Le Lis Blanc inicia o ano com crescimento de 32% nas receitas brutas, 18,5% nas vendas de lojas comparáveis e 26% em EBITDA ajustado 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Le Lis Blanc inicia o ano com crescimento de 32% nas receitas brutas, 18,5% nas vendas de lojas comparáveis e 26% em EBITDA ajustado 1"

Transcrição

1 Le Lis Blanc inicia o ano com crescimento de 32% nas receitas brutas, 18,5% nas vendas de lojas comparáveis e 26% em EBITDA ajustado 1 São Paulo, Brasil, 15 de maio de A Le Lis Blanc Deux Comércio e Confecção de Roupas S.A. ( Le Lis Blanc ) (LLIS3), empresa de varejo de moda premium, anuncia seus resultados do primeiro trimestre de 2008 (). As informações financeiras e operacionais a seguir, exceto onde indicado, são apresentadas de acordo com a legislação Societária Brasileira e em milhares de Reais (R$). As comparações referem-se aos resultados do mesmo período de 2007 () ou conforme indicado. Contato Relações com Investidores Marcelo Moojen Epperlein (Diretor Financeiro e de Relações com Investidores) Tel.: Fax.: Rua Oscar Freire, nos e CEP São Paulo SP Brasil Teleconferência de Resultados Em Português Data: 16 de maio de 2008 (sexta-feira) Horário: 10h00 (horário de Brasília) / 09h00 (horário de NY) Telefone de conexão: +55 (11) Código de acesso: Le Lis Blanc Telefone para replay: +55 (11) (código: Le Lis Blanc) Em Inglês Data: 16 de maio de 2008 (sexta-feira) Horário: 11h00 (horário de Brasília) / 10h00 (horário de NY) Telefone de conexão: +1 (973) Código de acesso: Telefone para replay: +1 (706) (código: ) Destaques do Período Inauguração de 8 lojas próprias em 60 dias, entre 7 de março e 6 de maio. Investimentos em infra-estrutura e pessoal para implantação do plano de expansão. Crescimento de 31,8% na Receita Bruta no primeiro trimestre de 2008 (), totalizando R$57,1 milhões, comparado com R$43,3 milhões no primeiro trimestre de 2007 (). Crescimento das vendas brutas em lojas comparáveis 2 (same-store sales) de 18,5% no. Aumento de 10,1% na receita líquida por metro quadrado das lojas maduras, alcançando R$9.225/m 2 no, em comparação a R$8.382/m 2 no. Crescimento de 34,7% no lucro bruto, passando de R$18,1 milhões no para R$24,4 milhões no. A margem bruta aumentou de 58,9% para 60,8% no mesmo período. Aumento de 26,0% em nosso EBITDA ajustado 1, passando de R$5,5 milhões no para R$7,0 milhões no. Crescimento de 16,7% no lucro líquido ajustado excluindo amortização do ágio, que passou de R$3,5 milhões no para R$4,0 milhões no. 1 EBITDA ajustado para despesas do IPO e despesas extraordinárias. 2 São consideradas lojas comparáveis as nossas lojas próprias a partir de seu 13º mês de operação. O crescimento das vendas brutas em lojas comparáveis entre dois períodos é baseado nas vendas brutas das lojas próprias que estavam em operação durante ambos os períodos que estão sendo comparados e, se uma loja própria estiver incluída no cálculo de vendas de lojas comparáveis por apenas uma parte de um dos dois períodos comparados, então essa loja será incluída no cálculo da parcela correspondente do outro período. Quando a operação de uma loja própria é descontinuada, as vendas dessa loja são excluídas do cálculo das nossas vendas de lojas comparáveis para os períodos comparados. Quando uma loja própria tem sua área de vendas ampliada em mais de 15%, as vendas dessa loja não são consideradas no cálculo até o 13 o mês após a conclusão dessa expansão. 1

2 Destaques do Resultado Consolidado Desempenho Operacional de Lojas Durante o primeiro trimestre de 2008 (), continuamos nosso plano de expansão baseado no crescimento do número de lojas próprias. Inauguramos 1 nova loja própria em março de 2008 na cidade de Brasília e, até 06 de maio de 2008, inauguramos outras 5 lojas próprias novas: 2 lojas localizadas na cidade de São Paulo, 1 loja na cidade de Brasília 1 loja na cidade de Fortaleza 1 loja na cidade de Ribeirão Preto Adicionalmente, expandimos 2 lojas próprias existentes: 1 loja localizada na cidade de São Paulo (passando de 377m 2 para 600m 2 ) 1 loja na cidade de Curitiba (passando de 158m 2 para 351m 2 ) Considerando as novas lojas próprias e as expansões de lojas existentes, inauguramos 8 lojas no período compreendido entre os dias 07 de março e 06 de maio de Possuíamos 12 lojas próprias e 13 lojas licenciadas ao final do. Atualmente, contamos com 17 lojas próprias e 13 lojas licenciadas. Sete lojas licenciadas foram fechadas durante o, uma vez que estamos inaugurando lojas próprias nas mesmas cidades. A nossa área de vendas das lojas próprias ao final do era de 4.432m 2, em comparação com 3.114m 2 ao final do e 3.972m 2, ao final de Em 06 de maio de 2008, nossa área de vendas das lojas próprias totalizava 7.167m 2. Nossa área média por loja foi ampliada (passando de 283m 2 no para 369m 2 no e alcançando 422m 2 atualmente). Nossas novas lojas oferecem mais espaço para expor um mix de produtos mais amplo, especialmente nossas linhas de vestidos de festas e acessórios. 4T07 06 de maio de 2008 Número de lojas próprias Número de lojas licenciadas Número de lojas total Área de vendas das lojas próprias (m 2 ) Área de vendas das lojas licenciadas (m 2 ) Área de vendas Total (m 2 ) Receita Bruta Nossa receita bruta do foi de R$57,1 milhões, comparado com R$43,3 milhões do, representando um aumento de 31,8%. O significativo aumento das vendas deste trimestre, quando comparado ao, deve-se, principalmente, ao aumento em volume de vendas nas lojas próprias e para lojas multimarcas (atacado), que mais do que compensou o fechamento de seis lojas licenciadas (em preparação para abertura de lojas próprias). Historicamente, o primeiro trimestre caracteriza-se por menores volumes de vendas, em função das férias de 2

