IPMA - International Project Management Association REFERENCIAL BRASILEIRO DE COMPETÊNCIAS GERENCIAMENTO DE PROJETOS (RBC)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "IPMA - International Project Management Association REFERENCIAL BRASILEIRO DE COMPETÊNCIAS GERENCIAMENTO DE PROJETOS (RBC)"

Transcrição

1 ABGP - Associação Brasileira de Gerenciamento de Projetos IPMA - International Project Management Association REFERENCIAL BRASILEIRO DE COMPETÊNCIAS EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS (RBC) BRAZILIAN NATIONAL COMPETENCE BASELINE MARÇO 2004 Comitê editorial: J. Amaro dos Santos (coord.) Hélio Gomes de Carvalho

2 Versão março de 2004 Coordenação da tradução e adaptação do International Competence Baseline (ICB-IPMA) para o idioma português (Brasil): J. Amaro dos Santos Comentários e sugestões devem ser enviados para: ou Ficha Catalográfica SANTOS, J. Amaro; CARVALHO, H. G. Referencial Brasileiro de Certificação em Gerenciamento de Projetos. Curitiba, Brasil: ABGP, Gerenciamento de projetos. 2. Certificação. ISBN requerido Este documento é propriedade da Associação Brasileira de Gerenciamento de Projetos (ABGP) e destina-se a ser utilizado exclusivamente no escopo do Programa de Certificação em Gerenciamento de Projetos. Ele é baseado principalmente no ICB (International Competence Baseline, publicado pela International Project Management Association (IPMA). É proibida a divulgação ou a reprodução parcial deste texto, bem como a modificação de sua formatação original (total ou parcialmente), por qualquer meio (manual, mecânico, eletrônico ou outro) sem prévia autorização, por escrito, da ABGP. 2

3 AGRADECIMENTOS Os editores agradecem a valiosa contribuição dos diversos profissionais de Empresas e da Academia, envolvidos com Gerenciamento de Projetos, para a elaboração e revisão deste documento, em especial, Prof.Dr. Darli Rodrigues Vieira (UFPR), Nuno Ponces de Carvalho (APOGEP), Gilles Caupin (AFITEP), Dalton Valeriano, Rui Wagner Sedor (Siemens), Silvio Aurélio de Castro Wille (ProjectExpert) e Marcos Varella. 3

4 RESUMO A Associação Brasileira de Gerenciamento de Projetos ABGP é filiada à Associação Internacional de Gerenciamento de Projetos (International Project Management Association - IPMA) desde junho de A IPMA é responsável por manter um sistema universal para validação dos programas nacionais e para coordenação e harmonização das certificações em Gerenciamento de Projetos neste sistema. Os objetivos do Programa de Certificação ABGP/IPMA são: certificar profissionais em Gerenciamento de Projetos, com base no conhecimento, na experiência e nas atitudes pessoais, com a validação internacional da IPMA; desenvolver o Gerenciamento de Projetos em todas suas modalidades e incentivar o melhoramento da prática da profissão, no Brasil e no exterior; contribuir para a formação e a educação em Gerenciamento de Projetos. Os benefícios do Programa de Certificação ABGP/IPMA são: para os profissionais do Gerenciamento de Projetos: o reconhecimento internacional de sua qualificação e competência; para a organização: a demonstração da qualificação e da competência de seus colaboradores; para os clientes: maior certeza de obter, de seus fornecedores, serviços da mais alta qualidade, praticados por gerentes de projeto profissionais. A certificação ABGP/IPMA avalia as competências dos profissionais de Gerenciamento de Projetos, com base em: Conhecimento Experiência Atitudes pessoais O profissional de Gerenciamento de Projetos pode ser certificado pela ABGP/IPMA em quatro níveis: IPMA - nível A (Diretor de Projetos Certificado), capaz de coordenar todos os projetos de uma empresa, unidade de negócio ou programa. IPMA - nível B (Gerente de Projetos Certificado), capaz de gerenciar projetos complexos de maneira autônoma. IPMA - nível C (Profissional de Gerenciamento de Projetos Certificado), capaz de gerenciar projetos não complexos e apoiar o gerente de um projeto complexo, em todos os elementos e aspectos do Gerenciamento de Projetos. IPMA - nível D (Praticante de Gerenciamento de Projetos Certificado), possui conhecimento dos elementos e aspectos do Gerenciamento de Projetos e pode aplicá-los em determinados campos do projeto, atuando como um especialista. O presente documento contém a descrição dos processos de Gerenciamento de Projetos que, segundo o RBC (Referencial Brasileiro de Competências), constituem a base para a avaliação dos conhecimentos técnicos dos candidatos à certificação como Gerentes de Projeto, nos quatro níveis. 4

5 SUMÁRIO Capítulo A: Apresentação Capítulo B: Conhecimento e Experiência 1 PROJETOS E GERENCIAMENTO DE PROJETOS IMPLEMENTAÇÃO DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS GERENCIAMENTO POR PROJETOS ABORDAGEM SISTÊMICA E INTEGRAÇÃO CONTEXTO DO PROJETO FASES E CICLO DE VIDA DO PROJETO DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO DO PROJETO OBJETIVOS E ESTRATÉGIAS DO PROJETO CRITÉRIOS DE SUCESSO E INSUCESSO DO PROJETO INICIAÇÃO DO PROJETO ENCERRAMENTO DO PROJETO ESTRUTURAS DO PROJETO CONTEÚDO E ESCOPO PROGRAMAÇÃO DO TEMPO RECURSOS CUSTOS E FINANCIAMENTO DO PROJETO CONFIGURAÇÃO E MODIFICAÇÕES RISCOS DO PROJETO MEDIDA DO DESEMPENHO CONTROLE DO PROJETO INFORMAÇÃO, DOCUMENTAÇÃO E REPORTING ORGANIZAÇÃO DO PROJETO TRABALHO EM EQUIPE LIDERANÇA COMUNICAÇÃO

6 26 CONFLITOS E CRISES AQUISIÇÕES E CONTRATOS QUALIDADE DO PROJETO INFORMÁTICA EM PROJETOS (ICB 29) NORMAS E REGULAMENTAÇÕES (ICB 30) NEGOCIAÇÃO E REUNIÕES (ICB 32) MARKETING E GERENCIAMENTO DE PRODUTOS (ICB 38) SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE (ICB 40) ASPECTOS LEGAIS (ICB 41) GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS TRABALHO COLABORATIVO À DISTÂNCIA GESTÃO DO CONHECIMENTO EM PROJETOS Capítulo C: Atitude Pessoal Capítulo D: Taxonomia Capítulo E: Referências bibliográficas 6

7 Capítulo A: Apresentação Neste capítulo, são apresentados os objetivos e os conceitos da Certificação em Gerenciamento de Projetos da IPMA (International Project Management Association), no qual se baseia a Certificação em Gerenciamento de Projetos da ABGP (Associação Brasileira de Gerenciamento de Projetos). 7

8 1. Histórico IPMA A instituição IPMA (International Project Management Association), registrada na Suíça, é uma associação sem fins lucrativos, cujo objetivo é promover internacionalmente o Gerenciamento de Projetos. Ela foi criada em 1965 com o nome INTERNET, como fórum de troca de experiências entre gerentes de projetos internacionais. Sua primeira conferência internacional ocorreu em 1967, em Viena, e desde então a IPMA tem se desenvolvido constantemente, da mesma forma que o Gerenciamento de Projetos. Os membros da IPMA são principalmente as Associações Nacionais dedicadas ao Gerenciamento de Projetos (33 países, em dezembro de 2003). Estas associações nacionais atendem às necessidades dos profissionais de Gerenciamento de Projetos em seus respectivos países e idiomas. A IPMA atua desta forma no nível internacional. As Associações Nacionais de Gerenciamento de Projetos (filiadas à IPMA) são responsáveis: pelo desenvolvimento e administração de seus próprios programas de certificação; pela implantação de seus respectivos órgãos de certificação. A IPMA se ocupa do sistema de validação dos programas nacionais, coordena e harmoniza as ações de acordo com a estrutura e os princípios globais. 2. Objetivos e conceitos da certificação Por ocasião de sua reunião de Junho de 1998 em Ljubljana, Eslovênia, o Conselho da IPMA aprovou o conceito do Sistema Universal para a Certificação de Pessoas em Gerenciamento de Projetos. Foi decidido: implantar progressivamente os Programas de Certificação IPMA de 4 níveis, em todos os países; estabelecer contatos com as instituições PMI (Project Management Institute) na América do Norte e AIPM (Australian Institute for Project Management) na Austrália, com objetivo de estabelecer uma plataforma comum para implantação de programas de certificação de quatro níveis. Os programas de certificação devem constituir um incentivo para os gerentes de projetos e para os membros das equipes de gerenciamento de projetos, para: melhorar e expandir seus conhecimentos, sua experiência e suas atitudes pessoais; continuar sua formação; melhorar a qualidade do gerenciamento de seus projetos; satisfazer melhor aos objetivos de seus projetos. Os benefícios desses programas de certificação são: para os profissionais do Gerenciamento de Projetos: o reconhecimento internacional de sua qualificação e competência; para a organização: a demonstração da qualificação e da competência de seus colaboradores; para os clientes: maior certeza de obter de seus fornecedores serviços da mais alta qualidade, praticados por gerentes de projeto profissionais. 8

