GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SUDEMA Superintendência de Administração do Meio Ambiente

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SUDEMA Superintendência de Administração do Meio Ambiente"

Transcrição

1 RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA LICENCIAMENTO ARMAZENAGEM E REVENDA DE COMBUSTIVEIS EM GERAL LICENÇA PRÉVIA 01 Requerimento de Licença; 02 Cadastro Serviços; 03 Guia de Recolhimento devidamente quitada; 04 Cópia autenticada da escritura ou de documentos que comprovem a legalidade do uso da área; 05 Publicação do requerimento e do recebimento desta licença no Diário Oficial e em jornal de grande circulação; 06 Certidão de uso e ocupação do solo do município; 07 Declaração da CAGEPA informando que autoriza o lançamento de efluentes na rede coletora de esgotos, (caso utilize); 08 Cópia do último recibo de água; 09 Memorial descritivo da atividade específica, conforme Art. 5º da Resolução CONAMA 273/00, inciso I, alíneas a até i ; 10 Croqui de localização do empreendimento conforme o descrito no Art. 5º, inciso I, alíneas c e d da resolução CONAMA nº 273 de 29 de novembro de 2000; 11 ART do responsável técnico; Documentos individuais do requerente - pessoa física: CPF, comprovante de residência e cédula de identidade e declaração de investimento; pessoa jurídica: CNPJ, documentos individuais do representante legal e declaração atualizada do capital social emitida pela Junta Comercial do Estado da Paraíba. QUEM DEFENDE O MEIO AMBIENTE PROTEGE A PRÓPRIA VIDA Av-Monsenhor Walfredo Leal, 181 Tambiá Fones: (83) / Fax. (83) João Pessoa PB CEP

2 LICENÇA DE INSTALAÇÃO 01 Requerimento; 02 Cadastro de Serviços; 03 Guia de Recolhimento devidamente quitada; 04 Publicação do Requerimento e Concessão desta licença no Diário Oficial e em um jornal de grande circulação; 05 Projeto básico conforme descrito no Art. 5º, inciso I, alíneas a, e, f, g, h, i, da Resolução CONAMA nº 273 de 29 de Setembro de 2000; 06 Layout do empreendimento; 07 Planta do sistema de tratamento e disposição final dos efluentes; 08 ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) do responsável Técnico; 09 Formulário do anexo I da Resolução do CONAMA nº 273/2000 devidamente preenchido; 10 Cronograma de execução das atividades; 11 Cópia da Licença Anterior; 12 Documento Comprobatório de Aquisição e instalação dos tanques. Documentos individuais do requerente - pessoa física: CPF, comprovante de residência e cédula de identidade e declaração de investimento; pessoa jurídica: CNPJ, documentos individuais do representante legal e declaração atualizada do capital social emitida pela Junta Comercial do Estado da Paraíba. LICENÇA DE OPERAÇÃO 01 Requerimento de Licença; 02 Cadastro de Serviços devidamente preenchido; 03 Guia de Recolhimento devidamente quitada; 04 Publicação de Requerimento e da Concessão desta Licença; 05 Memorial descritivo contendo informações do Art. 5º inciso II das alíneas a,b (nº1, 2,3) alíneas c,d (nº1, 2,3); alíneas e,f,g; 06 Layout da empresa; 07 Solicitação de registro da ANP (Agência Nacional de Petróleo); 08 Certificado do Corpo de Bombeiro;

3 09 Cópia da Licença anterior. Documentos individuais do requerente - pessoa física: CPF, comprovante de residência e cédula de identidade e declaração de investimento; pessoa jurídica: CNPJ, GFIP, documentos individuais do representante legal e declaração atualizada do capital social emitida pela Junta Comercial do Estado da Paraíba.

4 LICENÇA DE ALTERAÇÃO 01 Requerimento; 02 Cadastro de Serviços; 03 Guia de Recolhimento (devidamente quitada); 04 Cópia da licença de operação vigente; 05 Contrato Social com CNPJ Para os casos de mudança de Razão Social ou titularidade do empreendimento; 06 Projeto de alteração com plantas e memorial descritivo ou de cálculo, (se couber), para os casos de qualquer alteração ou ampliação no empreendimento. RENOVAÇÃO DA LICENÇA DE OPERAÇÃO 01 Requerimento; 02 Cadastro de Serviços; 03 Guia de Recolhimento (devidamente quitada); 04 Cópia da Publicação do Requerimento e Concessão no Diário Oficial e em jornal de grande circulação; 05 Cópia da licença de operação anterior; 06 Certificado de corpo de bombeiro contemplando todos os produtos (gasolina, álcool, GLP, óleo diesel, etc.); 07 Certificado da ANP (Agencia Nacional de Petróleo); 08 Contrato firmado com empresa coletora de óleo usado; 09 PAE (Plano de Atendimento a Emergência). Caso não tenha sido apresentado durante a vigência da licença de operação anterior; 10 Cópia atualizada do recibo da CAGEPA; 11 Cópia do formulário Anexo I - da Resolução do CONAMA nº 273/00, caso não tenha sido apresentado anteriormente ou havido alguma mudança no empreendimento. Obs. Caso haja previsão de paralisação da atividade, apresentar o plano de encerramento, a ser analisado e aprovado pela SUDEMA, de acordo com a resolução CONAMA nº 273/00, NA (Norma Administrativa) 120/07 e termo de referência anexo. Obs: Os empreendimentos que não possuírem licenças anteriores deverão apresentar os documentos inerentes a elas.

5 REQUERIMENTO DE LICENÇA I SOLICITAÇÃO PARA OBTENÇÃO DE: L PRÉVIA L ALTERAÇÃO PARA USO DA SUDEMA L INSTALAÇÃO L OPERAÇÃO L SIMPLIFICADA AUTOR. AMBIENTAL L DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO L. DE OPERAÇÃO PARA PESQUISA MINERAL II-CÓDIGO III-NÚMERO DA LICENÇA ANTERIOR LP LI LO Nº IV DADOS DO REQUERENTE: NOME OU RAZÃO SOCIAL CNPJ/CPF INSCRIÇÃOESTADUAL LOCAL DA ATIVIDADE (avenida, rua, estrada) (bairro, localidade, etc.). (município) (Cep) V REPRESENTANTES LEGAIS: NOME: CPF: NOME: CPF: VI CONTATO: NOME: TELEFONE: ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA: CPF: (avenida, rua, estrada) (bairro, localidade, etc.) (município) (cep) VII NÚMERO DE DOCUMENTOS ANEXOS NÚMERO DE FOLHAS ANEXAS:

6 VIII DESCRIÇÃO DA(S) ATIVIDADES IX DADOS DO EMPREENDIMENTO X PARA USO DA SUDEMA a) INVESTIMENTO TOTAL (IT) M = IT + AC + NE = + + = 3 3 b) ÁREA CONSTRUIDA (AC). M 2 PORTE DA ATIVIDADE c) Nº EMPREGADOS (NE) POTENCIAL POLUIDOR: VALOR DA TAXA DE LICENCIAMENTO: UFRPB XI - DECLARO PARA OS DEVIDOS FINS, QUE O DESENVOLVIMENTO DAS ATIVIDADES RELACIONADAS NESTE REQUERIMENTO REALIZAR-SE Á DE ACORDO COM OS DADOS TRANSCRITOS E ANEXOS INDICADOS NO ITEM 7(SETE), PELO QUE VENHO REQUERER A SUDEMA (Superintendência de Administração do Meio Ambiente) A EXPEDIÇÃO DA RESPECTIVA LICENÇA. JOÃO PESSOA, DE 20 (assinatura) (nome)

7 CADASTRO SIMPLIFICADO DE ENTIDADES COMERCIAIS E DE SERVIÇOS - CS 1- RAZÃO SOCIAL 2- CNPJ 3- REPRESENTANTE LEGAL 4- CARGO 5- ENDEREÇO 6- BAIRRO 7- MUNICÍPIO 8- NOME P/ CONTATO 9- CARGO 10- TELEFONE 11- BACIA HIDROGRÁFICA 12- Nº DE FUNCIONÁRIOS 13- Nº DE LEITOS 14- ÁREA 15- INVESTIMENTO TOTAL CONSTRUIDA (m 2 ) ONT R$ 16- ATIVIDADE PRINCIPAL 17- ÁGUA UTILIZADA 18- CONSUMO MÉDIO MENSAL (m 2 ) RESÍDUOS 19- LÍQUIDOS 20- DESTINO 21- QUANTIDADE MÉDIA MENSAL 22- SÓLIDOS 23- DESTINO SIM NÃO 24- GASOSOS 25- DESTINO SIM NÃO SIM NÃO EQUIPAMENTOS E COMBUSTÍVEIS UTILIZADOS 26- TIPO 27- EQUIPAMENTOS CONSUMO MÉDIO MENSAL 28- QUANTIDADE 29- UNIDADE SIM NÃO 30- ESTÁ PREVISTO O EM CASO AFIRMATIVO APONAR 31- ALTURA DA CHAMINÉ USO DE CALDEIRA 32- LOCALIZAÇÃO DA CHAMINÉ SIM NÃO 33- RADIOATIVOS SE EXISTIR RESÍDUOS OU TÓXICO INDICAR PROVIDÊNCIAS 34- TÓXICOS

