Impact of an agricultural chronosequence in recharge areas of aquifers in the Brazilian savannah

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Impact of an agricultural chronosequence in recharge areas of aquifers in the Brazilian savannah"

Transcrição

1 Vol. 9(44), pp , 30 October, 2014 DOI: /AJAR Article Number: FF ISSN X Copyright 2014 Author(s) retai the copyright of this article Africa Joural of Agricultural Research Full Legth Research Paper Impact of a agricultural chroosequece i recharge areas of aquifers i the Brazilia savaah Raimudo Rodrigues Gomes Filho 1, José Herique da Silva 2, Helder Barbosa Paulio 3, Marco Aurélio Carboe Careiro 4, Carlos Alexadre Gomes Costa 5 ad Marcoi Batista Teixeira 6 * 1 Federal Uiversity of Sergipe - UFS, - Av. Marechal Rodo, s/ Jardim Rosa Elze - CEP São Cristóvão/SE, Brazil. 2 Miistry of Agraria Developmet MDA Esplaada dos Miistérios Bloco A, Ala Norte, CEP Brasilia, DF, Brazil. 3 Federal Uiversity of Goiás UFG, Campus Jataí, Rodovia BR 364, Km 192,. 3800, Parque Idustrial, Jataí-GO, Brazil. 4 Federal Uiversity of Lavras UFLA, Lavras, MG, Brazil. 5 Federal Uiversity of Ceará UFC Campus do Pici, Bloco 804, Fortaleza-CE, Brazil. 6 Federal Istitute Goiao IFGoiao, Campus Rio Verde. Rodovia Sul Goiaa, Km 01 Zoa Rural. Caixa postal 66, Rio Verde, GO, Brazil. Received 7 February, 2014; Accepted 10 October, 2014 Curret study was coducted, i 2010, o the Boa Vista Farm at the Rio Claro watershed of the southwester regio of Goiás, state, Brazil. The regio features micro-reliefs with marshy fields ad predomiatly Haplic Plithosols. Most areas were icorporated ito the agricultural productio systems without evaluatig the impact o their hydro-physical characteristics. Curret aalysis evaluates the trasformatio impact of marshy lads ito agricultural areas through a ivestigatio of empirical methods of water ifiltratio ito the soil. Three chroosequeced areas for agricultural use ad a preservatio area were selected. Water ifiltratio i the soil was aalyzed by field data ad by calculatios followig Kostiakov, Horto ad Lewis-Kostiakov. Models overestimated ifiltratio rates at the begiig of the process ad compared to those from field data. The model proposed by Horto was highly similar to rate of basic ifiltratio speed harvested from field data. Structural quality was reduced through ifiltratio velocity i the area with huma iterferece with grow uder o-tillage system. Key words: Haplic plithosol, mouds, hillocks, cylider ifiltrometers, o-tillage system. INTRODUCTION Micro-reliefs i marshy fields (murudus, covais, cocorutos ad mochões, i Portuguese) of the savaah plateau of Goiás state, Brazil, form extesive areas predomiatly featured as Haplic Plithosols soil. The soil is highly relevat due to its role as a water recharge ad supply for udergroud water ad the maiteace of water levels i streams ad rivers of oe of the most importat Brazilia hydraulic sources, or rather, the river Paraaíba basi. Durig the last decades the above metioed areas i

2 3268 Afr. J. Agric. Res. the Goiás state, Brazil, were icorporated to cash crop productio systems. Ladscape trasformatio i a agriculture-occupied process wet beyod the loss of biodiversity ad climate chages, with the modificatio of soil structure. The cosequeces, comprisig soil compactio ad erosio, accumulatio of silt i waterways ad liability i water resources, are perceptible, eve though their evolutio ad ecoomical ad evirometal cosequeces are still largely ukow. Impact caused by structural chages i the soil s physical ad hydraulic features has bee reported by Alves et al. (2007) ad Boii ad Alves (2012). Accordig to Mota ad Valladares (2011), huma activities have produced evirometal degradatio, erosio, soil cotamiatio ad silt i the water courses. I fact, the impact model curretly threates the sustaiability of the productive systems. The icorporatio of marshy areas, essetial for the recharge of the regio s aquifers ad characterized by soil saturatio durig most of the year, brought about the buildig of a great etwork of soil draiage. I other words, the udergroud water of the earth moud fields was lowered by a etwork of draiage caals i several muicipalities of the regio. The muicipality of Jataí i the southwester regio of the Goiás state may be highlighted. Results quite ofte caused a excessive dryess of the soil ad cosequetly the hardeig of the plithic groud surface by barrig ifiltratio, hiderig the atural drai of water, discharge decrease of streams with lower water flow towards the rivers of the watershed i which they lie. Due to the regio s characteristics (high rates of orgaic materials ad clay, lad relief ad possibility of mechaizatio), high productivity rates abouded throughout the last decades. Cosequetly, year by year producers have icorporated other areas to the productio system without evaluatig the effect of such icorporatio o soil quality ad eviromet. This is especially grave due to the importace of the regio for the Brazilia hydrological system (Gomes Filho et al., 2011). Accordig to Silva et al. (2012), the soil s physical ad hydraulic properties affect the hydrological processes which comprise ifiltratio, erosio, wetess redistributio ad the trasport of solved materials. Models of water ifiltratio i the soil such as Kostiakov s, Kostiakov-Lewis s, Horto s, amog others, lik the model s parameters to soil characteristics without ecessarily havig ay physical sigificace. I fact, they iclude some factors i the determiatio of their costats, such as soil heterogeeity, which are difficult to be assessed i theoretical models. Ifiltratio velocity is affected by surface coditios, profile ad soil s iitial water cotets (Paachuki et al., 2006). Water erosio processes are greatly affected by surface materials, topography, rai seasoality ad vegetatio (Silva ad Kato, 1998) which may be compouded by chages i texture, structure, porosity ad orgaic matter caused by lad usage ad its respective maagemet (Pereira ad Teixeira Filho, 2009). The objective of this work was curret aalysis evaluates the agricultural chroosequece impact o Haplic Plithosol soil o the phytophysioomy of earth mouds i the savaah regio close to the tow of Jataí GO Brazil, by empiric models of water ifiltratio i the soil. MATERIALS AND METHODS Curret assay was coducted o the Boa Vista Farm, i the microbasi of the river Claro i the muicipality of Jataí, GO, Brazil, i The regio has bee characterized by micro-reliefs of earth mouds (murudus, covais, cocorutos ad mochões, i Portuguese) with a predomiace of Haplic Plithosol soils (Figure 1). The regio s climate is Aw, or rather, a savaah tropical mesothermal climate with well-defied dry ad raiy seasos, accordig to Köppe s classificatio. Mea aual temperature varies betwee 18 ad 32 C. The raiy period rages betwee November ad May, with more tha 80% of yearly raifall. Mea aual raifall varies betwee 1600 ad 1700 mm (with gradual spatial variatio without ay differetiated raiy ucleus i the regio uder aalysis). Curret aalysis compared the areas durig the period with agricultural usage (5, 10 ad 15 years) ad two areas without ay agricultural usage, of which oe was o the upper sectio of the moud ad the other o the lower sectio (Figure 2). Sice all areas were close to oe aother, with the same Haplic Plithosol soil type, the evirometal coditios were homogeeous. Five areas, which represet the differet classes of soil use, were chose (Figure 3). Through the layout of chroosequece of huma usage, the impact o soil ifiltratio speed was evaluated, accordig to the treatmets below: 1. Treatmet 1 (MURUNDUINF): Natural coditios exist i the lower sectio of the earth moud, with o huma itervetio i the area. The area lies o the lower sectio of the mouds, flooded most of the year, with o termite activity ad covered by crawlig gramioid vegetatio. 2. Treatmet 2 (MURUNDUSUP): Natural coditios o the higher sectio of the earth moud, approximately 2 m high, without huma itervetio, which remais dry most of the year, formed by termites. It has typically savaah vegetatio, with a great diversity of shrubs ad gramioids (Figure 2); 3. Treatmet 3 (SPD5): Area occupied for 5 years by o-tillage system. Cash crops cosisted of soybea i the harvest; maize (or millet or sorghum) i the witer harvest; fallow state i the iterim harvest. 4. Treatmet 4 (SPD10): Area occupied for 10 years by o-tillage system. Successive cash crops cosisted of soybea i the harvest period; maize i the witer harvest; fallow lad. 5. Treatmet 5 (SPD15): Area occupied for 15 years by o-tillage system. Successive cash crops cosisted of soybea i the harvest *Correspodig author. Tel: Fax: Author(s) agree that this article remai permaetly ope access uder the terms of the Creative Commos Attributio Licese 4.0 Iteratioal Licese

3 Filho et al Figure 1. Satellite photo showig the atural compositio of the micro-relief of earth mouds o the Boa Vista Farm uder aalysis. Figure 2. Compositio of preserved micro-relief of earth mouds, ormally a flooded area. Black ad white arrows show respectively the upper ad lower sectio of the earth mouds. period ad maize i the witer harvest. The process of the area s icorporatio to the agricultural productio system required a systematizatio of areas which disturbed the approximately 2 m-high earth mouds. Systematizatio cosisted of cuts ad distributio of earth to the lower parts which were leveled. Sice the area was plowed ad harrowed, chages i the area occurred. It was formerly a rollig ladscape ad was trasformed ito a totally flat area with o traces of its atural form (Figure 4). Whe the areas were icorporated to the productio system, they

