O papel de um Escritório de Projetos dentro de uma organização: um estudo de caso

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O papel de um Escritório de Projetos dentro de uma organização: um estudo de caso"

Transcrição

1 O papel de um Escritório de Projetos dentro de uma organização: um estudo de caso Marcelo Guedes (MBA-FCAV/USP) Marly Monteiro de Carvalho (POLI/USP) Resumo: Nos últimos anos a gestão de projetos tem despertado interesse demonstrando ser um grande propiciador da competitividade. Nesse contexto o tema escritório de projetos é recorrente. Esse estudo busca evidenciar como um Escritório de Projetos pode ser classificado segundo os modelos literários a partir de seu perfil de atuação. Buscou-se traçar tendências de atuação futura do Escritório de Projetos e, contextualizando a instituição pesquisada, trazer a tona questões referentes as possíveis vertentes operacionais e estratégicas que o Escritório de Projetos pode ter em uma organização. Palavras-chave: Projetos, Escritório de Projetos, Gestão de Projetos, PMO. 1 Introdução: Atualmente muitas empresas adotam a gestão de projetos com a finalidade de obter maior controle dos processos envolvidos na condução de seus projetos. Essa busca pela previsibilidade em projetos decorre, entre outros fatores, do panorama atual de forte competição. Em um cenário global competitivo, onde cada vez mais empresas buscam diferenciações de seus produtos e serviços, os projetos intimamente ligados à inovação e ao lançamento de novos produtos e serviços representam, em última instância, a sobrevivência e perpetuação da organização. Nesse contexto de competição acirrada a empresa contemporânea busca obter vantagens competitivas nos mais diversos vetores da organização. Essa busca da competitividade passa pela otimização no uso de recursos, melhoria de processos e, também, pela gestão de seus projetos. Entretanto, a adoção da gestão de projetos, tal qual o gerenciamento da qualidade total (TQM) requer educação e treinamentos extensivos (KERZNER, 2001). Se treinamento é um fator-chave para uma adoção bem-sucedida da gestão de projetos, um dos desdobramentos possíveis dessa cultura organizacional (e do caminhar em direção a maturidade em gestão de projetos) é a implementação de um escritório de projetos (ou PMO: Project Management Office). Segundo Rabechini (2005), Os escritórios de projetos são organizações que dominam as técnicas e ferramentas da disciplina gerenciamento de projetos, apoiando e viabilizando projetos. Segundo a pesquisa de Rodrigues et al. (2004) apud CARVALHO; RABECHINI, 2005). no Brasil as empresas começam a desenvolver seus Escritórios de Projeto no inicio da primeira década dos anos 2000 mas ainda de forma incipiente. O motivo mais comum pelo qual uma empresa inicia um Escritório de Gerenciamento de Projetos é o de estabelecer e manter padrões para as metodologias de gerenciamentos de projetos a serem utilizadas em toda a organização (HELDMAN, 2003) e o papel de um PMO é o de estabelecer a responsabilidade pelo apoio continuo dos padrões, práticas e sistemas de informação que definem a gestão de projeto da organização (VERZUH, 2000). Segundo Dinsmore (2005), existem, evidentemente, uma variedade enorme de tipos de PMO, desde um simples grupo de apoio para planejamento e controle até o conceito poderoso de Chief Project Officer, colocado no nível da diretoria. Levando em conta a afirmação de Kerzner estabelecer o escritório de projetos na empresa, o quanto antes, pode acelerar a curva de aprendizado podemos concluir que o Escritório de Projetos pode funcionar como

2 retro-alimentador da cultura de gestão de projetos o que permite à organização um processo contínuo de aperfeiçoamento das boas práticas em gestão de projetos. Diante desse cenário plural em possibilidades cabe à alta administração, conceber, modelar, planejar e implementar um Escritório de Projetos adequado às necessidades latentes da organização levando em consideração, entre outros fatores, o grau de maturidade em gestão de projetos que a instituição apresenta. O conceito de maturidade foi estabelecido por Argyris apud Rabechini (2005) e por Hersey e Blanchard, 1986) em relação ao indivíduo. Esse conceito pode também ser visto em relação às empresas. Uma empresa imatura caracterizase pela improvisação do gerenciamento, não estabelece, portanto, as conexões devidas entre as diversas áreas de conhecimento (RABECHINI, 2005). Segundo Carvalho et al (2003), diversos modelos de maturidade em âmbito organizacional estão disponíveis na literatura, um dos pioneiros foi o modelo das áreas de desenvolvimento e engenharia de software, conhecido como CMM (Capability Maturity Model) e CMM-I (Capability Maturity Model Integration). Em seguida surgiram outros dois modelos conceituais que têm sido mais amplamente adotados: o Project Management Maturity Model PMMM proposto por Kerzner (2001) e o Organizational Project Management Maturity Model - OPM3 proposto pelo PMI (2003). Considerando a organização pesquisada uma entidade sem fins lucrativos, criada há mais de trinta anos, que em determinado momento de sua trajetória decide pela implementação de um Escritório de Projetos, o presente estudo tem por finalidade verificar como o Escritório de Projetos implementado pode ser enquadrado em algum modelo oferecido pela literatura e traçar possíveis tendências de atuação futura. Um primeiro passo para responder a essas questões é rever a definição de alguns termos e conceitos largamente utilizados na literatura dessa área de estudos. 2 Revisão da Literatura: Inicialmente vale dizer que o conceito de projetos tem sido aprimorado nos últimos anos visando estabelecer um entendimento comum nas organizações que trabalham com este tipo de empreendimento Rabechini; Carvalho, (1999) apud CARVALHO; RABECHINI (2005) Com a finalidade de assegurar um alinhamento e entendimento das concepções existentes seguem na Tabela 1 definições dos termos projeto, gerenciamento de projetos e escritório de projetos: Tabela 1: Apresentação de termos e suas definições - continua Termo Autor Definição Projeto ISO10006, 1997 SLACK, 2002 PMI,2004 * Um processo único, consistindo de um grupo de atividades coordenadas e controladas com datas para início e término, empreendido para alcance de um objetivo conforme requisitos específicos, incluindo limitações de tempo, custo e recursos. Um conjunto de atividades que tem um ponto inicial definido e um estado final definido, que persegue uma meta definida e que usa um conjunto definido de recursos. Um empreendimento temporário feito para criar um produto, serviço ou resultado único.

