A Administração de Conflitos consiste exatamente na escolha e implementação das estratégias mais adequadas para se lidar com cada tipo de situação.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A Administração de Conflitos consiste exatamente na escolha e implementação das estratégias mais adequadas para se lidar com cada tipo de situação."

Transcrição

1 Conceito A Administração de Conflitos consiste exatamente na escolha e implementação das estratégias mais adequadas para se lidar com cada tipo de situação.

2 Lidar com o conflito consiste em trabalhar com grupos e tentar romper alguns estereótipos vigentes na organização. Criar tarefas a serem executadas em conjunto por grupos diferentes é uma forma de garantir que seu cumprimento seja reconhecido pelo trabalho dos grupos. Mediador: mobiliza as partes em conflito para um acordo. Ajuda as partes envolvidas a discutir e resolver as situações de conflito. Facilitador do processo.

3 Resulta em sentimentos de insatisfação e insegurança acerca do futuro. ADMINISTRAÇÃO DE A solução de conflitos ocorre mediante 3 estratégias: Evitar Há a repressão das reações emocionais e a procura de outros caminhos, ou mesmo o abandono da situação. Deixam dúvidas e medos acerca do mesmo tipo de situação no futuro. Adiar Protelar a situação, até que a situação se resfria.

4 Enfrentar ADMINISTRAÇÃO DE Confronto com as situações e pessoas em conflito. Subdivide-se em: Estratégias de poder Inclui o uso da força física e outras punições. Caracteriza-se pelo comportamento agressivo. Há um vencedor e um vencido. Conseqüências: hostilidade, angústia, e ferimentos.

5 Estratégias de negociação Objetivo consiste em resolver o conflito, com uma solução que satisfaça a ambos os envolvidos. Caracteriza-se pelo comportamento assertivo: defesa dos próprios direitos e opiniões, sem apelar para a violência ou desrespeito ao outro. Fornece maior quantidade de conseqüências positivas.

6 Estilos de Administração de Conflitos Competição: busca satisfação dos interesses, tenta convencer a outra parte, leva a outra parte a aceitar a culpa. Colaboração: contempla os interesses das partes envolvidas, busca resultado benéfico para ambas. Acomodação: tende a apaziguar a situação, chegando a colocar as necessidades e interesses da outra parte acima dos seus (fuga). Caracterizase pelo comportamento submisso.

7 Estilos de Administração de Conflitos Compromisso: uma das partes do conflito desiste de alguns pontos ou itens, levando a distribuir os resultados entre ambas as partes.

8 Etapas da solução de um conflito 1. Identificar o problema Determinar a natureza do conflito. Saber se as pessoas envolvidas estão conscientes do problema e dispostas a buscar a solução. 2. Analisar e escolher a melhor solução Transformar o negativo em positivo, diversidade de idéias, respeito às características individuais, conciliar os opostos.

9 Etapas da solução de um conflito 4. Colocar em prática 5. Avaliar os resultados 6. Manutenção Acompanhamento e avaliação

10 Para a solução de um conflito é necessário: Saber comunicar; Saber ouvir; Saber perguntar; Controle emocional; Colaboração; Empatia.

11 11 Sugestões para uma boa administração de conflitos 1. Procure soluções, não culpados; 2. Analise a situação; 3. Mantenha um clima de respeito; 4. Aperfeiçoe a habilidade de ouvir e falar; 5. Seja construtivo ao fazer uma crítica; 6. Procure a solução Ganha-ganha;

12 7. Aja sempre no sentido de eliminar os conflitos; 8. Evite preconceitos; 9. Mantenha a calma; 10. Quando estiver errado, reconheça; 11. Não varra os problemas para debaixo do tapete. O manejo de situações de conflito é essencial para as pessoas e as organizações como fonte geradora de mudanças, pois das tensões conflitivas, dos diferentes interesses das partes envolvidas é que nascem as oportunidades de crescimento mútuo.

Gestão de Projetos. Gerenciamento de Conflitos

Gestão de Projetos. Gerenciamento de Conflitos Gestão de Projetos Gerenciamento de Conflitos O que eu espero senhores, é que depois de um razoável período de discussão, todo mundo concorde comigo. Winston Churchill (primeiro ministro britânico durante

Leia mais

CONFLITO. Processo onde as partes envolvidas percebe que a outra parte frustrou ou irá frustrar os seus interesses.

CONFLITO. Processo onde as partes envolvidas percebe que a outra parte frustrou ou irá frustrar os seus interesses. CONFLITO Conceito de Conflito Processo onde as partes envolvidas percebe que a outra parte frustrou ou irá frustrar os seus interesses. Fator inevitável seja na dinâmica pessoal ou organizacional. Existem

Leia mais

Relatório de Competências de Nataly Lopez (Perfil Natural) Autoconfiança. Autocontrole. Busca de Informação. Capacidade de Negociação.

Relatório de Competências de Nataly Lopez (Perfil Natural) Autoconfiança. Autocontrole. Busca de Informação. Capacidade de Negociação. IMPORTANTE: Em ótimas condições do ambiente, a grande maioria das pessoas pode ter a capacidade de desempenhar-se adequadamente em quaisquer das seguintes competências. Referimo-nos a "ótimas condições"

Leia mais

Unidade II MODELOS DE LIDERANÇA. Prof. Gustavo Nascimento

Unidade II MODELOS DE LIDERANÇA. Prof. Gustavo Nascimento Unidade II MODELOS DE LIDERANÇA Prof. Gustavo Nascimento O líder como administrador de conflitos A dinâmica dos grupos organizacionais é marcada por diferentes conflitos, principalmente do tipo interpessoal,

Leia mais

Gestão de Pessoas. Curso de Pós-Graduação em Gestão Escolar Prof. Joelma Kremer, Dra.

