Projeto para Implementação de Firewalls

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Projeto para Implementação de Firewalls"

Transcrição

1 FACULDADE IBTA PÓS GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO GIULIANO GONÇALEZ BALDI LEONARDO CHEN ANTUNES MAURICIO FERNANDO LOPES RICARDO PCHEVUZINSKE KATZ RODRIGO DOS REIS MARTINS Projeto para Implementação de Firewalls São Paulo 2009

2 FACULDADE IBTA PÓS GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO GIULIANO GONÇALEZ BALDI LEONARDO CHEN ANTUNES MAURICIO FERNANDO LOPES RICARDO PCHEVUZINSKE KATZ RODRIGO DOS REIS MARTINS Projeto para Implementação de Firewalls Trabalho sobre a segurança em sistemas Firewalls, exigidas pela disciplina de Firewalls. São Paulo 2009

3 3 Sumário Introdução ) Projeto ) Definições ) Modelos de Firewalls ) Entendimento dos Acessos ) Layout da Rede e Considerações...9 3) Aplicação das Regras ) Segurança via Kernel Conclusão Referências... 13

4 4 Introdução Como qualquer área, a Informática também necessita de segurança. Um dos principais elementos e artifícios utilizados com freqüência nas empresas para esta finalidade é chamado de Firewall. Até por isso, um conceito errôneo sobre Firewall é divulgado por várias pessoas, onde freqüentemente fazem a analogia: Firewall é Segurança, ou vice versa. Salienta-se antecipadamente que Firewall é um elemento importantíssimo nesse quesito, mas não se resume apenas nele. Vários itens de segurança devem ser aplicados para que não só um sistema fique seguro, mas que o ambiente de forma geral alcance um nível almejado. Abordaremos alguns conceitos nas próximas seções deste trabalho.

5 5 1) Projeto Este projeto foi solicitado como parte da avaliação da matéria de Firewalls, ministrado aos alunos da Pós Graduação do IBTA. Neste projeto [3], foi solicitado o entendimento de uma solicitação de uma empresa de móveis, a qual necessita disponibilizar dados e interagir com seus clientes, funcionários e fornecedores com segurança. Desta forma, partiu-se do principio que somente o necessário será exposto as partes envolvidas no processo e o restante será automaticamente bloqueado pelas políticas de firewall ora desenvolvidas. Maiores detalhes serão expostos nas seções seguintes. 2) Definições Por definição [1], Firewall é um dispositivo constituído pela combinação de hardware e software, utilizado para controlar o acesso entre redes de computadores. Desta maneira, este projeto consiste em utilizar tal dispositivo para segmentar as diversas redes existentes na empresa de móveis a qual necessita interagir com suas lojas, centro de distribuição, fornecedores, consumidores advindos da internet e obviamente por sua própria rede interna. Todos os serviços devem ser acessados de forma correta e estritamente necessária. Assim sendo, todos os acessos devem ser devidamente mapeados, de maneira que sejam autorizados ou não, de acordo com a situação a qual cada solicitação se enquadre naquele exato momento. Em outras palavras, para se autorizar ou bloquear uma solicitação de conexão aos ativos da empresa é necessário saber:

6 6 Hosts (Origens e Destinos); Portas (Origens e Destinos); Estado das conexões (Novas ou Estabelecidas). Mais adiante, um diagrama com as redes envolvidas no projeto serão demonstradas graficamente, fornecendo um melhor entendimento e, posteriormente, as respectivas regras de firewall criadas especificamente para garantir que somente os acessos vindos de fontes confiáveis serão permitidos. 2.1) Modelos de Firewalls Antes de qualquer executar qualquer projeto para implementação de Firewalls, é preciso saber o que será protegido, do que será protegido, se necessitarão de logs, se terá interação com base de usuários ou qualquer outra particularidade que se apresentar. Atualmente, várias opções podem ser oferecidas, e cada uma pode ser mais adequada que outras, desde recursos disponíveis ou até mesmo ao preço ofertados pelos respectivos fabricantes. Alguns diferenciais: Suporte a maior quantidade de protocolos, Alta Disponibilidade, Controle de Banda (QoS), StateFull, etc. Existem produtos gratuitos, disponibilizados diretamente na internet e mantidos pela comunidade, chamados de OpenSource a qual podemos citar: IPTables (Linux), PF (OpenBSD), IPFW (FreeBSD), Squid etc. E, alguns outros são proprietários, a qual podemos citar: ISA Server (Microsoft), CheckPoint (CheckPoint), PIX/ASA (Cisco) etc. Mas, dentre produtos, fabricantes e qualidades (diferenciais) é necessário definir um perfil de Firewall [2,3] a qual poderá ser mais adequado, como:

7 7 Proxy: Tem por objetivo receber requisições de acesso de usuários, consultar as regras e, caso autorizado, intermediar o acesso ao destino. Assim que a requisição retorna ao dispositivo, é automaticamente retornada ao usuário a qual solicitou originalmente o acesso; Filtro de Pacotes (StateLess): Tem por objetivo receber requisições de acessos vindos de endereços e portas específicos, e, caso autorizado, estabelecer um túnel entre ambas as partes. Toda a orientação é feita baseada em hosts (endereços ips) e portas. Filtro de Pacotes (StateFull): Semelhante ao StateLess, este também tem por objetivo receber requisições de acessos vindos de endereços e portas específicos, e, caso autorizado, estabelecer um túnel entre ambas as partes. Mas, neste caso, toda a orientação é feita baseada em hosts (endereços ips), portas e estados, sendo capaz de diferenciar uma conexão sendo nova ou já estabelecida anteriormente. Extremamente útil quando trabalhada com políticas e regras mais restritivas. Filtro de Aplicações: Da mesma forma que os demais já citados anteriormente, tem o objetivo de autorizar ou negar conexões vindas da rede. Mas, o diferencial neste caso é que a partir deste modelo é possível agir na camada de aplicação (Camada 7, modelo OSI), não levando somente hosts (origens e destinos) e portas, e sim conteúdo dos pacotes. Para aplicações Web, um projeto por nome ModSecurity [4] tem o objetivo de proteger ataques contra WebServers (Apache [5]). Um outro conceito utilizado na implementação deste projeto foi DMZ [6] (ou Zona Desmilitarizada), a qual tem por objetivo separar fisicamente 2 ou mais redes entre si, evitando trazer qualquer risco para as demais caso esta(s) seja(m) comprometida(s).