9 É por isso que o Programa de Certificação IPMA procura avaliar uma grande gama de qualificações e de competências em Gerenciamento de Projetos, com base em: Conhecimento Experiência e Atitudes pessoais Neste processo, avalia-se também a impressão geral sobre o profissional de Gerenciamento de Projetos. A IPMA desenvolveu um Programa de Certificação em 4 Níveis, esquematizado na Figura 1. Os programas de certificação nacionais seguem as regras da IPMA são reconhecidos pela IPMA e devem ser validados, bem como revalidados regularmente. Nível-Titulo Competência Processo de Certificação Fase 1 Fase 2 Fase 3 Validade A B Diretor de Projetos Certificado (IPMA nível A) Gerente de Projetos Certificado (IPMA nível B) Competência = Conhecimento + Experiência + Atitude A B -Candidatura, -Currículo, -Autoavaliação, -Referências -Lista de projetos Opcional p.ex. workshop, seminário Relatório de Projetos Entrevista 3-5 anos C Profissional de Gerenciamento de Projetos Certificado (IPMA nível C) C p.ex. workshop, relatório Prova Validade limitada D Praticante de Gerenciamento de Projetos Certificado (IPMA nível D) D Conhecimento Cândidatura currículo, autoavaliação Prova Validade ilimitada Figura 1. Certificação IPMA em 4 níveis. Os 4 níveis foram criados com base nas atividades, responsabilidades e exigências típicas da prática. As principais competências exigidas em cada nível são: 9

10 IPMA - Nível A Diretor de Projetos Certificado (Certificated Project Director): capaz de coordenar todos os projetos de uma empresa, unidade de negócio ou programa. IPMA - Nível B Gerente de Projetos Certificado (Certificated Project Manager): capaz de gerenciar projetos complexos de maneira autônoma. IPMA - Nível C Profissional em Gerenciamento de Projetos Certificado (Certificated Project Management Professional): capaz de gerenciar projetos não complexos e apoiar o gerente de um projeto complexo, em todos os elementos e aspectos do Gerenciamento de Projetos. IPMA - Nível D Praticante de Gerenciamento de Projetos Certificado (Certificated Project Management Practitioner): possui conhecimento dos elementos e aspectos do Gerenciamento de Projetos e pode aplicá-los em determinados campos do projeto, atuando como um especialista. A principal diferença entre os níveis C e B no sistema de Certificação IPMA de 4 níveis é a exigência de que um IPMA - nível B (Gerente de Projetos Certificado Nível B) seja capaz de coordenar projetos complexos, o que não é exigido de um IPMA - nível C (Profissional em Gerenciamento de Projetos Certificado Nível C). Esta diferenciação responde a uma procura no mercado pelos dois níveis de gerentes de projeto: de um lado os pequenos e médios projetos pedem profissionais em grande número; de outro lado, o gerenciamento de grandes projetos necessita pessoas que tenham conhecimento e experiência maior e atitudes pessoais diferenciadas. Para ser considerado "complexo", um projeto deve possuir, ao mesmo tempo, as seguintes características: numerosos subsistemas/ subprojetos e elementos inter-relacionados serem considerados no projeto e nas ligações deste com o contexto; várias entidades ou empresas serem envolvidas no gerenciamento do projeto; várias áreas do conhecimento participarem do projeto; várias fases diferentes, com durações mínimas bem determinadas, estarem presentes no projeto; a maior parte dos métodos, técnicas e ferramentas de gerenciamento de projetos conhecidos (mais de 60 a 80%) ser empregada. Não é necessário ou suficiente que o projeto seja importante (em termos de abrangência ou de orçamento) para ser considerado "complexo". A ordem de grandeza é apenas uma indicação da complexidade do projeto: um projeto orçado acima de R$ ,00 a R$ ,00 tende a ser complexo, mas este aspecto deve ser confirmado pelos critérios mencionados anteriormente. Um princípio básico da certificação IPMA é que qualquer um dos seus níveis de certificação contempla todos os elementos do Gerenciamento de Projetos. Portanto, partes não-complexas de um projeto complexo podem ser empregadas como base para a certificação de um Profissional de Gerenciamento de Projetos (IPMA - nível C), desde que ele empregue a maior parte dos elementos do Gerenciamento de Projetos, no nível de certificação pretendido. 10

11 Os níveis não constituem uma simples hierarquia. Um Praticante de Gerenciamento de Projetos (IPMA - nível D) pode (além de possuir conhecimentos fundamentais em Gerenciamento de Projetos), ser um especialista extremamente qualificado, experiente e reconhecido em um determinado campo por exemplo, na Gestão de Custos. Um mesmo trabalho pode ser realizado nos diversos níveis de certificação IPMA, considerando-se os limites dos respectivos campos de atividade e de decisão. Isso vale para projetos de todos os setores da economia e da sociedade, seja no âmbito local, regional, nacional ou internacional. Além disto, os níveis de certificação IPMA constituem um modelo adequado para planos de carreira e outros modelos de competência, assim como para programas de desenvolvimento de pessoal em uma empresa ou qualquer outra organização. O nível D contempla as exigências das associações profissionais para a formação básica em Gerenciamento de Projetos. 3. Estrutura Geral e Princípios A estrutura geral da Certificação da IPMA é apresentada no documento "IPMA Competence Baseline" (ICB). Esta estrutura define os domínios do Gerenciamento de Projetos, as competências exigidas e as taxonomias de avaliação (conhecimentos, experiências, atitudes pessoais e impressões gerais) nos 4 níveis da certificação IPMA. O ICB é trilingüe, escrito em inglês, francês e alemão. Ele foi produzido com base nas seguintes obras de especificação de competências nacionais (NCB-National Competence Baseline): Body of Knowledge - APM (Reino Unido) Beurteilungsstruktur - VZPM (Suíça) PM Kanon - PM ZERT (Alemanha) Critères d'analyse - AFITEP (França) As especificações para certificação do Project Management Institute (PMI), dos Estados Unidos, é o "Guide to Project Management Body of Knowledge" (PMBOK Guide). O PMBOK Guide refere-se essencialmente aos "conhecimentos" em Gerenciamento de Projetos. No ICB, não somente os elementos dos conhecimentos em Gerenciamento de Projetos são descritos; ele também contém uma estrutura ampla para a avaliação das competências do profissional de Gerenciamento de Projetos. A estrutura de avaliação é constituída por descrições e uma taxonomia. Os critérios cobrem os seguintes temas, relacionados com o Gerenciamento de Projetos: conhecimentos gerais, princípios de projetos e Gerenciamento de Projetos, competências organizacionais e sociais, métodos e procedimentos, gerenciamento geral, assim como atitudes pessoais e impressão geral. As exigências nestes domínios são compostas por uma taxonomia de aproximadamente 40 elementos de Conhecimentos e Experiência, assim como por cerca de 20 aspectos de Atitudes Pessoais e de Impressão Geral. Cada elemento é dividido e medido por critérios. Para a entrevista do candidato, os avaliadores preparam uma seleção dos elementos e aspectos. 11

