INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA"

Transcrição

1 INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA ÁREA DEPARTAMENTAL DE ENGENHARIA DE ELECTRÓNICA E TELECOMUNICAÇÕES E DE COMPUTADORES Redes de Computadores (LEIC/LEETC/LERCM) Nome: Nº de aluno: 3ª Ficha de Avaliação 22/11/2011 A resposta à ficha é individual. A bibliografia a consultar é a recomendada para a disciplina. Pode e deve procurar mais informação em outras fontes (ex: os livros da biblioteca, as normas e a Internet). A ficha é composta por perguntas de escolha múltipla e perguntas de desenvolvimento. As perguntas de escolha múltipla podem ter uma ou mais respostas certas. Deve assinalar todas as respostas certas. Deve justificar convenientemente todas as suas respostas quer das perguntas de desenvolvimento quer das perguntas de escolha múltipla. Recorra ao seu professor para esclarecer as dúvidas. A resposta à ficha deve ser entregue ao professor (por ) até 09/12/2012. A- Protocolo IP; Endereçamento 1) Considere o endereço IP: a) Diga qual a gama de endereços da rede e respectivos endereços de rede e de broadcast considerando que o endereço é classful? b) Nas condições da alínea a) diga se o endereço está na mesma rede e se pode ser atribuído a uma c) Considerando agora que o endereço é classless e se atribui uma máscara /28, diga qual a gama de endereços da rede e quais os endereços de rede e broadcast. d) Nas condições da alínea c) diga se o endereço está na mesma rede e se pode ser atribuído a uma e) Nas condições da alínea c) diga se o endereço está na mesma rede e se pode ser atribuído a uma 2) Sobre o endereçamento IP indique: Todos os endereços das redes /24 e /16 pertencem a gamas privadas Todos os endereços das redes /16 e /22 pertencem a gamas privadas Um máquina configurada com o endereço IP e máscara pertence à rede Uma máquina configurada com o endereço IP e máscara têm como endereço de difusão ) A uma empresa é atribuído um endereço /25 para implementar uma rede com 4 sub-redes com 30, 28, 15 e 8 máquinas. a) Faça a distribuição dos endereços com as máscaras iguais em todas as redes. b) Suponha que pode utilizar máscaras de comprimento diferente para cada rede. Redistribua os endereços deixando o maior espaço de endereçamento livre possível. 1 P a g e

2 4) Considere a seguinte rede da figura. A gama de endereços da rede /23 encontra-se distribuída pelas sub-redes N1, N2, N3, N4, N5 e Série indicadas na figura. Os PCs A, B, C, D, E e F estão configurados nas redes a que estão ligados incluindo o default gateway (router mais perto do caminho para a Internet). A Internet N2 R4 R3 N3 s0 B s0 R2 C R1 e2 D F E N1 N4 N5 c) Preencha a tabela dos endereços de rede redistribuindo o endereço de rede global pelas redes e preencha a tabela dos endereços IP das interfaces dos routers válidos nas redes definidas: Interface Endereço IP/Masc Endereços das redes R1- Rede Endereço Rede Másc End Broadcast R1- R2- R2-s0 R3- R3- R3-s0 Sub-rede N1 Sub-rede N2 Sub-rede N3 Sub-rede N4 Sub-rede N5 Série R4- R4- d) Atribua endereços IP e respectivas máscaras e indique o default gateway das máquinas da rede de modo a estarem de acordo com os endereços atribuídos na alínea a): A: IP: Másc.: GW: B: IP: Másc.: GW: C: IP: Másc.: GW: D: IP: Másc.: GW: E: IP: Másc.: GW: F: IP: Másc.: GW: e) Para a rede apresentada, e considerando os valores atribuídos nas alíneas anteriores, faça as tabelas de encaminhamento (sem sumarização) dos routers R3 e R4. Assuma que todos os elementos de rede conhecem todas as redes, inclusive a rota por omissão para a Internet /0. Tabela Encaminhamento router R4 Tabela Encaminhamento router R3 2 P a g e

3 f) Apresente a tabela do router R4 com sumarização. Tabela Encaminhamento router R1 5) Encontre o(s) endereço(s) de rede e respectiva(s) máscara(s) que sumarize o seguinte conjunto de blocos de endereços: /24; /24; /24, /24; / / /24 e / /24 e / /22 e / Não é possível 6) O quadro seguinte foi retirado de um PC e traduz uma tabela de encaminhamento IP. Interprete cada uma das linhas. Se houver um pacote IP com o endereço de destino qual a rota escolhida pelo PC? Justifique ACTIVE ROUTES: Network destination Netmask Gateway Interface ) Considere a seguinte rede em que todos os Routers estão correctamente configurados. Complete a tabela de encaminhamento do router R2 (R2 e R3 estão ligados por uma ligação série) Internet / /24 R1.253 R R /24 Destino/Máscara Próximo Salto Interface 3 P a g e

