UNIVERSIDADE DO VALE DO PARAIBA FACULDADE DE EDUCAÇÃO E ARTES CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE DO VALE DO PARAIBA FACULDADE DE EDUCAÇÃO E ARTES CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE DO VALE DO PARAIBA FACULDADE DE EDUCAÇÃO E ARTES CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA A IMPORTANCIA DA GINASTICA LABORAL NA PREVENÇÃO DE LESOES NO TRABALHO. Noel Farias de Oliveira São José dos Campos/SP 2013

2 UNIVERSIDADE DO VALE DO PARAÍBA FACULDADE DE EDUCAÇÃO E ARTES CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO A IMPORTÂNCIA DA GINASTICA LABORAL NA PREVENÇÂO DE LESOES NO TRABALHO. Noel Farias De Oliveira Relatório Final apresentado como parte das exigências da disciplina Trabalho de Conclusão de Curso à Coordenação de TCC do curso de Educação Física da Faculdade de Educação e Artes da Universidade do Vale do Paraíba. Orientador: Prof. Mstd. Dorival Cesare Junior São José dos Campos/SP 2013

3 Resumo O seguinte trabalho teve por finalidade demonstrar que benefício da ginástica laboral consiste em exercícios físicos realizados no local de trabalho atuando de forma preventiva, contribuindo na liberação de tensões, reduzindo o estresse, criando uma quebra no ritmo, minimizando a rigidez e na monotonia do trabalho ocasionando uma melhora na qualidade de vida. Parte dos problemas que mais afetam as empresas são os distúrbios de saúde nos funcionários. A grande maioria é decorrente da longa jornada de trabalho, esforços repetitivos e pressão por maior produtividade. Contudo, uma crescente conscientização nos aspectos preventivos na saúde do trabalhador tem surgido nos últimos anos. Essas atividades físicas são exercícios específicos que têm a finalidade de prevenir distúrbios ocupacionais, diminuir acidentes de trabalho, corrigir vícios posturais, evitar cansaço muscular, estimular a disposição do funcionário, a ginástica laboral preenche também uma carência de atenção e valorização das pessoas, sendo recebida como um diferencial da empresa para com os funcionários. É percebido também como um sinal de humanização no ambiente de trabalho, sendo possível relaxar, sair das posturas automatizadas, conversar com seus colegas e desligar das pressões. Palavras-chave: Trabalho, benefícios, ginástica laboral.

4 Sumario 1.Introdução Justificativa Objetivos Geral Específicos Metodologia Revisão de Literatura Historia Lesões e distúrbio no trabalho Benefícios da ginástica laboral Beneficiam da (G.L), na prevenção de LER/DORT Exercícios desenvolvido Sugestão de exercícios conclusão Referencias Bibliográficas...24

5 1 1. Introdução O ritmo acelerado do dia a dia faz com que as pessoas fiquem mais tempo sentadas nos locais de trabalho do que em outros lugares. Ou nas linhas de produção aonde as grandes indústrias submetem seus empregados a trabalhar em ritmo acelerado e muitas das vezes com postura incorreta do seu corpo. Com o intuito de reduzir os problemas relacionados à má postura e a falta de exercícios físicos, algumas empresas estão investindo em ginástica laboral. Segundo, (COPPER et al., 1994) os benefícios são visíveis e podem refletir tanto na saúde quanto na produtividade do colaborador. (DANNA; GRIFFIN,1999). Com isto os exercícios auxiliam na prevenção de doenças, estresse e sedentarismo. "Há empresas em que o trabalho dos funcionários é manual e outras em que o pessoal já fica mais sentado na frente do computador, então há pouca movimentação. Essa falta de exercícios pode comprometer a circulação". (OLIVEIRA, 2006). Por isto os indicados sejam feitos alongamentos pelo menos três vezes ao dia. É importante na hora de começar o trabalho e no decorrer do dia para ter uma disposição maior e também no fim da jornada para aliviar a tensão. Quanto mais puder fazer melhor, mas, é claro que nem todos podem se exercitar tantas vezes. Contudo, pelo menos uma vez ao dia já ajuda, ainda mais para aqueles que não fazem nenhuma atividade física fora do trabalho. Com mudanças cada vez mais constantes, cobranças mais intensas, e disputas no mercado de trabalho, cada vez mais acirradas, alterou-se o biorritmo das pessoas que ficam mais cansadas e irritadas necessitando de compensação física e emocional através do lazer, da prática de atividade física, do descanso, pois a falta dessa compensação pode gerar doenças psicossomáticas (AMPESSAN, 2008) O fato de que além de ser um momento para se atentar à saúde, a ginástica laboral aproxima os colaboradores. "É um momento de parar um pouco e dialogar, o que vemos é que muitos funcionários não sabem nem o nome do colega. Ali na ginástica eles passam a se conhecer e muitas das vezes surgem novas amizades. Hoje mudou muito a posição das pessoas em

6 2 relação à sustentabilidade e saúde. Cada vez mais elas participam e as empresas querem isso então abrem espaço e nós, profissionais da área, vemos o resultado na satisfação do cliente e dos funcionários. Postura no trabalho e um fator muito importante, sendo que o trabalhador passa muito tempo dentro do seu ambiente de trabalho e com isto ocorrem às lesões. É preciso investigar o quanto a Ginástica Laboral (G.L.) pode ser uma ferramenta eficaz para promoção da saúde e conscientização à prática de atividade física, pois a sua prática busca um melhor equilíbrio biopsicossocial podendo influenciar de maneira positiva na prevenção de distúrbios osteomusculares como as LER/DORT que vem acarretando prejuízos à saúde de muitos trabalhadores de várias categorias profissionais em todo mundo (OLIVEIRA & SAMPAIO, 2008) É importante não ficar apenas em uma postura, recomenda se que o funcionário alterne a cada hora. Indicado que ele levante se e facão alguma coisa que não seja em uma posição estática. Não só o colaborador deve se adequar, mas os equipamentos de trabalho também devem ser preparados para evitar problemas de saúde. Enquanto estiver sentado deve utilizar o monitor de forma que ele não tenha que forçar o pescoço nem muito para cima nem muito para baixo. É essencial que ele fique numa posição neutra para que a coluna fique numa posição confortável. Quando for digitar deve-se evitar deixar os braços tensionados aproveitando o apoio do banco corretamente. E nos escritórios. As empresas devem oferecer cadeiras que tenham encosto para a coluna lombar e regulagem de altura para aquela pessoa ajuste uma posição de conforto. Também nas linhas de produtividades muitas das vezes as maquinas são equipamentos muito antigos e as indústrias não se preocupam com a troca destes equipamentos visando lucratividade. Com isto força o trabalhador a fazer um esforço repetitivo incorretamente com uma postura incorreta. Associando-se a Ginástica Laboral à saúde em um contexto onde o ambiente de trabalho e o estilo de vida estão interligados, observa-se a necessidade de um programa de atividade física, onde o investimento tem sido um retorno satisfatório para ambas as partes (empresa e empregados) buscando mudanças mais humanizadas no processo de trabalho e na saúde

7 3 do trabalhador, abrindo espaço para programas de qualidade de vida e prevenção de doenças no ambiente de trabalho e até mesmo o incentivo às práticas de exercícios físicos fora da jornada do mesmo, proporcionando assim mudanças em seus hábitos cotidianos (CARVALHO 2003). Os programas de qualidade de vida promovem mudanças na qualificação dos trabalhadores, exigindo assim uma maior participação, envolvimento e identificação com os objetivos da empresa (OLIVEIRA, 1998). Segundo Silva e Marchi (1997) Um dos principais desafios para o mundo empresarial está relacionado a dois fatores principais, sendo o primeiro, uma força de trabalho saudável, motivada e preparada para a extrema competição atualmente existente e o segundo seria a capacidade da empresa responder a demanda de seus funcionários em relação a uma melhor qualidade de vida. Essas variáveis segundo os autores estão interligadas e fazem com que a empresa invista mais na implantação de programas de qualidade de vida. Nessa perspectiva, com a necessidade de criação de uma atividade que atuasse diretamente na prevenção de doenças do sistema muscular e nervoso dos trabalhadores, combatesse o sedentarismo, dentre outros fatores, surge a Ginástica Laboral (GL), concebida como uma atividade física realizada no próprio local de trabalho e que atuasse diretamente na musculatura mais utilizada pelo trabalhador durante sua jornada diária, promovendo o alongamento e relaxamento muscular. Esses exercícios realizados antes, durante ou após a jornada de trabalho atuam de forma terapêutica, diminuindo o estresse através do alongamento e do relaxamento (MARTINS, 2001). Porém, nem todas as empresas estão realmente preocupadas com a qualidade de vida de seus funcionários, muitas das vezes na prática da GL apenas uma forma de se manterem protegidas legalmente no que se refere a programas de prevenção ergonômica. Oferecem a GL, não se importando como a mesma é ministrada, se houve uma avaliação criteriosa do ambiente de trabalho e de cada funcionário em particular, seu único interesse é terem a proteção legal. Com isso a GL passa a ser ministrada sem nenhum critério, não atingindo seus objetivos e o que é pior, vista apenas como um passa tempo pelos funcionários, perdendo sua credibilidade como formas de prevenção das doenças músculos esqueléticas, dentre outras de suas

8 4 inúmeras finalidades. A Ginástica Laboral promove adaptações fisiológicas, físicas e psíquicas, sua prática é exercida no ambiente de trabalho através de exercícios dirigidos e adequados para cada setor ou departamento da empresa. No momento em que a musculatura está sendo exercitada, há um aumento da temperatura corporal, tecidual e da circulação sanguíneos provocados por adaptações fisiológicas. As adaptações físicas proporcionam melhoria na flexibilidade, mobilidade e postura do trabalhador. As psicológicas envolvem mudança de rotina favorecendo o relacionamento patrão/empregado e a integração entre pessoas que circulam pelo ambiente. (LIMA 2003, p 8). O programa de Ginástica Laboral através da comunicação ativa expressada pelo corpo e pela cooperação nas atividades exercidas em duplas ou em grupos proporciona um convívio social diário, estabelecendo um encontro marcado com a saúde uma vez que integra as pessoas.

