recomendações de governança corporativa. Em 1995 foi fundado no Brasil o Instituto Brasileiro de Conselheiros de Administração (IBCA), atual Instituto Brasileiro de Governança Coorporativa (IBGC). Segundo o IBGC (2009): Governança corporativa é o sistema pelo qual as sociedades são dirigidas e monitoradas, envolvendo os relacionamentos entre acionistas/cotistas, conselho de administração, diretoria, auditoria independente e conselho fiscal. As boas práticas de governança corporativa têm a finalidade de aumentar o valor da sociedade, facilitar seu acesso ao capital e contribuir para a sua perenidade. Não existe um modelo fechado sobre a forma correta de aplicar as práticas de governança corporativa nos diversos mercados mundiais, entretanto, podemos afirmar que todos possuem como princípios a transparência, a prestação de contas, a eqüidade e a responsabilidade corporativa. A governança corporativa serve para tornar mais transparente o entendimento entre os executivos, aqueles que controlam a empresa, o que os acionistas, aqueles que são os verdadeiros donos da empresa. Isso através de um conjunto de

18 17 mecanismos como normas regulatórias e manuais de melhores práticas, tanto de incentivos quanto de monitoramento, que visam reduzir os riscos de perdas financeiras por abusos de poder, erros estratégicos ou fraudes. As ferramentas que asseguram o controle da empresa sobre os executivos são: o Conselho de Administração, a Auditoria Independente e o Conselho Fiscal. No Brasil, devido a necessidade das empresas modernizarem sua gestão, surgiram os conselheiros profissionais e independentes, que servem como resposta a adequação às boas práticas de governança corporativa. Apesar da crescente pressão por parte dos mercados para que as empresas adotem as boas práticas de governança corporativa, no Brasil, o controle acionário das empresas ainda é muito concentrado. Há um longo caminho a ser percorrido. A falta de um bom sistema de governança corporativa, aliado a conselheiros desqualificados e ineficientes, tem levado muitas empresas a fracassos decorrentes de abuso de poder por parte dos acionistas majoritários sobre os minoritários e da diretoria sobre os acionistas. Erros de estratégia e fraudes. Empresas e países notaram a necessidade de incorporar a governança corporativa como forma de atração e manutenção de investimentos aos seus mercados. Além de possuírem sistemas regulatórios e leis de proteção aos acionistas. Entre as normas regulatórias ou compliances, temos o Sarbanes-Oxley Act (SOX), o Acordo da Basiléia II, a Resolução 3380 do Banco Central do Brasil. Para atender essas normas, podemos destacar o Committee of Sponsoring Organizations (COSO). Uma organização voluntária do setor privado, dedicado a orientar entidades e executivos de gestão e governança, para a criação de uma base global mais eficaz, eficiente e ética. Ele patrocina e divulga modelos e orientações com base em profundas investigações e análise das melhores práticas.

19 Governança de TI Muito da governança coorporativa depende dos controles e das informações provenientes da Tecnologia da Informação (TI). Dessa forma torna-se necessário que a TI também seja confiável. Foi criado em 1998, o IT Governance Institute (ITGI). Uma organização de pesquisas e principal referência em governança de TI da comunidade empresarial global. De acordo com o ITGI (2009), governança de TI é responsabilidade do conselho de administração e da diretoria executiva. É parte integrante da governança coorporativa e consiste na liderança, nas estruturas organizacionais e nos processos que assegurem que a organização da TI sustente e atenda as estratégias e os objetivos da organização. Segundo Fernandes e Abreu (2008), o principal objetivo da governança de TI é alinhar TI aos requisitos do negócio. Esse alinhamento tem como base a continuidade do negócio, o atendimento às estratégias do negócio e o atendimento a marcos de regulação externos. A governança de TI possui alguns focos para atingir esses objetivos. Segundo o ITGI, as áreas foco da governança de TI são: Alinhamento Estratégico: garantir o alinhamento entre TI plano de negócios e operações. Entrega de Valor: provar o valor intrínseco de TI assegurando que os benefícios prometidos sejam alcançados e os custos otimizados. Gerenciamento de Riscos: fornecer uma clara compreensão dos riscos mais significativos para empresa, incorporar responsabilidades e definir o apetite para riscos. Gerenciamento de Recursos: melhorar o investimento e ter uma boa gestão dos recursos de TI, como aplicações, informações, infra-estrutura e pessoas. Monitoramento de Performance: Implementar regras e estratégias para medir o desempenho do setor de TI com base nas regras definidas,

20 19 utilizando tanto a própria contabilidade como outros métodos a exemplo dos Scorecards. Na Figura 1, podemos observar a Governança de TI ao centro, com as áreas foco ao seu redor. Figura 1 - Áreas Foco da Governança de TI Fonte: ITGI (2007) Com uma dependência cada vez maior das informações providas pelo setor de tecnologia da informação das empresas, a governança de TI tem deixado de ser uma vantagem competitiva para tornar-se um pré-requisito para a continuidade da empresa. Com a importância, os focos e os objetivos definidos, a governança de TI precisa valer-se de modelos de melhores práticas, auditorias e outras ferramentas para tornar-se funcional e não apenas, um documento de boas intenções Ferramentas para Governança de TI Para colocarmos em prática a governança de TI, existem vários padrões de mercado com esse objetivo, cada um com o seu órgão regulador e uma finalidade

21 20 específica dentro das operações de TI. Cada empresa poderia desenvolver seus próprios modelos, ferramentas e padrões. Porém, essa não é uma prática viável por envolver elevados custos em pesquisas, desenvolvimento e treinamento. É muito mais prático, rápido, econômico e eficiente fazer parte de organizações que gerenciem pesquisas, desenvolvimento e treinamentos por meio de empresas que fazem esse trabalho e o compartilham com seus associados como o The Office of Government Commerce (OGC), órgão mantenedor da Information Technology Infrastructure Library (ITIL). Entre os padrões mais conhecidos e usados pelo mercado atualmente podemos destacar: Information Technology Infrastructure Library (ITIL) Control Objectives for Information and related Technology (COBIT) International Organization for Standardization (ISO) Project Management Body of Knowledge (PMBOK) Balanced Scorecard (BSC) Capability Maturity Model (CMM) As principais características de um padrão de controle, incluem o foco no negócio, ser orientado a processos, ser um padrão aceito, possuir uma linguagem comum e atender a requisitos regulatórios. Mantendo o foco desse trabalho, vamos nos ater ao COBIT. Pois esses padrões de mercado podem ser auditados pela estrutura do COBIT, que está em conformidade com o COSO que atende as regulamentações da Sarbanes-Oxley Act (SOX). A diferença entre o COSO e COBIT é que o primeiro genérico podendo ser aplicado a qualquer atividade da empresa, enquanto o COBIT é especifico para área de TI.

