A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI)"

Transcrição

1 A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) Teologia Bíblica da Missão de Deus Paulo Adolfo

2 A Revelação e a Missão de Deus (Missio Dei) Objetivos da matéria: 1. Apresentar as bases bíblicas para o projeto missionário de Deus; 2. Levar cada participante a refletir sobre sua responsabilidade individual e coletiva (corpórea) no projeto missionário universal do Senhor; 3. Conduzir cada participante ao envolvimento individual e coletivo (corpóreo) no projeto missionário de Deus.

3 A Revelação e a Missão de Deus (Missio Dei) Temas das aulas: 1. A Missão no Pentateuco A Missão nos Livros Poéticos 4. A Missão nos Livros Proféticos (AT) 5. A Missão nos Evangelhos 6. A Missão em Atos 7. A Missão nas Epístolas 8. A Missão na Escatologia

4 A Revelação e a Missão de Deus (Missio Dei) Enfoque da Missão de Deus nas Escrituras: Antropocêntrico ou Teocêntrico??? R.: Ef (especialmente 6, 12 e 14) diz que é para o louvor da Sua Glória; tudo é d Ele e para Ele, e devemos existir para a Glória d Ele (Rm.11, especialmente vs.36; I Co.8.6). Toda nossa abordagem será em cima dessa revelação das Escrituras.

5 Israel tinha um serviço sacerdotal (Ex ; I Pe.2.9) Chamados para......eleição/vocação tem como propósito o serviço, e não o seu benefício como fim em si mesmo.

6 Aliança de Deus requer obediência (Gn.17.1,9; Ex.19.5; Dt ); Falhar na obrigação da aliança significa repúdio à eleição/vocação (Is.1.2, 4; Jr ; Os.6.7, 8.1; Jr ; Am.3.2; Mt ; Rm.11.22).

7 A finalidade da aliança: (Is.42.6; Sl.67; Gn ) nações sob alvo de Deus (Am.1-2; Jr.46-52; Ez.25-32; Ex.19.5); As nações testemunham do pacto de Deus com Israel ação centrípeta: - Ex (Egito); Js (Raabe Jericó e outras); I Rs (rainha de Sabá); Salmos (em aula própria); etc.

8 Êxodo (evento, não o livro): o Chamado de Moisés para um serviço; o Histórico de Moisés: força de seu braço para libertação x ação de Deus para o treinamento, capacitação e poder para a missão ato da soberania de Deus (envia Ex.3.14; liberta Ex.20.2); o O Êxodo é tipologia da vida cristã, da obra redentora de Cristo em nós (I Co );

9 Êxodo (evento, não o livro): o Idolatria condenada (Ex.20.3; Dt.5.7); o Tema: redenção cântico de Moisés (Ex.15.2); o Sistema de sacrifício (Ex.19.6; Hb.9.22): Tipificação do sacrifício expiatório de Cristo (Hb.9.14, 26; I Jo.2.2); Revelava a santidade de Deus e aponta o caminho da salvação.

10 Êxodo (evento, não o livro): o Lei: Não era o meio da salvação (Hc.2.4b; Gl.3.6-9); Guia de vida para os resgatados, semelhante ao Sermão do monte para Cristãos; Era baseada na misericórdia e amor (Ex.20.6; Dt.6.5; Lv.19.18); Atenção aos desamparados (Ex ; Lv ; Lc ), à justiça social e econômica; Refletia o caráter de Deus: compassivo, misericordioso e libertador, tentando resgatar o homem criado à sua imagem.

11 Josué - Conquista de Canaã e nacionalidade de Israel: ooferta de paz e instrumento de justiça (Ex ; 9.4-5); operigos entre o sincretismo (I Rs ; Js ; etc.) versus o isolacionismo (exclusivismo, não assimilação do estrangeiro, particularismo).

12 Da Teocracia à monarquia à divisão: o governo dos Juízes = 200 anos (era para ser teocracia) Jz.8.23; o Influência do poderio militar/governamental dos filisteus (I Sm.4; ); o A instituição não era essencial à salvação; o A perspectiva negativa da monarquia (I Sm ; Saul) foi contrabalanceada com a tipologia da Nova Monarquia (teocracia) pelo descendente de Davi (Cristo Sl ), ligada à eleição (Sl ).

13 Aplicações: 1. A igreja não é um fim em si mesma, criada para seu próprio benefício (lembrar do Reino de Sacerdotes); não é apenas um grupo social (gueto), sua identidade suplanta isso, mas é representante de Deus (II Co.5.20);

14 Aplicações: 2. O cumprimento do chamado missionário requer obediência e pureza ao Senhor (ética/ caráter transformado) para que haja a Sua manifestação (Jo.15) não é um trabalho secular (misturado/ sincrético ) que podemos realizar segundo os princípios e valores mundanos profanos os valores de Deus são nossas diretrizes para a execução da tarefa;

15 Aplicações: 3. A execução da tarefa só pode ser feita no poder de Deus (Êxodo) e não no braço humano; Ele é o ator principal ( EU SOU );

16 Aplicações: 4. A fragmentação do testemunho (espiritualização x apoio social) é algo mais secular/cultural que bíblico não se replica o caráter de Deus apenas olhando para as almas das pessoas, mas vê-se o conjunto alma-espírito; a lei reflete isso, Cristo refletiu isso, nós devemos refletir isso;

17 Aplicações: 5. O testemunho para os povos não é tarefa de indivíduos, mas prioritariamente de uma comunidade de resgatados; para tanto, a consciência de que essa obra é da igreja é fundamental;

18 Aplicações: 6. A mensagem principal é do governo (Reino) de Deus sobre a terra, não na gerência ou cultura humana (capitalismo, socialismo, anarquia, etc.) todas esses sistemas e ideologias são falíveis e incompletas diante do Reinado de Cristo em nós (igreja e indivíduos). Existimos somos resgatados para a Sua Glória!

