BUSINESS INTELLIGENCE 3

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BUSINESS INTELLIGENCE 3"

Transcrição

1 EXTRA BUSINESS INTELLIGENCE 3 Como fazer o melhor uso das ferramentas de BI

2 índice Capítulo 1 Como garantir o melhor uso das ferramentas Capítulo 2 Sabia gerar relatórios eficientes Capítulo 3 Colaborar e disseminar as informações Capítulo 4 Casos de sucesso

3 Introdução BUSINESS INTELLIGENCE 3 Bom planejamento, treinamento na ferramenta e uso constante de seus recursos de colaboração são meios de garantir que o BI traga os resultados esperados Com o passar do tempo, as ferramentas de Business Intelligence (BI) evoluíram, ganharam recursos, interfaces mais simples e tiveram seus preços reduzidos, tornando-se acessíveis para as companhias de menor porte. Em paralelo, à medida que o mercado ganhou competitividade, essas soluções começaram a exercer um papel ainda mais importante por serem fundamentais no apoio à tomada de decisões relevantes para o negócio. De olho nessa tendência, PC WORLD desenvolveu uma série de artigos especiais para não apenas apresentar o BI, mas auxiliar os médios, pequenos e microempresários a decidirem pela melhor solução, o momento adequado e a maneira ideal de implementar e tirar o máximo proveito dessas ferramentas. O primeiro número da série PC WORLD Extra Business Intelligence explicou o conceito de BI e como essas ferramentas permitem reunir, armazenar e analisar os dados de companhias de todos os portes. Na segunda edição, o leitor entendeu o que é preciso levar em conta na hora de adotar soluções de BI e qual o melhor momento de fazê-lo. E agora, em Business Intelligence 3, PC WORLD detalha caminhos e práticas para garantir que as ferramentas de BI sejam exploradas ao máximo, e da melhor forma possível. Boa leitura! 3

4 Capítulo 1 COMO GARANTIR o melhor uso das ferramentas Os passos para garantir que a ferramenta de BI terá todo o seu potencial explorado começam já no planejamento do projeto. É preciso estabelecer claramente a finalidade principal do BI e qual camada do negócio ele atenderá (tática, operacional ou gerencial), alerta Gilberto Ramos, gerente da área de Business Intelligence da BearingPoint. Esses são os fatores que de fato se deve gerenciar para determinar aquilo que o afasta ou aproxima das metas. É com base neles que um projeto bem elaborado deve ser implementado, completa Milton Bispo, consultor especialista em BI da integradora Sonda Procwork. Lá atrás, na fase de planejamento, é preciso criar visões departamentais de uso do BI, de forma que a ferramenta atenda às necessidades dos usuários de todas as áreas, diz o especialista da BearingPoint. As funcionalidades da ferramenta devem ser adequadas ao tipo de usuário por trás dela, reitera Marcos Bittencourt, gerente de serviços de BI da integradora de sistemas YKP. O usuário final deve participar de todo o processo de modelagem do BI. Isso o fará se sentir dono do produto e estimulará o seu uso, sugere José Valdoberto Leão, gerente de soluções de BI e CRM da Stefanini. Reforçando a idéia de que os bons frutos só serão colhidos com um bom trabalho já na fase de planejamento, Lysandro Trotta, diretor-executivo da consultoria de negócios DNMCA, ressalta a importância da qualidade das informações a serem trabalhadas pela ferramenta de BI. É impossível transformar uma informação ruim em um bom conhecimento, assegura o especialista. Depois de implementada a solução de BI, o treinamento eficaz dos usuários é outro meio de garantir a sua boa utilização, de 4

5

6 Capítulo 1 Como garantir o melhor uso das ferrramentas O usuário final deve participar de todo o processo de modelagem do BI. Isso o fará se sentir dono do produto e estimulará o seu uso José Valdoberto Leão, gerente de soluções de BI e CRM da Stefanini. acordo com os especialistas. Eles são unânimes em afirmar que o treinamento deve ser dividido por perfil de uso. Os treinamentos devem seguir o nível de cada usuário. Há usuários de camadas mais gerenciais, que utilizam os dados para análises mais aprofundadas e outros para quem a ferramenta deve oferecer dados como base de decisões, explica Ramos, da BearingPoint. Na YKP, segundo Bittencourt, o workshop de capacitação realizado ao fim do projeto também divide os usuários conforme o uso que cada um fará das funcionalidades. Ainda sobre treinamentos, Trotta, da DNMCA, opina que a capacitação deve ser feita pelo chamado on the job, em que se entendem exatamente os problemas e objetivos antes. É uma espécie de coaching, em que se chega muito perto da realidade do dia-a-dia do usuário. Mesmo que seja um pouco mais caro, o retorno é válido, garante o executivo. Além da capacitação de pessoal, Bispo, da Sonda Procwork, destaca ainda a importância da conscientização de que as informações devem ser inseridas. Ele sugere um projeto de gestão de mudança complementar à implementação. É uma boa maneira de derrubar resistências ou mesmo timidez daqueles que ainda não sabem utilizar o sistema, justifica. Sem revelar o nome, Leão, da Stefanini, conta que um cliente da sua empresa adotou um programa que estimula e premia os funcionários que fazem o melhor uso da ferramenta. Finalmente, outro aspecto fundamental para o bom aproveitamento das soluções de BI é que o sistema esteja sempre disponível e com dados confiáveis. Aqui, novamente entra a questão da colaboração entre as áreas de negócios e TI. As informações são geradas nos processos operacionais e devem ser trazidas com qualidade para a camada técnica. Então cabe ao pessoal de TI prezar por manter as informações disponíveis, avalia Bispo. 6

7 Capítulo 2 SAIBA GERAR relatórios eficientes Se o assunto é a geração de relatórios simplificados, novamente, voltamos à fase do planejamento inicial do projeto de BI. Ele só poderá dar uma boa qualidade e sofisticação de relatórios se o ambiente lhe disponibilizar isso. E um ambiente com dados disponíveis só pode ser explorado se 7

