Roteiro de Implantaça o Atlassian ALM

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Roteiro de Implantaça o Atlassian ALM"

Transcrição

1 VERSÃO Roteiro de Implantaça o Atlassian ALM Roteiro de Apoio para Implantação Atlassian ALM em Órgãos de Governo no Brasil FÁBRICA DE SOFTWARE OUTSOURCING MENTORIA CONSULTORIA ATLASSIAN JBOSS SPARXSYSTEMS GESTÃO COMPARTILHADA Av. Getúlio Vargas, 1594 salas 203, 703 e 704 Menino Deus

2 Página. 2 de 34 Porto Alegre, 29 de Maio de 2014 Prezado/a senhor/a. Este documento é um roteiro de apoio para órgãos de governo interessados na implantação da plataforma Atlassian ALM (Application LifeCycle Management), que inclui software como Jira, Confluence e correlacionados em seus departamentos, setores, dependências, áreas e afins. Baseado na experiência da 3layer Tecnologia em projetos anteriores de semelhante contexto, o texto a seguir cobre, de maneira idônea e ética e, dentro do conhecimento da empresa nos princípios legais da Lei sobre Licitações e Contratos da Administração Pública, um passo-a-passo de como uma entidade com a sua, sob a égide do Governo Brasileiro, pode desenvolver um projeto Atlassian ALM desde o lampejo da idéia inicial até a contratação efetiva de um projeto de licenciamento, implantação e suporte continuado nesta plataforma. Acreditamos que as informações aqui presentes sejam suficientes para vossa apreciação e tomada de decisão quanto ao avanço do projeto. Entretanto, caso tenha alguma dúvida ou necessite de maiores esclarecimentos, sinta-se à vontade para acionar nossa equipe a qualquer momento. Atenciosamente, Julio Cesar Silveira CIO 3layer Tecnologia Skype: juliocsmac Fone: Marcelo Mrack CEO 3layer Tecnologia Skype: marcelo.mrack Fone: Av. Getúlio Vargas, 1594 salas 203, 703 e 704 Menino Deus

3 Página. 3 de 34 Sumário PARTE Introdução Público-alvo Organização do Texto Não Confidencialidade e Não Compromisso layer Tecnolog, a consultoria Serviços Oferecidos Alianças Comerciais Atlassian, a fabricante ALM Atlassian, a solução O Mercado ALM Tipos de Solução ALM Quadrante Mágico ALM A Solução ALM da Atlassian Os Produtos dentro do ALM Atlassian Termos e Conceitos na ALM Atlassian PARTE A Contratação Atlassian no Governo A Necessidade O Levantamento Inicial Produtos ALM Atlassian Stakeholders Áreas Envolvidas Soluções Atuais Necessidades, Prioridades e Prazo Número de Usuários Processos Softwares de Interesse na ALM Os Administradores da Solução ALM Plano de Projeto Inicial O Primeiro Contato com as Revendas A Formação do Escopo As Propostas de Balizamento Comercial A Confecção do Edital e o Termo de Referência... 28

4 Página. 4 de O Cálculo da Reserva Orçamentária A Publicação do Edital e as Propostas Finais Edital Presencial ou Pregão Eletrônico O Dia do Certame A Assinatura do Contrato e o Lançamento do Projeto A Execução do Projeto Reunião de Kickoff O dia-a-dia do Projeto A Entrega do Projeto e a Passagem do Bastão O Pós-Projeto e Contrato de Suporte A Renovação Anual PARTE CASEs de Mercado Material de Apoio... 34

5 Página. 5 de 34 PARTE 1 1 INTRODUÇÃO Diferentes entidades possuem diferentes formas para contração de produtos e de serviços. Enquanto o mundo corporativo se utiliza de premissas geralmente próprias para seleção e contratação de fornecedores, as entidades ligadas ao Governo necessitam atender inúmeros critérios legais para que uma contratação seja consistente e aderente perante à Lei. No âmbito dos governos Federal, Estadual e Municipal, a Lei que trata das Licitações e Contratos da Administração Pública é a diretriz primária em qualquer processo de contratação. Embora esta Lei tenha ampla divulgação, a interpretação dela pode ser distinta e palco de discussões que podem dificultar o andamento de projetos importantes para o governo. Assim, de especial interesse aos envolvidos neste tipo de contratação é a existência informações que auxiliem o processo de uma contratação. Guias, Tutoriais, Modelos, Roterios, Bases de Conhecimento, Exemplos, Estudos de Caso e materiais de apoio com cenários reais de contratações de sucesso balizadas pela Lei são elementos-chave para o sucesso dessas iniciativas no governo. A 3layer Tecnologia já tendo executado projetos de sucesso com órgãos de Governo acumulou experiência neste meio e, com base nisso, apresenta este Roteiro de Implantação Atlassian ALM como uma ferramenta de apoio para entidades governamentais interessadas na contratação de produtos e serviços Atlassian. Neste âmbito, o texto a seguir cobre, de maneira idônea e ética e, dentro do conhecimento da empresa nos princípios legais da Lei 8.666, um passo-a-passo de como uma entidade sob a égide do Governo pode avançar neste tipo de contratação desde o lampejo da idéia inicial até a contratação efetiva de um projeto de licenciamento, implantação e suporte continuado dessa plataforma. 1.1 Público-alvo Devem tirar melhor proveito da leitura deste documento os seguintes papéis: Diretores, Superintendentes, Coordenadores, Gestores e Gerentes de Projeto Arquitetos, Analistas e Especialistas em desenvolvimento de sistemas Equipes de Planejamento, de Qualidade e de Processos Agentes, Departamentos, Áreas de P&D e Responsáveis por Contratação e Compras 1.2 Organização do Texto A Parte 1 do documento apresenta a 3layer Tecnologia, revenda oficial Atlassian no Brasil e responsável pelo licenciamento e por projetos de consultoria, implantação e suporte continuado. Também apresenta a empresa australiana Atlassian, fabricante do software JIRA que faz parte da sua suíte ALM, líder no Quadrante Mágico do Gartner Group e em franco crescimento no Brasil. A plataforma ALM Atlassian é mostrada ao final desta parte. A Parte 2 apresenta os principais passos envolvidos em um processo de contratação de produtos e serviços Atlassian por órgãos de governo regidos pela Lei Como base deste passo-a-passo, é utilizada a experiência da 3layer Tecnologia em projetos já realizados com a Administração Pública desde o ano de A Parte 3 apresenta um conjunto de CASEs, ou seja, casos de sucesso de implantação de projetos Atlassian pela 3layer Tecnologia, como forma de embasar o texto aqui apresentado e a metodologia de trabalho da 3layer. Esta parte se encerra com a referência a alguns documentos que podem ser utilizados como templates e exemplos para implantação do processo aqui descrito e links com mais informações e contatos a respeito do assunto.

6 1.3 Não Confidencialidade e Não Compromisso 3layer - comercial - roteiro para implantacao atlassian em orgaos de governo.docx Página. 6 de 34 Este documento não tem carácter sigiloso, podendo ser utilizado por qualquer órgão de governo interessado na contratação de produtos ou serviços Atlassian, apto ser publicado ou distribuído a terceiros deliberadamente, desde que mantendo inalterado o formato original aqui contido. Este documento não gera nenhuma obrigação contratual ou comercial entre a 3layer Tecnologia, a Atlassian ou qualquer órgão de governo, nem tampouco corresponde à promessa ou obrigação legal de nenhuma parte.

7 Página. 7 de LAYER TECNOLOG, a consultoria A 3layer Tecnologia é uma brasileira de Tecnologia da Informação (TI) focada em soluções para o mercado corporativo e governamental. Desenvolvimento em plataforma Java é seu business core. Com operações iniciadas em 2010 e matriz em Porto Alegre, possui bases operacionais em Florianópolis e São Paulo, tendo rede de atendimento presente em diversos pontos do país e projetos ativos nos estados do Sul, Sudeste, Centro-Oeste e, recentemente, Norte brasileiro. Amparada por parcerias nacionais e internacionais, como Atlassian, Redhat, Google e Sparxsystems, conta com profissionais certificados altamente qualificados, prestando serviços com transparência, flexibilidade e agilidade, seguindo os moldes de processos e metodologias referências de mercado, entre elas FDD, PMBOK e Scrum. Com mais de horas de projetos já executadas, é evangelista do Software Livre e acredita no movimento Open Source como força motriz para disseminação de Nossos clientes hoje tecnologias de vanguarda a um custo reduzido. Não obstante, possui a área de projetos públicos 3layer.org que mantém diversas iniciativas neste meio, como o Processo 3PUP e o projeto Mizura. Em 2014 a empresa inicia seu processo de certificação MPSbr, tendo como meta o Nível C. 2.1 Serviços Oferecidos Os seguintes serviços são prestados por nossa equipe de profissionais: FÁBRICA DE SOFTWARE OUTSOURCING CONSULTORIA GESTÃO COMPARTILHADA Guiada por práticas semiágeis usando o Processo 3PUP, desenvolve soluções em plataforma Java enteprise e mobile, com frameworks Apache, Google, Redhat e Postgres. Nela, sprints quinzenais orientam o projeto através de backlogs priorizados junto ao cliente. 2.2 Alianças Comerciais Cessão de profissionais em modelo body shop, com ênfase em arquitetos, desenvolvedores e testadores em plataforma Java. Com um ciclo PDCA exclusivo, tem-se a garantia de planejamento, controle e evolução saúdavel dos contratos de cessão dos profissionais. Especialistas de ampla experiência prestando serviços remotos ou onsite para implantação, customização, integração de produtos e passagem de conhecimento sobre tecnologias Atlassian, Sparxsytems e Redhat em todas as fases do projeto. Serviço de suporte mensal pró-ativo com três modelos de atendimento (Ouro, Prata e Bronze) para ambientes de missão crítica sobre tecnologias Apache, Atlassian, Redhat e Postgres que, com SLAs agressivos e equipe dedicada, garantem a tranquilidade do cliente em todos os cenários. Para operar todo o portfólio comercial, a 3layer Tecnologia conta com as seguintes alianças comerciais: REVENDA AUTORIZADA PARCEIRA FÁBRICA DE SOFTWARE PARCEIRA Licenciamento, implantação, customização, integração, desenvolvimento de plugins, treinamento e consultoria em todos os produtos Atlassian. Single Sign On, desenvolvimento para nuvem, armazenamento BigData, solução para s, mobile, comunicação e documentos online. Fábrica de software homologada para desenvolvimento de projetos Java EE com selo Redhat em tecnologias como JBoss/WildFly, Hibernate, Webeans, Drools e outras. Treinamento, implantação, customização, integração da ferramenta Enterprise Architect com outras ferramentas ALM junto ao ciclo de desenvolvimento de sistemas.

8 Página. 8 de 34 3 ATLASSIAN, a fabricante Fundada em 2002, a Atlassian é uma empresa inovadora com mais de clientes em 150 países, incluindo 30 das 50 maiores companhias do mundo. Fornecedora de 85 empresas da Fortune100, em 2012 a empresa entrou no roll dos líderes em soluções Application LifeCycle Managament (ALM) no Quadrante Mágico do Gartner Group (ao lado), e vem trabalhando fortemente na adição de funcionalidades nos seus produtos, com ênfase em integração de conteúdo e extensões, na ampla documentação e na fortificação dos seus canais de suporte e apoio aos clientes, além do seu Marketplace, sucesso absoluto na Internet. Em relação ao suporte, os canais da Atlassian estão entre os melhores do mundo e contam com rede global de experts (a 3layer Tecnologia é um deles), website de documentação totalmente aberto para todos os produtos (https://confluence.atlassian.com), fórum de discussão extremamente ativo (http://answers.atlassian.com), área de desenvolvedores (https://developer.atlassian.com), API pública de todos os produtos (https://docs.atlassian.com), canal de suporte exclusivo para usuários licenciados (https://support.atlassian.com) incluindo atendimento por telefone 24x7 para usuários de licenças enterprise, canal de vídeos no Youtube (http://www.youtube.com/user/goatlassian), Webinarios gratuitos, além de eventos globais anuais (o Atlassian Summit e o AtlasCamp) que agregam fornecedores, clientes, desenvolvedores e entusiastas da plataforma. Completa o circuito a área do Marketplace (http://marketplace.atlassian.com), um canal de vendas online e discussão sobre produtos e soluções. Não obstante, a Atlassian é solidária com movimentos sociais, oferecendo inúmeras licenças gratuitas e apoiando diversos programas educativos e assistenciais ao redor do globo. Junto à Atlassian, a 3layer Tecnologia é revenda oficial para produtos e serviços em todo o Brasil. Figura 1 - Atlassian no Quadrante Mágico do Garnter em 2013 (acima) e seu escritório na California, EUA (abaixo).

