Marisa Vidovix. Superintendente

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Marisa Vidovix. Superintendente"

Transcrição

1 Marisa Vidovix Superintendente

2

3

4 Contribuir para a promoção humana e a inclusão socioeconômica, a partir da assistência e da qualificação profissional e cultural de pessoas com e sem deficiência. Ser referência de excelência em serviços de promoção humana e inclusão socioeconômica. - Trabalhar em conformidade com as leis vigentes. - Respeitar a diversidade humana. Valores - Atuar com ética nas relações e no exercício das atividades. - Desenvolver continuamente os colaboradores. - Comprometer todos com a Missão, a Visão e os Valores. - Envolver os parceiros, fortalecendo o relacionamento. - Investir em tecnologia e atitudes que promovam a sustentabilidade do meio ambiente.

5

6

7 Portador do certificado entidade beneficente e Assistência Social O Utilidade Pública Federal port. 315 de 06/04/01 O Municipal: decreto n de 29/05/2002 O Estadual: decreto n de 30/08/2002 O Registro CNAS n 174 de 11/11/1998 O Registro no CNDT /2015 O Cadastro SEADS n 5348/2002 O Registro no CMDCA n 601/96 O Matrícula SAS n O COMAS/SP n 229/2007 O Cadastro Nacional de Aprendizagem preciso na portaria 615/07 do Ministério do Trabalho e Emprego.

8 Práticas Administrativas Práticas Hoteleiras para maiores Práticas Hoteleiras para menores Práticas no Setor Alimentício Práticas de Manutenção e Reparos Revestimento Práticas de Manutenção e Reparos Instalação Práticas de Esporte e Lazer Práticas Bancárias Aprendizagem em Telesserviços.

9

10

11 CONCEITO: O Projeto "Treinando para a Vida" realiza atendimento complementar para adolescentes e jovens com idade entre 15 anos e 6 meses a 22 anos e 11 meses e seus familiares, atuando em meio aberto em horário complementar ao da escola (contra turno escolar), para os que ainda estão em idade escolar. Sendo um espaço que contribui para a melhoria da qualidade de vida de seus jovens usuários, assegurando-lhes prioritariamente a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à educação, ao esporte, ao lazer, à preparação para o trabalho, à convivência familiar e comunitária. O Projeto está registrado no CMDCA sob n

12 PÚBLICO ALVO DO PROJETO Jovens e adolescentes de ambos os sexos, com idade entre 1 anos a 22 anos e 11 meses, residentes no município de São Paulo e Grande São Paulo, matriculados a partir do ensino fundamental, interessados espontaneamente em participar do projeto Treinando para a Vida em meio aberto de enriquecimento cultural e identificação de potencialidades. Rua Coronel Luís Barroso, Santo Amaro (11) Ramal 240

13 Inclusão de Jovem Aprendiz Lei

14 Conceito A programação a ser desenvolvida deverá contemplar teoria, prática e formação humana. As atividades que serão realizadas nas áreas de conhecimento acontecerão através de um processo de formação integrado, que propicie o desenvolvimento, de habilidades básicas, específicas e de Gestão em etapas concomitantes e de forma articulada. Deverão considerar os interesses e necessidades dos alunos, tendências do mercado de trabalho respeitando a diversidade regional. O programa constará de conteúdos desenvolvidos pela área pedagógica, fornecendo um aprendizado com o intuito de desenvolver habilidades e competências em várias áreas da empresa e a permanência no mercado de trabalho. O programa constará de atividades teóricas, práticas e integração. Entende-se por integração o conjunto de ações adotadas na fase prática que venha implementar o aprendizado, dando ao programa a simultaneidade entre prática e teoria. Para o desenvolvimento dessa atividade serão realizadas duas modalidades com os objetivos bem definidos dentro de programa especialmente desenvolvido para esse fim. Acompanhamento dentro do local de desenvolvimento prático (in loco); Acompanhamento dentro da entidade.

15 Jovens de 16 à 22 anos e 11 meses, cursando o ensino médio ou concluído. (Se o aprendiz for pessoa com deficiência, não haverá limite máximo de idade para contratação). Contrato de 15 meses. Carga horária de 30hs semanais. 70% de aprendizagem teórica. Benefícios: Loas/ BPC ( Caso o jovem aprendiz com deficiência receba o benefício LOAS/ BPC, o mesmo é agregado e não mais cancelado. Em Caso de efetivação, o benefício é apenas suspenso).

16 Objetivo Específico Oferecer curso de capacitação profissional, baseado na lei e suas portarias, dentro dos critérios estabelecidos pelo, M.T.E., através do Cadastro Nacional de Aprendizagem. Público Alvo Jovens de ambos os sexos, de 16 anos a 24 anos incompletos com renda familiar mensal igual ou inferior a 3 salários mínimos e que estejam em processo de aprendizagem (lei ) em uma empresa parceira. Rua Coronel Luís Barroso, Santo Amaro (11) Ramal 240

17 PERCUSSÃO INFORMÁTICA VIOLÃO INGLES FILOSOFIA VIOLINO AUDIOVISUAL JORNAL TEATRO ARTE & CULTURA

18 Por ser a cultura parte do patrimônio das sociedades, é função dos espaços de desenvolvimento fazer com que seus jovens reconheçam esses locais, como também que a eles tenham acesso. Dessa forma, tendo em vista uma formação plural, este projeto oferece oportunidades para que alunos e monitores usufruam os equipamentos culturais disponíveis na cidade de São Paulo.

19

20 Inclusão de Pessoa com Deficiência - Lei 8.213

21 Estabelece a reserva de vagas de emprego para pessoa com deficiência ou acidentados de trabalho reabilitados. Obrigação vale para empresas com 100 ou mais trabalhadores. A dispensa de trabalhador reabilitado ou pessoa com deficiência só pode ocorrer após a contratação de substituto em situação semelhante.