8 Capítulo 2 Saiba gerar relatórios eficientes for incluído na arquitetura inicial do ambiente, explica Ramos, da BearingPoint. Segundo ele, no momento do planejamento, deve-se estabelecer quem são os usuários, quem acessa o que e qual nível de utilização lhe será autorizado. Também na visão de Bispo, da Sonda Procwork, a questão da qualidade dos relatórios está na discussão e estabelecimento do modelo de informação que representa o negócio. E este deve estar aderente ao desenhado inicialmente para que o BI consiga analisar o cenário. Não dá para confundir sofisticação com volume de dados. O importante é colocar a informação certa para a pessoa certa, afirma Trotta, da DNMCA. O executivo quer ler o menor volume de informações possível, completa. E isso, segundo ele, é exatamente o que o BI permite: pouca informação, consistente e direcionada, de forma que cada um veja exatamente aquilo que precisa. Ramos, da BearingPoint, diz ainda que muitos projetos já constroem o BI prevendo o máximo de informações possíveis. Este seria, de acordo com ele, um modelo equivocado. A estratégia de entrega para o usuário deve ser feita por fases, diz ele, explicando que assim fica mais fácil assimilar as informações e também evitar problemas de qualidade dos dados. A estratégia de entregar muita coisa pode comprometer um projeto, alerta o consultor. Um bom relatório deve priorizar as informações de maior relevância, de forma que elas sejam entregues antes, e às pessoas certas, completa Ramos. Quando se pensa em relatório, se pensa em minimizar o tempo para digerir informações e situações de negócios, concorda Bispo. Para isso, diz ele, existem os indicadores. Eles precisam estar estruturados de forma a facilitar a visualização e rápida identificação de indícios de bons ou maus resultados. De forma que o profissional consiga dedicar esforços àquilo que de fato exige esforços, afirma o especialista da Sonda Procwork. Segundo ele, o segredo está em ter informações concisas. O BI deve entregar o panorama do negócio, e não as informações, resume. 8

9 TIPOS DE RELATÓRIOS E USO As informações dentro das organizações seguem o esquema da tradicional pirâmide de dados operacionais, táticos e estratégicos. Veja abaixo os modelos que os relatórios podem seguir e de que forma a ferramenta de BI pode intervir em cada um dos níveis. Nível operacional Dados estáticos e disponíveis para usuários que precisam de informações atualizadas em curto período de tempo, por dia ou por hora. Não contém dados estratégicos e se presta a atender a demanda operacional do dia-a-dia. No BI, são relatórios pré-agendados, diários e que são disponibilizados por , no celular ou outra ferramenta de colaboração existente. Nível tático Informações direcionadas a gerentes. Dão suporte à administração do departamento, através de indicadores de desempenho da área em questão. As informações são consolidadas a partir dos dados operacionais. As ferramentas de BI dão suporte a este nível através de relatórios de indicadores de desempenho, alertas que detectam desvios significativos e pré-configurados e permitem análises dimensionais, pelas quais o usuário pode visualizar a mesma informação a partir de múltiplas dimensões, gerando diferentes visões do negócio. Nível estratégico Traz informações consolidadas dos departamentos, divisões da empresa e informações de mercado, através de indicadores corporativos. Com a utilização de ferramentas de BI é possível implementar o conceito de Balanced Scorecard, que permite a análise desses indicadores através de temas estratégicos, como, por exemplo, clientes, financeiro, processos internos, processos de inovação e aprendizado. Pode-se também partir de um desvio em um indicador estratégico e realizar um aprofundamento da análise (Drill-down) até conseguir visualizar a causa do problema, o que permitiria ao executivo ter maior assertividade na tomada de decisão. Fonte: WBA, empresa desenvolvedora de soluções de BI 9

10 Capítulo 3 COLABORAR e disseminar as informações 10

11 Os especialistas em Business Intelligence apontam alguns caminhos para a simplificação da colaboração entre os usuários das ferramentas. Bispo, da Sonda Procwork, lembra de um detalhe importante: A tecnologia não está descolada dos processos de negócios, ela os suporta, mas quem deve determinar esses processos são os gestores, diz o executivo. E, para isso, segundo ele, a troca de informações pessoalmente é primordial. O que se faz é uma abordagem de processos. Por exemplo, uma reunião semanal para troca de informações sobre resultados. É um momento em que o tomador de decisão pára para analisar o desempenho de seu negócio. Caso contrário, ele não pararia nunca, garante Bispo, acrescentando que o BI vem sustentar esse processo de análise de informações. O consultor da Sonda Procwork explica que uma camada identifica indicadores, leva para uma segunda camada de análise e a partir dela é que acontece a distribuição de relatórios. As informações estão registradas ali e qualquer pessoa com autorização pode checar os dados. O ideal é que o sistema de BI já comporte essa interface, como se ele tivesse um blog embutido, no qual é possível fazer a inserção de dados, imagens e conhecimento, sugere Trotta, da DNMCA. O BI não é de mão única. Ele fundamentalmente é o autoconhecimento da empresa, que só pode existir se for alimentado com informações, completa. As informações nunca devem estar concentradas em um único profissional, mas no sistema em si, e precisam chegar até os seus usuários. Para disseminá-las, as ferramentas de BI contam hoje com uma série de recursos, muitos deles já baseados na web 2.0, que trazem incutido o exercício da colaboração. O mundo hoje é colaborativo! Não dá para o BI não estar baseado na internet, dispara Trotta. Bittencourt, da YKP, observa que as ferramentas atuais têm funcionalidades de ambiente colaborativo, que possuem, por exemplo, a criação de fóruns ou chats entre os criadores de análises e os provedores dos dados. É uma boa maneira de concentrar o 11

12 Capítulo 3 Colaboração e disseminação das informações debate entre os envolvidos, sem que ele fique perdido em e- mails, por exemplo, afirma. Ramos, da BearingPoint, conta que muitas das soluções de BI hoje permitem a disponibilização de informações no e- mail ou no celular do executivo ou usuário. Em smartphones, o usuário pode inclusive modificar os dados e enviá-los de volta ou interagir com o sistema. Ele pode receber SMS com os principais números da empresa, exemplifica. Há inclusive ferramentas de BI que utilizam o RSS o usuário assina as informações relevantes para ele, e é informado toda vez que alguma delas for inserida no sistema. O diretor-executivo da DNMCA, Trotta, aconselha que o Seja qual for o meio de disseminação adotado, é preciso ter um sistema de segurança da informação rígido, do qual participem tanto TI, quanto as áreas de negócios Marcos Bittencourt, gerente perfil de cada usuário, incluindo assinatura de RSS, seja feito em uma configuração inicial. Não é aconselhável acreditar que todos os usuários serão pró-ativos, explica. Bittencourt alerta os administradores de TI e executivos de negócios para que tenham muito cuidado com o controle de acesso. Seja qual for o meio de disseminação adotado, é preciso ter um sistema de segurança da informação rígido, do qual participem tanto TI, quanto as áreas de negócios, aconselha. As áreas de negócios definem quem tem acesso a que tipo de informações, e o pessoal de TI cuida da questão técnica para que essas regras sejam cumpridas. 12