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI)

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) Teologia Bíblica da Missão de Deus RELEMBRAR A MISSÃO NOS EVANGELHOS 1. Jesus Cristo homem é o exemplo padrão para o exercício da Missão de Deus (intimidade

Leia mais

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI)

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) Teologia Bíblica da Missão de Deus Paulo Adolfo Nos livros poéticos vemos ação responsiva, por parte de Israel, aos atos salvíficos de Deus. Respostas: Pessoais;

Leia mais

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI)

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) Teologia Bíblica da Missão de Deus Tema missiológico comum: Reino de Deus Mais de 70 vezes é referido por Jesus nos Evangelhos O tema destaca-se do começo ao

Leia mais

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI)

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) Teologia Bíblica da Missão de Deus Paulo Adolfo O problema do mal O problema do mal Precisamos, minimamente, pincelar sobre o Problema do Mal (ou pelo menos

Leia mais

PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM GRAÇA ARANHA-MA

PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM GRAÇA ARANHA-MA "Abre os meus olhos para que eu contemple as maravilhas da tua Lei". Sl.119.18 PLANO DE LEITURA BÍBLICA ANUAL - JANEIRO 01 Gn 1-3 Sl 1 02 Gn 4-7 Sl 2 03 Gn 8-10 Sl 3 04 Gn 11-13 Sl 4 05 Gn 14-17 Sl 5 06

Leia mais

PLANO DE LEITURA DA BÍBLIA

PLANO DE LEITURA DA BÍBLIA PLANO DE LEITURA DA BÍBLIA Como Ler a Bíblia Reserve tempo para ler a Bíblia cada dia. É bom guardar sempre a mesma hora. Dedique tanto tempo quanto seja possível, cuidando para que outras coisas não interrompam

Leia mais

ESBOÇOS DO ESTUDO-CRISTALIZAÇÃO

ESBOÇOS DO ESTUDO-CRISTALIZAÇÃO Mensagem Onze O templo santo e a cidade santa na terra santa Leitura bíblica: Ez 47:13-20; 48:8-20, 31-35; Ap 21:12-13 I. O templo santo e a cidade santa, que tipificam a igreja (Ez 47:13; 1Co 3:16-17),

Leia mais

Abraão Moisés Davi. Jesus

Abraão Moisés Davi. Jesus A natureza missionária da igreja Derivada da promessa de Deus de criar um Povo para Si dada para cada uma das três principais figuras : Abraão Moisés Davi Cumprida e exemplificada na pessoa de Jesus CTC

Leia mais

CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO

CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO ETERNIDADE DEUS PAI LOGUS ESPIRITO SANTO A TRINDADE 1Jo.5.7 LOGUS QUER DIZER PALAVRA OU VERBO SE REFERE AO FILHO NA ETERNIDADE I - SUA PRÉ-EXISTÊNCIA 1 - SUA EXISTÊNCIA

Leia mais

Lição n.º 6 - A UNIDADE DA BÍBLIA

Lição n.º 6 - A UNIDADE DA BÍBLIA Lição n.º 6 - A UNIDADE DA BÍBLIA Lição n.º 6 (Início) Objeto de estudo: Reconhecer o fato de que a unidade da Bíblia é uma das provas de sua autenticidade! 1 Versículo-chave: Cl 1.26-27 O ministério que

Leia mais

Dinâmica e estrutura do discipulado. Ademir Ifanger

Dinâmica e estrutura do discipulado. Ademir Ifanger Dinâmica e estrutura do discipulado Ide, pregai o evangelho e fazei discípulos, constitui a essência do mandato de Jesus Cristo. Existem duas razões fundamentais no discipulado cristão: 1. Levar o discípulo

Leia mais

Os 5 Pontos do Calvinismo. Aula 13/07/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Os 5 Pontos do Calvinismo. Aula 13/07/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Os 5 Pontos do Calvinismo Aula 13/07/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Origem Foi uma reação de discípulos de João Calvino (1509-1564) a um protesto dos seguidores de James Arminus (Jacob Hermann

Leia mais

HINOS DO HINÁRIO LUTERANO RELACIONADOS COM A SÉRIE TRIENAL

HINOS DO HINÁRIO LUTERANO RELACIONADOS COM A SÉRIE TRIENAL HINOS DO HINÁRIO LUTERANO RELACIONADOS COM A SÉRIE TRIENAL Raul Blum Este trabalho foi elaborado por três classes de alunos da Escola Superior de Teologia do Instituto Concórdia de São Paulo no final da

Leia mais

Conhecendo a minha Bíblia Antigo Testamento

Conhecendo a minha Bíblia Antigo Testamento Conhecendo a minha Bíblia Antigo Testamento 1ª Igreja Presbiteriana Independente de Londrina Área de Apoio de Educação Cristã Escola Bíblica Esperança A conquista e os juízes Objetivos: 1.Entender a

Leia mais

A Oração. Egmon Pereira. 23 de Agosto de Igreja Presbiteriana do Brasil. A Oração. Egmon Pereira. Texto Bíblico. Introdução.

A Oração. Egmon Pereira. 23 de Agosto de Igreja Presbiteriana do Brasil. A Oração. Egmon Pereira. Texto Bíblico. Introdução. Igreja Presbiteriana do Brasil 23 de Agosto de 2016 Mateus 6.5-15 5 E, quando orardes, não sereis como os hipócritas; porque gostam de orar em pé nas sinagogas e nos cantos das praças, para serem vistos

Leia mais

Você conhece a sua Bíblia?

Você conhece a sua Bíblia? Você conhece a sua Bíblia? Atividade da última aula Vamos praticar?? Compare a introdução de Paulo em Gálatas 1.6-10 com outras introduções nas cartas aos Romanos 1. 8-10 e 1 Coríntios 1. 4-9. Há algum

Leia mais

Revelar Descortinar Desvendar. Revelação - Criação - Bíblia - Jesus Cristo. Indicativa Imperativa Normativa

Revelar Descortinar Desvendar. Revelação - Criação - Bíblia - Jesus Cristo. Indicativa Imperativa Normativa Revelar Descortinar Desvendar Revelação - Criação - Bíblia - Jesus Cristo Indicativa Imperativa Normativa Deus informa a respeito de si mesmo - Quem Ele é - O que Ele fez - O que Ele está fazendo - O que

Leia mais

Você conhece a sua bíblia?

