III proteção ao trabalhador em situação de desemprego involuntário;

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "III proteção ao trabalhador em situação de desemprego involuntário;"

Transcrição

1 1 A Previdência Social A Previdência Social é um direito social, previsto no art. 6º da Constituição Federal de 1988 entre os Direitos e Garantias Fundamentais, que garante renda não inferior ao salário mínimo ao trabalhador e a sua família nas seguintes situações: I cobertura dos eventos de doença, invalidez, morte e idade avançada; II proteção à maternidade, especialmente à gestante; III proteção ao trabalhador em situação de desemprego involuntário; IV salário-família e auxílio-reclusão para os dependentes dos segurados de baixa renda; V pensão por morte do segurado, homem ou mulher, ao cônjuge ou companheiro e dependentes. Conceito Previdência social é que o ramo do direito que disciplina a estrutura das organizações, o custeio, os benefícios e os beneficiários do sistema previdenciário. Seguro Privado: é o contrato feito entre o interessado e uma Empresa de Seguro Privado. Na ocorrência do risco contratado que pode ser automóvel, imóvel, saúde, entre outros, o segurado terá a cobertura contratada. Seguro Social: Não é de natureza contratual, pois é uma adesão compulsória estabelecida pelo Estado aos Cidadãos como uma poupança coletiva. O seguro é feito com uma Instituição de Direito Público, cuja cobertura é de necessidades pessoais. Beneficiários da previdência social São beneficiários da previdência social as pessoas físicas que exercem atividade laborativa remunerada (segurados obrigatórios) com exceção dos ocupantes de cargos

2 2 efetivos permanentes de regime próprio da previdência social, ou pessoas que, não exercendo trabalho remunerado filiam-se à previdência por meio de contribuições e são considerados segurados facultativos. São segurados obrigatórios os empregados, o empregado doméstico, o contribuinte individual, o trabalhador avulso e o segurado especial. DOS BENEFÍCIOS DA PREVIDENCIA SOCIAL A previdência social oferece diversas modalidades de benefícios além da aposentadoria, com a finalidade de proteger e dar segurança aos trabalhadores. Para saber mais Modalidades de benefícios Aposentadorias a. Aposentadoria por invalidez; É o benefício devido ao segurado que for considerado incapaz para o trabalho e insuscetível de reabilitação para o exercício de atividade. A renda mensal será 100% do valor do salário-de-benefício, e poderá ser acrescido de 25% na eventualidade do segurado necessitar de assistência permanente de outra pessoa. b. Aposentadoria por idade É o benefício devido ao segurado urbano que completar 65 anos, se homem, e 60, se mulher. Os trabalhadores rurais e os segurados garimpeiros (que é contribuinte individual) que tenham trabalhado, comprovadamente, em regime de economia familiar, podem pedir aposentadoria por idade com cinco anos a menos: aos 60 anos, homens, e aos 55 anos, mulheres.

3 3 A renda mensal terá como valor 70% do salário-de-benefício + 1% a cada grupo de 12 contribuições mensais. c. Aposentadoria por tempo de contribuição Para se aposentar por tempo de contribuição, sem incidência do fator, até 2016, o segurado deve somar 85 pontos, se mulher, 95 pontos, se for homem. Conforme tabela abaixo: Mulher Homem Até dez/ De jan/2017 à dez/ De jan/2018 à dez/ De jan/2019 à dez/ De jan/2020 à dez/ De jan/2022 em diante d. Aposentadoria Especial É concedido ao segurado empregado, trabalhador avulso e contribuinte individual, este somente quando cooperado filiado à cooperativa de trabalho ou de produção, que tenha trabalhado em condições prejudiciais à saúde ou à integridade física.o trabalhador para ter direito a este benefício deve comprovar além do tempo de trabalho a efetiva exposição aos agentes físicos, biológicos ou associação de agentes prejudiciais pelo período exigido para a concessão do benefício. Salários a. Salário-família O salário família é um benefício aos segurados da Previdência Social àqueles que possuem filhos, enteados e tutelados até 14 anos de idade e em caráter definitivo se foram inválidos.

4 4 O benefício é encerrado quando o filho completar 14 anos, salvo se o mesmo for inválido; com a morte desse; pela recuperação da capacidade pelo filho inválido; pelo desemprego do segurado ou término do trabalho avulso. b. Salário-maternidade Este benefício cabe à empresa efetuar o pagamento devido à empregada gestante, compensando este pagamento com o recolhimento da contribuição social incidente sobre a folha de pagamento. A empresa deverá conservar durante 10 (dez) anos os comprovantes dos pagamentos e os atestados correspondentes. As trabalhadoras que contribuem para a Previdência Social têm direito ao salário - maternidade nos 120 dias, com início 28 dias antes e término 91 dias depois do parto. O benefício foi estendido também para as mães adotivas, e em casos de aborto não criminoso. Auxílios a. Auxílio-doença O auxílio-doença é um benefício concedido ao segurado que estiver incapacitado para o seu trabalho ou atividade habitual, por doença ou acidente, por mais de 15 dias consecutivos. No caso do contribuinte individual (empresário, profissionais liberais, trabalhadores por conta própria, entre outros), a Previdência paga todo o período da doença ou do acidente. Para ter direito ao benefício, o trabalhador deve ter contribuído para a Previdência Social por no mínimo 12 meses. b. Auxílio-acidente Este benefício concedido pela Previdência Social é procedido como forma de indenização, ao empregado, exceto ao trabalhador avulso e ao segurado especial, que sofre um acidente e fica com seqüelas que reduzem sua capacidade de trabalho.

5 5 Para concessão do auxílio-acidente não é exigido tempo mínimo de contribuição, mas deve comprovar a impossibilidade de continuar desempenhando suas atividades, por meio de exame da perícia médica da Previdência Social. Benefícios pagos a dependentes a. Pensão por morte É o benefício concedido pela Previdência Social aos dependentes do segurado, quando de sua morte. Para concessão de pensão por morte, não há tempo mínimo de contribuição, mas é necessário que o óbito tenha ocorrido enquanto o trabalhador tinha qualidade de segurado. O benefício deixa de ser pago quando o pensionista morre, quando se emancipa ou completa 21 anos (no caso de filhos ou irmãos do segurado) ou quando acaba a invalidez (no caso de pensionista inválido). b. Auxílio-reclusão O Auxílio-reclusão é um benefício devido apenas aos dependentes do segurado do INSS (ou seja, que contribui regularmente) preso em regime fechado ou semiaberto, durante o período de reclusão ou detenção. O segurado não pode estar recebendo salário de empresa nem benefício do INSS. Para que os dependentes tenham direito, é necessário que o último salário recebido pelo segurado esteja dentro do limite previsto pela legislação (atualmente, R$ 1.292,43). Caso o último salário do segurado esteja acima deste valor, não há direito ao benefício. O auxílio-reclusão tem duração variável conforme a idade e o tipo de beneficiário. Além disso, caso o segurado seja posto em liberdade, fuja da prisão ou passe a cumprir pena em regime aberto, o benefício é encerrado. O auxílio-reclusão deixará de ser pago: com o óbito do segurado. Neste caso os dependentes deverão requerer a conversão do benefício em pensão por morte.

