PROGRAMA CINEMA E TEATRO À SERVIÇO DA CIDADANIA E DO COMPORTAMENTO SUSTENTÁVEL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA CINEMA E TEATRO À SERVIÇO DA CIDADANIA E DO COMPORTAMENTO SUSTENTÁVEL"

Transcrição

1 PROGRAMA CINEMA E TEATRO À SERVIÇO DA CIDADANIA E DO COMPORTAMENTO SUSTENTÁVEL Oficinas de Cine Clube O projeto pretende oferecer aos jovens a oportunidade de atuarem como agentes culturais da comunidade a que pertencem, oferecendo oficinas de capacitação, encontros, debates e workshops, orientados por profissionais dos segmentos do teatro e do audiovisual, capacitando-os para a criação, produção e realização de eventos teatrais e cinematográficos, além da implementação de um cine clube e um grupo teatral, como mola mestres de um ponto de cultura permanente na comunidade. Aulas teóricas e pratica sobre história do cinema, linguagens cinematográficas, cinema brasileiro, onde serão exibidos filmes, de longa e curta-metragem, de todos os gêneros. Aulas teóricas e práticas visando o conhecimento básico da atividade cinematográfica: argumento, roteiro, produção, direção, fotografia e câmera, montagem e finalização. Aulas sobre os diversos formatos e mídias de exibição, práticas de distribuição cinematográfica entrando por fim em conceito de cineclube, funcionamento e sustentabilidade dessa atividade, a fim de formar e capacitar gestores de cineclubes na comunidade, Oficinas de Teatro As aulas teóricas e práticas pretendem não só formar, estimular e desenvolver aptidões e talentos dos participantes como atores e atrizes, mas também no exercício das demais funções profissionais dos diversos segmentos do fazer teatral, Os participantes aprenderão fazendo, como se organiza um grupo teatral e como se produzem e realizam espetáculos teatrais. Os participantes das oficinas também serão instrumentalizados para planejar, desenvolver e realizar no futuro, novas e inéditas iniciativas artístico-culturais bem como potencializar ações já desenvolvidas na comunidade o que também servirá para estimular os membros da comunidade a buscar e a participar de realizações e atividades dentro ou mesmo fora da comunidade.

2 Seleção de Participantes Serão selecionados até 120 pessoas da comunidade por intermédio de segmentos locais. Os selecionados se distribuirão em três grupos de formação: 30 para formação de agentes culturais em cinema e cineclube, sem idade limite, porém com idade mínima de 16anos; 60 para atividades de teatro e pós-seleção de 20 como agentes culturais em teatro e artes cênicas, sem idade limite, porém com idade mínima de 14 anos; 30 para formação em agentes em comportamento sustentável na comunidade, sem idade limite e com idade mínima de 16 anos. Programação CINEMA E CINECLUBE Exibição de filmes para a comunidade, oficinas de conhecimento básico da atividade audiovisual e criação de Cineclubes nas comunidades 1. Exibições de filmes na comunidade Exibição de doze sessões abertas ao público, a serem realizadas quinzenalmente, em fins-de-semana, abrangendo pelo menos 300 pessoas da comunidade por vez. Serão exibidos doze filmes brasileiros de épocas, propostas e linguagens diversas. Após as sessões serão realizados debates abertos ao público, com a participação dos alunos, dos professores e de convidados especiais. A partir de determinado momento, essas sessões serão organizadas pelos próprios alunos, com acompanhamento e orientação dos professores da Oficina, de forma a prepará-los para dar continuidade aos eventos depois do término do projeto. A programação e a exibição de filmes fazem parte de um trabalho maior de construção do pensamento cinematográfico e cultural de um país. 2. Oficina para formação de gestores de cineclubes na comunidade Módulo 1: O curso fornecerá um quadro introdutório ao cinema, com ênfase no cinema brasileiro. Esse recorte é um diferencial que nos parece fundamental para criar no aluno o necessário envolvimento com as características da produção cultural do país em que ele vive, bem como estimular a inter-relação entre as questões de formação do pensamento, da difusão das obras e da produção de filmes e vídeos.

3 Nas aulas serão exibidos filmes e trechos de filmes de diversas procedências e estilos, relativamente aos tópicos desenvolvidos. Programa do módulo 1: A Oficina está estruturada em 16 aulas divididas nos seguintes tópicos: 1. O que é história do cinema? 2. Cinema: arte e indústria 3. Cinema e crítica 4. Produção, distribuição e exibição 5. Linguagem do cinema I; II e III 6. Cinema brasileiro e gêneros 7. O cinema brasileiro de curta-metragem 8. O documentário no Brasil 9. O que é cinema popular? 10. O cinema moderno brasileiro 11. Cinema brasileiro contemporâneo I;II e III Módulo 2: Apresentar o conceito de cineclube, funcionamento e sustentabilidade da atividade a fim de formar agentes culturais capazes de promover sessões de cinema, principalmente brasileiro, em locais fechados ou abertos. A nossa escolha pelo cinema brasileiro reflete-se também na crença de que os cineclubes, vistos aqui como centros de difusão do pensamento sobre o audiovisual, não precisam e nem devem estar apartados dos núcleos de produção. Assim, é importante que o aluno perceba que ele pode fazer parte de um diálogo mais rico e intenso com outros núcleos de pensamento e de produção do audiovisual que atualmente espalham-se pelo Rio de Janeiro. Programa do Módulo 2: Serão necessários três grupos de aulas para este módulo da oficina: Grupo de aula 1 - Um panorama da atividade, iniciando com a história do movimento cineclubista no Brasil. Em um segundo momento, será abordada a organização de um cineclube, desde as instituições que disponibilizam filmes licenciados até a sustentabilidade do mesmo passando pela produção da sessão, divulgação, apresentação, mediação e tecnologias de exibição. Finalizando o grupo, como registrar um cineclube e a regulamentação brasileira atual. Aula1 Breve história recente do Movimento Cineclubista Brasileiro Aulas 2 e 3 - A organização do Cineclube

4 2.1. Curadoria e Programação: como adequar a programação ao público e onde conseguir filmes licenciados para exibição 2.2. Produção das Sessões: da escolha e preparação do local às autorizações necessárias 2.3. Divulgação das sessões 2.4. Apresentação e Mediação de debate 2.5. Tecnologias de Exibição 2.6. Sustentabilidade / Captação de parcerias locais Aula 4 - Como registrar um Cineclube / Regulamentação Grupo de Aula 2-2 aulas preparatórias para a realização de exibições. Exemplos práticos e orientações técnicas para que os alunos tenham segurança para produzir exibições em locais abertos ou fechados. 1. Orientações Técnicas (equipamento necessário e outros cuidados) 2. Dicas de Produção 3. Itens de segurança e conforto dos espectadores 4. Registro da sessão 5. Condução de debates sobre os temas propostos nos filmes Grupo de Aula 3 - Realização de três sessões públicas abertas para a comunidade, totalmente produzidas e conduzidas pelos alunos. Serão realizadas ao todo 25 oficinas semanais para um grupo de até 30 alunos, sendo 16 do módulo 1 e 9 do módulo 2. TEATRO ARTES CÊNICAS Projeto de Oficina de Artes Cênicas Nosso projeto pretende, durante 25 semanas, realizar encontros semanais com duração de 3 horas cada um, onde nestes encontros, os participantes serão iniciados em práticas interpretativas e processos de criação artística através de informações teóricas e exercícios práticos. Pretendemos formar, estimular e desenvolver aptidões e talentos dos participantes nas artes cênicas, não só como artistas, mas também orientá-los quanto a formação de grupos de teatro, bem como quanto ao exercício das demais funções dos diversos segmentos de produção de um espetáculo. Os participantes aprenderão fazendo, como se organiza um grupo teatral e como se produzem e realizam espetáculos teatrais. Oficinas de artes cênicas são um excelente meio de socialização, integração e desenvolvimento educacional e cultural de toda uma comunidade proporcionando aos seus participantes uma série de benefícios, dentre os quais podemos destacar: Ocupação do tempo em algo produtivo;

