Licenciatura Ciência da Informação Unidade Curricular de Metodologia da Investigação

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Licenciatura Ciência da Informação Unidade Curricular de Metodologia da Investigação"

Transcrição

1 Licenciatura Ciência da Informação Unidade Curricular de Metodologia da Investigação Junho 2013 Autores Francisco Azevedo Stigliano João Manuel Freixo Rodrigues Leite Tiago Jorge Marinho da Silva

2 2 Resumo Hoje em dia a música é algo que já faz parte de nós, e está presente nas mais diversas situações. Cada vez nos deixamos guiar pela música e os jovens são sobretudo o motor da expansão da música a uma escala global. Sem excepção, e como alunos da Universidade do Porto estamos presentes nesta realidade. Deste modo decidimos analisar a importância da música e a influência que ela tem na vida dos jovens universitários, mais concretamente os da Faculdade de Letras de Universidade do Porto e da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. Esta investigação tem como principal objectivo saber se a música tem ou não influência na vida dos estudantes universitários das duas faculdades e se a música ajuda nas escolhas dos estudantes, se esta pode ser um estilo de vida ou não e se existem diferenças nos estilos de músicas que os estudantes das duas faculdades ouvem. Apresentaremos os resultados e iremos discutir sobre estes sabendo à partida que existem diferenças entre os estilos de música que se ouvem nas duas faculdades, contudo essas diferenças não são estatisticamente significativas. Palavras-Chave Música. Faculdade Letras da Universidade do Porto. Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. Influência da música. Géneros musicais.

3 3 Introdução Actualmente a música desempenha um papel importante na vida e nas escolhas do ser humano. A música não é mais do que um conjunto de sons e silêncios interligados entre si (Nogueira, M.A. 2003). Ela acompanha o Homem desde os tempos pré-históricos (comunicavam através de sons), passando depois a existir os primeiros instrumentos musicais (Idade Média) e mais tarde foi lhe juntada a voz humana (canto). Hoje em dia a música tem funções muito variadas dependendo da escolha de quem faz música, optando por ser uma arte ou simplesmente um passatempo. No âmbito da unidade curricular de Metodologia da Investigação, do curso de Ciência da Informação da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, o grupo de trabalho decidiu explorar a importância da música no meio Universitário. A curiosidade e o gosto pela música levaram ao grupo de trabalho analisar como esta influência os diferentes alunos das Faculdade de Engenharia e de Letras da Universidade do Porto, tendo como objectivo observar as diferentes escolhas musicais, a influência que a música tem nestes estudantes e se a música pode ser ou não um estilo de vida. Participantes Participaram 60 alunos escolhidos de forma aleatória, 30 alunos da Faculdade de Letras da Universidade do Porto e 30 alunos da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. Não existiu uma selecção a nível de sexo ou de idade, contudo os elementos idade e sexo fazem parte da identificação do questionário. Material/Instrumentos Para preenchimento do inquérito utilizou-se a aplicação on-line Google Drive. Recorreu-se ao SPSS Statistics 21, para analisar os resultados obtidos no inquérito aplicado e que, está apresentado em anexo. Procedimentos Foi realizado um inquérito online aos alunos das duas faculdades, o inquérito foi enviado através de um dinâmico onde era solicitado a participação dos alunos. Resultados Foram recolhidos no total 200 questionários sendo apenas a amostra constituída por 60 participantes, 30 de cada faculdade em estudo. A variável independente em análise foi Que faculdade frequenta visto que o objectivo prendia-se sobretudo por distinguir as duas faculdades em estudo. Não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas nesta investigação após a análise detalhada dos dados recolhidos.

4 4 Discussão dos Resultados Após a recolha dos questionários e sua análise (com recurso ao software SPSS 21) verificamos que não existem diferenças estatisticamente significativas. Isto deve-se ao facto de existir uma homogeneidade entre os estudantes das duas faculdades em estudo. Em resposta às questões nº2 Por norma quantos dias por semana costumas ouvir música? e nº2.1 Quantas horas ouves?, os estudantes de ambas as faculdades responderam em maioria que ouvem musica com uma frequência entre 6 a 7 dias por semana e ouvem por mais de 2 horas por cada dia, dando aqui um indicador da influência da música nos estudantes universitários das duas faculdades. Em resposta à questão nº2.2 Que género de músicas preferes? os estudantes de ambas as faculdades responderam que o género preferido é o Rock, seguindo-se o estilo Clássico e o Jazz. Embora nesta questão, no género Hip-Hop, através de análise estatística recorrendo ao Qui-Quadrado, observou-se uma diferença estatisticamente significativa nas respostas obtidas X 2 (1) = 3,750, p = 0,053. Neste nível o grupo sabe que as diferenças existem mas nesta investigação não as conseguimos evidenciar devido à homogeneidade das respostas. Na análise da questão nº4 A música serve-te de inspiração?, os estudantes das duas faculdades responderam que a música os inspira e quando questionados na pergunta nº4.1 A música serve-te de inspiração para quê?, os estudantes de ambas as faculdades responderam maioritariamente que a música serve de inspiração para estudar. Em resposta às questões nº6 A música influenciou uma escolha tua? e nº9 A música influência a escolha dos lugares que frequentas os estudantes de ambas as faculdades responderam que a música tem influência nas escolhas o que nos transmite que a música esta presente na vida dos estudantes das duas faculdades. Na análise da pergunta nº8 Vês na música um estilo de vida?, os estudantes de ambas as faculdades vêem na música um estilo de vida. As respostas obtidas foram homogéneas nas duas faculdades em estudo o que dá a ideia de que no geral a música influência, está presente e ajuda os estudantes universitários. No que toca aos géneros, o grupo surpreendeu-se pois não estávamos a contar que os estudantes da faculdade de Letras também tivessem como estilo preferido o Rock. Tínhamos a ideia de que os estudantes de Letras preferissem estilos mais calmos devido aos cursos seleccionados na faculdade mas este estereótipo está errado e o grupo surpreendeu-se por isso. Quanto às respostas obtidas pelos estudantes da faculdade de Engenharia, já tínhamos a ideia de que as respostas iam ser como as que foram observadas pelo que não houve nenhuma surpresa em relação a isso.

