Não considerada: 0 pontos Precário: 40 pontos Insuficiente: 80 pontos Mediano: 120 pontos Bom: 160 pontos Ótimo: 200 pontos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Não considerada: 0 pontos Precário: 40 pontos Insuficiente: 80 pontos Mediano: 120 pontos Bom: 160 pontos Ótimo: 200 pontos"

Transcrição

1 Competências ENEM

2 Antes de relacionarmos as cinco competências do ENEM, esclarecemos que a prova de redação vale 1000 pontos no total (dividindo esse valor entre os 5 aspectos, cada um deles tem peso de 200 pontos). No resultado final da prova, a redação tem peso de 20%. Para você entender melhor cada nível dentro das competências, visualize a seguinte pontuação: Não considerada: 0 pontos Precário: 40 pontos Insuficiente: 80 pontos Mediano: 120 pontos Bom: 160 pontos Ótimo: 200 pontos

3 Competência I Demonstrar domínio da norma culta da língua portuguesa Em linhas gerais, esse item avalia se o candidato tem noções claras sobre a distinção da modalidade escrita e a oral. Com a internet, os estudantes têm trocado mensagens de texto com frequência, é verdade. O desafio é que nestas plataformas o uso da língua portuguesa é empregado de maneira mais coloquial do que o modo formal, que é o exigido em avaliações como a do ENEM. Fazer os alunos compreenderem essa diferença e, principalmente, do peso que isso tem na prova de redação vai ajudá-los bastante a ter uma pontuação melhor neste item específico.

4 O candidato tem essa competência desconsiderada (ou seja, tira nota zero neste item), quando mostra total falta de conhecimento da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa. O desempenho é considerado precário quando são notados desvios gramaticais graves e recorrentes, que passam pela ortografia, pontuação, concordância, acentuação e assim por diante. Além disso, o candidato que recebe essa qualificação apresenta no texto muitas gírias e marcas de oralidade.

5 É insuficiente o desempenho do candidato nesta competência quando são notados muitos desvios gramaticais, como escolha de registro e de convenções de escrita e ainda muito traço de oralidade e algumas gírias ao longo da construção textual. A avaliação mediana considera que o aluno teve alguns desvios da Língua Portuguesa mesmo que sejam poucos erros considerados graves ou gravíssimos, ou, ainda, vários deslizes leves. O fato de não haver uso adequado da concordância verbal ou nominal não impede o candidato de enquadrar-se nesse nível na referida competência, desde que não sejam configuradas faltas de domínio da norma culta.

6 O candidato que possui um bom nível nessa competência traz no texto poucos desvios gramaticais leves. Até por isso se há uma falha ou outra de concordância verbal ou nominal na prova de redação, é dado um peso menor, por entender que o aluno compreendeu o conteúdo e trata-se de uma falha eventual. No caso de um desempenho ótimo, o estudante demonstra um excelente domínio da Língua Portuguesa, com pouco ou nenhum desvio gramatical (são aceitos em caso de excepcionalidade, ou seja, quando não há reincidência do erro no mesmo texto).

7 Competência II Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. Falha bastante frequente nas redações do ENEM, essa competência é outro desafio que tem tomado bastante atenção do professor em sala de aula. Esse critério avalia bem a capacidade de interpretação do texto que o candidato possui, pois ao fugir do tema ele demonstra um indício de não ter conseguido compreender a proposta da prova. Pelo fato de terem textos de apoio na exposição do tema, mesmo que não tenha domínio sobre o assunto, o aluno em tese tem condições de atender a esse prérequisito.

8 O desempenho é desconsiderado completamente (nota zero) quando o autor do texto foge completamente ao tema e não apresenta a estrutura completa da dissertação argumentativa, tipo de texto exigido para a prova do ENEM. O desempenho precário é percebido pelos avaliadores quando o inscrito apresenta o tema, mas tangencia o assunto. Trocando em miúdos: fica numa superficialidade que beira o desconhecimento do tema (um forte indício de que faltaram condições de interpretação). Outra característica da redação enquadrada nesse nível é apresentar traços constantes de outros tipos textuais (tais como narração ou descrição, por exemplo).

9 A avaliação é considerada insuficiente nesta competência quando o candidato reproduz cópia de trechos do material de apoio (também conhecidos como textos motivadores). Outra percepção dos examinadores é a ausência da estrutura textual dissertativa-argumentativa, sem ter claros os aspectos de introdução, argumentação e conclusão. Mediana é a qualificação atribuída aos candidatos com argumentação óbvia ou previsível e com mais clareza sobre a estrutura de redação exigida na prova do ENEM, embora ainda não apresente com propriedade os componentes desse tipo textual.

10 O desempenho é considerado bom quando o inscrito possui uma argumentação consistente, com linha de raciocínio que atende ao formato do texto dissertativoargumentativo, passando pela proposição, argumentação e conclusão. O desempenho máximo, ou ótimo, é atribuído pelos avaliadores quando há argumentação consistente, notada a partir de um repertório sociocultural e com zelo e domínio das etapas que compõem o tipo de texto da prova do ENEM.

11 Competência III Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. Essa competência está intimamente ligada à capacidade de compreensão do tema e a relação dele com o repertório sociocultural do inscrito. A preparação do aluno para esse item passa, acima de tudo, pela vivência e experiências adquiridas ao longo de sua vida escolar. Mas sempre pode ser potencializada essa qualidade a partir de exercícios de leitura, debates e outras estratégias (como a do cinema na escola, que tratamos por aqui). Nessa competência é esperado do aluno que ele organize o conhecimento que possui em defesa de um ponto de vista pessoal dentro do tema estipulado.

12 A nota zero é atribuída à prova de redação do candidato que apresenta informações, fatos e opiniões não relacionados ao tema, sem que haja defesa de ponto de vista. O desempenho precário do inscrito é percebido quando há pouca relação dos dados apresentados com o tema e, ainda, opiniões incoerentes, que levam o autor a não defender um ponto de vista. O nível insuficiente é entendido pelos examinadores quando há exposição de informações e fatos sobre o tema, mas de maneira desorganizada e contraditória. Outro elemento percebido é que o conhecimento apresentado restringem-se aos dados trazidos nos textos motivadores.