5 Desenvolvimento da vivência e aprendizagem artística Melhoria da qualidade de vida e da saúde física e emocional; Aumento da autoestima, crescimento interpessoal e afetivo; Conscientização corporal, uma vez que através das artes cênicas usamos o nosso próprio corpo como instrumento; Desenvolvimento da criatividade e memorização, pois a prática artística promove sinapses cerebrais, assim como o desenvolvimento cognitivo do indivíduo; Desperta a sensibilidade bem como desenvolve a capacidade de concentração; Construção da cidadania (Indivíduo-Sociedade), pois ao participar de uma atividade que envolva o fazer artístico, o indivíduo desenvolve a capacidade de trabalhar em conjunto com outras pessoas, onde cada uma é uma parte importante dentro de um todo, o que desperta a autoestima, o senso de responsabilidade e solidariedade, fazendo com que o indivíduo aprenda a refletir sobre sua importância no meio social; Possibilidade de um novo horizonte profissional. COMPORTAMENTO SUSTENTÁVEL Formação em Comportamento Sustentável Objetivo Promover treinamento na área comportamental humana para o pessoal indicado, visando a integração e uniformização de suas ações. Metodologia O treinamento se dará em duas etapas: a primeira envolve o treinamento básico onde são enfatizadas as questões relacionais, a estrutura do comportamento físico e mental e a criatividade para solução de problemas; a segunda envolve o treinamento superior, com ênfase na questão da decisão e comunicação. Carga Horária O treinamento será desenvolvido em 64 horas em dois períodos de 32h cada, sempre aos sábados e domingos em horário integral em quatro semanas, sendo duas consecutivas por período e um intervalo de um fim de semana entre os períodos. Programação O treinamento básico será ministrado em forma de workshop, com 32 horas de atividades, segundo a programação que se segue: T1. O Reconhecimento de Limites T2. Técnicas de Respiração e Relaxamento

6 T3. Impressão e Expressão Corporais T4. Consciência Corporal T5. Os Sentidos T6. Bioenergética e Couraça Muscular T7. Concentração e Sensibilidade T8. Percepção e Vínculos T9. Emocionalidade e Representação T10. Harmonização e Interiorização T11. Vivência Tátil, Material e Cromática T12. Vivência Musical e Ambiental T13. Vivência do Relaxamento e Stress O treinamento da segunda etapa será ministrado no total de 32 horas, compreendendo a seguinte programação: T1. Hemisférios Cerebrais T2 Harmonização e Interiorização T3. Memorização e Resposta T4. Precisão e Movimento T5. Vivência do Relaxamento e Stress T6. Processo Decisório T7. Frustração Sistêmica T8. Avaliação e Decisão T9. Ousadia e Conquista T10. Criatividade, Decisão e Resultados T11. Conflitos e Negociação T12. Comunicação e Expressão T13. Comunicação do Cotidiano T14. Linguagem, Voz e Palavra T15. Toque e Gestualidade

PROGRAMA FUTEBOL E COMPORTAMENTO

PROGRAMA FUTEBOL E COMPORTAMENTO PROGRAMA FUTEBOL E COMPORTAMENTO O Futebol não é um evento ingênuo ou distraído. A cada dia uma localidade qualquer deste país vive e convive com o futebol, seja num jogo de várzea, seja em campeonatos

Leia mais

A educação é um processo social. É desenvolvimento. Não é preparação para a vida, é a própria vida. JOHN DEWEY - Educador

A educação é um processo social. É desenvolvimento. Não é preparação para a vida, é a própria vida. JOHN DEWEY - Educador A educação é um processo social. É desenvolvimento. Não é preparação para a vida, é a própria vida. JOHN DEWEY - Educador SINOPSE Apresentação do Projeto Histórico 2014-2016 OBJETIVOS 2017 Apresentação

Leia mais

PROGRAMA TURISMO COMPORTAMENTAL. PROJETO REJUVENTUDE Toscana - Itália. Workshops Comportamentais Teatro Dança e Águas Termais. Workshops e Turismo

PROGRAMA TURISMO COMPORTAMENTAL. PROJETO REJUVENTUDE Toscana - Itália. Workshops Comportamentais Teatro Dança e Águas Termais. Workshops e Turismo PROGRAMA TURISMO COMPORTAMENTAL PROJETO REJUVENTUDE Toscana - Itália Workshops Comportamentais Teatro Dança e Águas Termais Workshops e Turismo Hospedagem na cidade de Chianciano Terme Toscana 24 VAGAS

Leia mais

PROGRAMA TURISMO COMPORTAMENTAL. PROJETO REJUVENTUDE Toscana - Itália. Workshops Comportamentais Teatro Dança e Águas Termais. Workshops e Turismo

PROGRAMA TURISMO COMPORTAMENTAL. PROJETO REJUVENTUDE Toscana - Itália. Workshops Comportamentais Teatro Dança e Águas Termais. Workshops e Turismo PROGRAMA TURISMO COMPORTAMENTAL PROJETO REJUVENTUDE Toscana - Itália Workshops Comportamentais Teatro Dança e Águas Termais Workshops e Turismo 13 a 25 de Junho de 2017 Hospedagem no hotel Sole na cidade

Leia mais

ARTES CÊNICAS Cenografia: Segunda-feira 16h55 às 18h30 14 vagas Dramaturgia I: Segunda-feira 18h35 às 20h10 15 vagas Dramaturgia II:

ARTES CÊNICAS Cenografia: Segunda-feira 16h55 às 18h30 14 vagas Dramaturgia I: Segunda-feira 18h35 às 20h10 15 vagas Dramaturgia II: ARTES CÊNICAS Cenografia: A disciplina trabalhará a criação da cenografia para um espetáculo teatral. Desenvolverá os processos de análise dramatúrgica, pesquisa sobre as especificidades do texto teatral,

Leia mais

Pró-reitoria da Extensão da UFABC. Extensão Universitária Conceitos, Benefícios e Integração

Pró-reitoria da Extensão da UFABC. Extensão Universitária Conceitos, Benefícios e Integração Pró-reitoria da Extensão da UFABC Extensão Universitária Conceitos, Benefícios e Integração Maio de 2008 2 Universidade Federal do ABC Criada em 26/07/2005 - Lei Nº 11.145 Campus Santo André início do

Leia mais

NOTAS 2 BIMESTRE 1 ANO

NOTAS 2 BIMESTRE 1 ANO 1,5 PORTIFOLIO 1,5 SEMINARIOS 1,5 PORTIFOLIO 1,5 SEMINARIOS A Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal, em parceria com a Secretaria de Cultura do Distrito Federal, realizará o 2º Festival

Leia mais

Oscar Bopeva no vestibular 2016

Oscar Bopeva no vestibular 2016 Oscar Bopeva no vestibular 2016 Escola Estadual Jardim Bopeva Professor(es) Apresentador(es): Gerson Cordeiro Andréa Santos da Silva Realização: Foco do Projeto Prática motivadora da aprendizagem na Escola

Leia mais

1) O período de inscrição será de 06 de maio a 20 de junho de 2014.