22 Framework COBIT 4.1 Figura 2 - Visão Geral da Estrutura do COBIT Fonte: ITGI (2007)

23 22 O Control Objectives for Information and related Technology (COBIT), traduzindo para o português: Objetivos de Controle para Informações e Tecnologias Relacionadas, é internacionalmente aceito como um conjunto de boas práticas de controle sobre informações, TI e riscos associados. Uma ferramenta utilizada para implementar a governança de TI e melhorar os controles de TI, tornou-se um instrumento utilizado por muitas empresas que visam atender regulamentações, como a SOX, cuja aprovação em 2002 proporcionou, um aumento significativo na adoção do COBIT pelas empresas nos EUA. A Figura 2 nos proporciona uma visão geral da estrutura do COBIT. O COBIT teve sua primeira edição em 1996 pela Information Systems Audit and Control Association (ISACA), em 1998 foi criado o ITGI, pela própria ISACA, para aprofundas as pesquisas em tecnologia da informação e gerenciar esse conhecimento, incluindo a gestão do COBIT. Desde então o COBIT passou a ser publicado pelo ITGI e apoiado pela ISACA. O COBIT teve mais três edições: 2.a edição em 1998, 3.a edição em 2000 e 4.a edição em Teve ainda uma atualização em 2007 lançando a versão 4.1. A missão do COBIT, segundo o ITGI (2007) é: Pesquisar, desenvolver, divulgar e promover uma mandatária, atualizada e internacionalmente aceita estrutura de controle para governança de TI para adoção por empresas e uso no dia-a-dia por gestores empresariais, profissionais de TI e profissionais de segurança. Segundo o ITGI (2007), o COBIT suporta a Governança de TI provendo uma estrutura (framework) para assegurar que: TI esteja alinhada ao negócio. TI permita que o negócio funcione e maximize os resultados. Os recursos de TI sejam utilizados de forma responsável. Os riscos de TI sejam gerenciados de forma adequada. O princípio básico do COBIT mostra que os requisitos do negócio direcionam os investimentos e recursos que são usados pelos processos de TI para entregar as

24 23 informações empresariais que atendam aos requisitos do negócio, formando um ciclo contínuo, representado na Figura 3. Figura 3 - Principio básico do COBIT Fonte: ITGI (2007) O COBIT fornece uma estrutura de 114 atividades organizadas por 34 Processos de TI e agrupados em 4 domínios. Os quais o Departamento de TI utiliza juntamente com os Recursos de TI com base nos Requisitos do Negócio, entendido como Critérios de Informação, para entregar as Informações Empresariais. O Cubo do COBIT, apresentado na Figura 4, nos proporciona uma visão integrada desses componentes chaves. Figura 4 - Cubo do COBIT Fonte: ITGI (2007)

25 24 Critérios de Informação São três os requisitos para os critérios de Informação: Qualidade, Segurança e Fiduciário. Que são divididos em sete categorias, lembrando que as informações precisam estar sempre em conformidade com os critérios definidos pelos requisitos do negócio. Eficácia: Alcançar as metas e resultados propostos. Eficiência: Produzir o máximo de resultados com o mínimo de recursos. Confiabilidade: Prover a informação apropriada. Conformidade: Cumprir as leis e regulamentos aos quais a empresa está sujeita. Confidencialidade: Proteger a informações sigilosas. Integridade: Prover a informação de forma exata, inteira e válida. Disponibilidade: Garantir a disponibilidade da informação tanto agora quanto no futuro. Recursos de TI Aplicações são os sistemas automatizados e procedimentos manuais para processar informações. Informações são os dados de todos os formulários de entrada, processados e exibidos pelos sistemas de informação, podendo ser qualquer formulário que é usado pelo negócio. Infra-estrutura inclui hardware, sistemas operacionais, sistemas de banco de dados, rede, multimídia, etc. Tudo que é necessário para o funcionamento das aplicações. Pessoas são os componentes da equipe necessária para planejar, organizar, adquirir, implementar, entregar, dar suporte, monitorar e avaliar os sistemas de informação e serviços. Eles podem ser internos ou terceirizados.

26 25 Processos de TI Os processos de TI são divididos em quatro domínios. Cada um desses possui um conjunto de processos que são subdivididos em atividades para que os objetivos do domínio sejam alcançados. Isso é algo muito importante visto que o COBIT é um modelo orientado a processos. Dessa forma vamos listar e detalhar um pouco melhor os processos de cada domínio do COBIT Domínios e Processos do COBIT O funcionamento da estrutura do COBIT é baseado nos controles estabelecidos para cada um dos 34 processos, agrupados em 4 domínios ou áreas, a saber: Domínio Planejamento e Organização Domínio Aquisição e Implementação Domínio Entrega e Suporte Domínio Monitoração e Avaliação Embora o COBIT apresente essa lista completa com 34 processos de TI, nem todas as empresas terão necessidade de utilizar todos eles, que devem ser selecionados e usados de acordo com as atividades e responsabilidades inerentes as estratégias de cada negócio. Na estrutura do COBIT também existem informações sobre modelos de maturidade para cada um desses processos. Domínio (PO) Planejamento e Organização Este domínio engloba as estratégias e táticas, diz respeito à identificação de como a TI pode melhor contribuir para alcançar os objetivos do negócio através do planejamento e da organização. Segundo o ITGI (2007), este domínio normalmente é dirigido as seguintes questões gerenciais: TI e o negócio estão alinhados estrategicamente? A empresa esta usando seus recursos de forma otimizada?