4 3270 Afr. J. Agric. Res. Figure 3. Site of the experimet followig the chrosequece of huma usage. Figure 4. Agricultural area where formerly earth mouds abouded. were first treated with limestoe durig the systemizatio process without ay further treatmet. This fact differetiates the treatmets with regard to the maagemet of each area uder aalysis. Table 1 characterizes the clayey texture of the areas; the upper part of the earth moud, 5-, 10- ad 15-year periods of icorporatio to the o-tillage system (NTS) ad the clayey-sady texture of the lower part of the earth moud. Ifiltratio tests were performed o each site uder aalysis by a double-rig cylider ifiltrometer, measurig 60 cm high ad 10 ad 20 cm diameter, respectively, for the ier ad outer rigs (Figure 5). The two cyliders were placed at a depth of 30 cm ad a costat water volume of approximately 19 cm to the soil surface was maitaied durig tests. Water flow was maually cotrolled by a register duly adjusted to a pipe liked to the ier cylider, whilst the outer oe was maually supplied. Readig was doe at 0, 1, 2, 5, ad 30 mi, startig from 0 mi, with replicatios at every 30 mi, up to total time limit of 210 mi for each test. Tests were performed till the ifiltratio rate, registered o the ier rig, became approximately costat with time. The criterio for costat ifiltratio rate was the repetitio of the readig of the water flow i the ier rig for at least three times. Water ifiltrated ito the soil was determied i situ by the rig ifiltrometer method ad empirically by methods proposed by Horto (1940), Kostiakov (1932) ad Kostiakov-Lewis (1945), accordig to Equatios (1), (2) ad (3), respectively. Horto s model: V V 0 V 0 Vfexp kf. t Kostiakov s model: Kostiakov-Lewis s model: (1) V V0. t b (2) b 0.t f. VV V t (3) Where: V (cm h -1 ) is the velocity of water ifiltratio ito the soil at a certai time (t) (h) after the formatio of a water pool o the soil surface; V 0 ad V f are respectively the velocities of iitial ad fial ifiltratio (cm.h 1 ); b ad K f are proportioal costats which deped o the type of soil ad rai itesity. K f, V 0 ad V f may be obtaied experimetally: V f is the asymptote of graph V versus ifiltratio time; K f is the slope of the straight lie of the graph (V 0 - V f ) versus t; ad V 0 - V f is the itercept of the ordiate s itercept whe t = 0 (Datas et al., 2011; Gomes Filho et al., 2011; Paixão et al., 2009; Alves et al., 2007; Alves Sobriho et al., 2003; Castro ad Souza, 1999; Silva ad Kato, 1998). Performace betwee ifiltratio field rates ad the rates calculated by Kostiakov s, Horto s ad Kostiakov-Lewis s empirical methods for ifiltratio was evaluated by statistically comparative aalysis of results by coefficiet of determiatio R 2. After data collectio, they were used i the laboratory to trace the curves accordig to the model used. The models adjustmet

5 Filho et al Table 1. Soil s texture characteristics of the areas uder aalysis. Usage Natural features of the earth moud Treatmet Clay Silt Sad (g kg -1 ) MURUNDUINF MURUNDUSUP Chroosequece agricultural usage of SPD (5 years) SPD (10 years) SPD (15 years) Figure 5. Istallatio of the double-rig ifiltrometer. quality was evaluated by o-liear regressios betwee the estimated rates ad mea rates registered i each treatmet, coupled to the respective coefficiets of determiatio. The followig statistic idexes were i the evaluatio: coefficiet of residual mass (CRM), adjustmet coefficiet (AC) ad efficiecy (EF) (Alves Sobriho et al., 2003), give by Equatios (4), (5) ad (6) respectively. CRM Oi i1 i1 O i i 1 Oi Oi AC i1 Pi Oi i1 EF O i O i 1 O i P i 1 O i O i Pi 2 2 Where: O i represets reported rates; P i is the estimated rates; is the umber of observatios; O is the arithmetical average of observatios; ad P is the arithmetical average of the estimated rates. (4) (5) (6) RESULTS AND DISCUSSION Table 2 shows rates for Basic Ifiltratio Velocity (BIV) for each treatmet i the area uder aalysis ad the respective classificatio suggested by Berardo et al. (2006). Further, BIV rates i soils without huma iterferece were higher tha those i soil with o-tillage system. Ifiltratio velocity was very high. BIV s low rates i cultivated areas may be due to chages i the soil structure caused by the destructio of the earth mouds for the preparatio of the area for platig ad by harvestig machies throughout the years. Sales et al. (1999) evaluated the associatio betwee BIV ad the physical traits of surface ad subsurface layers of Dark Red Latosol ad Red-Yellow Podzolic soils ad reported that rates were extremely cotrastig. Results may be associated to the distict morphological characteristics related to the soils surface structure. The same authors registered 12.1 mm h -1 for BIV i the Red-Yellow Podzolic soil, with 422 g kg -1 clay ad a 7.8% macropore volume; i the case of Dark Red Latisol they reported 653 g kg -1 ad 16.8% macropores, with BIV at 56.6 mm h -1. Alves Sobriho et al. (2003) studied water ifiltratio i soil cultivated uder differet maagemet systems, crop rotatio ad acceptable aalyses of equatios by Horto ad Kostiakov-Lewis to calculate water ifiltratio rate i the soil by aspersio ifiltrometer. They reported the

6 3272 Afr. J. Agric. Res. Table 2. Rates of Basic Ifiltratio Velocity (BIV) of the areas uder aalysis, equatios of ifiltratio velocity; coefficiets of determiatio (R 2 ) of empirical models ad statistic idexes for areas with or without huma iterferece. Treatmet BIV (mm.h -1 ) Classificatio Models Equatio R² CRM AC EF MURUNDUINF Very high Kostiakov VI = 298.5t Kostiakov-Lewis VI = t Horto VI = t MURUNDUSUP Very high SPD5 2.0 Low SPD Low SPD Low Kostiakov VI = t Kostiakov-Lewis VI = t Horto VI = t Kostiakov VI = 37.1t Kostiakov-Lewis VI = t Horto VI = t Kostiakov VI = t Kostiakov-Lewis VI = t Horto VI = t Kostiakov VI = t Kostiakov-Lewis VI = t Horto VI = t CRM, Coefficiet of Residual Mass; AC, adjustmet coefficiet; EF, efficiecy. iterferece of some soil traits or BIV factors, maily macro-porosity, maagemet type ad soil surface sealig. Further, the latter was the mai factor for water ifiltratio overrate reported by Zota et al. (2012) ad Ali et al. (2010). Whe the coefficiet of residual mass (CRM) was ivestigated (Table 2), Horto s equatio used i the five treatmets uderestimated ifiltratio rate, whereas equatios by Kostiakov ad Kostiakov-Lewis overrated it. Behavior has bee registered by positive rates of CRM idex of Horto s equatios ad by the egative oes of Kostiakov ad Kostiakov-Lewis s equatio. Results corroborate rates by Alves Sobriho et al. (2003) ad Paachuki et al. (2006) i their studies o water filtratio i the soil cultivated uder differet maagemet systems ad culture rotatios by Horto s ad Kostiakov-Lewis s models. Statistical idex also cofirmed the best adjustmet for Horto s equatio with deviatios close to zero. Adjustmet coefficiet ad efficiecy were also better for the five treatmets by Horto s equatio. Idexes rates, close to oe, cofirmed the equatio as the most adequate to estimate the ifiltratio rate i the type of soil uder aalysis. Similar to results by Alves Sobriho et al. (2003) ad Paachuki et al. (2006), the Adjustmet Coefficiet (AC) was, as a rule, better i Horto s equatio sice the mathematical model provided rates close to oe for the five treatmets aalyzed. Sice efficiecy idex (EF) was the same i the three equatios with differeces i treatmets, it showed that ifiltratio models positively idicated the process of water ifiltratio i the soil ad those treatmets uder atural coditios provided resposes which were similar to agricultural chroosequece treatmets. Figure 6 shows the velocity curves of water ifiltratio ad their respective adjustmet equatios i each soil of the areas uder aalysis. Equatios showed coefficiet of determiatio rates R 2 = ad R 2 = 0.872, respectively, i the area without huma iterferece i the lower ad upper sectios of the earth mouds. Rates R 2 = 0.935, R 2 = ad R 2 = were lower tha those i areas, respectively, with 5, 10 ad 15 years of huma iterferece. Figure 6 shows ifiltratio velocity rates related to time. Ifiltratio velocity rates i areas without huma iterferece were higher tha those i areas with otillage agricultural system. Accordig to Silva et al. (2012), ifiltratio volume was greater whe water ifiltratio rate i the soil at the basi s bottom was smaller. Figure 7 demostrates comparative rates of ifiltratio velocities by cylider ifiltrometer ad rates calculated by Kostiakov s, Kostiakov-Lewis s ad Horto s equatios for areas without huma iterferece i the upper ad lower sectios of the earth moud ad for areas with 5, 10 ad 15 years huma iterferece by agricultural systems. Figure 7 demostrates that empirical models i all areas behaved similarly, or rather, Kostiakov-Lewis s model had the highest velocity rates of water ifiltratio i the soil ad Horto s model provided velocity rates of water ifiltratio i the soil close to those from the

7 Filho et al Figure 6. Velocity of water ifiltratio i soil of the areas uder atural coditios ad those with huma iterferece, as a fuctio of time. cylider ifiltrometer field model. Rates by Kostiakov s empirical model overrated rates by Horto s model ad those retrieved from the field model. The behavior of empirical models i curret aalysis provided results similar to those reported by Paixão et al. (2009) who estimated water ifiltratio i soil through adjustmets of o-liear fuctios ad of empirical models proposed by Horto, Kostiokov ad Kostiokov- Lewis ad compared results with data retrieved from field rig ifiltrometer i sady texture soils i Lagoa Seca PB Brazil. Table 2 shows the rates of empirical equatios of models proposed by Kostiakov, Kostiakov-Lewis ad Horto for all areas with ad without huma iterferece. Horto s model preseted basic ifiltratio velocity similar to rate from double-rig cylider ifiltrometer (Figure 7) (Moteegro ad Moteegro, 2006). Horto s process was predomiat i some regios with a semi-arid climate. It was the mai source for the productio of discharge peaks i watersheds especially i areas with compacted soils or soils lackig ay vegetal coverig (Dalri et al., 2010; Tomasii et al., 2010; Thomaz, 2009). The model demostrated better ifiltratio i soils with high ifiltratio capacity. Whe compared with field data, the evaluatio of empirical models revealed the model that better applied to local coditios which ivolved physical ad water attributes ad differet phytophysioomies. Accordig to Cavalcate et al. (2011), usage ad maagemet methods led, withi a risig order, o-tillage system, covetioal preparatio ad pasturelad towards the deterioratio of the soil s physical attributes withi the savaah cotext. Water flow behavior i areas without ay huma iterferece evideced the atural ruoff coditios of rai through the soil. Due to the high velocity of basic ifiltratio, these areas aturally had a great capacity i draiig rai water. Cotrastigly, areas which uderwet huma iterferece but which formerly had the same ifiltratio velocity lost such a capacity ad after the first five years revealed the low velocity of basic ifiltratio. The above characteristic is a great cocer i evets of

