CONTADOR CONFIRA AQUI SE VOCÊ PRECISA CUMPRIR A NORMA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUADA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONTADOR CONFIRA AQUI SE VOCÊ PRECISA CUMPRIR A NORMA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUADA"

Transcrição

1 CONTADOR CONFIRA AQUI SE VOCÊ PRECISA CUMPRIR A NORMA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUADA A Educação Profissional Continuada (EPC) é um programa de excelência do Conselho Federal de Contabilidade, que tem como grande objetivo garantir a qualificação técnica dos profissionais de contabilidade. Com a implantação da contabilidade internacional, o profissional contábil ganhou um novo status, e para tanto precisa corresponder a estas expectativas, mantendo-se sempre atualizado e renovando seus conhecimentos a cada ano. A EPC gradativamente irá incluir novas categorias de profissionais, e na expectativa do CFC, até 2019 todos os contadores passam a participar do programa. Este e-book traz todas as informações do programa e a forma correta de cumprí-lo. A primeira grande dúvida é em relação a obrigatoriedade, e em seguida a forma de entregar a pontuação. Esperamos com este material apoiar toda a classe contábil, e se ainda assim persistirem as dúvidas, estou à disposição de vocês representando a IOB nas questões ligadas ao programa. Viviane Silva Gerente de Educação da Sage Grande admiradora do trabalho de todos os contadores! Neste você consegue sempre contato comigo:

2 VAMOS ENTENDER QUEM ESTÁ OBRIGADO? Elaboramos um check-list prático para ajudá-lo (a) a identificar se você possui os requisitos para obrigatoriedade Check list prático para atendimento de requisitos da EPC Para saber se o profissional está obrigado ao cumprimento da EPC, deve cumprir alguns requisitos: Critérios ligados a atividades do profissional contábil Critérios ligados a empresa em que o profissional atua 1º Ponto: Você é profissional contábil com CRC? 2º Possui registro de Auditor Independente com CNAI 3º Possui registro de Perito Contábil inscrito no CNPC Sua empresa é considerada de grande porte pela Lei /07 Sua empresa está sujeita a auditoria independente pela CVM, BCB, SUSEP ou PREVIC E OS ESCRITÓRIOS DE CONTABILIDADE? Existem algumas possibilidades de obrigatoriedade para contadores que atuam em: 1 Se o Contador for inscrito no cadastro de Auditores CNAI, mesmo que não exerça a atividade de auditor independente. 2 Prepara Balanço de empresas de grande porte, ou reguladas pelo BCB, SUSEP, PREVIC ou BACEN 3 Que tenham, em seu objeto social, atividade de auditoria.

3 COMO CONQUISTAR A PONTUAÇÃO? Agora que você já sabe se está obrigado a entregar a pontuação neste ano, vamos ajudá-lo a entender como adquirir estes pontos Quais atividades valem pontos? SÃO 40 PONTOS POR ANO CADA HORA DE TREINAMENTO EQUIVALE A 1 PONTO, OU SEJA, NO MÍNIMO VOCÊ TERÁ DE REALIZAR 40 HORAS DE ATIVIDADES.! Atenção! Estes treinamentos devem ser realizados em capacitadoras credenciadas pelo CRC. Antes de realizar qualquer treinamento peça o certificado de regularidade à empresa para que você constate que ela realmente está com o registro ativo.

4 CERTIFICADO DE CAPACITADORA DA IOB

5 ATIVIDADES PARA AQUISIÇÃO DE PONTOS São válidos para pontuação: Cursos Treinamentos Reuniões técnicas Palestras presenciais ou à distância Conferem 1 ponto para cada hora Cursos de pós-graduação em disciplinas relacionadas ao Progama de Educação Continuada Conferem 10 pontos por disciplina Eventos Conferências Seminários Fóruns Encontros Debates Conferem 1 ponto para cada hora! Atenção! Limitado a 20 pontos

6 CATEGORIAS DE CONTADORES Além de verificar se a capacitadora é credenciada, o profissional deve verificar em qual categoria de contadores ele está enquadrado: As categorias são: PROGP: cursos credenciados nesta categoria valem pontos para diretores, gerentes, líderes em geral da contabilidade, profissionais que preparam e assinam balanço de empresas consideradas de grande porte. CMN: cursos credenciados na categoria, Conselho monetário nacional, são validos apenas para contadores e auditores que trabalham em Instituições Financeiras reguladas pelo Banco Central do Brasil. Susep: os cursos credenciados nesta categoria são validos apenas para contadores e auditores que trabalham em sociedades de seguro reguladas pela Susep. QTG: a categoria Qualificação técnica geral é a mais antiga de todas, pois é voltada para auditores independentes com CNAI ou contadores registrados no Comissão de Valores Imobiliários. Dica Participe de treinamentos que conferem pontuação na categoria em que você está enquadrado. E COMO COMPROVAR A AQUISIÇÃO DE CONHECIMENTO? Contador já está acostumado, não basta só pagar o tributo, tem que provar que pagou. Tal qual a obrigação principal e acessória, a EPC também exige a entrega de um relatório anual comprovando a participação nos treinamentos, ou das outras atividades credenciadas. O que entregar: Relatório de atividades Como? Impresso no CRC de sua jurisdição ou no sistema online do próprio CRC Importante! Guarde todos os seus certificados, pois em caso de fiscalização eles serão exigidos Dica O CRC pode realizar a fiscalização por um período de 5 anos, portanto, ao escolher a capacitadora onde você vai realizar seu curso, escolha empresas sólidas, tradicionais e que já estão no Mercado há um bom tempo.

