COMUNICADO FINAL DA DE AGOSTO DE 2017

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COMUNICADO FINAL DA DE AGOSTO DE 2017"

Transcrição

1 20 de Agosto de 2017 COMUNICADO FINAL DA 37.ª CIMEIRA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA SADC EDIFÍCIO OR TAMBO, DEPARTAMENTO DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS E COOPERAÇÃO (DIRCO) PRETÓRIA, ÁFRICA DO SUL DE AGOSTO DE Realizou-se no Edifício OR Tambo, Departamento de Relações Internacionais e Cooperação (DIRCO), em Pretória, República da África do Sul, em 19 e 20 de Agosto de 2017, a 37.ª Cimeira Ordinária dos Chefes de Estado e de Governo da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC). 2. A Cimeira contou com a participação dos Chefes de Estado e de Governo e/ou seus representantes a seguir mencionados: Swazilândia: África do Sul: Botswana: Sua Majestade o Rei Mswati III Sua Excelência o Presidente Jacob Gedleyihlekisa Zuma Sua Excelência o Presidente Tenente- General Dr. Seretse Khama Ian Khama 1

2 Namíbia: Seychelles: Zâmbia: Zimbabwe: República Unida da: Tanzânia Madagáscar: Lesoto: Rep. Dem. do Congo Angola: Malawi: Moçambique: Maurícias: Sua Excelência o Presidente Dr. Hage Geingob Sua Excelência o Presidente Danny Faure Sua Excelência o Presidente Edgar Chagwa Lungu Sua Excelência o Presidente Robert Gabriel Mugabe Sua Excelência a Vice-Presidente Samia Suluhu Hassan Sua Excelência o Primeiro-Ministro Olivier Mahafaly Solonandrasana Sua Excelência o Primeiro-Ministro Dr. Motsoahae Thomas Thabane Sua Excelência o Primeiro-Ministro Bruno Tshibala S. Ex.ª George Chikoti, Ministro das Relações Exteriores S. Ex.ª Dr. Emmanuel Fabiano, Ministro dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação Internacional S. Ex.ª Oldemiro Júlio Marques Baloi, Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação S. Ex.ª Embaixadora Dwarka Canabady, Secretária para os Negócios Estrangeiros 2

3 3. A Cimeira contou ainda com a presença de S. Ex.ª Dr.ª Stergomena Lawrence Tax, Secretária Executiva da SADC, Sua Excelência Dr. Akinwumi Adesina, Presidente do Banco Africano de Desenvolvimento, e de S. Ex.ª a Secretária Executiva da Comissão Económica das Nações Unidas para África, Dr.ª Vera Songwe. 4. A Cimeira elegeu Sua Excelência Jacob Zuma, Presidente da República da África do Sul, Presidente da SADC e Sua Excelência Dr. Hage G. Geingob, Presidente da República da Namíbia, Vice- Presidente da SADC. 5. A Cimeira elegeu igualmente Sua Excelência o Presidente de Angola José Eduardo dos Santos, Presidente do Órgão de Cooperação nas Áreas de Política, Defesa e Segurança e Sua Excelência o Presidente da República da Zâmbia, Edgar Chagwa Lungu próximo Presidente do Órgão. 6. A Cimeira homologou o lema da 37.ª Cimeira da SADC de 2017: «Estabelecer Parcerias com o Sector Privado no Desenvolvimento da Indústria e das Cadeias de Valor Regionais». 7. A Cimeira exortou os Estados-Membros para operacionalizar o Lema de 2017, implementando projectos alinhados às áreas prioritárias de processamento dos produtos agrícolas, beneficiação mineral, energia e dos produtos farmacêuticos, aprimorando as competências para reforçar a integração regional e criar um mecanismo para o desenvolvimento do sector privado. 8. A Cimeira exortou a constituição de uma Comissão Regional do Gás Natural para promover a inclusão do gás natural na combinação energética para o desenvolvimento industrial. 9. A Cimeira felicitou o Presidente cessante Sua Majestade o Rei Mswati III do Reino da Swazilândia pela liderança exemplar demonstrada durante o seu mandato e por ter organizado um Fórum de Investimento sobre Projectos de Energia e Água coroado de êxito. 10. A Cimeira notou os avanços registados na operacionalização da Universidade de Transformação da SADC e exortou os Ministros responsáveis pelos pelouros da Educação e Formação e de Ciência, 3

4 Tecnologia e Inovação a acelerar a conclusão dos trabalhos preparatórios para a operacionalização da Universidade. 11. A Cimeira exortou os Estados-Membros a acelerar o processo de operacionalização do Fundo de Desenvolvimento Regional da SADC a fim de sustentar a Agenda de industrialização. 12. A Cimeira notou os avanços registados na implementação da Estratégia e Roteiro para a Industrialização da SADC ; especificamente na caracterização das cadeias de valor nos três sectores prioritários, tais como o do processamento dos produtos agrícolas, beneficiação mineral e dos produtos farmacêuticos e exortou os Estados-Membros a manter o ritmo e a desenvolver e a concretizar as cadeias de valor identificadas. 13. A Cimeira felicitou o Governo da África do Sul por ter organizado a Semana de Industrialização da SADC com sucesso. A Cimeira notou os resultados da semana de industrialização e exortou os Estados- Membros a tornar esses resultados operacionais, fazendo parcerias com o sector privado no desenvolvimento da indústria e das cadeias de valor regionais. 14. A Cimeira homologou as recomendações do Painel de Avaliação pelos Pares da SADC sobre a convergência macroeconómica no sentido de redobrar esforços que visam consolidar e diversificar as economias da Região e acumulação de reservas fiscais, garantir a sustentabilidade da dívida pública e racionalizar a despesa pública. 15. A Cimeira exortou os Estados-Membros a explorar opções de seguro de risco a que poderiam recorrer em caso de calamidades relacionadas com as alterações climáticas, incluindo o fundo disponível junto do Banco Africano de Desenvolvimento. 16. A Cimeira aprovou o Protocolo para a Protecção de Novas Variedades de Sementes na Região da SADC que prevê a criação de um sistema de protecção de variedades de sementes, a promoção do desenvolvimento de novas variedades de sementes em prol da região e a protecção dos direitos obtentores. 4

5 17. A Cimeira felicitou os Estados-Membros que atingiram uma paridade de género de 50% em cargos políticos e de tomada de decisão nos sectores público e privado e exortou os Estados-Membros que não atingiram a meta a envidar esforços para o seu alcance a todos os níveis. 18. A Cimeira notou igualmente que o VIH e SIDA continua a constituir uma grande ameaça a um número significativo de adolescentes e jovens predominantemente do sexo feminino que continuam a ser infectados e que alta prevalência do VIH e SIDA, agravada pelo consumo indevido de drogas. A Cimeira orientou o Secretariado a formular, com urgência, uma Estratégia Regional abrangente para fazer face ao consumo indevido de drogas e à criminalidade cibernética. 19. A Cimeira felicitou o novo Governo de Coligação no Reino do Lesoto na sequência as eleições de 3 de Junho de 2017 e exortou o Governo de Coligação no Reino do Lesoto a acelerar a implementação de todas as decisões da SADC. A este respeito, a Cimeira exortou o Governo do Reino do Lesoto a elaborar e a apresentar um roteiro sobre a implementação das decisões da SADC com metas intermédias concretas, claras, incluindo resultados; e a apresentar um relatório de balanço à próxima reunião da Dupla Troika a ser realizada antes de Novembro de A Cimeira aprovou a prorrogação do mandato da Comissão de Fiscalização para que continue a desempenhar as funções de um mecanismo de alerta prévia; e para acompanhar e auxiliar o Reino do Lesoto a implementar as decisões da SADC; 21. A Cimeira acolheu com satisfação o compromisso assumido pelo Governo para implementação das Decisões da SADC e o compromisso do povo Basoto para a realização de um diálogo multissectorial a ser organizado com celeridade, cujo relatório de balanço será apresentado durante a Cimeira da Dupla Troika a ter lugar em Novembro de A Cimeira reiterou a necessidade de realização de um diálogo multissectorial que congregará todos os actores relevantes no Reino do Lesoto, a fim de criar um meio inclusivo e transparente de implementar as reformas recomendadas pela SADC. Este diálogo 5