8 8 Neste trabalho utilizou-se deste conceito para prover serviços de DNS, ERP, WWW, FTP etc, ao passo que, conforme já citado, caso um destes serviços forem comprometidos nenhum outro segmento da rede será afetado. 2.2) Entendimento dos Acessos Para a finalização do projeto, incluindo o layout das redes e definição dos acessos, algumas regras de Firewall foram desenhadas com o objetivo de permitir estritamente acessos necessários, conforme a solicitação inicial. Assim sendo, uma tabela com algumas informações necessárias como redes, hosts e portas, foi disponibilizado da seguinte forma: Site Rede Gateway Observação Centro de Distribuição (CD) / Acessará o BD da Matriz através da porta Fornecedores X.Y/ X.Y O endereço de cada fornecedor variará, bem como o respectivo gateway. Os Fornecedores acessarão o FTP da matriz através das portas 20 e 21. Matriz (DMZ) / Os servidores dispostos neste segmento não acessarão hosts externos, somente retornarão solicitações, com exceção do Proxy. Matriz (Interna) / Acessará todos os hosts da DMZ. Acessos para sites web serão feitos a partir do Proxy, disponibilizado na DMZ. Loja X X /24 X Cada rede de loja variará de acordo com sua identificação. Internet 0/ A rede da internet não poderá ser prevista. Assume-se any. Hosts da internet terão acesso aos servidores da DMZ: DNS e

9 9 2.3) Layout da Rede e Considerações Abaixo, um diagrama foi definido com o objetivo de representar graficamente a topologia sugerida neste projeto. Sendo assim, algumas considerações foram importantes: O acesso vindo dos Fornecedores destinado ao serviço de FTP foi definido por VPN, uma vez que o protocolo não é criptografado; O WAF (Web Application Firewall) foi mantido na DMZ que, apesar de estar na mesma rede, todo o tráfego HTTP e HTTPS aos servidores WEB e ERP serão filtrados primeiramente pelo dispositivo e, caso uma solicitação for autorizada,esta será repassada às respectivas máquinas. Tal máquina recebeu o IP ; No demais, as características restantes já haviam sido especificadas na própria definição do trabalho/projeto, não tendo nada a inovar.

10 10 3) Aplicação das Regras Conforme já citado anteriormente, todas as regras foram criadas o mais restritas possível, no intuito de não permitir que acessos não autorizados sejam concluídos com sucesso. Assim, tais regras serão apresentadas, conforme segue: Interface de Entrada Interface de Saída Portas Origem Destino Finalidade Protocolo eth4 eth / PROXY/Matriz Todos Todas eth1 80,443 0/ (*) WEB/All Todos eth2 eth1 80, / (*) ERP/Loja01 Todos eth2 eth1 80, / (*) ERP/Loja02 Todos eth2 eth1 80, / (*) ERP/Loja03 Todos eth2 eth1 80, / (*) ERP/Loja04 Todos eth2 eth1 80, / (*) ERP/Loja05 Todos eth2 eth1 80, / (*) ERP/Loja06 Todos eth2 eth1 80, / (*) ERP/Loja07 Todos eth2 eth1 80, / (*) ERP/Loja08 Todos eth2 eth1 80, / (*) ERP/Loja09 Todos eth2 eth1 80, / (*) ERP/Loja10 Todos eth3 eth / BD/CD Todos tun+ eth1 20, / FTP/Fornec. Todos Todas eth1 53 0/ DNS/All Todos (*) WAF Ressalta-se, entretanto, que todas as regras acima aceitarão as conexões caso coincidam. Caso não, a conexão automaticamente será bloqueada, levando em conta que a política padrão do Firewall definido neste projeto é DROP. 4) Segurança via Kernel Como já citado anteriormente, durante o processo de hardening é necessário ter em mente que apenas o firewall de borda na rede não traduz segurança.

11 11 Assim sendo, alguns outros itens foram pesquisados, testados e citados neste documento no intuito de trazer conhecimentos necessários para aprimorar a segurança do Firewall em si, como evitar ataques do tipo: DoS e Spoofing. Tais itens variam a forma de aplicação de sistema para sistema, mas neste caso foram devidamente implementados no GNU/Linux, conforme abaixo: ############################################################ ########## Enabling some kernel protections ################ ############################################################ if [ -f "/proc/sys/net/ipv4/tcp_timestamp" ]; then echo "0" > /proc/sys/net/ipv4/tcp_timestamp else echo "0" > /proc/sys/net/ipv4/tcp_timestamps fi echo "1" > /proc/sys/net/ipv4/tcp_syncookies echo "1" > /proc/sys/net/ipv4/icmp_echo_ignore_broadcasts echo "1" > /proc/sys/net/ipv4/icmp_ignore_bogus_error_responses echo "128" > /proc/sys/net/ipv4/ip_default_ttl echo "1" > /proc/sys/net/ipv4/icmp_echo_ignore_all for i in /proc/sys/net/ipv4/conf/*; do echo "0" > $i/accept_redirects echo "0" > $i/accept_source_route echo "1" > $i/log_martians echo "1" > $i/rp_filter; done ############################################################

12 12 Conclusão Com o avanço da tecnologia, sistemas e sistemas são desenvolvidos e customizados diariamente para que o trabalho manual seja poupado. Mais que isso, a resposta das informações armazenadas em tais sistemas são obtidas de forma instantânea, com valores e status informados com precisão. Mas, ao fim deste trabalho, notou-se a importância da obtenção de dispositivos de firewall no ambiente informático da empresa, bem como respectivas regras. Tais regras visam autorizar ou negar acessos aos ativos desta. Um Firewall é importante também em casos onde existem vulnerabilidades que não podem ser corrigidas de imediato, e ao mesmo tempo obviamente não podem ser mitigadas do ambiente em curto prazo. Desta forma, cria-se então regras que somente um ativo ou um grupo de ativos tenham acesso a este, reduzindo a probabilidade da ameaça daquele sistema ou serviço em específico. Assim sendo, mostra-se quão importante é criar regras especificas, altamente selecionadas e analisadas para que não autorizem mais do que necessário.