13 É considerado mediano o texto que traz informações, fatos e opiniões relacionamentos ao tema, mas ainda centrados apenas nos argumentos propiciados pelos textos de apoio. O que difere da redação que recebe uma avaliação boa nesta competência. Nela, o inscrito traz o conteúdo dentro do tema, de maneira organizada, e com indícios de autoria e defesa de ponto de vista. O ótimo desempenho é notado quando o candidato traz os dados todos totalmente relacionados ao assunto proposto, de modo organizado e consistente.

14 Competência IV Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação Um dos pontos fortes do texto dissertativo, a argumentação recebe uma atenção especial nessa competência. Os 200 pontos desse item são destinados aos candidatos que apresentam uma excelente capacidade de estruturar o texto e apresentar, de maneira coesa e fundamentada, os argumentos. Esses requisitos facilitarão no processo de defesa de ponto de vista.

15 A nota zero é atribuída ao texto que não dispõe de marcas de articulação e com ideias totalmente fragmentadas, sem apresentar uma ordem lógica e clara. O desempenho precário é percebido nas redações cujos autores apresentam as informações um pouco mais coesas, mas ainda bem fragmentadas. Já o nível insuficiente desta competência é notado em textos que apresentam inadequações na formatação e pouco conhecimento de recursos de coesivos (conjunto de mecanismos linguísticos que ajudam a estabelecer relações de sentido no texto).

16 Os examinadores qualificam como mediana, nesta competência, a redação que apresenta articulação das partes do texto abaixo do adequado, cujo repertório do autor é pouco diversificado dos recursos que dão lógica e clareza. Diferentemente do candidato que tem um desempenho bom neste item. Eles reproduzem no texto poucas inadequações de argumentação e trazem, com clareza, as informações e repertório diversificado. No quesito, é enquadrado como ótimo o inscrito que consegue articular muito bem o texto, utilizando-se de conhecimento diversificado sobre o assunto e com vários recursos que garantem a lógica e clareza.

17 Competência V Elaborar proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. Essa proposta é a que tem, nas últimas edições do ENEM, apresentado o pior desempenho na média dos inscritos. A expectativa é a de que o candidato proponha alguma ideia para solucionar um problema relacionado do tema. Nesse quesito, os examinadores redobram as exigências para fazer com que as propostas estejam em concordância com os direitos humanos, considerando valores universais de cidadania, liberdade e diversidade sociocultural.

18 Os textos que têm nota zero nessa competência não apresentam proposta de intervenção ou a que é trazida pelo autor não faz relação nenhuma ao tema tratado. É encaixada no nível precário a redação que apresenta uma proposta de intervenção vaga ou muito abrangente, relacionada apenas ao assunto central. Já no item insuficiente, o candidato traz uma proposta que não está articulada com a discussão desenvolvida no texto.

19 O desempenho mediano é atribuído ao aluno que traz ao texto uma proposta de intervenção mais conectada ao tema e à argumentação trazida. O que difere dos que se enquadram na avaliação boa, cuja redação dispõe de uma proposta ligada ao tema e é mais sintonizada ao que foi relacionado nas linhas anteriores. E, por fim, o desempenho ótimo é atribuído aos estudantes que apresentam uma proposta de intervenção detalhada e com total relação ao assunto central, alinhavando aquilo que foi trazido pelo autor ao longo de seu texto.

20

REDAÇÃO 3º SIMULADO MODELO ENEM ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR 2º NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor:

REDAÇÃO 3º SIMULADO MODELO ENEM ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR 2º NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: 3º SIMULADO MODELO ENEM - 2015 3ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA REDAÇÃO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: INSTRUÇÕES 1. A REDAÇÃO SERÁ AVALIADA DE

Leia mais

A REDAÇÃO NO ENEM INSTITUTO SANTA LUZIA COMPONENTE CURRICULAR: REDAÇÃO PROFESSOR: EDUARDO BELMONTE 2º ANO ENSINO MÉDIO

A REDAÇÃO NO ENEM INSTITUTO SANTA LUZIA COMPONENTE CURRICULAR: REDAÇÃO PROFESSOR: EDUARDO BELMONTE 2º ANO ENSINO MÉDIO A REDAÇÃO NO ENEM INSTITUTO SANTA LUZIA COMPONENTE CURRICULAR: REDAÇÃO PROFESSOR: EDUARDO BELMONTE 2º ANO ENSINO MÉDIO FATOS SOBRE A PROVA DE REDAÇÃO Todas as redações desenvolvidas no ENEM são avaliadas;

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA REDAÇÃO DETALHAMENTO POR COMPETÊNCIA

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA REDAÇÃO DETALHAMENTO POR COMPETÊNCIA MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA REDAÇÃO DETALHAMENTO POR COMPETÊNCIA COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa 200 160 120 GRADE DE CORREÇÃO DO ENEM Demonstra excelente

Leia mais

3º SIMULADO MODELO ENEM

3º SIMULADO MODELO ENEM 3º SIMULADO MODELO ENEM - 2016 3ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR REDAÇÃO 2º DIA NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: Exame Nacional do Ensino Médio EDUCANDO PARA SEMPRE INSTRUÇÕES 1. A REDAÇÃO

Leia mais

1º SIMULADO MODELO ENEM

1º SIMULADO MODELO ENEM 1º SIMULADO MODELO ENEM - 2016 3ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR REDAÇÃO 2º DIA NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: Exame Nacional do Ensino Médio EDUCANDO PARA SEMPRE INSTRUÇÕES 1. A REDAÇÃO

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA REDAÇÃO DETALHAMENTO POR COMPETÊNCIA

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA REDAÇÃO DETALHAMENTO POR COMPETÊNCIA MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA REDAÇÃO DETALHAMENTO POR COMPETÊNCIA Motivos para atribuir nota zero à redação: Fuga total ao tema; Não obediência à estrutura dissertativo-argumentativa; Texto com até 7 (sete)

Leia mais

1ª PROVA DE REDAÇÃO MODELO ENEM

1ª PROVA DE REDAÇÃO MODELO ENEM 1ª PROVA DE REDAÇÃO MODELO ENEM - 2016 3ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: Exame Nacional do Ensino Médio EDUCANDO PARA SEMPRE INSTRUÇÕES 1. A REDAÇÃO SERÁ