5 5 Conclusão Após a análise de todos os dados obtidos o grupo concluir que a música tem importância no meio Universitário, mais concretamente nas duas Faculdades analisadas (Engenharia e Letras), manifestando-se de um modo recreativo influenciando por vezes os estudantes nas suas escolhas (lugares, estilos de vida, etc.). A nível de frequências foi possível notar as diferenças existentes entre as duas faculdades, mas como estamos a trabalhar numa investigação, numa análise mais profunda não foi possível encontrar diferenças estatisticamente significativas. O grupo tem consciência que essas diferenças existem mas não foi possível mostrar. Fomos surpreendidos sobretudo no facto de o estilo Rock ser o preferido na Faculdade de Letras. Sempre tivemos a ideia de que nesta faculdade preferissem estilos mais calmos em prol dos cursos ai leccionados só que ficamos surpreendidos pelos estudantes gostarem de um estilo mais mexido. Apesar de não ser algo muito relevante é de admirar o facto de os estudantes de ambas as faculdades se inspirarem na música para estudar o que nos indica que a música estimula os estudantes para os seus afazeres académicos. Numa breve reflexão, o grupo tem consciência que poderia ter analisado mais detalhes em relação a este tema, cruzando outras variáveis e obtendo mais participantes da faculdade de Letras, visto que o número era muito reduzido face aos da faculdade de Engenharia. Sabemos que este tema pode levar a investigações mais profundas e o grupo com esta investigação começou a dar os primeiros passos para no futuro quem sabe, poder pegar nesta investigação e aprofundá-la muito mais. Concluindo mais uma vez, a música é importante para os estudantes Universitários e influência as suas escolhas, os seus lugares, os seus modos de vida e serve como ajuda para o seu desempenho académico. Referencias Bibliográficas Nogueira, M. A. - A música e o desenvolvimento da criança. Revista da UFG, Vol. 5, No. 2, dez 2003

6 6 Anexos Questionário Identificação Idade: < Sexo: Masculino Feminino Que faculdade frequenta? FEUP FLUP Em que ano se encontra? 1º 2º 3º 1. Gostas de música? Sim Não 2. Por norma quantos dias por semana costumas ouvir música? 2 a 3 4 a 5 6 a 7 1 Dia Dias Dias Dias 2.1 Quantas horas ouves? Entre Menos 1h e de 1h 2h Mais de 2h 2.2 Que géneros de música preferes? Pop Hip-Hop Rock Clássica Reggae Jazz R & B Outro 2.3 Preferes música: Portuguesa Estrangeira 3. Onde ouves? Carro Transportes Casa Faculdade Outro 4. A música serve-te de inspiração? Sim Não 4.1 Serve-te de inspiração para que? Praticar Desporto Estudar Escrever Desenhar Cantar Outro 5. Ouves diferentes géneros de música consoante o teu estado de espirito? Sim Não 6. Alguma vez a música influenciou uma escolha tua? Ex: Para comprar alguma coisa. Sim Não

7 7 7. De 0 a 10 o quanto importante é para ti a música? Vês na música um estilo de vida? Sim Não 9. A música influencia a escolha dos lugares que frequentas? Ex: Discotecas e Bares. Sim Não

MÚSICA É MAIS QUE UM PASSATEMPO LOPES, B. ¹, STEFFENS, M. ², LARSEN, V. 3, MACEDO, V. 4

MÚSICA É MAIS QUE UM PASSATEMPO LOPES, B. ¹, STEFFENS, M. ², LARSEN, V. 3, MACEDO, V. 4 MÚSICA É MAIS QUE UM PASSATEMPO LOPES, B. ¹, STEFFENS, M. ², LARSEN, V. 3, MACEDO, V. 4 ¹ Aluna do Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSUL) Câmpus Venâncio Aires RS Brasil brenda.lopes_s@hotmail.com

Leia mais

Relatório sobre o Inquérito aos Diplomados da Escola Superior de Música de Lisboa: Ano letivo 2013/2014. Gabinete para a Cultura da Qualidade

Relatório sobre o Inquérito aos Diplomados da Escola Superior de Música de Lisboa: Ano letivo 2013/2014. Gabinete para a Cultura da Qualidade Relatório sobre o Inquérito aos Diplomados da Escola Superior de Música de Lisboa: Ano letivo 2013/2014 Gabinete para a Cultura da Qualidade Março de 2015 Índice Geral ÍNDICE GERAL... II ABREVIATURAS,

Leia mais

Relatório sobre o Inquérito aos Candidatos ao Mestrado em Música da Escola Superior de Música de Lisboa: Ano letivo 2015/2016

Relatório sobre o Inquérito aos Candidatos ao Mestrado em Música da Escola Superior de Música de Lisboa: Ano letivo 2015/2016 Relatório sobre o Inquérito aos Candidatos ao Mestrado em Música da Escola Superior de Música de Lisboa: Ano letivo 2015/2016 Gabinete para a Cultura da Qualidade Dezembro de 2015 Índice Geral Índice Geral...

Leia mais

2012/2013 RELATÓRIO DE EMPREGABILIDADE

2012/2013 RELATÓRIO DE EMPREGABILIDADE INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO DE SANTARÉM (ISLA-SANTARÉM) 2012/2013 RELATÓRIO DE EMPREGABILIDADE Resultado do inquérito estatístico aos diplomados Dezembro de 2014 ÍNDICE I. INTRODUÇÃO...

Leia mais

2013/2014 RELATÓRIO DE EMPREGABILIDADE

2013/2014 RELATÓRIO DE EMPREGABILIDADE INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO DE SANTARÉM (ISLA-SANTARÉM) 2013/2014 RELATÓRIO DE EMPREGABILIDADE Resultado do inquérito estatístico aos diplomados Dezembro de 2015 ÍNDICE I. INTRODUÇÃO...

Leia mais

Relatório dos Inquéritos Novos Alunos (Licenciaturas, Mestrados e Pós-Graduações)

Relatório dos Inquéritos Novos Alunos (Licenciaturas, Mestrados e Pós-Graduações) Relatório dos Inquéritos Novos Alunos (Licenciaturas, Mestrados e Pós-Graduações) Índice ESCS 2016/2017 INFORMAÇÃO DE CANDIDATURAS AOS CURSOS DE LICENCIATURA 2016 / 2017.. 3 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO INQUÉRITO

Leia mais

Projeto do trabalho A Música Erudita nos Dias de Hoje Visões, Críticas, Divulgação

Projeto do trabalho A Música Erudita nos Dias de Hoje Visões, Críticas, Divulgação Universidade do Algarve Escola Superior de Educação e Comunicação Projeto Multimédia Música na Comunicação Docentes: Fernando Carrapiço, Raquel Correia Ano letivo 2011/2012 Projeto do trabalho A Música

Leia mais

2012/2013 RELATÓRIO DE EMPREGABILIDADE

2012/2013 RELATÓRIO DE EMPREGABILIDADE INSTITUTO SUPERIOR DE LÍNGUAS E ADMINISTRAÇÃO DE LEIRIA (ISLA-LEIRIA) 2012/2013 RELATÓRIO DE EMPREGABILIDADE Resultado do inquérito estatístico aos diplomados Dezembro de 2014 ÍNDICE I. INTRODUÇÃO... 3

Leia mais

2011/2012 RELATÓRIO DE EMPREGABILIDADE

2011/2012 RELATÓRIO DE EMPREGABILIDADE INSTITUTO SUPERIOR DE LÍNGUAS E ADMINISTRAÇÃO DE LEIRIA (ISLA-LEIRIA) 2011/2012 RELATÓRIO DE EMPREGABILIDADE Resultado do inquérito estatístico aos diplomados Dezembro de 2013 ÍNDICE I. INTRODUÇÃO... 3

