Visão geral sobre o Módulo NF-e (Versão 2.0)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Visão geral sobre o Módulo NF-e (Versão 2.0)"

Transcrição

1 Manual Manual Visão geral sobre o (Versão 2.0) O módulo Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) do Microvix ERP permite gerar documentos fiscais eletrônicos, modelos 1 e 1A (através do modelo 55 - Nota Fiscal Eletrônica, que existe para substituir estes modelos), com validade jurídica para o encaminhamento à Secretaria de Fazenda Estadual de Jurisdição seguindo as definições e critérios técnicos necessários para a integração entre os Portais das Secretarias da Fazenda dos Estados e os sistemas de informações das empresas emissoras de NFe do Projeto da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e). NOTA Para utilizar esse módulo, por favor, verifique a contratação do mesmo junto a Microvix. Nota Fiscal Eletrônica Segue abaixo o detalhamento extraído do Portal Nacional para melhor compreensão sobre o conceito de Nota Fiscal Eletrônica: O que é a Nota Fiscal Eletrônica - NF-e? Pode-se conceituar a Nota Fiscal Eletrônica como sendo um documento de existência apenas digital, emitido e armazenado eletronicamente, com o intuito de documentar, para fins fiscais, uma operação de circulação de mercadorias ou uma prestação de serviços, ocorrida entre as partes. Sua validade jurídica é garantida pela assinatura digital do remetente (garantia de autoria e de integridade) e pela recepção, pelo Fisco, do documento eletrônico, antes da ocorrência do fato gerador. Quais são as vantagens da NF-e? A Nota Fiscal Eletrônica proporciona benefícios a todos os envolvidos em uma transação comercial. Para os emitentes da Nota Fiscal Eletrônica (vendedores) podem ser citados os seguintes benefícios: Redução de custos de impressão do documento fiscal, uma vez que o documento é emitido eletronicamente. O modelo da NF-e contempla a impressão de um documento em papel, chamado de Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica (DANFE), cuja função é acompanhar o trânsito das mercadorias ou facilitar a consulta da respectiva NF-e na internet. Apesar de ainda haver, portanto, a

2 impressão de um documento em papel, deve-se notar que este pode ser impresso em papel comum A4 (exceto papel jornal), geralmente em apenas uma via; Redução de custos de aquisição de papel, pelos mesmos motivos expostos acima; Redução de custos de armazenagem de documentos fiscais. Atualmente os documentos fiscais em papel devem ser guardados pelos contribuintes, para apresentação ao fisco pelo prazo decadencial. A redução de custo abrange não apenas o espaço físico necessário para adequada guarda de documentos fiscais como também toda a logística que se faz necessária para sua recuperação. Um contribuinte que emita, hipoteticamente, 100 Notas Fiscais por dia, contará com aproximadamente notas por mês, acumulando cerca de ao final de 5 anos. Ao emitir os documentos apenas eletronicamente a guarda do documento eletrônico continua sob responsabilidade do contribuinte, mas o custo do arquivamento digital é muito menor do que o custo do arquivamento físico; GED - Gerenciamento Eletrônico de Documentos: a NF-e é um documento eletrônico e não requer a digitalização do original em papel, o que permite a otimização dos processos de organização, guarda e gerenciamento de documentos eletrônicos, facilitando a recuperação e intercâmbio das informações; Simplificação de obrigações acessórias. Inicialmente a NF-e prevê dispensa de Autorização de Impressão de Documentos Fiscais AIDF. No futuro outras obrigações acessórias poderão ser simplificadas ou eliminadas com a adoção da NF-e; Redução de tempo de parada de caminhões em Postos Fiscais de Fronteira. Com a NF-e, os processos de fiscalização realizados nos postos fiscais de fiscalização de mercadorias em trânsito serão simplificados, reduzindo o tempo de parada dos veículos de cargas nestas unidades de fiscalização; Incentivo a uso de relacionamentos eletrônicos com clientes (B2B). O B2B (business-to-business) é uma das formas de comércio eletrônico existentes e envolve as empresas (relação empresa - à - empresa ). Com o advento da NF-e, espera-se que tal relacionamento seja efetivamente impulsionado pela utilização de padrões abertos de comunicação pela Internet e pela segurança trazida pela certificação digital. Como funciona o modelo operacional da NF-e? De maneira simplificada, a empresa emissora de NF-e gerará um arquivo eletrônico que deverá conter as informações fiscais da operação comercial e também ser assinado digitalmente pelo emitente para garantir a integridade dos dados e a autoria do emissor. Este arquivo eletrônico, que corresponde a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), será então transmitido pela internet para a Secretaria da Fazenda do Estado em que estiver localizado o emitente, que fará uma pré-validação do arquivo e devolverá uma Autorização de Uso, sem a qual não poderá haver o trânsito da mercadoria. Após a autorização do uso da NF-e, a Secretaria da Fazenda disponibilizará consulta, na internet, para o destinatário e outros legítimos interessados que detenham a chave de acesso do documento eletrônico. Este mesmo arquivo da NF-e será ainda transmitido, pela Secretaria de Fazenda do Estado do emitente, para a Receita Federal do Brasil, que será repositório de todas as NF-e emitidas (Ambiente Nacional) e, no caso de uma operação interestadual, para a Secretaria de Fazenda de destino da operação. Também será transmitida para a unidade federada de desembaraço aduaneiro, em se tratando de operação de importação de mercadoria ou bem do exterior, e para a Superintendência da Zona Franca de Manaus SUFRAMA, quando a NF-e tiver como destinatário pessoa localizada nas áreas incentivadas. Para acompanhar o trânsito da mercadoria deverá ser impressa em papel comum e em única via, uma representação gráfica simplificada da Nota Fiscal Eletrônica intitulada DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica). Este documento trará impresso a chave de acesso para consulta da NF-e na Página 2

3 internet e um código de barras unidimensional que facilitará a captura e a confirmação de informações da NF-e pelos Postos Fiscais de Fronteira dos demais Estados. Fonte: Portal Nacional da Nota Fiscal Eletrônica Fonte: Manual de Emissão da NF-e em Contingência Antes do detalhamento de utilização do módulo, é muito importante conhecer conceitualmente todas as informações sobre Nota Fiscal Eletrônica e para isso, o Portal Nacional dispõe de respostas às dúvidas mais freqüentes sobre o assunto, tais como: quais as validações que são realizadas pela Secretaria da Fazenda, qual o limite dos produtos (itens) em uma única NF-e, como proceder no caso de problemas com a emissão da NF-e, entre outros. Para conhecer estas informações pode- se acessar: Através do módulo de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) do Microvix ERP será possível gerar o arquivo eletrônico que deverá conter as informações fiscais da operação comercial (geração normal ou em contingência), transmitir o arquivo (individualmente ou em lote), imprimir o DANFE, consultar a situação da NF, realizar o cancelamento, exclusão, entre outros recursos. Enfim, conta com todas as operações necessárias para o processo de Nota fiscal Eletrônica. Utilização do Recurso Os seguintes procedimentos devem ser seguidos para a empresa se tornar um emissor de NF-e: 1 Credenciar-se como emissora de NF-e no Estado onde esteja estabelecida; 2 Para emissão de NF-e é necessária a utilização de um Certificado Digital, por isso, a empresa precisará adquirir um certificado digital nos padrões da NF-e junto a uma Autoridade Certificadora (AC) credenciada na ICP-Brasil. Uma lista das ACs comerciais pode ser obtida no site do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, ITI, em Página 3

4 Após tornar-se um emissor de NF-e, é necessário: 1 Solicitar ao setor Comercial da Microvix a liberação do módulo NF-e. 2 Para que uma NF-e possa ser gerada pelo módulo NF-e do Microvix ERP é imprescindível repassar o Certificado Digital em formato digital (denominado e-cnpj), bem como número de série e senha do mesmo ao Suporte Técnico Microvix. 3 Definir junto ao Suporte Técnico a Identificação do Ambiente (Homologação ou Produção), isto é, se as notas fiscais geradas e emitidas serão apenas de testes da empresa ou de caráter oficial. 4 Nas configurações da empresa (Empresa -> Dados da Empresa), a cidade da empresa (emitente da nota) deve ser pesquisada através da lupa, pois o sistema carrega nesta página os municípios cadastrados no IBGE, não sendo possível informar o nome da cidade manualmente. Ao selecionar a cidade, automaticamente o campo Estado é preenchido e fica bloqueado para alteração. Isso se faz necessário para que a cidade da empresa tenha seu código válido nos arquivos de nota fiscal eletrônica, gerados pelo módulo NF-e. 5 No cadastro/alteração de clientes/fornecedores (CRM -> Cadastro ou CRM -> Pesquisa), as cidades também devem ser pesquisadas através da lupa, para que seja executado o mesmo processo citado no item anterior, para garantir que as cidades dos clientes (destinatários) estejam cadastradas na base de dados do IBGE, tendo assim seu código válido nos arquivos de nota fiscal eletrônica, gerados pelo módulo NF-e. 6 Para vendas realizadas com naturezas de operação que estão configuradas para não atualizar estoque ou por necessidade fiscal, é necessário marcar a opção Exibe NF-e (Determina a exibição incondicional da Nota na listagem do módulo da NF-e) no cadastro/alteração da natureza de operação (Faturamento -> Cadastros Auxiliares -> Natureza de Operação), para que a nota lançada esteja disponível no módulo NF-e. Para carregar o módulo basta acessar o menu NF-e -> Iniciar NF-e. NOTA Para obter informações detalhadas sobre as configurações necessárias para o uso do módulo, vide Tutorial Emissor de Nota Fiscal Eletrônica, no item Credenciamento como Emissor de Nota Fiscal Eletrônica que se encontra na guia Documentação. O módulo NF-e e seus recursos estão protegidos pelo gerenciamento de segurança do sistema e somente estarão disponíveis se o usuário em questão tiver permissão para acesso (Grupo NF-e). Informações Conforme indicado na Figura abaixo, após iniciar o módulo NF-e são apresentados links (ou guias) com as operações que podem ser executadas. A primeira a ser apresentada é a guia Informações. Esta guia é a página inicial exibida ao acessar o módulo e exibe diversas informações importantes como o status, onde constam os dados do certificado digital, a situação de uso do ambiente (homologação ou produção), os últimos documentos emitidos e suas atuais situações, as permissões que o usuário em questão possui para utilização do recurso, entre outras. Página 4