13 13 Referências [1] Cartilha CERT-BR (Acessado em 22/11/2009, às 15h); [2] Wikipédia (Acessado em 22/11/2009, às 17h); [3] Material das aulas de Firewall (IBTA/2009); [4] ModSecurity (Acessado em 22/11/2009, às 17h30); [5] Apache Software Foundation (Acessado em 22/11/2009, às 17h30); [6] Wikipédia (Acessado em 22/11/2009, às 17h30);

Uma combinação de hardware e software que protege redes mediante a análise do tráfego de entrada e saída

Uma combinação de hardware e software que protege redes mediante a análise do tráfego de entrada e saída Sistemas de Firewall Luiz Henrique Barbosa luiz@oluiz.com Firewalls Um Firewall é um método de proteger hosts e redes conectados a outros computadores e redes contra ataques como: tentativas de obter acesso

Leia mais

Firewalls. O que é um firewall?

Firewalls. O que é um firewall? Tópico 13 Firewall Ferramentas de defesa - Firewall. Princípios de projeto de firewall. Sistemas confiáveis. Critérios comuns para avaliação de segurança da tecnologia da informação. 2 Firewalls O que

Leia mais

Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com /

Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com / Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com / andre.belini@ifsp.edu.br MATÉRIA: SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Aula N : 09 Tema:

Leia mais

Auditoria e Segurança da Informação GSI536. Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU

Auditoria e Segurança da Informação GSI536. Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU Auditoria e Segurança da Informação GSI536 Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU Tópicos Motivação Utilização cada vez maior da Internet e a criação de ambientes cooperativos, levam a uma crescente preocupação

Leia mais

FIREWALL. Prof. Fabio de Jesus Souza. fabiojsouza@gmail.com. Professor Fabio Souza

FIREWALL. Prof. Fabio de Jesus Souza. fabiojsouza@gmail.com. Professor Fabio Souza FIREWALL Prof. Fabio de Jesus Souza fabiojsouza@gmail.com Professor Fabio Souza O que são Firewalls? Os firewalls são sistemas de segurança que podem ser baseados em: um único elemento de hardware; um

Leia mais

Segurança de Redes. Firewall. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br

Segurança de Redes. Firewall. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br Segurança de Redes Firewall Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br Introdução! O firewall é uma combinação de hardware e software que isola a rede local de uma organização da internet; Com ele é possível

Leia mais

Segurança de Redes de Computadores

Segurança de Redes de Computadores Segurança de Redes de Computadores Aula 8 Segurança nas Camadas de Rede, Transporte e Aplicação Firewall (Filtro de Pacotes) Prof. Ricardo M. Marcacini ricardo.marcacini@ufms.br Curso: Sistemas de Informação

Leia mais

SEG. EM SISTEMAS E REDES. Firewall

SEG. EM SISTEMAS E REDES. Firewall SEG. EM SISTEMAS E REDES Firewall Prof. Ulisses Cotta Cavalca Belo Horizonte/MG 2014 SUMÁRIO 1) Firewall 2) Sistema de detecção/prevenção de intrusão (IDS) 3) Implementação de

Leia mais

www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício AULA 09 Firewall

www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício AULA 09 Firewall www.projetoderedes.com.br Gestão da Segurança da Informação Professor: Maurício O que é Firewall Um Firewall é um sistema para controlar o aceso às redes de computadores, desenvolvido para evitar acessos

Leia mais

Firewall. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes. Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática

Firewall. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes. Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Firewall Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Firewall (definições) Por que do nome firewall? Antigamente, quando as casas

Leia mais

Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 6 Firewall e Proxy

Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 6 Firewall e Proxy Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 6 Firewall e Proxy Prof.: Roberto Franciscatto Introdução FIREWALL Introdução Firewall Tem o objetivo de proteger um computador ou uma rede de computadores,

Leia mais

Dom o ín í i n o i o d e d Con o h n e h cim i ent n o o 3 To T p o o p l o o l g o i g a i s e I D I S Carlos Sampaio

Dom o ín í i n o i o d e d Con o h n e h cim i ent n o o 3 To T p o o p l o o l g o i g a i s e I D I S Carlos Sampaio Domínio de Conhecimento 3 Topologias e IDS Carlos Sampaio Agenda Topologia de Segurança Zonas de Segurança DMZ s Detecção de Intrusão (IDS / IPS) Fundamentos de infra-estrutura de redes Nem todas as redes

Leia mais

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Manual do Nscontrol Principal Senha Admin Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Aqui, você poderá selecionar quais programas você quer que

Leia mais

Controlando o tráfego de saída no firewall Netdeep

Controlando o tráfego de saída no firewall Netdeep Controlando o tráfego de saída no firewall Netdeep 1. Introdução Firewall é um quesito de segurança com cada vez mais importância no mundo da computação. À medida que o uso de informações e sistemas é

Leia mais

Administração de Sistemas Operacionais

Administração de Sistemas Operacionais Diretoria de Educação e Tecnologia da Informação Análise e Desenvolvimento de Sistemas INSTITUTO FEDERAL RIO GRANDE DO NORTE Administração de Sistemas Operacionais Serviço Proxy - SQUID Prof. Bruno Pereira

Leia mais

01 - Entendendo um Firewall. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com

01 - Entendendo um Firewall. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com 01 - Entendendo um Firewall. Prof. Armando Martins de Souza E-mail: armandomartins.souza@gmail.com O que são Firewalls? São dispositivos constituídos por componentes de hardware (roteador capaz de filtrar

Leia mais

Componentes de um sistema de firewall - II. Segurança de redes

Componentes de um sistema de firewall - II. Segurança de redes Componentes de um sistema de firewall - II Segurança de redes O que são Bastion Hosts? Bastion host é o nome dado a um tipo especial de computador que tem funções críticas de segurança dentro da rede e

Leia mais

Componentes de um sistema de firewall - I

Componentes de um sistema de firewall - I Componentes de um sistema de firewall - I O que são Firewalls? Os firewalls são sistemas de segurança que podem ser baseados em: um único elemento de hardware; um único elemento de software instalado num