Leia mais

Relatório sobre o Inquérito ao Percurso dos Diplomados com. Mestrado em Música da Escola Superior de Música de Lisboa

Relatório sobre o Inquérito ao Percurso dos Diplomados com. Mestrado em Música da Escola Superior de Música de Lisboa Escola Superior de Música de Lisboa Relatório sobre o Inquérito ao Percurso dos Diplomados com Mestrado em Música da Escola Superior de Música de Lisboa Gabinete para a Cultura da Qualidade Novembro de

Leia mais

Avaliação da Biblioteca Escolar- Questionário aos alunos

Avaliação da Biblioteca Escolar- Questionário aos alunos 1 de 5 Avaliação da Biblioteca Escolar- Questionário aos alunos Este modelo de avaliação tem por principal finalidade proporcionar à Biblioteca da Escola Secundária de Lousada (BE) um instrumento regulador

Leia mais

Tema do Trabalho: Acessibilidade dos Alunos aos Meios de Comunicação Realizado por: Hélder Carneiro, Hélder Silva, Carlos Ferreira, António Marques

Tema do Trabalho: Acessibilidade dos Alunos aos Meios de Comunicação Realizado por: Hélder Carneiro, Hélder Silva, Carlos Ferreira, António Marques Tema do Trabalho: Acessibilidade dos Alunos aos Meios de Comunicação Realizado por: Hélder Carneiro, Hélder Silva, Carlos Ferreira, António Marques População e amostra Este inquérito foi realizado na Escola

Leia mais

AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTENTES DO CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E BIBLIOTECA Relatório

AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTENTES DO CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E BIBLIOTECA Relatório [Escreva texto] AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTENTES DO CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E BIBLIOTECA 2012 Relatório Realização: Alexandre Boavida Vicente Bruno Gonçalves Ramos Maria João Teixeira Barreiro Coordenação:

Leia mais

Diário de Investigação

Diário de Investigação Diário de Investigação Laboratório de Psicologia Social e Tomada de Decisão Diário de Investigação Luísa Catarina Malvar Freixo, A70090 18 de Fevereiro de 2015 Hoje iniciamos uma conversa no facebook para

Leia mais

Inquérito de Empregabilidade

Inquérito de Empregabilidade Inquérito de Empregabilidade 2014/2015 Qual a situação face ao emprego dos nossos diplomados do ano letivo 2012/2013? Universidade Lusófona do Porto Índice I. O que é o Relatório de Empregabilidade...

Leia mais

PROBABILIDADE E ESTATISTICA UNIDADE VI - PROJETO DE PESQUISA DE OPINIÃO

PROBABILIDADE E ESTATISTICA UNIDADE VI - PROJETO DE PESQUISA DE OPINIÃO PROBABILIDADE E ESTATISTICA UNIDADE VI - PROJETO DE PESQUISA DE OPINIÃO 0 1 ONDE SERÁ A FESTA DE CONFRATERNIZAÇÃO DE FINAL DE ANO? As pessoas de quaisquer áreas de atuação estão freqüentemente envolvidas

Leia mais

Creche, Pré-Escola e Familiar tem como objetivo principal promover uma breve reflexão sobre o

Creche, Pré-Escola e Familiar tem como objetivo principal promover uma breve reflexão sobre o ANEXOS Anexo 1 Exemplo do questionário aplicado aos pais QUESTIONÁRIO AOS FAMILIARES DAS CRIANÇAS DA SALA DE UM ANO QUE FREQUENTAM A CRECHE DO CENTRO SOCIAL DAS TAIPAS NOTA PRELIMNAR No sentido de desenvolver

Leia mais

Trabalho realizado por: Data: Ana Isabel Coutinho n.º 2 Ana Sofia Dias n.º 3 Filipa Daniela Pereira n.º 9 Joana Soares n.

Trabalho realizado por: Data: Ana Isabel Coutinho n.º 2 Ana Sofia Dias n.º 3 Filipa Daniela Pereira n.º 9 Joana Soares n. Trabalho realizado por: Ana Isabel Coutinho n.º 2 Ana Sofia Dias n.º 3 Filipa Daniela Pereira n.º 9 Joana Soares n.º 11 Ano: 10º Turma: A Data: 2000-05-19 Índice: - Tema: - Página: Inquérito Pág. 3 Introdução

Leia mais

Medir a Literacia Estatística

Medir a Literacia Estatística Medir a Literacia Estatística Conteúdo 1. A propósito da Literacia Estatística 2. O Índice: metodologia questionário 3. O caso português 1 A propósito da Literacia Estatística A propósito da Literacia

Leia mais

RESULTADOS DO INQUÉRITO AOS DIPLOMADOS. Aplicado em setembro/outubro de 2014 Total de diplomados que responderam ao inquérito: 16

RESULTADOS DO INQUÉRITO AOS DIPLOMADOS. Aplicado em setembro/outubro de 2014 Total de diplomados que responderam ao inquérito: 16 Aplicado em setembro/outubro de 04 Total de diplomados que responderam ao inquérito: 6 O inquérito aos diplomados foi realizado com o objetivo de se conhecer a opinião dos diplomados, da Escola Superior

Leia mais

Trabalho de Estatística Multivariada

Trabalho de Estatística Multivariada RPCE 2014/15, 2º semestre Trabalho de Estatística Multivariada Uma adaptação do trabalho original de: Héber Cruz nº 8713 Inês Mestre nº 8712 Manuel Melo nº 8733 Pedro Rondão nº 8737 feita por Pedro Rondão

Leia mais

Jovens de hoje e de antigamente: cidadania e sociabilidades

Jovens de hoje e de antigamente: cidadania e sociabilidades Ocupação científica dos Jovens nas férias Ciência Viva 2012 Jovens de hoje e de antigamente: cidadania e sociabilidades Beatriz Gomes, Cláudia Espadinha, Cláudia Domingues, Raquel Gomes, Rita Campos, Vera

Leia mais

QUESTIONÁRIO: ADAPTAÇÃO, CONSTRUÇÃO E VALIDAÇÃO 9 Julho - 9h às 13h e 14h às 18h

QUESTIONÁRIO: ADAPTAÇÃO, CONSTRUÇÃO E VALIDAÇÃO 9 Julho - 9h às 13h e 14h às 18h INICIAÇÃO AO SPSS 9, 16 e 23 Abril - 9h às 12h e 13h às 16h INTRODUÇÃO AOS MÉTODOS QUALITATIVOS 30 Abril - 9h às 13h e 14h às 18h ANÁLISE DE DADOS MULTIVARIADA 7 e 14 Maio - 9h às 13h e 14h às 18h CONSTRUÇÃO

Leia mais

ESTATÍSTICA II Ficha de Revisões - 1

ESTATÍSTICA II Ficha de Revisões - 1 Um dos objectivos da Estatística Indutiva é permitir conhecer o valor dos parâmetros populacionais de uma variável a partir de estatísticas descritivas calculadas numa amostra retirada da população. Este

Leia mais

Resultados do Inquérito Tu Também Contas!