4 8) Uma máquina A envia um datagrama IP à máquina B com dimensão total de 2000 bytes e este atravessa uma rede com segmentos TCP de MTU = 1500 bytes. Assuma que o cabeçalho IP tem a dimensão mínima (20 bytes). A dimensão total dos datagramas IP após fragmentação é 1500 e 500 A dimensão total dos datagramas IP após fragmentação é 1500 e 520 A dimensão total dos datagramas IP após fragmentação é 1520 e 500 A flag M (more fragments) está sempre activa O campo identification é inútil se a flag DF (don t fragment) estiver activa B- Protocolo ARP 9) Indique a razão de numa tabela ARP de um PC, só aparecerem entradas com endereços IP da rede local. 10) Considere a seguinte rede com as máquinas configuradas tal como indicado. Asuma que não existe nenhum router na rede A B C Indique se as seguintes transmissões são possíveis ( indica um envio de um datagrama). a) Host A Host B; b) Host B Host A; c) Host C Host A; d) Host A Host C; e) Host B Host C C- Protocolo ICMP 11) ICMP Quando um router no caminho necessita de fragmentar um datagrama e não está autorizado, o router descarta o datagrama e envia uma mensagem ICMP para a origem com o código 4 e o tipo 3 Fragmentation needed and DF set. As mensagens ICMP são transportadas em pacotes ICMP. Se fizer um ping todos os routers no caminho respondem com mensagens ICMP, com o campo type assumindo os valores 0 ou 8. As mensagens ICMP são utilizadas para se fazer o diagnóstico do funcionamento de um router. 12) Considere as mensagens ICMP Time to Live Exceeded in Transit A aplicação traceroute necessita que estas mensagens sejam geradas pelos routers Estas mensagens podem ser geradas sempre que ocorrer congestão Estas mensagens são geradas como resposta a mensagens ICMP Echo Estas mensagens incluem sempre o cabeçalho IP do datagrama IP que provocou o erro Estas mensagens são geradas quando o campo TTL chega a P a g e

5 D- Protocolo DHCP 13) Suponha que na 1ª tentativa de uma renovação do aluguer, o servidor DHCP não responde: O PC-cliente envia de seguida uma mensagem Discover em broadcast; O PC-cliente envia de seguida uma mensagem Release e T2 segundos depois uma Request; O PC-cliente envia uma mensagem Request em broadcast; O PC-cliente envia uma mensagem Request em unicast para o DHCP alternativo; 1) Suponha que o PC e os 2 servidores DHCP estão em redes diferentes interligadas por um Router/Relay- Agent. Descreva a forma do PC proceder a uma renovação de aluguer do endereço IP. 14) Considere o protocolo DHCP: As mensagens DHCP são encapsuladas directamente em tramas IP As mensagens DHCPFORCERENEW obrigam o cliente a obter um endereço IP diferente As mensagens DHCP DISCOVER em broadcast enviadas pelos clientes têm de ser encaminhadas por um Relay Agent para chegar ao servidor DHCP quando este não é local á rede do cliente O campo Hop Count das mensagens DHCP serve para os Routers da rede limitarem o alcance das mensagens DHCP 5 P a g e

Nome: Nº de aluno: 3ª Ficha de Avaliação 20/5/2014

Nome: Nº de aluno: 3ª Ficha de Avaliação 20/5/2014 Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Redes de Computadores (LEIC/LEETC/LERCM) Nome: Nº de aluno: 3ª Ficha de Avaliação

Leia mais

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº2

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº2 Redes de Computadores Curso de Eng. Informática Curso de Eng. de Electrónica e Computadores Trabalho de Laboratório Nº2 Configuração de TCP/IP numa rede de computadores Utilização de Ipconfig, Ping e Tracert

Leia mais

Internet Control Message Protocol - ICMP. Rodolfo Riyoei Goya http://rgoya.sites.uol.com.br rgoya@uol.com.br

Internet Control Message Protocol - ICMP. Rodolfo Riyoei Goya http://rgoya.sites.uol.com.br rgoya@uol.com.br Internet Control Message Protocol - ICMP Rodolfo Riyoei Goya http://rgoya.sites.uol.com.br rgoya@uol.com.br Pauta Cabeçalho ICMP Funções do ICMP Bibliografia Stevens, R.W. TCP/IP Illustrated Volume 1 Addison-Wesley

Leia mais

Funcionamento de ARP entre redes (sub-redes) distintas. Mecanismos de entrega. Funcionamento entre redes (sub-redes): default gateway

Funcionamento de ARP entre redes (sub-redes) distintas. Mecanismos de entrega. Funcionamento entre redes (sub-redes): default gateway Introdução Inst tituto de Info ormátic ca - UF FRGS Redes de Computadores Protocolos ARP e ICMP Aula 18 A camada de rede fornece um endereço lógico Uniforme, independente da tecnologia empregada pelo enlace

Leia mais

Nome: Nº de aluno: 2ª Ficha de Avaliação Teórica Data Limite de Entrega: 06/11/2016

Nome: Nº de aluno: 2ª Ficha de Avaliação Teórica Data Limite de Entrega: 06/11/2016 Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Área Departamental de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Redes de Internet (LEIC/LEETC/LEIM/MEIC) Nome: Nº de aluno: 2ª Ficha de Avaliação

Leia mais

ICMP. Tipos de mensagens ICMP

ICMP. Tipos de mensagens ICMP ICMP Tipos de mensagens ICMP ICMP (Internet Control Message Protocol) Normalmente considera-se que o ICMP faz parte da camada de rede Comunica mensagens de erro, mensagens de informação, mensagens de resposta

Leia mais

Relatório do 2º Guião Laboratorial de Avaliação: Encaminhamento de pacotes. Licenciatura: ETI Turma : ETC1 Grupo : rd2_t3_02 Data: 30/10/2009

Relatório do 2º Guião Laboratorial de Avaliação: Encaminhamento de pacotes. Licenciatura: ETI Turma : ETC1 Grupo : rd2_t3_02 Data: 30/10/2009 Licenciaturas em Informática e Gestão de Empresas, Engenharia de Telecomunicações e Informática e Engenharia Informática Redes Digitais II Relatório do 2º Guião Laboratorial de Avaliação: Encaminhamento

Leia mais

Encaminhamento IP. Entrega Directa e Indirecta de Datagramas Tabela de Encaminhamento

Encaminhamento IP. Entrega Directa e Indirecta de Datagramas Tabela de Encaminhamento Encaminhamento IP Entrega Directa e Indirecta de Datagramas Tabela de Encaminhamento Encaminhamento IP Características Baseado em tabelas de encaminhamento (routing) Efectuado pelos routers e pelas máquinas