5 Informações do módulo NF-e Últimos documentos No grupo Status, ao clicar no botão é possível visualizar os atributos dos dados da empresa que estão relacionados à emissão da NF-e. São estes atributos que definem se o sistema está apto ou não, a emitir NF-e. Informações do módulo NF-e - Status Página 5

6 O ícone indica que o atributo está correto para a emissão de NF-e. O ícone indica que existe alguma inconsistência no atributo e deve ser verificada, porém é possível realizar a emissão de NF-e. O ícone indica que existe alguma inconsistência que deve ser verificada antes de realizar qualquer operação no módulo NF-e. No grupo Você possui as seguintes permissões no módulo, ao clicar no botão visualizar todas as permissões que o usuário possui no módulo NF-e. é possível Informações do módulo NF-e - Permissões NF-e Esta guia fornece as principais funções do módulo. Através dos filtros os documentos podem ser pesquisados por data de emissão, número, série, chave de acesso e situação. Página 6

7 Guia NF-e Os fluxos do módulo, que incluem geração de arquivo, cancelamento, exclusão, envio de arquivo, impressão do DANFE, entre outros, estão protegidos pelo gerenciamento de segurança do sistema e somente estarão disponíveis se o usuário em questão tiver permissão para acesso (Grupo NF-e, Subgrupo Fluxos da NF-e). Todas as notas fiscais de venda lançadas no Microvix ERP com uma série disponível para NF-e e que possui o modelo de nota fiscal Nota Fiscal Eletrônica (modelo 55) configurado em seu cadastro (Faturamento -> Cadastros Auxiliares -> Série de Saída) estarão aqui disponíveis para o processo de geração e envio do arquivo da NF-e. Ao clicar em Pesquisar serão listadas as notas fiscais e através do link que aparece na coluna Opções, as principais operações do processo de nota fiscal eletrônica poderão ser realizadas. Para atualizar a listagem é necessário filtrar novamente clicando no botão. Página 7

8 Página de listagem dos documentos Operações Disponíveis no link da coluna de Opções: Impressão de DANFE: O DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica) é uma representação gráfica simplificada da Nota Fiscal Eletrônica que deve ser impressa para acompanhar o trânsito da mercadoria. Esta opção somente estará disponível para notas com as seguintes situações: Autorizada, Pendente de Autorização, Pendente de Envio ou Rejeitada. Página 8

9 Exemplo de DANFE NOTA 1. O campo CST/CSOSN contido no DANFE é preenchido de acordo com o regime tributário da empresa. Para empresas que possuem o regime tributário: Simples Nacional (Empresa -> Dados da Empresa -> Regime Tributário), o campo CST/CSOSN será preenchido com a informação que estiver selecionada no campo CSOSN da configuração tributária, referente à natureza de operação utilizada. E para empresas que possuem o regime tributário: simples nacional - Excesso de sublimite de receita bruta ou regime normal o campo CST/CSOSN será preenchido com a informação proveniente do campo CST. 2. Os campos de Data de entrada/saída e Hora de saída estarão preenchidos no DANFE e no XML da NF-e somente se forem informados na emissão da nota fiscal: Página 9

10 Cadastro de Nota Fiscal de saída Envio de 3. Torna-se vigente em 10/06/13 a Lei nº De olho no Imposto, que obriga a apresentação dos percentuais de impostos incididos em cada item dispostos à venda. Sendo assim, na nota fiscal de saída, cupom fiscal, documento interno, NF-e e DANFE serão exibidos os valores aproximados dos tributos dos itens (produtos/serviços) e também um totalizador com a soma aproximada destes. Maiores informações sobre a configuração dos percentuais visualize os manuais: Estoque (Item Config. Tributária) e Faturamento (Item Natureza de Operação). 4. Ainda no DANFE poderão ser exibidas as informações relacionadas à FCI (Ficha de Conteúdo de Importação) ao lado da descrição do produto, são elas: Valor parcela importada exterior (R$), Número da FCI, Conteúdo importação (%) e Valor total saída interestadual (R$). No entanto, estas informações somente serão exibidas se estiverem marcadas na configuração tributária do respectivo produto. E os valores serão exibidos de acordo com os dados cadastrados para o produto em FCI s registradas. Havendo mais de uma ficha registrada para o produto, será considerada apenas a última. Maiores informações vide manual Estoque (Itens FCI - Ficha de Conteúdo de Importação e Configuração tributária ). 5. Para as cidades em que o número do endereço seja composto de números e letras, o campo Complemento Número localizado em Empresa -> Dados da empresa e CRM - > Cadastro ou Pesquisa deverá ser preenchido com a parte do número que contenha a(s) letra(s), essa informação será exibida no DANFE junto ao número do endereço. Enviar Esta opção somente estará disponível se a nota estiver autorizada ou cancelada. Clicando neste link, um com os dados da nota (em XML) será enviado para o endereço informado no campo Para, onde por padrão já estarão listados o do cliente e do transportador da nota (se o cliente e o transportador tiverem um válido informado no seu cadastro no módulo de CRM. O poderá ser enviado para mais de um destinatário ao mesmo tempo, para isso deve-se separá-los com uma vírgula (,). O será do remetente MicrovixNFe e terá o seguinte título: NF-e (Empresa emissora: Nome da Empresa). Página 10

11 NOTA É possível configurar para que o sistema realize o envio automático do Danfe/XML para o endereço de do cliente e para alguns s adicionados no sistema. Para tanto, é necessário ativar os parâmetros globais "Enviar arquivos automaticamente para o cliente da nota" e "Enviar arquivos automaticamente para os endereços de abaixo". Quando ativado os dois parâmetros será exibido um novo campo Naturezas de Operação, que irá determinar quais notas fiscais eletrônicas serão enviadas aos respectivos s. E habilitando o segundo parâmetro também será exibido um novo campo texto com a possibilidade de inserção de um ou mais s que receberão o Danfe/XML. Se o primeiro parâmetro estiver marcado, a(s) natureza(s) de operação(ões) selecionada, e no cadastro do cliente estiver informado o endereço de , ao realizar a autorização de uma NF-e o sistema enviará um automático para o cliente contendo o Danfe/XML da respectiva NF-e. E se o segundo parâmetro estiver marcado, a(s) natureza(s) de operação(ões) selecionada, e o respectivo adicionado, ao realizar a autorização de uma NF-e o sistema também enviará um automático para o adicionado contendo o Danfe/XML. Caso ambos os parâmetros estiverem habilitados e configurados o sistema também enviará aos respectivos endereços de o Danfe/XML ao realizar a autorização de uma NF-e. O envio do manual e automático está protegido pelo gerenciamento de segurança do sistema e somente estará disponível se o usuário em questão tiver permissão para acesso (Grupo NF-e, Subgrupo Fluxos da NF-e, Permissão Enviar ). Baixar NF-e : Esta opção disponibiliza dois formatos para o download: NF-e (XML): Somente estará disponível para notas pendentes de autorização, autorizadas, inutilizadas ou rejeitadas. Este arquivo é o que é enviado à SEFAZ para autorização de uso ou não. NF-e (XML distribuição): Somente estará disponível para notas autorizadas, canceladas, denegadas ou inutilizadas. Este arquivo contem a informação sobre a situação da nf-e, se está autorizada, cancelada, etc. Basta escolher a opção desejada e abrir ou salvar o arquivo. Página 11

12 Download do arquivo da NF-e (XML e XML distribuição) NOTA O arquivo XML da NF-e poderá conter informações variadas, conforme o regime tributário configurado para a empresa. Para empresas que possuem o regime tributário: Simples Nacional (Empresa -> Dados da Empresa -> Regime Tributário), o arquivo em questão trará em seu conteúdo a informação da CSOSN. E para empresas que possuem o regime tributário: Simples nacional - Excesso de sublimite de receita bruta ou regime normal, o arquivo trará a informação do CST (Maiores informações vide Manual Estoque Cadastros Auxiliares Config. Tributária). Consulta de situação da NF: Somente fará sentido utilizar este recurso após o envio da nota ao SEFAZ, pois esta opção tem como objetivo informar a situação da NF após ter sido enviada, isto é, se ela foi autorizada, rejeitada, se há duplicidade, se foi inutilizada, entre outras ocorrências. A consulta de situação é de grande utilidade, pois através dela será possível saber o status atual da nota. Caso a situação seja consultada antes do envio, a seguinte mensagem será exibida: Rejeição: NF-e não consta na base de dados da SEFAZ. Caso a nota fiscal encontre-se com situação denegada pela SEFAZ, o documento será denegado e cancelado automaticamente no Microvix ERP. Consulta da situação da NF-e Consulta Processamento da NF: Esta opção estará disponível também ao fim do envio da nota quando a mesma estiver com a situação Pendente de Autorização (depois do envio e antes da resposta do SEFAZ) ou Rejeitada. Este recurso permite identificar a situação de processamento, isto é, se a nota foi processada e qual o resultado. Caso a nota seja denegada pela SEFAZ, no momento da resposta da SEFAZ à situação do documento, a nota fiscal será denegada e cancelada automaticamente no Microvix ERP. Envio Individual/Lote: Após a geração do arquivo é necessário enviá-lo para a SEFAZ. O módulo NF-e permite enviar várias notas ao mesmo tempo (em lote) ou individualmente e para isso as notas Página 12

