ANEXO VIII Cálculo da Tarifa de Remuneração Máxima Admitida

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANEXO VIII Cálculo da Tarifa de Remuneração Máxima Admitida"

Transcrição

1 CONCORRÊNCIA PÚBLICA N ##/2013 CONCESSÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTE PÚBLICO COLETIVO DE PASSAGEIROS DO MUNICÍPIO DE RIO DO SUL ANEXO VIII Cálculo da Tarifa de Remuneração Máxima Admitida novembro-13

2 A presente Cálculo compõe-se dos seguintes Anexos: II - Sumário Denominação I - Capa II - Sumário II.1. Ajuda (Este item Deverá ser Considerado Somente no Anexo III - Modelo de Apresentação da Proposta Financeira) III - Cálculo do Custo Máximo III.1 - Quadros Complementares da Carta Proposta: Quadro 01 - PREÇOS PROPOSTOS PARA OS INSUMOS Quadro 02 - COMPOSIÇÃO DA FROTA PROPOSTA - DISTRIBUÍDA POR FAIXA ETÁRIA Quadro 03 - INVESTIMENTOS E IMOBILIZAÇÕES Quadro 04 - COEFICIENTES, TAXAS E PERCENTUAIS PROPOSTOS IV - RESUMO EXECUTIVO IV.1 Premissas Básicas - Informações Financeiras IV.2 Premissas Básicas - Informações Operacionais IV.3 - Parâmetros de Consumo e Coeficientes IV.4 - Indicadores V - REQUISITOS BÁSICOS V.1 - INSUMOS V.1.1 INFORMAÇÕES FINANCEIRAS V Preços dos Insumos (R$) V.1.2 Salários V.1.3 Despesas Operacionais e Administrativas V.1.4 Receitas Complementares V.2 - DADOS OPERACIONAIS V.2.1 Tarifas Atuais V.2.2 Informações sobre a Demanda V.2.3 Informações sobre a Oferta V.2.4 Informações sobre a Frota V.3 - INVESTIMENTOS E IMOBILIZAÇÕES V Investimentos Iniciais em Frota de Veículos V Requisitos de Garagem V Montante de Investimentos na Infraestrutura de Garagem V Custos de Mobilização Iniciais Obrigatórios V.4 - PARÂMETROS I - PREMISSAS PARA O CÁLCULO V.4.1. Parâmetros V.4.2. Idade para efeito de Depreciação V.4.3. Coeficientes de Consumo V.4.4. Peças, Acessórios e Manutenção V.4.5. Fator de Utilização V.4.6. Despesas Gerais de Administração V.4.7. Tributos e Repasses V.4.8. Parâmetros de Dimensionamento da Garagem V.5 - PARÂMETROS II - Encargos Sociais V.6 - PLANO DE SUBSTITUIÇÃO E AMPLIAÇÃO DA FROTA VI - MEMÓRIA DE CÁLCULO VI.1 - Preços de Insumos VI.2 - Informações Operacionais VI.3 - Cálculo do Percurso Médio Mensal (PMM) VI.4- Cálculo do IPK VI.5 - Cálculo do Valor do Veículo sem Rodagem VI.6 - Custos Variáveis com a Produção VI.6.1. Microônibus VI.6.2. Ônibus Leve/Convencional VI.6.3. Ônibus Pesado VI.6.4. Ônibus Especial VI.6.5. Cálculo do Custo Médio do Combustível VI.6.6. Cálculo do Custo Médio de Óleos e Lubrificantes VI.6.7. Cálculo do Custo Médio de Material Rodante VI.6.8. Cálculo do Custo Variável Médio com a Produção VI.6.9. Cálculo do Custo Médio de Peças e Acessórios VI Cálculo do Custo Variável Médio com a Produção Incluindo o Custo com Peças e Acessórios VI.7 - Demonstração do Custo Variável com a Frota VI.7.1. Depreciação do Veículo VI.7.2. Depreciação do Capital em Sistema de Bilhetagem Eletrônica VI.7.3. Depreciação de Máquinas, Instalações e Equipamentos Página 2 de 63

3 VI.8 - Demonstração do Custo de Pessoal VI.8.1. Pessoal de Operação VI.8.2. Pessoal de Manutenção VI.8.3. Pessoal de Administração VI.8.4. Benefício Social VI.9 - Despesas Operacionais e Administrativas VI.9.1. Despesas Operacionais - Sistema de Bilhetagem Eletrônica e Sistema de Atendimento ao Passageiro VI.9.2. Despesas Operacionais da Empresa VI.9.3. Despesas Administrativas VI.10 - Cálculo do Custo Corrente por Quilômetro Sem Quilometragem Improdutiva VI.11 - Custo Corrente Total por Quilômetro VI.12 - Demonstrativo de Resultado Médio Mensal VI Premissas para Composição dos Custos e Receitas VI Composição da Demanda Manifesta - Média Mensal de Passageiros VI Composição do Custo Corrente Médio Mensal VI.12.4 Custo Corrente com Quilometragem Improdutiva VI.13 - Distribuição Percentual por Grupo de Custo VII - RESULTADO ECONÔMICO PROJETADO VIII - FLUXO DE CAIXA PROJETADO IX - DEMANDA DE PASSAGEIROS X - Orçamento Anual - Custo Corrente XI - Cálculo dos Coeficientes de Depreciação XII - CÁLCULO DOS COEFICIENTES DE REMUNERAÇÃO E DEPRECIAÇÃO Página 3 de 63

4 III - Cálculo do Custo Máximo À PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO DO SUL COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES Rio do Sul - SC NESTA Assunto: Cálculo do Custo Máximo Objeto: outorga de Concessão para Prestação e Exploração dos Serviços Públicos de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros do Município de Rio do Sul/SC O preço máximo admitido da tarifa de remuneração importa em R$ 2,90 por passageiro a ser praticado no Serviço Público de Transporte Coletivo Urbano, cujo valor e respectivos percentuais de composição deverão constar do contrato de concessão. I Tarifa Máxima R$ 3,00 R$/Pas. Por extenso: três reais II Valor Presente Líquido (*) em R$ (R$ ,51) R$ Por extenso: quatrocentos e noventa e seis mil quatrocentos e setenta e três reais e cinqüenta e um centavos negativos III Taxa de Desconto 8,00% % a.a. Por extenso: oito porcento III Taxa Interna de Retorno do Capital (**) 7,40% % a.a. Por extenso: sete porcento e quatro décimos de porcentagem Nota: (*) O Valor Presente Líquido deverá ser maior do que zero (**) A Taxa Interna de Retorno não poderá ser inferior a 8,00%. Participação inicial dos pesos dos componentes de custos: P1 Percentual de participação relativo ao custo de combustíveis e lubrificantes 29,22% % P2 Percentual de participação relativo ao custo de rodagem 4,17% % P3 Percentual de participação relativo ao custo de pessoal e benefícios 42,97% % P4 Percentual de participação relativo ao custo de peças e acessórios e depreciação 18,54% % P5 Percentual de participação relativo aos custo administrativos e comerciais 5,09% % Nos Quadros a seguir relacionados apresenta-se os demais elementos exigidos na formulação da presente Proposta Financeira: Quadro 01 - PREÇOS PROPOSTOS PARA OS INSUMOS Quadro 02 - COMPOSIÇÃO DA FROTA PROPOSTA - DISTRIBUÍDA POR FAIXA ETÁRIA Quadro 03 - INVESTIMENTOS E IMOBILIZAÇÕES Quadro 04 - COEFICIENTES, TAXAS E PERCENTUAIS PROPOSTOS Esta proposta será mantida pelo prazo de 90 (noventa) dias, contados da data da entrega. Rio do Sul, de de Assinatura do Representante Legal Nome do Representante legal Cargo Nome da Empresa Página 4 de 63

5 III.1 - Quadros Complementares da Carta Proposta: Quadro 01 - PREÇOS PROPOSTOS PARA OS INSUMOS Todos os preços propostos deverão ser demonstrados e/ou comprovados por meio de documento fiscal, orçamento ou pedido de compra. Por Extenso Combustível (Óleo Diesel) R$/L 2,2650 dois reais e vinte e sete centavos Pneu (275/80 x R22,5) und ,00 um mil quatrocentos e cinco reais Recapagem (275/80 x R22,5) und. 49 quatrocentos e noventa reais Seguro de Responsabilidade Civil ou Despesas a Título de Indenizações de Acidentes e Sinistros(*) R$/Veic.mês 281,09 duzentos e oitenta e um reais e nove centavos Benefício Sociais Despesas com Benefícios Sociais R$/mês ,82 dezoito mil duzentos e sessenta e um reais e oitenta e dois centavos Despesas Operacionais Despesas mensais com Tecnologia da Informação, Comunicação e Armazenamento de Dados e Manutenção - SBE R$/mês 3.318,73 três mil trezentos e dezoito reais e setenta e três centavos Despesa Anual com Seguro Obrigatório por Veículo R$/mês 396,49 trezentos e noventa e seis reais e quarenta e nove centavos Despesa Anual com Licenciamento por Veículo R$/mês 12 cento e vinte reais Despesas mensais com Treinamento e Capacitação de Colaboradores R$/mês 1.006,50 um mil e seis reais e cinqüenta centavos Despesas mensais com IPTU e Taxas R$/mês 1.091,97 um mil e noventa e um reais e noventa e sete centavos Despesas mensais com Aluguel de Garagens e Instalações(**) R$/mês zero reais (*) Comprovar por meio de cópia de apólice, orçamento ou pela média histórica de despesas com acidentes e/ou sinistros. (**) O aluguel de Garagem será admitido somente nos primeiros 12 meses de concessão. Quadro 02 - COMPOSIÇÃO DA FROTA PROPOSTA - DISTRIBUÍDA POR FAIXA ETÁRIA Distribuição da Frota Proposta Por Faixa Etária Faixa Ano Leve/ Convencional Idade Pesado Idade Frota Total Idade em Anos a a a a a a a a a a a a > Idade Média da Frota por tipo em anos 5,00 5,00 Idade Média da Frota Proposta em anos 5,00 A idade média da frota ao longo do prazo de concessão não poderá ser superior a 7 (sete) anos. Quadro 03 - INVESTIMENTOS E IMOBILIZAÇÕES Investimentos Iniciais Propostos ,25 quatro milhões cento e vinte e sete mil setecentos e sessenta e nove reais e vinte e cinco centavos Frota de Veículos ,09 três milhões cento e cinqüenta e três mil trezentos e nove reais e nove centavos Terreno da Garagem ,52 trezentos e noventa e três mil e três reais e cinqüenta e dois centavos Prédio da Garagem e Demais Instalações ,00 trezentos e sessenta mil setecentos e vinte e cinco reais Máquinas, Equipamentos e Ferramental Investimento Inicial em Almoxarifado , ,27 cento e vinte e seis mil cento e trinta e dois reais e trinta e seis centavos noventa e quatro mil quinhentos e noventa e nove reais e vinte e sete centavos Página 5 de 63

6 Custos de Mobilização Iniciais Obrigatórios Implantação de Serviço de Atendimento ao Passageiro do Transporte Coletivo Urbano Implantação do Sistema de Bilhetagem Eletrônica trezentos e cinqüenta e um mil e quatrocentos reais quinze mil e quatrocentos reais trezentos e trinta e seis mil reais Valor de Outorga Valor de Outorga - Item 17 Anexo II do Edital cinco milhões de reais cinco milhões de reais O valor de outorga consta discriminado no item 17. do Anexo II - Projeto Básico. Quadro 04 - COEFICIENTES, TAXAS E PERCENTUAIS PROPOSTOS Percentual de Quilometragem Improdutiva % 5,00% A quilometragem improdutiva máxima admissível é de 9%. A quilometragem improdutiva considerada deverá ser demonstrada em memória de cálculo. cinco porcento Por Extenso Pessoal de Administração - Despesa Mensal % 10,50% Percentual incidente sobre o custo mensal do Pessoal Operacional Mínimo Máximo 8,00% 13,00% dez porcento e cinco décimos de percentagem Percentual de Despesas Gerais - Despesa Mensal % 0,25% Percentual incidente sobre o preço do veículo Padrão Novo Completo (médio ponderado) Mínimo Máximo 0,17% 0,33% vinte e cinco centésimos de percentagem Página 6 de 63

7 IV - RESUMO EXECUTIVO IV.1 Premissas Básicas - Informações Financeiras IV.1.1 Insumos Descrição do Item Unidade Valor Categoria Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Óleo Diesel R$/L 2,2650 2,2650 2,2650 2,2650 2,2650 Pneu R$/und 1.405, , ,00 - Serviços de Recapagens R$/und Preço de Chassi - Médio Ponderado por Categoria R$/und , Preço de Carroceria - Médio Ponderado por Categoria R$/und , Preço do Veículo Padrão - Médio Ponderado R$/und , Preço do Veículo Padrão - Menos Rodagem R$/und , IV.1.2 Salários Descrição do Item Unidade Valor FU Enc.Soc.(%) Pessoal de Operação R$/veic.mês 6.481,18 3,03 56,48% Motorista R$/veic.mês 3.545,17 1,42 56,48% Cobrador R$/veic.mês 1.994,16 1,42 56,48% Fiscal/Despachante/Apoio Operacional R$/veic.mês 170,96 0,07 56,48% Bilheteiro/Porteiro de Terminal R$/veic.mês ,48% Manutenção R$/veic.mês 770,89 0,14 56,48% Pessoal de Administração R$/veic.mês 599,58 56,48% Administração R$/veic.mês 599,58 56,48% Benefícios Sociais R$/veic.mês 730,47 Pessoal de Operação R$/veic.mês 730,47 IV.1.3 Despesas Operacionais e Administrativas Descrição do Item Unidade Valor Despesas Operacionais com o SBE R$/veic.mês 132,75 Tecnologia da Informação e Comunicação de Dados R$/veic.mês 132,75 Despesas Operacionais da Empresa R$/veic.mês 92,06 Gerenciamento de Risco R$/veic.mês 31,90 Despesas com Treinamento e Capacitação R$/veic.mês 40,26 IPTU e Taxas R$/veic.mês 19,90 Despesas com Aluguel de Garagens e Instalações R$/veic.mês - Despesas Administrativas R$/veic.mês 700,43 Despesas Gerais R$/veic.mês 700,43 IV.2 Premissas Básicas - Informações Operacionais IV.2.1 Tarifas Vigentes Descrição do Item Unidade Valor Passageiros Pagantes R$/pass. 3,10 Passageiros Estudantes R$/pass. 1,55 IV.2.2 Informações Sobre a Demanda Descrição do Item Unidade Valor Demanda Transportada pass Demanda Equivalente pass Taxa de Equivalência % 18,00% Página 7 de 63

8 IV.2.3 Informações Sobre a Oferta Descrição do Item Unidade Valor Quilometragem Programada km Quilometragem Improdutiva km Quilometragem Realizada km IV.2.4 Frota Descrição do Item Unidade Valor Frota Total veic. 28 Frota Reserva veic. 3 Frota Operante veic. 25 IV.3 - Parâmetros de Consumo e Coeficientes Item Unidade Geral Categoria Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Coeficiente de Consumo - Combustível l/km - 0, , , , Coeficiente de Consumo - Óleos e Lubrificantes l/km - 0, , , , Coeficiente de Consumo - Pneus Cons./km Coeficiente de Consumo - Recapagem Cons./km Coeficiente de Consumo - Peças Acessórios e Manutenção Cons./km Depreciação de Capital - Frota Método COLE COLE COLE COLE COLE COLE Depreciação Anos - 8 anos 10 anos 10 anos 10 anos Vida Útil Anos - 10 anos 12 anos 12 anos 12 anos Valor Residual % % 20% 20% 15% 10% Depreciação de Capital - Prédios e Instalações % a.m. 0,536 Veículo Padrão Novo Completo Depreciação de Sistema de Bilhetagem Eletrônica % a.m. 1, Veículo Padrão Novo Completo Depreciação de Capital - Máquinas e Equipamentos % a.m. 0,536 Veículo Padrão Novo Completo Percentual de Frota Reserva % 10,71% Quilometragem Média Mensal Improdutiva % 5,00% Impostos Imposto sobre Serviços - ISS % 2, Contribuição Social sobre o Faturamento - COFINS % Programa de Integração Social - PIS % Encargos Sociais Incidente Sobre a Receita % 2, IV.4 - Indicadores Demanda Transportada Demanda Equivalente Percurso Programado Quilometragem Improdutivo Frota Operacional Frota Reserva Frota Total PMM IPK real IPK equivalente Indicador Custo Variável com a Produção Custo Variável com a Frota Despesas com Pessoal Despesas Operacionais e Administrativas Custo da Quilometragem Improdutiva Custo Corrente por Quilômetro Unidade Quantidade pass./mês pass./mês km/mês km/mês veic. 25 veic. 3 veic. 28 km/veic.mês pass./km 1,6768 pass./km 1,3750 R$/km 1,2035 R$/km 0,6682 R$/km 1,5487 R$/km 0,1834 R$/km 0,1201 R$/km 3,7240 Página 8 de 63

9 V - REQUISITOS BÁSICOS V.1 - INSUMOS V.1.1 INFORMAÇÕES FINANCEIRAS V Preços dos Insumos (R$) V Preço do Combustível - Óleo Diesel + Frete 2,2650 R$/litro V Preço dos Lubrificantes(*) 2,2650 R$/litro (*) O preço dos Lubrificantes é composto com base no preço do Combustível + Frete. V Preço da Rodagem V Pneus V Quantidades Categorias 275/80xR22,5 295/80 x R22,5 Quantidade I. Microônibus 0 II. Leve/Convencional III. Pesado IV. Especial/Articulado 0 V Preço Médio Ponderado Categorias 275/80xR22,5 295/80 x R22,5 Preço Médio Ponderado I. Microônibus II. Leve/Convencional 1.405, ,00 III. Pesado 1.405, ,00 IV. Especial/Articulado V Recapagem V Quantidades Categorias 275/80xR22,5 295/80 x R22,5 Quantidade I. Microônibus 0 II. Leve/Convencional III. Pesado IV. Especial/Articulado 0 V Preço Médio Ponderado Categorias 275/80xR22,5 295/80 x R22,5 Preço Médio Ponderado I. Microônibus II. Leve/Convencional III. Pesado IV. Especial/Articulado V Rodagem - Preço Médio Ponderado Categorias Pneus Recapagem Preço Ponderado Frota Total I. Microônibus 0 II. Leve/Convencional 1.405, ,00 16 III. Pesado 1.405, ,00 12 IV. Especial/Articulado 0 Preço Médio Ponderado 1.405, ,00 28 Página 9 de 63

10 V Preço do Veículo V Preço do Chassis em R$ Fabricante & Modelo Chassi Microônibus Chassi Pesado Quantidade Preço Unitário Fabricante & Modelo Quantidade Preço Unitário Veículo Pesado Preço Médio Ponderado 0 Preço Médio Ponderado Chassi Leve/Convencional Chassi Especial Fabricante & Modelo Quantidade Preço Unitário Fabricante & Modelo Quantidade Preço Unitário Veículo Leve Preço Médio Ponderado Preço Médio Ponderado 0 V Preço da Carroceria em R$ Carroceria Microônibus Carroceria Pesado Fabricante & Modelo Quantidade Preço Unitário Fabricante & Modelo Quantidade Preço Unitário Veículo Pesado Preço Médio Ponderado 0 Preço Médio Ponderado Carroceria Leve/Convencional Carroceria Ônibus Especial Fabricante & Modelo Quantidade Preço Unitário Fabricante & Modelo Quantidade Preço Unitário Veículo Leve Preço Médio Ponderado Preço Médio Ponderado 0 V Preço Médio Ponderado do Veículo Padrão em R$ Categorias Chassis Quant. de Chassis Carroceria Quant. de Carroceria Preço Ponderado I. Microônibus 0 0 II. Leve/Convencional III. Pesado IV. Especial/Articulado 0 0 Preço Médio Ponderado , , ,43 Página 10 de 63