Leia mais

FIREWALL PROTEÇÃO EFICIENTE

FIREWALL PROTEÇÃO EFICIENTE FIREWALL PROTEÇÃO EFICIENTE Antonio Josnei Vieira da Rosa 1 João Carlos Zen 2 RESUMO. Firewall ou porta corta fogo pode ser definido como uma barreira de proteção cuja função é controlar o trafego de uma

Leia mais

Características de Firewalls

Características de Firewalls Firewall Firewall é um sistema de proteção de redes internas contra acessos não autorizados originados de uma rede não confiável (Internet), ao mesmo tempo que permite o acesso controlado da rede interna

Leia mais

Segurança em Sistemas de Informação. Agenda. Conceitos Iniciais

Segurança em Sistemas de Informação. Agenda. Conceitos Iniciais Segurança em Sistemas de Informação Agenda 1. Conceitos Iniciais; 2. Terminologia; 3. Como funcionam; 4. : 1. Cache; 2. Proxy reverso; 5. Exemplos de Ferramentas; 6. Hands on; 7. Referências; 2 Conceitos

Leia mais

Manual de configurações do Conectividade Social Empregador

Manual de configurações do Conectividade Social Empregador Manual de configurações do Conectividade Social Empregador Índice 1. Condições para acesso 2 2. Requisitos para conexão 2 3. Pré-requisitos para utilização do Applet Java com Internet Explorer versão 5.01

Leia mais

Entendendo como funciona o NAT

Entendendo como funciona o NAT Entendendo como funciona o NAT Vamos inicialmente entender exatamente qual a função do NAT e em que situações ele é indicado. O NAT surgiu como uma alternativa real para o problema de falta de endereços

Leia mais

Hardening de Servidores O que é Mitm? Hardening

Hardening de Servidores O que é Mitm? Hardening Hardening de Servidores O que é Mitm? O man-in-the-middle (pt: Homem no meio, em referência ao atacante que intercepta os dados) é uma forma de ataque em que os dados trocados entre duas partes, por exemplo

Leia mais

Firewalls. Firewalls

Firewalls. Firewalls Firewalls Firewalls Paredes Corta-Fogo Regula o Fluxo de Tráfego entre as redes Pacote1 INTERNET Pacote2 INTERNET Pacote3 Firewalls Firewalls Barreira de Comunicação entre duas redes Host, roteador, PC

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação 1 Agenda Sistemas de Firewall 2 1 SISTEMAS DE FIREWALL 3 Sistemas de Firewall Dispositivo que combina software e hardware para segmentar e controlar o acesso entre redes de computadores

Leia mais

Planejando uma política de segurança da informação

Planejando uma política de segurança da informação Planejando uma política de segurança da informação Para que se possa planejar uma política de segurança da informação em uma empresa é necessário levantar os Riscos, as Ameaças e as Vulnerabilidades de

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Divisão de Infra-Estrutura

Divisão de Infra-Estrutura Divisão de Infra-Estrutura Análise de Firewalls Rodrigo Rubira Branco rodrigo@firewalls.com.br O que é a Firewalls? - Empresa Especializada em Segurança. - Profissionais Certificados. - Atenta a Padrões

Leia mais

Tópicos. Firewall. Terminologia. História - continuação. Primeiros Casos. História. História Conceitos Básicos Hardware Software Híbrido

Tópicos. Firewall. Terminologia. História - continuação. Primeiros Casos. História. História Conceitos Básicos Hardware Software Híbrido Tópicos Firewall Prof. Alexandre Beletti Ferreira História Conceitos Básicos Hardware Software Híbrido Terminologia O termo firewall,, no sentido original, é a conhecida porta corta-fogo, ou seja, um dispositivo

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Paraná PUCPR. Curso de Especialização Redes e Segurança de Sistemas

Pontifícia Universidade Católica do Paraná PUCPR. Curso de Especialização Redes e Segurança de Sistemas Pontifícia Universidade Católica do Paraná PUCPR Curso de Especialização Redes e Segurança de Sistemas Desenvolvimento de um Sistema Web para Gerenciamento de Usuários de uma LAN Rafael da Silva Espíndola

Leia mais

BRUNO PEREIRA PONTES

BRUNO PEREIRA PONTES BRUNO PEREIRA PONTES Introdução O que é um Firewall? Um pouco de história Firewall nos dias atuais IPTables O FirewallBuilder Hands- On Conclusão Open Systems Interconnection. Possui 7 camadas, numeradas

Leia mais

Firewalls, um pouco sobre...

Firewalls, um pouco sobre... Iptables Firewalls, um pouco sobre... Firewalls Realizam a filtragem de pacotes Baseando-se em: endereço/porta de origem; endereço/porta de destino; protocolo; Efetuam ações: Aceitar Rejeitar Descartar

Leia mais

Curso Firewall. Sobre o Curso de Firewall. Conteúdo do Curso

Curso Firewall. Sobre o Curso de Firewall. Conteúdo do Curso Curso Firewall Sobre o Curso de Firewall Este treinamento visa prover conhecimento sobre a ferramenta de Firewall nativa em qualquer distribuição Linux, o "iptables", através de filtros de pacotes. Este

Leia mais

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF REDES ESAF 01 - (ESAF - Auditor-Fiscal da Previdência Social - AFPS - 2002) Um protocolo é um conjunto de regras e convenções precisamente definidas que possibilitam a comunicação através de uma rede.

Leia mais

CPE Soft Manual. 125/400mW 2.4GHz. CPE Soft

CPE Soft Manual. 125/400mW 2.4GHz. CPE Soft CPE Soft Manual 125/400mW 2.4GHz CPE Soft Campinas - SP 2010 Indice 1.1 Acessando as configurações. 2 1.2 Opções de configuração... 3 1.3 Wireless... 4 1.4 TCP/IP 5 1.5 Firewall 6 7 1.6 Sistema 8 1.7 Assistente...