6 deverá ser liderado pelo povo Basoto, devendo a SADC disponibilizar competências para apoiar o processo de realização do diálogo. 23. A Cimeira notou vários desafios de segurança que inviabilizam a realização de eleições na RDC em Dezembro de 2017, tal como inicialmente planificado e exortou a Comissão Nacional Eleitoral Independente (CENI) a divulgar o calendário eleitoral revisto em colaboração com o Governo e o Conselho Nacional da Fiscalização da Implementação do Acordo (CNSA) de 31 de Dezembro de A Cimeira apelou à comunidade internacional e a todas as partes interessadas a continuarem a apoiar a implementação do Acordo Político de 31 de Dezembro de 2016, respeitando os desejos do povo congolês, com vista a assegurar o estabelecimento de uma paz, segurança e estabilidade duradoira na RDC. 25. A Cimeira exortou todos os actores interessados a abster-se de acções que poderiam pôr em causa a estabilidade política e a segurança, mormente em relação aos acontecimentos que levaram à escalada da violência e à insegurança nas províncias do Kasai. 26. A Cimeira aprovou a nomeação de um Enviado Especial à RDC, à luz da evolução da situação política e de segurança, particularmente durante os preparativos para a realização das eleições e [ ] mandatou o Presidente da SADC, Sua Excelência Jacob Zuma e o Presidente Cessante, Sua Majestade o Rei Mswati III a concluir as consultas e a nomeação do Enviado Especial. 27. A Cimeira saudou o Presidente Joseph Kabange Kabila, o Governo da República Democrática do Congo e outras partes interessadas, pelo progresso registado até ao presente na implementação das disposições do Acordo Político de 31 de Dezembro de A Cimeira deplorou e condenou as ingerências extracontinentais nos assuntos dos Estados-Membros da União Africana, em particular, a prática de imposição de sanções unilaterais dirigidas a personalidades congolesas, por organizações e países não africanos, ao arrepio dos princípios da soberania dos Estados e da não ingerência; e exortou essas organizações a levantar as sanções e a evitar a adopção de tais sanções no futuro, promovendo o diálogo e o respeito mútuo; 6

7 29. A Cimeira admitiu a União das Comores como novo Membro da SADC e notou que decorre o exercício de avaliação do Burundi. 30. A Cimeira mostrou-se preocupada pelo facto de o colonialismo não ter sido erradicado. Nesta conformidade, a Cimeira aprovou a realização de uma Conferência de Solidariedade com o Saara Ocidental, cujos resultados serão partilhados com a Comissão da União Africana. 31. A Cimeira reafirmou o apoio e o reconhecimento da importância das reformas na União Africana da SADC e realçou a importância do cumprimento com o Acto Constitutivo da União Africana, com o regulamento interno da União Africana ao levar a cabo as reformas. Além disso, as reformas que forem contrárias ao Acto Constitutivo devem ser implementadas após a alteração do Acto Constitutivo. A este respeito, a Cimeira mandatou o Presidente da SADC a apresentar a posição da SADC sobre as Reformas da União Africana ao Presidente da União Africana. 32. A Cimeira saudou Sua Excelência Dr. John Pombe Joseph Magufuli, Presidente da República Unida da Tanzânia e Presidente Cessante do Órgão da SADC de Cooperação nas Áreas de Política, Defesa e Segurança, pela liderança excepcional e pelo trabalho excelente desempenhado durante o seu mandato. A Cimeira saudou igualmente Sua Excelência o Presidente Tenente-General Dr. Seretse Khama Ian Khama pela sua participação activa e liderança exemplar na SADC. A Cimeira saudou, de igual modo, o Presidente José Eduardo dos Santos pela sua liderança excepcional na SADC. 33. A Cimeira apresentou condolências e manifestou a sua solidariedade com os povos e o Governos da Serra Leoa e da República Democrática do Congo pela perda de vidas humanas e de propriedades resultantes de inundações e deslizamento de terra sem precedentes. 34. A Cimeira Ordinária foi encerrada oficialmente pelo Presidente da SADC, Sua Excelência Jacob Zuma, que agradeceu a todos Chefes de Estado e de Governo pela sua participação na 37.ª Sessão Ordinária da Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo. 7

8 35. A Cimeira manifestou o seu apreço ao povo ao Governo da República da África do Sul pelo acolhimento da 37.ª Sessão Ordinária da Cimeira e pela hospitalidade concedida aos delegados durante a Cimeira. Feito em Pretória, República da África do Sul, aos 20 de Agosto de

COMUNICADO DA 36.ª CIMEIRA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA SADC MBABANE, SWAZILÂNDIA DE AGOSTO DE 2016

COMUNICADO DA 36.ª CIMEIRA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA SADC MBABANE, SWAZILÂNDIA DE AGOSTO DE 2016 COMUNICADO DA 36.ª CIMEIRA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA SADC MBABANE, SWAZILÂNDIA 30-31 DE AGOSTO DE 2016 1. A 36.ª Sessão Ordinária da Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo da Comunidade de

Leia mais

Luanda, 14 de Junho de 2016 EXCELÊNCIAS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO, SENHOR SECRETÁRIO-GERAL, SENHORES MINISTROS, DISTINTOS DELEGADOS,

Luanda, 14 de Junho de 2016 EXCELÊNCIAS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO, SENHOR SECRETÁRIO-GERAL, SENHORES MINISTROS, DISTINTOS DELEGADOS, DISCURSO PRONUNCIADO POR SUA EXCELÊNCIA JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS, PRESIDENTE DA REPÚBLICA DE ANGOLA, POR OCASIÃO DA 6ª CIMEIRA ORDINÁRIA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE

Leia mais

Declaração de Sharm El Sheikh de Lançamento da Zona de Comércio Livre Tripartida da COMESA-EAC-SADC

Declaração de Sharm El Sheikh de Lançamento da Zona de Comércio Livre Tripartida da COMESA-EAC-SADC Declaração de Sharm El Sheikh de Lançamento da Zona de Comércio Livre Tripartida da COMESA-EAC-SADC 1 DECLARAÇÃO PREÂMBULO NÓS, os Chefes de Estado e de Governo ou os Representantes devidamente Autorizados

Leia mais

REPÚBLICA DE ANGOLA ASSEMBLEIA NACIONAL. 62ª Sessão do Comité Executivo da União Parlamentar Africana RELATÓRIO

REPÚBLICA DE ANGOLA ASSEMBLEIA NACIONAL. 62ª Sessão do Comité Executivo da União Parlamentar Africana RELATÓRIO REPÚBLICA DE ANGOLA ASSEMBLEIA NACIONAL 62ª Sessão do Comité Executivo da União Parlamentar Africana RELATÓRIO INTRODUÇÃO Em obediência ao despacho de missão número 0164/03/GPAN/2013, exarado por Sua Excelência

Leia mais

The Southern Africa Network for Biosciences (SANBio)

The Southern Africa Network for Biosciences (SANBio) The Southern Africa Network for Biosciences (SANBio) VISÃO GERAL A Rede da África Austral para Biociências (SANBio) é uma plataforma de partilha de pesquisa, desenvolvimento e inovação para colaboração