13 Capítulo 4 Casos de SUCESSO BI acelera acesso a informações na Predicta Ferramenta de BI baixada da internet permite à consultoria de estratégias de marketing online o acesso direto a informações relevantes para o seu negócio 13

14 Capítulo 4 Casos de sucesso Por definição, a Predicta é uma empresa de análise de informações. A companhia é especializada na otimização de estratégias de marketing online e tem entre suas inúmeras tarefas a missão de avaliar, por exemplo, o desempenho de campanhas via web de seus clientes. Desta forma, o acesso contínuo e rápido a uma série de informações armazenadas em seu banco de dados é vital para a sobrevivência da companhia. Quando começamos a prestar também serviços de consultoria, vimos que seria inviável continuarmos dependendo dos profissionais de TI para ter acesso aos dados necessários, afirma Claudia Woods, diretora de estratégia da Predicta, acrescentando que a nova oferta demandaria ainda mais detalhes e análises dos negócios de seus clientes. Os funcionários ligados aos projetos de consultoria não tinham acesso ao banco de dados. Os dados eram crus e precisavam ser solicitados ao pessoal de TI, lembra Claudia, destacando que isso criava uma dependência enorme da tecnologia para entregar o trabalho de consultoria. Foi nesse momento, segundo ela, que a Predicta detectou a necessidade de uma solução de inteligência que fosse além dos relatórios já existentes em suas ferramentas, e que levasse menos tempo para devolver relatórios concisos. Ela conta que a empresa chegou a estudar a contratação de um profissional de tecnologia especializado em banco de dados para cuidar exclusivamente da extração das informações para a equipe de análises. Um profissional com esse nível de conhecimento custa muito caro, além de que precisaria entender o lado de negócios da empresa, explica. A Predicta então começou a estudar ferramentas de mercado. Buscou, segundo Claudia, uma solução intuitiva o suficiente para não espantar os usuários, mas que também lhes garantisse acesso direto ao banco de dados sem a dependência de um profissional de tecnologia. 14

15 Há cerca de cinco meses a empresa selecionou uma ferramenta de BI chamada Tableau, da Tableau Software. O processo de escolha foi um trabalho conjunto, realizado entre a diretoria estratégica e a de TI. Determinamos aonde queríamos chegar, quais gargalos precisavam ser desfeitos e então escolhemos a melhor ferramenta, detalha a diretora. A Tableau foi implementada pela própria equipe de TI da Predicta e consumiu poucos recursos financeiros. Não tínhamos um orçamento dedicado para esse tipo de tecnologia, diz Claudia, preferindo não revelar o valor por ainda estar em negociações para ampliar o uso do aplicativo. Segundo ela, a solução foi comprada pela própria internet e sua implementação foi algo rápido e simples. A própria Predicta criou uma interface web na qual os relatórios são embutidos e compartilhados. A ferramenta gera o gráfico e se, for preciso que o cliente ou outro consultor o acesse, basta entrar em uma URL determinada, controlada por login e senha, detalha. Ela permite a geração de relatórios para o compartilhamento com os demais usuários da empresa. Gera inteligência sobre como o cliente usa o nosso serviço, quais informações ele mais acessa e nos permite até pensar em novos produtos com base nesse comportamento, destaca Claudia. A diretora conta que a empresa possui dois profissionais considerados heavy users, que utilizam a Tableau com mais freqüência, e outros seis em fase de treinamento. Hoje a área de consultoria da Predicta consegue atender a uma demanda em quatro horas, algo que antes do BI levava, no mínimo, uma semana. Temos as respostas na mão das pessoas certas, em menos tempo, afirma. Também já estamos passando por uma fase de análise sobre como escalar o uso dessa ferramenta dentro da empresa. E, quem sabe, compartilhá-la com nossos clientes, antecipa Claudia. 15

16 Capítulo 4 Casos de sucesso PUC Minas acelera tomada de decisão com BI Redução do custo e do tempo de extração foram resultados obtidos pelo Datapuc m busca de mais independência, agilidade e flexibilidade E na obtenção de informações, a PUC Minas optou por implementar a solução de Business Intelligence (BI) da MicroStrategy. Além de consistência aos relatórios e gráficos gerados, a ferramenta também permitiu diferentes e eficazes possibilidades de análise e apresentação dos dados. No entanto, nem foram esses os principais benefícios obtidos com o BI. Pela plataforma, a diretoria de tecnologia da 16

17 informação da universidade (Datapuc) conseguiu imprimir mais velocidade à tomada de decisão e reduziu os custos pertinentes à obtenção de informações. Humberto Torres Marques Neto, diretor do Datapuc, conta que antes do BI todas as informações eram solicitadas pelos usuários à área de informática, que passava por um processo no mínimo complexo para chegar até eles. Os dados eram gerados em paralelo a outros processos, por meio de uma leitura das bases de dados transacionais, transformados em arquivos e manipulados em ferramentas gráficas (Excel) e pequenos bancos de dados, como o Access. As necessidades adicionais ou relatórios diferenciados demandavam uma programação especial para extração, em novos formatos ou níveis de sumarização diferentes dos existentes até então, conforme detalha Marques Neto. Além da dependência excessiva e demora na obtenção, a pulverização das informações contribuía para a inconsistência e falta de padronização. O BI possibilitou uma análise mais elaborada e aumento da credibilidade da informação, trazendo mais valor e qualidade ao serviço prestado pelo departamento de TI às demais áreas. Muitas vezes a extração manual dos dados causava estresse. O cotidiano dos assessores da alta gestão e dos coordenadores dos mais de 60 cursos da instituição mudou de forma brusca, pois passaram a ter acesso a dados importantes, como perfil, matrícula e evasão dos cerca de 45 mil alunos, de forma mais rápida e independente. A área financeira consegue acessar suas informações estratégicas com confiabilidade. Antes, o grau de dificuldade era alto e o trabalho, dispendioso. As planilhas davam resultados inconsistentes e as fórmulas comprometiam, algumas vezes, a análise da competitividade por conta de possíveis erros, lembra Neto. 17