9 Página. 9 de 34 4 ALM ATLASSIAN, a solução 4.1 O Mercado ALM Application LifeCycle Management, ou simplesmente ALM é o termo utilizado para designar o conjunto de ferramentas de apoio para a gestão e execução de todo o ciclo de vida de uma aplicação, desde sua concepção até sua entrada em produção e posterior operação continuada. Em outras palavras, um produto ALM é tido como completo se ele puder gerenciar adequadamente todas as fases de execução de um projeto, desde o levantamento da idéia inicial, necessidades, requisitos, análise, modelagem, projeto técnico, planejamento, construção, testes, homologação e aceite, incluindo não apenas as tarefas do projeto, mas também os artefatos produzidos, como cronogramas, relatórios, documentos, código-fonte, diagramas, modelos, itens de mídia como figuras, áudio ou vídeo, fazendo ainda gerenciamento de comunicação, de versionamento, rastreabilidade, publicação de informações, segurança e auditoria. De forma geral, produtos ALM são plataformas grandes e que mostram o valor agregado após meses, ou anos de implantação, tunning, integração, customização e estabilização de uso pelas inúmeras pessoas e áreas envolvidas. Diversos fabricantes no mundo oferecem suítes para gerenciamento ALM. Players como Microsoft, IBM, HP, e Oracle são alguns exemplos válidos. A Atlassian é um desses fabricantes. E é líder global nesta área Tipos de Solução ALM Grosso modo, plataformas ALM dividem-se em dois conjuntos, descritos brevemente a seguir: Black Box: Este primeiro grupo envolve plataformas ALM completas e auto-contidas, as quais devem ser implantadas as is, ou seja, elas já vêm pré-configuradas para atender uma visão, um cenário, um nicho, um formato ou metodologia específica de trabalho. Produtos dessa linha tendem a ter um tempo menor de implantação, embora, impliquem ao cliente fazer conceções e se adaptar às regras da ferramenta para que o ciclo ALM funcione à sua maneira. A solução ALM da fabricante IBM pode ser considerada um exemplo deste tipo de ferramenta. White Box: Este grupo é o oposto do primeiro, e envolve plataformas de software flexíveis e intercambiáveis, as quais não vêem configuradas para um nicho específico de mercado, mas sim podem ser vistas como uma grande caixa de ferramentas, onde o cliente escolhe os módulos mais adequados para o seu negócio e constrói as regras da ALM conforme a sua necessidade. Um trabalho maior de implantação pode ocorrer aqui, mas a solução final cumpre a necessidade exata e bem dimensionada do cliente. A solução ALM Atlassian é exemplo dessa linha. Optar por um ou outro tipo de linha ALM é questão estratégica a ser respondida como primeiro movimento de um projeto ALM Quadrante Mágico ALM A consultoria americana Gartner (www.gartner.com) é referência de mercado em qualquer assunto relacionado à pesquisas e relatórios sobre assuntos corporativos. O chamado Relatório de Quadrante Mágico é uma de suas publicações mais famosas. De simples interpretação, este relatório segmenta os players de uma área negócio por sua Visão (um eixo horizontal) e por sua Capacidade de Entrega (um eixo vertical). A área entre estes eixos é separada em quadrantes compreendendo os Niche Players (os quais atuam em apenas uma área do mercado, sem grande representação), os Visionaries (que possuem extrema inovação, mas não tem capacidade de atender o que prometem), os Challengers (tem capacidade de entrega, mas não agregam inovação) e os Leaders (possuem inovação e capacidade de entrega).

10 Página. 10 de 34 Haja visto produtos ALM terem evoluído bastante nos últimos anos e exigirem grandes investimentos de TI, a Gartner vem publicando anualmente um relatório Quadrante Mágico para soluções ALM há algum tempo. O último relatório, publicado em Novembro de 2013 pode ser apreciado no link abaixo, mostrando detalhes sobre as plataformas ALM que são líderes hoje no mercado: Desde 2012 a Atlassian é líder neste segmento ALM e vem crescendo a passos largos, com tendência a se tornar líder isolada nos próximos anos. O mesmo relatório acima está no ANEXO 8 para fins de apreciação. 4.2 A Solução ALM da Atlassian O primeiro produto da Atlassian foi o software JIRA, em 2002, o qual continua sendo seu carro-chefe e por este nome lembrada na maioria das empresas no mundo. Porém, ao longo dos anos, e seguindo a visão estratégica da empresa de crescimento e valor agregado, diversos outros softwares foram sendo construídos e incorporados à sua plataforma. Nesse iterím, o produto JIRA evoluiu muito e hoje é um dos pilares da sua plataforma ALM, mostrada abaixo: Figura 2 - Plataforma ALM Atlassian. chamados de Experts, como a 3layer Tecnologia. De forma resumida, a ALM Atlassian é composta de vários produtos, que interagem entre si para atender o ciclo completo de desenvolvimento de um projeto. Os pilares dessa solução são mostrados ao centro, com os softwares JIRA, Crowd, Agile e ServiceDesk. No sentido horário, o ciclo se inicia com a ferramenta CASE Enterprise Architect (integrada à solução ALM e explicada a seguir), indo para o Confluence, Team Calendars, Stash até o HipChat. Toda a suíte Atlassian é construída sobre plataforma Java, o que permite suportar múltiplos Sistemas Operacionais e Bancos de Dados. Com extensibilidade projetada para módulos (Addons) também possui suporte 24x7 e atendimento onsite com parceiros locais, As nuvens, à direita ao topo da figura, indicam que a plataforma pode operar em formato SaaS, via ambientes montados em clouds comerciais, como a própria Atlassian oferece no seu serviço OnDemand. 4.3 Os Produtos dentro do ALM Atlassian Todos os produtos da Atlassian são projetados para operar em dois formatos: Standalone e Integrados. Quando operam em formato Standalone, o produto é auto-suficiente, e oferece todas as suas funcionalidades nativas sem nenhuma perda nem dependência externa. Por exemplo, é possível utilizar o JIRA ou o Stash ou o Bamboo isoladamente e tirar todo o benefício de em seu formato original separadamente. Porém, nestes casos, você não está obtendo o benefício da integração da ALM.

11 Página. 11 de 34 Quando se instalam os produtos e ativa-se a integração entre eles, como por exemplo ativando o Single Sign On (SSO) ou configurando os Application Links entre os produtos, eles se descobrem entre si e começam a trocar dados, segurança e outras informações formando o tão esperado ciclo ALM. Neste formato o valor agregado é maximizado. É por este motivo que a solução ALM Atlassian é classificada como White Box, pois ela permite escolher usar ou não um ou outro produto ou módulo, e optar quando deve ser dado um passo a mais e aplicar a verba de TI para, por exemplo, utilizar o produto Clover para automatizar os testes de cobertura de código-fonte, entre outros. Salienta-se também outro item da plataforma ALM Atlassian: a interoperabilidade com produtos de terceiros. Este ponto é de especial interesse, pois conforme mostra a figura ALM anterior, os produtos Subversion e, mais imporante ainda, o Enterprise Architect fazem parte do ciclo ALM, mas são de outros fabricantes. Pela característica White Box e pela ampla capacidade de integração da sua arquitetura, a ALM Atlasssian se integra com produtos externos via APIs de diferentes sabores, como REST, SOAP, XML, CSV, banco de dados ou API Java. O Enteprise Architect (da fabricante Sparxsystems, em através do seu plugin EA Connector se integra com o JIRA e permite exportar, importar e sincronizar objetos UML com tarefas de um projeto. Por exemplo, um Caso de Uso dentro do Enterprise Architect pode ser visto com uma tarefa de projeto dentro do JIRA. E tudo isso estar sincronizado naturalmente no ciclo ALM das ferramentas. Da mesma forma, o software Subversion (da fabricante Tigris, em subersion.tigris.org) se integra na plataforma ALM Atlassian para fornecer serviços de versionamento de artefatos (documentos, código-fonte, etc.). É no canal de vendas marketplace.atlassian.com da Atlassian que estão centralizadas centenas de extensões desenvolvidas pelas empresas parceiras, todas elas em sintonia com as políticas de qualidade e licenciamento defendidas pelas Atlassian. Estas extensões também são consideradas como parte natural da plataforma Atlassian, e são apresentadas neste documento como parte da solução ALM, se de interesse do cliente. Mais de 500 módulos existem hoje no Marketplace da Atlassian. Com base na experiência em diversos projetos, a 3layer Tecnologia apresenta na tabela abaixo uma lista com um conjunto de software e extensões de módulos que se mostraram de grande valia para formar um ciclo ALM Atlassian em clientes de médio e grande porte. IMPORTANTE O conjunto abaixo tende a ser um superset das possibilidades e precisa ser dimensionado conforme cada caso para cada cliente. De forma geral, uma implantação ALM Atlassian usará apenas alguns desses módulos e plugins, exceto realmente a complexidade do negócio do cliente exigir toda esta lista ou quiçá, mais outros produtos do Marketplace. TABELA 1 - Listagem de alguns produtos do ALM Atlassian (outros podem ser vistos no Marketplace Atlassian). Os marcados em azul são produtos da própria Atlassian; os demais são de fabricantes parceiros no ecossistema. SOFTWARE / MÓDULO JIRA Roadmaps for Jira Módulo Workload USO Ferramenta central da solução, gestão de demandas (incluindo bugs), de projetos, de suporte com permissão granular, workflows, telas, campos, dashboards, listagem, gráficos, relatórios, mensageria customizados. É o carro-chefe da plataforma, e geralmente o primeiro produto que o cliente demonstra interesse em utilizar. Diferencia-se de outras ferramentas de gestão de projetos e e bugtracking por ter uma extrema capacidade de configuração e uma engine de workflow integrada flexível para rodar qualquer fluxo de trabalho que possa ser imaginado. Módulo para planejamento ágil, permite de forma visual via drag-and-drop ao gestor de um projeto organizar entregas, milestones, sprints, tarefas, montar as raias de um Gantt e prever ações de longo curto, médio e principalmente de longo prazo de um projeto. Ao fazer este planejamento, mostra as super alocações das equipes e permite fazer reorganizações facilmente a fim de acomodar o escopo do projeto. Após isso, durante o monitoramento e controle do projeto, traz vários gráficos para visualizar custos, horas, áreas do projeto, entre outras informações. Traz suporte à visualização da carga de trabalho alocada para as pessoas do projeto, amparando gerência na distribuição das demandas no dia-a-dia dos trabalhos. Permite ao gestor e envolvidos detectar facilmente super e sub-alocações de pessoas.

12 Página. 12 de 34 Módulo Jira Workflow Toolbox Módulo JQL Tricks Módulo JEMH Módulo Tempo Timesheets Módulo Tempo Planner Módulo Misc Workflow Extensions Módulo Jira Agile Módulo IDE Connector (Mylyn) Módulo Profields Módulo Billing Tracking Collection Módulo TeamLead Módulo Saved Filter With Columns Módulo Zephyr Módulo Capture Módulo Servicedesk Módulo nfeed Adiciona dezenas de regras configuráveis sobre as funções de workflows nativas do Jira. Todas instalações ALM Atlassian, de qualquer tamanho, se beneficiam largamente deste módulo. Adiciona mais de 50 (cinquenta) funções avançadas para busca de informações dentro do Jira. Essencial para montagem de dashboards avançados e filtragem de informações para gráficos e relatórios. Filtros de informações extremamente complexos podem ser montados com este módulo. Caso o Jira venha ser utilizado para processamento (entrada e saída) de s, este módulo é essencial. Possui suporte à criação de profiles de configuração permitindo criar chamados, anexos, comentários, movimentar workflows e preencher campos de tarefas via s para o Jira. Essencial para equipes de trabalho onde o planejamento e o controle apurado de horas é usado. Tem ainda suporte à relatórios e categorização de horas por centro de custo ou campos customizados de apontamento de horas. Ainda traz um avançado timesheet e capacidade de exportação de dados. Complementa o Tempo Timesheets, permitindo fazer planejamento de horas para as pessoas do projeto. Integrando-se naturalmente ao módulo Jira Agile, permite visualizar super e sub-alocações, reorganizar times de projeto para acomodar a carga de trabalho e organizar a entrada e saída de pessoas no projeto (como férias, trocas de pessoas, indisponibilidades, etc.) mantendo a organização da carga de trabalho dentro dos parâmetros esperados para a condução do projeto. Complementar ao Jira Workflow Toolbox, também agrega funções para regras de workflow no Jira. Salienta-se que as capacidades de regras de workflow no Jira são o grande diferencial frente a outras ferramentas de gestão de demandas/projetos e ter uma gama ampla de regras de workflow maximiza o valor agregado da solução nesta área. Qualquer instalação ALM, de qualquer tamanho, se beneficia largamente deste módulo. Essencial para equipes ágeis. Traz Quadro de Planejamento (que permite estimar e priorizar itens de backlog), Quadro Kanban e Gráficos Burndow ao Jira, tudo isso em uma interface Web 2.0 totalmente drag-and-drop. Tem diversos relatórios para acompanhamento da agilidade do time, como métricas de velocidade de ciclo (sprint), orçado x realizado e acompanhamento de horas ou pontos (points) consumidos. Módulo cliente, a ser instalado sobre a plataforma EclipseIDE de cada desenvolvedor. Permite aos desenvolvedores criar bugs, acompanhar tarefas, registrar horas, comentários, anexos e outras operações do dia-a-dia sem ter que acessar a interface web do Jira. Para desenvolvedores Java, é utilíssimo. É gratuito. Caso o ambiente de gestão de projetos precise qualificar e quantificar atributos de projeto, como Tipo do Projeto, Status do Projeto, Área de Conhecimento do projeto ou qualquer outra informação, este módulo é essencial. Em outras palavras, ele permite criar campos customizados (data, numéricos, texto, combos, listas, etc.) para projetos e obter gráficos e relatórios sobre estes campos. Agrega nada menos do que 30 tipos diferentes de relatórios para projetos no Jira, como acumuladores, totalizadores, médias, gráficos (barra, pizza, linhas) e listagens. Permite ainda criar novos tipos de relatórios (usando linguagem Velocity). Traz também um robusto e configurável mecanismo de billing, ou seja, transformação de horas trabalhadas em valores monetários (exemplos de uso incluem quantificar o custo de um time de desenvolvimento, de uma tarefa, de um projeto ou de uma área de negócio, como atendimentos de suporte ou fábrica de software). É um dos mais valiosos módulos de relatórios para o JIRA. Este módulo permite visualizar as tarefa de projeto em calendarários, dando noção de alocação de recurso por dia de trabalho. Útil quando processos de gestão bastante rígidos, que controlam os horários das tarefas de projeto estão presentes. Complementa os dashboards do Jira, permitindo ao administrador padronizar telas de listagem da ferramenta, a fim de minimizar o esforço de Gerência de Configuração do ambiente ALM. É perfeito para organizar cenários de dashboards e filtros quando múltiplas equipes e formas de visualizar informações co-existem dentro da ALM. Módulo voltado à area de gestão de testes. Permite a criação de dashboards voltados ao planejamento, execução e controle de testes sobre o Jira. Essencialmente, tarefas do Jira podem ser interpretadas como testes e serem controladas via workflows específicos em ciclos de teste planejados ou adhoc (ex. smoke tests). O uso deste módulo, corretamente configurado junto ao plugin JiraCapture (abaixo), ao Enterprise Architect, ao Bamboo e Crucible, permite fazer uma gestão muito granular de testes na plataforma ALM, rastreando completamente requisitos, código-fonte e bugs. É um módulo a ser instalado nos browsers dos usuários finais de aplicações. Sua função é facilitar o ciclo de identificação de bugs em sistemas. Usando este módulo, um usuário que detecta um bug em uma aplicação web qualquer pode acionar uma tecla de atalho no browser e rapidamente criar um bug no Jira, já anexando um screenshot do bug com um editor integrado ao browser (estilo MSPaint). O bug criado já identifica vários dados, como usuário logado, tipo do browser, Sistema Operacional em uso e timestamp, informações muito importantes para o processo de resolução do bug. Voltado para ambientes de ServiceDesk, HelpDesk e ITIL, onde cálculo de SLAs e relatórios de métricas de atendimento de tempos de resposta ou de solução de chamados são necessários, este módulo é essencial. Ele permite criar regras avançadas de cálculo de start, stop e congelamento de SLAs, bem como criar campos diferentes de SLA e ainda com suporte à múltiplos calendários e timezones. Relatórios diversos de acompanhamento podem ser produzidos e publicados. Caso o projeto exija o consumo de dados legados (databases externos), o módulo nfeed é a solução. Ele permite conectar campos customizados do Jira em bases SQL, Webservices, arquivos XML ou CSV. No caso de bases SQL, permite ainda criar dependências de campos, o que é muito útil para criação