Leia mais

10 e 11 de Março de 2011. Nairobi, Quénia

10 e 11 de Março de 2011. Nairobi, Quénia Ver. de Março de 2011 RELATÓRIO DA SESSÃO DE FORMAÇÃO E ORIENTAÇÃO SOBRE O SISTEMA EM LINHA PARA OS PONTOS FOCAIS PARA AS BARREIRAS NÃO TARIFÁRIAS (NTB S) DO PROCESSO TRIPARTIDO DA COMESA, EAC E SADC 10

Leia mais

DECLARAÇÃO DO 16 o FÓRUM DE PREVISÃO CLIMÁTICA REGIONAL DA ÁFRICA AUSTRAL (SARCOF-16) HARARE, ZIMBABWE, DE AGOSTO DE 2012

DECLARAÇÃO DO 16 o FÓRUM DE PREVISÃO CLIMÁTICA REGIONAL DA ÁFRICA AUSTRAL (SARCOF-16) HARARE, ZIMBABWE, DE AGOSTO DE 2012 DECLARAÇÃO DO 16 o FÓRUM DE PREVISÃO CLIMÁTICA REGIONAL DA ÁFRICA AUSTRAL (SARCOF-16) HARARE, ZIMBABWE, 23-24 DE AGOSTO DE 2012 RESUMO A maior parte da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral

Leia mais

V CONFERÊNCIA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA São Tomé, 26 e 27 de Julho de 2004

V CONFERÊNCIA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA São Tomé, 26 e 27 de Julho de 2004 V CONFERÊNCIA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA São Tomé, 26 e 27 de Julho de 2004 ACORDO DE COOPERAÇÃO ENTRE OS ESTADOS MEMBROS DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE

Leia mais

PROJECTO PROVISÓRIO DO PROGRAMA DE TRABALHO. Tema: Materializar o Potencial de África como um Pólo de Crescimento Global

PROJECTO PROVISÓRIO DO PROGRAMA DE TRABALHO. Tema: Materializar o Potencial de África como um Pólo de Crescimento Global ` CONSELHO ECONÓMICO E SOCIAL DAS NAÇÕES UNIDAS COMISSÃO ECONÓMICA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA ÁFRICA Trigésima Primeira reunião do Comité de Peritos Reunião do Comité de Peritos da 5ª Reunião Anual Conjunta

Leia mais

Desenvolvimento Industrial em. Moçambique. African Iron&Steel Conference, de 23 de Juhno de 2015, Hotel Avenida, Maputo, Moçambique

Desenvolvimento Industrial em. Moçambique. African Iron&Steel Conference, de 23 de Juhno de 2015, Hotel Avenida, Maputo, Moçambique República de Moçambique African Iron&Steel Conference, de 23 de Juhno de 2015, Hotel Avenida, Maputo, Moçambique Direcção Nacional da Industria Desenvolvimento Industrial em Moçambique Eng. Mateus Matusse

Leia mais

COMUNICADO. 3. Participaram na Cimeira Conjunta os seguintes Chefes de Estado e de Governo ou seus representantes:

COMUNICADO. 3. Participaram na Cimeira Conjunta os seguintes Chefes de Estado e de Governo ou seus representantes: CIMEIRA CONJUNTA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA COMUNIDADE DE DESENVOLVIMENTO DA ÁFRICA AUSTRAL (SADC) E DA CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE A REGIÃO DOS GRANDES LAGOS (CIRGL), PRETÓRIA, ÁFRICA DO

Leia mais

III REUNIÃO ORDINÁRIA DE MINISTROS DOS ASSUNTOS DO MAR DA CPLP

III REUNIÃO ORDINÁRIA DE MINISTROS DOS ASSUNTOS DO MAR DA CPLP III REUNIÃO ORDINÁRIA DE MINISTROS DOS ASSUNTOS DO MAR DA CPLP Díli, 18 de maio de 2016 DECLARAÇÃO DE DÍLI Os Ministros dos Assuntos do Mar da CPLP ou seus representantes de Angola, Brasil, Cabo Verde,

Leia mais

A Cooperação Portuguesa

A Cooperação Portuguesa FICHA TEMÁTICA A Cooperação Portuguesa Março de 2015 Política de Cooperação para o Desenvolvimento A Cooperação para o Desenvolvimento é um vetor chave da política externa portuguesa, que assenta num consenso

Leia mais

REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Gabinete do Ministro

REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Gabinete do Ministro REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Gabinete do Ministro Intervenção de Sua Excelência Georges Rebelo Pinto Chikoti, Ministro das Relações Exteriores, na Reunião de Alto Nível do Comité

Leia mais

Balanço dos Compromissos Políticos do Governo de Moçambique. Nova Aliança para a Segurança Alimentar e Nutricional Maputo, 10 e 11 de Abril de 2013

Balanço dos Compromissos Políticos do Governo de Moçambique. Nova Aliança para a Segurança Alimentar e Nutricional Maputo, 10 e 11 de Abril de 2013 Balanço dos Compromissos Políticos do Governo de Moçambique Nova Aliança para a Segurança Alimentar e Nutricional Maputo, 10 e 11 de Abril de 2013 1 1 ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO PROFISSIONAL

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO PROFISSIONAL REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO PROFISSIONAL Síntese do Workshop Nacional sobre o Projecto de Centros de Excelência do Ensino Superior para África

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE A ELEIÇÃO DOS DEZ (10) MEMBROS DO CONSELHO DE PAZ E SEGURANÇA DA UNIÃO AFRICANA

RELATÓRIO SOBRE A ELEIÇÃO DOS DEZ (10) MEMBROS DO CONSELHO DE PAZ E SEGURANÇA DA UNIÃO AFRICANA AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA Addis-Abeba (ETHIOPIE) P. O. Box 3243 Téléphone (251-11) 5517 700 Fax : 551 78 44 Website : www.africa-union.org CONSELHO EXECUTIVO Décima Segunda Sessão Ordinária

Leia mais

DECLARAÇÃO CONSTITUTIVA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA

DECLARAÇÃO CONSTITUTIVA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA DECLARAÇÃO CONSTITUTIVA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Os Chefes de Estado e de Governo de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe, reunidos

Leia mais

Secretariado Técnico de Segurança Alimentar e Nutricional

Secretariado Técnico de Segurança Alimentar e Nutricional Secretariado Técnico de Segurança Alimentar e Nutricional Sumário do 2º Encontro dos parceiros de SAN 31 Consultivo do MINAG 1 Dezembro 2012 Introdução No dia 14 de Dezembro de 2012, no anfiteatro do Ministério

Leia mais

Função Principal do Cargo: Promover a paz e a segurança na Região. Áreas Principais de Resultados

Função Principal do Cargo: Promover a paz e a segurança na Região. Áreas Principais de Resultados ANÚNCIO DE VAGA O Secretariado da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) convida os cidadãos dos Estados Membros da SADC, devidamente qualificados e com experiência, a candidatarem-se para

Leia mais

Sumário. Adis-Abeba (Etiópia) 28 e 29 de Março de 2011 NAÇÕES UNIDAS CONSELHO ECONÓMICO E SOCIAL COMISSÃO ECONÓMICA PARA ÁFRICA

Sumário. Adis-Abeba (Etiópia) 28 e 29 de Março de 2011 NAÇÕES UNIDAS CONSELHO ECONÓMICO E SOCIAL COMISSÃO ECONÓMICA PARA ÁFRICA NAÇÕES UNIDAS CONSELHO ECONÓMICO E SOCIAL COMISSÃO ECONÓMICA PARA ÁFRICA Quadragésima-quarta Sessão da Comissão Quarta reunião anual conjunta da Conferência dos Ministros de Economia e Finanças da União