Resultados do Inquérito Tu Também Contas! Resultados do Inquérito Tu Também Contas! Este texto é um anexo ao Dossier V Censos 21 na sequência de um trabalho desenvolvido entre 22 e 23 Resultados do Inquérito Tu Também Contas! Introdução A informação

Leia mais

Relatório dos Resultados do Inquérito aos Alunos do ISEL (análise global) 1º semestre do ano letivo 2011/2012

Relatório dos Resultados do Inquérito aos Alunos do ISEL (análise global) 1º semestre do ano letivo 2011/2012 ISEL Relatório dos Resultados do Inquérito aos Alunos do ISEL (análise global) 1º semestre do ano letivo 11/1 Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Gabinete de Avaliação e Qualidade Lisboa, 1 de setembro

Leia mais

Escola Secundária Francisco Rodrigues Lobo. Música

Escola Secundária Francisco Rodrigues Lobo. Música Música 2 Escola secundária Francisco Rodrigues TIC 12 De Dezembro De 2006 Professor: Pedro Guerreiro Este trabalho foi realizado pelos alunos da turma 10ºI: Ana Rita Costa Nº 4 Ana Lopes Nº 5 Joséphine

Leia mais

Relatório sobre o Inquérito aos Candidatos ao Mestrado em Ensino da Música da Escola Superior de Música de Lisboa: Ano letivo 2014/2015

Relatório sobre o Inquérito aos Candidatos ao Mestrado em Ensino da Música da Escola Superior de Música de Lisboa: Ano letivo 2014/2015 Relatório sobre o Inquérito aos Candidatos ao Mestrado em Ensino da Música da Escola Superior de Música de Lisboa: Ano letivo 2014/2015 Gabinete para a Cultura da Qualidade Dezembro de 2014 Índice Geral

Leia mais

Relatório sobre o Inquérito aos Novos Alunos da Escola Superior de Música de Lisboa: Ano letivo 2015/2016

Relatório sobre o Inquérito aos Novos Alunos da Escola Superior de Música de Lisboa: Ano letivo 2015/2016 Relatório sobre o Inquérito aos Novos Alunos da Escola Superior de Música de Lisboa: Ano letivo 2015/2016 Gabinete para a Cultura da Qualidade Dezembro de 2015 Índice Geral Índice Geral... i Abreviaturas,

Leia mais

Agradecimentos. Ao professor Doutor José Pedro Ferreira a disponibilidade sempre evidenciada bem como o rigor e precisão, no âmbito da coordenação.

Agradecimentos. Ao professor Doutor José Pedro Ferreira a disponibilidade sempre evidenciada bem como o rigor e precisão, no âmbito da coordenação. Agradecimentos A consecução deste trabalho deve-se não só ao investimento pessoal que realizei mas também, como não poderia deixar de ser, a todo um conjunto de pessoas que directa ou indirectamente me

Leia mais

O PERFIL DO TÉCNICO DE FARMÁCIA ÁREAS DE INTERVENÇÃO NAS PREPARAÇÕES ESTÉREIS E NÃO ESTÉREIS E PERSPECTIVAS FUTURAS

O PERFIL DO TÉCNICO DE FARMÁCIA ÁREAS DE INTERVENÇÃO NAS PREPARAÇÕES ESTÉREIS E NÃO ESTÉREIS E PERSPECTIVAS FUTURAS O PERFIL DO TÉCNICO DE FARMÁCIA ÁREAS DE INTERVENÇÃO NAS PREPARAÇÕES ESTÉREIS E NÃO ESTÉREIS E PERSPECTIVAS FUTURAS Líbano, Luísa Resumo Este estudo foi realizado, no âmbito da disciplina de Projecto em

Leia mais

RESULTADOS DO INQUÉRITO AOS RECÉM-DIPLOMADOS. Aplicado em maio de 2015 Total de recém-diplomados que responderam ao inquérito: 34

RESULTADOS DO INQUÉRITO AOS RECÉM-DIPLOMADOS. Aplicado em maio de 2015 Total de recém-diplomados que responderam ao inquérito: 34 Aplicado em maio de O inquérito aos recém-diplomados foi realizado com o objetivo de se conhecer a opinião dos diplomados, da Escola Superior de Dança, um ano após a conclusão do curso. Assim sendo, no

Leia mais

Dietas de Media em Portugal: televisão, imprensa, rádio e internet

Dietas de Media em Portugal: televisão, imprensa, rádio e internet Dietas de Media em Portugal: televisão, imprensa, rádio e internet Novembro, 2006 1 Dietas de Media em Portugal: televisão, imprensa, rádio e Internet 1. Públicos e consumos de media Os dados que se apresentam

Leia mais

Tabelas de contingência (Tabelas dinâmicas do programa Excel)

Tabelas de contingência (Tabelas dinâmicas do programa Excel) Escola Secundária 2/3 Lima de Freitas Módulo B2 Estatística Computacional 2009/2010 Técnico de Apoio à Infância Nome: Nº Turma: Tabelas de contingência (Tabelas dinâmicas do programa Excel) 1- Introduz

Leia mais

Ferramentas Colaborativas Em Tempo Real Para Estudo Ou Trabalho

Ferramentas Colaborativas Em Tempo Real Para Estudo Ou Trabalho Ferramentas Colaborativas Em Tempo Real Para Estudo Ou Trabalho GRUPO GI 7 Francisco Moreno; Jorge Ferreira; Kevin Amorim; Luís Magalhães; Mário Ferreira; José Guilherme Carreiro; Luís Oliveira; Melissa

Leia mais

COMO DESENVOLVER E LANÇAR JOGOS DIGITAIS 2D. Projecto FEUP 2013/2014 Grupo 2

COMO DESENVOLVER E LANÇAR JOGOS DIGITAIS 2D. Projecto FEUP 2013/2014 Grupo 2 COMO DESENVOLVER E LANÇAR JOGOS DIGITAIS 2D Projecto FEUP 2013/2014 Grupo 2 Sumário Sumário Objectivos Razão para o estudo da criação e desenvolvimento de um jogo digital 2D Etapas de desenvolvimento de

Leia mais

ANÁLISE CRÍTICA, ESCRITA E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS DE INVESTIGAÇÃO 4 e 11 Junho - 9h às 16h

ANÁLISE CRÍTICA, ESCRITA E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS DE INVESTIGAÇÃO 4 e 11 Junho - 9h às 16h CONSTRUÇÃO ONLINE DE QUESTIONÁRIOS 21 e 28 Maio - 9h às 16h ANÁLISE CRÍTICA, ESCRITA E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS DE INVESTIGAÇÃO 4 e 11 Junho - 9h às 16h A ESCRITA DA ESCRITA CIENTÍFICA 18 e 25 Junho -