13 devem estar com a situação Pendente de Envio. Após esta etapa, é necessário aguardar um retorno do SEFAZ autorizando o uso, sem o qual não poderá ocorrer o trânsito da mercadoria. A autorização ou rejeição ocorre quase que instantaneamente, podendo ser consultada no link Consulta Processamento da NF que aparece ao final da página de envio ou poderá ser consultado mais tarde, através da opção Consulta de situação da NF na listagem de notas. Gerar Arquivo da NF-e -> Normal: Para realizar a geração da nota fiscal eletrônica, deve-se utilizar este recurso. Somente será possível gerar o arquivo se a nota estiver em uma das seguintes situações: Pendente de Geração, Pendente de Envio ou Rejeitada. Gerar Arquivo da NF-e -> Contingência: Este recurso não deve ser utilizado com freqüência, mas somente em casos específicos em que não é possível realizar o envio normal por questões de problemas técnicos e a mercadoria deve ser despachada, para que o DANFE seja impresso no formulário de segurança (FS ou FS-DA). Assim que a conexão se restabelecer, é obrigatório realizar o envio da Nota Fiscal. Para maiores informações, vide o Portal da Nota Fiscal Eletrônica: Excluir NF-e: Caso a nota fiscal ainda não tenha sido enviada para a base de dados da SEFAZ, esta opção estará disponível. Através dela é possível excluir a nota fiscal que foi gerada (mas não enviada) da listagem do módulo de NF-e, isto é, esta operação exclui a geração do arquivo de nota fiscal eletrônica da respectiva nota. É importante observar que esta opção exclui automaticamente a nota do Microvix ERP, mas, se houve geração de faturas que já foram baixadas, não será excluída automaticamente, sendo necessário estornar a fatura e excluí-la de forma manual. A nota também não será excluída automaticamente do Microvix ERP se existir alguma ordem de produção originada por essa nota. Considerações: - Para excluir manualmente a nota dentro do Microvix ERP, ela deverá estar na situação Pendente de Geração no módulo NF-e, assim, também será excluída deste módulo. - Se a nota já tiver sido gerada no módulo NF-e, ela somente poderá ser excluída por este módulo, ou seja, não será possível excluir a nota pelo Microvix ERP. Carta de Correção Eletrônica -> Gerar nova : Este recurso tem por objetivo criar um documento para correção de informações da Nota Fiscal Eletrônica NF-e. Após informar a NF-e na qual será aplicada a carta de correção eletrônica, será necessário concordar com as condições de uso, preencher as alterações no grupo de dados do documento e Informações da Carta de Correção Eletrônica. Será possível aplicar a correção na Natureza de Operação, observação do documento, CST e CFOP. A alteração do tipo do frete pode ser realizada somente se houver valor de frete registrado na NF-e. Página 13

14 Carta de Correção Eletrônica NOTA 1. Para a criação de uma nova Carta de Correção Eletrônica CC-e, não pode haver nenhuma outra CC-e com as situações: Pendente de Envio ou Rejeitada. Para prosseguir será necessário excluir ou registrar as cartas de correção que se encontram com as situações descritas. 2. Mesmo que já exista outra Carta de Correção Eletrônica para o documento informado, qualquer alteração realizada anteriormente será desprezada e serão exibidos os dados da nota fiscal eletrônica original para possíveis correções. Somente as últimas mudanças serão enviadas ao SEFAZ e consideradas no sistema, desprezando as anteriores. 3. A alteração da natureza de operação implica somente na troca da nomenclatura da mesma nos documentos do sistema. Não serão realizadas alterações nos valores e/ou alíquotas relacionadas à natureza de operação. 4. As correções realizadas nesta rotina serão aplicadas somente nos documentos do sistema, não sendo alterados o XML da NF-e ou o DANFE, pois eles já foram autorizados pelo SEFAZ. 5. Caso a empresa esteja configurada para utilizar regras fiscais, o sistema irá verificar se para o CST informado é necessário que a alíquota de ICMS esteja zerada ou se é Página 14

15 necessário informar uma alíquota de ICMS para o CST informado. Se a NF-e não estiver de acordo com as regras fiscais, não será possível prosseguir com a CC-e. 6. Cada NF-e pode possuir no máximo 20 Cartas de correção eletrônicas. Carta de Correção Eletrônica -> Consultar geradas: Este recurso tem por objetivo listar as CC-e criadas para a Nota Fiscal Eletrônica NF-e selecionada. Cancelar NF-e -> Cancelar: Para cancelar uma nota fiscal eletrônica devem ser observados determinados critérios, conforme explicações do Portal Nacional: 21. Quais são as condições e prazos para o cancelamento de uma NF-e? Somente poderá ser cancelada uma NF-e cujo uso tenha sido previamente autorizado pelo Fisco (protocolo Autorização de Uso ) e desde que não tenha ainda ocorrido o fato gerador, ou seja, ainda não tenha ocorrido a saída da mercadoria do estabelecimento. Atualmente o prazo máximo para cancelamento de uma NF-e é de 168 horas (7 dias), contado a partir da autorização de uso... Fonte: Portal Nacional da Nota Fiscal Eletrônica Site: Para realizar o cancelamento no módulo NF-e, deve-se informar a justificativa para tal procedimento e clicar no botão Prosseguir. Cancelamento da NF-e O cancelamento de NF-e está protegido pelo gerenciamento de segurança do sistema e somente estará disponível se o usuário em questão tiver permissão para acesso (NF-e -> Fluxos de eventos da NF-e -> Evento de Cancelamento, Permissão Cancelar NF-e ). NOTA 1. Notas fiscais que forem canceladas pelo Microvix ERP serão automaticamente canceladas no módulo NF-e. Somente poderão ser canceladas as NFs que estiverem denegadas neste módulo. 2. Cancelando a nota fiscal pelo módulo NF-e, ela será automaticamente cancelada no Microvix ERP, exceto nos casos em que a nota gerou faturas que já foram baixadas. Nesta situação, as faturas deverão ser estornadas e a nota cancelada manualmente dentro do Microvix ERP. 3. A nota também não será cancelada automaticamente do Microvix ERP se existir Página 15

16 alguma ordem de produção originada por essa nota. 4. Ao cancelar uma NF-e, se houver alguma CC-e cadastrada para o documento em questão, automaticamente ela também será cancelada. 5. Após o cancelamento, o DANFE e caso haja alguma CC-e, ambos exibirão no documento uma marca d agua informando que a nota fiscal eletrônica encontra-se cancelada. Após o cancelamento, uma mensagem de sucesso será exibida, conforme imagem abaixo: Mensagem de retorno do cancelamento de NF-e O XML do evento de cancelamento poderá ser baixado, ou enviado por , desde que o usuário possua permissão. Cancelar NF-e -> Consultar gerados: Este recurso tem por objetivo listar os cancelamentos criados para a Nota Fiscal Eletrônica NF-e selecionada. Eventos Esta guia fornece as principais funções do recurso de Carta de Correção Eletrônica e Cancelamento de NF-e. Através dos filtros, os documentos podem ser pesquisados por período do evento, chave de acesso do documento, número do documento, série do documento, evento e situação do evento. Página 16

17 Pesquisa de eventos Este recurso tem por objetivo listar as cartas de correção eletrônica e/ou cancelamentos de NF-e criadas para determinada Nota Fiscal Eletrônica NF-e. Segundo a legislação vigente, a carta de correção pode ser utilizada para regularização de erro ocorrido na emissão de documento fiscal, desde que o erro não esteja relacionado com as variáveis que determinam o valor do imposto (como base de cálculo, alíquota, diferença de preço, quantidade, valor da operação ou da prestação), a correção de dados cadastrais que implique mudança do remetente ou do destinatário e a data de emissão ou de saída. 1. Os fluxos do módulo, que incluem geração da CC-e, exclusão, envio de arquivo, impressão do documento auxiliar, entre outros, estão protegidos pelo gerenciamento de segurança do sistema e somente estarão disponíveis se o usuário em questão tiver permissão para acesso (NF-e -> Fluxo de eventos da NF-e -> Carta de correção eletrônica - CC-e). 2. Os fluxos do módulo, que incluem cancelamento de NF-e, envio de arquivo, consultar situação, entre outros, estão protegidos pelo gerenciamento de segurança do sistema e somente estarão disponíveis se o usuário em questão tiver permissão para acesso (NF-e -> Fluxo de eventos da NF-e -> Evento de cancelamento). Página 17

18 Através do link que aparece na coluna Opções, as principais operações do processo de carta de correção eletrônica ou cancelamento de NF-e que poderão ser realizadas. Para atualizar a listagem é necessário filtrar novamente clicando no botão. Listagem de eventos Operações Disponíveis para CC-e no link da coluna de Opções: Enviar CC-e por Esta opção somente estará disponível se o evento estiver registrado e vinculado ou registrado e não vinculado. Clicando neste link, um com os dados da nota (em XML) será enviado para o endereço informado no campo Para, onde por padrão já estará informado o do cliente e do transportador da nota (se o cliente e o transportador tiverem um válido cadastrado no seu cadastro no módulo de CRM). O poderá ser enviado para mais de um destinatário ao mesmo tempo, para isso deve-se separá-los com uma vírgula (,). O será do remetente MicrovixNFe. O envio do manual e automático está protegido pelo gerenciamento de segurança do sistema e somente estará disponível se o usuário em questão tiver permissão para acesso (NF-e -> Fluxos de eventos da NF-e -> Carta de correção eletrônica, Permissão Enviar e- mail ). NOTA O conteúdo do está relacionado com a opção selecionada no parâmetro Parâmetros Globais -> Faturamento NF-e -> Carta de Correção Eletrônica CC-e. Se a opção selecionada for Completo será enviado aos s informados os seguintes documentos: XML da NF-e, DANFE, XML da CC-e e Documento auxiliar da CC-e. Caso a opção selecionada for Simplificado, será enviado aos s informados os seguintes documentos: XML da CC-e e documento auxiliar da NF-e. Enviar XML para SEFAZ: Após a geração do arquivo é necessário enviá-lo para a SEFAZ. O envio é individual e as cartas de correção eletrônicas devem estar com a situação Pendente de Envio. Após Página 18

19 esta etapa, é necessário aguardar um retorno do SEFAZ autorizando a alteração. Após a autorização, as alterações serão aplicadas no sistema. O envio do XML para a SEFAZ está protegido pelo gerenciamento de segurança do sistema e somente estará disponível se o usuário em questão tiver permissão para acesso (NF-e -> Fluxos de eventos da NF-e -> Carta de correção eletrônica, Permissão Enviar CC-e ). Imprimir CC-e: O documento auxiliar da Carta de Correção Eletrônica é uma representação gráfica simplificada da Carta de Correção Eletrônica. Esta opção somente estará disponível para notas com as seguintes situações: Registrado e vinculado e registrado e não vinculado. Exemplo de Documento Auxiliar da Carta de Correção Eletrônica CC-e Página 19