Leia mais

Declaração De Maseru Sobre O Combate Ao Hiv/Sida

Declaração De Maseru Sobre O Combate Ao Hiv/Sida Declaração De Maseru Sobre O Combate Ao Hiv/Sida PREÂMBULO NÓS, os Chefes de Estado ou Governo de: República da África do Sul República de Angola República do Botswana República Democrática do Congo Reino

Leia mais

DOCUMENTO SÍNTESE UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA

DOCUMENTO SÍNTESE UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA IE13255 AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA P. O. Box 3243, Addis Ababa, ETHIOPIA Tel.: (251-11) 5182402 Fax: (251-11) 5182400 Website: www.au.int CONFERÊNCIA DA CUA/AFCAC/AFRAA DE TRANSPORTES

Leia mais

DECLARAÇÃO FINAL DA II REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DOS MINISTROS DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA

DECLARAÇÃO FINAL DA II REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DOS MINISTROS DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA DECLARAÇÃO FINAL DA II REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DOS MINISTROS DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Os Ministros responsáveis pela Ciência e Tecnologia da República de Angola,

Leia mais

Discurso de Sua Excelência O Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros Rui Machete

Discurso de Sua Excelência O Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros Rui Machete Discurso de Sua Excelência O Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros Rui Machete na Cimeira de Chefes de Estado e de Governo para a adoção da Agenda do Desenvolvimento Pós-2015 MOD07 PR07/V02 Senhor

Leia mais

Assembleia Geral Anual da Portucel Empresa Produtora de Pasta e Papel, S.A. de 10 de Abril de 2012

Assembleia Geral Anual da Portucel Empresa Produtora de Pasta e Papel, S.A. de 10 de Abril de 2012 Assembleia Geral Anual da Portucel Empresa Produtora de Pasta e Papel, S.A. de 10 de Abril de 2012 Proposta relativa ao Ponto 8. da Ordem de Trabalhos Considerando que se encontra vago o cargo de Presidente

Leia mais

Comunicado à Imprensa. IV Reunião Extraordinária Do Conselho de Ministros da CPLP sobre Timor-Leste

Comunicado à Imprensa. IV Reunião Extraordinária Do Conselho de Ministros da CPLP sobre Timor-Leste Comunicado à Imprensa IV Reunião Extraordinária Do Conselho de Ministros da CPLP sobre Timor-Leste Lisboa, 18 de Junho de 2006 O Conselho de Ministros da, CPLP, reuniu-se em Lisboa, no dia 18 de Junho

Leia mais

Excelência Eduardo dos Santos, Presidente da República de Angola e Presidente em exercício da Comissão do Golfo da Guiné,

Excelência Eduardo dos Santos, Presidente da República de Angola e Presidente em exercício da Comissão do Golfo da Guiné, DISCURSO PROFERIDO POR SUA EXCELÊNCIA, O PRESIDENTE TEODORO OBIANG NGUEMA MBASOGO, DA REPÚBLICA DA GUINÉ EQUATORIAL, NA ABERTURA DA III CIMEIRA ORDINÁRIA DE CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA COMISSÃO DO

Leia mais

IX REUNIÃO DE MINISTROS DA EDUCAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Díli, 24 de maio de 2016 DECLARAÇÃO FINAL

IX REUNIÃO DE MINISTROS DA EDUCAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Díli, 24 de maio de 2016 DECLARAÇÃO FINAL IX REUNIÃO DE MINISTROS DA EDUCAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Díli, 24 de maio de 2016 DECLARAÇÃO FINAL Os Ministros da Educação, ou seus Representantes, da República de Angola, da

Leia mais

DISCURSO PROFERIDO POR SUA EXCELÊNCIA DR. TOMAZ AUGUSTO SALOMÃO, SECRETÁRIO EXECUTIVO DA SADC

DISCURSO PROFERIDO POR SUA EXCELÊNCIA DR. TOMAZ AUGUSTO SALOMÃO, SECRETÁRIO EXECUTIVO DA SADC DISCURSO PROFERIDO POR SUA EXCELÊNCIA DR. TOMAZ AUGUSTO SALOMÃO, SECRETÁRIO EXECUTIVO DA SADC POR OCASIÃO DO LANÇAMENTO OFICIAL DO PLANO INDICATIVO ESTRATÉGICO DO ÓRGAO DE COOPERAÇAO NAS ÁREAS DE POLITICA,

Leia mais

A SITUAÇÃO DA PROTECÇÃO SOCIAL EM MOÇAMBIQUE

A SITUAÇÃO DA PROTECÇÃO SOCIAL EM MOÇAMBIQUE República de Moçambique REUNIÃO NACIONAL DE CONSULTA A SITUAÇÃO DA PROTECÇÃO SOCIAL EM MOÇAMBIQUE Março de 2006 a Março de 2008 1 CONTEUDO Introdução Antecedentes Progressos realizados por Moçambique Conclusões

Leia mais

1. DEFINIÇÃO, ANTECEDENTES E VISÃO DA ENAAC 2020

1. DEFINIÇÃO, ANTECEDENTES E VISÃO DA ENAAC 2020 Estratégia Nacional de Adaptação às Alterações Climáticas (ENAAC 2020) Avaliação do âmbito de aplicação do Decreto-Lei n.º 232/2007, de 15 de junho 1. DEFINIÇÃO, ANTECEDENTES E VISÃO DA ENAAC 2020 A Estratégia

Leia mais

Intervenção de Sua Excelência Aiuba Cuereneia Ministro da Planificação e Desenvolvimento

Intervenção de Sua Excelência Aiuba Cuereneia Ministro da Planificação e Desenvolvimento REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE REUNIÃO FINAL DO PROCESSO DA REVISÃO ANUAL 2014 Intervenção de Sua Excelência Aiuba Cuereneia Ministro da Planificação e Desenvolvimento Maputo, 16 de Maio de 2014 SENHORES MEMBROS

Leia mais

PROJECTO DE NOTA DE CONCEITO

PROJECTO DE NOTA DE CONCEITO AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA Addis Ababa, ETHIOPIA P. O. Box 3243 Tel: +251 11-551 7700 Fax: +251 11-551 7844 website: www. au.int 4 a SESSÃO DA CONFERÊNCIA DA UNIÃO AFRICANA DOS MINISTROS

Leia mais

Nós, Chefes de Estado e de Governo dos Estados Membros da Organização da Unidade Africana (OUA);

Nós, Chefes de Estado e de Governo dos Estados Membros da Organização da Unidade Africana (OUA); ACTO CONSTITUTIVO DA UNIÃO AFRICANA Nós, Chefes de Estado e de Governo dos Estados Membros da Organização da Unidade Africana (OUA); 1. Presidente da República Popular e Democrática da Argélia 2. Presidente

Leia mais

Visita de Sua Excelência Presidente da República do Senegal Engº. Macky Sall. Sede da CPLP. 9 de setembro de 2015

Visita de Sua Excelência Presidente da República do Senegal Engº. Macky Sall. Sede da CPLP. 9 de setembro de 2015 Visita de Sua Excelência Presidente da República do Senegal Engº. Macky Sall Sede da CPLP 9 de setembro de 2015 Discurso de Boas-Vindas do Secretário Executivo Embaixador Murade Murargy (Só faz fé a versão

Leia mais

MINISTÉRIO DA GEOLOGIA E MINAS

MINISTÉRIO DA GEOLOGIA E MINAS MINISTÉRIO DA GEOLOGIA E MINAS Órgão da Administração central do Estado que licencia, orienta, coordena e assegura a execução da política nacional definida pelo Governo no domínio das actividades geológicas

Leia mais

PROGRAMA DE ACÇÃO SAÚDE. - Advocacia junto ao Ministério da Saúde para criação de mais centros de testagem voluntária.