7 MODELO DO RELATÓRIO DE ATIVIDADES OUTRAS ATIVIDADES PARA AQUISIÇÃO DE PONTOS Além de treinamentos, existem outras formas de aquisição de conhecimento que também conferem pontos: CFC CRC FBC Docência em cursos de graduação, pós-graduação e em eventos credenciados Participação em comissões técnicas do CFC, CRC, FBC, Orientação de tese, dissertação, monografia ou participação em bancas Produção intelectual: produção de artigos, autoria de livros

8 O QUE ACONTECE COM OS PROFISSIONAIS QUE NÃO CUMPRIREM A NORMA? O descumprimento das disposições desta norma pelos profissionais, inclusive a entrega do relatório com a comprovação da pontuação mínima fora do prazo estabelecido, constitui infração às normas profissionais de Contabilidade e ao Código de Ética Profissional do Contador, a ser apurada em regular processo administrativo no âmbito do respectivo CRC. Para a categoria de auditores com registro do CNAI, já está definido que o não cumprimento da norma acarreta na baixa do respectivo CNAI E COMO PODEMOS AJUDÁ-LO? A IOB é capacitadora credenciada desde 2008 e possui vasta experiência em atendimento das normas do EPC. SÃO MAIS DE 84 CURSOS CREDENCIADOS CREDENCIADOS NAS CATEGORIAS PROGP SUSEP CMN QTG NOS FORMATOS PRESENCIAL A DISTÂNCIA IN COMPANY Temos em nossa equipe, uma equipe de profissionais Contábeis exclusivos, e responsáveis pelo credenciamento dos cursos, busca de bibliografia, e lançamento de pontos para nossos alunos.

9 A IOB Educação é capacitadora credenciada do CRC e tem um plano especial para que você cumpra a pontuação exigida pelo Conselho na Educação Profissional Continuada (EPC). CFC Capacitadora Cre denciada PREMIUM MASTER PLENO 40 Pontos no Programa de Educação Continuada R R R Todo Portfólio de Cursos Credenciados R R R Todos os Eventos, Seminários, Conferências e Congressos R Entrega do Relatório de Atividades R R R Vagas Reservadas e Garantidas R Remarcação de Aulas Perdidas R R 2º Via de Documentação R Livros de Contabilidade conforme bibliografia R R Agenda IOB 2017 Credencial para o Master Class IFRS 2018 R R CONFIRA NOSSOS PRINCIPAIS TREINAMENTOS! 1 Demonstrações Contábeis para Preparadores de Balanço 40 PONTOS 2 3 Imersão em IFRS e Pronunciamentos Técnicos CPC (Especialização Técnica em Normas Internacionais e Brasileiras de Contabilidade (Teoria e Prática) 40 PONTOS Capacitação em IFRS - Normas Internacionais de Contabilidade (Preparação para Certificação Internacional Financial Reporting CERTFR) 32 PONTOS 4 Estruturação, Preparação e Apresentação do Balanço (Com Foco em Preparadores de Balanço) 5 Análise das Demonstrações Contábeis (com Foco em Preparadores de Balanço) A lista completa está disponível em:

10 OBRIGADO

EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUADA NO BRASIL NBC PG 12(R2)

EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUADA NO BRASIL NBC PG 12(R2) EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUADA NO BRASIL NBC PG 12(R2) Contador Nelson Zafra Vice-presidente de Desenvolvimento Profissional do Conselho Federal de Contabilidade 05/06/2017 INFORMAÇÕES SOBRE OS PRINCIPAIS

Leia mais

3) Quais as diretrizes do Programa de Educação Profissional Continuada (PEPC)?

3) Quais as diretrizes do Programa de Educação Profissional Continuada (PEPC)? 1) O que é a Educação Profissional Continuada (EPC)? A EPC existe desde 2003 e era obrigatória para os auditores registrados no Cadastro Nacional de Auditores Independentes (CNAI) e para os que atuam no

Leia mais

Educação Profissional Continuada. Valorização Profissional

Educação Profissional Continuada. Valorização Profissional Educação Profissional Continuada Valorização Profissional Evolução Necessidade do Mercado Regulamentação Alinhamento às Normas Internacionais Profissional Qualidade 1 QUEM DEVE CUMPRIR A NORMA 2015 Inscritos

Leia mais

IX ENCONTRO DE AUDITORES E PERITOS DO ESPÍRITO SANTO !!! CRC-ES. Vitória, ago/2014

IX ENCONTRO DE AUDITORES E PERITOS DO ESPÍRITO SANTO !!! CRC-ES. Vitória, ago/2014 IX ENCONTRO DE AUDITORES E PERITOS DO ESPÍRITO SANTO CRC-ES Vitória, ago/2014 1 NORMA BRASILEIRA DE CONTABILIDADE - NBC PA 13 Dispõe sobre o Exame de Qualificação Técnica para Registro no Cadastro Nacional

Leia mais

Treinamentos do Programa de Educação Profissional Continuada do CRC

Treinamentos do Programa de Educação Profissional Continuada do CRC Treinamentos do Programa de Educação Profissional Continuada do CRC Temas Ativos 2017 Pontuação Geral Categoria(s) Pontuadas(s) ÁREA CONTÁBIL 1 Análise das Demonstrações Contábeis (Com Foco em Preparadores

Leia mais

3) Quais as diretrizes do Programa de Educação Profissional Continuada (PEPC)?

3) Quais as diretrizes do Programa de Educação Profissional Continuada (PEPC)? 1) O que é a Educação Profissional Continuada (EPC)? A EPC existe desde 2003 e era obrigatória para os auditores registrados no Cadastro Nacional de Auditores Independentes (CNAI) e para os que atuam no

Leia mais

EDUCAÇÃO CONTINUADA: REGRAS, LEGISLAÇÃO E APLICABILIDADE AOS PROFISSIONAIS DE CONTABILIDADE. Marisa Luciana Schvabe de Morais, Msc.

EDUCAÇÃO CONTINUADA: REGRAS, LEGISLAÇÃO E APLICABILIDADE AOS PROFISSIONAIS DE CONTABILIDADE. Marisa Luciana Schvabe de Morais, Msc. EDUCAÇÃO CONTINUADA: REGRAS, LEGISLAÇÃO E APLICABILIDADE AOS PROFISSIONAIS DE CONTABILIDADE Marisa Luciana Schvabe de Morais, Msc. EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUADA NORMAS EPC EM OUTROS PAÍSES (EXEMPLOS)

Leia mais

Programa de Educação Profissional Continuada PERGUNTAS E RESPOSTAS NBC PG 12 (R2) EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUADA

Programa de Educação Profissional Continuada PERGUNTAS E RESPOSTAS NBC PG 12 (R2) EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUADA PERGUNTAS E RESPOSTAS NBC PG 12 (R2) EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUADA O objetivo dessas perguntas e respostas é dar maior orientação sobre a aplicação prática da NBC PG 12. Porém, não substitui a leitura

Leia mais

PORTARIA CRCES Nº 43, DE 03 DE AGOSTO DE 2017.