Você conhece a sua bíblia? Você conhece a sua bíblia? RECORDANDO... Um breve tratado sobre as Escrituras - 66 livros: 39 AT + 27 NT - Ela é a revelação de Deus - Autores diferentes mas uma mesma mente formadora Interpretando a Bíblia

Leia mais

Analisando Daniel 9:25, 26 e 27. Qual o objetivo das Setenta Semanas? Daniel 9:24: "Setenta Semanas são determinadas sobre o teu povo...

Analisando Daniel 9:25, 26 e 27. Qual o objetivo das Setenta Semanas? Daniel 9:24: Setenta Semanas são determinadas sobre o teu povo... Analisando Daniel 9:25, 26 e 27 Qual o objetivo das Setenta Semanas? Daniel 9:24: "Setenta Semanas são determinadas sobre o teu povo..." As semanas são semanas de anos: 1 semana = 7 anos e de acordo com

Leia mais

Duas tarefas da aula anterior: 1ª) memorizar o versículo- chave;

Duas tarefas da aula anterior: 1ª) memorizar o versículo- chave; Duas tarefas da aula anterior: 1ª) memorizar o versículo- chave; 2ª) Aprender a classificar os livros do Antigo Testamento, enumerandoos sequencialmente. Versículo-chave: Rm 15.4 Classificação dos livros

Leia mais

Os Outros Seis Dias. Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Os Outros Seis Dias. Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Os Outros Seis Dias Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Recapitulando Nas aulas passadas vimos que muitas vezes a fé tem horário e local específico, na Igreja, no domingo, e no horário

Leia mais

ESTUDO SOBRE A DISPENSAÇÃO DA LEI (1.718 Anos) Ex 3:1-10 Ex 12:37-38 Lc 16:16 Mt 3:1-3

ESTUDO SOBRE A DISPENSAÇÃO DA LEI (1.718 Anos) Ex 3:1-10 Ex 12:37-38 Lc 16:16 Mt 3:1-3 ESTUDO SOBRE A DISPENSAÇÃO DA LEI (1.718 Anos) Ex 3:1-10 Ex 12:37-38 Lc 16:16 Mt 3:1-3 Definição de Dispensação: período de tempo durante o qual a humanidade é moralmente responsável diante de Deus em

Leia mais

Classe Adultos. Obedecendo ao Ide do Senhor Jesus de levar as Boas-Novas a toda criatura

Classe Adultos. Obedecendo ao Ide do Senhor Jesus de levar as Boas-Novas a toda criatura Classe Adultos Obedecendo ao Ide do Senhor Jesus de levar as Boas-Novas a toda criatura OBJETIVOS OBJETIVO GERAL Saber que Deus exige de cada crente uma atitude evangelística responsável e amorosa.

Leia mais

PLANO DE LEITURA DA BÍBLIA

PLANO DE LEITURA DA BÍBLIA PLANO DE LEITURA DA BÍBLIA Este plano de leitura foi planejado para a leitura completa da Palavra de Deus em um ano, entretanto, você pode ler no ritmo que desejar. Se tiver mais tempo diário, faça a leitura

Leia mais

DIFERENÇA ENTRE LOUVOR E ADORAÇÃO Ensinos Bíblicos Que Todo Cristão Deveria Saber

DIFERENÇA ENTRE LOUVOR E ADORAÇÃO Ensinos Bíblicos Que Todo Cristão Deveria Saber Autor DIFERENÇA ENTRE LOUVOR E ADORAÇÃO Ensinos Bíblicos Que Todo Cristão Deveria Saber O Prof. Robert Amorim é fundador da Escola do Chamado e também professor e um dos diretores do Sistema de Ensino

Leia mais

Libertação e caminho para o Sinai Aliança no Sinai Ordens para a construção Queda e renovação da aliança Construção da Tenda e da "Arca"

Libertação e caminho para o Sinai Aliança no Sinai Ordens para a construção Queda e renovação da aliança Construção da Tenda e da Arca 1-18 19-24 25-31 32-34 35-40 Libertação e caminho para o Sinai Aliança no Sinai Ordens para a construção Queda e renovação da aliança Construção da Tenda e da "Arca" 1-7 8-10 11-15 16 17-26 27 Ordens para

Leia mais

Confie no poder de Deus Efésios 6.10,11 Pr. Vlademir Silveira Série Armadura de Deus Mensagem # 1 IBMC 07/10/12

Confie no poder de Deus Efésios 6.10,11 Pr. Vlademir Silveira Série Armadura de Deus Mensagem # 1 IBMC 07/10/12 Introdução Confie no poder de Deus Efésios 6.10,11 Pr. Vlademir Silveira Série Armadura de Deus Mensagem # 1 IBMC 07/10/12 Série de 5 mensagens sobre a Armadura de Deus no livro de Efésios. Efésios 1.1

Leia mais

Guerra de ofertas. Guerra de ofertas Contextualização. Santa Convocação

Guerra de ofertas. Guerra de ofertas Contextualização. Santa Convocação Santa Convocação - 2016 Santa Convocação - 2016 1 Contextualização Conflito nos céus; Queda de lúcifer; Mandato de domínio; Queda do homem; Comprometimento do MD; Santa Convocação - 2016 2 1 Início Deus

Leia mais

LIÇÃO 1 A LEI E A ALIANÇA Êxodo 19

LIÇÃO 1 A LEI E A ALIANÇA Êxodo 19 LIÇÃO 1 A LEI E A ALIANÇA Êxodo 19 1. Antes de entregar a lei, Deus já havia feito uma aliança com o povo. Em Êxodo 19.1-4, Deus lembra o povo do seu pacto, confirmado demonstrado em um fato. Qual é o