PROGRAMA DE ACÇÃO SAÚDE. - Advocacia junto ao Ministério da Saúde para criação de mais centros de testagem voluntária. PROGRAMA DE ACÇÃO A diversidade e complexidade dos assuntos integrados no programa de acção da OMA permitirá obter soluções eficazes nos cuidados primários de saúde, particularmente na saúde reprodutiva

Leia mais

CONSIDERANDO: A Declaração sobre VIH/SIDA assinada durante a Conferência de Chefes de Estado e de Governo da CPLP, em Maputo em 2000;

CONSIDERANDO: A Declaração sobre VIH/SIDA assinada durante a Conferência de Chefes de Estado e de Governo da CPLP, em Maputo em 2000; MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE O PROGRAMA CONJUNTO DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE VIH/SIDA (ONUSIDA) E A COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA (CPLP) RELATIVO A APOIO PARA A REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES DE

Leia mais

Estratégia da ONUSIDA para : Acelerar o financiamento para pôr fim à SIDA

Estratégia da ONUSIDA para : Acelerar o financiamento para pôr fim à SIDA Estratégia da ONUSIDA para 2016-2020: Acelerar o financiamento para pôr fim à SIDA www.itcilo.org INTRODUÇÃO Estratégia global orientar e apoiar a resposta à SIDA, a nível global e assente em princípios

Leia mais

PLANO TRIENAL 2008/2010

PLANO TRIENAL 2008/2010 Tribunal de Contas PLANO TRIENAL 2008/2010 (EXTRACTO) Departamento de Consultadoria e Planeamento LISBOA / 2007 ÍNDICE 1 Missão do Tribunal de Contas... 3 2. Valores... 3 3. Visão... 3 4. OBJECTIVOS ESTRATÉGICOS

Leia mais

Fundo Fiduciário de Solidariedade Africana

Fundo Fiduciário de Solidariedade Africana Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura Fundo Fiduciário de Solidariedade Africana Temos uma abordagem singular

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO REUNIÃO FINAL DO PROCESSO DE PLANIFICAÇÃO DO QUADRO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO PARA 2012 Intervenção de Sua Excelência, Aiuba Cuereneia

Leia mais

ORIGINAL: INGLÊS DECLARAÇÃO DE BRAZZAVILLE SOBRE A PREVENÇÃO E O CONTROLO DAS DOENÇAS NÃO TRANSMISSÍVEIS NA REGIÃO AFRICANA DA OMS

ORIGINAL: INGLÊS DECLARAÇÃO DE BRAZZAVILLE SOBRE A PREVENÇÃO E O CONTROLO DAS DOENÇAS NÃO TRANSMISSÍVEIS NA REGIÃO AFRICANA DA OMS ORIGINAL: INGLÊS DECLARAÇÃO DE BRAZZAVILLE SOBRE A PREVENÇÃO E O CONTROLO DAS DOENÇAS NÃO TRANSMISSÍVEIS NA REGIÃO AFRICANA DA OMS ORIGINAL: INGLÊS Nós, os Ministros da Saúde e Chefes de Delegação da Região

Leia mais

A autoavaliação é o processo em que a escola é capaz de olhar criticamente para si mesma com a finalidade de melhorar o seu desempenho.

A autoavaliação é o processo em que a escola é capaz de olhar criticamente para si mesma com a finalidade de melhorar o seu desempenho. A autoavaliação é o processo em que a escola é capaz de olhar criticamente para si mesma com a finalidade de melhorar o seu desempenho. Finalidades Identificar pontos fortes e fracos e oportunidades de

Leia mais

VII REUNIÃO DE MINISTROS DA DEFESA DA COMUNIDADE DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Bissau, 31 de Maio e 1 Junho de 2004 DECLARAÇÃO FINAL

VII REUNIÃO DE MINISTROS DA DEFESA DA COMUNIDADE DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Bissau, 31 de Maio e 1 Junho de 2004 DECLARAÇÃO FINAL VII REUNIÃO DE MINISTROS DA DEFESA DA COMUNIDADE DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Bissau, 31 de Maio e 1 Junho de 2004 DECLARAÇÃO FINAL Os Ministros da Defesa de Angola, do Brasil, de Cabo Verde, da Guiné-Bissau,

Leia mais

1. Orientações para os debates das Mesas-Redondas...3

1. Orientações para os debates das Mesas-Redondas...3 WORLD HEALTH ORGANIZATION REGIONAL OFFICE FOR AFRICA ORGANISATION MONDIALE DE LA SANTE BUREAU REGIONAL DE L AFRIQUE ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE ESCRITÓRIO REGIONAL AFRICANO COMITÉ REGIONAL AFRICANO Quinquagésima-primeira

Leia mais

Apresentação de Angola na XII Reunião dos Ministros do Trabalho e dos Assuntos Sociais Os Desafios na Protecção Social para alcançar a Segurança

Apresentação de Angola na XII Reunião dos Ministros do Trabalho e dos Assuntos Sociais Os Desafios na Protecção Social para alcançar a Segurança Apresentação de Angola na XII Reunião dos Ministros do Trabalho e dos Assuntos Sociais Os Desafios na Protecção Social para alcançar a Segurança Alimentar e Nutricional Maputo, 25 de Abril de 2013 Constituição

Leia mais

De acordo com a vontade comum com vistas ao entendimento mútuo e à cooperação bilateral;

De acordo com a vontade comum com vistas ao entendimento mútuo e à cooperação bilateral; MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE O MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR, DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, E A COMISSÃO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO E REFORMA, DA REPÚBLICA POPULAR

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ÁGUEDA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ÁGUEDA 2014 Plano de melhoria AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ÁGUEDA O Plano de Melhoria do Agrupamento de Escolas de Águeda surge na sequência do relatório da Avaliação Externa das Escolas realizada pela equipa de

Leia mais

III Reunião dos Ministros das Finanças da CPLP. Maputo, 21 de Fevereiro de 2014

III Reunião dos Ministros das Finanças da CPLP. Maputo, 21 de Fevereiro de 2014 Maputo, 21 de Fevereiro de 2014 Intervenção do Secretário Executivo da CPLP, Embaixador Murade Murargy (só faz fé a versão efectivamente proferida) Senhor Primeiro-ministro da República de Moçambique,

Leia mais

União Europeia Bruxelas, 14 de novembro de 2014 (OR. en) Assegurar o respeito pelo Estado de direito na União Europeia

União Europeia Bruxelas, 14 de novembro de 2014 (OR. en) Assegurar o respeito pelo Estado de direito na União Europeia Conselho da União Europeia Bruxelas, 14 de novembro de 2014 (OR. en) 15206/14 FREMP 198 JAI 846 COHOM 152 POLGEN 156 NOTA de: para: Assunto: Presidência Conselho Assegurar o respeito pelo Estado de direito

Leia mais

Sua Excelência Presidente da República de Angola, Engenheiro José Eduardo dos Santos,

Sua Excelência Presidente da República de Angola, Engenheiro José Eduardo dos Santos, Sua Excelência Presidente da República de Angola, Engenheiro José Eduardo dos Santos, Excelentíssima Primeira-Dama da República de Angola, Drª Ana Paula dos Santos, Excelentíssimo Senhor Vice-Presidente

Leia mais

DECLARAÇÃO DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DOS ESTADOS DA ÁFRICA CENTRAL E DA ÁFRICA OCIDENTAL SOBRE A SEGURANÇA NO ESPAÇO MARÍTIMO COMUM