PORTARIA CRCES Nº 43, DE 03 DE AGOSTO DE 2017. PORTARIA CRCES Nº 43, DE 03 DE AGOSTO DE 2017. Estabelece Procedimentos e Fornece Orientações para a Aplicação da NBC PG 12 (R2), que trata do Programa de Educação Profissional Continuada. O PRESIDENTE

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais;

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais; RESOLUÇÃO CFC n.º 1.146/08 Aprova a nova redação da NBC P 4 Educação Profissional Continuada. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais; CONSIDERANDO que

Leia mais

O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, Resolução CFC n.º 1.109/07 Dispõe sobre a NBC P 5 Norma sobre o Exame de Qualificação Técnica para Registro no Cadastro Nacional de Auditores Independentes (CNAI) do Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

Leia mais

Aprova a nova redação da NBC PA 12 Educação Profissional Continuada.

Aprova a nova redação da NBC PA 12 Educação Profissional Continuada. RESOLUÇÃO CFC Nº 1.377, DE 08.12.2011 Aprova a nova redação da NBC PA 12 Educação Profissional Continuada. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais e com

Leia mais

CONSIDERANDO a necessidade de alteração e adequação do Programa de Educação Profissional Continuada às novas diretrizes técnicas,

CONSIDERANDO a necessidade de alteração e adequação do Programa de Educação Profissional Continuada às novas diretrizes técnicas, RESOLUÇÃO CFC n.º 1.377/11 Aprova a nova redação da NBC PA 12 Educação Profissional Continuada. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais e com fundamento

Leia mais

Resolução CFC nº 1.109/07. O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

Resolução CFC nº 1.109/07. O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, NOTA - A Resolução CFC n.º 1.329/11 alterou a sigla e a numeração desta Norma de NBC P 5 para NBC PA 13. Resolução CFC nº 1.109/07 Dispõe sobre a NBC PA 13 Norma sobre o Exame de Qualificação Técnica para

Leia mais

Entidades de Fiscalização do Exercício das Profissões Liberais CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE

Entidades de Fiscalização do Exercício das Profissões Liberais CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE Entidades de Fiscalização do Exercício das Profissões Liberais CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE Resolução CFC nº 1.018/05 Aprova a NBC P 5 Norma sobre o Exame de Qualificação Técnica para Registro no

Leia mais

NBC PG 12 (R2) EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUADA

NBC PG 12 (R2) EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUADA NBC PG 12 (R2) EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUADA A letra R mais o número que identifica sua alteração (R1, R2, R3,...) foram adicionados à sigla da norma para identificarem o número da consolidação e facilitarem

Leia mais

SEMINÁRIO APIMEC / CRC. SEMINÁRIO APIMEC / CRC Painel 2: IFRS na Visão dos Profissionais 14/11/2012

SEMINÁRIO APIMEC / CRC. SEMINÁRIO APIMEC / CRC Painel 2: IFRS na Visão dos Profissionais 14/11/2012 SEMINÁRIO APIMEC / CRC SEMINÁRIO APIMEC / CRC Painel 2: IFRS na Visão dos Profissionais 14/11/2012 1 Agenda Contextualização Banco Bradesco S.A. Bases Normativas Bacen GAAP e IFRS Principais Desafios e

Leia mais

CAPACITADORA: ACADEMIA NORTE-RIO-GRANDENSE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

CAPACITADORA: ACADEMIA NORTE-RIO-GRANDENSE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS CAPACITADORA: ACADEMIA NORTE-RIO-GRANDENSE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS EVENTO II SIMPÓSIO DE CONVERGÊNCIA CONTÁBIL - SCC TEMA: NORMAS INTERNACIONAIS DE CONTABILIDADE (NBC-TG-01, NBC-TG-04 E NBC-TG-18) IFRS APLICADAS

Leia mais

Decreto-Lei n.º 9.295/46 Dispõe sobre a Lei de Regência da profissão Contábil.

Decreto-Lei n.º 9.295/46 Dispõe sobre a Lei de Regência da profissão Contábil. Decreto-Lei n.º 9.295/46 Dispõe sobre a Lei de Regência da profissão Contábil. Do Decreto-Lei 9.295/46 a Lei 12.249/10 Legitimidade para criar normas contábeis Educação Profissional Continuada Cassação

Leia mais

Imersão em CPC / IFRS e os seus Impactos Tributários

Imersão em CPC / IFRS e os seus Impactos Tributários Imersão em CPC / IFRS e os seus Impactos Tributários (Lei n 12.973/14) Este curso de 2 dias dará ao participante 16 horas de créditos para fins de EPC: Código CFC: SP07969 QTG: 16 CMN: 16 SUSEP: 16 23

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC nº 1.074/06 Dá nova redação à NBC P 4 Norma para a Educação Profissional Continuada. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO

Leia mais

CONSELHO CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE ANEXO I

CONSELHO CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE ANEXO I ANEXO I DETALHAMENTO DO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO APLICÁVEL À PROVA DE QUALIFICAÇÃO TÉCNICA GERAL 9º EXAME DE QUALIFICAÇÃO TÉCNICA 1. LEGISLAÇÃO E ÉTICA PROFISSIONAL. a) A LEGISLAÇÃO SOBRE A ÉTICA PROFISSIONAL

Leia mais

FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO PROFISSIONAL. FISCALIZAÇÃO DAS ORGANIZAÇÕES CONTÁBEIS (inclusive empresas de auditoria)

FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO PROFISSIONAL. FISCALIZAÇÃO DAS ORGANIZAÇÕES CONTÁBEIS (inclusive empresas de auditoria) FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO PROFISSIONAL FISCALIZAÇÃO DAS ORGANIZAÇÕES CONTÁBEIS (inclusive empresas de auditoria) Das ações desenvolvidas destacaram-se a fiscalização das organizações contábeis, das empresas

