BRT NORTE SUL SISTEMAS ESTRUTURANTES DA REGIÃO METROPOLITANA DE GOIÂNIA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BRT NORTE SUL SISTEMAS ESTRUTURANTES DA REGIÃO METROPOLITANA DE GOIÂNIA"

Transcrição

1 BRT NORTE SUL SISTEMAS ESTRUTURANTES DA REGIÃO METROPOLITANA DE GOIÂNIA

2 E METROPOLITANA DE TRANSPORTE COLETIVO RMTC A Região Metropolitana de Goiânia 1 PLANO DE NEGÓCIOS 18 Municípios Inhumas Nova Veneza 803 bairros Brazabantes Nerópolis Caturaí Goianira Terezópolis de Goiás Sto Antônio de Goiás Goianápolis Sta Bárbara de Goiás 10 km Bonfinópolis Goiânia Trindade Senador Canedo Abadia de Goiás Campestre de Goiás Leopoldo de Bulhões 50 km Caldazinha hab. 285 linhas ônibus Aparecida de Goiânia Guapó Bela Vista de Goiás pass/mês Aragoiânia Hidrolândia Varjão pass/dia 19 terminais R$ 2,80

3 Articulação dos Projetos Estruturais - Cronologia / /2014 Construção do Eixo Anhanguera Idealização do BRT NS com 15 km PDTC E PD Goiânia Elaborado Projeto Funcional / busca por recursos Recurso do Governo Federal / Projeto Básico Recurso do Governo Federal p/ Obra

4 Objetivos perseguidos pela CMTC 3 1. Priorizar a circulação do transporte coletivo no sistema viário, com a redução dos tempos de viagens, maior regularidade e economia para a prestação do serviço; 2. Estruturação dos principais eixos de transporte coletivo com capacidade para atendimento da demanda; 3. Configuração de uma rede de corredores estruturados de transporte independente da solução tecnológica, física e veicular, com adequada integração entre as soluções adotadas, formando um conjunto harmônico de intervenções. 4. Projeção de uma imagem suficientemente forte para afirmação do transporte coletivo como modo preferencial de deslocamento motorizado;

5 Projetos: Integração e Unificação 4 PROJETO O QUÊ? RESPONSÁVEL RECURSO (R$) BRT Norte Sul Obra 7 Corredores BRS Obra 14 Corredores BRS 3 Terminais de Ônibus e 1 Estação de Conexão Projetos Executivos Projetos Executivos CAF + Governo Federal + Prefeitura de Goiânia / CMTC Governo Federal + Prefeitura de Goiânia / CMTC Governo Federal + Prefeitura de Goiânia / CMTC Governo Federal + Prefeitura de Goiânia / CMTC 430 milhões 145,3 milhões 8,7 milhões 1,310 milhões VLT Eixo Anhanguera Obra Governo federal + Governo do Estado de Goiás via PPP 1,03 bilhões Total recursos mais de R$ milhões

6 Evolução do Eixo Anhanguera... BRT para o futuro VLT /2018

7 Sistema Metropolitano Anhanguera e BRT Norte Sul 6 Goianira Trindade Senador Canedo de 13,8 km para 70 km de extensão

8 Visão Geral dos Eixos Estruturadores da RMTC 7 Um conjunto único: 216,3 km de eixos estruturados de transporte coletivo, totalmente articulados em locais de integração

9 Porquê o BRT? O quê queremos enfrentar? 8 Pensar no papel de formação e desenvolvimento da cidade - articulação R$ 1,40 Eixo Anhanguera e R$ 2,80 nas demais linhas Veloc. média HP = de 9 a 11 km/h Imagem da RMTC

10 Porquê o BRT? 9 Considera-se que os investimentos em TC previsto para a região, permitirão estancar, em parte, a perda competitiva do TC na matriz de mobilidade da região. Melhoria da imagem do sistema com a inclusão de veículos articulados, verificada com a expertise experimentada no Eixo Anhanguera. Baixo custo relativo à implantação e operação Boa média da velocidade comercial (20 a 30 km/h); Facilidade de integração com os serviços alimentadores, e Traz requalificação urbana

11 T. Veiga Jardim ENS 01 ENS 02 ENS 03 ENS 04 ENS 05 ENS 06 ENS 07 T. Cruzeiro ENS 08 ENS 09 ENS 10 T. Correio ENS 11 ENS 12 ENS 13 T. Isidória ENS 14 ENS 15 ENS 16 ENS 17 ENS 18 ENS 19A ENS 19B ENS 19C ENS 19D ENS 20 ENS 21 ENS 22 ENS 23 ENS 24 ENS 25 ENS 26 ENS 27 ENS 28 ENS 29 ENS 30 ENS 31 ENS 32 ENS 33 ENS 34 ENS 35 ENS 36 ENS 37 ENS 38 ENS 39 ENS 40 T. Recanto do Bosque ENS 01 ENS 02 ENS 03 ENS 04 ENS 05 ENS 06 ENS 07 ENS 08 ENS 09 ENS 10 ENS 11 T. Correio ENS 12 ENS 13 ENS 14 ENS 15 ENS 16 ENS 17 ENS 18 ENS 19A ENS 19B ENS 19C ENS 19D ENS 20 ENS 21 ENS 22 ENS 23 ENS 24 ENS 25 ENS 26 ENS 27 ENS 28 ENS 29 ENS 30 ENS 31 ENS 32 ENS 33 ENS 34 ENS 35 ENS 36 ENS 37 ENS 38 ENS 39 ENS 40 Estudo de Demanda 10 Total dia (sem terminal) Sobe Dia Desce Dia Total Dia (com terminal) Série1 Série2

12 Demanda e Oferta 11 Goianira pass/dia pass/hp/sentido Trindade 148 bairros 28 ônibus articulados 24 km/h Intervalos de 5 min / paradora e 8 min / expressa Integração: regiões noroeste, norte, central, sudoeste, sudeste e sul

13 Característica do BRT NORTE SUL 12 Extensão:... 26,2 km (22,0km Gyn) Estações:...39 (32 Goiânia) Terminais:... 7 (6 Goiânia) Duas faixas exclusivas para os ônibus Duas faixas de ultrapassagem nas estações Separação das faixas de circulação dos ônibus por canteiros laterais Pavimento em concreto em toda a extensão Estações no centro da via Elevadas, na altura do piso interno dos ônibus (90 cm) Abertura das portas dos ônibus do lado esquerdo do veículo Largura = 3,5m Comprimento = 60m Fechadas, com portas de abertura automática Controle de acesso externo Terão Câmeras de Vídeo e Painéis Eletrônicos Integração com a bicicleta Acessibilidade, iluminação, paisagismo, mobiliário urbano Monitoramento em tempo real

