LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS 2º ENSINO MÉDIO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS 2º ENSINO MÉDIO"

Transcrição

1 LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS 2º ENSINO MÉDIO Leia a charge a seguir e responda as questões 01, 02 e 03 propostas. Disponível em: <http://jamirlima.blogspot.com.br/2010/09/charges-do-benett-das-antigas-mas-muito.html>. Acesso em: 29 abr (Adaptado). 01. A interdiscursividade que possibilita o humor da charge refere-se à: (A) alegria das crianças ao assistir ao desenho Pernalonga e à interrupção nas pesquisas eleitorais. (B) incapacidade das redes de televisão e à necessidade de exibir integralmente o horário eleitoral. (C) negociação dos candidatos com as redes de televisão e à atuação em persuadir os brasileiros. (D) satisfação dos telespectadores ao assistir um desenho e ao dissabor de ver um horário eleitoral. (E) ventura da classe infantil e à infelicidade dos adultos, que gostam de conhecer cada candidato. Analise o trecho da charge a seguir. Interrompemos o horário eleitoral gratuito para transmitirmos... Pernalonga!!! 02. Esse trecho da charge tem a função de comunicar ao telespectador o programa que será exibido em determinado horário. O tipo textual predominante nessa comunicação é: (A) Argumentativo. (B) Descritivo. (C) Expositivo. (D) Informativo. (E) Narrativo. Analise o trecho da charge a seguir. Interrompemos o horário eleitoral gratuito para transmitirmos... Pernalonga!!! 1

2 03. Para exprimir a intenção, o objetivo do que se declara na oração principal, o termo sublinhado é uma oração subordinada adverbial: (A) causal. (B) comparativa. (C) condicional. (D) final. (E) temporal. Leia a charge a seguir, com a personagem Mafalda, para responder as questões 04, 05 e 06. Disponível em: <http://1.bp.blogspot.com/-ametnj4xcxa/tllmpsle8ui/aaaaaaaaamu/ax5g5tsjlzi/s1600/bastamafalda.jpg>. Acesso em: 29 abr (Adaptado). 04. A inferência da charge pelos interlocutores ocasiona-se na coerência e na coesão conciliadas pelas linguagens: (A) culta e visual. (B) formal e popular (C) verbal e coloquial. (D) verbal e não verbal. (E) visual e não verbal. 05. O modo verbal na fala da personagem Mafalda, Basta!, segundo o contexto da charge, encontra-se no: (A) imperativo. (B) indicativo. (C) negativo. (D) pretérito. (E) subjuntivo. 06. O tema central da charge, de acordo com o contexto estabelecido, reporta ao: (A) fastio em permanecer no lar. (B) paradoxo de charge e à queixa. (C) protesto da criança à família. (D) sarcasmo da felicidade social. (E) sentimento pessoal e subjetivo. 2

3 Leia o texto a seguir e responda as questões 07 e 08 propostas. Preferência alimentar das crianças é altamente influenciada pelos desenhos nas embalagens dos produtos Redação, Revista Época. Estudo desenvolvido na Universidade da Pensilvânia mostrou que o sabor dos alimentos nem sempre é fator decisório na hora de escolher a marca. Quem faz a melhor embalagem é quem vende mais. Um estudo feito pela Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, descobriu que as crianças são altamente influenciáveis pelos desenhos contidos nas embalagens de produtos alimentícios e tendem sempre a preferir aqueles que contenham representações de seus personagens preferidos, não importando qual seja o sabor do alimento. Embalagens com desenhos famosos, como Shrek ou os pinguins do filme Happy Feet, fazem as crianças terem hábitos errados de alimentação. Personagens comerciais fazem com que seja mais fácil para as crianças lembrarem e identificarem os produtos, sendo uma identidade visual, afirma Sarah Vaala, uma das autoras da pesquisa. O problema, diz ela, é que a indústria de alimentos usa isso de forma errada, colocando nas embalagens dos produtos menos saudáveis e nutritivos os desenhos mais populares entre as crianças. As crianças transferem sua preferência pelo personagem para o produto e querem comprá-lo mais (que outro que até tenha um gosto melhor), disse Vaala. O que queríamos de saber era se essa preferência se refletia também no sabor do produto; se colocando esses personagens as empresas estavam, na verdade, influenciando subconscientemente o julgamento das crianças. Para comprovar a tese, os pesquisadores convidaram 80 crianças entre quatro e seis anos para fazer um teste de sabor cego. Eles colocaram, em quatro embalagens, o mesmo cereal um tipo saudável e que não costuma ser vendido em supermercados, sendo que em duas dessas embalagens lia-se flocos saudáveis e, nas outras duas, flocos doces. Também em uma embalagem de cada suposto tipo de flocos foram desenhados personagens do filme Happy Feet. O resultado mostrou que as crianças tendiam a preferir o conteúdo das embalagens com os desenhos e, dentre essas duas, aquela que continha o aviso flocos saudáveis. Segundo os pesquisadores, esse fato talvez seja explicado pela situação de que, desde muito pequena, a criança é ensinada que comer produtos com mais açúcar faz mal. Disponível em: <http://revistaepoca.globo.com/revista/epoca/0,,emi ,00.html>. Acesso em: 29 abr (Fragmento) Adaptado. 07. O tema central do texto é ressaltar que a: (A) alimentação infantil é ruim devido à má-fé das indústrias com os alimentos. (B) aparência dos alimentos é superior aos seus paladares para o meio infantil. (C) cognição infantil é estabelecida pelas compras e pelos desejos alimentícios. (D) origem de alimentos com rótulos de informação saudável são consumidos. (E) presença de personagens nos rótulos vende facilmente os seus alimentos. Analise o trecho a seguir. Quem faz a melhor embalagem é quem vende mais. 08. A classificação da oração subordinada substantiva que está sublinhada é: (A) apositiva. (B) completiva nominal. (C) objetiva direta. (D) objetiva indireta. (E) predicativa. Leia a propaganda. Em seguida, responda as questões 09 e 10. 3