Gestão de Pessoas. Curso de Pós-Graduação em Gestão Escolar Prof. Joelma Kremer, Dra. Gestão de Pessoas Curso de Pós-Graduação em Gestão Escolar Prof. Joelma Kremer, Dra. Aula 6 Conflito e negociação Os objetivos desta aula são: Definir conflito. Diferenciar as visões tradicional, interacionista

Leia mais

CONFLITO? O que vem à mente quando escuto essa palavra: Na família? Em casa? No trabalho? Em Tecnologia da Informação? Individualmente?

CONFLITO? O que vem à mente quando escuto essa palavra: Na família? Em casa? No trabalho? Em Tecnologia da Informação? Individualmente? CONFLITO? O que vem à mente quando escuto essa palavra: Na família? Em casa? No trabalho? Em Tecnologia da Informação? Individualmente? Conceitos: Quando as pessoas estão em desacordo e em oposição. (LUSSIER,

Leia mais

Gestão de conflitos. António Rosado

Gestão de conflitos. António Rosado Gestão de conflitos António Rosado Emergência de uma nova perspectiva sobre o conflito GESTÃO de CONFLITOS O conflito é o processo que começa quando uma parte percepciona que frustrou a outra ou está prestes

Leia mais

Profª Daniela Cartoni

Profª Daniela Cartoni Etapa da Negociação Planejamento, estratégias e táticas Profª Daniela Cartoni daniela_cartoni@yahoo.com.br Etapas da negociação Uma negociação é um processo de comunicação interativa que pode ocorrer quando

Leia mais

Administração. Gestão de Conflitos. Professor Rafael Ravazolo.

Administração. Gestão de Conflitos. Professor Rafael Ravazolo. Administração Gestão de Conflitos Professor Rafael Ravazolo www.acasadoconcurseiro.com.br Administração Aula XX GESTÃO DE CONFLITOS Sempre que existir uma diferença de prioridades ou objetivos, existirá

Leia mais

ATENDIMENTO: ATENDIMENTO AO CLIENTE COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO: GARANTINDO O CLIENTE DE AMANHÃ

ATENDIMENTO: ATENDIMENTO AO CLIENTE COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO: GARANTINDO O CLIENTE DE AMANHÃ ATENDIMENTO AO CLIENTE COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO: GARANTINDO O CLIENTE DE AMANHÃ ATENDIMENTO: Ato ou efeito de atender; Maneira como habitualmente são atendidos os usuários de determinado serviço. Dicionário

Leia mais

NOÇÕES DE PSICOLOGIA DO RELACIONAMENTO

NOÇÕES DE PSICOLOGIA DO RELACIONAMENTO NOÇÕES DE PSICOLOGIA DO RELACIONAMENTO A INTELIGÊNCIA A inteligência tem significados diferentes para pessoas diferentes. É a capacidade de usar a experiência e o conhecimento que constitui o comportamento

Leia mais

desenvolvimento pessoal Preparação para os processo seletivos

desenvolvimento pessoal Preparação para os processo seletivos AVON Crescimento e desenvolvimento pessoal Preparação para os processo seletivos Líder do Século XXI Sabe sua missão de vida e tem uma visão de futuro Conhece seus valores e os vivencia Sabe a diferença

Leia mais

O PERFIL DO FACILITADOR

O PERFIL DO FACILITADOR O PERFIL DO FACILITADOR Seminário de Capacitação Permanente para Grupos de Apoio Afinal, quem sou? Se sou livre, afinal quem sou? Devo ser mais de uma, pois que dentro de mim gritam correntes em todos

Leia mais

Trabalho em Equipe. São unidades com duas ou mais pessoas que interagem e coordenam seu trabalho para conseguir atingir uma meta específica.

Trabalho em Equipe. São unidades com duas ou mais pessoas que interagem e coordenam seu trabalho para conseguir atingir uma meta específica. Equipe Trabalho em Equipe São unidades com duas ou mais pessoas que interagem e coordenam seu trabalho para conseguir atingir uma meta específica. Objetivo comum. Objetivos do grupo acima dos interesses

Leia mais

05/05/2014 LIDERANÇA ESTILOS DE LIDERANÇA DIFERENCIAR CHEFE DE LÍDER

05/05/2014 LIDERANÇA ESTILOS DE LIDERANÇA DIFERENCIAR CHEFE DE LÍDER LIDERANÇA DIFERENCIAR CHEFE DE LÍDER 1 LIDERANÇA Você já sentiu que não recebeu o reconhecimento merecido quando atingiu uma meta imposta por seu chefe ou realizou uma tarefa com sucesso? E, no entanto,

Leia mais

Grupo de Estudos - Gestão de RH no Varejo. Resolução de Conflitos

Grupo de Estudos - Gestão de RH no Varejo. Resolução de Conflitos Grupo de Estudos - Gestão de RH no Varejo Resolução de Conflitos 15/10/2014 Gestão de Conflitos Somos o resultado de experiências positivas e negativas provenientes das relações inter-pessoais e circunstanciais

Leia mais

Aula 01: Introdução e conceitos básicos. Ghislaine Miranda Bonduelle

Aula 01: Introdução e conceitos básicos. Ghislaine Miranda Bonduelle Aula 01: Introdução e conceitos básicos Ghislaine Miranda Bonduelle Introdução Importância da Qualidade Evolução da Qualidade Qualidade Qualidades dos produtos (ou serviços) De acordo com exigência explícita

Leia mais

Toda a comunicação que a sua empresa precisa em um só lugar.