3 verão e Carnaval. Evolução da Receita Bruta (em R$ milhões) Outros 0,6 Lojas Multimarcas Lojas Licenciadas 43,3 4,1 9,3 31,8% 0,7 57,1 9,0 7,0 / +10,7% +121,3% -25,4% Lojas Próprias 29,3 40,5 +38,1% Lojas próprias A receita bruta de lojas próprias cresceu 38,1% no em comparação com o. Esse aumento ocorreu devido a: Crescimento das vendas brutas em lojas comparáveis (same-store sales) de 18,5% Crescimento da área total de vendas das lojas próprias (passando de m 2 ao final do para m 2 no, representando um aumento de 42,3%). Essa variação ocorreu devido, principalmente, a: 1. Expansão da loja da Rua Oscar Freire (São Paulo) em outubro de 2007, que absorveu nossa loja específica da Linha Casa (artigos para decoração); 2. Abertura das lojas do Shopping Fashion Mall (Rio de Janeiro) em novembro de 2007; e 3. Inauguração da loja no Brasília Shopping (Brasília) em março de / Receita Bruta de lojas próprias (R$ milhares) ,1% Crescimento das vendas brutas em lojas comparáveis (% sobre o mesmo período do ano anterior) 18,0% 18,5% 0,5 p.p. Lojas licenciadas A receita bruta de lojas licenciadas decresceu no em comparação com o, em função de nossa estratégia de substituir algumas lojas licenciadas por lojas próprias (uma vez que as últimas apresentam margens superiores). O número de lojas licenciadas diminuiu de 20 para 13 lojas, pois estamos em processo de abertura de lojas próprias nas cidades onde as lojas licenciadas foram desativadas. Como conseqüência disso, a receita bruta apresentou redução de 25,4% no em comparação com o. 3

4 Lojas multimarcas A receita bruta na venda para lojas multimarcas cresceu 121,3% no em comparação com o, devido ao aumento em número de unidades vendidas para as lojas multimarcas (estamos presentes em aproximadamente 160 lojas espalhadas por todo o território brasileiro). Esse resultado foi alcançado a partir de nosso trabalho e priorização deste canal de distribuição, considerado estratégico para atender cidades onde julgamos que ainda não há potencial para a abertura de uma loja própria. Receita Líquida Nossa receita líquida do foi de R$40,1 milhões, comparado com R$30,7 milhões do, representando um aumento de 30,5%. Nossa receita líquida por metro quadrado das lojas maduras 3 2do cresceu 10,1% em relação ao, atingindo R$9.225/m 2 no trimestre, contra R$8.382/m 2 no. Nossa receita líquida por metro quadrado de todas as lojas próprias diminuiu 13,6% (passando de R$7.809/m 2 no para R$6.749/m 2 no ), uma vez que possuíamos cinco lojas com menos de 12 meses de idade durante o e que, portanto, ainda não eram lojas maduras: Lucro Bruto Shopping Iguatemi - Porto Alegre (inaugurada em fevereiro de 2007) Shopping Rio Leblon - Rio de Janeiro (inaugurada em março de 2007) Rua Oscar Freire - São Paulo (expansão em outubro de 2007) Shopping Fashion Mall - Rio de Janeiro (inaugurada em novembro de 2007) Brasília Shopping Brasília (inaugurada em março de 2008). Nosso lucro bruto do foi de R$24,4 milhões, comparado com R$18,1 milhões do, representando um aumento de 34,7%. Esse aumento, superior ao aumento da receita líquida, representou um crescimento de 1,9 pontos percentuais de margem bruta, elevando-se de 58,9% para 60,8% das receitas líquidas. Essa diferença deve-se a alteração do mix de vendas por canal de distribuição, uma vez que as vendas através de lojas próprias passaram de 67,6% da receita bruta total no para 70,8% no e essas apresentam uma margem bruta superior àquela dos demais canais. Essa mudança reflete nossa estratégia de focar as vendas através de lojas próprias, obtendo margens operacionais superiores. Nossa margem bruta do primeiro trimestre é afetada por uma das duas promoções que realizamos por ano (ao final de cada coleção principal). Despesas com Vendas, Gerais e Administrativas Nossas despesas com vendas aumentaram de R$6,9 milhões no para R$12,9 milhões no, em função do crescimento das despesas com pessoal em preparação para nosso plano de expansão. Os principais fatores que influenciaram esse crescimento foram: Aumento de headcount em nossas lojas (185 funcionários), principalmente nas lojas novas e expandidas. Parte deste contingente (funcionários de apoio) recebe salários fixos, enquanto os vendedores são comissionados; Crescimento das despesas com comissões de vendas para vendedores em nossas lojas próprias, uma vez que as vendas através de lojas próprias cresceram 38,1%; Aumento de headcount na retaguarda (86 funcionários), principalmente nas áreas de Logística, Supervisão de Lojas, Recursos Humanos, Financeiro e Estilo. Uma parte deste aumento deu-se por conta da absorção de serviços anteriormente terceirizados; 3 Consideramos maduras nossas lojas próprias a partir de seu 13º mês de operação. A receita líquida por metro quadrado das lojas maduras é o resultado da soma das receitas líquidas destas lojas dividida pela soma das áreas médias de vendas das mesmas no período. Quando a operação de uma loja é descontinuada ou quando tal loja tem sua área de vendas ampliada em mais de 15%, as vendas e a área destas lojas não são consideradas para o cálculo. 4

5 Aumento de salários para determinados cargos na empresa, ao final de 2007; e Dissídio de 6% para todos os funcionários, em setembro de Acreditamos ter uma equipe de retaguarda preparada para o crescimento no número de lojas próprias que esperamos alcançar até o final de Nossas despesas gerais e administrativas diminuiram 2,9%, passando de R$6,0 milhões no para R$5,8 milhões no. Desconsiderando as despesas extraordinárias, nossas despesas gerais e administrativas totalizaram R$4,8 milhões no, representando uma redução de R$1,2 milhão em relação ao. Esta redução ocorreu devido, principalmente, à contratação de novos funcionários visando à absorção, por parte da Le Lis Blanc, de alguns serviços anteriormente terceirizados e que atualmente estão onerando as despesas com vendas. Incorremos em R$1,0 milhão em despesas extraordinárias, durante o, principalmente relacionadas às inaugurações de lojas. Também pagamos um bônus extraordinário não provisionado de R$0,3 milhão, para alguns de nossos funcionários, relacionado ao IPO. Pretendemos pagar um bônus de IPO adicional para outros funcionários no segundo trimestre de EBITDA, EBITDA Ajustado e Margem EBITDA Nosso EBITDA 43 ajustado (desconsiderando as despesas com IPO e despesas extraordinárias) foi de R$7,0 milhões, representando um aumento de 26,0% em relação ao. Evolução do EBITDA ajustado (em R$ milhões) 7,0 26,0% 5,5 Entre o final de 2007 e o contratamos uma parcela significativa dos funcionários de retaguarda que acreditamos serem necessários para a implantação de nosso plano de expansão em 2008 e Apesar deste aumento de despesas, nosso EBITDA ajustado cresceu 26,0% entre e e nossa margem EBITDA ajustada foi de 17,3% da receita líquida (contra 17,9% no ). 4 Lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização 5