22 Departamento de Relacionamento e Inclusão Rua Coronel Luís Barroso, Santo Amaro (11) Ramal 225 (11)

23 Palestra de sensibilização Analise Ocupacional Recrutamento & Seleção Visita de Acompanhamento

24

25 A Lei , define o estágio como um ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo do estudante. O estágio pode ter a duração máxima de até 2 anos. Trabalhamos com 3 tipos de estágio que são: Nível Médio; Nível Técnico; Nível Superior. Obs.: Lembrando que é obrigatório o estagiário estar estudando.

26 Rua Coronel Luís Barroso, Santo Amaro - (11) Ramal 237

27

28

29 Contatos Departamento de Parcerias Rua Coronel Luís Barroso, Santo Amaro (11) Ramal 222 ou 237 (11) facebook.com/aprendizagem youtube.com/tvnurap

30

FORME UM TÉCNICO PARA SEU NEGÓCIO FIQUE EM DIA COM A LEI DÊ UMA OPORTUNIDADE PARA UM APRENDIZ

FORME UM TÉCNICO PARA SEU NEGÓCIO FIQUE EM DIA COM A LEI DÊ UMA OPORTUNIDADE PARA UM APRENDIZ Programa de Aprendizagem Alcides Maya FORME UM TÉCNICO PARA SEU NEGÓCIO FIQUE EM DIA COM A LEI DÊ UMA OPORTUNIDADE PARA UM APRENDIZ TEC Jovem Aprendiz APRESENTAÇÃO O presente manual busca apresentar o

Leia mais

Aprendiz Legal é um programa voltado para a preparação e inserção de jovens no mundo do trabalho, que se apoia na Lei da Aprendizagem (10.097/2000).

Aprendiz Legal é um programa voltado para a preparação e inserção de jovens no mundo do trabalho, que se apoia na Lei da Aprendizagem (10.097/2000). INSTITUCIONAL O Centro de Integração Empresa-Escola - CIEE é uma associação filantrópica de direito privado, sem fins lucrativos, beneficente de assistência social e reconhecida de utilidade pública que,

Leia mais

Escrito por Administrator Seg, 22 de Novembro de :55 - Última atualização Seg, 22 de Novembro de :09

Escrito por Administrator Seg, 22 de Novembro de :55 - Última atualização Seg, 22 de Novembro de :09 MISSÃO O Serviço Social tem como missão dar suporte psico-social e emocional ao colaborador e sua família. Neste sentido, realiza o estudo de casos, orientando e encaminhando aos recursos sociais da comunidade,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2017 PROGRAMA DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL PROJETO GERAÇÃO APRENDIZ

PROCESSO SELETIVO 2017 PROGRAMA DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL PROJETO GERAÇÃO APRENDIZ PROCESSO SELETIVO 2017 PROGRAMA DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL PROJETO GERAÇÃO APRENDIZ 1.OBJETIVO: Criar condições para o desenvolvimento de competências, atitudes e habilidades para o mundo do trabalho,

Leia mais

Há 53 anos transformando o futuro dos jovens. Quem Somos

Há 53 anos transformando o futuro dos jovens. Quem Somos Há 53 anos transformando o futuro dos jovens Quem Somos Fundado em 21 de agosto de 1962 por membros do Rotary Club Santo André, o Corpo de Patrulheiros Mirins de Santo André é uma Entidade sem fins lucrativos

Leia mais

Normas de Estágio Curricular Não Obrigatório Remunerado. Instituto de Ciências Humanas, Letras e Artes - ICHLA

Normas de Estágio Curricular Não Obrigatório Remunerado. Instituto de Ciências Humanas, Letras e Artes - ICHLA Normas de Estágio Curricular Não Obrigatório Remunerado Instituto de Ciências Humanas, Letras e Artes - ICHLA - Curso de Psicologia Currículo 2011/01 e 2013/01 Descrição do Curso: O Curso de Psicologia

Leia mais

CONSIDERANDO a Orientação Normativa nº 7, de 30 de outubro de 2008, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão,

CONSIDERANDO a Orientação Normativa nº 7, de 30 de outubro de 2008, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, RESOLUÇÃO nº 04 DE 08 DE JUNHO DE 2009 Dispõe sobre a realização de Estágios obrigatórios e não obrigatórios por alunos da UFPel O Presidente do Conselho Coordenador do Ensino, da Pesquisa e da Extensão

Leia mais

Neusa de Oliveira Costa Diretora Administrativa do Meu Guri. Miguel Torres Presidente do Sind. Metalúrgicos SP e Força Sindical

Neusa de Oliveira Costa Diretora Administrativa do Meu Guri. Miguel Torres Presidente do Sind. Metalúrgicos SP e Força Sindical promovendo Cidadania, Inclusão Social e Cultura Contribuir de forma diferenciada para o aprimoramento do programa de apoio socioeducativo em meio aberto, atendendo crianças, adolescentes e famílias, produzindo,

Leia mais

Campus Sorriso. FORMULÁRIO PARA COLETA DE OPINIÕES DOS DISCENTES Questionário Avaliação Discente CPA SRS 3 semestre Gestão ambiental

Campus Sorriso. FORMULÁRIO PARA COLETA DE OPINIÕES DOS DISCENTES Questionário Avaliação Discente CPA SRS 3 semestre Gestão ambiental Campus Sorriso FORMULÁRIO PARA COLETA DE OPINIÕES DOS DISCENTES Questionário Avaliação Discente CPA SRS 3 semestre Gestão ambiental Esta pesquisa tem por objetivo obter informações sobre as variáveis em

Leia mais

LEI N 1175 /2015 ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE PARANATINGA

LEI N 1175 /2015 ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE PARANATINGA LEI N 1175 /2015 Dispõe sobre a revisão e alteração da Lei 1045/2013. O PREFEITO MUNICIPAL DE PARANATINGA, ESTADO DE MATO GROSSO, Srº Vilson Pires, FAZ SABER, QUE A CÂMARA MUNICIPAL APROVOU E ELE SANCIONA