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PERFIL SOCIOECONÔMICO DOS ALUNOS INGRESSANTES CAMPUS BAGÉ 2014 Equipe Responsável: Alice M. Alves Técnica em Assuntos Educacionais Daviane A. de Azevedo Assistente

Leia mais

ESCUTEC - PESQUISAS DE OPINIÃO AUDIÊNCIA DE RÁDIO FM FEVEREIRO DE 2014

ESCUTEC - PESQUISAS DE OPINIÃO AUDIÊNCIA DE RÁDIO FM FEVEREIRO DE 2014 1. Com que frequência o Sr.(a) ouve Rádio? Ouve apenas pela manhã Ouve o dia todo Ouve apenas pela tarde Ouve apenas pela noite Sexo: Idade: Entre 16 e Entre 25 e Entre 35 e Mais de Masculino Feminino

Leia mais

Curso Profissional de Técnico de Comércio 2011/ º ano Turma I. Disciplina: Comercializar e Vender. Módulo 6

Curso Profissional de Técnico de Comércio 2011/ º ano Turma I. Disciplina: Comercializar e Vender. Módulo 6 Curso Profissional de Técnico de Comércio 2011/2014 11º ano Turma I Disciplina: Comercializar e Vender Módulo 6 Trabalho realizado por: Ana Teixeira Nº21217 11ºI Índice Introdução... 3 Resumo da matéria

Leia mais

Anexo 1. Questionário de caracterização da turma. Nome Data de Nascimento: / / Nome do pai: Idade: Nome da mãe: Idade:

Anexo 1. Questionário de caracterização da turma. Nome Data de Nascimento: / / Nome do pai: Idade: Nome da mãe: Idade: Anexos Avaliação do valor educativo de um software de elaboração de partituras: um estudo de caso com o programa Finale no 1º ciclo Anexo 1 Questionário de caracterização da turma Nome Data de Nascimento:

Leia mais

RESULTADOS DO INQUÉRITO AOS DIPLOMADOS. Aplicado em maio de 2015 Total de diplomados que responderam ao inquérito: 9 50%

RESULTADOS DO INQUÉRITO AOS DIPLOMADOS. Aplicado em maio de 2015 Total de diplomados que responderam ao inquérito: 9 50% Aplicado em maio de 05 O inquérito aos diplomados foi realizado com o objetivo de se conhecer a opinião dos diplomados, da Escola Superior de Dança, sobre diversos aspetos da sua formação e inserção laboral,

Leia mais

Um novo panorama da FEUP Qual a percepção da FEUP por parte dos seus finalistas? Joaquim Barros Joaquim Guimarães

Um novo panorama da FEUP Qual a percepção da FEUP por parte dos seus finalistas? Joaquim Barros Joaquim Guimarães PROJECTO FEUP Um novo panorama da FEUP Qual a percepção da FEUP por parte dos seus finalistas? G_I5 Diogo Mendes Gonçalo Martins Joaquim Barros Joaquim Guimarães João Vilas-Boas Victor Cerqueira Índice

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE DA ESTC. Resumo dos resultados do inquérito aos novos alunos da ESTC

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE DA ESTC. Resumo dos resultados do inquérito aos novos alunos da ESTC ESCOLA SUPERIOR DE TEATRO E CINEMA SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE DA ESTC Resumo dos resultados do inquérito aos novos alunos da ESTC Ano letivo de 2013/2014 06-11-2013 Índice 1. Caracterização... 2 Género...

Leia mais

JOÃO MANUEL FREIXO RODRIGUES LEITE O MÉTODO DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO: O MÉTODO QUADRIPOLAR

JOÃO MANUEL FREIXO RODRIGUES LEITE O MÉTODO DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO: O MÉTODO QUADRIPOLAR JOÃO MANUEL FREIXO RODRIGUES LEITE O MÉTODO DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO: O MÉTODO QUADRIPOLAR PORTO JANEIRO DE 2014 João Manuel Freixo Rodrigues Leite Aluno de Ciência da Informação, em 2013, na Universidade

Leia mais

A EMIGRAÇÃO E OS JOVENS

A EMIGRAÇÃO E OS JOVENS Universidade do Algarve Escola Superior de Educação e Comunicação Ciências da Comunicação Projeto Multimédia Prº Fernando Carrapiço 2011/2012 PROPOSTA DE PROJETO A EMIGRAÇÃO E OS JOVENS Discentes: Carolina

Leia mais

Representações e atitudes dos lisboetas face à homossexualidade Programa de Ocupação Cientifica de Jovens nas Férias

Representações e atitudes dos lisboetas face à homossexualidade Programa de Ocupação Cientifica de Jovens nas Férias Representações e atitudes dos lisboetas face à homossexualidade Programa de Ocupação Cientifica de Jovens nas Férias Investigadores responsáveis: André Afonso Catarina Delgado Inês Tavares Helena Figueiredo

Leia mais

CONSUMO E REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DO ÁLCOOL

CONSUMO E REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DO ÁLCOOL CONSUMO E REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DO ÁLCOOL Inquérito ao público jovem presente no Rock in Rio Lisboa 2010/2014 SUMÁRIO EXECUTIVO Vasco Calado & Elsa Lavado Divisão de Estatística e Investigação Direção

Leia mais

AVALIAÇÃO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL

AVALIAÇÃO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL AVALIAÇÃO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL Outubro 2009 ÍNDICE 1. Introdução 3 2. População e Amostra 3 3. Apresentação de Resultados 4 3.1. Opinião dos alunos de Comunicação Organizacional sobre

Leia mais

CAPÍTULO VI- CONCLUSÕES, LIMITAÇÕES E RECOMENDAÇÕES

CAPÍTULO VI- CONCLUSÕES, LIMITAÇÕES E RECOMENDAÇÕES CAPITULO VI CONCLUSÕES, LIMITAÇÕES E RECOMENDAÇÕES Neste capítulo iremos apresentar as conclusões do presente estudo, tendo também em conta os resultados e a respectiva discussão, descritas no capítulo

Leia mais

Questão 1 Sabe-se que o consumo mensal per capita de um determinado produto tem distribuição normal com desvio padrão σ = 2kg

Questão 1 Sabe-se que o consumo mensal per capita de um determinado produto tem distribuição normal com desvio padrão σ = 2kg Lista suplementar Teste de uma média populacional Questão 1 Sabe-se que o consumo mensal per capita de um determinado produto tem distribuição normal com desvio padrão σ = kg. A diretoria da indústria

Leia mais

Workshop de Escrita de Argumento

Workshop de Escrita de Argumento Workshop de Escrita de Argumento Data: Maio e Junho de 2012 Concepção e monitorização dos workshops: Ana Sofia Pereira Cimbalino Filmes Programa: Sessão 1: Introdução ao Argumento Sessão 2: O Guião Técnico

Leia mais

Bem Explicado Centro de Explicações Lda. Matemática 9º Ano Probabilidades

Bem Explicado Centro de Explicações Lda. Matemática 9º Ano Probabilidades Bem Explicado Centro de Explicações Lda. Matemática 9º Ano Probabilidades Nome: Data: / / 1. Das seguintes experiências diz, justificando, quais são as aleatórias: 1.1. Deitar um berlinde num copo de água

Leia mais

O utilizador tem sempre razão?