6 / Lucro Líquido ,8% (+) Despesas financeiras, líquidas ,0% (+) Imposto de renda e contribuição social ,6% (+) Depreciação e amortização ,4% (+) Outras receitas não operacionais, líquidas - - NA EBITDA ,7% (+) Despesas com IPO NA (+) Despesas extraordinárias NA EBITDA ajustado ,0% Margem EBITDA ajustada 17,9% 17,3% NA Depreciação, Amortização e Resultado Financeiro Nossa depreciação e amortização cresceram de R$0,3 milhões no para R$0,7 milhões no, principalmente em função de: Aumento em ativos imobilizados, devido principalmente aos investimentos em construção e reforma de lojas próprias; e Amortização de ativos decorrentes de gastos com a substituição de lojas licenciadas por lojas próprias. Nossa despesa financeira líquida apresentou um aumento de R$1,58 milhões, passando de R$0,07 milhão em para R$1,65 milhões no. Esse aumento deveu-se ao endividamento incorrido antes do IPO para início de nosso plano de expansão de 2008 (construção de novas lojas próprias, ampliação de lojas próprias existentes e gastos com a substituição de lojas licenciadas por lojas próprias) e pagamento de dividendos. Toda nossa dívida foi quitada com parte dos recursos provenientes de nossa oferta pública de ações. Lucro Líquido e Lucro Líquido Ajustado Excluindo a Amortização do Ágio Nosso lucro líquido ajustado (excluindo despesas relacionadas ao IPO e despesas extraordinárias) foi de R$3,0 milhões. Considerando R$1,1 milhão de economia tributária decorrente de amortização de ágio, nosso lucro líquido ajustado excluindo a amortização do ágio (cash earnings) totalizou R$4,0 milhões, comparado a R$3,5 milhões no mesmo período de 2007, representando um crescimento de 16,7%. / Lucro Líquido ,8% (+) Despesas com IPO NA (+) Despesas extraordinárias NA (+) IR sobre despesas extraordinárias - (632) NA Lucro Líquido ajustado ,4% (+) Amortização do benefício fiscal do ágio NA Lucro Líquido ajustado excluindo a amortização do ágio ,7% % Receita Líquida 11,3% 10,1% NA Nosso lucro líquido ajustado excluindo a amortização do ágio no inclui R$1,6 milhões de despesas financeiras associadas aos empréstimos e financiamentos totalmente quitados em 02 6

7 de maio de 2008, utilizando parte dos recursos provenientes de nossa oferta pública de ações. Disponibilidades Líquidas Durante o, incorremos em dívidas de forma a implantar nosso plano de expansão de 2008 e pagar dividendos. Ao final do, possuíamos R$59,8 milhões de dívida líquida. Utilizando parte dos recursos provenientes de nossa oferta pública de ações, quitamos todos os nossos empréstimos e financiamentos. Em 14 de maio de 2008, possuímos R$78,1 milhões de disponibilidades líquidas. 14 de maio 4T07 de 2008 Caixa e disponibilidades Empréstimos e Financiamentos de curto prazo - (855) (40.497) - Empréstimos e Financiamentos de longo prazo - (4.245) (21.972) - Disponibilidades Líquidas (3.569) (59.820) Investimentos No, investimos R$12,6 milhões em ativos fixos, dos quais R$11,8 milhões foram alocadas para a construção de novas lojas próprias, ampliação de lojas próprias existentes e gastos com a substituição de lojas licenciadas por lojas próprias. Esses investimentos incluem as lojas próprias inauguradas no e até 15 de maio de 2008 (8 lojas próprias). Foram investidos R$0,4 milhão em móveis e utensílios para nossas lojas e nosso centro de distribuição, R$0,3 milhão em máquinas e equipamentos e R$0,1 milhão em outros ativos. Sumário dos investimentos no Total = R$12,6 milhões Investimentos em lojas 93,5% Móveis e 3,2% utensílios 2,2% Máquinas e equipamentos 1,1% Outros 7

8 Sobre a Le Lis Blanc A Le Lis Blanc é uma das principais empresas varejistas do setor de vestuário e acessórios de moda feminina de alto padrão no Brasil. Nossos clientes são principalmente mulheres com alto poder aquisitivo, entre 20 e 55 anos de idade, que procuram produtos inspirados nas últimas tendências internacionais. Nós desenvolvemos uma ampla linha de produtos (aproximadamente itens por ano) para diversas ocasiões. Criamos nossos produtos de vestuário e acessórios e contratamos fornecedores e oficinas de costura para sua produção. Comercializamos, atualmente, nossos produtos por meio de 17 lojas próprias e 13 lojas licenciadas, bem como vendemos nossos produtos para aproximadamente 160 lojas multimarcas. Promovemos o conceito da nossa marca em todos os aspectos de nossos negócios, por meio de nossos produtos de alto-padrão, da experiência de compra em nossas lojas, de nosso atendimento diferenciado e de nossa revista. Nossa forte presença e posição de destaque no mercado brasileiro são demonstradas pelo número de prêmios que recebemos ao longo dos anos, incluindo o prêmio ALSHOP na categoria Moda Feminina por quatro anos consecutivos, e o prêmio ALSHOP/VISA por três anos consecutivos na categoria Moda Feminina, tendo recebido o título Hors Concours nessas categorias. Aviso legal As informações no relatório de desempenho não diretamente derivadas das demonstrações financeiras como, por exemplo, informações sobre o mercado e cálculo do EBITDA, EBITDA ajustado, Lucro líquido ajustado, Lucro líquido ajustado excluindo a amortização do ágio, receita líquida por metro quadrado, assim como informações financeiras posteriores a 31 de março de 2008 não foram objeto de revisão especial pelos auditores independentes. Declarações ora feitas sobre eventos futuros estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições de nossa Administração e informações a que a Companhia atualmente tem acesso. Declarações sobre eventos futuros incluem informações sobre nossas intenções, crenças ou expectativas atuais da Companhia. As ressalvas com relação a declarações e informações acerca do futuro também incluem informações sobre resultados operacionais possíveis ou presumidos, bem como declarações que são precedidas, seguidas ou que incluem as palavras "acredita", "poderá", "irá", "continua", "espera", "prevê", "pretende", "planeja", "estima" ou expressões semelhantes. As declarações e informações sobre o futuro não são garantias de desempenho. Elas envolvem riscos, incertezas e suposições porque se referem a eventos futuros, dependendo, portanto, de circunstâncias que poderão ocorrer ou não. Os resultados futuros e a criação de valor para os acionistas poderão diferir de maneira significativa daqueles expressos ou sugeridos pelas declarações com relação ao futuro. Muitos dos fatores que irão determinar estes resultados e valores estão além da capacidade de controle ou previsão da Le Lis Blanc. Em linha com as melhores práticas de governança corporativa e fair disclosure, a Le Lis Blanc está em Período de Silêncio ( Quiet Period ), o qual se encerrará após a publicação do "Anúncio de Encerramento". 8

9 Balanço Patrimonial - Ativo 4T07 % do Total % do Total /4T07 Ativo circulante Disponibilidades , ,2 73,0 Contas a receber , ,3 14,2 Estoques , ,4 26,7 Créditos tributários , ,8 6,7 Despesas antecipadas ,2 - Outros créditos a receber 274 0, ,2 (12,8) Total do ativo circulante , ,2 23,1 Ativo não circulante Realizável a longo prazo Depósito judicial 17 0,0 17 0,0 - Créditos tributários , ,3 1,4 Permanente Imobilizado , ,1 91,4 Intangível , ,8 13,4 Diferido , ,6 36,6 Total do ativo não circulante , ,8 35,2 Total do ativo , ,0 27,9 9

