ANÁLISE DOS PADRÕES DE RECUPERAÇÃO DA POSSE DE BOLA DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL NA COPA DO MUNDO FIFA 2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANÁLISE DOS PADRÕES DE RECUPERAÇÃO DA POSSE DE BOLA DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL NA COPA DO MUNDO FIFA 2014"

Transcrição

1 ANÁLISE DOS PADRÕES DE RECUPERAÇÃO DA POSSE DE BOLA DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL NA COPA DO MUNDO FIFA 2014 Fernando Silva / NUPEF UFV Henrique Américo / NUPEF UFV Rodrigo Santos / NUPEF UFV Israel Teoldo / NUPEF UFV RESUMO: O presente estudo teve como objetivo verificar quais foram os principais Locais de Aquisição/Recuperação da posse de bola realizados pela Seleção Brasileira de Futebol durante a Copa do Mundo FIFA O trabalho contou com uma amostra de 652 sequências ofensivas da Seleção Brasileira durante a disputa da Copa do Mundo de A variável utilizada foi Local de Aquisição/Recuperação da posse de bola (LAR). Para a análise descritiva foi utilizada a variável setor. O teste do qui-quadrado (χ 2 ) foi utilizado para comparação dos dados da distribuição entre os valores analisados. Para este estudo o nível de significância adotado foi de p<0,05. O setor Médio Defensivo foi o setor que apresentou maior número de recuperação da posse de bola (290). O local onde a seleção brasileira menos recuperou a posse de bola foi no setor Ofensivo. Portanto, conclui-se que a Seleção Brasileira assume uma tendência de marcação em bloco médio ou baixo, por isso infere-se que a seleção de futebol do Brasil realiza a retomada da posse de bola mais distante da meta adversária. PALAVRAS-CHAVE: Futebol, Análise de Jogo, Local de Aquisição/Recuperação da posse de bola. INTRODUÇÃO: A análise de jogo dentro do futebol busca compreender padrões comportamentais das equipes e dos jogadores durante o jogo. A literatura tem mostrado que os padrões táticos no futebol são essenciais para a obtenção do melhor desempenho de um jogador ou de uma equipe (CARLING; WILLIAMS; REILLY, 2005). O Local de Aquisição/Recuperação da posse de bola é uma variável da análise de jogo importante para orientar em quais locais os jogadores de uma equipe mais retomam a posse de bola. Dessa forma esta variável fornece informações sobre a zona de campo onde a ação ofensiva de uma equipe teve início (GARGANTA, 1997). Segundo Santos, Moraes e Teoldo (2014) a seleção espanhola de futebol apresentou na Copa do Mundo FIFA de 2010 maior frequência de recuperação da posse

2 de bola nos setores médio defensivo e ofensivo, com um perfil de muitas vezes pressionar o portador da bola. A Copa do Mundo FIFA reúne jogadores e equipes do mais alto nível do futebol mundial. Portanto, torna-se pertinente verificar o setor de recuperação da posse de bola padrão nessa competição. Além disso, pelo fato de que a última Copa do Mundo FIFA foi realizada no Brasil e a seleção brasileira ter sido semifinalista da competição, torna-se interessante verificar o Local de Aquisição/Recuperação da posse de bola dessa equipe. Outro fato relevante foi que a Seleção do Brasil terminou como a pior defesa da competição, tendo sida a defesa mais vazada desde a Copa de 1986 (FIFA, 2014). Com isto, o presente estudo tem por objetivo verificar o padrão de recuperação da bola da Seleção Brasileira de futebol na Copa do Mundo FIFA de Futebol 2014, através da análise dos Locais de Aquisição/Recuperação da posse de bola (LAR). MÉTODO: Para realização deste estudo foi utilizada uma amostra composta por 652 sequências ofensivas da seleção brasileira na Copa do Mundo FIFA de Futebol Para a coleta foram observadas imagens de vídeo transmitidas por uma rede de televisão. Os dados foram registrados e quantificados através de planilhas do software Excel for Windows A variável analisada neste estudo foi o Local de Aquisição/Recuperação da posse de bola (LAR), proposta por Garganta (1997). O campograma proposto por Garganta (1997) e Gréhaigne (2001) foi utilizado para análise do local onde a posse de bola foi recuperada pelas equipes. O campograma é dividido em quatro setores: Defensivo, o Médio Defensivo, Médio Ofensivo e o setor Ofensivo. Para a análise estatística foi utilizada análise descritiva, de frequência absoluta e relativa para a variável setor. Para comparação da distribuição entre os valores analisados foi utilizado o teste do qui-quadrado (χ 2 ). O nível de significância adotado foi p<0,05. Para o tratamento dos dados foi utilizado o software estatístico IBM SPSS (Statistical Package for Social Sciences) versão 20. RESULTADOS: A Figura 1 apresenta a distribuição da frequência dos Locais de Aquisição/Recuperação da posse de bola em relação a cada setor do campo. Figura 1: Frequência dos Locais de Aquisição/Recuperação da posse de bola nos setores do campo.

3 NÚMERO DE RECUPERAÇÕES DE BOLA EM CADA SETOR ,5% ,5% 23,5% ,5% 0 DEFENSIVO (D) * MÉDIO DEFENSIVO (MD) * MÉDIO OFENSIVO (MO) * OFENSIVO (O) * *Diferenças significativas: MD x D (p<0,001); D x MO (p=0,692); D x O (p<0,001); MD x MO (p<0,001); MD x O (p<0,001); MO x O (p<0,001). Percebe-se que há diferença entre a recuperação da bola em cada setor, tendo sido o Médio Defensivo o setor com maior frequência (290; 44,5%) de recuperação da posse de bola. Ao comparar-se um setor ao outro apenas uma das comparações não apresentou valor significativamente diferente: aquela entre o setor Defensivo e o Médio Ofensivo com (p=0,692). Os outros resultados foram significativamente diferentes. O setor do campo no qual a Seleção Brasileira menos recupera a bola é o setor Ofensivo (49; 7,5%). A partir disso pode-se inferir que a Seleção Brasileira tende a não realizar marcação em bloco alto ou que a realiza de maneira ineficiente. Com isso a equipe brasileira não demonstra tendência em recuperar a posse de bola em locais mais próximos à baliza adversária, ficando distante do objetivo do jogo. O setor Médio Defensivo foi o que apresentou maior valor quanto à frequência de recuperação da posse de bola (290). Em outros estudos os resultados foram condizentes com este trabalho, e demonstraram que o setor Médio Defensivo foi o local onde a posse de bola foi recuperada com maior frequência. Logo em seguida estão os valores do setor Defensivo (MALTA; TRAVASSOS, 2014; MIRANDA, 2005; SOARES, 2009). A partir disso pode-se interpretar que a seleção brasileira prioriza a recuperação de bola neste setor para possibilitar melhor organização do ataque e consequentemente realizar maior número de remates à baliza adversária. Em outro estudo, Santos, Moraes e Teoldo (2015) verificaram que a seleção espanhola de futebol durante a Copa do Mundo FIFA 2010 realizou um maior número de

4 recuperações da posse de bola no setor médio defensivo, evitando o confronto direto (1x1) contra o adversário. A partir deste fato pode-se interpretar que a seleção brasileira tende a evitar situações de superioridade numérica adversária próximas à sua baliza. Consequentemente, tal fato faz com que a recuperação da bola seja mais distante da meta adversária, o que sugere que a seleção brasileira realiza uma marcação de bloco médio ou baixo. Estes resultados podem ter influências sobre a organização tática das equipes, que poderão buscar a anulação dos pontos fortes do ataque de uma equipe adversária e/ou exploração de seus pontos fracos defensivos. Além disso, essa informação pode auxiliar os treinadores a planejarem os seus treinos de acordo com as características transicionais do modelo de jogo dos adversários. Para trabalhos futuros, sugere-se verificar quais são as formas de aquisição da posse de bola mais comumente utilizadas pela Seleção Brasileira. CONCLUSÃO: Com relação aos Locais de Aquisição/Recuperação da posse de bola, conclui-se que a seleção brasileira tende a iniciar sua ação ofensiva recuperando a posse de bola dentro do setor Médio Defensivo. Observou-se que a seleção brasileira apresenta uma tendência em recuperar a posse de bola em locais mais distantes em relação à baliza adversária. AGRADECIMENTOS: Este trabalho teve o apoio da SETES-MG através da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, da FAPEMIG, da CAPES, do CNPQ, da FUNARBE, da Reitoria, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação e do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde da Universidade Federal de Viçosa.