3 Tabela 1: Apresentação de termos e suas definições - conclusão Termo Autor Definição Gerenciamento de Projetos Escritório de gerenciamento de projetos SLACK, 2002 PMI,2004 * VERZUH, 2000 DINSMORE, 2002* o processo de administrar as atividades dentro do projeto, planejando o trabalho, executando-o e coordenando a contribuição da equipe e organizações que possuem interesse no projeto a aplicação de conhecimentos, habilidades, ferramentas e técnicas para projetar atividades que atinjam os requisitos do projeto o papel de um PMO é o de estabelecer a responsabilidade pelo apoio continuo dos padrões, práticas e sistemas de informação que definem a gestão de projeto da organização a missão de um PMO pode ser descrita assim: identificar, estimular e apoiar a utilização das melhores práticas de gerenciamento de projeto de tal forma que a organização possa implementar suas estratégias e alcançar seus objetivos Para fins deste artigo adotaremos as definições destacadas como referência. Por último, os diferentes tipos de um Escritório de Projetos na visão de alguns autores. Casey e Perck 2001 (apud RABECHINI, 2005) definem três tipos de acordo com o estágio de maturidade da organização: Estação meteorológica: resolve problemas causados pela falta de integração Torre de controle: Direcionado para auxiliar: no treinamento pessoal, em metodologias pouco utilizadas ou executivos com visão equivocada sobre projetos. Esquadrão de comando: organizações cujo negocio é fazer projetos necessitam estar permanentemente atenta a capacitação de seu pessoal em gerenciamento de projetos. Verzuh (2000) propõe uma classificação em cinco tipos: Centro de excelência: O propósito principal é o de manter os padrões de gestão de projeto e promover sua utilização em uma organização. Escritório de apoio a projetos: Além de manter e promover os padrões e praticas de gestão de projeto, o escritório de apoio a projetos apóia ativamente a variedade de projetos com o manuseio de tarefas mecânicas como, por exemplo, a criação e atualização do plano e orçamento do projeto. Escritório de Gestão de Projetos: Fornecer apoio de orçamento e cronograma da mesma forma como o escritório de apoio a projetos. Escritório de Gerenciamento de Programa: Fornecer o conhecimento técnico de todo o programa vinculando todos os projetos juntos. Escritório Responsável do Projeto: Carrega toda a qualidade, custo e cronograma do projeto designado a ele. (maior espectro de atuação e maior autoridade) Dinsmore (2002) define uma classificação em quatro tipos: Project Support Office (PSO): fornece apoio técnico e administrativo, ferramentas e serviços aos vários gerentes de projeto simultaneamente, auxiliando no planejamento e programação, monitoramento, gestão de contratos, gestão de escopo e no gerenciamento de custos dos projetos. A responsabilidade pelo sucesso do projeto não reside no PSO, mas nos gerentes que utilizam seus serviços.

4 Project Management Center of Excellence(PMCoE): Ponto focal da experiência em gerenciamento de projetos, mas não assume a responsabilidade pelos resultados dos projetos. Mantém abertos os canais de comunicação entre os projetos e a comunidade externa ao gerenciamento de projetos. A tarefa é em grande parte disseminar a idéia, converter incrédulos e transformar adeptos em profissionais, sendo encarregado pelas metodologias. Aparece como despesa geral de overhead, não sendo alocada diretamente nos projetos (PATAH et al., 2003). Program Management Office (PrgMO): Gerencia os gerentes de projetos e é, em última análise, o responsável pelos resultados dos projetos. Compreende as funções do PMCoE e, em alguns casos, as do PSO. Para que um PrgMO funcione adequadamente são necessários: poder, prioridade corporativa e controle em âmbito empresarial (PATAH et al., 2003). Chief Project Officer (CPO): Consiste em cuidar e alimentar o portifolio de projetos da organização, desde o estágio de decisão de negócios à sua implementação final. Entre as atividades do CPO podem ser citadas as seguintes: envolvimento nas decisões de negócios que resultem em novos projetos, planejamento estratégico de negócios, estabelecimento de prioridades e negociações de recursos, implementação de projetos estratégicos, avaliação periódica de projetos, gerenciamento de stakeholders de alto nível (PATAH et al., 2003). Para fins deste estudo adotaremos a classificação de Dinsmore. 3 Pressupostos e Objetivos do Trabalho O presente estudo teve como objetivo central estabelecer um paralelo entre a literatura existente (sobretudo através da revisão bibliográfica demonstrada no item 2 deste documento) e uma situação real, confrontando como o Escritório de Projetos implementado pode ser enquadrado nos modelos literários. Parte-se do pressuposto que podemos, através das pesquisas realizadas, comparar a realidade com a literatura e a partir daí, munidos das informações coletadas, traçar tendências futuras de atuação do escritório de projetos na organização contribuindo para um maior entendimento e compreensão do papel que o escritório de projetos tem atualmente e da evolução deste papel no tempo. 4 Aspectos Metodológicos Para atender os objetivos adotou-se a estratégia de estudo de caso único por meio de entrevistas semi-estruturadas. Segundo Yin (2001, p.28) a estratégia de estudo de caso se mostra adequada quando faz-se uma questão do tipo como ou por que sobre um conjunto contemporâneo de acontecimentos sobre o qual o pesquisador tem pouco ou nenhum controle. As entrevistas foram conduzidas na organização tendo cinco entrevistados e se buscou obter dados que pudessem contribuir no mapeamento da realidade levando em conta entre outros aspectos: os fatores motivadores da criação e implementação do escritório de projetos; a caracterização da infra-estrutura montada e a caracterização dos atuais projetos gerenciados pelo escritório de projetos. O questionário foi composto de três seções: 1) caracterização da empresa; 2) caracterização do entrevistado; 3) práticas e atuação existentes no escritório de projetos. 5 Apresentação do Estudo de Caso O estudo foi conduzido em uma organização do terceiro setor, atuante nos segmentos de educação e consultoria empresarial, criada há mais de trinta e cinco anos, que emprega atualmente cerca de 100 funcionários em regime CLT e que apresentou um faturamento no ano de 2004 de aproximadamente R$ ,00.