13 Página. 13 de 34 de campos cascata em múltiplos níveis. Utilizando este módulo, o esforço para integração com dados de outros sistemas é bastante reduzido. Módulo Folio Módulo JavaMelody Módulo Timesheet Módulo Wings Mobile O Folio é um módulo recente do Jira. Criado pelo mesmo time que criou o plugin Agile há 4 anos atrás, ele traz o suporte ao gerenciamento de porfólios no Jira. Permite controlar orçado x realizado de projetos, de tarefas, de equipes e de custos extras do projeto. Traz ainda análise de EVA (Earned Value Analysis), computando os clássicos indicadores EAC, VA, CP,, SPI, AC, PV, etc, além de diversos relatórios gerenciais e análise de forecast de projetos e portfólios. É indicado para times que realmente precisem de um controle apurado destes indicadores e não querem ter o esforço de gerenciar estas métricas em outras ferramentas, como MSProject, TraceGP, Excel etc. Módulo administrativo, que permite o monitoramento avançado de várias partes do Jira, como consumo de CPU, memória, rede, disco, banco de dados e outros recursos. É gratuito e altamente indicado para ambientes de missão crítica. É um complemento ao módulo Tempo. Não é essencial se o modulo Tempo Timesheets for utilizado, mas para o usuário final (aquele que registra horas no dia-a-dia do Jira) possui uma interface de mais rápido acesso, dando maior usabilidade à ferramenta. Para usuários que querem utilizar o Jira via iphone o Android, é o módulo cliente a ser instalado no tablet ou celular. Permite realizar a maioria das ações sobre uma tarefa, como criar novas demandas, atualizar campos, comentários, apontar horas, entre outras ações. CROWD ENTERPRISE ARCHITECT Plugin EA Connector for Jira Plugin MDG Link for Eclipse Plugin MDG Link for Visual Studio CONFLUENCE Módulo Adhoc Workflows Módulo Team Calendars Módulo RefinedWiki É a ferramenta de Single Sign On da Atlassian. Interface totalmente Web, com integração Active Directory, LDAP ou repositórios legados de usuários. Suporta padrão OpenID (o que indica que é possível acessar redes sociais como LinkenIn, Facebook, GMail, etc. usando o próprio login corporativo), tem alta escalabilidade e suporte à múltiplos repositórios de autenticação simultâneos (ex. alguns usuários autenticam pelo AD, outros são terceiros e autenticam diretamente no Jira, etc). Por possuir API extensível, permite que a empresa o adote como plataforma de autenticação para seus produtos, unificando autenticação e autorização de seus sistemas em uma plataforma única e robusta de SSO. Ferramenta CASE consagrada no mercado, operando em plataforma Windows tem suporte completo à UML, permite geração de documentação customizada em formato HTML ou RTF, API Java ou COM para integração, permite modelagem de banco de dados, geração de código-fonte em várias linguabens, suporte à tecnologia MDA para uso de cartuchos de transformação de modelos em artefatos de projeto (código, esquemas, etc), esquema granular de permissões, permite salvamento de informações em banco de dados, trabalho multiusuário e ampla documentação. Este plugin permite que elementos modelados no Enterprise Architect (ex. Requisitos, Casos de Uso, etc.) sejam transpostos para o JIRA e tratados neste como elementos de projeto (ex. tarefas de projeto) e sejam evoluídos pelo time (workflow) sendo mantidos sincronizados em tempo integral com a ferramenta CASE. Com esta abordagem tem-se 100% de rastreabilidade de elementos de modelagem versus tarefas de projeto. Se utilizado Fisheye ou Stash na ALM, tem-se ainda a rastreabilidade em nível de código-fonte, inclusive. Permite integração entre o Enterprise Architect e a IDE Eclipse, onde código-fonte gerado pelo Enteprise Architect é instantemente acessível dentro do Eclipse, e vice-versa. Ao usar este plugin, é possível criar profiles de projetos e orquestrar o trabalho em múltiplas frentes de desenvolvimento sem ter que estar a cada instantante reconfigurando paths de classes e pacotes, além e evitar que o esquecimento de refreshs de código impactem em perda de edição de código-fonte. Idem acima, mas para plataforma.net. É a plataforma de colaboração da Atlassian. Ferramenta Web 2.0 com interface amigável permite a criação de espaços de trabalho compostos de páginas que são criadas e editadas pelo time de desenvolvimento ou mesmo usuários finais (ex. páginas de documentação de sistema). Semelhante a uma wiki tradicional, o Confluence excede expectativas integrando conteúdo externo, textual, imagens, áudio, vídeo, documentos da linha Office, PDFs através de um rico editor de páginas. Os espaços de trabalho (conjuntos de páginas) podem ser segmentados em vários níveis de permissão e terem leioute e aparência (logo, cores, fontes, rodapés, cabeçalhos, etc.) totalmente customizáveis. Tal como o Jira, o Confluence é projetado para ser complementado com módulos adicionais, que trazem funções extras ao produto. Este módulo permite criar workflows para aprovação de publicação de páginas no Confluence. Por exemplo, imagine o cenário onde uma pessoa é responsável por criar páginas e outra pela aprovação antes delas serem publicadas. Outro cenário são páginas com certos conteúdos que podem precisar aprovações duplas (ex. supervisor e gerente) antes de serem publicadas. Também a edição de páginas pode ser moderada. De forma simples, este módulo permite a criação de workflows diversos com várias camadas de aprovação de páginas, aumentando a consistência das informações veiculadas. Todos conhecem o Google Calendar. Imagine algo semelhante integrado totalmente ao seu ambiente de páginas e projetos, mostrando agendas de pessoas, de tarefas e de entregas de projeto em uma interface simples e funcional. É o módulo Team Calendars para o Confluence. Ele permite a criação de agendas para pessoas e projetos, importação de agendas externas (pelo padrão ical), e exibição de tarefas e entregas de um projeto em uma interface limpa e amigável. Toda a operação do Team Calendars é feita dentro das páginas do Confluence, que são compartilhadas de forma segura para o time de desenvolvimento ou clientes finais conforme critérios configuráveis de permissões. Por padrão o Confluence traz um conjunto de temas pré-definidos para configuração de leioute e aparência dos espaços e páginas. Eles já permitem uma boa estruturação das informações. Entretanto, com o uso do módulo RefinedWiki, as possibilidades são maximizadas. Este módulo

14 Página. 14 de 34 permite customizar de forma visual as cores, fontes, estrututuras de navegação e conteúdo, cabeçalhos, rodapés e várias outras partes do Confluence através de uma interface simples e funcional. Também permite a criação de categorias de espaços, o que permite agrupar áreas de conhecimento do Confluence em partes distintas conforme a necessidade. Módulo RefinedWiki Mobile Módulo Balsamiq Mockups Módulo Gliffy É o complemento do RefinedWiki que traz um conjunto de CSS e javascript especialmente desenvolvido para maximizar a usabilidade da ferramenta através do acesso mobile. Este módulo é um designer para prototipação rápida de interfaces de usuário. Com uma interface de fácil uso permite criar mockups (também conhecidos como wireframes) de telas de sistemas, durante a fase de análise e modelagem. Para equipes ágeis é uma ferramenta excelente, pois analista e usuário podem desenhar de forma iterativa as telas de um novo sistema em desenvolvimento diretamente sobre páginas wiki do Confluence. Como o editor é online, a alteração dos mockups também é fácil. E, se usado o módulo Adhoc (acima), evidencia-se um forte esquema de gerência de configuração, pois as alterações no mockup (ou seja, alterações de requisitos) serão publicadas para o programador somente após aprovação do analista ou do usuário responsável, por exemplo. É semelhante ao Balsamiq Mockups, ou seja, também é um desiger visual para o Confluence. Porém, o foco do Glify é a criação de diagramas mais genéricos. Quem conhece o MSVisio pode ter uma idéia; imagine uma versão web do MSVisio: é o Gliffy. O Gliffy permite criar figuras e diagramas diversos, como UML, de rede, gráficos, prototipar telas ou qualquer outro tipo de diagrama que envolva figuras geométricas. STASH É o novo produto da Atlassian (lançado em 2012) e sem similares no mercado. É um gerenciador web para repositórios Git. Integrado ao Crowd, permite autenticação de usuários e autorização de acesso extremamente granular. Permite criação de repositórios, definição de permissões, criação de branches, tags e outras operações em interface web 2.0 amigável. Se a empresa optar por pelo uso de repositórios versionados distribuídos (DVCS), o Stash é sem dúvida alguma o melhor produto de mercado para isso. Módulo SourceTree É um módulo cliente, gratuito, a ser instalado nos computadores de cada usuário do Stash. Permite realizar os commits, analisar log, operações de push, pull e outras ações típicas de desenvolvimento. Possui uma interface limpa e funcional, com versões para Windows, Linux e MacOS. Para equipe que utiliza IDEs como o Eclipse que possuem plugins próprios para trabalhar com o Git, este módulo é supérfluo. FISHEYE CRUCIBLE BAMBOO CLOVER É a ferramenta de indexação, pesquisa, visualização e comparação de artefatos versionados da Atlassian. Suportando repositórios CVS, Subversion, Perforce, Git e Mercurial, permite localizar facilmente itens versionados nos repositórios da empresa. Como o Fisheye opera integrado ao Jira, quando um commit é realizado e na mensagem deste a chave da tarefa de projeto é informada, fecha-se o ciclo de rastreabilidade da solução ALM. Em outras palavras, como os modelos do Enterprise Architect estão conectados com o Jira (via plugin EA conector for Jira), eles agora são rastreados com os respectivos código-fontes comitados no repositório versionado. Rastreabilidade total, desde os modelos até o código-fonte. É a ferramenta para revisão de código-fonte da Atlassian. Operando de forma integrada ao Fisheye, na mesma interface web, permite que trechos de código-fonte, ou classes ou arquivos inteiros, ou mesmo changesets inteiros sejam marcados para revisão. Cada revisão pode operar em formato ágil (com workflow menor para ser finalizada) ou mais tradicional (com workflow que exige uma aprovação antes de ser finalizada). O time pode trabalhar colaborativamente sobre as revisões em um clássico estilo de fórum de discussão, onde trheads podem ser montadas discutindo cada revisão em andamento. Como o Crucible ainda está integrado ao Jira, é possível a montagem de workflows no Jira que sejam bloqueados (ex. uma tarefa de programação) até que a revisão de código associada seja aprovada. É a ferramenta de Integração Contínua da Atlassian. Com uma arquitetura altamente escalar e componentizada, permite a criação de builds segmentados em partes e que podem ser distribuídos em vários servidores. Possui sistema de notificação customizado, permissão avançada, publicação de artefatos de builds, dependências entre builds e geração de relatórios. Como está integrado ao Fisheye, Crucible e Stash, ele condensa nos builds todas informações de rastreabilidade, como tarefas de projeto que fizeram parte do build, revisões de código associadas e commits envolvidos. Da mesma forma que o Crucible, pode ser integrado aos workflows do Jira e evitar que tarefas de projeto (ex. Programação) sejam dadas como finalizadas se existir algum build associado quebrado. Uma vez que o Bamboo é neutro em relação à tecnologia de build, ele permite trabalhar com scripts de console, Ant, Maven, NBuilder ou qualquer outra tecnologia que a equipe utiize para compilar, analisar, testar, empacotar ou distribuir aplicações. Como o Bamboo também permite uso de extensões, ele pode ser conectado em servidores externos, como Sonar (geração de métricas de desenvolvimento) ou Nexus (publicação de artefatos). Ainda, como possui integração com o módulo IDE Connector, ele permite disparo de processos de build através da IDE Eclipse. Finalmente, quando integrado ao Stash e usando o desenvolvimento por branches, ele possui um sistema exclusivo de criação, autoconfiguração, disparo, execução e apagamento de builds, algo sem similares em nenhuma ferramenta de builds da atualidade. Vale a pena olhar todos os vídeos deste módulo no website da Atlassian antes de pensar em utilizar ferramentas como Hudson, Jenkins, CruiseControl ou outras. É a solução da Atlassian para análise testes de cobertura. Com o Clover são identificados os pontos fracos no código-fonte de um sistema, como relação entre classes e métodos mais utilizados versus quantidade de testes associados a eles, métricas de complexidade algorítimica, de tamanho de código e outras análises que buscam minimizar os riscos sobre estruturas de código-fonte de uma aplicação. O Clover está disponível para uso sobre linguagens Java e Groovy. Integrado ao Bamboo, ciclos de build podem executar ações do Clover durante o processo de Integração Contínua. Por fim, o Clover pode ser executado de forma standalone, dentro das IDEs Eclipse dos desenvolvedores. Um Caso de Uso muito interessante do Clover + Bamboo é dado pela NASA (agencia espacial americana) com os