4 Disponível em: <http://boreeel.blogspot.com.br/2007_08_26_archive.html>. Acesso em: 30 abr Adaptado. 09. O humor prescrito na criação da propaganda associa-se ao: (A) clímax e ao logotipo. (B) concorrente e ao exagero. (C) cunho do produto e ao ato. (D) idioma brasileiro e ao japonês. (E) sentido figurado e ao paradoxo. 10. A interdiscursividade que compõe o sentido figurado no enunciado da propaganda diz respeito ao trocadilho de dois termos discursivos primordiais, que são: (A) celebridade e cansaço. (B) humor e antítese. (C) logotipo e vocábulo. (D) metáfora e metonímia. (E) persuasão e venda. Leia e observe a charge a seguir para responder a questão 11 proposta. Disponível em: <http://portaldoprofessor.mec.gov.br/storage/discovirtual/galerias/imagem/ / jpg>. Acesso em: 27 jan (Adaptação) 11. A ação de um dos personagens da charge ao observar a ação do outro que esfrega as duas pedras representa: 4

5 (A) a bondade. (B) a contradição. (C) a falsidade. (D) a maldade. (E) a precaução. 5

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA LOGOTIPO MACMILLAN BRASIL Utilização colorido; preto/branco e negativo Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa ENSINO FUNDAMENTAL O processo de sondagem Colégio Sion busca detectar, no aluno, pré-requisitos que possibilitem inseri-lo adequadamente no ano pretendido. As disciplinas de Língua Portuguesa e são os

Leia mais

PROVA DE SELEÇÃO & BOLSA Pré-reserva 2015

PROVA DE SELEÇÃO & BOLSA Pré-reserva 2015 PROVA DE SELEÇÃO & BOLSA Pré-reserva 2015 1. NOVOS ALUNOS Ensino Médio 1ª série do Ensino Médio Para o ingresso na 1ª série do Ensino Médio, o aluno deverá fazer uma prova no dia 16 de agosto de 2014,

Leia mais

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das Um pouco de teoria... Observe: Estudo das classes de palavras Conjunções A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das I- João saiu, Maria chegou. II- João saiu, quando

Leia mais

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET Professora: Sandra Franco Período Composto 1.Orações Subordinadas Adverbiais. 2. Apresentação das conjunções adverbiais mais comuns. 3. Orações Reduzidas. As orações subordinadas

Leia mais

Unidade IV. Ciência - O homem na construção do conhecimento. APRENDER A APRENDER LÍNGUA PORTUGUESA APRENDER A APRENDER DINÂMICA LOCAL INTERATIVA

Unidade IV. Ciência - O homem na construção do conhecimento. APRENDER A APRENDER LÍNGUA PORTUGUESA APRENDER A APRENDER DINÂMICA LOCAL INTERATIVA A A Unidade IV Ciência - O homem na construção do conhecimento. 2 A A Aula 39.2 Conteúdos: Anúncio publicitário: A construção de um anúncio publicitário. 3 A A Habilidades: Relacionar linguagem verbal

Leia mais

QUEM LÊ ALFA É O CARA: AS RELAÇÕES ARGUMENTATIVAS ESTABELECIDAS ENTRE ENUNCIADOR E ENUNCIATÁRIO

QUEM LÊ ALFA É O CARA: AS RELAÇÕES ARGUMENTATIVAS ESTABELECIDAS ENTRE ENUNCIADOR E ENUNCIATÁRIO QUEM LÊ ALFA É O CARA: AS RELAÇÕES ARGUMENTATIVAS ESTABELECIDAS ENTRE ENUNCIADOR E ENUNCIATÁRIO Ana Karla Pereira de MIRANDA Universidade Federal do Mato Grosso do Sul PPGMEL ak_miranda@hotmail.com Resumo:

Leia mais

Content Area Grade Quarter Língua Portuguesa 6ª Serie Unidade I

Content Area Grade Quarter Língua Portuguesa 6ª Serie Unidade I Content Area Grade Quarter Língua 6ª Serie Unidade I Texto: parágrafos: descritivo/comparativo; reconto; resenha crítica, anedota, cartum, revista em quadrinhos Linguística: comunicação: elementos/códigos;

Leia mais

_Márcio Moreno, 28 Sou um rapaz comum da geração do raprockandrollpsicodeliahardcoreragga. marciomoreno.com

_Márcio Moreno, 28 Sou um rapaz comum da geração do raprockandrollpsicodeliahardcoreragga. marciomoreno.com 23 24 25 _Márcio Moreno, 28 Sou um rapaz comum da geração do raprockandrollpsicodeliahardcoreragga. marciomoreno.com 26 27 Joe Navalha, 2013 28 TEXTO POR CAIO BASTOS Restam duas opções, ao se deparar com

Leia mais

FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA Nomes: Ana Carvalho, Tairini, Ellen, Tâmiris, Cássia, Cátia Weber. Professor: Zenar Schein Data:

FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA Nomes: Ana Carvalho, Tairini, Ellen, Tâmiris, Cássia, Cátia Weber. Professor: Zenar Schein Data: FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA Nomes: Ana Carvalho, Tairini, Ellen, Tâmiris, Cássia, Cátia Weber. Professor: Zenar Schein Data: Listagem Conteúdos: 6º ano ensino fundamental Morfologia Fonética

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS 6.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS 6.º ANO DE PORTUGUÊS 6.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No final do 6.º ano de escolaridade, o aluno deve ser capaz de: interpretar e produzir textos orais com diferentes finalidades e coerência, apresentando

Leia mais

Questões com textos não verbais. Prof. Bruno Augusto

Questões com textos não verbais. Prof. Bruno Augusto Questões com textos não verbais Prof. Bruno Augusto (ENEM) Em uma conversa ou leitura de um texto, corre-se o risco de atribuir um significado inadequado a um termo ou expressão, e isso pode levar a certos

Leia mais

Português- Prof. Verônica Ferreira

Português- Prof. Verônica Ferreira Português- Prof. Verônica Ferreira 1 Com relação a aspectos linguísticos e aos sentidos do texto acima, julgue os itens a seguir. No trecho que podemos chamar de silenciosa (l.15-16), o termo de silenciosa

Leia mais

O que caracteriza a sequência textual descritiva é a presença de um processo de adjetivação e crescente caracterização física e psicológica de Howard.