Leia mais

Roteador de Perímetro DMZ Hosts de Segurança Gateway de Aplicativo

Roteador de Perímetro DMZ Hosts de Segurança Gateway de Aplicativo Roteador de Perímetro DMZ Hosts de Segurança Gateway de Aplicativo Conectando-se à Internet com Segurança Soluções mais simples. Sistemas de Segurança de Perímetro Zona Desmilitarizada (DMZ) Roteador de

Leia mais

SEGURANÇA E CONTROLE DE ACESSO

SEGURANÇA E CONTROLE DE ACESSO SEGURANÇA E CONTROLE DE ACESSO Produzido por: Professor Elber professorelber@gmail.com AULA 01 -FIREWALL - O QUE É FIREWALL? A palavra firewall tem estado cada vez mais comum no nosso cotidiano, ainda

Leia mais

Winconnection 6. Internet Gateway

Winconnection 6. Internet Gateway Winconnection 6 Internet Gateway Descrição Geral O Winconnection 6 é um gateway de acesso à internet desenvolvido dentro da filosofia UTM (Unified Threat Management). Assim centraliza as configurações

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO BRASQUID

MANUAL DO USUÁRIO BRASQUID MANUAL DO USUÁRIO BRASQUID Saulo Marques FATEC FACULDADE DE TECNOLOGIA DE CARAPICUIBA Sumário 1 Instalação... 4 2 Configuração inicial... 6 2.1 Scripts e Arquivos Auxiliares... 10 2.2 O Squid e suas configurações...

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi ENDIAN FIREWALL COMMUNITY 2.5.1 OURINHOS-SP 2012 HOW-TO

Leia mais

VPN entre Unimed Federação do Paraná e Singulares do Paraná. Gustavo Kochan Nunes dos Santos. Curso de Especialização em Redes e Segurança de Sistemas

VPN entre Unimed Federação do Paraná e Singulares do Paraná. Gustavo Kochan Nunes dos Santos. Curso de Especialização em Redes e Segurança de Sistemas 1 VPN entre Unimed Federação do Paraná e Singulares do Paraná Gustavo Kochan Nunes dos Santos Curso de Especialização em Redes e Segurança de Sistemas Pontifícia Universidade Católica do Paraná Curitiba,

Leia mais

genérico proteção de rede filtragem dos pacotes Sem estado (stateless) no próprio pacote. Com estado (stateful) outros pacotes

genérico proteção de rede filtragem dos pacotes Sem estado (stateless) no próprio pacote. Com estado (stateful) outros pacotes FIREWALLS Firewalls Definição: Termo genérico utilizado para designar um tipo de proteção de rede que restringe o acesso a certos serviços de um computador ou rede de computadores pela filtragem dos pacotes

Leia mais

Servidor, Proxy e Firewall. Professor Victor Sotero

Servidor, Proxy e Firewall. Professor Victor Sotero Servidor, Proxy e Firewall Professor Victor Sotero 1 Servidor: Conceito Um servidor é um sistema de computação centralizada que fornece serviços a uma rede de computadores; Os computadores que acessam

Leia mais

Sistema de Firewall Sistema de Firewall 1. Introdução 2. Conceitos > O modelo OSI > Roteamento de rede x bridges > Sistemas de firewall > Criptografia x firewalls 3. Conclusão Sistema de Firewall 1. Introdução

Leia mais

Firewall. Tutorial Firewall em Linux Acadêmicos: Felipe Zottis e Cleber Pivetta

Firewall. Tutorial Firewall em Linux Acadêmicos: Felipe Zottis e Cleber Pivetta Tutorial Firewall em Linux Acadêmicos: Felipe Zottis e Cleber Pivetta Firewall Firewall é um quesito de segurança com cada vez mais importância no mundo da computação. À medida que o uso de informações

Leia mais

Iptables. Adailton Saraiva Sérgio Nery Simões

Iptables. Adailton Saraiva Sérgio Nery Simões Iptables Adailton Saraiva Sérgio Nery Simões Sumário Histórico Definições Tabelas Chains Opções do Iptables Tabela NAT Outros Módulos Histórico Histórico Ipfwadm Ferramenta padrão para o Kernel anterior

Leia mais

Oficina de ferramentas de Gerência para Redes em Linux

Oficina de ferramentas de Gerência para Redes em Linux Oficina de ferramentas de Gerência para Redes em Linux Introdução Mesmo as pessoas menos familiarizadas com a tecnologia sabem que a internet não é um "território" livre de perigos. É por esta razão que

Leia mais

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1 Segurança na Web Capítulo 6: Firewall Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW Page 1 Introdução Qual a função básica de um firewall? Page 2 Introdução Qual a função básica de um firewall? Bloquear

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE FIREWALL: SEGURANÇA EM REDES DE COMPUTADORES

IMPLANTAÇÃO DE FIREWALL: SEGURANÇA EM REDES DE COMPUTADORES IMPLANTAÇÃO DE FIREWALL: SEGURANÇA EM REDES DE COMPUTADORES Willian dos Santos Alécio¹, Júlio César Pereira¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil wsa.tic@gmail.com juliocesarp@unipar.br

Leia mais

Documento: Treinamentos pfsense Versão do documento: 2014. Treinamentos pfsense. Página 1 de 10

Documento: Treinamentos pfsense Versão do documento: 2014. Treinamentos pfsense. Página 1 de 10 Treinamentos pfsense Página 1 de 10 Definições, Acrônimos e Abreviações Abreviação / Sigla WAN LAN UTM pfsense BGP Descrição Wide Area Network - Rede de longa distância (interface de rede para links de

Leia mais

Roteiro. 1 Firewalls. 2 Filtros de pacotes. 3 Filtros de pacotes com estado. 4 Firewalls de aplicação. 5 Proxies de aplicação

Roteiro. 1 Firewalls. 2 Filtros de pacotes. 3 Filtros de pacotes com estado. 4 Firewalls de aplicação. 5 Proxies de aplicação Roteiro TOCI-08: Segurança de Redes Prof. Rafael Obelheiro rro@joinville.udesc.br 1 Firewalls 2 Filtros de pacotes 3 Filtros de pacotes com estado 4 Firewalls de aplicação 5 Proxies de aplicação Aula 15:

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE REDES I LINUX. Firewall. Frederico Madeira LPIC 1, CCNA fred@madeira.eng.br www.madeira.eng.br