15 Página. 15 de 34 robôs que foram lançados para o planeta Marte. Todos os ciclos de teste de solidez do código-fonte desses robôs foram amparados pela suíte Atlassian. 4.4 Termos e Conceitos na ALM Atlassian Como exposto, uma solução ALM é uma plataforma ampla, com vários termos, conceitos, nomes, siglas que precisam ser corretamente entendidas pelos envolvidos a fim de evitar dúvidas de contratação e uso. No cenário Atlassian, os principais itens do vocabulário são mostrados abaixo: TABELA 2 Termos e conceitos comumente utilizados no cenário ALM Atlassian. TERMO / CONCEITO ATLASSIAN 3LAYER TECNOLOGIA Conceito de PRODUTO Conceito de MÓDULO SIGNIFICADO É a fabricante da ALM que contém softwares como o JIRA e outros. É líder mundial neste segmento, e em franca expansão. No Brasil ainda está crescendo, mas já presente em centenas de organizações de vários tamanhos e nichos de mercado. É uma das revendas autorizadas Atlassia no Brasil. Possui milhares de horas em consultoria em implantação ALM e outros projetos. Com sede em Porto Alegre e pontos de atendimento em São Paulo e Florianópolis, atende clientes de todos os portes e nichos em todo o Brasil. É formalmente um produto da solução ALM, que pode ser utilizado isoladamente (conceito White Box) na sua completude. Os produtos Atlassian são: JIRA, Confluence, Stash, Fisheye, Crucible, Bamboo, HipChat, Clover, Crowd, SourceTree. Os produtos de fornecedores externos abordados neste documento são Subversion e Enterprise Architect. Também chamado de Plugin ou Addon, é um complemento, uma extensão dentro de um produto. Não pode ser utilizado isoladamente; precisa ser usado dentro de um produto. Serve para adicionar funcionalidades dentro de um produto para atender mais adequadamente um determinado nicho de negócio ou função. Existem módulos para diversos nichos, como para para o gerenciamento de projetos, para o tratamento de SLAs/ITIL/HelpDesk, para a documentação, para a comunicação, para regras de workflows, para adicção de funcionalidades em telas/campos, para a gestão de horas, para relatórios, para dashboards, para a integração com código-fonte/ides, para a publicação, para uso de áudio/mídia, para incremento da segurança/auditoria, para o monitoramento dos produtos, etc. De fato, existem atualmente mais de 500 módulos disponíveis à venda no Marketplace, alguns da Atlassian e outros de diversos fornecedores no mundo. Entre eles cita-se: Jira Agile, ServiceDesk, EA Connector for Jira e nfeed. NOTA: De especial atenção neste ponto para a seleção correta de quais módulos são ao mais indicados para um projeto de implantação ALM é a presença de um especialista, um expert Atlassian, como a 3layer Tecnologia, junto ao seu projeto. EXPERT PLATINUM EXPERT ENTERPRISE EXPERT MARKETPLACE É toda e qualquer revenda autorizada Atlassian, formalmente apta a vender licenças e dar suporte e consultoria em projetos. Cada expert pode oferecer serviços diferenciados, como Treinamento, Consultoria, Desenvolvimento de Plugins e Infraestrutura de serviços Atlassian. Alguns experts, como a 3layer, trabalham com todos os serviços Atlassian. A lista de experts Atlassian no mundo está disponível no endereço eletrônico: https://www.atlassian.com/resources/experts, filtrando por país ou área de especialidade. É o expert que atingiu um limite mínino de vendas de licenças no ano fiscal da Atlassian. Em nível qualidade ou experiência em serviços, um parceiro Platinum não tem diferença alguma de um expert normal. Essa informação precisa ser analisada pelo cliente na hora da filtragem para escolhar o parceiro, ou seja o Expert que vai lhe ajudar na implantação ALM, sob pena de excluir parceiros que podem atender melhor suas expectativas mesmo não sendo um parceiro expert platinum.. A 3layer Tecnologia não é ainda parceira Platinum, mas está buscando alcançar essa meta comercial em É o expert especializado em serviços avançados de implantação, cobrindo cenários complexos da ALM. Para obter este selo, o Expert precisa atender diversos requisitos do fabricante Atlassian, evidenciando capacidade plena com Cases de Sucesso sedimentados, provas de qualificação técnica do seu time de consultores, fluência para atendimento de cenários críticos e capacidade operacional para atender clientes grandes. Em início de 2014 a 3layer Tecnologia iniciou este processo de qualificação, que visa ser finalizado no terceiro trimestre deste ano. Não existe ainda nenhum parceiro Enterprise Expert no Brasil. É o canal de vendas online de produtos e módulos da Atlassian. Permite ao cliente adquirir diretamente os produtos Atlassian, sem intermediários e com pagamento via remessa bancária ou cartão de crédito para o exterior. Está em franco crescimento, com mais e mais módulos disponíveis para a compra a cada semana. NOTA: Observe que devido legislação tributária do Brasil, quando o cliente final (ex. você) adquire licenças diretamente do Marketplace é necessário realizar o pagamento de Importo de Renda (~15%) sobre os valores do site, além da regularização da importação do software, uma vez que a Atlassian não emite Nota Fiscal direta para o cliente final. ATLASSIAN UNIVERSITY MY ATLASSIAN COMPRA DIRETA É um programa de treinamento online e gratuito da Atlassian. Nele, um website com conteúdo estruturado de informações permite ao usuário iniciante em um produto ou módulo (apenas os produtos e módulos da Atlassian estão disponível, e não os de outros fabricantes) aprender os conceitos básicos de uso da ALM. Disponível em: https://university.atlassian.com É a área do cliente Atlassian. Um espaço online e seguro que usuários Atlassian têm para gerenciar suas licenças e trocar informações com outros usuários Atlassian, via fóruns de discussão. Disponível em É o ato de comprar licenças Atlassian diretamente pelo Marketplace. Qualquer pessoa ou empresa pode fazer isso. Entretanto, conforme já exposto, devido políticas tributárias brasileiras, é importante salientar que essas operações representam remessa de valores ao exterior, e por isso são passíveis de tributação direta, como Imposto de Renda

16 Página. 16 de 34 (~15%) sob o preço anunciado no site, além de exigir a regularização do software importado na Receita Federal. Quando é realizada uma compra direta do site Marketplace da Atlassian, todos estes tramites são de responsabilidade do próprio comprador, onde os Experts não se envolvem. Por não haver emissão de Nota Fiscal da fabricante Atlassian neste formato, entidades de Governo não podem fazer esta compra, pois as leis brasileiras exigem tanto este artefato, quanto canais de suporte nativo no Brasil para atendimento em casos de problemas com o software. COMPRA POR REVENDA LICENCIAMENTO ACADÊMICO LICENCIAMENTO OPENSOURCE LICENCIAMENTO ENTERPRISE LICENCIAMENTO INICIAL RENOVAÇÃO DE LICENCIAMENTO UPGRADE DE LICENCIAMENTO ON DEMAND É o ato do cliente realizar a compra de licenciamento através de uma revenda, ou seja, de um Expert. Neste caso, a revenda adquire o software da Atlassian e entrega as chaves de licenças ao cliente final mediante a emissão de uma Nota Fiscal para o cliente. Neste caso, haja visto que as leis brasileiras sobre software ainda são precárias, não existe consenso jurídico único se licença de software é um produto ou serviço e assim, cada Expert ao emitir a Nota Fiscal pode fazê-lo via NF de Serviço (passível de ISS, por exemplo) ou NF de Produto (passível de ICMS, por exemplo), gerando diferenças, por vezes, significativas no preço final. De qualquer forma, para órgãos de Governo, é o caminho natural para aquisição de licenças e serviços Atlassian mediante, um edital de compra o carta-convite. Para entidades sem fins lucrativos, geralmente acadêmicos ou de pesquisa, a Atlassian oferece licenças com 50% de desconto em relação ao preço de tabela do Marketplace. Porém, uma comprovação jurídica é necessária, conforme termos disponíveis em: https://www.atlassian.com/survey/classroom-license-request. Importante salientar que nem todos os outros fabricantes de módulos da ALM oferecem este benefício, então é imprescindível analisar cada módulo a ser utilizado na ALM. Projetos sem fins lucrativos e abertos ao público podem utilizar licenças gratuitas da Atlassian, de todos os seus produtos e módulos. Fabricantes presentes no Marketplace também oferecem este modelo, mas nem todos. Para saber mais, acesse: https://www.atlassian.com/software/views/community-license-request Quando as licenças possuem mais de 500 usuários, a Atlassian oferece o modelo de licenciamento Enterprise que oferece benefícios como suporte 24x7 por telefone (em inglês), acesso a treinamentos gratuitos, área avançada de treinamentos dentro do Atlassian University, acesso a conteúdos exclusivos de documentação, workshops (via Internet) avançados com técnicos da Atlassian e um TAM (Tecnical Account Management) que é um ponto de contato único entre o cliente e a Atlassian, melhorando a comunicação entre o cliente final e a fabricante. É a compra inicial das licenças Atlassian. Uma vez adquirida das licenças, o software Atlassian é de uso perpétuo (tal qual como um MS Windows ou um MS Office). O licenciamento inicial pode ser feito para 12, 24 ou 36 meses, e durante este período, existe o suporte do fabricante (via Internet ou telefone no caso de licenças Enterprise) e a garantia do direito à atualização do software caso uma nova versão venha ser lançada. O roadmap dos produtos e módulos da ALM ocorre entre 3 e 6 meses, geralmente, o que indica que, de forma geral, duas atualizações estão para o cliente. Quando o licenciamento inicial vence o cliente é convidado a fazer a renovação do licenciamento. Se ele optar por isso, o investimento é geralmente 40% ou 50% do licenciamento inicial, e habilita o cliente a continuar usando o suporte e o direito a novos upgrades. Caso o cliente não faça a renovação do licenciamento, o software continua funcionando, mas sem suporte nem direito a upgrades. É o ato do cliente estar utilizando uma faixa de usuários e decidir aumentar esta faixa para um nível maior. Por exemplo, o cliente pode ter uma licença de 100 usuários e decidir fazer um upgrade para 500 usuários ou então usuários. Neste momento, o cliente deve realizar uma nova compra para o número de usuários desejados, onde vai realizar o pagamento apenas da diferença de valores entre sua licença atual e nova. Uma vez realizado o upgrade, a licença anterior é desativada, não sendo mais passível de utilização. O ato inverso, de possuir uma licença maior e decidir pela sua redução é chamado Downgrade. É a nuvem de serviços da Atlassian. É uma opção de baixo custo para o cliente utilizar as soluções Atlassian sem ter que investir em hardware, espaço e pessoas para administrar uma infraestrutura de servidores. Conhecido como SaaS (Software as a Service), é tendência no mundo. Porém, importante salientar que nem todos os produdos Atlassian podem ser utilizados na nuvem e, por esta nuvem estar dispersa no globo, sanções legais podem ser aplicadadas sob os dados. Por exemplo, órgãos militares ou judiciários podem ter restrições a salvar dados de cidadãos ou do Governo fora do país de origem, como o Brasil. Conhecer a legislação de seu órgão neste momento e os limites da nuvem da Atlassian é questão primordial para escolher a forma de implantação ALM. DICA: Outra opção, caso o cliente tenha interesse em utilizar SaaS e a nuvem da Atlassian não oferecer todos os recursos desejados é contatar empresas que oferecem nuvens particulares, onde o software ALM pode ser instalado. A 3layer Tecnologia, por exemplo, tem CASEs de sucesso nessa linha, tendo montado ambientes de nuvem utilizando plataforma Amazon para clientes que operam em mais de 15 países simultaneamente. ANSWERS LICENÇAS DE U$ 10, 00 NÚMERO DE USUÁRIOS É o fórum de discussão online e aberto da Atlassian. Uma área de perguntas e respostas extremamente ativa. Acessado em https://answers.atlassian.com É o nível mais básico de licenciamento da plataforma Atlassian, onde os produtos e módulos são vendidos pelo preço simbólico de U$ 10, 00 (dez dólares) para um limite de até 10 (dez) usuários. É a forma da Atlassian garantir que 100% de seus usuários tenham licenciamento e suporte garantidos, diferente de modelos Open Source, onde um software gratuito não tem suporte de nenhum fabricante. De especial interesse ao leitor neste ponto é saber que 100% do valor obtido com este tipo de licenciamento é revertido para fins sociais, onde em 2012, U$ 2 milhões foram destinados à doações para entidades não governamentais pela Atlassian no mundo. Define a faixa de licenciamento dos produtos e módulos da ALM Atlassian. Atualmente, as faixas de licenciamento são: até 10, até 25, até 50, até 100, até 500, até 2.000, até e Mais de usuários. Quando o cliente opta por implantar a solução Atlassian, ele deve escolher uma dessas faixas de licenciamento. Outro ponto importante aqui é que o conceito de usuário na ALM Atlassian é qualquer usuário que acessa um produto via uma conta de usuário (login). Em outras palavras, não existe diferença entre um usuário interno (técnico) ou usuário externo (cliente final) ou um administrador (admin).