11 V Preço do Veículo Padrão - Menos Rodagem em R$ Categorias Preço do Veículo Ponderado Preço da Rodagem Ponderada Preço Veículo - Menos Rodagem Quantidade I. Microônibus 0 II. Leve/Convencional III. Pesado IV. Especial/Articulado 0 Frota Total 28 Preço Médio Ponderado ,43 V.1.2 Salários V Pessoal de Operação V Motorista 1.60 R$/mês Salário Base V Cobrador 90 R$/mês Salário Base V Fiscal/Despachante/Apontador/Apoio Operacional 1.640,47 R$/mês Salário médio V Bilheteiro/Porteiro de Terminal R$/mês Salário médio V Benefícios Sociais ,82 R$/mês V Benefícios Sociais ,82 R$/mês V.1.3 Despesas Operacionais e Administrativas V Despesas Operacionais 5.122,81 R$/mês V Sistema de Bilhetagem Eletrônica e Atendimento ao Passageiro 3.318,73 R$/mês V Despesas com Tecnologia da Informação e Comunicação de Dados 3.318,73 R$/mês V Da Empresa 1.804,08 R$/mês V Gerenciamento de Risco 797,58 R$/Veic.mês V Despesa Anual com o Seguro de Responsabilidade Civil (*) 281,09 R$/Veic.mês (*) ou Despesas a Título de Indenizações de Acidentes e Sinistros V Despesa Anual com o Seguro Obrigatório por Veículo 396,49 R$/Veic.mês V Despesa Anual com Licenciamento por Veículo 12 R$/Veic.mês V Despesas com Treinamento e Capacitação 1.006,50 R$/mês V IPTU e Taxas 497,52 R$/mês V Despesas mensais com Aluguel de Garagens e Instalações R$/mês V Despesas Administrativas ,71 R$/mês V Despesas Gerais (*) 0,25% , ,71 R$/mês (*) Para efeito de licitação será um percentual aplicado sobre o Preço do Veículo Padrão Novo Completo Serviços de Terceiros Outras Despesas Gerais Propaganda, Publicidade e Comunicação Social Despesas Bancárias Serviços de Assessoria e Consultoria Técnica V.1.4 Receitas Complementares Para efeito de licitação não será considerado a ocorrência de receitas complementares V Receita Mensal com Publicidade Receita Por Veículo Frota Total Receita Mensal R$/Veíc.mês Nº de Veíc. R$/mês V Publicidade Externa em Veículos da Frota V Outras Receitas 28 Página 11 de 63

12 V - REQUISITOS BÁSICOS V.2 - DADOS OPERACIONAIS V.2.1 Tarifas Atuais Coeficiente de Participação Tarifa V Passageiros Pagantes 1,00 3,10 R$/pass. V Passageiros Estudantes 0,50 1,55 R$/pass. V.2.2 Informações sobre a Demanda V Demanda Transportada Pass./média/mês Taxa de Crescimento Anual 5,0916% V Demanda Equivalente Demanda Corrigida Pass./equiv./mês V Taxa de Equivalência 18,00% % V Indice de Passageiros Equivalentes Por Quilômetro - IPKe 1,3750 Pass./Km V Demonstrativo de Passageiros Mensais Período Passageiro Pagente (100%) Passageiro Estudante (50%) Demanda Mensal Demanda Equivalente jul/ ago/ set/ out/ nov/ dez/ jan/ fev/ mar/ abr/ mai/ jun/ Total 12 meses Média/Mensal Ponderação V.2.3 Informações sobre a Oferta V Quilometragem Operacional Programada ,06 km/mês V Quilometragem Improdutiva km/mês V Quilometragem Total Programada km/mês Página 12 de 63

13 V.2.4 Informações sobre a Frota V Frota Categoria Operante Reserva Total I. Microônibus II. Leve/Convencional III. Pesado IV. Especial/Articulado Total V Distribuição Etária Da Frota Idade da Frota Leve Ônibus Ônibus Microônibus Anos Faixa etária Convencional Pesado Especial Total Idade em Anos a a a a a a a a a a a a > Total Idade Média da Frota 5,0 anos Página 13 de 63

14 V - REQUISITOS BÁSICOS V.3 - INVESTIMENTOS E IMOBILIZAÇÕES V Investimentos Iniciais em Frota de Veículos Aplicação Quantidade Preço Unitário Idade Coeficiente Valor (R$) Média de Depreciação (%) à depreciar (R$) Unidade Acumulado Valor a deduzir do Preço Total (R$) Veículos a serem empregados na Frota 28 Veículo Novo Anos em anos Preço do Veículo Novo Microônibus 0 veic. - % Ônibus Leve/Convencional 16 veic ,00 58,18% , ,91 Ônibus Pesado 12 veic ,00 61,82% , ,18 Ônibus Especial 0 veic. - % Preço do Veículo Médio Ponderado - Veículo Padrão R$/veic ,43 R$/veic , , ,09 V Requisitos de Garagem Especificação Parâmetros Unidade Referência em Veículos Requisitos Mínimos Preço (Unt.) Preço Total (R$) Terreno da garagem com área total mínima 104,00 m2/veic , ,52 Área mínima de garagem destinada para estacionamento para ônibus Área mínima coberta destinada aos setores de manutenção: oficinas (elétrica, mecânica), funilaria e pintura, almoxarifado, lubrificação e lavação de peças e chassi, borracharia e área de inspeção de frota. 74,50 m2/veic ,00 m2/veic Rampas de Manutenção 1 und. para cada 10 veíc Área mínima coberta destinada ao posto de abastecimento, lubrificação, troca de óleo e depósito Bombas de Abastecimento de Óleo Diesel com tratamento de efluentes 104,00 m2/veic , und Área mínima para prédio administrativo 2,00 m2/veic Local apropriado para lavagem de veículos dotado de lavador de alta pressão e/ou Lavador Automático 1 und Pátio Iluminado 74,50 m2/veic , Pátio Revestido com Pedra Brita ou Pavimentado com asfalto CBUQ, Lajota de Concreto ou Paralelepípedo 74,50 m2/veic , Reservatório de Abastecimento de Óleo Diesel 250 litros/dia , ,00 Sub Total ,52 V Montante de Investimentos na Infraestrutura de Garagem Aplicação Unidade Valor Inicial Imobilizado Terreno da Garagem R$ Prédio da Garagem e Demais Instalações R$ , ,00 Máquinas, Equipamentos e Ferramental R$ Investimento Inicial em Almoxarifado R$ Subtotal , , ,16 Página 14 de 63

15 V Custos de Mobilização Iniciais Obrigatórios Implantação de Serviço de Atendimento ao Passageiro do Transporte Coletivo Urbano Quantidade Unidade Investimento por Unidade (R$) Investimento Total (R$) Observações Quanto aos Prazos de Implantação Infraestrutura, equipamentos e mobiliário Portal (Web Site) na Internet para complemento ao Serviço de Atendimento ao Passageiro Total 28 veic veic No prazo de início de operação indicado pelo Licitante V MONTANTE DO INVESTIMENTO INICIAL NO SISTEMA DE BILHETAGEM ELETRÔNICA Aplicação Preço Unitário Depreciação Anual Valor Preço Total Quantidade Unidade Und. Itens (R$) 20% à depreciar (R$) (R$) Implantação do Sistema de Bilhetagem 28 veic R$/veic. % Eletrônica Página 15 de 63

16 V - REQUISITOS BÁSICOS V.4 - PARÂMETROS I - PREMISSAS PARA O CÁLCULO Classificação da Frota Categoria Potência do Motor Ordem Microônibus Até 150 HP I Leve/Convencional De 150 Até 200 HP II Pesado/Padron Acima de 200 HP III Especial/Articulado* Acima de 200 HP IV * Dotado de uma articulação ou que tenha no máximo 18 metros. A classificação baseada na potencia do motor dos veículos permitidos para a frota, destina-se para justificar os coeficientes de consumo adotados. V.4.1. Parâmetros Descrição Frota Reserva (*) Coeficiente 10,71% da frota total Quilometragem Improdutiva (**) 5,00% da quilometragem total (*) A frota reserva foi fixada com base no número de veículos utilizados para este fim, ao longo dos últimos 15 anos. (**) A quilometragem improdutiva depende da localização da Garagem considerada pela Licitante. V.4.2. Idade para efeito de Depreciação V Idade dos Equipamentos de Informática e Bilhetagem Eletrônica para efeito de Depreciação Depreciação - Informática e Bilhetagem Eletrônica Bilhetagem Depreciação Valor Residual Vida Útil S.B.E. - Kit Embarcado - Validadores 5 anos 0% 7 anos Equipamentos de Informática 5 anos 0% 7 anos Depreciação pelo Método Linear. Para fins de depreciação, adotou-se o prazo contábil de 5 anos. A vida útil compreende o prazo de depreciação e mais dois anos de permanência, os quais foram considerados para fins de tranzição tecnológica. V Idade da Frota para efeito de Depreciação Depreciação da Frota Classificação Depreciação Vida Útil Valor Residual Microônibus 8 anos 10 anos 20% Leve/Convencional 10 anos 12 anos 20% Pesado/Padron 10 anos 12 anos 15% Especial/Articulado 10 anos 12 anos 10% Depreciação pelo Método de COLE. A idade dos veículos da frota para fins de depreciação foi fixada com base no custo de propriedade, no custo de manutenção e na obsolecência pelo uso intensivo. O valor residual foi fixado com base nos percentuais utilizados no Manual do GEIPOT/MT em uso pelo Ministério das Cidades.. Página 16 de 63

17 V Coeficientes de Depreciação do Capital em Frota Nota: a Depreciação foi calculada com base no Método de COLE Microônibus Leve/Convencional Pesado/Padron Especial Unitário Acumulado Unitário Acumulado Unitário Acumulado Unitário Acumulado 0 a 1 ano a 2 anos 0, ,78% 0, ,55% 0, ,45% 0, ,36% 2 a 3 anos 0, ,33% 0, ,64% 0, ,36% 0, ,09% 3 a 4 anos 0, ,67% 0, ,27% 0, ,73% 0, ,18% 4 a 5 anos 0, ,78% 0, ,45% 0, ,55% 0, ,64% 5 a 6 anos 0, ,67% 0, ,18% 0, ,82% 0, ,45% 6 a 7 anos 0, ,33% 0, ,45% 0, ,55% 0, ,64% 7 a 8 anos 0, ,78% 0, ,27% 0, ,73% 0, ,18% 8 a 9 anos 0, % 0, ,64% 0, ,36% 0, ,09% 9 a 10 anos % 0, ,55% 0, ,45% 0, ,36% 10 a 11 anos % 0, % 0, ,00% 0, % 11 a 12 anos % % ,00% % > % % ,00% % Microônibus Idade Média da Frota Inicial Leve/Convencional 5,00 Idade Média da Frota Inicial % Coeficiente Acumulado 58,18% Coeficiente Acumulado Especial/Articulado Pesado Idade Média da Frota Inicial 5,00 Idade Média da Frota Inicial % Coeficiente Acumulado 61,82% Coeficiente Acumulado Microônibus Leve/Convencional Idade Média da Frota Final Idade Média da Frota Final % Coeficiente Acumulado % Coeficiente Acumulado Especial/Articulado Pesado Idade Média da Frota Final 6,55 Idade Média da Frota Final % Coeficiente Acumulado 75,73% Coeficiente Acumulado V Depreciação de Máquinas, Instalações e Equipamentos Investimento % Fator Taxa Anual Prédios e Instalações Máquinas e Equipamentos Máquinas, Equipamentos, Prédios e Instalações Sistema de Bilhetagem Eletrônica - Validadores Depreciação pelo Método Linear. Depreciação do Capital Investido 0, , , , Para fins de depreciação de prédios e instalações, adotou-se uma vida útil de 240 meses e valor residual de 0%. Base Referencial Veículo Padrão Novo Completo Veículo Padrão Novo Completo Veículo Padrão Novo Completo Veículo Padrão Novo Completo Para fins de depreciação de máquinas e equipamentos, adotou-se o prazo contábil de 5 anos, com mais dois anos de permanência e valor residual de 0%. V.4.3. Coeficientes de Consumo V Combustível Categoria Limite Inferior - l/km Limite Médio - l/km Limite Superior - l/km Microônibus Leve/Convencional Pesado/Padron Especial/Articulado 0,3500 0,3500 0,4500 0,5300 0,3700 0,3700 0,4750 0,5900 0,3900 0,3900 0,5000 0,6500 Coeficientes de consumo adotados com base nos intervalos de confiança do Manual do GEIPOT/MT - Em uso pelo Ministério das Cidades. Adotou-se o coeficiente médio de cada categoria, de modo a preservar o equilíbrio entre modicidade tarifária e equilíbrio econômico e financeiro.. V Lubrificantes (*) (*) Coeficiente de consumo equivalente a Óleo Diesel Categoria Limite Inferior - l/km Limite Médio - l/km Limite Superior - l/km Microônibus Leve/Convencional Pesado/Padron Especial/Articulado 0,0400 0,0400 0,0400 0,0400 0,0500 0,0500 0,0500 0,0500 0,0600 0,0600 0,0600 0,0600 Coeficientes de consumo adotados com base nos intervalos de confiança do Manual do GEIPOT/MT - Em uso pelo Ministério das Cidades. Adotou-se o coeficiente médio de cada categoria, de modo a preservar o equilíbrio entre modicidade tarifária e equilíbrio econômico e financeiro.. Página 17 de 63

18 V Material Rodante V Pneus Categoria Limite Inferior - Km Limite Médio - Km Limite Superior - Km Nº Pneus Coeficiente em uso - Km Microônibus Leve/Convencional Pesado/Padron Especial/Articulado Coeficientes de consumo adotados com base nos intervalos de confiança do Manual do GEIPOT/MT - Em uso pelo Ministério das Cidades. Adotou-se o coeficiente médio de cada categoria, de modo a preservar o equilíbrio entre modicidade tarifária e equilíbrio econômico e financeiro.. V Recapagem Categoria Limite Inferior - Km Limite Médio - Km Limite Superior - Km Nº Recap. Coeficiente em uso - Km Microônibus Leve/Convencional Pesado/Padron Especial/Articulado Parâmetro = 2,5 Coeficientes de consumo adotados com base nos intervalos de confiança do Manual do GEIPOT/MT - Em uso pelo Ministério das Cidades. Adotou-se o coeficiente médio de cada categoria, de modo a preservar o equilíbrio entre modicidade tarifária e equilíbrio econômico e financeiro.. V.4.4. Peças, Acessórios e Manutenção Categoria Limite Inferior - Km Limite Médio - Km Limite Superior - Km PMM - Km Coeficiente em uso - Km Microônibus Leve/Convencional Pesado/Padron Especial/Articulado PMM = Percurso Médio Mensal - Km/Veic. X mês - No presente caso aplicou-se uma meta de aproveitamento de frota da ordem de 30% a mais do PMM programado. Coeficientes de consumo adotados com base nos intervalos de confiança do Manual do GEIPOT/MT - Em uso pelo Ministério das Cidades. Adotou-se o coeficiente médio de cada categoria, de modo a preservar o equilíbrio entre modicidade tarifária e equilíbrio econômico e financeiro.. V.4.5. Fator de Utilização V Pessoal de Operação Cargo/Função FU Inferior FU em uso Fu Superior Enc.Soc. (%) Motorista 2,20 1,42 2,80 56,48 Cobrador 2,20 1,42 2,80 56,48 Bilheteiro, Porteiro Terminal 0,20 0,50 56,48 Fiscal, Despachante, Apontador e Apoio Operacional 0,20 0,07 0,50 56,48 Categoria Limite Inferior (%) Limite Médio (%) Limite Superior (%) Pessoal de Manutenção(*) 12% 13,50% 15% (* )Inclui pessoal de limpeza, abastecimento e oficinas diurno e noturno. Percentual vinculado a despesas com pessoal de operação. Coeficientes de consumo adotados com base nos intervalos de confiança do Manual do GEIPOT/MT - Em uso pelo Ministério das Cidades. O fator de utilização de cada categoria foi calculados em função do número de empregados no exercício da função no mês julho de V Pessoal de Administração Categoria Limite Inferior (%) Limite Médio (%) Pessoal de Administração(*) 8% 10,50% (*) Percentual vinculado a despesa com pessoal de operação. Coeficientes de consumo adotados com base no intervalo de confiança do Manual do GEIPOT/MT - Em uso pelo Ministério das Cidades. Adotou-se o coeficiente médio de cada categoria, de modo a preservar o equilíbrio entre modicidade tarifária e equilíbrio econômico e financeiro. Limite Superior (%) 13% V.4.6. Despesas Gerais de Administração Categoria Limite Inferior (%) Limite Médio (%) Limite Superior (%) Despesas Gerais de Administração(*) 0,17% 0,25% 0,33% (*) O percentual Incide sobre o preço do veículo padrão novo completo. Coeficientes de consumo adotado com base no intervalo de confiança do Manual do GEIPOT/MT - Em uso pelo Ministério das Cidades. Adotou-se o coeficiente médio de cada categoria, de modo a preservar o equilíbrio entre modicidade tarifária e equilíbrio econômico e financeiro. V.4.7. Tributos e Repasses Imposto sobre Serviços - ISS (*) 2,00 % (*) A base de cálculo deverá corresponder a 100,0% da Receita Contribuição Social sobre o Faturamento - COFINS % Programa de Integração Social - PIS % Encargos Sociais Incidente Sobre a Receita 2,00 % Soma 4,00 % Página 18 de 63

19 V.4.8. Parâmetros de Dimensionamento da Garagem Variável Especificação Índices Unidade Metragem quadrada necessária da área de terreno para a garagem/estacionamento Mt 104,00 m² prolongado por veículo (*) Mp Metragem quadrada necessária de pátio por veículo (*) 74,50 m² Mo Metragem quadrada de oficina necessária por veículo (*) 27,50 m² Ma Metragem quadrada de área administrativa por veículo (*) 2,00 m² Vui Número de meses de vida útil das instalações(**) 240 mês Vue Número de meses de vida útil máquinas e equipamentos(**) 60 mês Ce Capital investido em máquinas e equipamentos Dimensionamento da Garagem (*) MERCEDES-BENZ DO BRASIL S.A.Manual de Instalações de Frotistas.São Bernardo do Campo,1983 (**) ANTT Valor Patrimonial Inventariado R$ Página 19 de 63