COBIT. Governança de TI. Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br

COBIT. Governança de TI. Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br COBIT Governança de TI Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br Sobre mim Juvenal Santana Gerente de Projetos PMP; Cobit Certified; ITIL Certified; OOAD Certified; 9+ anos de experiência em TI; Especialista

Leia mais

Governança de TIC. CobiT 4.1

Governança de TIC. CobiT 4.1 Governança de TIC CobiT 4.1 Conceitos Governança: A expressão governar tem origem na expressão navegar... E o que quem navega faz? Ele faz um mapa, dá a direção, faz as regras de convivência. Tomáz de

Leia mais

Melhores Práticas em TI

Melhores Práticas em TI Melhores Práticas em TI Referências Implantando a Governança de TI - Da Estratégia à Gestão de Processos e Serviços - 2ª Edição Edição - AGUINALDO ARAGON FERNANDES, VLADIMIR FERRAZ DE ABREU. An Introductory

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO NBR ISO/IEC 27002: 2005 (antiga NBR ISO/IEC 17799) NBR ISO/IEC 27002:2005 (Antiga NBR ISO/IEC 17799); 27002:2013. Metodologias e Melhores Práticas em SI CobiT; Prof. Me. Marcel

Leia mais

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS METODOLOGIA DE AUDITORIA PARA AVALIAÇÃO DE CONTROLES E CUMPRIMENTO DE PROCESSOS DE TI NARDON, NASI AUDITORES E CONSULTORES CobiT

Leia mais

Governança de TI com COBIT, ITIL e BSC

Governança de TI com COBIT, ITIL e BSC {aula #2} Parte 1 Governança de TI com melhores práticas COBIT, ITIL e BSC www.etcnologia.com.br Rildo F Santos rildo.santos@etecnologia.com.br twitter: @rildosan (11) 9123-5358 skype: rildo.f.santos (11)

Leia mais

Governança e Qualidade em Serviços de TI COBIT Governança de TI

Governança e Qualidade em Serviços de TI COBIT Governança de TI Governança e Qualidade em Serviços de TI COBIT Governança de TI COBIT Processos de TI Aplicativos Informações Infraestrutura Pessoas O que é o CObIT? CObIT = Control Objectives for Information and Related

Leia mais

COBIT FOUNDATION - APOSTILA DE RESUMO

COBIT FOUNDATION - APOSTILA DE RESUMO COBIT FOUNDATION - APOSTILA DE RESUMO GOVERNANÇA DE TI O QUE É GOVERNANÇA DE TI É um conjunto de estruturas e processos que visa garantir que a TI suporte e maximize adequadamente os objetivos e estratégias

Leia mais

COBIT (CONTROL OBJECTIVES FOR INFORMATION AND RELATED TECHNOLOGY)

COBIT (CONTROL OBJECTIVES FOR INFORMATION AND RELATED TECHNOLOGY) Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Informática e Estatística INE Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Projetos I Professor: Renato Cislaghi Aluno: Fausto Vetter Orientadora: Maria

Leia mais

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar.

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar. C O B I T Evolução Estratégica A) Provedor de Tecnologia Gerenciamento de Infra-estrutura de TI (ITIM) B) Provedor de Serviços Gerenciamento de Serviços de TI (ITSM) C) Parceiro Estratégico Governança

Leia mais

GESTÃO DE T.I. COBIT. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com

GESTÃO DE T.I. COBIT. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com GESTÃO DE T.I. COBIT José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com COBIT Control Objectives for Information and Related Technology Copyright 1996, 1998, 2000 Information Systems Audit and Control Foundation. Information

Leia mais

O nosso raciocínio cria problemas, que o mesmo nível de raciocínio. LUCIO Albert Einstein

O nosso raciocínio cria problemas, que o mesmo nível de raciocínio. LUCIO Albert Einstein COBIT com VIRTUALIZAÇÃO RECOMENDAÇÕES SOBRE O USO DA VIRTUALIZAÇÃO ALINHADA AO COBIT 4.1 Palestrante: LÚCIO 1 O nosso raciocínio cria problemas, que o mesmo nível de raciocínio Albert Einstein.bogspot.com

Leia mais

Sistemas de Informação Empresarial

Sistemas de Informação Empresarial Sistemas de Informação Empresarial Governança de Tecnologia da Informação parte 2 Fonte: Mônica C. Rodrigues Padrões e Gestão de TI ISO,COBIT, ITIL 3 International Organization for Standardization d -

Leia mais

Carlos Henrique Santos da Silva

Carlos Henrique Santos da Silva GOVERNANÇA DE TI Carlos Henrique Santos da Silva Mestre em Informática em Sistemas de Informação UFRJ/IM Certificado em Project Management Professional (PMP) PMI Certificado em IT Services Management ITIL

Leia mais

CobiT: Visão Geral e domínio Monitorar e Avaliar. Daniel Baptista Dias Ernando Eduardo da Silva Leandro Kaoru Sakamoto Paolo Victor Leite e Posso

CobiT: Visão Geral e domínio Monitorar e Avaliar. Daniel Baptista Dias Ernando Eduardo da Silva Leandro Kaoru Sakamoto Paolo Victor Leite e Posso CobiT: Visão Geral e domínio Monitorar e Avaliar Daniel Baptista Dias Ernando Eduardo da Silva Leandro Kaoru Sakamoto Paolo Victor Leite e Posso CobiT O que é? Um framework contendo boas práticas para

Leia mais

CobIT. Eduardo Mayer Fagundes. Um framework para a eficiência das organizações de Tecnologia da Informação e Telecomunicações

CobIT. Eduardo Mayer Fagundes. Um framework para a eficiência das organizações de Tecnologia da Informação e Telecomunicações CobIT Um framework para a eficiência das organizações de Tecnologia da Informação e Telecomunicações Eduardo Mayer Fagundes Copyright(c)2008 por Eduardo Mayer Fagundes 1 Agenda 1. Princípio de Gestão Empresarial

Leia mais

RECOMENDAÇÕES SOBRE O USO DA VIRTUALIZAÇÃO ALINHADA AO COBIT 4.1

RECOMENDAÇÕES SOBRE O USO DA VIRTUALIZAÇÃO ALINHADA AO COBIT 4.1 COBIT com VIRTUALIZAÇÃO RECOMENDAÇÕES SOBRE O USO DA VIRTUALIZAÇÃO ALINHADA AO COBIT 4.1 Palestrante: LÚCIO 1 O nosso raciocínio cria problemas, que o mesmo nível de raciocínio Albert Einstein não consegue

Leia mais

CobiT. MBA em Sistemas de Informação. Conteúdo. 1. Sumário Executivo. 2. Estrutura. 3. Objetivos de Controle. 4. Diretrizes de Gerenciamento