17 Página. 17 de 34 PARTE 2 5 A CONTRATAÇÃO ATLASSIAN NO GOVERNO Os capítulos anteriores contextualizaram a solução ALM Atlassian e os principais elementos envolvidos no seu cenário, enfatizando a importância da presença de um revenda, ou seja, um Expert, no apoio na caminhada de implantação desse ferramental. Neste capítulo agora é mostrada uma sequência de passos que pode ser utilizada para implantação ALM Atlassian no Governo, a qual é baseada na compilação de materiais, estratégias, movimentos, ações e práticas já realizadas pela 3layer Tecnologia, e que são considerados casos de sucesso sempre sob a luz da Lei de Licitações e Contratos da Administração Pública. Cada seção abaixo cobre um momento diferente da implantação, conduzindo uma sequência de ações desde o lampejo da necessidade inicial até o processo de renovação anual da solução ALM Atlassian. 5.1 A Necessidade Diferentes eventos motivam o interesse em uma suíte ALM, como a oferecida pela Atlassian, entre eles: Sistema internos ou de terceiros utilizados para o controle de demandas, de projetos e de documentos não atendem mais as necessidades atuais ou previstas dos setores, departamentos e áreas; Uma nova diretoria, gerência ou coordenação assume uma área e deseja renovar o parque instalado com software mais robusto e atualizado, buscando maior excelência nos controles realizados; Normas externas precisam ser seguidas a fim de manter ou evoluir a organização, como implantação do Processo MPSbr, CMMI, ISSO, ITIL, COBIT, entre outros; Outro órgão do Governo já vem utilizando a solução, a qual também se mostra adequada à repartição, que deseja implantá-la para também usufruir de seus benefícios; Soluções atuais em Software Livre, embora com custo de licenciamento zero, se mostram por demais onerosas (gerência de configuração, ações manuais, falta de suporte de um fabricante, ausência de documentação, etc.) e precisam ser subistuídas por uma plataforma comercial; Soluções criadas internamente (software caseiro, planilhas eletrônicas, gerenciamento via s, etc.) não atendem mais a crescente demanda, ao mesmo tempo em que as áreas tornam-se reféns de equipes internas, sempre indisponíveis para um suporte pró-ativo e evolução; O fornecedor da solução ALM atual não dá mais o suporte necessário, nem mais agrega valor ao negócio, tornando negativa a relação custo-benefício da plataforma em uso; Os produtos em uso não escalam para o número de usuários ou de dados desejado; Os mecanismos de controle de acesso, segurança e integridade de dados exigem um produto mais robusto, a fim de preservar as informações sigilosas e consistentes; Existem vários sistemas independentes que atendem necessidades pontuais, porém não existe sinergia nem integração entre eles; Não ocorre o ciclo ALM aqui. Muitos outros. Como exposto, muitos cenários podem fomentar o desejo de uma solução ALM, na amplitude que for. Independente de quais sejam eles, a pedra fundamental foi lançada, e um movimento de resposta deve ser dado.

18 5.2 O Levantamento Inicial 3layer - comercial - roteiro para implantacao atlassian em orgaos de governo.docx Página. 18 de 34 Identificada a necessidade, um responsável deve assumir o projeto nascente. Geralmente, uma pessoa da área técnica, como um Analista de Sistema ou um Gerente/Gestor de Projetos é a pessoa que se encarrega disso. Independente do cargo, a pessoa que assume esta tarefa de levantamento inicial deve ter competência na área de diálogo com as pessoas que vão utilizar o produto final e alguma experiência anterior em softwares ALM é bemvinda também. Ter tempo para o envolvimento no dia-a-dia que vai ser o projeto de implantação ALM e a perseverança de avançar e conduzir todos os próximos passos com calma também são requisitos importantes. Neste momento de levantamento inicial, o objetivo é angariar o máximo de informações para o projeto, a fim de definir o escopo em abrangência da necessidade inicial. Abaixo, algumas informações que precisam ser levantadas aqui: Produtos ALM Atlassian É importante ter conhecimento, pelo menos básico, sobre os produtos e módulos que compõem a ALM Atlassian. Ver algumas telas funcionando (mesmo em vídeo), conhecer algumas funcionalidades, entender o vocabulário básico são ações primárias para quem vai conduzir o projeto ALM dentro do órgão do governo. Assim, se a pessoa responsável não conhece nada sobre ALM Atlassian, a dica mais rápida para fazer uma imersão inicial é ler as páginas de Overview dos produtos Atlassian e os assistir os vídeos introdutórios de cada ferramenta. Abaixo os endereços eletrônicos para acesso rápido a este material: JIRA: https://www.atlassian.com/software/jira o o o Módulo Agile: https://www.atlassian.com/software/jira/agile Módulo Service Desk: https://www.atlassian.com/software/jira/jsd Módulo Capture: https://www.atlassian.com/software/jira/capture Confluence: https://www.atlassian.com/software/confluence o o o Módulo Questions: https://www.atlassian.com/software/confluence-questions Módulo Team Calendars: https://www.atlassian.com/software/confluence/team-calendars Módulo Sharepoint Connector: https://www.atlassian.com/software/sharepoint-connector/overview Stash: https://www.atlassian.com/software/stash Fisheye: https://www.atlassian.com/software/fisheye/overview Crucible: https://www.atlassian.com/software/crucible/overview Bamboo: https://www.atlassian.com/software/bamboo Crowd: https://www.atlassian.com/software/crowd/overview HipChat: https://www.atlassian.com/software/hipchat De cinco a dez minutos para olhar cada link são suficientes para entender o objetivo de cada ferramenta. Então, em menos de duas horas é possível entender todo o circuito de ferramentas essenciais da ALM. Explore elas. Não deixe de fazê-lo Stakeholders Importantíssimo é identifcar, pelo menos, os seguintes perfis que serão necessários durante todo o projeto, e ainda depois durante sua operação continuada manter contato e participação ativa deles. São eles: Patrocinadores: Quem é o órgão, diretoria, gerência, coordenação ou afim que é o responsável pela aprovação do orçamento para o projeto. Garantir que vai existir verba disponível para o projeto (e neste momento de quantidade ainda desconhecida) é importante desde já. Uma resposta negativa neste momento evita muito trabalho perdido. Uma resposta inconclusiva vai derivar para um estudo mais detalhado, o que é explorado neste texto. E uma resposta positiva, de que qualquer montante pode ser angariado (o que é pouco provável) pode facilitar a jornada, mas não exime um amplo embasamento,

19 3layer - comercial - roteiro para implantacao atlassian em orgaos de governo.docx Página. 19 de 34 haja visto a Lei exigir a transparência e legitimilidade de todos os custos do projeto. Então, quem tem a caneta para a rubrica é a pessoa-chave a ser localizada e convencida. E é a primeira pessoa da lista. Usuários Líderes: Uma vez que a solução ALM pode abranger muitas áreas, eventualmente muitas pessoas podem ter voz ativa no momento de definir os requisitos e de aprová-los. Escutar todas as pessoas afetadas pode ser inviável. Então, a melhor estratégia é identificar quem são os multiplicadores de conhecimento, o que é chamado aqui de usuários-líderes, aqueles nos quais as grandes massas se apoiam. Se o seu órgão for dividido em vários deparatamentos, áreas, etc, ter um representante de cada uma delas pode ser uma boa prática. Conversar com essas pessoas, abrir um canal de comunicação fluído desde o início e enfatizar a importância da participação delas em todo o cenário é de suma importância. Sem usuários líderes interessados, os requisitos são mal definidos. Requisitos mal definidos não são homologados. E requisitos sem homologação derivam para usuários insatisfeitos, projetos sem entrega e problemas comerciais e jurídicos com o fornecedor da ALM, inevitavelmente. Product Owner: Independente da quantidade de usuários-líderes, até talvez um deles, deve assumir o papel de Dono do Projeto ou Dono do Produto, do inglês Product Owner. Esta pessoa é figura fundamental no projeto. Ela vai garantir um ordenamento das prioridades entre os vários usuárioslíderes, dar report constante ao Patrocinador, interagir com o gerente de projetos do fornecedor, remover impedimentos no seu lado (financeiros, administrativos, humanos, etc.). Enfim, deve zelar incessantemente pelo sucesso do projeto. O Product Owner é o representante oficial de todos os usuários líderes do projeto. Talvez, você que esteja lendo este documento agora seja esta figura. Eventualmente, um gerente de projetos pode ser alocado pelo lado do cliente, ou seja, pelo órgão de governo a fim de apoiar a gestão da implantação que deve ocorrer pela consultoria, ou seja, o Expert. Porém, isso não é necessário, uma vez que a consultoria geralmente provê este recurso para o projeto, onde ele trabalha diretamente com o Product Owner organizando a fila dos trabalhos (backlog) e quaisquer outros itens do projeto Áreas Envolvidas Da mesma forma que identificar as pessoas, identificar quais são as áreas envolvidas no projeto, sejam como demandantes ou como afetadas é de suma importância. Um grande erro que ocorre na implantação de projetos ALM é subestimar o interesse de áreas vizinhas ou envolvidas na cadeia do processo, ou seja, aquelas que vêem antes, depois, acima e abaixo da área principal do projeto. A experiência da 3layer Tecnologia mostra que muitos projetos poderiam ter sido melhor desenvolvidos se esta sinergia, este interesse múto, tivesse disso identificado desde o levantamento inicial. Quando isso não ocorre, é comum que a implantação que fora bem sucedida em uma área, com planejamento, qualidade e consistência seja copiada inadvertidamente, sem muitos critérios, para uma área vizinha, com a esperança que ela também funcione lá. Ledo engano, pois cada área têm suas necessidades específicas, e são os detalhes que fazem a diferença quando se trata de ALM. É imprescindível, ajustar, tunar, os requisitos da ALM para cada área interessa. Somente assim a condição de sucesso do projeto é alcançada. Assim, neste momento, disparar um interno comunicando o assunto e solicitando uma reunião para apresentar a idéia à outras áreas pode ser uma iniciativa fácil, rápida e efetiva. De forma geral, quanto mais áreas envolvidas, maior será a visibilidade do projeto, e mais facilmente pode ser alcançada a massa crítica para fazer o projeto acontecer. Pontuar os itens dessa reunião de áreas em uma ata, e garantir o repasse dela à todos, bem como um tempo de sedimentação para a coleta de feedback pode ajudar a garantir que nada e nenhuma área fora esquecida. Guarde esta ata, ela será necessária nos próximos passos. Por fim, certique-se que o patrocinador do projeto tenha ciência do seu conteúdo.