Leia mais

ICMP Internet Control Message Protocol

ICMP Internet Control Message Protocol TCP UDP ICMP Internet Control Message Protocol ARP IP ICMP Acesso à rede Funcionalidade Mensagens ICMP Internet Control Message Protocol - ICMP Funcionalidades Informar máquina de origem da ocorrência

Leia mais

Protocolo IP (Internet Protocol) Características do

Protocolo IP (Internet Protocol) Características do Protocolo IP (Internet Protocol) Características do Protocolo IP Serviço de datagrama não confiável Endereçamento Hierárquico Facilidade de Fragmentação e Remontagem de pacotes Identificação da importância

Leia mais

Endereço IP Privado. Endereçamento IP. IP Protocolo da Internet. Protocolos da. Camada de Inter-Rede (Internet)

Endereço IP Privado. Endereçamento IP. IP Protocolo da Internet. Protocolos da. Camada de Inter-Rede (Internet) Protocolos da Camada de Inter- (Internet) IP Protocolo da Internet. Não Confiável; Não Orientado à conexão; Trabalha com Datagramas; Roteável; IPv 4 32 bits; IPv 6 128 bits; Divisão por Classes (A,B,C,D,E);

Leia mais

Protocolos, DNS, DHCP, Ethereal e comandos em Linux

Protocolos, DNS, DHCP, Ethereal e comandos em Linux Redes de Computadores Protocolos, DNS, DHCP, Ethereal e comandos em Linux Escola Superior de Tecnologia e Gestão Instituto Politécnico de Bragança Março de 2006 Endereços e nomes Quaisquer duas estações

Leia mais

Ping. O programa Ping, opção de record route e de timestamp.

Ping. O programa Ping, opção de record route e de timestamp. Ping O programa Ping, opção de record route e de timestamp. Ping Testa se um outro terminal se encontra atingível O programa envia uma mensagem ICMP echo request para um terminal e espera por receber uma

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores CAMADA DE REDE DHCP NAT IPv6 Slide 1 Protocolo DHCP Protocolo de Configuração Dinâmica de Hospedeiros (Dynamic Host Configuration Protocol DHCP), RFC 2131; Obtenção de endereço de

Leia mais

M3 Redes de computadores avançado (36 horas - 48 TL)

M3 Redes de computadores avançado (36 horas - 48 TL) M3 Redes de computadores avançado (36 horas - 48 TL) Redes de Comunicação Ano lectivo 2013/2014 Camada de rede do modelo OSI Routers e portos de interface de routers (I) 2 Nesta camada imperam os routers.

Leia mais

O endereço IP (v4) é um número de 32 bits com 4 conjuntos de 8 bits (4x8=32). A estes conjuntos de 4 bits dá-se o nome de octeto.

O endereço IP (v4) é um número de 32 bits com 4 conjuntos de 8 bits (4x8=32). A estes conjuntos de 4 bits dá-se o nome de octeto. Endereçamento IP Para que uma rede funcione, é necessário que os terminais dessa rede tenham uma forma de se identificar de forma única. Da mesma forma, a interligação de várias redes só pode existir se

Leia mais

Interconexão de Redes Parte 3. Prof. Dr. S. Motoyama

Interconexão de Redes Parte 3. Prof. Dr. S. Motoyama Interconexão de Redes Parte 3 Prof. Dr. S. Motoyama Protocolo de configuração dinâmica de host - DHCP DHCP proporciona uma estrutura para passar informação de configuração aos hosts (de maneira dinâmica

Leia mais

Redes TCP/IP. Prof. M.Sc. Alexandre Fraga de Araújo. alexandref@ifes.edu.br. INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Campus Cachoeiro de Itapemirim

Redes TCP/IP. Prof. M.Sc. Alexandre Fraga de Araújo. alexandref@ifes.edu.br. INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Campus Cachoeiro de Itapemirim Redes TCP/IP alexandref@ifes.edu.br Camada de Redes 2 O que acontece na camada de rede Transporta segmentos do hospedeiro transmissor para o receptor Roteador examina campos de cabeçalho em todos os datagramas

Leia mais

Camada de rede: IP. Cabeçalho IP, encaminhamento de pacotes IP, sub-redes, máscara de sub-redes e processos de cálculo, NAT e PAT, futuro do IPv4.

Camada de rede: IP. Cabeçalho IP, encaminhamento de pacotes IP, sub-redes, máscara de sub-redes e processos de cálculo, NAT e PAT, futuro do IPv4. Camada de rede: IP Cabeçalho IP, encaminhamento de pacotes IP, sub-redes, máscara de sub-redes e processos de cálculo, NAT e PAT, futuro do IPv4. Internet Rede 2 Rede 1 Internet Rede 4 Rede 3 Rede 5 O

Leia mais

Aula-17 Interconexão de Redes IP (Internet Protocol) Prof. Dr. S. Motoyama

Aula-17 Interconexão de Redes IP (Internet Protocol) Prof. Dr. S. Motoyama Aula-7 Interconexão de Redes IP (Internet Protocol) Prof. Dr. S. Motoyama Encaminhamento IP Exemplo de tabela de roteamento de R: Rede/Sub-rede Mácara de sub-rede Próximo salto 28.96.34.0 255.255.255.28

Leia mais

Camada de Rede. Prof. Leonardo Barreto Campos 1

Camada de Rede. Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Camada de Rede Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Sumário Introdução; Internet Protocol IP; Fragmentação do Datagrama IP; Endereço IP; Sub-Redes; CIDR Classes Interdomain Routing NAT Network Address Translation