O utilizador tem sempre razão? O utilizador tem sempre razão? Inquirir para melhor servir os utentes das bibliotecas da Universidade do Minho Eloy Rodrigues; Augusta Xavier Guimarães {eloy, augusta}@sdum.uminho.pt http://www.sdum.uminho.pt

Leia mais

Unidade: PROJETO DE PESQUISA DE OPINIÃO. Unidade I:

Unidade: PROJETO DE PESQUISA DE OPINIÃO. Unidade I: Unidade: PROJETO DE PESQUISA DE OPINIÃO Unidade I: 0 Unidade: PROJETO DE PESQUISA DE OPINIÃO 1- ONDE SERÁ A FESTA DE CONFRATERNIZAÇÃO DE FINAL DE ANO? As pessoas de quaisquer áreas de atuação estão freqüentemente

Leia mais

ActivALEA. ative e atualize a sua literacia

ActivALEA. ative e atualize a sua literacia ActivALEA ative e atualize a sua literacia N.º 26 A FREQUÊNCIIA RELATIIVA PARA ESTIIMAR A PROBABIILIIDADE Por: Maria Eugénia Graça Martins Departamento de Estatística e Investigação Operacional da FCUL

Leia mais

Gabinete de Apoio ao Estudante e Inserção na Vida Ativa (GAEIVA)

Gabinete de Apoio ao Estudante e Inserção na Vida Ativa (GAEIVA) (GAEIVA) O (GAEIVA) visa especialmente a integração dos estudantes, dá resposta às necessidades de aprendizagem no sentido de incrementar o sucesso escolar, e fornece apoio aos estudantes em termos de

Leia mais

Consultoria Técnica: Keypoint, Consultoria Científica, Lda. Operacionalização do estudo: Lénia Nogueira Relatório Estatístico: Ana Macedo

Consultoria Técnica: Keypoint, Consultoria Científica, Lda. Operacionalização do estudo: Lénia Nogueira Relatório Estatístico: Ana Macedo 2015 Consultoria Técnica: Keypoint, Consultoria Científica, Lda. Operacionalização do estudo: Lénia Nogueira Relatório Estatístico: Ana Macedo 2015 Avaliação das práticas contracetivas das mulheres em

Leia mais

CAPÍTULO V DISCUSSÃO DOS RESULTADOS

CAPÍTULO V DISCUSSÃO DOS RESULTADOS CAPÍTULO V DISCUSSÃO DOS RESULTADOS Neste capítulo será efectuada a discussão dos resultados apresentados anteriormente. A discussão visa compreender os resultados obtidos, mediante a comparação com estudos

Leia mais

Agradecimentos. Ao meu orientador, Prof. Doutor José António Espírito Santo, pela confiança que depositou no meu trabalho. e nas minhas capacidades,

Agradecimentos. Ao meu orientador, Prof. Doutor José António Espírito Santo, pela confiança que depositou no meu trabalho. e nas minhas capacidades, Agradecimentos Ao meu orientador, Prof. Doutor José António Espírito Santo, pela confiança que depositou no meu trabalho e nas minhas capacidades, pelo apoio incansável nos momentos mais aflitivos, pelas

Leia mais

ELABORAÇÃO DE QUESTIONÁRIOS & TIC. Miguel Dias. Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

ELABORAÇÃO DE QUESTIONÁRIOS & TIC. Miguel Dias. Universidade do Estado do Rio Grande do Norte TIC NA PESQUISA ELABORAÇÃO DE QUESTIONÁRIOS & TIC Miguel Dias Universidade do Estado do Rio Grande do Norte migdias@gmail.com www.facebook.com/migueldias.pt www.migdias.weebly.com Grupo de Estudos e Pesquisas

Leia mais

1) A distribuição dos alunos nas 3 turmas de um curso é mostrada na tabela abaixo.

1) A distribuição dos alunos nas 3 turmas de um curso é mostrada na tabela abaixo. 1) A distribuição dos alunos nas 3 turmas de um curso é mostrada na tabela abaixo. A B C Homens 42 36 26 Mulheres 28 24 32 Escolhendo-se uma aluna desse curso, a probabilidade de ela ser da turma A é:

Leia mais

Introdução à análise estatística com SPSS. Guião nº6: Medidas de associação

Introdução à análise estatística com SPSS. Guião nº6: Medidas de associação Introdução à análise estatística com SPSS Guião nº6: Medidas de associação Experiência sobre volume plasmático e o peso em 13 homens saudáveis Os investigadores pretendem descobrir se as variáveis volume

Leia mais

ActivALEA. active e actualize a sua literacia

ActivALEA. active e actualize a sua literacia ActivALEA active e actualize a sua literacia N.º 7 - DIAGRAMA DE BARRAS O processo de organizar a informação, quer os dados sejam qualitativos ou quantitativos, consiste em, de um modo geral, começar por

Leia mais

Argumentar: precisa-se! Ana Mouraz Daniela Pinto

Argumentar: precisa-se! Ana Mouraz Daniela Pinto Argumentar: precisa-se! Ana Mouraz Daniela Pinto Projecto de colaboração entre professores e investigadores da Faculdade de Engenharia e da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação e que se enquadra

Leia mais

NBA 2K18 com muitas novidades

NBA 2K18 com muitas novidades NBA 2K18 com muitas novidades Date : 7 de Agosto de 2017 Falta pouco mais de 1 mês para o lançamento de NBA 2K18 e as novidades que se avizinham são muitas, especialmente porque houve alterações na vida

Leia mais

Estudo sobre Imagem e Consumo de Whisky

Estudo sobre Imagem e Consumo de Whisky Estudo sobre Imagem e Consumo de Whisky Síntese de Resultados 15 de Outubro de 2003 Documento elaborado por Victor Santos. Netsonda Consultadoria, Sondagens e Estudos de Mercado, Lda. Travessa do Jasmim,

Leia mais

SERVIÇOS DE DOCUMENTAÇÃO DO IPL

SERVIÇOS DE DOCUMENTAÇÃO DO IPL SERVIÇOS DE DOCUMENTAÇÃO DO IPL INQUÉRITO DE SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES DOS SERVIÇOS DE DOCUMENTAÇÃO DO IPL 2015 Índice Índice... 2 Introdução... 3 Inquérito... 3 1. Sexo... 3 2. A que grupo de utilizadores