CobiT. MBA em Sistemas de Informação. Conteúdo. 1. Sumário Executivo. 2. Estrutura. 3. Objetivos de Controle. 4. Diretrizes de Gerenciamento MBA em Sistemas de Informação CobiT Conteúdo 1. Sumário Executivo 2. Estrutura 3. Objetivos de Controle 4. Diretrizes de Gerenciamento 5. Modelo de Maturidade 6. Guia de Certificação de TI 7. Implementação

Leia mais

Módulo 4. Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios

Módulo 4. Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios Módulo 4 Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios Estruturas e Metodologias de controle adotadas na Sarbanes COBIT

Leia mais

MBA em Gestão de Tecnologia da Informação. Governança de TI. Lincoln Herbert Teixeira lincolnherbert@gmail.com

MBA em Gestão de Tecnologia da Informação. Governança de TI. Lincoln Herbert Teixeira lincolnherbert@gmail.com MBA em Gestão de Tecnologia da Informação Governança de TI Lincoln Herbert Teixeira lincolnherbert@gmail.com Governança de TI Ementa: Relacionar a governança de TI com a governança corporativa. Boas práticas

Leia mais

Gerenciamento de Serviços em TI com ITIL. Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL

Gerenciamento de Serviços em TI com ITIL. Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL A Filosofia do Gerenciamento de Serviços em TI Avanços tecnológicos; Negócios totalmente dependentes da TI; Qualidade, quantidade e a disponibilidade (infra-estrutura

Leia mais

Metodologias COBIT e ITIL e as perspectivas do Modelo de Alinhamento Estratégico de TI

Metodologias COBIT e ITIL e as perspectivas do Modelo de Alinhamento Estratégico de TI Metodologias COBIT e ITIL e as perspectivas do Modelo de Alinhamento Estratégico de TI Gilberto Zorello (USP) gilberto.zorello@poli.usp.br Resumo Este artigo apresenta o Modelo de Alinhamento Estratégico

Leia mais

Gestão da Tecnologia da Informação

Gestão da Tecnologia da Informação TLCne-051027-P0 Gestão da Tecnologia da Informação Disciplina: Governança de TI São Paulo, Outubro de 2012 0 Sumário TLCne-051027-P1 Conteúdo desta Aula Abordar o domínio Adquirir e Implementar e todos

Leia mais

Lista de Exercícios - COBIT 5

Lista de Exercícios - COBIT 5 Lista de Exercícios - COBIT 5 1. O COBIT 5 possui: a) 3 volumes, 7 habilitadores, 5 princípios b) 3 volumes, 5 habilitadores, 7 princípios c) 5 volumes, 7 habilitadores, 5 princípios d) 5 volumes, 5 habilitadores,

Leia mais

A relação da Governança de TI (COBIT), Gerenciamento de Serviços (ITIL) e Gerenciamento de Projetos (PMI)

A relação da Governança de TI (COBIT), Gerenciamento de Serviços (ITIL) e Gerenciamento de Projetos (PMI) A relação da Governança de TI (COBIT), Gerenciamento de Serviços (ITIL) e Gerenciamento de Projetos (PMI) Os principais modelos de melhores práticas em TI Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP, ITIL

Leia mais

Governança de TI: O que é COBIT?

Governança de TI: O que é COBIT? Governança de TI: O que é COBIT? Agenda Governança de TI Metodologia COBIT Relacionamento do COBIT com os modelos de melhores práticas Governança de TI em 2006 Estudo de Caso Referências Governança de

Leia mais

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, CSPO, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP Especializações Certificações Mestre em Informática

Leia mais

Gestão de Sistemas de Informação II Introdução ao COBIT

Gestão de Sistemas de Informação II Introdução ao COBIT Gestão de Sistemas de Informação II Introdução ao COBIT Professor Samuel Graeff prof.samuel@uniuv.edu.br COBIT O que e? COBIT significa Control Objectives for Information and related Technology - Objetivos

Leia mais

COBIT Um kit de ferramentas para a excelência na gestão de TI. Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com

COBIT Um kit de ferramentas para a excelência na gestão de TI. Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com COBIT Um kit de ferramentas para a excelência na gestão de TI Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com Introdução Atualmente, é impossível imaginar uma empresa sem uma forte área de sistemas

Leia mais

GTI Governança de TI

GTI Governança de TI GTI Governança de TI Modelos de Melhores Práticas e o Modelo de Governança de TI Governança de TI FERNANDES & ABREU, cap. 4 1 COBIT Control Objectives for Information and Related Technology. Abrangente

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE GOVERNANÇA DE TI

IMPLANTAÇÃO DE GOVERNANÇA DE TI 1 IMPLANTAÇÃO DE GOVERNANÇA DE TI André Luiz Guimarães dos Reis 1 1 João Souza Neto 2 1 Tomas Roberto C. Orlandi 3 1 andrer@correios.com.br szneto@correios.com.br tomasroberto@correios.com.br 1 Empresa

Leia mais

18/08/2015. Governança Corporativa e Regulamentações de Compliance. Gestão e Governança de TI. Governança Corporativa. Governança Corporativa

18/08/2015. Governança Corporativa e Regulamentações de Compliance. Gestão e Governança de TI. Governança Corporativa. Governança Corporativa Gestão e Governança de TI e Regulamentações de Compliance Prof. Marcel Santos Silva A consiste: No sistema pelo qual as sociedades são dirigidas, monitoradas e incentivadas, envolvendo o relacionamento

Leia mais

Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio?

Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio? Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio? A Tecnologia da Informação vem evoluindo constantemente, e as empresas seja qual for seu porte estão cada

Leia mais

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Mestre em Informática na área de Sistemas de Informação

Leia mais

Alinhamento Estratégico. A importância do alinhamento entre a TI e o Negócio e o método proposto pelo framework do CobiT 4.1

Alinhamento Estratégico. A importância do alinhamento entre a TI e o Negócio e o método proposto pelo framework do CobiT 4.1 Conhecimento em Tecnologia da Informação Alinhamento Estratégico A importância do alinhamento entre a TI e o Negócio e o método proposto pelo framework do CobiT 4.1 2010 Bridge Consulting Apresentação

Leia mais

Utilizando o CobiT e o Balanced Scorecard como instrumentos para o. Gerenciamento de Níveis de Serviço