20 5.2.4 Soluções Atuais 3layer - comercial - roteiro para implantacao atlassian em orgaos de governo.docx Página. 20 de 34 Ao juntar diferentes áreas, setores, departamentos, repartições ou grupos de trabalho é provável que mais idéias e propostas de soluções apareçam. Muitas delas possivelmente já estão em uso e implementadas em algum software que pode até ser desconhecido por outras áreas e pessoas até então. Explorar as soluções em uso atualmente é importante, de forma garantir que os anseios por uma nova solução ALM sejam consistentes. Neste momento, a tabulação das informações pode começar a ser feita, em uma planilha simples ou Matriz SWOT (de forças e fraquezas) para os produtos em uso na casa. Esta estruturação vai ajudar a garantir que os recursos de interesse (as forças) dos softwares/soluções atuais sejam preservados, e que as deficiências (fraquezas) sejam corrigidas/minimizadas com o novo software ALM. A tabela abaixo mostra um exemplo de como a tabulação das soluções atuais (sejam implementadas em software ou operadas manualmente) pode ser feita: TABELA 3 Modelo para identificação das soluções atuais para o projeto ALM. Solução Visão Geral Usos Pontos Positivos Pontos Negativos Oportunidades Mais Informações Nome do Sistema ou da Forma Tal de fazer algo hoje Um ou dois parágrafos descrevendo a solução/sistema existente para atender a necessidade Exemplos de uso da solução; as principais coisas que ela faz Características boas na solução, que todos gostam e que deveriam ser preservadas Características ruins ou vícios, limitações, problemas, coisas que devem ser sanadas com a nova solução Idéias de como pontos negativos poderia ser corrigido, dicas, sugestões de como sanar os problemas Links, figuras, exemplos, materiais complementares que descrevem em detalhes esta solução, enfatizando figuras e descrições que cubram os pontos positivos, negativos e as oportunidades sempre que possível Um exemplo prático disso pode ser visto no ANEXO 1. Nele, é mostrada uma planilha que fora montada durante a escrita do Documento de Visão de um projeto de implantação ALM Atlassian. Observe que ela evidencia claramente quais softwares e soluções estão sendo ou serão afetados pela implantação da nova ALM. Se seu Termo de Referência (discutido adiante) já conter esta planilha como anexo, será um diferencial valioso para o seu projeto Necessidades, Prioridades e Prazo Com a matriz de soluções atuais contendo propostas de melhoria, é o momento de priorizar os itens. Assim como prega o Framework Scrum, é importante ter uma única lista de referência com as necessidades para o projeto, ou seja, o Backlog. Este backlog deve ser uma lista priorizada, com somente um item 1, somente um item 2, somente um item 3 e assim sucessivamente. Ao ordenar as necessidades por prioridade, se garante que o orçamento do projeto seja aplicado nos itens mais importantes primeiro. Se o dinheiro acabar antes de (ou não for suficiente para) executar todos os itens da lista, os itens mais importantes terão sido satisfeitos. E qual a forma mais rápida de unificar as necessidades de todas as pessoas em todas as áreas em uma única lista? O algoritmo abaixo pode ajudar nisso: 1. Peça que cada pessoa em cada área faça uma lista pessoal priorizada de todas as suas necessidades; 2. Cada gestor em cada área, reúne as pessoas de sua área e unifica estas listas pessoais em uma única lista priorizada, ou seja, a lista priorizada da sua área; 3. O Product Owner do projeto (quem sabe você!) reúne os gestores de cada área, e as listas priorizadas de cada área são unificadas em uma única lista priorizada, ou seja, a lista priorizada do projeto. 4. Ao fim, todos os itens, de todas as pessoas em todas as áreas estão em uma única lista priorizada, sem conflito de prioridades. Guarde esta lista, ela representa a unificação das necessidades. Uma questão natural que surge a partir do Backlog é quanto tempo ele levará para ser construído? Neste momento, ninguém sabe. Não foram feitas estimativas. E também não foram feitos detalhamentos exatos de cada uma das necessidades levantadas.

Listagem de Softwares da Plataforma Atlassian ALM. Última atualização: Junho 2014

Listagem de Softwares da Plataforma Atlassian ALM. Última atualização: Junho 2014 Página. 1 de 6 Atlassian ALM Listagem de Softwares da Plataforma Atlassian ALM Última atualização: Junho 2014 Av. Getúlio Vargas, 1594 salas 203, 703 e 704 Menino Deus Página. 2 de 6 1 VISÃO GERAL A plataforma

Leia mais

Portfólio Operacional

Portfólio Operacional Portfólio Operacional www.3layer.com.br 3layer@3layer.com.br Porto Alegre, RS Brasil 2014 Sumário PARTE 1 Introdução Histórico Premissas Foco PARTE 2 Estrutura de Operações Parceiros Serviços Produtos

Leia mais

Feature Matrix. Última atualização: Junho 2015

Feature Matrix. Última atualização: Junho 2015 Página. 1 de 6 Feature Matrix Última atualização: Junho 2015 Atlassian ALM Av. Getúlio Vargas, 1594 salas 203, 703 e 704 Menino Deus Página. 2 de 6 1 VISÃO GERAL A plataforma Atlassian ALM é composta atualmente

Leia mais

3 Estudo de Ferramentas

3 Estudo de Ferramentas 3 Estudo de Ferramentas Existem diferentes abordagens para automatizar um processo de desenvolvimento. Um conjunto de ferramentas pode ser utilizado para aperfeiçoar o trabalho, mantendo os desenvolvedores

Leia mais

Redmine. Simplificando a gestão de projetos 28-08-2014

Redmine. Simplificando a gestão de projetos 28-08-2014 Redmine Simplificando a gestão de projetos 28-08-2014 Sobre o palestrante Eliel Gonçalves Formação técnica em processamento de dados e graduação em tecnologia em processamento de dados. Possui 15 anos

Leia mais

Redmine. Simplificando a gestão de projetos 28-08-2014

Redmine. Simplificando a gestão de projetos 28-08-2014 Redmine Simplificando a gestão de projetos 28-08-2014 Sobre o palestrante Eliel Gonçalves Formação técnica em processamento de dados e graduação em tecnologia em processamento de dados. Possui 15 anos

Leia mais

Intranet Social. Parceiro Autorizado Brasil RAD Soluções (51) 3377-4691 www.radsolucoes.com.br. Veja o video com legendas on YouTube.

Intranet Social. Parceiro Autorizado Brasil RAD Soluções (51) 3377-4691 www.radsolucoes.com.br. Veja o video com legendas on YouTube. Veja o video com legendas on YouTube.com Intranet Social Parceiro Autorizado Brasil RAD Soluções (51) 3377-4691 www.radsolucoes.com.br www.bitrix24.com 0 O que é Bitrix24? Bitrix24 é uma solução para intranet

Leia mais

Sistema de Gestão dos Documentos da Engenharia [EDMS] O caminho para a Colaboração da Engenharia e Melhoria de Processos

Sistema de Gestão dos Documentos da Engenharia [EDMS] O caminho para a Colaboração da Engenharia e Melhoria de Processos Sistema de Gestão dos Documentos da Engenharia [EDMS] O caminho para a Colaboração da Engenharia e Melhoria de Processos O gerenciamento de informações é crucial para o sucesso de qualquer organização.

Leia mais

Sistema de Gestão dos Documentos da Engenharia [EDMS] O caminho para a Colaboração da Engenharia e Melhoria de Processos

Sistema de Gestão dos Documentos da Engenharia [EDMS] O caminho para a Colaboração da Engenharia e Melhoria de Processos Sistema de Gestão dos Documentos da Engenharia [EDMS] O caminho para a Colaboração da Engenharia e Melhoria de Processos O gerenciamento de informações é crucial para o sucesso de qualquer organização.

Leia mais

IBM Rational Requirements Composer

IBM Rational Requirements Composer IBM Requirements Composer Aprimore os resultados do projeto por meio da melhor definição e gerenciamento de requisitos Destaques Obter maior agilidade, foco no cliente, qualidade e menor tempo de lançamento

Leia mais

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento HOME O QUE É TOUR MÓDULOS POR QUE SOMOS DIFERENTES METODOLOGIA CLIENTES DÚVIDAS PREÇOS FALE CONOSCO Suporte Sou Cliente Onde sua empresa quer chegar? Sistemas de gestão precisam ajudar sua empresa a atingir

Leia mais

INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa

INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa ACESSE Informações corporativas a partir de qualquer ponto de Internet baseado na configuração

Leia mais

Gestão do Conteúdo. 1. Introdução

Gestão do Conteúdo. 1. Introdução Gestão do Conteúdo 1. Introdução Ser capaz de fornecer informações a qualquer momento, lugar ou através de qualquer método e ser capaz de fazê-lo de uma forma econômica e rápida está se tornando uma exigência

Leia mais

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br Soluções em Software para Medicina Diagnóstica www.digitalmed.com.br NOTA DE AGRADECIMENTO Primeiramente, agradecemos pela sua receptividade em conhecer as nossas soluções, afinal, é sempre uma imensa

Leia mais

Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation.

Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation. Project and Portfolio Management [PPM] Sustainable value creation. O SoftExpert PPM Suite é a solução mais robusta, funcional e fácil para priorizar, planejar, gerenciar e executar projetos, portfólios

Leia mais

FUNCIONALIDADES DO TRACEGP VERSÃO 9. Funcionalidades do TraceGP Versão 9 www.tracegp.com.br

FUNCIONALIDADES DO TRACEGP VERSÃO 9. Funcionalidades do TraceGP Versão 9 www.tracegp.com.br FUNCIONALIDADES DO TRACEGP VERSÃO 9 Funcionalidades do TraceGP Versão 9 FUNCIONALIDADES DO TRACEGP DASHBOARDS Possibilidade de criar dashboards de visualização de gráficos e listagem de informações de

Leia mais

Analista de Negócio Pleno

Analista de Negócio Pleno Analista de Negócio Pleno Formação: Nível Superior na área de informática ou áreas afins. Desejável Pós Graduação em Gestão de Projetos, Tecnologia de Informação ou Negócios. Atividades: Realizar atividades

Leia mais

Violin Tours Management

Violin Tours Management vtm Violin Tours Management Violin Tours Management tm vviolin Tours Management Visão Geral Bem-vindo ao Violin Tours Management, uma aplicação completa para que você automatize canais de relacionamento,

Leia mais

Atlassian ALM. Visão Geral

Atlassian ALM. Visão Geral Atlassian ALM Visão Geral 2015@3layer Sumário PARTE 1 Fabricante Atlassian PARTE 2 Suite ALM JIRA gestão de demandas e projetos Portfolio Agile Timesheets Servicedesk Relatórios e BI Confluence - colaboração

Leia mais

Excelência em Metodologia de Helpdesk

Excelência em Metodologia de Helpdesk Excelência em Metodologia de Helpdesk O IntraDesk foi desenvolvido com base nas melhores práticas conhecidas de Helpdesk, indicadas por organizações como o Gartner Group e o Helpdesk Institute, que, aliadas

Leia mais

PDS - DATASUS. Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS

PDS - DATASUS. Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS PDS - DATASUS Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS Coordenação Geral de Arquitetura e Engenharia Tecnológica Coordenação de Padronização e Qualidade de Software Gerência de Padrões e Software

Leia mais

Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia

Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia P ORTFÓ FÓLIO Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia versão 1.1 ÍNDICE 1. A EMPRESA... 3 2. BI (BUSINESS INTELLIGENCE)... 5 3. DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS... 6 3.1. PRODUTOS

Leia mais

Integração Contínua com Rational Team Concert, Jenkins e SonarQube

Integração Contínua com Rational Team Concert, Jenkins e SonarQube Integração Contínua com Rational Team Concert, Jenkins e SonarQube Agenda 1. Introdução à Integração Contínua 2. Ferramentas 3. Solução de Integração Contínua em Furnas 4. Demonstração O que é a Integração

Leia mais

PLANO DO PROJETO. TÍTULO: Novos sites Grupo Promon e Promon Engenharia. GERENTE DO PROJETO: Ricardo Mantovani

PLANO DO PROJETO. TÍTULO: Novos sites Grupo Promon e Promon Engenharia. GERENTE DO PROJETO: Ricardo Mantovani PLANO DO PROJETO TÍTULO: GERENTE DO PROJETO: Ricardo Mantovani HISTÓRICO DE MODIFICAÇÕES Revisão Data Descrição das alterações Autor/Editor i V1R0 23/01/2012 Versão inicial RESPONSÁVEL PELO DOCUMENTO Nome

Leia mais

O poder da colaboração e da comunicação baseadas na Nuvem

O poder da colaboração e da comunicação baseadas na Nuvem O poder da colaboração e da comunicação baseadas na Nuvem O Microsoft Office 365 é a suíte de Produtividade da Microsoft, que oferece as vantagens da Nuvem a empresas de todos os tamanhos, ajudando-as

Leia mais

ONE Service Desk. O Service Desk ONE fornece uma infraestrutura de serviços de suporte ITIL completa, contendo:

ONE Service Desk. O Service Desk ONE fornece uma infraestrutura de serviços de suporte ITIL completa, contendo: ONE Service Desk O Service Desk ONE fornece uma infraestrutura de serviços de suporte ITIL completa, contendo: Gerenciamento de Incidentes Gerenciamento de Problemas Gerenciamento de Mudanças BDGC (Banco

Leia mais

Alfresco Content Management

Alfresco Content Management Alfresco Content Management Alfresco é um sistema ECM (Enterprise Content Management) também conhecido como GED (Gestão Eletrônica de Documentos) em nosso mercado de porte corporativo para atender a empresas

Leia mais

Linha Silk: a maneira leve para testar, desenvolver e gerenciar

Linha Silk: a maneira leve para testar, desenvolver e gerenciar Linha : a maneira leve para testar, desenvolver e gerenciar Leve Criado apenas com a funcionalidade que você precisa Barato Do uso gratuito ao licenciamento flexível Eficiente Software fácil de usar e

Leia mais

Dados do Projeto. Nome do Projeto. Fingerprint Access Users. Data de Inicialização 14/04/2012

Dados do Projeto. Nome do Projeto. Fingerprint Access Users. Data de Inicialização 14/04/2012 Fábrica de Software Dados do Projeto Nome do Projeto Data de Inicialização Responsáveis Autores Fingerprint Access Users 14/04/2012 Adriana Lima de Almeida, Espedito Alves Leal, Jaciel Dias de Souza, Samuel

Leia mais

INTERLIMS SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE INFORMAÇÕES PARA LABORATÓRIOS DE ANÁLISES DE ÁGUA

INTERLIMS SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE INFORMAÇÕES PARA LABORATÓRIOS DE ANÁLISES DE ÁGUA INTERLIMS SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE INFORMAÇÕES PARA LABORATÓRIOS DE ANÁLISES DE ÁGUA INTERLIMS SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE INFORMAÇÕES PARA LABORATÓRIOS DE ANÁLISES DE ÁGUA O InterLIMS se apresenta

Leia mais

Powerlogic Agosto / 2011.