O que caracteriza a sequência textual descritiva é a presença de um processo de adjetivação e crescente caracterização física e psicológica de Howard. 1) Gabarito oficial definitivo - Questão 1 Sequências textuais narrativas: - No tempo de Jack, o Estripador, uma época difícil para Londres, também vivia na capital britânica um afável estenógrafo chamado

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE LÍNGUA PORTUGUESA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE LÍNGUA PORTUGUESA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE LÍNGUA PORTUGUESA Nome: Nº 8º Data / / Professor: Nota: A INTRODUÇÃO Agora, você terá a oportunidade de recuperar os conteúdos do ano por meio de um roteiro de estudo. Leia

Leia mais

Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA

Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES 1 - A duração da prova é de 3 horas, já incluído o tempo de preenchimento do cartão de respostas e

Leia mais

Análise de Mercado. Análise da Indústria/Setor. Descrição do Segmento de Mercado. Artigos de PN Como fazer Análise de Mercado. josedornelas.com.

Análise de Mercado. Análise da Indústria/Setor. Descrição do Segmento de Mercado. Artigos de PN Como fazer Análise de Mercado. josedornelas.com. Artigos de PN Como fazer Análise de Mercado Análise de Mercado A análise de mercado é um dos componentes do plano de negócios que está relacionado ao marketing da organização. Ela apresenta o entendimento

Leia mais

Bem vindo à loja Materiais de Português

Bem vindo à loja Materiais de Português Bem vindo à loja Materiais de Português Este material é um demonstrativo que contém algumas páginas da Apostila de Regência. Caso queira adquirir o material completo, você pode realizar uma compra na loja.

Leia mais

Escolha sua melhor opção e estude para concursos sem gastar nada

Escolha sua melhor opção e estude para concursos sem gastar nada Escolha sua melhor opção e estude para concursos sem gastar nada wwwconcurseirosocialnet PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA Questões numeradas de 01 a 15 INSTRUÇÃO: Leia, com atenção, o texto abaixo e responda

Leia mais

Compreensão/Expressão oral

Compreensão/Expressão oral ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL 3º C.E.B DISCIPLINA: Português ANO: 7º ANO : 2011/2012 SEQUÊNCIA 1 COMPETÊNCIAS/ Compreensão/Expressão oral Dispor-se a escutar. LEITURA

Leia mais

SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2

SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2 SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2 RESPOSTAS AOS RECURSOS Cargo: ART - PROFESSOR P2 / ARTE Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA (LPO) 5 - Gab.:V B 5 - Gab.:W C 5 - Gab.:X D 8 - Gab.:V

Leia mais

FUNDAMENTOS DO COMPORTAMENTO EM GRUPO

FUNDAMENTOS DO COMPORTAMENTO EM GRUPO PARTE III O GRUPO CAPÍTULO 8 FUNDAMENTOS DO COMPORTAMENTO EM GRUPO Prof. Germano G. Reis germanoglufkereis@yahoo.com.br Prof. Luciel H. de Oliveira luciel@uol.com.br 2006 by Pearson Education OBJETIVOS

Leia mais

inglês MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DE EDIÇÕES SM Comparativos Curriculares SM língua estrangeira moderna ensino médio

inglês MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DE EDIÇÕES SM Comparativos Curriculares SM língua estrangeira moderna ensino médio MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DE EDIÇÕES SM língua estrangeira moderna Comparativos Curriculares SM inglês ensino médio A coleção Alive High Língua Estrangeira Moderna Inglês e o currículo do Estado de Goiás

Leia mais

Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e

Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e escritos à maneira adequada do padrão da língua materna;

Leia mais

2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE

2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE Escolas João de Araújo Correia EB 2.3PESO DA RÉGUA Disciplina de Português 6º Ano Ano Letivo 2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE 0 Ponto de partida Reportagem televisiva

Leia mais

Lista de Exercícios de Recuperação do 1 Bimestre

Lista de Exercícios de Recuperação do 1 Bimestre Lista de Exercícios de Recuperação do 1 Bimestre Instruções gerais: Resolver os exercícios à caneta e em folha de papel almaço ou monobloco (folha de fichário). Copiar os enunciados das questões. Entregar

Leia mais

endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 7.O ANO EM 2012 Disciplina: Prova: PoRTUGUÊs

endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 7.O ANO EM 2012 Disciplina: Prova: PoRTUGUÊs Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 7.O ANO EM 2012 Colégio Disciplina: Prova: PoRTUGUÊs desafio nota: Texto para as questões de 1 a 5. QUESTÃO 1 Considere as afirmações I. Na

Leia mais

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Curso 09/05/2011 14:54

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Curso 09/05/2011 14:54 Curso: DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Centro de Ciências Humanas e da Comunicação Comunicação Social (Noturno) Ano/Semestre: 011/1 09/05/011 1:5 COM.0000.0.000- COM.0001.0.001-0 COM.0019.01.001-7 FIL.0051.00.00-3

Leia mais

QUESTÃO 1 Nessa charge, o autor usou três pontos de exclamação, na fala da personagem, para reforçar o sentimento de

QUESTÃO 1 Nessa charge, o autor usou três pontos de exclamação, na fala da personagem, para reforçar o sentimento de Nome: N.º: endereço: data: telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 6.O ANO EM 2013 Disciplina: Prova: português desafio nota: Texto para a questão 1. (Disponível em: )