20 NOTA Para as cidades em que o número do endereço seja composto de números e letras, o campo Complemento Número localizado em Empresa -> Dados da empresa e CRM -> Cadastro ou Pesquisa deverá ser preenchido com a parte do número que contenha a(s) letra(s), essa informação será exibida na Carta de Correção junto ao número do endereço. A impressão do documento auxiliar da Carta de Correção Eletrônica CC-e está protegida pelo gerenciamento de segurança do sistema e somente estará disponível se o usuário em questão tiver permissão para acesso (NF-e -> Fluxos de eventos da NF-e -> Carta de correção eletrônica, Permissão Imprimir Documento Auxiliar da CC-e ). Baixar XML: Esta opção disponibiliza o XML da CC-e para download. O download do XML da CC-e está protegido pelo gerenciamento de segurança do sistema e somente estará disponível se o usuário em questão tiver permissão para acesso (NF-e -> Fluxos de eventos da NF-e -> Carta de correção eletrônica, Permissão Baixar CC-e ). Consultar Situação: Esta opção tem como objetivo informar a situação da CC-e após ter sido enviada, isto é, se ela foi registrada e vinculada, registrada e não vinculada ou rejeitada. A consulta de situação é de grande utilidade, pois através dela será possível saber o status atual da carta de correção. Será possível consultar situação somente se a CC-e estiver com as seguintes situações: rejeitado, excluído, registrado e vinculado e registrado e não vinculado. A consulta de situação da CC-e está protegida pelo gerenciamento de segurança do sistema e somente estará disponível se o usuário em questão tiver permissão para acesso (NF-e -> Fluxos de eventos da NF-e -> Carta de correção eletrônica, Permissão Consultar Situação de CC-e ). Excluir evento: Esta opção estará disponível somente para cartas de correção eletrônica com os seguintes status: Pendente de envio e Rejeitado. Após a exclusão, a CC-e não é removida da listagem e passa para a situação Excluído. A exclusão da CC-e está protegida pelo gerenciamento de segurança do sistema e somente estará disponível se o usuário em questão tiver permissão para acesso (NF-e -> Fluxos de eventos da NF-e -> Carta de correção eletrônica, Permissão Excluir CC-e ). Aplicar correções: Esta opção é exibida somente se as alterações informadas na CC-e ainda não foram aplicadas no sistema. Neste caso, será possível realizar o processo manualmente clicando nesta opção. Operações Disponíveis para Cancelamento de NF-e no link da coluna de Opções: Enviar XML por Esta opção somente estará disponível se o evento estiver registrado e vinculado ou registrado e não vinculado. Clicando neste link, um com os dados do cancelamento (em XML) será enviado para o endereço informado no campo Para, onde por padrão já estará informado o do cliente e do transportador da nota (se o cliente e o transportador tiverem um válido cadastrado no seu cadastro no módulo de CRM). O poderá ser enviado para mais de um destinatário ao mesmo tempo, para isso deve-se separá-los com uma vírgula (,). O será do remetente MicrovixNFe. O envio do manual e automático está protegido pelo gerenciamento de segurança do sistema e somente estará disponível se o usuário em questão tiver permissão para acesso (NF-e -> Fluxos de eventos da NF-e -> Evento de Cancelamento, Permissão Enviar Cancelamento NF-e). Página 20

21 NOTA O conteúdo do está relacionado com a opção selecionada no parâmetro Parâmetros Globais -> Faturamento NF-e -> Evento de Cancelamento. Se a opção selecionada for Completo serão enviados aos s informados os seguintes documentos: XML da NF-e, DANFE, XML da CC-e e XML do cancelamento. Caso a opção selecionada for Simplificado, será enviado aos s informados somente o XML do cancelamento. Enviar XML para SEFAZ: Esta opção estará disponível somente se o evento de cancelamento estiver com o status: Pendente de envio. No momento da criação do cancelamento o sistema já realiza o envio do XML ao SEFAZ, o evento somente fica com o status: Pendente de Envio se ocorrer algum problema com a SEFAZ no momento do recebimento. O envio do XML para a SEFAZ está protegido pelo gerenciamento de segurança do sistema e somente estará disponível se o usuário em questão tiver permissão para acesso (NF-e -> Fluxos de eventos da NF-e -> Evento de Cancelamento, Permissão Cancelar NF-e). Baixar XML: Esta opção disponibiliza o XML do cancelamento para download. O download do XML de cancelamento está protegido pelo gerenciamento de segurança do sistema e somente estará disponível se o usuário em questão tiver permissão para acesso (NF-e -> Fluxos de eventos da NF-e -> Evento de Cancelamento, Permissão Baixar XML Cancelamento NF-e ). Consultar Situação: Esta opção tem como objetivo visualizar a situação da cancelamento após ter sido enviada, isto é, se ela foi registrada e vinculada, registrada e não vinculada ou rejeitada. A consulta de situação é de grande utilidade, pois através dela será possível saber o status atual do evento de cancelamento. Será possível consultar situação somente se a CC-e estiver com as seguintes situações: rejeitado, registrado e vinculado e registrado e não vinculado. A consulta de situação do cancelamento está protegida pelo gerenciamento de segurança do sistema e somente estará disponível se o usuário em questão tiver permissão para acesso (NF-e -> Fluxos de eventos da NF-e -> Evento de Cancelamento, Permissão Consulta situação Cancelamento NF-e ). Excluir evento: Esta opção estará disponível somente para eventos de cancelamento com os seguintes status: Pendente de envio e Rejeitado. Após a exclusão, o cancelamento não é removido da listagem e passa para a situação Excluído. A consulta de situação do cancelamento está protegida pelo gerenciamento de segurança do sistema e somente estará disponível se o usuário em questão tiver permissão para acesso (NF-e -> Fluxos de eventos da NF-e -> Evento de Cancelamento, Permissão Excluir Cancelamento NF-e ). Aplicar correções: Esta opção é exibida somente se o cancelamento da NF-e ainda não foi aplicado no ERP. Neste caso, será possível realizar o processo manualmente clicando nesta opção. Abaixo do rodapé da página é possível realizar a exportação do evento da Carta de Correção Eletrônica CC-e e evento de cancelamento de NF-e. A exportação irá baixar somente os eventos que estiverem com status registrado e vinculado ou registrado e não vinculado, de acordo com os filtros selecionados. 1. Para baixar CC-e na exportação, o usuário em questão necessita da permissão de acesso (NF-e -> Fluxos de eventos da NF-e -> Evento de Cancelamento, Permissão Baixar CC-e ). Caso possua permissão somente para baixar cancelamento de NF-e, Página 21

22 somente os cancelamentos serão baixados da exportação. 2. Para baixar Cancelamento de NF-e na exportação, o usuário em questão necessita da permissão de acesso (NF-e -> Fluxos de eventos da NF-e -> Evento de Cancelamento, Permissão Baixar XML Cancelamento NF-e ). Caso possua permissão somente para baixar CC-e, somente CC-es serão baixadas da exportação. Status É recomendável sempre antes de realizar qualquer operação de transmissão de arquivos com o SEFAZ, verificar se o serviço de comunicação está disponível. Para isso, basta clicar na guia Status e aguardar um retorno positivo, conforme imagem abaixo: Status do serviço Os fluxos do módulo, que incluem geração de arquivo, cancelamento, exclusão, envio de arquivo, impressão do DANFE, entre outros, estão protegidos pelo gerenciamento de segurança do sistema e somente estarão disponíveis se o usuário em questão tiver permissão para acesso (Grupo NF-e, Subgrupo Fluxos da NF-e). Inutilizações Para inutilizar uma nota fiscal eletrônica devem ser observados determinados critérios, conforme explicações do Portal Nacional: O que é a inutilização de número de NF-e? Durante a emissão de NF-e é possível que ocorra, eventualmente, por problemas técnicos ou de sistemas do contribuinte, uma quebra da sequência da numeração. Exemplo: a NF-e nº 100 e a nº 110 foram emitidas, mas a faixa 101 e 109, por motivo de ordem técnica, não foi utilizada antes da emissão da nº 110. A inutilização de número de NF-e tem a finalidade de permitir que o emissor comunique à SEFAZ, até o décimo dia do mês ubsequente, os números de NF-e que não serão utilizados em razão de ter ocorrido uma quebra de sequência da numeração da NF-e. A inutilização de número só é possível caso a numeração ainda não tenha sido utilizada em nenhuma NF-e (autorizada, cancelada ou denegada). A inutilização do número tem caráter de denúncia espontânea do contribuinte de irregularidades de quebra de sequência de numeração, podendo o fisco não reconhecer o pedido nos casos de dolo, fraude ou simulação apurados. Página 22

23 As NF-e canceladas, denegadas e os números inutilizados devem ser escriturados, sem valores monetários, de acordo com a legislação tributária vigente. As notas que foram canceladas precisam ser inutilizadas? Não apenas não precisam como não podem. Cada número/série de NF-e poderá encontrar-se apenas em uma das seguintes situações: ter sido utilizado por uma NF-e, autorizada, cancelada, ou denegada, ou então ter sido inutilizado (ou ainda não ter sido utilizado pela empresa em nenhuma destas situações). Assim, após o número estar ocupado com uma NF-e, seja autorizada, cancelada ou denegada, não poderá mais ser inutilizado. Fonte: Portal Nacional da Nota Fiscal Eletrônica Site: Para realizar a inutilização, deve-se informar a série (somente estarão disponíveis séries de saída disponíveis para NF-e), a faixa de números das notas fiscais a serem inutilizadas e uma justificativa. Para prosseguir com a operação deve-se clicar em Inutilizar. Formulário de inutilização de faixas Uma mensagem de sucesso será exibida ao ser homologada a inutilização, conforme imagem abaixo: Conclusão da inutilização Página 23