Powerlogic Agosto / 2011. Formação de Profissionais para Desenvolvimento Java EE/Web 2.0 Orientações para capacitação de mão de obra especializada para atividades de Especificação, Arquitetura e Implementação de Aplicações Java

Leia mais

SPEKX DATA SHEET. Visão Serviços. Release 4.5

SPEKX DATA SHEET. Visão Serviços. Release 4.5 SPEKX DATA SHEET Visão Serviços Release 4.5 Versão 2.0 ÍNDICE ANALÍTICO 1. Introdução 3 1.1. Solução Única 3 2. Visão Resumida 4 2.1 Diagrama de Etapas de Projetos / Serviços 4 2.2. Resumo Descritivo Etapas

Leia mais

PLANEJAMENTO DO DESENVOLVIMENTO E INTEGRAÇÕES

PLANEJAMENTO DO DESENVOLVIMENTO E INTEGRAÇÕES Anexo II C Extranet Social PLANEJAMENTO DO DESENVOLVIMENTO E INTEGRAÇÕES Página 1 de 15 Tudo que for diferente do que foi citado nesse documento deverá ser aprovado pela área de tecnologia do SESC. As

Leia mais

Microsoft Nosso Comprometimento Mais de 9 bilhões em P&D/ano

Microsoft Nosso Comprometimento Mais de 9 bilhões em P&D/ano Microsoft Nosso Comprometimento Mais de 9 bilhões em P&D/ano Windows e Web Dynamics Comunicação e Produtividade Servidores Infraestrutura Empresarial Busca e Anúncios Mobilidade Entretenimento e TV PRODUTIVIDADE

Leia mais

ITIL V3 (aula 2) AGENDA: GERENCIAMENTO DE MUDANÇA GERENCIAMENTO DE LIBERAÇÃO GERENCIAMENTO DE CONFIGURAÇÃO

ITIL V3 (aula 2) AGENDA: GERENCIAMENTO DE MUDANÇA GERENCIAMENTO DE LIBERAÇÃO GERENCIAMENTO DE CONFIGURAÇÃO ITIL V3 (aula 2) AGENDA: GERENCIAMENTO DE MUDANÇA GERENCIAMENTO DE LIBERAÇÃO GERENCIAMENTO DE CONFIGURAÇÃO Gerência de Mudanças as Objetivos Minimizar o impacto de incidentes relacionados a mudanças sobre

Leia mais

Guia de vendas Windows Server 2012 R2

Guia de vendas Windows Server 2012 R2 Guia de vendas Windows Server 2012 R2 Por que Windows Server 2012 R2? O que é um servidor? Mais do que um computador que gerencia programas ou sistemas de uma empresa, o papel de um servidor é fazer com

Leia mais

Gerenciamento de configuração. Gerenciamento de Configuração. Gerenciamento de configuração. Gerenciamento de configuração. Famílias de sistemas

Gerenciamento de configuração. Gerenciamento de Configuração. Gerenciamento de configuração. Gerenciamento de configuração. Famílias de sistemas Gerenciamento de Gerenciamento de Configuração Novas versões de sistemas de software são criadas quando eles: Mudam para máquinas/os diferentes; Oferecem funcionalidade diferente; São configurados para

Leia mais

CSI IT Solutions. WebReport2.5. Relatórios abertos. Acesso controlado Extensibilidade de módulos IMPACTO AMBIENTAL

CSI IT Solutions. WebReport2.5. Relatórios abertos. Acesso controlado Extensibilidade de módulos IMPACTO AMBIENTAL CSI IT Solutions 2.5 solução CSI PrintManager G e s t ã o d e A m b i e n t e d e I m p r e s s ã o O CSI dá aos gestores de TI o poder de uma gestão integral através do acesso fácil às informações gerenciais

Leia mais

as cinco principais batalhas do monitoramento e como você pode vencê-las

as cinco principais batalhas do monitoramento e como você pode vencê-las DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA Setembro de 2012 as cinco principais batalhas do monitoramento e como você pode vencê-las agility made possible sumário resumo executivo 3 efetivo do servidor: 3 difícil e piorando

Leia mais

SOFTWARE E SOLUÇÕES HP APPLICATION LIFECYCLE MANAGEMENT VOCÊ NUNCA VIU CICLOS DE VIDA DE APLICATIVOS GERENCIADOS DESSA MANEIRA

SOFTWARE E SOLUÇÕES HP APPLICATION LIFECYCLE MANAGEMENT VOCÊ NUNCA VIU CICLOS DE VIDA DE APLICATIVOS GERENCIADOS DESSA MANEIRA OBJETIVO VISÃO GERAL DO PRODUTO ESTRATÉGIA DE COMUNICAÇÃO VISÃO GERAL DO MERCADO/ PROPOSTA DE VALOR Objetivo da ligação: Visão geral do produto: Estratégia de comunicação: Visão geral do mercado: Identificar

Leia mais

Programa do Módulo 2. Processo Unificado: Visão Geral

Programa do Módulo 2. Processo Unificado: Visão Geral 9.1 Programa do Módulo 2 Orientação a Objetos Conceitos Básicos Análise Orientada a Objetos (UML) O Processo Unificado (RUP) Processo Unificado: Visão Geral 9.2 Encaixa-se na definição geral de processo:

Leia mais

ALÉM DO BUG TRACKING : GERENCIANDO O SETOR DE SUPORTE COM O MANTISBT

ALÉM DO BUG TRACKING : GERENCIANDO O SETOR DE SUPORTE COM O MANTISBT ALÉM DO BUG TRACKING : GERENCIANDO O SETOR DE SUPORTE COM O MANTISBT Juliano Flores Prof. Lucas Plautz Prestes Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Gestão de Tecnologia da Informação (GTI034)

Leia mais

CRManager. CRManager. TACTIUM CRManager. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades. www.softium.com.

CRManager. CRManager. TACTIUM CRManager. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades. www.softium.com. Tactium Tactium CRManager CRManager TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades 1 O TACTIUM CRManager é a base para implementar a estratégia de CRM de sua empresa. Oferece todo o suporte para personalização

Leia mais

HOEPERS USA TECNOLOGIA PARA QUEBRAR PARADIGMAS E OBTER GERENCIAMENTO TOTAL DAS DEMANDAS DA ORGANIZAÇÃO

HOEPERS USA TECNOLOGIA PARA QUEBRAR PARADIGMAS E OBTER GERENCIAMENTO TOTAL DAS DEMANDAS DA ORGANIZAÇÃO HOEPERS USA TECNOLOGIA PARA QUEBRAR PARADIGMAS E OBTER GERENCIAMENTO TOTAL DAS DEMANDAS DA ORGANIZAÇÃO Perfil A Hoepers S.A se posiciona no mercado como uma das três maiores empresas de recuperação de

Leia mais

6 Infraestrutura de Trabalho

6 Infraestrutura de Trabalho 6 Infraestrutura de Trabalho Este capítulo tem como objetivo fornecer uma visão geral do ambiente de trabalho encontrado na organização estudada, bem como confrontá-lo com a organização ideal tal como

Leia mais

CA Nimsoft Monitor para servidores

CA Nimsoft Monitor para servidores DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA Setembro de 2012 CA Nimsoft Monitor para servidores agility made possible CA Nimsoft para monitoramento de servidores sumário CA Nimsoft Monitor para servidores 3 visão geral da solução

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Sobre a OpServices Fabricante de software focada no gerenciamento de ambientes de TI e Telecom e processos de negócios. Mais de 12 anos de experiência no monitoramento de indicadores de infraestrutura;

Leia mais

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento Aumente a eficiência de seu negócio O Versa é um poderoso software de gestão de negócios para editoras, distribuidoras e livrarias. Acessível e amigável, o sistema foi desenvolvido especificamente para

Leia mais

ANEXO II - Especificações Técnicas

ANEXO II - Especificações Técnicas ANEXO II - Especificações Técnicas Índice 1 CONTEXTUALIZAÇÃO DO ESCOPO... 24 1.1 OBJETIVO DESTE DOCUMENTO... 24 1.2 CARACTERÍSTICAS DAS SOLUÇÕES SAGER E SAAT... 24 1.3 COMPONENTES DO PROJETO PARA O DESENVOLVIMENTO

Leia mais

ERP: Pacote Pronto versus Solução in house

ERP: Pacote Pronto versus Solução in house ERP: Pacote Pronto versus Solução in house Introdução Com a disseminação da utilidade e dos ganhos em se informatizar e integrar os diversos departamentos de uma empresa com o uso de um ERP, algumas empresas

Leia mais

SISTEMA GERENCIAL TRATORPLAN

SISTEMA GERENCIAL TRATORPLAN SISTEMA GERENCIAL TRATORPLAN SIGET Fabrício Pereira Santana¹, Jaime William Dias¹, ², Ricardo de Melo Germano¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil fabricioblack@gmail.com germano@unipar.br

Leia mais

ANEXO 09 PERFIS PROFISSIONAIS MÍNIMOS

ANEXO 09 PERFIS PROFISSIONAIS MÍNIMOS ANEXO 09 PERFIS PROFISSIONAIS MÍNIMOS As qualificações técnicas exigidas para os profissionais que executarão os serviços contratados deverão ser comprovados por meio dos diplomas, certificados, registros

Leia mais

Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People.

Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People. Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People. O SoftExpert BPM Suite é uma suíte abrangente de módulos e componentes perfeitamente integrados, projetados para gerenciar todo o ciclo de

Leia mais

Principais inovações baseadas em nuvem Relatório de início rápido do SAP HANA Enterprise Cloud para [Nome do cliente]

Principais inovações baseadas em nuvem Relatório de início rápido do SAP HANA Enterprise Cloud para [Nome do cliente] Principais inovações baseadas em nuvem Relatório de início rápido do SAP HANA Enterprise Cloud para [Nome do cliente] [Data] Página 1 de 10 DECLARAÇÃO DE CONFIDENCIALIDADE E EXCEÇÕES DA SAP Este documento

Leia mais

vgf Violin Gerenciador de Franquias

vgf Violin Gerenciador de Franquias vgf Violin Gerenciador de Franquias Violin Gerenciador de Franquias vgf Violin Gerenciador de Franquias Visão Geral Bem-vindo ao Violin Gerenciador de Franquias, uma poderosa aplicação vertical que dá

Leia mais

OpenERP Completo Preço Acessível Modular Flexível Nova Geração Open Source

OpenERP  Completo Preço Acessível Modular Flexível Nova Geração Open Source OpenERP OpenERP é uma ampla gama de aplicações empresariais que incluem Vendas, Gestão de Relacionamento com o Cliente, Gestão de projetos, Gestão de Armazém, Produção, Contabilidade e Recursos Humanos.

Leia mais

Processo de Desenvolvimento de Software. Unidade V Modelagem de PDS. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com

Processo de Desenvolvimento de Software. Unidade V Modelagem de PDS. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Processo de Desenvolvimento de Software Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático desta aula Modelo Cascata (Waterfall) ou TOP DOWN. Modelo Iterativo. Metodologia Ágil.

Leia mais

ANEXO 05 ARQUITETURAS TECNOLÓGICAS PROCERGS

ANEXO 05 ARQUITETURAS TECNOLÓGICAS PROCERGS ANEXO 05 ARQUITETURAS TECNOLÓGICAS PROCERGS Este anexo apresenta uma visão geral das seguintes plataformas: 1. Plataforma Microsoft.NET - VB.NET e C#; 2. Plataforma JAVA; 3. Plataforma Android, ios e Windows

Leia mais

O FUTURO DA SUA EMPRESA PASSA POR AQUI OMNES TECNOLOGIA

O FUTURO DA SUA EMPRESA PASSA POR AQUI OMNES TECNOLOGIA O FUTURO DA SUA EMPRESA PASSA POR AQUI OMNES TECNOLOGIA Como tudo começou GIDEONI SILVA CONSULTOR BI & CRM Analista de Sistemas e Green Belt Six Sigma Experiência de 15 anos em projetos executados de Business

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA TÍTULO: Termo de Referência para contratação de ferramenta case de AD. GECOQ Gerência de Controle e Qualidade 1/9

TERMO DE REFERÊNCIA TÍTULO: Termo de Referência para contratação de ferramenta case de AD. GECOQ Gerência de Controle e Qualidade 1/9 TÍTULO: ASSUNTO: GESTOR: TERMO DE REFERÊNCIA Termo de Referência para contratação de ferramenta case de AD DITEC/GECOQ Gerência de Controle e Qualidade ELABORAÇÃO: PERÍODO: GECOQ Gerência de Controle e

Leia mais

Treinamento em Alfresco Open Source Enterprise Content Management ( ECM ) - GED Gestão Eletrônica de Documentos

Treinamento em Alfresco Open Source Enterprise Content Management ( ECM ) - GED Gestão Eletrônica de Documentos Treinamento em Alfresco Open Source Enterprise Content Management ( ECM ) - GED Gestão Eletrônica de Documentos Sobre o treinamento Este é um curso para quem precisa conhecer o essencial do produto o Alfresco

Leia mais

EDITAL CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.º 001/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO 009/2015

EDITAL CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.º 001/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO 009/2015 Londrina, 07 de outubro de 2015. EDITAL CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.º 001/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO 009/2015 OBJETO: Art.1º. Constitui objeto desta licitação a aquisição de 01 (uma) Plataforma de Solução

Leia mais

Apresentação 3. Sobre a Módulo Risk Manager Academy 3. Portfólio 4

Apresentação 3. Sobre a Módulo Risk Manager Academy 3. Portfólio 4 2 Apresentação 3 Sobre a Módulo Risk Manager Academy 3 Portfólio 4 RM-01 Conheça o Módulo Risk Manager 4 RM-02 Meu Espaço e Navegação Básica 6 RM-03 Modelando a Organização 8 RM-05 Conhecimentos para Gestão