12 Cada associação nacional tem a responsabilidade pela elaboração detalhada de suas próprias especificações de competência (National Competence Baseline - NCB) em coerência com o ICB e a cultura local. As especificações nacionais podem incluir novos elementos, detalhar ou simplificar os elementos já descritos no ICB, de maneira razoável (20% dos itens), de modo a contemplar particularidades da cultura local e novas tendências. O NCB representa a compreensão e as práticas nacionais do Gerenciamento de Projetos e contém uma bibliografia simplificada sobre Gerenciamento de Projetos. No Brasil, o NCB é denominado Referencial Brasileiro de Competências (RBC), em Gerenciamento de Projetos. As seguintes fases são obrigatórias em no processo de certificação ABGP/IPMA: Níveis A e B: 1. Candidatura, auto-avaliação, proposta de memorial de projetos, comprovação de experiência. 2. Memorial de projetos. 3. Entrevista. Nível C: 1. Candidatura, auto-avaliação. 2. Exame formal (com questões objetivas e tarefas intelectuais). 3. Entrevista. Nível D: 1. Candidatura. 2. Exame formal (com questões objetivas e dissertativas). Os certificados que exigem comprovação de Experiência com Gerenciamento de Projetos possuem validade limitada no tempo e devem ser periodicamente renovados. Já o certificado de formação fundamental (nível D) é considerado uma iniciação em Gerenciamento de Projetos e tem validade ilimitada. A renovação da certificação é uma exigência para a garantia de que os conhecimentos profissionais em Gerenciamento de Projetos sejam mantidos e atualizados constantemente. Neste processo são consideradas também as reclamações provenientes da prática, sobre o candidato. Se estas reclamações forem graves, pode-se exigir a repetição do processo de certificação, ou mesmo proceder ao cancelamento do certificado existente. 4. Organização e Administração O Conselho da IPMA consolidou uma organização de validação da certificação, explicada a seguir e representada na Figura 2. As unidades desta organização são: Os Órgãos Nacionais de Certificação, designados pelas associações nacionais, e que são responsáveis pelos programas de qualificação e certificação. No Brasil, a ABGP é o principal órgão certificador e responsável pela designação dos demais, com base em convênios específicos. O Painel de Validação da Certificação IPMA, formado no Brasil pelos representantes dos órgãos nacionais de certificação e seus assessores, com o objetivo 12

13 do intercâmbio de experiências e da geração de recomendações para o melhoramento do sistema de certificação e validação IPMA. Os Validadores (Validators), responsáveis por visitar os órgãos nacionais de certificação, auditar seus programas de qualificação e certificação, bem como recomendar melhoramentos. O Conselho Gestor da Certificação e Validação IPMA (IPMA Certification Validation Management Board), responsável pela operação e melhoramento do sistema universal para qualificação e certificação IPMA em 4 níveis. O Conselho Executivo IPMA (IPMA Executive Board) e o Conselho IPMA (IPMA Council), responsáveis pelas decisões gerais relativas aos programas de qualificação e certificação, bem como pela eleição do Conselho de Administração. A IPMA mantém um registro público de todas as pessoas certificadas pelo sistema IPMA. Informações mais detalhadas podem ser obtidas nas associações locais de certificação, em cada país. As associações locais são responsáveis pela documentação confidencial dos candidatos, das pessoas certificadas, bem como dos examinadores do processo de certificação. Conselho IPMA Conselho Executivo IPMA Rede de Associações IPMA Conselho Gestor da Certificação e Validação Validadores Órgãos Nacionais de Certificação com Painel de Validação da Certificação BR ABGP Figura 2: Validação da Certificação IPMA. 5. Cooperação Mundial A IPMA concentra, atualmente, seus esforços para a implementação da certificação nas associações nacionais e no estabelecimento de acordos com outros organismos empenhados na certificação em Gerenciamento de Projetos (principalmente PMI nos EUA e AIPM na Austrália) para estabelecer ligações entre os diversos sistemas e uma federação de associações internacionais de Gerenciamento de Projetos. 13

14 6. ABGP Associação Brasileira de Gerenciamento de Projetos No final de 2001, foi criada a ABGP, com a finalidade de permitir o acesso do Brasil a uma consagrada rede internacional de certificação em Gerenciamento de Projetos, da qual participam mais de 30 países. Desta forma o Brasil passou a ser o único país da América do Sul integrante desta rede. A ABGP tem apoiado eventos nacionais e internacionais (seminários, palestras entre outros), bem como cursos (MBA, treinamento, workshops) em Gerenciamento de Projetos, abertos ao público e in company. Seu programa de certificação em Gerenciamento de Projetos, em quatro níveis, adaptado ao contexto e às necessidades específicas do Brasil, constitui uma proposta exclusiva e diferenciada, em certificação. A sede da ABGP está localizada em Curitiba e sua página eletrônica é: 14

15 Capítulo B: Conhecimento e Experiência Este capítulo contém os 37 Elementos de Base para a Certificação ABGP/IPMA, classificados da seguinte forma: 28 Elementos de Base, comuns a todas as Associações Nacionais IPMA; 6 Elementos Adicionais do ICB; 3 Elementos Adicionais Específicos para a Certificação Brasileira. Cada elemento é apresentado em três itens: Conceito: descrição resumida do elemento. Níveis de Conhecimento: exigências de conhecimento teórico sobre o elemento. Níveis de Experiência: exigências de experiência prática com o elemento. 15

16 1 PROJETOS E GERENCIAMENTO DE PROJETOS Conceito Existem diversas definições de Projeto. Todas elas explicam, de um modo geral, o conceito de projeto pelas suas características diferenciadoras face às demais atividades realizadas pelas organizações, que globalmente podemos designar por Operações de Rotina. Considera-se Projeto um empreendimento caracterizado, principalmente, pela singularidade das condições em que é realizado, especialmente no que diz respeito ao escopo, aos prazos, aos custos, às pessoas e à qualidade. Um projeto pode também ser definido como uma conjugação de esforços em que recursos humanos, materiais e financeiros são organizados de forma inovadora para realizar um tipo único de trabalho, de acordo com especificações previamente definidas, com limitações de custos e de tempo, seguindo um ciclo de vida padrão e tendo em vista a obtenção de uma mudança benéfica para a organização, definida por objetivos quantitativos e qualitativos. Um projeto é um conjunto único de atividades coordenadas, com datas de início e fim bem definidas, empreendidas por um indivíduo ou uma organização, para alcançar objetivos específicos, dentro de um calendário determinado, com parâmetros de custos e de desempenho. Outros atributos de um projeto são a inovação, a complexidade, as condições jurídicas, a interdisciplinaridade e a divisão do trabalho entre elementos provenientes de diversas funções, dentro da organização ou de outras organizações. Os projetos podem ser classificados pelo seu tipo (por exemplo: de investimento, de pesquisa e desenvolvimento, de mudança organizacional, de desenvolvimento de sistemas de informação) ou por outros critérios (por exemplo: internos/externos, nacionais/internacionais). O Gerenciamento de Projetos é constituído por um conjunto de processos de gerenciamento voltados para o planejamento, a organização e o controle de todos os aspectos de um projeto, bem como para a motivação de todos os elementos envolvidos, com o intuito de alcançar, com segurança e dentro dos prazos acordados, os objetivos estabelecidos. 16

17 Níveis de Conhecimento Conhecimento profundo dos aspectos técnicos de projetos. Conhecimento profundo dos processos de gestão envolvidos na execução de um projeto. Conhecimento profundo com os conceitos básicos e técnicas do Gerenciamento de Projetos. Conhecimento da evolução dos projetos, desde sua definição e concepção, até a entrega e a operação (de preferência em mais de um setor de atividade). Conhecimentos necessários para a avaliação dos principais aspectos técnicos do projeto. Conhecimentos necessários para a aplicação dos conceitos e técnicas do Gerenciamento de Projetos. Conhecimento amplo das características dos projetos, cobrindo uma parte significativa do seu ciclo de vida (no mínimo em um setor de atividade). Conhecimento dos conceitos básicos e técnicas do Gerenciamento de Projetos. Níveis de Experiência Experiência com vasto conjunto de projetos, incluindo projetos complexos, urgentes e importantes para a organização. Experiência ampla com a utilização da maioria dos conceitos e técnicas de Gerenciamento de Projetos. Experiência com um conjunto limitado de projetos, não incluindo necessariamente projetos complexos. Experiência com utilização dos principais conceitos e técnicas de Gerenciamento de Projetos. Experiência com pequenos projetos com baixo grau de complexidade. Contato com os conceitos básicos e técnicas de Gerenciamento de Projetos. 17