Leia mais

Panorama do AT-Josué

Panorama do AT-Josué Panorama do AT-Josué Título hebraico: Joshua, Yeoshua:Javé é salvação Autor: Josué e outros:conquista de Hebrom por Calebe, vitória de Otniel, migração para Dã. Provavelmente compilado depois por algum

Leia mais

HAMARTIOLOGIA: DOUTRINA DO PECADO

HAMARTIOLOGIA: DOUTRINA DO PECADO HAMARTIOLOGIA: DOUTRINA DO PECADO I - A ORIGEM DO PECADO 1. Em relação a Deus. Em Seu plano permitiu que suas criaturas (anjos e homens) tivessem a liberdade (livre arbítrio) de viver em amor e obediência

Leia mais

AULA -1 IGREJA: UMA INSTITUIÇÃO DIVINO-HUMANA IGREJA E CULTO. Por que me importar? Presb. José Cordeiro Neto» Presb. Lúcio Mafra Teixeira

AULA -1 IGREJA: UMA INSTITUIÇÃO DIVINO-HUMANA IGREJA E CULTO. Por que me importar? Presb. José Cordeiro Neto» Presb. Lúcio Mafra Teixeira AULA -1 IGREJA: UMA INSTITUIÇÃO DIVINO-HUMANA IGREJA E CULTO Por que me importar? Presb. José Cordeiro Neto» Presb. Lúcio Mafra Teixeira CONSOLIDAÇÃO 2015, O ANO DA ADORAÇÃO A Bíblia retrata a igreja como

Leia mais

PARA NÃO ESQUECER. Blog IEBU:

PARA NÃO ESQUECER. Blog IEBU: Duas tarefas realizadas na aula anterior: 1ª) memorizar o versículo-chave; 2ª) Aprender a classificar os livros do Antigo Testamento, enumerandoos sequencialmente. Parabéns à classe! Blog IEBU: www.iebu.wordpress.com

Leia mais

DECLARAÇÃO DE FÉ. CONPLEI Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas

DECLARAÇÃO DE FÉ. CONPLEI Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas DECLARAÇÃO DE FÉ CONPLEI Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas DAI-AMTB Departamento de Assuntos Indígenas, Associação de Missões Transculturais Brasileiras Campo Grande, MS: 2016

Leia mais

Escolha o assunto e os limites do estudo

Escolha o assunto e os limites do estudo Método Tópico Escolha o assunto e os limites do estudo Tema: unção (unção, ungir, ungido) descobrir o significado da unção no AT e NT. Quem era ungido por Deus (ou Jesus ou o Espírito Santo)? O que é a

Leia mais

ÍNDICE GERAL. i PARTE

ÍNDICE GERAL. i PARTE ÍNDICE GERAL i DEUS NO ANTIGO TESTAMENTO 15 Procedimento metódico 15 I. A História 20 1. O género histórico no Antigo Testamento 20 2. História da salvação 22 II. A Palavra de Deus no Antigo Testamento

Leia mais

SEMINARIO DE ESCATOLOGIA. III) Segunda vinda de Cristo ( Sinais da vinda ) I) INTRODUÇÃO A ESCATOLOGIA. 1- O que é Escatologia?

SEMINARIO DE ESCATOLOGIA. III) Segunda vinda de Cristo ( Sinais da vinda ) I) INTRODUÇÃO A ESCATOLOGIA. 1- O que é Escatologia? SEMINARIO DE ESCATOLOGIA INDICE I) Introdução à Escatologia II) Dispensações III) Segunda vinda de Cristo ( Sinais da vinda ) IV) Milênio de paz V) Juízo Final VI) Estado Perfeito I) INTRODUÇÃO A ESCATOLOGIA.

Leia mais

Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Ademir Ifanger

Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Ademir Ifanger Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Introdução Almejamos uma nova compreensão da espiritualidade, que nos impulsione a realizar o projeto integral de Deus, expressando assim genuína adoração (Jo 4.23-24).

Leia mais

Edições. Biblioteca VIDA NOVA de Recursos Pedagógicos para Teologia Sistemática, de Wayne Grudem

Edições. Biblioteca VIDA NOVA de Recursos Pedagógicos para Teologia Sistemática, de Wayne Grudem Biblioteca VIDA NOVA de Recursos Pedagógicos para Teologia Sistemática, de Wayne Grudem Estrutura da Obra Parte I II III IV V VI VII Conteúdo Introdução A Doutrina da Palavra De Deus A Doutrina de Deus

Leia mais

SOLA SCRIPTURA A Reforma, a Bíblia e a Familia Cristã. AULA 5: A FAMILIA DA ALIANÇA Pb. José Cordeiro

SOLA SCRIPTURA A Reforma, a Bíblia e a Familia Cristã. AULA 5: A FAMILIA DA ALIANÇA Pb. José Cordeiro SOLA SCRIPTURA A Reforma, a Bíblia e a Familia Cristã. AULA 5: A FAMILIA DA ALIANÇA Pb. José Cordeiro Qual o significado bíblico de Familia da ALIANÇA? O casamento é um sacramento, um contrato ou uma

Leia mais

REGULAMENTO OFICIAL. Alfabeto Bíblico

REGULAMENTO OFICIAL. Alfabeto Bíblico REGULAMENTO OFICIAL Alfabeto Bíblico Tem como objetivo levar o competidor a encontrar na Bíblia versículos que comecem com cada letra do alfabeto da língua portuguesa e contenham em seu texto, uma palavra-chave,

Leia mais

O Reino de Deus. Estudo Bíblico e Sistemático

O Reino de Deus. Estudo Bíblico e Sistemático O Reino de Deus Estudo Bíblico e Sistemático Antigo Testamento Sl 103.19 Deus é visto como o rei da criação, tendo domínio sobre todos os aspectos da criação (inanimados, animados e humanos). Ao criar

Leia mais

Panorama do Antigo Testamento. Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 2