10 Balanço Patrimonial Passivo e Patrimônio Líquido 4T07 % do Total % do Total /4T07 Passivo circulante Financiamento 855 0, , ,5 Fornecedores , ,1 51,0 Obrigações tributárias , ,9 (31,5) Obrigações trabalhistas , ,5 24,7 Contas a pagar com substituição de licenciadas , ,4 (82,2) Contas a pagar com acionista , ,4 - Outras contas a pagar , ,0 (13,8) Total do passivo circulante , ,6 151,4 Passivo não circulante Exigível a longo prazo Provisão para contingência 60 0,1 60 0,1 - Financiamento , ,6 417,6 Contas a pagar com acionista , ,7 (7,0) Contas a pagar com substituição de licenciadas 450 0,5 - - (100,0) Outras contas a pagar , ,0 (6,0) Total do passivo não circulante , ,3 126,0 Patrimônio líquido Capital social , ,8 - Reserva de capital , ,6 10,6 Reserva legal 200 0, ,2 - Lucros acumulados Reserva de lucros , ,5 (95,2) Total do passivo e patrimônio líquido , ,0 27,9 10

11 Demonstração do Resultado % da Receita Líquida % da Receita Líquida / Receita operacional bruta , ,5 31,8 Deduções de vendas Devoluções de vendas (2.086) (6,8) (3.388) (8,4) 62,4 Impostos incidentes (10.506) (34,2) (13.635) (34,0) 29,8 Receita operacional líquida , ,0 30,5 Custo dos produtos vendidos (12.629) (41,1) (15.722) (39,2) 24,5 Lucro bruto , ,8 34,7 (Despesas) e receitas operacionais: Despesas gerais e administrativas (5.990) (19,5) (5.818) (14,5) (2,9) Despesas com vendas (6.912) (22,5) (12.936) (32,3) 87,2 Despesas financeiras (737) (2,4) (1.851) (4,6) 151,2 Receitas financeiras 667 2, ,5 (69,1) Despesas de depreciação e amortização (289) (0,9) (686) (1,7) 137,4 Outras receitas e despesas 314 1,0 34 0,1 (89,2) Gastos com IPO - - (564) (1,4) - Resultado operacional , ,9 (46,5) Resultado não operacional Outras receitas não operacionais Lucro antes do imposto de renda e contribuição social , ,9 (46,5) Provisão p/ imposto de renda e contribuição social diferido - - (1.020) (2,5) - Provisão p/ imposto de renda e contribuição social sobre lucro (1.689) (5,5) - - (100,0) Lucro líquido , ,3 (49,8) EBITDA , ,7 (7,7) EBITDA ajustado , ,3 26,0 Lucro líquido ajustado excluindo a amortização do ágio , ,1 16,7 11

12 Fluxo de Caixa Das atividades operacionais / Lucro líquido (49,8) Ajustes para reconcliar o lucro líquido ao caixa líquido gerado nas atividades operacionais ,6 Depreciações e amortizações ,4 Despesa de juros Provisão para perda em estoque - (162) - Imposto de renda e contribuição social diferidos Mudanças nos ativos e passivos (4.012) (10.411) Contas a receber de clientes (2.982) (3.584) 20,2 Estoques (3.780) (6.422) 69,9 Outros créditos (13) (1.361) ,2 Fornecedores ,8 Contas a pagar com substituição de licenciadas 200 (2.524) (1.362,0) Contas a pagar com acionista - (414) - Obrigações tributárias 190 (2.133) (1.222,6) Obrigações trabalhistas ,1 Juros pagos financiamento - (100) - Outras contas a pagar 278 (338) (221,6) Caixa líquido utilizado nas atividades operacionais (257) (6.558) 2.451,8 Das atividades de investimento Acréscimo do imobilizado (3.067) (10.136) 230,5 Acréscimo do intangível (71) (271) 281,7 Acréscimo do diferido - (2.921) - Caixa líquido utilizado nas atividades de investimento (3.138) (13.328) 324,7 Das atividades de financiamento - Financiamento Pagamento de financiamento bancário - (5.000) - Distribuições de lucros (235) (35.896) ,9 Caixa líquido gerado nas atividades de financiamento (235) (9.037,9) Aumento/diminuição das disponibilidades (3.630) (130,8) Disponibilidades No início do exercício (80,3) No fim do exercício (35,8) Aumento/diminuição das disponibilidades (3.630) (130,8) 12

Resultados 1T07 10 de maio de 2007

Resultados 1T07 10 de maio de 2007 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 102% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 32% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 1T07. As demonstrações financeiras da Companhia são elaboradas

Leia mais

Conference Call Resultado 2T12

Conference Call Resultado 2T12 Conference Call Resultado 2T12 Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. 15 de agosto de 2012 Aviso Importante Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. ( Restoque ou Companhia ) Esta apresentação

Leia mais

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 AVISO Nesta apresentação nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2015 (1T15 ) Resultados 1T15. www.lojasrenner.com.br/ri Página 0 de 9

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2015 (1T15 ) Resultados 1T15. www.lojasrenner.com.br/ri Página 0 de 9 Resultados 1T15 www.lojasrenner.com.br/ri Página 0 de 9 LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float,

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE DE 2013 (4T13 ) LOJAS RENNER S.A.

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE DE 2013 (4T13 ) LOJAS RENNER S.A. LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float, sendo considerada a primeira corporação brasileira. Negociada

Leia mais

EARNINGS RELEASE 2T12 e 1S12

EARNINGS RELEASE 2T12 e 1S12 São Paulo, 15 de agosto de 2012 - A Inbrands S.A. ( Inbrands ou Companhia ), uma empresa de consolidação e gestão de marcas de lifestyle e moda premium do Brasil, anuncia hoje os resultados do segundo

Leia mais

Resultados 2005 Resultados 2005

Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 1T06 Bovespa: RSID3 NYSE (ADR): RSR2Y Receita Líquida alcança R$ 85,2 milhões VGV totaliza R$ 94,3 milhões Vendas contratadas crescem 63% São Paulo, 11 de maio

Leia mais

Apresentação d t ã de Resultados 3T07

Apresentação d t ã de Resultados 3T07 A t ã d Apresentação de Resultados 3T07 Agenda Eventos Recentes Destaques Estratégicos Destaques Financeiros Resultados Financeiros Guidance 2007 Guidance 2008 2 RESULTADOS 3T07 Os resultados referentes

Leia mais

A Geradora Aluguel de Máquinas S.A.

A Geradora Aluguel de Máquinas S.A. Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo Passivo e patrimônio líquido Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 17.488 25.888 Fornecedores e outras obrigações 17.561 5.153 Contas a receber

Leia mais

RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2013(1T13)

RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2013(1T13) LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float, sendo considerada a primeira corporação brasileira. Negociada

Leia mais

EARNINGS RELEASE 1T12

EARNINGS RELEASE 1T12 São Paulo, 16 de maio de 2012 - A Inbrands S.A. ( Inbrands ou Companhia ), uma empresa de consolidação e gestão de marcas de lifestyle e moda premium do Brasil, anuncia hoje os resultados do 1º trimestre

Leia mais

Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p.

Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p. Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p. No 1T15, a receita líquida totalizou R$ 5,388 bilhões, estável em relação ao 1T14 excluindo-se

Leia mais

CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX. Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009.

CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX. Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009. CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009. 1 DRE PRO-FORMA Com objetivo de haver comparabilidade na análise de resultados, os comentários de

Leia mais

Divulgação de Resultados - 1T13

Divulgação de Resultados - 1T13 Belo Horizonte, 25 de abril de 2013. A Arezzo&Co (BM&FBOVESPA: ARZZ3), líder no setor de calçados, bolsas e acessórios femininos no Brasil, divulga os resultados do 1º trimestre de 2013. As informações

Leia mais

SUBMARINO ANUNCIA RESULTADOS DO 1T2006, CRIAÇÃO DO SUBMARINO FINANCE E CONCLUSÃO DA OFERTA DE AÇÕES

SUBMARINO ANUNCIA RESULTADOS DO 1T2006, CRIAÇÃO DO SUBMARINO FINANCE E CONCLUSÃO DA OFERTA DE AÇÕES SUBMARINO ANUNCIA RESULTADOS DO 1T2006, CRIAÇÃO DO SUBMARINO FINANCE E CONCLUSÃO DA OFERTA DE AÇÕES São Paulo, 03 maio de 2006 - Submarino S.A. (Bovespa: SUBA3), empresa líder dentre aquelas que operam

Leia mais

Earnings Release 4T14

Earnings Release 4T14 Santo André, 05 de fevereiro de 2015: A CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A. (BM&FBOVESPA: CVCB3), maior operadora de turismo da América Latina, informa aos seus acionistas e demais participantes

Leia mais

Destaques do Trimestre

Destaques do Trimestre Resultados do 1T12 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira

Leia mais

LUCRO DO SUBMARINO SOBE 316% NO TERCEIRO TRIMESTRE 2005

LUCRO DO SUBMARINO SOBE 316% NO TERCEIRO TRIMESTRE 2005 LUCRO DO SUBMARINO SOBE 316% NO TERCEIRO TRIMESTRE 2005 São Paulo, 07 de Novembro de 2005 - O Submarino S.A. (Bovespa: SUBA3), empresa líder dentre aquelas que operam exclusivamente no varejo eletrônico

Leia mais

Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006.

Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006. Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006. São Paulo, 28 de fevereiro de 2007 - A Porto Seguro S.A. (Bovespa: PSSA3) anuncia seu resultado

Leia mais

Gerdau S.A. e Metalúrgica Gerdau S.A. Em 31 de dezembro de 2011 e 2010

Gerdau S.A. e Metalúrgica Gerdau S.A. Em 31 de dezembro de 2011 e 2010 54 RELATÓRIO ANUAL GERDAU 2011 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS RESUMIDAS Gerdau S.A. e Metalúrgica Gerdau S.A. Em 31 de dezembro de 2011 e 2010 GERDAU S.A. e empresas controladas BALANÇOS PATRIMONIAIS CONSOLIDADOS

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL REGIONAL JARAGUAENSE - FERJ BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE Valores expressos em Reais. ATIVO Notas 2010 2009

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL REGIONAL JARAGUAENSE - FERJ BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE Valores expressos em Reais. ATIVO Notas 2010 2009 BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE ATIVO Notas 2010 2009 CIRCULANTE Caixa e bancos 422.947 20.723 Contas a receber 4 698.224 903.098 Outras contas a receber 5 3.304.465 121.908 Estoques 14.070

Leia mais

Divulgação de resultados 3T13

Divulgação de resultados 3T13 Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre do ano de 2013 Rio de Janeiro, 13 de novembro de 2013. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no

Leia mais

Desempenho Econômico- Financeiro 1T15

Desempenho Econômico- Financeiro 1T15 Desempenho Econômico- Financeiro 1T15 Mensagem da Administração Senhores (as) Acionistas: Conforme mencionado no final do exercício de 2014, concluímos com pleno sucesso o processo que converteu em capital

Leia mais

Relações com Investidores

Relações com Investidores São Paulo, 14 de novembro de 2011 A Inbrands anuncia hoje os resultados do terceiro trimestre de 2011 (3T11). Bruno Medeiros CEO Relações com Investidores Arnaldo Faissol Mendes CFO e Diretor de RI Clarice

Leia mais

Gostaria agora de passar a palavra ao Sr. Alexandre Afrange, que iniciará a apresentação. Por favor, Sr. Afrange pode prosseguir.

Gostaria agora de passar a palavra ao Sr. Alexandre Afrange, que iniciará a apresentação. Por favor, Sr. Afrange pode prosseguir. Operadora: Bom dia, senhoras e senhores. Sejam bem-vindos à teleconferência dos resultados referentes ao 2T08 da Le Lis Blanc. Estão presentes conosco o Sr. Alexandre Afrange, Presidente, e o Sr. Marcelo

Leia mais

Resultados 3T10 e 9M10. 12/11/2010 > Relações com Investidores

Resultados 3T10 e 9M10. 12/11/2010 > Relações com Investidores Resultados 3T10 e 9M10 12/11/2010 > Relações com Investidores 1 Aviso Importante Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base e

Leia mais

LOJAS RENNER DIVULGA R$ 511,4 MILHÕES DE RECEITA LÍQUIDA TOTAL NO 3T08

LOJAS RENNER DIVULGA R$ 511,4 MILHÕES DE RECEITA LÍQUIDA TOTAL NO 3T08 LOJAS RENNER DIVULGA R$ 511,4 MILHÕES DE RECEITA LÍQUIDA TOTAL NO 3T08 Porto Alegre, 30 de outubro de 2008 LOJAS RENNER S.A. (Bovespa: LREN3), segunda maior rede de lojas de departamentos de vestuário

Leia mais

EARNINGS RELEASE 2T14

EARNINGS RELEASE 2T14 Receita Bruta de R$ 241,8 milhões no e R$ 533,9 milhões no 1S14 Ebitda de R$ 21,2 milhões no e R$ 51,4 milhões no 1S14 São Paulo, 13 de agosto de 2014 - A Inbrands S.A. ( Inbrands ou Companhia ), uma empresa

Leia mais

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012 Apresentação de Resultados 2T12 10 de agosto de 2012 Aviso Legal Esta apresentação contém certas declarações futuras e informações relacionadas à Companhia que refletem as visões atuais e/ou expectativas

Leia mais

Earnings Release 1T15

Earnings Release 1T15 Santo André, 05 de maio de 2015: A CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A. (BM&FBOVESPA: CVCB3), maior operadora de turismo das Américas, informa aos seus acionistas e demais participantes do mercado

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14 27 de fevereiro de 2015 Magazine Luiza Destaques 2014 Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Ajustado Luizacred Lucro Líquido Ajustado Crescimento da receita

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2015 (2T15 ) LOJAS RENNER S.A.

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2015 (2T15 ) LOJAS RENNER S.A. Resultados 2T15 LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float, sendo considerada a primeira corporação

Leia mais

ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS.

ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS. ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS. I. BALANÇO ATIVO 111 Clientes: duplicatas a receber provenientes das vendas a prazo da empresa no curso de suas operações

Leia mais

Resultados 3T06 8 de novembro de 2006

Resultados 3T06 8 de novembro de 2006 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 49% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 35% MARGEM DE EBITDA ATINGIU 29% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 3T06. As demonstrações financeiras

Leia mais

Abril Educação S.A. Informações Proforma em 30 de junho de 2011

Abril Educação S.A. Informações Proforma em 30 de junho de 2011 Abril Educação S.A. Informações Proforma em 30 de junho de 2011 RESULTADOS PRO FORMA NÃO AUDITADOS CONSOLIDADOS DA ABRIL EDUCAÇÃO As informações financeiras consolidadas pro forma não auditadas para 30

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 Americana SP, 23 de março de 2005 A VIVAX S.A. (Bovespa: VVAX11), ou Companhia, segunda maior operadora de TV a Cabo do Brasil, em número de assinantes, e uma das principais

Leia mais

Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010

Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010 Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010 Rio de Janeiro, 16 de agosto de 2010. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no mercado de

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 São Paulo, 22 de março de 2012 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis

Leia mais

RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 1T10 156.512.000,00

RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 1T10 156.512.000,00 RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 156.512.000,00 Resultados do RESULTADOS São Paulo, 14 de maio de 2010 A BRADESPAR [BM&FBOVESPA: BRAP3 (ON), BRAP4 (PN); LATIBEX: XBRPO (ON), XBRPP (PN)]

Leia mais

Destaques do Período. Crescimento de dois dígitos em Reservas Confirmadas e Embarcadas, EBITDA e Lucro Líquido Ajustado no 2T15

Destaques do Período. Crescimento de dois dígitos em Reservas Confirmadas e Embarcadas, EBITDA e Lucro Líquido Ajustado no 2T15 Santo André, 05 de Agosto de 2015: CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A. (BM&FBOVESPA: CVCB3), maior operadora de turismo das Américas, informa aos seus acionistas e demais participantes do mercado

Leia mais

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas)

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas) TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas) Para maiores informações, contatar: Daniel de Andrade Gomes TELEFÔNICA

Leia mais

RESULTADOS 3T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 4 de novembro de 2011

RESULTADOS 3T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 4 de novembro de 2011 RESULTADOS 3T11 Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades 4 de novembro de 2011 ELETRO GPA ALIMENTAR AGENDA RESULTADOS Supermercados Proximidade Atacarejo Postos e Drogarias Hipermercado Lojas Especializadas

Leia mais

Banco Santander (Brasil) S.A.

Banco Santander (Brasil) S.A. Banco Santander (Brasil) S.A. Resultados em BR GAAP 4T14 3 de Fevereiro de 2015 INFORMAÇÃO 2 Esta apresentação pode conter certas declarações prospectivas e informações relativas ao Banco Santander (Brasil)

Leia mais

Teleconferência Resultados 3T10

Teleconferência Resultados 3T10 Teleconferência Resultados 3T10 Sexta-feira, 5 de Novembro de 2010 Horário: 14:00 (horário de Brasília) 12:00 (horário US EDT) Tel: + 55 (11) 4688-6361 Código: LASA Replay: + 55 (11) 4688-6312 Código:

Leia mais

3 T 10 RESULTADOS DO 3T10. Dados em 30/09/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 13,20. Valor de Mercado R$ 291,2 milhões

3 T 10 RESULTADOS DO 3T10. Dados em 30/09/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 13,20. Valor de Mercado R$ 291,2 milhões 3 T 10 Passo Fundo, 5 de novembro de 2010 A Grazziotin (BM&FBOVESPA: CGRA3 e CGRA4), empresa de comércio varejista do segmento de vestuário e utilidades domésticas, localizada na região sul do país, divulga

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA (DFC)

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA (DFC) 1 de 5 31/01/2015 14:52 DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA (DFC) A Demonstração do Fluxo de Caixa (DFC) passou a ser um relatório obrigatório pela contabilidade para todas as sociedades de capital aberto

Leia mais

Brasil Brokers divulga seus resultados do 4º Trimestre de 2009

Brasil Brokers divulga seus resultados do 4º Trimestre de 2009 Brasil Brokers divulga seus resultados do 4º Trimestre de 2009 Rio de Janeiro, 10 de março de 2010. A Brasil Brokers Participações S.A. (Bovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no mercado de intermediação

Leia mais

Apresentação dos Resultados 2T06

Apresentação dos Resultados 2T06 Apresentação dos Resultados 2T06 Aviso Legal Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

LIGHT ENERGIA S.A. 1º TRIMESTRE DE 2014

LIGHT ENERGIA S.A. 1º TRIMESTRE DE 2014 Rio de Janeiro, 15 de maio de 2014. LIGHT ENERGIA S.A. 1º TRIMESTRE DE 2014 Desempenho Operacional O total de venda, líquida da compra de energia, no primeiro trimestre de 2014 foi equivalente a 1.264,1

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2015 Magazine Luiza Destaques do Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Luizacred Lucro Líquido Ganhos de market share, principalmente em tecnologia Receita

Leia mais

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos.

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos. São Paulo, 13 de maio de 2013 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2012 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto

Leia mais

APRESENTAÇÃO APIMEC. Março de 2015. Copyright Cielo Todos os direitos reservados

APRESENTAÇÃO APIMEC. Março de 2015. Copyright Cielo Todos os direitos reservados APRESENTAÇÃO APIMEC Março de 2015 Copyright Cielo Todos os direitos reservados A COMPANHIA FAZ DECLARAÇÕES SOBRE EVENTOS FUTUROS QUE ESTÃO SUJEITAS A RISCOS E INCERTEZAS Tais declarações têm como base

Leia mais

Apresentação dos Resultados 3T06

Apresentação dos Resultados 3T06 Apresentação dos Resultados 3T06 Aviso Legal Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

Tributos sobre o Lucro Seção 29

Tributos sobre o Lucro Seção 29 Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ).

Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ). Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 25 de Outubro de 2005. Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ). (Os

Leia mais

Earnings Release. Relação com Investidores. Destaques do 2T11. Brasil Insurance Anuncia Resultados do 2T11

Earnings Release. Relação com Investidores. Destaques do 2T11. Brasil Insurance Anuncia Resultados do 2T11 Relação com Investidores Luis Eduardo Fischman Diretor de Relações com Investidores (55 21) 3433-5060 ri@brinsurance.com.br Teleconferência de Resultados 2T11 Terça-Feira, 16 de agosto de 2011 Português

Leia mais

Raízen Combustíveis S.A.

Raízen Combustíveis S.A. Balanço patrimonial consolidado e condensado (Em milhares de reais, exceto quando indicado de outra forma) Ativo 30.06.2014 31.03.2014 Passivo 30.06.2014 31.03.2014 Circulante Circulante Caixa e equivalentes

Leia mais

DESTAQUES DO PERÍODO (2T11)

DESTAQUES DO PERÍODO (2T11) QUALICORP REGISTRA CRESCIMENTO DO TRIMESTRE NO NÚMERO DE BENEFICIÁRIOS DE 18,5%, RECEITA LÍQUIDA DE 43,9%, EBITDA AJUSTADO DE 36,6% EM RELAÇÃO AO 2T10 1 São Paulo, 12 de agosto de 2011. A QUALICORP S.A.