Utilizando o CobiT e o Balanced Scorecard como instrumentos para o. Gerenciamento de Níveis de Serviço Utilizando o CobiT e o Balanced Scorecard como instrumentos para o Gerenciamento de Níveis de Serviço Win Van Grembergen, http://www/isaca.org Tradução de Fátima Pires (fatima@ccuec.unicamp.br) Na economia

Leia mais

SENAC GO. Gestão da Tecnologia da Informação. Tópicos especiais em administração. Professor Itair Pereira da Silva. Alunos: Eduardo Vaz

SENAC GO. Gestão da Tecnologia da Informação. Tópicos especiais em administração. Professor Itair Pereira da Silva. Alunos: Eduardo Vaz SENAC GO Gestão da Tecnologia da Informação Tópicos especiais em administração Professor Itair Pereira da Silva Alunos: Eduardo Vaz Jalles Gonçalves COBIT COBIT (CONTROL OBJETIVES FOR INFORMATION AND RELATED

Leia mais

Governança. Sistemas de Informação 8º Período Prof: Mafran Oliveira

Governança. Sistemas de Informação 8º Período Prof: Mafran Oliveira Governança Sistemas de Informação 8º Período Prof: Mafran Oliveira 1 Definição de Governança Governança Corporativa: É a Estrutura que identifica os objetivos de uma organização e de que forma pode-se

Leia mais

Cobit e ITIL. Cobit. Planejamento e organização; Aquisição e implementação; Entrega e suporte; Monitoração.

Cobit e ITIL. Cobit. Planejamento e organização; Aquisição e implementação; Entrega e suporte; Monitoração. Cobit e ITIL GOVERNANÇA, GP - RISCO, GP PROJETOS - PMP, SEGURANÇA DAIANA BUENO OUTUBRO 20, 2010 AT 8:00 3.496 visualizações Atualmente, as empresas estão com seus processos internos cada vez mais dependentes

Leia mais

ISO/IEC 20000. Curso e-learning. Sistema de Gerenciamento de Serviços da Tecnologia da Informação

ISO/IEC 20000. Curso e-learning. Sistema de Gerenciamento de Serviços da Tecnologia da Informação Curso e-learning ISO/IEC 20000 Sistema de Gerenciamento de Serviços da Tecnologia da Informação Este é um curso independente desenvolvido pelo TI.exames em parceria com a CONÊXITO CONSULTORIA que tem grande

Leia mais

Alinhamento Estratégico da TI com o Modelo de Negócios da Empresa: um estudo sobre as melhores práticas da biblioteca ITIL

Alinhamento Estratégico da TI com o Modelo de Negócios da Empresa: um estudo sobre as melhores práticas da biblioteca ITIL Alinhamento Estratégico da TI com o Modelo de Negócios da Empresa: um estudo sobre as melhores práticas da biblioteca ITIL Fernando Riquelme i Resumo. A necessidade por criar processos mais eficientes,

Leia mais

GERENCIAMENTO E PROCESSO Porque adotá-los? Onivaldo Roncatti e Leonardo Noshi

GERENCIAMENTO E PROCESSO Porque adotá-los? Onivaldo Roncatti e Leonardo Noshi GERENCIAMENTO E PROCESSO Porque adotá-los? Onivaldo Roncatti e Leonardo Noshi 1 Sobre a empresa A Business Station é uma provedora de soluções de tecnologia. Possui 5 filiais: São Paulo (matriz), Campinas,

Leia mais

Governança de TI com melhores práticas COBIT, ITIL e BSC

Governança de TI com melhores práticas COBIT, ITIL e BSC {aula #1} com melhores práticas COBIT, ITIL e BSC www.etcnologia.com.br Rildo F Santos rildo.santos@etecnologia.com.br twitter: @rildosan (11) 9123-5358 skype: rildo.f.santos (11) 9962-4260 http://rildosan.blogspot.com/

Leia mais

Curso Online. www.tiexames.com.br. Introdução a Governança de TI

Curso Online. www.tiexames.com.br. Introdução a Governança de TI Módulo 1 Introdução a Governança de TI Curso Online Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa do autor. www.tiexames.com.br

Leia mais

Falta de Gestão de Risco

Falta de Gestão de Risco Falta de Gestão de Risco A TI deixou de lado o papel de dar suporte ao negócio e, principalmente na área financeira, se tornou a estratégia do próprio negócio. O nível de dependência de tecnologia para

Leia mais

Metodologia para Análise de Maturidade de Governança de TI. Soluções em Gestão e TI que adicionam valor aos negócios

Metodologia para Análise de Maturidade de Governança de TI. Soluções em Gestão e TI que adicionam valor aos negócios Metodologia para Análise de Maturidade de Governança de TI Soluções em Gestão e TI que adicionam valor aos negócios Garanta a eficiência e a competitividade da sua empresa Análise de Maturidade de Governança

Leia mais

www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br

www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br Outras Apostilas em: www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br Centro Universitário Geraldo di Biase 1. Enterprise Resouce Planning ERP O ERP, Sistema de Planejamento de Recursos

Leia mais

ISO/IEC 20000:2005. Introdução da Norma ISO/IEC 20000 no Mercado Brasileiro Versão 1.1, 15.09.2006

ISO/IEC 20000:2005. Introdução da Norma ISO/IEC 20000 no Mercado Brasileiro Versão 1.1, 15.09.2006 ISO/IEC 20000:2005 Introdução da Norma ISO/IEC 20000 no Mercado Brasileiro Versão 1.1, 15.09.2006 André Jacobucci andre.jacobucci@ilumna.com +55 11 5087 8829 www.ilumna.com Objetivos desta Apresentação

Leia mais

MODELOS DE MELHORES GOVERNANÇA DE T.I. PRÁTICAS DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

MODELOS DE MELHORES GOVERNANÇA DE T.I. PRÁTICAS DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza MODELOS DE MELHORES PRÁTICAS DA GOVERNANÇA DE T.I. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza MELHORES PRÁTICAS PARA T.I. MODELO DE MELHORES PRÁTICAS COBIT Control Objectives for Information

Leia mais

Unidade V GOVERNANÇA DE TI

Unidade V GOVERNANÇA DE TI GOVERNANÇA DE TI Unidade V CONTROL OBJECTIVES FOR INFORMATION AND RELATED TECHNOLOGY (COBIT) 1 O CobiT é um guia para a gestão de TI recomendado pelo Information Systems Audit and Control Foundation (ISACF)