Panorama do Antigo Testamento. Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 2 Panorama do Antigo Testamento Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 2 Divisão Mais Usual PENTATEUCO HISTÓRICOS POÉTICOS Maiores PROFÉTICOS Menores Gn Ex Lv Nm Dt Js Jz Rt 1 Sm 2 Sm 1 Re 2 Re 1 Cr

Leia mais

Devocional. Céus Abertos Pastor Carlito Paes

Devocional. Céus Abertos Pastor Carlito Paes BÍBLIA Devocional Céus Abertos Pastor Carlito Paes 2 ROTEIRO BÍBLIA: ENTENDENDO A PALAVRA DE DEUS O que devo conhecer sobre a bíblia? Diversidade dos Autores Condições de alguns autores quando foram inspirados

Leia mais

Monoteísmo Noaico. por Sha ul Bensiyon

Monoteísmo Noaico. por Sha ul Bensiyon Monoteísmo Noaico por Sha ul Bensiyon Aula 19 As Escrituras As Escrituras A visão judaica/noaica acerca das Escrituras é muito diferente da visão cristã: Cristianismo: Livros cuja autoria é praticamente

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO [ORGANIZAÇÃO]

ADMINISTRAÇÃO [ORGANIZAÇÃO] OS DONS ESPIRITUAIS ADMINISTRAÇÃO [ORGANIZAÇÃO] Êx 18.13-27; At 27.11; 1Co 12.28, Entender os objetivos a curto e a longo prazo de uma determinada parte do trabalho da igreja e elaborar planos eficientes

Leia mais

Josué, um líder escolhido por Deus

Josué, um líder escolhido por Deus Josué, um líder escolhido por Deus Introdução Josué é um livro com profundas verdades espirituais. Ele nos inspira a sermos corajosos e nos orienta, a enfrentar as batalhas espirituais, confiando em Deus

Leia mais

Introdução e visão geral da história, estrutura e teologia do AT. Jörg Garbers Ms. de Teologia

Introdução e visão geral da história, estrutura e teologia do AT. Jörg Garbers Ms. de Teologia Introdução e visão geral da história, estrutura e teologia do AT Jörg Garbers Ms. de Teologia Introdução a literatura e a pesquisa da Tora e dos profetas anteriores III Jörg Garbers Ms. de Teologia Conteúdo

Leia mais

Bíblia, sua importância em minha vida

Bíblia, sua importância em minha vida Bíblia, sua importância em minha vida Bíblia, sua importância em minha vida 2 Timóteo 3:16-17 16 Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO Sumário Introdução 1. A compreensão do dízimo 1.1 Os fundamentos do dízimo 1.2 O que é o dízimo? 1.3 As dimensões do dízimo 1.4 As finalidades do dízimo 2. Orientações

Leia mais

Capítulo XXV da Confissão de Fé de Westminster DA IGREJA

Capítulo XXV da Confissão de Fé de Westminster DA IGREJA REVISTA PALAVRA VIVA Apoio didático Lição 3 Capítulo XXV da Confissão de Fé de Westminster DA IGREJA I. A Igreja Católica ou Universal, que é invisível, consiste do número total dos eleitos que já foram,

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIRO ON LINE

CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIRO ON LINE CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIRO ON LINE AULA 6: SOTERIOLOGIA Baseado em Jeremias 9: 24, a Igreja Pentecostal Deus é Amor oferece a você, obreiro, a oportunidade aprofundar seu conhecimento na palavra de Deus

Leia mais

INTRODUÇÃO À BÍBLIA Revisão aula 1

INTRODUÇÃO À BÍBLIA Revisão aula 1 I NTRODUÇÃO À BÍ BLI A Revisão aula 1 INTRODUÇÃO À BÍBLIA Revisão aula 1 A BÍBLIA... UM CONJUNTO DE 66 LIVROS, COMEÇOU A SER ESCRITO HÁ MAIS OU MENOS 3500 ANOS, DEMOROU QUASE 1600 ANOS PARA SER CONCLUÍDO,

Leia mais

Cristologia SEFO Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Madureira Campo de Mogi das Cruzes

Cristologia SEFO Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Madureira Campo de Mogi das Cruzes Cristologia SEFO 2013 Por Fábio 4ª Codo Aula Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Madureira Campo de Mogi das Cruzes E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação

Leia mais

Nosso Ministério Sacerdotal

Nosso Ministério Sacerdotal As 3 pedras fundamentais para o ministério do povo de Deus são: O SACERDÓCIO de todos os discípulos de Jesus Os DONS DO ESPÍRITO SANTO manifestos em cada discípulo O EXEMPLO E MODELO de Jesus como servo

Leia mais

HISTÓRICA POLÍTICA DOS HEBREUS 3 FASES PATRIARCAS, JUÍZES E REIS

HISTÓRICA POLÍTICA DOS HEBREUS 3 FASES PATRIARCAS, JUÍZES E REIS 2A aula 05 Os Hebreus HISTÓRICA POLÍTICA DOS HEBREUS 3 FASES PATRIARCAS, JUÍZES E REIS Os hebreus eram pastores nômades da Mesopotâmia. No séc. XIX a. C., guiados por Abraão, deslocaram-se para a Palestina,

Leia mais

O papel central da Igreja: A Glória de Deus. Um breve estudo em João 15

O papel central da Igreja: A Glória de Deus. Um breve estudo em João 15 O papel central da Igreja: A Glória de Deus Um breve estudo em João 15 Entendendo o texto Jesus estava em seus últimos momentos como homem, na terra. Jesus estava advertindo seus discípulos a não imitarem

Leia mais

1.! Quem'somos?' 2.! Visão'

1.! Quem'somos?' 2.! Visão' 1. Quem'somos?' Perspectivas é um movimento internacional que une cristãos no propósito de pensarepotencializarseuenvolvimentonatarefadeglorificaradeusentretodosos povos. Oferecemos12temposdereflexãosobreaMissioDei,nasperspectivasBíblica,

Leia mais

erbreberbebebrbeabe ebetbet

erbreberbebebrbeabe ebetbet erbreberbebebrbeabe ebetbet Mensagem 01 Piedade na Palavra Pregador: Davi Merkh Data: 2 08 2009 INTRODUÇÃO: PIEDADE NA PALAVRA (pelo Espírito) 2 Últimas Palavras * Como foram as entradas hoje em Nova Iorque?