24 1. A inutilização de números está protegida pelo gerenciamento de segurança do sistema e somente estarão disponíveis se o usuário em questão tiver permissão para acesso (Grupo NF-e, Subgrupo Fluxos da NF-e). 2. Para efetuar a inutilização de uma faixa, necessariamente alguns parâmetros deverão estar devidamente configurados. Para efetuar esta configuração é necessário entrar em contato com o Suporte Técnico Microvix. 3. Não será mais possível lançar documentos com numeração menor que a faixa inutilizada. Contribuinte Atualmente este recurso está disponível somente para os estados da Bahia, Ceará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo. Tem como objetivo permitir consultar os dados da situação cadastral dos contribuintes. É possível filtrar por CNPJ, CPF ou Inscrição Estadual. Consulta de cadastros de contribuintes A consulta de contribuintes está protegida pelo gerenciamento de segurança do sistema e somente estarão disponíveis se o usuário em questão tiver permissão para acesso (Grupo NF-e, Subgrupo Fluxos da NF-e). Contingência Este recurso serve para ativar e desativar o modo de Contingência. Somente será possível gerar arquivos da NF-e em contingência FS e contingência FS-DA se este modo estiver ativo e se o usuário em questão tiver permissão para gerar arquivos em contingência. Página 24

25 FS Contingência com uso do Formulário de Segurança é a alternativa mais simples a ser utilizada quando houver uma situação em que exista algum impedimento para obtenção da autorização de uso da NF-e, como por exemplo, um problema no acesso à internet ou a indisponibilidade da SEFAZ de origem do emissor. Neste caso, o emissor pode optar pela emissão da NF-e em contingência com a impressão do DANFE em Formulário de Segurança. O envio das NF-e emitidas nesta situação para SEFAZ de origem será realizado quando cessarem os problemas técnicos que impediam a sua transmissão. Somente as empresas que possuam estoque de Formulário de Segurança poderão utilizar este impresso fiscal para a emissão do DANFE, pois o Convênio ICMS 110/08 criou o impresso fiscal denominado Formulário de Segurança para impressão de Documento Auxiliar do Documento Fiscal eletrônico FS-DA, não sendo mais possível a aquisição do Formulário de Segurança FS para impressão do DANFE, a partir de 1º de agosto de FS-DA Contingência com uso do Formulário de Segurança para impressão de Documento Auxiliar do Documento Fiscal eletrônico FS-DA é um modelo operacional similar ao modelo operacional da contingência com uso de Formulário de Segurança FS, A única diferença é a substituição do FS pelo FS-DA. O FS-DA foi criado para aumentar a capilaridade dos pontos de venda do Formulário de Segurança com a criação da figura do estabelecimento distribuidor do FS-DA que poderá adquirir FS-DA dos fabricantes para distribuir para os emissores de NF-e de sua região. Exportação Com este recurso é possível fazer o download de arquivos de nf-e em lote, porém somente será disponibilizado para notas autorizadas, canceladas, denegadas ou inutilizadas. Página 25

26 Página inicial da exportação de arquivos xml Página da exportação de arquivos xml Na listagem serão exibidos os documentos agrupados em faixas de acordo com a situação em que se encontram obedecendo ao período informado. Cada faixa abrange no máximo 500 documentos. Clicando no link será possível baixar os arquivos que estarão compactados em formato.zip. Página 26

27 Exportação dos arquivos Documentação Esta guia fornece documentos para pesquisa e esclarecimento de dúvidas referentes à Nota Fiscal Eletrônica que podem ser consultados a qualquer momento. Entre os documentos disponíveis constam: o manual e o tutorial do módulo e Manual de Integração do Contribuinte. Documentação do módulo NF-e Basta clicar no link para baixar os documentos. Revisões Revisão Data Descrição 1 28/05/2010 Criada integração entre o módulo NF-e e o Microvix ERP para exclusão/cancelamento de Página 27

A Nota Fiscal Eletrônica proporciona benefícios a todos os envolvidos em uma transação comercial.

A Nota Fiscal Eletrônica proporciona benefícios a todos os envolvidos em uma transação comercial. O QUE É A NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-E? Podemos conceituar a Nota Fiscal Eletrônica como sendo um documento de existência apenas digital, emitido e armazenado eletronicamente, com o intuito de documentar,

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Notas Fiscais Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 3.1 Permissões... 3 3.2 Configurar NF-e... 4 3.2.1 Aba Geral... 5 3.2.2 Opções... 6 3.3 Processador

Leia mais

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Tutorial O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Este tutorial explica como configurar o Trade Solution e realizar as principais atividades relacionadas à emissão e ao gerenciamento das Notas Fiscais Eletrônicas

Leia mais

Fundamentos da NF-e Exercícios Práticos. Luiz Campos

Fundamentos da NF-e Exercícios Práticos. Luiz Campos Fundamentos da NF-e Exercícios Práticos Luiz Campos 1 Livro de Apuração do IPI - CFOP CFOP DESCRIÇÃO 1.000 ENTRADAS OU AQUISIÇÕES DE SERVIÇOS DO ESTADO 1.100 COMPRAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, PRODUÇÃO RURAL,

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Disciplina: Tópicos Avançados II 5º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 5: Certificado Digital e Nota

Leia mais

Guia de Primeiros Passos - MOVIMENTAÇÕES

Guia de Primeiros Passos - MOVIMENTAÇÕES Guia de Primeiros Passos - MOVIMENTAÇÕES Este documento tem o objetivo principal de iniciar você de forma rápida e simples no sistema.aprog., configurando as funcionalidades a sua realidade. A série Primeiros

Leia mais

OASyS Informática Manual da Nota Fiscal Eletrônica 2.0.7

OASyS Informática Manual da Nota Fiscal Eletrônica 2.0.7 OASyS Informática Manual da Nota Fiscal Eletrônica 2.0.7 Manual desenvolvido pela OASyS Informática, baseado na versão 2.0 da Nota Fiscal Eletrônica do SEFAZ. 1 Manual da Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Título

Leia mais

GERENCIAMENTO DE NF-e (VEND0079)

GERENCIAMENTO DE NF-e (VEND0079) GERENCIAMENTO DE NF-e (VEND0079) 1. IDENTIFICAÇÃO DAS INFORMAÇÕES NA TELA.... 2 2. FUNCIONALIDADES.... 3 2.1 EMISSÕES DE NOTAS... 3 2.2 DESTINATÁRIO DE NF-E... 4 2.3 ENVIAR NOTA POR E-MAIL... 7 2.4 VISUALIZAÇÃO...

Leia mais

Módulo 14. CgaInformatica. NFe. NFe para o Sistema Retwin

Módulo 14. CgaInformatica. NFe. NFe para o Sistema Retwin Módulo 14 CgaInformatica NFe NFe para o Sistema Retwin 2 Sumário O que é... 3 Benefícios... 3 Requisitos para Instalação e Implantação... 3 Obrigação Backup... 4 Configuração Geral do Sistema... 5 Cadastro

Leia mais

Megasale NFe. 2013 Aob Software Informatica ltda

Megasale NFe. 2013 Aob Software Informatica ltda 2 Tabela de Conteúdo Nota Fiscal Eletrônica 3 1 Tela de... Acesso 4 Digitalizando o Pedido 4 1 Preenchendo... o Item 6 2 Recebimento... A Vista 7 3 Recebimento... A Prazo 7 Gerando Proposta Comercial Emissão

Leia mais

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Tutorial O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Este tutorial explica como configurar o Trade Solution e realizar as principais atividades relacionadas à emissão e ao gerenciamento das Notas Fiscais Eletrônicas

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica

Nota Fiscal Eletrônica Nota Fiscal Eletrônica NF-e - Considerações 3,6 bilhões de notas fiscais armazenadas só em SP 26000 campos de futebol 27 voltas ao redor do mundo Podem representar um custo de até 5% no faturamento das

Leia mais

Altera o Livro VI do Regulamento do ICMS (RICMS/00), aprovado pelo Decreto n.º 27.427, de 17 de novembro de 2000, e dá outras providências.

Altera o Livro VI do Regulamento do ICMS (RICMS/00), aprovado pelo Decreto n.º 27.427, de 17 de novembro de 2000, e dá outras providências. Decreto Publicado no D.O.E. de 13.05.2014, pág. 01 Este texto não substitui o publicado no D.O.E Índice Remissivo: Letra R - RICMS DECRETO N.º 44.785 DE 12 DE MAIO DE 2014 Altera o Livro VI do Regulamento

Leia mais

NFe Nota Fiscal Eletrônica. Helder da Silva Andrade

NFe Nota Fiscal Eletrônica. Helder da Silva Andrade Nota Fiscal Eletrônica Helder da Silva Andrade 23/08/2010 SPED SUBSISTEMAS Escrituração Contábil Digital EFD ECD Escrituração Fiscal Digital Nota Fiscal Eletrônica CTe Conhecimento Transporte Eletrônico

Leia mais

Nota Fiscal. Eletrônica. Apontamentos para Contribuintes obrigados a emissão

Nota Fiscal. Eletrônica. Apontamentos para Contribuintes obrigados a emissão Nota Fiscal Eletrônica Apontamentos para Contribuintes obrigados a emissão Índice O que é a NF-e... 3 O que é o DANFE... 3 Nota Fiscal Paulista... 3 Quantidade de cópias do DANFE... 4 Papel do DANFE...

Leia mais

e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico

e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico Página1 e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é MDF-e?... 03 2. Safeweb e-nota MDF-e... 04 3. Acesso e-nota

Leia mais

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Para dar mais agilidade e segurança à administração tributária, os Estados brasileiros, o Distrito Federal e o

Leia mais

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Para dar mais agilidade e segurança à administração tributária, os Estados brasileiros, o Distrito Federal e o

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica Volume 4

Nota Fiscal Eletrônica Volume 4 Brasil Nota Fiscal Eletrônica Volume 4 Nota Fiscal Eletrônica A Nota Fiscal Eletrônica já é uma realidade e uma tecnologia conhecida. Mas o projeto é contínuo, sempre com novidades. Uma delas é a maximização

Leia mais

MÓDULO DE NOTA FISCAL ELETRONICA

MÓDULO DE NOTA FISCAL ELETRONICA MANUAL DO SISTEMA Versão 6.08 Introdução... 2 Requisitos para Utilização do Módulo NF-e... 2 Termo de Responsabilidade... 2 Certificados... 2 Criação de Séries... 2 Framework... 3 Teste de Comunicação...