5 A organização possui três principais linhas de serviços. Essas três vertentes, por terem características e dimensões próprias, permitem à instituição organizar a gestão de maneira diferenciada para cada linha. As linhas A e B em virtude do alto volume de saída e demanda menos instável, se aproximam de um processo contínuo (essas linhas de produtos, pela importância que têm para a organização são administradas com ênfase nos mecanismos de gestão de operações já consolidados na empresa). Já a linha C é caracterizada tipicamente por projetos: demanda irregular, esforços temporários que geram produtos únicos e diferenciados entre si (essa linha utiliza com maior ênfase a gestão de projetos e é justamente para suportar essa demanda que fora implementado o Escritório de Projetos) - (informação verbal). 1 Figura 1 O Escritório de Projetos e as linhas de produtos da Empresa O Escritório de Projetos foi implementado em abril de 2004 (há 20 meses) e atualmente ocupa um espaço físico de cerca de 40 m 2, possui cinco funcionários entre eles um profissional com certificação PMP (Project Manager Professional obtida pelo PMI - Project Management Institute). Até o presente momento o Escritório de Projetos é custeado como despesas de overhead (porém é previsto abandonar essa forma de custeio) e dividido estruturalmente em cinco áreas que têm seus papéis resumidos abaixo: 1. Sistemas da Qualidade e Certificação: mantém o sistema da qualidade, estabelece processos e procedimentos para proposição, coordenação e execução de projetos e programa e acompanha as auditorias internas. 2. Assistência Técnica e Comercial aos Coordenadores: apóia na definição dos objetivos, na elaboração de propostas, na definição de escopo, no planejamento e na definição de recursos necessários ao projeto. 3. Apoio Comercial e Administrativo aos Coordenadores: apóia na preparação de propostas, no planejamento, organização, controle (físico e financeiro) e no processo de signoff (aceitação formal de aceite) dos projetos. 4. Compliance: audita projetos no tocante ao respeito às normas e legislação e audita convênios e contratos de parceira. 5. Estudos de Mercado e Benchmarking: realiza pesquisa para o estabelecimento de padrões, monitora o follow-up das propostas de projetos. No último ano as atividades voltaram se às visitas para elaboração de propostas, negociação de novos contratos (inclusive em projetos de maior âmbito onde há acordos multilaterais envolvendo outras instituições conveniadas), acompanhamento de projetos e ao desenvolvimento de uma nova sistemática para análise de riscos. Atualmente o escritório gerencia cerca de 30 projetos de portes pequeno e médio - média de R$ ,00. Com 1 Informação fornecida pelo presidente da organização, em São Paulo, novembro de 2005.

6 relação à duração dos projetos o menor projeto gerenciado foi um evento de 3 dias; já o de maior duração até o momento foi de 16 meses. 6 Apresentação e Discussão dos Resultados O escritório de projetos objeto deste estudo tem como objetivo prover suporte para uma linha de serviços de baixo volume e alta variedade (linha de produtos C descrita no item anterior) e que pode ser enquadrada, segundo a literatura oferecida por Slack (2002) e segundo a percepção dos autores deste artigo no quadrante Serviços Profissionais, conforme ilustra a figura 2 Tipos de Processos em Operações e Serviços. Figura 2 Tipos de Processos em Operações e Serviços (Adaptado de Slack; em destaque Serviços Profissionais, objeto deste estudo) A pesquisa colheu opiniões dos colaboradores envolvidos no escritório de projetos e a partir da teoria de Dinsmore (2002) foi detalhado um conjunto de funções que cada um dos quatro tipos de Escritório de Projetos usualmente tem. Mediante a aplicação de um questionário foi verificada qual a aderência desta teoria, buscando explicitar qual seria hoje, segundo essa teoria, o tipo de Escritório de Projetos existente na organização e qual seria, segundo a opinião dos entrevistados, a tendência de atuação deste Escritório de Projetos. A figura 3 ilustra esse enquadramento: Atuação e Tendências do Escritório de Projetos GRAU DE ATUAÇÃO 100,00% 90,00% Atualmente 80,00% Futuro 70,00% 60,00% 50,00% 40,00% 30,00% 20,00% 10,00% 0,00% PSO PMCoE PrgMO CPO Atualmente 65,00% 46,00% 40,00% 7,50% Futuro 87,50% 86,00% 63,64% 30,00% TIPOS DE PMO Figura 3 Grau de Atuação e Tendências nos Diferentes Tipos de PMO (Segundo Dinsmore, 2002) Sessenta por cento dos entrevistados trabalha há mais de 4 anos na organização (portanto já atuavam na organização antes da criação do Escritório de Projetos) e somente um entrevistado