Leia mais

NOVAS REGRAS PARA A PERÍCIA E O PERITO

NOVAS REGRAS PARA A PERÍCIA E O PERITO NOVAS REGRAS PARA A PERÍCIA E O PERITO Novo CPC mar/16 Cadastro de Peritos Art. 156. CPC 1º Os peritos serão nomeados entre os profissionais legalmente habilitados e os órgãos técnicos ou científicos devidamente

Leia mais

CONSELHO CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE ANEXO I

CONSELHO CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE ANEXO I ANEXO I DETALHAMENTO DO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PARA A PROVA DE QUALIFICAÇÃO TÉCNICA GERAL 7º EXAME DE QUALIFICAÇÃO TÉCNICA 1. LEGISLAÇÃO E ÉTICA PROFISSIONAL a) A LEGISLAÇÃO SOBRE A ÉTICA PROFISSIONAL RESOLUÇÃO

Leia mais

Sistema de Informação Abrasca às Companhias Abertas

Sistema de Informação Abrasca às Companhias Abertas Sistema de Informação Abrasca às Companhias Abertas NESTA EDIÇÃO CFC aprova nova norma de educação profissional continuada, pág. 2 Abrasca se torna capacitadora certificada pelo Conselho Federal de Contabilidade

Leia mais

NBC PG 12 (R1) EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUADA

NBC PG 12 (R1) EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUADA NBC PG 12 (R1) EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUADA A letra R mais o número que identifica sua alteração (R1, R2, R3,...) foram adicionados à sigla da norma para identificarem o número da consolidação e facilitarem

Leia mais

NORMAS INTERNACIONAIS E CPC S - APLICABILIDADE PARA PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR FECHADA NO BRASIL E RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES - RAI

NORMAS INTERNACIONAIS E CPC S - APLICABILIDADE PARA PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR FECHADA NO BRASIL E RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES - RAI NORMAS INTERNACIONAIS E CPC S - APLICABILIDADE PARA PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR FECHADA NO BRASIL E RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES - RAI Paulo Macêdo Coordenador de Orientação de Contabilidade COC/CGAC

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES. (Mínimo de 400 horas) GRUPO I - Atividades de pesquisa, produção científica e acadêmicas

ATIVIDADES COMPLEMENTARES. (Mínimo de 400 horas) GRUPO I - Atividades de pesquisa, produção científica e acadêmicas Núcleo de Prática Jurídica do Centro Universitário Autônomo do Brasil UniBrasil PORTARIA 03/2017 ANEXO I ATIVIDADES COMPLEMENTARES Horas ( de 400 horas) GRUPO I - Atividades de pesquisa, produção científica

Leia mais

Comunicação com o mercado, o IFRS e a regulação. IFRS Board Class 1

Comunicação com o mercado, o IFRS e a regulação. IFRS Board Class 1 Comunicação com o mercado, o IFRS e a regulação IFRS Board Class 1 Comunicação com o mercado Empresa Investidores e analistas Relatório da administração Medições não contábeis Info trimestral Demonstrações

Leia mais

Manual de Educação Continuada para

Manual de Educação Continuada para 1. INTRODUÇÃO O CCI, para manter a sua certificação, deverá submeter-se ao Programa de Educação Continuada para os Conselheiros Certificados IBGC. O Instituto, reconhecendo que a atividade de conselheiro

Leia mais

Guia de Utilização do Produto

Guia de Utilização do Produto Guia de Utilização do Produto www.ocf.iob.com.br Login: faça o login com seu código de usuário ou e-mail, digite sua senha e clique em Ok. IOB Orientador Contábil Fiscal Online, o melhor provedor de conteúdo

Leia mais

A EMPRESA.

A EMPRESA. A EMPRESA A Redial nasceu com o objetivo de oferecer soluções contábeis de um modo diferente, buscando realizar os serviços de forma tecnológica, célere, transparente e customizados de acordo com as necessidades

Leia mais

Grade Curricular. Disciplinas a serem cursadas por fases

Grade Curricular. Disciplinas a serem cursadas por fases UFSC Universidade Federal de Santa Catarina CSE Centro Sócio-Econômico CCN Departamento de Ciências Contábeis Curso de Graduação em Ciências Contábeis Grade Curricular Disciplinas a serem cursadas por

Leia mais

Auditoria Operacional e Contábil Prof. André Corrêa

Auditoria Operacional e Contábil Prof. André Corrêa Diretoria de Educação Continuada MBA - GESTÃO FINANCEIRA Auditoria Operacional e Contábil Prof. André Corrêa PRINCIPAIS OBJETIVOS DESTA AULA: 1. Estudar as normas de auditoria, sendo elas: profissionais,

Leia mais

1. DO OBJETO: 2. DA SOLUÇÃO:

1. DO OBJETO: 2. DA SOLUÇÃO: CHAMADA PÚBLICA 37/2016 ALINHAMENTO TÉCNICO INSTITUCIONAL A Gerência de Soluções do SEBRAE/RS convida as empresas credenciadas para prestação de serviços de instrutoria e consultoria, através do Edital

Leia mais

NOVOS PROCEDIMENTOS DO PERITO E DA PERÍCIA DIANTE DO CFC E DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.