8 3274 Afr. J. Agric. Res. Figure 7. Field test of ifiltratio velocity of water i soil by the cylider ifiltrometer method ad data by Kostiakov s, Kostiakov-Lewis s ad Horto s equatios for the lower sectio of the earth moud. prologed or cocetrated rais which will certaily cause surface ruoff ad erosio. Coclusios Basic Ifiltratio Velocity (BIV) rates i soils without ay huma iterferece were higher to those foud i soils with o-tillage system. BIV was classified as very high. Areas with 5, 10 ad 15 years uder o-tillage productio process had very low BIV rates. O average, empirical models overrated ifiltratio rates at the begiig of the process whe compared to field data. Rates by Horto s model were very close to those obtaied from basic ifiltratio velocity i field data. Coflict of Iterest The author(s) have ot declared ay coflict of iterest. ACKNOWLEDGEMENTS The authors would like to thak the Miistry of Sciece ad Techology (MCT), The Brazilia Coucil for Scietific ad Techical Developmet (CNPq), the Coordiatio for the Upgradig of Higher Educatio Persoel (CAPES), the Foudatio for Research of the State of Goiás (FAPEG) ad the Studies ad Projects Fudig Foudatio (FINEP), for fudig the research project ad for the scholarship grat to the postgraduate studet. Abbreviatios: AC, adjustmet coefficiet; BIV, Basic Ifiltratio Velocity (mm.h -1 ); CRM, coefficiet of residual mass; EF, efficiecy; MURUNDUINF, atural coditios exist i the lower sectio of the earth moud; MURUNDUSUP, atural coditios o the higher sectio of the; earth moud; SPD10, Area occupied for 10 years by o-tillage system; SPD15, Area occupied for 15 years

9 Filho et al by o-tillage system; SPD5, Area occupied for 5 years by o-tillage system. REFERENCES Ali A, Yazar A, Aal AA, Oweis T, Hayek P (2010). Micro-catchmet water harvestig potetial of a arid eviromet. Agric. Water Maage. 98: http://dx.doi.org/ /j.agwat Alves Sobriho T, Vitorio ACT, Souza LCF, Goçalves MC, Carvalho DF (2003). Ifiltração de água o solo em sistemas de platio direto e covecioal. Revista Brasileira de Egeharia Agrícola e Ambietal 7(2): Alves MC, Suzuki LGAS, Suzuki LEAS (2007). Desidade do solo e ifiltração de água como idicadores da qualidade física de um Latossolo Vermelho distrófico em recuperação. Revista Brasileira de Ciêcia do Solo 31(4): Berardo S, Soares AA, Matovai EC (2006). Maual de irrigação. 8. Ed. Viçosa: Impresa Uiversitária. P Boii CSB, Alves MC (2012). Qualidade física de um Latossolo Vermelho em recuperação há dezessete aos. Revista Brasileira de Egeharia Agrícola e Ambietal 16(4): Castro LCA, Souza F (1999). Aálise dos parâmetros da equação de ifiltração de Kostiakov-Lewis a irrigação por sulcos. Revista Brasileira de Egeharia Agrícola e Ambietal 3(2): Cavalcate EGS, Alves MC, Souza ZM, Pereira G (2011). Variabilidade espacial de atributos físicos do solo sob diferetes usos e maejos. Revista Brasileira de Egeharia Agrícola e Ambietal 15(3): Dalri AB, Cortez GEP, Riul LGS, Araújo JAC, Cruz RL (2010). Ifluêcia da aplicação de vihaça a capacidade de ifiltração de um solo de textura fraco areosa. Irriga 15(4): Datas VA, Silva VPR, Costa ACL, Chagas GFB (2011). Fluxos de calor o dossel vegetativo e ifiltração de água o solo, em floresta tropical. Revista Brasileira de Egeharia Agrícola e Ambietal 15(12): Gomes Filho RR, Silva JH, Paulio HB, Careiro MAC, Costa CAG (2011). Velocidade de ifiltração da água um pliotossolo háplico de campo de murudu sob uma croossequêcia de iterferêcia atrópica. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada 5(3): Moteegro SMGL, Moteegro AAA (2006). Variabilidade espacial de classes de textura, saliidade e codutividade hidráulica de solos em plaície aluvial. Revista Brasileira de Egeharia Agrícola e Ambietal 10(1): Mota LHSO, Valladares GS (2011). Vulerabilidade à degradação dos solos da Bacia do Acaraú, Ceará. Revista Ciêcia Agroômica 42(1): Paixão FJR, Adrade ARS, Azevedo CAV, Costa TL, Guerra HOC (2009). Ajuste da curva de ifiltração por meio de diferetes modelos empíricos. Pesquisa Aplicada e Agrotecologia 2(1): Paachuki E, Alves Sobriho T, Vitorio ACT, Carvalho DF, Urchei MA (2006). Avaliação da ifiltração de água o solo, em sistema de itegração agricultura-pecuária, com uso de ifiltrômetro de aspersão portátil. Acta Scietiarum Agroomy 28(1): Pereira VR, Teixeira Filho T (2009). Idetificação das áreas susceptíveis aos processos erosivos em duas bacias do Sistema Catareira por meio de diferetes ceários. Acta Scietiarum Agroomy 31(1): Sales LEO, Ferreira MM, Silva MO, Curi N (1999). Estimativa da taxa de ifiltração básica do solo. Pesquisa Agropecuária Brasileira 34(11): http://dx.doi.org/ /S X Silva DP, Pruski FF, Silva JMA, Meireles Filho WDM (2012). Comparative aalysis of models for desig of ifiltratio basis i upaved roads. Revista Brasileira de Egeharia Agrícola e Ambietal 16(6): Silva JRL, Moteegro AAA, Satos TEM (2012). Caracterização física e hidráulica de solos em bacias experimetais do Semiárido brasileiro, sob maejo coservacioista. Revista Brasileira de Egeharia Agrícola e Ambietal 16(1):36. Silva LC, Kato E (1998). Avaliação de modelos para a previsão da ifiltração de água em solos sob cerrado. Pesquisa Agropecuária Brasileira 33(7): Thomaz EL (2009). The ifluece of traditioal steep lad agricultural practices o ruoff a soil loss. Agric. Ecosyst. Eviro.130: Tomasii BA, Vitorio ACT, Garbiate MV, Souza CMA, Alves Sobriho T (2010). Ifiltração de água o solo em áreas cultivadas com caade-açúcar sob diferetes sistemas de colheita e modelos de ajustes de equações de ifiltração. Egeharia Agrícola 30(6): Zota JH, Martiez MA, Pruski, FF, Silva DD, Satos MR (2012). Modelagem da ifiltração em solos com ecrostameto superficial. Parte I: Modelo GAML para solos estratificados. Revista Brasileira de Egeharia Agrícola e Ambietal 16(5):

The 2014 World Cup a nearest neighbour analysis

The 2014 World Cup a nearest neighbour analysis World cup 2014 poster The 2014 World Cup a earest eighbour aalysis The 20th FIFA football World Cup took place i Brazil from 12 Jue to 13 July 2014. The atioal teams of 31 coutries ad Brazil played 64

Leia mais

VELOCIDADE DE INFILTRAÇÃO PELO MÉTODO DO INFILTRÔMETRO DE ANÉIS CONCÊNTRICOS EM LATOSSOLO VERMELHO DE CERRADO

VELOCIDADE DE INFILTRAÇÃO PELO MÉTODO DO INFILTRÔMETRO DE ANÉIS CONCÊNTRICOS EM LATOSSOLO VERMELHO DE CERRADO VELOCIDADE DE INFILTRAÇÃO PELO MÉTODO DO INFILTRÔMETRO DE ANÉIS CONCÊNTRICOS EM LATOSSOLO VERMELHO DE CERRADO João Angelo Silva Nunes 1, Marcos Henrique Dias Silveira 2, Tonny José Araújo da Silva 2, Priscilla

Leia mais

EQUAÇÕES DE INFILTRAÇÃO PELO MÉTODO DO INFILTRÔMETRO DE ANEL, DETERMINADAS POR REGRESSÃO LINEAR E REGRESSÃO POTENCIAL

EQUAÇÕES DE INFILTRAÇÃO PELO MÉTODO DO INFILTRÔMETRO DE ANEL, DETERMINADAS POR REGRESSÃO LINEAR E REGRESSÃO POTENCIAL EQUAÇÕES DE INFILTRAÇÃO PELO MÉTODO DO INFILTRÔMETRO DE ANEL, DETERMINADAS POR REGRESSÃO LINEAR E REGRESSÃO POTENCIAL K. F. O. Alves 1 ; M. A. R. Carvalho 2 ; L. C. C. Carvalho 3 ; M. L. M. Sales 4 RESUMO:

Leia mais

Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water

Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water André Rauen Leonardo Ribeiro Rodnei Fagundes Dias Taiana Fortunato Araujo Taynah Lopes de Souza Inmetro / Brasil

Leia mais

The Indigenous Population of Brazil 1991 Population Census

The Indigenous Population of Brazil 1991 Population Census The Indigenous Population of Brazil 1991 Population Census Authors: Nilza Oliveira Martins Pereira (principal author), Tereza Cristina Nascimento Araujo, Valéria Beiriz, Antonio Florido- IBGE The definition

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DE DOIS MODELOS DE GOTEJADORES QUANTO A OCORRÊNCIA DE HISTERESE

CARACTERIZAÇÃO DE DOIS MODELOS DE GOTEJADORES QUANTO A OCORRÊNCIA DE HISTERESE CARACTERIZAÇÃO DE DOIS MODELOS DE GOTEJADORES QUANTO A OCORRÊNCIA DE HISTERESE F. N. Cunha 1 ; N. F. da Silva 1 ; A. C. Ferreira 1 ; R. C. de Oliveira 1 ; M. B. Teixeira 2 ; F. A. L. Soares 2 RESUMO: O

Leia mais

Avaliação do potencial à erosão dos solos: uma análise comparativa entre Lógica Fuzzy e o Método USLE.