Leia mais

PORTARIA DO DIRETOR DA FACULDADE DE MEDICINA n 236 de 10 de maio de 2010

PORTARIA DO DIRETOR DA FACULDADE DE MEDICINA n 236 de 10 de maio de 2010 PORTARIA DO DIRETOR DA FACULDADE DE MEDICINA n 236 de 10 de maio de 2010 REGULAMENTA A CONCESSÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO REMUNERADO A ESTUDANTES DE INSTITUIÇÕES NACIONAIS DE ENSINO NA FACULDADE DE MEDICINA

Leia mais

O SERVIÇO SOCIAL NA DIVISÃO DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFPE CAMPUS PESQUEIRA-PE

O SERVIÇO SOCIAL NA DIVISÃO DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFPE CAMPUS PESQUEIRA-PE O SERVIÇO SOCIAL NA DIVISÃO DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFPE CAMPUS PESQUEIRA-PE O SERVIÇO SOCIAL NA DIVISÃO DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFPE CAMPUS PESQUEIRA O QUE FAZ O SERVIÇO SOCIAL? O Serviço Social

Leia mais

04 Federações Integrantes: Nenhum de nós é tão bom quanto todos nós juntos #juntossomosmaisfortes

04 Federações Integrantes: Nenhum de nós é tão bom quanto todos nós juntos #juntossomosmaisfortes 04 Federações Integrantes: Nenhum de nós é tão bom quanto todos nós juntos #juntossomosmaisfortes Resolução 01/2015 do CONAD de 28/08/2016: Principais Tópicos MUDANÇAS DE NOMENCLATURAS: Diferenciar de

Leia mais

PEQUENA CASA DA CRIANÇA

PEQUENA CASA DA CRIANÇA PROJETO REDE EXTENSIVA DE APRENDIZAGEM ENTIDADE BREVE HISTÓRICO DA INSTITUIÇÃO MISSÃO VISÃO VALORES IMPACTO DIAGNÓSTICO DA REGIÃO Pequena Casa da Criança CNPJ: 92.852.953/0001-04 Registrada sob o nº 429

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIAMÃO SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 04, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2015.

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIAMÃO SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 04, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2015. PREFEITURA MUNICIPAL DE VIAMÃO SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 04, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2015. Estabelece Diretrizes para a oferta da Modalidade de Educação de Jovens

Leia mais

Considerando que a Faculdade Pilares está em plena reforma acadêmica que será implementada a partir de 2009 e;

Considerando que a Faculdade Pilares está em plena reforma acadêmica que será implementada a partir de 2009 e; RESOLUÇÃO CONSEPE 01/2009 REFERENDA A PORTARIA DG 04/2008 QUE APROVOU A INSERÇÃO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS NÃO OBRIGATÓRIOS NOS PROJETOS PEDAGÓGICOS DOS CURSOS OFERTADOS PELA. O Presidente do Conselho

Leia mais

ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO PARA ESTUDANTE DA UFU EDITAL GDHS/PSICOLOGIA GESTÃO DE DESENVOLVIMENTO HUMANO EM SAÚDE HCU-UFU

ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO PARA ESTUDANTE DA UFU EDITAL GDHS/PSICOLOGIA GESTÃO DE DESENVOLVIMENTO HUMANO EM SAÚDE HCU-UFU 1 ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO PARA ESTUDANTE DA UFU EDITAL 041.2017 GDHS/PSICOLOGIA HCU-UFU O PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO DE ASSISTÊNCIA, ESTUDO E PESQUISA DE UBERLÂNDIA - FAEPU, no uso da competência delegada

Leia mais

ESTÁGIO PARA ESTUDANTES DA UFU EDITAL CAPACITAÇÃO/GDHS/HCU-UFU PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO(A)

ESTÁGIO PARA ESTUDANTES DA UFU EDITAL CAPACITAÇÃO/GDHS/HCU-UFU PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO(A) 1 ESTÁGIO PARA ESTUDANTES DA UFU EDITAL 047.2016 CAPACITAÇÃO/GDHS/HCU-UFU PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO(A) O PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO DE ASSISTÊNCIA, ESTUDO E PESQUISA DE UBERLÂNDIA - FAEPU, no uso da

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL

RESPONSABILIDADE SOCIAL RESPONSABILIDADE SOCIAL Você pode praticar a responsabilidade social ao abrir vagas na sua empresa para adolescentes, na condição de aprendizes ou estagiários. Nesta seção você poderá saber quais as diferenças

Leia mais

EIXO 2 DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

EIXO 2 DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL EIXO 1 DIMENSÃO 8 PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO 1 O plano de desenvolvimento do instituto PDI ( http://www.ufopa.edu.br/arquivo/portarias/2015/pdi20122016.pdf/view ) faz referência a todos os processos internos

Leia mais

Prof. Jefferson Monteiro

Prof. Jefferson Monteiro Prof. Jefferson Monteiro Histórico O Programa Segundo Tempo é uma política pública de esporte educacional idealizado e criado em 2003 pelo Ministério do Esporte, destinado a democratizar o acesso à prática

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS DIRETORIA DE EXTENSÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS DIRETORIA DE EXTENSÃO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSISTA DE EXTENSÃO EDITAL/UFU/PROEX/ N 36/2014 A Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis da Universidade Federal de Uberlândia, no uso de suas atribuições, torna

Leia mais

EDUCAÇÃO, TRABALHO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: CULTURA, CIÊNCIA, TECNOLOGIA, SAÚDE, MEIO AMBIENTE DOCUMENTO REFERÊNCIA

EDUCAÇÃO, TRABALHO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: CULTURA, CIÊNCIA, TECNOLOGIA, SAÚDE, MEIO AMBIENTE DOCUMENTO REFERÊNCIA EIXO III EDUCAÇÃO, TRABALHO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: CULTURA, CIÊNCIA, TECNOLOGIA, SAÚDE, MEIO AMBIENTE DOCUMENTO REFERÊNCIA SUGESTÃO Desde os anos 1980, observam-se transformações significativas

Leia mais

Fundamentos Estratégicos

Fundamentos Estratégicos 1 Fundamentos Estratégicos MISSÃO Fornecer soluções e serviços em sistemas de suspensões, eixos e componentes para veículos comerciais com inovação, qualidade, segurança e sustentabilidade. VISÃO Ser reconhecida,