9 5 2. Justificativa O estudo procurou mostrar que a ginástica laboral tem sido importante para saúde de muitos trabalhadores evitando doenças ocupacionais. Essas práticas físicas são exercícios específicos que têm a finalidade de prevenção da fadiga muscular, diminuir o índice de acidentes do trabalho, corrigir vícios de postura, aumentar a disposição do funcionário e prevenir doenças ocupacionais, sendo então realizados no local e horário de trabalho. Consequentemente proporcionando aumento da produtividade com qualidade, também a ginástica laboral traz grandes benefícios para as empresas e qualidade de vida aos empregados.

10 6 3. Objetivo 3.1 Geral trabalho. Verificar a importância da ginástica laboral para prevenir lesões no 3.2 Especifico Verificar se sua prática proporciona melhora no bem estar diário, no alívio de dores corporais e na melhor disposição para desenvolver as tarefas laborais. E avaliar os benefícios que a ginástica laboral proporcionado às empresas.

11 7 4. Metodologia O presente estudo foi desenvolvido através de revisão de literatura, com base em artigos científicos e sites oficias e livros.

12 8 5. Revisão de literatura 5.1 Histórias da ginástica laboral O primeiro vestígio desta ideia vem da Polônia, datado de 1925 com o nome "Ginástica de Pausa". Anos depois, surgiu na Holanda e na Rússia. Na década de 60, atingiu outros países da Europa e principalmente o Japão, onde ocorreu a consolidação e a obrigatoriedade da GLC - Ginástica Laboral Compensatória. No Brasil, a semente brotou em 1973, na escola de educação Feevale com um projeto de Educação Física Compensatória e Recreação no qual a escola estabelecia uma proposta de exercícios baseados em análises biomecânicas (MARCHESINI, 2001). Foi também por volta de 30 anos atrás que um jovem médico americano tentava fazer entender a classe médica que corridas radicais previnem os males da vida sedentária (problemas cardíacos, obesidade, entre outros). Kenneth Cooper entende ter trazido para a medicina o conceito de exercício que dá saúde e alegria as pessoas (MARCHESINI, 2002). A ginástica laboral está suprindo, ao menos em partes, esta necessidade de um "espaço de liberdade", de uma quebra de ritmo, na rigidez e na monotonia do trabalho. Além disto, a organização do trabalho ataca primeira e maciçamente a vida mental dos indivíduos. O desgaste neste aspecto é bem maior devido a todo o esforço para manter-se sob-controle. Assim ao começarem a participar da ginástica, os trabalhadores descobrem que é um momento, talvez o único do dia. Onde podem ser eles mesmos de forma integrada, expandindo o corpo, a mente e o espírito (SCHMIDT et al., 2003). É possível, então, relaxar e abrir mão do autocontrole, livres de risco de acidentes, erros e tensão decorrentes. Podem sair das posturas automatizadas, conversar com seus colegas e desligar das pressões aliviando o stress. A ginástica laboral preenche também uma carência de atenção e valorização das pessoas, sendo percebida como uma diferença da empresa para com elas e um sinal de humanização do ambiente de trabalho. Hoje parece dispensável relacionar atividade física e promoção de saúde. Recentemente, essa modalidade assistiu a um desenvolvimento no Japão, onde, desde 1928, os funcionários dos correios frequentam sessões de

13 9 ginástica laboral diariamente. No Brasil, a ginástica laboral chegou por meio de executivos nipônicos e, após várias experiências, começou a ser retomada na década de 1980, ressurgindo com força total na década de 90. A partir desta fase, foi enfatizada a qualidade de vida e no trabalho, condenando-se o estresse e as lesões causadas pelo trabalho repetitivo como o DORT (Distúrbios Ósseos musculares Relacionados ao Trabalho). O programa de Ginástica Laboral (GL) tem como objetivo prevenir a LER/DORT. (Lesões por Esforço Repetitivo) além de interferir positivamente no relacionamento interpessoal, aliviando as dores corporais proporcionando benefícios tanto para o trabalhador quanto para a empresa apresentando resultados mais rápidos e diretos na saúde dos trabalhadores (OLIVEIRA, 2006). Ginástica laboral compensatória- Com duração de 5 a 10 minutos durante a jornada de trabalho, sua principal finalidade é compensar todo e qualquer tipo de tensão muscular adquirido pelo uso excessivo ou inadequado das estruturas músculos ligamentares.tem o objetivo de melhorar a circulação com a retirada de resíduos metabólicos, modificar a postura no trabalho, reabastecer os depósitos de glicogênio e prevenir a fadiga muscular. São sugeridos exercícios de alongamento e flexibilidade, respiratórios e posturais (Maciel, 2005; Albuquerque, 2005; Melzer, 2005; Leônidas, 2005). Ginástica laboral de relaxamento- Realizada no final da jornada de trabalho durante 10 ou 12 minutos, tem como objetivo a redução do estresse, alívio das tensões, redução dos índices de desavenças no trabalho e em casa, com consequente melhora da função social. São realizadas auto-massagens, exercícios respiratórios, exercícios de alongamento e flexibilidade e meditação (Maciel, 2005; Albuquerque, 2005; Melzer, 2005; Leônidas 2005). A ginástica laboral tem o objetivo de evitar vícios posturais e o aparecimento da fadiga, principalmente por posturas extremas, estáticas ou unilaterais. Podem ser realizados movimentos simétricos de alongamento dentro do próprio setor ou ambiente de trabalho entre 5 a 10 minutos (Maciel 2005; Albuquerque, 2005; Melzer, 2005; Leônidas, 2005). Ginástica laboral corretiva- A finalidade da Ginástica Laboral Corretiva é

14 10 estabelecer o antagonismo muscular, utilizando exercícios que visam fortalecer os músculos fracos e alongar os músculos encurtados, destinando-se ao indivíduo portador de deficiência morfológica, não patológica, sendo aplicada a um grupo reduzido de pessoas. Entretanto, a Ginástica Laboral Corretiva visa combater e, principalmente, atenuar as consequências decorrentes de aspectos ecológicos ergonômicos inadequados ao ambiente de trabalho (Maciel, 2005; Albuquerque, 2005; Melzer, 2005; Leônidas, 2005). Dentro deste contexto, pesquisas destacam que a prática de atividade física no local de trabalho tem dado bons resultados, e a Ginástica Laboral tem sido um destes instrumentos (CANÇADO; LOPES, 2003; DELBIN; MORAES, 2005; LIMA, 2003). Alguns autores (CHENOWETH, 1998; VIRCKREY, 1980) afirmam que as combinações de informações visuais e auditivas e repetições de movimentos se apresentam como um modelo ótimo de feedback e que o somatório da execução dos exercícios no trabalho propicia, a cada dia, uma nova experiência no movimento, facilitando sua realização, maximizando um contínuo de bem-estar e minimizando as queixas de dores provocadas pelas posturas inadequadas e a demanda de recursos médicos (SHEPARD, 1994). Lesões por Esforços Repetitivos (LER/DORT) DORT (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho) são consideradas síndromes de dimensões sociais e econômicas que refletem diretamente na capacidade funcional do trabalhador dificultando a forma de exercer suas atividades e funções causando um grande sofrimento decorrente desse mal, gerando custos significativos para as organizações e o Estado. Nos últimos 20 anos têm aumentado progressivamente o número de pessoas afetadas pelas LER/DORT (RAGASSON et al., 2005). As LER/DORT no Brasil representa o principal grupo de agravos à saúde entre as doenças ocupacionais. Trata-se de afecções com dimensões epidêmicas em diversas categorias profissionais crescente em vários países do mundo. Suas características são representadas sob diferentes formas clínicas causando questionamentos sobre os limites do papel do médico e de outros profissionais dentro da equipe de assistência, dificultando o manejo por parte de equipes de saúde e de instituições previdenciárias (MINISTÉRIO DA SAÚDE, 2000).

15 Lesões e Distúrbios no trabalho A ginástica laboral pode evitar vários tipos de doenças, como as lesões por esforços repetitivos (LER) e os distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT). Segundo o Instituto Nacional de Seguridade Social - INSS -, são as LER/DORT, atualmente, a segunda causa de afastamento de trabalho em nosso país. O DORT é uma doença ocupacional causada pelo uso repetitivo de tendões, esforços musculares e pela má postura do trabalhador, muitas vezes equipamentos de trabalho (Santos e Bueno, 2002). causada por falta de orientações da empresa sobre como utilizar corretamente os Já a LER é causada pelo excesso de uso de determinada articulação, ou seja, o uso repetitivo do mesmo movimento, havendo afecção nos tendões, músculos, ligamentos, fáscias, nervos e sinoviais (PEREIRA, 2001; LIMA, 2004). Esta doença envolve principalmente as articulações do pescoço, da mão, do punho, do ombro, do cotovelo e do joelho. Os sintomas da LER são muitas dores, fraqueza e fadiga nas articulações dos indivíduos. Nessa perspectiva a ginástica deve ser orientada por um profissional de Educação Física, que tem por objetivo desenvolver sequencia de exercícios que vão ao encontro das necessidades dos seus clientes, com o objetivo de reeducar a postura dos funcionários em sua posição de atendimento, diminuindo dores e cansaços em regiões onde a tensão muscular fica acumulada. Estágios evolutivos da lesão por esforço repetitivo. Para Oliveira (2002) a LER/DORT pode ser classificada em quatro graus: GRAU I: Sensação de peso e desconforto no membro afetado. Dor espontânea no local, às vezes com pontadas ocasionais durante a jornada de trabalho, que não interferem na produtividade. Essa dor é leve e melhora com o repouso. Não há sinais clínicos. GRAU II: Dor mais persistente e mais intensa. Aparece durante a jornada de trabalho de forma contínua. É tolerável e permite o desempenho de atividade, mas afeta o rendimento nos períodos de maior esforço.