ADMINISTRAÇÃO DE REDES I LINUX. Firewall. Frederico Madeira LPIC 1, CCNA fred@madeira.eng.br www.madeira.eng.br ADMINISTRAÇÃO DE REDES I LINUX Firewall Frederico Madeira LPIC 1, CCNA fred@madeira.eng.br www.madeira.eng.br São dispositivos que têm com função regular o tráfego entre redes distintas restringindo o

Leia mais

Pós Graduação Tecnologia da Informação UNESP Firewall

Pós Graduação Tecnologia da Informação UNESP Firewall Pós Graduação Tecnologia da Informação UNESP Firewall Douglas Costa Fábio Pirani Fernando Watanabe Jefferson Inoue Firewall O que é? Para que serve? É um programa usado para filtrar e dar segurança em

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Sistema Operacional Linux > Firewall NetFilter (iptables) www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Introdução O firewall é um programa que tem como objetivo proteger

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Segurança em Sistemas de Informação Tecnologias associadas a Firewall

Segurança em Sistemas de Informação Tecnologias associadas a Firewall Algumas definições Firewall Um componente ou conjunto de componentes que restringe acessos entre redes; Host Um computador ou um dispositivo conectado à rede; Bastion Host Um dispositivo que deve ser extremamente

Leia mais

IPTABLES. Helder Nunes Haanunes@gmail.com

IPTABLES. Helder Nunes Haanunes@gmail.com IPTABLES Helder Nunes Haanunes@gmail.com Firewall Hoje em dia uma máquina sem conexão com a internet praticamente tem o mesmo valor que uma máquina de escrever. É certo que os micros precisam se conectar

Leia mais

O PROXY SQUID E SUAS MELHORIAS NO DESEMPENHO DAS REDES CORPORATIVAS

O PROXY SQUID E SUAS MELHORIAS NO DESEMPENHO DAS REDES CORPORATIVAS O PROXY SQUID E SUAS MELHORIAS NO DESEMPENHO DAS REDES CORPORATIVAS MOREIRA, Davisson Ronaldo (1); DAVID, Felipe Ferraz (1); OLIVEIRA, Ramon Gonçalves de (1); SOUZA, Reinaldo Alessandro de (1); AGOSTINHO,

Leia mais

Autor: Armando Martins de Souza Data: 12/04/2010

Autor: Armando Martins de Souza <armandomartins.souza at gmail.com> Data: 12/04/2010 http://wwwvivaolinuxcombr/artigos/impressoraphp?codig 1 de 12 19-06-2012 17:42 Desvendando as regras de Firewall Linux Iptables Autor: Armando Martins de Souza Data: 12/04/2010

Leia mais

Proxyarp O Shorewall não exige qualquer configuração

Proxyarp O Shorewall não exige qualquer configuração SEGURANÇA Firewall fácil com o Shorewall Domando o fogo, parte 2 Na segunda parte de nosso tutorial de uso do poderoso Shorewall, aprenda a criar um firewall mais complexo e a proteger sua rede com muita

Leia mais

DNS DOMAIN NAME SYSTEM

DNS DOMAIN NAME SYSTEM FRANCISCO TESIFOM MUNHOZ 2007 Índice 1 DNS DOMAIN NAME SYSTEM 3 2 PROXY SERVER 6 3 DHCP DYNAMIC HOST CONFIGURATION PROTOCOL 7 4 FIREWALL 8 4.1 INTRODUÇÃO 8 4.2 O QUE É FIREWALL 9 4.3 RAZÕES PARA UTILIZAR

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS TÉCNICO DE LABORATÓRIO / ÁREA INFORMÁTICA

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS TÉCNICO DE LABORATÓRIO / ÁREA INFORMÁTICA CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS TÉCNICO DE LABORATÓRIO / ÁREA INFORMÁTICA 26. Considerando o sistema de numeração Hexadecimal, o resultado da operação 2D + 3F é igual a: a) 5F b) 6D c) 98 d) A8 e) 6C 27. O conjunto

Leia mais

Orientador de Curso: Rodrigo Caetano Filgueira

Orientador de Curso: Rodrigo Caetano Filgueira Orientador de Curso: Rodrigo Caetano Filgueira Definição O Firewal é um programa que tem como objetivo proteger a máquina contra acessos indesejados, tráfego indesejado, proteger serviços que estejam rodando

Leia mais

Emanuel Rebouças, MBA Disciplina: SEGURANÇA DE REDE DE COMPUTADORES E SEGURANÇA E AUDITORIA DE SISTEMAS AGENDA

Emanuel Rebouças, MBA Disciplina: SEGURANÇA DE REDE DE COMPUTADORES E SEGURANÇA E AUDITORIA DE SISTEMAS AGENDA Segurança em Redes de Computadores Segurança e FIREWALL Emanuel Rebouças, MBA AGENDA s Objetivo: Avaliar os diferentes tipos de firewall no mercado, como instalá-los em uma rede de computadores e como

Leia mais

Conectividade Social

Conectividade Social Conectividade Social Manual de configurações do Conectividade Social Empregador REROP/RJ Versão 1.0 Rio de Janeiro Outubro / 2004 REVISÕES Versão Data Propósito 1.0 19/10/2004 Criação do documento 2 Índice

Leia mais

O que temos pra hoje?