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE, no uso das atribuições que lhe confere o art. 78, inciso IV da Constituição Estadual, e

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE, no uso das atribuições que lhe confere o art. 78, inciso IV da Constituição Estadual, e DECRETO Nº 5.257, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2013. Publicado no DOE nº 10.993, de 22-02-2013. Institui a Nota Fiscal Eletrônica para Consumidor Final - NFC-e e o Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica

Leia mais

Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e

Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e O que é O Conhecimento de Transporte eletrônico (CT-e) é o novo modelo de documento fiscal eletrônico, instituído pelo AJUSTE SINIEF 09/07, de 25/10/2007, que

Leia mais

1. Como funciona o modelo operacional da NF-e? (atualizado em 31/12/08)

1. Como funciona o modelo operacional da NF-e? (atualizado em 31/12/08) III. Modelo Operacional (o que muda com a NF-e) - Modelo 55 1. Como funciona o modelo operacional da NF-e? (atualizado em 31/12/08) De maneira simplificada, a empresa emissora de NF-e gerará um arquivo

Leia mais

Emissor de Nota Fiscal Eletrônica. Novembro de 2007. Equipe Nota Fiscal Eletrônica Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo

Emissor de Nota Fiscal Eletrônica. Novembro de 2007. Equipe Nota Fiscal Eletrônica Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Emissor de Nota Fiscal Eletrônica Novembro de 2007 Equipe Nota Fiscal Eletrônica Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Índice I - Instalação do Software Emissor NF-e... 3 II Software Emissor NF-e

Leia mais

Manual Básico de Procedimentos Nota Fiscal Eletrônica NF-e no APOLO

Manual Básico de Procedimentos Nota Fiscal Eletrônica NF-e no APOLO Manual Básico de Procedimentos Nota Fiscal Eletrônica NF-e no APOLO 1- Geração e Envio Normal: Quando estiver tudo pronto para a geração da NF-e, selecione a nota, clique com o botão direito do mouse,

Leia mais

Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e

Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e Sumário: 1. Orientações Gerais:... 3 1.1 Cadastros Básicos:... 3 1.2 Conhecimento de Transporte Eletrônico CTe:... 3 1.3 Tela inicial:... 4 2. CT-e (Conhecimento

Leia mais

Emissão e autorização da NF-e 2. Quais são as validações realizadas pela Secretaria de Fazenda na autorização de uma NF-e?

Emissão e autorização da NF-e 2. Quais são as validações realizadas pela Secretaria de Fazenda na autorização de uma NF-e? O QUE MUDA COM A NF-e 1. Como funciona o modelo operacional da NF-e? De maneira simplificada, a empresa emissora de NF-e, previamente credenciada segundo as normas ditadas pela Secretaria de Fazenda de

Leia mais

A seguir falaremos sobre os campos que deverão ser preenchidos no Shop Control 8.

A seguir falaremos sobre os campos que deverão ser preenchidos no Shop Control 8. Nota Fiscal Eletrônica Este módulo permite a integração do Shop Control 8 com o site da Secretaria da Fazenda dos Estados e Receita Federal para emitir a Nota Fiscal Eletrônica (NFe) : Este módulo é exclusivo

Leia mais

jfisc al Versão 3.0 - Fevereiro/2015

jfisc al Versão 3.0 - Fevereiro/2015 jfiscal Versão 3.0 - Fevereiro/2015 Índice 1 INTRODUÇÃO E VISÃO GERAL... 1 2 INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO INICIAL DO JFISCAL... 2 2.1 Download... 3 2.2 Instalação do jfiscal... 3 3 ADQUIRIR UMA LICENÇA DO

Leia mais

SUBSEÇÃO IV Da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e e do Documento Auxiliar da NF-e - DANFE

SUBSEÇÃO IV Da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e e do Documento Auxiliar da NF-e - DANFE SUBSEÇÃO IV Da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e e do Documento Auxiliar da NF-e - DANFE Art. 182-A. A Nota Fiscal Eletrônica - NF-e que poderá ser utilizada em substituição a Nota Fiscal modelo 1 ou 1-A,

Leia mais

ELETRÔNICA FELLIPE M. GUERRA

ELETRÔNICA FELLIPE M. GUERRA 3ª GERAÇÃO - NOTA FISCAL ELETRÔNICA FELLIPE M. GUERRA ROTEIRO BREVE REVISÃO SOBRE NF-e - Conceito, características e modelo operacional. - Processamento da NF-e(autorização/denegação/rejeição). - Cancelamento

Leia mais

RESUMO ESPANDIDO QUALITATIVO NOTA FISCAL ELETRÔNICA: MUDANÇAS E REPERCUSSÕES PARA EMPRESAS E ÓRGÃOS FISCALIZADORES

RESUMO ESPANDIDO QUALITATIVO NOTA FISCAL ELETRÔNICA: MUDANÇAS E REPERCUSSÕES PARA EMPRESAS E ÓRGÃOS FISCALIZADORES RESUMO ESPANDIDO QUALITATIVO NOTA FISCAL ELETRÔNICA: MUDANÇAS E REPERCUSSÕES PARA EMPRESAS E ÓRGÃOS FISCALIZADORES Anilton ROCHA SILVA, Carina VIAL DE CANUTO, Carolina CLIVIAN PEREIRA XAVIER, Débora LORAINE

Leia mais

COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA Portaria CAT 12, de 04-02-2015

COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA Portaria CAT 12, de 04-02-2015 COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA Portaria CAT 12, de 04-02-2015 Dispõe sobre a emissão da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica - NFC-e (NF-e, modelo 65) e do Documento Auxiliar da Nota Fiscal

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica Priscila Lima

Nota Fiscal Eletrônica Priscila Lima O que é Benefícios Obrigatoriedade Fluxograma Alterações na emissão Armazenamento Recebimento Contingência Inutilização do Mod.1 Nota Fiscal Eletrônica Priscila Lima O que é... Documento de existência

Leia mais

Passo a Passo para Emissão da CC-E ( Carta de Correção do CTE )

Passo a Passo para Emissão da CC-E ( Carta de Correção do CTE ) Passo a Passo para Emissão da CC-E ( Carta de Correção do CTE ) Neste processo iremos utilizar o sistema Tecnocargas na versão WEB O que pode ser alterado em uma CC-e: Segue o modelo de um XML para melhor

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA

NOTA FISCAL ELETRÔNICA NOTA FISCAL ELETRÔNICA 1. Comprei mercadoria com NF-e denegada. Qual o procedimento para regularizar essa situação? Resposta: Preliminarmente, temos que esclarecer o que é uma NF-e Denegada:, A Denegação

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica/RS. Perguntas e Respostas

Nota Fiscal Eletrônica/RS. Perguntas e Respostas Nota Fiscal Eletrônica/RS Perguntas e Respostas 1. OBJETIVO, CONCEITO, USO E OBRIGATORIEDADE 2. OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS 3. MODELO OPERACIONAL 4. DANFE (Documento Auxiliar da NF-e) 5. CERTIFICAÇÃO DIGITAL

Leia mais

Introdução. Benefícios para todos

Introdução. Benefícios para todos Introdução Esta cartilha tem a finalidade de guiar as empresas na implantação da Nota Fiscal Eletrônica e demonstrar as facilidades e vantagens do sistema para o contribuinte e para a sociedade A Nota

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA DE MATO GROSSO DO SUL

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA DE MATO GROSSO DO SUL FAQ Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais Pré-requisitos para ser emissor de MDF-e 02 FAQ - 02 { Obrigatoriedade do MDF-e: Para mais informações

Leia mais

ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 8 1 O QUE É A NF-E... 9 2 GNF-E SAAS EDITION...10 3 REQUISITOS...13 4 PADRÃO DE COMUNICAÇÃO...14 5 WEB SERVICE...

ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 8 1 O QUE É A NF-E... 9 2 GNF-E SAAS EDITION...10 3 REQUISITOS...13 4 PADRÃO DE COMUNICAÇÃO...14 5 WEB SERVICE... MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 8 1 O QUE É A NF-E... 9 2 GNF-E SAAS EDITION...10 2.1 FUNCIONALIDADES... 10 2.2 FLUXO DO PROCESSO... 11 3 REQUISITOS...13 - POSSUIR IE 7 (INTERNET EXPLORER) OU

Leia mais

NF-e Nota Fiscal Eletrônica - Atualização

NF-e Nota Fiscal Eletrônica - Atualização Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O

Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O Procedimentos de Configuração no CalcExpress....2 Procedimentos de Configuração no Emissor de Nota Fiscal Eletrônica...3 Gerando Arquivo

Leia mais

Manual de Registro de Saída. Procedimentos e Especificações Técnicas

Manual de Registro de Saída. Procedimentos e Especificações Técnicas Manual de Registro de Saída Procedimentos e Especificações Técnicas Versão 1.0 Dezembro 2010 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO GERAL... 3 2 INTRODUÇÃO AO MÓDULO REGISTRO DE SAÍDA - SIARE... 3 2.1 SEGURANÇA... 4 2.2

Leia mais

1. Instalação e Registro

1. Instalação e Registro 1. Instalação e Registro 1.1. Instalando o Controle de Transportadoras Para instalar o Controle de Transportadoras, acesse o site da Bsoft (www.bsoft.com.br), entre na seção de Downloads e baixe o instalador

Leia mais

Capítulo II. Da Adesão. Capítulo III

Capítulo II. Da Adesão. Capítulo III Decreto do Estado do Amazonas nº 33.405 de 16.04.2013 DOE-AM: 16.04.2013 Disciplina a emissão da Nota Fiscal Eletrônica a Consumidor Final, e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS,

Leia mais

Material produzido por Gestor Total 1 www.gestortotal.com.br

Material produzido por Gestor Total 1 www.gestortotal.com.br Material produzido por Gestor Total 1 Índice O que é a NF-e?... 3 Como iniciar a emissão de uma nota eletrônica (NF-e)... 4 Primeiro passo Adquirir um certificado digital... 4 Segundo passo Credenciamento

Leia mais

Vale Fertilizantes Janeiro / 2012 Versão 1.0

Vale Fertilizantes Janeiro / 2012 Versão 1.0 Cartilha NF-e Nota Fiscal Eletrônica Vale Fertilizantes Janeiro / 2012 Versão 1.0 Este documento descreve as obrigações e procedimentos no manuseio de NFNF e Nota Fiscal Eletrônica. Conteúdo 1. Introdução...