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Redes de Computadores Nível de Rede Redes de Computadores 2 1 Nível de Rede Internet Nível de Rede na Internet O ambiente inter-redes: hosts conectados a redes redes interligam-se

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Camada de Rede Slide 1 Endereçamento IPv4 Tem comprimento de 32bits (4 bytes); São escritos em notação decimal separados por ponto; Cada interface de um sistema conectado a internet

Leia mais

INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES

INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES CAMADA DE REDE Teresa Vazão 2 INTRODUÇÃO Internetworking, ligar o mundo em rede.. 1982 Bolt, Beranek and Newman: Inventores do protocolo de interligação de rede Exterior

Leia mais

Redes de Computadores. Guia de Laboratório Configuração de Redes

Redes de Computadores. Guia de Laboratório Configuração de Redes Redes de Computadores LEIC-T 2012/13 Guia de Laboratório Configuração de Redes Objectivos O objectivo do trabalho consiste em configurar uma rede simples usando o sistema Netkit. O Netkit é um emulador

Leia mais

Redes de Computadores II INF-3A

Redes de Computadores II INF-3A Redes de Computadores II INF-3A 1 ROTEAMENTO 2 Papel do roteador em uma rede de computadores O Roteador é o responsável por encontrar um caminho entre a rede onde está o computador que enviou os dados

Leia mais

GESTÃO DE SISTEMAS E REDES YNAMIC HOST CONFIGURATION PROTOCOL

GESTÃO DE SISTEMAS E REDES YNAMIC HOST CONFIGURATION PROTOCOL GESTÃO DE SISTEMAS E REDES YNAMIC HOST CONFIGURATION PROTOCOL OUTLINE DHCP PROTOCOLO RELAY AGENT EXEMPLO LINUX EXEMPLO IOS DHCP Dynamic Host Configuration Protocol, ou DHCP, é um dos protocolos de suporte

Leia mais

Trabalho de laboratório sobre IP

Trabalho de laboratório sobre IP Trabalho de laboratório sobre IP Redes de Computadores I - 2006/2007 LEIC - Tagus Park Semana de 13 a 17 de Novembro 1 Introdução O objectivo desta aula é a familiarização com conceitos básicos do protocolo

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores 1 Elmano R. Cavalcanti Redes de Computadores Camada de Rede elmano@gmail.com facisa-redes@googlegroups.com http://sites.google.com/site/elmano Esta apresentação contém slides fornecidos pela Editora Pearson

Leia mais

Endereçamento. Endereço IP. Exemplo. Endereço IP. Como verificar? Certo ou errado? 13/12/2011

Endereçamento. Endereço IP. Exemplo. Endereço IP. Como verificar? Certo ou errado? 13/12/2011 Endereçamento Luciana Balieiro Cosme Permite identificar unicamente um equipamento na rede; O endereço IP não pode ser arbitrariamente atribuído; Cada rede possui uma faixa de endereços que podem ser distribuídos

Leia mais

Aula 4. Pilha de Protocolos TCP/IP:

Aula 4. Pilha de Protocolos TCP/IP: Aula 4 Pilha de Protocolos TCP/IP: Comutação: por circuito / por pacotes Pilha de Protocolos TCP/IP; Endereçamento lógico; Encapsulamento; Camada Internet; Roteamento; Protocolo IP; Classes de endereços

Leia mais

Laboratório. Assunto: endereçamento IP e roteamento.

Laboratório. Assunto: endereçamento IP e roteamento. Assunto: endereçamento IP e roteamento. Laboratório Objetivo: verificar conectivade básica com a rede, atribuir (estaticamente) endereços IP, adicionar rotas (manualmente) e verificar o caminho seguido

Leia mais

Guia de Laboratório de Redes 1º Laboratório: Introdução

Guia de Laboratório de Redes 1º Laboratório: Introdução Guia de Laboratório de Redes 1º Laboratório: Introdução Objectivos (1) Estudo dos protocolos: DHCP, ARP e DNS (2) Familiarização com os utilitários: ipconfig, ping, arp, nslookup e wireshark 1 Objectivo

Leia mais

Serviço de datagrama não confiável Endereçamento hierárquico. Facilidade de fragmentação e remontagem de pacotes

Serviço de datagrama não confiável Endereçamento hierárquico. Facilidade de fragmentação e remontagem de pacotes IP Os endereços IP são números com 32 bits, normalmente escritos como quatro octetos (em decimal), por exemplo 128.6.4.7. A primeira parte do endereço identifica uma rede especifica na interrede, a segunda

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores s de Computadores s de Computadores s de Computadores 2 1 Roteamento como visto cada gateway / host roteia mensagens não há coordenação com outras máquinas Funciona bem para sistemas estáveis e sem erros

Leia mais

Configuração de Rede

Configuração de Rede Configuração de Rede 1. Configuração de rede no Windows: A finalidade deste laboratório é descobrir quais são as configurações da rede da estação de trabalho e como elas são usadas. Serão observados a

Leia mais

Protocolo DHCP. Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores

Protocolo DHCP. Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Protocolo DHCP Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Redes de Computadores Motivação Obtenção dos parâmetros de configuração

Leia mais

Modulo 4. Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Comunicação de dados

Modulo 4. Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Comunicação de dados Modulo 4 Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Comunicação de dados 1 Protocolo ICMP Internet Control Message Protocol 2 ICMP Internet Control Message Protocol IP funciona

Leia mais

Nível de rede - Tópicos

Nível de rede - Tópicos Nível de rede - Tópicos Introdução: Revisão do modelo de camadas Serviços genéricos do nível de rede IP: Serviços e endereçamento NAT, ICMP, IPv6 Encaminhamento 4 30 Como se obtém um endereço IP? P: Como