8 35- CROQUIS DE LOCALIZAÇÃO OBS.:OBDECER A POSIÇÃO DO NORTE VERDADEIRA OBS.: CASO OS ESPAÇOS SEJAM INSUFICIENTES, USAR FOLHAS EXTRAS E ANEXAR AO CADASTRO 36- ASSINATURA SO REPRESENTANTE DA EMPRESA 37- CARIMBO DA EMPRESA 38- ENTREGUE EM JOÃO PESSOA, DE 20

9 ANEXO I 1 - IDENTIFICAÇÃO DO RESPONSÁVEÇ PELO EMPREEDNDIMENTO: NOME: Doc. Identidade: Órgão Expedidor: UF: CPF: End: Bairro: CEP: Município: UF: Telefone p/ Contato: Fax: ( ) () Nº: 2 - IDENTIFICAÇÃO DO EMPREENDIMENTO: Nome/ Razão Social: Nome Fantasia: Endereço: Bairro: CEP: Município UF: CNPJ nº Inscrição estadual: Inscrição Municipal: Endereço p/ correspondêndica: Nº: Bairro: CEP: Município: UF: Contato Nome: Cargo: Telefone p/ contato: Fax: ( ) ( ) Registro na ANP Nº: Registro Anterior na ANP: Coordenada Geográfica (Lat/ long) 3 DADOS DA DISTRIBUIDORA(S)/ FORNECEDORA(S) Razão Social: Nome p/ contato: End p/ correspondência: Nº: Bairro: Telefone: ( ) CEP: Município: UF: 4 PROPRIETÁRIO DOS EQUIPAMENTOS E SISTEMAS: Razão Social: Nome p/ contato: End. p/ correspondência: Nº: Bairro: Telefone: ( ) CEP: Município: UF: CNPJ ou CPF: Obs. Importante Observação: caso haja proprietários diferentes para os equipamentos e sistemas, informar aqui conforme o exemplo: os tanques nº 3 e 4 pertencem à distribuidora XY, os tanques 1, 2 e 3 pertencem ao posto

10 5 RELAÇÃO/ SITUAÇÃO DOS TANQUES Tanque Combustível Volume Tipo Ano de Teste de Foi Em nº (7) do de instalação estanqueidade verificado operação tanque tanque do tanque (9) vazamento (em (8) no tanque: litros) (10) S N (7) Tipo de combustível: é um código, ver tabela anexa. Caso o tanque tenha três compartimentos, adapte a simbologia, por exemplo: gasolina, álcool e gasolina usem o símbolo GAG. (8) Tipo de Tanque é um código, ver tabela anexa. (página 14) (9) e (10) Caso tenha sido realizada teste de estanqueidade ou se houve vazamento informar a época no formato mês/ ano, por exemplo: 08/ RELAÇÃO/ SITUAÇÃO DAS LINHAS/ SOMBRAS 7 - VOLUME DE COMBUSTÍVEIS MOVIMENTADO/ MÊS: (fazer média dos últimos seis meses) Gasolina Álcool Diesel Querosene Tipo de combustível Volume movimentado/ mês (em litros) 8 QUESTIONAMENTOS: (Sempre que necessário preencha em folha anexa não esquecendo de assiná-la ao final) a) Já foram substituídos tanques? Se a resposta for sim, informar: motivo, quantidade e data;

11 b) Existem poços de monitoramento das águas subterrâneas? Se positivo, informar data da última coleta, resultado da análise; c) Existe dispositivo de recuperação dos gases do(s) tanque(s)? Se afirmativo, descrever qual; d) Quais os métodos de detecção de vazamentos em tanques adotados pelo posto? e) Existe proteção catódica para o sistema de armazenamento de combustível? f) Caso exista proteção catódica, qual a freqüência e ultima data de manutenção do sistema anticorrosão? 9 ÁREA DO EMPREENDIMENTO: Área total do terreno m 2 Área construída m 2 Observação: incluir todas as áreas de administração e serviços vinculados ao proprietário ou locador do empreendimento, comércio varejista de combustíveis de combustíveis ATIVIDADES DESENVOLVIDAS (assinale todas que forem responsabilidade do proprietário ou locador do comércio varejista de combustíveis): LAVAGEM DE VEÍCULOS ( ) SIM ( ) NÃO Caso afirmativo informar média de lavagem veículos/ dia TROCA DE ÓLEO ( ) SIM ( ) NÃO Caso Afirmativo informar a) possui caixa separadora água/ óleo ( ) SIM ( ) NÃO b) destino final do óleo coletado BORRACHARIA ( ) SIM( ) NÃO Existem instalações para o abastecimento de gás natural veicular ( ) SIM ( ) NÃO * Caso afirmativo descrever os equipamentos/ sistemas em folha anexa Há venda ou estoque de botijões de gás liquefeito de petróleo (GLP) ( ) SIM ( ) NÃO OUTROS (lanchonete, loja de conveniência, restaurante, bar, etc.) ( ) SIM ( ) NÃO Especificar 11. LOCALIZAÇÃO DA ATIVIDADE CONFORME A LEGISLAÇÃO MUNICIPAL ZONA URBANA: ( ) SIM ( ) NÃO Caso afirmativo é residencial ( ) Comercial ( ) Zona Rural: ( ) SIM( ) NÃO ZONA FLUVIAL/ LACUSTRE: ( ) SIM ( ) NÃO ZONA MARITÍMA: ( ) SIM ( ) NÃO

12 11.5. OUTRA: ( ) SIM ( ) NÃO Caso afirmativo no item 11.5 citar qual. 12. ASSINALE CONFORME O AMBIENTE EM TORNO DO EMPREENDIEMENTO NUM RAIO DE 100m N S - Rua com galeria de drenagem de águas ( ) ( ) - Rua com galeria de esgotos ou de serviços ( ) ( ) - Esgotamento Sanitário em fossas em áreas urbanas ( ) ( ) - Edifício multifamiliar sem garagem subterrânea até quatro andares ( ) ( ) - Edifício multifamiliar com garagem subterrânea com mais de quatro andares ( ) ( ) - Favela em cota igual ou inferior ( ) ( ) - Edifícios de escritórios comerciais com mais de quatro andares ( ) ( ) - garagem ou túnel construídos no subsolo ( ) ( ) - Poço de água artesiano ou não, para consumo doméstico ( ) ( ) - Casa de espetáculos ou templos religiosos ( ) ( ) - Hospital ( ) ( ) - Metrô ( ) ( ) - Transporte ferroviário de superfície ( ) ( ) - Atividades industriais de risco conforme NB 16 ( ) ( ) - Água do subsolo utilizada para consumo público da cidade ( ) ( ) - Corpos naturais superficiais de água destinados: ( ) ( ) a) abastecimentos domésticos ( ) ( ) b) proteção das comunidades aquáticas ( ) ( ) c) recreação de contato primário ( ) ( ) d) irrigação ( ) ( ) e) criação natural e/ ou intensiva de espécies destinadas à alimentação humana ( ) ( ) f) drenagem ( ) ( )

13 13. FONTES DE ÁGUA UTILIZADAS PARA ABASTECIMENTO ( ) Rede pública: ( ) Poço Tubular: Informar se possível a profundidade ( ) Nascente(s): ( ) Lago/ lagoa(s): Nome(s): ( ) Arroio(s): Nome(s): ( ) Rio(s): Nome(s): 14. LANÇAMENTO DE EFLUENTES DOMÉSTICOS/ SANITÁRIOS (assinale) 14.1 Sistema de Tratamento: 14.2 Corpo Receptor (local de lançamento) 15. RESÍDUOS SÓLIDOS Indicar o destino dos seguintes resíduos sólidos (não deixe campo em branco, informe atividade inexistente quando for o caso) Tipo de resíduo Embalagens de óleo lubrificante Filtros de óleo Outras embalagens (xampu, limpa vidros, removedores, etc.) Resíduos de borracharia Areia e lodo do fundo do(s) separador (es), água/ óleo e caixas de areia Outros resíduos (administração, restaurante, etc.) Destino final (agente/ local) 16. EQUIPAMENTOS E SISTEMAS DE CONTROLE: - Controle de Estoques manual automático Sim Não ( ) ( ) - Monitoramento Intersetorial automático ( ) ( ) - Poços de Monitoramento de águas subterrâneas ( ) ( ) - Poços de Monitoramento de vapor ( ) ( ) - Válvula de retenção junto a Bombas ( ) ( ) - Proteção contra derramamento ( ) ( ) - Câmara de acesso a boca de visita do tanque ( ) ( ) - Contenção de vazamento sob a unidade abastecedora ( ) ( ) - Canaleta de contenção da cobertura ( ) ( ) - Caixa separadora de água e óleo ( ) ( ) ( ) ( ) - Proteção contra transbordamento ( ) ( ) - Descarga selada ( ) ( ) - Câmara de contenção de descarga ( ) ( )

14 - Válvula de proteção contra transbordamento ( ) ( ) - Válvula de retenção de esfera flutuante ( ) ( ) - Alarme de transbordamento ( ) ( ) Outros (descrever) ( ) ( ) 17- PISOS Pisos Área de abastecimento Área de troca de óleo Área de descarga Área de lavagem Tipos de Piso Outros Bomba Ligada Material Data de Tem Válvula de Data de teste Observação nº ao da linha instalação filtro? retenção estanqueidade Tanque Fundo Pé da nº do bomba tanque

15 18- Local, Data, Nome, Cargo e Assinatura Razão Social End p/ correspondência Nº Bairro Telefone: ( ) CEP Município: UF: Assinatura (Rubricar cada folha) PS Todos os projetos deverão vir em duas vias devidamente encadernadas.