Toda a comunicação que a sua empresa precisa em um só lugar. Toda a comunicação que a sua empresa precisa em um só lugar. Qualidade no Atendimento ao Cliente Como e porque integrar o cliente à estratégia do negócio Conteúdos Por que atender com qualidade? Por que

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos MBA em EXCELÊNCIA EM GESTÃO DE PROJETOS E PROCESSOS ORGANIZACIONAIS Gerenciamento de s Planejamento e Gestão de s Prof. Msc. Maria C Lage Prof. Newman Serrano, PMP Gerenciamento de Recursos Humanos Introdução

Leia mais

Unit 11: Mentoring PBL learners

Unit 11: Mentoring PBL learners Unit 11: Mentoring PBL learners Introdução Os objetivos desta unidade consistem em dar uma visão geral sobre que questões devem ser consideradas enquanto mentor/facilitador de formandos PBL. Lição 1: Conselhos

Leia mais

COMO PREVENIR O BULLYING

COMO PREVENIR O BULLYING COMO PREVENIR O BULLYING PULGUINHAS Uma vez identificado o problema importa saber como devemos reagir e o que pode ser feito para prevenir e evitar de raiz as situações de bullying que envolvam as nossas

Leia mais

Primeiros Cuidados Psicológicos (PCP) Módulo IV

Primeiros Cuidados Psicológicos (PCP) Módulo IV Primeiros Cuidados Psicológicos (PCP) Módulo IV OS PRIMEIROS CUIDADOS PSICOLÓGICOS Os primeiros cuidados psicológicos (PCP) são uma resposta humana e de apoio às pessoas em situação de sofrimento e com

Leia mais

8 FASCÍCULO SUPERVISÃO DE LOJA E LIDERANÇA. Qual é o principal objetivo de um supervisor ou gerente de loja varejista?

8 FASCÍCULO SUPERVISÃO DE LOJA E LIDERANÇA. Qual é o principal objetivo de um supervisor ou gerente de loja varejista? 8 FASCÍCULO SUPERVISÃO DE LOJA E LIDERANÇA Qual é o principal objetivo de um supervisor ou gerente de loja varejista? É utilizar seus conhecimentos e habilidades de liderança para incrementar as vendas

Leia mais

Unidade IV MARKETING DE VAREJO E. Profa. Cláudia Palladino

Unidade IV MARKETING DE VAREJO E. Profa. Cláudia Palladino Unidade IV MARKETING DE VAREJO E NEGOCIAÇÃO Profa. Cláudia Palladino Técnicas de negociação Negociar: Prática antiga e comum; Negociamos muitas vezes: Tanto em casa como no trabalho; Desde crianças - não

Leia mais

Gestão de conflitos na prática da Ouvidoria

Gestão de conflitos na prática da Ouvidoria Tente colocar-se no lugar do outro Isso ajuda a entender melhor as pessoas, seu modo de pensar e agir Mude a sua maneira de ver os conflitos A cultura da paz mostra que o conflito pode ter resultados positivos

Leia mais

Capitulo 10: Executando o Projeto

Capitulo 10: Executando o Projeto Capitulo 10: Executando o Projeto PMBOK GUIDE Project Management Body of Knowledge Iniciação 5.1 Grupo de Processos de Planejamento Desenvolver o Plano de Gerenciamento de Projeto (4.3) Planejamento de

Leia mais

NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO NAP

NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO NAP NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO NAP Ibiporã 2015 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 03 2 JUSTIFICATIVA... 05 3 OBJETIVOS... 06 3.1 Objetivo Geral... 06 3.2 Objetivos específicos... 06 4 METODOLOGIA... 07 4.1 Funções

Leia mais

I Seminário Nacional RED Rendimento Escolar e Desenvolvimento

I Seminário Nacional RED Rendimento Escolar e Desenvolvimento Rendimento Escolar e Desenvolvimento Aferição do Questionário de Inteligência Emocional de Bar-On para estudantes do Ensino Básico Português Candeias, Diniz, Pires, Rebelo & Franco 17 novembro 2012 Universidade

Leia mais

Resultados da Pesquisa de Clima Organizacional 2010

Resultados da Pesquisa de Clima Organizacional 2010 Resultados da Pesquisa de Clima Organizacional 2010 População e amostra da pesquisa 350 300 População Amostra 294 250 219 200 150 100 50 75 52 100 152 0 Técnicoadministrativos (69%) Docentes (46%) Geral

Leia mais

Ganhar mais, só com muito esforço. Ronaldo Bianchi

Ganhar mais, só com muito esforço. Ronaldo Bianchi Negociação Ganhar mais, só com muito esforço Ronaldo Bianchi 1 Negociação Negociação como a principal competência na administração Porque negociar? Saber negociar é inato? 2 Porque saber negociar? Para

Leia mais

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL. Renata Loretti Ribeiro Enfermeira Coren/SP

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL. Renata Loretti Ribeiro Enfermeira Coren/SP INTELIGÊNCIA EMOCIONAL Renata Loretti Ribeiro Enfermeira Coren/SP - 42883 Importância das Emoções o Por que as emoções são tão importantes para nós? Importância das Emoções o Sobrevivência: Nossas emoções

Leia mais

Feedback. Conceito de. Sumário. Conceito de Feedback. Escuta ativa. Obstáculos (dar / receber feedback) Feedback STAR

Feedback. Conceito de. Sumário. Conceito de Feedback. Escuta ativa. Obstáculos (dar / receber feedback) Feedback STAR Sumário Conceito de Feedback Escuta ativa Obstáculos (dar / receber feedback) Feedback STAR Recomendações para eficácia de sua sessão de feedback Conceito de Feedback Feedback é o retorno que alguém obtém

Leia mais

Matriz dos resultados da aprendizagem Versão em Português

Matriz dos resultados da aprendizagem Versão em Português Learning Outcomes Matrix, English Version Matriz dos resultados da aprendizagem Versão em Português Compilado por: LMETB Título do módulo Perfil pessoal Matriz dos resultados da aprendizagem Nível introdutório

Leia mais

PROGRAMA DE COMPETÊNCIAS SOCIAIS PROGRAMA DE COMPETÊNCIAS SOCIAIS COMPETÊNCIA SOCIAL... COMPETÊNCIA SOCIAL... COMPETÊNCIA SOCIAL...