14 Secção Transversal Tipo 13 - Seção transversal tipo (desejável) - - Seção transversal tipo - estações

15 Características Gerais Estações de Embarque 14

16 Características Gerais Estações de Embarque 15

17 Alguns trechos do corredor 16

18 Alguns trechos do corredor 17

19 Benefícios 18 Projeto Benefícios tangíveis* Benefícios intangíveis Valor Presente Líquido dos Benefícios (30 anos) BRT Norte e Sul Redução de 4,0 milhões de horas/ano Valorização dos espaços urbanos na área central de Goiânia, na região Norte e na franja Sul, na divisa com Aparecida de Goiânia R$ 430 milhões Corredores Preferenciais Redução de 379 mil horas /ano (2010) e de 847 mil horas/ano (2020) Segurança para os pedestres Conforto para os passageiros Regularidade da operação Fortalecimento de centralidades de bairro R$ 66 milhões Sem benefícios de redução de custos operacionais de transporte coletivo Fonte: Fórum da Mobilidade - Goiânia

20 Tecnologia 19

21 Tecnologia 20

22 Tecnologia 21

23 Tecnologia 22

24 Video 7

25 Fim OBRIGADO Cristina Maria Afonso Diretora Técnica CMTC

PREFEITURA DE GOIÂNIA

PREFEITURA DE GOIÂNIA ANEXO III CORREDORES EXCLUSIVOS CORREDORES EXCLUSIVOS, definidos na Figura 3 Sistema de Transporte Coletivo, são vias dotadas de pistas exclusivas para a circulação dos ônibus, localizados no eixo central

Leia mais

IMPLANTACAO VIARIA PARA CORREDOR EXCLUSIVO DE ONIBUS,LIGANDO SANTA CRUZ A BARRA DA TIJUCA - BRT TRANSOESTE

IMPLANTACAO VIARIA PARA CORREDOR EXCLUSIVO DE ONIBUS,LIGANDO SANTA CRUZ A BARRA DA TIJUCA - BRT TRANSOESTE 1 IMPLANTACAO VIARIA PARA CORREDOR EXCLUSIVO DE ONIBUS,LIGANDO SANTA CRUZ A BARRA DA TIJUCA - BRT TRANSOESTE AUDIÊNCIA PÚBLICA OUTRAS INFORMAÇÕES 2266-0369 SMTR www.rio.rj.gov.br 2589-0557 SMO Rio de Janeiro

Leia mais

RMTC. Rede Metropolitana de Transporte Coletivo

RMTC. Rede Metropolitana de Transporte Coletivo RMTC Rede Metropolitana de Transporte Coletivo RMTC Região Metropolitana de Goiânia PLANO DE NEGÓCIOS Sta Bárbara de Goiás Caturaí Inhumas Trindade Brazabantes Goianira Nova Veneza Sto Antônio de Goiás

Leia mais

Metrô Leve de Goiânia. Projeto Modelo para Cidades Brasileiras

Metrô Leve de Goiânia. Projeto Modelo para Cidades Brasileiras Metrô Leve de Goiânia Projeto Modelo para Cidades Brasileiras 1 Projeto modelo para cidades médias 1. Estrutura Institucional Pacto Metropolitano instituindo órgão gestor do transporte coletivo na região

Leia mais

SISTEMA BRT AV. JOÃO NAVES DE ÁVILA CORREDOR ESTRUTURAL SUDESTE

SISTEMA BRT AV. JOÃO NAVES DE ÁVILA CORREDOR ESTRUTURAL SUDESTE SISTEMA BRT AV. JOÃO NAVES DE ÁVILA CORREDOR ESTRUTURAL SUDESTE Inicialmente, o que é BRT? O BRT (Bus Rapid Transit), ou Transporte Rápido por Ônibus, é um sistema de transporte coletivo de passageiros

Leia mais

PCM Programa de Corredores Metropolitanos

PCM Programa de Corredores Metropolitanos PCM Programa de Corredores Metropolitanos 18ª Semana de Tecnologia Metroferroviária AEAMESP Ivan Carlos Regina Set/2012 Redes PCM de alta PROGRAMA e média capacidade DE CORREDORES METROPOLITANOS EMTU-PCM

Leia mais

de Belo Horizonte Projeto BRT Do sistema tronco alimentado convencional aos corredores de BRT

de Belo Horizonte Projeto BRT Do sistema tronco alimentado convencional aos corredores de BRT Sistema IntegradodeTransporte de porônibus de Belo Horizonte Projeto BRT Do sistema tronco alimentado convencional aos corredores de BRT Sumário Premissas e condicionantes do Projeto Conceito e características

Leia mais

Sistema BRT e Metrô para Porto Alegre: evolução para uma rede estrutural integrada multimodal de transporte urbano e metropolitano.

Sistema BRT e Metrô para Porto Alegre: evolução para uma rede estrutural integrada multimodal de transporte urbano e metropolitano. Sistema BRT e Metrô para Porto Alegre: evolução para uma rede estrutural integrada multimodal de transporte urbano e metropolitano. Luís Cláudio Ribeiro 1 ; Maria de Fátima Mengue dos Santos 1 ; Severino

Leia mais

Em 2012 a ASBAN iniciou a sintetização de dados estatísticos e demográficos e sobre a atividade econômica e

Em 2012 a ASBAN iniciou a sintetização de dados estatísticos e demográficos e sobre a atividade econômica e Prezados, Em 2012 a ASBAN iniciou a sintetização de dados estatísticos e demográficos e sobre a atividade econômica e financeira em sua região de abrangência. Com intuito de agilizar o acompanhamento,

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana. O Brasil vai continuar crescendo

MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana. O Brasil vai continuar crescendo MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana O Brasil vai continuar crescendo O Brasil vai continuar crescendo PAVIMENTAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE VIAS URBANAS MINISTÉRIO

Leia mais

Projeto BRT. Projeto BRT Porto Alegre. Rede Atual de Transporte Coletivo Desenho Conceitual do BRT. ao Transmilenio. Abril

Projeto BRT. Projeto BRT Porto Alegre. Rede Atual de Transporte Coletivo Desenho Conceitual do BRT. ao Transmilenio. Abril Projeto BRT Porto Alegre Rede Atual de Transporte Coletivo Desenho Conceitual do BRT Projeto BRT Visita Técnica T ao Transmilenio Abril - 2010 Rede Atual de Transporte Coletivo Trem Metropolitano: (Dados

Leia mais

Mapa dos Corredores Estruturais

Mapa dos Corredores Estruturais Mapa dos es Estruturais Industrial Umuarama Norte Oeste Dona Zulmira Central Leste Novo Mundo Planalto Sudoeste Jardins Sul Sudeste Santa Luzia Universitário Anéis Oeste Planalto Norte Dona Zulmira Sudoeste

Leia mais

Unidade de Gestão Estratégica. Regional Metropolitana

Unidade de Gestão Estratégica. Regional Metropolitana Unidade de Gestão Estratégica Perfil Socioeconômico Regional Metropolitana Sebrae em Goiás Conselho Deliberativo Marcelo Baiocchi Carneiro Presidente Diretoria Executiva Manoel Xavier Ferreira Filho Diretor