1) O período de inscrição será de 06 de maio a 20 de junho de 2014. 1 FESTIVAL DE VITÓRIA - 21º VITÓRIA CINE VÍDEO De 12 a 17 de setembro de 2014 REGULAMENTO APRESENTAÇÃO Realizado pela Galpão Produções e pelo Instituto Brasil de Cultura e Arte (IBCA), o Festival de Vitória

Leia mais

MOVIMENTA - Programação Geral

MOVIMENTA - Programação Geral Data Horários Descrição da atividade Dia 8 - Quarta Dia 9 - Quinta Dia 10 - Sexta 18h às 20h 13:30h às 15:30h 17h 18h Quarta Cultural Filme Atlântico Negro Na Rota dos Orixás Cine UNILAB (até o dia 31

Leia mais

REGULAMENTO - INSCRIÇÃO DE FILMES

REGULAMENTO - INSCRIÇÃO DE FILMES REGULAMENTO - INSCRIÇÃO DE FILMES 1 SOBRE O PROGRAMA CINEMA Cinema sem Fronteiras é um programa nacional de audiovisual que reúne as três mostras anuais diferenciadas e complementares que a Universo Produção

Leia mais

Pró-Reitoria de Integração aos Setores Comunitários e Produtivos PROIN

Pró-Reitoria de Integração aos Setores Comunitários e Produtivos PROIN Programa Institucional de Bolsas de Integração PIBIN 2012/2013 ANEXO III Solicitação de Ampliação e Implementação Título do Projeto: Teatro Científico Popularização da Ciência através do Teatro Colegiado

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FORTALEZA SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA DE FORTALEZA ESCOLA PÚBLICA DE AUDIOVISUAL DA VILA DAS ARTES REGULAMENTO

PREFEITURA MUNICIPAL DE FORTALEZA SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA DE FORTALEZA ESCOLA PÚBLICA DE AUDIOVISUAL DA VILA DAS ARTES REGULAMENTO REGULAMENTO CONVOCATÓRIA DE SELEÇÃO PARA O CURSO PONTOS DE CORTE - FORMAÇÃO DE CINECLUBISTAS E EXIBIDORES INDEPENDENTES DA VILA DAS ARTES A - EQUIPAMENTO DA SECRETARIA DA CULTURA DE FORTALEZA SECULTFOR

Leia mais

CAMINHOS DA ESCOLA Arte na Escola

CAMINHOS DA ESCOLA Arte na Escola CAMINHOS DA ESCOLA Arte na Escola Resumo A série Caminhos da Escola nos apresenta neste episódio Arte na Escola, uma coletânea de matérias gravadas a partir de experiências em escolas de formação técnica

Leia mais

Films from Rio 2016/2017 (RioMarket / Ventana Sur / Marché du Film)

Films from Rio 2016/2017 (RioMarket / Ventana Sur / Marché du Film) Films from Rio 2016/2017 (RioMarket / Ventana Sur / Marché du Film) CHAMADA PÚBLICA - 003/2016 O programa FILMS FROM RIO tem como objetivo oferecer a produtores audiovisuais fluminenses uma consultoria

Leia mais

EDITAL E REGULAMENTO NÚCLEO DE DRAMATURGIA SESI 2015/2016

EDITAL E REGULAMENTO NÚCLEO DE DRAMATURGIA SESI 2015/2016 EDITAL E REGULAMENTO NÚCLEO DE DRAMATURGIA SESI 2015/2016 O Serviço Social da Indústria SESI/RJ abre inscrições para o processo de seleção do Núcleo de Dramaturgia 2015/2016 com encontros semanais ministrados

Leia mais

Oficina de Teatro Ação de formação acreditada ( modalidade Curso) Conselho Científico da Formação Contínua/Acc /14

Oficina de Teatro Ação de formação acreditada ( modalidade Curso) Conselho Científico da Formação Contínua/Acc /14 Oficina de Teatro Ação de formação acreditada ( modalidade Curso) Conselho Científico da Formação Contínua/Acc- 76517/14 Duração: 25 horas presenciais Número de Créditos: 1 Destinatários: Educadores de

Leia mais

CURSO: ARTE EM AÇÃO - LITERATURA

CURSO: ARTE EM AÇÃO - LITERATURA CURSO: ARTE EM AÇÃO - LITERATURA Docente: Mariana Felix de Oliveira Carga Horária Total do Projeto: 295 hrs Resumo: A oficina de literatura é uma das três vertentes que compõe o projeto Arte em ação. Terá

Leia mais

X TROFÉU OMAR Público Alvo: Alunos do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Cursos Técnicos do município de Três de Maio.

X TROFÉU OMAR Público Alvo: Alunos do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Cursos Técnicos do município de Três de Maio. X TROFÉU OMAR 2012 Num filme o que importa não é a realidade, mas o que dela possa extrair a imaginação Charles Chaplin Promoção: Grêmio Estudantil SETREM (GESE). Modalidade: Curtas-metragens. Público

Leia mais

RESUMO DAS ATIVIDADES PEDAGÓGICAS EDUCAÇÃO PROFISSIONAL RESUMO DAS ATIVIDADES PEDAGÓGICAS EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

RESUMO DAS ATIVIDADES PEDAGÓGICAS EDUCAÇÃO PROFISSIONAL RESUMO DAS ATIVIDADES PEDAGÓGICAS EDUCAÇÃO PROFISSIONAL RESUMO DAS ATIVIDADES PEDAGÓGICAS EDUCAÇÃO PROFISSIONAL RESUMO DAS ATIVIDADES PEDAGÓGICAS EDUCAÇÃO PROFISSIONAL No mês de fevereiro promovemos um treinamento interno com os colaborados da Pedagogia a fim

Leia mais

TEATRO - EMPRESARIAL

TEATRO - EMPRESARIAL TEATRO - EMPRESARIAL TEATRO-EMPRESARIAL Desenvolvido para pessoas que trabalham no mercado formal e que não possuem experiência teatral ou mesmo intimidade com a oratória e exposição social. Sua metodologia

Leia mais

Disciplina: Teatro - Iniciantes

Disciplina: Teatro - Iniciantes Teatro - Iniciantes Disciplina: Teatro - Iniciantes Tema Transversal: Cultivar e guardar a Criação PLANEJAMENTO ANUAL 2017 Disciplina: Teatro - Iniciantes Ano: 4º, 5º e 6º EF Dia da aula: Segunda-feira