18 Capítulo 4 Casos de sucesso Implementação em etapas O projeto foi implantado inicialmente nas áreas responsáveis pela gestão acadêmica dos cursos de graduação da instituição (pró-reitoria de graduação, centro de registro acadêmico, coordenações dos cursos) e nas áreas responsáveis pela compilação de dados anuais sobre a instituição (Pró-reitoria de planejamento e desenvolvimento institucional e secretaria geral), que por manipular grande volume de dados demandavam uma quantidade excessiva de relatórios. De acordo com Neto, o projeto também está em desenvolvimento na clínica de apoio às atividades práticas dos cursos da área de saúde. Neste data warehouse serão gerados indicadores clínicos que farão a ponte do atendimento à comunidade. Atualmente, mais ou menos 400 usuários, de coordenadores de curso até pró-reitores, utilizam o BI da MicroStrategy. Nem todos acessam ao mesmo tempo o banco de dados, que possui aproximadamente 120 GB. Foram definidas, por questões de segurança, algumas políticas para garantir que cada usuário acesse apenas as informações compatíveis com o seu perfil. O projeto inicial foi desenvolvido em parceria com empresa de consultoria, podendo ser considerado de média complexidade por não envolver a instituição como um todo. O processo, desde a avaliação até o início da implementação, também foi bastante simplificado não houve tempo hábil para realização de piloto ou provas de conceito e durou cerca de dois meses. Levamos em consideração a experiência da empresa parceira e a tecnologia da plataforma em relação às outras empresas que visitamos, explica. 18

Requisitos de business intelligence para TI: O que todo gerente de TI deve saber sobre as necessidades reais de usuários comerciais para BI

Requisitos de business intelligence para TI: O que todo gerente de TI deve saber sobre as necessidades reais de usuários comerciais para BI Requisitos de business intelligence para TI: O que todo gerente de TI deve saber sobre as necessidades reais de usuários comerciais para BI Janeiro de 2011 p2 Usuários comerciais e organizações precisam

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti e d a id 4 m IN r fo a n m Co co M a n ua l Governança AMIGA Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti Um dos grandes desafios atuais da administração

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

http://www.microsoft.com/pt-br/case/details.aspx...

http://www.microsoft.com/pt-br/case/details.aspx... Casos de Sucesso A Cyrela está completamente focada no pós-venda e a utilização do Microsoft Dynamics 2011 só reflete mais um passo importante na busca pela qualidade do atendimento ao cliente Roberto

Leia mais

Gerenciamento de Serviços de TI ITIL v2 Módulo 1 Conceitos básicos

Gerenciamento de Serviços de TI ITIL v2 Módulo 1 Conceitos básicos Gerenciamento de Serviços de TI ITIL v2 Módulo 1 Conceitos básicos Referência: An Introductory Overview of ITIL v2 Livros ITIL v2 Cenário de TI nas organizações Aumento da dependência da TI para alcance

Leia mais

Título: Pensando estrategicamente em inovação tecnológica de impacto social Categoria: Projeto Externo Temática: Segundo Setor

Título: Pensando estrategicamente em inovação tecnológica de impacto social Categoria: Projeto Externo Temática: Segundo Setor Título: Pensando estrategicamente em inovação tecnológica de impacto social Categoria: Projeto Externo Temática: Segundo Setor Resumo: A finalidade desse documento é apresentar o projeto de planejamento

Leia mais

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Parceiros de serviços em nuvem gerenciada Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Implemente a versão mais recente do software da SAP de classe mundial,

Leia mais

Agenda. A Empresa História Visão Conceito dos produtos

Agenda. A Empresa História Visão Conceito dos produtos Agenda A Empresa História Visão Conceito dos produtos Produto Conceito Benefícios Vantagens: Criação Utilização Gestão Segurança Integração Mobilidade Clientes A empresa WF História Em 1998, uma ideia

Leia mais

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR?

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? Descubra os benefícios que podem ser encontrados ao se adaptar as novas tendências de mercado ebook GRÁTIS Como o investimento em TI pode

Leia mais

INFORMAÇÕES GERENCIADAS

INFORMAÇÕES GERENCIADAS INFORMAÇÕES GERENCIADAS Gerenciamento de projeto sobre o qual é possível criar Soluções Primavera para engenharia e construção ORACLE É A EMPRESA Melhore o desempenho de projeto, a lucratividade e os resultados

Leia mais

Gestão de Relacionamento com o Cliente CRM

Gestão de Relacionamento com o Cliente CRM Gestão de Relacionamento com o Cliente CRM Fábio Pires 1, Wyllian Fressatti 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil pires_fabin@hotmail.com wyllian@unipar.br RESUMO. O projeto destaca-se

Leia mais

Fornecendo Inteligência, para todo o mundo, a mais de 20 anos.

Fornecendo Inteligência, para todo o mundo, a mais de 20 anos. Fornecendo Inteligência, para todo o mundo, a mais de 20 anos. Fundada em 1989, a MicroStrategy é fornecedora líder Mundial de plataformas de software empresarial. A missão é fornecer as plataformas mais

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

Resultados da Pesquisa

Resultados da Pesquisa Resultados da Pesquisa 1. Estratégia de Mensuração 01 As organizações devem ter uma estratégia de mensuração formal e garantir que a mesma esteja alinhada com os objetivos da empresa. Assim, as iniciativas

Leia mais

Interatividade aliada a Análise de Negócios

Interatividade aliada a Análise de Negócios Interatividade aliada a Análise de Negócios Na era digital, a quase totalidade das organizações necessita da análise de seus negócios de forma ágil e segura - relatórios interativos, análise de gráficos,

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS 1 SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS John F. Eichstaedt, Toni Édio Degenhardt Professora: Eliana V. Jaeger RESUMO: Este artigo mostra o que é um SIG (Sistema de Informação gerencial) em uma aplicação prática

Leia mais

GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com

GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com Conceito Com base nas definições podemos concluir que: Governança de de TI TI busca o compartilhamento de de decisões de de TI TI com os os demais dirigentes

Leia mais

Natura consolida modelo de governança e reduz nível de risco em 87% com SAP Access Control

Natura consolida modelo de governança e reduz nível de risco em 87% com SAP Access Control Natura consolida modelo de governança e reduz nível de risco em 87% com SAP Access Control A fim de consolidar seu modelo de governança e satisfazer necessidades de expansão, em 2010 a Natura realizou

Leia mais

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br PREZADO (A) SENHOR (A) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso

Leia mais

ERP & BI ENTENTENDO A BUSCA CONSTANTE DAS EMPRESAS POR UM SISTEMA QUE FORNEÇA INFORMAÇÕES CONFIÁVEIS PARA TOMADA DE DECISÃO*