6 6 A GREVE Conceito Greve é a paralisação coletiva, temporária, de forma pacífica da atividade do empregado para reivindicação e evolução nas relações de trabalho e nos direitos trabalhistas. A Constituição Federal de 1988, em seu artigo 9º o direito de greve a todo trabalhador. Para entendermos o direito à greve, temos que saber da legitimidade deste exercício. A Lei considera legítimo o exercício de greve quando este for de suspensão coletiva temporária e pacífica, total ou parcial, de prestação de serviços, quando o empregador ou a entidade patronal, correspondentes tiverem sido pré-avisadas 72 horas nas atividades essenciais e 48 horas nas demais atividades. Suspensão do Contrato de Trabalho. Em princípio o contrato de trabalho ficará suspenso na eventualidade da greve ser legal (lícita) e neste caso não haverá o pagamento do salário referente aos dias parados. No eventual acordo entre empregados-grevistas e empregador, por determinação judicial, ou sindical, se ocorrer a remuneração dos dias paralisados, o contrato não será considerado suspenso e sim interrompido. Direitos assegurados aos grevistas São assegurados aos grevistas o emprego de meios pacíficos tendentes a persuadir ou aliciar os trabalhadores a aderirem a greve e a arrecadação de fundos e a livre divulgação do movimento. Os meios adotados por empregados e empregadores não poderão violar ou restringir os direitos e garantias fundamentais de outras pessoas ou empregados.

7 7 Do mesmo modo a empresa não poderá adotar meios que violem o direito de greve dos seus funcionários. É importante saber que as manifestações e os artifícios utilizados pelos grevistas jamais poderão impedir o acesso ao trabalho nem causar ameaça ou dano à propriedade ou pessoa. Dispensa do Empregado-grevista No período de paralisação é vedada a dispensa sem justa causa dos empregados, bem como, a contratação de funcionários para a substituição, exceto nos casos de serviços essenciais ou se houver abuso de direito de greve (greve abusiva) Atividades (serviços) essenciais Nas atividades essenciais ou serviços especiais, os sindicatos, empregados e empregadores estão obrigados a garantir o atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade, como aquelas que coloquem em perigo ou risco iminente a sobrevivência, a saúde ou a segurança da população. São atividades essenciais definidas em lei: I - tratamento e abastecimento de água; produção e distribuição de energia elétrica, gás e combustíveis; II - assistência médica e hospitalar; III - distribuição e comercialização de medicamentos e alimentos; IV - funerários; V - transporte coletivo; VI - captação e tratamento de esgoto e lixo; VII - telecomunicações;

8 8 VIII - guarda, uso e controle de substâncias radioativas, equipamentos e materiais nucleares; IX - processamento de dados ligados a serviços essenciais; X - controle de tráfego aéreo; XI compensação bancária.

Previdência social LEGISLAÇÃO SOCIAL E TRABALHISTA. Os beneficiários

Previdência social LEGISLAÇÃO SOCIAL E TRABALHISTA. Os beneficiários 1 Previdência social Conceito Previdência Social é um seguro que garante a renda do contribuinte e de sua família, em casos de doença, acidente, gravidez, prisão, morte e velhice. Oferece vários benefícios

Leia mais

CURSO ONLINE: PREVIDÊNCIA SOCIAL. Crédito da imagem: brasil.gov.br

CURSO ONLINE: PREVIDÊNCIA SOCIAL. Crédito da imagem: brasil.gov.br CURSO ONLINE: PREVIDÊNCIA SOCIAL Crédito da imagem: brasil.gov.br O QUE É E PARA QUE SERVE A PREVIDÊNCIA SOCIAL A Previdência Social é um seguro solidário que objetiva promover o bem estar social, e cobre

Leia mais

Acerca do conceito e dos princípios da seguridade social no Brasil, julgue os itens que se seguem.

Acerca do conceito e dos princípios da seguridade social no Brasil, julgue os itens que se seguem. (): Acerca do conceito e dos princípios da seguridade social no Brasil, julgue os itens que se seguem. 80 A seguridade social representa um conjunto integrado de ações direcionadas à proteção exclusiva

Leia mais

Apostila do curso de. Previdência. Social

Apostila do curso de. Previdência. Social Apostila do curso de Previdência Social 1- O Que é a Previdência Social 2- Para que Serve a Previdência Social 3- Como está Organizada a Previdência Social 5- Quais são os Segurados da Previdência Social

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO II material 13

DIREITO DO TRABALHO II material 13 1 DIREITO DO TRABALHO II material 13 (Lázaro Luiz Mendonça Borges) 13. GREVE 13.1. Fundamentação legal: A greve é uma garantia coletiva constitucional; a oportunidade do seu exercício e os interesses por

Leia mais

Esclareça todas as suas dúvidas!

Esclareça todas as suas dúvidas! Esclareça todas as suas dúvidas! Queridos amigos, Estamos felizes por concluir a nossa terceira cartilha sobre benefícios previdenciários. Falaremos sobre o papel da Previdência Social, quem são os segurados,

Leia mais

CONSTITUIÇÃO PEC Nº 287

CONSTITUIÇÃO PEC Nº 287 CONSTITUIÇÃO PEC Nº 287 Artigo 201 Art. 1º Art. 201. A previdência social será organizada sob a forma de regime geral, de caráter contributivo e de filiação obrigatória, observados critérios que preservem

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO CONCURSO INSS. PROF. ADRIANA MENEZES

DIREITO PREVIDENCIÁRIO CONCURSO INSS. PROF. ADRIANA MENEZES DIREITO PREVIDENCIÁRIO CONCURSO INSS PROF. ADRIANA MENEZES www.adrianamenezes.com DÚVIDAS QUANTO À LEGISLAÇÃO A SER COBRADA NA PROVA E A PROVA EM SI. Será cobrada a legislação previdenciária em vigor até