5 REFERÊNCIAS: CARLING, C.; WILLIAMS, A. M.; REILLY, T. Handbook of Soccer Match Analysis. New York: Routledge, FIFA. FIFA World Cup Statistics - Teams - Top Goals. Suiça, Disponível em: < >. Acesso em: 5 de outubro de GARGANTA, J. Modelação táctica do jogo de futebol - estudo da organização da fase ofensiva em equipas de alto rendimento PhD Thesis Faculty of Sports, University of Porto, Porto, Portugal. GRÉHAIGNE, J. F.; MAHUT, B.; FERNANDEZ, A. Qualitative observation tools to analyse soccer. International Journal of Perfomance Analysis in Sport, v. 1, n. 1, p , MALTA, P.; TRAVASSOS, B. Caraterização da transição defesa-ataque de uma equipa de Futebol. Motricidade, v. 10, n. 1, p , MIRANDA, C. E. M. Defesa "zona pressing" enquanto sistema defensivo precursor do aumento das finalizações: estudo de jogos das finais da Taça UEFA e Liga dos Campeões Dissertação Faculdade de Ciências do Desporto e de Educação Física da Universidade do Porto, Universidade do Porto, Portugal. MORAES, E. L.; CARDOSO, F.; TEOLDO, I. Análise dos padrões ofensivos da Seleção Espanhola de Futebol na Copa do Mundo FIFA 2010 em relação ao status da partida. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, v. 28, n. 3, p , Jul-Set SANTOS, R.; MORAES, E.; TEOLDO, I. Análise de padrões de transição ofensiva da Seleção Espanhola de Futebol na Copa do Mundo FIFA Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, v. 29, n. 1, p , Jan-Mar SOARES, F. A. M. Análise comparativa da eficácia ofensiva entre as equipas do F. C. Porto e do F. C. Barcelona Dissertação Faculdade de Ciências do Desporto e de Educação Física da Universidade do Porto, Universidade do Porto, Portugal.

EFICIÊNCIA DO COMPORTAMENTO TÁTICO DOS JOGADORES DE FUTEBOL DE ACORDO COM O ESTATUTO POSICIONAL.

EFICIÊNCIA DO COMPORTAMENTO TÁTICO DOS JOGADORES DE FUTEBOL DE ACORDO COM O ESTATUTO POSICIONAL. 1117 EFICIÊNCIA DO COMPORTAMENTO TÁTICO DOS JOGADORES DE FUTEBOL DE ACORDO COM O ESTATUTO POSICIONAL. Elton Ribeiro Resende /NUPEF - UFV Fernanda Lobato/NUPEF - UFV Davi Correia da Silva/NUPEF UFV Israel

Leia mais

COMPARAÇÃO DA CIRCULAÇÃO DE BOLA ENTRE EQUIPES BRASILEIRAS EM UMA COMPETIÇÃO REGIONAL

COMPARAÇÃO DA CIRCULAÇÃO DE BOLA ENTRE EQUIPES BRASILEIRAS EM UMA COMPETIÇÃO REGIONAL 708 ROLHFS, I. C. P. M; et al. A escala de humor de Brunel (Brums): instrumetno para detecção precoce da síndrome do excesso de treinamento. Rev Bras Med Esporte. v. 14, n. 3, mar/jun, p. 176-181, 2008.

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DAS FINALIZAÇÕES RESULTADAS EM GOL NO CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL SUB

CARACTERIZAÇÃO DAS FINALIZAÇÕES RESULTADAS EM GOL NO CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL SUB CARACTERIZAÇÃO DAS FINALIZAÇÕES RESULTADAS EM GOL NO CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL SUB 20 Alessandro Júnior Mendes Fidelis / UNILEON José Vicente García-Tormo / UNILEON Juan Carlos Morante Rábago /

Leia mais

O ANO DE NASCIMENTO DETERMINA A ESCOLHA DO ESTATUTO POSICIONAL EM JOGADORES DE FUTEBOL NAS CATEGORIAS DE BASE?

O ANO DE NASCIMENTO DETERMINA A ESCOLHA DO ESTATUTO POSICIONAL EM JOGADORES DE FUTEBOL NAS CATEGORIAS DE BASE? 980 O ANO DE NASCIMENTO DETERMINA A ESCOLHA DO ESTATUTO POSICIONAL EM JOGADORES DE FUTEBOL NAS CATEGORIAS DE BASE? Felipe Ruy Dambroz - NUPEF/UFV João Vítor de Assis - NUPEF/UFV Israel Teoldo da Costa

Leia mais

COMPARAÇÃO DO DESEMPENHO TÁTICO ENTRE RESULTADOS FINAIS DOS JOGOS REDUZIDOS DE FUTEBOL

COMPARAÇÃO DO DESEMPENHO TÁTICO ENTRE RESULTADOS FINAIS DOS JOGOS REDUZIDOS DE FUTEBOL COMPARAÇÃO DO DESEMPENHO TÁTICO ENTRE RESULTADOS FINAIS DOS JOGOS REDUZIDOS DE FUTEBOL Marcelo Odilon Cabral de Andrade / UFV Israel Teoldo da Costa / UFV marcelo.andrade@ufv.br ոո Palavras-chave: Tática,

Leia mais

EFICIÊNCIA DE REALIZAÇÃO DOS PRÍNCIPIOS TÁTICOS EM JOGOS REDUZIDOS NO FUTEBOL: comparação entre vitória e derrota

EFICIÊNCIA DE REALIZAÇÃO DOS PRÍNCIPIOS TÁTICOS EM JOGOS REDUZIDOS NO FUTEBOL: comparação entre vitória e derrota EFICIÊNCIA DE REALIZAÇÃO DOS PRÍNCIPIOS TÁTICOS EM JOGOS REDUZIDOS NO FUTEBOL: comparação entre vitória e derrota Felipe Moniz Carvalho / UFV Israel Teoldo da Costa / UFV felipe.moniz@ufv.br ոո Palavras-chave:

Leia mais

ANÁLISE DAS FINALIZAÇÕES E POSSE DE BOLA EM RELAÇÃO AO RESULTADO DO JOGO DE FUTEBOL

ANÁLISE DAS FINALIZAÇÕES E POSSE DE BOLA EM RELAÇÃO AO RESULTADO DO JOGO DE FUTEBOL ANÁLISE DAS FINALIZAÇÕES E POSSE DE BOLA EM RELAÇÃO AO RESULTADO DO JOGO DE FUTEBOL José Cícero Moraes / UFRGS Daniel Perin / UFRGS Marcelo Francisco da Silva Cardoso Cardoso / UFRGS Alberto de Oliveira

Leia mais

A INSERÇÃO DE JOGADORES CURINGAS E A EFICIÊNCIA DO COMPORTAMENTO TÁTICO DURANTE OS JOGOS REDUZIDOS E CODICIONADOS

A INSERÇÃO DE JOGADORES CURINGAS E A EFICIÊNCIA DO COMPORTAMENTO TÁTICO DURANTE OS JOGOS REDUZIDOS E CODICIONADOS 748 A INSERÇÃO DE JOGADORES CURINGAS E A EFICIÊNCIA DO COMPORTAMENTO TÁTICO DURANTE OS JOGOS REDUZIDOS E CODICIONADOS * Maickel Bach Padilha NUPEF-UFV / FADEUP Guilherme Figueiredo Machado NUPEF-UFV Israel

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DO COMPORTAMENTO TÁTICO DE JOGADORES DE FUTEBOL, FUTSAL E FUTEBOL DE 7.