20 V - REQUISITOS BÁSICOS V.5 - PARÂMETROS II - Encargos Sociais ENCARGOS SOBRE A REMUNERAÇÃO NORMAL DIURNA DO EMPREGADO GERAL Cálculo do Número de Dias Úteis no Ano Dias Ref. Dias Dias 365 = 365 [A] Obrigações incidentes diretamente sobre a folha de pagamento: Mensalista Domingo = 52 x 1 = 52 % Feriados = 12 x 1 = 12 1 INSS % Dias Úteis (*) = SESI / SESC / SEST 1,50% (*) Sem considerar o período aquisitivo de férias. 3 SENAI / SENAC / SENAT 1,00% 4 INCRA 0,20% 5 SEBRAE 0,60% Dias Ref. Dias 6 SALÁRIO EDUCAÇÃO 2,50% Dias 365 = SAT (Seguro Acidente Trabalho) 3,00% Domingo = 52 x 1 = 52 8 FGTS 8,00% Feriados = 12 x 1 = 12 [B] Encargos (1) TOTAL Parcelas agregadas a remuneração e pagas diretamente ao empregado: Parcela agregadas (1) e (3) 16,80% Férias = 30-4 = 26 Dias Produtivos/Úteis = 275 % Domingo em Férias = 4 = 4 9 DSR (Descanso Semanal Remunerado = 52 dom: 275 dias/ano) (*) % Domingos DSR = 52-4 = Férias (1 mês : 11 meses) 9,09% Adicional de Férias = 1 / 3 11 Adicional de 1/3 Férias (9,09% : 3) 3,03% Meses Produtivos = 11 mês no ano 12 Feriados (11 dias por ano : 276 dias/ano) (**) % Mês de Férias = 1 mês ao ano 13 Auxílio Doença [(15 dias : 332 dias/ano)xpercentual de Participação 0,27% Auxílio Doença = 15 dias 14 Décimo Terceiro Salário (1 mês : 11 meses) 9,09% Jornada Semanal = 44 horas 15 Licença Remunerada (4 dias : 4 anos de 275 dias/ano) 0,36% Jornada Diária = 44 / 6 = 7,33 16 Licença Paternidade (5 dias : 4 anos de 275 dias/ano) 0,45% Horas diária não trabalhada = 2 hora 17 Licença Maternidade (120 dias : 4 anos de 275 dias/ano 3%) % Aviso Prévio Trabalhando = 10% Percentual de Participação TOTAL Mensalista Cálculo do Número de Dias Produtivos no Ano Parâmetros de Cálculo 22,30% Aviso Prévio Não Trabalhando = 90% Percentual de Participação Horista = 220 h/m (365 dias do ano 52 domingos 26 dias de férias 11 dias feriados: 276 dias úteis ano) Turn Over = 1,80% Mensalista = 1 mês [C] Benefícios e encargos que não incidem sobre os demais encargos: Mensalista Licença Paternidade = 5 dia 4 anos Benefícios e encargos (1) % Licenças Remuneradas 4 dia 4 anos 18 Aviso Prévio Trabalhando (10% de 2h dia em 25 dias : 7,33h em 275 dias) 0,12% Dispensa Sem Justa Causa = 95% 19 Aviso Prévio Não Trabalhando (25 dias : 275 dias/ano x 90%) 8,18% FGTS = 8,00% 20 Aviso Prévio indenizado (Trabalhando e Não Trabalhando) 8,31% Multa FGTS = 50% Multa 50% do FGTS nas rescisões (50% x 8,0% FGTS x 95% dos 21 4,65% Auxilio Doença = 6,00% mês (Percentual de Partic.) empregados demitidos x (1+ total do grupo B) 22 Lei art 9 ( 8,0% do Aviso Prévio Indenizado) 0,66% Reversão de Reajuste Sindical = 2,5% ano 9% mês 23 Contribuição do Sindicato - Reversão de Reajuste Salarial 9% Previsão de Reajuste (*) = 4,50% ano 24 Seguro de Vida (parte do custo absorvido pela empresa) % Licença Maternidade = 120 dias 4 anos 25 Alimentação (parte do custo absorvido pela empresa) % Colaboradores do Sexo Feminino = 3,00% Percentual de Participação 26 Transporte (parte do custo absorvido pela empresa) % (*) Para cálculo da Reversão de Reajuste Salarial 27 Outros custos (parte absorvida pela empresa) % TOTAL 13,63% [D] Incidências Cumulativas [A x B] % 28 Incidências Cumulativas [A x B] 3,75% TOTAL GERAL DOS ENCARGOS (1) = ajustado segundo a realidade das empresas. (2) = estimativa decorrente do fato que a cada 4 anos ocorre o evento. (3) = ajustar também as % considerando a previsão de reajustes da remuneração durante o ano. (4) = adequado aos termos do 55 da Lei 12715/12. 56,48% Página 20 de 63

21 V - REQUISITOS BÁSICOS V.6 - PLANO DE SUBSTITUIÇÃO E AMPLIAÇÃO DA FROTA 2013 Ano 1 - Início da Operação Cálculo da Idade Média Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual Veículos Depreciados 0 Veículos Permitidos 28 Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 20% 20% 15% 10% Idade Média por Categoria e do Sistema ,0 5,0 5,0 0,0 5,0 Veículo Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Preço Ponderado da Rodagem (R$) Veículo Menos Rod. Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Microônibus Leve/Convencional , Pesado Especial Total , , , Preço Ponderado ,43 Qtd. Veic. Depreciação Substituição Ampliação Soma Investim. (R$) Venda de Ativo (R$) Página 21 de 63

22 2014 Ano 2 Cálculo da Idade Média Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual Veículos Depreciados 0 Veículos Permitidos 28 Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 20% 20% 15% 10% Idade Média por Categoria e do Sistema 0,0 6,0 6,0 0,0 6,0 Veículo Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Preço Ponderado da Rodagem (R$) Veículo Menos Rod. Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Microônibus Leve/Convencional , Pesado , Especial Total , , Preço Ponderado ,43 Qtd. Veic. Depreciação Substituição Ampliação Soma Investim. (R$) Venda de Ativo (R$) Página 22 de 63

23 2015 Ano 3 Cálculo da Idade Média Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual Veículos Depreciados 0 Veículos Permitidos 28 Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 20% 20% 15% 10% Idade Média por Categoria e do Sistema 0,0 7,0 7,0 0,0 7,0 Veículo Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Microônibus Leve/Convencional Preço Ponderado da Rodagem (R$) Veículo Menos Rod Pesado Especial Qtd. Veic. Investim. (R$) , , Venda de Ativo (R$) Total , , , Preço Ponderado ,43 Depreciação Substituição Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Ampliação Soma Página 23 de 63

24 2016 Ano 4 Cálculo da Idade Média Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual Veículos Depreciados 0 Veículos Permitidos 28 Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 20% 20% 15% 10% Idade Média por Categoria e do Sistema ,0 8,0 8,0 0,0 8,0 Veículo Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Preço Ponderado da Rodagem (R$) Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Microônibus Leve/Convencional Veículo Menos Rod. Qtd. Veic. Depreciação Substituição Ampliação Soma Investim. (R$) Venda de Ativo (R$) , Pesado , Especial Total , ,43 Preço Ponderado , , Página 24 de 63

25 2017 Ano 5 Cálculo da Idade Média Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual Veículos Depreciados 0 Veículos Permitidos 30 Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 20% 20% 15% 10% Idade Média por Categoria e do Sistema ,0 9,0 7,7 0,0 8,4 Veículo Microônibus Leve/Convencional , Pesado , , Total , , , , Preço Ponderado Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Preço Ponderado da Rodagem (R$) Veículo Menos Rod. Especial ,43 Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Qtd. Veic. Depreciação Substituição Ampliação Soma Investim. (R$) Venda de Ativo (R$) Página 25 de 63

26 2018 Ano 6 Cálculo da Idade Média Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual Veículos Depreciados 8 Veículos Permitidos 13 Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 20% 20% 15% 10% Idade Média por Categoria e do Sistema ,0 0,0 7,5 0,0 6,3 Veículo Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Preço Ponderado da Rodagem (R$) Veículo Menos Rod. Qtd. Veic. Depreciação Substituição Ampliação Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Investim. (R$) Venda de Ativo (R$) Microônibus Leve/Convencional Pesado , , ,00 Especial Total , , , , ,00 Preço Ponderado ,43 Soma Página 26 de 63

27 2019 Ano 7 Cálculo da Idade Média Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual Veículos Depreciados 0 Veículos Permitidos 13 Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 20% 20% 15% 10% Idade Média por Categoria e do Sistema ,0 1,0 0,5 0,0 0,5 Veículo Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Preço Ponderado da Rodagem (R$) Veículo Menos Rod. Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Qtd. Veic. Depreciação Substituição Ampliação Soma Investim. (R$) Venda de Ativo (R$) Microônibus Leve/Convencional , Pesado , Especial Total , ,43 Preço Ponderado , , Página 27 de 63

28 2020 Ano 8 Cálculo da Idade Média Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual Veículos Depreciados 0 Veículos Permitidos 13 Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 20% 20% 15% 10% Idade Média por Categoria e do Sistema ,0 2,0 1,5 0,0 1,5 Veículo Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Preço Ponderado da Rodagem (R$) Veículo Menos Rod. Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Qtd. Veic. Depreciação Substituição Ampliação Soma Investim. (R$) Venda de Ativo (R$) Microônibus Leve/Convencional , Pesado , Especial Total , , , Preço Ponderado ,43 Página 28 de 63

29 2021 Ano 9 Cálculo da Idade Média Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual Veículos Depreciados 0 Veículos Permitidos 13 Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 20% 20% 15% 10% Idade Média por Categoria e do Sistema ,0 3,0 2,5 0,0 2,5 Veículo Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Preço Ponderado da Rodagem (R$) Veículo Menos Rod. Qtd. Veic. Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Substituição Ampliação Soma Investim. (R$) Venda de Ativo (R$) Microônibus Leve/Convencional , Pesado , Especial Total , Preço Ponderado ,43 Depreciação , , Página 29 de 63

30 2022 Ano 10 Cálculo da Idade Média Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual 20% 20% 15% 10% Veículos Depreciados 0 Veículos Permitidos 13 Idade Média por Categoria e do Sistema Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 0,0 4,0 3,5 0,0 3,5 Veículo Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Preço Ponderado da Rodagem (R$) Veículo Menos Rod. Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Qtd. Veic. Depreciação Substituição Ampliação Soma Investim. (R$) Venda de Ativo (R$) Microônibus Leve/Convencional , Pesado , Especial Total , ,43 Preço Ponderado , , Página 30 de 63

31 2023 Ano 11 Cálculo da Idade Média Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual 20% 20% 15% 10% Veículos Depreciados 0 Veículos Permitidos 13 Idade Média por Categoria e do Sistema Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 0,0 5,0 4,5 0,0 4,5 Veículo Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Preço Ponderado da Rodagem (R$) Veículo Menos Rod. Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Qtd. Veic. Depreciação Substituição Ampliação Soma Investim. (R$) Venda de Ativo (R$) Microônibus Leve/Convencional , Pesado , Especial Total , ,43 Preço Ponderado , , Página 31 de 63

32 2024 Ano 12 Cálculo da Idade Média Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual 20% Veículos Depreciados 0 Veículos Permitidos 13 Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 0,0 20% 15% 10% Idade Média por Categoria e do Sistema ,0 5,5 0,0 5,5 Veículo Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Preço Ponderado da Rodagem (R$) Veículo Menos Rod. Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Qtd. Veic. Depreciação Substituição Ampliação Soma Investim. (R$) Venda de Ativo (R$) Microônibus Leve/Convencional , Pesado , Especial Total , , , Preço Ponderado ,43 Página 32 de 63

33 Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual 2025 Ano 13 Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Veículos Depreciados 0 Veículos Permitidos 13 Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 0,0 Cálculo da Idade Média Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema 20% 20% 15% 10% Idade Média por Categoria e do Sistema ,0 6,5 0,0 6,5 Veículo Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Preço Ponderado da Rodagem (R$) Veículo Menos Rod. Qtd. Veic. Depreciação Substituição Ampliação Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Microônibus Leve/Convencional , Pesado , Especial Total , , , Preço Ponderado ,43 Soma Investim. (R$) Venda de Ativo (R$) Página 33 de 63

34 2026 Ano 14 Cálculo da Idade Média Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual 20% 20% 15% 10% Veículos Depreciados 0 Veículos Permitidos 13 Idade Média por Categoria e do Sistema Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 0,0 8,0 7,5 0,0 7,5 Veículo Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Microônibus Leve/Convencional Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Preço Ponderado da Rodagem (R$) Veículo Menos Rod. Qtd. Veic. Depreciação Substituição Ampliação Soma Investim. (R$) Venda de Ativo (R$) , Pesado , Especial Total , , , Preço Ponderado ,43 Página 34 de 63

35 2027 Ano 15 Cálculo da Idade Média Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual Veículos Depreciados 2 Veículos Permitidos 13 Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 20% 20% 15% 10% Idade Média por Categoria e do Sistema ,0 9,0 8,5 0,0 8,5 Veículo Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Preço Ponderado da Rodagem (R$) Veículo Menos Rod. Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Qtd. Veic. Depreciação Substituição Ampliação Soma Investim. (R$) Venda de Ativo (R$) Microônibus Leve/Convencional , Pesado , , ,00 Especial Total , , , , ,00 Preço Ponderado ,43 Página 35 de 63

36 2028 Ano 16 Cálculo da Idade Média Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual Veículos Depreciados 0 Veículos Permitidos 13 Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 20% 20% 15% 10% Idade Média por Categoria e do Sistema ,0 0,0 6,5 0,0 5,5 Veículo Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Preço Ponderado da Rodagem (R$) Veículo Menos Rod. Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Qtd. Veic. Depreciação Substituição Ampliação Soma Investim. (R$) Venda de Ativo (R$) Microônibus Leve/Convencional Pesado , Especial Total , , , Preço Ponderado ,43 Página 36 de 63

37 2029 Ano 17 Cálculo da Idade Média Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual Veículos Depreciados 5 Veículos Permitidos 13 Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 20% 20% 15% 10% Idade Média por Categoria e do Sistema ,0 1,0 4,8 0,0 4,2 Veículo Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Preço Ponderado da Rodagem (R$) Veículo Menos Rod. Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Qtd. Veic. Depreciação Substituição Ampliação Soma Investim. (R$) Venda de Ativo (R$) Microônibus Leve/Convencional , Pesado , , ,50 Especial Total , , , , ,50 Preço Ponderado ,43 Página 37 de 63

38 2030 Ano 18 Cálculo da Idade Média Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual Veículos Depreciados 0 Veículos Permitidos 13 Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 20% 20% 15% 10% Idade Média por Categoria e do Sistema ,0 2,0 0,8 0,0 1,0 Veículo Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Preço Ponderado da Rodagem (R$) Veículo Menos Rod. Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Qtd. Veic. Depreciação Substituição Ampliação Soma Investim. (R$) Venda de Ativo (R$) Microônibus Leve/Convencional , Pesado , Especial Total , , , Preço Ponderado ,43 Página 38 de 63

39 2031 Ano 19 Cálculo da Idade Média Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual Veículos Depreciados 0 Veículos Permitidos 13 Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 20% 20% 15% 10% Idade Média por Categoria e do Sistema ,0 3,0 1,8 0,0 2,0 Veículo Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Preço Ponderado da Rodagem (R$) Veículo Menos Rod. Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Qtd. Veic. Depreciação Substituição Ampliação Soma Investim. (R$) Venda de Ativo (R$) Microônibus Leve/Convencional , Pesado , Especial Total , , , Preço Ponderado ,43 Página 39 de 63

40 2032 Ano 20 Cálculo da Idade Média Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual Veículos Depreciados 0 Veículos Permitidos 13 Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 20% 20% 15% 10% Idade Média por Categoria e do Sistema ,0 4,0 2,8 0,0 3,0 Veículo Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Preço Ponderado da Rodagem (R$) Veículo Menos Rod. Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Qtd. Veic. Depreciação Substituição Ampliação Soma Investim. (R$) Venda de Ativo (R$) Microônibus Leve/Convencional , Pesado , Especial Total , , , Preço Ponderado ,43 Página 40 de 63

41 2033 Ano 21 Cálculo da Idade Média Idade Microônibus Leve/Conv. Pesado Especial Sistema Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Sistema Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade Veic. Ano Idade 0 a a a a a a a a a a a a > Total Valor Residual Veículos Depreciados 0 Veículos Permitidos 13 Veículos a Serem Substituídos no Próximo Ano 0 Veículos novos a serem incluídos por crescimento 0 Veículos a Comprar 0 20% 20% 15% 10% Idade Média por Categoria e do Sistema ,0 5,0 3,8 0,0 4,0 Veículo Cálculo do Valor da Depreciação Anual da Frota Preço Ponderado do Veículo (R$) Preço Ponderado da Rodagem (R$) Veículo Menos Rod. Investimento Anual em Substiuição e Ampliação de Frota Qtd. Veic. Depreciação Substituição Ampliação Soma Investim. (R$) Venda de Ativo (R$) Microônibus Leve/Convencional , Pesado , Especial Total , , , Preço Ponderado ,43 Página 41 de 63

42 SERVIÇO PÚBLICO DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO Aplicação Veículos empregados na Frota Preço Unitário Idade Coeficiente (R$) Média 28 Veículo Novo Anos de Depreciação (%) Acumulado em anos Microônibus 0 veic. - 0,0 % Ônibus Leve/ Convencional 16 veic ,0 71,27% Ônibus Pesado 12 veic ,8 75,73% Ônibus Especial 0 veic. - 0,0 % Saldo de Capital em Frota Quantidade V.7 - SALDO DO INVESTIMENTO EM FROTA DE VEÍCULOS Unidade 28 veic. - 4,0 Valor à depreciar (R$) Valor a deduzir do Preço do Veículo Novo , ,92 Preço Total (R$) , , ,00 Ano Idade Média Idade Média Máxima , , , , , ,0 Idade Média da Frota , , , , ,0 7,0 6, , , , , , ,0 4,0 3,0 2,0 Idade Média Idade Média Máxima , , , ,0 0, , , , ,0 6 Página 42 de 63

43 VI - MEMÓRIA DE CÁLCULO VI.1 - Preços de Insumos Descrição Preço (R$) Óleos e Lubrificantes Óleo Diesel 2,2650 R$/L Material Rodante Microônibus Leve/Convencional Pesado Especial Pneu Pneu Pneu Pneu 1.405, ,00 R$/Und R$/Und R$/Und R$/Und Recapagem Recapagem Recapagem Recapagem R$/Und R$/Und R$/Und R$/Und Dados do Veículo Padrão Preço Ponderado Frota Total Reserva Técnica Frota Operante Microônibus veic. Ônibus Leve/Convencional veic. Ônibus Pesado veic. Ônibus Especial veic. Preço Ponderado do Veículo , veic. Salários Pessoal de Operação Motorista 1.60 R$/pes. Cobrador 90 R$/pes. Fiscal/Despachante/Apontador/Apoio Operacional 1.640,47 R$/pes. Bilheteiro/Porteiro de Terminal R$/pes. Pessoal de Manutenção Pessoal de Manutenção 13,50% Pessoal de Administração Pessoal de Administração 10,50% % (incide sobre o somatório do custo do pessoal de operação) Benefícios Sociais ,82 R$/mês Benefícios Sociais ,82 R$/mês Publicidade Receita com Publicidade 10 R$/mês VI.2 - Informações Operacionais Descrição Preço (R$/Pass.) Tarifas Atuais Passageiros Pagantes 3,10 R$/pass. Passageiros Estudantes 1,55 R$/pass. Informações Sobre a Demanda Demanda Transportada pass./mês Demanda Equivalente pass./mês Taxa de Equivalência 18,00% % Informações Sobre a Oferta Produção de Transporte Quilometragem Programada km/mês Quilometragem Improdutiva km/mês Quilometragem Realizada km/mês VI.3 - Cálculo do Percurso Médio Mensal (PMM) Quilometragem Programada (Km) ,06 Km Frota Total 28 veic. Frota Reserva Técnica 3 veic. Frota Operante 25 veic. PMM - Calculado 3.362,52 Km/veic.mês PMM META- Inclui aproveitamento da frota Km/veic.mês VI.4- Cálculo do IPK Demanda Transportada pass./mês Quilometragem Programada Km/mês IPK - Real 1,6768 pass./km pass./mês Demanda Equivalente Transportada pass./mês Quilometragem Programada ,06 Km/mês IPK - Equivalente 1,3750 pass./km VI.5 - Cálculo do Valor do Veículo sem Rodagem VI.5.1. Microônibus Veículo Microônibus R$ (-) Rodagem R$ (=) Veículo sem rodagem R$ VI.5.2. Ônibus Leve/Convencional Veículo Leve/Convencional R$ (-) Rodagem 8.43 R$ (=) Veículo sem rodagem R$ VI.5.3. Ônibus Pesado Veículo Pesado R$ (-) Rodagem 8.43 R$ (=) Veículo sem rodagem R$ VI.5.4. Ônibus Especial Veículo Pesado R$ (-) Rodagem R$ (=) Veículo sem rodagem R$ VI.5.5. Veículo Padrão Médio Ponderado Veículo Médio Ponderado ,43 R$ (-) Rodagem 8.43 R$ (=) Veículo sem rodagem ,43 R$ VI.6 - Custos Variáveis com a Produção Página 43 de 63