16 12 GRAU III: A dor torna-se mais persistente, mais forte e tem irradiação mais definida. Aparecem mais vezes fora da jornada, especialmente à noite. Perde-se um pouco a força muscular. GRAU IV: Dor forte, contínua, por vezes insuportável, levando ao intenso sofrimento. A dor se acentua com os movimentos, estendendose a todo o membro afetado. Levando o individuo a submeter-se a tratamento cirúrgico e afastamento do trabalho para períodos de recuperação. O termo Lesões por Esforços Repetitivos (LER), adotado no Brasil, está sendo, aos poucos, substituído por Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT). Essa denominação destaca o termo distúrbio ao invés de lesões, o que corresponde ao que se percebe na prática: ocorrem distúrbios em uma primeira fase precoce, tais como fadiga, peso nos membros e dor, aparecendo, em uma fase mais adiantada, as lesões (RAGASSON et al., 2005).

17 Benefícios da ginástica laboral A Ginástica Laboral promove adaptações fisiológicas, físicas e psíquicas, sua prática é exercida no ambiente de trabalho através de exercícios dirigidos e adequados para cada setor ou departamento da empresa. No momento em que a musculatura está sendo exercitada, há um aumento da temperatura corporal, tecidual e da circulação sanguínea provocada por adaptações fisiológicas. As adaptações físicas proporcionam melhoria na flexibilidade, mobilidade e postura do trabalhador. As psicológicas envolvem mudança de rotina favorecendo o relacionamento patrão/empregado e a integração entre pessoas que circulam pelo ambiente. O programa de Ginástica Laboral através da comunicação ativa expressada pelo corpo e pela cooperação nas atividades exercidas em duplas ou em grupos proporciona um convívio social diário, estabelecendo um encontro marcado com a saúde uma vez que integra as pessoas, e o espírito de equipe passa a prevalecer de forma que possam se conhecer melhor. Quando estes se exercitam em grupos trabalhando o espírito de equipe, proporciona além de uma melhor qualidade na produtividade, um crescimento pessoal dos funcionários, essas mudanças de rotina na empresa melhora consequentemente a saúde mental dos mesmos (LIMA 2003, p 8). A Ginástica Laboral propicia benefícios fisiológicos, psicológicos, sociais e empresariais: Fisiológico: Promove a sensação de disposição e bem estar para o trabalho. Combate e previnem doenças profissionais, sedentarismo, estresse, depressão, ansiedade. Melhora a flexibilidade, a coordenação e a resistência, promovendo uma maior mobilidade e melhor postura. Diminui as inflamações e traumas. Diminui a tensão muscular desnecessária.

18 14 Diminui o esforço na execução das tarefas diárias. Psicológico: Favorece a mudança da rotina. Reforça a autoestima e melhora a autoimagem. Mostra a preocupação da Empresa com seus funcionários. Melhora a capacidade de atenção e concentração no trabalho. Desenvolve a consciência corporal. Combate tensões emocionais. Sociais: Desperta o surgimento de novas lideranças. Favorece o contato pessoal. Promove a integração social. Favorece o trabalho em equipe. Melhora as relações interpessoais. Empresariais: Propicia maior produtividade por parte do trabalhador. Melhora a imagem da instituição perante os empregados e a sociedade. Diminui o número de queixas, afastamentos médicos, acidentes e lesões. Reduz os gastos com afastamentos e substituições de pessoal. Entre as medidas de enfrentamento do problemático e complexo desenvolvimento de LER/DORT, a introdução da GL passou a ser comum nos. Ambientes de trabalho industrializados, passando a ocupar um grande espaço dentro das iniciativas de prevenção propostas pelos diferentes profissionais que atuam na saúde do trabalho. No entanto, não existem estudos epidemiológicos que comprovem seus resultados enquanto método de prevenção.

19 Benefícios (G.L) na prevenção de LER/DORT O programa de Ginástica Laboral (GL) tem como objetivo prevenir a LER/DORT, além de interferir positivamente no relacionamento interpessoal, aliviando as dores corporais proporcionando benefícios tanto para o trabalhador quanto para a empresa apresentando resultados mais rápidos e diretos na saúde dos trabalhadores (OLIVEIRA, 2006). Benefícios psicológicos: são as reações de comportamentos externos que expressam suas necessidades internas, ou seja, é o resultado de ações executadas pelos funcionários que motive o desempenho e iniciativa de continuar seu trabalho de forma prazerosa, diminuindo o impacto das metas impostas no seu dia-a-dia. Neste caso, a ginástica laboral trabalha a motivação por novas rotinas, capacidade de atenção e concentração no trabalho, desenvolve consciência corporal, diminui tensões emocionais musculares causadas pelo estresse do serviço, trabalhando a auto-estima. Com a melhora da auto-estima, suas ansiedades diminuem, existe maior flexibilidade em aceitar situações inesperadas ou pressões de trabalho e aceitar melhor feedbacks positivos ou negativos de seus superiores. Isso reflete na relação da equipe de funcionários, aumentando a relação interpessoal. Benefícios sociais: pode-se dizer que a ginástica laboral aumentará o trabalho em equipe, promovendo uma melhor integração entre todos os funcionários. Eles se sentirão mais seguros, aumentando o contato social e promovendo novas lideranças; com isso, há uma melhora no marketing pessoal e na imagem da empresa perante os seus iguais. Destaca-se também que em relação aos benefícios financeiros, com desenvolvimento da ginástica laboral a empresa tende a reduzir os gastos com afastamentos e substituições de funcionários. Gerando assim, a diminuição das faltas e doenças do trabalho, ocorrendo assim o aumento da produção, como também melhorando a imagem da empresa perante seus clientes e funcionários. A ginástica laboral pode ser classificada em ginástica preparatória, compensatória e relaxamento (LIMA, 2004). Evidencias têm demonstrado que a ginástica laboral, em média, após três meses a um ano de sua implantação

20 16 em uma empresa, tem apresentado benefícios tais como: diminuição dos casos de LER/DORT, menores custos com assistência medica, alívio das dores corporais, diminuição das faltas, mudança de estilo de vida e, o que mais interessa para as empresas, o aumento da produtividade. Neste sentido, apenas um aspecto, quando tratado isoladamente, não surtirá o efeito necessário. Mas sim, um conjunto de melhorias deve ser adotado, como por exemplo, modificação do processo de trabalho, instituição de revezamentos ou rodízios, realização de análises ergonômicas dos postos de trabalho e adequação dos instrumentos ou equipamentos de trabalho. Entretanto, é interessante notar que a ginástica, por si só, não terá resultados significativos se não houver uma elaborada política de benefícios sociais, além de estudos ergonômicos, da colaboração dos gerentes, técnicos de segurança do trabalho, fisioterapia ocupacional, dos médicos ocupacionais e dos profissionais de recursos humanos.

21 Exercícios desenvolvidos A ginástica laboral preparatória: é executada sempre no início da jornada de trabalho do funcionário e tem duração de 5 a 15 minutos. Ela faz com que a circulação sangüínea aumente e ocorra uma melhor lubrificação e aumento das viscosidades das articulações e tendões. A execução de exercícios físicos preventivos e terapêuticos serve para aquecer a musculatura e as articulações que serão utilizadas. E ainda, atua sobre as sinergias musculares antagônicas que são utilizadas nesse tipo de trabalho, proporcionando o equilíbrio funcional, a compensação e a recuperação ativa do funcionário; tem como objetivo também relaxar os músculos e prevenir fadiga causada pelo tipo de trabalho executado, além de melhorar a postura corporal. (Longen, 2004). A ginástica compensatória: é executada no meio da jornada de trabalho, com duração de 5 a 15 minutos. O objetivo dessa ginástica é o de compensar os músculos que foram trabalhados em excesso, durante a atividade diária, além de interromper a monotonia operacional (LIMA, 2004, p.20). A pausa no desempenho do trabalho repetitivo é fundamental para que haja a manutenção do ritmo produtivo do trabalhador. A ginástica de relaxamento: é executada no final do expediente e pode ter duração de 15 a 30 minutos. Ela é baseada em exercícios de alongamentos relaxantes para oxigenar as musculaturas envolvidas no trabalho diário (Martins, 2005).

22 Sugestões De Exercícios ESPREGUIÇAR Articulação: Ombro e cotovelo; Grupos musculares: Adutores do ombro e flexores do cotovelo (bíceps braquial); CIRCUNDUÇAO DA CABEÇA Articulação: Coluna Cervical; Grupos Musculares: Rotadores; EXTENSÃO DA CABEÇA Articulação: Coluna Cervical; Grupo muscular: extensores;

23 19 ROTAÇÃO OMBRO Articulação: Ombro; Grupos Musculares: Flexores; PEITORAL Articulação: Ombro e cotovelo; Grupos Musculares: Flexores do ombro e flexores do cotovelo (bíceps braquial); EXTENSÃO PUNHO Articulação: Punho; Grupos Musculares: Extensores do punho; ABDUÇÃO OMBRO Articulação: Ombro; Grupo muscular: Adutores; OMBRO/TRICEPS

24 20 Articulação: Cotovelo e ombro; Grupos Musculares: Extensores do cotovelo e Adutores do ombro; ROTAÇÃO TRONCO Articulação: Coluna Lombar; Grupo muscular: Lombares; FLEXÃO TRONCO/LT Articulação: Ombro, coluna dorsal e lombar; Grupos musculares: Adutores, dorsais e lombares; FLEXÃO TORNOZELO Articulação: Tornozelo; Grupos musculares: Flexores plantares e dorsoflexores;

25 21 FLEXÃO TRONCO Articulação: Coluna lombar e quadril; Grupos musculares: Lombares, adutores do quadril e isquiotibiais; FLEXÃO TRONCO Articulação: Coluna Lombar e Quadril Grupos musculares: Lombares e isquiotibiais; SACI Articulação: Joelho e tornozelo: Grupos Musculares: Quadríce