Leia mais

São Paulo 27 DE AGOSTO DE 2009

São Paulo 27 DE AGOSTO DE 2009 São Paulo 27 DE AGOSTO DE 2009 1 São Paulo 27 DE AGOSTO DE 2009 Sistema Integrado Metropolitano SIM e do Veículo Leve sobre Trilhos VLT (Metrô Leve) 2 Secretaria dos Transportes Metropolitanos STM Três

Leia mais

Transporte Coletivo: Chegando mais rápido ao futuro. Repensar Mobilidade em Transporte Coletivo

Transporte Coletivo: Chegando mais rápido ao futuro. Repensar Mobilidade em Transporte Coletivo Repensar Mobilidade em Transporte Coletivo As Cidades mudaram População mudou A Economia mudou Os Meios de Transportes mudaram E nós? Ainda pensamos igual ao passado? Em TRANSPORTE COLETIVO chega-se ao

Leia mais

PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO

PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO setembro 2014 Plano de Mobilidade Urbana de São Paulo Documentos de referência referências Plano Municipal de Circulação Viária e de Transporte - 2003 Consolidou

Leia mais

POLÍTICA DE MOBILIDADE

POLÍTICA DE MOBILIDADE POLÍTICA DE MOBILIDADE POLITICA DE MOBILIDADE + PRIORITÁRIO 1º PEDESTRES ACESSO À CIDADE 2º CICLISTAS PRIORIDADES: 3º TRANSPORTE PÚBLICO TRANSPORTE COLETIVO - PRIORITÁRIO 4º 5º TRANSPORTE DE CARGA AUTOMÓVEIS

Leia mais

MÍDIA KIT Abr a Jun/17. Pra você que é feito de música.

MÍDIA KIT Abr a Jun/17. Pra você que é feito de música. MÍDIA KIT - 2017 Abr a Jun/17 Pra você que é feito de música. O rádio é o meio de comunicação que estabele o maior envolvimento emocional com o consumidor. PERFIL RÁDIO PORQUE ANUNCIAR NA RÁDIO? O MELHOR

Leia mais

Foto: Fernando Leite Jornal Opção. Professor Willer Luciano Carvalho, DSc Engenharia de Transportes - UFG

Foto: Fernando Leite Jornal Opção. Professor Willer Luciano Carvalho, DSc Engenharia de Transportes - UFG Foto: Fernando Leite Jornal Opção Engenharia de Transportes - UFG O que é percepção? A percepção é um fenômeno complexo que resulta de um conjunto de processamentos psicológicos humanos, que envolvem tanto

Leia mais

Portfólio da Odebrecht TransPort

Portfólio da Odebrecht TransPort Iniciativas para investimentos em Mobilidade Urbana Seminário FIESP de Logística Rodrigo Carnaúba 6 de maio de 2013 Portfólio da Odebrecht TransPort RODOVIAS 100% OTP 75% OTP 50% OTP 50% OTP 8,5% OTP 33,3%

Leia mais

SEPLAN TRANSPORTE COMO CHAVE PARA O SUCESSO DA COPA DE 2014 SEPLAN SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

SEPLAN TRANSPORTE COMO CHAVE PARA O SUCESSO DA COPA DE 2014 SEPLAN SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO SEPLAN TRANSPORTE COMO CHAVE PARA O SUCESSO DA COPA DE 2014 AGENDA ESTRATÉGIA PERSPECTIVAS ECONÔMICAS MATRIZ DE RESPONSABILIDADES MONOTRILHO CONSIDERAÇÕES FINAIS ESTRATÉGIA Concepção Planejamento Execução

Leia mais

MÍDIA KIT Jan a Mar/17 PRA VOCÊ QUE É FEITO DE MÚSICA

MÍDIA KIT Jan a Mar/17 PRA VOCÊ QUE É FEITO DE MÚSICA MÍDIA KIT - 2017 Jan a Mar/17 PRA VOCÊ QUE É FEITO DE MÚSICA O rádio é o meio de comunicação que estabelece o maior envolvimento emocional com o consumidor. PERFIL RÁDIO PORQUE ANUNCIAR NA RÁDIO O MELHOR

Leia mais

Região Metropolitana de Goiânia

Região Metropolitana de Goiânia RORAIMA AMAPÁ AMAZONAS PARÁ MARANHÃO CEARÁ RIO GRANDE DO N ORTE PARAÍBA PIAUÍ PERNAMBUCO ACRE TOCANTINS ALA GOAS RONDÔNIA SERGIPE MATO G ROSSO BAHIA GOIÁS DF MINAS GERAIS MATO G ROSSO DO S UL E SPÍRITO

Leia mais

AVENIDA DONA BELMIRA MARIN MELHORAMENTOS E ALARGAMENTO IMPLANTAÇÃO DE CORREDOR DE ÔNIBUS

AVENIDA DONA BELMIRA MARIN MELHORAMENTOS E ALARGAMENTO IMPLANTAÇÃO DE CORREDOR DE ÔNIBUS AVENIDA DONA BELMIRA MARIN MELHORAMENTOS E ALARGAMENTO IMPLANTAÇÃO DE CORREDOR DE ÔNIBUS OPORTUNIDADES PROMOVER ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA VIÁRIO E ALÍVIO DOS VOLUMES DE TRÁFEGO IMPORTANTE VIA ESTRUTURAL.

Leia mais

PESQUISA DE MOBILIDADE URBANA

PESQUISA DE MOBILIDADE URBANA PESQUISA DE MOBILIDADE URBANA A Pesquisa de Mobilidade Urbana teve como objetivo levantar a opinião da população, para avaliar a situação da mobilidade urbana em Florianópolis, e dessa forma, auxiliar

Leia mais

A importância da mudança modal para tirar São Paulo da contramão. Autora: Arqta. Melissa Belato Fortes Co-autora: Arqta. Denise H. S.

A importância da mudança modal para tirar São Paulo da contramão. Autora: Arqta. Melissa Belato Fortes Co-autora: Arqta. Denise H. S. A importância da mudança modal para tirar São Paulo da contramão Autora: Arqta. Melissa Belato Fortes Co-autora: Arqta. Denise H. S. Duarte Objeto da pesquisa Relação entre adensamento, multifuncionalidade

Leia mais

Mobilidade Urbana. Aspectos Gerais Infraestrutura PMUS Além de Infraestrutura Novos Caminhos

Mobilidade Urbana. Aspectos Gerais Infraestrutura PMUS Além de Infraestrutura Novos Caminhos Mobilidade Urbana Mobilidade Urbana Aspectos Gerais Infraestrutura PMUS Além de Infraestrutura Novos Caminhos Aspectos Gerais LEI Nº 12.587, DE 3 DE JANEIRO DE 2012, Política Nacional de Mobilidade Urbana

Leia mais

DESAFIOS E PERSPECTIVAS DOS CONSÓRCIOS PÚBLICOS DE REGIÕES METROPOLITANAS CONSÓRCIO DE TRANSPORTE DA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE

DESAFIOS E PERSPECTIVAS DOS CONSÓRCIOS PÚBLICOS DE REGIÕES METROPOLITANAS CONSÓRCIO DE TRANSPORTE DA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE DESAFIOS E PERSPECTIVAS DOS CONSÓRCIOS PÚBLICOS DE REGIÕES METROPOLITANAS CONSÓRCIO DE TRANSPORTE DA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE ITEM RMR RECIFE População 4.048.845 hab

Leia mais

Melhoria da Mobilidade em Belo Horizonte. Projetos para a Copa 2014

Melhoria da Mobilidade em Belo Horizonte. Projetos para a Copa 2014 Melhoria da Mobilidade em Belo Horizonte Projetos para a Copa 2014 Indicadores da Mobilidade Urbana em BH Distribuição espacial da demanda de transporte Sistema Ônibus no Hipercentro % das linhas Ônibus/dia

Leia mais

Seminário IBRE Infraestrutura no Brasilperspectivas. nas áreas de construção, saneamento, transporte e logística

Seminário IBRE Infraestrutura no Brasilperspectivas. nas áreas de construção, saneamento, transporte e logística Seminário IBRE Infraestrutura no Brasilperspectivas e desafios nas áreas de construção, saneamento, transporte e logística Projetos e Programas de Investimentos para o Setor de Infraestrutura no Brasil

Leia mais

Adaptação climática em megacidades: refletindo sobre impactos, demandas e capacidades de resposta de São Paulo

Adaptação climática em megacidades: refletindo sobre impactos, demandas e capacidades de resposta de São Paulo Adaptação climática em megacidades: refletindo sobre impactos, demandas e capacidades de resposta de São Paulo IAG/USP - OUTUBRO 2014 Mobilidade urbana: agenda ambiental LEI Nº 14.933, DE 5 DE JUNHO DE

Leia mais

Companhia do Metropolitano do Distrito Federal. Audiência Pública

Companhia do Metropolitano do Distrito Federal. Audiência Pública Companhia do Metropolitano do Distrito Federal Audiência Pública Expansão da Linha I do Metrô-DF (Samambaia, Ceilândia e Asa Norte) e modernização do sistema Objetivo da Audiência Pública Dar início aos

Leia mais

Saulo Pereira Vieira Secretaria dos Transportes Metropolitanos

Saulo Pereira Vieira Secretaria dos Transportes Metropolitanos SOLUÇÕES PARA A MOBILIDADE URBANA NO BRASIL PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO TRANSPORTE METROPOLITANO EM SÃO PAULO Saulo Pereira Vieira Secretaria dos Transportes Metropolitanos 17 de setembro/2015 Estrutura

Leia mais

Mobilidade Urbana no Brasil. J. R. Generoso Secretário Nacional de Mobilidade Urbana

Mobilidade Urbana no Brasil. J. R. Generoso Secretário Nacional de Mobilidade Urbana Mobilidade Urbana no Brasil J. R. Generoso Secretário Nacional de Mobilidade Urbana Ministério das Cidades MINISTÉRIO DAS CIDADES Conselho das Cidades Secretaria Executiva CBTU Companhia Brasileira de

Leia mais

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO SOBRE PNEUS

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO SOBRE PNEUS DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO SOBRE PNEUS DEZEMBRO 2013 DENSIDADE DE EMPREGOS ÁREA CENTRAL Plano Diretor 2013 Referências Trata da política de transporte e mobilidade urbana integrada com

Leia mais

Mobilidade e Políticas Urbanas em Belo Horizonte

Mobilidade e Políticas Urbanas em Belo Horizonte I Seminário Nacional de Política Urbana e Ambiental Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil Brasília abril 2016 Mobilidade e Políticas Urbanas em Belo Horizonte Tiago Esteves Gonçalves da Costa ESTRUTURA

Leia mais

PENSAR BRASÍLIA. TRANSPORTE COLETIVO DO DF Ações do Governo. Brasília/DF, 30 de agosto de 2012. Secretaria de Transportes - DF

PENSAR BRASÍLIA. TRANSPORTE COLETIVO DO DF Ações do Governo. Brasília/DF, 30 de agosto de 2012. Secretaria de Transportes - DF PENSAR BRASÍLIA TRANSPORTE COLETIVO DO DF Ações do Governo Brasília/DF, 30 de agosto de 2012 GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL GOVERNO PARA O DISTRITO FEDERAL Postura de Estado. Visão > Eixo de Desenvolvimento

Leia mais

DIRETRIZES PARA A BICICLETA NO PLANO DE GOVERNO DE FERNANDO HADDAD PARA A PREFEITURA DE SÃO PAULO

DIRETRIZES PARA A BICICLETA NO PLANO DE GOVERNO DE FERNANDO HADDAD PARA A PREFEITURA DE SÃO PAULO Promover a sustentabilidade com a melhoria da qualidade de vida e do ar, reduzir os congestionamentos, democratizar o uso do espaço viário, a acessibilidade aos bens e serviços e ampliar a inserção social

Leia mais

POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO Cidade de São Paulo. TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO amplia o universo de análise, e rompe velhos paradigmas

POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO Cidade de São Paulo. TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO amplia o universo de análise, e rompe velhos paradigmas POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO Cidade de São Paulo TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO amplia o universo de análise, e rompe velhos paradigmas POLÍTICA DE MOBILIDADE Cidade de São Paulo POLITICA DE MOBILIDADE -

Leia mais

4.1. As vagas para Tutores são apresentadas no quadro a seguir.

4.1. As vagas para Tutores são apresentadas no quadro a seguir. Retificação do Termo de Referência TR Nº 18/2013 de Seleção de Tutores do projeto Caminhos do Cuidado - Formação em Saúde Mental (crack, álcool e outras drogas) para Agentes Comunitários de Saúde e Auxiliares/Técnicos

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA PROJETOS DE INFRAESTRUTURA

AUDIÊNCIA PÚBLICA PROJETOS DE INFRAESTRUTURA AUDIÊNCIA PÚBLICA PROJETOS DE INFRAESTRUTURA Junho/2015 O que é BRT? O que é BRT? 1) Faixas ou vias separadas e exclusivas Guangzhou (China) O que é BRT? 2) Tratamento prioritário nas interseções Cidade

Leia mais

Orientações para solicitação de Diárias e Passagens

Orientações para solicitação de Diárias e Passagens Orientações para solicitação de Diárias e Passagens 1 ORIENTAÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE DIÁRIAS A Requisição de Diárias pressupõe o atendimento ao Decreto n 343 de 19 de novembro de 1991, que apresenta em

Leia mais

ANEXO SUGESTÃO DE INDICADORES DE QUALIDADE DA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE MOBILIDADE TRANSPORTE COLETIVO 1 / 19

