Anatomia e fisiologia respiratória. Ms. Roberpaulo Anacleto

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Anatomia e fisiologia respiratória. Ms. Roberpaulo Anacleto"

Transcrição

1 Anatomia e fisiologia respiratória Ms. Roberpaulo Anacleto

2 Fisiologia Respiratória

3 FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA Metabolismo e Objetivo Anatomia funcional do sistema respiratório Vias aéreas Ventilação pulmonar Volumes e fluxos pulmonares Difusão alvéolo-capilar Transporte de oxigênio pelo sangue Curva de dissociação do oxigênio Desvios da curva de dissociação do oxigênio Respiração celular

4 METABOLISMO Combustível Oxigênio = Energia CO H 2 O Calor

5 OBJETIVO Fornecimento de oxigênio aos tecidos e remoção de dióxido de carbono 4 eventos funcionais: 1)ventilação pulmonar renovação cíclica do gás alveolar pelo ar atmosférico; 2) difusão do O 2 e do CO 2 entre alvéolos e sangue; 3) transporte, no sangue e nos líquidos corporais, do O 2 dos pulmões para as células) e do CO 2 (das células para os pulmões); 4) regulação da ventilação e de outros aspectos da respiração)

6 ANATOMIA FUNCIONAL Na inspiração, o diafragma se contrai, o conteúdo abdominal é forçado para baixo e para a frente e as costelas são levantadas. Ambos aumentam o volume do tórax. Quando os músculos intercostais externos se contraem, as costelas são puxadas para cima e para frente e rodam sobre o eixo, que une o tubérculo e a cabeça da costela. Como resultado, tanto o diâmetro lateral como ântero-posterior do tórax aumentam.

7 ANATOMIA FUNCIONAL

8 ANATOMIA FUNCIONAL Pressão pleural em repouso 5 cm H 2 O Inspiração normal, pressão pleural 7,5 cm H 2 O Glote aberta com pulmão em repouso pressão = 0 Inspiração pressão < 1 cm H 2 O = 0,5 l de ar para dentro dos pulmões expiração pressão > 1 cm H2O = 0,5 l de ar para fora dos pulmões

9 ANATOMIA FUNCIONAL Pressão transpulmonar: pressão alveolar e pleural Complacência pulmonar: grau de expansão que os pulmões experimentam para cada unidade de aumento na pressão transpulmonar Surfactante: reduz a pressão transpulmonar necessária para manter os pulmões expandidos Complacência toracopulmonar pulmões e caixa torácica juntos Trabalho ventilatório 3 a 5% da energia total do corpo em repouso podendo aumentar até 50 vezes

10 AS VIAS AÉREAS Idealização das vias aéreas segundo Weibel Diagrama para mostrar o rápido aumento na área de corte transversal das vias aéreas

11 VENTILAÇÃO PULMONAR 500ml 1200ml

12 VENTILAÇÃO PULMONAR Volume corrente: vol. inspirado e expirado a cada ciclo (média de 500ml) Volume residual: permanece nos pulmões mesmo após vigorosa expiração (cerca de 1200ml Volume de reserva inspiratória: ar que ainda pode ser inspirado ao final de inspiração normal (±3000ml); volume de reserva expiratória: após expiração normal (±1100ml) Capacidade vital: é a soma do volume de reserva inspiratória + volume corrente + volume de reserva expiratória (±4600ml) Capacidade inspiratória = vol. corrente + vol. Reserva inspiratória (±3500ml) Capacidade pulmonar total = (±5800ml) capacidade vital + vol. residual Capacidade residual funcional = soma do vol. Reserva expiratória e vol. Residual (±2300ml)

13 VOLUMES E FLUXOS PULMONARES

14 LEI DE DALTON P T = P 1 + P P n

15 O indivíduo,respirando o ar com esta composição sob uma pressão de 760mmHg, terá a nível dos seus alvéolos pulmonares, por mecanismo de diluição (pela mistura com o vapor d água e com gás carbônico existentes no aparelho respiratório) uma pressão parcial de O2 final de 100mmHg, suficinte para oxigenar 98% da hemoglobina do sangue que passa pelos pulmões e que, portamto, irá doá-lo aos tecidos eu uma quantidade adequada às suas necessidades.

16 DIFUSÃO ALVÉOLO-CAPILAR

17 ANATOMIA FUNCIONAL Volume minuto = freq. Ventilatória x vol. corrente Ventilação alveolar difusão = [vol. Corrente (500ml) espaço morto (150ml)] x freq. Ventilatória (12 ciclos/min) = 4200ml Volume de sangue nos pulmões = 450ml capilares pulmonares = 70ml Concentração de O 2 < 70% - vasos adjacentes constricção em 3 a 10 min. Pressão hidrostática maior na parte inferior do pulmão Tempo de permanência do sangue nos capilares pulmonares = 0,8 seg.

18 DIFUSÃO - OXIGÊNIO E GÁS CARBÔNICO Ar atmosférico (mmhg) = N 2: 597,0 (78,62%); O 2 : 159,0 (20,84%); CO 2 : 0,3 (0,04%); H 2 O: 3,7 (0,50%) Ar umidificado (mmhg) = N2: 563,4 (74,09%); O2: 149,3 (19,67%); CO2: 0,3 (0,04%); H2O: 47,0 (6,2%) Ar alveolar (mmhg) = N2: 569,0 (74,9%); O2: 104,0 (13,6%); CO2: 40,0 (5,3%); H2O: 47,0 (6,2%) Ar expirado (mmhg) = N2: 566,0 (74,5%); O2: 120,0 (15,7%); CO2: 27,0 (3,6%); H2O: 47,0 (6,2%) A lenta substituição do ar alveolar é particularmente importante para evitar alterações bruscas nas concentrações dos gases sangüíneos

19 TRANSPORTE DE O 2 PELO SANGUE O 2 Hemoglobina = Heme (Ferro) + Globina (Proteína) Globina = 4 cadeias polipeptídicas ( tipos) A = normal no adulto F = fetal S = falciforme