26 22 6. Conclusão Conclui-se que a Ginástica Laboral apresenta-se como um campo de prática de fundamental importância, pois atua como uma medida preventiva e terapêutica, promovendo a saúde do trabalhador e, como consequência desta, trazendo importantes benefícios para as empresas. Evidências demonstram a importância da Ginástica Laboral na prevenção de doenças ocupacionais, tais como as LER/DORT, na redução dos acidentes de trabalho e das faltas, bem como no aumento da produtividade, na diminuição dos gastos com assistência médica e, consequentemente, em um maior retorno financeiro para as empresas. Os empresários ainda investem pouco em prevenção. A Ginástica Laboral pode ser considerada uma alternativa para o problema, pois é considerado um exercício físico eficaz para prevenir doenças relacionadas ao trabalho e, assim, melhorar a qualidade de vida do trabalhador. Com relação aos resultados positivos da Ginástica Laboral, apresentados pelos diferentes autores, destacam-se o alívio das dores corporais, a diminuição dos casos de LER/DORT, o aumento da produtividade e um maior retorno financeiro para as empresas. E beneficio físico e mental a os funcionários. Outro fator que colabora cada vez mais para a presença do Profissional de Educação Física nas equipes de saúde das empresas, é a preocupação cada vez maior dos empresários pela vida de seu colaborador fora do ambiente de trabalho. A cada dia que passa mais empresas percebem que os familiares dos colaboradores podem ser a extensão de sua empresa.

27 23 7. Referencia Bibliográfica CARVALHO, Sérgio H. F. de. Ginástica laboral. Saúde em Movimento, 03 de janeiro de COOPER, C. L.; KIRKALDY, B. D.; BROWN, J. A model of job stress and phiysical health: the role of individual differences. Personality & Individual differences. n.16, p , DANNA, K.; GRIFFIN, R. W. Health and well-being in the workplace: a review and synthesis of the literature. Journal of Management. n.3, v.25, p , LIMA, Valquíria de. Ginástica Laboral: Atividade Física no Ambiente de Trabalho. 1. ed. São Paulo: v. 1. Phorte Editora, p. RAGASSON, C. A. P.; LAZAROTTO, E. L.; RUEDELL, A. M. / RUEDELL, A.. Estudo das condições de trabalho. In: 2 Seminário Nacional Estado e Políticas Sociais no Brasil, 2005, Cascavel OLIVEIRA, J. R. G. A Prática da Ginástica Laboral. 3. ed. Rio de Janeiro: Editora Sprint, v , SILVA, J.; TARANTO, I. C.; PIASECKI, F. Ginástica laboral: alongamento X flexionamento. Sábios Revista Saúde e Biologia, Campo Mourão, v. 1, n. 2, p. 6-12, jul./dez MARTINS, CO. Ginástica laboral no escritório. Jundiaí, SP: Fontoura, LIMA, V. Ginástica Laboral: atividade física no ambiente de trabalho. São Paulo: Phorte, 2003.

28 24 SCHMIDT, A. et al. Ginástica laboral: uma ferramenta para a melhora da qualidade de vida do trabalhador. In: PRÉ-CONBRACE SUL E ENCONTRO DE COORDENADORES DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA REGIÃO SUL, 1., Pato Branco. Anais... Pato Branco: CBCE, FADEP, OLIVEIRA J. A prática da ginástica laboral. Rio de Janeiro: Sprint, OLIVEIRA & SAMPAIO, A importância da ginástica laboral na prevenção de LER/DORT OLIVEIRA,1998http:// saude/2011/ed_01/fernanda.pdf MARCHESINI, (Maciel,2005;Albuquerque,2005;Melzer,2005;Leônidas,2005). alana.com.br/conceitos-e-definicoes-sobre-ginastica-laboral/ CANÇADO;LOPES,2003;DELBIN;MORAES,2005;LIMA,2003). AMPESSAN,2008, ortes.com/efd134/ginastica-laboral-funcionarios-de-uma-industriamoveleira.htm RAGASSON et al., 2005, Santos e Bueno,

29 25 M&JGINASTICALABORALhttp://mjassessoriaesportiva.blogspot.com.br/2012/0 3/entre-em-contato html GINÁSTICALABORALEXERCÍCIOShttp:// cao=60 Intervenção exclusiva do Profissional de Educação Física

AS VARIAÇÕES DE EXERCÍCIOS FÍSICOS APLICADOS NAS SESSÕES DE GINÁSTICA LABORAL

AS VARIAÇÕES DE EXERCÍCIOS FÍSICOS APLICADOS NAS SESSÕES DE GINÁSTICA LABORAL AS VARIAÇÕES DE EXERCÍCIOS FÍSICOS APLICADOS NAS SESSÕES DE GINÁSTICA LABORAL Junior, A. C. de J. Sebastião, J. S. Pimentel, E. S. Moreira, R. S. T.. RESUMO A área da ginástica laboral vem crescendo bastante

Leia mais

Programa de Ginástica Laboral

Programa de Ginástica Laboral Programa de Ginástica Laboral 1. IDENTIFICAÇÃO Nome: Programa de Ginástica Laboral (PGL) Promoção e Organização: Centro de Educação Física, Esportes e Recreação Coordenadoria do Campus de Ribeirão Preto.

Leia mais

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO UTILIZANDO A GINÁSTICA LABORAL

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO UTILIZANDO A GINÁSTICA LABORAL QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO UTILIZANDO A GINÁSTICA LABORAL Alessandra Prado de Souza, Ana Eliza Gonçalves Santos, Jaciara Nazareth Campos Palma, Karine Aparecida Silvério, Leonardo Ferreira, Matheus

Leia mais

Qualidade de vida no Trabalho

Qualidade de vida no Trabalho Qualidade de Vida no Trabalho Introdução É quase consenso que as empresas estejam cada vez mais apostando em modelos de gestão voltados para as pessoas, tentando tornar-se as empresas mais humanizadas,

Leia mais

A importância da Ergonomia Voltada aos servidores Públicos

A importância da Ergonomia Voltada aos servidores Públicos A importância da Ergonomia Voltada aos servidores Públicos Fisioterapeuta: Adriana Lopes de Oliveira CREFITO 3281-LTT-F GO Ergonomia ERGONOMIA - palavra de origem grega, onde: ERGO = trabalho e NOMOS

Leia mais

LER/DORT. www.cpsol.com.br

LER/DORT. www.cpsol.com.br LER/DORT Prevenção através s da ergonomia DEFINIÇÃO LER: Lesões por Esforços Repetitivos; DORT: Doenças Osteomusculares Relacionadas ao Trabalho; São doenças provocadas pelo uso inadequado e excessivo

Leia mais

FORTALECENDO SABERES EDUCAÇÃO FÍSICA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA. Aula 3.1 Conteúdo: Atividade física preventiva.

FORTALECENDO SABERES EDUCAÇÃO FÍSICA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA. Aula 3.1 Conteúdo: Atividade física preventiva. CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 3.1 Conteúdo: Atividade física preventiva. 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Habilidades: Entender os benefícios

Leia mais

A GINÁSTICA LABORAL E OS SEUS EFEITOS NA RELAÇÃO DE EMPREGO: VANTAGENS E BENEFÍCIOS PARA EMPREGADO E EMPREGADOR.

A GINÁSTICA LABORAL E OS SEUS EFEITOS NA RELAÇÃO DE EMPREGO: VANTAGENS E BENEFÍCIOS PARA EMPREGADO E EMPREGADOR. A GINÁSTICA LABORAL E OS SEUS EFEITOS NA RELAÇÃO DE EMPREGO: VANTAGENS E BENEFÍCIOS PARA EMPREGADO E EMPREGADOR. Márcia Maria Maia Advogada, pós-graduada em Direito Público e pós-graduanda em Direito e

Leia mais

PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL NA EMPRESA

PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL NA EMPRESA PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL NA EMPRESA Profª Ms. Laurecy Dias dos Santos 08 a 11 de outubro de 2014 08 a 11 de outubro de 2014 HISTÓRICO Polônia (1925) Ginástica de Pausa Experiências em outros países:

Leia mais

Influência da ginástica laboral em funcionários que trabalham com telemarketing

Influência da ginástica laboral em funcionários que trabalham com telemarketing 1 Influência da ginástica laboral em funcionários que trabalham com telemarketing Introdução A ginástica laboral tem como objetivo minimizar os impactos negativos oriundos do sedentarismo do trabalhador

Leia mais

O IMPACTO DO PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL NO AUMENTO DA FLEXIBILIDADE

O IMPACTO DO PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL NO AUMENTO DA FLEXIBILIDADE O IMPACTO DO PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL NO AUMENTO DA FLEXIBILIDADE UM ESTUDO QUANTO À APLICABILLIDADE DO PROGRAMA PARA COLETORES DE LIXO DO MUNICÍPIO DE NITERÓI ALESSANDRA ABREU LOUBACK, RAFAEL GRIFFO

Leia mais

GINÁSTICA LABORAL Prof. Juliana Moreli Barreto

GINÁSTICA LABORAL Prof. Juliana Moreli Barreto GINÁSTICA LABORAL Prof. Juliana Moreli Barreto OFICINA PRÁTICA Aprenda a ministrar aulas de ginástica laboral GINÁSTICA LABORAL - Objetivos e benefícios do programa - Formas de aplicação atualmente - Periodização

Leia mais

Ergonomia é o estudo do. relacionamento entre o homem e o seu trabalho, equipamento e ambiente, e. particularmente a aplicação dos

Ergonomia é o estudo do. relacionamento entre o homem e o seu trabalho, equipamento e ambiente, e. particularmente a aplicação dos ERGONOMIA ERGONOMIA relacionamento entre o homem e o seu trabalho, equipamento e ambiente, e conhecimentos de anatomia, fisiologia e psicologia na solução dos problemas surgidos deste relacionamento. Em

Leia mais

LER/DORT. Dr. Rodrigo Rodarte

LER/DORT. Dr. Rodrigo Rodarte LER/DORT Dr. Rodrigo Rodarte Há dois lados em todas as questões (Pitágoras, 410 445 a.c.) Definição: As L.E.R. são Lesões por Esforços Repetitivos (definição mais antiga) A D.O.R.T. (conhecidas como doenças

Leia mais

Biomecânica. A alavanca inter-resistente ou de 2º grau adequada para a realização de esforço físico, praticamente não existe no corpo humano.