CARACTERIZAÇÃO DO COMPORTAMENTO TÁTICO DE JOGADORES DE FUTEBOL, FUTSAL E FUTEBOL DE 7. 482 CARACTERIZAÇÃO DO COMPORTAMENTO TÁTICO DE JOGADORES DE FUTEBOL, FUTSAL E FUTEBOL DE 7. Pedro Emílio Drumond Moreira-UFMG Gibson Moreira Praça-UFVJM Pablo Juan Greco-UFMG pedrodrumondmoreira@hotmail.com

Leia mais

ANÁLISE DA RELAÇÃO ENTRE A CIRCULAÇÃO E O TEMPO DE POSSE DE BOLA DA SELEÇÃO ESPANHOLA DE FUTEBOL NA COPA DO MUNDO FIFA 2010

ANÁLISE DA RELAÇÃO ENTRE A CIRCULAÇÃO E O TEMPO DE POSSE DE BOLA DA SELEÇÃO ESPANHOLA DE FUTEBOL NA COPA DO MUNDO FIFA 2010 ANÁLISE DA RELAÇÃO ENTRE A CIRCULAÇÃO E O TEMPO DE POSSE DE BOLA DA SELEÇÃO ESPANHOLA DE FUTEBOL NA COPA DO MUNDO FIFA 2010 1, 2, 3 Rodrigo de Miranda Monteiro Santos Marcelo Odilon Cabral de Andrade 1,2,

Leia mais

ANÁLISE DO CONHECIMENTO TÁTICO PROCESSUAL DE JOGADORES DE FUTEBOL SUB-13 E SUB-15. PALAVRAS CHAVE: Conhecimento Tático Processual; Avaliação; Futebol.

ANÁLISE DO CONHECIMENTO TÁTICO PROCESSUAL DE JOGADORES DE FUTEBOL SUB-13 E SUB-15. PALAVRAS CHAVE: Conhecimento Tático Processual; Avaliação; Futebol. ANÁLISE DO CONHECIMENTO TÁTICO PROCESSUAL DE JOGADORES DE FUTEBOL SUB-13 E SUB-15 Eder Gonçalves (NUPEF/UFV) Israel Teoldo da Costa (NUPEF/UFV) egoncalves.ef@hotmail.com PALAVRAS CHAVE: Conhecimento Tático

Leia mais

TOMADA DE DECISÃO NO FUTEBOL: A INFLUÊNCIA DAS ESTRATÉGIAS DE BUSCA VISUAL SOBRE O TEMPO DE DECISÃO

TOMADA DE DECISÃO NO FUTEBOL: A INFLUÊNCIA DAS ESTRATÉGIAS DE BUSCA VISUAL SOBRE O TEMPO DE DECISÃO 180 TOMADA DE DECISÃO NO FUTEBOL: A INFLUÊNCIA DAS ESTRATÉGIAS DE BUSCA VISUAL SOBRE O TEMPO DE DECISÃO João Vítor de Assis/ NUPEF-UFV Guilherme Machado/ NUPEF-UFV Felippe Cardoso/ NUPEF-UFV Israel Teoldo/

Leia mais

COGNIÇÃO NO FUTEBOL: RELAÇÃO ENTRE CONTROLE INIBITÓRIO E DESEMPENHO TÁTICO DE JOGADORES DA CATEGORIA SUB-15

COGNIÇÃO NO FUTEBOL: RELAÇÃO ENTRE CONTROLE INIBITÓRIO E DESEMPENHO TÁTICO DE JOGADORES DA CATEGORIA SUB-15 153 COGNIÇÃO NO FUTEBOL: RELAÇÃO ENTRE CONTROLE INIBITÓRIO E DESEMPENHO TÁTICO DE JOGADORES DA CATEGORIA SUB-15 Marcelo Odilon Cabral de Andrade / NUPEF - UFV Israel Teoldo da Costa / NUPEF - UFV mocabral.andrade@gmail.com

Leia mais

RELAÇÃO ENTRE O SETOR DA QUADRA E O DESFECHO DO CONTRA-ATAQUE NO FUTSAL FEMININO DE ALTO RENDIMENTO

RELAÇÃO ENTRE O SETOR DA QUADRA E O DESFECHO DO CONTRA-ATAQUE NO FUTSAL FEMININO DE ALTO RENDIMENTO RELAÇÃO ENTRE O SETOR DA QUADRA E O DESFECHO DO CONTRA-ATAQUE NO FUTSAL FEMININO DE ALTO RENDIMENTO Loani Landin Istchuk / UEL Wilton Carlos de Santana / UEL Hélcio Rossi Gonçalves / UEL loaniistchuk@hotmail.com

Leia mais

DESEMPENHO TÁTICO DE JOGADORES DE FUTEBOL EM JOGOS REDUZIDOS CONDICIONADOS: O EFEITO DO CURINGA EM APOIO INTERNO

DESEMPENHO TÁTICO DE JOGADORES DE FUTEBOL EM JOGOS REDUZIDOS CONDICIONADOS: O EFEITO DO CURINGA EM APOIO INTERNO 907 DESEMPENHO TÁTICO DE JOGADORES DE FUTEBOL EM JOGOS REDUZIDOS CONDICIONADOS: O EFEITO DO CURINGA EM APOIO INTERNO Felipe Moniz/NUPEF-UFV Davi Correia Silva/NUPEF-UFV Israel Teoldo/NUPEF-UFV fmcarvalho1@gmail.com

Leia mais

Análise dos padrões ofensivos da Seleção Espanhola de Futebol na Copa do Mundo FIFA 2010 em relação ao status da partida

Análise dos padrões ofensivos da Seleção Espanhola de Futebol na Copa do Mundo FIFA 2010 em relação ao status da partida Análise dos padrões ofensivos da Seleção Espanhola de Futebol na Copa do Mundo FIFA 2010 em relação ao status da partida CDD. 20.ed. 796.33 796.334 http://dx.doi.org/10.1590/1807-55092014000300361 Emerson

Leia mais

ANÁLISE DO JOGO EM FUNÇÃO DO LOCAL E DO NÚMERO DO SET NA PERFORMANCE EM JOGOS DE VOLEIBOL DE ALTO NÍVEL

ANÁLISE DO JOGO EM FUNÇÃO DO LOCAL E DO NÚMERO DO SET NA PERFORMANCE EM JOGOS DE VOLEIBOL DE ALTO NÍVEL ANÁLISE DO JOGO EM FUNÇÃO DO LOCAL E DO NÚMERO DO SET NA PERFORMANCE EM JOGOS DE VOLEIBOL DE ALTO NÍVEL Paulo Vicente João / UTAD-CIDESD Paulo Beça / UTAD Luis Vaz / UTAD-CIDESD pvicente@utad.pt Palavras-chave:

Leia mais

UNIVERSIDADE DE COIMBRA. Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física

UNIVERSIDADE DE COIMBRA. Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física UNIVERSIDADE DE COIMBRA Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física Parametrização das Estruturas Tácticas em Jogos Desportivos Colectivos Investigação Aplicada à Equipa Campeã Nacional no Escalão

Leia mais

Exercícios de Treino dos Melhores Treinadores de

Exercícios de Treino dos Melhores Treinadores de Exercícios de Treino dos Melhores Treinadores de Futebol do Mundo em 2013 Carlo ANCELOTTI; Rafael BENITEZ; Antonio CONTE; Vicente DEL BOSQUE; Alex FERGUSON; Jupp HEYNCKES; Jürgen KLOPP; José MOURINHO;

Leia mais

EFICIÊNCIA COGNITIVA E SUA RELAÇÃO COM O TEMPO DE DECISÃO DE JOGADORES DE FUTEBOL

EFICIÊNCIA COGNITIVA E SUA RELAÇÃO COM O TEMPO DE DECISÃO DE JOGADORES DE FUTEBOL 209 EFICIÊNCIA COGNITIVA E SUA RELAÇÃO COM O TEMPO DE DECISÃO DE JOGADORES DE FUTEBOL Felippe da Silva Leite Cardoso / NUPEF UFV João Vítor de Assis / NUPEF UFV Guilherme Figueiredo Machado / NUPEF UFV

Leia mais

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica 148 ANALISE DAS FINALIZAÇÕES NA FASE FINAL DA LIGA FUTSAL 2012 José Renato Bolsonaro 1 RESUMO Introdução: A finalização é um importante indicador de desempenho, um dos três princípios operacionais de ataque

Leia mais

CAPÍTULO III METODOLOGIA

CAPÍTULO III METODOLOGIA CAPÍTULO III METODOLOGIA 1. Amostra Para a realização deste trabalho foram recolhidos dados de 4 jogos completos de Hóquei em Patins, relativos ao Campeonato Europeu de Juvenis, nos quais havia necessariamente

Leia mais

Disposição Tática. Processo Ofensivo

Disposição Tática. Processo Ofensivo Disposição Tática A equipa do Manchester United apresentou-se taticamente para este jogo num 1-4-2-3-1. Os jogadores estavam nas seguintes posições: GR: De Gea, DD: Young, DE: Darmian (Borthwick- Jackson),

Leia mais

Posse de bola em diferentes zonas do campo: estudo descritivo da seleção espanhol...

Posse de bola em diferentes zonas do campo: estudo descritivo da seleção espanhol... Página 1 de 5 DVDs de Treinamento Vídeos de treinamento para as mais diversas áreas da sua empresa. www.linkquality.com.br Tudo sobre Esporte Aqui Muitas Noticías sobre Esporte no Blog Rexona Men. Acesse

Leia mais

ANÁLISE DA RELAÇÃO ENTRE A CIRCULAÇÃO E O TEMPO DE POSSE DE BOLA DA SELEÇÃO ESPANHOLA DE FUTEBOL NA COPA DO MUNDO FIFA 2010

ANÁLISE DA RELAÇÃO ENTRE A CIRCULAÇÃO E O TEMPO DE POSSE DE BOLA DA SELEÇÃO ESPANHOLA DE FUTEBOL NA COPA DO MUNDO FIFA 2010 ANÁLISE DA RELAÇÃO ENTRE A CIRCULAÇÃO E O TEMPO DE POSSE DE BOLA DA SELEÇÃO ESPANHOLA DE FUTEBOL NA COPA DO MUNDO FIFA 2010 Rodrigo de Miranda Monteiro Santos Marcelo Odilon Cabral de Andrade Israel Teoldo

Leia mais

Princípios Táticos. Aprofundamento em Futebol

Princípios Táticos. Aprofundamento em Futebol Princípios Táticos Aprofundamento em Futebol DEFENSIVO Linha Bola Gol Equilíbrio homem-bola e Numérico Acompanhamento Cobertura Desarme Linhas de Marcação Tipos de Marcação Princípios Táticos OFENSIVO

Leia mais

AVALIAÇÃO DAS AÇÕES TÉCNICAS EM SITUAÇÕES DE PEQUENOS JOGOS NO FUTEBOL COM SUPERIORIDADE NUMÉRICA

AVALIAÇÃO DAS AÇÕES TÉCNICAS EM SITUAÇÕES DE PEQUENOS JOGOS NO FUTEBOL COM SUPERIORIDADE NUMÉRICA 1052 AVALIAÇÃO DAS AÇÕES TÉCNICAS EM SITUAÇÕES DE PEQUENOS JOGOS NO FUTEBOL COM SUPERIORIDADE NUMÉRICA Raphael Brito e Sousa/ CECA Pedro Emilio Drumond Moreira/ CECA Gibson Moreira Praça/ CECA Pablo Juan

Leia mais

Unidades de Formação e Cargas Horárias Andebol - Grau III

Unidades de Formação e Cargas Horárias Andebol - Grau III Unidades de Formação e Cargas Horárias Andebol - Grau III UNIDADES DE FORMAÇÃO HORAS 1. CARACTERIZAÇÃO DO JOGO 6 2. REGRAS DO JOGO E REGULAMENTOS ESPECÍFICOS 4 3. MEIOS DE ENSINO DO JOGO 20 4. COMPONENTES

Leia mais

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica 42 ANÁLISE DOS GOLS DE EQUIPES DA CATEGORIA SUB-15 EM PARTIDAS DE UM TORNEIO REGIONAL DE FUTSAL Augusto Luís da Silva Araújo 1 Nicolas Lawall Moreira 1 Helder Barra de Moura 2 Vinicius de Oliveira Damasceno

Leia mais

ISP Gaya, 28 de Setembro

ISP Gaya, 28 de Setembro ISP Gaya, 28 de Setembro Seleções Regionais - Estrutura Diretor Dirigente Feminina & Masculina Treinadores Fisioterapeuta Seleções Regionais - Estrutura João Moreira Altino Moreira Feminina João Paulo

Leia mais

Marc Dos Santos. Treinador de Futebol

Marc Dos Santos. Treinador de Futebol EPERIÊNCIA Marc Dos Santos Treinador de Futebol Data de Nascimento: 26 de Maio de 1977 Nacionalidade: Luso - Canadense Linguas faladas: Francês, Inglês, Portugûes e Espanhol Numero de Telefone: (Canada)

Leia mais

ESPECIFICIDADE TÉCNICA NO BASQUETEBOL: CLUBES X SELEÇÕES

ESPECIFICIDADE TÉCNICA NO BASQUETEBOL: CLUBES X SELEÇÕES ESPECIFICIDADE TÉCNICA NO BASQUETEBOL: CLUBES X SELEÇÕES Victor H.A. Okazaki; Fábio H.A. Okazaki; Birgit Keller; Jeffer E. Sasaki Centro de Estudos do Movimento Humano - CEMOVH RESUMO O presente estudo