O que temos pra hoje? O que temos pra hoje? Temas de Hoje: Firewall Conceito Firewall de Software Firewall de Softwares Pagos Firewall de Softwares Grátis Firewall de Hardware Sistemas para Appliances Grátis UTM: Conceito Mão

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação INF-108 Segurança da Informação Firewalls Prof. João Henrique Kleinschmidt Middleboxes RFC 3234: Middleboxes: Taxonomy and Issues Middlebox Dispositivo (box) intermediário que está no meio do caminho dos

Leia mais

Protegendo o seu negócio com servidores DNS que se protegem

Protegendo o seu negócio com servidores DNS que se protegem Resumo do produto: A Solução de DNS seguro da Infoblox reduz os ataques aos servidores DNS através do reconhecimento inteligente de vários tipos de ataque e atuando no tráfego de ataque enquanto continua

Leia mais

Aula 14 Mecanismos de Proteção. Fernando José Karl, AMBCI, CISSP, CISM, ITIL

Aula 14 Mecanismos de Proteção. Fernando José Karl, AMBCI, CISSP, CISM, ITIL Aula 14 Mecanismos de Proteção Fernando José Karl, AMBCI, CISSP, CISM, ITIL Agenda ü Mecanismos de Proteção ü Antivírus ü Antimalware ü Antivírus ü Um sistema de sistema de antivírus detecta códigos maliciosos

Leia mais

Laboratório de Redes

Laboratório de Redes Laboratório de Redes Rui Prior 2008 Equipamento de rede Este documento é uma introdução muito básica aos equipamentos de rede mais comuns, a maior parte dos quais iremos utilizar nas aulas de Laboratório

Leia mais

MRS. Monitoramento de Redes e Sistemas

MRS. Monitoramento de Redes e Sistemas MRS Monitoramento de Redes e Sistemas Origem Crescimento rede REGIN de 16 para 293 municípios. Diversidade de tipos de erros. Minimizar esforço e tempo humano gastos na detecção e eliminação de problemas.

Leia mais

1º Seminário de Software Livre Tchelinux Software Livre: leve adiante esta idéia. Soluções de Web Caching e Web Acceleration

1º Seminário de Software Livre Tchelinux Software Livre: leve adiante esta idéia. Soluções de Web Caching e Web Acceleration 1º Seminário de Software Livre Tchelinux Software Livre: leve adiante esta idéia Soluções de Web Caching e Web Acceleration Domingos Parra Novo domingosnovo@terra.com.br Tópicos Introdução O que são web

Leia mais

Firewalls. A defesa básica e essencial. SO Linux Prof. Michel Moron Munhoz AES 1

Firewalls. A defesa básica e essencial. SO Linux Prof. Michel Moron Munhoz AES 1 Firewalls A defesa básica e essencial SO Linux Prof. Michel Moron Munhoz AES 1 Por que Firewall? Internet Uma imensa rede descentralizada e não gerenciada, rodando sob uma suíte de protocolos denominada

Leia mais

FIREWALL, PROXY & VPN

FIREWALL, PROXY & VPN 1 de 5 Firewall-Proxy D O C U M E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L FIREWALL, PROXY & VPN :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: Se o foco do seu negócio não é tecnologia, instalar e manter por conta própria

Leia mais

Segurança de Redes. Aula 3 Elementos de Segurança de Redes Prof. Fred Sauer, D.Sc. fsauer@gmail.com

Segurança de Redes. Aula 3 Elementos de Segurança de Redes Prof. Fred Sauer, D.Sc. fsauer@gmail.com Segurança de Redes Aula 3 Elementos de Segurança de Redes Prof. Fred Sauer, D.Sc. fsauer@gmail.com 1 Sumário Conceitos básicos de Segurança (proteção, contramedidas) Firewall Filtros de Pacotes Stateful

Leia mais

A gestão e monitoria é feita via interfaceweb no estilo Dashboard com idioma em português e inglês. Um solução da VAMIZI, LDA.

A gestão e monitoria é feita via interfaceweb no estilo Dashboard com idioma em português e inglês. Um solução da VAMIZI, LDA. INTRODUÇÃO O Vamizi Firewall é uma plataforma baseada em Linux especializada na proteção e monitoria de rede que possui uma interface WEB de gestão, agregando diversos serviços em um pacote integrado de

Leia mais

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO ::

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: 1 de 5 Firewall-Proxy-V4 D O C U M E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L FIREWALL, PROXY, MSN :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: Se o foco do seu negócio não é tecnologia, instalar e manter por conta própria

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Projeto Executivo

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Projeto Executivo MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANEXO III Modelo do Ministério Público do Trabalho Sumário 1. OBJETIVO... 3 2. PREMISSAS... 3 3. SOLUÇÃO

Leia mais

Segurança na Rede Local Redes de Computadores

Segurança na Rede Local Redes de Computadores Ciência da Computação Segurança na Rede Local Redes de Computadores Disciplina de Desenvolvimento de Sotware para Web Professor: Danilo Vido Leonardo Siqueira 20130474 São Paulo 2011 Sumário 1.Introdução...3

Leia mais

Aula 13 Mecanismos de Proteção. Fernando José Karl, AMBCI, CISSP, CISM, ITIL

Aula 13 Mecanismos de Proteção. Fernando José Karl, AMBCI, CISSP, CISM, ITIL Aula 13 Mecanismos de Proteção Fernando José Karl, AMBCI, CISSP, CISM, ITIL Agenda ü Mecanismos de Proteção ü Antivírus ü Antimalware ü Antivírus ü Um sistema de sistema de antivírus detecta códigos maliciosos

Leia mais

9 - BIBLIOGRAFIA. http://www.infowester.com/firewall. http://www.gta.ufrj.br. http://www.pt.wikipedia.org/wiki/firewall. http://www.criarweb.

9 - BIBLIOGRAFIA. http://www.infowester.com/firewall. http://www.gta.ufrj.br. http://www.pt.wikipedia.org/wiki/firewall. http://www.criarweb. 9 - BIBLIOGRAFIA http://www.infowester.com/firewall http://www.gta.ufrj.br http://www.pt.wikipedia.org/wiki/firewall http://www.criarweb.com http://www.planetarium.com.br http://www.redes.unb.br/security/firewall

Leia mais

Servidor IIS. Sorayachristiane.blogspot.com

Servidor IIS. Sorayachristiane.blogspot.com Servidor IIS Servidor IIS IIS Serviço de informação de Internet; É um servidor que permite hospedar um ou vários sites web no mesmo computador e cria uma distribuição de arquivos utilizando o protocolo

Leia mais

Laboratório de Redes

Laboratório de Redes Laboratório de Redes Rui Prior 2008 2012 Equipamento de rede Este documento é uma introdução muito básica aos equipamentos de rede mais comuns, a maior parte dos quais iremos utilizar nas aulas de Laboratório

Leia mais

Tipos de Firewalls. porta de origem/destino, endereço de origem/destino, estado da conexão, e outros parâmetros do pacote.