Biomecânica. A alavanca inter-resistente ou de 2º grau adequada para a realização de esforço físico, praticamente não existe no corpo humano. Biomecânica Parte do conhecimento da Ergonomia aplicada ao trabalho origina-se no estudo da máquina humana. Os ossos, os músculos, ligamentos e tendões são os elementos dessa máquina que possibilitam realizar

Leia mais

GINÁSTICA LABORAL OUTRAS DENOMINAÇÕES

GINÁSTICA LABORAL OUTRAS DENOMINAÇÕES GINÁSTICA LABORAL GYMNASTIKÉ = Arte de exercitar o corpo LABOR = Trabalho OUTRAS DENOMINAÇÕES - Ginástica Ocupacional - Cinesioterapia Laboral - Ginástica do trabalho Sua prática é responsável pela redução

Leia mais

Proposta para Implantação do Programa Atividade Física & Mulheres

Proposta para Implantação do Programa Atividade Física & Mulheres 2 Proposta para Implantação do Programa Atividade Física & Mulheres Ana Paula Bueno de Moraes Oliveira Graduada em Serviço Social Pontifícia Universidade Católica de Campinas - PUC Campinas Especialista

Leia mais

GINÁSTICA LABORAL: PRÁTICA DE RESULTADO OU MODISMO? David Marcos Emérito de Araújo 1 Leyla Regis de Meneses Sousa 1

GINÁSTICA LABORAL: PRÁTICA DE RESULTADO OU MODISMO? David Marcos Emérito de Araújo 1 Leyla Regis de Meneses Sousa 1 GINÁSTICA LABORAL: PRÁTICA DE RESULTADO OU MODISMO? David Marcos Emérito de Araújo 1 Leyla Regis de Meneses Sousa 1 1 Professor(a) Departamento de Educação Física, UFPI d.emerito@uol.com.br RESUMO A Ginástica

Leia mais

P Ú B L I C O I N T E R N O

P Ú B L I C O I N T E R N O Apresentação O Banrisul valoriza seus colaboradores por entender que estes são a essência do negócio. A promoção da qualidade de vida e da segurança dos funcionários é uma prática constante que comprova

Leia mais

SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO. Prevenção das Lesões por Esforços Repetitivos L E R

SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO. Prevenção das Lesões por Esforços Repetitivos L E R SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO Prevenção das Lesões por Esforços Repetitivos L E R O QUE SÃO AS LESÕES POR ESFORÇOS REPETITIVOS LER são doenças do trabalho provocadas pelo uso inadequado e excessivo do

Leia mais

IMPLANTAÇÃO E AVALIAÇÃO DE UM PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL: UM ESTUDO PILOTO REALIZADO JUNTO A COLABORADORES DE UM HOSPITAL PRIVADO

IMPLANTAÇÃO E AVALIAÇÃO DE UM PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL: UM ESTUDO PILOTO REALIZADO JUNTO A COLABORADORES DE UM HOSPITAL PRIVADO IMPLANTAÇÃO E AVALIAÇÃO DE UM PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL: UM ESTUDO PILOTO REALIZADO JUNTO A COLABORADORES DE UM HOSPITAL PRIVADO Maria Cecilia Rezek Juliano 1 Silvia Renata Rezek Juliano 1 Maria Clara

Leia mais

FIBROMIALGIA EXERCÍCIO FÍSICO: ESSENCIAL AO TRATAMENTO. Maj. Carlos Eugenio Parolini médico do NAIS do 37 BPM

FIBROMIALGIA EXERCÍCIO FÍSICO: ESSENCIAL AO TRATAMENTO. Maj. Carlos Eugenio Parolini médico do NAIS do 37 BPM FIBROMIALGIA EXERCÍCIO FÍSICO: ESSENCIAL AO TRATAMENTO Maj. Carlos Eugenio Parolini médico do NAIS do 37 BPM A FIBROMIALGIA consiste numa síndrome - conjunto de sinais e sintomas - com manifestações de

Leia mais

Qualidade de vida no trabalho o papel da ginástica laboral

Qualidade de vida no trabalho o papel da ginástica laboral Qualidade de vida no trabalho o papel da ginástica laboral Márcia de Ávila e Lara Estudante do curso de Educação Física - (UFV) - avilaelara@yahoo.com.br Felipe Alves Soares Estudante do curso de Educação

Leia mais

Ergonomia Corpo com Saúde e Harmonia

Ergonomia Corpo com Saúde e Harmonia Ergonomia Corpo com Saúde e Harmonia Dr. Leandro Gomes Pistori Fisioterapeuta CREFITO-3 / 47741-F Fone: (16) 3371-4121 Dr. Paulo Fernando C. Rossi Fisioterapeuta CREFITO-3 / 65294 F Fone: (16) 3307-6555

Leia mais

P Ú B L I C O I N T E R N O

P Ú B L I C O I N T E R N O Apresentação O Banrisul valoriza seus colaboradores por entender que estes são a essência do negócio. A promoção da qualidade de vida e da segurança dos funcionários é uma prática constante que comprova

Leia mais

1. Documento: 20026-2015-3

1. Documento: 20026-2015-3 1. Documento: 20026-2015-3 1.1. Dados do Protocolo Número: 20026/2015 Situação: Ativo Tipo Documento: Comunicação Interna - CI Assunto: Planejamento estratégico - Metas Unidade Protocoladora: SES - Secretaria

Leia mais

Ginástica Laboral: um Meio de Promover Qualidade de Vida no Trabalho

Ginástica Laboral: um Meio de Promover Qualidade de Vida no Trabalho 26 Ginástica Laboral: um Meio de Promover Qualidade de Vida no Trabalho Rossane Alves de Mancilha Especialista em Gestão da Qualidade de Vida na Empresa - UNICAMP Trabalhar em conjunto é uma copiosa fonte

Leia mais

SECRETARIA DE RESSOCIALIZAÇÃO. Programa de Alívio e Relaxamento do Estresse

SECRETARIA DE RESSOCIALIZAÇÃO. Programa de Alívio e Relaxamento do Estresse SECRETARIA DE RESSOCIALIZAÇÃO Programa de Alívio e Relaxamento do Estresse SUMÁRIO JUSTIFICATIVA OBJETIVOS EXECUÇÃO CONDIÇÕES GERAIS JUSTIFICATIVA As facilidades e a agitação da vida moderna trouxeram

Leia mais

GINÁSTICA LABORAL: UMA ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR

GINÁSTICA LABORAL: UMA ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR GINÁSTICA LABORAL: UMA ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR Carina Fátima Brum 1, Tahiana Cadore Lorenzet Zorzi 2 RESUMO: O projeto de ginástica laboral na Unochapecó iniciou suas atividades em fevereiro de 2003

Leia mais

Considerada como elemento essencial para a funcionalidade

Considerada como elemento essencial para a funcionalidade 13 Epidemiologia e Flexibilidade: Aptidão Física Relacionada à Promoção da Saúde Gláucia Regina Falsarella Graduada em Educação Física na Unicamp Considerada como elemento essencial para a funcionalidade

Leia mais

CARACTERIZAÇAO DE UM PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL COMO PREVENÇÃO E REDUÇÃO DA LER/DORT

CARACTERIZAÇAO DE UM PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL COMO PREVENÇÃO E REDUÇÃO DA LER/DORT CARACTERIZAÇAO DE UM PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL COMO PREVENÇÃO E REDUÇÃO DA LER/DORT PINHEIRO, L. C.; DUTRA, J.; BRASILINO, F.F; MORALES, P. J. C.; HUCH, T.P. Universidade da Região de Joinville Depto.

Leia mais

PROJETO DE EXTENSÃO DE GINÁSTICA LABORAL PARA MELHORAR QUALIDADE DE VIDA DOS FUNCIONÁRIOS DA ULBRA/GUAÍBA

PROJETO DE EXTENSÃO DE GINÁSTICA LABORAL PARA MELHORAR QUALIDADE DE VIDA DOS FUNCIONÁRIOS DA ULBRA/GUAÍBA PROJETO DE EXTENSÃO DE GINÁSTICA LABORAL PARA MELHORAR QUALIDADE DE VIDA DOS FUNCIONÁRIOS DA ULBRA/GUAÍBA RESUMO *Luciano Leal Loureiro ** Jésica Finguer O presente texto busca explicar o que é o projeto

Leia mais

Prof. Gustavo Suriani de Campos Meireles, M.Sc.

Prof. Gustavo Suriani de Campos Meireles, M.Sc. Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Engenharia Curso de Graduação em Engenharia de Produção ENG 1090 Introdução à Engenharia de Produção Prof. Gustavo Suriani de Campos Meireles,

Leia mais

VALÊNCIAS FÍSICAS. 2. VELOCIDADE DE DESLOCAMENTO: Tempo que é requerido para ir de um ponto a outro o mais rapidamente possível.