NOVOS PROCEDIMENTOS DO PERITO E DA PERÍCIA DIANTE DO CFC E DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. NOVOS PROCEDIMENTOS DO PERITO E DA PERÍCIA DIANTE DO CFC E DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. 18 de maio de 2016 2 Currículo Contador, Especialista em Perícia contábil, Mestre e Doutorando em Direito Pela

Leia mais

Entidades de Fiscalização do Exercício das Profissões Liberais CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE

Entidades de Fiscalização do Exercício das Profissões Liberais CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE Entidades de Fiscalização do Exercício das Profissões Liberais CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE Resolução CFC nº 1.020/05 Aprova a NBC T 2.8 Das Formalidades da Escrituração Contábil em Forma Eletrônica

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO DOCENTE

EDITAL PROCESSO SELETIVO DOCENTE EDITAL PROCESSO SELETIVO DOCENTE 2017.2 A FVC - Fundação Visconde de Cairu, informa a abertura das inscrições para o processo seletivo docente 2017.2. O processo seletivo será feito de acordo com as seguintes

Leia mais

NORMAS INTERNACIONAIS DE CONTABILIDADE PARA AS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

NORMAS INTERNACIONAIS DE CONTABILIDADE PARA AS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS NORMAS INTERNACIONAIS DE CONTABILIDADE PARA AS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS Antônio Carlos Palácios Vice Presidente Técnico CRCRS O tema no contexto da CONVERGÊNCIA das Normas Contábeis A CRONOLOGIA DA CONVERGÊNCIA

Leia mais

Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em AUDITORIA AMBIENTAL

Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em AUDITORIA AMBIENTAL ÁREAS DO CONHECIMENTO Gestão e meio ambiente NOME DO CURSO Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em AUDITORIA AMBIENTAL AMPARO LEGAL E PORTARIA DO MEC O curso atende todas as exigências da

Leia mais

Idésio Coelho, presidente do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon)

Idésio Coelho, presidente do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon) REVISTA BRASILEIRA DE CONTABILIDADE 7 ENTREVISTA Idésio Coelho, presidente do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon) Por Maristela Girotto A Diretoria Nacional do Ibracon passou a ser

Leia mais

Oficina Técnica. Adoção Inicial das Novas Normas Contábeis. Setembro Elaborado por: Paulo César Raimundo Peppe

Oficina Técnica. Adoção Inicial das Novas Normas Contábeis. Setembro Elaborado por: Paulo César Raimundo Peppe Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

Programa Escola de Gestores Apresentação

Programa Escola de Gestores Apresentação Programa Escola de Gestores Apresentação PRODEGESP PPGAU APRESENTAÇÃO - A Escola de Gestores É um Programa de Capacitação vinculado a Linha de Gestão promovido pela PRODEGESP, por meio: Departamento de

Leia mais

Profissional Contábil e capacitação. José Joaquim Boarin

Profissional Contábil e capacitação. José Joaquim Boarin Profissional Contábil e capacitação José Joaquim Boarin O SISTEMA CFC/CRCS É REGIDO PELO DECRETO-LEI Nº 9.295/46, DE 27 DE MAIO DE 1946, QUE REGULAMENTOU O EXERCÍCIO DO PROFISSIONAL DA CONTABILIDADE. ALTERAÇÕES

Leia mais

IFRS International Financial Reporting Standards: as novas Práticas Contábeis e a Solução ERP Radar Empresarial.

IFRS International Financial Reporting Standards: as novas Práticas Contábeis e a Solução ERP Radar Empresarial. IFRS International Financial Reporting Standards: as novas Práticas Contábeis e a Solução ERP Radar Empresarial. O que é o IFRS? IFRS International Financial Reporting Standards São Normas Internacionais

Leia mais

CONTABILIDADE INTERNACIONAL

CONTABILIDADE INTERNACIONAL Apresentação da disciplina de CONTABILIDADE INTERNACIONAL UNIDADE IV Profa. Ms. Valquiria Pinheiro de Souza MBA CONTROLADORIA E FINANÇAS CONTABILIDADE INTERNACIONAL Os principais organismos normatizadores

Leia mais

Criando Conhecimento e Desenvolvendo Competências ESCOLA DE GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL

Criando Conhecimento e Desenvolvendo Competências ESCOLA DE GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL Criando Conhecimento e Desenvolvendo Competências ESCOLA DE GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL Plano de Trabalho 2013 PALAVRA DO PRESIDENTE Desde 2007, os municípios de Santa Catarina contam com a Escola de Gestão

Leia mais

Oficina Técnica. Adoção Inicial das Novas Normas Contábeis. Setembro Elaborado por: Walter Luiz Quaglio

Oficina Técnica. Adoção Inicial das Novas Normas Contábeis. Setembro Elaborado por: Walter Luiz Quaglio Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

XVII Congresso Nacional de Administração e Contabilidade - AdCont e 29 de outubro de Rio de Janeiro, RJ

XVII Congresso Nacional de Administração e Contabilidade - AdCont e 29 de outubro de Rio de Janeiro, RJ Percepção dos Auditores Independentes quanto à efetividade da Capacitação realizada para o Cumprimento da Norma Brasileira de Contabilidade de Educação Profissional Continuada Marisa Luciana Schvabe de

Leia mais

Treinamento para o Setor Público é na casp online!

Treinamento para o Setor Público é na casp online! S DE ATUAÇÃO: - Contabilidade Aplicada ao Setor Público - Administração Financeira e Orçamentária (Patrimônio, Almoxarifado e Custos) Legislativo Saúde Tributário Fiscal Comunicação O objetivo da Online

Leia mais

05, 06 e 07de dezembro de Inscrições abertas Vagas limitadas

05, 06 e 07de dezembro de Inscrições abertas Vagas limitadas 05, 06 e 07de dezembro de 2017 Inscrições abertas Vagas limitadas Objetivo Capacitar profissionais para terem condições básicas de analisar as demonstrações financeiras de uma empresa, bem como introduzir

Leia mais

Disciplina Auditoria Concurso para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil

Disciplina Auditoria Concurso para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil Disciplina Auditoria Concurso para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil Estimados amigos concurseiros! É sabido que foi publicado o Edital ESAF n. 24, de 06 de julho de 2012 para o concurso para

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE PROPOSTA TRABALHOS DE PROCEDIMENTOS PREVIAMENTE ACORDADOS NBC TSC 4400

SOLICITAÇÃO DE PROPOSTA TRABALHOS DE PROCEDIMENTOS PREVIAMENTE ACORDADOS NBC TSC 4400 SOLICITAÇÃO DE PROPOSTA TRABALHOS DE PROCEDIMENTOS PREVIAMENTE ACORDADOS NBC TSC 4400 1. OBJETO Contratação de empresa de auditoria independente para prestação de serviços de trabalhos de procedimentos