ANEXO SUGESTÃO DE INDICADORES DE QUALIDADE DA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE MOBILIDADE TRANSPORTE COLETIVO 1 / 19 ANEXO SUGESTÃO DE INDICADORES DE QUALIDADE DA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE MOBILIDADE TRANSPORTE COLETIVO 1 / 19 INDICADORES COMUNS TRANSPORTE COLETIVO CONVENIÊNCIA / CONFIABILIDADE ACESSIBILIDADE INFORMAÇÃO

Leia mais

Sustentável em Metrópoles

Sustentável em Metrópoles ..... ה ב Viabilidade da Mobilidade Sustentável em Metrópoles Agosto, 2017 Eng. Sergio Ejzenberg, M.Sc 55-11-99972-2476 sergio@ejzenberg.com.br MOBILIDADE EM METRÓPOLES SUMÁRIO 1. O modal individual é

Leia mais

TRANSFORMAÇÕES METROPOLITANAS E MOBILIDADE URBANA: OS DESAFIOS DA INTEGRAÇÃO ENTRE OS PLANOS MUNICIPAIS E METROPOLITANOS

TRANSFORMAÇÕES METROPOLITANAS E MOBILIDADE URBANA: OS DESAFIOS DA INTEGRAÇÃO ENTRE OS PLANOS MUNICIPAIS E METROPOLITANOS TRANSFORMAÇÕES METROPOLITANAS E MOBILIDADE URBANA: OS DESAFIOS DA INTEGRAÇÃO ENTRE OS PLANOS MUNICIPAIS E METROPOLITANOS Ana Stéfany da Silva Gonzaga Érika Cristine Kneib Programa de Pós Graduação Projeto

Leia mais

BRT: Uma visão sistêmica

BRT: Uma visão sistêmica BRT: Uma visão sistêmica Gustavo Nogueira Marketing do Produto Sistemas de Transporte BRT Campinas, 20 de janeiro de 2016 Presença global da Daimler Ônibus América do Norte Espanha Alemanha México Turquia

Leia mais

Plataforma IPEA de Pesquisa em Rede PROJETO: GOVERNANÇA METROPOLITANA NO BRASIL RELATÓRIO

Plataforma IPEA de Pesquisa em Rede PROJETO: GOVERNANÇA METROPOLITANA NO BRASIL RELATÓRIO Plataforma IPEA de Pesquisa em Rede PROJETO: GOVERNANÇA METROPOLITANA NO BRASIL RELATÓRIO Componente I Subcomponente I.I Caracterização e Quadros de Análise Comparativa da Governança Metropolitana no Brasil

Leia mais

Mobilidade. Secretaria Municipal de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana. Prefeitura de Nova Iguaçu SEMTMU

Mobilidade. Secretaria Municipal de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana. Prefeitura de Nova Iguaçu SEMTMU Mobilidade Secretaria Municipal de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana Prefeitura de Nova Iguaçu Principais Ações Criação do Centro de Operações de Nova Iguaçu CONIG 76 câmeras Principais Ações Centralização

Leia mais

LICITAÇÃO DO STPP/RMR. Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB

LICITAÇÃO DO STPP/RMR. Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB Municípios: 14 População: 3.690.547 hab Área: 2.768,45 km 2 ARAÇOIABA SÃO LOURENÇO DA MATA MORENO 49.205 189 90.402 277 15.108 90 CABO DE SANTO AGOSTINHO

Leia mais

USO DO SOLO E ADENSAMENTO AO LONGO DOS CORREDORES DE TRANSPORTE DE BELO HORIZONTE

USO DO SOLO E ADENSAMENTO AO LONGO DOS CORREDORES DE TRANSPORTE DE BELO HORIZONTE USO DO SOLO E ADENSAMENTO AO LONGO DOS CORREDORES DE TRANSPORTE DE BELO HORIZONTE Land use and densification along mass transit corridors in Belo Horizonte Daniel Freitas Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO DO FUNDO DE PARTICIPAÇÃO DOS MUNICIPIOS - FPM ESTADO DE GOIÁS

DISTRIBUIÇÃO DO FUNDO DE PARTICIPAÇÃO DOS MUNICIPIOS - FPM ESTADO DE GOIÁS Abadia de Goiás 7.567 0,6 R$ 160.969,00 Abadiânia 17.326 1,2 R$ 321.939,00 Acreúna 21.366 1,2 R$ 321.939,00 Adelândia 2.550 0,6 R$ 160.969,00 Água Fria de Goiás 5.395 0,6 R$ 160.969,00 R$ Água Limpa 2.021

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO DO FUNDO DE PARTICIPAÇÃO DOS MUNICIPIOS - FPM ESTADO DE GOIÁS. Municípios Pop. CIFPM FPM Bruto. OFICIAL - 20 de AGOSTO de 2014

DISTRIBUIÇÃO DO FUNDO DE PARTICIPAÇÃO DOS MUNICIPIOS - FPM ESTADO DE GOIÁS. Municípios Pop. CIFPM FPM Bruto. OFICIAL - 20 de AGOSTO de 2014 Abadia de Goiás 7.567 0,6 R$ 43.026,12 Abadiânia 17.326 1,2 R$ 86.052,24 0,00 860,52 67.981,27 Acreúna 21.366 1,2 R$ 86.052,24 12.907,84 860,52 55.073,43 Adelândia 2.550 0,6 R$ 43.026,12 6.453,92 430,26

Leia mais

REGRAS PARA REEMBOLSO

REGRAS PARA REEMBOLSO REGRAS PARA REEMBOLSO TABELA DISTÂNCIA X REEMBOLSO DISTÂNCIA LITROS REAIS 20 A 50 KM 10 R$38,00 51 A 100 KM 20 R$76,00 101 A 150 KM 30 R$114,00 151 A 200 KM 40 R$152,00 201 A 250 KM 50 R$190,00 251 A 300

Leia mais

Mobilidade Sustentável para um Brasil Competitivo. Otávio Vieira Cunha Filho Brasília, 28 de Agosto de 2013

Mobilidade Sustentável para um Brasil Competitivo. Otávio Vieira Cunha Filho Brasília, 28 de Agosto de 2013 Mobilidade Sustentável para um Brasil Competitivo Otávio Vieira Cunha Filho Brasília, 28 de Agosto de 2013 Estrutura da Apresentação 1. Contexto 1.1. Situação atual da Mobilidade Urbana; 1.2. Manifestações:

Leia mais

CORREDOR METROPOLITANO VEREADOR BILÉO SOARES NOROESTE - RMC

CORREDOR METROPOLITANO VEREADOR BILÉO SOARES NOROESTE - RMC ESTRUTURA ORGANIZACIONAL ÁREA DE ATUAÇÃO: ESTADO DE SÃO PAULO REGIÕES METROPOLITANAS A EMTU é Responsável pelo gerenciamento do transporte coletivo intermunicipal metropolitano RMC RMVP RMBS - 1,8 milhão