18 2 IMPLEMENTAÇÃO DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS Conceito Dependendo do tipo de organização, a implementação do Gerenciamento de Projetos pode abranger a conscientização, a sistematização ou a melhoria de atividades de Gerenciamento de Projetos já praticadas, ou uma introdução inédita destas práticas, de modo a reformular a organização para projetos. O crescimento dinâmico dos mercados e a conseqüente necessidade de flexibilidade e foco nos clientes, assim como o aumento da complexidade e a necessidade de internacionalização, são fatores que levam à necessidade de implementar e controlar processos inovadores. Melhorias contínuas dos processos de negócio mais importantes para a organização, particularmente daqueles que apresentam uma elevada especificidade, constituem o ponto de partida de uma abordagem orientada para projetos. A adoção de atividades profissionais em Gerenciamento de Projetos evita alguns dos erros mais comuns na realização dos objetivos do projeto. A implementação do Gerenciamento de Projetos segue, freqüentemente, as seguintes etapas: Decisão da Direção Geral. Desenvolvimento de um modelo para a implementação e para a formação (qualificação dos elementos da organização que atuam em Gerenciamento de Projetos ou se interessam por esta disciplina). Realização de um projeto piloto, selecionado com cuidado. Avaliação de resultados e transferência dos ensinamentos obtidos para outros projetos. Complementarmente, devem ser desenvolvidas diretivas adequadas às especificidades da organização e um Manual de Gerenciamento de Projetos. Cada projeto possui particularidades que exigem a implementação do Gerenciamento de Projetos de maneira específica. Esta condição se traduz no planejamento e otimização das tarefas específicas do projeto, dos seus objetivos, dos custos, dos tempos, bem como na escolha do pessoal responsável pelas tarefas de Gerenciamento do Projeto. No decorrer do ciclo de vida do projeto, devem ser avaliados, controlados e melhorados tanto o projeto como seu próprio gerenciamento, o qual pode ser considerado como uma tarefa ou um sub-projeto. Os gerentes de projeto devem aplicar os princípios, processos e as ferramentas do Gerenciamento de Projetos, incluindo a Gestão da Qualidade, nas tarefas da responsabilidade da equipe de gerenciamento do projeto. 18

19 Níveis de Conhecimento Conhecimento profundo dos diferentes tipos de estruturas organizacionais e das vantagens e desvantagens de cada uma delas, para o Gerenciamento de Projetos. Conhecimento profundo dos processos de gerenciamento envolvidos na execução de um projeto. Conhecimento profundo dos conceitos, técnicas e ferramentas do Gerenciamento de Projetos. Conhecimento da evolução dos projetos, desde sua definição e concepção, até a entrega e a operação (de preferência em mais de um setor de atividade). Conhecimentos necessários para a avaliação dos principais processos do Gerenciamento de Projetos. Conhecimento amplo com a aplicação dos conceitos e com as técnicas e ferramentas do Gerenciamento de Projetos. Conhecimento amplo das características dos projetos, cobrindo parte significativa de seu ciclo de vida (em mais de um setor de atividade). Conhecimento dos conceitos básicos e das técnicas e ferramentas do Gerenciamento de Projetos. Níveis de Experiência Responsável pela implementação do Gerenciamento de Projetos em diferentes tipos de organizações. Experiência ampla com a utilização da maioria dos conceitos e técnicas de Gerenciamento de Projetos. Colaboração na implementação do Gerenciamento de Projetos em pelo menos uma organização. Experiência com um conjunto limitado de projetos, não incluindo necessariamente projetos complexos. Experiência com a utilização dos principais conceitos e técnicas de Gerenciamento de Projetos. Contato com os conceitos básicos e técnicas de Gerenciamento de Projetos. 19

20 3 GERENCIAMENTO POR PROJETOS Conceito O Gerenciamento por Projetos é um conceito base para a direção de uma organização permanente, especialmente organizações orientadas para a execução de projetos. Estas organizações baseiam a quase totalidade de seu trabalho na realização de projetos, os quais podem ser dos mais variados tipos e apresentar diferentes níveis de complexidade. A direção da organização e o Gerenciamento de Projetos atuam usualmente em paralelo e muitas vezes compartilham dos mesmos recursos. Esta forma de organização do trabalho assegura um desenvolvimento contínuo da organização e, conseqüentemente, sua sobrevivência. O Gerenciamento por Projetos aumenta a flexibilidade e o dinamismo da organização, permite uma melhor utilização dos recursos, descentraliza as responsabilidades da Gerência Operacional, apóia o processo de aprendizado e facilita os processos de mudança organizacional. Outros conceitos de Gerenciamento (tais como o Gerenciamento por Objetivos) podem ainda ser integrados e implementados neste conceito. O Gerenciamento por Projetos é também usado como uma metodologia para diversas organizações engajadas em atividades em comum (por exemplo, um programa ou unidades de negócio de empresas virtuais, convergentes para um resultado único). Um Programa consiste em um conjunto de propostas específicas e inter-relacionadas (projetos ou outras tarefas adicionais), que em conjunto convergem para uma finalidade comum, segundo uma determinada estratégia abrangente. O Gerenciamento de Projetos Múltiplos harmoniza todos os projetos de uma organização ou de um setor, por meio da avaliação e seleção, do planejamento, do controle e do encerramento. A divisão de um projeto complexo em sub-projetos faz parte do Gerenciamento de Projetos convencional. O Controle de Programas exige recursos adicionais, tais como: o gerenciamento do programa; um comitê de direção (steering committee); um controle centralizado dos projetos; um escritório de apoio a projetos (Project Office) e um diretor de projetos; uma equipe de gerentes de projetos. Os processos utilizados para garantir o compartilhamento de experiências e harmonizar os eventuais desvios das estratégias, entre os diferentes projetos, compreendem: a análise de carteira (portfolio) de projetos, a coordenação dos marcos (milestones), a Gestão do Orçamento, a Gestão de Recursos, a Gestão de Alterações e a Gestão de Riscos. O Gerenciamento por Projetos permite o compartilhamento de experiências pessoais, relacionadas com os métodos e ferramentas desta área, bem como assegura a melhoria da qualidade do próprio Gerenciamento de Projetos. 20

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos PMI, PMP e PMBOK PMI (Project Management Institute) Estabelecido em 1969 e sediado na Filadélfia, Pensilvânia EUA, o PMI é a principal associação mundial, sem fins lucrativos,

Leia mais

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT MASTER IN PROJECT MANAGEMENT PROJETOS E COMUNICAÇÃO PROF. RICARDO SCHWACH MBA, PMP, COBIT, ITIL Atividade 1 Que modelos em gestão de projetos estão sendo adotados como referência nas organizações? Como

Leia mais

fagury.com.br. PMBoK 2004

fagury.com.br. PMBoK 2004 Este material é distribuído por Thiago Fagury através de uma licença Creative Commons 2.5. É permitido o uso e atribuição para fim nãocomercial. É vedada a criação de obras derivadas sem comunicação prévia

Leia mais

FINANÇAS EM PROJETOS DE TI

FINANÇAS EM PROJETOS DE TI FINANÇAS EM PROJETOS DE TI 2012 Material 1 Prof. Luiz Carlos Valeretto Jr. 1 E-mail valeretto@yahoo.com.br Objetivo Objetivos desta disciplina são: reconhecer as bases da administração financeira das empresas,

Leia mais

04/02/2009. Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores. Disciplina: Gestão de Projetos de TI. Prof.: Fernando Hadad Zaidan. Unidade 1.