Leia mais

O trabalho de projecto e a relação dos alunos com a Matemática

O trabalho de projecto e a relação dos alunos com a Matemática O trabalho de projecto e a relação dos alunos com a Matemática A experiência do Projecto MAT 789 Paulo Abrantes 1994 Mestrado em Educação - Didáctica da Matemática - 2005/2007 Desenvolvimento Curricular

Leia mais

LABORATÓRIO DE MATEMÁTICA: UMA FERRAMENTA IMPRESCINDÍVEL PARA A APRENDIZAGEM DA DISCIPLINA

LABORATÓRIO DE MATEMÁTICA: UMA FERRAMENTA IMPRESCINDÍVEL PARA A APRENDIZAGEM DA DISCIPLINA LABORATÓRIO DE MATEMÁTICA: UMA FERRAMENTA IMPRESCINDÍVEL PARA A APRENDIZAGEM DA DISCIPLINA Rodolfo Moreira Cabral, Antonio Carlos Belarmino Segundo Universidade Estadual da Paraíba, rodolfomoreira.16@hotmail.com;

Leia mais

Universidade da Beira Interior Departamento de Matemática

Universidade da Beira Interior Departamento de Matemática Universidade da Beira Interior Departamento de Matemática ESTATÍSTICA Ano lectivo: 2007/2008 Curso: Ciências do Desporto Folha de exercícios nº4: Distribuições de probabilidade. Introdução à Inferência

Leia mais

Estudante brasileiro é o mais otimista em relação ao futuro, revela pesquisa internacional

Estudante brasileiro é o mais otimista em relação ao futuro, revela pesquisa internacional Estudante brasileiro é o mais otimista em relação ao futuro, revela pesquisa internacional Enviado por DA REDAÇÃO 28-Mai-2014 PQN - O Portal da Comunicação Otimista, cada vez mais preparado e em busca

Leia mais

Avaliação da Satisfação dos Clientes 2015

Avaliação da Satisfação dos Clientes 2015 Avaliação da Satisfação dos Clientes 2015 Sumário Avaliação da Satisfação dos Clientes 2015 Este relatório enquadra-se dentro dos objectivos previstos pelo normativo de certificação da qualidade ISO 9001:2008,

Leia mais

2014/2015 Relatório de Empregabilidade. Resultados do inquérito estatístico aos diplomados de 2014/2015.

2014/2015 Relatório de Empregabilidade. Resultados do inquérito estatístico aos diplomados de 2014/2015. 2014/2015 Relatório de Empregabilidade Resultados do inquérito estatístico aos diplomados de 2014/2015. Dezembro 2016 I. Contents I. Introdução... 3 II. O Questionário Estrutura... 3 III. Metodologia...

Leia mais

ANEXO I. Assinale a resposta pretendida com um X. 1 Faixa Etária Menos de 30 anos De 30 a 40 De 41 a 50 Mais de 50 anos. 2 Género Masculino Feminino

ANEXO I. Assinale a resposta pretendida com um X. 1 Faixa Etária Menos de 30 anos De 30 a 40 De 41 a 50 Mais de 50 anos. 2 Género Masculino Feminino ANEXO I INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO Este questionário é composto por 33 questões e tem como propósito recolher informações sobre os fatores motivacionais e as suas incidências no quotidiano laboral. Este

Leia mais

TESTES NÃO-PARAMÉTRICOS

TESTES NÃO-PARAMÉTRICOS Les-0773: ESTATÍSTICA APLICADA III TESTES NÃO-PARAMÉTRICOS AULA 3 26/05/17 Prof a Lilian M. Lima Cunha Maio de 2017 Revisão... Teste dos Sinais A Comparar valores de medianas de uma amostra com um valor

Leia mais

Julho de Relatório de Avaliação do Workshop De Bom a Excelente para Alunos do 2º Ciclo. Ano Letivo 2011/2012. Gabinete de Apoio ao Tutorado

Julho de Relatório de Avaliação do Workshop De Bom a Excelente para Alunos do 2º Ciclo. Ano Letivo 2011/2012. Gabinete de Apoio ao Tutorado Julho de 2012 Relatório de Avaliação do Workshop De Bom a Excelente para Alunos do 2º Ciclo Ano Letivo 2011/2012 Gabinete de Apoio ao Tutorado ÍNDICE 1. Introdução... 3 2. Avaliação do De Bom a Excelente

Leia mais

A situação profissional dos recém-diplomados do IST

A situação profissional dos recém-diplomados do IST A situação profissional dos recém-diplomados do IST Observatório de Empregabilidade do IST OEIST janeiro 2015 O Técnico preparou-me bem para o mercado de trabalho. Diplomado em Engenharia Informática e

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA. Síntese do

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA. Síntese do ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA Síntese do RELATÓRIO DE AUTO-AVALIAÇÃO: AVALIAÇÃO: OPINIÃO DA COMUNIDADE EDUCATIVA E ENTIDADES EMPREGADORAS O presente documento-síntese é composto pelo Índice

Leia mais

INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT

INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT Desde já, agradecemos a sua participação nesta nova etapa do Projecto de Tutoria a Estudantes ERASMUS versão OUT. Com este inquérito, pretendemos

Leia mais

Consideras a possibilidade de trabalhar no estrangeiro?

Consideras a possibilidade de trabalhar no estrangeiro? Inquérito Universia e Trabalhando 94% dos jovens portugueses considera a possibilidade de trabalhar no estrangeiro Lisboa, 29 de Novembro de 2012. O Universia Portugal (http://), a rede de universidades

Leia mais

2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL

2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL GRUPO DE ECONOMIA E CONTABILIDADE Cursos Científico-Humanísticos Ano Letivo 2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL SOCIOLOGIA (12º ano) Página 1 de 6 Competências Gerais Desenvolver a consciência dos direitos e

Leia mais

EXERCÍCIO Notícia sobre opinião pública relativamente a imigrantes ilegais. Que resposta dar e que atitude(s) tomar?

EXERCÍCIO Notícia sobre opinião pública relativamente a imigrantes ilegais. Que resposta dar e que atitude(s) tomar? EXERCÍCIO Notícia sobre opinião pública relativamente a imigrantes ilegais Que resposta dar e que atitude(s) tomar? Problema a dar resposta Como podemos nós, enquanto assessores do secretário de estado,

Leia mais

EMIGRAÇÃO EM PORTUGAL (2003): MAIORITARIAMENTE TEMPORÁRIA

EMIGRAÇÃO EM PORTUGAL (2003): MAIORITARIAMENTE TEMPORÁRIA Estatísticas Migratórias - Emigração 2003 11 de Junho de 2004 EMIGRAÇÃO EM PORTUGAL (2003): MAIORITARIAMENTE TEMPORÁRIA Não tendo as características e o volume de outros tempos, a emigração portuguesa

Leia mais

Questionário. Para a concretização dos objectivos referidos, solicita-se a sua colaboração no preenchimento do seguinte questionário.