Leia mais

ASPECTOS GERAIS SET-CENTRO OESTE GUNNAR BEDICKS NOVEMBRO, 2016

ASPECTOS GERAIS SET-CENTRO OESTE GUNNAR BEDICKS NOVEMBRO, 2016 ASPECTOS GERAIS SETCENTRO OESTE GUNNAR BEDICKS NOVEMBRO, 2016 1 1 Principais atividades O Desligamento da TV Analógica Switch Off Distribuição de kits de conversão Comunicação à população Relacionamento

Leia mais

AVANÇAR CIDADES Mobilidade Urbana FINANCIAMENTO

AVANÇAR CIDADES Mobilidade Urbana FINANCIAMENTO AVANÇAR CIDADES Mobilidade Urbana FINANCIAMENTO Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana CIDADES AVANÇAR CIDADES OBJETIVO DO PROGRAMA: Melhoria da circulação das pessoas nas cidades; Melhoria da qualidade

Leia mais

SEPLAN Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico PROJETO DE MOBILIDADE URBANA 4 de Setembro de 2009

SEPLAN Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico PROJETO DE MOBILIDADE URBANA 4 de Setembro de 2009 SEPLAN Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico PROJETO DE MOBILIDADE URBANA 4 de Setembro de 2009 Agenda Crescimento de Manaus Seleção de solução de mobilidade urbana Oportunidade

Leia mais

Definição PlanMob Manaus

Definição PlanMob Manaus Definição O PlanMob Manaus é um instrumento da política de desenvolvimento urbano que contém diretrizes, programas, ações e projetos voltados a garantir acesso amplo e democrático às oportunidades que

Leia mais

NEGÓCIOS NOS TRILHOS. Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos Governo do Estado de São Paulo JURANDI R FERNANDES

NEGÓCIOS NOS TRILHOS. Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos Governo do Estado de São Paulo JURANDI R FERNANDES Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos Governo do Estado de São Paulo NEGÓCIOS NOS TRILHOS JURANDI R FERNANDES Secretário de Estado dos Transportes Metropolitanos Estratégia de financiamento

Leia mais

- Metrovias - Buenos Aires (gabarito estreito) - CMSP Linha 5 e Santiago Linha 4 (gabarito médio) - CMSP e CMRJ - Carros Novos (gabarito largo)

- Metrovias - Buenos Aires (gabarito estreito) - CMSP Linha 5 e Santiago Linha 4 (gabarito médio) - CMSP e CMRJ - Carros Novos (gabarito largo) CUSTOS COMPARATIVOS ENTRE SISTEMAS DE TRANSPORTE Nestor S. Tupinambá set/2004 1 COMPARAÇÃO DOS DIFERENTES MODOS Vamos usar dados dos seguintes Metrôs - Metrovias - Buenos Aires (gabarito estreito) - CMSP

Leia mais

[Digite texto] Goiânia, 09 de Fevereiro de Ref: Publicidade em ônibus EMPRESA

[Digite texto] Goiânia, 09 de Fevereiro de Ref: Publicidade em ônibus EMPRESA [Digite texto] Goiânia, 09 de Fevereiro de 2017. À AG. VM9 PROPAGANDA A/C AMILCAR Ref: Publicidade em ônibus EMPRESA A A13 MÍDIA EXTERIOR, com sede em Goiânia há 14 anos é a única empresa com 100% de Cobertura

Leia mais

EMPREENDIMENTO DO VLT

EMPREENDIMENTO DO VLT SIM da RMBS Sistema Integrado Metropolitano Voltado à prestação do serviço de transporte público coletivo na Região Metropolitana da Baixada Santista RMBS Comitê técnico II - Desenvolvimento Socioeconômico,

Leia mais

COMUNICAÇÕES TÉCNICAS 21º CONGRESSO BRASILEIRO DE TRANSPORTE E TRÂNSITO SÃO PAULO 28, 29 E 30 DE JUNHO DE 2017

COMUNICAÇÕES TÉCNICAS 21º CONGRESSO BRASILEIRO DE TRANSPORTE E TRÂNSITO SÃO PAULO 28, 29 E 30 DE JUNHO DE 2017 COMUNICAÇÕES TÉCNICAS 21º CONGRESSO BRASILEIRO DE TRANSPORTE E TRÂNSITO SÃO PAULO 28, 29 E 30 DE JUNHO DE 2017 A ANTP convida a todos os integrantes das entidades associadas, seus membros individuais e

Leia mais

Curitiba, 2015 REALIZAÇÃO: APOIO:

Curitiba, 2015 REALIZAÇÃO: APOIO: Curitiba, 2015 Daniela Facchini, Diretora de Mobilidade Urbana Cristina Albuquerque, Coordenadora de Mobilidade Urbana Mariana Barcelos, Analista de Mobilidade Urbana Desenvolvido pelo WRI Brasil Cidades

Leia mais

FAIXAS EXCLUSIVAS À DIREITA

FAIXAS EXCLUSIVAS À DIREITA FAIXAS EXCLUSIVAS À DIREITA FAIXAS EXCLUSIVAS À DIREITA 122KM ATÉ 2012 Terminal Municipal Existente Faixa Exclusiva à Direita Proposta Corredor de Ônibus Municipal Existente FAIXAS EXCLUSIVAS À DIREITA

Leia mais

Monot o r t iliho Um U a m a I no n v o a v ç a ã ç o ã e m e mtr T a r n a s n porte

Monot o r t iliho Um U a m a I no n v o a v ç a ã ç o ã e m e mtr T a r n a s n porte Monotrilho Uma Inovação em Transporte Estudos recentes apontam para o desperdício de 43% 43% do combustível em Automóveis devido a dificuldade no transito. (Sant Ana,2005). Com mais de 50% da população

Leia mais

PAINEL 1 GERENCIAMENTO DA DEMANDA NO TRANSPORTE. Jilmar Tatto. Secretário municipal de transportes

PAINEL 1 GERENCIAMENTO DA DEMANDA NO TRANSPORTE. Jilmar Tatto. Secretário municipal de transportes PAINEL 1 GERENCIAMENTO DA DEMANDA NO TRANSPORTE Jilmar Tatto Secretário municipal de transportes GERENCIAMENTO DA DEMANDA DIRETRIZES DA POLÍTICA DE MOBILIDADE URBANA E TRANSPORTE PÚBLICO COLETIVO SÃO PAULO

Leia mais

Operação e Expansão do Metrô BH

Operação e Expansão do Metrô BH CREA Minas Seminário Internacional Mobilidade Urbana 13/03/2013 Operação e Expansão do Metrô BH METRÔ DE BELO HORIZONTE. Linha 1 Eldorado a Vilarinho Características atuais SUPERINTENDÊNCIA DE TRENS URBANOS

Leia mais

População: habitantes (IBGE - ago/2010) Área (ocupação): 497 km²

População: habitantes (IBGE - ago/2010) Área (ocupação): 497 km² Projetos Estratégicos de Mobilidade Porto Alegre Porto Alegre População: 1.409.939 habitantes (IBGE - ago/2010) População região metropolitana: 4.063.886 hab. Área (ocupação): 497 km² Dados da Frota (out/11):