PROGRAMA DE COMPETÊNCIAS SOCIAIS PROGRAMA DE COMPETÊNCIAS SOCIAIS COMPETÊNCIA SOCIAL... COMPETÊNCIA SOCIAL... COMPETÊNCIA SOCIAL... 5º CONGRESSO CERCILEI HUMANIZAR PARA INTEGRAR A IMPORTÂNCIA DA DIFERENÇA A NO PROJECTO SER PESSOA PROGRAMA DE SOCIAIS PROGRAMA DE SOCIAIS Celeste Simões DEER / FMH / UTL o O que é a competência social

Leia mais

Colégio Valsassina. Modelo pedagógico do jardim de infância

Colégio Valsassina. Modelo pedagógico do jardim de infância Colégio Valsassina Modelo pedagógico do jardim de infância Educação emocional Aprendizagem pela experimentação Educação para a ciência Fatores múltiplos da inteligência Plano anual de expressão plástica

Leia mais

RODA DE CONVERSA E A REORGANIZAÇÃO DO TEMPO E ESPAÇO

RODA DE CONVERSA E A REORGANIZAÇÃO DO TEMPO E ESPAÇO RODA DE CONVERSA E A REORGANIZAÇÃO DO TEMPO E ESPAÇO Sala 7 Interdisciplinar EF I EMEF ANEXA AO EDUCANDÁRIO DOM DUARTE Professora Apresentadora: DANIELLE ROCHA Realização: Justificativa Buscando uma atitude

Leia mais

Grupos de Apoio Cruz Azul: Surgiram na Suíça, em 1877.

Grupos de Apoio Cruz Azul: Surgiram na Suíça, em 1877. Grupos de Apoio Cruz Azul: Surgiram na Suíça, em 1877. São de Mútua-Ajuda. Base: Abstinência e Fé Grupos Cruz Azul: Oferecer Follow-up (seguimento do tratamento): Apoiar dependentes que saem de uma Comunidade

Leia mais

TÉCNICAS DE NEGOCIAÇÃO MÓDULO 4

TÉCNICAS DE NEGOCIAÇÃO MÓDULO 4 TÉCNICAS DE NEGOCIAÇÃO MÓDULO 4 Índice 1. Características de um bom negociador...3 1.1 Habilidades importantes a desenvolver, para ser um bom negociador... 5 2 1. CARACTERÍSTICAS DE UM BOM NEGOCIADOR A

Leia mais

PSICOLOGIA JURÍDICA: RELAÇÃO COM O DIREITO DE FAMÍLIA

PSICOLOGIA JURÍDICA: RELAÇÃO COM O DIREITO DE FAMÍLIA PSICOLOGIA JURÍDICA: RELAÇÃO COM O DIREITO DE FAMÍLIA Prof. Thiago Gomes 1. CONTEXTUALIZAÇÃO O QUE É A FAMÍLIA? E O CASAMENTO? Poema: PROMESSAS MATRIMONIAIS (Martha Medeiros) Promete se deixar conhecer?

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS Unidade 7 Gerenciamento Pessoas do Projeto. Luiz Leão

GESTÃO DE PROJETOS Unidade 7 Gerenciamento Pessoas do Projeto. Luiz Leão Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático O Papel do Gerente de Projetos como líder de pessoas Teorias da motivação Desenvolvimento do plano de recursos humanos Mobilização

Leia mais

Encontro 4 Tema: HABILIDADES SOCIAIS

Encontro 4 Tema: HABILIDADES SOCIAIS PROGRAMA DE ORIENTAÇÃO FAMILIAR Serviço de Atendimento Psicopedagógico Silvany Brasil Serviço Socioeducacional Divaneid Araújo Encontro 4 Tema: HABILIDADES SOCIAIS 08 de abril de 2015 A redução ou eliminação

Leia mais

ATA Assistente Técnico Administrativo Trabalho em Equipe Gestão Pública Keyvila Menezes

ATA Assistente Técnico Administrativo Trabalho em Equipe Gestão Pública Keyvila Menezes ATA Assistente Técnico Administrativo Trabalho em Equipe Gestão Pública Keyvila Menezes 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Evolução do trabalho em equipe Grupos

Leia mais

> Perfil de Montagem de Equipe e de Estilos de Liderança. Nome: Peter Sample

> Perfil de Montagem de Equipe e de Estilos de Liderança. Nome: Peter Sample > Perfil de Montagem de Equipe e de Estilos de Liderança Nome: Peter Sample Data: 14 abril 2009 Tipos na equipe Pode adotar Provável que Tipos na equipe Coordenador Dinamizador Gerador de Idéias Finalizador

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO PARA CONCILIADORES E MEDIADORES

PÓS-GRADUAÇÃO PARA CONCILIADORES E MEDIADORES PÓS-GRADUAÇÃO PARA CONCILIADORES E MEDIADORES 1 NEGOCIAÇÃO O que faz a diferença, para um melhor resultado, tanto nas pequenas, quanto nas grandes negociações, é a ATITUDE. Atitudes não são nada mais do

Leia mais

RELAÇÕES INTERPESSOAIS: UM DEBATE NA DIVERSIDADE. Profa. Elizabeth Toledo Novembro/2012

RELAÇÕES INTERPESSOAIS: UM DEBATE NA DIVERSIDADE. Profa. Elizabeth Toledo Novembro/2012 RELAÇÕES INTERPESSOAIS: UM DEBATE NA DIVERSIDADE Profa. Elizabeth Toledo Novembro/2012 Homem: Ser Social Só existe em relação. Subjetividade e individualidade: se formam a partir de sua convivência social.