Leia mais

7.4 Encaminhamento IP

7.4 Encaminhamento IP 7.4 Encaminhamento IP Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia, Electrónica, Telecomunicações e Computadores Redes de Computadores Encaminhamento IP Características Baseado

Leia mais

Aula 6 Modelo de Divisão em Camadas TCP/IP

Aula 6 Modelo de Divisão em Camadas TCP/IP Aula 6 Modelo de Divisão em Camadas TCP/IP Camada Conceitual APLICATIVO TRANSPORTE INTER-REDE INTERFACE DE REDE FÍSICA Unidade de Dados do Protocolo - PDU Mensagem Segmento Datagrama /Pacote Quadro 01010101010100000011110

Leia mais

3) Na configuração de rede, além do endereço IP, é necessário fornecer também uma máscara de subrede válida, conforme o exemplo:

3) Na configuração de rede, além do endereço IP, é necessário fornecer também uma máscara de subrede válida, conforme o exemplo: DIRETORIA ACADÊMICA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA COORDENAÇÃO DOS CURSOS DA ÁREA DE INFORMÁTICA! Atividade em sala de aula. 1) A respeito de redes de computadores, protocolos TCP/IP e considerando uma rede

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Curso de Eng. Informática Curso de Eng. de Electrónica e Computadores Aula Prática Bit stuffing, CRC e IP 1 Introdução 1.1 Framing O nível de ligação de dados utiliza o serviço fornecido

Leia mais

Módulo 9 Conjunto de Protocolos TCP/IP e endereçamento IP

Módulo 9 Conjunto de Protocolos TCP/IP e endereçamento IP CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes Módulo 9 Conjunto de Protocolos TCP/IP e endereçamento IP Introdução ao TCP/IP 2 Modelo TCP/IP O Departamento de Defesa dos Estados Unidos (DoD) desenvolveu o modelo de

Leia mais

Exercícios de Revisão Edgard Jamhour. Quarto Bimestre: IPv6 e Mecanismos de Transiçao

Exercícios de Revisão Edgard Jamhour. Quarto Bimestre: IPv6 e Mecanismos de Transiçao Exercícios de Revisão Edgard Jamhour Quarto Bimestre: IPv6 e Mecanismos de Transiçao Questão 1: Indique a qual versão do IP pertence cada uma das características abaixo: ( ) Verifica erros no cabeçalho

Leia mais

Interconexão de Redes Parte 2. Prof. Dr. S. Motoyama

Interconexão de Redes Parte 2. Prof. Dr. S. Motoyama Interconexão de Redes Parte 2 Prof. Dr. S. Motoyama 1 Software IP nos hosts finais O software IP nos hosts finais consiste principalmente dos seguintes módulos: Camada Aplicação; DNS (Domain name system)

Leia mais

Visão geral da arquitetura do roteador

Visão geral da arquitetura do roteador Visão geral da arquitetura do roteador Duas funções-chave do roteador: Executar algoritmos/protocolos (RIP, OSPF, BGP) Comutar os datagramas do link de entrada para o link de saída 1 Funções da porta de

Leia mais

Máscaras de sub-rede. Fórmula

Máscaras de sub-rede. Fórmula Máscaras de sub-rede As identificações de rede e de host em um endereço IP são diferenciadas pelo uso de uma máscara de sub-rede. Cada máscara de sub-rede é um número de 32 bits que usa grupos de bits

Leia mais

Regras de funcionamento (Unreliable Delivery, etc.) Método de roteamento (Sem conexão) Formato dos dados em um datagrama

Regras de funcionamento (Unreliable Delivery, etc.) Método de roteamento (Sem conexão) Formato dos dados em um datagrama IP - Internet Protocol Histórico O protocolo internet (IP), definido e aprovado pelo DoD (Departamento de Defesa Americano), foi concebido para uso em sistemas de computação interconectados através de

Leia mais

Redes de computadores e a Internet. A camada de rede

Redes de computadores e a Internet. A camada de rede Redes de computadores e a Internet Capitulo Capítulo 4 A camada de rede A camada de rede Objetivos do capítulo: Entender os princípios dos serviços da camada de rede: Roteamento (seleção de caminho) Escalabilidade

Leia mais

Prof. Luís Rodolfo. Unidade III REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO

Prof. Luís Rodolfo. Unidade III REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Unidade III REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO Redes de computadores e telecomunicação Objetivos da Unidade III Apresentar as camadas de Transporte (Nível 4) e Rede (Nível 3) do

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Endereçamento IP Escola Superior de Tecnologia e Gestão Instituto Politécnico de Bragança Março de 2006 Esquema de endereçamento Todos os interfaces numa rede devem ter um endereço

Leia mais

Redes de Computadores 3ª Colecção Exercícios diversos 16 de Dezembro de 2005 Spanning Tree, Protocolo IP, Encaminhamento em redes IP e Cam.

Redes de Computadores 3ª Colecção Exercícios diversos 16 de Dezembro de 2005 Spanning Tree, Protocolo IP, Encaminhamento em redes IP e Cam. I Bridging Transparente Spanning Tree 1) Considere a rede local, da figura. Admitindo que as bridges são transparentes e correm o algoritmo Spanning Tree (IEEE 802.1d) HOST Y HOST Z HOST X Bridge Prioridade

Leia mais

Traceroute É uma ferramenta de diagnóstico que rastreia a rota de um pacote através de uma rede de computadores e que utiliza os protocolos IP e ICMP.