Avaliação do potencial à erosão dos solos: uma análise comparativa entre Lógica Fuzzy e o Método USLE. Avaliação do potencial à erosão dos solos: uma análise comparativa entre Lógica Fuzzy e o Método USLE. Angela Alves 1 Flávio Joaquim de Souza 2 Marcia Marques 3 1 Gisplan Tecnologia da Geoinformação Av.

Leia mais

The Brazilian Pantanal: an overview

The Brazilian Pantanal: an overview The Brazilian : an overview www.cpap.embrapa.br The Brazilian Paraguay River basin in Brazil, Bolivia e Paraguay Data source: Padovani et al unpublished data Data Source: Padovani et al. www.cpap.embrapa.br

Leia mais

EROSIVIDADE DA CHUVA NA ÁREA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO URUÇUÍ PRETO- PI, BRASIL VISANDO O DESENVOLVIMENTO DE MANEJOS DO SOLO

EROSIVIDADE DA CHUVA NA ÁREA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO URUÇUÍ PRETO- PI, BRASIL VISANDO O DESENVOLVIMENTO DE MANEJOS DO SOLO EROSIVIDADE DA CHUVA NA ÁREA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO URUÇUÍ PRETO- PI, BRASIL VISANDO O DESENVOLVIMENTO DE MANEJOS DO SOLO Raimundo Mainar de Medeiros 1, Paulo Roberto Megna Francisco 2, Roseane Cristina

Leia mais

Reitor / President Marcos Macari, Ph.D. Vice-Reitor /Vice-President Herman Jacobus Cornelis Voorwald, Ph.D.

Reitor / President Marcos Macari, Ph.D. Vice-Reitor /Vice-President Herman Jacobus Cornelis Voorwald, Ph.D. UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO Reitor / President Marcos Macari, Ph.D. Vice-Reitor /Vice-President Herman Jacobus Cornelis Voorwald, Ph.D. Pró-Reitora de Pós-Graduação / Graduate

Leia mais

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET 2015 1 e-mail:mario@labma.ufrj.br Tables BR-EMS, mortality experience of the Brazilian Insurance Market, were constructed,

Leia mais

RESISTÊNCIA MECÂNICA DE UM SOLO CULTIVADO COM ALGODOEIRO EM SISTEMA DE PREPARO CONVENCIONAL EM IPAMERI, GO (*)

RESISTÊNCIA MECÂNICA DE UM SOLO CULTIVADO COM ALGODOEIRO EM SISTEMA DE PREPARO CONVENCIONAL EM IPAMERI, GO (*) RESISTÊNCIA MECÂNICA DE UM SOLO CULTIVADO COM ALGODOEIRO EM SISTEMA DE PREPARO CONVENCIONAL EM IPAMERI, GO (*) Bruno Gonçalves dos Santos (UFG / bgssantos@yahoo.com.br), Vladia Correchel (UFG), Patrícia

Leia mais

EFEITO DAS VARIÁVEIS METEOROLÓGICAS NA EVAPOTRANSPIRAÇÃO DE REFERÊNCIA DO SUBMÉDIO DO VALE SÃO FRANCISCO

EFEITO DAS VARIÁVEIS METEOROLÓGICAS NA EVAPOTRANSPIRAÇÃO DE REFERÊNCIA DO SUBMÉDIO DO VALE SÃO FRANCISCO EFEITO DAS VARIÁVEIS METEOROLÓGICAS NA EVAPOTRANSPIRAÇÃO DE REFERÊNCIA DO SUBMÉDIO DO VALE SÃO FRANCISCO Thieres G. F. da SILVA 1,4, José Edson F. de MORAIS 1, Wellington J. da S. DINIZ 1, Jannaylton E.

Leia mais

1Caracterização de frutos de diferentes genótipos de maracujazeiro. 2Flávio Flôres Britto 1 ; Cláudio Lúcio Fernandes Amaral 1

1Caracterização de frutos de diferentes genótipos de maracujazeiro. 2Flávio Flôres Britto 1 ; Cláudio Lúcio Fernandes Amaral 1 1Britto, F.F., Amaral, C.L.F. 2015. Caracterização de frutos de diferentes genótipos de maracujazeiro. In: 2 Congresso Brasileiro de Processamento mínimo e Pós-colheita de frutas, flores e hortaliças,

Leia mais

ESTUDO SOBRE O POTENCIAL DE UTILIZAÇÃO DA ENERGIA EÓLICA PARA SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO LOCALIZADOS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JAGUARIBE

ESTUDO SOBRE O POTENCIAL DE UTILIZAÇÃO DA ENERGIA EÓLICA PARA SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO LOCALIZADOS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JAGUARIBE ESTUDO SOBRE O POTENCIAL DE UTILIZAÇÃO DA ENERGIA EÓLICA PARA SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO LOCALIZADOS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JAGUARIBE A. C. Praciano 1 ; R. A. de O. Leão 2 ; D. Albiero 3 ; L. de A. Monteiro

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

EFEITO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS NA DISPONIBILIDADE HÍDRICA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARACATU

EFEITO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS NA DISPONIBILIDADE HÍDRICA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARACATU EFEITO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS NA DISPONIBILIDADE HÍDRICA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARACATU RÔMULA F. DA SILVA 1 ; ELOY L. DE MELLO 2 ; FLÁVIO B. JUSTINO 3 ; FERNANDO F. PRUSKI 4; FÁBIO MARCELINO DE

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA DA ADUBAÇÃO DE COBERTURA PELOS MÉTODOS SUPERFICIAL E COVETA LATERAL EM UM PLANTIO DE Eucalyptus urograndis - GARÇA, SP

ANÁLISE COMPARATIVA DA ADUBAÇÃO DE COBERTURA PELOS MÉTODOS SUPERFICIAL E COVETA LATERAL EM UM PLANTIO DE Eucalyptus urograndis - GARÇA, SP ANÁLISE COMPARATIVA DA ADUBAÇÃO DE COBERTURA PELOS MÉTODOS SUPERFICIAL E COVETA LATERAL EM UM PLANTIO DE Eucalyptus urograndis - GARÇA, SP FERREIRA, Renato de Araújo renato_a_f@hotmail.com GIACOMETTI,

Leia mais

Validation of the Paratest as efficient method for parasitological diagnosis

Validation of the Paratest as efficient method for parasitological diagnosis Validation of the Paratest as efficient method for parasitological diagnosis TEODORO B. K.; ROBERTO T. N.; BRASIL D. M. E SOUZA L. B.; SOUZA M. C.; PAULETTO M. C. A. C.; MAMED J. A.; SBRAVATE-MARTINS C.

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática São Paulo 2010 JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

Leia mais

AVALIAÇÃO PRELIMINAR DE ÍNDICES DE SECA PARA SANTA LUZIA

AVALIAÇÃO PRELIMINAR DE ÍNDICES DE SECA PARA SANTA LUZIA AVALIAÇÃO PRELIMINAR DE ÍNDICES DE SECA PARA SANTA LUZIA José Nivaldo da Silva¹, Danilo Barbosa de Aguiar², Hermes Alves de Almeida³. ¹ Estudante de Geografia (UEPB) e bolsista de IC/CNPq, e-mail: jnivaldo_silva@hotmail.com

Leia mais

AVALIAÇÃO DA INFILTRAÇÃO DE ÁGUA NO SOLO ATRAVÉS DE FUNÇÕES NÃO LINEARES EM PARAGOMINAS-PA

AVALIAÇÃO DA INFILTRAÇÃO DE ÁGUA NO SOLO ATRAVÉS DE FUNÇÕES NÃO LINEARES EM PARAGOMINAS-PA AVALIAÇÃO DA INFILTRAÇÃO DE ÁGUA NO SOLO ATRAVÉS DE FUNÇÕES NÃO LINEARES EM PARAGOMINAS-PA Carlos José Capela Bispo 1 Renata Silva de Loureiro 2 Edson José Paulino da Rocha 3 RESUMO O experimento foi realizado

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO DE LÂMINAS DE ÁGUA EM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR ASPERSÃO FIXO

DISTRIBUIÇÃO DE LÂMINAS DE ÁGUA EM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR ASPERSÃO FIXO DISTRIBUIÇÃO DE LÂMINAS DE ÁGUA EM SISTEMA DE IRRIGAÇÃO POR ASPERSÃO FIXO D. C. da C. Ribeiro 1 ; P. H. P. Ribeiro 2 ; M. B. Teixeira 3 ; F. A. L. Soares 4 ; H. C. R. de Lima 5 ; R. R. Gomes Filho 6 RESUMO:

Leia mais

EMPREGO DE MODELAGEM NUMÉRICA PARA ESTIMATIVA DE RADIAÇÃO SOLAR NO ESTADO DO CEARÁ

EMPREGO DE MODELAGEM NUMÉRICA PARA ESTIMATIVA DE RADIAÇÃO SOLAR NO ESTADO DO CEARÁ EMPREGO DE MODELAGEM NUMÉRICA PARA ESTIMATIVA DE RADIAÇÃO SOLAR NO ESTADO DO CEARÁ Francisco José Lopes de Lima 1,2, Fernando Ramos Martins 1, Jerfferson Souza, 1 Enio Bueno Pereira 1 1 Instituto Nacional