Leia mais

Companhia de Engenharia de Tráfego CET

Companhia de Engenharia de Tráfego CET Secretaria Municipal de Transporte SMT Sec e a a u cpa de a spo e S Companhia de Engenharia de Tráfego CET Anhanguera Bandeirantes Fernão Dias Presidente Dutra Ayrton Senna MAIRIPORÃ Castello Branco CAIEIRAS

Leia mais

2 ESTUDOS DE DEMANDA E OFERTA

2 ESTUDOS DE DEMANDA E OFERTA 2 ESTUDOS DE DEMANDA E OFERTA 2 ESTUDOS DE DEMANDA E OFERTA Tabela 2-1: Embarques diário de passageiros do Eixo Anhanguera 2.1 Estudo de demanda 2.1.1 Demanda atual A demanda atual do eixo Anhanguera nos

Leia mais

Cidades e Uso do Espaço Público.

Cidades e Uso do Espaço Público. Cidades e Uso do Espaço Público. Passado, Presente e Futuro. Jonas Hagen e José Lobo, Setembro 2009. Dia Mundial sem Carros. Rio de Janeiro, 2009. Dias Sem Carro Uma oportunidade para refletir sobre a

Leia mais

Aspectos das vias principais

Aspectos das vias principais Aspectos das vias principais ALMIRANTE BARROSO CENTRO AUGUSTO MONTENEGRO INDEPENDÊNCIA Estrutura viária legal Circulação viária FROTA DE BELÉM ALMIRANTE BARROSO Circulação viária - Pico da manhã Carregamento

Leia mais

Breve panorama da Mobilidade Urbana no Brasil - Investimentos. - Contexto - Investimentos - Imagens - Desafios

Breve panorama da Mobilidade Urbana no Brasil - Investimentos. - Contexto - Investimentos - Imagens - Desafios Breve panorama da Mobilidade Urbana no Brasil - Investimentos - Contexto - Investimentos - Imagens - Desafios -Transporte integrado ao desenvolvimento urbano. - Redução das deseconomias urbanas da circulação.

Leia mais

A INTEGRAÇÃO NOS SISTEMAS DE TRANSPORTE PÚBLICO DO BRASIL RESULTADO DA PESQUISA REALIZADA PELO GT INTEGRAÇÃO DA COMISSÃO METROFERROVIÁRIA DA ANTP

A INTEGRAÇÃO NOS SISTEMAS DE TRANSPORTE PÚBLICO DO BRASIL RESULTADO DA PESQUISA REALIZADA PELO GT INTEGRAÇÃO DA COMISSÃO METROFERROVIÁRIA DA ANTP A INTEGRAÇÃO NOS SISTEMAS DE TRANSPORTE PÚBLICO DO BRASIL RESULTADO DA PESQUISA REALIZADA PELO GT INTEGRAÇÃO DA COMISSÃO METROFERROVIÁRIA DA ANTP 1ª ETAPA A INTEGRAÇÃO NOS SISTEMAS METROFERROVIÁRIOS OPERADORAS

Leia mais

Brasília - Brasil Maio de 2006

Brasília - Brasil Maio de 2006 Brasília - Brasil Maio de 2006 Diagnóstico Início Diagnóstico Objetivos do Programa Intervenções Propostas Avanço das Atividades Tratamento Viário Diagnóstico Início Diagnóstico Objetivos do Programa Intervenções

Leia mais

INFRAESTRUTURA PARA A COPA Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte

INFRAESTRUTURA PARA A COPA Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte INFRAESTRUTURA PARA A COPA 2014 Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte Agosto/2011 Programa de Mobilidade Urbana AÇÃO Prazo de execução obras nº meses Início Conclusão Obra Desapropriação BRT Antonio

Leia mais

UF Município Sede: Nome do Ente Parceiro: Esfera de Poder: Cargo da Autoridade:

UF Município Sede: Nome do Ente Parceiro: Esfera de Poder: Cargo da Autoridade: GO Abadia De Goiás Prefeitura Municipal Poder Executivo Municipal Prefeito Municipal 23/08/2013 GO Alto Horizonte Prefeitura Municipal Poder Executivo Municipal Prefeito Municipal 20/09/2013 GO Alto Paraíso

Leia mais

Objetivos Fundamentais do Sistema de Transporte Público de Passageiros

Objetivos Fundamentais do Sistema de Transporte Público de Passageiros Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos METROFOR TREM DO CARIRI SOLUÇÃO PARA O TRANSPORTE REGIONAL Objetivos Fundamentais do Sistema de Transporte Público de Passageiros Transporte público como

Leia mais

PREFEITO LUCIANO DUCCI

PREFEITO LUCIANO DUCCI Câmara dos Deputados Comissão de Desenvolvimento Urbano Curitiba PREFEITO LUCIANO DUCCI Mobilidade Urbana Cléver Ubiratan Teixeira de Almeida Presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de

Leia mais

Nova Rede de Ônibus de São Paulo

Nova Rede de Ônibus de São Paulo Nova Rede de Ônibus de São Paulo Tipologia de linhas Versão 28/05/15 Hierarquia viária do transporte coletivo NÍVEL DE CONTROLE (TRATAMENTO DE PREFERÊNCIA PARA OS ÔNIBUS) Estrutural Vias com maior gabarito

Leia mais

estruturando a mobilidade da metrópole COMPANHIA PAULISTA DE TRENS METROPOLITANOS Sérgio Avelleda Diretor Presidente - CPTM

estruturando a mobilidade da metrópole COMPANHIA PAULISTA DE TRENS METROPOLITANOS Sérgio Avelleda Diretor Presidente - CPTM estruturando a mobilidade da metrópole COMPANHIA PAULISTA DE TRENS METROPOLITANOS Sérgio Avelleda Diretor Presidente - CPTM novembro/2008 Região Metropolitana da Grande São Paulo 39 municípios 19,7 milhões

Leia mais

A Expansão e Melhoria dos Sistemas Metroferroviários em São Paulo SECRETARIA DOS TRANSPORTES METROPOLITANOS

A Expansão e Melhoria dos Sistemas Metroferroviários em São Paulo SECRETARIA DOS TRANSPORTES METROPOLITANOS A Expansão e Melhoria dos Sistemas Metroferroviários em São Paulo SECRETARIA DOS TRANSPORTES METROPOLITANOS 2 Rede Atual Rede Atual 3 Atual 2010 2015 Essencial Extensão (km) 61,3 80 95 163 Quantidade de

Leia mais

X Seminário Nacional Metroferroviário Projetos em implantação

X Seminário Nacional Metroferroviário Projetos em implantação X Seminário Nacional Metroferroviário Projetos em implantação Jurandir Fernandes Secretário dos Transportes Metropolitanos Estado de São Paulo ANTP Rio de Janeiro, 12/03/2014 Rede metropolitana em andamento