7 iniciou suas atividades no Escritório de Projetos. De acordo com a percepção dos entrevistados pode-se perceber que o Escritório de Projetos tem atualmente um papel híbrido, onde cada uma das quatro instâncias sugeridas pelo modelo de Dinsmore é, em alguma densidade, contemplada. É interessante notar que, por se tratar de um modelo evolutivo, a percepção dos entrevistados conflui para a literatura pois, se de um lado temos quatro modelos de Escritório de Projetos que vão do perfil mais operacional até o mais estratégico, o gráfico mostra uma curva onde, atualmente, existe uma maior concentração de papéis no conceito de PSO (escritório de projetos mais operacional). Segundo a pesquisa, 65% das atividades ligadas a um escritório de projetos enquadrado como PSO são atualmente realizadas. Logo em seguida temos o PMCoE, com 46% das funções previstas realizadas pelo Escritório de Projetos. Já o modelo CPO que, segundo a literatura, tem um viés altamente estratégico tem uma aderência de apenas 7,50% das atividades atuais. Com relação às tendências houve uma percepção que, qual seja a dimensão proposta pela classificação, a atuação do Escritório de Projetos terá seu espectro ampliado. Segundo os dados, as funções realizadas pelo modelo CPO, que hoje são cerca de 7,50% podem no futuro atingir algo em torno de 30%. Entretanto, apesar deste adensamento no papel estratégico do Escritório de Projetos, os números apontam uma alta concentração nos modelos menos estratégicos e mais operacionais centrado quase que em mesma intensidade nos modelo PSO e PMCoE. Um possível aspecto propiciador da ênfase no modelo PMCoE pode ser devido a existência de uma área no Escritório de Projetos denominada Estudos de Mercado e Benchmarking que tem como objetivo realizar pesquisas para o estabelecimento de padrões dos projetos (visto que o PMCoE tem um viés extraorganizacional, procurando manter-se aberto à comunicação entre os projetos e à comunidade externa de gerenciamento de projetos). Ainda segundo a pesquisa: 60% identificam o escritório de projetos como um fator fundamental para a obtenção de sucesso nos projetos; 40% concordaram parcialmente. 80% acreditam que o escritório de projetos deve ter um papel de agente de mudanças culturais dentro da organização; 20% concordaram parcialmente. 80% acreditam que o escritório de projetos deve ser o responsável pelo atingimento e manutenção do nível de lucratividade adequado em projetos; 20% concordaram parcialmente. 60% identificam o escritório de projetos devendo estar diretamente ligado e dando suporte às decisões estratégicas da organização; 20% concordaram parcialmente e 20% não concordaram nem discordaram desse aspecto. 80% acreditam que o escritório de projetos deve ser o responsável pela gestão do portifolio de projetos na organização; 20% concordaram parcialmente. 7 Conclusão Tendo em vista o curto período transcorrido desde a implantação do Escritório de Projetos (20 meses) e levando em conta o panorama traçado, onde a organização adota o Escritório de Projetos para atuar inicialmente em um espectro limitado de sua operação, percebemos que o Escritório de Projetos tem atualmente sua essência voltada ao aspecto de suporte operacional. Interpretando a organização como uma entidade viva, portanto sujeita às interferências de seu meio e sensível às decisões estratégicas advindas da alta administração, e partindo da premissa que a evolução do papel do Escritório de Projetos vá de encontro às tendências

8 traçadas pela pesquisa, podemos afirmar que o Escritório de Projetos terá no futuro um espectro maior de atuação mas ainda com ênfase no suporte operacional. A pesquisa revelou ainda que existe uma forte crença no papel auxiliador e de agente de mudanças que o Escritório de Projetos tem na organização. Percebe-se, entretanto, que a o caminhar em direção ao adensamento do papel do Escritório de Projetos e do possível caráter mais estratégico depende, sobretudo da manutenção que a alta administração deposita no conceito de gestão de projetos. Finalizando, ressaltamos que seria oportuno realizar futuramente novas pesquisas que possam trazer reflexões sobre o grau de maturidade que o Escritório de Projetos tenha alcançado traçando um paralelo com o grau de maturidade em gestão de projetos que a empresa tenha atingido validando, inclusive, o que hoje são consideradas por este estudo como possíveis tendências de atuação do Escritório de Projetos. 8 Bibliografia CARVALHO, M. M; LAURINDO, F.J.B.; PESSÔA, M.S.P. Information Technology Project Management to achieve efficiency in Brazilian Companies. In: KAMEL, Sherif. (Org.). Managing Globally with Information Technology. Hershey, pp , CARVALHO, M. M.; RABEQUINI. JR. Construindo competências para gerenciar projetos: teorias e casos São Paulo: Atlas, DINSMORE. Revista Mundo PM, nº 3, p 39, 2005 ENGLUND, R. L., GRAHAM, R. J., DISMORE, P. C. Creating The Project Office: A Manager s Guide to Leading Organizational Change. San Francisco: Jossey Bass, HELDMAN, K. Gerência de Projetos: guia para o exame oficial do PMI. Rio de Janeiro: Campus, 2003 INTERNATIONAL STANDARD ORGANIZATION - ISO 10006: Quality management - Guidelines to quality in project management. s.l.p., ISO, KERZNER, H. Gestão de Projetos: As Melhores Práticas. Porto Alegre: Bookman, 2002 KERZNER, H. Strategic Planning for Project Management using a project management Maturity Model. Nova York, John Wiley & Sons, PMI PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE. Um guia do conjunto de conhecimentos do Gerenciamento de Projetos (PMBOK Guide - edição 2000). Philadelphia: Autor, PMI, Project Management Institute (2003). Organizational Project Management Maturity Model (OPM3). Project Management Institute Inc. RABECHINI JR, R. O Gerente de Projetos na Empresa. São Paulo: Editora Atlas, SLACK, N.; CHAMBERS, S.; HARLAND, C.; HARRISON, A.; JOHNSTON, R. Administração da Produção. São Paulo: Atlas, 2002 VERZUH, E. MBA Compacto - Gestão de Projetos. Tradução de André de L. Cardoso, 11 a edição - Rio de Janeiro: Elsevier, 2000 YIN, R. Estudo de Caso: Planejamento e Métodos. Tradução de Daniel Grassi, 2 a edição Porto Alegre: Bookman, 2001

Escritório de Projetos

Escritório de Projetos 1 Escritório de Projetos Módulo 3 Gestão de Projetos Aluno: Humberto Rocha de Almeida Neto hran@cin.ufpe.br Professores: Hermano Perrelli e Alexandre Vasconcelos 19 de outubro de 2009 Agenda Índice do

Leia mais

Maturidade e escritório de projetos: um caso real

Maturidade e escritório de projetos: um caso real Maturidade e escritório de projetos: um caso real Adriane Cavalieri 1 Lélio Varella 2 Giovana Magalhães 3 Ana Cláudia Baumotte 4 adrianec@int.gov.br lvarella@domain.com.br giovana.magalhaes@br.inter.net

Leia mais

PANORAMA DA FORMAÇÃO EM GESTÃO DE PROJETOS EM CURSOS DE ENGENHARIA

PANORAMA DA FORMAÇÃO EM GESTÃO DE PROJETOS EM CURSOS DE ENGENHARIA PANORAMA DA FORMAÇÃO EM GESTÃO DE PROJETOS EM CURSOS DE ENGENHARIA Débora Ayumi Kawanami (USP) deborak@gmail.com Marly Monteiro de Carvalho (USP) marlymc@usp.br Pressionadas pela crescente competitividade

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos Profa Msc Lidiane Reis -lreis@radial.br Plano de Ensino / Aula Inaugural Onde você quer chegar??? Por quê estudar Gestão de Projetos??? O que vamos estudar? (Ementa) O aluno aprenderá