Leia mais

Análise ao Cova da Piedade

Análise ao Cova da Piedade Ledman LigaPro Análise ao Cova da Piedade 2016/2017 João Pedro Colaço Araújo União vs COVA DA PIEDADE RESULTADO 0-1 TITULARES 1 Pedro Alves EQUIPA SUPLENTES UTILIZADOS 13 Chico Gomes Esquema Tático 1-4-2-3-1

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DAS AÇÕES DE FINALIZAÇÃO EM JOGOS DE FUTSAL: uma análise técnico-tática

CARACTERIZAÇÃO DAS AÇÕES DE FINALIZAÇÃO EM JOGOS DE FUTSAL: uma análise técnico-tática CARACTERIZAÇÃO DAS AÇÕES DE FINALIZAÇÃO EM JOGOS DE FUTSAL: uma análise técnico-tática Alexandre Andrade Gomes / UNI-BH Leonardo Henrique Silva Fagundes / UNI-BH Pablo Ramon Coelho de Souza / UNI-BH Alessandro

Leia mais

Comparação dos comportamentos tácticos realizados por futebolistas de quatro escalões do futebol no teste GR3-3GR Comparación de las acciones tácticas realizadas por jugadores de fútbol de cuatro categorías

Leia mais

Ricardo Alves Análise de Jogo SL Benfica

Ricardo Alves Análise de Jogo SL Benfica Informação retirada do site: zerozero.pt 11 Inicial e Suplentes 1ª Fase, Construção de Jogo: Processo Ofensivo Quando a bola é jogada pelo guarda-redes, os defesas centrais procuram abrir (largura) e receber

Leia mais

Análise de indicadores quantitativos de vitórias e derrotas na Copa do Mundo FIFA 2010

Análise de indicadores quantitativos de vitórias e derrotas na Copa do Mundo FIFA 2010 Artigo de Revisão ISSN: 1983-7194 Análise de indicadores quantitativos de vitórias e derrotas na Copa do Mundo FIFA 2010 Quantitative analysis of the teams winners and losers in World Cup FIFA 2010 Tempone,

Leia mais

Revista Digital - Buenos Aires - Año 14 - Nº Febrero de 2010

Revista Digital - Buenos Aires - Año 14 - Nº Febrero de 2010 Análise do comportamento e do desempenho táctico de jogadores de futebol sub-15: estudo comparativo entre dois clubes portugueses Análisis del comportamiento y del desempeño táctico de jugadores de fútbol

Leia mais

ANÁLISE DE JOGO NO FUTSAL ESCOLAR: situação e efetividade de finalização

ANÁLISE DE JOGO NO FUTSAL ESCOLAR: situação e efetividade de finalização ANÁLISE DE JOGO NO FUTSAL ESCOLAR: situação e efetividade de finalização Fabiola de Araujo Cabral / UFMG Gibson Moreira Praça / UFMG Camila de Souza Teixeira / UFMG Cristino Júlio Alves da Silva Matias

Leia mais

Intervenção nos Jogos Desportivos Coletivos de Invasão. Pontos comuns entre o Basquetebol, Andebol e Futebol

Intervenção nos Jogos Desportivos Coletivos de Invasão. Pontos comuns entre o Basquetebol, Andebol e Futebol Faculdade de Motricidade Humana Escola Secundária Fernando Namora Intervenção nos Jogos Desportivos Coletivos de Invasão Pontos comuns entre o Basquetebol, Andebol e Futebol Orientadores: Professores Estagiários:

Leia mais

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica 155 A ORIGEM DOS GOLS DA LIGA DE FUTSAL 2014 Rogério da Cunha Voser 1 Claudinei Gonçalves da Silva 2 Patricia Eloi Gomes Voser 3 RESUMO O objetivo deste estudo foi analisar a origem dos gols que ocorreram

Leia mais

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica 332 ANÁLISE DO DESEMPENHO DA SELEÇÃO ALEMÃ DE FUTEBOL NA COPA DO MUNDO FIFA 2014, REFERENTE AOS FUNDAMENTOS: DESARME, POSSE DE BOLA, PASSES COMPLETADOS E CHUTES A GOL, DURANTE OS 15 MINUTOS FINAIS E O

Leia mais

Modelos de análise do scout para o futebol baseado na copa das confederações de 2013

Modelos de análise do scout para o futebol baseado na copa das confederações de 2013 ISSN: 1983-7194 Modelos de análise do scout para o futebol baseado na copa das confederações de 2013 Model analysis of scout for soccer based on fifa confederations cup 2013 Santos MS 1 ; Mezêncio B 2

Leia mais

TABLE FOOTBALL ACADEMIES

TABLE FOOTBALL ACADEMIES Conteúdo Programático : O conteúdo programático desenvolvido na Academia Green Zone- Table Football Academies objectiva a introdução ao Futebol de Mesa em ambiente Subbuteo. Formação de monitores e de

Leia mais

Curso de Treinadores Grau 2 Federação de Andebol de Portugal CONTRA-ATAQUE CONTRA-ATAQUE. Departamento Técnico FAP

Curso de Treinadores Grau 2 Federação de Andebol de Portugal CONTRA-ATAQUE CONTRA-ATAQUE. Departamento Técnico FAP CONTRA-ATAQUE CICLO DE JOGO Jogo livre Jogo dirigido Jogo construído Sistema Ofensivo Organização/Ocupação Baliza 4,5, 6 jogadores Contra-Ataque Apoiado atacar conservar Bola 1, 2, 3 jogadores Contra-Ataque

Leia mais

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica 413 MODELOS DE ANÁLISE DO SCOUT PARA O FUTEBOL BASEADO NA COPA DO MUNDO DE 2014 Bruno Marques de Oliveira 1 Derik Furforo Dias 2 Adriano Lima Alves 3 Jacielle Carolina Ferreira 4 Bruno Mezêncio 5 Rafael

Leia mais

BRENO GUSTAVO FABRIS DE ABREU

BRENO GUSTAVO FABRIS DE ABREU BRENO GUSTAVO FABRIS DE ABREU ANÁLISE ESTATÍSTICA DOS GOLS MARCADOS E SOFRIDOS PELA EQUIPE PROFISSIONAL DE FUTEBOL DO CORITIBA FOOT BALL CLUB NO CAMPEONATO PARANAENSE DE 2012 Artigo apresentado como Trabalho

Leia mais

Análise ao Villarreal Club de Fútbol

Análise ao Villarreal Club de Fútbol Análise ao Villarreal Club de Fútbol João Pedro Colaço Araújo Atletico Vs. Villarreal CF Pontos Fortes 11 mais utilizado da época/ Rating Contra Ataque FORTE Bolas Paradas Defensivas Proteção da Baliza

Leia mais

DEFESA À ZONA: ROUBAR SEM CORRER, A GESTÃO DO ESPAÇO COMO ESTRATÉGIA RESUMO

DEFESA À ZONA: ROUBAR SEM CORRER, A GESTÃO DO ESPAÇO COMO ESTRATÉGIA RESUMO DEFESA À ZONA: ROUBAR SEM CORRER, A GESTÃO DO ESPAÇO COMO ESTRATÉGIA RESUMO A fim de desejar uma organização defensiva estruturada e coesa, os treinadores geralmente pensam em milhões formas de treinar

Leia mais

Performance da equipe da Espanha e seus adversários nos jogos da Copa do Mundo FIFA 2010.