Traceroute É uma ferramenta de diagnóstico que rastreia a rota de um pacote através de uma rede de computadores e que utiliza os protocolos IP e ICMP. Comando Traceroute Traceroute É uma ferramenta de diagnóstico que rastreia a rota de um pacote através de uma rede de computadores e que utiliza os protocolos IP e ICMP. Traceroute Traceroute Ele é usado

Leia mais

Protocolos básicos de LANs IP (primeiro trabalho laboratorial)

Protocolos básicos de LANs IP (primeiro trabalho laboratorial) Protocolos básicos de LANs IP (primeiro trabalho laboratorial) FEUP/DEEC Redes de Banda Larga MIEEC 2009/10 José Ruela Bancada de trabalho Bancada de trabalho equipamento Existem seis bancadas no laboratório

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Engenharia Departamento de Informática

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Engenharia Departamento de Informática 1. Esta teste serve como avaliação de frequência às aulas teóricas. 2. Leia as perguntas com atenção antes de responder. São perguntas de escolha múltipla. 3. Escreva as suas respostas apenas na folha

Leia mais

O protocolo IP. Protocolos em Redes de Dados- Aula 02 -Os protocolos IP p.4. Endereço rede e endereço "físico" Classes de endereços

O protocolo IP. Protocolos em Redes de Dados- Aula 02 -Os protocolos IP p.4. Endereço rede e endereço físico Classes de endereços O protocolo IP Protocolos em Redes de Dados - Aula 02 - Os protocolos IP Corresponde ao nível rede do modelo OSI. Executa-se sobre os mais diversos protocolos do nível de comunicação de dados. Em cada

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Prof. Marcelo Gonçalves Rubinstein Programa de Pós-Graduação em Engenharia Eletrônica Faculdade de Engenharia Universidade do Estado do Rio de Janeiro Ementa Introdução a Redes de

Leia mais

Redes. Entenda o que são ICMP, ping e traceroute Autor: Hélder Garcia Email: hlbognfspam@sounerd.com Março de 2004

Redes. Entenda o que são ICMP, ping e traceroute Autor: Hélder Garcia Email: hlbognfspam@sounerd.com Março de 2004 Entenda o que são ICMP, ping e traceroute Autor: Hélder Garcia Email: hlbognfspam@sounerd.com Março de 2004 O ICMP - - é um protocolo que faz parte da pilha TCP/IP, enquadrando-se na camada de rede (nível

Leia mais

Aula-16 Interconexão de Redes IP (Internet Protocol) Prof. Dr. S. Motoyama

Aula-16 Interconexão de Redes IP (Internet Protocol) Prof. Dr. S. Motoyama Aula-16 Interconexão de Redes IP (Internet Protocol) Prof. Dr. S. Motoyama Software de IP nos hosts finais O software de IP consiste principalmente dos seguintes módulos: Camada Aplicação; DNS (Domain

Leia mais

Redes de Computadores I - Protocolos de Controle: ICMP. por Helcio Wagner da Silva

Redes de Computadores I - Protocolos de Controle: ICMP. por Helcio Wagner da Silva Redes de Computadores I - Protocolos de Controle: ICMP por Helcio Wagner da Silva Introdução Na Internet, cada roteador opera de maneira autônoma X X X X 2 Introdução Infelizmente, nada funciona corretamente

Leia mais

1. Capturando pacotes a partir da execução do traceroute

1. Capturando pacotes a partir da execução do traceroute Neste laboratório, iremos investigar o protocolo IP, focando o datagrama IP. Vamos fazê-lo através da analise de um trace de datagramas IP enviados e recebidos por uma execução do programa traceroute (o

Leia mais

Funções da camada de rede

Funções da camada de rede Funções da camada de rede As duas funções fundamentais desta camada são: 1. Endereçamento ou addressing atribuição de um código único a cada interface de estação, tornando possível enviar e receber pacotes

Leia mais

OS endereços IP v.4 consistem em 4 octetos separados por pontos. Estes endereços foram separados

OS endereços IP v.4 consistem em 4 octetos separados por pontos. Estes endereços foram separados Endereçamento IP V.4 e Roteamento Estático Pedroso 4 de março de 2009 1 Introdução OS endereços IP v.4 consistem em 4 octetos separados por pontos. Estes endereços foram separados em 5 classes, de acordo

Leia mais

Na Figura a seguir apresento um exemplo de uma "mini-tabela" de roteamento:

Na Figura a seguir apresento um exemplo de uma mini-tabela de roteamento: Tutorial de TCP/IP - Parte 6 - Tabelas de Roteamento Por Júlio Cesar Fabris Battisti Introdução Esta é a sexta parte do Tutorial de TCP/IP. Na Parte 1 tratei dos aspectos básicos do protocolo TCP/IP. Na

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO PROJECTO E INSTALAÇÃO DE REDES LOCAIS DE COMPUTADORES O Modelo TCP/IP: Camada Internet Discentes: Ricardo Alexandre Revez Costa, nº5963 Manuel José Terlica Revés,

Leia mais

IP - endereçamento. Endereço IP. Ex.: Identificador de 32 bits para interfaces de roteadores e hospedeiros

IP - endereçamento. Endereço IP. Ex.: Identificador de 32 bits para interfaces de roteadores e hospedeiros Endereço IP Ex.: Identificador de 32 bits para interfaces de roteadores e hospedeiros 223.1.1.1 = 11011111 00000001 00000001 00000001 223 1 1 1 Endereços de interfaces e sub-redes (fonte: Kurose) No ex.,

Leia mais

Tecnologias de Redes Informáticas 2ª Avaliação de Frequência (D) 60 minutos * 18.1.2012

Tecnologias de Redes Informáticas 2ª Avaliação de Frequência (D) 60 minutos * 18.1.2012 1 1. Esta teste serve como avaliação de frequência. 2. Leia as perguntas com atenção antes de responder. 3. Escreva as suas respostas apenas na folha de respostas que é dada em separado. 4. Entregue apenas

Leia mais

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross Redes Pablo Rodriguez de Almeida Gross Conceitos A seguir serão vistos conceitos básicos relacionados a redes de computadores. O que é uma rede? Uma rede é um conjunto de computadores interligados permitindo

Leia mais

Além do IP, que é usado para a transferência de dados, a Internet tem diversos protocolos de controle usados na camada de rede.