Leia mais

ÁNALISE DAS OCORRÊNCIAS DE EVENTOS EXTREMOS DE PRECIPITAÇÃO NA REGIÃO DE RIO LARGO, ALAGOAS

ÁNALISE DAS OCORRÊNCIAS DE EVENTOS EXTREMOS DE PRECIPITAÇÃO NA REGIÃO DE RIO LARGO, ALAGOAS ÁNALISE DAS OCORRÊNCIAS DE EVENTOS EXTREMOS DE PRECIPITAÇÃO NA REGIÃO DE RIO LARGO, ALAGOAS André Luiz de Carvalho 1 José Leonaldo de Souza 2, Mônica Weber Tavares 3 1 Doutorando em Tecnologias Energéticas

Leia mais

Preposições em Inglês: www.napontadalingua.hd1.com.br

Preposições em Inglês: www.napontadalingua.hd1.com.br Preposições na língua inglesa geralmente vem antes de substantivos (algumas vezes também na frente de verbos no gerúndio). Algumas vezes é algo difícil de se entender para os alunos de Inglês pois a tradução

Leia mais

METODOLOGIAS ESTATÍSTICAS APLICADAS A DADOS DE ANÁLISES QUÍMICAS DA ÁGUA PRODUZIDA EM UM CAMPO MADURO DE PETRÓLEO

METODOLOGIAS ESTATÍSTICAS APLICADAS A DADOS DE ANÁLISES QUÍMICAS DA ÁGUA PRODUZIDA EM UM CAMPO MADURO DE PETRÓLEO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE TECNOLOGIA CT CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA CCET PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E ENGENHARIA DE PETRÓLEO - PPGCEP DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

Leia mais

15º Congresso Brasileiro de Geologia de Engenharia e Ambiental

15º Congresso Brasileiro de Geologia de Engenharia e Ambiental 15º Congresso Brasileiro de Geologia de Engenharia e Ambiental Comparação da temperatura de brilho de superfície do período seco com o chuvoso no Distrito Federal calculada a partir de imagens do Landsat

Leia mais

ESTUDO DE VAZÕES E COTAS EM UMA BACIA HIDROGRÁFICA, CEARÁ, BRASIL

ESTUDO DE VAZÕES E COTAS EM UMA BACIA HIDROGRÁFICA, CEARÁ, BRASIL ESTUDO DE VAZÕES E COTAS EM UMA BACIA HIDROGRÁFICA, CEARÁ, BRASIL B. P. H. G. Cardoso 1 ; F. F de. Araújo 2 RESUMO: Este trabalho objetivou possibilitar um levantamento estatístico das vazões e cotas de

Leia mais

RESPONSE FUNCTION OF MELON TO APPLICATION OF WATER DEPTHS FOR SOIL AND CLIMATIC CONDITIONS OF TERESINA-PI

RESPONSE FUNCTION OF MELON TO APPLICATION OF WATER DEPTHS FOR SOIL AND CLIMATIC CONDITIONS OF TERESINA-PI FUNÇÃO DE RESPOSTA DO MELOEIRO À APLICAÇÃO DE LÂMINAS DE ÁGUA PARA AS CONDIÇÕES EDAFOCLIMÁTICAS DE TERESINA-PI E. R. GOMES 1 ; A. F. ROCHA JÚNIOR 2 ; C. A. SOARES 3 ; F. E. P. MOUSINHO 4 ; A. A. C. SALVIANO

Leia mais

Self-reported diabetes: a feasible solution for national surveys in developing countries as Brazil.

Self-reported diabetes: a feasible solution for national surveys in developing countries as Brazil. Self-reported diabetes: a feasible solution for national surveys in developing countries as Brazil. Valéria M. Azeredo Passos, Janaina Caldeira Pereira, Sandhi Maria Barreto INTRODUCTION Type 2 diabetes

Leia mais

ANÁLISE DAS VAZÕES DO RIO SÃO FRANCISCO COM O FILTRO HODRICK-PRESCOTT

ANÁLISE DAS VAZÕES DO RIO SÃO FRANCISCO COM O FILTRO HODRICK-PRESCOTT ANÁLISE DAS VAZÕES DO RIO SÃO FRANCISCO COM O FILTRO HODRICK-PRESCOTT Igor Madson Fernandes dos Santos 1, Bruno dos Santos Guimarães 1, Renato Vieira Costa 1, Luiz Carlos Baldicero Molion² e João Rafael

Leia mais

Expansão Agrícola e Variabilidade Climática no Semi-Árido

Expansão Agrícola e Variabilidade Climática no Semi-Árido Expansão Agrícola e Variabilidade Climática no Semi-Árido Fabíola de Souza Silva 1, Magaly de Fatima Correia 2, Maria Regina da Silva Aragão 2 1 Bolsista PIBIC/CNPq/UFCG, Curso de Graduação em Meteorologia,

Leia mais

WATER MATTRESS MASSAGE SYSTEM 20439

WATER MATTRESS MASSAGE SYSTEM 20439 Page 1 of 10 WATER MATTRESS MASSAGE SYSTEM 20439 CONTENTS Massage System with Controller Please note: the above image shows a white unit and a blue unit. The white unit is supplied inside the blue unit

Leia mais

TENDÊNCIA DE MUDANÇAS DA TEMPERATURA EM IGUATU, CEARÁ 1

TENDÊNCIA DE MUDANÇAS DA TEMPERATURA EM IGUATU, CEARÁ 1 TENDÊNCIA DE MUDANÇAS DA TEMPERATURA EM IGUATU, CEARÁ 1 ELIAKIM M. ARAÚJO 2, JOAQUIM B. DE OLIVEIRA 3, ITALO N. SILVA 4, EDMILSON G. CAVALCANTE JÚNIOR 4, BRUNO M. DE ALMEIDA 4 1 Parte do TCC do primeiro

Leia mais

FUNÇÃO DE RESPOSTA DO MELOEIRO À APLICAÇÃO DE DOSES DE ADUBAÇÃO NITROGENADA PARA DOIS NÍVEIS DE IRRIGAÇÃO

FUNÇÃO DE RESPOSTA DO MELOEIRO À APLICAÇÃO DE DOSES DE ADUBAÇÃO NITROGENADA PARA DOIS NÍVEIS DE IRRIGAÇÃO FUNÇÃO DE RESPOSTA DO MELOEIRO À APLICAÇÃO DE DOSES DE ADUBAÇÃO NITROGENADA PARA DOIS NÍVEIS DE IRRIGAÇÃO C. A. Soares 1 ; A. F. Rocha Júnior 2 ; N. S. da Silva 2 ; E. R. Gomes 3 ; F. E. P. Mousinho 4

Leia mais

VARIABILIDADE ESPAÇO TEMPORAL DO IVDN NO MUNICIPIO DE ÁGUAS BELAS-PE COM BASE EM IMAGENS TM LANDSAT 5

VARIABILIDADE ESPAÇO TEMPORAL DO IVDN NO MUNICIPIO DE ÁGUAS BELAS-PE COM BASE EM IMAGENS TM LANDSAT 5 VARIABILIDADE ESPAÇO TEMPORAL DO IVDN NO MUNICIPIO DE ÁGUAS BELAS-PE COM BASE EM IMAGENS TM LANDSAT 5 Maurílio Neemias dos Santos 1, Heliofábio Barros Gomes 1,, Yasmim Uchoa da Silva 1, Sâmara dos Santos

Leia mais

UM ESTUDO SOBRE O MOMENTO DE INCIDÊNCIA DE GOLS E A COMPARAÇÃO ENTRE A EQUIPE MANDANTE E A VISITANTE NO CAMPEONATO PAULISTA DE 2009

UM ESTUDO SOBRE O MOMENTO DE INCIDÊNCIA DE GOLS E A COMPARAÇÃO ENTRE A EQUIPE MANDANTE E A VISITANTE NO CAMPEONATO PAULISTA DE 2009 Recebido em: 1/3/211 Emitido parece em: 23/3/211 Artigo inédito UM ESTUDO SOBRE O MOMENTO DE INCIDÊNCIA DE GOLS E A COMPARAÇÃO ENTRE A EQUIPE MANDANTE E A VISITANTE NO CAMPEONATO PAULISTA DE 29 Leandro

Leia mais

MONITORAMENTO AGROCLIMÁTICO DA SAFRA DE VERÃO NO ANO AGRÍCOLA 2008/2009 NO PARANÁ

MONITORAMENTO AGROCLIMÁTICO DA SAFRA DE VERÃO NO ANO AGRÍCOLA 2008/2009 NO PARANÁ MONITORAMENTO AGROCLIMÁTICO DA SAFRA DE VERÃO NO ANO AGRÍCOLA 2008/2009 NO PARANÁ JONAS GALDINO 1, WILIAN DA S. RICCE 2, DANILO A. B. SILVA 1, PAULO H. CARAMORI 3, ROGÉRIO T. DE FARIA 4 1 Analista de Sistemas,

Leia mais

Operação de Instalações Marítimas

Operação de Instalações Marítimas ENIDH, Abril 2011 Sumário 1 Steering Gear 2 Bow Thrust 3 Propeller Servo 1 Steering Gear 2 Bow Thrust 3 Propeller Servo Steering Gear System Comprises two identical hydraulic systems. Each system includes:

Leia mais

III SEMINÁRIO DE BIODIVERSIDADE E AGROECOSSISTEMAS AMAZÔNICOS. 13 a 16 de outubro de 2015 Alta Floresta-MT Universidade do Estado de Mato Grosso

III SEMINÁRIO DE BIODIVERSIDADE E AGROECOSSISTEMAS AMAZÔNICOS. 13 a 16 de outubro de 2015 Alta Floresta-MT Universidade do Estado de Mato Grosso AVALIAÇÃO DE CRESCIMENTO DIÂMETRICO DE UM POVOAMENTO CLONAL DE Tectona grandis EM SISTEMA SILVIPASTORIL NO MUNICÍPIO DE ALTA FLORESTA- MT MARIA 1, Luciano de Souza; SILVA 1, Marcia Soares da; GARCIA 2,