Leia mais

PROGRAMA GERAÇÃO DE JOVENS TALENTOS EMPRESÁRIOS

PROGRAMA GERAÇÃO DE JOVENS TALENTOS EMPRESÁRIOS PROGRAMA GERAÇÃO DE JOVENS TALENTOS EMPRESÁRIOS Os empresários de hoje se tornaram empresários porque somente tinham ideias inovadoras e recursos para abrir um negócio ou por que herdaram negócios familiares

Leia mais

PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO CULTURAL

PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO CULTURAL PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO CULTURAL. Conexões para transformar Projeto aprovado na Lei Rouanet de Incentivo à Cultura www.planetacultura.com.br SUMÁRIO Introdução O Programa de Integração Cultural Escopo Circuito

Leia mais

FOTONOVELA EMEFI PROFESSOR MANOEL IGNÁCIO DE MORAES

FOTONOVELA EMEFI PROFESSOR MANOEL IGNÁCIO DE MORAES FOTONOVELA EMEFI PROFESSOR MANOEL IGNÁCIO DE MORAES sala 5 1ª sessão Professor Apresentador: Danival Mascarini de Souza Realização: Foco O Projeto Fotonovela foi elaborado visando à melhoria do processo

Leia mais

PROCESSO Nº INTERESSADA:

PROCESSO Nº INTERESSADA: PROCESSO Nº 424935/2016 INTERESSADA: Instituto de Desenvolvimento, Estudo e Integração pela Animação MODALIDADE: Termo de Fomento (com inexigibilidade de chamamento público) OBJETO: Anima Mundi Cuiabá

Leia mais

CONVOCATÓRIA E REGULAMENTO 2016

CONVOCATÓRIA E REGULAMENTO 2016 CONVOCATÓRIA E REGULAMENTO 2016 VII FESTIVAL INTERNACIONAL PACHAMAMA CINEMA DE FRONTEIRA Abertura: 29 de abril de 2016 Encerramento: 12 de agosto de 2016 1) INTRODUÇÃO Fundação Elias mansour, Saci Produções

Leia mais

EDITAL PARA PRÉ-INSCRIÇÃO EM ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO VINCULADAS AO BACHARELADO INTERDISCIPLINAR EM ARTES SEMESTRE

EDITAL PARA PRÉ-INSCRIÇÃO EM ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO VINCULADAS AO BACHARELADO INTERDISCIPLINAR EM ARTES SEMESTRE EDITAL PARA PRÉ-INSCRIÇÃO EM ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO VINCULADAS AO BACHARELADO INTERDISCIPLINAR EM ARTES SEMESTRE 2017.2 A pré-inscrição nas Áreas de Concentração (AC) somente poderá ocorrer levando-se em

Leia mais

SOBRE A EVOLUIR. Visite: /

SOBRE A EVOLUIR. Visite:  / CONSTRUINDO MÚSICA SOBRE A EVOLUIR A Evoluir é uma editora e uma empresa de educação para sustentabilidade. O nosso trabalho é, por meio de projetos e materiais educativos, levar as pessoas a refletir

Leia mais

CURSO: MÚSICA LICENCIATURA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: MÚSICA LICENCIATURA EMENTAS º PERÍODO CURSO: MÚSICA LICENCIATURA EMENTAS - 2016.2 2º PERÍODO DISCIPLINA: LINGUAGEM E ESTRUTURAÇÃO MUSICAL II Teoria e Percepção Musical II. Desenvolvimento da leitura musical em quatro claves de referência:

Leia mais

MARIA CRISTINA BRITO. 4ª feira 9 às 13 horas. Ester Leão (2º andar) 15 vagas

MARIA CRISTINA BRITO. 4ª feira 9 às 13 horas. Ester Leão (2º andar) 15 vagas 1 NOME DA DISCIPLINA: SALA O ATOR NO TEATRO DA CRUELDADE DE ANTONIN ARTAUD 2 MARIA CRISTINA BRITO 4ª feira 9 às 13 horas Ester Leão (2º andar) Interpretação I e II / ou / Atuação Cênica I e II / e / O

Leia mais

1º FESTIVAL DE INVERNO DE ITAJUBÁ

1º FESTIVAL DE INVERNO DE ITAJUBÁ 1º FESTIVAL DE INVERNO DE ITAJUBÁ O 1º Festival de Inverno de Itajubá é um evento regional, que tem como objetivo principal valorizar a cultura e gastronomia da região e que privilegiem a participação

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III, IV e V EDUCAÇÃO FÍSICA

DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III, IV e V EDUCAÇÃO FÍSICA CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO INFANTIL 2015 DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III, IV e V EDUCAÇÃO FÍSICA OBJETIVOS GERAIS Favorecer o desenvolvimento corporal e mental harmônicos, a melhoria

Leia mais

CURSO: MÚSICA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: MÚSICA EMENTAS º PERÍODO CURSO: MÚSICA EMENTAS - 2017.2 2º PERÍODO DISCIPLINA: TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL II Desenvolvimento da percepção dos elementos da organização musical, através de atividades práticas; utilização de elementos

Leia mais

REGULAMENTO DO FEMO GARRA_SESC_SONORA FESTIVAL EDUCACIONAL DE MÚSICA E ORATÓRIA

REGULAMENTO DO FEMO GARRA_SESC_SONORA FESTIVAL EDUCACIONAL DE MÚSICA E ORATÓRIA REGULAMENTO DO FEMO GARRA_SESC_SONORA FESTIVAL EDUCACIONAL DE MÚSICA E ORATÓRIA 1. DA PARTICIPAÇÃO Artigo 1º - A grande final do Festival Educacional de Música e Oratória (FEMO) será disputada no Teatro

Leia mais

Nome da disciplina CrT CrP. Teorias e estéticas da arte Oficina de roteiro Oficina de produção Oficina de som 1 3 4

Nome da disciplina CrT CrP. Teorias e estéticas da arte Oficina de roteiro Oficina de produção Oficina de som 1 3 4 MATRIZ CURRICULAR Disciplinas Obrigatórias Nome da disciplina CrT CrP Total de créditos SEMESTRE I Teorias e estéticas da arte Teorias e estéticas clássicas do cinema e Teorias e estéticas contemporâneas

Leia mais

7º SERCINE FESTIVAL SERGIPE DE CINEMA E VÍDEO REGULAMENTO

7º SERCINE FESTIVAL SERGIPE DE CINEMA E VÍDEO REGULAMENTO A Cacimba de Cinema e Vídeo, organização sem fins lucrativos que promove ações de cunho educativo, formação de público e produção na área do audiovisual, traz a público a realização da 6ª Edição do Sercine

Leia mais

02/05/14. Para início de Conversa. Tema 1 - A importância das Artes na Infância. Objetivos

02/05/14. Para início de Conversa. Tema 1 - A importância das Artes na Infância. Objetivos Tema 1 - A importância das Artes na Infância Para início de Conversa Objetivos Conhecer a importância do ensino das artes na educação infantil. Compreender a diferença das abordagens inatista e pragmática

Leia mais

10º FETUSC Festival Estudantil 2016 Mostra Estudantil Mostra de Cenas Curtas Universidade do Sagrado Coração Bauru/SP