Leia mais

redação e pleno desenvolvimento do tema, atendendo aos limites Atendimento à proposta de propostos. redação e desenvolvimento do

redação e pleno desenvolvimento do tema, atendendo aos limites Atendimento à proposta de propostos. redação e desenvolvimento do Critérios de Correção de Redação Ensino Médio ENSINO MéDIO TExTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO NÍVEL DE DESPENHO E NOTA CORRESPONDENTE Situações que dificultam a correção da produção textual: letra ilegível

Leia mais

ENEM PROVA DE REDAÇÃO

ENEM PROVA DE REDAÇÃO ENEM PROVA DE REDAÇÃO EVOLUÇÃO DE TEMAS 1998 VIVER E APRENDER 1999 - CIDADANIA E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 2000 DIRETIOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE: COMO ENFRENTAR ESSE DESAFIIO NACIONAL? 2001 DESENVOLVIMENTO

Leia mais

8. Demonstrar conhecimento dos mecanismos Linguísticos necessários para a Construção da Argumentação. 9. Competência Elaborar proposta de intervenção

8. Demonstrar conhecimento dos mecanismos Linguísticos necessários para a Construção da Argumentação. 9. Competência Elaborar proposta de intervenção Sumário 1.apresentação 2. matrizes de referência para redação 2016 Detalhamento por competência 3. Competência Demonstrar domínio da Modalidade escrita formal da Língua Portuguesa. 4. Competência 5. Compreender

Leia mais

Aluno(a): Data de entrega: / /2016 N : Turma: Valor: Nota:

Aluno(a): Data de entrega: / /2016 N : Turma: Valor: Nota: Atividades de Recuperação 2ª Etapa 216 Disciplina: Produção Textual 3ª Série - Ensino Médio Professora: Rosana Horta Aluno(a): Data de entrega: / /216 N : Turma: : Nota: Prezado aluno(a), Você está recebendo

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA REDAÇÃO DETALHAMENTO POR COMPETÊNCIA FUVEST

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA REDAÇÃO DETALHAMENTO POR COMPETÊNCIA FUVEST MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA REDAÇÃO DETALHAMENTO POR COMPETÊNCIA FUVEST C1- Desenvolvimento do tema e organização do texto dissertativo-argumentativo (Peso 4) Aqui são avaliados se o aluno cumpriu todos

Leia mais

tese tema argumentos TEMA TESE ARGUMENTOS

tese tema argumentos TEMA TESE ARGUMENTOS Defesa de uma tese, de uma opinião a respeito do tema proposto, apoiada em argumentos consistentes estruturados de forma coerente e coesa, de modo a formar uma unidade textual. Seu texto deverá ser redigido

Leia mais

SIMULADO 3º Ano G2 PROPOSTA DE REDAÇÃO. Texto I. Como ter saúde mental e física. Texto II

SIMULADO 3º Ano G2 PROPOSTA DE REDAÇÃO. Texto I. Como ter saúde mental e física. Texto II PROPOSTA DE A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua portuguesa sobre

Leia mais

Redação Profa. Raquel

Redação Profa. Raquel Aula Enem 2016 Redação Profa. Raquel O que sua dissertação deve apresentar: DISSERTAÇÃO Como você que será avaliado(a)? Competência 1 NORMA Demonstrar CULTA domínio da modalidade escrita formal da Língua

Leia mais

PALESTRA SOBRE REDAÇÃO DO ENEM

PALESTRA SOBRE REDAÇÃO DO ENEM PALESTRA SOBRE REDAÇÃO DO ENEM Profa. Íris Cristine Odízio - O EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO. - REDAÇÃO. HISTÓRIA DO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO. O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi criado

Leia mais

CONCURSO DE TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO: MODELO ENEM

CONCURSO DE TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO: MODELO ENEM CONCURSO DE TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO: MODELO ENEM 1 ESCLARECIMENTOS GERAIS 1.1 DEFINIÇÃO E FINALIDADE O Concurso de texto dissertativo-argumentativo: modelo ENEM definese como uma simulação da

Leia mais

TEMPO DE DURAÇÃO: 1h. Obrigatória entrega no final da aula. PROPOSTA DE REDAÇÃO

TEMPO DE DURAÇÃO: 1h. Obrigatória entrega no final da aula. PROPOSTA DE REDAÇÃO SIMULADO PRESENCIAL ENEM 2010 TEMPO DE DURAÇÃO: 1h. Obrigatória entrega no final da aula. PROPOSTA DE REDAÇÃO Com base na leitura dos textos motivadores e nos conhecimentos construídos ao longo de sua

Leia mais

PROPOSTA DE REDAÇÃO. Onda de Refugiados na Europa

PROPOSTA DE REDAÇÃO. Onda de Refugiados na Europa MARATONA DE ESTUDOS PROPOSTA DE REDAÇÃO Onda de Refugiados na Europa Refugiado é toda a pessoa que, em razão de fundados temores de perseguição devido a sua raça, religião, nacionalidade, associação a

Leia mais

apresenta: REDAÇÃO Receita de Bolo

apresenta: REDAÇÃO Receita de Bolo apresenta: REDAÇÃO Receita de Bolo Seus estão a um passo da sua. A importância da Redação no ENEM É a única área cuja nota varia entre 0 e 1000. A importância da Redação no ENEM É a única área cuja nota

Leia mais

REDAÇÃO Professora Rosane Reis MÓDULO 1 O que é Redação. Como redigir para EsSA. O que a banca avalia. Como avalia.