Leia mais

SOFTWARE PARA CÁLCULO DOS COMPONENTES DO BALANÇO HÍDRICO DE PALMER

SOFTWARE PARA CÁLCULO DOS COMPONENTES DO BALANÇO HÍDRICO DE PALMER SOFTWARE PARA CÁLCULO DOS COMPONENTES DO BALANÇO HÍDRICO DE PALMER Rodrigo Cézar Limeira 1, Pedro Vieira de Azevedo 2, Wagner de Aragão Bezerra 3, Josefa Morgana Viturino de Almeida 3, Lindenberg Lucena

Leia mais

ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

Intellectual Property. IFAC Formatting Guidelines. Translated Handbooks

Intellectual Property. IFAC Formatting Guidelines. Translated Handbooks Intellectual Property IFAC Formatting Guidelines Translated Handbooks AUTHORIZED TRANSLATIONS OF HANDBOOKS PUBLISHED BY IFAC Formatting Guidelines for Use of Trademarks/Logos and Related Acknowledgements

Leia mais

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho Título: Direção e Taxa (Velocidade) de Acumulação de Capacidades Tecnológicas: Evidências de uma Pequena Amostra de Empresas de Software no Rio de Janeiro, 2004 Autor(a): Eduardo Coelho da Paz Miranda

Leia mais

XII SIMPÓSIO DE RECURSOS HIDRÍCOS DO NORDESTE

XII SIMPÓSIO DE RECURSOS HIDRÍCOS DO NORDESTE XII SIMPÓSIO DE RECURSOS HIDRÍCOS DO NORDESTE ESTUDO DO COMPORTAMENTO DA LINHA D ÁGUA EM UMA SEÇÃO DE TRANSIÇÃO DE UM CANAL COM MOVIMENTO GRADUALMENTE VARIADO, EM FUNÇÃO DA DECLIVIDADE DOS TALUDES. Rejane

Leia mais

As Novas Formas de Financiamento da Economia

As Novas Formas de Financiamento da Economia As Novas Formas de Financiamento da Economia Francisco Fonseca Vice-Presidente ANJE 2º CONGRESSO DAS EMPRESAS E DAS ACTIVIDADES ECONÓMICAS - LISBOA O que são? Formas alternativas de financiamento incluem

Leia mais

Avaliação de desempenho do modelo SWAT para estimativa da evapotranspiração potencial para a região de Petrolina, Estado de Pernambuco

Avaliação de desempenho do modelo SWAT para estimativa da evapotranspiração potencial para a região de Petrolina, Estado de Pernambuco Avaliação de desempeho do modelo SWAT para estimativa da evapotraspiração potecial para a região de Petrolia, Estado de Perambuco Teôia Casado da Silva 1 Madso Tavares da Silva 1 Daielle Teixeira Alves

Leia mais

SPATIAL DISTRIBUITION OF TURBITY IN A STRETCH OF MADEIRA RIVER MONITORING MADEIRA RIVER PROJECT PORTO VELHO (RO)

SPATIAL DISTRIBUITION OF TURBITY IN A STRETCH OF MADEIRA RIVER MONITORING MADEIRA RIVER PROJECT PORTO VELHO (RO) SPATIAL DISTRIBUITION OF TURBITY IN A STRETCH OF MADEIRA RIVER MONITORING MADEIRA RIVER PROJECT PORTO VELHO (RO) 4th scientific meeting of the ORE-HIBAM. September 2011 4a Scientific Meeting ORE-HYBAM

Leia mais

EFEITO DE LÂMINAS DE REPOSIÇÃO HÍDRICA NO PERFILHAMENTO DA CANA-DE-AÇÚCAR

EFEITO DE LÂMINAS DE REPOSIÇÃO HÍDRICA NO PERFILHAMENTO DA CANA-DE-AÇÚCAR EFEITO DE LÂMINAS DE REPOSIÇÃO HÍDRICA NO PERFILHAMENTO DA CANA-DE-AÇÚCAR D. R. dos Santos Junior 1 ; F. A. L. Soares 2 ; M. B. Teixeira 2 ; F. N. Cunha! ; N. F. da Silva 1 ; R. C. de Oliveira 1 RESUMO:

Leia mais

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt.

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. NORMAS PARA AUTORES As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. COPYRIGHT Um artigo submetido à Revista Portuguesa

Leia mais

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Licenciatura em Engenharia Informática Degree in Computer Science Engineering Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Performance analysis of large distributed

Leia mais

ANALYSIS OF THE APPLICATION OF THE LADM IN THE BRAZILIAN URBAN CADASTRE: A CASE STUDY FOR THE CITY OF ARAPIRACA BRAZIL

ANALYSIS OF THE APPLICATION OF THE LADM IN THE BRAZILIAN URBAN CADASTRE: A CASE STUDY FOR THE CITY OF ARAPIRACA BRAZIL Federal University of Pernambuco Recife PE - Brazil ANALYSIS OF THE APPLICATION OF THE LADM IN THE BRAZILIAN URBAN CADASTRE: A CASE STUDY FOR THE CITY OF ARAPIRACA BRAZIL Juciela C. SANTOS and Andrea F.T

Leia mais

Biomassa Microbiana em Cultivo de Alface sob Diferentes Adubações Orgânicas e Manejo da Adubação Verde

Biomassa Microbiana em Cultivo de Alface sob Diferentes Adubações Orgânicas e Manejo da Adubação Verde Biomassa Microbiana em Cultivo de Alface sob Diferentes Adubações Orgânicas e Manejo da Adubação Verde Microbial Biomass In Lettuce Culture Under Different Organic Fertilizers And Management Of Green Manure

Leia mais

Neutron Reference Measurements to Petroleum Industry

Neutron Reference Measurements to Petroleum Industry LABORATÓRIO NACIONAL DE METROLOGIA DAS RADIAÇÕES IONIZANTES IRD- Instituto de Radioproteção e Dosimetria Neutron Reference Measurements to Petroleum Industry Karla C. de Souza Patrão, Evaldo S. da Fonseca,

Leia mais

Variação Temporal de Elementos Meteorológicos no Município de Pesqueira-PE

Variação Temporal de Elementos Meteorológicos no Município de Pesqueira-PE Variação Temporal de Elementos Meteorológicos no Município de Pesqueira-PE Diogo Francisco Borba Rodrigues¹; Abelardo Antônio de Assunção Montenegro²; Tatiana Patrícia Nascimento da Silva³ & Ana Paula

Leia mais

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO)

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO) SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO) 1 Principal(ais) área(s) de estudo da qualificação: Engenharia Civil - Planeamento Urbanístico Engenharia Civil

Leia mais

INTERFERÊNCIA DO TREINAMENTO EM NATAÇÃO COM DIFERENTES INTENSIDADES NA CARCINOGÊNESE EXPERIMENTAL DO CÓLON

INTERFERÊNCIA DO TREINAMENTO EM NATAÇÃO COM DIFERENTES INTENSIDADES NA CARCINOGÊNESE EXPERIMENTAL DO CÓLON WELLINGTON LUNZ INTERFERÊNCIA DO TREINAMENTO EM NATAÇÃO COM DIFERENTES INTENSIDADES NA CARCINOGÊNESE EXPERIMENTAL DO CÓLON Dissertação apresentada à Universidade Federal de Viçosa, como parte das exigências

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO QUÍMICA E MINERALÓGICA DE RESÍDUOS DE QUARTZITOS PARA UTILIZAÇÃO EM REVESTIMENTO CERÂMICO

CARACTERIZAÇÃO QUÍMICA E MINERALÓGICA DE RESÍDUOS DE QUARTZITOS PARA UTILIZAÇÃO EM REVESTIMENTO CERÂMICO CARACTERIZAÇÃO QUÍMICA E MINERALÓGICA DE RESÍDUOS DE QUARTZITOS PARA UTILIZAÇÃO EM REVESTIMENTO CERÂMICO Souza, Marcondes Mendes IFRN marcondes.mendes@ifrn.edu.br 1 Costa, Franciné Alves UFRN - facosta@ct.ufrn.br

Leia mais

APLICATIVO PARA CÁLCULOS DE INFILTRAÇÃO DE ÁGUA NO SOLO COM BASE NAS EQUAÇÕES DE KOSTIAKOV E KOSTIAKOV-LEWIS

APLICATIVO PARA CÁLCULOS DE INFILTRAÇÃO DE ÁGUA NO SOLO COM BASE NAS EQUAÇÕES DE KOSTIAKOV E KOSTIAKOV-LEWIS APLICATIVO PARA CÁLCULOS DE INFILTRAÇÃO DE ÁGUA NO SOLO COM BASE NAS EQUAÇÕES DE KOSTIAKOV E KOSTIAKOV-LEWIS J. V. José 1 ; E. Saretta 2 ; A. P. Camargo 2 ; A. P. A. B. Damasceno 2 ; P. A. A. Marques 3

Leia mais

Carbon stocks and changes across a network of Atlantic Forest plots. Simone Vieira (NEPAM/UNICAMP, Brazil)

Carbon stocks and changes across a network of Atlantic Forest plots. Simone Vieira (NEPAM/UNICAMP, Brazil) Carbon stocks and changes across a network of Atlantic Forest plots Simone Vieira (NEPAM/UNICAMP, Brazil) Forest cover South America the greatest concentration of tropical forests in the world Amazonian

Leia mais

Infraestrutura, Gestão Escolar e Desempenho em Leitura e Matemática: um estudo a partir do Projeto Geres

Infraestrutura, Gestão Escolar e Desempenho em Leitura e Matemática: um estudo a partir do Projeto Geres Naira da Costa Muylaert Lima Infraestrutura, Gestão Escolar e Desempenho em Leitura e Matemática: um estudo a partir do Projeto Geres Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial

Leia mais

Uso da terra na Área de Preservação Permanente do rio Paraíba do Sul no trecho entre Pinheiral e Barra do Piraí, RJ

Uso da terra na Área de Preservação Permanente do rio Paraíba do Sul no trecho entre Pinheiral e Barra do Piraí, RJ Uso da terra na Área de Preservação Permanente do rio Paraíba do Sul no trecho entre Pinheiral e Barra do Piraí, RJ Stephanie Freitas Couto de Magalhães Samara Salamene Tom Adnet Moura Viviane Costa Elias

Leia mais

EFEITO DO ESTRESSE HÍDRICO E DA PROFUNDIDADE DE SEMEADURA NA EMERGÊNCIA DE BRACHIARIA BRIZANTHA CV. MG-5

EFEITO DO ESTRESSE HÍDRICO E DA PROFUNDIDADE DE SEMEADURA NA EMERGÊNCIA DE BRACHIARIA BRIZANTHA CV. MG-5 REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE AGRONOMIA ISSN 1677-0293 PERIODICIDADE SEMESTRAL ANO III EDIÇÃO NÚMERO 5 JUNHO DE 2004 -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Agência de Vigilância Sanitária - ANVISA ITEM 8

Agência de Vigilância Sanitária - ANVISA ITEM 8 2ª Reunião Extraordinária da Câmara Setorial de Alimentos Agência de Vigilância Sanitária - ANVISA ITEM 8 INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS PARA O MONITORAMENTE E GERENCIAMENTO DA CADEIA DE FRIO Luis Madi / Eloísa

Leia mais

Comparação entre Variáveis Meteorológicas das Cidades de Fortaleza (CE) e Patos (PB)

Comparação entre Variáveis Meteorológicas das Cidades de Fortaleza (CE) e Patos (PB) Comparação entre Variáveis Meteorológicas das Cidades de Fortaleza (CE) e Patos (PB) F. D. A. Lima 1, C. H. C. da Silva 2, J. R. Bezerra³, I. J. M. Moura 4, D. F. dos Santos 4, F. G. M. Pinheiro 5, C.

Leia mais

ALOCAÇÃO DE VAGAS NO VESTIBULAR PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR

ALOCAÇÃO DE VAGAS NO VESTIBULAR PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR ALOCAÇÃO DE VAGAS NO VESTIBULAR PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR Alexadre Stamford da Silva Programa de Pós-Graduação em Egeharia de Produção PPGEP / UFPE Uiversidade Federal

Leia mais

DINÂMICA DA PAISAGEM NA FOZ DO RIO SÃO FRANCISCO A PARTIR DE IMAGENS LANDSAT E CBERS. ALMEIDA, J. A. P. de 1 ; GOMES, L. J. 2

DINÂMICA DA PAISAGEM NA FOZ DO RIO SÃO FRANCISCO A PARTIR DE IMAGENS LANDSAT E CBERS. ALMEIDA, J. A. P. de 1 ; GOMES, L. J. 2 DINÂMICA DA PAISAGEM NA FOZ DO RIO SÃO FRANCISCO A PARTIR DE IMAGENS LANDSAT E CBERS ALMEIDA, J. A. P. de 1 ; GOMES, L. J. 2 RESUMO: Nos últimos anos, uma série de impactos ambientais tem sido relatados

Leia mais

ESTIMATIVA DA EMISSIVIDADE ATMOSFÉRICA E DO BALANÇO DE ONDAS LONGAS EM PIRACICABA, SP

ESTIMATIVA DA EMISSIVIDADE ATMOSFÉRICA E DO BALANÇO DE ONDAS LONGAS EM PIRACICABA, SP ESTIMATIVA DA EMISSIVIDADE ATMOSFÉRICA E DO BALAÇO DE ODAS LOGAS EM PIRACICABA, SP Kare Maria da Costa MATTOS (1) ; Marcius Gracco Marcoi GOÇALVES (1) e Valter BARBIERI () (1) Aluos de Pós-graduação em

Leia mais

Produção de Híbridos Comercias de Pimentão (Capsicum annuum) em Cultivo Protegido no Estado de Roraima.

Produção de Híbridos Comercias de Pimentão (Capsicum annuum) em Cultivo Protegido no Estado de Roraima. Produção de Híbridos Comercias de Pimentão (Capsicum annuum) em Cultivo Protegido no Estado de Roraima. Kátia de Lima Nechet (1) ; Bernardo de Almeida Halfeld-Vieira (1) ; Paulo Roberto Valle da Silva

Leia mais

BALANÇO HÍDRICO COMO FERRAMENTA AO PLANEJAMENTO AGROPECUÁRIO PARA A CIDADE DE PALMAS TO

BALANÇO HÍDRICO COMO FERRAMENTA AO PLANEJAMENTO AGROPECUÁRIO PARA A CIDADE DE PALMAS TO BALANÇO HÍDRICO COMO FERRAMENTA AO PLANEJAMENTO AGROPECUÁRIO PARA A CIDADE DE PALMAS TO ERLAN SILVA DE SOUSA 1, ROBERTA ARAÚJO E SILVA 2, GIRLENE FIGUEIREDO MACIEL 3, RONES GOMES NUNES 4, FRANK WYLHA LIMA

Leia mais

MATERIAIS E METODOLOGIA

MATERIAIS E METODOLOGIA QUANTIFICAÇÃO DA PRECIPITAÇÃO E A RELAÇÃO COM A PRESSÃO ATMOSFÉRICA EM UMA ÁREA DE CULTIVO DE MANGA NO MUNICÍPIO DE CUIARANA-PA SILVA, F. M. 1 ; TORRES, C.S.C. 2 ; SOUSA, A. M. L. 3 ; NUNES, H. G. G. C.

Leia mais

Restrição de crédito, auto-seleção e brain effect

Restrição de crédito, auto-seleção e brain effect Leandro Siqueira Carvalho Restrição de crédito, auto-seleção e brain effect Dois ensaios sobre migração Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do título de

Leia mais

MUDANÇAS CLIMÁTICAS E SEUS IMPACTOS NAS PRODUTIVIDADES DAS CULTURAS DO FEIJÃO E DO MILHO NO ESTADO DE MINAS GERAIS

MUDANÇAS CLIMÁTICAS E SEUS IMPACTOS NAS PRODUTIVIDADES DAS CULTURAS DO FEIJÃO E DO MILHO NO ESTADO DE MINAS GERAIS MUDANÇAS CLIMÁTICAS E SEUS IMPACTOS NAS PRODUTIVIDADES DAS CULTURAS DO FEIJÃO E DO MILHO NO ESTADO DE MINAS GERAIS LEYDIMERE J. C. OLIVEIRA (1), LUIZ C. COSTA (2), GILBERTO C. SEDIYAMA (3), WILLIAMS P.

Leia mais

Impacto dos padrões de circulação nos recursos de energia renovável na Ibéria

Impacto dos padrões de circulação nos recursos de energia renovável na Ibéria Impacto dos padrões de circulação nos recursos de energia renovável na Ibéria EOLICA HIDRAULICA SOLAR Ricardo Machado Trigo (Univ. Lisboa) Agradecimentos: S. Jerez, D. Pozo-Vázquez, J.P. Montávez, S.M.

Leia mais

the douro Valley o Vale do Douro

the douro Valley o Vale do Douro o Vale do Douro O Vale do Rio Douro está localizado no Norte de Portugal e é famoso pelo cultivo de oliveiras, amendoeiras e especialmente uvas para a produção de Vinho do Porto. Também os Vinhos do Douro

Leia mais

Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding

Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding Pedro Gomes Moscoso Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia de Redes de Comunicações Presidente: Orientador: Co-Orientador:

Leia mais

AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DA UTILIZAÇÃO DA SEMENTE DA MORINGA OLEÍFERA NO TRATAMENTO DE ÁGUA

AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DA UTILIZAÇÃO DA SEMENTE DA MORINGA OLEÍFERA NO TRATAMENTO DE ÁGUA AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DA UTILIZAÇÃO DA SEMENTE DA MORINGA OLEÍFERA NO TRATAMENTO DE ÁGUA NUNES, Natália Andrade¹; NAGEL, Gustavo Willy¹; SILVA, Betina Suziellen Gomes da¹; COSTA, Mayla Talitta Vieira¹;

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EM UMA ORGANIZAÇÃO

Leia mais

XVI CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 22 a 26 de outubro de 2007 ATRIBUTOS FÍSICOS DE UM LATOSSOLO VERMELHO-AMARELO SUBMETIDO A DIFERENTES MANEJOS

XVI CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 22 a 26 de outubro de 2007 ATRIBUTOS FÍSICOS DE UM LATOSSOLO VERMELHO-AMARELO SUBMETIDO A DIFERENTES MANEJOS ATRIBUTOS FÍSICOS DE UM LATOSSOLO VERMELHO-AMARELO SUBMETIDO A DIFERENTES MANEJOS FABRÍCIO DE MENEZES TELO SAMPAIO 1 ; MOZART MARTINS FERREIRA 2 ; ALBERTO CARDOSO ALMEIDA 3 ; STÉLIO MAIA MENEZES 4. RESUMO

Leia mais

5º CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM PETRÓLEO E GÁS

5º CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM PETRÓLEO E GÁS 5º CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM PETRÓLEO E GÁS TÍTULO DO TRABALHO: DETERMINAÇÃO DA POROSIDADE EFETIVA E DO VOLUME POROSO DE ROCHAS SEDIMENTARES DA BACIA DO PARANÁ ATRAVÉS DE ANÁLISE

Leia mais

Simulação de Evento de Tempo Extremo no Estado de Alagoas com o Modelo Regional BRAMS

Simulação de Evento de Tempo Extremo no Estado de Alagoas com o Modelo Regional BRAMS Simulação de Evento de Tempo Extremo no Estado de Alagoas com o Modelo Regional BRAMS Heriberto dos Anjos Amaro 1, Elisângela Gonçalves Lacerda 1, Luiz Carlos Baldicero Molion 2 1 Pontifícia Universidade

Leia mais

10997 - Estudo e monitoramento de voçoroca em assentamento rural. Study and monitoring of gully in rural settlements.