10º FETUSC Festival Estudantil 2016 Mostra Estudantil Mostra de Cenas Curtas Universidade do Sagrado Coração Bauru/SP 10º FETUSC Festival Estudantil 2016 Mostra Estudantil Mostra de Cenas Curtas Universidade do Sagrado Coração Bauru/SP REGULAMENTO I Dos Objetivos: 01) O 10º FETUSC, Festival Estudantil de Teatro é uma

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CURSO DE GRADUAÇÃO EM IMAGEM E SOM REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR São Carlos, dezembro de 2014. 1 Regulamento de estágio obrigatório do curso de Bacharelado em Imagem

Leia mais

CHAMAMENTO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ARTISTAS ORIENTADORES PARA O PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO EM ARTES TEATRO - EDIÇÃO 2018

CHAMAMENTO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ARTISTAS ORIENTADORES PARA O PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO EM ARTES TEATRO - EDIÇÃO 2018 CHAMAMENTO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ARTISTAS ORIENTADORES PARA O PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO EM ARTES TEATRO - EDIÇÃO 2018 A POIESIS Organização Social de Cultura, por meio da Secretaria de Estado da Cultura,

Leia mais

MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS

MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS Objetivos do Curso O curso tem como objetivo geral capacitar profissionais na área de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas com capacidade de

Leia mais

PROGRAMA JOVEM RESTAURADOR - RESTAURAÇÃO de VEÍCULOS ANTIGOS

PROGRAMA JOVEM RESTAURADOR - RESTAURAÇÃO de VEÍCULOS ANTIGOS PROGRAMA JOVEM RESTAURADOR - RESTAURAÇÃO de VEÍCULOS ANTIGOS OBJETIVO OFERECER à JOVENS de BAIXA RENDA o CURSO de RESTAURAÇÃO de VEÍCULOS ANTIGOS, 1º da AMÉRICA LATINA, em SUAS 06 CATEGORIAS: Funilaria;

Leia mais

EDITAL INTERNO USJ Nº 026/2016/USJ

EDITAL INTERNO USJ Nº 026/2016/USJ EDITAL INTERNO USJ Nº 026/2016/USJ ABRE INSCRIÇÕES PARA SELEÇÃO DE ATIVIDADES DE EXTENSÃO PARA O SEGUNDO SEMESTRE DE 2016. O Reitor do Centro Universitário Municipal de São José, Prof. Dr. Juarez Perfeito,

Leia mais

MOSTRA DE CINEMA INDEPENDENTE DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

MOSTRA DE CINEMA INDEPENDENTE DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO A Mostra Audiovisual de Filmes Independentes de São José do Rio Preto tem por finalidade promover a troca de experiências entre artistas e público, um contato direto com as obras produzidas na cidade,

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Sustentável da Escola (PDSE) Instituto Brasil Solidário

Programa de Desenvolvimento Sustentável da Escola (PDSE) Instituto Brasil Solidário Apresentação Neste ano, sua escola e comunidade receberão diversas atividades com a chegada do Programa de Desenvolvimento Sustentável da Escola (PDSE) no seu município, com o Instituto Brasil Solidário

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE LÍDERES

PROGRAMA DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE LÍDERES PROGRAMA DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE LÍDERES CONQUISTE A LIDERANçA INSCRIÇÕES ABERTAS Prepare-se para novos desafios e seja o destaque no mercado de trabalho. Muitas vezes, a liderança não sabe quais

Leia mais

Programa de Oficina de Artes

Programa de Oficina de Artes Programa de Oficina de Artes C a s a d o P a t r i m ô n i o G R A F F I T I Da Simbologia à Identidade Fernando Caixeta Tiê Nicolai I g u a p e / 2 0 1 0 I N T R O D U Ç Ã O A presente proposta é realizar

Leia mais

Planificação Anual Oficina de Teatro. 7.º Ano 3.º Ciclo. 1.º Semestre. Ano letivo: 2017/2018

Planificação Anual Oficina de Teatro. 7.º Ano 3.º Ciclo. 1.º Semestre. Ano letivo: 2017/2018 Planificação Anual Oficina de Teatro 7.º Ano 3.º Ciclo 1.º Semestre Ano letivo: 2017/2018 Calendarização Dimensão Sócio Afetiva N.º de aulas O indivíduo e o grupo. Desenvolver uma relação de pertença e

Leia mais

Interprograma vivendo a arte 1. Sofia Frazão Suplicy 2 Suyanne Tolentino de Souza 3. Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, PR

Interprograma vivendo a arte 1. Sofia Frazão Suplicy 2 Suyanne Tolentino de Souza 3. Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, PR Interprograma vivendo a arte 1 Sofia Frazão Suplicy 2 Suyanne Tolentino de Souza 3 Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, PR 1 Trabalho submetido ao XIX Expocom, na categoria A Audiovisual,

Leia mais

BIMESTRALIZAÇÃO DA DISCIPLINA TEATRO PARA O ENSINO MÉDIO

BIMESTRALIZAÇÃO DA DISCIPLINA TEATRO PARA O ENSINO MÉDIO BIMESTRALIZAÇÃO DA DISCIPLINA TEATRO PARA O ENSINO MÉDIO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO 1º Bimestre Para o 1º Ano do Ensino Médio, propomos o estudo do Teatro Popular Tradicional, uma modalidade de representação

Leia mais

CHAMAMENTO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ARTISTAS ORIENTADORES PARA O PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO EM ARTES TEATRO (PROJETO ADEMAR GUERRA) EDIÇÃO 2017

CHAMAMENTO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ARTISTAS ORIENTADORES PARA O PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO EM ARTES TEATRO (PROJETO ADEMAR GUERRA) EDIÇÃO 2017 CHAMAMENTO PÚBLICO POIESIS Nº 06/2016 CHAMAMENTO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ARTISTAS ORIENTADORES PARA O PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO EM ARTES TEATRO (PROJETO ADEMAR GUERRA) EDIÇÃO 2017 Obedecendo aos termos

Leia mais

MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS

MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS Objetivos do Curso O curso tem como objetivo geral capacitar profissionais na área de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas com capacidade de

Leia mais

Critérios de Avaliação Disciplina: Orquestra de Sopros 2º CICLO

Critérios de Avaliação Disciplina: Orquestra de Sopros 2º CICLO 2º CICLO DOMÍNIO DA CRITÉRIOS GERAIS PERFIL DO ALUNO: DESCRITORES GERAIS INSTRUMENTOS INDICADORES DE % Coordenação psico-motora. Sentido de pulsação/ritmo/harmonia/ fraseado. COGNITIVOS: APTIDÕES CAPACIDADES

Leia mais

2. Do perfil dos grupos 3. Da seleção dos grupos, companhias ou coletivos. 4. Das condições de participação

2. Do perfil dos grupos 3. Da seleção dos grupos, companhias ou coletivos. 4. Das condições de participação Chamamento para seleção de Grupos, Companhias e Coletivos de Dança interessados em Receber Orientação Artística do Programa de Qualificação em Artes - Dança Edição 2018. A POIESIS Organização Social de