Leia mais

Medida Provisória nº 529, de 2011

Medida Provisória nº 529, de 2011 Medida Provisória nº 529, de 2011 Altera os arts. 21 e 24 da Lei no 8.212, de 24 de julho de 1991, que dispõe sobre o Plano de Custeio da Previdência Social, para estabelecer alíquota diferenciada de contribuição

Leia mais

Direito Constitucional

Direito Constitucional Direito Constitucional Da Seguridade Social - Da Previdência Social Professor: André Vieira www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Constitucional Seção III DA PREVIDÊNCIA SOCIAL Art. 201. A PREVIDÊNCIA

Leia mais

Unidade II. Unidade II

Unidade II. Unidade II Unidade II Unidade II 7 BENEFÍCIOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL Os benefícios previdenciários são prestações pagas, em dinheiro, aos trabalhadores ou aos seus dependentes. Alguns deles substituem a remuneração

Leia mais

REGIMES DE PREVIDÊNCIA SOCIAL

REGIMES DE PREVIDÊNCIA SOCIAL REGIMES DE PREVIDÊNCIA SOCIAL Regimes Previdenciários Principal Complementar Setor Público Setor Privado RGPS Oficial (União, Estados, Municípios e DF) Privado Civil (União, Estados, Municípios e DF) Militar

Leia mais

Asseguram também, em seu art. 5º, o direito a vida privada e a livre locomoção.

Asseguram também, em seu art. 5º, o direito a vida privada e a livre locomoção. Limitações ao Direito de Greve A Constituição impõe limites a esse direito, tendo em vista que, antes de tudo, a nossa Lei Maior assegura o direito à vida, à liberdade, à segurança (art. 5º). Asseguram

Leia mais

PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL

PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL 66 SISTEMA PREVIDENCIÁRIO DO BRASIL No Brasil, há benefícios devidos ao segurado e àqueles que dependem do segurado. Para ter direito aos benefícios, é preciso estar inscrito no INSS e manter suas contribuições

Leia mais

Salário-Família & Salário-Maternidade

Salário-Família & Salário-Maternidade Salário-Família & Salário-Maternidade Temas apresentados pelos alunos: Camila Coutinho Daniel Cândido Marcos Baeta Salário-Família O que é? Benefício pago aos segurados empregados, exceto os domésticos,

Leia mais

Sendo assim, saiba quais são os tipos de aposentadoria e quais as condições que o trabalhador deve observar para cada um deles:

Sendo assim, saiba quais são os tipos de aposentadoria e quais as condições que o trabalhador deve observar para cada um deles: O trabalhador brasileiro pode ter acesso à aposentadoria de várias formas, dependendo das condições de saúde, idade, tempo em que o empregado trabalhou com carteira assinada, bem como se o cidadão trabalhou

Leia mais

CAPÍTULO 4 o regime geral de previdência SoCiAl rgps Sumário 1. INTRODUÇÃO exceto o desemprego involuntário,

CAPÍTULO 4 o regime geral de previdência SoCiAl rgps Sumário 1. INTRODUÇÃO exceto o desemprego involuntário, CAPÍTULO 4 O Regime Geral de Previdência Social RGPS Sumário 1. Introdução 2. Os beneficiários do RGPS: 2.1 Os segurados obrigatórios; 2.2. O segurado facultativo; 2.3. Os dependentes 3. Dos benefícios

Leia mais

Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 17

Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 17 Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 17 EDITAL SISTEMATIZADO CARREIRAS FISCAIS... 19 1. Receita Federal do Brasil... 19 2. Ministério do Trabalho e Emprego... 21 CAPÍTULO

Leia mais

11/09/2015 Dir. Previdenciário Prof. Marcos 143 Dir. Previdenciário Prof. Marcos 144 1

11/09/2015 Dir. Previdenciário Prof. Marcos 143 Dir. Previdenciário Prof. Marcos 144 1 143 144 1 145 Lei 8213/91 alterada pela Lei nº 12.873/2013 Salário Maternidade Art. 71-A. Ao segurado ou segurada da Previdência Social que adotar ou obtiver guarda judicial para fins de adoção de criança

Leia mais

b) I, II e III. c) III e IV. d) I, III e IV. e) II e IV.

b) I, II e III. c) III e IV. d) I, III e IV. e) II e IV. 1 Exercícios sobre Greve para Curso Regular de Direito e Processo do Trabalho VERBO JURÍDICO - Aula do dia 19 de novembro de 2013 Professor: Rodrigo Galia 01) (JUIZ DO TRABALHO TRT 23ª REGIÃO-2008) Sobre

Leia mais

1. Qualidade do que é previdente. 2. Previsão do futuro; conjectura (inferir ou deduzir que algo é provável).

1. Qualidade do que é previdente. 2. Previsão do futuro; conjectura (inferir ou deduzir que algo é provável). 1. Qualidade do que é previdente. 2. Previsão do futuro; conjectura (inferir ou deduzir que algo é provável). A Previdência Social é um seguro público que tem como função garantir que as fontes de renda

Leia mais

A partir de que momento começa a contar o benefício? Para o segurado empregado, é a contar do 16.º dia do afastamento da atividade.

A partir de que momento começa a contar o benefício? Para o segurado empregado, é a contar do 16.º dia do afastamento da atividade. É possível a concessão de aposentadoria por invalidez havendo moléstia preexistente? Retornamos a resposta do questionamento anterior, ou seja, o INSS submete o segurado à pericia, justamente para constatar

Leia mais

S u m á r i o. Capítulo 1 Notas Introdutórias...1

S u m á r i o. Capítulo 1 Notas Introdutórias...1 S u m á r i o Capítulo 1 Notas Introdutórias...1 1. A Seguridade Social na Constituição de 1988... 1 1.1. Seguridade Social (arts. 194 a 204)... 1 1.1.1. Natureza do Direito à Seguridade Social... 1 1.1.2.

Leia mais

AULA Existem cinco perguntas para qualquer tipo de benefícios:

AULA Existem cinco perguntas para qualquer tipo de benefícios: Turma e Ano: Flex B (2014) Matéria / Aula: Direito Previdenciário / Aula 07 Professora: Marcelo Leonardo Tavares Monitora: Mariana Simas de Oliveira AULA 07 1 CONTEÚDO DA AULA: RGPS (continuação). Auxílio

Leia mais

Convenção Coletiva de Trabalho 2009 Sinpro/RS e Sinepe/RS Direitos Previdenciários

Convenção Coletiva de Trabalho 2009 Sinpro/RS e Sinepe/RS Direitos Previdenciários Convenção Coletiva de Trabalho 2009 Sinpro/RS e Sinepe/RS Direitos Previdenciários 1. APOSENTADORIA NO REGIME GERAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL 1.1 Aposentadoria por Invalidez Para os professores cuja incapacidade

Leia mais

Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil.

Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil. Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil. Diz o art. 48, da Lei 8.213/91: Art. 48. A aposentadoria por idade será devida ao segurado que, cumprida

Leia mais

APOSENTADORIA POR IDADE

APOSENTADORIA POR IDADE APOSENTADORIA POR IDADE APOSENTADORIA POR IDADE Fundamentação Legal Artigo 201, I, da CF Artigos 48 a 51 da Lei 8213/91 Artigos 51 a 54 Do Decreto 3048/99 Artigos 225 a 233 da IN 77 Conceito APOSENTADORIA

Leia mais

S u m á r i o. 1. A Seguridade Social na Constituição de Capítulo 1 Notas Introdutórias Seguridade Social (arts. 194 a 204)...

S u m á r i o. 1. A Seguridade Social na Constituição de Capítulo 1 Notas Introdutórias Seguridade Social (arts. 194 a 204)... S u m á r i o Capítulo 1 Notas Introdutórias... 1 1. A Seguridade Social na Constituição de 1988...1 1.1. Seguridade Social (arts. 194 a 204)...1 1.1.1. Natureza do Direito à Seguridade Social...1 1.1.2.

Leia mais

Seguridade do Servidor Federal Lei 8112/1990

Seguridade do Servidor Federal Lei 8112/1990 Seguridade do Servidor Federal Lei 8112/1990 - Lei 8122/1990, arts. 183 a 230 Professora Claudete Pessôa SEGURIDADE SOCIAL DO SERVIDOR A União manterá Plano de Seguridade Social para o servidor e sua família

Leia mais

PENSÃO POR MORTE: SAIBA QUANDO E COMO SOLICITAR

PENSÃO POR MORTE: SAIBA QUANDO E COMO SOLICITAR PENSÃO POR MORTE: SAIBA QUANDO E COMO SOLICITAR A pensão por morte da REFER será concedida aos beneficiários do participante a partir do dia seguinte de seu falecimento. Será paga enquanto lhes for assegurada

Leia mais

A perda da qualidade de segurado não será considerada para a concessão da aposentadoria por tempo de contribuição.

A perda da qualidade de segurado não será considerada para a concessão da aposentadoria por tempo de contribuição. Aposentadoria por tempo de contribuição: Pode ser integral ou proporcional. Para ter direito à aposentadoria integral, o trabalhador homem deve comprovar pelo menos 35 anos de contribuição e a trabalhadora

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO

DIREITO PREVIDENCIÁRIO DIREITO PREVIDENCIÁRIO Benefícios Incapacitantes Auxílio-doença, Auxílio-acidente e Aposentadoria por Invalidez Índice Auxílio-doença Auxílio-acidente Aposentadoria por Invalidez 3 4 6 Autor Benny Willian

Leia mais

01 Q Direito Previdenciário Planos de Benefício da Previdência Social Lei nº 8.213, de 24 de Julho

01 Q Direito Previdenciário Planos de Benefício da Previdência Social Lei nº 8.213, de 24 de Julho 01 Q467435 Direito Previdenciário Planos de Benefício da Previdência Social Lei nº 8.213, de 24 de Julho BETA Pedro mantém vínculo com o Regime Geral da Previdência Social (RGPS) há doze anos e quatro

Leia mais

REFORMA DA PREVIDÊNCIA análise da PEC 287/2016 no RGPS

REFORMA DA PREVIDÊNCIA análise da PEC 287/2016 no RGPS REFORMA DA PREVIDÊNCIA análise da PEC 287/2016 no RGPS Fábio Souza fabio@idsamericalatina.com.br abril/2017 4 PONTOS ESSENCIAIS DA REFORMA Igualdade formal Aplicabilidade imediata Idade mínima Redução

Leia mais

PENSÃO CIVIL 1 O que é? É um benefício concedido mensalmente aos dependentes, devidamente habilitados, do servidor falecido.

PENSÃO CIVIL 1 O que é? É um benefício concedido mensalmente aos dependentes, devidamente habilitados, do servidor falecido. PENSÃO CIVIL 1 O que é? É um benefício concedido mensalmente aos dependentes, devidamente habilitados, do servidor falecido. 2 Requisitos: a) Falecimento do servidor. b) Habilitação dos beneficiários.

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO. Professora: Renata Salles Mesquita

DIREITO PREVIDENCIÁRIO. Professora: Renata Salles Mesquita DIREITO PREVIDENCIÁRIO Professora: Renata Salles Mesquita EMPREGADO, TRABALHADOR AVULSO E EMPREGADO DOMÉSTICO: ESSES CONTRIBUEM COM UM PERCENTUAL SOBRE OS SEUS SALÁRIOS-DE-CONTRIBUIÇÃO, DEVENDO SER RESPEITADOS

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO II. Aula 15 Greve: conceito, natureza jurídica, evolução histórica, tipos e finalidade da greve, lockout. Semana 16: Revisão

DIREITO DO TRABALHO II. Aula 15 Greve: conceito, natureza jurídica, evolução histórica, tipos e finalidade da greve, lockout. Semana 16: Revisão : conceito, natureza jurídica, evolução histórica, tipos e finalidade da greve, lockout Semana 16: Revisão MARIA INÊS GERARDO www.mariainesgerardo.com.br Conteúdo Programático desta aula Greve Conceito

Leia mais

DICAS DE NOVEMBRO / 2014

DICAS DE NOVEMBRO / 2014 DICAS DE NOVEMBRO / 2014 DICA 01 O segurado especial é o único segurado da previdência social que poderá ter sua inscrição feita após sua morte. DICA 02 O benefício de prestação continuada da Assistência

Leia mais

ESTAMOS NA RETA FINAL!!!!