REDAÇÃO Professora Rosane Reis MÓDULO 1 O que é Redação. Como redigir para EsSA. O que a banca avalia. Como avalia. REDAÇÃO Professora Rosane Reis MÓDULO 1 O que é Redação. Como redigir para EsSA. O que a banca avalia. Como avalia. O QUE É REDAÇÃO Logo de imediato pensamos em qualquer coisa que se redige. Sim, isso

Leia mais

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL 6º ANO Ensino

Leia mais

ELIANE FONTANA LÍNGUA PORTUGUES + REDAÇÃO DISCURSIVA

ELIANE FONTANA LÍNGUA PORTUGUES + REDAÇÃO DISCURSIVA ELIANE FONTANA LÍNGUA PORTUGUES + REDAÇÃO DISCURSIVA Língua Portuguesa Língua Portuguesa: Interpretação de texto. Argumentação. Pressupostos e subentendidos. Níveis de linguagem. Articulação do texto:

Leia mais

REDAÇÃO 1º SIMULADO MODELO ENEM ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR 2º NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor:

REDAÇÃO 1º SIMULADO MODELO ENEM ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR 2º NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: 1º SIMULADO MODELO ENEM - 2015 3ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA REDAÇÃO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: INSTRUÇÕES 1. A REDAÇÃO SERÁ AVALIADA DE

Leia mais

SIMULADO 3º Ano G2 PROPOSTA DE REDAÇÃO. Status e amadurecimento. Um jovem morre vítima de álcool a cada 36 horas no Brasil

SIMULADO 3º Ano G2 PROPOSTA DE REDAÇÃO. Status e amadurecimento. Um jovem morre vítima de álcool a cada 36 horas no Brasil º Ano G2 PROPOSTA DE A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo da sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE SELEÇÃO PROCESSO SELETIVO PARA O PREENCHIMENTO DE VAGAS DISPONÍVEIS/2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE SELEÇÃO PROCESSO SELETIVO PARA O PREENCHIMENTO DE VAGAS DISPONÍVEIS/2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE SELEÇÃO PROCESSO SELETIVO PARA O PREENCHIMENTO DE VAGAS DISPONÍVEIS/015 I ADEQUAÇÃO A- ao tema = 0 a pontos B- à leitura da coletânea =

Leia mais

CRITÉRIOS DE CORREÇÃO DA PROVA DE REDAÇÃO PARA O CURSO LETRAS LIBRAS. I ADEQUAÇÃO Adequação ao tema

CRITÉRIOS DE CORREÇÃO DA PROVA DE REDAÇÃO PARA O CURSO LETRAS LIBRAS. I ADEQUAÇÃO Adequação ao tema UFG/CS PS/011-1 RESPOSTAS ESPERADAS OFICIAIS CRITÉRIOS DE CORREÇÃO DA PROVA DE REDAÇÃO PARA O CURSO LETRAS LIBRAS I ADEQUAÇÃO (SERÁ CONSIDERADO O USO DE LÍNGUA PORTUGUESA COMO SEGUNDA LÍNGUA) A- ao tema

Leia mais

PROFESSORA: CLAUDIA ROSA

PROFESSORA: CLAUDIA ROSA PROFESSORA: CLAUDIA ROSA 1- DEMONSTRAR DOMÍNIO DA MODALIDADE ESCRITA DA LÍNGUA PORTUGUESA; Usar linguagem coloquial não rola Tipo assim, use a norma culta da gramática! 2 COMPREENDER A PROPOSTA DE REDAÇÃO

Leia mais

Regulamento do IV Concurso de Redação Colégio Santa Dorotéia de Porto Alegre

Regulamento do IV Concurso de Redação Colégio Santa Dorotéia de Porto Alegre Art. 1 Apresentação Com o objetivo de estimular em seus alunos o prazer e o hábito da escrita, além de proporcionar espaço para a revelação de jovens talentos, o Colégio Santa Doroteia de Porto Alegre

Leia mais

REDAÇÃO PARA O ENEM. PROFESSOR Pablo Jamilk. LIVRO REDAÇÃO PARA O ENEM.indd 1 15/04/ :58:37

REDAÇÃO PARA O ENEM. PROFESSOR Pablo Jamilk. LIVRO REDAÇÃO PARA O ENEM.indd 1 15/04/ :58:37 REDAÇÃO PARA O ENEM PROFESSOR Pablo Jamilk LIVRO REDAÇÃO PARA O ENEM.indd 1 15/04/2016 16:58:37 LIVRO REDAÇÃO PARA O ENEM.indd 2 15/04/2016 16:58:37 O AUTOR Pablo Jamilk é professor e escritor. O prof.

Leia mais

Mapeamento dos Critérios de Correção de Redação e correspondência com Matrizes de Referência para Avaliação

Mapeamento dos Critérios de Correção de Redação e correspondência com Matrizes de Referência para Avaliação Mapeamento dos e correspondência com Para cada aspecto avaliado há uma ou mais habilidades correspondentes das Matrizes que o aluno precisa desenvolver Para desenvolver a competência escritora: o Crie

Leia mais

Sugestão de Atividade / Redação / 8ª Série (9ºAno)

Sugestão de Atividade / Redação / 8ª Série (9ºAno) Sugestão de Atividade / Redação / 8ª Série (9ºAno) COMPONENTE CURRICULAR: Redação INTERDISCIPLINARIDADE: Língua Portuguesa SÉRIE: 8ª Série / 9º Ano CONTEÚDOS: Eixo Temático IV: 01: Produção de Textos Eixo

Leia mais

Oficina inaugural de produção textual sobre o texto dissertativo-argumentativo

Oficina inaugural de produção textual sobre o texto dissertativo-argumentativo Caro Aluno, Oficina inaugural de produção textual Oficina inaugural de produção textual sobre o texto dissertativo-argumentativo Esta oficina tem como objetivo geral criar a oportunidade para ter o primeiro

Leia mais

JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU PARA ALTERAÇÃO DE NOTAS DE REDAÇÃO PROTOCOLO:

JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU PARA ALTERAÇÃO DE NOTAS DE REDAÇÃO PROTOCOLO: JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU PARA ALTERAÇÃO DE NOTAS DE REDAÇÃO PROTOCOLO: 22924028436-3 PROTOCOLO: 22924028436-3 MANTIDA A NOTA DIVULGADA. A prova de redação do concurso público do Os textos foram

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº042-PROEC/UNICENTRO, DE 28 DE MAIO DE 2013. Altera o 2º, do art. 1º, e os anexos I e II da Resolução nº133-proec/unicentro, de 26 de outubro de 2012 e aprova o Relatório Final. A PRÓ-REITORA

Leia mais

TURMA 2304 REDAÇÃO - CONVÊNIO PROFESSORA MARILÉA F. DA ROCHA O ENEM ESTÁ PRÓXIMO, PORTANTO VAMOS RELEMBRAR: As 5 competências.