44 VI.6.1. Microônibus Item Sub-item Preço Unitário Índice de Consumo Custo (R$/Km) Sub-item Item Custo de Combustível 2,2650 0,37 0,8381 Custo de Óleos e Lubrificantes 2,2650 0,05 0,1133 Custo de Rodagem - Pneus Recapagem Peças, Acessórios & Manutenção Total Custo Variável do Microônibus (R$/Km) 0,9513 VI.6.2. Ônibus Leve/Convencional Item Sub-item Preço Unitário Índice de Consumo Custo (R$/Km) Sub-item Item Custo de Combustível 2,2650 0,37 0,8381 Custo de Óleos e Lubrificantes 2,2650 0,05 0,1133 Custo de Rodagem 0,1503 Pneus 1.405, ,0803 Recapagem ,0700 Peças, Acessórios & Manutenção ,2609 Total Custo Variável do Ônibus Leve/Convencional (R$/Km) 1,3625 VI.6.3. Ônibus Pesado Item Sub-item Preço Unitário Índice de Consumo Custo (R$/Km) Sub-item Item Custo de Combustível 2,2650 0,48 1,0759 Custo de Óleos e Lubrificantes 2,2650 0,05 0,1133 Custo de Rodagem 0,1503 Pneus 1.405, ,0803 Recapagem ,0700 Peças, Acessórios & Manutenção ,2807 Total Custo Variável do Ônibus Pesado (R$/Km) 1,6201 VI.6.4. Ônibus Especial Item Sub-item Preço Unitário Índice de Consumo Custo (R$/Km) Sub-item Item Custo de Combustível 2,2650 0,59 1,3364 Custo de Óleos e Lubrificantes 2,2650 0,05 0,1133 Custo de Rodagem - Pneus Recapagem Peças, Acessórios & Manutenção Total Custo Variável do Ônibus Especial (R$/Km) 1,4496 VI.6.5. Cálculo do Custo Médio do Combustível Tipo de veículo Combustível Frota Microônibus 0, Ônibus Leve/Convencional 0, Ônibus Pesado 1, Ônibus Especial 1, Custo Médio Ponderado do Combustível (R$/Km) 0,9400 Página 44 de 63

45 VI.6.6. Cálculo do Custo Médio de Óleos e Lubrificantes Tipo de veículo Lubrificantes Frota Microônibus 0, Ônibus Leve/Convencional 0, Ônibus Pesado 0, Ônibus Especial 0, Custo Médio Ponderado de Óleos e Lubrificantes (R$/Km) 0,1133 VI.6.7. Cálculo do Custo Médio de Material Rodante Tipo de veículo Material Rodante Frota Microônibus - 0 Ônibus Leve/Convencional 0, Ônibus Pesado 0, Ônibus Especial Custo Médio Ponderado de Material Rodante (R$/Km) 0,1503 VI.6.8. Cálculo do Custo Variável Médio com a Produção Tipo de veículo Custo Variável Frota Microônibus 0, Ônibus Leve/Convencional 1, Ônibus Pesado 1, Ônibus Especial 1, Custo Variável Médio com a Produção (R$/Km) 1,2035 VI.6.9. Cálculo do Custo Médio de Peças e Acessórios Tipo de veículo Peças e Acessórios Frota Microônibus - 0 Ônibus Leve/Convencional 0, Ônibus Pesado 0, Ônibus Especial Custo Médio Peças Acessórios (R$/Km) 0,2694 VI Cálculo do Custo Variável Médio com a Produção Incluindo o Custo com Peças e Acessórios Tipo de veículo Custo Variável Frota Microônibus 0, Ônibus Leve/Convencional 1, Ônibus Pesado 1, Ônibus Especial 1, Custo Variável Médio com a Produção Incluindo o Custo com Peças e Acessórios 1,4729 Custo Variável Médio Ponderado com a Produção (R$/Km) 1,4729 Página 45 de 63

46 VI.7 - Demonstração do Custo Variável com a Frota VI.7.1. Depreciação do Veículo VI Microônibus Idade Quantidade % Depreciação Coeficiente Anual , , , , , , , , Total 0 00 Preço veíc. x Coef. Dep. Total / Frota/12 VI Ônibus Leve/Convencional Idade Quantidade % Depreciação Coeficiente Anual , , , , , ,0727 1, , , , , Total 16 1,1636 Preço veíc. x Coef. Dep. Total / Frota/ ,97 VI Ônibus Pesado Idade Quantidade % Depreciação Coeficiente Anual , , , , , ,0773 0, , , , , Total 12 0,9273 Preço veíc. x Coef. Dep. Total / Frota/ ,44 VI Ônibus Especial Idade Quantidade % Depreciação Coeficiente Anual , , , , , , , , , , Total 0 00 Preço veíc. x Coef. Dep. Total / Frota/12 VI Cálculo da Depreciação Média por Veículo Categoria Depreciação Frota Microônibus 0 Ônibus Leve/Convencional 1.594,97 16 Ônibus Pesado 1.823,44 12 Ônibus Especial 0 28 Depreciação Média por Veículo (R$/Veíc.mês) 1.692,89 VI.7.2. Depreciação do Capital em Sistema de Bilhetagem Eletrônica Coeficiente Depreciação de Sistema de Bilhetagem Eletrônica 071 Preço Veículo Equivalente x Coeficiente Depreciação de Sistema de Bilhetagem Eletrônica (R$/Veíc.mês) 193,98 VI.7.3. Depreciação de Máquinas, Instalações e Equipamentos Coeficiente Depreciação de Máquinas, Equipamentos, Prédios e Instalações 046 Preço Veículo Equivalente x Coeficiente Depreciação de Máquinas, Equipamentos, Prédios e Instalações (R$/Veíc.mês) 124,88 Total de Depreciação de Capital (R$/Veíc.mês) 2.011,75 Custo Variável Médio Ponderado com a Frota (R$/Km) 2.011,75 Página 46 de 63

47 VI.8 - Demonstração do Custo de Pessoal VI.8.1. Pessoal de Operação Categoria Salário Ponderado Fator de Utilização Encargos Sociais Total Motorista ,42 1, ,17 Cobrador 90 1,42 1, ,16 Fiscal/Despachante/Apoio Operacional 1.640,47 0,07 1, ,96 Bilheteiro/Porteiro de Terminal 1,5648 Total de Pessoal de Operação (R$/Veíc.mês) 5.710,29 VI.8.2. Pessoal de Manutenção Categoria % Pessoal de Operação (R$) R$/Veíc.mês Pessoal de Manutenção 13,50% 5.710,29 770,89 Total de Pessoal de Manutenção (R$/Veíc.mês) 770,89 VI.8.3. Pessoal de Administração Categoria % Pessoal de Operação (R$) R$/Veíc.mês Pessoal de Administração 10,50% 5.710,29 599,58 Total de Pessoal de Administração (R$/Veíc.mês) 599,58 VI.8.4. Benefício Social Categoria R$/mês R$/Veíc.mês Despesa com Benefícios Sociais ,82 730,47 Total de Benefício Social (R$/média) 730,47 Custo com Pessoal de Operação, Manutenção, Administração e Benefícios Sociais 7.811,23 VI.9 - Despesas Operacionais e Administrativas VI.9.1. Despesas Operacionais - Sistema de Bilhetagem Eletrônica e Sistema de Atendimento ao Passageiro Descrição da Despesa R$/mês R$/Veíc.mês Despesas com Tecnologia da Informação e Comunicação de Dados 3.318,73 132,75 Total de Despesas Operacionais com o SBE e SAP (R$/Veíc.mês) 132,75 VI.9.2. Despesas Operacionais da Empresa Descrição da Despesa R$/mês R$/Veíc.mês Gerenciamento de Risco 797,58 31,90 Despesas com Treinamento e Capacitação 1.006,50 40,26 IPTU e Taxas 497,52 19,90 Despesas com Aluguel de Garagens e Instalações Total de Despesas Operacionais da Empresa (R$/Veíc.mês) 92,06 VI.9.3. Despesas Administrativas Descrição da Despesa % Preço Veículo Padrão (R$) R$/Veíc.mês Despesas Gerais 0,25% ,43 700,43 Total de Despesas Administrativas (R$/Veíc.mês) 700,43 Despesas Operacionais e Administrativas - R$/Veic.mês 925,24 Página 47 de 63

48 VI.10 - Cálculo do Custo Corrente por Quilômetro Sem Quilometragem Improdutiva Item R$/veic./mês R$/km Custos Variáveis com a Produção - 1,2035 Custos Variáveis com a Frota 3.370,46 0,6682 Despesas com Pessoal 7.811,23 1,5487 Despesas Operacionais e Administrativas 925,24 0,1834 Custo Corrente por Quilômetro Sem Quilometragem Improdutiva 3,6039 VI.11 - Custo Corrente Total por Quilômetro Custo Corrente por Quilômetro sem quilometragem Improdutiva (R$/Km) 3,6039 Quilometragem Improdutiva (km) Quilometragem Produtiva Programada (km) Custo da Quilometragem Improdutiva Por Veículo (R$/Veic./Mês) 605,91 Custo da Quilometragem Improdutiva (R$/km) 0,1201 Custo Corrente Total por Quilômetro (R$/Km) 3,7240 Item R$/veic./mês R$/km % do sub-item % do item Total dos Custos ,86 3, Custo Variável com a Produção 4.046,83 1, ,39 Combustível 3.160,69 0, ,08 - Lubrificantes 380,81 0,1133 3,14 - Rodagem 505,34 0,1503 4,17 - Custo Variável com a Frota 2.917,56 0, ,54 Peças e Acessórios 905,80 0,2694 7,47 Peças e Acessórios 905,80 0,2694 7,47 - Depreciação 2.011,75 0, ,07 - Depreciação Média por Veículo 1.692,89 0,3356 9,31 - S.B.E. - Validadores 193,98 0,0385 1,07 - Dep. Máquinas, Instal. e Equip. 124,88 0,0248 0,69 - Pessoal 7.811,23 1, ,97 Pessoal de Operação 5.710,29 1, ,41 - Motorista 3.545,17 0, ,50 - Cobrador 1.994,16 0, ,97 - Fiscal/Despachante/Apoio Operacional 170,96 0,0339 0,94 - Bilheteiro/Porteiro de Terminal 00 - Pessoal de Manutenção 770,89 0,1528 4,24 Pessoal de Manutenção 770,89 0,1528 4,24 - Pessoal de Administração 599,58 0,1189 3,30 - Administração 599,58 0,1189 3,30 - Benefícios Sociais 730,47 0,1448 4,02 - Benefícios Sociais 730,47 0,1448 4,02 - Despesas Operacionais e Administrativas 925,24 0,1834 5,09 Despesas Operacionais com o SBE e SAP 132,75 0,0263 0,73 - Despesas com Tecnologia da Informação e Comunicação de Dados 132,75 0,0263 0,73 - Despesas Operacionais da Empresa 92,06 0,0183 0,51 - Gerenciamento de Risco 31, ,18 - Despesas com Treinamento e Capacitação 40, ,22 - IPTU e Taxas 19, ,11 - Despesas com Aluguel de Garagens e Instalações 00 - Despesas Administrativas 700,43 0,1389 3,85 - Despesas Gerais 700,43 0,1389 3,85 - Sub-Total - 3, Custo da Quilometragem Improdutiva 605,91 0,1201-3,23 Custo da Quilometragem Improdutiva 605,91 0,1201 3,23 - Custo da Quilometragem Improdutiva 605,91 0,1201 3,23 - Total - 3, ,23 Centro de Custos R$/veic/mês R$/Km % Custo Variável com a Produção 4.046,83 1, ,39 Custo Variável Com Frota 2.917,56 0, ,54 Despesas com Pessoal 7.811,23 1, ,97 Despesas Operacionais e Administrativas 925,24 0,1834 5,09 Sub-Total ,8638 3, Custo Com Quilometragem Improdutiva 605,91 0,1201 3,23 Total ,77 3, ,23 Página 48 de 63

49 VI - MEMÓRIA DE CÁLCULO VI.12 - Demonstrativo de Resultado Médio Mensal VI Premissas para Composição dos Custos e Receitas VI Produção Quilométrica Mensal Quilometragem Programada ,06 Km Quilometragem Ociosa Km Quilometragem Realizada ,21 Km Percentual de Quilometragem Ociosa 5,00% % VI Frota Frota Total 28 veic. Frota Reserva 3 veic. Frota Operacional 25 veic. PMM - Percurso Médio Mensal 3.362,52 km PMM META - Inclui aproveitamento da frota km VI Composição da Demanda Manifesta - Média Mensal de Passageiros VI Demanda Demanda Transportada pass./mês Passageiros Equivalentes pass./mês Taxa de Equivalência 82,00% % VI IPKe Índice Equivalente de Passageiro por Quilômetro 1,3096 pass./km VI Tributos e Repasses 4,00% % ISS (2% incidente sobre 100,0% da Receita) Base de Cálculo: 10% 2,00% % COFINS % % PIS % % Encargos Sociais Incidente Sobre a Receita 2,00% % VI Composição do Custo Corrente Médio Mensal VI Custo de Produção e Frota R$/mês ,33 VI Custos Variáveis com a Produção R$/Km 1,2035 km R$/mês ,79 VI Combustíveis e Lubrificantes R$/Km 1, R$/mês ,32 Combustível R$/Km 0, R$/mês ,17 Lubrificantes R$/Km 0, R$/mês 9.520,14 VI Material de Rodagem R$/Km 0,1503 km R$/mês ,48 Rodagem R$/Km 0, R$/mês ,48 VI Custos Variáveis com a Frota R$/Km 0,6682 km R$/mês ,34 VI Peças e Acessórios R$/Km 0, R$/mês ,12 Peças e acessórios R$/Km 0, R$/mês ,12 VI Depreciação R$/Km 0,3989 km R$/mês ,22 Veículo R$/Km 0, R$/mês ,78 S.B.E. - Validadores R$/Km 0, R$/mês 3.233,04 M.I.E R$/Km 0, R$/mês 2.081,40 VI Despesas com Pessoal R$/Km 1,5487 km R$/mês ,20 VI Pessoal Operacional R$/Km 1, R$/mês ,50 Motorista R$/Km 0, R$/mês ,18 Cobrador R$/Km 0, R$/mês ,97 Fiscal/Despachante/Apoio Operacional R$/Km 0, R$/mês 2.849,35 Bilheteiro/Porteiro R$/Km R$/mês VI Pessoal de Manutenção R$/Km 0,1528 km R$/mês ,15 Manutenção R$/Km 0, R$/mês ,15 VI Pessoal Administrativo R$/Km 0,1189 km R$/mês 9.993,01 Administração R$/Km 0, R$/mês 9.993,01 VI Benefício Social R$/Km 0,1448 km R$/mês ,55 Benefícios Sociais R$/Km 0, R$/mês ,55 VI Despesas Operacionais e Administrativas R$/mês ,70 VI Despesas Operacionais e Administrativas R$/Km 0, R$/mês ,70 VI Despesas Operacionais com o SBE e SAP R$/Km 0, R$/mês 2.212,49 Tecnologia da Informação e Comunic. Dados R$/Km 0, R$/mês 2.212,49 Página 49 de 63

50 VI Despesas Operacionais com a Empresa R$/Km 0, R$/mês 1.534,40 Gerenciamento de Risco R$/Km R$/mês 531,72 Despesas com Treinamento e Capacitação R$/Km R$/mês 671,00 IPTU e Taxas R$/Km R$/mês 331,68 Despesas com Aluguel de Garagens e Instalações R$/Km R$/mês VI Despesas Administrativas R$/Km 0, R$/mês ,81 Despesas Gerais R$/Km 0, R$/mês ,81 VI Custo Corrente R$/mês ,03 VI Custo Com Quilometragem Improdutiva R$/Km 0, Km R$/mês ,43 Custo com Quilometragem Improdutiva R$/Km 0, Km R$/mês ,43 VI.12.4 Custo Corrente com Quilometragem Improdutiva R$/Km 3,7240 R$/mês ,47 Pesos Grupo Participação R$/mês % P1 Participação dos custos com combustível e lubrificantes ,32 29,22% P2 Participação dos custos com rodagem ,48 4,17% P3 Participação das despesas com pessoal e benefícios ,20 42,97% P4 Participação dos custos com peças acessórios e depreciação ,34 18,54% P5 Participação das despesas operacionais e administrativas ,70 5,09% Sub-Total ,03 10% Custo Quilometragem Improdutiva ,43 3,23% Custo Corrente com Quilometragem Improdutiva ,47 103,23% VI.13 - Distribuição Percentual por Grupo de Custo Distribuição Percentual por Grupo de Custo Participação dos custos com combustível e lubrificantes 19% 5% 29% Participação dos custos com rodagem Participação das despesas com pessoal e benefícios 4% Participação dos custos com peças acessórios e depreciação 43% Participação das despesas operacionais e administrativas Página 50 de 63