Leia mais

Psicologia e Educação

Psicologia e Educação Psicologia e Educação 2016.2 Profª. MSc. Fernanda Lima. Unidade III: O que pode fazer o psicólogo na escola. Psicólogo escolar: Papéis e funções na escola. Escola é um espaço social onde pessoas convivem

Leia mais

LIDERANÇA EM ENFERMAGEM E GERÊNCIA DO CUIDADO EM UTI NEONATAL

LIDERANÇA EM ENFERMAGEM E GERÊNCIA DO CUIDADO EM UTI NEONATAL 1 LIDERANÇA EM ENFERMAGEM E GERÊNCIA DO CUIDADO EM UTI NEONATAL Drª. Zenith Rosa Silvino e Drª. Bárbara Pompeu Christovam Curso: II Curso de Assistência de Enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal

Leia mais

EXCELÊNCIA NO RELACIONAMENTO COM OS CLIENTES

EXCELÊNCIA NO RELACIONAMENTO COM OS CLIENTES FUNDAMENTOS DO ATENDIMENTO DE QUALIDADE Quem, na atualidade não foi obrigado a enfrentar fila no banco, ou em uma repartição pública...? Viver e trabalhar em uma sociedade global é um grande desafio para

Leia mais

Comunicação de Más Notícias em Recursos Humanos Ana Silva Cristiana Ramos Isa Viamonte

Comunicação de Más Notícias em Recursos Humanos Ana Silva Cristiana Ramos Isa Viamonte Pós-Graduação em Gestão de Recursos Humanos Comunicação de Más Notícias em Recursos Humanos Ana Silva Cristiana Ramos Isa Viamonte Tópicos a abordar: Comunicação nas Organizações Comunicação de Más Notícias

Leia mais

BULLYING: DOMÍNIO PELO MEDO

BULLYING: DOMÍNIO PELO MEDO BULLYING: DOMÍNIO PELO MEDO O bullying é o responsável pelo estabelecimento de um clima de medo e perplexidade em torno das vítimas, bem como dos demais membros da comunidade educativa que, indiretamente,

Leia mais

Comunicação. não. violenta. LudmiLa Stigert

Comunicação. não. violenta. LudmiLa Stigert Comunicação não violenta LudmiLa Stigert Comunicação não violenta Ludmila Stigert Belo horizonte 2017 2017, a autora by Centro Universitário Newton Paiva Belo Horizonte 2017 Presidente do Grupo Splice:

Leia mais

Estrututra Legal e Regulatória para a Implementação da GIRH. Resolução de Conflitos

Estrututra Legal e Regulatória para a Implementação da GIRH. Resolução de Conflitos Estrututra Legal e Regulatória para a Implementação da GIRH Resolução de Conflitos Meta e objetivos do capítulo Meta A meta deste capítulo é apresentar abordagens alternativas de solução de conflitos que

Leia mais

Técnicas de negociação. / NT Editora. -- Brasília: p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm.

Técnicas de negociação. / NT Editora. -- Brasília: p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm. Autor Vera Ariza Revisão NT Editora e Figuramundo Projeto Gráfico NT Editora Editoração Eletrônica NT Editora e Figuramundo Capa NT Editora NT Editora, uma empresa do Grupo NT SCS Q2 - Bl. D - Salas 307

Leia mais

TERAPIA DO ESQUEMA PARA CASAIS

TERAPIA DO ESQUEMA PARA CASAIS TERAPIA DO ESQUEMA PARA CASAIS CONVERSANDO SOBRE KELLY PAIM Busca por relacionamentos satisfatórios Relações que trazem prejuízo e sofrimento O que acontece então? RELAÇÕES ÍNTIMAS VULNERABILIDADE HUMANA

Leia mais

APRIMORANDO A EXPERIÊNCIA NO CLUBE

APRIMORANDO A EXPERIÊNCIA NO CLUBE APRIMORANDO A EXPERIÊNCIA NO CLUBE A força do seu clube está nos associados. Ao pedir suas opiniões regularmente, você demonstra que está aberto a mudanças e possibilita que eles o ajudem a criar uma experiência

Leia mais

PROJETO MARY KAY WAY

PROJETO MARY KAY WAY PROJETO MARY KAY WAY NASCEMOS LÍDERES OU NOS TORNAMOS UM? Sinto que a arte da liderança pode ser ensinada e dominada Mary Kay Ash O que significa Liderança: É a habilidade que uma pessoa teria para conduzir

Leia mais

Dr. Mateusz Grzesiak. A Comunicação como Ferramenta de Gestão de Pessoas e Resultados

Dr. Mateusz Grzesiak. A Comunicação como Ferramenta de Gestão de Pessoas e Resultados Dr. Mateusz Grzesiak A Comunicação como Ferramenta de Gestão de Pessoas e Resultados ` SOBRE MIM Cientista, Empresário EXPERIÊNCIA 7 línguas, 13 livros, 14 anos Países: Israel, EUA, México, Itália, Alemanha,

Leia mais

Será Culpa ou Vergonha?

Será Culpa ou Vergonha? Será Culpa ou Vergonha? Aprenda a distinguir e a lidar com estas emoções! O que são? A vergonha e culpa são emoções auto-conscientes que fazem parte do sistema moral e motivacional de cada indivíduo. Estas

Leia mais

CANSEI DE SOFRER NO TRABALHO. PALESTRANTE: Denise de Moura

CANSEI DE SOFRER NO TRABALHO. PALESTRANTE: Denise de Moura CANSEI DE SOFRER NO TRABALHO PALESTRANTE: Denise de Moura CANSEI DE SOFRER NO TRABALHO Programação: Felicidade Corporativa Os principais estresses organizacionais armadilhas corporativas Sugestões para

Leia mais

construindo caminhos para a aprendizagem significativa www.juliofurtado.com.br www.juliofurtado.com.br 1 2 Ver o lado positivo potencializa a energia de realização. O olhar inclusivo é a porta para a construção