20 TRANSPORTE DE O 2 PELO SANGUE O 2 TIPO A Íon ferroso oxidado a férrico por drogas (nitratos, sulfonamidas e acetanilida) Meta-hemoglobina inútil para transporte de O 2 Desvio da curva para a direita TIPO S Forma não oxigenada é pouco solúvel Cristaliza dentro da hemácia Afoiçamento - fragilidade - formação de trombos

21 CURVA DE DISSOCIAÇÃO DO OXIGÊNIO

22 DESVIOS DA CURVA DE DISSOCIAÇÃO DO OXIGÊNIO

23 RESPIRAÇÃO CELULAR

24 HIPERVENTILAÇÃO Efeitos Orgânicos Difícil liberação de O 2 para tecidos Vasoconstrição cerebral Vasodilatação periférica Queda da PO 2 cerebral (paradoxal)

25 HIPERVENTILAÇÃO Sintomatologia Sensação de cabeça vazia Sensação de desfalecimento Parestesia sudorese Vertigem Inconsciência

FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA RICARDO LUIZ PACE JR.

FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA RICARDO LUIZ PACE JR. FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA RICARDO LUIZ PACE JR. Esta aula foi retirada do Cap. 12 do livro: Fisiologia do Exercício Energia, Nutrição e Desempenho 5ª edição William D. McArdle Frank I. Katch Victor L. Katch

Leia mais

Sistema Respiratório. Superior. Língua. Inferior

Sistema Respiratório. Superior. Língua. Inferior Sistema Respiratório Língua Superior Inferior Funções 1. Troca de gases entre a atmosfera e o sangue. 2. Regulação homeostática do ph corporal 3. Proteção contra substâncias irritantes e patógenos 4. Vocalização

Leia mais

FISIOLOGIA HUMANA UNIDADE V: SISTEMA RESPIRATÓRIO

FISIOLOGIA HUMANA UNIDADE V: SISTEMA RESPIRATÓRIO FISIOLOGIA HUMANA UNIDADE V: SISTEMA RESPIRATÓRIO Funções Troca de gases com o ar atmosférico; Manutenção da concentração de oxigênio; Eliminação da concentração de dióxido de carbônico; Regulação da ventilação.

Leia mais

FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO

FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO 1 Ventilação e metabolismo energético Equivalente ventilatório de oxigênio: Relação entre volume de ar ventilado (VaV) e a quantidade de oxigênio consumida pelos tecidos (VO2) indica

Leia mais

FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA

FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA SISTEMA RESPIRATÓRIO PARTE 1 SISTEMA RESPIRATÓRIO: ESTRUTURA E FUNÇÃO Anatomia do Sistema Respiratório Pressão Pleural e Alveolar Compliância dos Pulmões: FE, TS e Surfa Volumes

Leia mais

Fisiologia do Trato Respiratório

Fisiologia do Trato Respiratório Universidade Federal de Ouro Preto Instituto de Ciências Exatas e Biológicas ICEB Departamento de Ciências Biológicas DECBI Fisiologia II (CBI-198) Fisiologia do Trato Respiratório Profª: Franciny Paiva

Leia mais

Fisiologia do Trato Respiratório

Fisiologia do Trato Respiratório Universidade Federal de Ouro Preto Instituto de Ciências Exatas e Biológicas ICEB Departamento de Ciências Biológicas DECBI Fisiologia II (CBI-198) Fisiologia do Trato Respiratório Profª: Franciny Paiva

Leia mais

FUNÇÃO assegurar as trocas gasosas (oxigénio e dióxido de carbono) entre o organismo e o ar da atmosfera.

FUNÇÃO assegurar as trocas gasosas (oxigénio e dióxido de carbono) entre o organismo e o ar da atmosfera. FUNÇÃO assegurar as trocas gasosas (oxigénio e dióxido de carbono) entre o organismo e o ar da atmosfera. Pulmões, onde se realizam as trocas gasosas. Vias respiratórias, estabelecem a comunicação entre

Leia mais

Objetivo: Estudar os mecanismos fisiológicos responsáveis pelas trocas gasosas e pelo controle do transporte de gases Roteiro:

Objetivo: Estudar os mecanismos fisiológicos responsáveis pelas trocas gasosas e pelo controle do transporte de gases Roteiro: TROCAS GASOSAS E CONTROLE DO TRANSPORTE DE GASES Objetivo: Estudar os mecanismos fisiológicos responsáveis pelas trocas gasosas e pelo controle do transporte de gases Roteiro: 1. Trocas gasosas 1.1. Locais

Leia mais

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM Disciplina - Fisiologia Fisiologia Respiratória (Parte I) Prof. Wagner de Fátima Pereira Departamento de Ciências Básicas Faculdade de Ciências

Leia mais

Atividade Física, sistema respiratório e saúde

Atividade Física, sistema respiratório e saúde Atividade Física, sistema respiratório e saúde Prof. Dr. Ismael Forte Freitas Júnior ismael@fct.unesp.br Sistema Respiratório Formado por órgãos e tecidos que levam O 2 para a célula e removem CO 2 para

Leia mais

SISTEMA RESPIRATÓRIO PROF. JAIR

SISTEMA RESPIRATÓRIO PROF. JAIR SISTEMA RESPIRATÓRIO PROF. JAIR Fisiologia do Sistema Respiratório A respiração pode ser interpretada como um processo de trocas gasosas entre o organismo e o meio, ou como um conjunto de reações químicas

Leia mais

Sistema Respiratório. Professora: Luciana Ramalho 2017

Sistema Respiratório. Professora: Luciana Ramalho 2017 Sistema Respiratório Professora: Luciana Ramalho 2017 Função da respiração Promover a entrada de Ar para o pulmão e depois para o sangue. Age em conjunto com o sistema circulatório. EXERCÍCIO (PUC - RJ-2007)

Leia mais

Sistema Respiratório. Profª Talita Silva Pereira

Sistema Respiratório. Profª Talita Silva Pereira Sistema Respiratório Profª Talita Silva Pereira A respiração é fundamental para vida humana sendo responsável pela troca dos gases oxigênio(o2) e dióxido de carbono(co2) do organismo, com o meio ambiente.