16 TERMO DE REFERÊNCIA PARA ELABORAÇÃO DE PLANO DE ENCERRAMENTO DE ATIVIDADES PEA DE POSTOS DE COMBUSTÍVEL DIRETRIZ GERAL Este Termo de Referência visa orientar a elaboração de Plano de Encerramento de Atividades - PEA para empreendimentos de Postos de Combustível. Esse documento deverá ser apresentado pelo empreendedor a SUDEMA, para instruir processos de desmobilização de postos de combustível ou remoção do(s) tanque(s) de combustível, e equipamentos e acessórios. O Plano de Encerramento de Atividades (PEA) deverá ser elaborado por equipe técnica habilitada e credenciada junto a SUDEMA, devendo constar no documento: nome, assinatura, registro no respectivo Conselho Profissional e Anotação de Responsabilidade Técnica (ART). O mesmo constituir-se-á das informações obtidas a partir de levantamento e/ou estudos realizados para elaboração do projeto. De acordo com as características e a localização do empreendimento, a SUDEMA poderá solicitar as informações complementares que julgar necessárias para avaliação da proposta, bem como dispensar do atendimento às exigências constantes neste documento que a seu critério, não sejam aplicáveis. O presente documento tem por base as Resoluções CONAMA 237/1997, 273/2000 e 319/2002, NA 120 (Norma Administrativa) - SUDEMA, a Norma Técnica da ABNT NBR 14973:2004, bem como outras normas da ABNT julgadas necessárias e citadas neste documento conforme a necessidade. DEFINIÇÕES Remoção consiste na retirada de tanque de armazenamento de combustível de um empreendimento, sem que haja necessariamente o encerramento de suas atividades. Desmobilização consiste no processo de retirada de todos os equipamentos do sistema de armazenamento e abastecimento do empreendimento, em decorrência do encerramento da atividade de armazenamento de combustíveis ou em virtude do encerramento das atividades do empreendimento. 1. DADOS DO EMPREENDEDOR E DO EMPREENDIMENTO ONDE O SISTEMA SASC ESTÁ INSTALADO Empreendedor Nome do proprietário ou arrendatário do empreendimento; RG e CPF; CNPJ (se for o caso); Telefone/Fax;

17 Endereço completo para correspondências; . Empreendimento Nome fantasia; Razão social do empreendimento; RG e CPF; CNPJ (se for o caso); Telefone/Fax; Endereço completo para correspondências; DADOS DO RESPONSÁVEL TÉCNICO/EQUIPE TÉCNICA RESPONSÁVEL PELO PLANO DE ENCERRAMENTO DE ATIVIDADES (Deve ser considerado o encerramento das atividades do posto ou do(s) tanque(s) a ser(em) removido(s )) Nome / Razão Social; CPF e RG; CNPJ (se for o caso); Registro Profissional. 3. DADOS DO RESPONSÁVEL TÉCNICO/EQUIPE TÉCNICA RESPONSÁVEL PELA REMOÇÃO DO SISTEMA SASC. Nome / Razão Social; CPF e RG; CNPJ (se for o caso); Registro Profissional; Endereço completo para correspondências; Telefone/Fax;

18 . 4. INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O PLANO A SER EXECUTADO, O SISTEMA SASC S (TANQUES, EQUIPAMENTOS E ACESSÓRIOS). INCLUINDO O DESTINO FINAL. Em relação às características gerais do empreendimento e do tanque a ser removido devem ser apresentadas as seguintes informações: Histórico do empreendimento constando data de implantação, nº. de empregados, horário de funcionamento, registro de reformas efetuadas, histórico de vazamentos/acidentes e demais informações julgadas necessárias; Projeto básico especificando equipamentos e sistemas de monitoramento, proteção, sistema de detecção de vazamento, sistemas de drenagem, tanques de armazenamento de derivados de petróleo (conforme ABNT NBR 13785:2003 anexo B) e de outros combustíveis para fins automotivos e sistemas acessórios de acordo com as normas da ABNT; Croqui e relatório descritivo da localização do empreendimento, indicando a situação do terreno em relação ao(s) tanque(s) de combustível a ser(em) retirado(s), ao corpo receptor e cursos d água. Identificação do ponto de lançamento dos efluentes das águas domésticas e residuárias do posto após tratamento, tipos de vegetação existente no local e em seu entorno, bem como contemplando a caracterização das edificações existentes num raio de 100m com destaque para a existência de clínicas médicas, hospitais, sistema viário, habitações multifamiliares, escolas, indústrias ou estabelecimentos comerciais, conforme norma técnica ABNT NBR Para SAAC (Sistema Aéreo de Abastecimento de Combustível), dispositivos no projeto que atendam a Norma da ABNT NBR 7505, e (no que for pertinente); Para SASC (Sistema de Armazenamento Subterrâneo de Combustível), dispositivos que atendam a Norma da ABNT NBR 13783:2005 e a Norma ABNT NBR 13786:2001; Tipo de Combustível armazenado no(s) tanque(s) a ser(em) removido(s) e a respectiva quantidade trabalhada, bem como a quantidade de combustível presente no momento da remoção.

19 5. DESCRIÇÃO DO SISTEMA DE ARMAZENAMENTO DE COMBUSTÍVEL E ATIVIDADES DE MANIPULAÇÃO DO(s) TANQUE(s), EQUIPAMENTOS E ACESSÓRIOS. Descrever os equipamentos e sistemas destinados ao armazenamento e a distribuição de combustíveis automotivos, assim como sua montagem e instalação, deverão ser avaliados quanto a sua conformidade, no âmbito do sistema brasileiro de certificação: Descrição do tipo de tanque, conforme especificação da ABNT; Descrição das bombas de abastecimento e tubulações; Detalhar os procedimentos a serem realizados durante a manipulação dos tanques e equipamentos de combustível para o processo de remoção, quanto à: Resíduos oleaginosos que porventura possam estar contidos no tanque devem ser armazenados para posterior descarte, devendo seguir a legislação ambiental para este fim; Retirada do combustível; Inertização ou desgaseificação; Retirada do tanque da cava; Retirada do lastro; Disposição provisória do tanque (até o transporte); Transporte do tanque para o local de descarte; Destinação final do tanque por empresas especializadas. 6. ANÁLISES PÓS REMOÇÃO DE TANQUES, E EQUIPAMENTOS E ACESSÓRIOS. Tipos de análises a serem realizadas na área de remoção do tanque para verificação da não contaminação e avaliação de risco: De solo; De risco de explosão; 6.1. Análise de solo Amostras de solo devem ser coletadas na porção superficial de solo da cava de tanque, após a remoção de camada de aproximadamente 2 cm do material;

20 As amostras coletadas devem ser encaminhadas para o laboratório para determinação das concentrações de BTEX (benzeno, tolueno, etilbenzeno e xilenos) e de PAH (hidrocarbonetos aromáticos polinucleados). O laboratório deve ser informado de que a análise a ser realizada deve possibilitar a quantificação dos hidrocarbonetos que compõem o óleo lubrificante. Prazos para realização das análises e procedimento de preservação das amostras de solo devem ser observados com rigor Análise de risco de explosão Essa análise deverá ser realizada em caso de acidente com material oleaginoso e/ou contaminação eminente. 7. APRESENTAR CRONOGRAMA DO PLANO. Citação das datas previstas para os seguintes procedimentos que devem ser seguidos durante a remoção do sistema SASC. Comunicação ao órgão ambiental sobre a remoção do tanque, que deverá ser feita por via ofício, com citação da data prevista para remoção do tanque e solicitando acompanhamento de técnico do órgão ambiental para o momento desta remoção; Envio do Plano de Encerramento de Atividades PEA ao órgão ambiental; Retirada do combustível; Inertização ou desgaseificação; Retirada do tanque da cava; Retirada do lastro; Disposição provisória do tanque (até o transporte); Transporte do tanque para o local de descarte; Destinação final do tanque por empresas especializadas; Retirada e destinação dos equipamentos, acessórios e destinação final; Envio de relatório com dados referentes à retirada do tanque ao órgão ambiental; Análise pelo órgão da necessidade de realização de análises químicas e físicas no local da remoção e no tanque, para verificação de possível contaminação ou risco eminente desta.

21 Observações Complementares: a) O prazo máximo de análise do presente estudo e demais documentos apensados ao processo de licenciamento ambiental será de 120 (cento e vinte) dias, conforme estabelecido na Resolução CONAMA 237/97, contados a partir de sua formalização no Setor de Protocolo, salvo pela entrega de documentação incompleta ou situações imprevisíveis, onde o prazo de contagem será suspenso após a comunicação oficial ao interessado. b) Todos os projetos deverão estar assinados pelos responsáveis técnicos e interessado, devendo os mesmos estar registrados no respectivo Conselho Profissional com cópia das ART s, para protocolo na SUDEMA. Todas as plantas deverão estar dobradas no formato A4 para encadernação. c) Não serão aceitos plantas ou croquis feitos a grafite ou caneta. d) A qualquer momento da análise técnica do projeto a SUDEMA poderá solicitar outras informações, caso sejam necessárias. e) Os empreendimentos, obras ou atividades já implantados, sem a devida regularização ambiental, estão sujeitos aos procedimentos e rotinas de controle ambiental estabelecidos na Resolução CONAMA 273 e NA 120/07; f) Qualquer alteração na titularidade dos empreendimentos citados no caput deste artigo, ou em seus equipamentos e sistemas, deverá ser comunicada a SUDEMA, com vistas à atualização, dessa informação, na licença ambiental; g) Para tanque ecológico (jaquetado) seguir a Norma ABNT NBR 13785:2003;

22 MODELO PARA PUBLICAÇÃO NO DIÁRIO OFICIAL E EM JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO Primeira publicação:, torna público que requereu a, a Licença, para, situado à rua. Segunda publicação:, torna público que foi concedida pela, a Licença, para, situado à rua.