ERP & BI ENTENTENDO A BUSCA CONSTANTE DAS EMPRESAS POR UM SISTEMA QUE FORNEÇA INFORMAÇÕES CONFIÁVEIS PARA TOMADA DE DECISÃO* ERP & BI ENTENTENDO A BUSCA CONSTANTE DAS EMPRESAS POR UM SISTEMA QUE FORNEÇA INFORMAÇÕES CONFIÁVEIS PARA TOMADA DE DECISÃO* RESUMO Marilia Costa Machado - UEMG - Unidade Carangola Graciano Leal dos Santos

Leia mais

Business Intelligence. BI CEOsoftware Partner YellowFin

Business Intelligence. BI CEOsoftware Partner YellowFin Business Intelligence BI CEOsoftware Partner YellowFin O que é Business Intelligence Business Intelligence (BI) é a utilização de uma série de ferramentas para coletar, analisar e extrair informações,

Leia mais

Por que utilizar o modelo ITIL

Por que utilizar o modelo ITIL Por que utilizar o modelo ITIL... O que não é definido não pode ser controlado... O que não é controlado não pode ser medido... O que não é medido não pode ser melhorado Empregado para definir, controlar,

Leia mais

Solução em Software e Automação Comercial

Solução em Software e Automação Comercial Solução em Software e Automação Comercial EMPRESA A Aps Informática é uma empresa de desenvolvimento de sistemas voltados para a gestão empresarial localizada em Recife, Pernambuco. Desde 1992 no mercado,

Leia mais

Ourofino: gestão integrada de treinamentos e atendimento de auditorias com SuccessFactors

Ourofino: gestão integrada de treinamentos e atendimento de auditorias com SuccessFactors SAP Business Transformation Study Saúde animal Ourofino Saúde Animal Ourofino: gestão integrada de treinamentos e atendimento de auditorias com SuccessFactors A Ourofino prevê o crescimento dos seus negócios

Leia mais

Perfil. Nossa estratégia de crescimento reside na excelência operacional, na inovação, no desenvolvimento do produto e no foco no cliente.

Perfil. Nossa estratégia de crescimento reside na excelência operacional, na inovação, no desenvolvimento do produto e no foco no cliente. Institucional Perfil A ARTSOFT SISTEMAS é uma empresa Brasileira, fundada em 1986, especializada no desenvolvimento de soluções em sistemas integrados de gestão empresarial ERP, customizáveis de acordo

Leia mais

NOKIA. Em destaque LEE FEINBERG

NOKIA. Em destaque LEE FEINBERG Em destaque NOKIA LEE FEINBERG A Nokia é líder mundial no fornecimento de telefones celulares, redes de telecomunicações e serviços relacionados para clientes. Como Gerente Sênior de Planejamento de Decisões

Leia mais

PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO. ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br

PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO. ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br PROCESSOS PODEROSOS DE NEGÓCIO ideiaconsultoria.com.br 43 3322 2110 comercial@ideiaconsultoria.com.br POR QUE ESCREVEMOS ESTE E-BOOK? Nosso objetivo com este e-book é mostrar como a Gestão de Processos

Leia mais

Formas de Aumentar a Lucratividade da Sua Empresa com o Big Data

Formas de Aumentar a Lucratividade da Sua Empresa com o Big Data 9 Formas de Aumentar a Lucratividade da Sua Empresa com o Big Data Planejamento Performance Dashboard Plano de ação Relatórios Indicadores Sua empresa sabe interpretar os dados que coleta? Para aumentar

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa

INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa ACESSE Informações corporativas a partir de qualquer ponto de Internet baseado na configuração

Leia mais

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico PERFIL DO CLIENTE Indústria: Mídia Companhia: Valor Econômico Funcionários:

Leia mais

Pessoas e Negócios em Evolução

Pessoas e Negócios em Evolução Empresa: Atuamos desde 2001 nos diversos segmentos de Gestão de Pessoas, desenvolvendo serviços diferenciados para empresas privadas, associações e cooperativas. Prestamos serviços em mais de 40 cidades

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE INTERFACE WEB MULTIUSUÁRIO PARA SISTEMA DE GERAÇÃO AUTOMÁTICA DE QUADROS DE HORÁRIOS ESCOLARES. Trabalho de Graduação

DESENVOLVIMENTO DE INTERFACE WEB MULTIUSUÁRIO PARA SISTEMA DE GERAÇÃO AUTOMÁTICA DE QUADROS DE HORÁRIOS ESCOLARES. Trabalho de Graduação DESENVOLVIMENTO DE INTERFACE WEB MULTIUSUÁRIO PARA SISTEMA DE GERAÇÃO AUTOMÁTICA DE QUADROS DE HORÁRIOS ESCOLARES Trabalho de Graduação Orientando: Vinicius Stein Dani vsdani@inf.ufsm.br Orientadora: Giliane

Leia mais

10 Dicas para uma implantação

10 Dicas para uma implantação 10 Dicas para uma implantação de Cloud Computing bem-sucedida. Um guia simples para quem está avaliando mudar para A Computação em Nuvem. Confira 10 dicas de como adotar a Cloud Computing com sucesso.

Leia mais

Partner Network. www.scriptcase.com.br

Partner Network. www.scriptcase.com.br www.scriptcase.com.br A Rede de Parceiros ScriptCase é uma comunidade que fortalece os nossos representantes em âmbito nacional, possibilitando o acesso a recursos e competências necessários à efetivação

Leia mais

MECANISMOS PARA GOVERNANÇA DE T.I. IMPLEMENTAÇÃO DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

MECANISMOS PARA GOVERNANÇA DE T.I. IMPLEMENTAÇÃO DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza MECANISMOS PARA IMPLEMENTAÇÃO DA GOVERNANÇA DE T.I. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza CICLO DA GOVERNANÇA DE TI O CICLO DA GOVERNANÇA DE TI O Ciclo da Governança de T.I. ALINHAMENTO

Leia mais

A importância da. nas Organizações de Saúde

A importância da. nas Organizações de Saúde A importância da Gestão por Informações nas Organizações de Saúde Jorge Antônio Pinheiro Machado Filho Consultor de Negócios www.bmpro.com.br jorge@bmpro.com.br 1. Situação nas Empresas 2. A Importância

Leia mais

Plataformas de BI Qual é a mais adequada para o meu negócio?