51 VII - RESULTADO ECONÔMICO PROJETADO Período: 2013 a 2033 Nota: Preencher somente as células com fundo amarelo. Ano 1 Ano 2 Ano 3 Ano 4 Ano 5 Ano 6 Ano 7 Ano 8 Ano 9 Ano 10 Ano 11 Ano 12 Ano 13 Ano 14 Ano 15 Ano 16 Ano 17 Ano 18 Ano 19 Ano 20 Histórico Referência Inicial Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses VII.1 Receita VII.1.1 Receita Bruta R$ ,02 R$ ,70 R$ ,62 R$ ,75 R$ ,78 R$ ,12 R$ ,88 R$ ,94 R$ ,92 R$ ,22 R$ ,02 R$ ,32 R$ ,93 R$ ,49 R$ ,50 R$ ,33 R$ ,23 R$ ,38 R$ ,84 R$ ,66 VII.1.2 Receita Prestação de Serviços Receita Tarifa R$ ,02 R$ ,70 R$ ,62 R$ ,75 R$ ,78 R$ ,12 R$ ,88 R$ ,94 R$ ,92 R$ ,22 R$ ,02 R$ ,32 R$ ,93 R$ ,49 R$ ,50 R$ ,33 R$ ,23 R$ ,38 R$ ,84 R$ ,66 Receita Acessória R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ VII.1.3 Dados Operacionais Tarifa Resultante 3,00 3,00 3,00 3,00 3,00 3,00 3,00 3,00 3,00 3,00 3,00 3,00 3,00 3,00 3,00 3,00 3,00 3,00 3,00 3,00 Passageiros Equiv. Tarifa (R$/Pass.) Passageiros Equivalentes ,0000 Demanda Resultante Incremento na Demanda Manifesta Anual 2,0000% IPKe 1,3096 Pas/Km IPKe Resultante 1,4444 1,4660 1,4879 1,5101 1,5326 1,5555 1,5787 1,6023 1,6262 1,6505 1,6751 1,7001 1,7255 1,7512 1,7774 1,8039 1,8308 1,8581 1,8859 1,9140 VII.1.4 Receitas Complementares R$ 10 R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ Receita com Publicidade (*) R$ 10 R$/Veíc.Mês R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ Outras Receitas Complementares (*) R$ - R$/Veíc.Mês R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - VII.2 Receita Operacional R$ ,02 R$ ,70 R$ ,62 R$ ,75 R$ ,78 R$ ,12 R$ ,88 R$ ,94 R$ ,92 R$ ,22 R$ ,02 R$ ,32 R$ ,93 R$ ,49 R$ ,50 R$ ,33 R$ ,23 R$ ,38 R$ ,84 R$ ,66 VII.2.1 Impostos e Repasses Incidentes na Receita 4,00% ISS (2% sobre 100,0% da Receita) 2,00% Base de Cálculo: 10% R$ ,68 R$ ,91 R$ ,13 R$ ,03 R$ ,34 R$ ,76 R$ ,06 R$ ,98 R$ ,30 R$ ,80 R$ ,30 R$ ,61 R$ ,56 R$ ,01 R$ ,83 R$ ,91 R$ ,14 R$ ,47 R$ ,82 R$ ,15 COFINS % R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - PIS % R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - Encargos Sociais Incidente Sobre a Receita 2,00% R$ ,68 R$ ,91 R$ ,13 R$ ,03 R$ ,34 R$ ,76 R$ ,06 R$ ,98 R$ ,30 R$ ,80 R$ ,30 R$ ,61 R$ ,56 R$ ,01 R$ ,83 R$ ,91 R$ ,14 R$ ,47 R$ ,82 R$ ,15 Sub-Total - Impostos Incidentes na Receita Operacional R$ ,36 R$ ,83 R$ ,26 R$ ,07 R$ ,67 R$ ,52 R$ ,12 R$ ,96 R$ ,60 R$ ,61 R$ ,60 R$ ,21 R$ ,12 R$ ,02 R$ ,66 R$ ,81 R$ ,29 R$ ,94 R$ ,63 R$ ,31 VII.3 Receita Operacional Líquida R$ ,66 R$ ,87 R$ ,35 R$ ,68 R$ ,11 R$ ,59 R$ ,77 R$ ,98 R$ ,32 R$ ,61 R$ ,42 R$ ,11 R$ ,81 R$ ,47 R$ ,84 R$ ,51 R$ ,94 R$ ,44 R$ ,21 R$ ,35 VII.4 Custo Total R$ ,44 R$ ,74 R$ ,55 R$ ,27 R$ ,34 R$ ,56 R$ ,16 R$ ,30 R$ ,33 R$ ,88 R$ ,39 R$ ,32 R$ ,10 R$ ,20 R$ ,05 R$ ,00 R$ ,04 R$ ,60 R$ ,55 R$ ,05 Percurso Total ,06 Km , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,80 Incremento Quilometragem 5% em 20 anos. 0,50% % a.a. Frota Operacional 25 veic Frota Total 28 veic VII.5 Custo Corrente 3,7240 R$ ,47 R$ ,44 R$ ,74 R$ ,55 R$ ,27 R$ ,34 R$ ,56 R$ ,16 R$ ,30 R$ ,33 R$ ,88 R$ ,39 R$ ,32 R$ ,10 R$ ,20 R$ ,05 R$ ,00 R$ ,04 R$ ,60 R$ ,55 R$ ,05 VII.5.1 Custos Variáveis com a Produção 1,2035 R$ ,79 R$ ,37 R$ ,15 R$ ,29 R$ ,95 R$ ,27 R$ ,42 R$ ,54 R$ ,79 R$ ,33 R$ ,32 R$ ,90 R$ ,24 R$ ,49 R$ ,82 R$ ,39 R$ ,36 R$ ,89 R$ ,14 R$ ,27 R$ ,46 Combustiveis e Lubrificantes 1,0532 R$ ,32 R$ ,48 R$ ,94 R$ ,96 R$ ,69 R$ ,26 R$ ,80 R$ ,45 R$ ,34 R$ ,61 R$ ,40 R$ ,84 R$ ,08 R$ ,24 R$ ,48 R$ ,93 R$ ,73 R$ ,02 R$ ,95 R$ ,66 R$ ,29 Combustível 0,9400 R$ ,17 R$ ,18 R$ ,19 R$ ,91 R$ ,47 R$ ,97 R$ ,55 R$ ,33 R$ ,41 R$ ,93 R$ ,01 R$ ,77 R$ ,34 R$ ,83 R$ ,37 R$ ,10 R$ ,12 R$ ,58 R$ ,59 R$ ,29 R$ ,80 Lubrificantes 0,1133 R$ 9.520,14 R$ ,30 R$ ,75 R$ ,05 R$ ,22 R$ ,29 R$ ,25 R$ ,12 R$ ,93 R$ ,68 R$ ,39 R$ ,07 R$ ,74 R$ ,41 R$ ,11 R$ ,83 R$ ,60 R$ ,44 R$ ,36 R$ ,37 R$ ,49 Material de Rodagem 0,1503 R$ ,48 R$ ,89 R$ ,22 R$ ,33 R$ ,26 R$ ,02 R$ ,62 R$ ,09 R$ ,45 R$ ,72 R$ ,91 R$ ,05 R$ ,16 R$ ,25 R$ ,35 R$ ,47 R$ ,64 R$ ,87 R$ ,19 R$ ,61 R$ ,17 Rodagem 0,1503 R$ ,48 R$ ,89 R$ ,22 R$ ,33 R$ ,26 R$ ,02 R$ ,62 R$ ,09 R$ ,45 R$ ,72 R$ ,91 R$ ,05 R$ ,16 R$ ,25 R$ ,35 R$ ,47 R$ ,64 R$ ,87 R$ ,19 R$ ,61 R$ ,17 VII.5.2 Custos Variáveis com a Frota 0,6682 R$ ,34 R$ ,48 R$ ,74 R$ ,40 R$ ,50 R$ ,07 R$ ,54 R$ ,74 R$ ,44 R$ ,58 R$ ,42 R$ ,99 R$ ,33 R$ ,50 R$ ,53 R$ ,47 R$ ,24 R$ ,44 R$ ,07 R$ ,60 R$ ,75 Depreciação 0,3989 R$ ,22 R$ ,83 R$ ,81 R$ ,40 R$ ,60 R$ ,41 R$ ,22 R$ ,82 R$ ,95 R$ ,53 R$ ,76 R$ ,65 R$ ,21 R$ ,44 R$ ,36 R$ ,98 R$ ,17 R$ ,51 R$ ,95 R$ ,92 R$ ,13 Depreciação de Veículos 0,3356 R$ ,78 R$ ,02 R$ R$ ,00 R$ ,00 R$ ,00 R$ ,38 R$ ,93 R$ ,37 R$ ,62 R$ ,86 R$ ,11 R$ ,35 R$ ,60 R$ ,85 R$ ,09 R$ ,22 R$ ,77 R$ ,72 R$ ,46 R$ ,71 Depreciação de Validadores 0,0385 R$ 3.233,04 R$ ,62 R$ ,68 R$ ,71 R$ ,72 R$ ,71 R$ ,68 R$ ,65 R$ ,61 R$ ,56 R$ ,53 R$ ,50 R$ ,49 R$ ,49 R$ ,53 R$ ,59 R$ ,69 R$ ,83 R$ ,01 R$ ,24 R$ ,54 Depreciação de M.I.E. 0,0248 R$ 2.081,40 R$ ,19 R$ ,13 R$ ,69 R$ ,88 R$ ,70 R$ ,15 R$ ,24 R$ ,97 R$ ,35 R$ ,37 R$ ,04 R$ ,37 R$ ,35 R$ ,99 R$ ,30 R$ ,27 R$ ,91 R$ ,22 R$ ,21 R$ ,89 Peças e acessórios 0,2694 R$ ,12 R$ ,65 R$ ,93 R$ R$ ,90 R$ ,66 R$ ,32 R$ ,92 R$ ,49 R$ ,05 R$ ,66 R$ ,34 R$ ,12 R$ ,05 R$ ,16 R$ ,49 R$ ,07 R$ ,93 R$ ,12 R$ ,67 R$ ,62 Peças e acessórios 0,2694 R$ ,12 R$ ,65 R$ ,93 R$ R$ ,90 R$ ,66 R$ ,32 R$ ,92 R$ ,49 R$ ,05 R$ ,66 R$ ,34 R$ ,12 R$ ,05 R$ ,16 R$ ,49 R$ ,07 R$ ,93 R$ ,12 R$ ,67 R$ ,62 Pessoal 1,5487 R$ ,20 R$ ,38 R$ ,87 R$ ,43 R$ ,26 R$ ,55 R$ ,50 R$ ,31 R$ ,18 R$ ,31 R$ ,91 R$ ,16 R$ ,28 R$ ,47 R$ ,94 R$ ,89 R$ ,53 R$ ,07 R$ ,71 R$ ,68 R$ ,17 Pessoal de Operação 1,1321 R$ ,50 R$ ,84 R$ ,51 R$ ,74 R$ ,68 R$ ,47 R$ ,25 R$ ,17 R$ ,38 R$ ,02 R$ ,23 R$ ,17 R$ ,99 R$ ,83 R$ ,84 R$ ,18 R$ ,00 R$ ,44 R$ ,67 R$ ,83 R$ ,09 Motorista 0,7029 R$ ,18 R$ ,56 R$ ,21 R$ ,59 R$ ,80 R$ ,91 R$ ,02 R$ ,23 R$ ,62 R$ ,27 R$ ,29 R$ ,77 R$ ,80 R$ ,46 R$ ,86 R$ ,08 R$ ,23 R$ ,39 R$ ,66 R$ ,14 R$ ,92 Cobrador 0,3954 R$ ,97 R$ ,88 R$ ,87 R$ ,83 R$ ,82 R$ ,89 R$ ,08 R$ ,44 R$ ,03 R$ ,90 R$ ,10 R$ ,68 R$ ,70 R$ ,20 R$ ,23 R$ ,86 R$ ,13 R$ ,09 R$ ,81 R$ ,33 R$ ,70 Fiscal/Despachante/Apoio Operacional 0,0339 R$ 2.849,35 R$ ,40 R$ ,43 R$ ,32 R$ ,06 R$ ,67 R$ ,15 R$ ,50 R$ ,73 R$ ,84 R$ ,83 R$ ,72 R$ ,50 R$ ,17 R$ ,75 R$ ,24 R$ ,64 R$ ,96 R$ ,20 R$ ,37 R$ ,47 Bilheteiro/Porteiro de Terminal 00 R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - Pessoal de Manutenção 0,1528 R$ ,15 R$ ,07 R$ ,28 R$ ,35 R$ ,29 R$ ,12 R$ ,87 R$ ,56 R$ ,20 R$ ,81 R$ ,41 R$ ,03 R$ ,68 R$ ,38 R$ ,16 R$ ,03 R$ ,01 R$ ,13 R$ ,41 R$ ,86 R$ ,51 Pessoal de Manutenção 0,1528 R$ ,15 R$ ,07 R$ ,28 R$ ,35 R$ ,29 R$ ,12 R$ ,87 R$ ,56 R$ ,20 R$ ,81 R$ ,41 R$ ,03 R$ ,68 R$ ,38 R$ ,16 R$ ,03 R$ ,01 R$ ,13 R$ ,41 R$ ,86 R$ ,51 Pessoal de Administração 0,1189 R$ 9.993,01 R$ ,05 R$ ,88 R$ ,71 R$ ,56 R$ ,43 R$ ,35 R$ ,32 R$ ,37 R$ ,52 R$ ,76 R$ ,13 R$ ,64 R$ ,30 R$ ,12 R$ ,13 R$ ,34 R$ ,77 R$ ,43 R$ ,34 R$ ,51 Administração 0,1189 R$ 9.993,01 R$ ,05 R$ ,88 R$ ,71 R$ ,56 R$ ,43 R$ ,35 R$ ,32 R$ ,37 R$ ,52 R$ ,76 R$ ,13 R$ ,64 R$ ,30 R$ ,12 R$ ,13 R$ ,34 R$ ,77 R$ ,43 R$ ,34 R$ ,51 Benefícios Sociais 0,1448 R$ ,55 R$ ,42 R$ ,20 R$ ,63 R$ ,73 R$ ,52 R$ ,03 R$ ,26 R$ ,23 R$ ,97 R$ ,50 R$ ,83 R$ ,97 R$ ,96 R$ ,81 R$ ,54 R$ ,17 R$ ,72 R$ ,20 R$ ,64 R$ ,06 Benefícios Sociais 0,1448 R$ ,55 R$ ,42 R$ ,20 R$ ,63 R$ ,73 R$ ,52 R$ ,03 R$ ,26 R$ ,23 R$ ,97 R$ ,50 R$ ,83 R$ ,97 R$ ,96 R$ ,81 R$ ,54 R$ ,17 R$ ,72 R$ ,20 R$ ,64 R$ ,06 Despesas Operacionais e Administrativas 0,1834 R$ ,70 R$ ,49 R$ ,12 R$ ,38 R$ ,28 R$ ,86 R$ ,14 R$ ,14 R$ ,89 R$ ,40 R$ ,71 R$ ,84 R$ ,80 R$ ,63 R$ ,35 R$ ,98 R$ ,55 R$ ,08 R$ ,60 R$ ,13 R$ ,71 Despesas Operacionais com o SBE e SAP 0,0263 R$ 2.212,49 R$ ,93 R$ ,74 R$ ,21 R$ ,34 R$ ,15 R$ ,63 R$ ,79 R$ ,63 R$ ,15 R$ ,36 R$ ,26 R$ ,86 R$ ,16 R$ ,15 R$ ,85 R$ ,26 R$ ,38 R$ ,22 R$ ,78 R$ ,05 Tecnologia da Informação e Comunicação Dados 0,0263 R$ 2.212,49 R$ ,93 R$ ,74 R$ ,21 R$ ,34 R$ ,15 R$ ,63 R$ ,79 R$ ,63 R$ ,15 R$ ,36 R$ ,26 R$ ,86 R$ ,16 R$ ,15 R$ ,85 R$ ,26 R$ ,38 R$ ,22 R$ ,78 R$ ,05 Despesas Operacionais da Concessionária 0,0183 R$ 1.534,40 R$ ,48 R$ ,58 R$ ,14 R$ ,17 R$ ,66 R$ ,62 R$ ,04 R$ ,94 R$ ,32 R$ ,17 R$ ,50 R$ ,31 R$ ,61 R$ ,39 R$ ,66 R$ ,43 R$ ,69 R$ ,44 R$ ,69 R$ ,44 Gerenciamento de Risco 63 R$ 531,72 R$ 6.383,34 R$ 6.415,26 R$ 6.447,33 R$ 6.479,57 R$ 6.511,97 R$ 6.544,53 R$ 6.577,25 R$ 6.610,13 R$ 6.643,19 R$ 6.676,40 R$ 6.709,78 R$ 6.743,33 R$ 6.777,05 R$ 6.810,93 R$ 6.844,99 R$ 6.879,21 R$ 6.913,61 R$ 6.948,18 R$ 6.982,92 R$ 7.017,83 Despesas com Treinamento e Capacitação 80 R$ 671,00 R$ 8.055,32 R$ 8.095,60 R$ 8.136,07 R$ 8.176,75 R$ 8.217,64 R$ 8.258,73 R$ 8.300,02 R$ 8.341,52 R$ 8.383,23 R$ 8.425,14 R$ 8.467,27 R$ 8.509,60 R$ 8.552,15 R$ 8.594,91 R$ 8.637,89 R$ 8.681,08 R$ 8.724,48 R$ 8.768,11 R$ 8.811,95 R$ 8.856,01 IPTU e Taxas 39 R$ 331,68 R$ 3.981,82 R$ 4.001,73 R$ 4.021,74 R$ 4.041,84 R$ 4.062,05 R$ 4.082,36 R$ 4.102,78 R$ 4.123,29 R$ 4.143,91 R$ 4.164,63 R$ 4.185,45 R$ 4.206,38 R$ 4.227,41 R$ 4.248,55 R$ 4.269,79 R$ 4.291,14 R$ 4.312,59 R$ 4.334,16 R$ 4.355,83 R$ 4.377,61 Despesas com Aluguel de Garagens e Instalações (**) 00 R$ - R$ - R$ - Despesas Administrativas 0,1389 R$ ,81 R$ ,08 R$ ,80 R$ ,03 R$ ,77 R$ ,06 R$ ,90 R$ ,31 R$ ,32 R$ ,93 R$ ,18 R$ ,07 R$ ,63 R$ ,86 R$ ,80 R$ ,46 R$ ,86 R$ ,01 R$ ,94 R$ ,67 R$ ,21 Despesas Gerais 0,1389 R$ ,81 R$ ,08 R$ ,80 R$ ,03 R$ ,77 R$ ,06 R$ ,90 R$ ,31 R$ ,32 R$ ,93 R$ ,18 R$ ,07 R$ ,63 R$ ,86 R$ ,80 R$ ,46 R$ ,86 R$ ,01 R$ ,94 R$ ,67 R$ ,21 Custo da Quilometragem Improdutiva 0,1201 R$ ,43 R$ ,71 R$ ,86 R$ ,05 R$ ,29 R$ ,59 R$ ,96 R$ ,42 R$ ,00 R$ ,69 R$ ,52 R$ ,51 R$ ,67 R$ ,01 R$ ,56 R$ ,32 R$ ,32 R$ ,56 R$ ,08 R$ ,87 R$ ,97 Quilometragem Improdutiva 0,1201 R$ ,43 R$ ,71 R$ ,86 R$ ,05 R$ ,29 R$ ,59 R$ ,96 R$ ,42 R$ ,00 R$ ,69 R$ ,52 R$ ,51 R$ ,67 R$ ,01 R$ ,56 R$ ,32 R$ ,32 R$ ,56 R$ ,08 R$ ,87 R$ ,97 VII.6 Resultado da Planilha R$ ,22 R$ ,13 R$ ,80 R$ ,40 R$ ,77 R$ ,03 R$ ,61 R$ ,68 R$ ,99 R$ ,73 R$ ,03 R$ ,79 R$ ,71 R$ ,27 R$ ,79 R$ ,52 R$ ,90 R$ ,84 R$ ,66 R$ ,30 VII.6.1 IRPJ - (15%) 15% R$ ,7 R$ ,2 R$ ,5 R$ ,8 R$ ,2 R$ ,9 R$ ,0 R$ ,5 R$ ,1 R$ ,8 R$ ,2 R$ ,3 R$ ,9 R$ ,2 R$ ,3 R$ ,4 R$ ,0 R$ ,6 R$ ,4 R$ ,1 IPRJ Adicional sobre o excedente a R$ (10%) 10% R$ ,1 R$ ,8 R$ ,0 R$ ,8 R$ ,8 R$ ,9 R$ ,4 R$ ,7 R$ ,4 R$ ,2 R$ ,8 R$ ,2 R$ ,3 R$ ,1 R$ ,9 R$ ,0 R$ ,0 R$ ,4 R$ ,3 R$ ,4 CSLL - (9%) 9% R$ ,4 R$ ,7 R$ ,7 R$ ,1 R$ ,9 R$ ,7 R$ ,0 R$ ,1 R$ ,5 R$ ,5 R$ ,5 R$ ,2 R$ ,9 R$ ,5 R$ ,6 R$ ,9 R$ ,2 R$ ,3 R$ ,6 R$ ,7 VII.7 Resultado Líquido da Planilha R$ ,01 R$ ,37 R$ ,67 R$ ,75 R$ ,93 R$ ,56 R$ ,18 R$ ,41 R$ ,04 R$ ,34 R$ ,50 R$ ,18 R$ ,59 R$ ,44 R$ ,00 R$ ,28 R$ ,74 R$ ,54 R$ ,36 R$ ,04 VII.8 Taxa de Lucratividade sobre a Receita 6,64% 4,54% 7,07% 9,53% 11,91% 14,10% 13,81% 10,25% 11,77% 13,25% 14,70% 16,10% 17,47% 18,80% 20,09% 21,49% 20,36% 20,05% 18,75% 20,01% (*) Não considerado inicialmente, mas poderão ocorrer ao longo do contrato. (**) O aluguel de Garagem será admitido somente nos primeiros 12 meses de concessão. Página 51 de 63