Leia mais

SOMAR S.A INDÚSTRIAS MECÂNICAS

SOMAR S.A INDÚSTRIAS MECÂNICAS Laudo de Avaliação Patrimonial sobre as Demonstrações Financeiras elaboradas para a data base de 30 de novembro de 2009 Laudo de Avaliação Patrimonial sobre as Demonstrações Financeiras Elaboradas na Data

Leia mais

PROCESSO Nº: 0801055-94.2014.4.05.8500 - APELAÇÃO APELANTE: CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE

PROCESSO Nº: 0801055-94.2014.4.05.8500 - APELAÇÃO APELANTE: CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE PROCESSO Nº: 0801055-94.2014.4.05.8500 - APELAÇÃO RELATÓRIO O Senhor DESEMBARGADOR FEDERAL CONVOCADO GUSTAVO DE PAIVA GADELHA: Cuida-se de apelação da sentença que julgou procedentes os pedidos autorias,

Leia mais

Gostaríamos de dar algumas dicas para que você possa aproveitar melhor este mini simulado:

Gostaríamos de dar algumas dicas para que você possa aproveitar melhor este mini simulado: 1 MINI-SIMULADO GRATUITO PARA O EXAME DE SUFICIÊNCIA Olá, meus amigos. Nós, professores Julio Cardozo, Luciano Rosa e Gabriel Rabelo, preparamos este mini simulado para vocês, visando a preparação para

Leia mais

Teoria da Contabilidade. Prof. Joaquim Mario de Paula Pinto Junior 1

Teoria da Contabilidade. Prof. Joaquim Mario de Paula Pinto Junior 1 Teoria da Contabilidade Prof. Joaquim Mario de Paula Pinto Junior 1 O QUE VEREMOS A SEGUIR: Normas Brasileiras de Contabilidade sobre escrituração contábil; NBC T 2.1 Das Formalidades da Escrituração Contábil;

Leia mais

Papel do Atuário na Gestão de Negócios Gláucia Carvalho Superintendente Atuarial ENA

Papel do Atuário na Gestão de Negócios Gláucia Carvalho Superintendente Atuarial ENA Papel do Atuário na Gestão de Negócios Gláucia Carvalho Superintendente Atuarial ENA - 2015 AGENDA 2 COMO SOMOS VISTOS? NECESSIDADE DE INTEGRAÇÃO: MACROPROCESSOS E A ÁREA ATUARIAL NOSSO CONTEXTO: DIVULGAÇÃO

Leia mais

NORMATIVA INTERNA FAC/MG N 009

NORMATIVA INTERNA FAC/MG N 009 NORMATIVA INTERNA FAC/MG N 009 ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE TECNOLOGIAS DA FACULDADE ADJETIVO - CETEP Este documento contém as informações necessárias para que os alunos da Faculdade Adjetivo

Leia mais

The Institute of Internal Auditors IIA BRASIL

The Institute of Internal Auditors IIA BRASIL The Institute of Internal Auditors IIA BRASIL Certificações Internacionais CONTINUING PROFESSIONAL EDUCATION - CPE 1 Diretriz Administrativa de Requisitos de Educação Profissional Continuada nº 4: 2011

Leia mais

Companhia de Fiação e Tecidos Cedronorte

Companhia de Fiação e Tecidos Cedronorte Companhia de Fiação e Tecidos Cedronorte Laudo de Avaliação do Patrimônio Líquido apurado por meios dos livros contábeis em 28 de fevereiro de 2014 Deloitte Touche Tohmatsu Auditores independentes Deloitte

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina CIC322 Contabilidade de Instituições Financeiras

Programa Analítico de Disciplina CIC322 Contabilidade de Instituições Financeiras 0 Programa Analítico de Disciplina CIC3 Contabilidade de Instituições Financeiras Campus Rio Paranaíba - Campus Rio Paranaíba Número de créditos: 4 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga

Leia mais

FCONT. Geração do Arquivo

FCONT. Geração do Arquivo 1 FCONT Geração do Arquivo 2 Sumário 1. Geração do arquivo FCONT:... 3 1.1. Blocos do arquivo de importação do FCONT:... 3 1.2. Descrição das informações referentes aos registros:... 3 1.3. Exemplo de

Leia mais

4 NORMAS DE AUDITORIA

4 NORMAS DE AUDITORIA 4.10 Quadro de normas de contabilidade/auditoria/perícia e profissional A relação abaixo foi extraída do livro eletrônico publicado pelo CFC cujo título é: Princípios Fundamentais e Normas Brasileiras

Leia mais

HEALTH WEALTH CAREER PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EM PREVIDÊNCIA

HEALTH WEALTH CAREER PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EM PREVIDÊNCIA HEALTH WEALTH CAREER PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EM PREVIDÊNCIA 2017 QUEM SOMOS O programa de Desenvolvimento em Previdência conta com os mais de 30 anos de expertise da Mercer para promover treinamentos

Leia mais

Laudo de avaliação do patrimônio líquido da AES Rio PCH Ltda. apurado por meio dos livros contábeis Companhia Brasiliana de Energia

Laudo de avaliação do patrimônio líquido da AES Rio PCH Ltda. apurado por meio dos livros contábeis Companhia Brasiliana de Energia Laudo de avaliação do patrimônio líquido da AES Rio PCH Ltda. apurado por meio dos livros contábeis Companhia Brasiliana de Energia Condomínio São Luiz Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 1830 Torre I

Leia mais

CENTRAL DE BALANÇOS PEDRO ONOFRE FERNANDES. abril de 2010 AUDITOR-FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL. Sistema Público de Escrituração Digital

CENTRAL DE BALANÇOS PEDRO ONOFRE FERNANDES. abril de 2010 AUDITOR-FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL. Sistema Público de Escrituração Digital CENTRAL DE BALANÇOS abril de 2010 PEDRO ONOFRE FERNANDES AUDITOR-FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL SUMÁRIO Sistema Público de Escrituração Digital SPED Objetivo Premissas Abrangência Central de Balanços

Leia mais

FAQ - Credenciamento de Aposentados

FAQ - Credenciamento de Aposentados FAQ - Credenciamento de Aposentados Orientação para acesso a crédito - "Rede Sênior" Período: De 1º de fevereiro a 15 de fevereiro de 2017 1. O que é o Edital de credenciamento de aposentados Orientação

Leia mais

Relatório de Diárias e Passagens

Relatório de Diárias e Passagens Portal da Transparência CRC SP Relatório de Diárias e Passagens - 2014 APOIO DIDÁTICO PARA PADRONIZAÇÃO DE APOSTILAS E METODOLOGIA DESPESAS C/ DIARIAS E PASSAGENS DE COLABORADORES R$ 1.210,00 R$ 4.986,00

Leia mais

PEPC 2016 CAPACITADORA: 100 % AUDIT (PE-00028) CONTATO: EPC Auditores QTG BCB SUSEP. EPC Responsável Técnico.