04/02/2009. Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores. Disciplina: Gestão de Projetos de TI. Prof.: Fernando Hadad Zaidan. Unidade 1. Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores Disciplina: Gestão de Projetos de TI Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 1.1 2 Introdução ao Gerenciamento de Projetos 3 1 Leitura

Leia mais

Visão Geral sobre Gestão de Projetos e Iniciação de Projetos Aula 2

Visão Geral sobre Gestão de Projetos e Iniciação de Projetos Aula 2 Visão Geral sobre Gestão de Projetos e Iniciação de Projetos Aula 2 Miriam Regina Xavier de Barros, PMP mxbarros@uol.com.br Agenda Bibliografia e Avaliação 1. Visão Geral sobre o PMI e o PMBOK 2. Introdução

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais

Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais Prof. Walter Cunha falecomigo@waltercunha.com http://waltercunha.com Bibliografia* Project Management Institute. Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento

Leia mais

F.1 Gerenciamento da integração do projeto

F.1 Gerenciamento da integração do projeto Transcrição do Anexo F do PMBOK 4ª Edição Resumo das Áreas de Conhecimento em Gerenciamento de Projetos F.1 Gerenciamento da integração do projeto O gerenciamento da integração do projeto inclui os processos

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais

Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais Prof. Walter Cunha falecomigo@waltercunha.com http://waltercunha.com Bibliografia* Project Management Institute. Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento

Leia mais

METODOLOGIA HSM Centrada nos participantes com professores com experiência executiva, materiais especialmente desenvolvidos e infraestrutura tecnológica privilegiada. O conteúdo exclusivo dos especialistas

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos Em conformidade com a metodologia PMI 1 Apresentações Paulo César Mei, MBA, PMP Especialista em planejamento, gestão e controle de projetos e portfólios, sempre aplicando as melhores

Leia mais

4. PMBOK - Project Management Body Of Knowledge

4. PMBOK - Project Management Body Of Knowledge 58 4. PMBOK - Project Management Body Of Knowledge No Brasil, as metodologias mais difundidas são, além do QL, o método Zopp, o Marco Lógico do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Mapp da

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos Grupo de Consultores em Governança de TI do SISP 20/02/2013 1 Agenda 1. PMI e MGP/SISP 2. Conceitos Básicos - Operações e Projetos - Gerenciamento de Projetos - Escritório de

Leia mais

Teoria e Prática. Totalmente de acordo com a 4 a Edição/2009. Rosaldo de Jesus Nocêra, PMP, PMI-SP, MCTS. do PMBOK do PMI. Acompanha o livro:

Teoria e Prática. Totalmente de acordo com a 4 a Edição/2009. Rosaldo de Jesus Nocêra, PMP, PMI-SP, MCTS. do PMBOK do PMI. Acompanha o livro: Gerenciamento de Projetos Teoria e Prática Totalmente de acordo com a 4 a Edição/2009 do PMBOK do PMI Acompanha o livro: l CD com mais de 70 formulários exemplos indicados pelo PMI e outros desenvolvidos

Leia mais

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Planejamento do Gerenciamento das Comunicações (10) e das Partes Interessadas (13) PLANEJAMENTO 2 PLANEJAMENTO Sem 1 Sem 2 Sem 3 Sem 4 Sem 5 ABRIL

Leia mais

Como concluir um projeto com sucesso?

Como concluir um projeto com sucesso? Como concluir um projeto com sucesso? Luiz Eduardo Cunha, Eng. Professor da FAAP e do IMT 1 Luiz Eduardo Cunha Graduado em Engenharia de Produção EPUSP Pós-Graduado em Gestão do Conhecimento e Inteligência

Leia mais

Engenharia de Software II: Criando a Declaração de Escopo. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br

Engenharia de Software II: Criando a Declaração de Escopo. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Engenharia de Software II: Criando a Declaração de Escopo Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Sumário Desenvolvendo o Plano de Gerenciamento do Projeto. Coletando Requisitos. Declarando

Leia mais

Objetivos da aula. Planejamento, Execução e Controle de Projetos de Software. O que é um plano de projeto? O que é um projeto?

Objetivos da aula. Planejamento, Execução e Controle de Projetos de Software. O que é um plano de projeto? O que é um projeto? Planejamento, Execução e Controle de Projetos de Software. Objetivos da aula 1) Dizer o que é gerenciamento de projetos e a sua importância; 2) Identificar os grupos de processos do gerenciamento de projetos

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos (ref. capítulos 1 a 3 PMBOK) TC045 Gerenciamento de Projetos Sergio Scheer - scheer@ufpr.br O que é Gerenciamento de Projetos? Aplicação de conhecimentos, habilidades, ferramentas

Leia mais

PMBOK e Gerenciamento de Projetos

PMBOK e Gerenciamento de Projetos PMBOK e Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de projetos (GP) é uma área de atuação e conhecimento que tem ganhado, nos últimos anos, cada vez mais reconhecimento e importância. Um dos principais difusores

Leia mais

MBA ARQUITETURA DE INTERIORES

MBA ARQUITETURA DE INTERIORES MBA ARQUITETURA DE INTERIORES Coordenador: Carlos Russo Professor: Fábio Cavicchioli Netto, PMP 1 APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR CONHECENDO OS PARTICIPANTES EXPECTATIVAS DO GRUPO 2 SUMÁRIO PMI / PMBoK / Certificados

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS

GERENCIAMENTO DE PROJETOS GERENCIAMENTO DE PROJETOS O que é um Projeto? Regra Início e fim definidos Destinado a atingir um produto ou serviço único Escopo definido Características Sequência clara e lógica de eventos Elaboração

Leia mais

Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Curso de Arquivologia Profa. Lillian Alvares

Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Curso de Arquivologia Profa. Lillian Alvares Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Curso de Arquivologia Profa. Lillian Alvares O Project Management Institute é uma entidade sem fins lucrativos voltada ao Gerenciamento de Projetos.

Leia mais

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar.

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar. C O B I T Evolução Estratégica A) Provedor de Tecnologia Gerenciamento de Infra-estrutura de TI (ITIM) B) Provedor de Serviços Gerenciamento de Serviços de TI (ITSM) C) Parceiro Estratégico Governança

Leia mais

Fatores Críticos de Sucesso em GP

Fatores Críticos de Sucesso em GP Fatores Críticos de Sucesso em GP Paulo Ferrucio, PMP pferrucio@hotmail.com A necessidade das organizações de maior eficiência e velocidade para atender as necessidades do mercado faz com que os projetos

Leia mais

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Planejamento do Gerenciamento das Comunicações (10) e das Partes Interessadas (13) PLANEJAMENTO 2 PLANEJAMENTO Sem 1 Sem 2 Sem 3 Sem 4 Sem 5 ABRIL

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS

GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS Ana Carolina Freitas Teixeira¹ RESUMO O gerenciamento de projetos continua crescendo e cada

Leia mais

Módulo 4: Gerenciamento dos Riscos, das Aquisições, das Partes Interessadas e da Integração

Módulo 4: Gerenciamento dos Riscos, das Aquisições, das Partes Interessadas e da Integração Diretoria de Desenvolvimento Gerencial Coordenação Geral de Educação a Distância Gerência de Projetos - Teoria e Prática Conteúdo para impressão Módulo 4: Gerenciamento dos Riscos, das Aquisições, das

Leia mais

GUIA PMBOK PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS

GUIA PMBOK PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS ISSN 1984-9354 GUIA PMBOK PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS Emerson Augusto Priamo Moraes (UFF) Resumo Os projetos fazem parte do cotidiano de diversas organizações, públicas e privadas, dos mais diversos

Leia mais

Análise de Processos do PMBOK em uma Fábrica de Software Um Estudo de Caso

Análise de Processos do PMBOK em uma Fábrica de Software Um Estudo de Caso Análise de Processos do PMBOK em uma Fábrica de Software Um Estudo de Caso Carlos Alberto Rovedder, Gustavo Zanini Kantorski Curso de Sistemas de Informação Universidade Luterana do Brasil (ULBRA) Campus

Leia mais

Gerência de Projetos CMMI & PMBOK

Gerência de Projetos CMMI & PMBOK Gerência de Projetos CMMI & PMBOK Uma abordagem voltada para a qualidade de processos e produtos Prof. Paulo Ricardo B. Betencourt pbetencourt@urisan.tche.br Adaptação do Original de: José Ignácio Jaeger

Leia mais

Trilhas Técnicas SBSI - 2014

Trilhas Técnicas SBSI - 2014 brunoronha@gmail.com, germanofenner@gmail.com, albertosampaio@ufc.br Brito (2012), os escritórios de gerenciamento de projetos são importantes para o fomento de mudanças, bem como para a melhoria da eficiência

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO DE PROJETOS

ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO DE PROJETOS ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO DE PROJETOS Atualizado em 31/12/2015 GESTÃO DE PROJETOS PROJETO Para o PMBOK, projeto é um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo.