DECLARAÇÃO DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DOS ESTADOS DA ÁFRICA CENTRAL E DA ÁFRICA OCIDENTAL SOBRE A SEGURANÇA NO ESPAÇO MARÍTIMO COMUM DECLARAÇÃO DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DOS ESTADOS DA ÁFRICA CENTRAL E DA ÁFRICA OCIDENTAL SOBRE A SEGURANÇA NO ESPAÇO MARÍTIMO COMUM 1. Nós, os Chefes de Estado e de Governo dos Estados da África

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA CULTURA E TURISMO INSTITUTO NACIONAL DO TURISMO TERMOS DE REFERÊNCIA

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA CULTURA E TURISMO INSTITUTO NACIONAL DO TURISMO TERMOS DE REFERÊNCIA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA CULTURA E TURISMO INSTITUTO NACIONAL DO TURISMO TERMOS DE REFERÊNCIA Título da Posição: TECNICO DE PROMOÇÃO TURÍSTICA Duração: Local: Instituição: RENOVAÇÃO DEPENDENDO

Leia mais

ENCONTRO SOBRE O RECURSOS ZOOGENÉTICOS AFRICANOS DE DE ABRIL DE 2013, ABIDJAN, CÔTE D IVOIRE

ENCONTRO SOBRE O RECURSOS ZOOGENÉTICOS AFRICANOS DE DE ABRIL DE 2013, ABIDJAN, CÔTE D IVOIRE ENCONTRO SOBRE O RECURSOS ZOOGENÉTICOS AFRICANOS DE 14 15 DE ABRIL DE 2013, ABIDJAN, CÔTE D IVOIRE Por : Manuel MAIDI Abolia, Chefe do Departamento de Produção, Tecnologia e Industria Animal do ISV 1 -

Leia mais

DECLARAÇÃO DE LUANDA SOBRE A PAZ E SEGURANÇA NA REGIÃO DO GOLFO DA GUINÉ

DECLARAÇÃO DE LUANDA SOBRE A PAZ E SEGURANÇA NA REGIÃO DO GOLFO DA GUINÉ DECLARAÇÃO DE LUANDA SOBRE A PAZ E SEGURANÇA NA REGIÃO DO GOLFO DA GUINÉ I - Preâmbulo Animados pela vontade de desenvolver e estreitar as relações de boa vizinhança entre Estados da região do Golfo da

Leia mais

MITIGAÇÃO DAS MC EM MOÇAMBIQUE. Telma Manjta MICOA

MITIGAÇÃO DAS MC EM MOÇAMBIQUE. Telma Manjta MICOA MITIGAÇÃO DAS MC EM MOÇAMBIQUE Telma Manjta MICOA Conteúdo da Apresentação Enquadramento da mitigação dos GEE em Moçambique Prioridades de Mitigação identificadas na ENAMMC Emissões GEE em Moçambique Oportunidades

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO PARA A COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO PARA A COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO PARA A COORDENAÇÃO DA ACÇÃO AMBIENTAL RELATÓRIO DA SÉTIMA CONFERÊNCIA DAS PARTES PARA A CONVENÇÃO PARA A PROTEÇÃO, GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DO AMBIENTE MARINHO E COSTEIRO

Leia mais

Estudo de Mercado sobre Distribuição e Logística em Angola

Estudo de Mercado sobre Distribuição e Logística em Angola Estudo de Mercado sobre Distribuição e Logística em Angola 1.População e Território 2.Modelo de Desenvolvimento 3.O Desafio da Diversificação 4.O Papel da Logística 5.A Rede de Distribuição 6.O Novo Quadro

Leia mais

Municípios e Comunidades. Saudáveis. Promovendo a qualidade de vida através da Estratégia de Municípios e Comunidades. Saudáveis

Municípios e Comunidades. Saudáveis. Promovendo a qualidade de vida através da Estratégia de Municípios e Comunidades. Saudáveis Organização Pan Americana da Saúde Oficina Regional da Organização Mundial da Saúde Municípios e Comunidades Saudáveis Guia dos prefeitos e outras autoridades locais Promovendo a qualidade de vida através

Leia mais

MISSÃO DE OBSERVAÇÃO ELEITORAL DA SADC (SEOM) À REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE DECLARAÇÃO FEITA PELA

MISSÃO DE OBSERVAÇÃO ELEITORAL DA SADC (SEOM) À REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE DECLARAÇÃO FEITA PELA MISSÃO DE OBSERVAÇÃO ELEITORAL DA SADC (SEOM) À REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE DECLARAÇÃO FEITA PELA S.E. MAITE NKOANA MASHABANE, MINISTRA DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS E COOPERAÇÃO DA REPÚBLICA DA ÁFRICA DO SUL

Leia mais

ONU ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS

ONU ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS 1. A Antecessora da ONU Sociedade das Nações A Sociedade das Nações era também conhecida como Liga das Nações Foi idealizada a partir dos 14 Pontos de Wilson Foi criada na

Leia mais

Domínios temáticos, Conceitos, Metas de Aprendizagem e Propostas de Estratégias/Atividades. Disciplina de Oferta de Escola

Domínios temáticos, Conceitos, Metas de Aprendizagem e Propostas de Estratégias/Atividades. Disciplina de Oferta de Escola Disciplina de Oferta de Escola 7º e 8º anos do 3º ciclo do Ensino Básico Domínios temáticos, Conceitos, de Aprendizagem e Propostas de Estratégias/Atividades José Carlos Morais Educação Ambiental para

Leia mais

Plano Estratégico de Promoção de Investimento Privado em Moçambique (PEPIP )

Plano Estratégico de Promoção de Investimento Privado em Moçambique (PEPIP ) REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA ECONOMIA E FINANÇAS CENTRO DE PROMOÇÃO DE INVESTIMENTOS CONFERENCIA DE INVESTIDORES DO CORREDOR DE NACALA Plano Estratégico de Promoção de Investimento Privado em

Leia mais

MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO DA REPUBLICA PORTUGUESA

MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO DA REPUBLICA PORTUGUESA MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO DA REPUBLICA PORTUGUESA E O MINISTÉRIO FEDERAL DE TRABALHO E DE ASSUNTOS SOCIAIS DA REPÚBLICA FEDERAL DA ALEMANHA Considerando a necessidade

Leia mais

A República Portuguesa e a República de Cuba, adiante denominadas «Partes»:

A República Portuguesa e a República de Cuba, adiante denominadas «Partes»: Decreto n.º 41/98 Acordo entre a República Portuguesa e a República de Cuba sobre Cooperação na Prevenção do Uso Indevido e Repressão do Tráfico Ilícito de Estupefacientes e Substâncias Psicotrópicas,

Leia mais

Regulamento Interno de Funcionamento do Gabinete de Apoio à Qualidade (GAQ)

Regulamento Interno de Funcionamento do Gabinete de Apoio à Qualidade (GAQ) Regulamento Interno de Funcionamento do Gabinete de Apoio à Qualidade (GAQ) 1 Índice I Disposições Legais... 3 Artigo 1º - Objecto e âmbito de aplicação... 3 II Modelo Organizacional... 3 Artigo 2º - Definição

Leia mais

CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES

CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES Jeremias Langa, Diretor Editorial do grupo SOICO, Alfredo Libombo, Director Executivo do MISA, e Fernando Gonçalves, Editor do Savana, num painel. Foto de Gender Links CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES Com 14%

Leia mais

Excelência Jorge Carlos de Almeida Fonseca, Presidente da República de Cabo-Verde e Presidente em Exercício dos PALOP,