PEPC 2016 CAPACITADORA: 100 % AUDIT (PE-00028) CONTATO: EPC Auditores QTG BCB SUSEP. EPC Responsável Técnico. CAPACITADORA: 100 % AUDIT (PE-00028) CONTATO: 3242-2406 COACH CONTÁBIL PE-01023 40h 40 40 40 0 CAPACITADORA: 4M TREINAMENTOS EMPRESARIAIS E ASESSORIA (PE-00022) CONTATO: 3465.7495 CREDITOS PIS/PASEP E

Leia mais

Prova de Auditoria ISS-Juiz de Fora comentada gabarito preliminar.

Prova de Auditoria ISS-Juiz de Fora comentada gabarito preliminar. Prova de Auditoria ISS-Juiz de Fora comentada gabarito preliminar. Olá pessoal! Seguem comentários da prova de Auditoria ISS-Juiz de Fora, aplicada em 28/08, pela banca AOCP. Espero que tenham feito uma

Leia mais

Edital DGEP nº 17/2016, de 25 de abril de 2016

Edital DGEP nº 17/2016, de 25 de abril de 2016 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIRETORIA DE GESTÃO DE PESSOAS PROCESSO SELETIVO DE INSTRUTORES INTERNOS PARA AÇÕES DE CAPACITAÇÃO

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O PROCESSO SELETIVO DE SERVIDORES MULTIPLICADORES

INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O PROCESSO SELETIVO DE SERVIDORES MULTIPLICADORES INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O PROCESSO SELETIVO DE SERVIDORES MULTIPLICADORES 1 - DAS INSCRIÇÕES 1.1 Poderão participar do presente processo seletivo os servidores públicos federais ativos do IFPA, regidos

Leia mais

Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil Ibi Participações S.A. 31 de julho de 2009

Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil Ibi Participações S.A. 31 de julho de 2009 Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil 31 de julho de 2009 Condomínio São Luiz Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 1830 Torre I - 8º Andar - Itaim Bibi 04343-900 - São Paulo, SP, Brasil Tel: (5511)

Leia mais

Laudo de Impairment e Avaliação de ativo (Valuation)

Laudo de Impairment e Avaliação de ativo (Valuation) Prezado(a), Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso de Laudo de

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA O CADASTRO NO SISTEMA DE CADASTRAMENTO ÚNICO DE FORNECEDOR INTRODUÇÃO

ORIENTAÇÕES PARA O CADASTRO NO SISTEMA DE CADASTRAMENTO ÚNICO DE FORNECEDOR INTRODUÇÃO Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Pato Branco Diretoria de Planejamento e Administração Departamento de Materiais e Patrimônio ORIENTAÇÕES PARA O CADASTRO NO SISTEMA

Leia mais

Keysystems Informática

Keysystems Informática 1 O que é NF-e? NF-e nada mais é do que a sigla para Nota Fiscal Eletrônica. Esse documento funciona de maneira semelhante a uma nota fiscal impressa, porém é emitido e armazenado eletronicamente, isto

Leia mais

CREDENCIAIS DA FUNENSEG

CREDENCIAIS DA FUNENSEG CREDENCIAIS DA FUNENSEG Criação 1971 ( 34 anos 4 décadas) Personalidade Jurídica Entidade de direito privado, de natureza educativo - cultural, sem fins lucrativos. CREDENCIAIS DA FUNENSEG Mantenedores

Leia mais

RESOLUÇÃO CRCMG Nº 352, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2013

RESOLUÇÃO CRCMG Nº 352, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2013 RESOLUÇÃO CRCMG Nº 352, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2013 Estabelece o Regulamento dos cursos presenciais e a distância realizados pelo CRCMG. O PLENÁRIO DO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DE MINAS GERAIS,

Leia mais

Avaliação do patrimônio líquido contábil apurado por meio dos livros 31 de Dezembro de 2013

Avaliação do patrimônio líquido contábil apurado por meio dos livros 31 de Dezembro de 2013 Marck Holdings S.A. contábil apurado por meio dos livros 31 de Dezembro de 2013 KPDS 80638 KPMG Auditores Independentes Rua Sete de Setembro, 1.950 13560-180 - São Carlos, SP - Brasil Caixa Postal 708

Leia mais

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO

RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO RELATÓRIO DE FISCALIZAÇÃO EXERCÍCIO 2011 CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO CEARÁ FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO PROFISSIONAL A classe contábil e a sociedade cearense contaram com um Conselho Regional de

Leia mais

A ATUAÇÃO DO CONSELHEIRO. Romildo Gouveia Pinto CURITIBA, 6 DE JULHO DE 2016

A ATUAÇÃO DO CONSELHEIRO. Romildo Gouveia Pinto CURITIBA, 6 DE JULHO DE 2016 A ATUAÇÃO DO CONSELHEIRO Romildo Gouveia Pinto CURITIBA, 6 DE JULHO DE 2016 Fundado em 27 de novembro de 1995, o IBGC associação de âmbito nacional, sem fins lucrativos é uma organização exclusivamente

Leia mais

Fatores Críticos de Sucesso na Implementação do Escritório de Projetos (PMO)

Fatores Críticos de Sucesso na Implementação do Escritório de Projetos (PMO) Fatores Críticos de Sucesso na Implementação do Escritório de Projetos (PMO) Mauro Tonon, PMP, MBA Ago/2017 17 AGOSTO Sobre o Palestrante e a Palestra Mauro Tonon é graduado em Tecnologia da Informação,