52 VIII - FLUXO DE CAIXA PROJETADO Período: 2013 a 2033 Ano 1 Ano 2 Ano 3 Ano 4 Ano 5 Ano 6 Ano 7 Ano 8 Ano 9 Histórico Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses VIII.1 Entradas - Fluxo Operacional R$ ,84 R$ ,18 R$ ,07 R$ ,35 R$ ,34 R$ ,78 R$ R$ ,36 R$ ,57 VIII.1.1 Resultado Líquido da Planilha R$ ,01 R$ ,37 R$ ,67 R$ ,75 R$ ,93 R$ ,56 R$ ,18 R$ ,41 R$ ,04 VIII.1.2 Fundo de Depreciação - Bens de Uso da Operação R$ ,83 R$ ,81 R$ ,40 R$ ,60 R$ ,41 R$ ,22 R$ ,82 R$ ,95 R$ ,53 VIII.1.4 Revenda de frota 80% R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ ,00 R$ - R$ - R$ - VIII.1.5 Saldo de Capital em Frota VIII.1.6 Saldo do Capital em Terreno da Garagem VIII.1.7 Saldo de Capital em Garagem e Instalações VIII.2 Saídas - Fluxo Operacional - Amortização de Investimentos e Imobilizações Iniciais R$ ,25 R$ - R$ - R$ - R$ - R$ R$ R$ - R$ - R$ - VIII.2.1 Investimentos em Frota R$ ,09 R$ - R$ - R$ - R$ - R$ R$ R$ - R$ - R$ - VIII Investimentos Inicial em Frota R$ ,09 R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - VIII Reposição e Acréscimo de Frota s R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ R$ R$ - R$ - R$ - VIII.2.2 Terreno da Garagem R$ ,52 R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - VIII.2.3 Investimento em Garagem e Infraestrutura R$ ,00 R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - VIII.2.4 Investimentos em Máquinas e Equipamentos R$ ,36 R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - VIII.2.5 Investimento em Almoxarifado R$ ,27 R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - VIII.2.7 Custos de Mobilização (*) R$ R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - VIII.2.8 Valor de Outorga R$ R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - VIII Valor de Outorga - Item 17 - Anexo II R$ R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - VIII.3 Fluxo de Caixa R$ ( ,25) R$ ,84 R$ ,18 R$ ,07 R$ ,35 R$ ,34 R$ ( ,22) R$ R$ ,36 R$ ,57 VIII.4 Saldo Fluxo de Caixa (R$ ,25) (R$ ,41) (R$ ,23) (R$ ,16) (R$ ,81) (R$ ,48) (R$ ,70) (R$ ,70) (R$ ,34) (R$ ,77) (*) Além dos investimentos iniciais com a instalação e operacioalização do serviço, inclui: 1 - Reposição e atualização do Sistema e Dispositivos da Bilhetagem Eletrônica durante a Concessão; 2 - Atualização do Sistema de Atendimento ao Passageiro durante a Concessão; 3 - Desoneração de custos em face do aproveitamento de mão de obra disponível; 4 - Desoneração de custos em face do aproveitamento de recursos técnicos-operacionais disponíveis. VIII.5 Resultados e Méritos da Proposta Financeira Valor Presente Líquido em R$ (R$ ,51) quatrocentos e noventa e seis mil quatrocentos e setenta e três reais e cinqüenta e um centavos negativos Taxa Interna de Retorno do Capital em % aa 7,40% sete porcento e quatro décimos de porcentagem Investimento Inicial R$ ,25 nove milhões quatrocentos e setenta e nove mil cento e sessenta e nove reais e vinte e cinco centavos Taxa Interna de Retorno após 20 anos Valor da Taxa de Desconto Considerada em % a.a. 8,00% oito porcento R$ R$ R$ Página 52 de 63

53 JETADO Ano 10 Ano 11 Ano 12 Ano 13 Ano 14 Ano 15 Ano 16 Ano 17 Ano 18 Ano 19 Ano Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses Meses R$ ,10 R$ ,15 R$ ,39 R$ ,03 R$ ,80 R$ ,98 R$ ,45 R$ ,74 R$ ,49 R$ ,28 R$ ,69 R$ ,34 R$ ,50 R$ ,18 R$ ,59 R$ ,44 R$ ,00 R$ ,28 R$ ,74 R$ ,54 R$ ,36 R$ ,04 R$ ,76 R$ ,65 R$ ,21 R$ ,44 R$ ,36 R$ ,98 R$ ,17 R$ ,51 R$ ,95 R$ ,92 R$ ,13 R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ ,00 R$ - R$ ,50 R$ - R$ - R$ - R$ R$ , ,52 R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ R$ - R$ R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ R$ - R$ R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ R$ - R$ R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ - R$ ,10 R$ ,15 R$ ,39 R$ ,03 R$ ,80 R$ ,98 R$ ,45 R$ ,74 R$ ,49 R$ ,28 R$ ,69 (R$ ,67) (R$ ,52) (R$ ,13) R$ ,90 R$ ,70 R$ ,68 R$ ,13 R$ ,88 R$ ,36 R$ ,64 R$ ,33 Página 53 de 63

54 Estudo da Demanda A demanda por transporte público coletivo de passageiros será determinada de forma agregada. A forma agregada modela o mercado sem passar pelo comportamento individual dos usuários. A metodologia consiste na apuração da Demanda com base no modelo matemático a seguir: T R I Onde: T R = Tarifa de Referência I ini = Investimento inicial I fut = Investimento futuro C fut = Custos Futuros R fut = Resultado Econômico Esperado D PN = Demanda de Passageiros Necessários ini I fut D C PN fut IX - DEMANDA DE PASSAGEIROS R fut CÁLCULO DA DEMANDA NECESSÁRIA - CASO 1 TARIFA VIGENTE - REMUNERAÇÃO DE CAPITAL EM 12% a.a. I = Investimentos Capital Inicial R$ ,25 Futuro ao longo do Contrato R$ R$ ,25 Cf = Custo Futuro Custo Futuro R$ ,87 R$ ,87 Juro Anual Sobre o Capital Inicial 12,00% R = Resultado Econômico Esperado Resultado - Lucro Líquido R$ ,19 Sc = Saldo de Capital R$ ,52 R$ ,17 Vf = Valor Residual da Frota Descartada R$ ,50 Tarifa Vigente - R$/Pas. Demanda Manifesta Total Necessária para a Tarifa Vigente - Passageiros Demanda Manifesta Inicial - Ano 1 - Passageiros Taxa de Crescimento Anual da Demanda Prazo de Concessão em anos Crescimento da Demanda ao longo do Prazo de Concessão 3, ,2198% 20 55,13% Página 54 de 63

55 Metodologia de Cálculo da Taxa de Crescimento Anual da Demanda SÉRIES UNIFORMES NO MODELO DE CAPITALIZAÇÃO Dados Resultados Valor Futuro $ ,58 Valor dos Capitais ($ ,67) Taxa de Juros? 2,2198% Número de Capitais 20 Tipo de Série (0)pos, (1)ant 0 Instruções Informar os dados e a incógnita? na coluna Dados. Os capitais devem ser informados com seus sinais. CÁLCULO DA DEMANDA NECESSÁRIA - CASO 2 TARIFA VIGENTE - TAXA INTERNA DE RETORNO TIR EM 8% a.a. I = Investimentos Capital Inicial R$ ,25 Futuro ao longo do Contrato R$ R$ ,25 Cf = Custo Futuro Custo Futuro R$ ,87 R$ ,87 TIR Anual Mínima 8,00% R = Resultado Econômico Esperado Resultado - Lucro Líquido R$ ,80 Sc = Saldo de Capital R$ ,52 R$ ,78 Vf = Valor Residual da Frota Descartada R$ ,50 Tarifa Vigente - R$/Pas. Demanda Manifesta Total Necessária para a Tarifa Vigente - Passageiros Demanda Manifesta Inicial - Ano 1 - Passageiros Taxa de Crescimento Anual da Demanda Prazo de Concessão em anos Crescimento da Demanda ao longo do Prazo de Concessão 3, ,5151% 20 35,09% Metodologia de Cálculo da Taxa de Crescimento Anual da Demanda SÉRIES UNIFORMES NO MODELO DE CAPITALIZAÇÃO Página 55 de 63

56 Dados Resultados Valor Futuro $ ,35 Valor dos Capitais ($ ,67) Taxa de Juros? 1,5151% Número de Capitais 20 Tipo de Série (0)pos, (1)ant 0 Instruções Informar os dados e a incógnita? na coluna Dados. Os capitais devem ser informados com seus sinais. CÁLCULO DA DEMANDA NECESSÁRIA - TARIFA MÁXIMA ADMITIDA - CASO 3 TARIFA MÁXIMA ADMITIDA - TAXA INTERNA DE RETORNO TIR EM 8% a.a. I = Investimentos Capital Inicial R$ ,25 Futuro ao longo do Contrato R$ R$ ,25 Cf = Custo Futuro Custo Futuro R$ ,87 R$ ,87 TIR Anual 8,00% R = Resultado Econômico Esperado Resultado - Lucro Líquido R$ ,80 Sc = Saldo de Capital R$ ,52 R$ ,78 Vf = Valor Residual da Frota Descartada R$ ,50 Tarifa Máxima Admitida - R$/Pas. Demanda Manifesta Total Necessária para a Tarifa Máxima Admitida - Passageiros Demanda Manifesta Inicial - Ano 1 - Passageiros Taxa de Crescimento Anual da Demanda Prazo de Concessão em anos Crescimento da Demanda ao longo do Prazo de Concessão 3, ,8468% 20 44,19% Metodologia de Cálculo da Taxa de Crescimento Anual da Demanda SÉRIES UNIFORMES NO MODELO DE CAPITALIZAÇÃO Dados Resultados Valor Futuro $ ,96 Valor dos Capitais ($ ,67) Taxa de Juros? 1,8468% Página 56 de 63

57 Número de Capitais 20 Tipo de Série (0)pos, (1)ant 0 Instruções Informar os dados e a incógnita? na coluna Dados. Os capitais devem ser informados com seus sinais. CÁLCULO DA DEMANDA NECESSÁRIA - TARIFA MÁXIMA ADMITIDA - CASO 4 TARIFA MÁXIMA ADMITIDA - TAXA INTERNA DE RETORNO (TIR) RESULTANTE B130 I = Investimentos Capital Inicial R$ ,25 Futuro ao longo do Contrato R$ R$ ,25 Cf = Custo Futuro Custo Futuro R$ ,87 R$ ,87 TIR Anual 7,40% R = Resultado Econômico Esperado Resultado - Lucro Líquido R$ ,90 Sc = Saldo de Capital R$ ,52 R$ ,88 Vf = Valor Residual da Frota Descartada R$ ,50 Tarifa Vigente - R$/Pas. Demanda Manifesta Projetada - Passageiros Demanda Manifesta Inicial - Ano 1 - Passageiros Taxa de Crescimento Anual da Demanda Prazo de Concessão em anos Crescimento da Demanda ao longo do Prazo de Concessão 3, ,0000% 20 48,59% Metodologia de Cálculo da Taxa de Crescimento Anual da Demanda SÉRIES UNIFORMES NO MODELO DE CAPITALIZAÇÃO Dados Valor Futuro $ ,55 Resultados Valor dos Capitais ($ ,67) Taxa de Juros? 2,0000% Número de Capitais 20 Tipo de Série (0)pos, (1)ant 0 Instruções Página 57 de 63

58 Informar os dados e a incógnita? na coluna Dados. Os capitais devem ser informados com seus sinais. ESTUDO DE CASOS DEMANDA TAXA ANUAL TARIFA R$/Pas. TARIFA VIGENTE - REMUNERAÇÃO DE CAPITAL EM 12% a.a. CASO ,2198% 3,1000 TARIFA VIGENTE - TAXA INTERNA DE RETORNO TIR EM 8% a.a CASO ,5151% 3,1000 TARIFA MÁXIMA ADMITIDA - TAXA INTERNA DE RETORNO TIR EM 8% a.a CASO ,8468% 3,0000 TARIFA MÁXIMA ADMITIDA - TAXA INTERNA DE RETORNO (TIR) RESULTANTE CASO 4(*) ,0000% 3,0000 (*) Taxa de Crescimento Anual Adotada Página 58 de 63

59 X - Orçamento Anual - Custo Corrente Orçamento Anual calculado com base no Custo Corrente Médio Mensal Anexo VII.12 do cálculo do valor da tarifa máxima. X.1 - Demonstrativo de Resultado X Premissas para Composição dos Custos e Receitas X Produção Quilométrica Anual Quilometragem Programada Km Quilometragem Ociosa Km Quilometragem Realizada Km Percentual de Quilometragem Ociosa 5,00% % X Frota Frota Total 28 veic. Frota Reserva 3 veic. Frota Operacional 25 veic. PMM - Percurso Médio Mensal km X Composição da Demanda Manifesta - Anual X Demanda Manifesta Annual Demanda Transportada pass./ano Passageiros Equivalentes pass./ano Taxa de Equivalência 82,00% % X IPKe Índice Equivalente de Passageiro por Quilômetro 1,3096 pass./km X Tributos e Repasses 4,00% % ISS (2% incidente sobre 100% da Receita) Base de Cálculo: 10% 2,00% % COFINS % % PIS % % Encargos Sociais Incidente Sobre a Receita 2,00% % X Composição do Custo Corrente Anual X Custo de Produção e Frota 3,6039 R$/ano ,01 X Custos Variáveis com a Produção R$/Km 1,2035 km R$/ano ,52 X Combustíveis e Lubrificantes R$/Km 1, R$/ano ,80 Combustível R$/Km 0, R$/ano ,10 Lubrificantes R$/Km 0, R$/ano ,70 X Material de Rodagem R$/Km 0,1503 km R$/ano ,72 Rodagem R$/Km 0, R$/ano ,72 X Custos Variáveis com a Frota R$/Km 0,6682 km R$/ano ,05 X Peças e Acessórios R$/Km 0, R$/ano ,43 Peças e acessórios R$/Km 0, R$/ano ,43 X Depreciação R$/Km 0,3989 km R$/ano ,62 Veículo R$/Km 0, R$/ano ,38 S.B.E. - Validadores R$/Km 0, R$/ano ,45 M.I.E R$/Km 0, R$/ano ,79 X Despesas com Pessoal R$/Km 1,5487 km R$/ano ,45 X Pessoal Operacional R$/Km 1, R$/ano ,98 Motorista R$/Km 0, R$/ano ,13 Cobrador R$/Km 0, R$/ano ,70 Fiscal/Despachante/Apoio Operacional R$/Km 0, R$/ano ,15 Bilheteiro/Porteiro R$/Km R$/ano X Pessoal de Manutenção R$/Km 0,1528 km R$/ano ,83 Manutenção R$/Km 0, R$/ano ,83 X Pessoal Administrativo R$/Km 0,1189 km R$/ano ,09 Administração R$/Km 0, R$/ano ,09 X Benefício Social R$/Km 0,1448 km R$/ano ,55 Benefícios Sociais R$/Km 0, R$/ano ,55 X Despesas Operacionais e Administrativas R$/ano ,39 X Despesas Operacionais e Administrativas R$/Km 0, R$/ano ,39 X Despesas Operacionais com o SBE e SAP R$/Km 0, R$/ano ,87 Tecnologia da Informação e Comunic. Dados R$/Km 0, R$/ano ,87 Página 59 de 63

60 X Despesas Operacionais com a Empresa R$/Km 0, R$/ano ,80 Gerenciamento de Risco R$/Km R$/ano 6.380,68 Despesas com Treinamento e Capacitação R$/Km R$/ano 8.051,96 IPTU e Taxas R$/Km R$/ano 3.980,16 Despesas com Aluguel de Garagens e Instalações R$/Km R$/ano X Despesas Administrativas R$/Km 0, R$/ano ,71 Despesas Gerais R$/Km 0, R$/ano ,71 X Custo Corrente R$/ano ,40 X Custo Com Quilometragem Improdutiva R$/Km 0, Km R$/ano ,21 Custo com Quilometragem Improdutiva R$/Km 0, Km R$/ano ,21 X.1.4 Custo Corrente com Quilometragem Improdutiva R$/Km 3,7240 R$/ano ,62 Pesos Grupo Participação R$/ano % P1 Participação dos custos com combustível e lubrificantes ,80 29,22% P2 Participação dos custos com rodagem ,72 4,17% P3 Participação das despesas com pessoal e benefícios ,45 42,97% P4 Participação dos custos com peças acessórios e depreciação ,05 18,54% P5 Participação das despesas operacionais e administrativas ,39 5,09% Sub-Total ,40 10% Custo Quilometragem Improdutiva ,21 3,23% Custo Corrente com Quilometragem Improdutiva ,62 103,23% X.2 - Distribuição Percentual por Grupo de Custo Distribuição Percentual por Grupo de Custo Participação dos custos com combustível e lubrificantes Participação dos custos com rodagem 19% 5% 29% Participação das despesas com pessoal e benefícios 4% Participação dos custos com peças acessórios e depreciação 43% Participação das despesas operacionais e administrativas Página 60 de 63

FLUXO DE CAIXA PARA DETERMINAÇÃO DA TARIFA

FLUXO DE CAIXA PARA DETERMINAÇÃO DA TARIFA PREFEITURA MUNICIPAL DE CHAPECÓ SECRETARIA MUNICIPAL DE TRANSPORTES CÁLCULO TARIFÁRIO SERVIÇOS PÚBLICOS DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO DE PASSAGEIROS DO MUNICÍPIO FLUXO DE CAIXA PARA DETERMINAÇÃO DA TARIFA

Leia mais

Anexo VI VALOR INICIAL DO CONTRATO

Anexo VI VALOR INICIAL DO CONTRATO 1 CONCESSÃO DE SERVIÇOS PÚBLICOS DE TRANSPORTE COLETIVO DE PASSAGEIROS DO MUNICÍPIO DE RIO DO SUL SC PLANO DE OUTORGA Anexo VI VALOR INICIAL DO CONTRATO Janeiro/2013 2 ANEXO V Valor Inicial do Contrato

Leia mais

SISTEMA DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO DE JOINVILLE SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO DE PASSAGEIROS SERVIÇO PÚBLICO DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO

SISTEMA DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO DE JOINVILLE SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO DE PASSAGEIROS SERVIÇO PÚBLICO DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO I - Preços dos Insumos Básicos Insumos Preço (R$) Tarifa Vigente - Combustível Óleo Diesel 2,3178 R$/L Passagem Antecipada 3,00 R$/Pass Composição I Pneu - I 686,38 Ud Passagem Embarcada 3,50 R$/Pass Material

Leia mais

SISTEMA DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO DE JOINVILLE CÁLCULO DO CUSTO DO PASSAGEIRO TRANSPORTADO - ENSAIO TÉCNICO Sistema Regular Convencional

SISTEMA DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO DE JOINVILLE CÁLCULO DO CUSTO DO PASSAGEIRO TRANSPORTADO - ENSAIO TÉCNICO Sistema Regular Convencional I - Preços dos Insumos Básicos SISTEMA DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO DE JOINVILLE Insumos Preço (R$) Tarifa Vigente - Combustível Óleo Diesel 1,7150 R$/L Passagem Antecipada 2,30 R$/Pass Composição I Pneu

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JOINVILLE

PREFEITURA MUNICIPAL DE JOINVILLE I - Preços dos Insumos Básicos Insumos Preço (R$) Tarifa Vigente - Combustível Óleo Diesel 1,8982 R$/L Passagem Antecipada 2,05 R$/Pass Composição I Pneu - I 526,74 Ud Passagem Embarcada 2,50 R$/Pass Material

Leia mais

Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre

Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre Licitação do Sistema Ônibus de Porto Alegre Anexo VI B Instruções para Elaboração do Estudo de Viabilidade Econômico-Financeira Anexo VI B Instruções para Elaboração do Estudo de Viabilidade Econômico-Financeira

Leia mais

PLANILHA DE CUSTO E CÁLCULO TARIFÁRIO DO SISTEMA MUNICIPAL DE TRANSPORTE COLETIVO

PLANILHA DE CUSTO E CÁLCULO TARIFÁRIO DO SISTEMA MUNICIPAL DE TRANSPORTE COLETIVO 1 / 5 PLANILHA DE CUSTO E CÁLCULO TARIFÁRIO DO SISTEMA MUNICIPAL DE TRANSPORTE COLETIVO A. INSUMOS BÁSICOS Valor A1. Combustível (R$/l) 1,9620 A2. Rodagem (R$/unidade) Pneu Recapagem Câmara Ar Protetor

Leia mais

COMPANHIA DE TRÂNSITO E TRANSPORTE DE MACAPÁ

COMPANHIA DE TRÂNSITO E TRANSPORTE DE MACAPÁ COMPANHIA DE TRÂNSITO E TRANSPORTE DE MACAPÁ SISTEMA DE TRANSPORTE DE PÚBLICO DE PASSAGEIROS DE MACAPÁ DEMONSTRATIVO DOS VALORES E PERCENTUAIS DOS ITENS ELENCADOS NO CUSTO TARIFÁRIO 20% COMBUSTÍVEL 48%

Leia mais

ESTUDO DOS CUSTOS DO SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO DE PASSAGEIROS DE CRICIÚMA STPP/CRI

ESTUDO DOS CUSTOS DO SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO DE PASSAGEIROS DE CRICIÚMA STPP/CRI ESTUDO DOS CUSTOS DO SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO DE PASSAGEIROS DE CRICIÚMA STPP/CRI abril/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE CRICIÚMA 2 ASTC SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO DE PASSAGEIROS ESTUDO DOS CUSTOS

Leia mais

EDITAL CONCORRÊNCIA 02/2015 ANEXO IX - ANÁLISE ECONÔMICO-FINANCEIRA DA CONCESSÃO.