Excelência Jorge Carlos de Almeida Fonseca, Presidente da República de Cabo-Verde e Presidente em Exercício dos PALOP, Discurso pronunciado por Sua Excelência José Eduardo dos Santos, Presidente da República de Angola, por ocasião da Cimeira dos PALOP Luanda, 30 de Junho de 2014 Excelência Jorge Carlos de Almeida Fonseca,

Leia mais

Angola: Potencialidades

Angola: Potencialidades Angola: Potencialidades Regionais e Internacionais Sebastião Martins 21 de Abril de 2015 Índice 1. A República de Angola em Contexto 2. As Potencialidades Domésticas da República de Angola 2.1. Económicas

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE Ministério de Economia e Finanças Autoridade Tributária de Moçambique

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE Ministério de Economia e Finanças Autoridade Tributária de Moçambique REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE Ministério de Economia e Finanças Autoridade Tributária de Moçambique Discurso da Exma. Senhora Presidente da Autoridade Tributária Por Ocasião do Encerramento da 7ª Edição do Fórum

Leia mais

INFORMACAO CAMPANHA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EM MOÇAMBIQUE

INFORMACAO CAMPANHA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EM MOÇAMBIQUE INFORMACAO CAMPANHA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EM MOÇAMBIQUE (2013-2014) 1 Maputo, October, 2014 CAMPANHA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO NA

Leia mais

Comissão Nacional de Ciência e Tecnologia Combate à Desertificação

Comissão Nacional de Ciência e Tecnologia Combate à Desertificação Comissão Nacional de Ciência e Tecnologia Combate à Desertificação Maria José Roxo O papel do Comité de Ciência e Tecnologia Estabelecido pelo artigo 24 da Convenção Mandato e termos de referência adoptados

Leia mais

PROPOSTA DE PILARES PARA O PRÓXIMO PROGRAMA DE APOIO AS POLÍTICAS (PSI) APRESENTAÇÃO AO SEMINÁRIO DE AVALIAÇÃO DOS PROGRAMAS DO FMI E PERSPECTIVAS

PROPOSTA DE PILARES PARA O PRÓXIMO PROGRAMA DE APOIO AS POLÍTICAS (PSI) APRESENTAÇÃO AO SEMINÁRIO DE AVALIAÇÃO DOS PROGRAMAS DO FMI E PERSPECTIVAS PROPOSTA DE PILARES PARA O PRÓXIMO PROGRAMA DE APOIO AS POLÍTICAS (PSI) APRESENTAÇÃO AO SEMINÁRIO DE AVALIAÇÃO DOS PROGRAMAS DO FMI E PERSPECTIVAS MAPUTO, 11 DE MARÇO DE 2013 ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO

Leia mais

ACORDO DE COOPERAÇÃO NO DOMÍNIO DA JUVENTUDE E DO DESPORTO

ACORDO DE COOPERAÇÃO NO DOMÍNIO DA JUVENTUDE E DO DESPORTO ACORDO DE COOPERAÇÃO NO DOMÍNIO DA JUVENTUDE E DO DESPORTO ----- ENTRE ----- A REPÚBLICA DE ANGOLA, A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, A REPÚBLICA DE CABO VERDE, A REPÚBLICA DA GUINÉ-BISSAU, A REPÚBLICA

Leia mais

Quadro de Avaliação e Responsabilização

Quadro de Avaliação e Responsabilização ANO: Ministério da Educação e Ciência Fundação para a Ciência e Tecnologia, I.P. MISSÃO: A FCT tem por missão apoiar, financiar e avaliar o Sistema Nacional de Investigação e Inovação, desenvolver a cooperação

Leia mais

REDE DE MUNICÍPIOS PARA A ADAPTAÇÃO LOCAL ÀS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS CARTA DE COMPROMISSO

REDE DE MUNICÍPIOS PARA A ADAPTAÇÃO LOCAL ÀS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS CARTA DE COMPROMISSO REDE DE MUNICÍPIOS PARA A ADAPTAÇÃO LOCAL ÀS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS CARTA DE COMPROMISSO CARTA DE COMPROMISSO DA REDE DE MUNICÍPIOS PARA A ADAPTAÇÃO LOCAL ÀS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS Considerando: Que o 5.º

Leia mais

Senhores Membros do Congresso Nacional,

Senhores Membros do Congresso Nacional, Mensagem n o 691 Senhores Membros do Congresso Nacional, Nos termos do disposto no art. 49, inciso I, combinado com o art. 84, inciso VIII, da Constituição, submeto à elevada consideração de Vossas Excelências,

Leia mais

ACTA DA 2.ª REUNIÃO DA MESA PAN-AFRICANA DOS ÓRGÃOS NACIONAIS DE COMBATE A CORRUPÇÃO 13 DE AGOSTO DE 2008

ACTA DA 2.ª REUNIÃO DA MESA PAN-AFRICANA DOS ÓRGÃOS NACIONAIS DE COMBATE A CORRUPÇÃO 13 DE AGOSTO DE 2008 AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA Introdução ACTA DA 2.ª REUNIÃO DA MESA PAN-AFRICANA DOS ÓRGÃOS NACIONAIS DE COMBATE A CORRUPÇÃO 13 DE AGOSTO DE 2008 1. A terceira reunião da mesa da 2.ª Reunião

Leia mais

Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural

Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural Decreto executivo n.º 1/06 de 9 de Janeiro Havendo necessidade de regulamentar o funcionamento, estruturação e organização do Secretariado Executivo do

Leia mais

TRATADO DA COMISSÃO DO GOLFO DA GUINÉ

TRATADO DA COMISSÃO DO GOLFO DA GUINÉ TRATADO DA COMISSÃO DO GOLFO DA GUINÉ PREÂMBULO Nós, Chefes de Estado e de Governos da República de Angola; da República dos Camarões; da República do Congo; da República Democrática do Congo; da República

Leia mais

Ana Dias Lourenço. Formação básica em Economia e formação complementar em Gestão de Projectos e Análise e Avaliação de Projectos.

Ana Dias Lourenço. Formação básica em Economia e formação complementar em Gestão de Projectos e Análise e Avaliação de Projectos. Ana Dias Lourenço Ana Afonso Dias Lourenço formou--se em Economia na Universidade de Angola e fez a sua formação complementar na área de Gestão de Projectos e Análise e Avaliação de Projectos. Entre outros

Leia mais

MEMORANDO DE ENTENDIMENTO

MEMORANDO DE ENTENDIMENTO MEMORANDO DE ENTENDIMENTO Sob o Alto Patrocínio do MINISTRO DA ECONOMIA E DESENVOLVIMENTO DA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE Ti MOR-LESTE e da MINISTRA DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL DE PORTUGAL É OUTORGADO:

Leia mais

Mesa-redonda Internacional de Doadores. sobre a Guiné-Bissau. Intervenção do Embaixador Murade Murargy. Secretário Executivo da CPLP

Mesa-redonda Internacional de Doadores. sobre a Guiné-Bissau. Intervenção do Embaixador Murade Murargy. Secretário Executivo da CPLP Mesa-redonda Internacional de Doadores sobre a Guiné-Bissau Bruxelas, 25 de Março de 2015 Intervenção do Embaixador Murade Murargy Secretário Executivo da CPLP Eximo. Senhor Primeiro-ministro da República

Leia mais

ADITAMENTO AO ACORDO ENTRE OS MINISTÉRIOS DAS FINANÇAS, DA ECONOMIA E DA SAÚDE E A INDÚSTRIA FARMACÊUTICA

ADITAMENTO AO ACORDO ENTRE OS MINISTÉRIOS DAS FINANÇAS, DA ECONOMIA E DA SAÚDE E A INDÚSTRIA FARMACÊUTICA ADITAMENTO AO ACORDO ENTRE OS MINISTÉRIOS DAS FINANÇAS, DA ECONOMIA E DA SAÚDE E A INDÚSTRIA FARMACÊUTICA Os Ministérios das Finanças, da Economia e da Saúde, e a Indústria Farmacêutica, por intermédio