ESTAMOS NA RETA FINAL!!!! ESTAMOS NA RETA FINAL!!!! 4 Seguridade Social Conjunto de ações de iniciativa dos poderes públicos e da sociedade Destinada a assegurar os direitos relativos à: Saúde Previdência Assistência social Financiamento

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO II. Aula 15 Greve: conceito, natureza jurídica, evolução histórica, tipos e finalidade da greve, lockout. Semana 16: Revisão

DIREITO DO TRABALHO II. Aula 15 Greve: conceito, natureza jurídica, evolução histórica, tipos e finalidade da greve, lockout. Semana 16: Revisão Aula 15 Greve: conceito, natureza jurídica, evolução histórica, tipos e finalidade da greve, lockout Semana 16: Revisão MARIA INÊS GERARDO www.mariainesgerardo.com.br Conteúdo Programático desta aula Greve

Leia mais

Suspensão e Interrupção do Contrato de. Trabalho. Direito do. Trabalho

Suspensão e Interrupção do Contrato de. Trabalho. Direito do. Trabalho Direito do Trabalho Suspensão e Interrupção do Contrato de Trabalho Suspensão e Interrupção A Suspensão e interrupção do contrato de trabalho são circunstâncias criadas pela lei que sustam, paralisam,

Leia mais

Auditor Fiscal Seguridade Social Art. 201 CF Leandro Macedo

Auditor Fiscal Seguridade Social Art. 201 CF Leandro Macedo Auditor Fiscal Seguridade Social Art. 201 CF Leandro Macedo 2014 2015 Copyright. Curso Agora Eu Eu Passo - - Todos os direitos reservados ao ao autor. O RGPS NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL LEANDRO MACÊDO DEFINIÇÃO

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO Questões realizadas pela Fundação Carlos Chagas FCC. 1. O financiamento da Seguridade Social, incluindo a assistência social:

DIREITO PREVIDENCIÁRIO Questões realizadas pela Fundação Carlos Chagas FCC. 1. O financiamento da Seguridade Social, incluindo a assistência social: DIREITO PREVIDENCIÁRIO Questões realizadas pela Fundação Carlos Chagas FCC 1. O financiamento da Seguridade Social, incluindo a assistência social: a) é tripartite, a cargo do Poder Público, das empresas

Leia mais

Saiba Como Contribuir com a Previdência e Planejar Melhor Sua Aposentadoria

Saiba Como Contribuir com a Previdência e Planejar Melhor Sua Aposentadoria Saiba Como Contribuir com a Previdência e Planejar Melhor Sua Aposentadoria Palestrante Hilário Bocchi Junior www.bocchiadvogados.com.br hilariojunior@bocchiadvogados.com.br Sumário SISTEMA DE SEGURIDADE

Leia mais

A reforma da Previdência (PEC 287/16), em discussão na Câmara dos Deputados, teve muitas alterações no substitutivo aprovado na comissão e, na

A reforma da Previdência (PEC 287/16), em discussão na Câmara dos Deputados, teve muitas alterações no substitutivo aprovado na comissão e, na A reforma da Previdência (PEC 287/16), em discussão na Câmara dos Deputados, teve muitas alterações no substitutivo aprovado na comissão e, na quarta-feira (9). Para conhecer o parecer do relator, deputado

Leia mais

Direito Previdenciário

Direito Previdenciário Direito Previdenciário Prof. Hugo Goes www.hugogoes.com.br SEGURADO EMPREGADO DOMÉSTICO Aquele que presta serviços de forma contínua, subordinada, onerosa e pessoal e de finalidade não lucrativa à pessoa

Leia mais

Sumário. nota do autor...11 nota do autor 2ª edição a seguridade social no brasil...15 CAPÍTULO 1

Sumário. nota do autor...11 nota do autor 2ª edição a seguridade social no brasil...15 CAPÍTULO 1 nota do autor...11 nota do autor 2ª edição...13 CAPÍTULO 1 a seguridade social no brasil...15 1. Evolução histórica e composição...15 2. Definição e natureza jurídica...16 3. Competência legislativa...17

Leia mais

SEGURIDADE SOCIAL. Tem a finalidade de garantir o mínimo necessário à sobrevivência do indivíduo.

SEGURIDADE SOCIAL. Tem a finalidade de garantir o mínimo necessário à sobrevivência do indivíduo. SEGURIDADE SOCIAL A seguridade social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade, destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde, à previdência e

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL DIRETORIA DE ATENDIMENTO. Programa de Educação Previdenciária

INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL DIRETORIA DE ATENDIMENTO. Programa de Educação Previdenciária Ministério da Previdência Social INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL DIRETORIA DE ATENDIMENTO Todos que se inscrevem na Previdência Social podem escolher como vão contribuir. Isso permite que o segurado

Leia mais

DIREITO COLETIVO DO TRABALHO. Professor: Leandro Antunes

DIREITO COLETIVO DO TRABALHO. Professor: Leandro Antunes DIREITO COLETIVO DO TRABALHO Professor: Leandro Antunes Conceito: Acordos coletivos e convenções coletivas; Os acordos e as convenções coletivas nada mais são do que espécies do gênero negociações coletivas.

Leia mais

Unidade I DIREITO SOCIAL. Prof. Ligia Vianna

Unidade I DIREITO SOCIAL. Prof. Ligia Vianna Unidade I DIREITO SOCIAL Prof. Ligia Vianna 1- Introdução Constituição Federal Direitos Sociais; ART. 6º.: São direitos sociais a educação, a saúde, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos 1 de 6 09/01/2015 11:04 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos MEDIDA PROVISÓRIA Nº 664, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2014. Exposição de motivos Vigência Altera as Leis n o 8.213,

Leia mais

Continuação do estudo dos benefícios em espécie do RGPS

Continuação do estudo dos benefícios em espécie do RGPS Continuação do estudo dos benefícios em espécie do RGPS 3. Aposentadoria por idade (art. 48 da lei n. 8213/91): Vem a concretizar a proteção social contra a velhice, nos termos da Constituição Federal

Leia mais

Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude Secretaria Executiva de Assistência Social Gerência de Projetos e Capacitação Centro

Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude Secretaria Executiva de Assistência Social Gerência de Projetos e Capacitação Centro Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude Secretaria Executiva de Assistência Social Gerência de Projetos e Capacitação Centro Universitário Tabosa de Almeida ASCES/UNITA INSTITUTO NACIONAL

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO QUADRO 02

DIREITO PREVIDENCIÁRIO QUADRO 02 DIREITO PREVIDENCIÁRIO QUADRO 02 CONTEÚDO PRESTAÇÕES EM GERAL BENEFÍCIOS CARÊNCIA SALÁRIO DE BENEFÍCIO FATOR PREVIDENCIÁRIO RENDA MENSAL INICIAL SEGURADOS 1.aposentadoria por invalidez 2.aposentadoria

Leia mais

ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA 2015 ALEXANDRE CORRÊA

ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA 2015 ALEXANDRE CORRÊA ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA 2015 ALEXANDRE CORRÊA NOVAS REGRAS PARA : CONCESSÃO DA PENSÃO POR MORTE AUXÍLIO DOENÇA ATESTADOS MÉDICOS SEGURO DESEMPREGO ABONO SALARIAL SEGURO DESEMPREGO WEB RAIS 2014 No dia