TURMA 2304 REDAÇÃO - CONVÊNIO PROFESSORA MARILÉA F. DA ROCHA O ENEM ESTÁ PRÓXIMO, PORTANTO VAMOS RELEMBRAR: As 5 competências. TURMA 2304 REDAÇÃO - CONVÊNIO PROFESSORA MARILÉA F. DA ROCHA O ENEM ESTÁ PRÓXIMO, PORTANTO VAMOS RELEMBRAR: As 5 competências Competência 1: demonstrar domínio da norma culta da língua escrita. Essa competência

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL 6º ANO Ensino Fundamental Língua Portuguesa 2) Inferir o sentido

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE 1ª INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE MINAS GERAIS SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE POUSO ALEGRE

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE 1ª INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE MINAS GERAIS SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE POUSO ALEGRE A SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE POUSO ALEGRE, em atendimento ao que dispõe a IN nº. 13-01, torna público a: SELEÇÃO DE ESTUDANTES DO CURSO DE DIREITO PARA O CADASTRO DE RESERVA PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS QUE

Leia mais

CURSO DE REDAÇÃO. Alexandre Linares Ana Paula Dibbern

CURSO DE REDAÇÃO. Alexandre Linares Ana Paula Dibbern CURSO DE REDAÇÃO Alexandre Linares alexandrelinares@gmail.com Ana Paula Dibbern apdibbern@gmail.com A redação pode mudar a sua vida

Leia mais

Prof. Ms. Renato Dering

Prof. Ms. Renato Dering Prof. Ms. Renato Dering A Redação é o primeiro critério de desempate na hora de escolher as Universidades e cursos superiores; A segunda forma de desempate é a prova de Linguagens; Tirar menos de 450 pontos

Leia mais

H003 Compreender a importância de se sentir inserido na cultura escrita, possibilitando usufruir de seus benefícios.

H003 Compreender a importância de se sentir inserido na cultura escrita, possibilitando usufruir de seus benefícios. 2ª Língua Portuguesa 5º Ano E.F. Objeto de Estudo Usos e funções: código oral e código escrito Usos e funções: código oral e código escrito Usos e funções: norma-padrão e variedades linguísticas. Usos

Leia mais

Competências avaliadas na Redação do ENEM

Competências avaliadas na Redação do ENEM Competências avaliadas na Redação do ENEM Competência I A primeira competência cobrada é o domínio da gramática e estética textual. O candidato deve conhecer o uso da norma padrão da língua portuguesa

Leia mais

I. Dominar linguagens (DL): Dominar a norma culta da Língua Portuguesa e fazer uso das linguagens matemática, artística e científica.

I. Dominar linguagens (DL): Dominar a norma culta da Língua Portuguesa e fazer uso das linguagens matemática, artística e científica. As cinco grandes competências do ENEM Apresentaremos a seguir as grandes competências do Exame Nacional do Ensino Médio. Elas exigem dos estudantes e dos educadores uma série de novos procedimentos no

Leia mais

Competências globais a serem adquiridas na série

Competências globais a serem adquiridas na série PLANO DE ENSINO - 2016 Disciplina: Língua Portuguesa 9º ANO Professor: Ricardo Andrade Competências globais a serem adquiridas na série.fundamentar uma aprendizagem significativa, desenvolvendo múltiplas

Leia mais

REDAÇÃO. Professor Romulo Bolivar. Redação da AFA

REDAÇÃO. Professor Romulo Bolivar. Redação da AFA REDAÇÃO Professor Romulo Bolivar Redação da AFA ESTRUTURA DISSERTATIVA DO ENEM Microestrutura Macroestrutura (Parágrafo de Introdução) INTRODUÇÃO [(1) -------------tese----------], (2) [---Arg.1---] (3)[---Arg.2---].

Leia mais

REDAÇÃO. Professor Moacir Cabral

REDAÇÃO. Professor Moacir Cabral REDAÇÃO Professor Moacir Cabral Redação (redigir/escrever): ação ou resultado de escrever com ordem e método. Tipos de texto: Narrativo Descritivo Dissertativo Qualidades fundamentais do texto Clareza:

Leia mais

Planejamento Anual 2015 Disciplina: Língua Portuguesa: Ação Série: 3º ano Ensino: Médio Professor: André

Planejamento Anual 2015 Disciplina: Língua Portuguesa: Ação Série: 3º ano Ensino: Médio Professor: André Objetivos Gerais: Planejamento Anual 2015 Disciplina: Língua Portuguesa: Ação Série: 3º ano Ensino: Médio Professor: André # Promover as competências necessárias para as práticas de leitura e escrita autônomas

Leia mais

No episódio de hoje...

No episódio de hoje... Redação 1/4 No episódio de hoje... Como é o modelo de redação da FATEC? 5 citações que você pode usar em sua redação Dicas práticas para escrever cada vez melhor COMO É O MODELO DE REDAÇÃO DA FATEC? Liiiii,

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio ETEC Mairiporã Etec: Mairiporã Código: 27 Município: Mairiporã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Nível Médio de

Leia mais

Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil

Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil PLANEJAMENTO DE UMA DISSERTAÇÃO 1. LEITURA ATENTA DA PROPOSTA 2. ESCOLHA DO GÊNERO 3. DELIMITAÇÃO E INTERPRETAÇÃO DO TEMA 4. LEITURA DA COLETÂNEA DE TEXTOS 5. ESBOÇO DO TEXTO. BRAINSTORM 6. ORGANIZAÇÃO

Leia mais

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 3º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 3º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA Processo de Admissão de Novos Estudantes 2017 Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no 3º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA HABILIDADES CONTEÚDOS Identificar padrões numéricos ou princípios

Leia mais

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 1º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 1º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA Processo de Admissão de Novos Estudantes 2016 Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no 1º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA CONTEÚDOS Efetuar cálculos com números reais envolvendo as operações

Leia mais

LINGUAGEM E ARGUMENTAÇÃO JURÍDICA

LINGUAGEM E ARGUMENTAÇÃO JURÍDICA AULA 4 PG 1 Este material é parte integrante da disciplina Linguagem e Argumentação Jurídica oferecido pela UNINOVE. O acesso às atividades, as leituras interativas, os exercícios, chats, fóruns de discussão

Leia mais

Os cinco. redigir um texto RENAN GOMES DE LIMA. Docente no Senac/RO

Os cinco. redigir um texto RENAN GOMES DE LIMA. Docente no Senac/RO Os cinco erros mais comuns ao se redigir um texto RENAN GOMES DE LIMA Docente no Senac/RO Todo profissional deve, por meio de sua redação, ser alguém capaz de se fazer entendido, utilizando para isso argumentos