Leia mais

O verbo O verbo. www.scipione.com.br/radix. Prof. Erik Anderson. Gramática

O verbo O verbo. www.scipione.com.br/radix. Prof. Erik Anderson. Gramática O verbo O verbo O que é? Palavra variável em pessoa, número, tempo, modo e voz que exprime um processo, isto é, aquilo que se passa no tempo. Pode exprimir: Ação Estado Mudança de estado Fenômeno natural

Leia mais

MÓDULO 5 O SENSO COMUM

MÓDULO 5 O SENSO COMUM MÓDULO 5 O SENSO COMUM Uma das principais metas de alguém que quer escrever boas redações é fugir do senso comum. Basicamente, o senso comum é um julgamento feito com base em ideias simples, ingênuas e,

Leia mais

Nome: N.º: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 6 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs

Nome: N.º: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 6 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 6 Ọ ANO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Texto para as questões 1 e 2. PLANETA sustentável QUANTO SE GASTA DE ÁGUA

Leia mais

Conteúdo Básico Comum (CBC) de LÍNGUA PORTUGUESA do Ensino Médio Exames Supletivos/2013

Conteúdo Básico Comum (CBC) de LÍNGUA PORTUGUESA do Ensino Médio Exames Supletivos/2013 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO MÉDIO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Conteúdo

Leia mais

UNIDADE 1. Escreva um relatório sobre a visita à locadora.

UNIDADE 1. Escreva um relatório sobre a visita à locadora. 2 UNIDADE 1 Escreva um relatório sobre a visita à locadora. 3 UNIDADE 2 Entrevista Escreva nesse espaço as 2 perguntas que sua equipe elaborou e registre a resposta dada pelo entrevistado. 4 UNIDADE 3

Leia mais

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa 01. Alternativa (E) Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa Alternativa que contém palavras grafadas de acordo com o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa - VOLP 02. Alternativa

Leia mais

ritmo; atividades. linguagem verbal e não verbal); filmes, etc); acordo com o interlocutor; respeitar opiniões alheias. textos;

ritmo; atividades. linguagem verbal e não verbal); filmes, etc); acordo com o interlocutor; respeitar opiniões alheias. textos; PLANO DE AULA 1º BIMESTRE LÍNGUA PORTUGUESA 6 º ANO CONTEÚDO ESTRUTURANTE: O DISCURSO COMO PRÁTICA SOCIALMENTE Professora: Rosangela Manzoni Siqueira CONTEÚDOS BÁSICOS: RETOMADA DOS GÊNEROS TRABALHADOS

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Modo: indicativo O modo indicativo expressa um fato de maneira definida, real, no presente, passado ou futuro, na frase afirmativa, negativa ou interrogativa. Presente Presente Passado (=Pretérito) Pretérito

Leia mais

AS DECISÕES REFERENTES AOS CANAIS DE MARKETING ESTÃO ENTRE AS MAIS CRÍTICAS COM QUE AS GERÊNCIAS PRECISAM LIDAR

AS DECISÕES REFERENTES AOS CANAIS DE MARKETING ESTÃO ENTRE AS MAIS CRÍTICAS COM QUE AS GERÊNCIAS PRECISAM LIDAR KOTLER, 2006 AS DECISÕES REFERENTES AOS CANAIS DE MARKETING ESTÃO ENTRE AS MAIS CRÍTICAS COM QUE AS GERÊNCIAS PRECISAM LIDAR. OS CANAIS AFETAM TODAS AS OUTRAS DECISÕES DE MARKETING Desenhando a estratégia

Leia mais

REDAÇÃO DISSERTAÇÃO AULA 5. Professora Sandra Franco

REDAÇÃO DISSERTAÇÃO AULA 5. Professora Sandra Franco REDAÇÃO AULA 5 Professora Sandra Franco DISSERTAÇÃO 1. Definição de Dissertação. 2. Roteiro para dissertação. 3. Partes da dissertação. 4. Prática. 5. Recomendações Gerais. 6. Leitura Complementar. 1.

Leia mais

Módulo 7 Embalagem e rótulo

Módulo 7 Embalagem e rótulo Módulo 7 Embalagem e rótulo Um empresário do mercado editorial comentou certa vez que se pudesse colocaria um pisca pisca nas capas dos livros, para destacá los nas prateleiras das livrarias. Ele como

Leia mais

Questão 01 Interpretação de texto. Questão 02 Acentuação gráfica

Questão 01 Interpretação de texto. Questão 02 Acentuação gráfica COMENTÁRIOS E RESPOSTAS À PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL MÉDIO PARA AGENTE ADMINSITRATIVO AUXILIAR PORTO ALEGRE DO CONCURSO DA FUNDAÇÃO ESTADUAL DE PROTEÇÃO E PESQUISA EM SAÚDE FEPS PROVA REALIZADA

Leia mais

1) Observe a fala do peru, no último quadrinho. a) Quantos verbos foram empregados nessa fala? Dois. b) Logo, quantas orações há nesse período? Duas.

1) Observe a fala do peru, no último quadrinho. a) Quantos verbos foram empregados nessa fala? Dois. b) Logo, quantas orações há nesse período? Duas. Pág. 41 1 e 2 1) Observe a fala do peru, no último quadrinho. a) Quantos verbos foram empregados nessa fala? Dois. b) Logo, quantas orações há nesse período? Duas. c) Delimite as orações. Foi o presente

Leia mais

INTRODUÇÃO À ESCRITA CRIATIVA. www.zonaverde.pt

INTRODUÇÃO À ESCRITA CRIATIVA. www.zonaverde.pt INTRODUÇÃO À ESCRITA CRIATIVA INTRODUÇÃO A escrita criativa não vive de clichés nem vive de generalidades. Ela procura maneiras de falar que são relevantes, com conteúdos repletos de metáforas, comparações,

Leia mais

76 Anos Educando para a Vida

76 Anos Educando para a Vida CIANSP - COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Rua Monsenhor Domingos Pinheiro, 35 Calafate/BH Fone: (31) 3334 6913 - coorden acao@colegiopied ade.co m.b r 76 Anos Educando para a Vida DISCIPLINA: REDAÇÃO PROFESSORA:

Leia mais

A PRESENÇA DOS DÊITICOS EM JINGLES PUBLICITÁRIOS RESUMO

A PRESENÇA DOS DÊITICOS EM JINGLES PUBLICITÁRIOS RESUMO A PRESENÇA DOS DÊITICOS EM JINGLES PUBLICITÁRIOS Francislene Godoi Jenifer de Fátima Leite Leandro Manzalli Marcelo Gonçalves Mendes Marcos Antonio Ramos (Gdos- CLCA- UENP/ CJ) Vera Maria Ramos Pinto (Orientadora

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA As questões de Língua Portuguesa deverão ser respondidas com base no texto A publicidade sempre está um passo além

LÍNGUA PORTUGUESA As questões de Língua Portuguesa deverão ser respondidas com base no texto A publicidade sempre está um passo além LÍNGUA PORTUGUESA As questões de Língua Portuguesa deverão ser respondidas com base no texto A publicidade sempre está um passo além, de Bia Abramo, extraído da Folha de São Paulo, de 3 de abril de 2005.

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE ESPANHOL ENSINO MÉDIO

PLANEJAMENTO ANUAL DE ESPANHOL ENSINO MÉDIO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PLANEJAMENTO ANUAL DE ESPANHOL ENSINO MÉDIO Docente: Breno Soler Longo Ano: 2013 Introdução: O Espanhol é o segundo idioma mais falado no mundo e é a língua nativa de 7% da população

Leia mais

4ª, 6ª e 8ª séries / 5º, 7º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio SARESP. Escala de Proficiência de Língua Portuguesa (Leitura)

4ª, 6ª e 8ª séries / 5º, 7º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio SARESP. Escala de Proficiência de Língua Portuguesa (Leitura) 4ª, 6ª e 8ª séries / 5º, 7º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio SARESP Escala de Proficiência de Língua Portuguesa (Leitura) ESCALA DE PROFICIÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA LEITURA A

Leia mais

Resoluções Prova Anglo

Resoluções Prova Anglo Resoluções Prova Anglo TIPO F P-1 tipo D-5 Língua Portuguesa (P-1) Ensino Fundamental 5º ano DESCRITORES, RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS A Prova Anglo é um dos instrumentos para avaliar o desempenho dos alunos

Leia mais

CONTEÚDOS DAS AVALIAÇÕES 6º ANOS. - Flexão dos substantivos e dos adjetivos: gênero e número (p. 126 a 132) - Encontros vocálicos (p.

CONTEÚDOS DAS AVALIAÇÕES 6º ANOS. - Flexão dos substantivos e dos adjetivos: gênero e número (p. 126 a 132) - Encontros vocálicos (p. 6º ANOS Cap. 4 - Sociedade: história e cultura Cap. 5 - As primeiras sociedades Cap. 7 - Os Egípcios Cap. 8 - Outros povos africanos Percursos: 7- Representação Gráfica do relevo 8- Os gráficos 9- A Terra

Leia mais

A influência das cores e da tradição das marcas de refrigerantes de cola na decisão de compra do consumidor

A influência das cores e da tradição das marcas de refrigerantes de cola na decisão de compra do consumidor VII Semana de Ciência e Tecnologia IFMG - campus Bambuí VII Jornada Científica e I Mostra de Extensão 21 a 23 de outubro de 2014 A influência das cores e da tradição das marcas de refrigerantes de cola

Leia mais

CRONOGRAMA DE AVALIAÇÕES II AVALIAÇÃO FUNDAMENTAL MAIOR 6º ANO A (5ª SÉRIE) MATEMÁTICA HISTÓRIA PORTUGUÊS

CRONOGRAMA DE AVALIAÇÕES II AVALIAÇÃO FUNDAMENTAL MAIOR 6º ANO A (5ª SÉRIE) MATEMÁTICA HISTÓRIA PORTUGUÊS Comunicado nº 020/2011 Aracaju-SE, 07 de Junho de 2011. II AVALIAÇÃO FUNDAMENTAL MAIOR 6º ANO A (5ª SÉRIE) / Palavras variáveis e invariáveis Classe das palavras: Substantivo: (uso, classificação, tipos

Leia mais

Período composto por subordinação

Período composto por subordinação Período composto por subordinação GRAMÁTICA MAIO 2015 Na aula anterior Período composto por coordenação: conjunto de orações independentes Período composto por subordinação: conjunto no qual um oração

Leia mais

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES Introdução ao tema A importância da mitologia grega para a civilização ocidental é tão grande que, mesmo depois de séculos, ela continua presente no nosso imaginário. Muitas

Leia mais

ANÁLISE LITERÁRIA: OS ESTEREÓTIPOS DE BELEZA EM SHREK 1. O conto narra a estória de Shrek, um ogro que vive sozinho em um pântano, mas que

ANÁLISE LITERÁRIA: OS ESTEREÓTIPOS DE BELEZA EM SHREK 1. O conto narra a estória de Shrek, um ogro que vive sozinho em um pântano, mas que 1 ANÁLISE LITERÁRIA: OS ESTEREÓTIPOS DE BELEZA EM SHREK 1 Luciara dos Santos (UFS) I. ENREDO O conto narra a estória de Shrek, um ogro que vive sozinho em um pântano, mas que logo tem sua tranqüilidade

Leia mais

Nome: N.º: endereço: data: telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2013. Disciplina: português

Nome: N.º: endereço: data: telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2013. Disciplina: português Nome: N.º: endereço: data: telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2013 Disciplina: português Prova: desafio nota: Texto para a questão 1. (BRASIL. Ministério da Saúde, 2010.) QUESTÃO 1

Leia mais

TESTE QUI - QUADRADO DE UMA AMOSTRA (também chamado TESTE DE ADERÊNCIA ou TESTE DE EFICIÊNCIA DE AJUSTE)