Leia mais

APOSENTADORIA ESPECIAL, PENSÃO E REDUÇÃO DE DIREITOS DRA. THAIS RIEDEL

APOSENTADORIA ESPECIAL, PENSÃO E REDUÇÃO DE DIREITOS DRA. THAIS RIEDEL APOSENTADORIA ESPECIAL, PENSÃO E REDUÇÃO DE DIREITOS DRA. THAIS RIEDEL PARA QUE SERVE UMA PREVIDÊNCIA SOCIAL? Proteção da Sociedade em relação aos RISCOS SOCIAIS. Contingências que diminuem ou retiram

Leia mais

SUSPENSÃO E INTERRUPÇÃO DO CONTRATO DE TRABALHO

SUSPENSÃO E INTERRUPÇÃO DO CONTRATO DE TRABALHO SUSPENSÃO E INTERRUPÇÃO DO CONTRATO DE TRABALHO FUNDAMENTOS Como um dos princípios do Direito do Trabalho, a continuidade da relação de emprego reflete-se no ordenamento jurídico, entre outros, por meio

Leia mais

REDAÇÃO FINAL MEDIDA PROVISÓRIA Nº 676-A DE 2015 PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO Nº 15 DE 2015

REDAÇÃO FINAL MEDIDA PROVISÓRIA Nº 676-A DE 2015 PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO Nº 15 DE 2015 REDAÇÃO FINAL MEDIDA PROVISÓRIA Nº 676-A DE 2015 PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO Nº 15 DE 2015 Altera as Leis nºs 8.212, de 24 de julho de 1991, e 8.213, de 24 de julho de 1991, para tratar da associação do

Leia mais

Direito e Legislação Previdenciária - INSS Professor: Melissa Folmann Aulas: 01-08

Direito e Legislação Previdenciária - INSS Professor: Melissa Folmann Aulas: 01-08 Aulas 1 8 Direito e Legislação Previdenciária - INSS Professor: Melissa Folmann Aulas: 01-08 Prof > wwwaprovaconcursoscombr Página 1 de 11 Aulas 1 8 Apresentação Olá Concurseiro, Será

Leia mais

Facebook: https://www.facebook.com/profadrianamenezes Site:: ADRIANA MENEZES

Facebook: https://www.facebook.com/profadrianamenezes Site::  ADRIANA MENEZES ADRIANA MENEZES Facebook: https://www.facebook.com/profadrianamenezes QUADROS RESUMOS DE BENEFÍCIOS Atualizado - Lei 13.135/2015 e Lei Complementar 150/2015 Salário de SB Renda mensal inicial RMI Data

Leia mais

PARCELAS EXCLUÍDAS DA COMPOSIÇÃO DO SALÁRIO DE CONTRIBUIÇÃO PRESUMIDAS POR LEI COMO INDENIZATÓRIAS

PARCELAS EXCLUÍDAS DA COMPOSIÇÃO DO SALÁRIO DE CONTRIBUIÇÃO PRESUMIDAS POR LEI COMO INDENIZATÓRIAS PARCELAS EXCLUÍDAS DA COMPOSIÇÃO DO SALÁRIO DE CONTRIBUIÇÃO PRESUMIDAS POR LEI COMO INDENIZATÓRIAS - Os benefícios previdência social, nos termos e limites legais, salvo o salário-materni. - As ajus custo

Leia mais

Dir. Previdenciário Marcos. Alterações: Salário Maternidade

Dir. Previdenciário Marcos. Alterações: Salário Maternidade Alterações: Salário Maternidade NOVIDADE - ALTERAÇÃO Lei 8213/91 Art. 71-A. Ao segurado ou segurada da Previdência Social que adotar ou obtiver guarda judicial para fins de adoção de criança é devido

Leia mais

LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA 1.FONTES

LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA 1.FONTES LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA 1.FONTES Lei lato sensu - primárias Atos administrativos - secundárias Jurisprudência Outros ramos do Direito Doutrina Principais: CF/88, art. 201 Lei 8.212/91 Lei 8.213/91 Dec.

Leia mais

Resumo Aula-tema 03: Regimes da Previdência Social e os Beneficiários do Regime Geral

Resumo Aula-tema 03: Regimes da Previdência Social e os Beneficiários do Regime Geral Resumo Aula-tema 03: Regimes da Previdência Social e os Beneficiários do Regime Geral Nesta aula tema, serão estudados os regimes previdenciários vigentes no Brasil. Para tanto, cumpre, inicialmente, retomar

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Faculdade de Direito Direito Previdenciário Profª. Ms. Tatiana Riemann QUALIDADE DE SEGURADO

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Faculdade de Direito Direito Previdenciário Profª. Ms. Tatiana Riemann QUALIDADE DE SEGURADO QUALIDADE DE SEGURADO Qualidade de Segurado - art. 13, Dec. 3.048/99 detém a qualidade de segurado aquele que exerce atividade remunerada, em caso de segurados obrigatórios, ou está contribuindo, em caso

Leia mais

Palestra. Legislação Previdenciária - Atualização. Setembro/2016. Elaborado por: JANEIRO/

Palestra. Legislação Previdenciária - Atualização. Setembro/2016. Elaborado por: JANEIRO/ Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 opções 2 ou 3 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PROGRAMA CURSO EXTENSÃO EM TRABALHO E PREVIDÊNCIA CAPITULO I - DIREITO DO TRABALHO -- Princípios do Direito do Trabalho -- Relação de Trabalho e Relação de Emprego Natureza jurídica:

Leia mais

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE ÍNDICE INTRODUÇÃO... 008 DISPOSIÇÕES GERAIS... 009 Conceito de empregador... 009 Conceito de empregado... 009 Direitos do empregado... 010 ASSÉDIO MORAL E SEXUAL NO TRABALHO... 014 Assédio moral no trabalho...

Leia mais

Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 06/08/2010.

Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 06/08/2010. SALÁRIO-FAMÍLIA - Considerações Gerais Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 06/08/2010. Sumário: 1 - Introdução 2 - Beneficiários 2.1 - Verificação da Invalidez 2.2 - Pai e Mãe 3 - Início

Leia mais

CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER. Direito Previdenciário. Analista do TRF 2. Consulplan

CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER. Direito Previdenciário. Analista do TRF 2. Consulplan CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER Direito Previdenciário Analista do TRF 2 Consulplan Sumário Conceituação... 3 Princípios Constitucionais... 3 Do Financiamento da Seguridade Social... 3 Receitas das Contribuições

Leia mais

RECURSO DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TRF 2ªregião Técnico Judiciário Administrativa Sem especialidade Prova tipo 1

RECURSO DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TRF 2ªregião Técnico Judiciário Administrativa Sem especialidade Prova tipo 1 RECURSO DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TRF 2ªregião Técnico Judiciário Administrativa Sem especialidade Prova tipo 1 1) Sandra conseguiu o seu primeiro emprego na empresa Calçados Perfeitos Ltda., lá permanecendo

Leia mais

A FTICE e a CNTI através da 1ª Secretaria da Região Nordeste Ceará, Piauí e Maranhão, convidam os dirigentes sindicais, trabalhadoras e trabalhadores

A FTICE e a CNTI através da 1ª Secretaria da Região Nordeste Ceará, Piauí e Maranhão, convidam os dirigentes sindicais, trabalhadoras e trabalhadores A FTICE e a CNTI através da 1ª Secretaria da Região Nordeste Ceará, Piauí e Maranhão, convidam os dirigentes sindicais, trabalhadoras e trabalhadores para o debate NÃO AO DESMONTE DA PREVIDÊNCIA. O evento

Leia mais

Além da previdência, a proposta também altera regras da Assistência Social, reduzindo a abrangência e a capacidade de proteção social.

Além da previdência, a proposta também altera regras da Assistência Social, reduzindo a abrangência e a capacidade de proteção social. NATAL LEO PRESIDENTE DO SINDICATO NACIONAL DOS APOSENTADOS, PESIONISTAS E IDOSOS UGT SINDIAPI UGT SECRETARIO ADJUNTO DA UGT NACIONAL PARA APOSENTADOS E IDOSOS SECRETARIO DE PREVIDÊNCIA E DA SEGURIDADE

Leia mais

INSS. Leg. Previdenciária Apostila 8. Prof. Eduardo Tanaka

INSS. Leg. Previdenciária Apostila 8. Prof. Eduardo Tanaka 8. PRESTAÇÕES DA PREVIDÊNCIA SOCIAL BENEFÍCIOS E SERVIÇOS 8.1. APOSENTADORIA POR INVALIDEZ 8.1.1. REGRAS BÁSICAS DA APOSENTADORIA POR INVALIDEZ. A aposentadoria por invalidez, uma vez cumprida, quando

Leia mais

SIMULADO DIREITO PREVIDENCIÁRIO

SIMULADO DIREITO PREVIDENCIÁRIO SIMULADO DIREITO PREVIDENCIÁRIO TRF 4ª Região 2007. 1. Para um trabalhador que não possua dependentes, o benefício salário-família não será concedido; para o trabalhador que se encontre incapaz temporariamente

Leia mais

<<Direito Previdenciário>> - <<INSS>> Professor: Melissa Folmann Aulas: 11-13

<<Direito Previdenciário>> - <<INSS>> Professor: Melissa Folmann Aulas: 11-13 Aulas 11 13 - Professor: Melissa Folmann Aulas: 11-13 Prof > wwwaprovaconcursoscombr Página 1 de 15 Aulas 11 13 4 Benefícios previdenciários dos dependentes

Leia mais

QUAL E QUANDO É A MELHOR FORMA DE SE APOSENTAR

QUAL E QUANDO É A MELHOR FORMA DE SE APOSENTAR DIREITO PREVIDENCIÁRIO QUAL E QUANDO É A MELHOR FORMA DE SE APOSENTAR Expositora: Luciana Moraes de Farias Advogada Presidente do IAPE Instituto dos Advogados Previdenciários SEGURADOS OBRIGATÓRIOS *TRABALHADOR*

Leia mais

ESAF 2010: Considerando a jurisprudência do Tribunal Superior do Trabalho, assinale a opção correta.

ESAF 2010: Considerando a jurisprudência do Tribunal Superior do Trabalho, assinale a opção correta. ESAF 2010: Considerando a jurisprudência do Tribunal Superior do Trabalho, assinale a opção correta. a) O adiantamento da gratificação natalina deve ser pago no mesmo mês para todos os empregados da empresa,

Leia mais

NIVELAMENTO PARA PÓS GRADUAÇÃO. - Direito Individual do Trabalho - (aula 08/11)

NIVELAMENTO PARA PÓS GRADUAÇÃO. - Direito Individual do Trabalho - (aula 08/11) NIVELAMENTO PARA PÓS GRADUAÇÃO - Direito Individual do Trabalho - (aula 08/11) CUSTÓDIO NOGUEIRA Advogado militante especializado em Direito Civil e Processo Civil; Sócio da Tardem e Nogueira Assessoria

Leia mais

Reforma da Previdência PEC 287. A Reforma é necessária?

Reforma da Previdência PEC 287. A Reforma é necessária? Reforma da Previdência PEC 287 A Reforma é necessária? Prof. Gilson Fernando 1 Saúde Seguridade Social Assistência Social Sistema Nacional garantidor de Direitos subjetivos Regimes Básicos RGPS Previdência

Leia mais

MUDANÇAS NAS REGRAS DO SEGURO-DESEMPREGO, ABONO SALARIAL ANUAL, AUXILIO-DOENÇA E PENSÃO POR MORTE

MUDANÇAS NAS REGRAS DO SEGURO-DESEMPREGO, ABONO SALARIAL ANUAL, AUXILIO-DOENÇA E PENSÃO POR MORTE MUDANÇAS NAS REGRAS DO SEGURO-DESEMPREGO, ABONO SALARIAL ANUAL, AUXILIO-DOENÇA E PENSÃO POR MORTE Em 30/12/2014, por meio das Medidas Provisórias 664 e 665, publicadas no Diário Oficial da União, as normas

Leia mais

CURSO PREPARATÓRIO Concurso para JUIZ FEDERAL Prova escrita ALEXANDRE ROSSATO DA S. AVILA 2016

CURSO PREPARATÓRIO Concurso para JUIZ FEDERAL Prova escrita ALEXANDRE ROSSATO DA S. AVILA 2016 CURSO PREPARATÓRIO Concurso para JUIZ FEDERAL Prova escrita ALEXANDRE ROSSATO DA S. AVILA 2016 RELAÇÃO JURÍDICA PREVIDENCIÁRIA: BENEFICIÁRIOS, SEGURADOS E DEPENDENTES Prof. Dr. Alexandre Triches BENEFICIÁRIOS

Leia mais

Auxílio Doença: Empregador será responsável pela remuneração dos primeiros 30 dias de afastamento do empregado.