Leia mais

Quais são as Balas de Prata no Gerenciamento de Projetos? (Autores: Carlos Magno da Silva Xavier e Alberto Sulaiman Sade Júnior) Resumo

Quais são as Balas de Prata no Gerenciamento de Projetos? (Autores: Carlos Magno da Silva Xavier e Alberto Sulaiman Sade Júnior) Resumo Quais são as Balas de Prata no Gerenciamento de Projetos? (Autores: Carlos Magno da Silva Xavier e Alberto Sulaiman Sade Júnior) Resumo A metáfora bala de prata se aplica a qualquer ação que terá uma extrema

Leia mais

GOVERNANÇA DE TI PMBoK (Project Management Body of Knowledge)

GOVERNANÇA DE TI PMBoK (Project Management Body of Knowledge) GOVERNANÇA DE TI PMBoK (Project Management Body of Knowledge) Governança de TI AULA 08 2011-1sem Governança de TI 1 Introdução ao Gerenciamento de Projetos HISTÓRIA PMI Project Management Institute: Associação

Leia mais

ESCRITÓRIO RIO DE PROJETOS

ESCRITÓRIO RIO DE PROJETOS PMO PROJETOS PROCESSOS MELHORIA CONTÍNUA PMI SCRUM COBIT ITIL LEAN SIX SIGMA BSC ESCRITÓRIO RIO DE PROJETOS DESAFIOS CULTURAIS PARA IMPLANTAÇÃO DANIEL AQUERE DE OLIVEIRA, PMP, MBA daniel.aquere@pmpartner.com.br

Leia mais

Oficina de Gestão de Portifólio

Oficina de Gestão de Portifólio Oficina de Gestão de Portifólio Alinhando ESTRATÉGIAS com PROJETOS através da GESTÃO DE PORTFÓLIO Gestão de portfólio de projetos pode ser definida como a arte e a ciência de aplicar um conjunto de conhecimentos,

Leia mais

GUIA PMBOK PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS

GUIA PMBOK PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS ISSN 1984-9354 GUIA PMBOK PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS Emerson Augusto Priamo Moraes (UFF) Resumo Os projetos fazem parte do cotidiano de diversas organizações, públicas e privadas, dos mais diversos

Leia mais

Aspectos Críticos na Implementação de Boas Práticas em Gestão de Projetos: Múltiplos Casos em Empresas Brasileiras de Telecomunicações.

Aspectos Críticos na Implementação de Boas Práticas em Gestão de Projetos: Múltiplos Casos em Empresas Brasileiras de Telecomunicações. Aspectos Críticos na Implementação de Boas Práticas em Gestão de Projetos: Múltiplos Casos em Empresas Brasileiras de Telecomunicações. Autoria: Henrique Gonçalves de Castro, Marly Monteiro de Carvalho

Leia mais

Projetos (PMO) : Oportunidades de Sinergia

Projetos (PMO) : Oportunidades de Sinergia Escritórios de Processos (BPM Office) e de Projetos (PMO) : Oportunidades de Sinergia Introdução...2 Uniformizando o entendimento dos conceitos... 4 Entendendo as principais similaridades... 5 Entendendo

Leia mais

PMO - Project Management Office (Escritório de Projetos) 16 horas

PMO - Project Management Office (Escritório de Projetos) 16 horas PMO - Project Management Office (Escritório de Projetos) 16 horas As organizações precisam mudar de um enfoque funcional para um enfoque orientado a projetos, o que demanda mudanças na estrutura organizacional

Leia mais

Análise de Processos do PMBOK em uma Fábrica de Software Um Estudo de Caso

Análise de Processos do PMBOK em uma Fábrica de Software Um Estudo de Caso Análise de Processos do PMBOK em uma Fábrica de Software Um Estudo de Caso Carlos Alberto Rovedder, Gustavo Zanini Kantorski Curso de Sistemas de Informação Universidade Luterana do Brasil (ULBRA) Campus

Leia mais

PMO (Project Management Office) - Implantação de Escritório de Projetos

PMO (Project Management Office) - Implantação de Escritório de Projetos PMO (Project Management Office) - Implantação de Escritório de Projetos Orientações para o Projeto, Implantação, Gerenciamento e Avaliação de Maturidade do Escritório de Projetos Objetivo O que leva as

Leia mais

Implantação de Escritórios de Projetos. Em organizações públicas

Implantação de Escritórios de Projetos. Em organizações públicas Implantação de Escritórios de Projetos Em organizações públicas Programação Projetos na instituição Implantação Escritório de Projetos Sucesso, maturidade & excelência Tipos & Funções Histórico 1. Projetos

Leia mais

Objetivos da aula. Planejamento, Execução e Controle de Projetos de Software. O que é um plano de projeto? O que é um projeto?

Objetivos da aula. Planejamento, Execução e Controle de Projetos de Software. O que é um plano de projeto? O que é um projeto? Planejamento, Execução e Controle de Projetos de Software. Objetivos da aula 1) Dizer o que é gerenciamento de projetos e a sua importância; 2) Identificar os grupos de processos do gerenciamento de projetos

Leia mais

Como concluir um projeto com sucesso?

Como concluir um projeto com sucesso? Como concluir um projeto com sucesso? Luiz Eduardo Cunha, Eng. Professor da FAAP e do IMT 1 Luiz Eduardo Cunha Graduado em Engenharia de Produção EPUSP Pós-Graduado em Gestão do Conhecimento e Inteligência

Leia mais

PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos

PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos As organizações em torno do mundo estão implantando processos e disciplinas formais

Leia mais

Combinando a norma ISO 10006 e o guia PMBOK para garantir sucesso em projetos

Combinando a norma ISO 10006 e o guia PMBOK para garantir sucesso em projetos Combinando a norma ISO 10006 e o guia PMBOK para garantir sucesso em projetos Combining the ISO 10006 and PMBOK to ensure successful projects 1 Por Michael Stanleigh Tradução e adaptação para fins didáticos

Leia mais

Maturidade Organizacional: Melhorando a Qualidade do Gerenciamento de Projetos Leonardo Luiz Barbosa Vieira Cruciol