Leia mais

Relacionamento Abusivo

Relacionamento Abusivo CARLA EGÍDIO LEMOS PSICÓLOGA Relacionamento Abusivo Relacionamento Abusivo Quando ouvimos falar de Relacionamento Abusivo geralmente nos lembramos da relação amorosa em que a mulher é sempre a vítima,

Leia mais

FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE CONSELHEIROS PARA CONSELHOS DE PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE CONSELHEIROS PARA CONSELHOS DE PORTADORES DE DEFICIÊNCIA CENTRO DE DEFESA DE DIREITOS HUMANOS DE BETIM FUNDAÇÃO BANCO DO BRASIL FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE CONSELHEIROS PARA CONSELHOS DE PORTADORES DE DEFICIÊNCIA PALESTRANTE ANA RITA DE MACEDO MOURA Psicóloga

Leia mais

ASSERTIVIDADE E COMPORTAMENTO ASSERTIVO

ASSERTIVIDADE E COMPORTAMENTO ASSERTIVO Terapêutica Nova 1 2 COMPORTAMENTO ASSERTIVO GRUPO DE APOIO PARA FAMILIARES Quantas vezes você disse sim com a vontade de dizer não? COMUNIDADE TERAPÊUTICA NOVA JORNADA 3 4 www.nvoajornanda.org.br 1 Terapêutica

Leia mais

Relações Interpessoais e Gestão de Conflitos

Relações Interpessoais e Gestão de Conflitos Relações Interpessoais e Gestão de Conflitos ESSUA -Escola Superior de Saúde de Aveiro Licenciatura em Gerontologia 2º Ano 2º Semestre UC Envelhecimento Patológico e Intervenção Geriátrica II Docente:

Leia mais

(Lopes Neto, 2005) Manual adaptado por Prof. Ms. Maria Lucia Dondon

(Lopes Neto, 2005) Manual adaptado por Prof. Ms. Maria Lucia Dondon BULLYING O Bullying pode ser entendido como um balizador para um nível de tolerância da sociedade com relação à violência. Portanto, enquanto a sociedade não estiver preparada para lidar com Bullying,

Leia mais

Comunicação e Relacionamento Interpessoal

Comunicação e Relacionamento Interpessoal Comunicação e Relacionamento Interpessoal Prof. José Junio Lopes Prof. Roberto César Ferreira Comunicação e Relacionamento Interpessoal A beleza de um trabalho em equipe se dá através de um elemento muito

Leia mais

Teste a sua Resiliência

Teste a sua Resiliência Teste a sua Resiliência 1. Imprima este documento, pois você terá que responder as questões abaixo com uma caneta ou lápis. 2. Responda as questões abaixo conforme a escala a seguir, isto é, se você tem

Leia mais

Minicurso: Jogos e Dinâmicas de Grupo. Fabiana Sanches e Rosa Maria

Minicurso: Jogos e Dinâmicas de Grupo. Fabiana Sanches e Rosa Maria Minicurso: Jogos e Dinâmicas de Grupo Fabiana Sanches e Rosa Maria As dinâmicas são instrumentos, ferramentas que estão dentro de um processo de formação e organização, que possibilitam a criação e recriação

Leia mais

Unidade II TÉCNICAS DE NEGOCIAÇÃO. Prof. Gustavo Nascimento

Unidade II TÉCNICAS DE NEGOCIAÇÃO. Prof. Gustavo Nascimento Unidade II TÉCNICAS DE NEGOCIAÇÃO Prof. Gustavo Nascimento Ética na negociação Definição: Almeida Junior (2005, p. 45) (...) ética é um código de principios e valores morais que governam o comportamento

Leia mais

P-54: Processos Circulares na resolução de conflitos nas organizações. Simone Lucca Kabariti

P-54: Processos Circulares na resolução de conflitos nas organizações. Simone Lucca Kabariti P-54: Processos Circulares na resolução de conflitos nas organizações Simone Lucca Kabariti A vida é arte do encontro (Vinícius de Moraes) NOSSA INS-PIRAÇÕES Célia Passos Formação em Mediação, Facilitação

Leia mais

Estágio: por onde começar?

Estágio: por onde começar? ENG09046 Terça-feira, das 16h30 às 18h10 Agosto de 2012 Estágio: por onde começar? Internamente: buscar entender como funciona a empresa, o setor/ departamento Externamente: ter uma visão macro sobre a

Leia mais

DINÂMICA: Patinho Feio PARTICIPANTES: 38 alunos. TEMPO: 40 MATERIAL: Etiquetas autocolantes com frases como:

DINÂMICA: Patinho Feio PARTICIPANTES: 38 alunos. TEMPO: 40 MATERIAL: Etiquetas autocolantes com frases como: DINÂMICA: Patinho Feio PARTICIPANTES: 38 alunos. TEMPO: 40 MATERIAL: Etiquetas autocolantes com frases como: 1. SOU CRIATIVO(A): ADMIRE-ME 2. TENHO INTELIGÊNCIA INFERIOR: IGNORE-ME 3. SOU EXTROVERTIDO(A):

Leia mais

Janela de Johari: Autoconhecimento

Janela de Johari: Autoconhecimento Objetivo Conhecer a si próprio e reconhecer como estamos tratando as pessoas e sendo tratadas por elas, dando dicas de como podemos melhorar o relacionamento interpessoal e administrar os conflitos que

Leia mais

MISSÃO DA MIND LAB. Reforçar diversas habilidades cognitivas, sociais, emocionais e éticas.

MISSÃO DA MIND LAB. Reforçar diversas habilidades cognitivas, sociais, emocionais e éticas. MIND LAB MISSÃO DA MIND LAB Reforçar diversas habilidades cognitivas, sociais, emocionais e éticas. Ajudar os alunos se transformarem em indivíduos íntegros e realizados. SOBRE A MIND LAB Fundada em 1994.