Leia mais

CARTA DE NATAL. Nós, autodefensores presentes no 7 Fórum Nacional de Autogestão, Autodefensoria e Família em Natal-RN reivindicamos:

CARTA DE NATAL. Nós, autodefensores presentes no 7 Fórum Nacional de Autogestão, Autodefensoria e Família em Natal-RN reivindicamos: CARTA DE NATAL Nós, autodefensores presentes no 7 Fórum Nacional de Autogestão, Autodefensoria e Família em Natal-RN reivindicamos: ACESSIBILIDADE Que as políticas públicas de acessibilidade sejam respeitadas

Leia mais

Cartilha. do adolescente trabalhador

Cartilha. do adolescente trabalhador Cartilha do adolescente trabalhador Se você está em busca de uma oportunidade para se profissionalizar e ingressar no mercado de trabalho, fique de olho nas dicas que preparamos. ANTES DE QUALQUER COISA...

Leia mais

EDITAL N.º 001 / 2017 PROCESSO DE SELEÇÃO PROFISSIONAL PARA A ESCOLA FAMÍLIA AGRÍCOLA DE VEREDINHA MG.

EDITAL N.º 001 / 2017 PROCESSO DE SELEÇÃO PROFISSIONAL PARA A ESCOLA FAMÍLIA AGRÍCOLA DE VEREDINHA MG. EDITAL N.º 001 / 2017 PROCESSO DE SELEÇÃO PROFISSIONAL PARA A ESCOLA FAMÍLIA AGRÍCOLA DE VEREDINHA MG. 1. APRESENTAÇÃO DA INSTITUIÇÃO: A Escola Família Agrícola de Veredinha é uma instituição de ensino

Leia mais

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CONSELHO SUPERIOR DELIBERAÇÃO Nº 006/2011

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CONSELHO SUPERIOR DELIBERAÇÃO Nº 006/2011 DELIBERAÇÃO Nº 006/2011 Dispõe sobre os programas de estágio e serviço voluntário da Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais, com base na Lei Federal n 11.788, de 25 de setembro de 2008, e Lei Federal

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL Nº 08/2017- PROEX Programa de Apoio Institucional de Extensão (PIAEX) Prefeitura Municipal de Aracaju e UFS Projeto: Atuação dos alunos do curso de secretariado executivo nas secretarias das escolas

Leia mais

* Data de publicação no Diário Oficial da União (D.O.U.).

* Data de publicação no Diário Oficial da União (D.O.U.). COMUM PARA TODAS AS ÁREAS Utilidade Pública Federal e Estadual ou do Distrito Federal ou Municipal. Certificado (CEBAS) e Registro de Entidade de Fins Filantrópicos (CNAS), renovado a cada três anos. Promova

Leia mais

EDITAL N 014 CCENTRO, de 12 de julho de 2016.

EDITAL N 014 CCENTRO, de 12 de julho de 2016. EDITAL N 014 CCENTRO, de 12 de julho de 2016. A Direção Geral do campus Campos Centro IF Fluminense, no uso de suas atribuições, faz saber que, por meio da Diretoria de Educação Básica e Profissional,

Leia mais

Ministério da Educação. Ivana de Siqueira Secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão

Ministério da Educação. Ivana de Siqueira Secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão Ministério da Educação Ivana de Siqueira Secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão Julho de 2016 1 Constituição Federal de 1988 - Direito de Todos à Educação sem preconceitos

Leia mais

Evasão, retenção e conclusão na Rede Federal

Evasão, retenção e conclusão na Rede Federal Evasão, retenção e conclusão na Rede Federal MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Anna Catharina da Costa Dantas dpept.setec@mec.gov.br Maceió/AL, 04 de setembro de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA/BAIXO TOCANTINS ABAETETUBA PARÁ EDITAL Nº: 02/2016

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA/BAIXO TOCANTINS ABAETETUBA PARÁ EDITAL Nº: 02/2016 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA/BAIXO TOCANTINS ABAETETUBA PARÁ EDITAL Nº: 02/2016 I Do projeto O Projeto Universidade Aberta de Abaetetuba (PUAA)

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DO ESTADO - SEC COLÉGIO ESTADUAL POLIVALENTE DE ITAMBÉ

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DO ESTADO - SEC COLÉGIO ESTADUAL POLIVALENTE DE ITAMBÉ 1. SISTEMÁTICA DE AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM A avaliação é uma etapa fundamental que envolve a comunidade escolar em momentos de reflexão crítica sobre as práticas e as aprendizagens desenvolvidas. Neste

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional PDI -

Plano de Desenvolvimento Institucional PDI - Plano de Desenvolvimento Institucional PDI - Diretrizes para Elaboração Eixos Temáticos Essenciais do PDI Perfil Institucional Avaliação e Acompanhamento do Desenvolvimento Institucional Gestão Institucional

Leia mais

Francisco Aparecido Cordão

Francisco Aparecido Cordão 128 ENTREVISTA O PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO (PRONATEC) RESULTADOS E DESAFIOS Um dos investimentos prioritários do governo federal para a educação em todo o país é o Programa

Leia mais

EDITAL N o 003/2016/DComp

EDITAL N o 003/2016/DComp EDITAL N o 003/2016/DComp PROCESSO SELETIVO PROGRAMA DE MONITORIA O Departamento de Computação (DComp), do Centro de Ciências Exatas e Tecnologia, do campus São Cristóvão da Universidade Federal de Sergipe,

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Hospital de Clínicas Diretoria de Serviços Administrativos Setor de Capacitação em Saúde/GDHS

Universidade Federal de Uberlândia Hospital de Clínicas Diretoria de Serviços Administrativos Setor de Capacitação em Saúde/GDHS 1 PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO (A) PARA ESTUDANTES DA UFU- CAMPUS DO PONTAL - ITUIUTABA EDITAL 010.2015 SERVIÇO SOCIAL- HCU-UFU O PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO DE ASSISTÊNCIA, ESTUDO E PESQUISA DE UBERLÂNDIA