Leia mais

Sistema Respiratório. rio. Componentes

Sistema Respiratório. rio. Componentes Slide 1 Sistema Respiratório rio Faringe Slide 2 Componentes Nariz (fossas nasais) - duas cavidades paralelas que começam nas narinas e terminam na faringe - funções: filtrar, umedecer e aquecer o ar,

Leia mais

Ciclo Respiratório Normal. Como Respiramos? Prova de Função Pulmonar. Que diz a espirometria? Espirômetro. Sensível ao volume.

Ciclo Respiratório Normal. Como Respiramos? Prova de Função Pulmonar. Que diz a espirometria? Espirômetro. Sensível ao volume. Ciclo Respiratório Normal Como Respiramos? Prova de Função Pulmonar Que diz a espirometria? Espirômetro Sensível ao volume Sensível ao fluxo 1 FEV1 / FVC % Visão Geral da Hematose O índice espirométrico

Leia mais

Fisiologia Respiratória

Fisiologia Respiratória Fisiologia Respiratória Via Aérea Alta Faringe Orofaringe Nasofaringe Laringofaringe Via aérea Baixa Traquéia Brônquios Bronquíolos Alvéolos pulmonares Via Aérea Baixa A traquéia se bifurca dando origem

Leia mais

água 47 mmhg Hg) 37 o C Temperatura ( o C)

água 47 mmhg Hg) 37 o C Temperatura ( o C) Difusão e Transporte dos Gases Propriedade dos Gases Lei dos gases A pressão dos gases é determinada pelo impacto constante das moléculas em movimento contra uma superfície. Os gases dissolvidos na água

Leia mais

Sistema Respiratório. Simulação em Matlab

Sistema Respiratório. Simulação em Matlab Modelos dos Processos Fisiológicos no Home Sistema Respiratório Simulação em Matlab Licenciatura em Eng.ª Biomédica 2 Conteúdos Sistema Respiratório - Introdução Biofísica Pulmonar Simulação Computacional

Leia mais

Mecânica da Ventilação. MSc. Bruna Gazzi de Lima Seolin

Mecânica da Ventilação. MSc. Bruna Gazzi de Lima Seolin Mecânica da Ventilação MSc. Bruna Gazzi de Lima Seolin Para que respirar? Para que respirar? Fotossíntese CO 2 Energia armazenada nas biomoléculas + O 2 N 2 + H 2 0 Para que respirar? Energia Fotossíntese

Leia mais

SISTEMA RESPIRATÓRIO SISTEMA RESPIRATÓRIO

SISTEMA RESPIRATÓRIO SISTEMA RESPIRATÓRIO SISTEMA RESPIRATÓRIO SISTEMA RESPIRATÓRIO O sistema respiratório humano é constituído por um par de pulmões e por vários órgãos que conduzem o ar para dentro e para fora das cavidades pulmonares. Esses

Leia mais

Os gases respiratórios não exercem pressão parcial quando estão combinados com os pigmentos respiratórios, nem quando estão quimicamente modificados.

Os gases respiratórios não exercem pressão parcial quando estão combinados com os pigmentos respiratórios, nem quando estão quimicamente modificados. A circulação de um fluido (sangue ou hemolinfa) acelera a distribuição dos gases respiratórios (movimento por fluxo). Entretanto, os gases, especialmente oxigênio, são pouco solúveis em soluções aquosas.

Leia mais

Como funciona o sistema respiratório?

Como funciona o sistema respiratório? Como funciona o sistema respiratório? O sistema respiratório é responsável pela ventilação pulmonar. " O diafragma contrai-se e desloca-se para baixo. " Os músculos intercostais contraem-se, afastando

Leia mais

Aula 6: Sistema respiratório

Aula 6: Sistema respiratório Aula 6: Sistema respiratório Sistema respiratório Tem início no nariz e na boca e continua através das vias aéreas até os pulmões, onde ocorre a troca dos gases. Sistema respiratório - Funções Condução

Leia mais

Trocas gasosas nos animais

Trocas gasosas nos animais Trocas gasosas nos animais Todos os seres aeróbios necessitam de um fluxo constante de oxigénio para as células e de uma remoção eficiente de dióxido de carbono formado durante a respiração. Os seres vivos

Leia mais

Exercícios de Aprofundamento Biologia Trocas Gasosas

Exercícios de Aprofundamento Biologia Trocas Gasosas 1. (Unesp 2014) Os gráficos representam a concentração de três gases no sangue assim que passam pelos alvéolos pulmonares. É correto afirmar que os gráficos que representam as concentrações dos gases O

Leia mais

Répteis. Maioria possui 2 pulmões. Ventilação TIDAL

Répteis. Maioria possui 2 pulmões. Ventilação TIDAL REPIRAÇÃO NO AR Respiração Aula 4 Répteis Maioria possui 2 pulmões Cobras: um pulmão é reduzido ou ausente Podem ser simples sacos com dobras nas paredes ou câmaras com muitas divisões nas espécies mais

Leia mais

Objetivo: Estudar os mecanismos fisiológicos responsáveis pelo controle da ventilação pulmonar

Objetivo: Estudar os mecanismos fisiológicos responsáveis pelo controle da ventilação pulmonar Cláudia Herrera Tambeli CONTROLE DA VENTILAÇÃO E TRANSPORTE DE GASES Objetivo: Estudar os mecanismos fisiológicos responsáveis pelo controle da ventilação pulmonar Roteiro: 1. Controle da ventilação 1.1.