Performance da equipe da Espanha e seus adversários nos jogos da Copa do Mundo FIFA 2010. ISSN: 1983-7194 Performance da equipe da Espanha e seus adversários nos jogos da Copa do Mundo FIFA 2010. Performance of Spain s team and their opponents in the matches of the FIFA World Cup 2010. Añon,

Leia mais

Report SC Internacional

Report SC Internacional BRASILEIRÃO Report SC Internacional 2016/2017 João Pedro Colaço Araújo INTERNACIONAL vs Coritiba DATA DO JOGO 1-0 TITULARES 1 Danilo Fernandes EQUIPA SUPLENTES UTILIZADOS 19 Marquinhos Esquema Tático 1-4-2-3-1

Leia mais

Modelo de Jogo de MARCO SILVA e sua Operacionalização. Treinador do Sporting CP (14/15)

Modelo de Jogo de MARCO SILVA e sua Operacionalização. Treinador do Sporting CP (14/15) Modelo de Jogo de MARCO SILVA e sua Operacionalização Treinador do Sporting CP (14/15)! Modelo de Jogo baseado no! Relatório de Estágio de:! Pereira, G. (2013) - FMH! Estoril 2011/2012 Contextos de Exercitação!

Leia mais

Artigo Original. Rev. Acta Brasileira do Movimento Humano Vol.6, n.1, p jan-março, 2016 ISSN

Artigo Original. Rev. Acta Brasileira do Movimento Humano Vol.6, n.1, p jan-março, 2016 ISSN Artigo Original A influência da posse de bola na posição final das equipes do Campeonato Brasileiro Série A e B The influence of ball possession on the final position of Brazilian National Championship

Leia mais

ANÁLISE DOS PERÍODOS POSITIVOS E NEGATIVOS EM JOGOS DE BASQUETEBOL

ANÁLISE DOS PERÍODOS POSITIVOS E NEGATIVOS EM JOGOS DE BASQUETEBOL ANÁLISE DOS PERÍODOS POSITIVOS E NEGATIVOS EM JOGOS DE BASQUETEBOL Yura Yuka Sato dos Santos / UNICAMP Lucas Antônio Monezi / UNICAMP Milton Shoiti Misuta / UNICAMP Luciano Allegretti Mercadante / UNICAMP

Leia mais

Revista Digital - Buenos Aires - Año 15 - Nº Mayo de 2010 Introdução

Revista Digital - Buenos Aires - Año 15 - Nº Mayo de 2010 Introdução Análise da performance táctica de futebolistas de quatro escalões de formação Análisis del rendimiento táctico de jugadores de fútbol en los cuatro escalones de la formación Analysis of tactical performance

Leia mais

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica 27 ANÁLISE DOS GOLS EM JOGOS DE FUTSAL SUB-17 NO CAMPEONATO ESTADUAL DE SÃO PAULO 2012 Jussiê de Melo de Campos 1,2 RESUMO Introdução: Atualmente o futsal é um jogo imprevisível por definição e são várias

Leia mais

Atividade 1. Espaço : 35X 35m Jogadores: 5 X 3. Equipeamarelapontuaquando: Passar a bola entre os cones

Atividade 1. Espaço : 35X 35m Jogadores: 5 X 3. Equipeamarelapontuaquando: Passar a bola entre os cones 1 Atividade 1 Espaço : 35X 35m Jogadores: 5 X 3 Equipeamarelapontuaquando: Passar a bola entre os cones Equipevermelhapontuaquando: A bola sair do espaço de jogo Recuperar a bola Atividade 3 Espaço : 25X

Leia mais

ANÁLISE DA FLEXIBILIDADE COGNITIVA DE JOGADORES DE FUTEBOL DA CATEGORIA SUB-15 DE DIFERENTES POSIÇÕES

ANÁLISE DA FLEXIBILIDADE COGNITIVA DE JOGADORES DE FUTEBOL DA CATEGORIA SUB-15 DE DIFERENTES POSIÇÕES ANÁLISE DA FLEXIBILIDADE COGNITIVA DE JOGADORES DE FUTEBOL DA CATEGORIA SUB-15 DE DIFERENTES POSIÇÕES Adeilton dos Santos Gonzaga / NUPEF-UFV Maicon Rodrigues Albuquerque / NUPEF-UFV Leandro Fernandes

Leia mais

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica 8 COPA DO MUNDO DE 214: DADOS ESTATÍSTICOS DAS QUATRO MELHORES EQUIPES Nelson Kautzner Marques Junior 1 RESUMO O objetivo do estudo foi apresentar a estatística das quatro melhores seleções da Copa do

Leia mais

JORGE CASTELO EXERCÍCIOS PARA TREINAR A MANUTENÇÃO DA POSSE DA BOLA. Fórum dos Treinadores Portugueses de Futebol 2013

JORGE CASTELO EXERCÍCIOS PARA TREINAR A MANUTENÇÃO DA POSSE DA BOLA. Fórum dos Treinadores Portugueses de Futebol 2013 JORGE CASTELO! EXERCÍCIOS PARA TREINAR A MANUTENÇÃO DA POSSE DA BOLA Fórum dos Treinadores Portugueses de Futebol 2013 Jorge Castelo Data de Nascimento: 26-01-1957; Nacionalidade: Portuguesa; Profissões:

Leia mais

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica 131 ANÁLISE DE GOLS QUANTO A FORMA E LOCAL DA EQUIPE SUB-8 DO CLUBE DE REGATAS FLAMENGO NO CAMPEONATO ESTADUAL DA LIGA RIOFUTSAL, MÓDULO NOVOS TALENTOS DE 2012 Luiz Fernando A. Serpas Filgueiras 1 RESUMO

Leia mais

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica 32 RELAÇÃO ENTRE O PRIMEIRO GOL E O RESULTADO FINAL DO JOGO DE FUTSAL NA COPA DO MUNDO DE 2012 Werlayne Stuart Soares Leite 1 RESUMO Entre os muitos aspectos técnicos e táticos do comportamento dos jogadores,

Leia mais

O COMPORTAMENTO PUPILAR COMO INDICATIVO DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO DO JOGADOR DE FUTEBOL

O COMPORTAMENTO PUPILAR COMO INDICATIVO DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO DO JOGADOR DE FUTEBOL O COMPORTAMENTO PUPILAR COMO INDICATIVO DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO DO JOGADOR DE FUTEBOL Felippe da Silva Leite Cardoso / Núcleo de Pesquisa e Estudos em Futebol UFV Israel Teoldo da Costa / Núcleo de

Leia mais

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica 161 RELAÇÃO ENTRE POSSE DE BOLA E EFICÁCIA EM PROCESSOS OFENSIVOS NO FUTEBOL Jorge Victor de Oliveira Silva 1 Gibson Moreira Praça 2 Cristino Júlio Alves da Silva 3 Pablo Juan Greco 4 RESUMO O estudo verificou

Leia mais

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica 37 ANÁLISE DOS GOLS E TENDÊNCIA COM A EQUIPE CAMPEÃ EM UM CAMPEONATO DE FUTSAL REGIONAL DO BRASIL Ezequias Rodrigues Pestana 1, Antonio Coppi Navarro, Ítalo Jadson Lima Moraes Santos 1 Márcio Luís Araújo

Leia mais

Fundamentos técnicos do Handebol

Fundamentos técnicos do Handebol Resumo com autoria de Edvaldo Soares de Araújo Neto e Anália Beatriz A. S. Almeida. Fundamentos técnicos do Handebol Recepção Conceito: ato de receber a bola normalmente com as duas mãos; Objetivo: amortecer