10997 - Estudo e monitoramento de voçoroca em assentamento rural. Study and monitoring of gully in rural settlements. 10997 - Estudo e monitoramento de voçoroca em assentamento rural. Study and monitoring of gully in rural settlements. POLIZEL, R. H. P. 1 ; MANCIO, D. 2 ; CARDOSO, I. M. 3 ; MENDONÇA, E. S. 4 1 rafael.polizel@ufv.br;

Leia mais

ESTIMATIVA DA RADIAÇÃO SOLAR GLOBAL NO NOROESTE PAULISTA

ESTIMATIVA DA RADIAÇÃO SOLAR GLOBAL NO NOROESTE PAULISTA ESTIMATIVA DA RADIAÇÃO SOLAR GLOBAL NO NOROESTE PAULISTA M. D. de Lacerda 1, F. B. T. Hernandez 2, R. A. M. Franco 1, D. G. Feitosa 3, G. O. Santos 3, A. H. C. Teixeira 4 RESUMO: A estimativa da radiação

Leia mais

Types of Investments: Equity (9 companies) Convertible Notes (10 companies)

Types of Investments: Equity (9 companies) Convertible Notes (10 companies) IMPACT INVESTING WE STARTED... A Venture Capital Fund Focused on Impact Investing Suport: Financial TA Criterias to select a company: Social Impact Profitabilty Scalability Investment Thesis (Ed, HC,

Leia mais

Medição do fluxo de calor sensível com anemômetro sônico e de hélice Cristhiane Michiko Passos Okawa 1 Nelson Luís Dias 2

Medição do fluxo de calor sensível com anemômetro sônico e de hélice Cristhiane Michiko Passos Okawa 1 Nelson Luís Dias 2 Medição do fluxo de calor sensível com anemômetro sônico e de hélice Cristhiane Michiko Passos Okawa 1 Nelson Luís Dias 2 1 Abstract Sensible heat flux has been measured with two eddy-correlation (EC)

Leia mais

Cutting Behavior and Process Monitoring During Grinding of Ceramics Using CVD-Tools - GRINDADVCER -

Cutting Behavior and Process Monitoring During Grinding of Ceramics Using CVD-Tools - GRINDADVCER - Cutting Behavior and Process Monitoring During Grinding of Ceramics Using CVD-Tools - GRINDADVCER - Prof. Dr. Eng. Rodrigo Lima Stoeterau Structure Objectives Working team Working projects development

Leia mais

Visitor, is this is very important contact with you. WATH DO WE HERE?

Visitor, is this is very important contact with you. WATH DO WE HERE? Visitor, is this is very important contact with you. I m Gilberto Martins Loureiro, Piraí s Senior Age Council President, Rio de Janeiro State, Brazil. Our city have 26.600 habitants we have 3.458 senior

Leia mais

Palavras-chave: Controle Autonômico; Recuperação; Treinamento Esportivo; Esportes Coletivos.

Palavras-chave: Controle Autonômico; Recuperação; Treinamento Esportivo; Esportes Coletivos. RESUMO O futsal é um esporte intermitente com muitas substituições e pausas durante a partida, o que possibilita a recuperação de variáveis fisiológicas durante esses momentos, proporcionando ao jogador,

Leia mais

CORRELAÇÃO ENTRE DADOS DE VENTO GERADOS NO PROJETO REANALYSIS DO NCEP/NCAR E OBSERVADOS EM REGIÕES DO ESTADO DO CEARÁ.

CORRELAÇÃO ENTRE DADOS DE VENTO GERADOS NO PROJETO REANALYSIS DO NCEP/NCAR E OBSERVADOS EM REGIÕES DO ESTADO DO CEARÁ. CORRELAÇÃO ENTRE DADOS DE VENTO GERADOS NO PROJETO REANALYSIS DO NCEP/NCAR E OBSERVADOS EM REGIÕES DO ESTADO DO CEARÁ. Cícero Fernandes Almeida Vieira 1, Clodoaldo Campos dos Santos 1, Francisco José Lopes

Leia mais

IMPACTOS AMBIENTAIS DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NO PROCESSO DE CORTE FLORESTAL RELACIONADOS AOS MEIOS FÍSICO E BIÓTICO

IMPACTOS AMBIENTAIS DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NO PROCESSO DE CORTE FLORESTAL RELACIONADOS AOS MEIOS FÍSICO E BIÓTICO IMPACTOS AMBIENTAIS DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NO PROCESSO DE CORTE FLORESTAL RELACIONADOS AOS MEIOS FÍSICO E BIÓTICO Luís Carlos de Freitas 1 ; Sérgio Luís Martins dos Santos 2 1. Professor Adjunto da Universidade

Leia mais

VARIABILIDADE DA UMIDADE RELATIVA DO AR NA BACIA DE BARRA DOS COQUEIROS - CAÇU-GO 1

VARIABILIDADE DA UMIDADE RELATIVA DO AR NA BACIA DE BARRA DOS COQUEIROS - CAÇU-GO 1 VARIABILIDADE DA UMIDADE RELATIVA DO AR NA BACIA DE BARRA DOS COQUEIROS - CAÇU-GO 1 Lázara Fernanda Moraes de Carvalho UFG-CampusJataí lazarafernanda@hotmail.com Regina Maria Lopes UFG lopesgeo@yahoo.com.br

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO COMPUTACIONAL PARA O CONTROLE DO MANEJO DA IRRIGAÇÃO 1

DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO COMPUTACIONAL PARA O CONTROLE DO MANEJO DA IRRIGAÇÃO 1 DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO COMPUTACIONAL PARA O CONTROLE DO MANEJO DA IRRIGAÇÃO 1 M. G. Silva 2 ; F. D. D. Arraes 3 ; E. R. F. Ledo 4 ; D. H. Nogueira 5 RESUMO: O presente trabalho teve por objetivo

Leia mais

Seleção de clones de batata para a pequena produção.

Seleção de clones de batata para a pequena produção. Seleção de clones de batata para a pequena produção. Nilceu R.X. de Nazareno 1 ; Arione da S. Pereira 2 ; Odone Bertoncini 3 ; Carlos A. B. Medeiros 2 1 IAPAR, Unidade Regional de Pesquisa Leste Curitiba,

Leia mais

RELAÇÃO ENTRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS E ÁREA COLHIDA NO RIO GRANDE DO NORTE E PARAÍBA

RELAÇÃO ENTRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS E ÁREA COLHIDA NO RIO GRANDE DO NORTE E PARAÍBA RELAÇÃO ENTRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS E ÁREA COLHIDA NO RIO GRANDE DO NORTE E PARAÍBA 1 Carlos Antônio Costa dos Santos; 2 José Ivaldo Barbosa de Brito RESUMO O objetivo deste trabalho é estimar e verificar

Leia mais

BIBLIOGRAFIA. Faupel, A. & Sharp, P. (2003). Promoting emotional literacy. Guidelines for schools, local authorities and

BIBLIOGRAFIA. Faupel, A. & Sharp, P. (2003). Promoting emotional literacy. Guidelines for schools, local authorities and RESUMO EXPANDIDO Pode definir-se Literacia Emocional como a capacidade para reconhecer, compreender, expressar e gerir estados emocionais, do próprio e de outras pessoas, existindo associações entre esta

Leia mais

INSTRUÇÃO PARA REALIZAÇÃO DA PROVA DE PROFICIENCIA EM INGLÊS

INSTRUÇÃO PARA REALIZAÇÃO DA PROVA DE PROFICIENCIA EM INGLÊS INSTRUÇÃO PARA REALIZAÇÃO DA PROVA DE PROFICIENCIA EM INGLÊS 1) Este caderno contém cinco questões discursivas. Caso apresente defeito de impressão ou falta de questão, o candidato deverá solicitar ao

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO PLUVIOMETRICA POR QUINQUÍDIOS DA CIDADE DE PIRENOPOLIS - GO

CARACTERIZAÇÃO PLUVIOMETRICA POR QUINQUÍDIOS DA CIDADE DE PIRENOPOLIS - GO CARACTERIZAÇÃO PLUVIOMETRICA POR QUINQUÍDIOS DA CIDADE DE PIRENOPOLIS - GO Silva, M. A. G 1* ; Guimarães Junior, J. M; 1 Esteves, A. A. M; 2 Maciel, F. L; 3 Ucker, F.E; 1,3,4 Santos, F.C.V; 1, 3,4 Correchel,

Leia mais

QUANTIFICAÇÃO DA CHUVA COM DADOS DE RADAR METEOROLÓGICO EM ÁREAS CULTIVADAS, ATRAVÉS DE TRÊS RELAÇÕES Z-R

QUANTIFICAÇÃO DA CHUVA COM DADOS DE RADAR METEOROLÓGICO EM ÁREAS CULTIVADAS, ATRAVÉS DE TRÊS RELAÇÕES Z-R QUANTIFICAÇÃO DA CHUVA COM DADOS DE RADAR METEOROLÓGICO EM ÁREAS CULTIVADAS, ATRAVÉS DE TRÊS RELAÇÕES Z-R ZILDENE PEDROSA O. EMÍDIO 1, ROBERTO V. CALHEIROS² ¹Meteorologista, Ph.D., Instituto de Pesquisas

Leia mais

Anais III Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto Aracaju/SE, 25 a 27 de outubro de 2006

Anais III Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto Aracaju/SE, 25 a 27 de outubro de 2006 GEOPROCESSAMENTO E FOTOINTERPRETAÇÃO APLICADOS À ANÁLISE DAS TRANSFORMAÇÕES SOCIOECONÔMICAS E ESPACIAIS PROVOCADAS PELO TURISMO NAS COMUNIDADES MASSAGUEIRA/RUA NOVA, MARECHAL DEODORO, ALAGOAS ARAUJO, L.

Leia mais