Leia mais

Sistema respiratório

Sistema respiratório Sistema respiratório Sistema respiratório: função e constituição A função do sistema respiratório é assegurar as trocas gasosas entre o ar e o sangue. VIAS RESPIRATÓRIAS Fossas nasais Faringe Laringe SISTEMA

Leia mais

Faculdade de Ciências da Saúde de Barretos Dr. Paulo Prata

Faculdade de Ciências da Saúde de Barretos Dr. Paulo Prata 1- Na porção respiratória, até qual região é encontrado músculo liso? té os alvéolos b. Até os bronquíolos respiratórios c. Até os bronquíolos terminais d. Até os ductos alveolares 2- Qual é o tipo de

Leia mais

Unidade 6. Sistema respiratório. Planeta Terra 9.º ano. Adaptado por Ana Mafalda Torres

Unidade 6. Sistema respiratório. Planeta Terra 9.º ano. Adaptado por Ana Mafalda Torres Unidade 6 Sistema respiratório Adaptado por Ana Mafalda Torres O que é o sistema cardiorrespiratório? + Sistema circulatório Sistema respiratório O que é o sistema respiratório? O sistema respiratório

Leia mais

A respiração pode ser interpretada como: - processo de trocas gasosas entre o organismo e o meio.

A respiração pode ser interpretada como: - processo de trocas gasosas entre o organismo e o meio. INTRODUÇÃO A respiração pode ser interpretada como: - processo de trocas gasosas entre o organismo e o meio. - conjunto de reações químicas do metabolismo energético (respiração celular). RESPIRAÇÃO CELULAR

Leia mais

Os gases respiratórios não exercem pressão parcial quando estão combinados com os pigmentos respiratórios, nem quando estão quimicamente modificados.

Os gases respiratórios não exercem pressão parcial quando estão combinados com os pigmentos respiratórios, nem quando estão quimicamente modificados. A circulação de um fluido (sangue ou hemolinfa) acelera a distribuição dos gases respiratórios (movimento por fluxo). Entretanto, os gases, especialmente oxigênio, são pouco solúveis em soluções aquosas.

Leia mais

O sistema respiratório

O sistema respiratório T5 Texto de apoio ao professor Sistema respiratório O sistema respiratório Movimentos respiratórios Nesta aula será introduzido o sistema respiratório, focando a sua importância, e as características e

Leia mais

Anatomia e Fisiologia do Sistema Respiratório

Anatomia e Fisiologia do Sistema Respiratório Anatomia e Fisiologia do Sistema Respiratório 1 Márcia Koja Breigeiron Este capítulo aborda alguns aspectos anatômicos e fisiológicos relevantes do sistema respiratório, salientando as particularidades

Leia mais

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto ANATOMIA HUMANA Faculdade Anísio Teixeira Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto Basicamente a respiração é a absorção pelo organismo de oxigênio e a eliminação do gás carbônico resultante do

Leia mais

Difusão e transporte de gases, Relação ventilação/perfusão pulmonar e Fisiologia da altitude e mergulho

Difusão e transporte de gases, Relação ventilação/perfusão pulmonar e Fisiologia da altitude e mergulho Difusão e transporte de gases, Relação ventilação/perfusão pulmonar e Fisiologia da altitude e mergulho Transporte de gases A hemoglobina funciona com um tampão de oxigênio dentro das hemácias. Quando

Leia mais

1. Respiração Orgânica x Respiração Celular

1. Respiração Orgânica x Respiração Celular Respiração 1. Respiração Orgânica x Respiração Celular 2. Respiração Direta x Respiração Indireta O 2 CO 2 O 2 CO 2 superfície respiratória tecidos Problema Limita o tamanho Ex: poríferos, cnidários, platelmintos,

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDOS 2017 Disciplina: Ciências Ano: 8º ano Ensino: FII Nome:

ROTEIRO DE ESTUDOS 2017 Disciplina: Ciências Ano: 8º ano Ensino: FII Nome: ROTEIRO DE ESTUDOS 2017 Disciplina: Ciências Ano: 8º ano Ensino: FII Nome: Orientações para estudo: Refazer as avaliações; Fazer exercícios dos capítulos sobre os sistemas digestório e respiratório. Entregar

Leia mais

ESTUDO DIRIGIDO 02 CMF Sistemas Nervoso e Cardiorrespiratório

ESTUDO DIRIGIDO 02 CMF Sistemas Nervoso e Cardiorrespiratório ESTUDO DIRIGIDO 02 CMF Sistemas Nervoso e Cardiorrespiratório 1. Sabemos que o coração humano apresenta quatro câmaras: dois átrios e dois ventrículos. O fluxo sanguíneo dos átrios para os ventrículos

Leia mais

PROVA DE BIOLOGIA 3 o TRIMESTRE DE 2015

PROVA DE BIOLOGIA 3 o TRIMESTRE DE 2015 PROVA DE BIOLOGIA 3 o TRIMESTRE DE 2015 PROFa. FLÁVIA CARLETE NOME Nº 8º ANO A prova deve ser feita com caneta azul ou preta. É terminantemente proibido o uso de corretor. Respostas com corretor serão

Leia mais

TROCAS GASOSAS TRANSPORTE DE O 2 E CO 2 FUNÇOES DA HEMOGLOBINA QUÍMICA DA RESPIRAÇÃO. Profa. Dra. Celene Fernandes Bernardes

TROCAS GASOSAS TRANSPORTE DE O 2 E CO 2 FUNÇOES DA HEMOGLOBINA QUÍMICA DA RESPIRAÇÃO. Profa. Dra. Celene Fernandes Bernardes TROCAS GASOSAS TRANSPORTE DE O 2 E CO 2 FUNÇOES DA HEMOGLOBINA QUÍMICA DA RESPIRAÇÃO Profa. Dra. Celene Fernandes Bernardes Plasma sanguíneo ph normal Acidose Alcalose Líquido extracelular Sangue arterial

Leia mais

y Para viver, viver os seres aeróbios necessitam da entrada constante de oxigénio para as células e da eliminação eficaz do dióxido de carbono que se

y Para viver, viver os seres aeróbios necessitam da entrada constante de oxigénio para as células e da eliminação eficaz do dióxido de carbono que se Trocas gasosas nos seres multicelulares y Para viver, viver os seres aeróbios necessitam da entrada constante de oxigénio para as células e da eliminação eficaz do dióxido de carbono que se forma como