Leia mais

Soluções para os Cases

Soluções para os Cases Soluções para os Cases As etapas da construção de uma equipe Joinville Dia 05 de Outubro de 2013 Roteiro da conversa.... Autoconhecimento. Tudo começa pela confiança Fundamentos de uma equipe As etapas

Leia mais

Profa. Ana Carolina Schmidt de Oliveira Psicóloga CRP 06/99198 Especialista em Dependência Química (UNIFESP) Doutoranda (UNIFESP)

Profa. Ana Carolina Schmidt de Oliveira Psicóloga CRP 06/99198 Especialista em Dependência Química (UNIFESP) Doutoranda (UNIFESP) Profa. Ana Carolina Schmidt de Oliveira Psicóloga CRP 06/99198 Especialista em Dependência Química (UNIFESP) Doutoranda (UNIFESP) anacarolina@vidamental.com.br vidamental.com.br Venha se especializar com

Leia mais

COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL E ASSERTIVIDADE

COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL E ASSERTIVIDADE 1 COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL E ASSERTIVIDADE Desenvolvimento de Competências Pessoais e Académicas Workshop 17 de Abril de 2013 COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL E ASSERTIVIDADE 2 Comunicação Interpessoal Comunicar

Leia mais

ENCONTRO DE SECRETÁRIAS A CONSCIÊNCIA COMO PONTO DE PARTIDA PARA O DESENVOLVIMENTO 26/09/2009

ENCONTRO DE SECRETÁRIAS A CONSCIÊNCIA COMO PONTO DE PARTIDA PARA O DESENVOLVIMENTO 26/09/2009 ENCONTRO DE SECRETÁRIAS UNIMED JOÃO MONLEVADE A CONSCIÊNCIA COMO PONTO DE PARTIDA PARA O DESENVOLVIMENTO 26/09/2009 OS SETE PECADOS CAPITAIS DE UMA SECRETÁRIA A vida racional é o que distingue os homens

Leia mais

Vivências em serviço o de urgências: os acompanhantes dos utentes

Vivências em serviço o de urgências: os acompanhantes dos utentes Vivências em serviço o de urgências: os acompanhantes dos utentes Liliana Sousa Assunção Almeida Carlos Jorge Simões Universidade de Aveiro Hospital Infante D. Pedro Agradecimentos: Estudantes do 4º ano

Leia mais

15/2/2012 GESTÃO DE PESSOAS. Profa. Adriana Duarte RELAÇÃO. Motivação Clima Integração Inclusão Confiança Comunicação Liderança... QUEM É VOCÊ TAREFA

15/2/2012 GESTÃO DE PESSOAS. Profa. Adriana Duarte RELAÇÃO. Motivação Clima Integração Inclusão Confiança Comunicação Liderança... QUEM É VOCÊ TAREFA 15/2/2012 Profa. Adriana Duarte GESTÃO DE PESSOAS Profa. Mary Pires Profa. Adriana Duarte 2 RELAÇÃO TAREFA Motivação Clima Integração Inclusão Confiança Comunicação Liderança... QUEM É VOCÊ 1 CONHECENDO

Leia mais

Organização da Disciplina. Técnicas de Negociação e Mediação. Aula 1. Contextualização. O Conflito. Instrumentalização

Organização da Disciplina. Técnicas de Negociação e Mediação. Aula 1. Contextualização. O Conflito. Instrumentalização Técnicas de Negociação e Mediação Aula 1 Prof. Me. Fernando Eduardo Mesadri Organização da Disciplina Conceitos de conflitos Dificuldades para lidar com os conflitos Movimentos de rompimento dos paradigmas

Leia mais

RELACIONAMENTO INTERPESSOAL

RELACIONAMENTO INTERPESSOAL RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Forma de interagir com outras pessoas RELACIONAMENTO Estabelecimento de um processo de comunicação onde o emissor e receptor tenham claro suas reais atribuições. Para existir

Leia mais

NÚCLEO GERADOR DOMÍNIOS CRITÉRIOS DE EVIDÊNCIA OBSERVADO NÚCLEO GERADOR DOMÍNIOS PROPOSTAS DE TRABALHO A DESENVOLVER PELO CANDIDATO OBSERVADO

NÚCLEO GERADOR DOMÍNIOS CRITÉRIOS DE EVIDÊNCIA OBSERVADO NÚCLEO GERADOR DOMÍNIOS PROPOSTAS DE TRABALHO A DESENVOLVER PELO CANDIDATO OBSERVADO GRUPO: ÁREA DE COMPETÊNCIAS-CHAVE CIDADANIA E PROFISSIONALIDADE NÚCLEO GERADOR DOMÍNIOS CRITÉRIOS DE EVIDÊNCIA OBSERVADO DIREITOS E DEVERES Identificar situações de autonomia e responsabilidades partilhadas

Leia mais

Desenvolver uma nova consciência e aceitação

Desenvolver uma nova consciência e aceitação Foco da semana 4 Desenvolver uma nova consciência e aceitação "A consciência significa ser consciente do que acontece agora, sem desejar que a situação fosse diferente; gozar do prazer sem retenção quando

Leia mais

Como Prevenir o Suicídio?