Leia mais

Foto Carga Horária: 15h presenciais. Facilitador: Sandro Barros. Objetivo:

Foto Carga Horária: 15h presenciais. Facilitador: Sandro Barros. Objetivo: Foto Calabor@tiva Carga Horária: 15h presenciais Facilitador: Sandro Barros Objetivo: O objetivo é estimular crianças e jovens a utilizar a linguagem fotográfica como elemento alternativo e visual, despertando

Leia mais

Cultura nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Sala Sidney Miller

Cultura nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Sala Sidney Miller Cultura nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Sala Sidney Miller Cultura nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos > Objetivo: valorizar a diversidade cultural brasileira > Diversas linguagens artísticas gratuitas:

Leia mais

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome: Educação Física Curso: Técnico em Meio Ambiente Integrado ao Ensino Médio Série: 1º, 2º, 3º Ano Carga Horária: 80h/a (67/H) Docente Responsável: EMENTA

Leia mais

A OFB acredita que o aprendizado por meio das artes muda para melhor a vida das pessoas, sendo um poderoso instrumento para integração social

A OFB acredita que o aprendizado por meio das artes muda para melhor a vida das pessoas, sendo um poderoso instrumento para integração social O Viva Arte Viva - é um projeto de inclusão social que oferece oficinas gratuitas e permanentes de teatro, música e dança à comunidade do Distrito Federal e cidades do entorno. É o projeto mais atuante

Leia mais

CAMPOS DE FÉRIAS PROJETO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO. Este programa de férias pretende, de uma forma lúdico pedagógica, dar continuidade

CAMPOS DE FÉRIAS PROJETO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO. Este programa de férias pretende, de uma forma lúdico pedagógica, dar continuidade CAMPOS DE FÉRIAS PROJETO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO Os nossos princípios 1 Este programa de férias pretende, de uma forma lúdico pedagógica, dar continuidade ao desenvolvimento integral da criança que é

Leia mais

Designação do Módulo: Técnicas de Animação

Designação do Módulo: Técnicas de Animação Módulo N.º 3258 Designação do Módulo: Técnicas de Animação Planificar e dinamizar a animação com caráter interdisciplinar, como forma de desenvolver competências e autonomias. Expressão livre e animação

Leia mais

II SEARA TEATRAL REGULAMENTO GERAL

II SEARA TEATRAL REGULAMENTO GERAL II SEARA TEATRAL Festival de Teatro Científico da Seara da Ciência REGULAMENTO GERAL II SEARA TEATRAL é o Festival de Teatro Científico da Seara da Ciência, que visa fomentar o diálogo entre a ciência

Leia mais

FORMAÇÃO DE AGENTES SOCIAIS DE ESPORTE E LAZER PROGRAMAÇÃO

FORMAÇÃO DE AGENTES SOCIAIS DE ESPORTE E LAZER PROGRAMAÇÃO MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE, EDUCAÇÃO, LAZER E INCLUSÃO SOCIAL PROGRAMA ESPORTE E LAZER DA CIDADE PELC FORMAÇÃO DE AGENTES SOCIAIS DE ESPORTE E LAZER PROGRAMAÇÃO 1 - IDENTIFICAÇÃO:

Leia mais

ANEXO I. QUADRO DE OFICINAS INTEGRANTES DOS PROGRAMAS DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA DO CUCA (COM EMENTAS) Categoria I

ANEXO I. QUADRO DE OFICINAS INTEGRANTES DOS PROGRAMAS DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA DO CUCA (COM EMENTAS) Categoria I ANEXO I QUADRO DE OFICINAS INTEGRANTES DOS PROGRAMAS DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA DO CUCA (COM EMENTAS) Categoria I Desemho básico Desemho intermediário Desemho básico de observação Desenho de observação Fotografia

Leia mais

CHAMAMENTO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ARTISTAS ORIENTADORES PARA O PROJETO DE ADEMAR GUERRA EDIÇÃO

CHAMAMENTO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ARTISTAS ORIENTADORES PARA O PROJETO DE ADEMAR GUERRA EDIÇÃO CHAMAMENTO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ARTISTAS ORIENTADORES PARA O PROJETO DE ADEMAR GUERRA EDIÇÃO 2016 Obedecendo aos termos do Contrato de Gestão firmado entre o Governo do Estado de São Paulo e a POIESIS

Leia mais

Plano de Atividades 2017

Plano de Atividades 2017 Plano de Atividades 2017 www.santomamede-ipss.org santomamede@sapo.pt "Definimos a animação de idosos como a maneira de atuar em todos os campos de desenvolvimento da qualidade de vida dos mais velhos,

Leia mais

REGULAMENTO. CURTA 5 III Festival de Curtas Metragens do Instituto Federal da Bahia - IFBA

REGULAMENTO. CURTA 5 III Festival de Curtas Metragens do Instituto Federal da Bahia - IFBA Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia Campus Eunápolis COORDENAÇÃO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL Av. David Jonas Fadini, s/ n, Juca Rosa, Eunápolis BA CEP 45823-431

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL

PLANEJAMENTO ANUAL Teatro Iniciantes Coordenadora de Área: Ana Loureiro Quarta-feira Série/Ensino: 4ª, 5ª e 6ª séries Data: 01/03/11 Professor: Marcelo Oliveira Área: DEFA Disciplina: Teatro INTENÇÃO FORMADORA DA ÁREA: PLANEJAMENTO

Leia mais

FORMAÇÃO DE AGENTES SOCIAIS DE ESPORTE E LAZER PROGRAMAÇÃO. Prefeitura Municipal de Barroquinha/CE /2012

FORMAÇÃO DE AGENTES SOCIAIS DE ESPORTE E LAZER PROGRAMAÇÃO. Prefeitura Municipal de Barroquinha/CE /2012 FORMAÇÃO DE AGENTES SOCIAIS DE ESPORTE E LAZER PROGRAMAÇÃO 1 - IDENTIFICAÇÃO: FORMADOR: ENTIDADE: MUNICÍPIO: UF: NÚMERO DO CONVÊNIO: PROJETO: - MÓDULO: Sheylazarth Ribeiro Prefeitura Municipal de Barroquinha/CE

Leia mais

CURTAS SADINAS. Análise de Imagem

CURTAS SADINAS. Análise de Imagem CURTAS SADINAS INTRODUÇÃO Pretende-se com este leque de iniciativas dinamizar sessões que permitam aos formandos reflectir sobre os media, a imagem estática e em movimento, numa perspectiva crítica e cultural.

Leia mais

CADERNO DO EDUCADOR EVENTO COMUNITÁRIO. patrocínio Sesame Workshop. Todos os direitos reservados.

CADERNO DO EDUCADOR EVENTO COMUNITÁRIO. patrocínio Sesame Workshop. Todos os direitos reservados. CADERNO DO EDUCADOR EVENTO COMUNITÁRIO patrocínio 2015 Sesame Workshop. Todos os direitos reservados. 4. Ideias para o Dia das Crianças Para conversar Quais são as expectativas das crianças em relação

Leia mais

PROJETO SOCIAL EDUCAÇÃO E CIDADANIA PARA TODOS.