Tipos de Firewalls. porta de origem/destino, endereço de origem/destino, estado da conexão, e outros parâmetros do pacote. IPTables Firewall: o que é? Qualquer máquina capaz de tomar decisões em relação ao tráfego de rede. Mecanismo que separa a rede interna e externa, objetivando aumentar o processo de segurança e controle

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. DIE GIE Documento1 1/12

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. DIE GIE Documento1 1/12 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA DIE GIE Documento1 1/12 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO / ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS / QUANTIDADE 1. OBJETO: 1.1 Aquisição de Firewalls Appliance (hardware dedicado) com throughput

Leia mais

www.professorramos.com

www.professorramos.com Iptables www.professorramos.com leandro@professorramos.com Introdução O netfilter é um módulo que fornece ao sistema operacional Linux as funções de firewall, NAT e log de utilização de rede de computadores.

Leia mais

PROJETO DE IMPLEMENTAÇÃO DE UM SERVIDOR FIREWALL LIVRE UTILIZANDO IPTABLES

PROJETO DE IMPLEMENTAÇÃO DE UM SERVIDOR FIREWALL LIVRE UTILIZANDO IPTABLES PROJETO DE IMPLEMENTAÇÃO DE UM SERVIDOR FIREWALL LIVRE UTILIZANDO IPTABLES 1. Introdução O IPTABLES é um software usado para analisar os pacotes que passam entre redes. A partir desse princípio podemos

Leia mais

HOW TO. Solução. UDP portas 53, 69, passo. é criado duas HTTP, conectar e o tipo de. Liberando restante; Liberando todo o res Bloqueand.

HOW TO. Solução. UDP portas 53, 69, passo. é criado duas HTTP, conectar e o tipo de. Liberando restante; Liberando todo o res Bloqueand. 1 de 5 Introdução O your-freedom é um aplicativo que conecta PC s a proxies na internet através de tunneis criptografados, liberando acesso a qualquer site (ex.: ORKUT) ou programa (ex.: MSN) que esteja

Leia mais

Atualizado em 9 de outubro de 2007

Atualizado em 9 de outubro de 2007 2 Nettion R Copyright 2007 by Nettion Information Security. Este material pode ser livremente reproduzido, desde que mantidas as notas de copyright e o seu conteúdo original. Envie críticas e sugestões

Leia mais

Kaspersky Security Center 10 SP1 (KSC 10 SP1) Como criar Exclusões

Kaspersky Security Center 10 SP1 (KSC 10 SP1) Como criar Exclusões Kaspersky Security Center 10 SP1 (KSC 10 SP1) Como criar Exclusões Regras de exclusão são grupos de condições que o Kaspersky Endpoint Security utiliza para omitir um objeto durante uma varredura (scan)

Leia mais

LABORATÓRIO V. NAT E FIREWALL Documento versão 0.1. Aluno: Paulo Henrique Moreira Gurgel #5634135

LABORATÓRIO V. NAT E FIREWALL Documento versão 0.1. Aluno: Paulo Henrique Moreira Gurgel #5634135 LABORATÓRIO V NAT E FIREWALL Documento versão 0.1 Aluno: Paulo Henrique Moreira Gurgel #5634135 Orientado pela Professora Kalinka Regina Lucas Jaquie Castelo Branco Julho / 2010 Laboratório V NAT e Firewall

Leia mais

Elaboração de Script de Firewall de Fácil administração

Elaboração de Script de Firewall de Fácil administração Elaboração de Script de Firewall de Fácil administração Marcos Monteiro http://www.marcosmonteiro.com.br contato@marcosmonteiro.com.br IPTables O iptables é um firewall em NÍVEL DE PACOTES e funciona baseado

Leia mais

Concurso Público. Prova Prática. Tecnólogo em Redes. Técnico Administrativo em Educação 2014. NÃO escreva seu nome ou assine em nenhuma folha da prova

Concurso Público. Prova Prática. Tecnólogo em Redes. Técnico Administrativo em Educação 2014. NÃO escreva seu nome ou assine em nenhuma folha da prova Concurso Público Técnico Administrativo em Educação 2014 Prova Prática Tecnólogo em Redes NÃO escreva seu nome ou assine em nenhuma folha da prova INSTRUÇÕES 1. A duração da prova é de 03 (três) horas.

Leia mais

Professor(es): Fernando Pirkel. Descrição da(s) atividade(s):

Professor(es): Fernando Pirkel. Descrição da(s) atividade(s): Professor(es): Fernando Pirkel Descrição da(s) atividade(s): Definir as tecnologias de redes necessárias e adequadas para conexão e compartilhamento dos dados que fazem parte da automatização dos procedimentos

Leia mais

Criando um Servidor Proxy com o SQUID. Roitier Campos

Criando um Servidor Proxy com o SQUID. Roitier Campos Criando um Servidor Proxy com o SQUID Roitier Campos Roteiro Redes de Computadores e Internet Arquitetura Cliente/Servidor e Serviços Básicos de Comunicação Componentes do Servidor e Configuração da VM

Leia mais

Execícios de Revisão Redes de Computadores Edgard Jamhour. Proxy, NAT Filtros de Pacotes

Execícios de Revisão Redes de Computadores Edgard Jamhour. Proxy, NAT Filtros de Pacotes Execícios de Revisão Redes de Computadores Edgard Jamhour Proxy, NAT Filtros de Pacotes Exercício 1 Configure as regras do filtro de pacotes "E" para permitir que os computadores da rede interna tenham

Leia mais

Universidade Federal do Acre. Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas

Universidade Federal do Acre. Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Universidade Federal do Acre Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Pós-graduação Lato Sensu em Desenvolvimento de Software e Infraestrutura

Leia mais

Firewall - IPTABLES. Conceitos e Prática. Tópicos em Sistemas de Computação 2014. Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian adriano@acmesecurity.

Firewall - IPTABLES. Conceitos e Prática. Tópicos em Sistemas de Computação 2014. Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian adriano@acmesecurity. Firewall - IPTABLES Conceitos e Prática Tópicos em Sistemas de Computação 2014 Prof. Dr. Adriano Mauro Cansian adriano@acmesecurity.org Estagiário Docente: Vinícius Oliveira viniciusoliveira@acmesecurity.org

Leia mais