Leia mais

ANÁLISE DOS PADRÕES DE JOGO OFENSIVO DE SELEÇÕES NACIONAIS DE FUTSAL

ANÁLISE DOS PADRÕES DE JOGO OFENSIVO DE SELEÇÕES NACIONAIS DE FUTSAL ANÁLISE DOS PADRÕES DE JOGO OFENSIVO DE SELEÇÕES NACIONAIS DE FUTSAL ANALYSIS OF OFFENSIVE PATTERNS OF PERFORMANCE OF TOP-LEVEL NATIONAL TEAMS OF INDOOR FOOTBALL ANÁLISIS DE LOS PADRONES DE JUEGO OFENSIVO

Leia mais

João Pedro Colaço Araújo. Varzim SC vs. Futebol Clube do Porto

João Pedro Colaço Araújo. Varzim SC vs. Futebol Clube do Porto Varzim SC vs. Futebol Clube do Porto Tello e André André Stanley Osvaldo Coentrão Elísio Tello Varela Nelsinho Bueno Dantas Sá Imbula Evandro João Pereira Cunha Adilson Cissokho Indi Igor L. Layún Silva

Leia mais

REPORT MANCHESTER UNITED

REPORT MANCHESTER UNITED REPORT MANCHESTER UNITED Newcastle Vs. Man. UTD 3-3 Premier League Equipa Inicial Manchester United Nomes Nº Posição David De Gea 1 GR Ashley Young 18 DD 1-4-2-3-1 Chris Smalling 12 DC Daley Blind 17 DC

Leia mais

PADRÕES DE OBTENÇÃO DE GOLS EM PEQUENOS JOGOS NO FUTEBOL EM IGUALDADE NUMÉRICA

PADRÕES DE OBTENÇÃO DE GOLS EM PEQUENOS JOGOS NO FUTEBOL EM IGUALDADE NUMÉRICA 875 PADRÕES DE OBTENÇÃO DE GOLS EM PEQUENOS JOGOS NO FUTEBOL EM IGUALDADE NUMÉRICA Gibson Moreira Praça UFVJM Pablo Juan Greco UFMG gibson_moreira@yahoo.com.br RESUMO Este estudo analisou os padrões de

Leia mais

Agradecimento Com o apoio do Programa AlBan, Programa de bolsas de alto nível da União Européia para América Latina, bolsa nº E07D400279BR

Agradecimento Com o apoio do Programa AlBan, Programa de bolsas de alto nível da União Européia para América Latina, bolsa nº E07D400279BR Análise do comportamento táctico de futebolistas através do teste de GR3-3GR : estudo de caso de uma equipa sub-11 Análisis del comportamiento táctica de futbolistas por medio del test GR3-3GR : estudio

Leia mais

Ricardo Alves Análise de Jogo Manchester City. Informação retirada do site: zerozero.pt

Ricardo Alves Análise de Jogo Manchester City. Informação retirada do site: zerozero.pt Informação retirada do site: zerozero.pt 11 Inicial e Suplentes 1ª Fase, Construção de Jogo: Processo Ofensivo Quando a bola é jogada pelo guarda-redes, a tendência neste jogo foi procurar jogar longo.

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Futebol; Pequenos Jogos; Comportamento Técnico

PALAVRAS-CHAVE: Futebol; Pequenos Jogos; Comportamento Técnico 1085 COMPARAÇÃO DAS AÇÕES TÉCNICAS AO LONGO DE REPETIDAS SÉRIES DE PEQUENOS JOGOS Victor Alberice de Oliveira Rodrigues/ CECA Pedro Emílio Drumond/ CECA Gibson Moreira Praça/ CECA Pablo Juan Greco/ CECA

Leia mais

Gols e partidas da Copa do Mundo do Futebol, 1930 a 2010

Gols e partidas da Copa do Mundo do Futebol, 1930 a 2010 Gols e partidas da Copa do Mundo do Futebol, 1930 a 2010 Goles y partidos de la Copa del Mundo de Fútbol, 1930 a 2010 Goals and matches in Soccer World Cup, 1930 to 2010 Mestre em Ciência da Motricidade

Leia mais

[OBSERVAÇÃO E ANÁLISE NO FUTEBOL PROFISSIONAL] Protocolo Treinador Adjunto/Observador e Analista

[OBSERVAÇÃO E ANÁLISE NO FUTEBOL PROFISSIONAL] Protocolo Treinador Adjunto/Observador e Analista 2016 Pedro Monteiro [OBSERVAÇÃO E ANÁLISE NO FUTEBOL PROFISSIONAL] Protocolo Treinador Adjunto/Observador e Analista Índice Objetivos da Observação e Análise no Futebol... 3 Enquadramento na equipa técnica...

Leia mais

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica 18 ANÁLISE DE FATORES DETERMINANTES DO GOL NO FUTSAL FEMININO Gabriela Barreto David 1 Luan Merseburger Picanço 2 Felipe Fossati Reichert 2 RESUMO Introdução: O futsal vem se expandindo mundialmente. No

Leia mais

Referenciais de FORMAÇÃO

Referenciais de FORMAÇÃO Versão 1.00 Referenciais de FORMAÇÃO HÓQUEI PATINS Grau II Versão 1.00 Referenciais de FORMAÇÃO HÓQUEI PATINS Grau II Edição: Conteúdos: Data: Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P. Federação

Leia mais

GUIA DE FUNCIONAMENTO DA UNIDADE CURRICULAR

GUIA DE FUNCIONAMENTO DA UNIDADE CURRICULAR Curso DESPORTO Ano letivo 2015-16 Unidade Curricular PRÁTICA DE DESPORTOS I - FUTEBOL ECTS 3 Regime Obrigatório Ano 1 Semestre 1º Horas de trabalho globais Docente (s) Carlos Nuno Pires Lourenço Sacadura

Leia mais

CRONOGRAMA DA DISCIPLINA 11/04 Teoria geral dos JDC 16/04 Transfert e ressignificação (Prática) 23/04 Métodos de Ensino dos JDC 25/04 Fundamentos

CRONOGRAMA DA DISCIPLINA 11/04 Teoria geral dos JDC 16/04 Transfert e ressignificação (Prática) 23/04 Métodos de Ensino dos JDC 25/04 Fundamentos CLAUDE BAYER CRONOGRAMA DA DISCIPLINA 11/04 Teoria geral dos JDC 16/04 Transfert e ressignificação (Prática) 23/04 Métodos de Ensino dos JDC 25/04 Fundamentos técnicos (Prática) 02/05 Aspectos táticos

Leia mais

ANÁLISE DOS COMPORTAMENTOS TÁTICOS NO RESULTADO FINAL DE JOGOS REDUZIDOS

ANÁLISE DOS COMPORTAMENTOS TÁTICOS NO RESULTADO FINAL DE JOGOS REDUZIDOS ANÁLISE DOS COMPORTAMENTOS TÁTICOS NO RESULTADO FINAL DE JOGOS REDUZIDOS Felipe Moniz Carvalho Israel Teoldo da Costa RESUMO O objetivo do estudo foi analisar o comportamento tático no resultado final

Leia mais

Comparação do comportamento tático de jogadores de futebol da categoria sub-15 de diferentes posições

Comparação do comportamento tático de jogadores de futebol da categoria sub-15 de diferentes posições ISSN: 1983-7194 Comparação do comportamento tático de jogadores de futebol da categoria sub-15 de diferentes posições Comparison of the tactical behavior of under-15 soccer players from different positions

Leia mais

Vitória SC ganha por golos fora

Vitória SC ganha por golos fora E. M. Engº Manuel Branco Teixeira, 4 de Abril 2017 3 1 GD Chaves ÁRBITRO DO ENCONTRO ÁRBITRO ASSISTENTE ÁRBITRO ASSISTENTE 4º ÁRBITRO Fábio Verissimo (POR) Paulo Soares (POR) Pedro Felisberto (POR) Tiago

Leia mais

FUTEBOL DE AREIA HISTÓRIA, REGRAS E PRINCIPAIS FUNDAMENTOS

FUTEBOL DE AREIA HISTÓRIA, REGRAS E PRINCIPAIS FUNDAMENTOS FUTEBOL DE AREIA HISTÓRIA, REGRAS E PRINCIPAIS FUNDAMENTOS História O Futebol de Areia começou a ser disputado em 1992, quando as regras do jogo foram criadas e um campeonato piloto foi organizado em Los

Leia mais

A Análise do Jogo e a Planificação do Treinamento Como a Análise do Jogo pode ser útil para a Planificação do Treinamento de uma equipe de futebol?