TESTE QUI - QUADRADO DE UMA AMOSTRA (também chamado TESTE DE ADERÊNCIA ou TESTE DE EFICIÊNCIA DE AJUSTE) TESTE QUI - QUADRADO DE UMA AMOSTRA (também chamado TESTE DE ADERÊNCIA ou TESTE DE EFICIÊNCIA DE AJUSTE) O Teste Qui-quadrado de uma amostra é utilizado em pesquisa de marketing para verificar se a distribuição

Leia mais

CARTAS: REGISTRANDO A VIDA

CARTAS: REGISTRANDO A VIDA CARTAS: REGISTRANDO A VIDA A carta abaixo foi escrita na época da ditadura militar. Ela traduz a alegria de um pai por acreditar estar próxima sua liberdade e, assim, a possibilidade do reencontro com

Leia mais

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO 1 Q236899 Prova: CESGRANRIO - 2012 - Caixa - Técnico Bancário Disciplina: Português Assuntos: 6. Interpretação

Leia mais

Marketing Infantil. Professor André Martins

Marketing Infantil. Professor André Martins Marketing Infantil Professor André Martins Século 20 Crianças vistas como seres inocentes e cheio de desejos; Natal única época de conseguir presentes; No século IV, as igrejas ocidentais passaram a adotar

Leia mais

ENCONTRO 2: ESTABELECENDO LIMITES AOS FILHOS 11 DE FEVEREIRO DE 2015

ENCONTRO 2: ESTABELECENDO LIMITES AOS FILHOS 11 DE FEVEREIRO DE 2015 Serviço de Atendimento Psicopedagógico Silvany Brasil Serviço Socioeducacional Divaneid Araújo ENCONTRO 2: ESTABELECENDO LIMITES AOS FILHOS 11 DE FEVEREIRO DE 2015 Datas JANEIRO FEVEREIRO MARÇO ABRIL MAIO

Leia mais

2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL 8.º ANO

2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL 8.º ANO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ BELCHIOR VIEGAS ESCOLA BÁSICA 2.3 POETA BERNARDO DE PASSOS PORTUGUÊS 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL 8.º ANO (cerca de 165 aulas) 1 ORALIDADE Interpretar discursos orais com diferentes

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia

Universidade Federal de Uberlândia PRIMEIRA QUESTÃO A) É importante que o candidato ressalte o fato de que, na ilha, a princípio, tudo é eletivo : cabe aos indivíduos escolher os seus papéis. Esta liberdade da constituição do sujeito deve

Leia mais

JONAS RIBEIRO. ilustrações de Suppa

JONAS RIBEIRO. ilustrações de Suppa JONAS RIBEIRO ilustrações de Suppa Suplemento do professor Elaborado por Camila Tardelli da Silva Deu a louca no guarda-roupa Supl_prof_ Deu a louca no guarda roupa.indd 1 02/12/2015 12:19 Deu a louca

Leia mais

As questões de 1 a 7 referem-se ao texto Vitamina B reduz risco de câncer, retirado da Revista Veja.

As questões de 1 a 7 referem-se ao texto Vitamina B reduz risco de câncer, retirado da Revista Veja. PRIMEIRA PARTE PORTUGUÊS Instrução: As questões de 1 a 7 referem-se ao texto Vitamina B reduz risco de câncer, retirado da Revista Veja. 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 Vitamina

Leia mais

PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa

PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa 9 o ano 1 o bimestre PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa Escola: Nome: Turma: n o : Texto para as questões de 1 a 4. Poética (I) De manhã escureço De dia tardo De tarde anoiteço De noite ardo. A oeste a

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDROUÇOS. Planificação de Português

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDROUÇOS. Planificação de Português AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDROUÇOS Escola Básica 2/3 de Pedrouços Planificação de Português 7. 7ºano de escolaridade Ano letivo 2012/2013 Expressão oral Compreensão oral 1. o Período (+-64 aulas ) ))))))))646464+66666646

Leia mais

TELEVISÃO x CRIANÇA: novo alvo da publicidade televisiva.

TELEVISÃO x CRIANÇA: novo alvo da publicidade televisiva. TELEVISÃO x CRIANÇA: novo alvo da publicidade televisiva. Mariana Carneiro da Cunha CAMPELO 1 Resumo Ao longo dos anos, na publicidade televisiva brasileira, vem ocorrendo algumas mudanças na comunicação

Leia mais

Família. Escola. Trabalho e vida econômica. Vida Comunitária e Religião

Família. Escola. Trabalho e vida econômica. Vida Comunitária e Religião Família Qual era a profissão dos seus pais? Como eles conciliavam trabalho e família? Como era a vida de vocês: muito apertada, mais ou menos, ou viviam com folga? Fale mais sobre isso. Seus pais estudaram

Leia mais

Aluno(a): Nº. Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE. Análise de textos poéticos. Texto 1. Um homem também chora

Aluno(a): Nº. Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE. Análise de textos poéticos. Texto 1. Um homem também chora Lista de Exercícios Aluno(a): Nº. Professor: Daniel Série: 9 ano Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE Análise de textos poéticos Texto 1 Um homem também chora Um homem também

Leia mais

Atividade extra. Lingua falada. Lingua escrita e gêneros textuais. Questão 1. Língua Portuguesa e Literatura

Atividade extra. Lingua falada. Lingua escrita e gêneros textuais. Questão 1. Língua Portuguesa e Literatura Atividade extra Lingua falada. Lingua escrita e gêneros textuais Questão 1 Sabemos que linguagem é todo sistema de signos que serve de meio de comunicação entre indivíduos, e pode ser percebido pelos diversos

Leia mais

Período composto. Orações subordinadas adverbiais. Prof.ª: Elizabete Oliveira Biedacha