Leia mais

Programa Nacional de Acesso ao Mundo do Trabalho ACESSUAS Trabalho

Programa Nacional de Acesso ao Mundo do Trabalho ACESSUAS Trabalho O que é? É uma iniciativa da Política Nacional de Assistência Social para promover o acesso de seus usuários a oportunidades no mundo do trabalho, através de ações integradas e articuladas voltadas para

Leia mais

ESTÁGIO PARA ESTUDANTES DA UFU EDITAL SERVIÇO SOCIAL - CAMPUS DO PONTAL HCU/UFU PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO (A)

ESTÁGIO PARA ESTUDANTES DA UFU EDITAL SERVIÇO SOCIAL - CAMPUS DO PONTAL HCU/UFU PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO (A) 1 ESTÁGIO PARA ESTUDANTES DA UFU EDITAL 045.2016 - SERVIÇO SOCIAL - CAMPUS DO PONTAL HCU/UFU PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO (A) O PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO DE ASSISTÊNCIA, ESTUDO E PESQUISA DE UBERLÂNDIA

Leia mais

PRO-REITORIA REITORIA DE ENSINO,

PRO-REITORIA REITORIA DE ENSINO, INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ PROJETO IFPR/VIZIVALI INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ PRO-REITORIA REITORIA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DIREÇÃO DE ENSINO COORDENAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DIRETORIA DE EaD Equipe

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO 2011

EDITAL PROCESSO SELETIVO 2011 EDITAL PROCESSO SELETIVO 2011 PET Sociologia Jurídica Faculdade de Direito da USP (Largo São Francisco) Departamento de Filosofia e Teoria Geral do Direito (DFD) 1. Sobre os grupos PET: Iniciado em 1979,

Leia mais

A Direção do Centro de Ciências Jurídicas e Sociais e Setor de Informática

A Direção do Centro de Ciências Jurídicas e Sociais e Setor de Informática SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS CENTRO DE CIÊNCIAS JURIDICAS E SOCIAIS - CCJS SETOR DE SERVIÇO SOCIAL Mem. 019/2014 Sousa, 15 de Julho

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL - PRPDI Orientação Geral O Plano de Desenvolvimento Institucional -PDI, elaborado para um período de 5

Leia mais

ANEXO 2 NORMAS GERAIS ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECATRÔNICA

ANEXO 2 NORMAS GERAIS ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECATRÔNICA ANEXO 2 NORMAS GERAIS ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECATRÔNICA A2-121 ESTÁGIO OBRIGATÓRIO A atual Resolução CNE/CES n o 11, de 11 de março de 2002, do Conselho Nacional de Educação

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional

Plano de Desenvolvimento Institucional data Plano de Desenvolvimento Institucional PDI - 2016-2020 Prof. Esper Cavalheiro Pró-Reitor de Planejamento - PROPLAN Profa. Cíntia Möller Araujo Coordenadora de Desenvolvimento Institucional e Estudos

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Conselho Municipal de Educação - CME Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Conselho Municipal de Educação - CME Venâncio Aires Estado do Rio Grande do Sul Conselho Municipal de Educação - CME Venâncio Aires Resolução Nº 01, de 12 de dezembro de 2012. Fixa Normas e Diretrizes Operacionais para a Educação de Jovens e Adultos EJA

Leia mais

UMA PARCERIA DE AGENCIAS EM UM SÓ ESPAÇO GEOGRAFICO.

UMA PARCERIA DE AGENCIAS EM UM SÓ ESPAÇO GEOGRAFICO. Projeto Segurança Humana: São Paulo UMA PARCERIA DE AGENCIAS EM UM SÓ ESPAÇO GEOGRAFICO. SETEMBRO 2009 ANÁLISE DO PROJETO PROJETO SEGURANÇA A HUMANA NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO: Agências envolvidas: OPAS/OMS

Leia mais

PORTARIA Nº 123/2014 DE 16 de JUNHO de 2014

PORTARIA Nº 123/2014 DE 16 de JUNHO de 2014 PORTARIA Nº 123/2014 DE 16 de JUNHO de 2014 Disposto nas legislações DEL5452/43 Consolidação das Leis do Trabalho, L8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente ECA, L9394/96 Lei de Diretrizes e Bases

Leia mais

1º O estagio faz parte do projeto pedagógico do curso, além de se integrar o itinerário formativo do educando.

1º O estagio faz parte do projeto pedagógico do curso, além de se integrar o itinerário formativo do educando. REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO UNIFLU Da Definição: Lei 11788 Capitulo I: Art 1º Estágio é o ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL Nº 04/2017- PROEX Programa: Universidade Federal de Sergipe e Prefeitura de Nossa Senhora de Socorro: Formação e Desenvolvimento A Pró-Reitoria de Extensão (PROEX) informa que estão abertas as inscrições

Leia mais

Inclusão de profissionais com deficiência RH que descentraliza, REALIZA!

Inclusão de profissionais com deficiência RH que descentraliza, REALIZA! www.talentoincluir.com.br Inclusão de profissionais com deficiência RH que descentraliza, REALIZA! 10 de abril de 2014 Carolina Ignarra Viabilizar a inclusão da pessoa com deficiência na sociedade

Leia mais

APRENDIZAGEM PROFISSIONAL

APRENDIZAGEM PROFISSIONAL APRENDIZAGEM PROFISSIONAL DIREITO DO JOVEM DEVER DA FAMÍLIA E DO ESTADO, COM A COLABORAÇÃO DA SOCIEDADE (Art. 205 da CF) OBRIGAÇÃO DA EMPRESA (Art. 170 da CF, Art. 429 da CLT) Análise Situacional da Aprendizagem

Leia mais

3 º-Fórum Gestão da. Diversidade e Inclusão. O movimento que precisa acontecer. 27 e 28 de junho de Painel Gênero, Raça e Etnia

3 º-Fórum Gestão da. Diversidade e Inclusão. O movimento que precisa acontecer. 27 e 28 de junho de Painel Gênero, Raça e Etnia 3 º-Fórum Gestão da 27 e 28 de junho de 2017 Diversidade e Inclusão Painel Gênero, Raça e Etnia O movimento que precisa acontecer GRUPO SEGURADOR GESTÃO DA DIVERSIDADE MULHERES DO BRASIL REFUGIADOS O QUE