Leia mais

Governança de TI através do COBIT

Governança de TI através do COBIT 4.0 COBIT III Congresso de Gestão de TI Governança de TI através do COBIT GOVERNANÇA CORPORATIVA Mercado e Empresa - Relacionamentos SOCIEDADE AGENTES FINANCEIROS PROFISSIONAIS MEIO AMBIENTE GOVERNO CLIENTES

Leia mais

Atividade: COBIT : Entendendo seus principais fundamentos

Atividade: COBIT : Entendendo seus principais fundamentos SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO PIAUÍ CAMPUS FLORIANO EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO CURSO: TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PERÍODO

Leia mais

Governança de TI Cobit

Governança de TI Cobit Governança de TI Cobit Prof. Walter Cunha falecomigo@waltercunha.com http://waltercunha.com Bibliografia* Implantando a Governança de TI - da Estratégia à Gestão de Processos e Serviços - Aguinaldo Aragon

Leia mais

Engenharia de Software Qualidade de Software

Engenharia de Software Qualidade de Software Engenharia de Software Qualidade de Software O termo qualidade assumiu diferentes significados, em engenharia de software, tem o significado de está em conformidade com os requisitos explícitos e implícitos

Leia mais

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, CSPO, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP Especializações Certificações Mestre em Informática

Leia mais

Unidade V GOVERNANÇA DE TI. Profa. Gislaine Stachissini

Unidade V GOVERNANÇA DE TI. Profa. Gislaine Stachissini Unidade V GOVERNANÇA DE TI Profa. Gislaine Stachissini Control Objectives for Information and Related Technology - Cobit O CobiT é um guia para a gestão de TI recomendado pelo Information Systems Audit

Leia mais

Curso preparatório para a certificação COBIT 4.1 Fundation

Curso preparatório para a certificação COBIT 4.1 Fundation Curso preparatório para a certificação COBIT 4.1 Fundation Dentro do enfoque geral em conhecer e discutir os fundamentos, conceitos e as definições de Governança de TI - tecnologia da informação, bem como

Leia mais

ITIL. Information Technology Infrastructure Library

ITIL. Information Technology Infrastructure Library Information Technology Infrastructure Library 34929 - Daniel Aquere de Oliveira 34771 - Daniel Tornieri 34490 - Edson Gonçalves Rodrigues 34831 - Fernando Túlio 34908 - Luiz Gustavo de Mendonça Janjacomo

Leia mais

Governança de TI. Heleno dos Santos Ferreira

Governança de TI. Heleno dos Santos Ferreira Governança de TI Heleno dos Santos Ferreira Agenda Governança de TI Heleno dos Santos Ferreira ITIL Publicação dos Livros revisados 2011 ITIL Correções ortográficas e concordâncias gramaticais; Ajustes

Leia mais

Gestão da TI. É proibida a cópia deste conteúdo, no todo ou em parte, sem autorização prévia do autor.

Gestão da TI. É proibida a cópia deste conteúdo, no todo ou em parte, sem autorização prévia do autor. Este material foi desenvolvido especialmente para a disciplina Gestão da TI ministrada no curso de graduação em Sistemas de Informação da AES (Academia de Ensino Superior). Algumas imagens são de domínio

Leia mais

Gerenciamento de Serviços de TI ITIL v2 Módulo 1 Conceitos básicos

Gerenciamento de Serviços de TI ITIL v2 Módulo 1 Conceitos básicos Gerenciamento de Serviços de TI ITIL v2 Módulo 1 Conceitos básicos Referência: An Introductory Overview of ITIL v2 Livros ITIL v2 Cenário de TI nas organizações Aumento da dependência da TI para alcance

Leia mais

Profa. Celia Corigliano. Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI

Profa. Celia Corigliano. Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Profa. Celia Corigliano Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Agenda da disciplina Unidade I Gestão de Projetos Unidade II Ferramentas para Gestão de Projetos Unidade III Gestão de Riscos em TI Unidade

Leia mais

Governança em TI ITIL, COBIT e ISO 20000

Governança em TI ITIL, COBIT e ISO 20000 ESADE ESCOLA SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO, DIREITO E ECONOMIA. CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Governança em TI ITIL, COBIT e ISO 20000 Camila Madeira Camila Pinto Daniel Mendes Elias Sarantopoulos Evandro Colpo Janaina

Leia mais

1- Objetivo: Avaliar os conhecimentos adquiridos durante o auto treinamento de Governança de TI com as práticas da ITIL e Cobit.

1- Objetivo: Avaliar os conhecimentos adquiridos durante o auto treinamento de Governança de TI com as práticas da ITIL e Cobit. 1- Objetivo: Avaliar os conhecimentos adquiridos durante o auto treinamento de Governança de TI com as práticas da ITIL e Cobit. 2 Regras e Instruções: Antes de começar a fazer a avaliação leia as instruções

Leia mais

Ciência da Computação. Gestão da Tecnologia da Informação ITIL Information Technology Infrastructure Library

Ciência da Computação. Gestão da Tecnologia da Informação ITIL Information Technology Infrastructure Library Ciência da Computação Gestão da Tecnologia da Informação ITIL Information Technology Infrastructure Library Agenda Histórico Conceitos básicos Objetivos Visão Geral do Modelo Publicações: Estratégia de

Leia mais

Gestão de T.I. GESTÃO DE T.I. ITIL. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com

Gestão de T.I. GESTÃO DE T.I. ITIL. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com 1 Information Technology Infrastructure Library 2 O que é o? Information Technology Infrastructure Library é uma biblioteca composta por sete livros

Leia mais

Introdução A GOVERNANÇA DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Introdução A GOVERNANÇA DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Introdução A GOVERNANÇA DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Referências Gerenciamento Estratégico da Informação. Aumente a Competitividade e a eficiência de sua empresa utilizando a informação como ferramenta

Leia mais

Café da Manhã Corporativo

Café da Manhã Corporativo Café da Manhã Corporativo O ITIL como ferramenta de Governança de TI Palestrante: Julio Cesar R. S. Avila Palestrante: Julio Cesar R. S. Avila Especialista Newtrend em Governança de TI, é um profissional

Leia mais

Relacionamento das melhores práticas do Cobit e ITIL para a Governança de TI

Relacionamento das melhores práticas do Cobit e ITIL para a Governança de TI Relacionamento das melhores práticas do Cobit e ITIL para a Governança de TI Leonardo de Castro Loureiro leonardocloureiro@hotmail.com UNIVERSO Thiago de Araujo Penha guitarhead@gmail.com UNIVERSO João