Plataformas de BI Qual é a mais adequada para o meu negócio? Plataformas de BI Qual é a mais adequada para o meu negócio? Comparativo prático para escolher a ferramenta perfeita para a sua empresa Faça nosso Quiz e veja as opções que combinam com o seu perfil ÍNDICE

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani Planejamento Estratégico de TI Prof.: Fernando Ascani Data Warehouse - Conceitos Hoje em dia uma organização precisa utilizar toda informação disponível para criar e manter vantagem competitiva. Sai na

Leia mais

Implementação de estratégias

Implementação de estratégias Etapa 1 Etapa 2 Etapa 3 Etapa 4 Etapa 5 Disciplina Gestão Estratégica e Serviços 7º Período Administração 2013/2 Implementação de estratégias Agenda: Implementação de Estratégias Visão Corporativa sobre

Leia mais

Data Warehousing Visão Geral do Processo

Data Warehousing Visão Geral do Processo Data Warehousing Visão Geral do Processo Organizações continuamente coletam dados, informações e conhecimento em níveis cada vez maiores,, e os armazenam em sistemas informatizados O número de usuários

Leia mais

Portnet: SAP Business One prepara empresa para crescimento contínuo

Portnet: SAP Business One prepara empresa para crescimento contínuo Franklin Xavier Klabin, São Paulo, SP/Brasil. Used with permission. Portnet: SAP Business One prepara empresa para crescimento contínuo Geral Executiva Nome da Portnet Informática Equipamentos Indústria

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO As Empresas e os Sistemas Problemas locais - impacto no sistema total. Empresas como subsistemas de um sistema maior. Uma empresa excede a soma de

Leia mais

Trilhas Técnicas SBSI - 2014

Trilhas Técnicas SBSI - 2014 brunoronha@gmail.com, germanofenner@gmail.com, albertosampaio@ufc.br Brito (2012), os escritórios de gerenciamento de projetos são importantes para o fomento de mudanças, bem como para a melhoria da eficiência

Leia mais

Implantação da Governança a de TI na CGU

Implantação da Governança a de TI na CGU Implantação da Governança a de TI na CGU José Geraldo Loureiro Rodrigues Diretor de Sistemas e Informação Controladoria-Geral da União I Workshop de Governança de TI da Embrapa Estratégia utilizada para

Leia mais

Thalita Moraes PPGI Novembro 2007

Thalita Moraes PPGI Novembro 2007 Thalita Moraes PPGI Novembro 2007 A capacidade dos portais corporativos em capturar, organizar e compartilhar informação e conhecimento explícito é interessante especialmente para empresas intensivas

Leia mais

RESUMO DA SOLUÇÃO CA ERwin Modeling. Como eu posso gerenciar a complexidade dos dados e aumentar a agilidade dos negócios?

RESUMO DA SOLUÇÃO CA ERwin Modeling. Como eu posso gerenciar a complexidade dos dados e aumentar a agilidade dos negócios? RESUMO DA SOLUÇÃO CA ERwin Modeling Como eu posso gerenciar a complexidade dos dados e aumentar a agilidade dos negócios? O CA ERwin Modeling fornece uma visão centralizada das principais definições de

Leia mais

Curso Desenvolvimento de Dashboards com o Excel 2007 e 2010

Curso Desenvolvimento de Dashboards com o Excel 2007 e 2010 Curso Desenvolvimento de Dashboards com o Excel 2007 e 2010 O mercado globalizado e altamente competitivo implica em que, as empresas que almejam serem líderes no mercado onde atuam, devem ter agilidade

Leia mais

Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho

Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho Virtualização Microsoft: Data Center a Estação de Trabalho Estudo de Caso de Solução para Cliente Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho Visão

Leia mais

Apresentação da Empresa

Apresentação da Empresa Apresentação da Empresa Somos uma empresa especializada em desenvolver e implementar soluções de alto impacto na gestão e competitividade empresarial. Nossa missão é agregar valor aos negócios de nossos

Leia mais

Agenda. A Empresa História Visão Conceito dos produtos. Produto Conceito Benefícios Mobilidade Vantagens. Clientes

Agenda. A Empresa História Visão Conceito dos produtos. Produto Conceito Benefícios Mobilidade Vantagens. Clientes Agenda A Empresa História Visão Conceito dos produtos Produto Conceito Benefícios Mobilidade Vantagens Clientes A empresa WF História Em 1998, uma ideia que continua atual: Soluções Corporativas via Web;

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas

MBA em Gestão de Pessoas REFERÊNCIA EM EDUCAÇÃO EXECUTIVA MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Profª. Dra. Ana Ligia Nunes Finamor A Escola de Negócios de Alagoas. A FAN Faculdade de Administração e Negócios foi fundada

Leia mais

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação Módulo 15 Resumo Neste módulo vamos dar uma explanação geral sobre os pontos que foram trabalhados ao longo desta disciplina. Os pontos abordados nesta disciplina foram: Fundamentos teóricos de sistemas

Leia mais

O papel do CRM no sucesso comercial

O papel do CRM no sucesso comercial O papel do CRM no sucesso comercial Escrito por Gustavo Paulillo Você sabia que o relacionamento com clientes pode ajudar sua empresa a ter mais sucesso nas vendas? Ter uma equipe de vendas eficaz é o

Leia mais

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Toda empresa privada deseja gerar lucro e para que chegue com sucesso ao final do mês ela precisa vender, sejam seus serviços

Leia mais

CASE PRÊMIO ANSP 2005

CASE PRÊMIO ANSP 2005 CASE PRÊMIO ANSP 2005 1 BVP HAND: Mobilidade para fazer cotações através de dispositivos portáteis. Índice...2 Resumo Executivo...3 Clientes no Brasil...4 1. Sinopse...5 2. Problema...6 3. Solução...7

Leia mais

O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar de qualquer local através da Internet.