Maturidade Organizacional: Melhorando a Qualidade do Gerenciamento de Projetos Leonardo Luiz Barbosa Vieira Cruciol Maturidade Organizacional: Melhorando a Qualidade do Gerenciamento de Projetos Leonardo Luiz Barbosa Vieira Cruciol Resumo. O gerenciamento de projetos tem se tornado, durante os últimos anos, alvo de

Leia mais

A estrutura do gerenciamento de projetos

A estrutura do gerenciamento de projetos A estrutura do gerenciamento de projetos Introdução O Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK ) é uma norma reconhecida para a profissão de gerenciamento de projetos. Um padrão é

Leia mais

Carlos Henrique Santos da Silva

Carlos Henrique Santos da Silva GOVERNANÇA DE TI Carlos Henrique Santos da Silva Mestre em Informática em Sistemas de Informação UFRJ/IM Certificado em Project Management Professional (PMP) PMI Certificado em IT Services Management ITIL

Leia mais

PROPOSTAS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

PROPOSTAS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS PROPOSTAS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS Paulo Henrique Adib Dantas Salim (UFS) ph_ufs@hotmail.com Alisson Lima Santos (UFS) alissonlima.ep@gmail.com Flavio Jose Araujo de

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UMA PROPOSTA PARA GERENCIAMENTO DA EXECUÇÃO DE PROJETOS DE CABEAMENTO ESTRUTURADO BASEADO NOS PARÂMETROS DA METODOLOGIA PMI

DESENVOLVIMENTO DE UMA PROPOSTA PARA GERENCIAMENTO DA EXECUÇÃO DE PROJETOS DE CABEAMENTO ESTRUTURADO BASEADO NOS PARÂMETROS DA METODOLOGIA PMI UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETROTÉCNICA CURSO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL ELÉTRICA/AUTOMAÇÃO HENRY MEINELECKI BUENO BARBOSA LUCAS PEVIDOR DE CARVALHO CAVALLARI MURILO

Leia mais

PMI-SP PMI-SC PMI-RS PMI PMI-PR PMI-PE

PMI-SP PMI-SC PMI-RS PMI PMI-PR PMI-PE ESTUDO DE BENCHMARKING EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS 2009 Brasil Uma realização dos Chapters Brasileiros do PMI - Project Management Institute PMI-SP PMI-RJ PMI-AM PMI-SC PMI-BA ANEXO 1 PMI-RS PMI PMI-CE

Leia mais

Gerência de Projetos de Software CMM & PMBOK

Gerência de Projetos de Software CMM & PMBOK Gerência de Projetos de Software CMM & PMBOK http://www.sei.cmu.edu/ Prefácio do CMM Após várias décadas de promessas não cumpridas sobre ganhos de produtividade e qualidade na aplicação de novas metodologias

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação Pesquisa realizada com os participantes do de Apresentação O perfil do profissional de Projetos Pesquisa realizada durante o 12 Seminário Nacional de, ocorrido em 2009, traça um importante perfil do profissional

Leia mais

PROPOSTA UNIFICADORA DE NÍVEIS DE MATURIDADE EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS

PROPOSTA UNIFICADORA DE NÍVEIS DE MATURIDADE EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS ISSN 1984-9354 PROPOSTA UNIFICADORA DE NÍVEIS DE MATURIDADE EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS Debora Athayde Herkenhoff (Latec/UFF) Moacyr Amaral Domingues Figueiredo (Latec/UFF) Gilson Brito de Lima (UFF)

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais

Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais Prof. Walter Cunha falecomigo@waltercunha.com http://waltercunha.com Bibliografia* Project Management Institute. Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE PORTFOLIO DE SERVIÇOS

APRESENTAÇÃO DE PORTFOLIO DE SERVIÇOS APRESENTAÇÃO DE PORTFOLIO DE SERVIÇOS Versão 1 2010 A SIX SIGMA BRASIL apresenta a seguir seu portfolio de capacitação e consultoria de serviços de gerenciamento de projetos, processos (lean e seis sigma)

Leia mais

Escritório de Gerenciamento de Projetos (EGP) II: Importância para o Setor de Telecom

Escritório de Gerenciamento de Projetos (EGP) II: Importância para o Setor de Telecom Escritório de Gerenciamento de Projetos (EGP) II: Importância para o Setor de Telecom Este tutorial apresenta a parte II da contribuição ao processo de implantação de Escritórios de Gerenciamento de Projetos

Leia mais

PMI-SP PMI-SC PMI-RS PMI PMI-PR PMI-PE

PMI-SP PMI-SC PMI-RS PMI PMI-PR PMI-PE ESTUDO DE BENCHMARKING EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS 2009 Brasil Uma realização dos Chapters Brasileiros do PMI - Project Management Institute PMI-SP PMI-RJ PMI-AM PMI-SC PMI-BA ANEXO 2 PMI-RS PMI PMI-CE

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO DE PROJETOS E INVESTIMENTOS CONSULTORIA

GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO DE PROJETOS E INVESTIMENTOS CONSULTORIA GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO DE PROJETOS E INVESTIMENTOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Como realizar inúmeros projetos potenciais com recursos limitados? Nós lhe mostraremos a solução para este e outros

Leia mais

Gestão de Portfólio Práticas e Competências Necessárias

Gestão de Portfólio Práticas e Competências Necessárias Gestão de Portfólio Práticas e Competências Necessárias Margareth Carneiro, PMP, MSc PMI GovSIG past-chair PMA Diretora Executiva Wander Cleber da Silva, PhD Fundação Funiversa 1 O Guia do PMBoK O Guia

Leia mais

CMMI Conceitos básicos. CMMI Representações contínua e por estágios. Professor Gledson Pompeu (gledson.pompeu@gmail.com)

CMMI Conceitos básicos. CMMI Representações contínua e por estágios. Professor Gledson Pompeu (gledson.pompeu@gmail.com) CMMI Conceitos básicos 113 CMMI integra as disciplinas de engenharia de sistemas e de engenharia de software em um único framework de melhoria de processos. 114 No tocante às disciplinas de engenharia

Leia mais

2. Gerenciamento de projetos

2. Gerenciamento de projetos 2. Gerenciamento de projetos Este capítulo contém conceitos e definições gerais sobre gerenciamento de projetos, assim como as principais características e funções relevantes reconhecidas como úteis em

Leia mais

CURSOS GERENCIAIS 20/12/2010 Antonio Roberto Grazzia, MBA, PMP

CURSOS GERENCIAIS 20/12/2010 Antonio Roberto Grazzia, MBA, PMP CURSOS GERENCIAIS 20/12/2010 Antonio Roberto Grazzia, MBA, PMP Em um ambiente de negócios competitivo, a condução de projetos de forma eficiente e sem desperdícios é um grande diferencial para o sucesso.