Leia mais

MBA Gestão da Tecnologia de Informação

MBA Gestão da Tecnologia de Informação MBA Gestão da Tecnologia de Informação Informações: Dias e horários das aulas: Segundas e Terças-feiras das 18h00 às 22h00 aulas semanais; Sábados das 08h00 às 12h00 aulas quinzenais. Carga horária: 600

Leia mais

Serviço de Avaliaça o e Planejamento de Governança de TI

Serviço de Avaliaça o e Planejamento de Governança de TI efagundes.com Serviço de Avaliaça o e Planejamento de Governança de TI O serviço especializado avalia, planeja e implanta um modelo de governança nas organizações de TI alinhado com as estratégias e operações

Leia mais

Exercícios: Governança de TI Prof. Walter Cunha http://www.waltercunha.com PRIMEIRA BATERIA. PMBoK

Exercícios: Governança de TI Prof. Walter Cunha http://www.waltercunha.com PRIMEIRA BATERIA. PMBoK Exercícios: Governança de TI Prof. Walter Cunha http://www.waltercunha.com PRIMEIRA BATERIA PMBoK 1. (FCC/ANALISTA-MPU 2007) De acordo com o corpo de conhecimento da gerência de projetos, as simulações

Leia mais

Implementação de Ferramentas de Gestão SOX ISO 20000 ISO 27001. Susana Carias Lisboa, 24 de Outubro de 2008

Implementação de Ferramentas de Gestão SOX ISO 20000 ISO 27001. Susana Carias Lisboa, 24 de Outubro de 2008 Implementação de Ferramentas de Gestão SOX ISO 20000 ISO 27001 Susana Carias Lisboa, 24 de Outubro de 2008 Agenda Introdução Desafio 1º passo Problemática ISO 27001 ISO 20000 Conclusões 2 Agenda Introdução

Leia mais

Por que conhecer o COBIT 5

Por que conhecer o COBIT 5 10Minutos Tecnologia da Informação Saiba quais são as novidades da versão 5 do COBIT Por que conhecer o COBIT 5 Destaques A utilização do COBIT 5 como guia de melhores práticas permite alinhar de modo

Leia mais

IT Service Management Foundation Bridge based on ISO/IEC 20000

IT Service Management Foundation Bridge based on ISO/IEC 20000 Exame simulado IT Service Management Foundation Bridge based on ISO/IEC 20000 Edição outubro 2011 Copyright 2011 EXIN All rights reserved. No part of this publication may be published, reproduced, copied

Leia mais

Gestão Estratégica da TI. Prof. Renato Lima, PMP, ITIL, CGEIT Assunto: Governança de TI

Gestão Estratégica da TI. Prof. Renato Lima, PMP, ITIL, CGEIT Assunto: Governança de TI Gestão Estratégica da TI Prof. Renato Lima, PMP, ITIL, CGEIT Assunto: Governança de TI Introdução Motivadores Popularização das redes de computadores Avanço tecnológico Internet como veículo de comunicação

Leia mais

Diretrizes para Governança de T.I.

Diretrizes para Governança de T.I. Diretrizes para Governança de T.I. Karina Campos da Silva 1, Luís Augusto Mattos Mendes (Orientador) 1 1 Departamento de Ciências da Computação Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Barbacena,

Leia mais

Plano de Governança de Tecnologia de Informação

Plano de Governança de Tecnologia de Informação Plano de Governança de Tecnologia de Informação Julho/2012 Junho/2014 1 Universidade Federal Fluminense Superintendência de Tecnologia da Informação Fernando Cesar Cunha Gonçalves Superintendência de Tecnologia

Leia mais

Estudo sobre a Implantação de um Modelo de Governança de Tecnologia da Informação com COBIT e ITIL

Estudo sobre a Implantação de um Modelo de Governança de Tecnologia da Informação com COBIT e ITIL Estudo sobre a Implantação de um Modelo de Governança de Tecnologia da Informação com COBIT e ITIL Ana Clara Peixoto de Castro Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) Goiânia GO - Brasil ac.anaclara@gmail.com

Leia mais

Software para Gestão Integrada de T.I. Armazenamento Infra-estrutura Segurança Serviços de T.I.

Software para Gestão Integrada de T.I. Armazenamento Infra-estrutura Segurança Serviços de T.I. Software para Gestão Integrada de T.I. Armazenamento Infra-estrutura Segurança Serviços de T.I. Para mais informações participe dos seminários online sobre compliance, acesse www.ca.com/br/compliance ou

Leia mais

ITIL (INFORMATION TECHNOLOGY INFRASTRUCTURE LIBRARY)

ITIL (INFORMATION TECHNOLOGY INFRASTRUCTURE LIBRARY) Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Informática e Estatística INE Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Projetos I Professor: Renato Cislaghi Aluno: Fausto Vetter Orientadora: Maria

Leia mais

GERENCIAMENTO DE INCIDENTES COM AS PRÁTICAS ITIL

GERENCIAMENTO DE INCIDENTES COM AS PRÁTICAS ITIL FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO Felipe Tanji Caldas GERENCIAMENTO DE INCIDENTES COM AS PRÁTICAS ITIL São Paulo 2011 FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO Felipe Tanji Caldas GERENCIAMENTO DE INCIDENTES

Leia mais

Combinando a norma ISO 10006 e o guia PMBOK para garantir sucesso em projetos

Combinando a norma ISO 10006 e o guia PMBOK para garantir sucesso em projetos Combinando a norma ISO 10006 e o guia PMBOK para garantir sucesso em projetos Combining the ISO 10006 and PMBOK to ensure successful projects 1 Por Michael Stanleigh Tradução e adaptação para fins didáticos

Leia mais

Gerenciamento de Serviços de TIC. ISO/IEC 20.000 / ITIL V2 e V3

Gerenciamento de Serviços de TIC. ISO/IEC 20.000 / ITIL V2 e V3 Gerenciamento de Serviços de TIC ISO/IEC 20.000 / ITIL V2 e V3 Agenda O que é serviço de TIC? O que é Qualidade de Serviços de TIC? O que é Gerenciamento de Serviços de TIC? ISO IEC/20.000-2005 ITIL versão