Leia mais

PLANO DE AÇÃO NURAP APRENDIZAGEM PROFISSIONAL E ASSISTÊNCIA SOCIAL

PLANO DE AÇÃO NURAP APRENDIZAGEM PROFISSIONAL E ASSISTÊNCIA SOCIAL 2015 PLANO DE AÇÃO NURAP APRENDIZAGEM PROFISSIONAL E ASSISTÊNCIA SOCIAL Sumário Apresentação da Instituição 03 Identificação da Instituição 04 Finalidades Estatuárias 04 Nossos Princípios 05 Participação

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DEPARTAMENTO DE BENEFÍCIOS ASSISTENCIAIS

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DEPARTAMENTO DE BENEFÍCIOS ASSISTENCIAIS MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DEPARTAMENTO DE BENEFÍCIOS ASSISTENCIAIS PROGRAMA BPC TRABALHO O QUE É O BPC O Benefício de Prestação Continuada

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA, ALFABETIZAÇÃO E DIVERSIDADE Diretoria de Educação Integral, Direitos Humanos e Cidadania

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA, ALFABETIZAÇÃO E DIVERSIDADE Diretoria de Educação Integral, Direitos Humanos e Cidadania MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA, ALFABETIZAÇÃO E DIVERSIDADE Diretoria de Educação Integral, Direitos Humanos e Cidadania UMA ESTRATÉGIA PARA IMPLANTAR A EDUCAÇÃO INTEGRAL NO BRASIL

Leia mais

REGULAMENTO INSTITUCIONAL Estágio Curricular

REGULAMENTO INSTITUCIONAL Estágio Curricular REGULAMENTO INSTITUCIONAL Estágio Curricular CAPITULO I DA DEFINIÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR E SUAS FINALIDADES Art. 1º Este regulamento tem por finalidade orientar a operacionalização do Estágio Curricular

Leia mais

Edital nº 024, de 02 de agosto de Processo Seletivo para Transferência Interna. para o curso de Medicina.

Edital nº 024, de 02 de agosto de Processo Seletivo para Transferência Interna. para o curso de Medicina. Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto Central FACIPLAC Edital nº 024, de 02 de agosto de 2016 Processo Seletivo para Transferência Interna para o curso de Medicina. O Diretor Geral das

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 34, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2011.

RESOLUÇÃO Nº 34, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2011. MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME CONSELHO NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL Esplanada dos Ministérios, bloco F, anexo, ala A, 1º andar, Brasília/DF CEP: 70059-900 RESOLUÇÃO Nº 34, DE

Leia mais

ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU EDITAL CENTRAL DE MONITORAMENTO E ACESSO GDHS/HCU PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO(A)

ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU EDITAL CENTRAL DE MONITORAMENTO E ACESSO GDHS/HCU PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO(A) 1 ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU EDITAL 006.2017 CENTRAL DE MONITORAMENTO E ACESSO GDHS/HCU PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO(A) O PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO DE ASSISTÊNCIA, ESTUDO E PESQUISA DE UBERLÂNDIA

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO REGULAMENTO DE ESTÁGIO FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CIMATEC NÚCLEO DE CARREIRA PROFISSIONAL MAIO 2012 CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS GERAIS Art. 1º. Este regulamento tem por finalidade disciplinar as atividades

Leia mais

Estágios Curriculares: ateliê de aprendizagens na formação profissional

Estágios Curriculares: ateliê de aprendizagens na formação profissional Estágios Curriculares: ateliê de aprendizagens na formação profissional Profa. Dra Stela C. Bertholo Piconez Universidade de São Paulo Faculdade de Educação ESTÁGIOS CURRICULARES SUPERVISIONADOS: desafios

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAÍRA SP PROCESSO SELETIVO EDITAL 001/2017

PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAÍRA SP PROCESSO SELETIVO EDITAL 001/2017 PRIMEIRA RETIFICAÇÃO A Prefeitura Municipal de Guaíra, Estado de São Paulo, torna público que realizará por meio do INSTITUTO EXCELÊNCIA LTDA - ME, na forma prevista no artigo 37, inciso IX, da Constituição

Leia mais

PROMOÇÃO DA IGUALDADE SOCIAL EDUCAÇÃO E COMBATE À CRIMINALIDADE JUVENIL

PROMOÇÃO DA IGUALDADE SOCIAL EDUCAÇÃO E COMBATE À CRIMINALIDADE JUVENIL PROMOÇÃO DA IGUALDADE SOCIAL EDUCAÇÃO E COMBATE À CRIMINALIDADE JUVENIL Projeto ConsCiência PROMOÇÃO DA IGUALDADE SOCIAL EDUCAÇÃO E COMBATE À CRIMINALIDADE JUVENIL Sumário Executivo 1 Apresentação... 4

Leia mais

Rotary Nossa organização de 1,2 milhão de associados começou

Rotary Nossa organização de 1,2 milhão de associados começou Rotary Nossa organização de 1,2 milhão de associados começou com visão de um homem: Paul P. Harris. Que em 23 de fevereiro de 1905, em Chicago formou uma das primeiras organizações de serviço do mundo,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO PARA SUPERINTÊNDENCIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS EDITAL Nº 03/2017, de

Leia mais

DIAGNÓSTICO QUALITATIVO. Nível de Ensino: Educação Básica

DIAGNÓSTICO QUALITATIVO. Nível de Ensino: Educação Básica Plano Estratégico de Intervenção e Monitoramento para Superação da Evasão e Retenção CÂMPUS REGISTRO DIAGNÓSTICO QUALITATIVO Nível de Ensino: Educação Básica Cursos Principais CAUSAS de Evasão e Retenção

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO (Estudante realizando estágio curricular nas dependências da UFG- TCE coletivo com o mesmo supervisor) 1. Modalidade do estágio: Estágio Curricular Obrigatório N.º da Apólice

Leia mais

Programa Jovem Aprendiz Cooperativo C. Vale. Edital nº 01/2017.