VALÊNCIAS FÍSICAS. 2. VELOCIDADE DE DESLOCAMENTO: Tempo que é requerido para ir de um ponto a outro o mais rapidamente possível. VALÊNCIAS FÍSICAS RESISTÊNCIA AERÓBICA: Qualidade física que permite ao organismo executar uma atividade de baixa para média intensidade por um longo período de tempo. Depende basicamente do estado geral

Leia mais

A GINÁSTICA LABORAL: OS CONTRASTES NOS RESULTADOS QUANDO ORIENTADA PELO EDUCADOR FÍSICO

A GINÁSTICA LABORAL: OS CONTRASTES NOS RESULTADOS QUANDO ORIENTADA PELO EDUCADOR FÍSICO A GINÁSTICA LABORAL: OS CONTRASTES NOS RESULTADOS QUANDO ORIENTADA PELO EDUCADOR FÍSICO Wagner Hauer Argenton 1 Rafael Godoy Cancelli Evandete Mitue Centro Universitário Positivo, Curitiba, PR Resumo:

Leia mais

A relação trabalho, fábricas, máquinas, homens e(m) movimento há alguns

A relação trabalho, fábricas, máquinas, homens e(m) movimento há alguns TÍTULO:PROMOVENDO E RECUPERANDO A SAÚDE DO TRABALHADOR NA EMPRESA: GINÁSTICA LABORAL E CORREÇÃO FUNCIONAL NA ELECTROLUX DO BRASIL. AUTORES: DUARTE, A. C. G. O.; OLIVEIRA, S. B.; ARRUDA, E. A. B.; VENÂNCIO,

Leia mais

PLANO DE TRABALHO IDOSO

PLANO DE TRABALHO IDOSO PLANO DE TRABALHO IDOSO Telefone: (44) 3220-5750 E-mail: centrosesportivos@maringa.pr.gov.br EQUIPE ORGANIZADORA SECRETARIO MUNICIPAL DE ESPORTES E LAZER Francisco Favoto DIRETOR DE ESPORTES E LAZER Afonso

Leia mais

DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADOS AO TRABALHO EM PROFISSIONAIS DA LIMPEZA

DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADOS AO TRABALHO EM PROFISSIONAIS DA LIMPEZA DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADOS AO TRABALHO EM PROFISSIONAIS DA LIMPEZA ROSEMARA SANTOS DENIZ AMARILLA (1), BRUNO BORSATTO (2), RODRIGO EDUARDO CATAI (3) (1) Mestrado em Engenharia Civil / UTFPR

Leia mais

TÍTULO: A GINÁSTICA LABORAL RELACIONADA À QUALIDADE DE VIDA NO AMBIENTE DE TRABALHO

TÍTULO: A GINÁSTICA LABORAL RELACIONADA À QUALIDADE DE VIDA NO AMBIENTE DE TRABALHO TÍTULO: A GINÁSTICA LABORAL RELACIONADA À QUALIDADE DE VIDA NO AMBIENTE DE TRABALHO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: EDUCAÇÃO FÍSICA INSTITUIÇÃO: FACULDADES INTEGRADAS PADRE

Leia mais

NR 17 - ERGONOMIA. Portaria 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07

NR 17 - ERGONOMIA. Portaria 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07 NR 17 - ERGONOMIA Portaria 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07 Esta Norma Regulamentadora visa a estabelecer parâmetros que permitam a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas

Leia mais

Carina Cristiane Teodoro Pierini¹; Terezinha Gomes Faria²

Carina Cristiane Teodoro Pierini¹; Terezinha Gomes Faria² V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 23 a 26 de outubro de 7 CONTRIBUIÇÕES DA GINÁSTICA LABORAL PARA A MELHORIA DA CONDIÇÃO FÍSICA DOS ORIENTADORES DE ESTACIONAMENTO REGULAMENTADO

Leia mais

Alterações da Estrutura Corporal

Alterações da Estrutura Corporal Alterações da Estrutura Corporal Exercícios e Postura milenadutra@bol.com.br Os Exercícios Realmente Mudam a Postura? Vício postural pode ser corrigido voluntariamente com reeducação psicomotora Desvio

Leia mais

Sintomas da LER- DORT

Sintomas da LER- DORT LER-DORT A LER e DORT são as siglas para Lesões por Esforços Repetitivos e Distúrbios Osteo-musculares Relacionados ao Trabalho. Os termos LER/DORT são usados para determinar as afecções que podem lesar

Leia mais

Título: AVALIAÇÃO DA SAÚDE DO TRABALHADOR POR MEIO DA ANÁLISE ERGONÔMICA EM FUNCIONÁRIOS DA INDÚSTRIA CAMERA.

Título: AVALIAÇÃO DA SAÚDE DO TRABALHADOR POR MEIO DA ANÁLISE ERGONÔMICA EM FUNCIONÁRIOS DA INDÚSTRIA CAMERA. Título: AVALIAÇÃO DA SAÚDE DO TRABALHADOR POR MEIO DA ANÁLISE ERGONÔMICA EM FUNCIONÁRIOS DA INDÚSTRIA CAMERA. AQUINO, Ariane; HAAS, Daniela; PIRES, Ana Helena Braga; VIDAL, Paula Cristina V. Universidade

Leia mais

Gestão do Risco Ergonômico 6º SENSE. Nadja de Sousa Ferreira, MD PhD Médica do Trabalho

Gestão do Risco Ergonômico 6º SENSE. Nadja de Sousa Ferreira, MD PhD Médica do Trabalho Gestão do Risco Ergonômico 6º SENSE Nadja de Sousa Ferreira, MD PhD Médica do Trabalho Objetivo Objetivo Apresentar os conceitos científicos sobre o Risco Ergonômico e sua relação com o corpo humano. Fazer

Leia mais

COMPORTAMENTO SEGURO

COMPORTAMENTO SEGURO COMPORTAMENTO SEGURO A experiência demonstra que não é suficiente trabalhar somente com estratégias para se conseguir um ambiente de trabalho seguro. O ideal é que se estabeleça a combinação de estratégias

Leia mais

Evanir Soares da Fonseca

Evanir Soares da Fonseca CURSO DE ATUALIZAÇÃO Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde AÇÕES DE COMBATE AO ESTRESSE: PROMOÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DOS TRABALHADORES DA SAÚDE DE PARACATU - MG Evanir Soares

Leia mais

Academia Seja dentro ou fora da Academia, nosso Clube oferece espaços para manter a saúde em dia e o corpo em forma

Academia Seja dentro ou fora da Academia, nosso Clube oferece espaços para manter a saúde em dia e o corpo em forma Projeto Verão O Iate é sua Academia Seja dentro ou fora da Academia, nosso Clube oferece espaços para manter a saúde em dia e o corpo em forma por rachel rosa fotos: felipe barreira Com a chegada do final

Leia mais

Seguro saúde - Primeira Etapa do Projeto

Seguro saúde - Primeira Etapa do Projeto Seguro saúde - Primeira Etapa do Projeto 01 Pesquisa de mercado em busca das melhores opções de acordo com o perfil e realidade de sua empresa, apresentando as melhores companhias de Seguros e Empresas

Leia mais

A PERCEPÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA SOBRE A GINÁSTICA LABORAL

A PERCEPÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA SOBRE A GINÁSTICA LABORAL 10. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

Relaxar a musculatura dos braços. Entrelace os dedos de ambas as mãos com suas palmas para cima e levante os braços por 10 segundos.

Relaxar a musculatura dos braços. Entrelace os dedos de ambas as mãos com suas palmas para cima e levante os braços por 10 segundos. por Christian Haensell A flexibilidade do corpo e das juntas é controlada por vários fatores: estrutura óssea, massa muscular, tendões, ligamentos, e patologias (deformações, artroses, artrites, acidentes,

Leia mais

1 IDENTIFICAÇÃO 2 E CAUSA O QUE É O ESTRESSE? EDITORIAL INTRODUÇÃO DEFINIÇÃO EDITORIAL ÍNDICE COMBATA O ESTRESSE COMO IDENTIFICAR O ESTRESSE?

1 IDENTIFICAÇÃO 2 E CAUSA O QUE É O ESTRESSE? EDITORIAL INTRODUÇÃO DEFINIÇÃO EDITORIAL ÍNDICE COMBATA O ESTRESSE COMO IDENTIFICAR O ESTRESSE? EDITORIAL EDITORIAL INTRODUÇÃO COMBATA O ESTRESSE Sérgio Butka Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba O estresse é uma das grandes pragas do mundo moderno. Este problema sintetiza

Leia mais

DE VOLTA ÀS AULAS... CUIDADOS COM A POSTURA E O PESO DA MOCHILA!

DE VOLTA ÀS AULAS... CUIDADOS COM A POSTURA E O PESO DA MOCHILA! DE VOLTA ÀS AULAS... CUIDADOS COM A POSTURA E O PESO DA MOCHILA! SUA MOCHILA NÃO PODE PESAR MAIS QUE 10% DO SEU PESO CORPORAL. A influência de carregar a mochila com o material escolar nas costas, associado

Leia mais

PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL PARA FUNCIONÁRIOS DA ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA JOSÉ FRANCISCO DE ANDRADE, SANTANA DO IPANEMA, ALAGOAS, BRASIL.

PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL PARA FUNCIONÁRIOS DA ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA JOSÉ FRANCISCO DE ANDRADE, SANTANA DO IPANEMA, ALAGOAS, BRASIL. PROGRAMA DE GINÁSTICA LABORAL PARA FUNCIONÁRIOS DA ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA JOSÉ FRANCISCO DE ANDRADE, SANTANA DO IPANEMA, ALAGOAS, BRASIL. RAY BRUNO MIRANDA SILVA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA SANTANA

Leia mais

Atividade Física no Ambiente de Trabalho

Atividade Física no Ambiente de Trabalho Atividade Física no Ambiente de Trabalho Centro de Medicina da Atividade Física e do Esporte CEMAFE Escola Paulista de Medicina - EPM Universidade Federal de São Paulo UNIFESP 2007 Ginástica Laboral Histórico

Leia mais

PRINCÍPIOS Prevenção e o controle das doenças, especialmente as crônico-degenerativas estimulam desejo

PRINCÍPIOS Prevenção e o controle das doenças, especialmente as crônico-degenerativas estimulam desejo PRINCÍPIOS Prevenção e o controle das doenças, especialmente as crônico-degenerativas estimulam o desejo de participação social direciona as ações para a estruturação de um processo construtivo para melhoria

Leia mais

Qualidade de vida laboral

Qualidade de vida laboral Qualidade de vida laboral Qualidade de vida laboral INTRODUÇÃO: Prevenir doenças ocupacionais (DORT Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho / LER Lesões por Esforços Repetitivos) decorrentes

Leia mais

ATIVIDADE FÍSICA, APTIDÃO FÍSICA, SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA

ATIVIDADE FÍSICA, APTIDÃO FÍSICA, SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA ATIVIDADE FÍSICA, APTIDÃO FÍSICA, SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA Revolução industrial Antes da revolução industrial as pessoas eram mais ativas porque viviam constantemente se movimentando no trabalho na escola,

Leia mais

ERGONOMIA: ATIVIDADES QUE COMPROMETEM A SAÚDE DO TRABALHADOR

ERGONOMIA: ATIVIDADES QUE COMPROMETEM A SAÚDE DO TRABALHADOR 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 ERGONOMIA: ATIVIDADES QUE COMPROMETEM A SAÚDE DO TRABALHADOR Danielle Satie Kassada 1 ; Fernando Luis Panin Lopes 2 ; Daiane Ayumi Kassada 3 RESUMO: O

Leia mais

Os desafios da EducaÄÅo FÇsica na EducaÄÅo de Jovens e Adultos (EJA)

Os desafios da EducaÄÅo FÇsica na EducaÄÅo de Jovens e Adultos (EJA) 1 Os desafios da EducaÄÅo FÇsica na EducaÄÅo de Jovens e Adultos (EJA) Joyce Ribeiro Caetano, Alyson de Melo Gomes 1 Orientador: Kleber Mirallia ** Resumo Trata-se de uma pesquisa aåço em que foi feita

Leia mais

Treino de Alongamento

Treino de Alongamento Treino de Alongamento Ft. Priscila Zanon Candido Avaliação Antes de iniciar qualquer tipo de exercício, considera-se importante que o indivíduo seja submetido a uma avaliação física e médica (Matsudo &

Leia mais

Programas de Promoção de Saúde Para o Trabalhador Escolar: Ginástica Laboral e Controle do Estresse

Programas de Promoção de Saúde Para o Trabalhador Escolar: Ginástica Laboral e Controle do Estresse 12 Programas de Promoção de Saúde Para o Trabalhador Escolar: Ginástica Laboral e Controle do Estresse Ricardo Martineli Massola Mestre em Qualidade de Vida, Saúde Coletiva e Atividade Física na UNICAMP

Leia mais

Cuidando da Coluna e da Postura. Texto elaborado por Luciene Maria Bueno. Coluna e Postura

Cuidando da Coluna e da Postura. Texto elaborado por Luciene Maria Bueno. Coluna e Postura Cuidando da Coluna e da Postura Texto elaborado por Luciene Maria Bueno Coluna e Postura A coluna vertebral possui algumas curvaturas que são normais, o aumento, acentuação ou diminuição destas curvaturas

Leia mais

Global Training. The finest automotive learning

Global Training. The finest automotive learning Global Training. The finest automotive learning Cuidar da saúde com PREFÁCIO O Manual de Ergonomia para o Motorista que você tem em agora em mãos, é parte de um programa da Mercedes-Benz do Brasil para

Leia mais

ATIVIDADE FÍSICA ASILAR. Departamento de Psicologia e Educação Física

ATIVIDADE FÍSICA ASILAR. Departamento de Psicologia e Educação Física ATIVIDADE FÍSICA ASILAR Departamento de Psicologia e Educação Física 1. INTRODUÇÃO Compreensivelmente, à medida que envelhecemos podemos observar várias mudanças, tanto com relação aos nossos órgãos e

Leia mais

24 motivos. academia. para entrar na

24 motivos. academia. para entrar na para entrar na academia Mais um ano se inicia e com ele chegam novas perspectivas e objetivos. Uma das principais promessas feitas é deixar o sedentarismo de lado e entrar na academia! Nesta época é comum

Leia mais

Fonte: http://revistacontrarelogio.com.br/pdfs/tudoemcima_194.pdf

Fonte: http://revistacontrarelogio.com.br/pdfs/tudoemcima_194.pdf Fonte: http://revistacontrarelogio.com.br/pdfs/tudoemcima_194.pdf ELÁSTICO OU BORRACHA Sugestão: 1 kit com 3 elásticos ou borrachas (com tensões diferentes: intensidade fraca, média e forte) Preço: de

Leia mais

Gestão Ergonômica e Programas de Ergonomia na Empresa

Gestão Ergonômica e Programas de Ergonomia na Empresa Gestão Ergonômica e Programas de Ergonomia na Empresa Ms. João Eduardo de Azevedo Vieira Fisioterapeuta (PUC-PR / 2000) Esp. Fisiologia do Exercício e do Desporto (IBPEX / 2001) Esp. Fisioterapia do Trabalho

Leia mais

Palavras Chave: Fisioterapia preventiva do trabalho; LER/DORT; acidente de trabalho, turnover.

Palavras Chave: Fisioterapia preventiva do trabalho; LER/DORT; acidente de trabalho, turnover. A eficácia da fisioterapia preventiva do trabalho na redução do número de colaboradores em acompanhamento no ambulatório de fisioterapia de uma indústria de fios têxteis Rodrigo Mendes Wiczick (UTFPR)rodrigo_2006@pg.cefetpr.br

Leia mais

A Empresa Recursos Humanos, Administração de Empresas e Seguros

A Empresa Recursos Humanos, Administração de Empresas e Seguros A Empresa A POLLO Consultoria de Benefícios e Corretora de Seguros é uma empresa, com 14 anos de mercado, especializada em planejar, elaborar, implantar e administrar projetos voltados para as áreas da

Leia mais

Projeto de Qualidade de Vida para Motoristas de Ônibus Urbano

Projeto de Qualidade de Vida para Motoristas de Ônibus Urbano 17 Projeto de Qualidade de Vida para Motoristas de Ônibus Urbano Lilian de Fatima Zanoni Terapeuta Ocupacional pela Universidade de Sorocaba Especialista em Gestão de Qualidade de Vida na Empresa pela

Leia mais

POR QUE SER ATIVO ALBERTO OGATA

POR QUE SER ATIVO ALBERTO OGATA POR QUE SER ATIVO ALBERTO OGATA O nosso corpo é uma máquina fantástica, que não foi feita para ficar parada. Se você estiver realmente decidido a ter uma atitude positiva em relação a sua saúde e ao seu

Leia mais

Ginástica Laboral Realizada no Hospital Cristo Rei Ibipora PR. Sidnei Luiz Alves e Aldeviro Cardoso

Ginástica Laboral Realizada no Hospital Cristo Rei Ibipora PR. Sidnei Luiz Alves e Aldeviro Cardoso Ginástica Laboral Realizada no Hospital Cristo Rei Ibipora PR Sidnei Luiz Alves e Aldeviro Cardoso Resumo No seu contexto geral a Ginástica Laboral procura promover a saúde e melhorar as condições dos

Leia mais

Controle e Mapeamento de Doenças Ósteo-musculares. José Waldemir Panachão Médico do Trabalho Health Total - TRF3

Controle e Mapeamento de Doenças Ósteo-musculares. José Waldemir Panachão Médico do Trabalho Health Total - TRF3 Controle e Mapeamento de Doenças José Waldemir Panachão Médico do Trabalho Health Total - TRF3 O porque da realização do controle no TRF da 3ª região : 1. Procura espontânea dos Servidores 2. Processos

Leia mais

A Segurança consiste na responsabilidade de saber e agir da maneira correta.

A Segurança consiste na responsabilidade de saber e agir da maneira correta. Segurança do Trabalho É o conjunto de medidas que versam sobre condições específicas de instalações do estabelecimento e de suas máquinas visando à garantia do trabalhador contra riscos ambientais e de

Leia mais

AVALIAÇÃO ERGONÔMICA: APLICAÇÃO DO MÉTODO OWAS EM UMA LOJA DE CALÇADOS

AVALIAÇÃO ERGONÔMICA: APLICAÇÃO DO MÉTODO OWAS EM UMA LOJA DE CALÇADOS AVALIAÇÃO ERGONÔMICA: APLICAÇÃO DO MÉTODO OWAS EM UMA LOJA DE CALÇADOS Mariana de Barros Cruz Pereira Mota (UCAM) marianamota01@hotmail.com Mayara Ribeiro Castilho (UCAM) mayararc2005@hotmail.com Leandro

Leia mais

Alienação das drogas

Alienação das drogas Alienação das drogas Que relação podemos fazer entre os personagens mortos-vivos da ficção e os usuários de drogas em geral. São substâncias, naturais ou sintéticas que, introduzidas no organismo, podem

Leia mais

A CONTRIBUIÇÃO DA GINÁSTICA LABORAL PARA MELHORA DO CLIMA ORGANIZACIONAL DAS EMPRESAS. Por: Josiane de Freitas Souza

A CONTRIBUIÇÃO DA GINÁSTICA LABORAL PARA MELHORA DO CLIMA ORGANIZACIONAL DAS EMPRESAS. Por: Josiane de Freitas Souza UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES INSTITUTO A VEZ DO MESTRE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU A CONTRIBUIÇÃO DA GINÁSTICA LABORAL PARA MELHORA DO CLIMA ORGANIZACIONAL DAS EMPRESAS Por: Josiane de Freitas Souza Orientador

Leia mais

A Prevenção de Doenças Ocupacionais na Gestão de Qualidade Empresarial

A Prevenção de Doenças Ocupacionais na Gestão de Qualidade Empresarial A Prevenção de Doenças Ocupacionais na Gestão de Qualidade Empresarial 2 Alessandra Maróstica de Freitas A Prevenção de Doenças Ocupacionais na Gestão de Qualidade Empresarial ALESSANDRA MARÓSTICA DE FREITAS

Leia mais

Alfredo Rosas de Lima Júnior ¹; Kátia Ramalho Bento Souza¹; Siomara Esther Vieira de Lucena¹; Ana Carolina Bezerra ¹; Wescley Alisson Gomes Farias²

Alfredo Rosas de Lima Júnior ¹; Kátia Ramalho Bento Souza¹; Siomara Esther Vieira de Lucena¹; Ana Carolina Bezerra ¹; Wescley Alisson Gomes Farias² A ATIVIDADE FÍSICA HABITUAL COM A APLICABILIDADE METODOLÓGICA DA GINÁSTICA LABORAL: COMO ELEMENTO DE CONTRIBUIÇÕES PARA A SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA DOS ALUNOS DA UNIVERSIDADE ABERTA A MATURIDADE UAMA LAGOA

Leia mais

Ginástica Laboral como Meio de Promoção da Qualidade de Vida no Trabalho

Ginástica Laboral como Meio de Promoção da Qualidade de Vida no Trabalho 6 Ginástica Laboral como Meio de Promoção da Qualidade de Vida no Trabalho José Cicero Mangabeira Da Silva Gestor Em Recursos Humanos - Anhanguera Educacional - Campinas-SP Especialista Em Gestão Da Qualidade

Leia mais

MANUAL DO LIAN GONG. Lian Gong, ginástica chinesa criada há mais de 40 anos, faz bem para o corpo e para a saúde.