Leia mais

Por que utilizar o modelo ITIL

Por que utilizar o modelo ITIL Por que utilizar o modelo ITIL... O que não é definido não pode ser controlado... O que não é controlado não pode ser medido... O que não é medido não pode ser melhorado Empregado para definir, controlar,

Leia mais

ROBSON FUMIO FUJII GOVERNANÇA DE TIC: UM ESTUDO SOBRE OS FRAMEWORKS ITIL E COBIT

ROBSON FUMIO FUJII GOVERNANÇA DE TIC: UM ESTUDO SOBRE OS FRAMEWORKS ITIL E COBIT ROBSON FUMIO FUJII GOVERNANÇA DE TIC: UM ESTUDO SOBRE OS FRAMEWORKS ITIL E COBIT LONDRINA - PR 2015 ROBSON FUMIO FUJII GOVERNANÇA DE TIC: UM ESTUDO SOBRE OS FRAMEWORKS ITIL E COBIT Trabalho de Conclusão

Leia mais

Porquê na ITIL nas empresas? o Para termos uma resposta efetiva é preciso entender o porque da governança; o Entender gerenciamento de riscos.

Porquê na ITIL nas empresas? o Para termos uma resposta efetiva é preciso entender o porque da governança; o Entender gerenciamento de riscos. ITIL V3 Porquê na ITIL nas empresas? o Para termos uma resposta efetiva é preciso entender o porque da governança; o Entender o gerenciamento de riscos. Porquê Governança? Porque suas ações e seus requisitos

Leia mais

ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO Introdução Objetivos Fundamentação Teórica. Desenvolvimento do sistema Resultados e discussões Conclusões Extensões

ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO Introdução Objetivos Fundamentação Teórica. Desenvolvimento do sistema Resultados e discussões Conclusões Extensões SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE MUDANÇAS BASEADO NAS MELHORES PRÁTICAS DA ITIL Karin Schoenfelder Orientador: Wilson Pedro Carli ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO Introdução Objetivos Fundamentação Teórica Sistema Atual

Leia mais

ESCOPO DA APRESENTAÇÃO. Governança Modelos de nível de maturidade CobiT Balanced Scorecard Accountancy Scorecard SLM e SLA

ESCOPO DA APRESENTAÇÃO. Governança Modelos de nível de maturidade CobiT Balanced Scorecard Accountancy Scorecard SLM e SLA Governança Corporativa Utilizando Balanced Scorecard ESCOPO DA APRESENTAÇÃO Governança Modelos de nível de maturidade CobiT Balanced Scorecard Accountancy Scorecard SLM e SLA BIBLIOGRAFIA REFERENCIAL UTILIZADA

Leia mais

CMM Capability Maturity Model

CMM Capability Maturity Model CMM Capability Maturity Model Grupo: Espedito Anderson Américo Jean Pós-graduação Lato Sensu em Software Livre Auditoria e Segurança em Software Livre Laerte Peotta Agenda Introdução CMM CMMI CoBIT Conclusão

Leia mais

MBA: Master in Project Management

MBA: Master in Project Management Desde 1968 MBA: Master in Project Management Projetos e Tecnologia da Informação FMU Professor: Marcos A.Cabral Projetos e Tecnologia da Informação Professor Marcos A. Cabral 2 Conceito É um conjunto de

Leia mais

Guia de Estudo para Exame de Certificação do Cobit Foundation

Guia de Estudo para Exame de Certificação do Cobit Foundation Guia de Estudo para o Exame Certificação do Cobit Foundation 4.1 autor: Rildo Santos rildo.santos@etecnologia.com.br rildo.santos@companyweb.comb.r www.companyweb.com.br www.rildosan.blogspot.com Todos

Leia mais

Histórico e evolução. Governança de TI. Focos da governança de TI. Desafios. Governança de TI COBIT Módulo 1 Conceitos Básicos.

Histórico e evolução. Governança de TI. Focos da governança de TI. Desafios. Governança de TI COBIT Módulo 1 Conceitos Básicos. Histórico e evolução Governança de TI COBIT Módulo 1 Conceitos Básicos Referência: COBIT Framework Versão 4.1 Primeira versão em 1996 Compilação de referências sobre auditoria de TI Segunda versão em 1998

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA Como definir uma estratégia de implementação de Governança de TI Por: Flávio Martins Brígido Orientador Prof. Jorge Vieira Rio

Leia mais

por: Eliandro Alves, Elvio Filho, Julio Xavier e Sérgio Cordeiro Professor: Everton Rennê

por: Eliandro Alves, Elvio Filho, Julio Xavier e Sérgio Cordeiro Professor: Everton Rennê por: Eliandro Alves, Elvio Filho, Julio Xavier e Sérgio Cordeiro Professor: Everton Rennê ROTEIRO Histórico; Definição; Objetivos e/ou propósitos; Estrutura; Aplicação do modelo; Vantagens e desvantagens;

Leia mais

EXIN IT Service Management Foundation based on ISO/IEC 20000

EXIN IT Service Management Foundation based on ISO/IEC 20000 Exame simulado EXIN IT Service Management Foundation based on ISO/IEC 20000 Edição Novembro 2013 Copyright 2013 EXIN All rights reserved. No part of this publication may be published, reproduced, copied

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM INFORMÁTICA: ÊNFASE EM ENGENHARIA DE SOFTWARE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM INFORMÁTICA: ÊNFASE EM ENGENHARIA DE SOFTWARE UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM INFORMÁTICA: ÊNFASE EM ENGENHARIA DE SOFTWARE Jorge Augusto Lustosa Matos Nogueira COBIT, ITIL e CMMI colaborando

Leia mais

GOVERNANÇA DE TI: ABORDANDO COBIT E ITIL.

GOVERNANÇA DE TI: ABORDANDO COBIT E ITIL. Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Informática Disciplina de Pós-graduação Engenharia de Software. Professor Marcelo Soares Pimenta GOVERNANÇA DE TI: ABORDANDO COBIT E ITIL. Por: Dionatan

Leia mais

Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC

Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC 1. Diretor da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação Coordenar

Leia mais

EMC Consulting. Estratégia visionária, resultados práticos. Quando a informação se reúne, seu mundo avança.

EMC Consulting. Estratégia visionária, resultados práticos. Quando a informação se reúne, seu mundo avança. EMC Consulting Estratégia visionária, resultados práticos Quando a informação se reúne, seu mundo avança. Alinhando TI aos objetivos de negócios. As decisões de TI de hoje devem basear-se em critérios

Leia mais