Programa Jovem Aprendiz Cooperativo C. Vale. Edital nº 01/2017. Programa Jovem Aprendiz Cooperativo C. Vale. Edital nº 01/2017. A C. Vale Cooperativa Agroindustrial, inscrita sob CNPJ nº.77.863.223/0001-07, com sede a Av. Independência, 2347, centro, Palotina-Paraná,

Leia mais

PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 023/2016, DE 24 DE AGOSTO DE 2016

PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 023/2016, DE 24 DE AGOSTO DE 2016 PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 023/2016, DE 24 DE AGOSTO DE 2016 BOLSA TUTORIA/CURSO SUPERIOR - LICENCIATURA EM MATEMÁTICA IFMG O DIRETOR GERAL DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E

Leia mais

PORTARIA GD Nº 06, DE 23/04/2010

PORTARIA GD Nº 06, DE 23/04/2010 PORTARIA GD Nº 06, DE 23/04/2010 Aprova o Regulamento do Programa de Estágios da Faculdade de Engenharia da UNESP - Campus de Ilha Solteira. O Diretor da Faculdade de Engenharia do Campus de Ilha Solteira,

Leia mais

FUTEBOL. Instituto de Esportes. anos NOS BAIRROS. Projetos Incentivados Lei Paulista de Incentivo ao Esporte

FUTEBOL. Instituto de Esportes. anos NOS BAIRROS. Projetos Incentivados Lei Paulista de Incentivo ao Esporte NOS BAIRROS Instituto de Esportes Projetos Incentivados Lei Paulista de Incentivo ao Esporte anos Projetos Aprovados PROJETO Futebol nos Bairros OBJETIVO GERAL Proporcionar, através da prática sistemática

Leia mais

ISES INSTITUTO SUMARÉ DE EDUCAÇÃO SUPERIOR FACULDADE SUMARÉ REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR

ISES INSTITUTO SUMARÉ DE EDUCAÇÃO SUPERIOR FACULDADE SUMARÉ REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR ISES INSTITUTO SUMARÉ DE EDUCAÇÃO SUPERIOR FACULDADE SUMARÉ REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR CAPÍTULO I DA CONCEPÇÃO E FINALIDADE Art. 1º Respeitada a legislação vigente e as normas específicas aplicáveis

Leia mais

Programa de Alimentação do Trabalhador

Programa de Alimentação do Trabalhador Programa de Alimentação do Trabalhador PAT Criado em 1976 Lei nº 6.321 Priorizam o atendimento aos trabalhadores de baixa renda, isto é, aqueles que ganham até 5 salários mínimos mensais (publico vulnerável

Leia mais

Dimensão 1 DIDÁTICO-PEDAGÓGICA. 1.1 Gestão Acadêmica 1.2 Projeto do Curso 1.3 Atividades acadêmicas articuladas ao ensino de graduação

Dimensão 1 DIDÁTICO-PEDAGÓGICA. 1.1 Gestão Acadêmica 1.2 Projeto do Curso 1.3 Atividades acadêmicas articuladas ao ensino de graduação Dimensão 1 DIDÁTICO-PEDAGÓGICA CATEGORIAS DE ANÁLISE 1.1 Gestão Acadêmica 1.2 Projeto do Curso 1.3 Atividades acadêmicas articuladas ao ensino de graduação 1.1 GESTÃO ACADÊMICA 1.1.1 Responsabilidade Social

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO PARA (PROPG / Coordenação de Fomento)

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO PARA (PROPG / Coordenação de Fomento) PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO PARA (PROPG / Coordenação de Fomento) EDITAL Nº 001/2016, de 24/01/2017 A Universidade Federal da Bahia - UFBA,

Leia mais

Manual do Tutor. de Aprendizagem

Manual do Tutor. de Aprendizagem Manual do Tutor de Aprendizagem REVISÃO 01 16/01/2017 Índice APRESENTAÇÃO... 3 O CAMP SBC E O ROTARY... 4 SISTEMA DA QUALIDADE E DA RESPONSABILIDADE SOCIAL DO CAMP SBC... 5 EMPRESAS PARCEIRAS DO CAMP SBC...

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL 2 1. Introdução A Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Servidores Públicos dos Municípios da Região Metropolitana da Grande Vitória COOPMETRO é uma entidade

Leia mais

Processo Seletivo Programa de Estágio Petrobrás CICLO 2012

Processo Seletivo Programa de Estágio Petrobrás CICLO 2012 Processo Seletivo Programa de Estágio Petrobrás CICLO 2012 O Instituto Euvaldo Lodi IEL/MA está realizando o processo seletivo para o Programa de Estágio da Petrobrás. O objetivo deste estágio é que o

Leia mais

2 Cartilha de Estágio Univale CARTILHA DE ESTÁGIO UNIVALE

2 Cartilha de Estágio Univale CARTILHA DE ESTÁGIO UNIVALE 2 Cartilha de Estágio Univale CARTILHA DE ESTÁGIO UNIVALE Apresentação 3 Prezados alunos da UNIVALE, Com o objetivo de socializar as informações sobre estágio obrigatório e não obrigatório na UNIVALE,

Leia mais

Relatório Anual. Associação Catarinense para Integração do Cego. Associação Catarinense para Integração do Cego

Relatório Anual. Associação Catarinense para Integração do Cego. Associação Catarinense para Integração do Cego Resumo da ONG A ASSOCIAÇÃO CATARINENSE PARA INTEGRAÇÃO DO CEGO-ACIC é uma é uma associação civil sem fins econômicos, de âmbito estadual que promove ações no campo político nas áreas de habilitação, reabilitação,

Leia mais

PROJETO FINANCIADO EM CMDCA de Cubatão

PROJETO FINANCIADO EM CMDCA de Cubatão PROJETO FINANCIADO EM 2007 - CMDCA de Cubatão Assistência e Promoção Social Exército de Salvação APROSES. Centro Comunitário Vila dos Pescadores. Projeto: Caminhando para o Futuro. Objetivo:. Desenvolvimento

Leia mais

UniBrasil Centro Universitário

UniBrasil Centro Universitário 1 UniBrasil Centro Universitário REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA CURITIBA MARÇO DE 2014 2 SUMÁRIO CAPÍTULO 1 Do estágio e sua finalidade...3 CAPÍTULO 2 Das condições...3

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso nº 246 aprovado pela portaria Cetec nº 181 de 26/09/2013 Etec Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: INFORMAÇÃO

Leia mais

TÍTULO: UM RELATO DA INCLUSÃO DE CRIANÇAS COM SINDROME DE DAWN NA REDE REGULAR DE ENSINO CORAÇÃO DE JESUS: DESAFIOS E POSSIBILIDADES.