Leia mais

e-nota NFC-e Nota Fiscal de Consumidor eletrônica Versão Gratuita

e-nota NFC-e Nota Fiscal de Consumidor eletrônica Versão Gratuita Página1 e-nota NFC-e Nota Fiscal de Consumidor eletrônica Versão Gratuita Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é NFC-e?... 03 2. Safeweb enota NFC-e... 04 3. Credenciamento

Leia mais

Manual para Emissão e Utilização do Aplicativo SEFAZ de NF-e

Manual para Emissão e Utilização do Aplicativo SEFAZ de NF-e Manual para Emissão e Utilização do Aplicativo SEFAZ de NF-e INTRODUÇÃO: Este documento visa explicar, de forma detalhada e simplificada, a utilização do sistema de emissão de documentos fiscais (modelo

Leia mais

MANUAL DE IMPLEMENTAÇÃO DO MÓDULO NOTA FISCAL ELETRONICA

MANUAL DE IMPLEMENTAÇÃO DO MÓDULO NOTA FISCAL ELETRONICA MANUAL DE IMPLEMENTAÇÃO DO MÓDULO NOTA FISCAL ELETRONICA MARKANTY INFORMÁTICA Sistemas para Automação Comercial Gestão Empresarial e Fábrica de Software (Específicos) Princípios de nossos Profissionais:

Leia mais

WORKSHOP CARTA CORREÇÃO ELETRONICA

WORKSHOP CARTA CORREÇÃO ELETRONICA WORKSHOP CARTA CORREÇÃO ELETRONICA Sistema JAD NOTA FISCAL ELETRÔNICA OBJETIVO: O objetivo deste WORKSHOP é apresentar a nova ferramenta do Sistema JAD, conforme o Ajuste Sinief 10 de 30/09/2011, que altera

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA

NOTA FISCAL ELETRÔNICA NOTA FISCAL ELETRÔNICA Instalação do certificado digital Para cada empresa certificadora existe um manual de instalação. Antes de emitir o certificado no cliente, leia atentamente as instruções do manual.

Leia mais

: Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais - MDF-e

: Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais - MDF-e Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais - MDF-e Produto : RM NUCLEUS - 11.52.61 Processo Subprocesso : Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais - MDF-e : Integração com o TSS / TopConnect / CT-e Data

Leia mais

Vale Fertilizantes Janeiro / 2012 Versão 1.0

Vale Fertilizantes Janeiro / 2012 Versão 1.0 Cartilha CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico Vale Fertilizantes Janeiro / 2012 Versão 1.0 Este documento descreve as Conhecimento de Transporte Eletrônicos Conteúdo 1. Introdução... 3 2. Papeis

Leia mais

Como se Tornar Emissor de NF-e

Como se Tornar Emissor de NF-e SEFAZ-BA Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia Como se Tornar Emissor de NF-e Manual Versão 1.9 Salvador - Ba, novembro de 2010 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO...3 2. NF-E INFORMAÇÕES GERAIS...3 2.1. PROJETO

Leia mais

119ª CONFAZ Manaus, AM, 30.09.05 P. AJ. 07/05

119ª CONFAZ Manaus, AM, 30.09.05 P. AJ. 07/05 119ª CONFAZ Manaus, AM, 30.09.05 P. AJ. 07/05 AJUSTE SINIEF /05 Institui a Nota Fiscal Eletrônica e o Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica. O Conselho Nacional de Política Fazendária CONFAZ e o

Leia mais

Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O

Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O Instalação da Aplicação Java...2 Instalação do Emissor...5 Instalação do Framework...7 Instalação das DLL s URL, SCHEMAS, CADEIA DE CERTIFICADO

Leia mais

MANUAL PARA CREDENCIAMENTO DE ESTABELECIMENTOS PARA EMISSÃO DE NF-e

MANUAL PARA CREDENCIAMENTO DE ESTABELECIMENTOS PARA EMISSÃO DE NF-e MANUAL PARA CREDENCIAMENTO DE ESTABELECIMENTOS PARA EMISSÃO DE NF-e Este documento tem por objetivo orientar a etapa de Credenciamento para emissão de Nota Fiscal eletrônica (NF-e) por contribuintes paranaenses.

Leia mais

Nota Fiscal eletrônica NF-e

Nota Fiscal eletrônica NF-e Secretaria de Estado da Fazenda do Paraná Coordenação da Receita do Estado Inspetoria Geral de Fiscalização Nota Fiscal eletrônica NF-e Maringá, 24 de Maio de 2011 Setor de Documentação Fiscal eletrônica

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO Fevereiro/2013

MANUAL DO USUÁRIO Fevereiro/2013 MANUAL DO USUÁRIO Fevereiro/2013 ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 11 1 O que é a NF-e... 12 2 GNF-e SAAS EDITION... 13 2.1 Funcionalidades... 13 2.2 Fluxo do processo... 13 3 REQUISITOS... 16 4 PADRÃO DE COMUNICAÇÃO...

Leia mais

Solução Planner para Nota Fiscal Eletrônica (P/NF-e 3.7)

Solução Planner para Nota Fiscal Eletrônica (P/NF-e 3.7) Solução Planner para Nota Fiscal Eletrônica (P/NF-e 3.7) Introdução Desde abril de 2008 a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) se tornou obrigatória para diversos setores da economia nacional. A cada 6 meses,

Leia mais

OPERAÇÃO NF-E MASTERSAF DF-E

OPERAÇÃO NF-E MASTERSAF DF-E MASTERSAF DF-E ÍNDICE Fluxo NF-e SEFAZ... 1 Fluxo do NF-e Mastersaf... 1 Emissão de NF-e...2 Ícones do Produto...5 Atualização do Licenciamento...5 Painéis de Consulta...6 Ordenação dos Grids... 6 Visualizar

Leia mais

Conhecimento de Transporte

Conhecimento de Transporte Página1 Conhecimento de Transporte No menu de navegação, este item é a opção para emissão e administração dos Conhecimentos de Transporte do sistema. Para acessar, posicione o mouse no local correspondente

Leia mais

e-nota NFC-e PR Nota Fiscal de Consumidor eletrônica Versão Gratuita - Paraná

e-nota NFC-e PR Nota Fiscal de Consumidor eletrônica Versão Gratuita - Paraná Página1 e-nota NFC-e PR Nota Fiscal de Consumidor eletrônica Versão Gratuita - Paraná Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é NFC-e?... 03 2. Safeweb enota NFC-e

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica/SC. Perguntas e Respostas

Nota Fiscal Eletrônica/SC. Perguntas e Respostas Nota Fiscal Eletrônica/SC Perguntas e Respostas I. Conceito, uso e obrigatoriedade da NF-e 1. O que é a Nota Fiscal Eletrônica NF-e? 2. Já existe legislação aprovada sobre a NF-e? 3. Quais são as vantagens

Leia mais

Manual da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e

Manual da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e Estadual Manual da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e MANUAL INFORMATIVO AOS CONTRIBUINTES DO ICMS SOBRE A NOTA FISCAL ELETRÔNICA-NF-e. Versão_PB_ 1.00 2007 Página 2 GOVERNADOR DO ESTADO C Á S S I O C U N H

Leia mais

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e)

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) Para dar mais agilidade e segurança à administração tributária, os Estados brasileiros, o Distrito

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica... 5. Conceitos... 6. DANFE comum e DANFE em contingência... 7. Principais dúvidas... 8. Considerações... 9

Nota Fiscal Eletrônica... 5. Conceitos... 6. DANFE comum e DANFE em contingência... 7. Principais dúvidas... 8. Considerações... 9 Cartilha NF-e 1 Sumário Nota Fiscal Eletrônica... 5 Conceitos... 6 DANFE comum e DANFE em contingência... 7 Principais dúvidas... 8 Considerações... 9 Procedimento para operacionalização da NF-e... 10

Leia mais

Geraldo Scheibler. Equipe da NF-e no RS nfe@sefaz.rs.gov.br

Geraldo Scheibler. Equipe da NF-e no RS nfe@sefaz.rs.gov.br Geraldo Scheibler Equipe da NF-e no RS nfe@sefaz.rs.gov.br Escrituração Contábil Digital Escrituração Fiscal Digital Nota Fiscal Eletrônica Sistema Público de Escrituração Digital - SPED SPED Subprojetos

Leia mais

Respostas - Perguntas Frequentes - versão 02/2009

Respostas - Perguntas Frequentes - versão 02/2009 Conhecimento de Transporte Eletrônico CTe Respostas Perguntas Frequentes versão 02/2009 I. Conceito, uso e obrigatoriedade da CTe 1. O que é o Conhecimento de Transporte Eletrônico CTe? Podemos conceituar

Leia mais

M D F -e CONSIDERAÇÕES INICIAIS

M D F -e CONSIDERAÇÕES INICIAIS M D F -e CONSIDERAÇÕES INICIAIS Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (MDF-e) é o documento emitido e armazenado eletronicamente, de existência apenas digital, para vincular os documentos fiscais

Leia mais

1. O que é a Nota Fiscal Eletrônica - NF-e?

1. O que é a Nota Fiscal Eletrônica - NF-e? 1. O que é a Nota Fiscal Eletrônica - NF-e? Podemos conceituar a Nota Fiscal Eletrônica como sendo um documento de existência apenas digital, emitido e armazenado eletronicamente, com o intuito de documentar,