Leia mais

Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA 1T13. Abril 2013

Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA 1T13. Abril 2013 Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA Abril 2013 1T13 Estratégia RESIDENCIAL Convergência de serviços com crescimento de Banda Larga e TV Paga MOBILIDADE PESSOAL Crescimento do pós e rentabilização

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO CIRCULANTE 19.549.765,82 17.697.855,44

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO CIRCULANTE 19.549.765,82 17.697.855,44 BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO ATIVO R$ CIRCULANTE 19.549.765,82 17.697.855,44 Disponibilidades 1.222.288,96 946.849,34 Mensalidades a receber 4.704.565,74 4.433.742,86 Endosso para terceiros 1.094.384,84

Leia mais

Divulgação de Resultados do 4T10

Divulgação de Resultados do 4T10 Divulgação de Resultados do 4T10 23 de fevereiro de 2011 Aviso Importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros.tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia,

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO 1. DESTAQUES O ano de 2016 começou com o cenário macroeconômico muito parecido de 2015, uma vez que o mercado continua com tendências negativas em relação a PIB, inflação e taxa de juros. Novamente a Ouro

Leia mais

Brito Amoedo Imobiliária S/A. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes

Brito Amoedo Imobiliária S/A. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Brito Amoedo Imobiliária S/A Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Em 30 de Junho de 2007 e em 31 de Dezembro de 2006, 2005 e 2004 Parecer dos auditores independentes

Leia mais

Apresentação de Resultados

Apresentação de Resultados Apresentação 3T08 Apresentação de Resultados José Carlos Aguilera (Diretor Presidente e de RI) Eduardo de Come (Diretor Financeiro) Marcos Leite (Gerente de RI) Destaques do Período Contexto de crise no

Leia mais

Hering inicia o ano com crescimento de 41% do EBITDA e salto de 35% em vendas

Hering inicia o ano com crescimento de 41% do EBITDA e salto de 35% em vendas Blumenau, 07 de maio de 2008 Cia. Hering (Bovespa: HGTX3), uma das maiores empresas de varejo e design de vestuário do Brasil, divulga os resultados do 1º trimestre de 2008 (1T08). As informações operacionais

Leia mais

Commodities Agrícolas - Market Share por Porto

Commodities Agrícolas - Market Share por Porto 1 Destaques 2009 OvolumedaALLnoBrasilcresceu5,8%em2009para35.631bilhõesdeTKU,apesardo difícil cenário de mercado, com forte queda na produção industrial e redução de 12% na produção de produtos agrícolas

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T11 17 de Maio de 2011

Apresentação de Resultados 1T11 17 de Maio de 2011 Apresentação de Resultados 1T11 17 de Maio de 2011 Relações com Investidores Agenda 1. Destaques 2. Evolução das Receitas e Custos Hardware Software Serviços 3. Despesas e Margens 4. Investimentos e Caixa

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2T15 31 de julho de 2015 Magazine Luiza Destaques do 2T15 Vendas E-commerce Ganho consistente de participação de mercado Redução na receita líquida de 10,1% para R$2,1 bilhões

Leia mais

2ª edição Ampliada e Revisada. Capítulo 10 Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos

2ª edição Ampliada e Revisada. Capítulo 10 Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos 2ª edição Ampliada e Revisada Capítulo Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos Tópicos do Estudo Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos (Doar). Uma primeira tentativa de estruturar

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 2º Trimestre de 2013

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 2º Trimestre de 2013 . São Paulo, 06 de agosto de 2013 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis e com grande presença nas classes populares do Brasil, divulga seus

Leia mais

Resultados 2T10. Villa Flora Segmento Econômico

Resultados 2T10. Villa Flora Segmento Econômico Resultados 2T10 Villa Flora Segmento Econômico 1 Resultados 2T10 Aviso Importante Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base

Leia mais

EBITDA cresce 10,8% no 3T15 e Margem EBITDA atinge 57,9%

EBITDA cresce 10,8% no 3T15 e Margem EBITDA atinge 57,9% Resultados 3T15 EBITDA cresce 10,8% no 3T15 e Margem EBITDA atinge 57,9% Belo Horizonte, 10 de novembro de 2015 - A Companhia de Locação das Américas (Locamerica) (BM&FBOVESPA: LCAM3) divulga seus resultados

Leia mais

Teleconferência de resultados

Teleconferência de resultados Teleconferência de resultados 2 Aviso importante Este material foi preparado pela Linx S.A. ( Linx ou Companhia ) e pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros.

Leia mais

DESTAQUES DO CONSOLIDADO

DESTAQUES DO CONSOLIDADO 1 T 13 Passo Fundo, 30 de abril de 2013 A Grazziotin (BM&FBOVESPA: CGRA3 e CGRA4), empresa de comércio varejista do segmento de vestuário e utilidades domésticas, localizada na região sul do país, divulga

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA CAPÍTULO 33 Este Capítulo é parte integrante do Livro Contabilidade Básica - Finalmente Você Vai Entender a Contabilidade. 33.1 CONCEITOS A demonstração dos fluxos de caixa evidencia as modificações ocorridas

Leia mais

Demonstrações Contábeis

Demonstrações Contábeis Demonstrações Contábeis 12.1. Introdução O artigo 176 da Lei nº 6.404/1976 estabelece que, ao fim de cada exercício social, a diretoria da empresa deve elaborar, com base na escrituração mercantil, as

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014 Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2014 Destaques do Expressivo crescimento em vendas mesmas lojas (25,4%) com rentabilidade Crescimento da receita líquida total: 28,5% versus 1T13 R$2,3 bilhões

Leia mais

Banrisul Armazéns Gerais S.A.

Banrisul Armazéns Gerais S.A. Balanços patrimoniais 1 de dezembro de 2012 e 2011 Nota Nota explicativa 1/12/12 1/12/11 explicativa 1/12/12 1/12/11 Ativo Passivo Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 4 17.891 18.884 Contas

Leia mais

O volume em TKU aumentou 2,1% no 1T07 para 6.932 milhões de TKU, enquanto a receita caiu 0,7% para R$488,1 milhões no 1T07

O volume em TKU aumentou 2,1% no 1T07 para 6.932 milhões de TKU, enquanto a receita caiu 0,7% para R$488,1 milhões no 1T07 1 estaques do 1T07 O EBITDAR consolidado aumentou 60,9% no 1T07, atingindo R$195,3 milhões e a margem de EBITDAR cresceu 17,4 pontos, de 28,2% para 45,6%. O resultado líquido aumentou R$64 milhões no 1T07

Leia mais

Evolução do lucro líquido (em milhões de reais) - jan fev mar abr mai jun jul ago set

Evolução do lucro líquido (em milhões de reais) - jan fev mar abr mai jun jul ago set DISCUSSÃO E ANÁLISE PELA ADMINISTRAÇÃO DO RESULTADO NÃO CONSOLIDADO DAS OPERACÕES: PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2001 COMPARATIVO AO PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2000 (em milhões de reais, exceto

Leia mais

Pessoal, ACE-TCU-2007 Auditoria Governamental - CESPE Resolução da Prova de Contabilidade Geral, Análise e Custos

Pessoal, ACE-TCU-2007 Auditoria Governamental - CESPE Resolução da Prova de Contabilidade Geral, Análise e Custos Pessoal, Hoje, disponibilizo a resolução da prova de Contabilidade Geral, de Análise das Demonstrações Contábeis e de Contabilidade de Custos do Concurso para o TCU realizado no último final de semana.