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A CÂMARA MUNICIPAL DE ODIVELAS E O CENTRO HOSPITALAR LISBOA NORTE, EPE

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A CÂMARA MUNICIPAL DE ODIVELAS E O CENTRO HOSPITALAR LISBOA NORTE, EPE PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A CÂMARA MUNICIPAL DE ODIVELAS E O CENTRO HOSPITALAR LISBOA NORTE, EPE ENTRE: O MUNICÍPIO DE ODIVELAS, com sede na Rua Guilherme Gomes Fernandes, Paços do Concelho Quinta

Leia mais

RELATÓRIO DA CERIMÓNIA DA ASSINATURA DO ACORDO DE COOPERAÇÃO ENTRE A PROVEDORIA DE JUSTIÇA E EMBAIXADA DO REINO UNIDO EM ANGOLA

RELATÓRIO DA CERIMÓNIA DA ASSINATURA DO ACORDO DE COOPERAÇÃO ENTRE A PROVEDORIA DE JUSTIÇA E EMBAIXADA DO REINO UNIDO EM ANGOLA REPÚBLICA DE ANGOLA ----*---- PROVEDORIA DE JUSTIÇA RELATÓRIO DA CERIMÓNIA DA ASSINATURA DO ACORDO DE COOPERAÇÃO ENTRE A PROVEDORIA DE JUSTIÇA E EMBAIXADA DO REINO UNIDO EM ANGOLA LUANDA, AGOSTO DE 2013

Leia mais

RELATÓRIO FINAL I REUNIÃO ORDINÁRIA DOS PONTOS FOCAIS DE COOPERAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Cascais, 26 a 28 de Maio de 1999

RELATÓRIO FINAL I REUNIÃO ORDINÁRIA DOS PONTOS FOCAIS DE COOPERAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Cascais, 26 a 28 de Maio de 1999 RELATÓRIO FINAL I REUNIÃO ORDINÁRIA DOS PONTOS FOCAIS DE COOPERAÇÃO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Cascais, 26 a 28 de Maio de 1999 INTRODUÇÃO Em cumprimento do estipulado no Acordo Geral

Leia mais

CAADP Moçambique. Até onde o processo avançou com o PNISA. Seminário sobre Crescimento e Transformação do Sector Agrário

CAADP Moçambique. Até onde o processo avançou com o PNISA. Seminário sobre Crescimento e Transformação do Sector Agrário CAADP Moçambique Até onde o processo avançou com o PNISA Seminário sobre Crescimento e Transformação do Sector Agrário Maputo, 09 de Dezembro de 2013 CAADP em Moçambique Estrutura I. Enquadramento/CAADP

Leia mais

PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º 194/IX SOBRE A CONSTITUIÇÃO EUROPEIA

PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º 194/IX SOBRE A CONSTITUIÇÃO EUROPEIA PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º 194/IX SOBRE A CONSTITUIÇÃO EUROPEIA Considerando o Relatório sobre os Trabalhos da Convenção sobre o Futuro da Europa e sobre o Projecto de Tratado que estabelece uma Constituição

Leia mais

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS DE VERÃO

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS DE VERÃO REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS DE VERÃO Nos termos do art.º 24º da Lei nº 62/2007 de 10 de Setembro, compete às Instituições de Ensino Superior apoiar a inserção dos seus estudantes no mundo do trabalho. Tal

Leia mais

9.º CONGRESSO NACIONAL DE BIBLIOTECÁRIOS, ARQUIVISTAS E DOCUMENTALISTAS CONCLUSÕES

9.º CONGRESSO NACIONAL DE BIBLIOTECÁRIOS, ARQUIVISTAS E DOCUMENTALISTAS CONCLUSÕES 9.º CONGRESSO NACIONAL DE BIBLIOTECÁRIOS, ARQUIVISTAS E DOCUMENTALISTAS CONCLUSÕES 9º CONGRESSO NACIONAL DE BIBLIOTECÁRIOS, ARQUIVISTAS E DOCUMENTALISTAS CONCLUSÕES O 9º Congresso Nacional de Bibliotecários,

Leia mais

NOVOS HÁBITOS SUSTENTÁVEIS SEMINÁRIO MINISTÉRIO DO AMBIENTE

NOVOS HÁBITOS SUSTENTÁVEIS SEMINÁRIO MINISTÉRIO DO AMBIENTE NOVOS HÁBITOS SUSTENTÁVEIS SEMINÁRIO MINISTÉRIO DO AMBIENTE Luanda 3 de Fevereiro de 2014 2 Novos Hábitos Sustentáveis Quem deve PARTICIPAR? Adquirir Competências. Partilhar Experiências. Decisores, Directores

Leia mais

PLANO ANUAL 2016 ESTRATÉGIA INTEGRADA PARA AS DOENÇAS RARAS Departamento da Qualidade na Saúde Março de 2016

PLANO ANUAL 2016 ESTRATÉGIA INTEGRADA PARA AS DOENÇAS RARAS Departamento da Qualidade na Saúde Março de 2016 PLANO ANUAL 2016 ESTRATÉGIA INTEGRADA PARA AS DOENÇAS RARAS 2015-2020 Departamento da Qualidade na Saúde Março de 2016 PLANO ANUAL 2016 ESTRATÉGIA INTEGRADA PARA AS DOENÇAS RARAS 2015-2020 A comissão interministerial

Leia mais

Desenvolvendo o quadro legal e institucional para a REDD+ em Moçambique

Desenvolvendo o quadro legal e institucional para a REDD+ em Moçambique Desenvolvendo o quadro legal e institucional para a REDD+ em Moçambique Seminário - 2 a 4 de Maio 2012 Contexto : O Governo Moçambicano está implementando um processo nacional REDD+, com o objetivo de

Leia mais

S/RES/2267 (2016) Security Council. United Nations. Resolução 2267 (2016) *1502254*

S/RES/2267 (2016) Security Council. United Nations. Resolução 2267 (2016) *1502254* United Nations Security Council Distr.: Geral 26 fevereiro 2016 S/RES/2267 (2016) [tradução oficiosa] Resolução 2267 (2016) Adoptada pelo Conselho de Segurança durante a sua 7632 a reunião no dia 26 de

Leia mais

Estatutos. Associacão de linguística das Universidades da SADC (LASU)

Estatutos. Associacão de linguística das Universidades da SADC (LASU) Estatutos da Associacão de linguística das Universidades da SADC (LASU) PREÂMBULO Nós, os representantes das Universidades dos países membros da SADC reunidos no Great Hall, Chancellor College (Sala dos

Leia mais

DECLARAÇÃO PRELIMINAR

DECLARAÇÃO PRELIMINAR ECOWAS COMMISSION COMISSÃO DA CEDEAO COMMISSION DE LA CEDEAO CABO VERDE 2016 ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS DECLARAÇÃO PRELIMINAR I- INTRODUÇÃO 1- Em conformidade com as disposições do Protocolo Suplementar sobre

Leia mais

Memorando de Entendimento. Entre A COMUNIDADE DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA A ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE TURISMO

Memorando de Entendimento. Entre A COMUNIDADE DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA A ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE TURISMO Memorando de Entendimento Entre A COMUNIDADE DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA E A ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE TURISMO Considerando que a Comunidade de Países de Língua Oficial Portuguesa doravante designada por

Leia mais