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO MARANHÃO

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO MARANHÃO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO MARANHÃO DECISÃO DOS RECURSOS (INFRARRELACIONADOS) I DOS RECURSOS Trata-se de recursos interpostos pelos candidatos infrarrelacionados concorrentes aos cargos disponibilizados,

Leia mais

Ensino Secundário (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

Ensino Secundário (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Inglês Maio de 2015 Prova 358 12º Ano (continuação) Escrita e Oral Ensino Secundário (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 1. Introdução O presente documento

Leia mais

REDAÇÃO AULA 3 TIPOS DE INTRODUÇÃO PROF.: MÁRIO VICTOR

REDAÇÃO AULA 3 TIPOS DE INTRODUÇÃO PROF.: MÁRIO VICTOR REDAÇÃO AULA 3 TIPOS DE INTRODUÇÃO PROF.: MÁRIO VICTOR NORMA 1: 1) Domínio da norma padrão da língua portuguesa; Concordância verbo-nominal; Regência verbo-nominal; Acentuação; Ortografia; Pontuação; Flexão

Leia mais

GRUPO 1 GRUPO 2 GRUPOS 3e4

GRUPO 1 GRUPO 2 GRUPOS 3e4 GRUPO 1 GRUPO GRUPOS 3e UFG/CS RESPOSTAS ESPERADAS OFICIAIS GRUPO I ADEQUAÇÃO A-ao tema = 0 a pontos B-à leitura da coletânea = 0 a pontos C-ao gênero textual = 0 a pontos D-à modalidade = 0 a pontos CRITÉRIOS

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência de Inglês. Prova Escrita + Oral

Informação Prova de Equivalência à Frequência de Inglês. Prova Escrita + Oral Informação Prova de Equivalência à Frequência de Inglês Prova Escrita + Oral Código 21 9ºAno de Escolaridade Ensino Básico 2016/2017 1. Introdução O presente documento dá a conhecer os seguintes aspetos

Leia mais

ANEXO I. Conhecer e usar língua(s) estrangeira(s) moderna(s) como instrumento de acesso a informações e a outras culturas e grupos sociais.

ANEXO I. Conhecer e usar língua(s) estrangeira(s) moderna(s) como instrumento de acesso a informações e a outras culturas e grupos sociais. ANEXO I I. EIXOS COGNITIVOS a) Dominar linguagens: dominar a norma culta da Língua Portuguesa e fazer uso das linguagens matemática, artística e científica e das línguas espanhola e inglesa. b) Compreender

Leia mais

Contrato de Leitura / Exercício de Expressão Oral Critérios de Avaliação. 1. Domínio da leitura e da escrita (organização e prefácio de uma antologia)

Contrato de Leitura / Exercício de Expressão Oral Critérios de Avaliação. 1. Domínio da leitura e da escrita (organização e prefácio de uma antologia) Contrato de Leitura / Exercício de Expressão Oral Critérios de Avaliação. Domínio da leitura e da escrita (organização e prefácio de uma antologia) Constrói uma antologia, respeitando os pormenores técnicos

Leia mais

Gabarito - Objetivas 32- D 33- B 34- D 35- C 36- A 37- D 40- A. Padrão de Resposta Biologia Discursiva

Gabarito - Objetivas 32- D 33- B 34- D 35- C 36- A 37- D 40- A. Padrão de Resposta Biologia Discursiva 1- A 2- C 3- B 4- C 5- E 6- B 7- E 8- B 9- A 10- B 11- C 12- E 13- A 14- E 15- B 16- E 17- C 18- E 19- B 20- D Gabarito - Objetivas 21- A 22- C 23- C 24- D 25- B 26- D 27- E 28- D 29- E 30- C 31- B 32-

Leia mais

Proposta de Redação Tema: A honestidade é um valor

Proposta de Redação Tema: A honestidade é um valor Proposta de Redação Tema: A honestidade é um valor Tema central: Reportagem: valores sociais Produção de texto Introdução: A palavra é o meio de que cada um de nós se utiliza para dizer do outro, para

Leia mais

Gabarito - Objetivas 32- D 33- B 34- D 35- C 36- A 37- D 40- A. Padrão de Resposta Biologia Discursiva

Gabarito - Objetivas 32- D 33- B 34- D 35- C 36- A 37- D 40- A. Padrão de Resposta Biologia Discursiva 1- A 2- C 3- B 4- C 5- E 6- B 7- E 8- B 9- A 10- B 11- C 12- E 13- A 14- E 15- B 16- E 17- C 18- E 19- B 20- D Gabarito - Objetivas 21- A 22- C 23- C 24- D 25- B 26- D 27- E 28- D 29- E 30- C 31- B 32-

Leia mais

Gabarito - Objetivas. Padrão de Resposta Biologia Discursiva

Gabarito - Objetivas. Padrão de Resposta Biologia Discursiva 1- D 2- B 3- D 4- D 5- B 6- A 7- C 8- C 9- D 10- A 11- E 12- B 13- B 14- A 15- D 16- C 17- E 18- C 19- C 20- A Gabarito - Objetivas 21- B 22- C 23- E 24- C 25- E 26- A 27- B 28- B 29- C 30- C 31- A 32-

Leia mais

Proposta de produção de texto no modelo ENEM Tema: Sustentabilidade e desenvolvimento econômico

Proposta de produção de texto no modelo ENEM Tema: Sustentabilidade e desenvolvimento econômico Proposta de produção de texto no modelo ENEM Tema: Sustentabilidade e desenvolvimento econômico PRODUÇÃO DE TEXTO Disponível em https://pixabay.com/pt/terra-globo-mundo-ecologia-verde-159123/ - 16 de outubro

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA Código da Disciplina: NDC 136 Curso: Pedagogia Semestre de Oferta da Disciplina: 1º p Faculdade Responsável: Núcleo de Disciplinas Comuns Programa em

Leia mais

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação em vigor e o Programa da disciplina.