Questionário. Para a concretização dos objectivos referidos, solicita-se a sua colaboração no preenchimento do seguinte questionário. Questionário Eu, Sónia Manuela da Silva Pinto, aluna do 4º ano da Licenciatura em Enfermagem da Universidade Fernando Pessoa, encontro-me a realizar uma investigação Conhecimentos e Comportamentos face

Leia mais

O PAPEL DO ENGENHEIRO QUÍMICO NO MERCADO DE TRABALHO GLOBALIZADO DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO E DO CONHECIMENTO

O PAPEL DO ENGENHEIRO QUÍMICO NO MERCADO DE TRABALHO GLOBALIZADO DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO E DO CONHECIMENTO O PAPEL DO ENGENHEIRO QUÍMICO NO MERCADO DE TRABALHO GLOBALIZADO DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO E DO CONHECIMENTO Raphael Carlos Rosa Pereira ( ¹ ) ; Eder Dias da Silva ( ² ). (1) Graduando em Engenharia Química

Leia mais

PROJECT O é melhor que a tua?

PROJECT O é melhor que a tua? Oficina de Formação à Distância Para o Ensino da Estatística PROJECT A minha O freguesia é melhor que a tua? Formanda Eugénia Pais 29 de Junho de 2007 Memória descritiva As orientações curriculares para

Leia mais

TEMA 1 COMBINATÓRIA E PROBABILIDADES FICHAS DE TRABALHO 12.º ANO COMPILAÇÃO TEMA 1 COMBINATÓRIA E PROBABILIDADES

TEMA 1 COMBINATÓRIA E PROBABILIDADES FICHAS DE TRABALHO 12.º ANO COMPILAÇÃO TEMA 1 COMBINATÓRIA E PROBABILIDADES FICHAS DE TRABALHO.º ANO COMPILAÇÃO TEMA COMBINATÓRIA E PROBABILIDADES Site: http://www.mathsuccess.pt Facebook: https://www.facebook.com/mathsuccess TEMA COMBINATÓRIA E PROBABILIDADES Matemática A.º Ano

Leia mais

Perfis de Integração Profissional

Perfis de Integração Profissional Perfis de Integração Profissional É actualmente reconhecida a importância da integração profissional da pessoa com deficiência, sendo crescente a discussão em torno dos factores que contribuem para o seu

Leia mais

Metodologia de Implementação do Programa Mais Sucesso Escolar: 1. Projecto Turma Mais 2. Projecto Fénix

Metodologia de Implementação do Programa Mais Sucesso Escolar: 1. Projecto Turma Mais 2. Projecto Fénix Metodologia de Implementação do Programa Mais Sucesso Escolar: 1. Projecto Turma Mais 2. Projecto Fénix INTRODUÇÃO No âmbito das medidas de combate ao insucesso escolar, o Ministério da Educação (ME) lançou

Leia mais

M e t o d o l o g i a de I n v e s t i g a ç ã o I

M e t o d o l o g i a de I n v e s t i g a ç ã o I M e t o d o l o g i a de I n v e s t i g a ç ã o I estrado: Formação Pessoal e Social ocente: Professora Doutora Isabel Chagas rabalho realizado por: Álvaro Minhava; Cristina Pires; Lina Benedito; Rita

Leia mais

Ficha de Recolha de Dados

Ficha de Recolha de Dados Ficha de Recolha de Dados Estudo da prevalência de utilização de protetores bucais intraorais no âmbito de uma amostra populacional de praticantes de Muay Thai Este questionário será usado como parte integrante

Leia mais

Identificação das necessidades dos utilizadores 2007

Identificação das necessidades dos utilizadores 2007 Nota prévia: Este documento corresponde a um trabalho de grupo apresentado na Unidade Curricular Desenvolvimento e Gestão de Colecções do Curso de Mestrado em Gestão da Informação e Biblioteca Escolares.

Leia mais

Questionário GERAÇÃO SAUDÁVEL: ANÁLISE ESTATÍSTICA

Questionário GERAÇÃO SAUDÁVEL: ANÁLISE ESTATÍSTICA Questionário GERAÇÃO SAUDÁVEL: ANÁLISE ESTATÍSTICA ANÁLISE DE DADOS Os dados foram analisados na versão R 2.13.1. Foi realizada uma análise descritiva exaustiva de todas as variáveis em estudo, usando

Leia mais

ESTUDO DA SOCIEDADE PORTUGUESA- JULHO 2016 CAMPEONATO EUROPEU DE FUTEBOL- EURO 2016

ESTUDO DA SOCIEDADE PORTUGUESA- JULHO 2016 CAMPEONATO EUROPEU DE FUTEBOL- EURO 2016 ESTUDO DA SOCIEDADE PORTUGUESA- JULHO 2016 CAMPEONATO EUROPEU DE FUTEBOL- EURO 2016 Campeonato Europeu de Futebol- Euro 2016- Sumário - 49% dos participantes interessam-se bastante por futebol, 19% são

Leia mais

RELATÓRIO DA PESQUISA COM OS CALOUROS 2016

RELATÓRIO DA PESQUISA COM OS CALOUROS 2016 RELATÓRIO DA PESQUISA COM OS CALOUROS 2016 Por Elane Dalpiaz O Setor de Ciências Sociais Aplicadas (SCSA), da Universidade Federal do Paraná, pelo terceiro ano consecutivo, realizou uma pesquisa com os

Leia mais

Capítulo 6 Estatística não-paramétrica

Capítulo 6 Estatística não-paramétrica Capítulo 6 Estatística não-paramétrica Slide 1 Teste de ajustamento do Qui-quadrado Testes de independência e de homogeneidade do Qui-quadrado Algumas considerações Slide 2 As secções deste capítulo referem-se

Leia mais

Metodologias de Investigação Científica

Metodologias de Investigação Científica Metodologias de Investigação Científica Edição de 2010/2011 Docentes: Eugénio Oliveira Augusto Sousa Objectivos Questões: PORQUÊ estão vocês a fazer um Doutoramento? estudo; investiga; especializa; O que

Leia mais

Módulo A Aspectos gerais de Metodologia de Investigação

Módulo A Aspectos gerais de Metodologia de Investigação Métodos e Técnicas de Investigação (MTI) UC Obrigatória, 1º semestre Prof. Doutor José António Pereirinha (pereirin@iseg.utl.pt) Profª Doutora Ilona Kovacs (ilona@iseg.utl.pt) Prof. Doutor Carlos Farinha

Leia mais

Como ajudar o seu filho nas escolhas académicas e profissionais. Ideias para hoje e amanhã

Como ajudar o seu filho nas escolhas académicas e profissionais. Ideias para hoje e amanhã Como ajudar o seu filho nas escolhas académicas e profissionais Ideias para hoje e amanhã Os Pais e a Carreira dos Filhos O futuro profissional dos filhos é uma preocupação natural para todos os pais,

Leia mais