Leia mais

MBA EM CONTABILIDADE DIGITAL M3 D4 DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS. GUIA III CT-e PROFESSOR AUTOR: FERNANDO TEIXEIRA

MBA EM CONTABILIDADE DIGITAL M3 D4 DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS. GUIA III CT-e PROFESSOR AUTOR: FERNANDO TEIXEIRA MBA EM CONTABILIDADE DIGITAL M3 D4 DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS GUIA III CT-e PROFESSOR AUTOR: FERNANDO TEIXEIRA PROFESSOR TELEPRESENCIAL: JOSÉ MARIA RIBEIRO COORDENADOR DE CONTEÚDO: FLÁVIO LÚCIO BRITO

Leia mais

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Página1 e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é Nota Fiscal de Serviço eletrônica

Leia mais

Changelog 31/05/2011

Changelog 31/05/2011 Versão 2.0.006 Changelog 31/05/2011 RESUMO Página 1/10 Emissão de NFe - Nota Fiscal Eletrônica (modelo 55); Emissão de Nota Fiscal Via Única modelo 21; Emissão de Nota Fiscal Via Única modelo 22; Pool

Leia mais

Nota Fiscal eletrônica nacional NF-e. Perguntas e respostas. Versão 2.0 30/05/2008

Nota Fiscal eletrônica nacional NF-e. Perguntas e respostas. Versão 2.0 30/05/2008 Nota Fiscal eletrônica nacional NF-e Perguntas e respostas Versão 2.0 30/05/2008 ATENÇÃO: o presente texto Nota Fiscal eletrônica nacional Perguntas e respostas é uma adaptação do texto Perguntas Freqüentes

Leia mais

COMUNICADO IMPORTANTE

COMUNICADO IMPORTANTE COMUNICADO IMPORTANTE Rio de Janeiro, 17 de julho de 2009. Sr. Responsável pelo recebimento das Notas Fiscais REF.: NOTA FISCAL ELETRÔNICA (NF-e) Prezado Cliente, Informamos que, a partir do dia 1º de

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DE ALAGOAS. NFC-e Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica. Perguntas e Respostas

GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DE ALAGOAS. NFC-e Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica. Perguntas e Respostas GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DE ALAGOAS NFC-e Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica Perguntas e Respostas I) INFORMAÇÕES INICIAIS 1. O que é a Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Novo Layout NF-e versão 310

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Novo Layout NF-e versão 310 Segmentos Novo Layout NF-e versão 310 24/10/2013 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 6 5. Informações

Leia mais

Módulo NF-e. Manual de Utilização

Módulo NF-e. Manual de Utilização Módulo NF-e Manual de Utilização 1 Conteúdo Passo-a-passo para emissão de NF-e... 3 1. Obtendo seu Certificado Digital... 3 2. Registrando-se na Secretaria da Fazenda para Homologação (testes)... 4 3.

Leia mais

AJUSTE SINIEF 07/05 A J U S T E

AJUSTE SINIEF 07/05 A J U S T E AJUSTE SINIEF 07/05 Publicado no DOU de 05.10.05. Republicado no DOU de 07.12.05. Alterado pelos Ajustes 11/05, 02/06, 04/06. Ato Cotepe 72/05 dispõe sobre as especificações técnicas da NF-e e do DANFE.

Leia mais

DOE Nº 12.927 Data: 11/04/2013 PORTARIA Nº 036/2013-GS/SET, DE 10 DE ABRIL DE 2013.

DOE Nº 12.927 Data: 11/04/2013 PORTARIA Nº 036/2013-GS/SET, DE 10 DE ABRIL DE 2013. DOE Nº 12.927 Data: 11/04/2013 PORTARIA Nº 036/2013-GS/SET, DE 10 DE ABRIL DE 2013. Institui o Projeto Piloto da Nota Fiscal Eletrônica para Consumidor Final (NFC-e), que possibilita a emissão da Nota

Leia mais

Copyrigth 2011. ERSystem Sistemas de Informações e Tecnologia. Todos Direitos Reservados. visite nosso site www.ersystem.com.

Copyrigth 2011. ERSystem Sistemas de Informações e Tecnologia. Todos Direitos Reservados. visite nosso site www.ersystem.com. Manual do CT-e. (Conhecimento de Transporte Eletrônico) no SistranNet 3.0 Página 1 Índice Introdução 03 Conceitos do CT-e 04 Histórico do documento fiscal eletrônico 05 Descrição Simplificada do Modelo

Leia mais

Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários

Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários Secretaria De Estado de Fazenda Superintendência de Gestão da Informação Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários DECLARAÇÃO DE COMPRA

Leia mais

ROTEIRO WEB AULA CONTROLLER NF-E

ROTEIRO WEB AULA CONTROLLER NF-E ROTEIRO WEB AULA CONTROLLER NF-E Nas páginas seguintes, você terá uma visão geral dos recursos disponíveis e das funções que o Controller Gold possui, facilitando o seu processo de venda e compra. Criando

Leia mais

Projeto Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

Projeto Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Projeto Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) (Ajuste SINIEF 07/05) Estado de Santa Catarina 7º Congresso de Secretários de Finanças, Contadores Públicos e Controladores Internos Municipais Florianópolis SC 15/04/2011

Leia mais

Prefeitura de Rio Verde GO. SEFAZ - Secretaria da Fazenda. DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas

Prefeitura de Rio Verde GO. SEFAZ - Secretaria da Fazenda. DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas Prefeitura de Rio Verde GO SEFAZ - Secretaria da Fazenda DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas DMS e Notas Fiscais Eletrônicas Rio Verde, GO, setembro 2009 1 Sumário INTRODUÇÃO... 03 LEGISLAÇÃO...

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica NOTA FISCAL ELETRÔNICA

Nota Fiscal Eletrônica NOTA FISCAL ELETRÔNICA Nota Fiscal Eletrônica NOTA FISCAL ELETRÔNICA Sistema Tributário Brasileiro (1967) Obrigações acessórias em excesso, muitas vezes redundantes Verificação Fiscal complexa e trabalhosa Altos custos com emissão,

Leia mais

5ª Delegacia Regional da Receita Guarapuava PR ALTAIR BATISTA DE SOUZA JOSÉ CLODOALDO MUNHOZ

5ª Delegacia Regional da Receita Guarapuava PR ALTAIR BATISTA DE SOUZA JOSÉ CLODOALDO MUNHOZ 5ª Delegacia Regional da Receita Guarapuava PR ALTAIR BATISTA DE SOUZA JOSÉ CLODOALDO MUNHOZ 1. O QUE É NF-e? 2. OBJETIVO DA NF-e 3. LEGISLAÇÃO 4. CONTRIBUINTES OBRIGATÓRIOS 5. ADESÃO VOLUNTÁRIA 6. NECESSIDADES

Leia mais

SPED NOTA FISCAL ELETRÔNICA. Maio/ 2009

SPED NOTA FISCAL ELETRÔNICA. Maio/ 2009 SPED NOTA FISCAL ELETRÔNICA Maio/ 2009 NFe - Objetivo Alteração da sistemática atual de emissão da nota fiscal em papel, por nota fiscal de existência apenas eletrônica. NFs Modelos 1 e 1A NFe - Conceito

Leia mais

e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais eletrônicos

e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais eletrônicos Página1 e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais eletrônicos Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é o e-nota R?... 03 2. Configurações e Requisitos...

Leia mais

Índice APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 CADASTROS... 8 PRINCIPAL... 15 NOTAS FISCAIS... 16 2.1. Primeiros Passos...

Índice APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 CADASTROS... 8 PRINCIPAL... 15 NOTAS FISCAIS... 16 2.1. Primeiros Passos... Índice 1. 2. 2.1. 2.2. 2.3. 2.4. 2.5. 2.6. 3. 3.1. 3.2. 3.3. 3.4. 3.5. 3.6. 3.7. 3.8. 4. 5. 5.1. 5.2. 5.3. APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 Primeiros Passos... 2 Minha Empresa... 3 Certificado

Leia mais

Manual de Instruções. Programa para Baixar Arquivos XML XML CONQUER

Manual de Instruções. Programa para Baixar Arquivos XML XML CONQUER 1 Manual de Instruções Programa para Baixar Arquivos XML XML CONQUER Sumário Apresentação:... 2 Exigência para funcionalidade do software:... 3 Instalação:... 4 Utilização... 5 Menu NFE/CTE XML... 7 XML

Leia mais

G N R E CONSIDERAÇÕES INICIAIS

G N R E CONSIDERAÇÕES INICIAIS G N R E CONSIDERAÇÕES INICIAIS O Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais GNRE é um documento para operações de vendas que são feitas para fora do estado de produção do produto, sujeitas à substituição

Leia mais

MANUAL DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA. Guia do utilizador

MANUAL DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA. Guia do utilizador MANUAL DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA Guia do utilizador Índice MANUAL DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA... 4 INTRODUÇÃO AO MANUAL... 5 FERRAMENTAS... 6 01 - Atualizar CEP... 7 02 - Corrigir Cadastros... 8 Produtos...

Leia mais

Vinicius Pimentel de Freitas. Julho de 2010

Vinicius Pimentel de Freitas. Julho de 2010 Nota Fiscal Eletrônica no Rio Grande do Sul Vinicius Pimentel de Freitas Julho de 2010 SPED ECD EFD NF-e CT-e MC-e NFS-e... Contextualizando: Documentos Fiscais Eletrônicos no Brasil Comunicações e Energia

Leia mais

Curso de Procedimentos Básicos. NF-e

Curso de Procedimentos Básicos. NF-e Curso de Procedimentos Básicos. NF-e (NF-e) é "um documento de existência apenas digital, emitido e armazenado eletronicamente, com o intuito de documentar uma operação de circulação de mercadorias ou

Leia mais

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM CNPJ: 10.793.118/0001-78 Projeto T2Ti ERP. Módulo Comercial. NF-e Nacional

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM CNPJ: 10.793.118/0001-78 Projeto T2Ti ERP. Módulo Comercial. NF-e Nacional Módulo Comercial NF-e Nacional Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo Comercial NF-e Nacional. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas no todo ou em partes

Leia mais