Auxílio Doença: Empregador será responsável pela remuneração dos primeiros 30 dias de afastamento do empregado. INFORME JURÍDICO 06/01/2015 411 Prezados (as) Auxílio Doença: Empregador será responsável pela remuneração dos primeiros 30 dias de afastamento do empregado. Divulgamos a Medida Provisória 664/2014 que

Leia mais

Profa. Joseane Cauduro. Unidade II DIREITO TRABALHISTA E SOCIAL

Profa. Joseane Cauduro. Unidade II DIREITO TRABALHISTA E SOCIAL Profa. Joseane Cauduro Unidade II DIREITO TRABALHISTA E SOCIAL Seguridade social Art. 194, CF: a seguridade social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade,

Leia mais

Esquemas de financiamento utilizados na expansão de cobertura

Esquemas de financiamento utilizados na expansão de cobertura Esquemas de financiamento utilizados na expansão de cobertura Financiamento da Previdência e da Seguridade Social no Brasil Paulo Tafner e Fabio Giambiagi Buenos Aires, maio/2010 Estrutura da Seguridade

Leia mais

PROJETO PARA ALTERAÇÃO DE LEI

PROJETO PARA ALTERAÇÃO DE LEI CÂMARA DOS DEPUTADOS Deputado Federal ULDURICO JÚNIOR- PTC/BA PROJETO PARA ALTERAÇÃO DE LEI Dispõe sobre a alteração do art.71-b da lei 8.213/91 para ampliar a cobertura de benefício do salário-maternidade

Leia mais

Segue quadro comparativo sobre as alterações trazidas pela MP nº 664/2014, no tocante à pensão deixada pelo servidor público federal Lei 8.

Segue quadro comparativo sobre as alterações trazidas pela MP nº 664/2014, no tocante à pensão deixada pelo servidor público federal Lei 8. Segue quadro comparativo sobre as alterações trazidas pela MP nº 664/2014, no tocante à pensão deixada pelo servidor público federal Lei 8.112/90: Lei nº 8.112/90 redação anterior à Medida Provisória nº

Leia mais

Questões Passíveis de Recurso Direito Previdenciário - Prova Cubo

Questões Passíveis de Recurso Direito Previdenciário - Prova Cubo Questões Passíveis de Recurso Direito Previdenciário - Prova Cubo Questão 52: 52. Na década de 30 do século passado, as caixas de aposentadoria e pensões foram reunidas nos institutos de aposentadoria

Leia mais

PROCESSO JUDICIAL PREVIDENCIÁRIO PROGRAMA

PROCESSO JUDICIAL PREVIDENCIÁRIO PROGRAMA PROGRAMA I. SEGURIDADE SOCIAL E PREVIDÊNCIA SOCIAL 2. Princípios e Características da Seguridade Social 2.1. Solidariedade 2.2 Universalidade da Cobertura e do Atendimento 2.3. Uniformidade e Equivalência

Leia mais

9. PROVA DE INEXISTÊNCIA DE DÉBITO (arts. 47 e 48 da Lei e 257 a 265 do Decreto 3.048)

9. PROVA DE INEXISTÊNCIA DE DÉBITO (arts. 47 e 48 da Lei e 257 a 265 do Decreto 3.048) SUMÁRIO INTRODUÇÃO 1. SEGURIDADE SOCIAL 1.1 Noção geral 1.1.1 Saúde 1.1.2 Assistência social 1.1.3 Previdência Social 1.2 Breve histórico 1.2.1 Evolução legislativa no Brasil 1.3 Conceituação 1.4 Objetivo,

Leia mais

O que estudamos aula passada

O que estudamos aula passada O que estudamos aula passada Cessação, suspensão e interrupção dos contratos de trabalho Rescisão Contratual As formas de extinção do Contrato de Trabalho Pedido de demissão Dispensa sem justa causa Dispensa

Leia mais

PEC 287/ Reforma da Previdência

PEC 287/ Reforma da Previdência PEC 287/2016 - Reforma da Previdência Diana Dias Sampaio Economista - UFSM Secretária Geral do ATENS Sindicato Nacional 1. Reforma radical, ampla e desumana; De cunho exclusivo do interesse financeiro

Leia mais

Aposentadoria. Saiba tudo sobre como funciona a aposentadoria no Brasil.

Aposentadoria. Saiba tudo sobre como funciona a aposentadoria no Brasil. Aposentadoria Saiba tudo sobre como funciona a aposentadoria no Brasil. A Aposentadoria é a remuneração que um contribuinte recebe após concluir algum requisito mínimo relacionado à sua profissão. Comumente,

Leia mais

Sumário. Introdução, 1

Sumário. Introdução, 1 S Sumário Introdução, 1 1 Folha de Pagamento, 7 1 Salário, 8 1.1 Salário-hora para 40 horas semanais: divisor 200 (duzentos), 9 1.2 Depósito de salários em conta bancária, 9 2 Horas extras, 10 2.1 Integração

Leia mais

EDITAL SISTEMATIZADO AUDITOR DO TRIBUNAL DE CONTAS ESTADO DO PARÁ - DIREITO/2016. Direito Previdenciário - 6ª edição Adriana Menezes Editora Juspodivm

EDITAL SISTEMATIZADO AUDITOR DO TRIBUNAL DE CONTAS ESTADO DO PARÁ - DIREITO/2016. Direito Previdenciário - 6ª edição Adriana Menezes Editora Juspodivm EDITAL SISTEMATIZADO AUDITOR DO TRIBUNAL DE CONTAS ESTADO DO PARÁ - DIREITO/2016 De acordo com o edital do concurso e com a obra: Direito Previdenciário - 6ª edição Adriana Menezes Editora Juspodivm ITENS

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO 1 A SEGURIDADE SOCIAL... 19

SUMÁRIO CAPÍTULO 1 A SEGURIDADE SOCIAL... 19 SUMÁRIO S CAPÍTULO 1 A SEGURIDADE SOCIAL... 19 1. Origem e evolução legislativa no Brasil... 19 Questões comentadas de concursos públicos... 29 Questões de concursos... 30 CAPÍTULO 2 A SEGURIDADE SOCIAL

Leia mais

ÉTICA E LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL

ÉTICA E LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL ÉTICA E LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL Centro de Ensino Superior do Amapá-CEAP Curso: Arquitetura e Urbanismo Disciplina: Ética e Legislação Profissional Assunto: Sistema Previdenciário/Construção Civil Prof.

Leia mais

Resumo Aula-tema 04: Benefícios Previdenciários - Regras Gerais

Resumo Aula-tema 04: Benefícios Previdenciários - Regras Gerais Resumo Aula-tema 04: Benefícios Previdenciários - Regras Gerais O Regime Geral de Previdência Social compreende prestações, devidas inclusive em razão de eventos decorrentes de acidente do trabalho, expressas

Leia mais