Leia mais

2. Gerenciamento de projetos

2. Gerenciamento de projetos 2. Gerenciamento de projetos Este capítulo contém conceitos e definições gerais sobre gerenciamento de projetos, assim como as principais características e funções relevantes reconhecidas como úteis em

Leia mais

O que é um projeto? Características de um projeto. O Que é o PMBoK Guide 3º Edition? Desmembrando o PMBoK através de mapas mentais (Mindmaps)

O que é um projeto? Características de um projeto. O Que é o PMBoK Guide 3º Edition? Desmembrando o PMBoK através de mapas mentais (Mindmaps) O que é um projeto? Projeto é um empreendimento não repetitivo, caracterizado por uma sequência clara e lógica de eventos, com início, meio e fim, que se destina a atingir um objetivo claro e definido,

Leia mais

Combinando a norma ISO 10006 e o guia PMBOK para garantir sucesso em projetos

Combinando a norma ISO 10006 e o guia PMBOK para garantir sucesso em projetos Combinando a norma ISO 10006 e o guia PMBOK para garantir sucesso em projetos Combining the ISO 10006 and PMBOK to ensure successful projects 1 Por Michael Stanleigh Tradução e adaptação para fins didáticos

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Project Management Institute. Prof. Miguel Torres miguel.torres@terra.com.br

Gerenciamento de Projetos Project Management Institute. Prof. Miguel Torres miguel.torres@terra.com.br Gerenciamento de Projetos Project Management Institute Prof. Miguel Torres miguel.torres@terra.com.br Objetivo do Curso Criar condições e proporcionar métodos para o desenvolvimento da capacidade gestora,

Leia mais

OTIMIZAÇÃO DE RECURSOS E INVESTIMENTOS ATRAVÉS DO GERENCIAMENTO DE PROGRAMAS CONSULTORIA

OTIMIZAÇÃO DE RECURSOS E INVESTIMENTOS ATRAVÉS DO GERENCIAMENTO DE PROGRAMAS CONSULTORIA OTIMIZAÇÃO DE RECURSOS E INVESTIMENTOS ATRAVÉS DO GERENCIAMENTO DE PROGRAMAS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Alcance melhores resultados através da gestão integrada de projetos relacionados ou que compartilham

Leia mais

Gestão de Projetos Logísticos

Gestão de Projetos Logísticos Gestão de Projetos Logísticos Professor: Fábio Estevam Machado CONTEÚDO DA AULA ANTERIOR Teoria Gestão de Projetos Introdução História Ferramentas Áreas do Conhecimento - Exercício AULA 3 Gestão de Projetos

Leia mais

3 Gerenciamento de Projetos

3 Gerenciamento de Projetos 34 3 Gerenciamento de Projetos Neste capítulo, será abordado o tema de gerenciamento de projetos, iniciando na seção 3.1 um estudo de bibliografia sobre a definição do tema e a origem deste estudo. Na

Leia mais

DECLARAÇÃO DE POSICIONAMENTO DO IIA: O PAPEL DA AUDITORIA INTERNA

DECLARAÇÃO DE POSICIONAMENTO DO IIA: O PAPEL DA AUDITORIA INTERNA Permissão obtida junto ao proprietário dos direitos autorais, The Institute of Internal Auditors, 247 Maitland Avenue, Altamonte Springs, Florida 32701-4201, USA, para publicar esta tradução, a qual reflete

Leia mais

PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos

PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos As organizações em torno do mundo estão implantando processos e disciplinas formais

Leia mais

Conceituar projetos e a gerência de projetos. Conhecer a importância e os benefícios do gerenciamento de projetos Conhecer o PMI, o PMBOK, os grupos

Conceituar projetos e a gerência de projetos. Conhecer a importância e os benefícios do gerenciamento de projetos Conhecer o PMI, o PMBOK, os grupos Gestão de Projetos Empresariais Objetivos: Conceituar projetos e a gerência de projetos. Conhecer a importância e os benefícios do gerenciamento de projetos Conhecer o PMI, o PMBOK, os grupos de processos

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing PROJETO PEDAGÓGICO Curso de Graduação Tecnológica em Marketing Porto alegre, 2011 1 1. Objetivos do Curso O projeto do curso, através de sua estrutura curricular, está organizado em módulos, com certificações

Leia mais

Implementação utilizando as melhores práticas em Gestão de Projetos

Implementação utilizando as melhores práticas em Gestão de Projetos Implementação utilizando as melhores práticas em Gestão de Projetos Objetivo dessa aula é mostrar a importância em utilizar uma metodologia de implantação de sistemas baseada nas melhores práticas de mercado

Leia mais

Plataforma da Informação. Gerenciamento de Projetos

Plataforma da Informação. Gerenciamento de Projetos Plataforma da Informação Gerenciamento de Projetos Motivação Por que devemos fazer Projetos? - O aprendizado por projetos, faz parte de um dos três pilares de formação do MEJ; -Projetos são oportunidades

Leia mais

Conteúdo. Apresentação do PMBOK. Projeto 29/07/2015. Padrões de Gerenciamento de Projetos. Fase 01 1.PMBOK e PMI. 2. Conceitos 3.

Conteúdo. Apresentação do PMBOK. Projeto 29/07/2015. Padrões de Gerenciamento de Projetos. Fase 01 1.PMBOK e PMI. 2. Conceitos 3. 02m Conteúdo Apresentação do PMBOK Brasília, 25 de Junho de 2015 Fase 01 1.PMBOK e PMI 2. Conceitos 3.Processos Fase 02 4. Áreas de Conhecimento 10m Gerenciamento de Projetos Projeto A manifestação da

Leia mais

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS QUALIDADE

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS QUALIDADE COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS QUALIDADE DESCRIÇÕES DOS NÍVEIS APRENDIZ SABER Aprende para adquirir conhecimento básico. É capaz de pôr este conhecimento em prática sob circunstâncias normais, buscando assistência

Leia mais

Aula 4. Introdução ao PMBOK e aos Processos da Gerência de Projetos

Aula 4. Introdução ao PMBOK e aos Processos da Gerência de Projetos Aula 4 Introdução ao PMBOK e aos Processos da Gerência de Projetos Objetivo Visualizar a gerência de projetos como um conjunto de processos encadeados e integrados. Lidar com as interações que podem ser:

Leia mais

Título da apresentação Curso Gestão de Projetos I (Verdana, cor branca) Curso de Desenvolvimento de Servidores - CDS

Título da apresentação Curso Gestão de Projetos I (Verdana, cor branca) Curso de Desenvolvimento de Servidores - CDS Título da apresentação Curso Gestão de Projetos I (Verdana, cor branca) Curso de Desenvolvimento de Servidores - CDS Prof. Instrutor Elton Siqueira (a) (Arial Moura preto) CURSO DE GESTÃO DE PROJETOS I

Leia mais

A Secretaria da Receita Federal do Brasil

A Secretaria da Receita Federal do Brasil A Secretaria da Receita Federal do Brasil Brasília, abril de 2014 Sumário Institucional RFB Gestão Estratégica Gestão de Projetos Ambiente de Atuação 15.700 km de fronteira terrestre 8,5 milhões de km²

Leia mais

MINI-CURSO Gerenciamento de Projetos para Economistas

MINI-CURSO Gerenciamento de Projetos para Economistas MINI-CURSO Gerenciamento de Projetos para Economistas ECONOMISTA - RIVAS ARGOLO 2426/D 62 9905-6112 RIVAS_ARGOLO@YAHOO.COM.BR Objetivo deste mini curso : Mostrar os benefícios do gerenciamento de projetos

Leia mais

Projetos na área de TI. Prof. Hélio Engholm Jr

Projetos na área de TI. Prof. Hélio Engholm Jr Projetos na área de TI Prof. Hélio Engholm Jr Projetos de Software Ciclo de Vida do Projeto Concepção Iniciação Encerramento Planejamento Execução e Controle Revisão Ciclo de Vida do Produto Processos

Leia mais

PMBOK - Project Management Body of Knowledge - PORTUGUÊS

PMBOK - Project Management Body of Knowledge - PORTUGUÊS PMBOK - Project Management Body of Knowledge - PORTUGUÊS Sr(as) Gerentes de Projeto, O PMBOK, compilado pela expertise do PMI Project Management Institute, é a linha mestra que nos conduz ao conhecimento