Além do IP, que é usado para a transferência de dados, a Internet tem diversos protocolos de controle usados na camada de rede. Redes de Computadores 02 Camada De REDE Parte 04 Márcia Baltar Vieira marciabv@gmail.com 1 Redes de Computadores 02 Objetivos Gerais Objetivos do Material: Além do IP, que é usado para a transferência

Leia mais

Redes de Comunicações

Redes de Comunicações A Camada de Rede da arquitectura TCP/IP O Protocolo IP (Internet Protocol) O Protocolo ARP (Adress Resolution Protocol) O Protocolo RARP (Reverse Address Resolution Protocol) O Protocolo ICMP (Internet

Leia mais

Redes de Computadores. Protocolo TCP/IP Profa. Priscila Solís Barreto

Redes de Computadores. Protocolo TCP/IP Profa. Priscila Solís Barreto Redes de Computadores Protocolo TCP/IP Profa. Priscila Solís Barreto Internet G G G Introdução Protocolo: Conjunto de regras que determinam como o hardware e o software de uma rede devem interagir para

Leia mais

Trabalho de laboratório sobre DHCP

Trabalho de laboratório sobre DHCP Trabalho de laboratório sobre DHCP Redes de Computadores I - 2005/2006 LEIC - Tagus Park Semana de 21 a 25 de Novembro 1 Introdução O objectivo desta aula é a familiarização com conceitos básicos do protocolo

Leia mais

Trabalho de laboratório sobre ARP

Trabalho de laboratório sobre ARP Trabalho de laboratório sobre ARP Redes de Computadores I - 2005/2006 LEIC - Tagus Park Semana de 5 a 9 de Dezembro 1 Introdução O objectivo desta aula é a familiarização com conceitos básicos do protocolo

Leia mais

Endereçamento IP, Sub-redes e Roteamento

Endereçamento IP, Sub-redes e Roteamento Segurança em Redes Prof. Rafael R. Obelheiro Semestre: 2009.1 Endereçamento IP, Sub-redes e Roteamento Endereçamento IP Endereços IP possuem 32 bits, o que possibilita 2 32 = 4.294.967.296 endereços Na

Leia mais

Administração de Redes Redes e Sub-redes

Administração de Redes Redes e Sub-redes 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS SÃO JOSÉ SANTA CATARINA Administração de Redes Redes e Sub-redes Prof.

Leia mais

ARP. Tabela ARP construída automaticamente. Contém endereço IP, endereço MAC e TTL

ARP. Tabela ARP construída automaticamente. Contém endereço IP, endereço MAC e TTL ARP Protocolo de resolução de endereços (Address Resolution Protocol) Descrito na RFC 826 Faz a tradução de endereços IP para endereços MAC da maioria das redes IEEE 802 Executado dentro da sub-rede Cada

Leia mais

Redes de Computadores I. Gabarito da Lista de Exercícios 2 B C. Tabela de B B C

Redes de Computadores I. Gabarito da Lista de Exercícios 2 B C. Tabela de B B C Redes de omputadores I Gabarito da Lista de xercícios ) Na topologia abaixo, considere que: o protocolo de roteamento utilizado é baseado em istance Vector usando a técnica Split Horizon com poison reverse,

Leia mais

Professor: Macêdo Firmino Configuração TCP/IP no Windows 7

Professor: Macêdo Firmino Configuração TCP/IP no Windows 7 Professor: Macêdo Firmino Configuração TCP/IP no Windows 7 Se você tem mais que um computador ou outros dispositivos de hardware, como impressoras, scanners ou câmeras, pode usar uma rede para compartilhar

Leia mais

Fundamentos à Redes de Computadores. Prof. Victor Guimarães Pinheiro/victor.tecnologo@gmail.com

Fundamentos à Redes de Computadores. Prof. Victor Guimarães Pinheiro/victor.tecnologo@gmail.com Fundamentos à Redes de Computadores Prof. Victor Guimarães Pinheiro/victor.tecnologo@gmail.com www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com CAMADA DE REDE Responsável por: Dividir os pacotes

Leia mais

PROJETO INTERDISCIPLINAR I

PROJETO INTERDISCIPLINAR I PROJETO INTERDISCIPLINAR I Linux e LPI www.lpi.org João Bosco Teixeira Junior boscojr@gmail.com Certificação LPIC-1 Prova 102 105 Shell, Scripting, e Gerenciamento de Dados 106 Interface com usuário e

Leia mais

1.1 A abordagem seguida no livro

1.1 A abordagem seguida no livro 1- Introdução A área de administração de sistemas e redes assume cada vez mais um papel fundamental no âmbito das tecnologias da informação. Trata-se, na realidade, de uma área bastante exigente do ponto

Leia mais

Entendendo como funciona o NAT

Entendendo como funciona o NAT Entendendo como funciona o NAT Vamos inicialmente entender exatamente qual a função do NAT e em que situações ele é indicado. O NAT surgiu como uma alternativa real para o problema de falta de endereços

Leia mais

Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Conexão de Redes. Protocolo TCP/IP. Arquitetura Internet.

Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Conexão de Redes. Protocolo TCP/IP. Arquitetura Internet. Origem: Surgiu na década de 60 através da DARPA (para fins militares) - ARPANET. Em 1977 - Unix é projetado para ser o protocolo de comunicação da ARPANET. Em 1980 a ARPANET foi dividida em ARPANET e MILINET.