O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar de qualquer local através da Internet. Olá! Você está recebendo as informações iniciais para utilizar o GEM (Software para Gestão Educacional) para gerenciar suas unidades escolares. O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar

Leia mais

PLANO DE EXPANSÃO COMERCIAL DA ÁREA COMERCIAL EMPRESA XYZS

PLANO DE EXPANSÃO COMERCIAL DA ÁREA COMERCIAL EMPRESA XYZS PLANO DE EXPANSÃO COMERCIAL DA ÁREA COMERCIAL EMPRESA XYZS 1. APRESENTAÇÃO: O objetivo deste documento é apresentar o Plano de Expansão Comercial, promovido pela Área Comercial da XYZS, deixando claro

Leia mais

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br Prezado(a) Sr.(a.) Agradecemos seu interesse em nossos programa de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso de Pós-MBA

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Ponta Grossa 2012 ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Trabalho elaborado pelo

Leia mais

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Modelo de Otimização de SAM Controle, otimize, cresça Em um mercado internacional em constante mudança, as empresas buscam oportunidades de ganhar vantagem competitiva

Leia mais

EXPERIÊNCIA DE USO DE ARQUITETURA CORPORATIVA NO PROJETO DE RES

EXPERIÊNCIA DE USO DE ARQUITETURA CORPORATIVA NO PROJETO DE RES EXPERIÊNCIA DE USO DE ARQUITETURA CORPORATIVA NO PROJETO DE RES Rigoleta Dutra Mediano Dias 1, Lívia Aparecida de Oliveira Souza 2 1, 2 CASNAV, MARINHA DO BRASIL, MINISTÉRIO DA DEFESA, BRASIL Resumo: Este

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Competências Analista 1. Administração de recursos de infra-estrutura de tecnologia da informação 2.

Leia mais

Inteligência em. redes sociais. corporativas. Como usar as redes internas de forma estratégica

Inteligência em. redes sociais. corporativas. Como usar as redes internas de forma estratégica Inteligência em redes sociais corporativas Como usar as redes internas de forma estratégica Índice 1 Introdução 2 Por que uma rede social corporativa é um instrumento estratégico 3 Seis maneiras de usar

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO GERENCIAL PARA AS EMPRESAS

A IMPORTÂNCIA DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO GERENCIAL PARA AS EMPRESAS A IMPORTÂNCIA DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO GERENCIAL PARA AS EMPRESAS Gilmar da Silva, Tatiane Serrano dos Santos * Professora: Adriana Toledo * RESUMO: Este artigo avalia o Sistema de Informação Gerencial

Leia mais

Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation.

Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation. Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation. O SoftExpert PPM Suite é a solução mais robusta, funcional e fácil para priorizar, planejar, gerenciar e executar projetos, portfólios

Leia mais

DATA WAREHOUSE NO APOIO À TOMADA DE DECISÕES

DATA WAREHOUSE NO APOIO À TOMADA DE DECISÕES DATA WAREHOUSE NO APOIO À TOMADA DE DECISÕES Janaína Schwarzrock jana_100ideia@hotmail.com Prof. Leonardo W. Sommariva RESUMO: Este artigo trata da importância da informação na hora da tomada de decisão,

Leia mais

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS?

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS? PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS? As ofertas de nuvem pública proliferaram, e a nuvem privada se popularizou. Agora, é uma questão de como aproveitar o potencial

Leia mais

HOEPERS USA TECNOLOGIA PARA QUEBRAR PARADIGMAS E OBTER GERENCIAMENTO TOTAL DAS DEMANDAS DA ORGANIZAÇÃO

HOEPERS USA TECNOLOGIA PARA QUEBRAR PARADIGMAS E OBTER GERENCIAMENTO TOTAL DAS DEMANDAS DA ORGANIZAÇÃO HOEPERS USA TECNOLOGIA PARA QUEBRAR PARADIGMAS E OBTER GERENCIAMENTO TOTAL DAS DEMANDAS DA ORGANIZAÇÃO Perfil A Hoepers S.A se posiciona no mercado como uma das três maiores empresas de recuperação de

Leia mais

A FUNÇÃO CONTROLE. Orientação do controle

A FUNÇÃO CONTROLE. Orientação do controle A FUNÇÃO CONTROLE O controle é a ultima função da administração a ser analisadas e diz respeito aos esforços exercidos para gerar e usar informações relativas a execução das atividades nas organizações

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE REDES E DATA CENTER 1º PERÍODO DE TECNOLOGIA DE REDES

ADMINISTRAÇÃO DE REDES E DATA CENTER 1º PERÍODO DE TECNOLOGIA DE REDES DESENHO DE SERVIÇO Este estágio do ciclo de vida tem como foco o desenho e a criação de serviços de TI cujo propósito será realizar a estratégia concebida anteriormente. Através do uso das práticas, processos

Leia mais

UPAEP Otimiza Serviços de TI a 17.000 Usuários com Soluções CA Technologies

UPAEP Otimiza Serviços de TI a 17.000 Usuários com Soluções CA Technologies CUSTOMER SUCCESS STORY Junho 2013 UPAEP Otimiza Serviços de TI a 17.000 Usuários com Soluções CA Technologies CUSTOMER LOGO HERE EMPRESA Fundada em 1973, no México, a UPAEP oferece importantes serviços

Leia mais

qual é o segredo para obter PPM de forma fácil e econômica em quatro semanas?

qual é o segredo para obter PPM de forma fácil e econômica em quatro semanas? RESUMO DA SOLUÇÃO Pacote CA Clarity PPM on Demand Essentials for 50 Users qual é o segredo para obter PPM de forma fácil e econômica em quatro semanas? agility made possible Agora a CA Technologies oferece

Leia mais

Transformação do call center. Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas.

Transformação do call center. Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas. Transformação do call center Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas. Lucre com a atenção exclusiva de seus clientes. Agora,

Leia mais

INTRODUÇÃO A PORTAIS CORPORATIVOS

INTRODUÇÃO A PORTAIS CORPORATIVOS INTRODUÇÃO A PORTAIS CORPORATIVOS Conectt i3 Portais Corporativos Há cinco anos, as empresas vêm apostando em Intranet. Hoje estão na terceira geração, a mais interativa de todas. Souvenir Zalla Revista

Leia mais

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Project & Portfolio Management SaaS

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Project & Portfolio Management SaaS CUSTOMER SUCCESS STORY Junho 2014 Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Project & Portfolio Management SaaS PERFIL DO CLIENTE Empresa: Renova Energia Indústria: Energia Funcionários:

Leia mais

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos.