Leia mais

Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS

Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS Adm.Walter Lerner 1.Gestão,Competência e Liderança 1.1.Competências de Gestão Competências Humanas e Empresariais são Essenciais Todas as pessoas estão, indistintamente,

Leia mais

A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E A GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES. Evolução do TI e Gestão das Organizações Gestão de Projetos Métodos Ágeis

A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E A GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES. Evolução do TI e Gestão das Organizações Gestão de Projetos Métodos Ágeis A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E A GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES Evolução do TI e Gestão das Organizações Gestão de Projetos Métodos Ágeis Vamos nos conhecer e definir as diretrizes de nosso curso??? www.eadistancia.com.br

Leia mais

ISO 14001:2015 SAIBA O QUE MUDA NA NOVA VERSÃO DA NORMA

ISO 14001:2015 SAIBA O QUE MUDA NA NOVA VERSÃO DA NORMA ISO 14001:2015 SAIBA O QUE MUDA NA NOVA VERSÃO DA NORMA SUMÁRIO Apresentação ISO 14001 Sistema de Gestão Ambiental Nova ISO 14001 Principais alterações e mudanças na prática Estrutura de alto nível Contexto

Leia mais

Metodologia de Gestão de Riscos nos Projetos Estratégicos

Metodologia de Gestão de Riscos nos Projetos Estratégicos Metodologia de Gestão de Riscos nos Projetos Estratégicos Fevereiro/2014 AGENDA Gestão de Riscos Metodologia de Gestão de Riscos nos Projetos Estratégicos AGENDA Gestão de Riscos Metodologia de Gestão

Leia mais

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS IS/TI

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS IS/TI COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS IS/TI DESCRIÇÕES DOS NÍVEIS APRENDIZ Aprende para adquirir conhecimento básico. É capaz de pôr este conhecimento em prática sob circunstâncias normais, buscando assistência se necessário.

Leia mais

Módulo 3: Gerenciamento da Qualidade, dos Recursos Humanos e das Comunicações

Módulo 3: Gerenciamento da Qualidade, dos Recursos Humanos e das Comunicações ENAP Diretoria de Desenvolvimento Gerencial Coordenação Geral de Educação a Distância Gerência de Projetos - Teoria e Prática Conteúdo para impressão Módulo 3: Gerenciamento da Qualidade, dos Recursos

Leia mais

Metodologia de Gerenciamento de Projetos da Justiça Federal

Metodologia de Gerenciamento de Projetos da Justiça Federal Metodologia de Gerenciamento de Projetos da Justiça Federal Histórico de Revisões Data Versão Descrição 30/04/2010 1.0 Versão Inicial 2 Sumário 1. Introdução... 5 2. Público-alvo... 5 3. Conceitos básicos...

Leia mais

PMBOK - Project Management Body of Knowledge - PORTUGUÊS

PMBOK - Project Management Body of Knowledge - PORTUGUÊS PMBOK - Project Management Body of Knowledge - PORTUGUÊS Sr(as) Gerentes de Projeto, O PMBOK, compilado pela expertise do PMI Project Management Institute, é a linha mestra que nos conduz ao conhecimento

Leia mais

Módulo 4. Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios

Módulo 4. Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios Módulo 4 Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios Estruturas e Metodologias de controle adotadas na Sarbanes COBIT

Leia mais

Capítulo 4 Gerenciamento da Integração do Projeto. Introdução. Vamos pensar um pouco?

Capítulo 4 Gerenciamento da Integração do Projeto. Introdução. Vamos pensar um pouco? www.emmene Capítulo 4 Gerenciamento da Integração do Projeto 1 Introdução Vamos pensar um pouco? 2 P Introdução Qual é o principal papel de um gerente de projeto? Integrar todas as partes de um projeto

Leia mais

CRITÉRIOS ADICIONAIS PARA A ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO (ISO/IEC 27006:2011) - OTS

CRITÉRIOS ADICIONAIS PARA A ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO (ISO/IEC 27006:2011) - OTS CRITÉRIOS ADICIONAIS PARA A ACREDITAÇÃO DE ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO (ISO/IEC 276:2011) - OTS NORMA Nº NIT-DICOR-011 APROVADA EM MAR/2013 Nº 01/46 SUMÁRIO

Leia mais

PMBOK/PMI Project Management Body of Knowledge. Gerenciamento de Projetos

PMBOK/PMI Project Management Body of Knowledge. Gerenciamento de Projetos PMBOK/PMI Project Management Body of Knowledge Gerenciamento de Projetos Organização de Projetos GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIOS GERENCIAMENTO DE PROGRAMA GERENCIAMENTO DE PROJETOS GERENCIAMENTO DE SUBPROJETOS

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS. Prof. WAGNER RABELLO JR CONCEITO DE PROJETO GERENCIAMENTO DE PROJETO

GESTÃO DE PROJETOS. Prof. WAGNER RABELLO JR CONCEITO DE PROJETO GERENCIAMENTO DE PROJETO GESTÃO DE PROJETOS Prof. WAGNER RABELLO JR CONCEITO DE PROJETO GERENCIAMENTO DE PROJETO 1 POR QUE GERENCIAR PROJETOS? POR QUE ALGUNS PROJETOS FRACASSAM? PROJETOS RELACIONADOS PROGRAMAS PROJECT MANAGEMENT

Leia mais

Domínios, Competências e Padrões de Desempenho do Design Instrucional (DI)

Domínios, Competências e Padrões de Desempenho do Design Instrucional (DI) Domínios, Competências e Padrões de Desempenho do Design Instrucional (DI) (The Instructional Design (ID) Domains, Competencies and Performance Statements) International Board of Standards for Training,

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS. Prof. Anderson Valadares

GESTÃO DE PROJETOS. Prof. Anderson Valadares GESTÃO DE PROJETOS Prof. Anderson Valadares Projeto Empreendimento temporário Realizado por pessoas Restrições de recursos Cria produtos, ou serviços ou resultado exclusivo Planejado, executado e controlado

Leia mais

ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO EM PROJETOS, PROGRAMAS E PORTFÓLIOS CONSULTORIA

ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO EM PROJETOS, PROGRAMAS E PORTFÓLIOS CONSULTORIA ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO EM PROJETOS, PROGRAMAS E PORTFÓLIOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Assegure melhores resultados em seus projetos com uma estrutura de comunicação simples, efetiva,

Leia mais

Introdução. AULA 2 A Organização empresarial e a gestão de projetos. Tema relevante em diversas áreas

Introdução. AULA 2 A Organização empresarial e a gestão de projetos. Tema relevante em diversas áreas Universidade do Sagrado Coração Introdução a Gestão de Projetos Paulo Cesar Chagas Rodrigues AULA 2 A Organização empresarial e a gestão de projetos Iniciação 30/set/2008 Engenharia de Produto 2 2 Introdução

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO DE PROJETOS E INVESTIMENTOS CONSULTORIA

GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO DE PROJETOS E INVESTIMENTOS CONSULTORIA GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO DE PROJETOS E INVESTIMENTOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Como realizar inúmeros projetos potenciais com recursos limitados? Nós lhe mostraremos a solução para este e outros

Leia mais

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS METODOLOGIA DE AUDITORIA PARA AVALIAÇÃO DE CONTROLES E CUMPRIMENTO DE PROCESSOS DE TI NARDON, NASI AUDITORES E CONSULTORES CobiT

Leia mais

Módulo 5 Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 7, 7.1, 7.2, 7.3, 7.3.1, 7.3.2, 7.3.3, 7.3.4, 7.4, 7.4.1, 7.4.2, 7.4.3, 7.4.4, 7.