Leia mais

conheça sua Bíblia Estudos Panorâmicos no AT e NT TODA QUINTA-FEIRA - DAS 19H30 ÀS 21H - RUA JOSÉ ALVES GUEDES, 1332 - JD. SONIA JAGUARIÚNA/SP

conheça sua Bíblia Estudos Panorâmicos no AT e NT TODA QUINTA-FEIRA - DAS 19H30 ÀS 21H - RUA JOSÉ ALVES GUEDES, 1332 - JD. SONIA JAGUARIÚNA/SP TODA QUINTA-FEIRA - DAS 19H30 ÀS 21H - RUA JOSÉ ALVES GUEDES, 1332 - JD. SONIA JAGUARIÚNA/SP Êxodo! DATA: 1445 a.c.; na caminhada pelo deserto do Sinai. NOME: No hebraico Shemot, nomes, e no grego Êxodo,

Leia mais

Índice. Apresentação... 3

Índice. Apresentação... 3 Índice Apresentação... 3 Tempo do Advento 1. O Ano Litúrgico... 9 2. Origem do Ano Litúrgico... 10 3. O que quer dizer Advento?... 11 4. O que fazer no Advento?... 12 Primeiro Domingo do Advento... 14

Leia mais

O Discipulado e a Vida da Igreja

O Discipulado e a Vida da Igreja Série Estudo Bíblico Nº 06 O Discipulado e a Vida da Igreja Um Estudo Bíblico Sobre Adoração e Louvor Ademir Ifanger E s t u d o s B í b l i c o s P á g i n a 2 Índice Introdução... 03 1. Definindo Adoração

Leia mais

Santificação e Práticas Cristãs

Santificação e Práticas Cristãs Santificação e Práticas Cristãs EBA IBCU Jul 15 Wagner Fonseca 1ª Aula Introdução do Curso Propostas Santificação na Bíblia... Perspectivas e Movimentos... Disciplinas, Práticas Cristãs... Esforço Humano

Leia mais

AULA 1. O CRISTÃO E SUA MENTE. Objetivo: Demonstrar ao aluno a necessidade de uma mente transformada para se crescer espiritualmente.

AULA 1. O CRISTÃO E SUA MENTE. Objetivo: Demonstrar ao aluno a necessidade de uma mente transformada para se crescer espiritualmente. AULA 1. O CRISTÃO E SUA MENTE. Objetivo: Demonstrar ao aluno a necessidade de uma mente transformada para se crescer espiritualmente. A. O que é e como funciona nossa mente. Somos aquilo que pensamos.

Leia mais

Aula II A Igreja, como uma entidade espiritual, espelha numa determinada localidade o próprio Deus e seus propósitos.

Aula II A Igreja, como uma entidade espiritual, espelha numa determinada localidade o próprio Deus e seus propósitos. Aula II A Igreja, como uma entidade espiritual, espelha numa determinada localidade o próprio Deus e seus propósitos. Por que a Igreja existe? Qual o seu propósito? Por que Deus a deixou no mundo? E pôs

Leia mais

Guia orientador de meditação bíblica diária Epístola aos Romanos (2)

Guia orientador de meditação bíblica diária Epístola aos Romanos (2) Pág. 1 Pessoal, ainda lembram o meu nome? Sou o Rômulo, membro da igreja em Roma e estou contando sobre uma carta que recebemos de um Sr. Paulo. Já mencionei que a recepção desta carta gerou o maior alvoroço

Leia mais

Andando na vontade de Deus você experimenta a vontade de Deus

Andando na vontade de Deus você experimenta a vontade de Deus Andando na vontade de Deus você experimenta a vontade de Deus Contribuição de Pr. Oswaldo F Gomes 14 de outubro de 2010 igrejabatistaagape.org.br Andando na vontade de Deus você experimenta a vontade de

Leia mais

Curso de Teologia de Leigos

Curso de Teologia de Leigos Curso de Teologia de Leigos O MISTÉRIO DA CRIAÇÃO; DEUS MANTÉM E SUSTENTA A CRIAÇÃO; DEUS REALIZA O SEU PROJETO: A DIVINA PROVIDÊNCIA; A DIVINA PROVIDÊNCIA E AS CAUSAS SEGUNDAS; A DIVINA PROVIDÊNCIA E

Leia mais

Objeto de estudo: Os livros Apócrifos!

Objeto de estudo: Os livros Apócrifos! Objeto de estudo: Os livros Apócrifos! Versículo-chave: 2Pe 1.21 porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto, homens santos falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito

Leia mais

IGREJA. Sua Natureza

IGREJA. Sua Natureza IGREJA Sua Natureza A igreja é a comunidade de todos os cristãos de todos os tempos. Wayne Grudem A igreja é o novo Israel de Deus que revela nesse tempo Sua glória Thiessen A igreja é a a assembléia dos

Leia mais

Necessidade da Expiação

Necessidade da Expiação Introdução à 22/08/2011 A doutrina de Cristo segundo as escrituras Necessidade da Expiação O que as escrituras afirmam sobre a morte de Cristo? 1.Em função de sua santidade e retidão Deus deve punir o

Leia mais

Prefácio aos alunos...7 APRESENTAÇÃO À IGREJA...9. Lição 25 A identidade da Igreja Lição 28 As celebrações da Igreja Batismo nas Águas...

Prefácio aos alunos...7 APRESENTAÇÃO À IGREJA...9. Lição 25 A identidade da Igreja Lição 28 As celebrações da Igreja Batismo nas Águas... SUMÁRIO Prefácio aos alunos...7 APRESENTAÇÃO À IGREJA...9 Lição 25 A identidade da Igreja... 10 Lição 26 As marcas da Igreja... 15 Lição 27 Os ministérios da Igreja...19 Lição 28 As celebrações da Igreja

Leia mais

De um modo geral as pessoas têm medo do futuro revelado no Apocalipse.