Leia mais

Resultados 4T05 e 2005

Resultados 4T05 e 2005 Resultados 4T05 e 2005 LUCRO DO SUBMARINO SOBE 192% EM 2005, A COMPANHIA APRESENTOU FLUXO DE CAIXA POSITIVO NO 4T05 E REVISOU O GUIDANCE PARA 2006 São Paulo, 13 de Fevereiro de 2006 - O Submarino S.A.

Leia mais

4 T 10 RESULTADOS DO 4T10. Dados em 31/12/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 16,00. Valor de Mercado R$ 338,0 milhões

4 T 10 RESULTADOS DO 4T10. Dados em 31/12/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 16,00. Valor de Mercado R$ 338,0 milhões 4 T 10 Passo Fundo, 14 de março de 2011 A Grazziotin (BM&FBOVESPA: CGRA3 e CGRA4), empresa de comércio varejista do segmento de vestuário e utilidades domésticas, localizada na região sul do país, divulga

Leia mais

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000)

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000) Blumenau SC, 27 de julho de 2007 A Cremer S.A. (Bovespa: CREM3), distribuidora de produtos para a saúde e também líder na fabricação de produtos têxteis e adesivos cirúrgicos, anuncia hoje seus resultados

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 3º Trimestre de 2013

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 3º Trimestre de 2013 . São Paulo, 31 de outubro de 2013 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis e com grande presença nas classes populares do Brasil, divulga

Leia mais

Release de Resultados do 1T10

Release de Resultados do 1T10 Release de Resultados do 1T10 Fale com R.I Relações com Investidores Tel: (11) 3366-5323 / 3366-5378 www.portoseguro.com.br, gri@portoseguro.com.br Porto Seguro S.A. Alameda Ribeiro da Silva, 275 1º andar

Leia mais

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos.

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos. São Paulo, 14 de maio de 2012 - A Unidas S.A. anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2012 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto quando indicado o contrário.

Leia mais

Divulgação de Resultados - 4T12 e 2012. Arezzo&Co registra crescimento de 27,0% da receita líquida no 4T12, com lucro líquido de R$ 31,7 milhões

Divulgação de Resultados - 4T12 e 2012. Arezzo&Co registra crescimento de 27,0% da receita líquida no 4T12, com lucro líquido de R$ 31,7 milhões Belo Horizonte, 06 de março de 2013. A Arezzo&Co (BM&FBOVESPA: ARZZ3), líder no setor de calçados, bolsas e acessórios femininos no Brasil, divulga os resultados do 4º trimestre e do ano de 2012. As informações

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2013

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2013 . São Paulo, 13 de maio de 2013 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis e com grande presença nas classes populares do Brasil, divulga seus

Leia mais

Conference Call. Resultados do 2T14 e 1S14

Conference Call. Resultados do 2T14 e 1S14 Conference Call Resultados do 2T14 e 1S14 11/8/2014 Resumo do trimestre Operações nacionais Sandálias 1. Estreia de Havaianas no vestuário em maio contribuiu para o bom desempenho do varejo exclusivo.

Leia mais

Destaques do Trimestre

Destaques do Trimestre Resultados do 2T12 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira

Leia mais

PÓS GRADUAÇÃO DIRETO EMPRESARIAL FUNDAMENTOS DE CONTABILIDADE E LIVROS EMPRESARIAS PROF. SIMONE TAFFAREL FERREIRA

PÓS GRADUAÇÃO DIRETO EMPRESARIAL FUNDAMENTOS DE CONTABILIDADE E LIVROS EMPRESARIAS PROF. SIMONE TAFFAREL FERREIRA PÓS GRADUAÇÃO DIRETO EMPRESARIAL FUNDAMENTOS DE CONTABILIDADE E LIVROS EMPRESARIAS PROF. SIMONE TAFFAREL FERREIRA DISTRIBUIÇÃO DA APRESENTAÇÃO - Aspectos Conceituais - Definições Teóricas e Acadêmicas

Leia mais

Divulgação de Resultados do 4T13 e 2013

Divulgação de Resultados do 4T13 e 2013 R$ milhões R$ milhões R$ milhões R$ milhões Divulgação de Resultados do 4T13 e 2013 As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto quando indicado o contrário e, a partir de 2011,

Leia mais

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09 Visão Ser uma empresa siderúrgica global, entre as mais rentáveis do setor. Missão A Gerdau é uma empresa com foco em siderurgia, que busca satisfazer as necessidades dos clientes e criar valor para os

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T15

Apresentação de Resultados 1T15 Apresentação de Resultados 1T15 1 Destaques do Período Início da operação comercial de quatro parques do LEN A-3 2011 Início da operação comercial: 04 de março de 2015 Os outros 5 parques serão conectados

Leia mais

Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3) Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2015 (em IFRS)

Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3) Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2015 (em IFRS) São Paulo, 07 de maio de 2015 Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3) (em IFRS) DESTAQUES 1T15 Ganho de participação de mercado no 1T15 Receita líquida basicamente estável em R$2,3 bilhões EBITDA 5,5%

Leia mais

BR INSURANCE CORRETORA DE SEGUROS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1 TRIMESTRE DE 2016.

BR INSURANCE CORRETORA DE SEGUROS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1 TRIMESTRE DE 2016. RELEASE DE RESULTADOS Relações com Investidores Marcelo Moojen Epperlein Diretor-Presidente e de Relações com Investidores (55 11) 3175-2900 ri@brinsurance.com.br Ana Carolina Pires Bastos Relações com

Leia mais

LOJAS AMERICANAS Comentário de Desempenho 2º Trimestre de 2005

LOJAS AMERICANAS Comentário de Desempenho 2º Trimestre de 2005 LOJAS AMERICANAS Comentário de Desempenho 2º Trimestre de 25 Rio de Janeiro, 15 de agosto de 25 Lojas Americanas S.A. (BOVESPA: LAME3-ON;LAME4-PN), apresenta os resultados consolidados do 2 º trimestre

Leia mais

LIGHT ENERGIA S.A. 1º TRIMESTRE DE 2013

LIGHT ENERGIA S.A. 1º TRIMESTRE DE 2013 Rio de Janeiro, 10 de maio de 2013. LIGHT ENERGIA S.A. 1º TRIMESTRE DE 2013 Desempenho Operacional LIGHT ENERGIA (GWh) 1T13 1T12 % Venda no Ambiente de Contratação Regulada 263,7 1.052,0-74,9% Venda no

Leia mais

Contexto Operacional. Operação. Receita Líquida. 12,9 bilhões. Composição da Receita Consolidada (%)

Contexto Operacional. Operação. Receita Líquida. 12,9 bilhões. Composição da Receita Consolidada (%) 103 Contexto Operacional A seguir seguem os comentários sobre o desempenho da S.A. referentes ao exercício de 2014. Com intuito de proporcionar a visibilidade anual dos resultados, tais comentários são

Leia mais