Leia mais

Endereçamento e Roteamento IP

Endereçamento e Roteamento IP Endereçamento e Roteamento IP Redes TCP/IP O objetivo deste módulo é explicar como funciona a atribuição de endereços IP com classe e sem classe e como configurar logicamente tabelas de roteamento. Obs.

Leia mais

ICORLI. INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO e OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS e INTERNET

ICORLI. INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO e OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS e INTERNET INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO e OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS e INTERNET 2010/2011 1 Protocolo TCP/IP É um padrão de comunicação entre diferentes computadores e diferentes sistemas operativos. Cada computador deve

Leia mais

Comunicação de Dados IV. Gabarito da Lista de Exercícios 2

Comunicação de Dados IV. Gabarito da Lista de Exercícios 2 omunicação de Dados IV Gabarito da Lista de Exercícios ) Na topologia abaixo, considerando que as redes estão interligadas através de pontes transparentes, indique as informações armazenadas em cache nas

Leia mais

O protocolo IP. classe do endereço. Aula 02. Corresponde ao nível rede do modelo OSI. Executa-se sobre os mais diversos protocolos do nível de

O protocolo IP. classe do endereço. Aula 02. Corresponde ao nível rede do modelo OSI. Executa-se sobre os mais diversos protocolos do nível de Aula 02 Os protocolos FCUL Corresponde ao nível rede do modelo OSI. Executa-se sobre os mais diversos protocolos do nível de comunicação de dados. Em cada passo, é necessário fazer uma tradução entre o

Leia mais

Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet. Edgard Jamhour

Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet. Edgard Jamhour Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet Edgard Jamhour Ethernet não-comutada (CSMA-CD) A Ethernet não-comutada baseia-se no princípio de comunicação com broadcast físico. a b TIPO DADOS (até 1500

Leia mais

FICHA INFORMATIVA E DE TRABALHO MÓDULO 0773 - REDE LOCAL INSTALAÇÃO

FICHA INFORMATIVA E DE TRABALHO MÓDULO 0773 - REDE LOCAL INSTALAÇÃO CURSO EFA 2012 / 2013 Formando: Data: / / ÁREA/Assunto: Formador / Mediador: Avaliação Formando Formador FICHA INFORMATIVA E DE TRABALHO MÓDULO 0773 - REDE LOCAL INSTALAÇÃO Standard IEE 802 Para que as

Leia mais

Tecnologia de Redes. Protocolo ICMP

Tecnologia de Redes. Protocolo ICMP Volnys B. Bernal (c) 1 Tecnologia de Redes Protocolo ICMP Internet Control Message Protocol Volnys Borges Bernal volnys@lsi.usp.br http://www.lsi.usp.br/~volnys Volnys B. Bernal (c) 2 Agenda Protocolo

Leia mais

Laboratório - Visualização das tabelas de roteamento do host

Laboratório - Visualização das tabelas de roteamento do host Laboratório - Visualização das tabelas de roteamento do host Topologia Objetivos Parte 1: Acessar a tabela de roteamento de host Parte 2: Examinar as entradas da tabela de roteamento de host IPv4 Parte

Leia mais

TRANSMISSÃO DE DADOS Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com

TRANSMISSÃO DE DADOS Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com - Aula 4 - A CAMADA DE REDE (Parte 2) 1. Flooding (Inundação) Outro algoritmo estático é o algoritmo de inundação, no qual cada pacote de entrada é enviado para todas as linhas de saída, exceto para aquela

Leia mais

Actividade 3: Configuração de VLANs

Actividade 3: Configuração de VLANs Actividade 3: Configuração de VLANs Gestão de Sistemas e Redes 1. Introdução As VLANs operam no nível 2 e permitem segmentar as redes locais em múltiplos domínios de difusão. Isto pode ser feito de forma

Leia mais

A Camada de Rede. Romildo Martins Bezerra CEFET/BA Redes de Computadores II

A Camada de Rede. Romildo Martins Bezerra CEFET/BA Redes de Computadores II A Camada de Rede Romildo Martins Bezerra CEFET/BA Redes de Computadores II A Camada de Rede e o protocolo IP... 2 O protocolo IP... 2 Formato do IP... 3 Endereçamento IP... 3 Endereçamento com Classes

Leia mais

Aula prática. Objetivo IPCONFIG. Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br. Informa a configuração atual de rede da máquina;

Aula prática. Objetivo IPCONFIG. Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br. Informa a configuração atual de rede da máquina; Aula prática Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br Objetivo Nesta aula, você aprenderá a utilizar alguns utilitários de rede que podem ajudá-lo a identificar problemas na rede. No windows existem

Leia mais

1 INTRODUÇÃO À GERÊNCIA DE REDES...15

1 INTRODUÇÃO À GERÊNCIA DE REDES...15 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO À GERÊNCIA DE REDES...15 1.1 INTRODUÇÃO À GERÊNCIA DE REDES DE COMPUTADORES...16 1.2 O PAPEL DO GERENTE DE REDES...18 1.3 VOCÊ: O MÉDICO DA REDE...20 1.4 REFERÊNCIAS...23 1.4.1 Livros...23

Leia mais

Configuração de Rede Prof. João Paulo de Brito Gonçalves

Configuração de Rede Prof. João Paulo de Brito Gonçalves Campus - Cachoeiro Curso Técnico de Informática Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Configuração de Rede Prof. João Paulo de Brito Gonçalves CONFIGURAÇÃO DE REDE A configuração de rede envolve, em

Leia mais

Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus: Campo Mourão

Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus: Campo Mourão Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus: Campo Mourão Professor Rafael Henrique Dalegrave Zottesso E-mail rafaelzottesso@utfpr.edu.br Site http://www.zottesso.com/disciplinas/rc24b0/ Disciplina

Leia mais