EDITAL CONCORRÊNCIA 02/2015 ANEXO IX - ANÁLISE ECONÔMICO-FINANCEIRA DA CONCESSÃO. EDITAL CONCORRÊNCIA 02/2015 ANEXO IX - ANÁLISE ECONÔMICO-FINANCEIRA DA CONCESSÃO. Análise Econômico-financeira da Concessão A licitante deverá apresentar uma análise econômico-financeira da concessão,

Leia mais

1 INSUMOS BÁSICOS un Custo Unitário

1 INSUMOS BÁSICOS un Custo Unitário 1 INSUMOS BÁSICOS un Custo Unitário 1.1 Preço de um litro de combustível R$ 1,9563 1.2 Preço de um pneu novo para veículo micro R$ 491,3400 1.3 Preço de um pneu novo para veículo leve R$ 927,4700 1.4 Preço

Leia mais

Anexo IV.2 Instruções para Elaboração do Estudo de Viabilidade Econômico-financeira

Anexo IV.2 Instruções para Elaboração do Estudo de Viabilidade Econômico-financeira Anexo IV.2 Instruções para Elaboração do Estudo de Viabilidade Econômico-financeira PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA ÍNDICE 1 ANÁLISE ECONÔMICO-FINANCEIRA DA CONCESSÃO... 2 1.1Planilha 1 Demonstração

Leia mais

a.) Dados de Preços de Insumos

a.) Dados de Preços de Insumos PLANILHA PARA COMPOSIÇÃO DE DADOS - PREÇOS DE INSUMOS Data de Referência: - Dia, Mês e Ano Vigente 01/06/14 Ano Vigente - Ano Vigente 2014 - Total de Dias do Ano 365 Período Referencial de Custos - Total

Leia mais

a.) Dados de Preços de Insumos

a.) Dados de Preços de Insumos PLANILHA PARA COMPOSIÇÃO DE DADOS - PREÇOS DE INSUMOS Data de Referência: - Dia, Mês e Ano Vigente 01/06/14 Ano Vigente - Ano Vigente 2014 - Total de Dias do Ano 365 Período Referencial de Custos - Total

Leia mais

ESTUDO DOS CUSTOS DO SERVIÇO REGULAR DE TRANSPORTE COLETIVO MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ-SC

ESTUDO DOS CUSTOS DO SERVIÇO REGULAR DE TRANSPORTE COLETIVO MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ-SC SETUF - Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros da Grande Florianópolis ESTUDO DOS CUSTOS DO SERVIÇO REGULAR DE TRANSPORTE COLETIVO MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ-SC junho/14 PUBLICAÇÃO DA PLANILHA

Leia mais

CONCESSÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO DE PASSAGEIROS DO MUNICÍPIO DE CURITIBANOS-SC

CONCESSÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO DE PASSAGEIROS DO MUNICÍPIO DE CURITIBANOS-SC CONCESSÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO DE PASSAGEIROS DO MUNICÍPIO DE CURITIBANOS-SC PLANO DE OUTORGA ANEXO V CADERNO DE ESPECIFICAÇÃO DE INSTALAÇÕES E APARELHAMENTO Abril/2014 Sumário

Leia mais

a.) Dados de Preços de Insumos

a.) Dados de Preços de Insumos PLANILHA PARA COMPOSIÇÃO DE DADOS - PREÇOS DE INSUMOS Data de Referência: - Dia, Mês e Ano Vigente 01/06/15 Ano Vigente - Ano Vigente 2015 - Total de Dias do Ano 365 Período Referencial de Custos - Total

Leia mais

SERVIÇO DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO DA CIDADE DE SOROCABA PLANILHA PARA COMPOSIÇÃO DE DADOS - PREÇOS DE INSUMOS

SERVIÇO DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO DA CIDADE DE SOROCABA PLANILHA PARA COMPOSIÇÃO DE DADOS - PREÇOS DE INSUMOS PLANILHA PARA COMPOSIÇÃO DE DADOS - PREÇOS DE INSUMOS PLANILHA DE CÁLCULO - TARIFA TÉCNICA SISTEMA (LOTE 1 E LOTE 2) Data de Referência: - Dia, Mês e Ano Vigente 01/06/14 Base Inicial Ano Vigente - Ano

Leia mais

Estudo Tarifário do Transporte Público Coletivo Urbano Municipal - INTERCAMP. 10.517.242 / mês

Estudo Tarifário do Transporte Público Coletivo Urbano Municipal - INTERCAMP. 10.517.242 / mês Diretoria de Planejamento e Projetos Gerência de Gestão do Transporte Público Departamento de e Indicadores do Transporte Público Estudo Tarifário do Transporte Público Coletivo Urbano Municipal - INTERCAMP

Leia mais

Plano Municipal de Transporte Coletivo Urbano de Itapoá - SC AUDIÊNCIA PÚBLICA

Plano Municipal de Transporte Coletivo Urbano de Itapoá - SC AUDIÊNCIA PÚBLICA Plano Municipal de Transporte Coletivo - SC AUDIÊNCIA PÚBLICA Maio - 2012 1 - Apresentação A Administração Municipal de Itapoá contratou este estudo técnico com o objetivo de melhorar a qualidade do serviço

Leia mais

Planilha de Cálculo Tarifário 2014

Planilha de Cálculo Tarifário 2014 CPTRANS - Cia. Petropolitana de Trânsito e Transportes Diretoria Técnico-Operacional I - Custo Variável Planilha de Cálculo Tarifário 2014 1 - Combustível = Preço litro diesel 2,2876 x Coeficiente (litros

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO MÍNIMA PARA AS INSTALAÇÕES DA GARAGEM

ESPECIFICAÇÃO MÍNIMA PARA AS INSTALAÇÕES DA GARAGEM PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE MOBILIDADE URBANA CONCORRÊNCIA CONCESSÃO DE SERVIÇOS PÚBLICOS DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO DE PASSAGEIROS DO MUNICÍPIO EDITAL DE CONCORRÊNCIA

Leia mais

PREFEITURA DE ITABUNA ESTADO DE BAHIA

PREFEITURA DE ITABUNA ESTADO DE BAHIA ORÇAMENTO BÁSICO DO PROJETO (PLANILHA DE REFERÊNCIA) 1. TARIFA DE REFERÊNCIA. 1.1. PASSAGEIROS ECONÔMICOS MENSAIS Observando-se as correspondências da operadora à Prefeitura de Itabuna, constam os seguintes

Leia mais

ANEXO XIII PLANILHAS MODELO PARA ELABORAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA ECONÔMICO

ANEXO XIII PLANILHAS MODELO PARA ELABORAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA ECONÔMICO ANEXO XIII PLANILHAS MODELO PARA ELABORAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA ECONÔMICO ANEXO - PLANILHAS MODELO PARA ELABORAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA ECONÔMICO - Página 1 ÍNDICE DOS QUADROS Parte I - Informações do Sistema

Leia mais

Planilha de Apropriação de Custos - Uberaba / MG

Planilha de Apropriação de Custos - Uberaba / MG 1 Determinação do Preço Relativo aos Custos Variáveis 1.1 Óleo Diesel Índice de Consumo Preço Custo / Km 1.1.1 Convencional 0,3500 (l/km) x 1,7000 /l = 0,5950 /km 1.1.2 Micro Ônibus 0,2600 (l/km) x 1,7000

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS 1. Entrada de Dados 1.1 Dados de Oferta Sem Ociosidade Ociosidade PMM (Frota Efetiva) 7.691,99 4% 7.999,67 HVM (Frota Efetiva) 380,89 FROTA PATRIMONIAL 759 FROTA OPERACIONAL 738 1.2. Parâmetros 1.2.1 Combustível

Leia mais

METODOLOGIA DE CÁLCULO DA TARIFA TÉCNICA

METODOLOGIA DE CÁLCULO DA TARIFA TÉCNICA METODOLOGIA DE CÁLCULO DA TARIFA TÉCNICA ÍNDICE 1. QUILOMETRAGEM 2. PASSAGEIROS 3. IPK 4. CUSTOS DEPENDENTES OU VARIÁVEIS 4.1. Combustível 4.2. Lubrificantes 4.3. Rodagem 4.4. Peças e acessórios e serviços

Leia mais

[¹] Soma dos benefícios pagos pelas empresas operadoras por decisão judicial ou que tenham aval do órgão de gerência local.

[¹] Soma dos benefícios pagos pelas empresas operadoras por decisão judicial ou que tenham aval do órgão de gerência local. INSUMOS BÁSICOS Para o cálculo da tarifa é necessário que se conheçam os seguintes dados Preço de um litro de combustível (R$ 2,0853) + Frete (R$ 0,0318) R$ 2,1171 1 Preço de um pneu novo p/ veículo leve

Leia mais

Rua Estela, 515 Bloco B Cj. 81 - CEP 04011-002 - São Paulo / SP 5087-4242 - ettl@ettl.com.br - www.ettl.com.br

Rua Estela, 515 Bloco B Cj. 81 - CEP 04011-002 - São Paulo / SP 5087-4242 - ettl@ettl.com.br - www.ettl.com.br Rua Estela, 515 Bloco B Cj. 81 - CEP 04011-002 - São Paulo / SP 5087-4242 - ettl@ettl.com.br - www.ettl.com.br CÁLCULO DE TARIFA DE TRANSPORTE PÚBLICO POR AVALIAÇÃO DE LONGO PRAZO Stanislav Feriancic /

Leia mais

ANEXO XII INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA ECONÔMICO

ANEXO XII INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA ECONÔMICO INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA ECONÔMICO 1. APRESENTAÇÃO Neste anexo são apresentadas as instruções para o preenchimento dos quadros para as projeções econômico-financeiras. Os modelos dos

Leia mais

ENCARGOS SOCIAIS. Grupo A. Subtotal. Grupo B. Subtotal. Grupo C. Subtotal Grupo D. Total de Encargos Sociais

ENCARGOS SOCIAIS. Grupo A. Subtotal. Grupo B. Subtotal. Grupo C. Subtotal Grupo D. Total de Encargos Sociais ENCARGOS SOCIAIS 1 INSS 20,00% 2 SESI ou SESC 1,50% 3 SENAI ou SENAC 1,00% 4 INCRA 0,20% 5 Salário Educação 2,50% 6 FGTS 8,00% 7 Seguro Acidente do Trabalho/SAT/INSS 3,00% 8 SEBRAE 0,60% 9 SECONCI 1,00%

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 - BNDES ANEXO II MODELO DE PROPOSTA - RETIFICADO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 BNDES LICITANTE: CNPJ:

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 - BNDES ANEXO II MODELO DE PROPOSTA - RETIFICADO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 BNDES LICITANTE: CNPJ: PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 - BNDES ANEXO II MODELO DE PROPOSTA - RETIFICADO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 BNDES LICITANTE: CNPJ: ENDEREÇO: TELEFONE: ( ) FAX: ( ) E-MAIL: REPRESENTANTE LEGAL: NACIONALIDADE:

Leia mais

TARIFA SIMPLIFICADA METODOLODIA DE UBERLÂNDIA-MG DADOS TÉCNICOS DO CTA ESTATÍSTICAS

TARIFA SIMPLIFICADA METODOLODIA DE UBERLÂNDIA-MG DADOS TÉCNICOS DO CTA ESTATÍSTICAS TARIFA SIMPLIFICADA METODOLODIA DE UBERLÂNDIA-MG SETTRAN - secretaria Municipal de Trânsito e Transportes CTA - Controle de tráfego em área Autor: Aílton Borges SETTRAN- - Tarifa simplificada metodologia...

Leia mais

Painel: Custo, Qualidade, Remuneração e Tarifa do Transporte Público. Tema: Planilha Tarifária. Agosto/2013

Painel: Custo, Qualidade, Remuneração e Tarifa do Transporte Público. Tema: Planilha Tarifária. Agosto/2013 Painel: Custo, Qualidade, Remuneração e Tarifa do Transporte Público Tema: Planilha Tarifária Agosto/2013 Planilha Tarifária São Paulo Abrangência: Sistema de transporte sobre pneus no município de São

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A.- CERON PROGRAMA LUZ PARA TODOS. Anexo I - Planilha Orçamentária - Composição de Custos -DOC/DOCA

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A.- CERON PROGRAMA LUZ PARA TODOS. Anexo I - Planilha Orçamentária - Composição de Custos -DOC/DOCA CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A.- CERON PROGRAMA LUZ PARA TODOS Anexo I - Planilha Orçamentária - Composição de Custos -DOC/DOCA Objeto: Referência: PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS TÉCNICOS E ADMINISTRATIVOS

Leia mais

Quant. Vr. Unitário Vr.Total. Percentual. Quant. Vr. Unitário Vr. Total

Quant. Vr. Unitário Vr.Total. Percentual. Quant. Vr. Unitário Vr. Total ANEXO... PLANILHA DE CUSTOS 2º TURNO Quantidades (veículos/diárias): Tipo da contratação: ( ) Terceirizada ( ) Regime da CLT ( ) Cooperativa (Lei nº 5.764/71) ( ) Regime Tributário: ( ) Lucro Real ( )

Leia mais

QUADRO RESUMO - SERVIÇOS CONTÍNUOS VALOR DO KM RODADO POR VEÍCULO EXECUTIVO 5 1.300 7,33 47.645,00 571.740,00

QUADRO RESUMO - SERVIÇOS CONTÍNUOS VALOR DO KM RODADO POR VEÍCULO EXECUTIVO 5 1.300 7,33 47.645,00 571.740,00 Q AU SECRETARIA A DE AVIAÇÃO CIVIL PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA - ANAC Ref.: D PREGÃO ELETRÔNICO N.º 07/2013 Processo R Nº 00055.002521/2013-99 Abertura: O 09/10/2013 às 09:00 h R PROPOSTA COMERCIAL E Prezados

Leia mais

METODOLOGIA DE CÁLCULO TARIFÁRIO NO TRANSPORTE RODOVIÁRIO INTERMUNICIPAL DE PASSAGEIROS DA REGIÃO METROPOLITANA DE PORTO ALEGRE

METODOLOGIA DE CÁLCULO TARIFÁRIO NO TRANSPORTE RODOVIÁRIO INTERMUNICIPAL DE PASSAGEIROS DA REGIÃO METROPOLITANA DE PORTO ALEGRE METODOLOGIA DE CÁLCULO TARIFÁRIO NO TRANSPORTE RODOVIÁRIO INTERMUNICIPAL DE PASSAGEIROS DA REGIÃO METROPOLITANA DE PORTO ALEGRE Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, 02 de setembro de 2013. RESOLUÇÃO

Leia mais

Onde: T = tarifa CT = custo total P = número de passageiros pagantes

Onde: T = tarifa CT = custo total P = número de passageiros pagantes 1 DEFINIÇÕES - GEIPOT Para o entendimento perfeito dos procedimentos adotados neste documento são conceituados a seguir os termos empregados no cálculo da tarifa dos ônibus urbanos. No âmbito dos transportes

Leia mais

SERVIÇO DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO DE PASSAGEIROS DE SOROCABA

SERVIÇO DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO DE PASSAGEIROS DE SOROCABA SERVIÇO DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO DE PASSAGEIROS DE SOROCABA REFERÊNCIA METODOLÓGICA DE CÁLCULO DA TARIFA TÉCNICA PLANILHA DE CUSTO 1 Sumário 1. INTRODUÇÃO ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

ANEXO V PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇÃO DE PREÇO SERVENTE DE LIMPEZA MÃO-DE-OBRA MÃO-DE-OBRA VINCULADA À EXECUÇÃO CONTRATUAL

ANEXO V PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇÃO DE PREÇO SERVENTE DE LIMPEZA MÃO-DE-OBRA MÃO-DE-OBRA VINCULADA À EXECUÇÃO CONTRATUAL GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ ANEXO V PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇÃO DE PREÇO SERVENTE DE LIMPEZA MÃO-DE-OBRA MÃO-DE-OBRA VINCULADA À EXECUÇÃO CONTRATUAL Dados complementares para composição dos custos referentes

Leia mais

a.) Dados de Preços de Insumos

a.) Dados de Preços de Insumos PLANILHA PARA COMPOSIÇÃO DE DADOS - PREÇOS DE INSUMOS Data de Referência: - Dia, Mês e Ano Vigente 01/06/15 Ano Vigente - Ano Vigente 2015 - Total de Dias do Ano 365 Período Referencial de Custos - Total

Leia mais

METODOLOGIA APLICADA CONSIDERAÇÕES INICIAIS

METODOLOGIA APLICADA CONSIDERAÇÕES INICIAIS METODOLOGIA APLICADA Os critérios metodológicos adotados para o cálculo tarifário tiveram como parâmetro o Manual de Instruções Práticas Atualizadas IPA, instituído pela Portaria Nº 644/MT, de 09 de julho

Leia mais

Jorge Carrer Gerente Executivo Serviços e Ass. Técnica MAN Latin America. Serviços e Pós Vendas no auxílio à gestão e eficiência de frotas

Jorge Carrer Gerente Executivo Serviços e Ass. Técnica MAN Latin America. Serviços e Pós Vendas no auxílio à gestão e eficiência de frotas Jorge Carrer Gerente Executivo Serviços e Ass. Técnica MAN Latin America Serviços e Pós Vendas no auxílio à gestão e eficiência de frotas Importância do Custo Operacional TCO (Total Cost of Ownership)

Leia mais

Relatório Final de Levantamento de Receitas e Custos Referência:

Relatório Final de Levantamento de Receitas e Custos Referência: Relatório Final de Levantamento de Receitas e Custos Referência: Edital Concorrência Pública 05/2012 Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte S/A BHTRANS 1 Conteúdo Introdução 03 Documentos Solicitados

Leia mais

LICITAÇÃO Transporte Coletivo Natal

LICITAÇÃO Transporte Coletivo Natal LICITAÇÃO Transporte Coletivo Natal Aspectos Gerais do Serviço Atual Transporte Coletivo Convencional: 06 Empresas 80 linhas 622 veículos operacionais 4.461 viagens DU 4.029.918 Km operacional Transporte

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2013. Processo Administrativo n. 23069.079918/2012-34 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2013. Processo Administrativo n. 23069.079918/2012-34 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2013 Processo Administrativo n. 23069.079918/2012-34 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS Planilha de Custo e Formação de Preços (Em conformidade à Portaria nº 7, de 09/03/2011

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO GOVERNADORIA COMISSÃO CENTRAL PERMANENTE DE LICITAÇÃO CCL

ESTADO DO MARANHÃO GOVERNADORIA COMISSÃO CENTRAL PERMANENTE DE LICITAÇÃO CCL REF.: CONCORRÊNCIA Nº 006 / 2014 CCL ANEXO ERRATA Nº 002/2014 - CCL RESUMO Mês base: Agosto/2013 DISCRIMINAÇÃO VALOR PARCIAL TOTAL A - EQUIPE TÉCNICA 2.025.871,44 A.1 - Pessoal de Nível Superior* 1.891.997,04

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA ANEXO 7.2.1. INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA ANEXO 7.2.1. INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA 1 APRESENTAÇÃO Neste anexo são apresentadas as instruções para o preenchimento dos quadros

Leia mais

Lucro Operacional Bruto - 8.767.839 8.947.255 9.128.309 7.066.187 7.297.611 8.060.677 8.971.905 9.855.915 10.786.663 11.778.658 R$ 275.054.