Como Prevenir o Suicídio? Como Prevenir o Suicídio? Profa. Ana Carolina Schmidt de Oliveira Psicóloga CRP 06/99198 Especialista em Dependência Química (UNIFESP) Doutoranda (UNIFESP) anacarolina@vidamental.com.br vidamental.com.br

Leia mais

Curso Profissional de Técnico de Comércio 2011/ º ano Turma I. Disciplina: Comercializar e Vender. Módulo 7

Curso Profissional de Técnico de Comércio 2011/ º ano Turma I. Disciplina: Comercializar e Vender. Módulo 7 Curso Profissional de Técnico de Comércio 2011/2014 11º ano Turma I Disciplina: Comercializar e Vender Módulo 7 Trabalho realizado por: Ana Teixeira Nº21217 11ºI Índice Introdução... 3 Exercícios realizados

Leia mais

Técnicas de Negociação e Argumentação

Técnicas de Negociação e Argumentação Técnicas de Negociação e Argumentação R.M.L 11º I Preparação - Estudo, recolha de informação e planeamento A preparação é o planeamento básico. O seu objetivo é a fortificação da sua argumentação e o enfraquecimento

Leia mais

TITLE Bullying preconceito e inclusão. ÁREA DE ENFOQUE: Paz e Prevenção e Resolução de Conflitos! Projeto da Coordenadoria Distrital

TITLE Bullying preconceito e inclusão. ÁREA DE ENFOQUE: Paz e Prevenção e Resolução de Conflitos! Projeto da Coordenadoria Distrital TITLE Bullying preconceito e inclusão ÁREA DE ENFOQUE: Paz e Prevenção e Resolução de Conflitos! Projeto da Coordenadoria Distrital VIOLÊNCIA Força empregada contra o direito natural de outrem; ação que

Leia mais

19/02/2013. Mediação de Conflitos e Relações Interpessoais. O que é mediação de conflitos? Como entender as relações interpessoais?

19/02/2013. Mediação de Conflitos e Relações Interpessoais. O que é mediação de conflitos? Como entender as relações interpessoais? Mediação de Conflitos e Relações Interpessoais Mediação de Conflitos e Relações Interpessoais O que é mediação de conflitos? Como entender as relações interpessoais? Prof. Denilson A. Rossi Mediação de

Leia mais

Gestão por Competência

Gestão por Competência Gestão por Competência Vera Gobetti 04/05/2017 GESTÃO POR COMPETÊNCIAS É UMA EVOLUÇÃO DA GESTÃO DE PESSOAS A Competência é sustentada em 3 pilares: 1- Conhecimento 2- Habilidades 3- Atitudes Aspectos Fundamentais

Leia mais

A COMUNICAÇÃO ASSERTIVA

A COMUNICAÇÃO ASSERTIVA PSICOLOGIA DA COMUNICAÇÃO Ciências da Comunicação COMUNICAÇÃO EM ACÇÃO A COMUNICAÇÃO ASSERTIVA Definição de assertividade Comportamentos comunicacionais Para uma comunicação assertiva Copyright, 2014 José

Leia mais

Licenciatura em Serviço Social. Intervenção Social na Infância, Adolescência e Velhice. Ano letivo 2014/2015

Licenciatura em Serviço Social. Intervenção Social na Infância, Adolescência e Velhice. Ano letivo 2014/2015 Licenciatura em Serviço Social Intervenção Social na Infância, Adolescência e Velhice Ano letivo 2014/2015 Risco e crise familiar como base de intervenção social DA ESTABILIDADE TRADICIONAL À INSTABILIDADE

Leia mais

OPQ Perfil OPQ. Relatório de Feedback de Candidato. Nome Sample Candidate. Data 21 maio

OPQ Perfil OPQ. Relatório de Feedback de Candidato. Nome Sample Candidate. Data 21 maio OPQ Perfil OPQ Relatório de Feedback de Candidato Nome Sample Candidate Data 21 maio 2014 www.ceb.shl.com INTRODUÇÃO Este relatório é confidencial e destina-se exclusivamente à pessoa que respondeu o questionário.

Leia mais

2. As percepções de competência dos parceiros numa relação podem influenciar a forma como cada um responde aos comportamentos outro;

2. As percepções de competência dos parceiros numa relação podem influenciar a forma como cada um responde aos comportamentos outro; PSICOLOGIA DA COMUNICAÇÃO Ciências da Comunicação COMUNICAÇÃO EM ACÇÃO COMPETÊNCIA COMUNICATIVA Aspectos gerais Mitos sobre competência comunicativa Dimensões da competência comunicativa O comunicador

Leia mais

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA NEGOCIAR UMA EMPRESA

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA NEGOCIAR UMA EMPRESA TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA NEGOCIAR UMA EMPRESA Introdução...03 SUMÁRIO O que preciso saber antes de negociar?...05 Cuidados com a negociação...09 4 dicas para negociar uma empresa... 13 Regras

Leia mais

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS OBJETIVOS Melhorar a autoeficácia da competência comunicativa nas relações interpessoais, o que irá propiciar o autoconhecimento de sua forma de comunicar-se com o outro e do desenvolvimento de sua habilidade

Leia mais

Passo a Passo da Venda de MÓVEIS PLANEJADOS

Passo a Passo da Venda de MÓVEIS PLANEJADOS Passo a Passo da Venda de MÓVEIS PLANEJADOS Instrutor/Orientador Sigmar Sabin www. sigmarsabin.com.br comercial@ sigmarsabin.com.br 41.99666.8183 Whats APOIO Gandara Representações Realização Parabéns!!!

Leia mais

MENSAGENS PARA A. Mente Próspera

MENSAGENS PARA A. Mente Próspera MENSAGENS PARA A Mente Próspera Mensagens_final.indd 1 20/06/13 Revisão de Texto: Flávia Portellada Diagramação: Julio Portellada Foto do autor: Romildo da Silveira Dados Internacionais de Catalogação

Leia mais

Introdução. Mas o que é um conflito?

Introdução. Mas o que é um conflito? UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA FACULDADE DE ENFERMAGEM DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM BÁSICA DISCIPLINA ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM II 2º Semestre de 2013 GERENCIA DE CONFLITOS E NEGOCIAÇÃO EM ENFERMAGEM

Leia mais

BASES PARA ABORDAGEM DO FUMANTE

BASES PARA ABORDAGEM DO FUMANTE BASES PARA ABORDAGEM DO FUMANTE Ministério da Saúde - MS Instituto Nacional de Câncer - INCA Coordenação de Prevenção e Vigilância - Conprev Divisão de Programas de Controle do Tabagismo e outros Fatores

Leia mais