PROJETO SOCIAL EDUCAÇÃO E CIDADANIA PARA TODOS. ESADE ESCOLA SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO, DIREITO E ECONOMIA. CURSO DE ADMINISTRAÇÃO RESPONSABILIDADE SOCIAL PROJETO SOCIAL EDUCAÇÃO E CIDADANIA PARA TODOS. Profª. Ana Elisa Pascottini. MARIA IANE CAMARGO

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Curso: Pedagogia. Disciplina: Literatura Brasileira e infantil. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 2º

PLANO DE ENSINO. Curso: Pedagogia. Disciplina: Literatura Brasileira e infantil. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 2º PLANO DE ENSINO 2016 Curso: Pedagogia Disciplina: Literatura Brasileira e infantil Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 2º 1 - Ementa (sumário, resumo) Literatura infantil: conceito e história.

Leia mais

Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira

Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira Programa de Gestão Econômica, Social e Ambiental da Soja Brasileira 1. Por que acreditamos no Soja Plus? 2. Como produziremos grandes resultados? 3. O que já realizamos em 2011? 4. O que estamos realizando

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 1ª Série Técnicas de Negociação Administração A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensinoaprendizagem desenvolvido por meio de um conjunto de atividades

Leia mais

EDUCAÇÃO PELO CINEMA XI: CINEMA CONTEMPORÂNEO E INCLUSÃO SOCIAL 1. Palavras-Chave: Educação, Inclusão social, Educação Especial.

EDUCAÇÃO PELO CINEMA XI: CINEMA CONTEMPORÂNEO E INCLUSÃO SOCIAL 1. Palavras-Chave: Educação, Inclusão social, Educação Especial. EDUCAÇÃO PELO CINEMA XI: CINEMA CONTEMPORÂNEO E INCLUSÃO SOCIAL 1 SILVA, Andreone de Amorim 2 NASCIMENTO, Grazielly Vilhalva Silva SILVA, Aline Maira 3 Palavras-Chave: Educação, Inclusão social, Educação

Leia mais

Abra os seus olhos. Descubra lugares e coisas que ama com cada foto que faz! PLANOS DE AULAS

Abra os seus olhos. Descubra lugares e coisas que ama com cada foto que faz! PLANOS DE AULAS Abra os seus olhos. Descubra lugares e coisas que ama com cada foto que faz! PLANOS DE AULAS REFERENCIAL 01 e REFERENCIAL 02 Curso Referencial Um. Fotografia para Câmeras DSLR Curso de Fotografia em Salvador.

Leia mais

No entanto, não podemos esquecer que estes são espaços pedagógicos, onde o processo de ensino e aprendizagem é desenvolvido de uma forma mais lúdica,

No entanto, não podemos esquecer que estes são espaços pedagógicos, onde o processo de ensino e aprendizagem é desenvolvido de uma forma mais lúdica, PROJETO TECENDO CIDADANIA: PROJETO DE APOIO AO ESTUDO DOS TEMAS TRANSVERSAIS Autores: Leonardo Cristovam de JESUS, aluno do IFC Campus Avançado Sombrio e bolsista do projeto. Ana Maria de MORAES, Pedagoga

Leia mais

EDITAL 1/2017-ASCE-DIGAE-PROEX/IFRN

EDITAL 1/2017-ASCE-DIGAE-PROEX/IFRN A Assessora de Comunicação Social e Eventos da Reitoria, juntamente à Diretora interina de Gestão em Atividades Estudantis e à Pró-Reitora de Extensão do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN),

Leia mais

DISCIPLINAS OPTATIVAS OFERECIDAS PELO DEPARTAMENTO DE INTERPRETAÇÃO PARA O 1º SEMESTRE DE SEGUNDAS E QUARTAS: 10 às 12h

DISCIPLINAS OPTATIVAS OFERECIDAS PELO DEPARTAMENTO DE INTERPRETAÇÃO PARA O 1º SEMESTRE DE SEGUNDAS E QUARTAS: 10 às 12h 1 PROFESSOR: CAPOEIRA ANGOLA JOSÉ DAMIRO DE MORAES SEGUNDAS E QUARTAS: 10 às 12h : 301 Não há 30 : Introdução do aprendizado da Capoeira Angola, através de seus elementos básicos, preparação e expressão

Leia mais

Instituto Olímpico Brasileiro

Instituto Olímpico Brasileiro Instituto Olímpico Brasileiro Departamento de educação do COB - Linha do tempo 2007/2008 Projetos / SOI 2010 Área funcional 2011 Superintendência 1995 Universidade do Esporte 2009 Lançamento oficial do

Leia mais

CIRCOVOLANTE 9º ENCONTRO INTERNACIONAL DE PALHAÇOS 16 A 19 DE NOVEMBRO DE 2017 EDITAL DE OFICINAS GRATUITAS

CIRCOVOLANTE 9º ENCONTRO INTERNACIONAL DE PALHAÇOS 16 A 19 DE NOVEMBRO DE 2017 EDITAL DE OFICINAS GRATUITAS EDITAL DE OFICINAS GRATUITAS O Circovolante torna público o edital de oficinas que serão oferecidas para os moradores da região de Mariana, como parte da programação do Circovolante 9º Encontro Internacional

Leia mais

II CONGRESSO BRASILEIRO DE PRODUÇÃO DE VÍDEO ESTUDANTIL REGULAMENTO

II CONGRESSO BRASILEIRO DE PRODUÇÃO DE VÍDEO ESTUDANTIL REGULAMENTO II CONGRESSO BRASILEIRO DE PRODUÇÃO DE VÍDEO ESTUDANTIL 1. O EVENTO REGULAMENTO As escolas ainda estão centradas no discurso escrito deixando de lado o poder das imagens; e os alunos vivenciam um novo

Leia mais

INSTITUIÇÃO RECANTO INFANTIL TIA CÉLIA CNPJ: 05.028.042/0001-54 Rua Eucalipto N 34 Jardim - Ypê - Mauá SP Fone: 4546-9704/ 3481-6788

INSTITUIÇÃO RECANTO INFANTIL TIA CÉLIA CNPJ: 05.028.042/0001-54 Rua Eucalipto N 34 Jardim - Ypê - Mauá SP Fone: 4546-9704/ 3481-6788 Relatório de Atividades Mensal Esse relatório tem como objetivo apresentar as principais atividades desenvolvidas pela Instituição Recanto Infantil Tia, de acordo com o Projeto Biblioteca e Cidadania Ativa.