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação em vigor e o Programa da disciplina. Científico -Humanísticos/ 12.º Ano de Escolaridade Prova: E + O Nº de anos: 1 Duração: 90 minutos + 25 minutos Decreto-Lei n.º139/2012, de 5 de Julho Portaria nº 243/2012, de 10 de agosto 1. Introdução

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL EDITAL 03/2015

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL EDITAL 03/2015 Este caderno contém o Tema da Redação, conforme o conteúdo programático estabelecido no Edital 03/2015. Use como rascunho o modelo reproduzido ao final deste caderno. Ao receber a FOLHA DEFINITIVA DE REDAÇÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL EDITAL 05/2015

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL EDITAL 05/2015 Este caderno contém o Tema da Redação, conforme o conteúdo programático estabelecido no Edital 05/2015. Use como rascunho o modelo reproduzido ao final deste caderno. Ao receber a FOLHA DEFINITIVA DE REDAÇÃO

Leia mais

Leitura Contratual / Exercício de Expressão Oral Critérios de Avaliação

Leitura Contratual / Exercício de Expressão Oral Critérios de Avaliação 1 Leitura Contratual / Exercício de Expressão Oral Critérios de Avaliação 1. Planificação de 1 situação de oral formal Níveis Descritores do nível de desempenho no domínio específico da disciplina Pontuação

Leia mais

Regulamento do V Concurso de Redação 2017 Colégio Santa Doroteia de Porto Alegre

Regulamento do V Concurso de Redação 2017 Colégio Santa Doroteia de Porto Alegre Art. 1 Apresentação Com o objetivo de estimular em seus alunos o prazer e o hábito da escrita, além de proporcionar espaço para a revelação de jovens talentos, o promove a quinta edição de seu Concurso

Leia mais

INGLÊS Nível de Continuação (Prova Escrita e Prova Oral) Maio 2014

INGLÊS Nível de Continuação (Prova Escrita e Prova Oral) Maio 2014 INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Nível de Continuação (Prova Escrita e Prova Oral) Maio 2014 Prova 358 2014 ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Informação - Prova de Equivalência à Frequência. Inglês Código: Introdução

Informação - Prova de Equivalência à Frequência. Inglês Código: Introdução Científico -Humanísticos/ 11.º Ano de Escolaridade Prova: E + O Nº de anos: 2 Duração: 90 minutos + 25 minutos Decreto-Lei n.º139/2012, de 5 de julho 1. Introdução O presente documento visa divulgar as

Leia mais

2.1 - Disciplinas a serem ministradas: Hidrogeografia, Geomorfologia II e quaisquer outras disciplinas determinadas pela Unidade.

2.1 - Disciplinas a serem ministradas: Hidrogeografia, Geomorfologia II e quaisquer outras disciplinas determinadas pela Unidade. Edital Específico para realização de Processo Seletivo Simplificado para contratação de professor substituto. O Pró-Reitor de Gestão de Pessoas da Universidade Federal de Uberlândia, no uso de suas atribuições

Leia mais

Educação por Competências. Dezembro de 2014

Educação por Competências. Dezembro de 2014 Educação por Competências Dezembro de 2014 Vale a pena ser ensinado (na escola) tudo o que une e tudo o que liberta. Tudo o que une, isto é, tudo o que integra cada indivíduo num espaço de cultura e de

Leia mais

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 2º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 2º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA Processo de Admissão de Novos Estudantes 2017 Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no 2º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA HABILIDADES CONTEÚDOS Reconhecer, no contexto social, diferentes

Leia mais

Currículo das Áreas Disciplinares/Critérios de Avaliação 5º Ano Disciplina: Português Metas Curriculares: Domínios/Objetivos

Currículo das Áreas Disciplinares/Critérios de Avaliação 5º Ano Disciplina: Português Metas Curriculares: Domínios/Objetivos Currículo das Áreas Disciplinares/Critérios de 5º Ano Disciplina: Português Metas Curriculares: Domínios/Objetivos Conteúdos Programáticos Critérios de Instrumentos de Comunicação oral Observação direta

Leia mais

Conteúdo Programático. Cursos Técnicos Integrados

Conteúdo Programático. Cursos Técnicos Integrados Conteúdo Programático Cursos Técnicos Integrados Especificações das Provas Disciplinas da prova objetiva Nº questões Pesos Total de pontos Língua Portuguesa 15 2 30 Matemática 15 2 30 Total 30-60 Prova

Leia mais

REDAÇÃO PARA CONCURSOS: técnicas de elaboração e critérios de avaliação

REDAÇÃO PARA CONCURSOS: técnicas de elaboração e critérios de avaliação REDAÇÃO PARA CONCURSOS: técnicas de elaboração e critérios de avaliação Quando uma redação recebe zero? fuga total ao tema; fuga ao tipo dissertativo-argumentativo; ofensa declarada ao concurso; desrespeito

Leia mais

*MÓDULO 1* *MÓDULO 2* *MATRIZ DE COMPETÊNCIAS PARA A REDAÇÃO DO ENEM*

*MÓDULO 1* *MÓDULO 2* *MATRIZ DE COMPETÊNCIAS PARA A REDAÇÃO DO ENEM* *MÓDULO 1* Redação 1 Resposta pessoal. Redação 2 Resposta pessoal. *MÓDULO 2* Atividade 1 Resposta pessoal. Atividade 2 Resposta pessoal. Atividade 3 Resposta pessoal. *MATRIZ DE COMPETÊNCIAS PARA A REDAÇÃO

Leia mais

Site cria projeto para ajudar estudantes a melhorar na redação

Site cria projeto para ajudar estudantes a melhorar na redação Site cria projeto para ajudar estudantes a melhorar na redação Olá, estudantes! Está preocupado com a redação do Enem? Pois o site QG do Enem lançou um projeto para ajudar estudantes a melhorar na redação.

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO EXTENSÃO E. E. INDIA VANUÍRE Código: 9136 Município: Estância Turística de Tupã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócio Habilitação

Leia mais

ELEMENTOS DE TEXTUALIDADE

ELEMENTOS DE TEXTUALIDADE ELEMENTOS DE TEXTUALIDADE NOÇÃO DE TEXTO Texto ou discurso é uma ocorrência linguística falada ou escrita, de qualquer extensão. Para ser considerada um texto, uma ocorrência linguística precisa ser percebida

Leia mais

COMO ELABORAR RESPOSTAS DE QUESTÕES DISSERTATIVAS

COMO ELABORAR RESPOSTAS DE QUESTÕES DISSERTATIVAS COMO ELABORAR RESPOSTAS DE QUESTÕES DISSERTATIVAS By Prof. Ms. Deborah Costa - 2014 INTRODUÇÃO 1 Este e-book discutirá sobre as questões dissertativas propostas em diferentes avaliações : universidade,

Leia mais

Onde se lê: O processo classificatório será constituído por uma prova de Redação.