Leia mais

Noções de Direito Aula assistida? Questões Feitas? Revisão

Noções de Direito Aula assistida? Questões Feitas? Revisão Noções de Direito Aula assistida? Questões Feitas? Revisão 1. Direito Constitucional 1.1. A Constituição Federal de 1988 1.1.1. Dos Princípios Fundamentais 1.1.2. Dos Direitos e Garantias Fundamentais

Leia mais

A seguir, é apresentado o volume de comunicações efetuadas pelos setores obrigados entre 1998 e 2014:

A seguir, é apresentado o volume de comunicações efetuadas pelos setores obrigados entre 1998 e 2014: As comunicações efetuadas pelos setores obrigados pela Lei nº 9.613/1998, são recebidas pelo SISCOAF que, programado com regras de inteligência pré-definidas, efetua análise sistêmica e distribui as comunicações

Leia mais

NBC.TP.01 Perícia Contábil

NBC.TP.01 Perícia Contábil Agenda: - NBC.TP.01 Perícia Contábil - NBC.PP.01 Perito Contábil - NBC.PP.02 Exame de Qualificação Técnica para Perito Contábil CNPC - Aplicações práticas das normas técnicas e profissionais para a atuação

Leia mais

Apesar da sua importância, a Auditoria Independente é uma atividade pouco compreendida pela sociedade

Apesar da sua importância, a Auditoria Independente é uma atividade pouco compreendida pela sociedade O papel do auditor Apesar da sua importância, a Auditoria Independente é uma atividade pouco compreendida pela sociedade A auditoria independente tem a finalidade de aumentar o grau de confiança nas demonstrações

Leia mais

Oficina Técnica. Demonstração de Resultados do Exercício, Demonstração de Resultado Abrangente e Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido

Oficina Técnica. Demonstração de Resultados do Exercício, Demonstração de Resultado Abrangente e Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

ATUALIZAÇÃO TRIBUTÁRIA 2014 DA MP-627/ LUCRO REAL E PRESUMIDO

ATUALIZAÇÃO TRIBUTÁRIA 2014 DA MP-627/ LUCRO REAL E PRESUMIDO ATUALIZAÇÃO TRIBUTÁRIA 2014 DA MP-627/2013 - LUCRO REAL E PRESUMIDO INTRODUÇÃO Após 6 anos de espera, finalmente, o governo, com a edição da Medida Provisória nº 627 de 12.11.2013, encerrou a vigência

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS DE INICIAÇÃO À PESQUISA E MONITORIA

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS DE INICIAÇÃO À PESQUISA E MONITORIA CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS DE INICIAÇÃO À PESQUISA E MONITORIA 2017.1 O Diretor Acadêmico da Faculdade Presbiteriana Mackenzie Rio torna público que estarão abertas, no

Leia mais

CONCEITO DE CONTABILIDADE. Para isso contamos com a contabilidade essa que vamos conhecer agora:

CONCEITO DE CONTABILIDADE. Para isso contamos com a contabilidade essa que vamos conhecer agora: CONCEITO DE CONTABILIDADE O que vamos ver a seguir nos mostra que com o conhecimento do ciclo de vida da empresa, conseguimos tomar decisões que consistem em conduzi-la ao sucesso. Portanto, há duas preocupações

Leia mais

ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS DIRETOR GERAL: DAMIÃO MENDONÇA VIEIRA CREDENCIAMENTO DE DOCENTE ESP-MG Nº 037 / 2012

ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS DIRETOR GERAL: DAMIÃO MENDONÇA VIEIRA CREDENCIAMENTO DE DOCENTE ESP-MG Nº 037 / 2012 ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS DIRETOR GERAL: DAMIÃO MENDONÇA VIEIRA CREDENCIAMENTO DE DOCENTE ESP-MG Nº 037 / 2012 Projeto: Qualificação para Conselheiros Municipais e Distritais de

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES (400 horas) Elaborado por: Profa. Me. Andréia Ayres Gabardo da Rosa Profa. Me. Karine Alves Gonçalves Mota PALMAS 2015 As atividades complementares

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA - PEC EDITAL DE INSCRIÇÕES 2014/1

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA - PEC EDITAL DE INSCRIÇÕES 2014/1 PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA - PEC EDITAL DE INSCRIÇÕES 2014/1 A Gerência de Gestão de Pessoas Setor de Desempenho e Desenvolvimento de Pessoas torna público o Programa de Educação Continuada - PEC,

Leia mais

Controle de Qualidade da Auditoria de Demonstrações. Contábeis

Controle de Qualidade da Auditoria de Demonstrações. Contábeis Controle de Qualidade da Auditoria de Demonstrações Contábeis ABORDAGEM DO TEMA Contexto Documentação Objetivo Controle de Qualidade Elementos do CQ Definição Prática Exigências CONTEXTO Contexto Documentação

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no de 04/07/01 DOU de 09/07/01. Componente Curricular: CONTABILIDADE DO TERCEIRO SETOR

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no de 04/07/01 DOU de 09/07/01. Componente Curricular: CONTABILIDADE DO TERCEIRO SETOR CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: CONTABILIDADE DO TERCEIRO SETOR Código: CTB-306 Pré-requisito:... Período Letivo: 2014.2

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N 1.056/05 Aprova a NBC P 2.1 Competência Profissional O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO que as Normas Brasileiras de

Leia mais

IPLF Holding S.A. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil apurado por meio dos livros contábeis

IPLF Holding S.A. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil apurado por meio dos livros contábeis IPLF Holding S.A Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil apurado por meio dos livros contábeis KPMG Assurance Services Ltda. Agosto de 2016 KPDS 159478 KPMG Assurance Services Ltda. Rua Arquiteto

Leia mais

Laboratório Atalaia Ltda.

Laboratório Atalaia Ltda. Laboratório Atalaia Ltda. Laudo de avaliação (Inclui balanço patrimonial) KPMG Auditores Independentes R. Dr. Renato Paes de Barros, 33 04530-904 - São Paulo, SP - Brasil Caixa Postal 2467 01060-970 -

Leia mais