Lucro Operacional Bruto - 8.767.839 8.947.255 9.128.309 7.066.187 7.297.611 8.060.677 8.971.905 9.855.915 10.786.663 11.778.658 R$ 275.054. 2.794.785,52 ao mês FLUXO DE CAIXA DESCONTADO (CENÁRIO BASE) 4 1,00 2,00 4,00 4 5 10 15 20 25 30 COMPONENTES / FLUXO DE CAIXA ANO 0 ANO 1 ANO 2 ANO 3 ANO 4 ANO 5 ANO 10 ANO 15 ANO 20 ANO 25 ANO 30 TOTAL

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE APROPRIAÇÃO DE CUSTOS DO TRANSPORTE POR ÔNIBUS DE SALVADOR

DEMONSTRATIVO DE APROPRIAÇÃO DE CUSTOS DO TRANSPORTE POR ÔNIBUS DE SALVADOR DEMONSTRATIVO DE APROPRIAÇÃO DE CUSTOS DO TRANSPORTE POR ÔNIBUS DE SALVADOR CONCEITOS Tarifa É o valor cobrado do usuário de um serviço público. É uma decisão governamental, decorrente de uma política

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE APROPRIAÇÃO DE CUSTOS DO TRANSPORTE POR ÔNIBUS DE SALVADOR

DEMONSTRATIVO DE APROPRIAÇÃO DE CUSTOS DO TRANSPORTE POR ÔNIBUS DE SALVADOR DEMONSTRATIVO DE APROPRIAÇÃO DE CUSTOS DO TRANSPORTE POR ÔNIBUS DE SALVADOR CONCEITOS Tarifa É o valor cobrado do usuário de um serviço público. É uma decisão governamental, decorrente de uma política

Leia mais

PREFEITURA DE ITABUNA ESTADO DE BAHIA

PREFEITURA DE ITABUNA ESTADO DE BAHIA TABELA REFERÊNCIA DE PREÇOS 1. DIMENSIONAMENTO DE CUSTOS DE OBRAS E INSTALAÇÕES DA GARAGEM Par0a o dimensionamento dos custos de Obras e Instalações de Garagem foram adotados os seguintes parâmetros baseados

Leia mais

PORTARIA Nº 7, DE 9 DE MARÇO DE 2011.

PORTARIA Nº 7, DE 9 DE MARÇO DE 2011. PORTARIAS PORTARIA Nº 7, DE 9 DE MARÇO DE 2011. Altera o anexo III da Instrução Normativa nº 02/2008, de 30 de abril 2008, que dispõe sobre os procedimentos a serem observados pelos proponentes em licitações

Leia mais

ANEXO - II MEMÓRIA DE CÁLCULO. PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS n 06/2014

ANEXO - II MEMÓRIA DE CÁLCULO. PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS n 06/2014 ANEXO - II PROCESSO Nº 23216.000072/2014-31 APRESENTAÇÃO MEMÓRIA DE CÁLCULO PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS n 06/2014 A presente Memória de Cálculo demonstram os passos seguidos para a fixação

Leia mais

ANEXO VIII MODELO PARA APRESENTAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS

ANEXO VIII MODELO PARA APRESENTAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS ANEXO VIII MODELO PARA APRESENTAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS Este Anexo tem por objetivo orientar a elaboração do Plano de Negócios, que compõe a proposta comercial da proponente. O documento deve corresponder

Leia mais

Mão-de-obra. Prof. Me. Laércio Juarez Melz www2.unemat.br/laerciomelz laercio@unemat.br

Mão-de-obra. Prof. Me. Laércio Juarez Melz www2.unemat.br/laerciomelz laercio@unemat.br UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS DE TANGARÁ DA SERRA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Mão-de-obra Prof. Me. Laércio Juarez Melz www2.unemat.br/laerciomelz laercio@unemat.br Considere que:

Leia mais

METODOLOGIA APLICADA CONSIDERAÇÕES INICIAIS

METODOLOGIA APLICADA CONSIDERAÇÕES INICIAIS METODOLOGIA APLICADA Os critérios metodológicos adotados para o cálculo tarifário tiveram como parâmetro o Manual de Instruções Práticas Atualizadas IPA, instituído pela Portaria Nº 644/MT, de 09 de julho

Leia mais

1.1. Para os efeitos desta IN são adotadas as seguintes definições:

1.1. Para os efeitos desta IN são adotadas as seguintes definições: INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 013, de 30 de outubro de 1996 O MINISTRO DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL E REFORMA DO ESTADO, no uso de sua competência, e considerando o disposto no Decreto nº 2.031, de 11 de

Leia mais

ANEXO III. Página 1. Quantidade (total) a contratar (em função de medida)

ANEXO III. Página 1. Quantidade (total) a contratar (em função de medida) ANEXO III PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS N Processo Licitação n Dia / / às : horas Discriminação dos Serviços (referente à contratada) A Data de apresentação da proposta (dia/mês/ano) B Município/UF

Leia mais

PROPOSTA FINANCEIRA DE SERVIÇOS

PROPOSTA FINANCEIRA DE SERVIÇOS PROPOSTA FINANCEIRA DE SERVIÇOS PFS PERÍMETRO(S): OBJETO: EDITAL: SERVIÇOS PAGOS A PREÇO GLOBAL CUSTOS DIRETOS MÃO-DE-OBRA A - TOTAL DE SALÁRIO DA EQUIPE A1 - TOTAL SALÁRIOS DA EQUIPE COM VÍNCULO (PFS-I)

Leia mais

MANUAL DE CÁLCULO DA TARIFA DE ÔNIBUS DE PORTO ALEGRE

MANUAL DE CÁLCULO DA TARIFA DE ÔNIBUS DE PORTO ALEGRE MANUAL DE CÁLCULO DA TARIFA DE ÔNIBUS DE PORTO ALEGRE 2015 4ª Edição MANUAL DE CÁLCULO DA TARIFA DE ÔNIBUS DE PORTO ALEGRE Porto Alegre, Fevereiro de 2015 BRASIL,, Manual de Cálculo da Tarifa de Ônibus

Leia mais

Prefeitura Municipal de Rio do Sul. Secretaria de Administração

Prefeitura Municipal de Rio do Sul. Secretaria de Administração Secretaria de Administração Concessão do Serviço de Transporte Público Coletivo Urbano de Passageiros Custo do Passageiro Transportado Audiência Pública Introdução Ronaldo Gilberto de Oliveira Consultor

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS. Econômico Financeiro. Secretaria de Transportes 921

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS. Econômico Financeiro. Secretaria de Transportes 921 ANEXO VI Econômico Financeiro Secretaria de Transportes 921 6.1 Metodologia do Cálculo de Custos Operacionais do Transporte Coletivo Público Tem como objetivo descrever a metodologia do Cálculo de Custos

Leia mais

ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA

ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA Ao ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S/A COMISSÃO DE LICITAÇÃO COLIC Ref. PREGÃO ELETRÔNICO N. 2013/ Prezados Senhores, Apresentamos em atendimento ao Edital do Pregão em epígrafe

Leia mais

CURSO A DISTÂNCIA PLANILHA DE CÁLCULO DE CUSTO E TARIFA DE TRANSPORTE DE PASSAGEIROS

CURSO A DISTÂNCIA PLANILHA DE CÁLCULO DE CUSTO E TARIFA DE TRANSPORTE DE PASSAGEIROS CURSO A DISTÂNCIA PLANILHA DE CÁLCULO DE CUSTO E TARIFA DE TRANSPORTE DE PASSAGEIROS 0 Sumário I - II - Objetivo do curso Dados Operacionais III - Custos Variáveis IV - Custos Fixos V - Impostos e taxas

Leia mais

SUSTENTABILIDADE DO TRANSPORTE PÚBLICO. Impactos do Desequilíbrio Contratual

SUSTENTABILIDADE DO TRANSPORTE PÚBLICO. Impactos do Desequilíbrio Contratual SUSTENTABILIDADE DO TRANSPORTE PÚBLICO Impactos do Desequilíbrio Contratual Agosto de 2013 SUMÁRIO PREÂMBULO... 3 INTRODUÇÃO... 7 Tarifa equivalente... 7 Natureza e objetivos do estudo... 8 Cláusulas contratuais:

Leia mais

Principais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho

Principais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho SINPEFESP-(empregados)-SINDELIVRE-(patronal) Principais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho 2014/2015. VIGÊNCIA E DATA-BASE As cláusulas e condições da presente Convenção Coletiva de Trabalho que

Leia mais

MANUAL DE CÁLCULO DA TARIFA DE ÔNIBUS DE PORTO ALEGRE

MANUAL DE CÁLCULO DA TARIFA DE ÔNIBUS DE PORTO ALEGRE MANUAL DE CÁLCULO DA TARIFA DE ÔNIBUS DE PORTO ALEGRE 2014 3ª Edição MANUAL DE CÁLCULO DA TARIFA DE ÔNIBUS DE PORTO ALEGRE Porto Alegre, Março de 2014 BRASIL,, Manual de Cálculo da Tarifa de Ônibus de

Leia mais

MANUAL DE CÁLCULO DA TARIFA DE ÔNIBUS DE PORTO ALEGRE

MANUAL DE CÁLCULO DA TARIFA DE ÔNIBUS DE PORTO ALEGRE MANUAL DE CÁLCULO DA TARIFA DE ÔNIBUS DE PORTO ALEGRE 2013 2ª Edição MANUAL DE CÁLCULO DA TARIFA DE ÔNIBUS DE PORTO ALEGRE Porto Alegre, Julho de 2013 BRASIL,, Manual de Cálculo da Tarifa de Ônibus de

Leia mais

FACULDADE CIDADE VERDE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CONTABILIDADE E CONTROLADORIA TURMA 2009

FACULDADE CIDADE VERDE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CONTABILIDADE E CONTROLADORIA TURMA 2009 FACULDADE CIDADE VERDE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CONTABILIDADE E CONTROLADORIA TURMA 2009 RELATÓRIO DE PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO: UM ESTUDO DE CASO EM EMPRESA QUE ATUA NO RAMO DE SITUADA NO MUNICÍPIO DE

Leia mais

4. Aspectos Metodológicos do Modelo Funcional. 5. Aspectos Metodológicos do Modelo de Remuneração

4. Aspectos Metodológicos do Modelo Funcional. 5. Aspectos Metodológicos do Modelo de Remuneração RA DA APRES ENTAÇ ÃO ES STRUTU 1. Embasamento Legal 2. Serviços a licitar 3. Premissas 4. Aspectos Metodológicos do Modelo Funcional 5. Aspectos Metodológicos do Modelo de Remuneração Embasamento Legal

Leia mais

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS Dados complementares para composição dos custos referente à mãodeobra 1.742,57 Supervisor Administrativo (Protocolo e Diretoria 1 Salário 100,00% 1.742,57 2 Hora Extra 3 Adicional noturno 4 Adicionais

Leia mais

3.438,76 ASCENSSORISTA 16 R$ 1.969,29 R$ PREÇO TOTAL MENSAL:

3.438,76 ASCENSSORISTA 16 R$ 1.969,29 R$ PREÇO TOTAL MENSAL: Ao Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM) Proposta que faz a empresa ALMAN CONSERVAÇÃO DE PREDIOS EPP, CNPJ: 19.002.421/000180 contratação de empresa especializada para a prestação

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR001621/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 17/05/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR020706/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.008089/2011-29 DATA DO

Leia mais

Auxiliar Jurídico. Módulo IV. Aula 01

Auxiliar Jurídico. Módulo IV. Aula 01 Auxiliar Jurídico Módulo IV Aula 01 1 CÁLCULOS TRABALHISTAS Neste módulo você irá aprender a realizar os cálculos de verbas rescisórias e Liquidação de Sentença. I. VERBAS RESCISÓRIAS Podemos entender

Leia mais

DADOS TÉCNICOS DO CTA ESTATÍSTICAS

DADOS TÉCNICOS DO CTA ESTATÍSTICAS METODOLOGIA TARIFÁRIA CUSTO OPERACIONAL PLANILHA DE TÁXI SETTRAN - SECRETARIA MUNICIPAL DE TRÂNSITO E TRANSPORTES CTA ESTATÍSTICAS CTA - CONTROLE DE TRÁFEGO EM ÁREA AUTOR: AÍLTON BORGES SETTRAN- - Metodologia

Leia mais

ANEXO IV MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL

ANEXO IV MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL ANEXO IV MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL ANEXO IV MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL 1. A PROPOSTA COMERCIAL será constituída de uma Carta Proposta, que trará o valor da CONTRAPRESTAÇÃO PECUNIÁRIA ofertada, através

Leia mais

RELATÓRIO DE JULGAMENTO

RELATÓRIO DE JULGAMENTO RELATÓRIO DE JULGAMENTO Pregão nº 012/2011 Trata-se o presente Relatório de Julgamento relativo à licitação na modalidade de Pregão Eletrônico, Tipo Menor Preço para a contratação de especializada para

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DE TRANSPORTES EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DE TRANSPORTES EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO CUSTOS VARIÁVEIS COMBUSTÍVEL Tipo de Veículo Motor Ar Câmbio Coef. Frota Custo km LEVE (micro) DIANTEIRO SEM SEM 0,3210 1 R$0,65 LEVE DIANTEIRO SEM SEM 0,3970 0 R$0,00 LEVE TRASEIRO COM COM 0,5025 12 R$12,15

Leia mais

RESULTADOS DA AUDIÊNCIA PÚBLICA SUROC - SUPERINTENDÊNCIA DE SERVIÇOS DE TRANSPORTE RODOVIÁRIO E MULTIMODAL DE CARGAS

RESULTADOS DA AUDIÊNCIA PÚBLICA SUROC - SUPERINTENDÊNCIA DE SERVIÇOS DE TRANSPORTE RODOVIÁRIO E MULTIMODAL DE CARGAS Metodologia de Cálculo Referencial de Custos de Fretes do Transporte Rodoviário Remunerado de Cargas RESULTADOS DA AUDIÊNCIA PÚBLICA SUROC - SUPERINTENDÊNCIA DE SERVIÇOS DE TRANSPORTE RODOVIÁRIO E MULTIMODAL

Leia mais

Resolução nº, de 2015

Resolução nº, de 2015 Resolução nº, de 2015 Estabelece metodologia e publica parâmetros de referência para cálculo dos custos de frete do serviço de transporte rodoviário remunerado de cargas por conta de terceiros. O Diretor-Geral

Leia mais

SIMPLES - Sistema Integrado de Pagamento de Impostos e Contribuições das Micro e EPP Alíquotas e sua Destinação

SIMPLES - Sistema Integrado de Pagamento de Impostos e Contribuições das Micro e EPP Alíquotas e sua Destinação SIMPLES - Sistema Integrado de Pagamento de Impostos e Contribuições das Micro e EPP Alíquotas e sua Destinação Constituição Federal do Brasil art. 179; Decreto 3.000/99 arts. 185 a 206 (RIR/99); IN SRF

Leia mais

CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DE CAMPINAS S/A - CEASA/CAMPINAS CNPJ: 44.608.776/0001-64

CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DE CAMPINAS S/A - CEASA/CAMPINAS CNPJ: 44.608.776/0001-64 1.... ATIVO 152.101.493,67 50.040.951,48 153.182.697,98 1.10... ATIVO CIRCULANTE 12.634.079,13 49.780.167,34 14.042.894,83 1.10.10.. DISPONIBILIDADES 10.621.727,62 40.765.261,82 12.080.213,47 1101001 BENS

Leia mais

ANEXO_II ANEXO 2 PLANILHA DE CUSTOS DETALHADA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

ANEXO_II ANEXO 2 PLANILHA DE CUSTOS DETALHADA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS ANEXO_II ANEXO 2 PLANILHA DE CUSTOS DETALHADA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS Nº Processo Licitação Nº Dia / / às : horas Discriminação dos Serviços A Data de apresentação da proposta (dia/mês/ano)

Leia mais

Gestão da Carga Tributária. Clube de Empresários CIESP Leste 14/10/2015

Gestão da Carga Tributária. Clube de Empresários CIESP Leste 14/10/2015 Gestão da Carga Tributária Clube de Empresários CIESP Leste 14/10/2015 Âmbitos: Federal Estadual Municipal Previdenciário e Trabalhista A Carga Tributária Brasileira Produção Normativa Nos últimos 25 anos,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 4.810, DE 19 DE AGOSTO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 4.810, DE 19 DE AGOSTO DE 2015 Estabelece metodologia e publica parâmetros de referência para cálculo dos custos de frete do serviço de transporte rodoviário remunerado de cargas por conta de terceiros A Diretoria da Agência Nacional

Leia mais

ANEXO III REQUISITOS MÍNIMOS PARA A PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS

ANEXO III REQUISITOS MÍNIMOS PARA A PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS ANEXO III REQUISITOS MÍNIMOS PARA A PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS 1 1. Estrutura Física / Equipamentos de Garagens e Pátios de Estacionamento 1.1. Especificação do Padrão das Garagens e Pátios de Estacionamento

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO DO EXERCÍCIO

DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO DO EXERCÍCIO (-) RESULTADO LIQUIDO DO PERIODO R$ (1.530.403,65) (-) RESULTADO OPERACIONAL R$ (2.277.862,58) RECEITA OPERACIONAL R$ 14.478.475,92 RECEITA BRUTA R$ 16.039.707,46 RECEITA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO R$ 7.649.244,47

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2004 E DE 2003

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2004 E DE 2003 1 - CONTEXTO OPERACIONAL A Sociedade tem como objetivo principal a prestação de serviços de segurança e vigilância de estabelecimentos industriais, comerciais, bancários e residenciais, tecnologia de segurança,

Leia mais

MUNICÍPIO DE IJUÍ PODER EXECUTIVO

MUNICÍPIO DE IJUÍ PODER EXECUTIVO METODOLOGIA PLANILHA DE CUSTOS O presente documento tem por finalidade descrever a metodologia utilizada para o cálculo do preço do quilometro rodado das linhas de transporte escolar para o ano de 2.014,

Leia mais

ANEXO IV INFORMAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL

ANEXO IV INFORMAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL ANEXO IV INFORMAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL ANEXO IV INFORMAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL A PROPOSTA COMERCIAL será composta de duas partes, a saber: a. Carta de apresentação

Leia mais

BHTRANS. Place image here with reference to guidelines

BHTRANS. Place image here with reference to guidelines BHTRANS Relatório Técnico Final de Apuração do Resultado Econômico-Financeiro dos Contratos de Concessão da Rede de Transporte e Serviços por Ônibus de Belo Horizonte Place image here with reference to

Leia mais

ANEXO - 1.1 PLANILHA DE CUSTOS PARA BARCO EMPURRADOR 65HP ITEM DESCRIÇÃO DOS ITENS

ANEXO - 1.1 PLANILHA DE CUSTOS PARA BARCO EMPURRADOR 65HP ITEM DESCRIÇÃO DOS ITENS ANEXO - 1.1 PLANILHA DE CUSTOS PARA BARCO EMPURRADOR 65HP 1 INSUMOS (%) (R$) 1.1 COMBUSTÍVEL (800 km/mês)x(1,2 litro/km)x(r$ 2,25/litro) 2.160,00 1.2 MANUTENÇÃO 200,00 1.3 ÓLEO DO CARTER 120,00 1.4 DEPRECIAÇÃO

Leia mais

Sistema de Transporte Coletivo por ônibus da Cidade de São Paulo. Uma Análise Simplificada do Sistema de Remuneração Corrente (2014) Ciro Biderman

Sistema de Transporte Coletivo por ônibus da Cidade de São Paulo. Uma Análise Simplificada do Sistema de Remuneração Corrente (2014) Ciro Biderman Sistema de Transporte Coletivo por ônibus da Cidade de São Paulo Uma Análise Simplificada do Sistema de Remuneração Corrente (2014) Ciro Biderman 1 O sistema 16 empresas concessionárias e 9 cooperativas

Leia mais

Curso de Gestão da Mobilidade Urbana Ensaio Crítico Turma 11 O sistema de transporte público por ônibus em São Paulo

Curso de Gestão da Mobilidade Urbana Ensaio Crítico Turma 11 O sistema de transporte público por ônibus em São Paulo Curso de Gestão da Mobilidade Urbana Ensaio Crítico Turma 11 O sistema de transporte público por ônibus em São Paulo Pauline Niesseron (*) Após as manifestações de junho 2013, surgiu um questionamento

Leia mais

a) - Para salários até R$1.100,00 (hum mil e cem reais) será corrigido com percentual de 10,5%;

a) - Para salários até R$1.100,00 (hum mil e cem reais) será corrigido com percentual de 10,5%; ACORDO COLETIVO DE TRABALHO CELEBRADO ENTRE A CEVA LOGISTICS LTDA. E O SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO DE BETIM, ESMERALDAS, IGARAPÉ E MATEUS LEME, CONFORME AS SEGUINTES CLÁUSULAS E CONDIÇÕES: 2008/2009

Leia mais