AGÊNCIA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE

AGÊNCIA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE Conforme a Lei Estadual nº 1., de de embro de 200, FORMULÁRIO PARA EMPREENDIMENTOS POSTOS DE COMBUSTÍVEIS 1. IDENTIFICAÇÃO DO RESPONSÁVEL PELO EMPREENDIMENTO NOME: IDENTIDADE: ENDEREÇO: ÓRGÃO EXPEDIDOR:

Leia mais

III - ANEXO I e ANEXO II (Conforme Resolução CONAMA n. 273/2000)

III - ANEXO I e ANEXO II (Conforme Resolução CONAMA n. 273/2000) III - ANEXO I e ANEXO II (Conforme Resolução CONAMA n. 273/2000) 1. IDENTIFICAÇÃO DO RESPONSÁVEL PELO EMPREENDIMENTO Nome: Endereço: CEP: CPF: RG: e-mail: 2. IDENTIFICAÇÃO DO EMPREENDIMENTO Nome Fantasia:

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SUDEMA Superintendência de Administração do Meio Ambiente

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SUDEMA Superintendência de Administração do Meio Ambiente RELAÇAO DE DOCUMENTOS PARA OBTENÇAÕ DE LICENCIAMENTO DE LINHAS DE TRANSMISSÃO LICENÇA PRÉVIA 1 - Requerimento 2 - Cadastro 3 - Guia de Recolhimento 4 - Cópia da Publicação do Requerimento e da concessão

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente Superintendência Estadual do Meio Ambiente SEMACE

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente Superintendência Estadual do Meio Ambiente SEMACE 1. OBJETIVO: Este Termo de Referência têm como objetivo atender as Resoluções CONAMA Nº 237/1997, 273/2000 e 319/2002, Norma Técnica da ABNT NBR 14973:2004, bem como outras normas da Associação Brasileira

Leia mais

QUEM DEFENDE O MEIO AMBIENTE PROTEGE A PRÓPRIA VIDA

QUEM DEFENDE O MEIO AMBIENTE PROTEGE A PRÓPRIA VIDA RELAÇAO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇAO DE LICENCIAMENTO DE PROJETOS DE CONSTRUÇÃO DE PEQUENAS BARRAGENS E /OU SIMILARES. LICENÇA PRÉVIA 01 - Requerimento de Licença devidamente preenchido; 02 - Cadastro

Leia mais

ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST)

ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) CÓDIGO 09.00 GRUPO/ATIVIDADES 09.07 Postos de Revenda de Combustíveis e Derivados de Petróleo com ou sem lavagem e ou lubrificação de veículos PPD M AGRUPAMENTO NORMATIVO

Leia mais

Termo de Referência para Posto de Combustível no Município de Teresina

Termo de Referência para Posto de Combustível no Município de Teresina Termo de Referência para Posto de Combustível no Município de Teresina Requisitos e procedimentos para expedição do Licenciamento Ambiental de postos de combustíveis instalados/localizados e/ou a serem

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SUDEMA Superintendência de Administração do Meio Ambiente

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SUDEMA Superintendência de Administração do Meio Ambiente RELAÇAO DE DOCUMENTOS PARA PROJETOS DE IRRIGAÇÃO E /OU SIMILARES. CATEGORIA A PROJETOS COM ÁREA ATÉ 5,0 ha LICENÇA PRÉVIA 1. Requerimento; 3. Guia de recolhimento, quitada; 4. Cópia da Publicação do Requerimento

Leia mais

Instituto de Meio Ambiente de Alagoas IMA Diretoria da Presidência DIPRE Diretoria Técnica DIT Diretoria de Licenciamento DILIC POSTOS DE COMBUSTÍVEIS

Instituto de Meio Ambiente de Alagoas IMA Diretoria da Presidência DIPRE Diretoria Técnica DIT Diretoria de Licenciamento DILIC POSTOS DE COMBUSTÍVEIS POSTOS DE COMBUSTÍVEIS LICENÇA PRÉVIA 1. Formulário de requerimento padrão dirigido à Presidência do IMA, devidamente preenchido e assinado; 2. Comprovante de pagamento da Taxa de Concessão da Licença

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SUDEMA Superintendência de Administração do Meio Ambiente

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SUDEMA Superintendência de Administração do Meio Ambiente RELAÇAO DE DOCUMENTOS PARA PROJETOS DE IRRIGAÇÃO E /OU SIMILARES. CATEGORIA A PROJETOS COM ÁREA ATÉ 5,0 ha LICENÇA PRÉVIA 1. Requerimento; 3. Guia de recolhimento, quitada; 4. Cópia da Publicação do Requerimento

Leia mais

zeppini@zeppini.com.br www.zeppini.com.br Estrada Sadae Takagi, 665 CEP 09852-070 Fone (11) 4393-3600 Fax (11) 4393-3609 Zeppini Comercial Ltda

zeppini@zeppini.com.br www.zeppini.com.br Estrada Sadae Takagi, 665 CEP 09852-070 Fone (11) 4393-3600 Fax (11) 4393-3609 Zeppini Comercial Ltda + Sideraço Industrial do Brasil Ltda Rua Francisco Reis, 785-3º Distrito Industrial CEP 88311-710 Itajaí - SC Fone (47) 3341-6700 Fax (47) 3341-6717 vendas@sideraco.com.br www.sideraco.ind.br Zeppini Comercial

Leia mais

Instituto do Meio Ambiente ESTADO DE ALAGOAS DOCUMENTAÇÃO PARA POSTOS DE COMBUSTÍVEIS NOVOS

Instituto do Meio Ambiente ESTADO DE ALAGOAS DOCUMENTAÇÃO PARA POSTOS DE COMBUSTÍVEIS NOVOS DOCUMENTAÇÃO PARA POSTOS DE COMBUSTÍVEIS NOVOS LICENÇA PRÉVIA - Documentação necessária 1. Requerimento Padrão definido pelo IMA, devidamente preenchido e assinado; 2. Cadastro do empreendimento, definido

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 273 DE 29 DE NOVEMBRO 2000

RESOLUÇÃO Nº 273 DE 29 DE NOVEMBRO 2000 RESOLUÇÃO Nº 273 DE 29 DE NOVEMBRO 2000 O Conselho Nacional do Meio Ambiente-CONAMA, no uso das competências que lhe foram conferidas pela Lei no 6.938, de 31 de agosto de 1981, regulamentada pelo Decreto

Leia mais

RESOLUÇÃO CONAMA nº 273, de 29 de novembro de 2000 Publicada no DOU n o 5, de 8 de janeiro de 2001, Seção 1, páginas 20-23

RESOLUÇÃO CONAMA nº 273, de 29 de novembro de 2000 Publicada no DOU n o 5, de 8 de janeiro de 2001, Seção 1, páginas 20-23 LICENCIAMENTO AMBIENTAL Por atividade RESOLUÇÃO CONAMA nº 273 de 2000 RESOLUÇÃO CONAMA nº 273, de 29 de novembro de 2000 Publicada no DOU n o 5, de 8 de janeiro de 2001, Seção 1, páginas 20-23 Correlações:

Leia mais

I DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA PRÉVIA (LP) IMOBILIÁRIO

I DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA PRÉVIA (LP) IMOBILIÁRIO I DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA PRÉVIA (LP) IMOBILIÁRIO ( ) Este documento Requerimento padrão do empreendedor ou representante legal; deve ser preenchido e assinado pelo requerente

Leia mais

ADEQUAÇÃO AO SISTEMA MUNICIPAL DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

ADEQUAÇÃO AO SISTEMA MUNICIPAL DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS ADEQUAÇÃO AO SISTEMA MUNICIPAL DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS Este documento. Requerimento padrão do empreendedor ou representante legal. Cadastro Descritivo da Atividade - Geral devidamente

Leia mais

CADASTRO DE POSTOS DE SERVIÇOS

CADASTRO DE POSTOS DE SERVIÇOS CADASTRO DE POSTOS DE SERVIÇOS REQUERENTE SEÇÃO 1: DADOS DE IDENTIFICAÇÃO RAZÃO SOCIAL PRINCIPAL ATIVIDADE LOCAL DA ATIVIDADE BAIRRO CEP NOME DO REPRESENTANTE CARGO TEL. E RAMAL SEÇÃO 2: DADOS ADMINISTRATIVOS

Leia mais

CADASTRO 3 - Comércio varejista de combustível

CADASTRO 3 - Comércio varejista de combustível CADASTRO 3 - Comércio varejista de combustível 1. Identificação Empresa/Interessado: Nome fantasia: para correspondência: Bairro: Município: CEP: CNPJ/CPF: Fone: Fax: E-mail: Atividade: Localização do

Leia mais

Documento sujeito a revisões periódicas Natal RN CEP 59056-450 Tel: (84) 3232-2102 / 3232-1975 / 3232-2118