Leia mais

CHAMAMENTO PÚBLICO POIESIS Nº 03/2016

CHAMAMENTO PÚBLICO POIESIS Nº 03/2016 CHAMAMENTO PÚBLICO POIESIS Nº 03/2016 Chamamento para seleção de Grupos, Companhias e Coletivos de Dança interessados em Receber Orientação Artística do Programa de Qualificação em Artes Projeto de Qualificação

Leia mais

1. Informações Gerais

1. Informações Gerais INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS AVANÇADO JUNDIAÍ PROJETO DE PROMOÇÃO E DIFUSÃO DA CULTURA, CIÊNCIA E TECNOLOGIA Edital 176/2014. Programa Institucional de Apoio a

Leia mais

Programa de Educação Ambiental na Ilha Diana - PEA

Programa de Educação Ambiental na Ilha Diana - PEA Programa de Educação Ambiental na Ilha Diana - PEA A ILHA DIANA E A EMBRAPORT A Embraport é o vizinho mais próximo da Ilha Diana. A comunidade é um pequeno bairro isolado geograficamente pelo Rio Diana,

Leia mais

ESCOLA EDUCAMEDIA CERTIFICAÇÃO EDUCAMEDIA PRODUÇÃO AUDIOVISUAL ESCOLAR (PAE)

ESCOLA EDUCAMEDIA CERTIFICAÇÃO EDUCAMEDIA PRODUÇÃO AUDIOVISUAL ESCOLAR (PAE) CERTIFICAÇÃO EDUCAMEDIA PRODUÇÃO AUDIOVISUAL ESCOLAR (PAE) FICHA TÉCNICA Governo Regional da Madeira Secretaria Regional de Educação Direção Regional de Educação Direção de Serviços de Educação Artística

Leia mais

Galpão Cine Horto: PASSADO A LIMPO

Galpão Cine Horto: PASSADO A LIMPO Galpão Cine Horto: PASSADO A LIMPO Depois de completar 15 anos unindo e reunindo pessoas em torno do teatro, o Galpão Cine Horto, centro cultural do Grupo Galpão, passa a limpo essa década e meia de encontros

Leia mais

MOSTRA CÊNICA. ResistênciaS. Edital nº 001/2016 Seleção de Propostas Artísticas Espetáculos Teatrais, Performances e Cenas Curtas

MOSTRA CÊNICA. ResistênciaS. Edital nº 001/2016 Seleção de Propostas Artísticas Espetáculos Teatrais, Performances e Cenas Curtas MOSTRA CÊNICA ResistênciaS Edital nº 001/2016 Seleção de Propostas Artísticas Espetáculos Teatrais, Performances e Cenas Curtas I DO OBJETO 1.1. A MOSTRA CÊNICA é uma mostra teatral não-competitiva de

Leia mais

PROJETO DE GESTÃO. O saber a gente aprende com os mestres e com os livros. A sabedoria se aprende é com a vida e com os humildes. Cora Coralina.

PROJETO DE GESTÃO. O saber a gente aprende com os mestres e com os livros. A sabedoria se aprende é com a vida e com os humildes. Cora Coralina. PROJETO DE GESTÃO O saber a gente aprende com os mestres e com os livros. A sabedoria se aprende é com a vida e com os humildes. Cora Coralina. Especificação 1- Dados de Identificação... 01 2- Justificativa...

Leia mais

EDITAL 1/2017 I FESTIVAL DE ARTE E CULTURA DO UNIFEG EDITAL DE SELEÇÃO DE TRABALHOS

EDITAL 1/2017 I FESTIVAL DE ARTE E CULTURA DO UNIFEG EDITAL DE SELEÇÃO DE TRABALHOS EDITAL 1/2017 I FESTIVAL DE ARTE E CULTURA DO UNIFEG EDITAL DE SELEÇÃO DE TRABALHOS A Pro-reitoria Acadêmica do UNIFEG instituiu como Atividade Complementar dos Cursos de Nível Superior o FESTIVAL DE ARTE

Leia mais

FORMAÇÃO DE AGENTES SOCIAIS DE ESPORTE E LAZER PROGRAMAÇÃO. Prefeitura de Ribeirão Corrente SP

FORMAÇÃO DE AGENTES SOCIAIS DE ESPORTE E LAZER PROGRAMAÇÃO. Prefeitura de Ribeirão Corrente SP MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE, EDUCAÇÃO, LAZER E INCLUSÃO SOCIAL PROGRAMA ESPORTE E LAZER DA CIDADE PELC FORMAÇÃO DE AGENTES SOCIAIS DE ESPORTE E LAZER PROGRAMAÇÃO 1 - IDENTIFICAÇÃO:

Leia mais

MBA EM GESTÃO DE PESSOAS E PERFORMANCE NA CARREIRA

MBA EM GESTÃO DE PESSOAS E PERFORMANCE NA CARREIRA MBA EM GESTÃO DE PESSOAS E PERFORMANCE NA CARREIRA O programa irá capacitá-lo a potencializar, atualizar e aprimorar suas competências, através de ferramentas atuais e estratégicas nas questões relacionadas

Leia mais

Relatório Mensal FCTY-RTM-EDA Referência: Programa de Educação Ambiental Meu Primeiro Curta Metragem. Abril/2014

Relatório Mensal FCTY-RTM-EDA Referência: Programa de Educação Ambiental Meu Primeiro Curta Metragem. Abril/2014 Relatório Mensal FCTY-RTM-EDA-002-02-14 Referência: Programa de Educação Ambiental Meu Primeiro Curta Metragem. Abril/2014 At.: Gerência de Sustentabilidade FCTY Abril de 2014 1 APRESENTAÇÃO... 1 2 OBJETIVOS...

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE PROGRAMA Nº- 108

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE PROGRAMA Nº- 108 PROGRAMA Nº- 108 AMPLIAÇÃO DO PROJETO VOLTA REDONDA CIDADE DA MÚSICA SUB-FUNÇÃO: 361 ENSINO FUNDAMENTAL Proporcionar aos alunos da Rede Pública Municipal de Volta Redonda atividades musicais diversas nos

Leia mais

Justificativa. Público-alvo. D20 - Estão rolando os dados. Objetivo

Justificativa. Público-alvo. D20 - Estão rolando os dados. Objetivo D20 - Estão rolando os dados É uma serie de ficção que tem como temática o Role-playing Game - RPG (Jogo de interpretação de Personagens). O Seriado produzido no Projeto Cine Arts, terá em sua primeira

Leia mais

É o conjunto de princípios e leis, revelados pelos Espíritos Superiores, contidos nas obras de Allan Kardec que constituem a Codificação Espírita.

É o conjunto de princípios e leis, revelados pelos Espíritos Superiores, contidos nas obras de Allan Kardec que constituem a Codificação Espírita. 1 2 É o conjunto de princípios e leis, revelados pelos Espíritos Superiores, contidos nas obras de Allan Kardec que constituem a Codificação Espírita. O Espiritismo é uma ciência que trata da natureza,

Leia mais

REGULAMENTO DO LABORATÓRIO DE PROJETOS DE CURTA-METRAGENS FESTIVAL CURTA CINEMA 2016

REGULAMENTO DO LABORATÓRIO DE PROJETOS DE CURTA-METRAGENS FESTIVAL CURTA CINEMA 2016 REGULAMENTO DO LABORATÓRIO DE PROJETOS DE CURTA-METRAGENS FESTIVAL CURTA CINEMA 2016 1. Laboratório de Projetos de Curta Metragem - Festival Curta Cinema 2016 1.1. O Laboratório de Projetos de Curta Metragem

Leia mais

Plano de aulas. Curso Referencial UM e DOIS

Plano de aulas. Curso Referencial UM e DOIS Plano de aulas. Curso Referencial UM e DOIS Abra os seus olhos. Descubra lugares e coisas que ama com cada foto que faz! Curso de Fotografia Referencial um Abra os seus olhos. Descubra lugares e coisas

Leia mais