Leia mais

Sangue!!! TRANSPORTE DE GASES NOS FLUÍDOS CORPORAIS. O que é sangue? Qual(is) a(s) sua(s) função(ões)? 03/04/2017 PERGUNTAS INICIAIS FUNÇÕES DO SANGUE

Sangue!!! TRANSPORTE DE GASES NOS FLUÍDOS CORPORAIS. O que é sangue? Qual(is) a(s) sua(s) função(ões)? 03/04/2017 PERGUNTAS INICIAIS FUNÇÕES DO SANGUE TRANSPORTE DE GASES NOS FLUÍDOS CORPORAIS Sangue!!! PERGUNTAS INICIAIS O que é sangue? Qual(is) a(s) sua(s) função(ões)? FUNÇÕES DO SANGUE Transporte: Nutrientes Metabólitos Gases Hormônios Calor (regulação

Leia mais

Sistema Respiratório. Página Diferenças entre o ar inspirado e o expirado. Página 61

Sistema Respiratório. Página Diferenças entre o ar inspirado e o expirado. Página 61 Página 61 Sistema Respiratório Página 62 2. Diferenças entre o ar inspirado e o expirado 1. Movimentos Respiratórios Os movimentos respiratórios permitem a ventilação pulmonar que se processa em 2 fases:

Leia mais

Programação. Sistema Respiratório e Exercício. Unidade Funcional. Sistema Respiratório: Fisiologia. Anatomia e Fisiologia do Sistema Respiratório

Programação. Sistema Respiratório e Exercício. Unidade Funcional. Sistema Respiratório: Fisiologia. Anatomia e Fisiologia do Sistema Respiratório Sistema Respiratório e Exercício Programação Anatomia e Fisiologia do Sistema Respiratório Volumes e Capacidades Pulmonares ATIVIDADE FÍSICA ADAPTADA E SAÚDE Asma BIE DPOC Aula Prática (Peak Flow) Profa.

Leia mais

É A TROCA ENTRE O AR E O SANGUE AS TROCAS DE GASES ENTRE O SANGUE E OUTROS TECIDOS DO CORPO DO CORPO

É A TROCA ENTRE O AR E O SANGUE AS TROCAS DE GASES ENTRE O SANGUE E OUTROS TECIDOS DO CORPO DO CORPO É A TROCA ENTRE O AR E O SANGUE AS TROCAS DE GASES ENTRE O SANGUE E OUTROS TECIDOS DO CORPO DO CORPO SISTEMA RESPIRATÓRIO O sistema respiratório contem os tubos que transportam o ar do meio externo aos

Leia mais

Trocas Gasosas em Seres Unicelulares

Trocas Gasosas em Seres Unicelulares Trocas Gasosas em Seres Unicelulares Respiração celular Nos seres unicelulares as trocas ocorrem diretamente com o meio. Trocas Gasosas em Seres Multicelulares Trocas gasosas nas plantas Trocas gasosas

Leia mais

05)Quanto ao ciclo de Krebs é INCORRETO afirmar que:

05)Quanto ao ciclo de Krebs é INCORRETO afirmar que: FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO Questões de Avaliação Parte I 01)Compare a energia produzida pela degradação da glicose pela via aeróbica e pela via anaeróbica terminando com o lactato, destacando quais as vantagens

Leia mais

FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA REGULAÇÃO DA RESPIRAÇÃO

FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA REGULAÇÃO DA RESPIRAÇÃO FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA REGULAÇÃO DA RESPIRAÇÃO Carlos Marcelino de Oliveira ??? QUAIS MECANISMOS DETERMINAM OS MOVIMENTOS RESPIRATÓRIOS RÍTIMICOS? QUAIS OS FATORES QUE CONTROLAM A FREQUENCIA E PROFUNDIDADE

Leia mais

SISTEMA RESPIRATÓRIO

SISTEMA RESPIRATÓRIO SISTEMA RESPIRATÓRIO MÓDULO 7 FISIOLOGIA SISTEMA RESPIRATÓRIO O objetivo do sistema respiratório é fornecer oxigênio para as células, embora ele também ajude a regular o ph do sangue. O trato respiratório

Leia mais

O sistema respiratório. 1- O sistema respiratório é constituído pelos pulmões e pelas vias respiratórias Faz a legenda do esquema:

O sistema respiratório. 1- O sistema respiratório é constituído pelos pulmões e pelas vias respiratórias Faz a legenda do esquema: O sistema respiratório FICHA DE TRABALHO 1- O sistema respiratório é constituído pelos pulmões e pelas vias respiratórias. 1.1- Faz a legenda do esquema: fossas nasais traqueia faringe laringe brônquio

Leia mais

OFICINA-RESPIRAÇÃO E CIRCULAÇÃO. Experiência: Modelo simples para simular o funcionamento do pulmão.

OFICINA-RESPIRAÇÃO E CIRCULAÇÃO. Experiência: Modelo simples para simular o funcionamento do pulmão. OFICINA-RESPIRAÇÃO E CIRCULAÇÃO Experiência: Modelo simples para simular o funcionamento do pulmão. Objetivo: Observar o funcionamento dos pulmões por meio do experimento. Material para o experimento:

Leia mais

EXERCÍCIO DE CIÊNCIAS COM GABARITO 8º ANO 1. (PUC-SP) O esquema abaixo é referente ao coração de um mamífero

EXERCÍCIO DE CIÊNCIAS COM GABARITO 8º ANO 1. (PUC-SP) O esquema abaixo é referente ao coração de um mamífero EXERCÍCIO DE CIÊNCIAS COM GABARITO 8º ANO 1. (PUC-SP) O esquema abaixo é referente ao coração de um mamífero a) Que números indicam artérias e veias? b) Que números indicam vasos por onde circulam sangue

Leia mais

Sistema respiratório. Funções. Anatomia do sistema respiratório. Brônquios, bronquíolos e alvéolos. Promover troca de gases circulantes: Vocalização