Leia mais

CARTILHA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS

CARTILHA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS CARTILHA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS 1ª edição - 2015 ÍNDICE INTRODUÇÃO...03 O QUE É UM PROJETO?...04 O QUE É UM PROGRAMA?...07 ESTUDOS E PROJETOS...08 O QUE É O GERENCIAMENTO DE PROJETOS...09 QUEM É

Leia mais

Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa MBA em Gerenciamento de Projetos Trabalho de Conclusão de Curso

Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa MBA em Gerenciamento de Projetos Trabalho de Conclusão de Curso Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa MBA em Gerenciamento de Projetos Trabalho de Conclusão de Curso ESCRITÓRIO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS: UM ESTUDO SOBRE A IMPORTÂNCIA E A ADEQUAÇÃO DE SUAS FUNÇÕES

Leia mais

Metodologia de Gerenciamento de Projetos e Captação de Recursos. Secretaria das Cidades. Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos

Metodologia de Gerenciamento de Projetos e Captação de Recursos. Secretaria das Cidades. Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos Metodologia de Gerenciamento de Projetos e Captação de Recursos Secretaria das Cidades Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos Evolução da Administração no Setor Público Melhores práticas de gestão

Leia mais

OTIMIZAÇÃO DE RECURSOS E INVESTIMENTOS ATRAVÉS DO GERENCIAMENTO DE PROGRAMAS CONSULTORIA

OTIMIZAÇÃO DE RECURSOS E INVESTIMENTOS ATRAVÉS DO GERENCIAMENTO DE PROGRAMAS CONSULTORIA OTIMIZAÇÃO DE RECURSOS E INVESTIMENTOS ATRAVÉS DO GERENCIAMENTO DE PROGRAMAS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Alcance melhores resultados através da gestão integrada de projetos relacionados ou que compartilham

Leia mais

A MATURIDADE EM GESTÃO DE PROJETOS DAS EMPRESAS DE CONSTRUÇÃO CIVIL DE SANTA MARIA - RS

A MATURIDADE EM GESTÃO DE PROJETOS DAS EMPRESAS DE CONSTRUÇÃO CIVIL DE SANTA MARIA - RS A MATURIDADE EM GESTÃO DE PROJETOS DAS EMPRESAS DE CONSTRUÇÃO CIVIL DE SANTA MARIA - RS Greice de Bem Noro (UNIFRA) greice@unifra.br Eduardo Botti Abbade (UNIFRA) eduardo@unifra.br Julio Siluk (UNIFRA)

Leia mais

FORMAÇÃO DA CULTURA EM GESTÃO POR PROJETOS: O CASO DE UMA ORGANIZAÇÃO PRIVADA DE FINALIDADE PÚBLICA

FORMAÇÃO DA CULTURA EM GESTÃO POR PROJETOS: O CASO DE UMA ORGANIZAÇÃO PRIVADA DE FINALIDADE PÚBLICA FORMAÇÃO DA CULTURA EM GESTÃO POR PROJETOS: O CASO DE UMA ORGANIZAÇÃO PRIVADA DE FINALIDADE PÚBLICA Jorge Luciano Gil Kolotelo (UTFPR) kolotelo@uol.com.br Pedro Carlos Carmona Gallego (FESP) carmona@fesppr.br

Leia mais

COMUNICAÇÃO, GESTÃO E PLANO DE RECUPERAÇÃO DE PROJETOS EM CRISE CONSULTORIA

COMUNICAÇÃO, GESTÃO E PLANO DE RECUPERAÇÃO DE PROJETOS EM CRISE CONSULTORIA COMUNICAÇÃO, GESTÃO E PLANO DE RECUPERAÇÃO DE PROJETOS EM CRISE CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Minimize os impactos de um projeto em crise com a expertise de quem realmente conhece o assunto. A Macrosolutions

Leia mais

Unidade I GERENCIAMENTO DE. Profa. Celia Corigliano

Unidade I GERENCIAMENTO DE. Profa. Celia Corigliano Unidade I GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Profa. Celia Corigliano Objetivo Estimular o aluno no aprofundamento do conhecimento das técnicas de gestão profissional de projetos do PMI. Desenvolver em aula

Leia mais

O IMPACTO DA UTILIZAÇÃO DE UM SOFTWARE DE GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE PROJETOS NAS EMPRESAS

O IMPACTO DA UTILIZAÇÃO DE UM SOFTWARE DE GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE PROJETOS NAS EMPRESAS O IMPACTO DA UTILIZAÇÃO DE UM SOFTWARE DE GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE PROJETOS NAS EMPRESAS Nadia Al-Bdywoui (nadia_alb@hotmail.com) Cássia Ribeiro Sola (cassiaribs@yahoo.com.br) Resumo: Com a constante

Leia mais

Título da apresentação Curso Gestão de Projetos II (Verdana, cor branca) Curso de Desenvolvimento de Servidores - CDS

Título da apresentação Curso Gestão de Projetos II (Verdana, cor branca) Curso de Desenvolvimento de Servidores - CDS Título da apresentação Curso Gestão de Projetos II (Verdana, cor branca) Curso de Desenvolvimento de Servidores - CDS Prof. Instrutor Elton Siqueira (a) (Arial Moura preto) CURSO DE GESTÃO DE PROJETOS

Leia mais

04/02/2009. Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores. Disciplina: Gestão de Projetos de TI. Prof.: Fernando Hadad Zaidan. Unidade 1.