MANUAL DO LIAN GONG. Lian Gong, ginástica chinesa criada há mais de 40 anos, faz bem para o corpo e para a saúde. MANUAL DO LIAN GONG Lian Gong, ginástica chinesa criada há mais de 40 anos, faz bem para o corpo e para a saúde. A ginástica Lian Gong (pronuncia-se "liam cum") foi desenvolvida na China, pelo Dr. Zhuang

Leia mais

Uma Definição: "Estudo entre o homem e o seu trabalho, equipamentos e meio ambiente".

Uma Definição: Estudo entre o homem e o seu trabalho, equipamentos e meio ambiente. ERGONOMIA: palavra de origem grega. ERGO = que significa trabalho NOMOS = que significa regras Uma Definição: "Estudo entre o homem e o seu trabalho, equipamentos e meio ambiente". Tríade básica da Ergonomia:

Leia mais

A GINÁSTICA LABORAL COMO FERRAMENTA PARA A MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA NO SETOR DE COZINHA EM RESTAURANTES

A GINÁSTICA LABORAL COMO FERRAMENTA PARA A MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA NO SETOR DE COZINHA EM RESTAURANTES A GINÁSTICA LABORAL COMO FERRAMENTA PARA A MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA NO SETOR DE COZINHA EM RESTAURANTES Alexandre Crespo Coelho da Silva Pinto Fisioterapeuta Mestrando em Engenharia de Produção UFSC

Leia mais

A EFICIÊNCIA DO ALONGAMENTO ESTÁTICO E ALONGAMENTO DINÂMICO NA FLEXIBILIDADE DE TRABALHADORES DE UMA EMPRESA EM BRUSQUE SC

A EFICIÊNCIA DO ALONGAMENTO ESTÁTICO E ALONGAMENTO DINÂMICO NA FLEXIBILIDADE DE TRABALHADORES DE UMA EMPRESA EM BRUSQUE SC A EFICIÊNCIA DO ALONGAMENTO ESTÁTICO E ALONGAMENTO DINÂMICO NA FLEXIBILIDADE DE TRABALHADORES DE UMA EMPRESA EM BRUSQUE SC Corrêa 1, Renan Braz 2, André Luiz de Oliveira RESUMO A flexibilidade é uma das

Leia mais

MUSCULAÇÃO PRINCÍPIOS BÁSICOS

MUSCULAÇÃO PRINCÍPIOS BÁSICOS 1 MUSCULAÇÃO PRINCÍPIOS BÁSICOS Prof. Dr. Valdir J. Barbanti Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo A musculação refere-se à forma de exercícios que envolvem

Leia mais

QUALIDADE DE VIDA NAS ORGANIZAÇÕES

QUALIDADE DE VIDA NAS ORGANIZAÇÕES 1 QUALIDADE DE VIDA NAS ORGANIZAÇÕES Alguns pesquisadores brasileiros que se destacaram por seus trabalhos sobre Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) consideram que só recentemente a abordagem da Qualidade

Leia mais

Utilizadores de Computadores Conselhos ergonómicos

Utilizadores de Computadores Conselhos ergonómicos Utilizadores de Computadores Conselhos ergonómicos Ergonomia: Estuda a interacção física entre as pessoas e o seu trabalho adaptando este último, o equipamento e o ambiente de trabalho ao trabalhador.

Leia mais

As Atividades físicas suas definições e benefícios.

As Atividades físicas suas definições e benefícios. As Atividades físicas suas definições e benefícios. MUSCULAÇÃO A musculação, também conhecida como Treinamento com Pesos, ou Treinamento com Carga, tornou-se uma das formas mais conhecidas de exercício,

Leia mais

Desenvolvimento motor do deficiente auditivo. A deficiência auditiva aparece, por vezes, associada a outras deficiências, como

Desenvolvimento motor do deficiente auditivo. A deficiência auditiva aparece, por vezes, associada a outras deficiências, como Texto de apoio ao Curso de Especialização Atividade Física Adaptada e Saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira Desenvolvimento motor do deficiente auditivo A deficiência auditiva aparece, por vezes, associada

Leia mais

ESTUDO SOBRE OS SINTOMAS DAS LER/DORT EM OPERADORES DE COMPUTADORES NA CIDADE DE SANTA MARIA (RS).

ESTUDO SOBRE OS SINTOMAS DAS LER/DORT EM OPERADORES DE COMPUTADORES NA CIDADE DE SANTA MARIA (RS). ESTUDO SOBRE OS SINTOMAS DAS LER/DORT EM OPERADORES DE COMPUTADORES NA CIDADE DE SANTA MARIA (RS). Daniel Donida Schlottfeldt Graduando de Engenharia de Produção e Tecnologia de Segurança no Trabalho UNISA

Leia mais

Corpo e Fala EMPRESAS

Corpo e Fala EMPRESAS Corpo e Fala EMPRESAS A Corpo e Fala Empresas é o braço de serviços voltado para o desenvolvimento das pessoas dentro das organizações. Embasado nos pilares institucionais do negócio, ele está estruturado

Leia mais

PPRDOC PROGRAMA DE PREVENÇÃO E REABILITAÇÃO DE DOENÇAS OCUPACIONAIS E CRÔNICAS

PPRDOC PROGRAMA DE PREVENÇÃO E REABILITAÇÃO DE DOENÇAS OCUPACIONAIS E CRÔNICAS PPRDOC PROGRAMA DE E DE DOENÇAS OCUPACIONAIS E CRÔNICAS APRESENTAÇÃO Prezados, A MCA Saúde e Bem-Estar é uma empresa especializada em planejar, implantar, aperfeiçoar e coordenar programas, projetos e

Leia mais

AT I. ACADEMIA DA TERCEIRA IDADE Melhor, só se inventarem o elixir da juventude. Uma revolução no conceito de promoção da saúde.

AT I. ACADEMIA DA TERCEIRA IDADE Melhor, só se inventarem o elixir da juventude. Uma revolução no conceito de promoção da saúde. AT I ACADEMIA DA TERCEIRA IDADE Melhor, só se inventarem o elixir da juventude. Uma revolução no conceito de promoção da saúde. Maringá é integrante da Rede de Municípios Potencialmente Saudáveis e não

Leia mais

Adaptação do trabalho às pessoas.

Adaptação do trabalho às pessoas. NR- 17 Estabelece parâmetros que permitam a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, de modo a proporcionar um máximo de conforto, segurança e desempenho

Leia mais

ERGONOMIA. FACCAMP Tecnologia em Segurança no Trabalho Profº Vitorino

ERGONOMIA. FACCAMP Tecnologia em Segurança no Trabalho Profº Vitorino FACCAMP Tecnologia em Segurança no Trabalho Profº Vitorino O que é ergonomia? (e não ergonometria e muito menos ergologia) Adaptação do trabalho ao ser humano: O trabalho tem todo um pano de fundo de sofrimento:

Leia mais

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA. PROJETO DE LEI N o 6.083, DE 2009 I RELATÓRIO

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA. PROJETO DE LEI N o 6.083, DE 2009 I RELATÓRIO COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI N o 6.083, DE 2009 Institui a obrigatoriedade de realização de ginástica laboral no âmbito dos órgãos e entidades da administração pública federal

Leia mais

Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004

Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004 Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004 UDESC na Empresa - Programa de Atividade Física Área Temática de saúde Resumo O presente artigo visa

Leia mais

Busca por uma Melhor Qualidade de Vida no Trabalho Utilizando a Ginástica Laboral como Ferramenta

Busca por uma Melhor Qualidade de Vida no Trabalho Utilizando a Ginástica Laboral como Ferramenta Busca por uma Melhor Qualidade de Vida no Trabalho Utilizando a Ginástica Laboral como Ferramenta Débora Lopes de Faria Alcântara debora.alcantara@concremat.com.br UniFOA PAMELA CAROLINA PEREIRA DE CARVALHO

Leia mais

Quick Massage. Venha ser um membro filiado e compartilhar. seu conhecimento conosco! sbtcatendimento@outlook.com. Denis Fernando de Souza

Quick Massage. Venha ser um membro filiado e compartilhar. seu conhecimento conosco! sbtcatendimento@outlook.com. Denis Fernando de Souza Quick Massage Venha ser um membro filiado e compartilhar seu conhecimento conosco! sbtcatendimento@outlook.com Denis Fernando de Souza HISTÓRICO QUICK MASSAGE (MASSAGEM RÁPIDA) Algumas literaturas trazem

Leia mais