Leia mais

INTRODUÇÃO A ENGENHARIA DE TRANSPORTE

INTRODUÇÃO A ENGENHARIA DE TRANSPORTE Capítulo 1 INTRODUÇÃO A ENGENHARIA DE TRANSPORTE Tecnologia dos Transportes 2 SISTEMAS DE TRANSPORTE E SOCIEDADE De extrema importância para o desenvolvimento de uma sociedade O desenvolvimento está diretamente

Leia mais

Pop escolares na faixa

Pop escolares na faixa Pop escolares na faixa POP BRASIL GERAL etária de 5-14 anos UF Municipios Brasil 2013 (estimativa (Dados INEP 2014) Meta TCU/IBGE) http://portal.inep.gov.br/b asica-censo GO 520010 Abadiânia 17.326 1.700

Leia mais

Repasse do ICMS Estado de Goiás 2017

Repasse do ICMS Estado de Goiás 2017 MUNICÍPIOS - 55.200.000,00 9.200.000,00 46.000.000,00 ABADIA DE GOIAS 0,2118804 R$ 116.957,98 R$ 19.493,00 R$ 97.464,98 ABADIANIA 0,2084991 R$ 115.091,50 R$ 19.181,92 R$ 95.909,59 ACREUNA 0,3040743 R$

Leia mais

Repasse do ICMS Estado de Goiás 2017

Repasse do ICMS Estado de Goiás 2017 ABADIA DE GOIAS 0,2118804 46.783,19 7.797,20 38.985,99 ABADIANIA 0,2084991 46.036,60 7.672,77 38.363,83 ACREUNA 0,3040743 67.139,61 11.189,93 55.949,67 ADELANDIA 0,0491728 10.857,35 1.809,56 9.047,80 AGUA

Leia mais

x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x 1 de 9

x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x x 1 de 9 SECRETARIA DE DO ESTADO DE GOIÁS PERMANENTE DO MAGISTÉRIO DA SECRETARIA DE DO ESTADO DE GOIÁS ANÁPOLIS 1 Abadiânia x x 2 Alexânia x x x x x x x x x x x x x x 3 Anápolis x x x x x x x x x x x x x x x x

Leia mais

PIB Regiões de Planejamento do Estado de Goiás

PIB Regiões de Planejamento do Estado de Goiás 1 PIB 2010 - Regiões de Planejamento do Estado de Goiás 2 PIB 2010 REGIÕES DE PLANEJAMENTO DO ESTADO DE GOIÁS 3 Em dezembro de 2012, o Instituto Mauro Borges de Estatística e Estudos Socioeconômicos, vinculado

Leia mais

Transportes na cidade contemporânea

Transportes na cidade contemporânea Transportes na cidade contemporânea Luis Antonio Lindau, PhD Diretor presidente Motorização impõe um grande desafio urbano! Autos/1000 hab Situação das metrópoles brasileiras (2013) Padrão de urbanização

Leia mais

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE MOBILIDADE SP

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE MOBILIDADE SP DIRETRIZES DA POLÍTICA DE MOBILIDADE SP SETEMBRO 2014 ANTECEDENTES CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART. 182/183 > CONDICIONAM O DIREITO DE PROPRIEDADE A SUA FUNÇÃO SOCIAL INSTRUMENTOS PARA CUMPRIR FUNÇÃO SOCIAL DA

Leia mais

CALENDÁRIO DE VISTORIA DE VEÍCULOS QUE REALIZAM O TRANSPORTE ESCOLAR REFERENTE AO 2º SEMESTRE DO ANO DE 2016, do dia 22/08/2016 à 29/10/2016.

CALENDÁRIO DE VISTORIA DE VEÍCULOS QUE REALIZAM O TRANSPORTE ESCOLAR REFERENTE AO 2º SEMESTRE DO ANO DE 2016, do dia 22/08/2016 à 29/10/2016. DETRAN-GO CALENDÁRIO DE VISTORIA DE VEÍCULOS QUE REALIZAM O TRANSPORTE ESCOLAR REFERENTE AO 2º SEMESTRE DO ANO DE 2016, do dia 22/08/2016 à 29/10/2016. COMARCA / LOCAL VISTORIA MUNICÍPIOS DT. VISTORIA

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº /2015

PROJETO DE LEI Nº /2015 Sumário PROJETO DE LEI Nº /2015 TÍTULO I DOS FUNDAMENTOS, ABRANGÊNCIA E FINALIDADES...7 CAPÍTULO I DOS FUNDAMENTOS E ABRANGÊNCIA... 7 CAPÍTULO II DA FINALIDADE E PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO... 7 TÍTULO

Leia mais

SÃO PAULO TRANSPORTE S.A.

SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. Transporte Público: Origens, Evolução e Benefícios Sociais do Bilhete Único 05/04/2005 Antecedentes Bilhetagem Automática 1974: Metrô de São Paulo bilhete magnético Edmonson Seguem-se:

Leia mais

INTEGRADO METROPOLITANO DA REGIÃO METROPOLITANA DA BAIXADA SANTISTA

INTEGRADO METROPOLITANO DA REGIÃO METROPOLITANA DA BAIXADA SANTISTA VLT DA BAIXADA SANTISTA Ministério das Cidades SETEMBRO DE 2013 ESTRUTURA ORGANIZACIONAL EMTU EMTU ÁREA DE ATUAÇÃO: ESTADO DE SÃO PAULO REGIÕES METROPOLIPANAS A EMTU é Responsável pelo gerenciamento do

Leia mais

REGIONAIS REGIONAIS = 12

REGIONAIS REGIONAIS = 12 REGIONAIS = 12 Regional nº municípios Metropolitana 25 Centro Leste 21 Centro Norte 23 Norte 17 Médio Norte 24 Nordeste 24 Leste 21 Sul 20 Sudoeste 16 Oeste 22 Extremo Sudoeste 16 Vale do Araguaia 17 REGIONAIS

Leia mais

MOBILIDADE URBANA. Mauricio Muniz Barretto de Carvalho Secretário do PAC

MOBILIDADE URBANA. Mauricio Muniz Barretto de Carvalho Secretário do PAC MOBILIDADE URBANA Mauricio Muniz Barretto de Carvalho Secretário do PAC O QUE O GOVERNO FEDERAL JÁ FEZ Sanção da Política Nacional de Mobilidade Urbana (Lei 12.587/2012) Desoneração das tarifas do transporte

Leia mais

RREO HOMOLOGADOS COM SUCESSO POR BIMESTRE

RREO HOMOLOGADOS COM SUCESSO POR BIMESTRE RREO HOMOLOGADOS COM SUCESSO POR BIMESTRE 1º bimestre 2º bimestre 3º bimestre Município Município Município Abadiânia Abadiânia Abadiânia Acreúna Acreúna Acreúna Adelândia Adelândia Adelândia Água Fria

Leia mais