Período composto. Orações subordinadas adverbiais. Prof.ª: Elizabete Oliveira Biedacha Período composto Orações subordinadas adverbiais Prof.ª: Elizabete Oliveira Biedacha Oração subordinada adverbial É aquela que se encaixa na oração principal, funcionando como adjunto adverbial. Observe:

Leia mais

C A D E R N O D E P R O V A S

C A D E R N O D E P R O V A S C ONCURSO PÚBLICO 03 / JUNHO / 2012 CÂMARA MUNICIPAL DE ITURAMA MINAS GERAIS C A D E R N O D E P R O V A S CADERNO 7 CARGOS: AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS RECEPCIONISTA E TELEFONISTA PROVAS: PORTUGUÊS MATEMÁTICA

Leia mais

Deve-se analisar a frase e sublinhar todas as formas verbais nelas existentes. Assim sendo, a frase fica:

Deve-se analisar a frase e sublinhar todas as formas verbais nelas existentes. Assim sendo, a frase fica: Revisão sobre: - Orações complexas: coordenação e subordinação. - Análise morfológica e análise sintáctica. - Conjugação verbal: pronominal, reflexa, recíproca, perifrástica. - Relação entre palavras.

Leia mais

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso.

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. COMENTÁRIO QUESTÕES DE PORTUGUÊS PROFESSORA: FABYANA MUNIZ As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. 1. (FCC)...estima-se que sejam 20 línguas. (2º parágrafo) O verbo flexionado nos mesmos

Leia mais

COMO A PROPAGANDA FUNCIONA?

COMO A PROPAGANDA FUNCIONA? COMO A PROPAGANDA FUNCIONA? Definição: a manipulação planejada da comunicação visando, pela persuasão, promover comportamentos em benefício do anunciante que a utiliza. Funções: cabe a propaganda informar

Leia mais

Ilustrações para a campanha publicitária dos Irmãos Green. 1

Ilustrações para a campanha publicitária dos Irmãos Green. 1 Ilustrações para a campanha publicitária dos Irmãos Green. 1 Julia Camargo CALLEGARI 2 Gabriel Muller SPACH 3 Gabriela Antunes SCHETTERT 4 Juliana Beltrão VENERI 5 Pamela Raquel Bruch GROFF 6 Renato BUIATTI

Leia mais

Gabarito de Inglês. Question 6. Question 1. Question 7. Question 2. Question 8. Question 3. Question 9. Question 4. Question 10.

Gabarito de Inglês. Question 6. Question 1. Question 7. Question 2. Question 8. Question 3. Question 9. Question 4. Question 10. Question 1 Question Question LETRA: E Fácil Question 4 LETRA: A Fácil Question 5 Gabarito de Inglês Question 6 LETRA: D Difícil Question 7 LETRA: A Média Question 8 LETRA: C Difícil Question 9 Question

Leia mais

Ambos os métodos possuem vantagens e desvantagens, por isso deve se analisar cada caso para decidir qual o mais apropriado.

Ambos os métodos possuem vantagens e desvantagens, por isso deve se analisar cada caso para decidir qual o mais apropriado. Módulo 4 Como Organizar a Pesquisa O questionário e a observação são dois métodos básicos de coleta de dados. No questionário os dados são coletados através de perguntas, enquanto que no outro método apenas

Leia mais

AMIGOS, AMIGOS, NEGÓCIOS À PARTE: UMA ANÁLISE DA ESTRUTURA RETÓRICA. Palavras-chave: Oração; frases nominais; Teoria da Estrutura Retórica do Texto.

AMIGOS, AMIGOS, NEGÓCIOS À PARTE: UMA ANÁLISE DA ESTRUTURA RETÓRICA. Palavras-chave: Oração; frases nominais; Teoria da Estrutura Retórica do Texto. 1 AMIGOS, AMIGOS, NEGÓCIOS À PARTE: UMA ANÁLISE DA ESTRUTURA RETÓRICA MEIRA, Ana Clara Gonçalves Alves (Universidade Federal de Minas Gerais) (anaclarameira@hotmail.com) Resumo: Em estudos tradicionais,

Leia mais

ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS

ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS As orações subordinadas substantivas são as palavras

Leia mais

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL EM 2015 Disciplina: PoRTUGUÊs

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL EM 2015 Disciplina: PoRTUGUÊs Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL EM 2015 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Texto para a questão 1. TÔ COM FOME. POSSO FAZER

Leia mais

Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM. E agora José?

Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM. E agora José? Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM E agora José? Respondam Rápido: O que encanta um homem? O que encanta uma mulher? E o que ENCANTA um corretor do ENEM?

Leia mais

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br Odilei França Graduado em Letras pela Fafipar. Graduado em Teologia pela Faculdade Batista. Professor de Língua Portuguesa para concursos públicos há 22 anos. Sintaxe do período composto: parte II Período

Leia mais

COMO SERÁ ELABORADA A PROPOSTA DE TEMA PARA A REDAÇÃO DO ENEM?

COMO SERÁ ELABORADA A PROPOSTA DE TEMA PARA A REDAÇÃO DO ENEM? COMO SERÁ ELABORADA A PROPOSTA DE TEMA PARA A REDAÇÃO DO ENEM? A proposta para a redação do Enem é elaborada de forma a possibilitar que os participantes, a partir dos subsídios oferecidos, realizem uma

Leia mais

Como escrever um bom Relato de Experiência em Implantação de Sistema de Informações de Custos no setor público. Profa. Msc. Leila Márcia Elias

Como escrever um bom Relato de Experiência em Implantação de Sistema de Informações de Custos no setor público. Profa. Msc. Leila Márcia Elias Como escrever um bom Relato de Experiência em Implantação de Sistema de Informações de Custos no setor público O que é Relato de Experiência? Faz parte dos gêneros pertencentes ao domínio social da memorização

Leia mais

VESTIBULAR 2015 PRIMEIRO SEMESTRE POLO ITANHANDU

VESTIBULAR 2015 PRIMEIRO SEMESTRE POLO ITANHANDU Ministério Da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal De Educação, Ciência e Tecnologia Do Sul de Minas Gerais VESTIBULAR 2015 PRIMEIRO SEMESTRE POLO ITANHANDU DATA:

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO DE LETRAS DIEGO LOPES MACEDO ELIANA ANTUNES DOS SANTOS GILMARA PEREIRA DE ALMEIDA RIBEIRO

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO DE LETRAS DIEGO LOPES MACEDO ELIANA ANTUNES DOS SANTOS GILMARA PEREIRA DE ALMEIDA RIBEIRO UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO DE LETRAS DIEGO LOPES MACEDO ELIANA ANTUNES DOS SANTOS GILMARA PEREIRA DE ALMEIDA RIBEIRO ANÁLISE DO DISCURSO DA PROPAGANDA MARLBORO SOROCABA 2014 1 Introdução O presente trabalho

Leia mais

1ª QUESTÃO MÚLTIPLA ESCOLHA. 7,00 (sete) pontos distribuídos em 20 itens

1ª QUESTÃO MÚLTIPLA ESCOLHA. 7,00 (sete) pontos distribuídos em 20 itens PAG - 1 1ª QUESTÃO MÚLTIPLA ESCOLHA 7,00 (sete) pontos distribuídos em 20 itens Marque no cartão de respostas a única alternativa que responde de maneira correta ao pedido de cada item: PORTUGUÊS Considere

Leia mais

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL 1) PARA O ENSINO MÉDIO REDAÇÃO Do 1º ano ao 3º ano do ensino médio, a prova discursiva será composta

Leia mais

Bíblias para Crianças na Literatura Infantil Brasileira

Bíblias para Crianças na Literatura Infantil Brasileira Bíblias para Crianças na Literatura Infantil Brasileira Ms. Letícia Lopes Ferreira i Resumo: Analisa uma versão em português de uma narrativa da Bíblia (texto base), comparada a três versões da mesma para

Leia mais

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano Dias de aulas previstos Período 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª 1.º período 13 13 13 12 13 2.º período 9 9 9 11 11 3.º período 9 11 10 10 11 (As Aulas previstas

Leia mais

As orações subordinadas adverbiais funcionam como adjuntos adverbiais da oração principal, são introduzidas por conjunções ou locuções conjuntivas

As orações subordinadas adverbiais funcionam como adjuntos adverbiais da oração principal, são introduzidas por conjunções ou locuções conjuntivas As orações subordinadas adverbiais funcionam como adjuntos adverbiais da oração principal, são introduzidas por conjunções ou locuções conjuntivas que indicam circunstâncias de : causa, consequência, condição,

Leia mais

Vestibular Comentado - UVA/2010.2

Vestibular Comentado - UVA/2010.2 LÍNGUA PORTUGUESA Comentários: Profs. Evaristo, Crerlânio, Vicente Júnior Texto 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 Flor voltara a embalar-se

Leia mais

Conteúdo Programático da Prova Bimestral. Placas tectônicas; Agentes internos e externos do relevo.

Conteúdo Programático da Prova Bimestral. Placas tectônicas; Agentes internos e externos do relevo. 6º Geografia 6º Espanhol 6º Gramática Maria do Carmo 6º Matemática 6º 6º 6 História 6º Artes Placas tectônicas; Agentes internos e externos do relevo.. Classificação do substantivo; Gênero e número do

Leia mais

Descoberta e Invenção: o lugar da argumentação nos textos dissertativos

Descoberta e Invenção: o lugar da argumentação nos textos dissertativos Atividade extra Descoberta e Invenção: o lugar da argumentação nos textos dissertativos Questão 1 (UFPR 2013) Leia o texto a seguir: Ao realizar um experimento no laboratório da escola, um estudante fez

Leia mais

OS CIDADÃOS EUROPEUS e a PROPRIEDADE INTELECTUAL: PERCEÇÃO, TOMADA DE CONSCIÊNCIA E COMPORTAMENTO SUMÁRIO EXECUTIVO

OS CIDADÃOS EUROPEUS e a PROPRIEDADE INTELECTUAL: PERCEÇÃO, TOMADA DE CONSCIÊNCIA E COMPORTAMENTO SUMÁRIO EXECUTIVO OS CIDADÃOS EUROPEUS e a PROPRIEDADE INTELECTUAL: PERCEÇÃO, TOMADA DE CONSCIÊNCIA E COMPORTAMENTO SUMÁRIO EXECUTIVO OS CIDADÃOS EUROPEUS e a PROPRIEDADE INTELECTUAL: PERCEÇÃO, TOMADA DE CONSCIÊNCIA E COMPORTAMENTO

Leia mais

Texto 1 O FUTEBOL E A MATEMÁTICA Modelo matemático prevê gols no futebol Moacyr Scliar

Texto 1 O FUTEBOL E A MATEMÁTICA Modelo matemático prevê gols no futebol Moacyr Scliar PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 5 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 O FUTEBOL E A MATEMÁTICA

Leia mais

Segunda 18/8. Terça 19/8. História 10h30 às 12h10. Inglesa 11h20 às 13h

Segunda 18/8. Terça 19/8. História 10h30 às 12h10. Inglesa 11h20 às 13h SCP-CIRC-058/2014 Assunto: Programação e conteúdos da 2ª AISC 8º Ano 2º Trimestre Brasília, 4 de agosto de 2014. Prezado responsável, No período de 13 a 22/8, os estudantes farão a 2ª AISC do 2 trimestre.

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA DAS QUESTÕES DISCURSIVAS PROFISSIONAL BÁSICO COMUNICAÇÃO SOCIAL

PADRÃO DE RESPOSTA DAS QUESTÕES DISCURSIVAS PROFISSIONAL BÁSICO COMUNICAÇÃO SOCIAL Questão n o 1 a) O candidato deverá apresentar seis dentre as seguintes vantagens: Domínio de tecnologia capaz de produzir bens preferidos por certas classes de compradores Aumento dos índices de qualidade

Leia mais