Documento sujeito a revisões periódicas Natal RN CEP 59056-450 Tel: (84) 3232-2102 / 3232-1975 / 3232-2118 Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Postos (Revendedores e de Abastecimento) e Sistemas

Leia mais

CADASTRO 6- Garagens de ônibus, transportadoras e similares

CADASTRO 6- Garagens de ônibus, transportadoras e similares CADASTRO 6- Garagens de ônibus, transportadoras e similares 1. Identificação Empresa/Interessado: para correspondência: Bairro: Município: CEP: CNPJ/CPF: Fone: Fax: E-mail: Atividade: Localização do empreendimento:

Leia mais

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE DE PALMAS DIRETORIA DE CONTROLE AMBIENTAL GERÊNCIA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE DE PALMAS DIRETORIA DE CONTROLE AMBIENTAL GERÊNCIA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL TERMO DE REFERÊNCIA PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO AMBIENTAL DE EMPREENDIMENTOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE Este Termo de Referência visa orientar na elaboração de PROJETO AMBIENTAL PA para empreendimentos de serviços

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO DO RESPONSÁVEL PELO EMPREENDIMENTO:

1. IDENTIFICAÇÃO DO RESPONSÁVEL PELO EMPREENDIMENTO: ANEXO 2 RELATÓRIO DO POSTO 1. IDENTIFICAÇÃO DO RESPONSÁVEL PELO EMPREENDIMENTO: NOME: Doc. Identidade: Órgão Expedidor: UF: CPF: End.: N o : Bairro: CEP: Município: UF: Telefone p/ Contato: Fax: E-mail:

Leia mais

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE DE PALMAS DIRETORIA DE CONTROLE AMBIENTAL GERÊNCIA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE DE PALMAS DIRETORIA DE CONTROLE AMBIENTAL GERÊNCIA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL TERMO DE REFÊRENCIA PARA ELABORACÃO DE PROJETO AMBIENTAL DE DEDETIZADORAS, LIMPA FOSSA E EMPRESAS QUE PRESTA SERVIÇO DE LIMPEZA. Este Termo de Referência visa orientar na elaboração de PROJETO AMBIENTAL

Leia mais

Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Bases de Apoio a Empresas Transportadoras de Cargas e Resíduos - Licença de Instalação (LI) -

Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Bases de Apoio a Empresas Transportadoras de Cargas e Resíduos - Licença de Instalação (LI) - Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Bases de Apoio a Empresas Transportadoras de Cargas e Resíduos

Leia mais

RESOLUÇÃO No 273 DE 29 DE NOVEMBRO 2000

RESOLUÇÃO No 273 DE 29 DE NOVEMBRO 2000 RESOLUÇÃO No 273 DE 29 DE NOVEMBRO 2000 O Conselho Nacional do Meio Ambiente-CONAMA, no uso das competências que lhe foram conferidas pela Lei no 6.938, de 31 de agosto de 1981, regulamentada pelo Decreto

Leia mais

Formulário para licenciamento de POSTOS DE LAVAGEM, OFICINAS MECÂNICAS E SIMILARES

Formulário para licenciamento de POSTOS DE LAVAGEM, OFICINAS MECÂNICAS E SIMILARES PREFEITURA MUNICIPAL DE ARROIO DO MEIO Formulário para licenciamento de POSTOS DE LAVAGEM, OFICINAS MECÂNICAS E SIMILARES DMA 1. IDENTIFICAÇÃO DO EMPREENDEDOR Nome / Razão Social: CNPJ CPF End. n Bairro

Leia mais

ROTEIRO ORIENTATIVO. anteriores, com as medidas de controle ambiental e condicionantes determinadas para a operação.

ROTEIRO ORIENTATIVO. anteriores, com as medidas de controle ambiental e condicionantes determinadas para a operação. ROTEIRO ORIENTATIVO POSTO REVENDEDOR DE COMBUSTÍVEIS, POSTO DE ABASTECIMENTO E INSTALAÇÕES DE SISTEMA RETALHISTA LICENÇA PRÉVIA LP 1, LICENÇA DE INSTALAÇÃO LI 2 e LICENÇA DE OPERAÇÃO LO 3 Documentos GERAIS

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO AMBIENTE - SEA INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO AMBIENTE - SEA INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO AMBIENTE - SEA INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE RESOLUÇÃO INEA Nº 25 DE 20 DE DEZEMBRO DE 2010 ESTABELECE PROCEDIMENTOS PARA REQUERIMENTO DAS LICENÇAS

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO AMBIENTAL DE INDÚSTRIAS

TERMO DE REFERÊNCIA PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO AMBIENTAL DE INDÚSTRIAS TERMO DE REFERÊNCIA PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO AMBIENTAL DE INDÚSTRIAS 1. INTRODUÇÃO: Este Termo de Referência visa orientar a elaboração de Projeto Ambiental - PA a ser apresentado pelos empreendedores

Leia mais

ADEQUAÇÃO AO SISTEMA MUNICIPAL DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

ADEQUAÇÃO AO SISTEMA MUNICIPAL DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS ADEQUAÇÃO AO SISTEMA MUNICIPAL DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DOCUMENTOS NECESSÁRIOS Este documento. Requerimento padrão do empreendedor ou representante legal. Cadastro Descritivo da Atividade - Geral devidamente

Leia mais

Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Sistemas de Tratamento de Efluentes Líquidos Industriais

Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Sistemas de Tratamento de Efluentes Líquidos Industriais Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Sistemas Avenida Nascimento de Castro, 2127 Lagoa

Leia mais

LICENCIAMENTO MATADOUROS

LICENCIAMENTO MATADOUROS LICENÇA PRÉVIA (LP): LICENCIAMENTO MATADOUROS 1. Requerimento; 2. Publicações no diário oficial e jornal de grande circulação; 3. Comprovante de pagamento da taxa de licenciamento; 4. Cadastro do empreendimento

Leia mais

OFICINAS MECÂNICAS E POSTOS DE LAVAGEM

OFICINAS MECÂNICAS E POSTOS DE LAVAGEM Informações para Solicitação de Licenciamento Ambiental de OFICINAS MECÂNICAS E POSTOS DE LAVAGEM no Âmbito do Município de Charqueadas (5.220,00 Oficina Mecânica / 3.421,00 Posto de Lavagem de Veículos)

Leia mais

Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Serviços de Lavagem, Lubrificação e Troca de Óleo de Veículos - Licença de Instalação (LI) -

Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Serviços de Lavagem, Lubrificação e Troca de Óleo de Veículos - Licença de Instalação (LI) - Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Serviços de Lavagem, Lubrificação e Troca de

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO DE CONTROLE AMBIENTAL RCA PARA LICENCIAMENTO DE ÁREAS DE LAZER DE MÉDIO PORTE

TERMO DE REFERENCIA PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO DE CONTROLE AMBIENTAL RCA PARA LICENCIAMENTO DE ÁREAS DE LAZER DE MÉDIO PORTE TERMO DE REFERENCIA PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO DE CONTROLE AMBIENTAL RCA PARA LICENCIAMENTO DE ÁREAS DE LAZER DE MÉDIO PORTE Este Termo de Referência visa orientar na elaboração de PROJETO DE CONTROLE

Leia mais

ROTEIRO PARA A ELABORAÇÃO DO RAS - Obras de Telecomunicação

ROTEIRO PARA A ELABORAÇÃO DO RAS - Obras de Telecomunicação 1 Informações iniciais Indentificação do empreendedor Responsável pelo empreendimento: Responsável pelo RAS ROTEIRO PARA A ELABORAÇÃO DO RAS - Obras de Telecomunicação Razão Social CNPJ Telefone Nome CPF

Leia mais

ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) COMÉRCIO E SERVIÇOS POSTOS DE SERVIÇOS E COMBUSTÍVEIS (CÓDIGO: 08.04)

ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) COMÉRCIO E SERVIÇOS POSTOS DE SERVIÇOS E COMBUSTÍVEIS (CÓDIGO: 08.04) ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) COMÉRCIO E SERVIÇOS POSTOS DE SERVIÇOS E COMBUSTÍVEIS (CÓDIGO: 08.04) CÓDIGO 08.00 08.04 GRUPO/ATIVIDADES COMÉRCIO E SERVIÇOS Postos de Revenda de Combustíveis e Derivados

Leia mais

RESOLUÇÃO No 273 DE 29 DE NOVEMBRO 2000

RESOLUÇÃO No 273 DE 29 DE NOVEMBRO 2000 RESOLUÇÃO No 273 DE 29 DE NOVEMBRO 2000 O Conselho Nacional do Meio Ambiente-CONAMA, no uso das competências que lhe foram conferidas pela Lei no 6.938, de 31 de agosto de 1981, regulamentada pelo Decreto

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SUDEMA Superintendência de Administração do Meio Ambiente RELAÇAO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA GRANDES INDÚSTRIAS

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SUDEMA Superintendência de Administração do Meio Ambiente RELAÇAO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA GRANDES INDÚSTRIAS RELAÇAO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA GRANDES INDÚSTRIAS LICENÇA PRÉVIA 1- Requerimento; 2- Cadastro Industrial; 3- Perfil das indústrias sucro-alcoleiras (para o caso das usinas, destilarias e engenhos

Leia mais

I DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA PRÉVIA e/ou INSTALAÇÃO LAVA-JATO E SIMILARES

I DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA PRÉVIA e/ou INSTALAÇÃO LAVA-JATO E SIMILARES I DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA PRÉVIA e/ou INSTALAÇÃO LAVA-JATO E SIMILARES ( ) Este documento Requerimento padrão do empreendedor ou representante legal; deve ser preenchido e assinado

Leia mais

I DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA DE INSTALAÇÃO (LI) LAVA JATO E SIMILARES ( ) Este documento;

I DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA DE INSTALAÇÃO (LI) LAVA JATO E SIMILARES ( ) Este documento; I DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA DE INSTALAÇÃO (LI) LAVA JATO E SIMILARES ( ) Este documento; () () () () () Requerimento padrão do empreendedor ou representante legal; deve ser preenchido

Leia mais

POSTOS DE ABASTECIMENTO DE COMBUSTÍVEIS. A FMMA coloca-se a disposição dos interessados para dirimir possíveis dúvidas desta instrução normativa.