TÍTULO: UM RELATO DA INCLUSÃO DE CRIANÇAS COM SINDROME DE DAWN NA REDE REGULAR DE ENSINO CORAÇÃO DE JESUS: DESAFIOS E POSSIBILIDADES. 16 TÍTULO: UM RELATO DA INCLUSÃO DE CRIANÇAS COM SINDROME DE DAWN NA REDE REGULAR DE ENSINO CORAÇÃO DE JESUS: DESAFIOS E POSSIBILIDADES. CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: PEDAGOGIA

Leia mais

Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto Central FACIPLAC

Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto Central FACIPLAC Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto Central FACIPLAC Edital nº 023, de 30 de dezembro de 2015 Processo Seletivo para Transferência Interna para o curso de Medicina. O Diretor Geral das

Leia mais

RESOLUÇÃO n 048 TÍTULO I DA NATUREZA, DEFINIÇÃO E PRINCÍPIOS

RESOLUÇÃO n 048 TÍTULO I DA NATUREZA, DEFINIÇÃO E PRINCÍPIOS RESOLUÇÃO n 048 0 CONSUPER/2012 Regulamenta o Programa de Assistência Estudantil do Instituto Federal Catarinense. Processo nº 23348.000931/2012-24. O Presidente do do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO. ORGANIZAÇÃO CONCEDENTE Razão Social: Endereço: Cidade: Estado: CEP: Tel.: Supervisor Técnico do Estágio:

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO. ORGANIZAÇÃO CONCEDENTE Razão Social: Endereço: Cidade: Estado: CEP: Tel.:   Supervisor Técnico do Estágio: TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO Neste ato, celebram acordo entre a parte concedente do estágio, a instituição de ensino, agente de integração e o estagiário, conforme Lei n. 11.788/08, o Termo de Compromisso

Leia mais

Educação como direito de todos (as)

Educação como direito de todos (as) Educação como direito de todos (as) Política de Assistência Estudantil: desafios e perspectivas Como as IFES darão respostas a estas demandas do novo Plano Nacional de Educação? Meta 12: elevar a taxa

Leia mais

CRONOGRAMA CARGOS, VAGAS E FUNÇÕES. BELO HORIZONTE E REGIÃO METROPOLITANA

CRONOGRAMA CARGOS, VAGAS E FUNÇÕES. BELO HORIZONTE E REGIÃO METROPOLITANA Atividade CRONOGRAMA Período Divulgação no Site 15/01/2017 Prazo para cadastro de currículos 15/01/2017 a 22/01/2017 Publicação da relação de candidatos habilitados para realização da prova Até 26/01/2017

Leia mais

Seminário sobre Emprego para Jovens Painel 3: Desenvolvimento e promoção de políticas, estratégias e serviços integrados

Seminário sobre Emprego para Jovens Painel 3: Desenvolvimento e promoção de políticas, estratégias e serviços integrados w w w. c a p l a b. o r g. p e Seminário sobre Emprego para Jovens Painel 3: Desenvolvimento e promoção de políticas, estratégias e serviços integrados Rio de Janeiro, 20 e 21 de maio de 2008 1 Objetivo

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO PARA (NÚCLEO DE ELÉTRICA/SUMAI)

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO PARA (NÚCLEO DE ELÉTRICA/SUMAI) PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO PARA (NÚCLEO DE ELÉTRICA/SUMAI) EDITAL Nº 08/2017, de 01/06/2017 A Universidade Federal da Bahia - UFBA, no uso

Leia mais

UniBrasil Centro Universitário

UniBrasil Centro Universitário 1 UniBrasil Centro Universitário REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CURITIBA ABRIL DE 2014 2 SUMÁRIO CAPÍTULO 1 Do estágio e sua finalidade...3 CAPÍTULO 2 Das condições...3

Leia mais

DIRETRIZES CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO UTFPR

DIRETRIZES CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional DIRETRIZES PARA OS CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DA UTFPR Resolução

Leia mais

Funções e Ações do FNDE Frente ao PNAE. Gabriela T.C. Ribeiro

Funções e Ações do FNDE Frente ao PNAE. Gabriela T.C. Ribeiro Funções e Ações do FNDE Frente ao PNAE Gabriela T.C. Ribeiro Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) É uma autarquia do Ministério da Educação que tem como missão prover recursos e executar

Leia mais

CENSO ESCOLAR - EDUCACENSO

CENSO ESCOLAR - EDUCACENSO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO GERAL DO CENSO ESCOLAR DA EDUCAÇÃO BÁSICA CENSO ESCOLAR

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul MUNICÍPIO DE CAPÃO DO CIPÓ Gabinete do Prefeito Municipal LEI Nº 648, DE 11 DE ABRIL DE 2013.

Estado do Rio Grande do Sul MUNICÍPIO DE CAPÃO DO CIPÓ Gabinete do Prefeito Municipal LEI Nº 648, DE 11 DE ABRIL DE 2013. LEI Nº 648, DE 11 DE ABRIL DE 2013. AUTORIZA O MUNICÍPIO DE CAPÃO DO CIPÓ A CONTRATAR, EM CARÁTER TEMPORÁRIO, PROFISSIONAL PARA O DESEMVOLVIMENTO DO PROGRAMA NACIONAL DE INCLUSÃO DE JOVENS - PROJOVEM ADOLESCENTE.

Leia mais