Onde se lê: O processo classificatório será constituído por uma prova de Redação. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROCESSO SELETIVO CONCURSO VESTIBULAR EAD - UAB/UFSM (2º Semestre) EDITAL N. 042/2016 RETIFICAÇÃO DO EDITAL 040/2016

Leia mais

11.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

11.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Maio de 2017 Prova 367 2017 11.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Introdução Prova escrita e oral O presente documento

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ LÍNGUA PORTUGUESA e REDAÇÃO PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ LÍNGUA PORTUGUESA e REDAÇÃO PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA LÍNGUA PORTUGUESA e REDAÇÃO PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA 1. Confrontar opiniões e pontos de vista sobre as diferentes manifestações da linguagem verbal e não verbal. 1.2. Depreender, através de leitura do texto,

Leia mais

A REDAÇÃO DO ENEM Brasília DF, outubro de 2011

A REDAÇÃO DO ENEM Brasília DF, outubro de 2011 A REDAÇÃO DO ENEM Brasília DF, outubro de 2011 Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Malvina Tania Tuttman Diretora de Avaliação da Educação Básica Maria

Leia mais

SADEAM 2014 SISTEMA DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO EDUCACIONAL DO AMAZONAS

SADEAM 2014 SISTEMA DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO EDUCACIONAL DO AMAZONAS ISSN 2238-0264 SADEAM 2014 SISTEMA DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO EDUCACIONAL DO AMAZONAS REVISTA PEDAGÓGICA PRODUÇÃO DE TEXTO 3ª série do Ensino Médio Governador do Estado do Amazonas José Melo de Oliveira

Leia mais

Dicas para Provas. TRE-SP e TRE-PE Professora Soraia Alves. Author or Company YOUR LOGO

Dicas para Provas. TRE-SP e TRE-PE Professora Soraia Alves. Author or Company YOUR LOGO Dicas para Provas Discursivas TRE-SP e TRE-PE Professora Soraia Alves Author or Company YOUR LOGO Conteúdo Uma breve apresentação Interpretando os editais 3 4 14 Agora vamos produzir Espelho de correção

Leia mais

Laboratório de Redação

Laboratório de Redação Laboratório de Redação COLÉGIO O BOM PASTOR LABORATÓRIO DE REDAÇÃO II CONCURSO DE REDAÇÃO O Colégio O Bom Pastor, por meio do Laboratório de Redação, promove o II Concurso de Redação, com o objetivo de

Leia mais

A REDAÇÃO NO ENEM 2013 GUIA DO PARTICIPANTE

A REDAÇÃO NO ENEM 2013 GUIA DO PARTICIPANTE A REDAÇÃO NO ENEM 2013 GUIA DO PARTICIPANTE Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) Diretoria de Avaliação da Educação Básica (Daeb) Brasília-DF

Leia mais

PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA PROVAS ESPECIALMENTE ADEQUADAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE

PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA PROVAS ESPECIALMENTE ADEQUADAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE INSTITUTO POLITÉCNICO DE LISBOA ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE LISBOA 2017 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA PROVAS ESPECIALMENTE ADEQUADAS DESTINADAS A AVALIAR A CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR

Leia mais

PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA (Acesso aos cursos de mestrado profissionalizante 2.ª chamada)

PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA (Acesso aos cursos de mestrado profissionalizante 2.ª chamada) INSTITUTO POLITÉCNICO DE LISBOA ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE LISBOA 2016 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA (Acesso aos cursos de mestrado profissionalizante 2.ª chamada) CRITÉRIOS DE CLASSIFICAÇÃO I. Leitura

Leia mais

DESVENDANDO O EDITAL PROVA DE REDAÇÃO

DESVENDANDO O EDITAL PROVA DE REDAÇÃO DESVENDANDO O EDITAL PROVA DE REDAÇÃO 9 DA PROVA DISCURSIVA 9.1 A prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, valerá 20,00 pontos, consistirá da redação de texto dissertativo, de até 30

Leia mais

TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO. Professor Marlos Pires Gonçalves

TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO. Professor Marlos Pires Gonçalves TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO 1 DISSERTAR é um ato que desenvolvemos todos os dias, quando: procuramos justificativas: para a elevação dos preços; para o aumento da violência; para os descasos com a

Leia mais

UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO UPE CAMPUS MATA NORTE ESCOLA DE APLICAÇÃO PROFESSOR CHAVES TESTE SELETIVO Anexo IV PROGRAMAS

UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO UPE CAMPUS MATA NORTE ESCOLA DE APLICAÇÃO PROFESSOR CHAVES TESTE SELETIVO Anexo IV PROGRAMAS Anexo IV PROGRAMAS 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL (antiga 5ª série) Língua Portuguesa 1. LEITURA, COMPREENSÃO E PRODUÇÃO DE TEXTOS, CONTEÚDOS GRAMATICAIS. 1.1. Leitura e compreensão de diferentes tipos de

Leia mais

Manual do Corretor Manual. Corretor. Imaginie - Inspiring Education

Manual do Corretor Manual. Corretor. Imaginie - Inspiring Education Manual do Corretor 2017 Manual do Corretor 1 Prezados futuros colaboradores da Imaginie, Este manual tem a finalidade de tratar todos os aspectos relacionados ao processo de seleção: do cadastro à aprovação.

Leia mais

CONTROLE DE CONTEÚDO SENADO FEDERAL ANALISTA LEGISLATIVO PROCESSO LEGISLATIVO

CONTROLE DE CONTEÚDO SENADO FEDERAL ANALISTA LEGISLATIVO PROCESSO LEGISLATIVO CONTROLE DE CONTEÚDO SENADO FEDERAL ANALISTA LEGISLATIVO PROCESSO LEGISLATIVO PORTUGUÊS 1 Leitura, compreensão e análise de textos. Inferência (informações explícitas e implícitas). Tipologia textual:

Leia mais