POSTOS DE ABASTECIMENTO DE COMBUSTÍVEIS. A FMMA coloca-se a disposição dos interessados para dirimir possíveis dúvidas desta instrução normativa. IN-05 POSTOS DE ABASTECIMENTO DE COMBUSTÍVEIS INSTRUÇÕES GERAIS A FMMA coloca-se a disposição dos interessados para dirimir possíveis dúvidas desta instrução normativa. Sempre que julgar necessário a FMMA

Leia mais

BARES, CASAS NOTURNAS, RESTAURANTES, LANCHERIAS, AÇOUGUES, PADARIAS

BARES, CASAS NOTURNAS, RESTAURANTES, LANCHERIAS, AÇOUGUES, PADARIAS Formulário para licenciamento BARES, CASAS NOTURNAS, RESTAURANTES, LANCHERIAS, AÇOUGUES, PADARIAS INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO: As instruções necessárias para o preenchimento da folha de rosto deste formulário

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO PORTARIA ANP N. 127, DE 30.07.99 REVOGADA PELA RESOLUÇÃO ANP N. 20, DE 18.06.09 O DIRETOR da AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO ANP, no uso de suas atribuições legais, conferidas

Leia mais

Diário Oficial Nº. 31996 de 12/09/2011 GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE ANEXO II DA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11/2011

Diário Oficial Nº. 31996 de 12/09/2011 GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE ANEXO II DA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11/2011 Diário Oficial Nº. 31996 de 12/09/2011 GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE ANEXO II DA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11/2011 Número de Publicação: 280632 TERMO DE REFERÊNCIA PARA ELABORAÇÃO

Leia mais

CRIAÇÃO DE ANIMAIS CONFINADOSPEQUENO, MÉDIO E GRANDE PORTE

CRIAÇÃO DE ANIMAIS CONFINADOSPEQUENO, MÉDIO E GRANDE PORTE CRIAÇÃO DE ANIMAIS CONFINADOSPEQUENO, MÉDIO E GRANDE PORTE IN-37 INSTRUÇÕES GERAIS: A FATMA coloca-se a disposição dos interessados dirimir possíveis dúvidas sobre esta Instrução Normativa; Sempre que

Leia mais

II FÓRUM DE SAÚDE PÚBLICA E MEIO AMBIENTE DO CRMV-RJ. Licenciamento Ambiental e o Controle da Comercialização de Agrotóxicos

II FÓRUM DE SAÚDE PÚBLICA E MEIO AMBIENTE DO CRMV-RJ. Licenciamento Ambiental e o Controle da Comercialização de Agrotóxicos II FÓRUM DE SAÚDE PÚBLICA E MEIO AMBIENTE DO CRMV-RJ Licenciamento Ambiental e o Controle da Comercialização de Agrotóxicos NOVO SISTEMA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DECRETO Nº

Leia mais

LIC - LEVANTAMENTO DE INDÍCIOS DE CONTAMINAÇÃO EM IMÓVEIS URBANOS (para esclarecimentos consultar Anexo III) DATA DA VISITA: / /

LIC - LEVANTAMENTO DE INDÍCIOS DE CONTAMINAÇÃO EM IMÓVEIS URBANOS (para esclarecimentos consultar Anexo III) DATA DA VISITA: / / LIC - LEVANTAMENTO DE INDÍCIOS DE CONTAMINAÇÃO EM IMÓVEIS URBANOS (para esclarecimentos consultar Anexo III) 1. DADOS GERAIS DO IMÓVEL DATA DA VISITA: / / 1.1. Identificação do Imóvel: 1.2. Endereço: Cidade:

Leia mais

Documento sujeito a revisões periódicas Natal RN CEP 59056-450 Tel: (84) 3232-2102 / 3232-1975 / 3232-2118

Documento sujeito a revisões periódicas Natal RN CEP 59056-450 Tel: (84) 3232-2102 / 3232-1975 / 3232-2118 Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Postos (Revendedores e de Abastecimento) e Sistemas

Leia mais

feema - Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente Curso de Legislação e Normas para o Licenciamento Ambiental Junho de 2002

feema - Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente Curso de Legislação e Normas para o Licenciamento Ambiental Junho de 2002 Página 1 feema - Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente Curso de Legislação e Normas para o Licenciamento Ambiental Junho de 2002 capa indice legislação postos abastecimento IT 1842 - Instrução

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SUDEMA Superintendência de Administração do Meio Ambiente

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SUDEMA Superintendência de Administração do Meio Ambiente RELAÇAO DE DOCUMENTOS PARA PEQUENAS INDÚSTRIAS MICROS, MÉDIAS EMPRESAS E ILARES. LICENÇA PRÉVIA 01 - Requerimento de Licença; 02 - Cadastro devidamente preenchido; 03 - Guia do Recolhimento devidamente

Leia mais

ATIVIDADES DE MINERAÇÃO. A FMMA coloca-se a disposição dos interessados para dirimir possíveis dúvidas sobre esta instrução normativa.

ATIVIDADES DE MINERAÇÃO. A FMMA coloca-se a disposição dos interessados para dirimir possíveis dúvidas sobre esta instrução normativa. IN-08 ATIVIDADES DE MINERAÇÃO INSTRUÇÕES GERAIS: A FMMA coloca-se a disposição dos interessados para dirimir possíveis dúvidas sobre esta instrução normativa. Sempre que julgar necessário a FMMA solicitará

Leia mais

DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DE UM POSTO REVENDEDOR DE COMBUSTÍVEIS (PRC) NA CIDADE DE NATAL/RN

DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DE UM POSTO REVENDEDOR DE COMBUSTÍVEIS (PRC) NA CIDADE DE NATAL/RN DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DE UM POSTO REVENDEDOR DE COMBUSTÍVEIS (PRC) NA CIDADE DE NATAL/RN Cleciana Raylle Lopes Ferreira¹ ; Dayanne Costa da Silva²; Estefhany Marreiros de Lima³; Robson Garcia da Silva

Leia mais

TUTORIAL PARA PREENCHIMENTO DO MEMORIAL DESCRITIVO

TUTORIAL PARA PREENCHIMENTO DO MEMORIAL DESCRITIVO TUTORIAL PARA PREENCHIMENTO DO MEMORIAL DESCRITIVO Campos A Preencher: Todos os campos deverão ser preenchidos. Os campos que não se aplicam ao estabelecimento/empreendimento, preencher com não há. 01

Leia mais

Documento sujeito a revisões periódicas CEP 59056-450 Tel: (84) 3232-2102 / 3232-2118 / 3232-1975 / 0800-281-1975

Documento sujeito a revisões periódicas CEP 59056-450 Tel: (84) 3232-2102 / 3232-2118 / 3232-1975 / 0800-281-1975 Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Armazenamento e Comercialização de Produtos Agroquímicos

Leia mais

ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST)

ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) CÓDIGO 03.00 GRUPO/ATIVIDADES RESÍDUOS SÓLIDOS E PPD Armazenamento Temporário de Resíduos A 03.01 das Classes I Perigoso ou A Serviço de Saúde 03.02 Armazenamento Temporário

Leia mais

Instruções Técnicas Licenciamento Prévio para Destinação Final de RESIDUOS DE FOSSA SÉPTICA

Instruções Técnicas Licenciamento Prévio para Destinação Final de RESIDUOS DE FOSSA SÉPTICA Instruções Técnicas Licenciamento Prévio para Destinação Final de RESIDUOS DE FOSSA SÉPTICA DISA INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO: As instruções necessárias para o preenchimento da folha de rosto deste formulário,

Leia mais

Oficinas, serviços de reparação e manutenção, e similares com lavagem automotiva

Oficinas, serviços de reparação e manutenção, e similares com lavagem automotiva Oficinas, serviços de reparação e manutenção, e similares com lavagem automotiva 1. Identificação Empresa/Interessado: Endereço para correspondência: Bairro: Município: CEP: CNPJ/CPF: Telefone: Fax: E-mail:

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO PORTARIA ANP Nº 29, DE 9 DE FEVEREIRO DE 1999 Estabelece a regulamentação da atividade de distribuição de combustíveis líquidos derivados de petróleo, álcool combustível, mistura

Leia mais

ISENÇÃO DE LICENCIAMENTO

ISENÇÃO DE LICENCIAMENTO ISENÇÃO DE LICENCIAMENTO 1. IDENTIFICAÇÃO Empresa/Interessado: Endereço: Bairro: Município: CEP: CNPJ/CPF: Telefone: Fax: E-mail: Atividade: Localização do empreendimento (Endereço): Bairro: CEP: Contato:

Leia mais

Investigação Confirmatória

Investigação Confirmatória MODULO 3 Gestores e Técnicos Ambientais Procedimentos para postos e sistemas retalhistas Licenciamento Ambiental Recebimento de Denúncia ou Reclamação Medidas Emergenciais Nenhuma intervenção necessária

Leia mais

NORMA DE OUTORGA. Assunto: Instrução Documental para Requerimentos de Outorga INTERVENÇÕES E OBRAS

NORMA DE OUTORGA. Assunto: Instrução Documental para Requerimentos de Outorga INTERVENÇÕES E OBRAS Dezembro de 2010 1/... A seguir serão descritos os documentos necessários para abertura de processos administrativos de Outorga para Intervenções e Obras. Cabe salientar que o AGUASPARANÁ a seu critério

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente Superintendência Estadual do Meio Ambiente SEMACE

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente Superintendência Estadual do Meio Ambiente SEMACE 1. OBJETIVO: Este Termo de Referência têm como objetivo estabelecer diretrizes para elaboração do Plano de Emergência para Transporte de Produtos Perigosos. O plano deverá garantir de imediato, no ato

Leia mais

Informações para Licenciamento Ambiental Municipal de PADARIAS, CONFEITARIAS E PASTELARIAS (2.640,10 Padarias, Confeitarias e Pastelarias)

Informações para Licenciamento Ambiental Municipal de PADARIAS, CONFEITARIAS E PASTELARIAS (2.640,10 Padarias, Confeitarias e Pastelarias) PADARIAS, CONFEITARIAS E PASTELARIAS (2.640,10 ) 1 - IDENTIFICAÇÃO DO EMPREENDEDOR Nome ou Razão Social: CNPJ: CPF: CGC/TE: Endereço (Rua/Av.) : nº: Bairro: CEP: Município: Telefone: Celular: e-mail: Contato

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA LICENCIAMENTO AMBIENTAL DE ATIVIDADES EM GERAL

TERMO DE REFERÊNCIA PARA LICENCIAMENTO AMBIENTAL DE ATIVIDADES EM GERAL TERMO DE REFERÊNCIA PARA LICENCIAMENTO AMBIENTAL DE ATIVIDADES EM GERAL O processo administrativo para aprovação e licenciamento de atividades em geral junto à Prefeitura Municipal de Santa Clara do Sul

Leia mais

SAÚDE. Bairro: Município: CEP: CNPJ/CPF: Telefone: Fax: Localização do empreendimento (Endereço): Bairro: CEP:

SAÚDE. Bairro: Município: CEP: CNPJ/CPF: Telefone: Fax: Localização do empreendimento (Endereço): Bairro: CEP: SAÚDE 1. Identificação Empresa/Interessado: Endereço: Bairro: Município: CEP: CNPJ/CPF: Telefone: Fax: E-mail: Atividade: Localização do empreendimento (Endereço): Bairro: CEP: Contato: Cargo/Função: 2.Informações

Leia mais

FORMULÁRIO 11 PADARIAS, PASTELARIAS, CONFEITARIAS, RESTAURANTES, SUPERMERCADOS E SIMILARES

FORMULÁRIO 11 PADARIAS, PASTELARIAS, CONFEITARIAS, RESTAURANTES, SUPERMERCADOS E SIMILARES FORMULÁRIO 11 PADARIAS, PASTELARIAS, CONFEITARIAS, RESTAURANTES, SUPERMERCADOS E SIMILARES FORMULÁRIO DE REQUERIMENTO PARA LICENCIAMENTO AMBIENTAL A pessoa jurídica de direito privado, abaixo identificada,

Leia mais

ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) COLETA, TRANSPORTE, ARMAZENAMENTO E TRATAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E PRODUTOS

ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) COLETA, TRANSPORTE, ARMAZENAMENTO E TRATAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E PRODUTOS ANÁLISE DOCUMENTAL (CHECK LIST) CÓDIGO 03.00 GRUPO/ATIVIDADES RESÍDUOS SÓLIDOS E PPD Armazenamento Temporário de Resíduos A 03.01 das Classes I Perigoso ou A Serviço de Saúde 03.02 Armazenamento Temporário

Leia mais

ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS PARA LICENCIAMENTO DE LOTEAMENTOS LICENÇA PREVIA

ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS PARA LICENCIAMENTO DE LOTEAMENTOS LICENÇA PREVIA ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS PARA LICENCIAMENTO DE LOTEAMENTOS LICENÇA PREVIA 1. Requerimento a SUDEMA, solicitando o licenciamento; 2. Cadastro devidamente preenchido; 3. Guia de Recolhimento

Leia mais

Obs: Os veículos apenas serão licenciados se estiverem devidamente regularizados junto ao DETRAN e as Prefeituras Municipais.

Obs: Os veículos apenas serão licenciados se estiverem devidamente regularizados junto ao DETRAN e as Prefeituras Municipais. RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA LICENCIAMENTO DE VEÍCULOS QUE REALIZAM PUBLICIDADE VOLANTE. 1. Requerimento 2. Cadastro 3. Guia de Recolhimento (quitada) 4. Certidão de regularidade junto a Municipalidade,

Leia mais

DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA AMBIENTAL DE ESTAÇÃO RÁDIO-BASE (ERB) Portaria SMMA nº 002/2012 e Lei Mun. 11.535/2005

DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA AMBIENTAL DE ESTAÇÃO RÁDIO-BASE (ERB) Portaria SMMA nº 002/2012 e Lei Mun. 11.535/2005 DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE LICENÇA AMBIENTAL DE ESTAÇÃO RÁDIO-BASE (ERB) Portaria SMMA nº 002/2012 e Lei Mun. 11.535/2005 ***TODOS OS DOCUMENTOS E PROJETOS ENTREGUES FICARÃO RETIDOS. *** TODOS OS PROJETOS

Leia mais

Considerando que é dever do Estado instaurar condições para a existência de concorrência justa no País, resolve baixar as seguintes disposições:

Considerando que é dever do Estado instaurar condições para a existência de concorrência justa no País, resolve baixar as seguintes disposições: MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL-INMETRO Portaria nº 109, de 13 de junho de 2005. O PRESIDENTE DO

Leia mais

DIVISÃO DE LICENCIAMENTO E CONTROLE DA POLUIÇÃO DO PETRÓLEO E PETROQUÍMICOS DPP

DIVISÃO DE LICENCIAMENTO E CONTROLE DA POLUIÇÃO DO PETRÓLEO E PETROQUÍMICOS DPP DIVISÃO DE LICENCIAMENTO E CONTROLE DA POLUIÇÃO DO PETRÓLEO E PETROQUÍMICOS DPP MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ON LINE PARA RENOVAÇÃO DE LICENÇAS DE OPERAÇÃO PARA COMÉRCIO VAREJISTA DE COMBUSTÍVEIS

Leia mais

RENOVAÇÃO DA LICENÇA DE OPERAÇÃO DOCUMENTOS NECESSÁRIOS Este documento;

RENOVAÇÃO DA LICENÇA DE OPERAÇÃO DOCUMENTOS NECESSÁRIOS Este documento; RENOVAÇÃO DA LICENÇA DE OPERAÇÃO DOCUMENTOS NECESSÁRIOS Este documento; Requerimento padrão do empreendedor ou representante legal; Cadastro Descritivo da Atividade ; Cópia da Outorga de Lavra do DNPM,

Leia mais

CHECK LIST LICENÇA DE OPERAÇÃO

CHECK LIST LICENÇA DE OPERAÇÃO CHECK LIST LICENÇA DE OPERAÇÃO a) Requerimento através do Formulário N o 14 Licenciamento Ambiental, devidamente preenchido e assinado pelo representante legal da empresa; no mesmo formulário informar

Leia mais

FORMULÁRIO 06 CHAPEAÇÃO, OFICINA MECÂNICA, PINTURA AUTOMOTIVA, CENTRO DE DESMANCHE DE VEÍCULOS (CDV)

FORMULÁRIO 06 CHAPEAÇÃO, OFICINA MECÂNICA, PINTURA AUTOMOTIVA, CENTRO DE DESMANCHE DE VEÍCULOS (CDV) FORMULÁRIO 06 CHAPEAÇÃO, OFICINA MECÂNICA, PINTURA AUTOMOTIVA, CENTRO DE DESMANCHE DE VEÍCULOS (CDV) FORMULÁRIO DE REQUERIMENTO PARA LICENCIAMENTO AMBIENTAL A pessoa jurídica de direito privado, abaixo

Leia mais

POSTOS E SISTEMAS RETALHISTAS DE COMBUSTÍVEIS ROTEIRO PARA POSTOS NOVOS REFORMA E AMPLIAÇÕES PROCEDIMENTOS PARA LICENCIAMENTO AMBIENTAL DE POSTOS E SISTEMAS RETALHISTAS DE COMBUSTÍVEIS CAD ADASTRO ASTRO

Leia mais

AMBIENTAL LL, LP, LI e LO (TORRES). ( ) Este documento (Devidamente Preenchido)

AMBIENTAL LL, LP, LI e LO (TORRES). ( ) Este documento (Devidamente Preenchido) I DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA SOLICITAÇÃO DO LICENCIAMENTO AMBIENTAL LL, LP, LI e LO (TORRES). ( ) Este documento (Devidamente Preenchido) ( ) Requerimento padrão do empreendedor ou representante legal;