De um modo geral as pessoas têm medo do futuro revelado no Apocalipse. INTRODUÇÃO De um modo geral as pessoas têm medo do futuro revelado no Apocalipse. O período da Grande Tribulação parece sombrio, mas qual deve ser nosso olhar para esse período. O propósito deste livro

Leia mais

DEUTERONÔMIO Devarim = םירבד

DEUTERONÔMIO Devarim = םירבד DEUTERONÔMIO דברים = Devarim Autor e Data Autor Deuteronômio identifica o conteúdo do livro com Moisés: Estas são as palavras que Moisés falou a todo o Israel (1.1). Moisés escreveu esta Lei, e a deu aos

Leia mais

INTRODUÇÃO - A salvação do homem por Cristo Jesus era um mistério que só foi plenamente revelado com a encarnação do Verbo.

INTRODUÇÃO - A salvação do homem por Cristo Jesus era um mistério que só foi plenamente revelado com a encarnação do Verbo. INTRODUÇÃO - A salvação do homem por Cristo Jesus era um mistério que só foi plenamente revelado com a encarnação do Verbo. - O primeiro a pregar o evangelho ao homem foi o próprio Deus no Éden. I O PROTOEVANGELHO

Leia mais

O AUTOR ROMANOS. Contextos e Particularidades AULA 1 INTRODUÇÃO. Objetivos do Curso PAULO. O Apóstolo Paulo. Fortalecimento da Fé (2Pe 1:1-10)

O AUTOR ROMANOS. Contextos e Particularidades AULA 1 INTRODUÇÃO. Objetivos do Curso PAULO. O Apóstolo Paulo. Fortalecimento da Fé (2Pe 1:1-10) ROMANOS AULA 1 A REVELAÇÃO E A APLICAÇÃO DA JUSTIÇA DE DEUS Professor: Vlademir Hernandes vlademir@ibcu.org.br 1 2 Objetivos do Curso Fortalecimento da Fé (2Pe 1:1-10) Conhecimento frutífero Capacitação

Leia mais

Dom redentivo. Santa Convocação Lisandro I. Abulatif. A fonte de todo dom perfeito é Deus (Tg 1.17):

Dom redentivo. Santa Convocação Lisandro I. Abulatif. A fonte de todo dom perfeito é Deus (Tg 1.17): Santa Convocação - 2016 Lisandro I. Abulatif Contextualização A fonte de todo dom perfeito é Deus (Tg 1.17): Diversidade: beleza na complementariedade (Ef 3.10) Toda a criação foi concebida para ser dada

Leia mais

TEOLOGIA BÍBLICA DE MISSÕES

TEOLOGIA BÍBLICA DE MISSÕES TEOLOGIA BÍBLICA DE MISSÕES O Pentateuco e Missões O palco: criação e queda. Os primórdios da humanidade Chamado de Abraão A Lei Israel e Missões (Livros Históricos) 1. Um povo 2. Uma nação 3. Um reino

Leia mais

A Aliança do povo hebreu com o Senhor

A Aliança do povo hebreu com o Senhor A Aliança do povo hebreu com o Senhor Não é fácil orientar-se numa floresta quando não se têm caminhos, nem trilhas. A Bíblia é como uma floresta e, se não conhecermos o caminho, facilmente poderemos nos

Leia mais

O Espírito Santo. Ontem e Hoje

O Espírito Santo. Ontem e Hoje O Espírito Santo Ontem e Hoje E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco, o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não no vê, nem

Leia mais

OA salvação do homem por Cristo Jesus era um mistério que só foi plenamente revelado com a encarnação do Verbo.

OA salvação do homem por Cristo Jesus era um mistério que só foi plenamente revelado com a encarnação do Verbo. OA salvação do homem por Cristo Jesus era um mistério que só foi plenamente revelado com a encarnação do Verbo. OO primeiro a pregar o evangelho ao homem foi o próprio Deus no Éden. www.portalebd.org.br

Leia mais

Introdução e visão geral da História de Israel e dos textos do Antigo Testamento. Jörg Garbers Ms. de Teologia

Introdução e visão geral da História de Israel e dos textos do Antigo Testamento. Jörg Garbers Ms. de Teologia Introdução e visão geral da História de Israel e dos textos do Antigo Testamento Jörg Garbers Ms. de Teologia 29.06.2013 08:00-09:30 Saudação / Apresentação / Bibliografia / Recapitulação das narrativas

Leia mais

ESCATOLOGIA BÍBLICA. Apocalipse

ESCATOLOGIA BÍBLICA. Apocalipse ESCATOLOGIA BÍBLICA Apocalipse 7.9-17 A visão dos glorificados 9 Depois destas coisas, vi, e eis grande multidão que ninguém podia enumerar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, em pé diante do

Leia mais

Advento é uma palavra latina, ad-venio,

Advento é uma palavra latina, ad-venio, Advento -Tempo de preparação para o Natal - Advento é uma palavra latina, ad-venio, que significa aproximar-se, vir chegando aos poucos. Durante as quatro semanas do Advento preparamo-nos para o Natal.

Leia mais

Sumário PRIMEIRA PARTE: HISTÓRIA, HISTORIOGRAFIA E A BÍBLIA

Sumário PRIMEIRA PARTE: HISTÓRIA, HISTORIOGRAFIA E A BÍBLIA Sumário Prefácio...11 Cronologia simplificada dos períodos arqueológicos em Canaã...13 Reduções (siglas e abreviaturas)...15 PRIMEIRA PARTE: HISTÓRIA, HISTORIOGRAFIA E A BÍBLIA Capítulo 1 A história bíblica

Leia mais

INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE - Trimestre temático O desafio da evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura.

INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE - Trimestre temático O desafio da evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura. INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE - Trimestre temático O desafio da evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura. - A Igreja foi criada para dar seguimento ao ministério

Leia mais

FP1 ACAMPOU ENTRE NÓS LEITURAS BÍBLICAS PARA ESCUTEIROS PEDAGÓGICAS FERRAMENTAS

FP1 ACAMPOU ENTRE NÓS LEITURAS BÍBLICAS PARA ESCUTEIROS PEDAGÓGICAS FERRAMENTAS FP1 FERRAMENTAS PEDAGÓGICAS A presente publicação resulta da tradução de uma publicação do Comité Católico do Escutismo Egípcio que visa facultar um rápido acesso a leituras bíblicas de acordo com palavraschave

Leia mais

Temas vistos até aqui

Temas vistos até aqui O Magnífico Espírito Santo de Deus AULA 5 Professor: Vlademir Hernandes IBCU - Escola Bíblica Out / Nov - 2013 O ESPÍRITO SANTO E O SENHOR JESUS CRISTO PARTE 2 A sinergia e interação entre eles A simbologia

Leia mais

Interpretando o Apocalipse Por Pastor Luiz Antonio.

Interpretando o Apocalipse Por Pastor Luiz Antonio. Interpretando o Apocalipse Por Pastor Luiz Antonio. VERSÍCULOS DE 12 A 16. 12. E virei-me para ver quem falava comigo. E virando-me, vi sete castiçais de ouro. 13. E no meio dos sete castiçais um semelhante

Leia mais

Romanos, Paulo diz qual a motivação que o levou a escrever a epístola à igreja em Roma. visando evangelizar o ocidente do Império Romano.

Romanos, Paulo diz qual a motivação que o levou a escrever a epístola à igreja em Roma. visando evangelizar o ocidente do Império Romano. O No capítulo 15 da carta aos Romanos, Paulo diz qual a motivação que o levou a escrever a epístola à igreja em Roma. O Paulo escreve a carta aos Romanos visando evangelizar o ocidente do Império Romano.

Leia mais

Prof. Davi Merkh. Buscai, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus, e Sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas Mt 6.

Prof. Davi Merkh. Buscai, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus, e Sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas Mt 6. O JOVEM E SEU FUTURO: Construindo uma Vida com Propósito O Jovem e Seu Futuro 1. O Jovem com Propósito (Gn 1) 2. O Jovem e Seu Futuro Lar (Gn 2) 3. O Jovem e a Vontade de Deus Prof. Davi Merkh Buscai,

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIRO ON LINE

CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIRO ON LINE CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIRO ON LINE AULA 3: PARACLETOLOGIA Baseado em Jeremias 9: 24, a Igreja Pentecostal Deus é Amor oferece a você, obreiro, a oportunidade aprofundar seu conhecimento na palavra de

Leia mais

AULA 02. Pr. Wellington Almeida

AULA 02. Pr. Wellington Almeida Pr. Wellington Almeida RELATÓRIOS DE LEITURAS LIVRO AUTOR pg / cap ENTREGA 1º Atos dos Apóstolos Ellen White cap. 1, 2, 3 12/04 2º Teologia e metodologia da missão Elias Brasil de Souza pag. 3-27 31/07

Leia mais

Expressão profética. Santa Convocação Relembrando. Mandato de domínio; Guerra de ofertas; Dom redentivo; Propósito contributivo; 12/02/2016

Expressão profética. Santa Convocação Relembrando. Mandato de domínio; Guerra de ofertas; Dom redentivo; Propósito contributivo; 12/02/2016 Santa Convocação - 2016 Lisandro I. Abulatif Relembrando Mandato de domínio; Guerra de ofertas; Dom redentivo; Propósito contributivo; Santa Convocação - 2016 2 1 Profecia Naba: Borbulhar para fora, como

Leia mais

DEUS É BOM E IMUTÁVEL

DEUS É BOM E IMUTÁVEL Eu,, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, envio saudações a todo o povo de Deus espalhado pelo mundo inteiro. DEUS É BOM E IMUTÁVEL INTRODUÇÃO Não podemos perder de vista nunca que apesar de todas as

Leia mais

Aula 2. Até sexta, pela Graça de Deus, bons estudos.

Aula 2. Até sexta, pela Graça de Deus, bons estudos. Aula 2 Prezados professores, estou enviando os slides ( texto definitivo) da nossa aula 2 baseada nos capítulos 2, 10 e 12 do nosso livro e na nossa confissão de fé. Sugerimos que leiam novamente os três

Leia mais

- Um compromisso de oração que vai mudar a sua vida -

- Um compromisso de oração que vai mudar a sua vida - 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 - Um compromisso de oração que vai mudar a sua vida - Dia 0 - Tempo de adoração e gratidão Leitura Bíblica: Ap. Motivos de Oração: Agradeça pela salvação, família,

Leia mais

Tornando a bíblia relevante no presente século.

Tornando a bíblia relevante no presente século. Tornando a bíblia relevante no presente século. Ao todo teremos três aulas para discutir tópicos especiais dentro da temática da hermenêutica bíblica e suas implicações na modernidade. 1º Um convite à

Leia mais

Judaísmo A mais antiga religião monoteísta. Ana Paula N. Guimarães

Judaísmo A mais antiga religião monoteísta. Ana Paula N. Guimarães Judaísmo A mais antiga religião monoteísta Ana Paula N. Guimarães O que é o judaísmo? A mais antiga religião das três principais e maiores religiões monoteístas Judaísmo Cristianismo (maior em quantidade

Leia mais

Panorama do Antigo Testamento. Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 7

Panorama do Antigo Testamento. Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 7 Panorama do Antigo Testamento Escola Bíblica IECI 1º Semestre de 2015 Aula 7 RECAPITULAÇÃO - AT RECAPITULAÇÃO - AT RECAPITULAÇÃO - AT CRONOLOGIA DO AT CRONOLOGIA DO AT 1. Da criação a Abraão (criação 2000

Leia mais