Sistema respiratório. Funções. Anatomia do sistema respiratório. Brônquios, bronquíolos e alvéolos. Promover troca de gases circulantes: Vocalização Funções Sistema respiratório Promover troca de gases circulantes: suprir oxigênio e remover o dióxido de carbono Vocalização Anatomia do sistema respiratório Nariz Faringe Laringe Traquéia Brônquios Pulmões

Leia mais

Trocas Gasosas em Seres Multicelulares

Trocas Gasosas em Seres Multicelulares Trocas Gasosas em Seres Multicelulares -Trocas gasosas nas plantas -Trocas gasosas nos animais Prof. Ana Rita Rainho TROCAS GASOSAS NAS PLANTAS www.biogeolearning.com 1 Trocas gasosas nas plantas Nas plantas,

Leia mais

PROTEÍNAS GLOBULARES E

PROTEÍNAS GLOBULARES E Universidade Federal do Rio de Janeiro Centro de Ciências da Saúde Instituto de Bioquímica Médica Curso: Enfermagem e Obstetrícia PROTEÍNAS GLOBULARES E TRANSPORTE DE O 2 TRANSPORTE DE O 2 O 2 é pouco

Leia mais

SISTEMA TAMPÃO NOS ORGANISMOS ANIMAIS

SISTEMA TAMPÃO NOS ORGANISMOS ANIMAIS SISTEMA TAMPÃO NOS ORGANISMOS ANIMAIS Regulação do Equilíbrio Ácido-Básico ph = Potencial Hidrogeniônico Concentração de H + Quanto mais ácida uma solução maior sua concentração de H + e menor o seu ph

Leia mais

O Sistema Respiratório. Humano

O Sistema Respiratório. Humano E.E.B.P Mansueto Boff O Sistema Respiratório Humano Nomes: Tiago, Marcos, Erik, Alexandro, Luciana, Andreína, Vanessa, Eduarda e Jaiane Matéria: Ciências Professor: Cladir Turma: 802 Concórdia, 20 de Agosto

Leia mais

Locomoção, Alimentação e Nutrição

Locomoção, Alimentação e Nutrição 3 Sistema Respiratório: Mecânica da Ventilação Hamilton Haddad Junior Maria Aparecida Visconti 3.1 Introdução 3.2 Composição do ar atmosférico 3.3 Principais estruturas do aparelho respiratório 3.4 Mecânica

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI DISCIPLINA: FISIOLOGIA HUMANA E FISIOLOGIA DOS SISTEMAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI DISCIPLINA: FISIOLOGIA HUMANA E FISIOLOGIA DOS SISTEMAS UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI DISCIPLINA: FISIOLOGIA HUMANA E FISIOLOGIA DOS SISTEMAS DEPARTAMENTO CIÊNCIAS BÁSICAS/ FCBS PROF.: WAGNER DE FÁTIMA PEREIRA/ CRISTIANE ROCHA F.

Leia mais

Fisiologia do Sistema Cardiovascular. Profa. Deise Maria Furtado de Mendonça

Fisiologia do Sistema Cardiovascular. Profa. Deise Maria Furtado de Mendonça Fisiologia do Sistema Cardiovascular Profa. Deise Maria Furtado de Mendonça Introdução ao Sistema Cardiovascular Coração e sistema fechado de vasos. Sangue move-se continuamente por gradiente de pressão.

Leia mais

Tarefas 09, 10, 11 e 12 Professor Fabrício LISTA 01

Tarefas 09, 10, 11 e 12 Professor Fabrício LISTA 01 Tarefas 09, 10, 11 e 12 Professor Fabrício LISTA 01 01. No processo de respiração humana, o ar inspirado chega aos alvéolos pulmonares. O oxigênio presente no ar difunde-se para os capilares sanguíneos,

Leia mais

Espaço pleural. Pleura. Pleura visceral Envolve os pulmões. Pleura parietal Recobre a cavidade torácica. Cavidade pleural Contém o líquido pleural

Espaço pleural. Pleura. Pleura visceral Envolve os pulmões. Pleura parietal Recobre a cavidade torácica. Cavidade pleural Contém o líquido pleural pleural M Filomena Botelho Pleura Pleura visceral Envolve os pulmões Pleura parietal Recobre a cavidade torácica Cavidade pleural Contém o líquido pleural Função Reduz a fricção Compartimentaliza Gera

Leia mais

Fisiologia - Resumo Respiratório

Fisiologia - Resumo Respiratório Fisiologia - Resumo Respiratório - 2016-1 Volumes e capacidades pulmonares Ventilação: movimentos cíclicos de entrada e saída de ar dos pulmões. Qual é a frequência dessa ventilação? Em torno de 12 a 18

Leia mais

(51) Borges de Medeiros 293 Novo Hamburgo

(51) Borges de Medeiros 293 Novo Hamburgo APOSTILA DE FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA ESTRUTURA E FUNÇÃO Durante a inspiração e durante a expiração, o ar passa por diversos e diferentes segmentos que fazem parte do aparelho respiratório: Nariz: É o primeiro

Leia mais

Sistema respiratório

Sistema respiratório Sistema respiratório Introdução ao sistema respiratório rio Respiração Respiração celular Respiração externa Troca de gases entre o sangue e as células Troca de gás g s carbônico entre o organismo e o

Leia mais

Sistema Respiratório

Sistema Respiratório 11/11/15 Faculdade de Medicina de Lisboa Ins8tuto de Anatomia Humana Normal Mestrado Integrado em Engenharia Biomédica Sistema Respiratório Lisboa,11 de Novembro de 2015 Sistema Respiratório Sistema responsável

Leia mais

As funções de muitas proteínas envolvem a ligação reversível de outras moléculas - ligandos

As funções de muitas proteínas envolvem a ligação reversível de outras moléculas - ligandos Função de proteínas As funções de muitas proteínas envolvem a ligação reversível de outras moléculas - ligandos Um ligando liga-se ao local de ligação que lhe é complementar. A interacção é específica.