Leia mais

Cisco Intelligent Automation for Cloud

Cisco Intelligent Automation for Cloud Dados técnicos do produto Cisco Intelligent Automation for Cloud Os primeiros a adotarem serviços com base em nuvem buscavam uma economia de custo maior que a virtualização e abstração de servidores podiam

Leia mais

Informe 2015. Foxit PDF Security Suite Integrado com o Serviço de Gerenciamento de Direitos do Microsoft Active Directory

Informe 2015. Foxit PDF Security Suite Integrado com o Serviço de Gerenciamento de Direitos do Microsoft Active Directory Informe 2015 Foxit PDF Security Suite Integrado com o Serviço de Gerenciamento de Direitos do Microsoft Active Directory Sumário Introdução... 3 Ambientes do Foxit PDF Security Suite... 4 Aplicar políticas

Leia mais

Especificação do KAPP-PPCP

Especificação do KAPP-PPCP Especificação do KAPP-PPCP 1. ESTRUTURA DO SISTEMA... 4 1.1. Concepção... 4 2. FUNCIONALIDADE E MODO DE OPERAÇÃO... 5 3. TECNOLOGIA... 7 4. INTEGRAÇÃO E MIGRAÇÃO DE OUTROS SISTEMAS... 8 5. TELAS E RELATÓRIOS

Leia mais

Introdução ao OpenUP (Open Unified Process)

Introdução ao OpenUP (Open Unified Process) Introdução ao OpenUP (Open Unified Process) Diferentes projetos têm diferentes necessidades de processos. Fatores típicos ditam as necessidades de um processo mais formal ou ágil, como o tamanho da equipe

Leia mais

Apresentação. Treinamento OTRS Help Desk

Apresentação. Treinamento OTRS Help Desk Apresentação Treinamento OTRS Help Desk Sumário Apresentação... 3 Arquitetura... 3 Funcionalidades básicas do sistema...4 Interface Web... 4 Interface de E-mail...4 Ticket... 4 Sistema... 5 Apresentação

Leia mais

OCEL001 Comércio Eletrônico Módulo 9_3: OpenShift

OCEL001 Comércio Eletrônico Módulo 9_3: OpenShift OCEL001 Comércio Eletrônico Módulo 9_3: OpenShift Prof. Charles Christian Miers e-mail: charles.miers@udesc.br OpenShift Solução livre de PaaS da RedHat Aquisição da Makara em 2010 Principais concorrentes:

Leia mais

ARQUITETURA DO SISTEMA ERP PEGASUS

ARQUITETURA DO SISTEMA ERP PEGASUS ARQUITETURA DO SISTEMA ERP PEGASUS Elaborado por: Bruno Duarte Nogueira Arquiteto de Software Data: 05/03/2012 1 Sumário 1. Introdução... 3 2. Tecnologias... 3 2.1. Web Tier... 3 2.1.1. Facelets 1.1.14...

Leia mais

PRD Tecnologia de Gestão Ltda. Julho/2008

PRD Tecnologia de Gestão Ltda. Julho/2008 O Processo de Desenvolvimento Telescope Julho/2008 Página 1 Sumário Introdução...3 O desenvolvimento de software tradicional...3 O problema da produtividade...3 O problema da portabilidade...6 O problema

Leia mais

Usando ferramentas já conhecidas integradas ao Visual Studio Team System 2008

Usando ferramentas já conhecidas integradas ao Visual Studio Team System 2008 Usando ferramentas já conhecidas integradas ao Visual Studio Team System 2008 White Paper Maio de 2008 Para obter as últimas informações, visite o site www.microsoft.com/teamsystem As informações contidas

Leia mais

Parceiro Oficial de Soluções Zabbix no Brasil

Parceiro Oficial de Soluções Zabbix no Brasil Apresentação A Vantage TI conta uma estrutura completa para atender empresas de todos os segmentos e portes, nacionais e internacionais. Nossos profissionais dedicam-se ao desenvolvimento e criação de

Leia mais

CSI IT Solutions. Facilidade de uso

CSI IT Solutions. Facilidade de uso CSI IT Solutions WebReport2 Gestão de Ambiente de Impressão O CSI WebReport dá aos gestores de TI o poder de uma gestão integral através do acesso fácil às informações gerenciais de impressões. O sistema

Leia mais

CONTROL YOUR INFORMATION BEFORE IT CONTROLS YOU

CONTROL YOUR INFORMATION BEFORE IT CONTROLS YOU CONTROL YOUR INFORMATION BEFORE IT CONTROLS YOU Gestão integrada de documentos e processos A gestão de documentos é um processo essencial ao bom desempenho de uma em pres a e um reflexo de sua organização

Leia mais

SISTEMA DE GERÊNCIA - DmView

SISTEMA DE GERÊNCIA - DmView Sistema de Gerenciamento DmView O DmView é o Sistema de Gerência desenvolvido para supervisionar e configurar os equipamentos DATACOM, disponibilizando funções para gerência de supervisão, falhas, configuração,

Leia mais

Reduza custos. Potencialize o valor da TI em seus negócios.

Reduza custos. Potencialize o valor da TI em seus negócios. Reduza custos. Potencialize o valor da TI em seus negócios. Autor: Douglas Marcos da Silva 7 Sumário Executivo Nas últimas décadas, a evolução tecnológica, a interdependência dos mercados e a intensificação

Leia mais

SISTEMA DE WORKFLOW PARA MODELAGEM E EXECUÇÃO DE PROCESSOS DE SOFTWARE. Aluno: Roberto Reinert Orientador: Everaldo A. Grahl

SISTEMA DE WORKFLOW PARA MODELAGEM E EXECUÇÃO DE PROCESSOS DE SOFTWARE. Aluno: Roberto Reinert Orientador: Everaldo A. Grahl SISTEMA DE WORKFLOW PARA MODELAGEM E EXECUÇÃO DE PROCESSOS DE SOFTWARE Aluno: Roberto Reinert Orientador: Everaldo A. Grahl Roteiro de apresentação Introdução Objetivos Fundamentação Teórica Workflow Processo

Leia mais

FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C#

FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C# FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C# Camila Sanches Navarro 1,2, Wyllian Fressatti 2 ¹Universidade paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil sanchesnavarro@gmail.com wyllian@unipar.br Resumo. Este artigo

Leia mais

Oportunidades 05/05/2015

Oportunidades 05/05/2015 Oportunidades 05/05/2015 Sobre a Daitan: A Daitan é uma empresa brasileira, localizada em Campinas. Seu foco é a exportação de Serviços de Outsourcing em P&D e Serviços Profissionais em Telecomunicações,

Leia mais

CARACTERÍSTICAS E FUNCIONALIDADES BÁSICAS INGRIS CMS

CARACTERÍSTICAS E FUNCIONALIDADES BÁSICAS INGRIS CMS CARACTERÍSTICAS E FUNCIONALIDADES BÁSICAS INGRIS CMS Documentação da Infraestrutura de TIC com o INGRIS CMS Cabling Management System INFRAESTRUTURA DE CONECTIVIDADE Um bom sistema de administração provê

Leia mais

Google Apps para o Office 365 para empresas

Google Apps para o Office 365 para empresas Google Apps para o Office 365 para empresas Faça a migração O Office 365 para empresas tem uma aparência diferente do Google Apps, de modo que, ao entrar, você poderá obter esta exibição para começar.

Leia mais

Recurso E-Meeting para o Moodle: um relato do desenvolvimento de uma solução livre de webconferência otimizada para redes de baixo desempenho.

Recurso E-Meeting para o Moodle: um relato do desenvolvimento de uma solução livre de webconferência otimizada para redes de baixo desempenho. Recurso E-Meeting para o Moodle: um relato do desenvolvimento de uma solução livre de webconferência otimizada para redes de baixo desempenho. Resumo Este artigo apresenta uma solução de webconferência

Leia mais

Ferramentas de planejamento e acompanhamento

Ferramentas de planejamento e acompanhamento MAC5856 - Desenvolvimento de Software Livre Prof. Fabio Kon Ferramentas de planejamento e acompanhamento Comparação entre as ferramentas livres disponíveis 22 de outubro de 2009 - IME/USP Victor Williams

Leia mais

Proposta Comercial para criação e desenvolvimento do novo portal do Município de São José do Norte - RS

Proposta Comercial para criação e desenvolvimento do novo portal do Município de São José do Norte - RS Proposta Comercial para criação e desenvolvimento do novo portal do Município de São José do Norte - RS Abril 2014 - Versão 1.0 A/C da Srta. Cíntia Arbeletche 1 / 5 Escopo & Premissas Essa proposta contempla

Leia mais

Gestão de Contextos Visão Calandra Soluções sobre Gestão da Informação em Contextos White Paper

Gestão de Contextos Visão Calandra Soluções sobre Gestão da Informação em Contextos White Paper Gestão de Contextos Visão Calandra Soluções sobre Gestão da Informação em Contextos White Paper ÍNDICE ÍNDICE...2 RESUMO EXECUTIVO...3 O PROBLEMA...4 ILHAS DE INFORMAÇÃO...4 ESTRUTURA FRAGMENTADA VS. ESTRUTURA

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS - APLICATIVOS HÍBRIDOS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS - APLICATIVOS HÍBRIDOS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS - APLICATIVOS HÍBRIDOS Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza ROTEIRO Introdução PhoneGap PhoneGap Build GitHub INTRODUÇÃO Aplicativos nativos

Leia mais

PESQUISA DE PREÇOS 03/2014

PESQUISA DE PREÇOS 03/2014 PESQUISA DE PREÇOS 03/2014 Considerando a necessidade de aquisição de software integrado de gestão, para atender as necessidades desta Prefeitura Municipal de Porto Alegre, solicitamos que as empresas

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE AQUISIÇÕES

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE AQUISIÇÕES MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE AQUISIÇÕES BANCO INTERAMERICANO DE DESENVOLVIMENTO REPRESENTAÇÃO NO BRASIL SOLICITAÇÃO DE MANIFESTAÇÃO DE

Leia mais

O Valor do Licenciamento do SQL Server 2012 Versus Oracle Database

O Valor do Licenciamento do SQL Server 2012 Versus Oracle Database White Paper Publicado em: Janeiro de 2012 Aplica-se ao: SQL Server 2012 O Valor do Licenciamento do SQL Server 2012 Versus Oracle Database Resumo: As mudanças no produto e no licenciamento da Microsoft

Leia mais

(01 Posição) DESENVOLVEDOR FRONT-END

(01 Posição) DESENVOLVEDOR FRONT-END Oportunidades da Staff Recursos Humanos em 22 janeiro de 2016. Interessados pelas oportunidades devem realizar seu cadastro no site os e- mails destacados nas vagas! Grupo empresarial de grande porte,

Leia mais

agility made possible

agility made possible RESUMO DA SOLUÇÃO DO PARCEIRO Soluções de garantia do serviço da CA Technologies você está ajudando seus clientes a desenvolver soluções de gerenciamento da TI para garantir a qualidade do serviço e a

Leia mais

Reduza os ciclos de versões HP Application Lifecycle Management

Reduza os ciclos de versões HP Application Lifecycle Management Documento técnico de negócios Reduza os ciclos de versões HP Application Lifecycle Management Nuvem, entrega móvel e aplicativos compostos baseados em serviços são tecnologias que mudam o mercado e que

Leia mais

MPSP Projeto ALM/Scrum. Diretoria de Sistemas de Informação

MPSP Projeto ALM/Scrum. Diretoria de Sistemas de Informação MPSP Projeto ALM/Scrum Diretoria de Sistemas de Informação Agenda O que é ALM? Objetivo do Projeto Atividades Desenvolvidas Indicadores Dúvidas O que é ALM? ALM Application Lifecycle Management Gerenciamento

Leia mais

Uma abordagem estratégica para atender à demanda de Nuvem

Uma abordagem estratégica para atender à demanda de Nuvem White paper Para provedores de nuvem Uma abordagem estratégica para atender à demanda de Nuvem Introdução: os novos desafios dos clientes estimulam a adoção da nuvem Em um ambiente de negócios dinâmico,

Leia mais

Tableau Online Segurança na nuvem

Tableau Online Segurança na nuvem Tableau Online Segurança na nuvem Autor(a): Ellie Fields Diretora Sênior de Marketing de Produtos, Tableau Software Junho de 2013 p2 A Tableau Software entende que os dados são um dos ativos mais estratégicos

Leia mais

EXPLORANDO TÉCNICAS E RECURSOS DO GERENCIADOR DE DADOS ABERTOS CKAN. TuaneFaria USP tuanefaria@yahoo.com.br

EXPLORANDO TÉCNICAS E RECURSOS DO GERENCIADOR DE DADOS ABERTOS CKAN. TuaneFaria USP tuanefaria@yahoo.com.br EXPLORANDO TÉCNICAS E RECURSOS DO GERENCIADOR DE DADOS ABERTOS CKAN Prof. Dr. José Eduardo Santarem Segundo USP santarem@usp.br TuaneFaria USP tuanefaria@yahoo.com.br Introdução Disponibilizar Dados Disponibilizar

Leia mais

monitoramento unificado

monitoramento unificado DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA monitoramento unificado uma perspectiva de negócios agility made possible sumário resumo executivo 3 Introdução 3 Seção 1: ambientes de computação emergentes atuais 4 Seção 2: desafios

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS APLICATIVOS HÍBRIDOS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS APLICATIVOS HÍBRIDOS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS APLICATIVOS HÍBRIDOS Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza ROTEIRO Introdução PhoneGap PhoneGap Build GitHub INTRODUÇÃO Aplicativos nativos É

Leia mais