Módulo 5 Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 7, 7.1, 7.2, 7.3, 7.3.1, 7.3.2, 7.3.3, 7.3.4, 7.4, 7.4.1, 7.4.2, 7.4.3, 7.4.4, 7. Módulo 5 Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 7, 7.1, 7.2, 7.3, 7.3.1, 7.3.2, 7.3.3, 7.3.4, 7.4, 7.4.1, 7.4.2, 7.4.3, 7.4.4, 7.5, 7.5.1, 7.5.2, 7.6, 7.6.1, 7.6.2 Exercícios 7 Competência

Leia mais

ISO Revisions. ISO Revisions. Revisões ISO. Qual é a diferença entre uma abordagem de procedimentos e de processo? Abordando a mudança

ISO Revisions. ISO Revisions. Revisões ISO. Qual é a diferença entre uma abordagem de procedimentos e de processo? Abordando a mudança Revisões ISO ISO Revisions Qual é a diferença entre uma abordagem de procedimentos e de processo? Abordando a mudança Processos vs procedimentos: o que isto significa? O conceito da gestão de processo

Leia mais

PMI-SP PMI-SC PMI-RS PMI PMI-PR PMI-PE

PMI-SP PMI-SC PMI-RS PMI PMI-PR PMI-PE ESTUDO DE BENCHMARKING EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS 2009 Brasil Uma realização dos Chapters Brasileiros do PMI - Project Management Institute PMI-SP PMI-RJ PMI-AM PMI-SC PMI-BA ANEXO 1 PMI-RS PMI PMI-CE

Leia mais

CobiT 4.1 Plan and Organize Manage Projects PO10

CobiT 4.1 Plan and Organize Manage Projects PO10 CobiT 4.1 Plan and Organize Manage Projects PO10 Planejar e Organizar Gerenciar Projetos Pedro Rocha http://rochapedro.wordpress.com RESUMO Este documento trás a tradução do objetivo de controle PO10 (Gerenciamento

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE

GERENCIAMENTO DE PROJETOS PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE GERENCIAMENTO DE PROJETOS PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE O PMI e a Certificação PMP Visão Geral sobre o Modelo PMI APRESENTAÇÃO DO PMI O PMI - Project Management Institute é uma instituição sem fins lucrativos,

Leia mais

Preparatório para o Exame de PMP Autora: Rita Mulcahy Edição: 8ª, em português (alinhado ao Guia PMBoK 2013 5ª Edição)

Preparatório para o Exame de PMP Autora: Rita Mulcahy Edição: 8ª, em português (alinhado ao Guia PMBoK 2013 5ª Edição) Preparatório para Certificação PMP Objetivo Este treinamento tem como finalidade preparar o profissional que atua como gerente de projetos, para que possa realizar com segurança o exame de Certificação

Leia mais

Pós-graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI

Pós-graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Pós-graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Planejamento do Gerenciamento das Comunicações (10) e das Partes Interessadas (13) 2 Gerente Sênior de Projetos e Processos, 18 anos de experiência

Leia mais

Gestão de Projetos MBE_UFRGS_2012

Gestão de Projetos MBE_UFRGS_2012 Gestão de Projetos MBE_UFRGS_2012 Istefani Carísio de Paula Programa 07/03 - Conceitos, definições e método de GP 14/03 Gestão de Portfólio 21/03- Gestão de Portfólio 28/03 Iniciação e Planejamento do

Leia mais

AA1000: Estrutura de gestão da responsabilidade corporativa. Informações gerais

AA1000: Estrutura de gestão da responsabilidade corporativa. Informações gerais AA1000: Estrutura de gestão da responsabilidade corporativa Informações gerais Produzido por BSD Brasil. Pode ser reproduzido desde que citada a fonte. Introdução Lançada em novembro de 1999, em versão

Leia mais

Aula 2 Governança do projeto Papéis e Responsabilidades

Aula 2 Governança do projeto Papéis e Responsabilidades Aula 2 Governança do projeto Papéis e Responsabilidades Objetivos da Aula: Nesta aula, iremos conhecer os diversos papéis e responsabilidades das pessoas ou grupos de pessoas envolvidas na realização de

Leia mais

Gerenciamento da Integração com metodologia PMBOK 30 h/a

Gerenciamento da Integração com metodologia PMBOK 30 h/a da Integração com 30 h/a Facundo Barbosa, MBA, PMP, ITIL, CSP 85 9444.9544 e 85 4005.5644 facunndo@mdb.com.br Slide 1 Metodologia Explanação Discussões em grupo Exercícios práticos Apresentação e estudo

Leia mais

Desmembrando o PMBoK através de mapas mentais (Mindmaps)

Desmembrando o PMBoK através de mapas mentais (Mindmaps) PMI O Que é o PMBoK Guide 3º Edition? O PMBoK Guide 3º Edition (2004) é uma denominação que representa todo o somatório de conhecimento dentro da área de gerenciamento de projetos, além de fornecer uma

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS PARA A GESTÃO DE PROJETOS

IDENTIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS PARA A GESTÃO DE PROJETOS IDENTIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS PARA A GESTÃO DE PROJETOS Claudio Oliveira Aplicações de CRM Claudio Oliveira Apresentação Claudio Oliveira (cloliveira@usp.br) Professor da Fundação Vanzolini

Leia mais

Oficina de Gestão de Portifólio

Oficina de Gestão de Portifólio Oficina de Gestão de Portifólio Alinhando ESTRATÉGIAS com PROJETOS através da GESTÃO DE PORTFÓLIO Gestão de portfólio de projetos pode ser definida como a arte e a ciência de aplicar um conjunto de conhecimentos,

Leia mais

ESTRUTURA ISO 9.001:2008

ESTRUTURA ISO 9.001:2008 Sistema de Gestão Qualidade (SGQ) ESTRUTURA ISO 9.001:2008 Objetivos: Melhoria da norma existente; Melhoria do entendimento e facilidade de uso; Compatibilidade com a ISO 14001:2004; Foco Melhorar o entendimento

Leia mais

O que é Gestão ou Gerenciamento de Projetos?

O que é Gestão ou Gerenciamento de Projetos? O que é Gestão ou Gerenciamento de Projetos? Gerenciamento de Projetos Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência

Leia mais

Comparação da Metodologia TenStep PGP (Processo de Gerenciamento de Projetos), com o Guia PMBOK 4ª Edição - PMI

Comparação da Metodologia TenStep PGP (Processo de Gerenciamento de Projetos), com o Guia PMBOK 4ª Edição - PMI Comparação da Metodologia TenStep PGP (Processo de Gerenciamento de Projetos), com o Guia PMBOK 4ª Edição - PMI 2010 TenStep Comparação da Metodologia TenStep PGP (Processo de Gerenciamento de Projetos)

Leia mais

Políticas de Segurança da Informação. Aécio Costa

Políticas de Segurança da Informação. Aécio Costa Aécio Costa A segurança da informação é obtida a partir da implementação de um conjunto de controles adequados, incluindo políticas, processos, procedimentos, estruturas organizacionais e funções de software

Leia mais

Jonas de Souza H2W SYSTEMS

Jonas de Souza H2W SYSTEMS Jonas de Souza H2W SYSTEMS 1 Tecnólogo em Informática Fatec Jundiaí MBA em Gerenciamento de Projetos FGV Project Management Professional PMI Mestrando em Tecnologia UNICAMP Metodologia de apoio à aquisição

Leia mais

PREVIEW DAS PRINCIPAIS SEÇÕES DA NBR ISO 19011

PREVIEW DAS PRINCIPAIS SEÇÕES DA NBR ISO 19011 CENTRO DA QUALIDADE, SEGURANÇA E PRODUTIVIDADE PARA O BRASIL E AMÉRICA LATINA PREVIEW DAS PRINCIPAIS SEÇÕES DA NBR ISO 19011 Diretrizes para auditorias de sistemas de gestão da qualidade e/ou ambiental

Leia mais

COMUNICAÇÃO, GESTÃO E PLANO DE RECUPERAÇÃO DE PROJETOS EM CRISE CONSULTORIA

COMUNICAÇÃO, GESTÃO E PLANO DE RECUPERAÇÃO DE PROJETOS EM CRISE CONSULTORIA COMUNICAÇÃO, GESTÃO E PLANO DE RECUPERAÇÃO DE PROJETOS EM CRISE CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Minimize os impactos de um projeto em crise com a expertise de quem realmente conhece o assunto. A Macrosolutions

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Modulo II Ciclo de Vida e Organização do Projeto

Gerenciamento de Projetos Modulo II Ciclo de Vida e Organização do Projeto Gerenciamento de Projetos Modulo II Ciclo de Vida e Organização do Projeto Prof. Walter Cunha falecomigo@waltercunha.com http://waltercunha.com PMBoK Organização do Projeto Os projetos e o gerenciamento

Leia mais