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos. VERSÃO 5 Outubro/2012 Release Notes Não deixe de atualizar o seu sistema Planejamos a entrega ao longo do exercício de 2012 com mais de 140 melhorias. Mais segurança, agilidade e facilidade de uso, atendendo

Leia mais

Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas

Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas edição 04 Guia do inbound marketing Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas Há um tempo atrás o departamento de marketing era conhecido

Leia mais

O QUE FAZEMOS MISSÃO VISÃO QUEM SOMOS

O QUE FAZEMOS MISSÃO VISÃO QUEM SOMOS O QUE FAZEMOS Provemos consultoria nas áreas de comunicação online, especializados em sites focados na gestão de conteúdo, sincronização de documentos, planilhas e contatos online, sempre integrados com

Leia mais

Governança de T.I. Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com

Governança de T.I. Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com Governança de T.I Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com Information Technology Infrastructure Library ITIL ITIL é um acrônimo de Information Technology Infraestruture Library. Criado em

Leia mais

Suzano: atualização e mais qualidade de informações com SAP Business Suite powered by HANA

Suzano: atualização e mais qualidade de informações com SAP Business Suite powered by HANA Suzano: atualização e mais qualidade de informações com SAP Business Suite powered by HANA Geral Executiva Nome da Suzano Papel e Celulose Indústria Papel e celulose Produtos e Serviços Celulose de eucalipto,

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

IDÉIAS SOBRE IMPLANTAÇÃO DE SISTEMAS EMPRESARIAIS INTEGRADOS. Prof. Eduardo H. S. Oliveira

IDÉIAS SOBRE IMPLANTAÇÃO DE SISTEMAS EMPRESARIAIS INTEGRADOS. Prof. Eduardo H. S. Oliveira IDÉIAS SOBRE IMPLANTAÇÃO DE SISTEMAS EMPRESARIAIS INTEGRADOS Introdução Nos últimos seis anos, tem ocorrido no Brasil uma verdadeira revolução na área de gestão empresarial. Praticamente, todas as grandes

Leia mais

Governança de TI com COBIT, ITIL e BSC

Governança de TI com COBIT, ITIL e BSC {aula #2} Parte 1 Governança de TI com melhores práticas COBIT, ITIL e BSC www.etcnologia.com.br Rildo F Santos rildo.santos@etecnologia.com.br twitter: @rildosan (11) 9123-5358 skype: rildo.f.santos (11)

Leia mais

Unidade III FINANÇAS EM PROJETO DE TI. Prof. Fernando Rodrigues

Unidade III FINANÇAS EM PROJETO DE TI. Prof. Fernando Rodrigues Unidade III FINANÇAS EM PROJETO DE TI Prof. Fernando Rodrigues Quando se trabalha com projetos, é necessária a utilização de técnicas e ferramentas que nos auxiliem a estudálos, entendê-los e controlá-los.

Leia mais

MIDIA KIT. Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br

MIDIA KIT. Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br MIDIA KIT Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br Sobre nosso site O Notícias de Alagoinhas hoje é o portal mais completo da cidade. Somos um Canal de comunicação online que integra

Leia mais

Apresentação. Nossa sugestão é que você experimente e não tenha medo de clicar!!!

Apresentação. Nossa sugestão é que você experimente e não tenha medo de clicar!!! Apresentação Este manual é uma orientação para os participantes de cursos no ambiente Moodle do INSTITUTO PRISMA. Tem como objetivo orientar sobre as ações básicas de acesso e utilização do ambiente virtual

Leia mais

Gestão da Qualidade Políticas. Elementos chaves da Qualidade 19/04/2009

Gestão da Qualidade Políticas. Elementos chaves da Qualidade 19/04/2009 Gestão da Qualidade Políticas Manutenção (corretiva, preventiva, preditiva). Elementos chaves da Qualidade Total satisfação do cliente Priorizar a qualidade Melhoria contínua Participação e comprometimento

Leia mais

Conquistamos ao longo de nossa trajetória mais de 30.000 licenças em operação em 6.500 clientes ativos.

Conquistamos ao longo de nossa trajetória mais de 30.000 licenças em operação em 6.500 clientes ativos. Institucional Perfil A ARTSOFT SISTEMAS é uma empresa brasileira, fundada em 1986, especializada no desenvolvimento de soluções em sistemas integrados de gestão empresarial ERP, customizáveis de acordo

Leia mais

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS RECURSOS HUMANOS

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS RECURSOS HUMANOS COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS RECURSOS HUMANOS DESCRIÇÕES DOS NÍVEIS APRENDIZ Aprende para adquirir conhecimento básico. É capaz de pôr este conhecimento em prática sob circunstâncias normais, buscando assistência

Leia mais

1- Objetivo: Avaliar os conhecimentos adquiridos durante o auto treinamento de Governança de TI com as práticas da ITIL e Cobit.

1- Objetivo: Avaliar os conhecimentos adquiridos durante o auto treinamento de Governança de TI com as práticas da ITIL e Cobit. 1- Objetivo: Avaliar os conhecimentos adquiridos durante o auto treinamento de Governança de TI com as práticas da ITIL e Cobit. 2 Regras e Instruções: Antes de começar a fazer a avaliação leia as instruções

Leia mais

Aplicação Prática de Lua para Web

Aplicação Prática de Lua para Web Aplicação Prática de Lua para Web Aluno: Diego Malone Orientador: Sérgio Lifschitz Introdução A linguagem Lua vem sendo desenvolvida desde 1993 por pesquisadores do Departamento de Informática da PUC-Rio

Leia mais

FMC: Alinhando Tradição com Inovação através da Integração de Pessoas e Processos com Soluções de TI

FMC: Alinhando Tradição com Inovação através da Integração de Pessoas e Processos com Soluções de TI FMC: Alinhando Tradição com Inovação através da Integração de Pessoas e Processos com Soluções de TI Com o crescimento acelerado, uma das mais tradicionais empresas do Brasil em produtos agrícolas precisava

Leia mais

ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA

ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA MANUAL DE VISITA DE ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA Material exclusivo para uso interno. O QUE LEVA UMA EMPRESA OU GERENTE A INVESTIR EM UM ERP? Implantar um ERP exige tempo, dinheiro e envolve diversos

Leia mais

PMO DE SUCESSO PRECISA TER FOCO! Uma proposta de modelo para Escritórios de Projetos

PMO DE SUCESSO PRECISA TER FOCO! Uma proposta de modelo para Escritórios de Projetos PMO DE SUCESSO PRECISA TER FOCO! Uma proposta de modelo para Escritórios de Projetos por Mario Trentim em http://blog.mundopm.com.br/2013/01/21/pmo-de-sucesso-precisa-terfoco/ Caro amigo leitor, que tal

Leia mais

INSTRUÇÃO DE TRABALHO PARA INFORMAÇÕES GERENCIAIS

INSTRUÇÃO DE TRABALHO PARA INFORMAÇÕES GERENCIAIS INSTRUÇÃO DE TRABALHO PARA INFORMAÇÕES GERENCIAIS Asia Shipping Transportes Internacionais Ltda. como cópia não controlada P á g i n a 1 7 ÍNDICE NR TÓPICO PÁG. 1 Introdução & Política 2 Objetivo 3 Responsabilidade

Leia mais