Leia mais

Sistema Respiratório. rio. A função do sistema respiratório é trocar os gases envolvidos no processo de Respiração Celular, logo tem como função:

Sistema Respiratório. rio. A função do sistema respiratório é trocar os gases envolvidos no processo de Respiração Celular, logo tem como função: Sistema Respirató Função A função do sistema respirató é trocar os gases envolvidos no processo de Respiração Celular, logo tem como função: Receber o oxigénio; Libertar o dióxido carbono ( CO2) produzido

Leia mais

TESTE. Verifica a tua aprendizagem. Selecciona apenas uma resposta em cada questão.

TESTE. Verifica a tua aprendizagem. Selecciona apenas uma resposta em cada questão. TESTE Verifica a tua aprendizagem. Selecciona apenas uma resposta em cada questão. 1 O ar entra nos pulmões através de A. Fossas nasais, laringe, faringe, traqueia e brônquios. B. Fossas nasais, faringe,

Leia mais

Princípios básicos de Reeducação Respiratória pós-avc

Princípios básicos de Reeducação Respiratória pós-avc Teleformação em Reabilitação I Curso de E-learning Enfermeiros não especialistas CSP ULS Castelo Branco Princípios básicos de Reeducação Respiratória pós-avc Formadores Catarina Freitas Enfª Chefe do Serviço

Leia mais

Conceitos. Conceitos. Catabolismo. Anabolismo. Metabolismo: Anabolismo + Catabolismo

Conceitos. Conceitos. Catabolismo. Anabolismo. Metabolismo: Anabolismo + Catabolismo Conceitos Metabolismo: Anabolismo + Catabolismo Alunas: Bruna, Deise, Luciane, Viviane, Daniela, Cíntia e Graziela rof. ablo Fabrício Flôres Dias Anabolismo É a ação a de incorporar nutrientes para processar

Leia mais

SISTEMA CARDIOVASCULAR. Elab.: Prof. Gilmar

SISTEMA CARDIOVASCULAR. Elab.: Prof. Gilmar 1 SISTEMA CARDIOVASCULAR 2 Funções Gerais: Transporte de gases respiratórios:o sangue carrega oxigênio dos pulmões para as células do corpo e dióxido de carbono das células para aos pulmões. Transporte

Leia mais

Funções: Constituição: Distribuição nutrientes e oxigénio; Eliminação dióxido de carbono; Transporte hormonas; Manutenção temperatura corporal e ph;

Funções: Constituição: Distribuição nutrientes e oxigénio; Eliminação dióxido de carbono; Transporte hormonas; Manutenção temperatura corporal e ph; Funções: Distribuição nutrientes e oxigénio; Eliminação dióxido de carbono; Transporte hormonas; Manutenção temperatura corporal e ph; Prevenção desidratação e infeções; Constituição: Coração + vasos sanguíneos

Leia mais

DOENÇAS PULMONARES OCUPACIONAIS

DOENÇAS PULMONARES OCUPACIONAIS DOENÇAS PULMONARES OCUPACIONAIS Objetivos da aula Rever aspectos da prova de função pulmonar (PFP) Identificar principais parâmetros da PFP usados em Pneumologia Ocupacional Fornecer subsídios para a discussão

Leia mais

Conceito de ph ph = - Log [H + ] Aumento [H + ] => diminuição do ph => acidose Diminuição [H + ] => aumento do ph => alcalose Alterações são dependent

Conceito de ph ph = - Log [H + ] Aumento [H + ] => diminuição do ph => acidose Diminuição [H + ] => aumento do ph => alcalose Alterações são dependent Equilíbrio ácido-básico A concentração de H no FEC é mantida dentro de um limite extremamente estreito: 40 nmol/l = 1.000.000 menor que a Concentração dos outros íons!! [H] tem profundo efeito nos eventos

Leia mais

FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA DOS MAMÍFEROS

FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA DOS MAMÍFEROS Disciplina de Fisiologia Veterinária FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA DOS MAMÍFEROS Prof. Fabio Otero Ascoli OBJETIVOS DA AULA Revisão da anatomia do sistema respiratório Relembrar leis da física importantes para

Leia mais

Como usar o oxímetro Lifebox. Tutorial 1 o básico

Como usar o oxímetro Lifebox. Tutorial 1 o básico Como usar o oxímetro Lifebox Tutorial 1 o básico O oxímetro de pulso Lifebox Neste tutorial você vai aprender: Como funciona o oxímetro de pulso Como o oxigénio é transportado para os tecidos Como o oxímetro

Leia mais

CYRO ALBUQUERQUE NETO MODELO INTEGRADO DOS SISTEMAS TÉRMICO E RESPIRATÓRIO DO CORPO HUMANO

CYRO ALBUQUERQUE NETO MODELO INTEGRADO DOS SISTEMAS TÉRMICO E RESPIRATÓRIO DO CORPO HUMANO CYRO ALBUQUERQUE NETO MODELO INTEGRADO DOS SISTEMAS TÉRMICO E RESPIRATÓRIO DO CORPO HUMANO São Paulo 2010 CYRO ALBUQUERQUE NETO MODELO INTEGRADO DOS SISTEMAS TÉRMICO E RESPIRATÓRIO DO CORPO HUMANO Tese

Leia mais

1ESTRUTURA E FUNÇÃO. Como a arquitetura pulmonar garante a sua função

1ESTRUTURA E FUNÇÃO. Como a arquitetura pulmonar garante a sua função E FUNÇÃO 1ESTRUTURA Como a arquitetura pulmonar garante a sua função Membrana alvéolo-capilar Vias aéreas e fluxo aéreo Vasos e fluxo sanguíneos Estabilidade alveolar Remoção de partículas inaladas Iniciaremos

Leia mais

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 22 SISTEMA RESPIRATÓRIO

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 22 SISTEMA RESPIRATÓRIO BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 22 SISTEMA RESPIRATÓRIO TRAQUEIA O 2 espiráculo CO 2 traquéolas músculo brânquias corrente de água sangue capilar com sangue venoso capilar com sangue arterial traqueia pulmão

Leia mais

Resumo Fisiologia Respiratória

Resumo Fisiologia Respiratória Resumo Fisiologia Respiratória 1 - SISTEMA RESPIRATÓRIO RESPIRAÇÃO FONAÇÃO Fornecer O 2, retirar CO 2, regular temperatura, manter ph, defesa contra agentes agressores e fonação. Vibração de cordas vocais

Leia mais

Sistema Respiratório e Exercício. Aula 5 Prof. Dra. Bruna Oneda Fisiologia do Esforço

Sistema Respiratório e Exercício. Aula 5 Prof. Dra. Bruna Oneda Fisiologia do Esforço Sistema Respiratório e Exercício Aula 5 Prof. Dra. Bruna Oneda Fisiologia do Esforço Sistema respiratório Conjunto de órgãos responsáveis pelas trocas gasosas do organismo dos animais com o meio ambiente

Leia mais

META Discutir as funções do sistema respiratório integrando-as com cada estrutura que o compõe.