A Análise do Jogo e a Planificação do Treinamento Como a Análise do Jogo pode ser útil para a Planificação do Treinamento de uma equipe de futebol? A Análise do Jogo e a Planificação do Como a Análise do Jogo pode ser útil para a Planificação do de uma equipe de futebol? Autor: Felipe D. Bressan* O estudo do jogo a partir da observação dos comportamentos

Leia mais

MIGUEL CARDOSO CONSTRUÇÃO DA EQUIPA: CRIAÇÃO DE UM PADRÃO DEFENSIVO. Convenção da NSCAA 2014

MIGUEL CARDOSO CONSTRUÇÃO DA EQUIPA: CRIAÇÃO DE UM PADRÃO DEFENSIVO. Convenção da NSCAA 2014 MIGUEL CARDOSO CONSTRUÇÃO DA EQUIPA: CRIAÇÃO DE UM PADRÃO DEFENSIVO Convenção da NSCAA 2014 Miguel Cardoso Data de Nascimento: 28-05-1972; Nacionalidade: Portuguesa; Cargo Atual: Coordenador Técnico da

Leia mais

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica 90 MODELOS DE MANUTENÇÃO DA POSSE DE BOLA EM JOGOS DA FIFA WORLD CUP 2010 TM Tiago Volpi Braz 1, Vagner Reolon Marcelino 2 RESUMO O objetivo da presente pesquisa centra-se na elaboração de modelos de manutenção

Leia mais

Motricidade ISSN: X Desafio Singular - Unipessoal, Lda Portugal

Motricidade ISSN: X Desafio Singular - Unipessoal, Lda Portugal Motricidade ISSN: 1646-107X motricidade.hmf@gmail.com Desafio Singular - Unipessoal, Lda Portugal Duarte, Ricardo Análise da utilização da posse de bola durante o processo ofensivo no futsal. Contributo

Leia mais

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica 16 ANÁLISE DO TEMPO DE POSSE DE BOLA E A SUA INFLUÊNCIA NO RESULTADO DOS JOGOS DO CAMPEONATO MUNDIAL DE FUTSAL Rafael Acosta Caetano 1 Rogério Cunha Voser 2 José Cícero Moraes 2 Marcelo Silva Cardoso 2

Leia mais

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica 67 A INCIDÊNCIA DE GOLS NA FASE CLASSIFICATÓRIA PARA A COPA DO MUNDO DE 2010 NA ÁFRICA DO SUL Taciano Cestari Barrios Santos 1 RESUMO Introdução: O futebol é o esporte coletivo mais popular do Mundo. A

Leia mais

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 10º ANO. Grupo Disciplinar de Educação Física

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 10º ANO. Grupo Disciplinar de Educação Física CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 10º ANO Grupo Disciplinar de Educação Física JOGOS DESPORTIVOS COLECTIVOS Futebol Voleibol Basquetebol Andebol Em situação de jogo 4x4 ou 5x5 - Enquadra-se ofensivamente e realiza

Leia mais

A INFLUÊNCIA DA DATA DE NASCIMENTO SOBRE O DESEMPENHO TÁTICO DE JOGADORES DE FUTEBOL DA CATEGORIA SUB-13

A INFLUÊNCIA DA DATA DE NASCIMENTO SOBRE O DESEMPENHO TÁTICO DE JOGADORES DE FUTEBOL DA CATEGORIA SUB-13 A INFLUÊNCIA DA DATA DE NASCIMENTO SOBRE O DESEMPENHO TÁTICO DE JOGADORES DE FUTEBOL DA CATEGORIA SUB-13 Elton Ribeiro Resende / Núcleo de Pesquisa e Estudos em Futebol-UFV Israel Teoldo da Costa / Núcleo

Leia mais

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica 62 ANÁLISES DOS GOLS EM JOGOS DA LIGA FUTSAL 2011 João Paulo Shyodi Fukuda 1, Wilton Carlos de Santana 1 RESUMO O objetivo deste estudo foi analisar como aconteceram os gols nos jogos da Liga Futsal 2011.

Leia mais

Referenciais de FORMAÇÃO

Referenciais de FORMAÇÃO Versão 1.00 Referenciais de FORMAÇÃO HÓQUEI PATINS Grau I Versão 1.00 Referenciais de FORMAÇÃO HÓQUEI PATINS Grau I Edição: Conteúdos: Data: Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P. Federação

Leia mais

Revista Andaluza de Medicina del Deporte ISSN: Centro Andaluz de Medicina del Deporte España

Revista Andaluza de Medicina del Deporte ISSN: Centro Andaluz de Medicina del Deporte España Revista Andaluza de Medicina del Deporte ISSN: 1888-7546 ramd.ccd@juntadeandalucia.es Centro Andaluz de Medicina del Deporte España Cambre Añon, I.; Lizana, C. J. R.; Calazans, E.; Machado, J. C.; da Costa,

Leia mais

CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL II TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES:

CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL II TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES: CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL II TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES: 1. Activação geral 2. Técnica Individual 3. Acções Colectivas Complexas

Leia mais

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica 294 ANALISE DOS GOLS SOFRIDOS PELA EQUIPE DA ASSOCIAÇÃO CARLOS BARBOSA DE FUTSAL-RS, E A INCIDÊNCIA DE GOLS SOFRIDOS NA DEFESA DO GOLEIRO LINHA, DURANTE A LIGA NACIONAL DE FUTSAL 2015 Renato Mocelin 1

Leia mais

Versão Referenciais de FORMAÇÃO. Andebol. Grau

Versão Referenciais de FORMAÇÃO. Andebol. Grau Versão 1.00 Referenciais de FORMAÇÃO Andebol Grau I Versão 1.00 Referenciais de FORMAÇÃO Andebol Grau I Edição: Conteúdos: Data: Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P. Federação de Andebol de

Leia mais

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica

Revista Brasileira de Futsal e Futebol ISSN versão eletrônica 327 ANÁLISE DOS GOLS SOFRIDOS E GOLS FEITOS PELA EQUIPE DE FUTSAL DE NOVA ITABERABA-SC CATEGORIA SUB-17 NO CAMPEONATO CATARINENSE 2013/2014 Ismael Schneider 1 Rogério da Cunha Voser 2 Patrícia Eloi Gomes

Leia mais

CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL I TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES:

CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL I TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES: CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL I TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES: 1. Activação geral 2. Técnica Individual 3. Acções Colectivas Elementares

Leia mais