Leia mais

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL (PGRCC)

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL (PGRCC) DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL (PGRCC) Todos os empreendimentos da área da construção civil, em operação ou a serem implantados, geradores de qualquer

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MORRO REUTER

PREFEITURA MUNICIPAL DE MORRO REUTER REQUERIMENTO PARA ABERTURA DE PROCESSO ADMINISTRATIVO..., de CPF/CNPJ nº... requer análise (Nome / Razão Social) das informações anexas para solicitação de... (Tipo de Documento Licenciatório) para a atividade

Leia mais

PRÉ - REQUISITOS PARA ABERTURA DE PROCESSOS DOCUMENTOS GERAIS

PRÉ - REQUISITOS PARA ABERTURA DE PROCESSOS DOCUMENTOS GERAIS PESSOA FÍSICA PRÉ - REQUISITOS PARA ABERTURA DE PROCESSOS - Requerimento (modelo Secretaria) - RG e CPF (cópia) - Telefone para contato DOCUMENTOS GERAIS - Documento da Propriedade (Título Definitivo,

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002/2012

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002/2012 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002/2012 DISPÕE SOBRE TERMO DE REFERÊNCIA PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE CONTROLE AMBIENTAL PCA E DÁ OUTRAS PROVIDENCIAS. O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE DE GUARAPARI, Estado

Leia mais

PREFEITURA DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO E HABITAÇÃO - SEMURH

PREFEITURA DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO E HABITAÇÃO - SEMURH Documentos pessoais do requerente; Certidão Negativa do IPTU; Documento de responsabilidade técnica emitido pelo CREA ou CAU; Declaração do engenheiro ou arquiteto responsável pela obra; Aprovação do projeto

Leia mais

DE COMBUSTÍVEIS POST

DE COMBUSTÍVEIS POST POSTOS E SISTEMAS RET ETALHIST ALHISTAS AS DE COMBUSTÍVEIS ROTEIRO PARA POST OSTOS JÁ EXISTENTES PROCEDIMENTOS PARA LICENCIAMENTO AMBIENTAL DE POSTOS E SISTEMAS RETALHISTAS DE COMBUSTÍVEIS CADASTRO 2001

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL (PGRCC)

TERMO DE REFERÊNCIA PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL (PGRCC) TERMO DE REFERÊNCIA PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL (PGRCC) 1 JUSTIFICATIVA Este Termo de Referência tem como finalidade orientar os grandes e pequenos geradores

Leia mais

RESOLUÇÃO SEMA Nº 028/2010

RESOLUÇÃO SEMA Nº 028/2010 RESOLUÇÃO SEMA Nº 028/2010 Dispõe sobre a coleta, armazenamento e destinação de embalagens plásticas de óleo lubrificante pós-consumo no Estado do Paraná. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE E RECURSOS

Leia mais

CHECK LIST PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS

CHECK LIST PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS CHECK LIST PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS a) Requerimento através do Formulário N o 01, devidamente preenchido e assinado pelo representante legal da empresa; b) Declaração de Destino de Resíduos

Leia mais

PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE MODELO SIMPLIFICADO PGRSS - ANEXO I

PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE MODELO SIMPLIFICADO PGRSS - ANEXO I Prefeitura Municipal de Curitiba Secretaria Municipal do Meio Ambiente Secretaria Municipal da Saúde PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE MODELO SIMPLIFICADO PGRSS - ANEXO I SIGLAS UTILIZADAS:

Leia mais

COMPANHIA DOCAS DO ESTADO DE SÃO PAULO - CODESP AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS

COMPANHIA DOCAS DO ESTADO DE SÃO PAULO - CODESP AUTORIDADE PORTUÁRIA DE SANTOS RESOLUÇÃO DP Nº. 116.2013, DE 21 DE OUTUBRO DE 2013. ESTABELECE PROCEDIMENTOS PARA OS SERVIÇOS DE LAVAGEM DE PORÕES DE NAVIOS GRANELEIROS NAS ÁREAS DO PORTO ORGANIZADO DE SANTOS O DIRETOR-PRESIDENTE DA

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SUDEMA Superintendência de Administração do Meio Ambiente

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SUDEMA Superintendência de Administração do Meio Ambiente PROCESSO DE LICENCIAMENTO DOCUMENTOS MÍNIMOS NECESSARIOS PARA AQUICULTURA CARCINICULTURA LICENÇA PRÉVIA (LP) 1 Requerimento de LP; 2 Cadastro técnico; 3 Guia de recolhimento devidamente quitada; 4 Comprovação

Leia mais

Atividades objeto do licenciamento: Código DN 74/04 Descrição Classe

Atividades objeto do licenciamento: Código DN 74/04 Descrição Classe PARECER ÚNICO SUPRAM TM/AP PROTOCOLO Nº 081530/2009 Indexado ao(s) Processo(s) Licenciamento Ambiental Nº 02532/2004/002/2009 LI AMPLIAÇÃO DEFERIMENTO Outorga Portaria Nº 570/2008 Poço tubular Deferida

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 038/09/SEMA

RESOLUÇÃO Nº 038/09/SEMA RESOLUÇÃO Nº 038/09/SEMA Dispõe sobre o licenciamento ambiental, estabelece condições e critérios para Postos de combustíveis e/ou Sistemas Retalhistas de Combustíveis e dá outras providências. O Secretário

Leia mais

SISTEMA DE LICENCIAMENTO DE POSTOS II - Quadros de Exigências para o Licenciamento Ambiental de Postos e Sistemas Retalhistas de Combustíveis

SISTEMA DE LICENCIAMENTO DE POSTOS II - Quadros de Exigências para o Licenciamento Ambiental de Postos e Sistemas Retalhistas de Combustíveis A = Aplicável NA = Não Aplicável Quadro 1 Documentação Necessária para obtenção de LP e LI SASC SAAC* GNV Item Descritivo Reforma Condição Novo Reforma Condição Novo*** C.Mínimas C.Mínimas Completa Intermed.

Leia mais

Informações para Licenciamento Ambiental Municipal de DEPÓSITO DE GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO (GLP) CLASSES I E II (CODRAM 4.750,10 Depósito de GLP)

Informações para Licenciamento Ambiental Municipal de DEPÓSITO DE GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO (GLP) CLASSES I E II (CODRAM 4.750,10 Depósito de GLP) DEPÓSITO DE GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO (GLP) CLASSES I E II (CODRAM 4.750,10 Depósito de GLP) 1 - IDENTIFICAÇÃO DO EMPREENDEDOR Nome ou Razão Social: CNPJ: CPF: CGC/TE: Endereço (Rua/Av.) : nº: Bairro:

Leia mais

Documento sujeito a revisões periódicas Natal RN CEP 59056-450 Tel: (84) 3232-2102 / 3232-1975 / 3232-2118

Documento sujeito a revisões periódicas Natal RN CEP 59056-450 Tel: (84) 3232-2102 / 3232-1975 / 3232-2118 Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Bases de Apoio a Empresas Transportadoras de Cargas e Resíduos

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA IN Nº 008 Licenciamento Ambiental de Condomínios Residenciais Horizontais e Verticais e Atividade de Hotelaria

INSTRUÇÃO NORMATIVA IN Nº 008 Licenciamento Ambiental de Condomínios Residenciais Horizontais e Verticais e Atividade de Hotelaria INSTRUÇÃO NORMATIVA IN Nº 008 Licenciamento Ambiental de Condomínios Residenciais Horizontais e Verticais e Atividade de Hotelaria Disciplina o processo de licenciamento ambiental de condomínios residenciais

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA DECLARAÇÃO

INFORMAÇÕES GERAIS INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA DECLARAÇÃO DECLARAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELATIVAS À IDENTIFICAÇÃO DE ÁREAS SUSPEITAS DE CONTAMINAÇÃO E CONTAMINADAS POR SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO ESTADO DE MINAS GERAIS INFORMAÇÕES GERAIS A FEAM - Fundação Estadual do

Leia mais

Atualizada.: 19/04/2012 ANEXO 1 E

Atualizada.: 19/04/2012 ANEXO 1 E COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA E AMBIENTAL MEDIA COMPLEXIDADE ANEXO 1 E Ótica; Creches; Instituições de longa permanência para idosos; Instituições que prestem serviços de atenção a pessoas com

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA TR 087 PROCEDIMENTO PARA REMOÇÃO DE TANQUES SUBTERRÂNEOS DE SISTEMA DE ARMAZENAMENTO E ABASTECIMENTO DE COMBUSTÍVEL

TERMO DE REFERÊNCIA TR 087 PROCEDIMENTO PARA REMOÇÃO DE TANQUES SUBTERRÂNEOS DE SISTEMA DE ARMAZENAMENTO E ABASTECIMENTO DE COMBUSTÍVEL TERMO DE REFERÊNCIA TR 087 PROCEDIMENTO PARA REMOÇÃO DE TANQUES SUBTERRÂNEOS DE SISTEMA DE ARMAZENAMENTO E ABASTECIMENTO DE COMBUSTÍVEL Este documento apresenta o procedimento a ser adotado na remoção

Leia mais

LICENÇA DE OPERAÇÃO Regularização

LICENÇA DE OPERAÇÃO Regularização LO N : 0001/2013. A Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, criada pela Lei Municipal n 368 de 20/05/77, no uso das atribuições que lhe confere a Lei n 6.938, de 31/08/81, que dispõe sobre

Leia mais