META Discutir as funções do sistema respiratório integrando-as com cada estrutura que o compõe. SISTEMA RESPIRATÓRIO Leonardo Rigoldi Bonjardim Flavia Teixeira-Silva META Discutir as funções do sistema respiratório integrando-as com cada estrutura que o compõe. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno

Leia mais

Adaptações cardiovasculares agudas e crônicas ao exercício

Adaptações cardiovasculares agudas e crônicas ao exercício UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE Departamento de Fisiologia Laboratório de Farmacologia Cardiovascular - LAFAC Adaptações cardiovasculares agudas e crônicas ao exercício Prof. André Sales Barreto Desafio

Leia mais

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 05 RESPIRAÇÃO HUMANA

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 05 RESPIRAÇÃO HUMANA BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 05 RESPIRAÇÃO HUMANA Tecidos O Dissolvido Carboproteína 2 CO 2 Hb HbO HbCO CO + H 2O HHb 2 H 2 + Anidase Carbônica - HCO H CO 2 3 3 O 2 Hb O 2 Alvéolos HHb HbO 2 CO 2 CO 2

Leia mais

Transporte de nutrientes e oxigénio até às células

Transporte de nutrientes e oxigénio até às células Transporte de nutrientes e oxigénio até às células Sistema Circulatório Apresentação feita por Prof. Mónica Moreira Conceito e função do sistema circulatório O sistema circulatório é responsável pela circulação

Leia mais

Jose Roberto Fioretto

Jose Roberto Fioretto Jose Roberto Fioretto jrf@fmb.unesp.br Professor Adjunto-Livre Docente Disciplina de Medicina Intensiva Pediátrica Faculdade de Medicina de Botucatu-UNESP 1988 Ventilação Pulmonar Mecânica Objetivos Fisiológicos

Leia mais

Oficina de CN/EF Material do Monitor. Caro Monitor,

Oficina de CN/EF Material do Monitor. Caro Monitor, Caro Monitor, A oficina terá como tema o Sistema Respiratório e Sistema Circulatório. Para facilitar o entendimento do aluno, terá alguns apontamentos sobre esses sistemas separados, depois integrados,

Leia mais

Doseamento de CO e de MetHb no sangue

Doseamento de CO e de MetHb no sangue MONÓXIDO DE CARBONO Trabalho n.º 4 Doseamento de CO e de MetHb no sangue Ocorrência natural / Aplicações da substância em causa O monóxido de carbono constitui certamente o gás tóxico sobre o qual têm

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE FACULDADE DE ODONTOLOGIA PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE FACULDADE DE ODONTOLOGIA PROGRAMA DE DISCIPLINA UNIVERSIDADE DE RIO VERDE FACULDADE DE ODONTOLOGIA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: FISIOLOGIA GERAL Código da Disciplina: NDC108 Curso: Odontologia Período de oferta da disciplina: 2 o P. Faculdade

Leia mais

Sistema Circulatório. Profª Talita Silva Pereira

Sistema Circulatório. Profª Talita Silva Pereira Sistema Circulatório Profª Talita Silva Pereira Nosso sistema circulatório, como o dos outros vertebrados, é fechado, isto é, o sangue circula sempre dentro dos vasos sanguíneos, bombeado por contrações

Leia mais

Curso de Graduação Biologia BMW-360 Elementos de Fisiologia e Anatomia II 2015/2

Curso de Graduação Biologia BMW-360 Elementos de Fisiologia e Anatomia II 2015/2 Curso de Graduação Biologia BMW-360 Elementos de Fisiologia e Anatomia II 2015/2 Lídia Moreira Lima (Ph.D) Professora Associada, LASSBio, PPDF, ICB-UFRJ lidialima@ufrj.br lmlima23@gmail.com Bibliografia:

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE CIÊNCIAS - 1º E 2º BIMESTRES. A - Introdução

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE CIÊNCIAS - 1º E 2º BIMESTRES. A - Introdução ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE CIÊNCIAS - 1º E 2º BIMESTRES Nome: Nº 8º Ano Data: / / 2016 Professor(a): Nota: (Valor 1,0/2,0) A - Introdução Neste semestre, iniciamos nosso estudo do corpo humano aprendendo

Leia mais

2)Homeostasia: Constância Dinâmica. Explique esta frase. 4)Quais das seguintes substâncias são transportadas através de canais?

2)Homeostasia: Constância Dinâmica. Explique esta frase. 4)Quais das seguintes substâncias são transportadas através de canais? FISIOLOGIA HUMANA QUESTÕES DE AVALIAÇÃO PARTE I 1)Qual a relação entre a fisiologia, a homeostasia, os órgãos e as condições do ambiente interno? 2)Homeostasia: Constância Dinâmica. Explique esta frase.

Leia mais

VENTILAÇÃO MANUAL NA SALA DE PARTO

VENTILAÇÃO MANUAL NA SALA DE PARTO VENTILAÇÃO MANUAL NA SALA DE PARTO Israel Figueiredo Junior israel@vm.uff.br Motivos Várias estruturas materno-neonatais não dispõem de uma UTI e quando apresentam nem sempre encontra-se próxima ao local

Leia mais