04/02/2009. Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores. Disciplina: Gestão de Projetos de TI. Prof.: Fernando Hadad Zaidan. Unidade 1. Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores Disciplina: Gestão de Projetos de TI Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 1.1 2 Introdução ao Gerenciamento de Projetos 3 1 Leitura

Leia mais

ANÁLISE DOS TIPOS DE ESCRITÓRIOS DE PROJETOS E UMA EXPERIÊNCIA DE IMPLEMENTAÇÃO NO RS

ANÁLISE DOS TIPOS DE ESCRITÓRIOS DE PROJETOS E UMA EXPERIÊNCIA DE IMPLEMENTAÇÃO NO RS ANÁLISE DOS TIPOS DE ESCRITÓRIOS DE PROJETOS E UMA EXPERIÊNCIA DE IMPLEMENTAÇÃO NO RS Fabiane Flores Sum (UFRGS) fabisum@producao.ufrgs.br Carlos Alberto Kühn (UFRGS) carlosalk@producao.ufrgs.br Istefani

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ CENTRO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ CENTRO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ CENTRO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO GESTÃO DE PROJETOS: UM ESTUDO DE CASO SOBRE A IMPLANTAÇÃO DE UM SOFTWARE PMIS Área de conhecimento

Leia mais

ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO EM PROJETOS, PROGRAMAS E PORTFÓLIOS CONSULTORIA

ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO EM PROJETOS, PROGRAMAS E PORTFÓLIOS CONSULTORIA ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO EM PROJETOS, PROGRAMAS E PORTFÓLIOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Assegure melhores resultados em seus projetos com uma estrutura de comunicação simples, efetiva,

Leia mais

Modelo de Maturidade Organizacional de Gerência de Projetos. Organizational Project Management Maturity Model - OPM3

Modelo de Maturidade Organizacional de Gerência de Projetos. Organizational Project Management Maturity Model - OPM3 Modelo de Maturidade Organizacional de Gerência de Projetos Introdução Organizational Project Management Maturity Model - OPM3 Um trabalho voluntário A idéia de um modelo não é novidade, as organizações

Leia mais

Metodologia singular de gestão de projetos: condição suficiente para a maturidade em gestão de projetos?

Metodologia singular de gestão de projetos: condição suficiente para a maturidade em gestão de projetos? Metodologia singular de gestão de projetos: condição suficiente para a maturidade em gestão de projetos? RUY BOUER MARLY MONTEIRO DE CARVALHO Depto. de Eng. Produção Escola Politécnica da USP Resumo O

Leia mais

CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Engenharia de SoftwareLuiz Carlos Aires de Macêdo. Gestão de Projeto de Software

CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Engenharia de SoftwareLuiz Carlos Aires de Macêdo. Gestão de Projeto de Software Gestão de Projeto de Software Gestão de Projeto de Software: Trata de práticas para entregar um software que respeite os custos, padrões e o tempo. Padrões Custos Engenheiro de Software Projeto de Software

Leia mais

Metodologia para Análise de Maturidade de Governança de TI. Soluções em Gestão e TI que adicionam valor aos negócios

Metodologia para Análise de Maturidade de Governança de TI. Soluções em Gestão e TI que adicionam valor aos negócios Metodologia para Análise de Maturidade de Governança de TI Soluções em Gestão e TI que adicionam valor aos negócios Garanta a eficiência e a competitividade da sua empresa Análise de Maturidade de Governança

Leia mais

O MODELO PRADO-MMGP V4

O MODELO PRADO-MMGP V4 O MODELO PRADO-MMGP V4 Existem, atualmente, diversos modelos de maturidade para gerenciamento de projetos. Todos eles apresentam cinco níveis, mas diferem um pouco no conteúdo de cada nível [1,4,5]. Além

Leia mais

Proposta de Papéis e Atribuições para o Escritório de Projetos

Proposta de Papéis e Atribuições para o Escritório de Projetos Proposta de Papéis e Atribuições para o Escritório de Projetos SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA DEPARTAMENTO NACIONAL CONTRATO Nº 9225/2007 Outubro 2007 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO...3 1 CONTEXTUALIZAÇÃO DE ESCRITÓRIO

Leia mais

A importância do Gerenciamento de Projetos em empresas

A importância do Gerenciamento de Projetos em empresas A importância do Gerenciamento de Projetos em empresas Eliane Garcia da Silva elianegsilva @uol.com. br MBA em Gestão de Projetos em Engenharias e Arquitetura IPOG - Instituto de Pós Graduação Resumo Muitas

Leia mais

Metodologias de Gestão de Projetos no Escritório de Inovação Tecnológica (EIT) da Universidade Federal de Mato Grosso

Metodologias de Gestão de Projetos no Escritório de Inovação Tecnológica (EIT) da Universidade Federal de Mato Grosso Metodologias de Gestão de Projetos no Escritório de Inovação Tecnológica (EIT) da Universidade Federal de Mato Grosso INTRODUÇÃO GESTÃO DE PROJETOS; IMPORTÂNCIA DA GP PARA O CONTEXTO ATUAL DAS ORGANIZAÇÕES;

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI: Uma aplicação referenciada pelo COBIT

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI: Uma aplicação referenciada pelo COBIT Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI: Uma aplicação referenciada pelo COBIT Universidade Federal de Santa Catarina Sistemas de Informação André Luiz Samistraro Santin asantin@inf.ufsc.br

Leia mais

COACHING E MENTORING EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS CONSULTORIA

COACHING E MENTORING EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS CONSULTORIA COACHING E MENTORING EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Assegure resultados superiores do seu time de projetos e dos executivos com o coaching e mentoring exclusivo da Macrosolutions.

Leia mais

Simulações em Aplicativos

Simulações em Aplicativos Simulações em Aplicativos Uso Avançado de Aplicativos Prof. Marco Pozam mpozam@gmail.com A U L A 0 1 Simulações em Aplicativos Uso Avançado de Aplicativos Apresentação da Disciplina Sobre o professor Marco

Leia mais

Analise do Gerenciamento de Projetos em Instituições Publicas- Estudo de Caso

Analise do Gerenciamento de Projetos em Instituições Publicas- Estudo de Caso Analise do Gerenciamento de Projetos em Instituições Publicas- Estudo de Caso Pablo Garcia Silva pablo.garcia.silva@gmail.com.br UFF - Inmetro Stella Regina Reis da Costa stellare@ig.com.br UFF Resumo:Com

Leia mais

Implementação do PMO Corporativo do Metrô-SP e o desenvolvimento das Competências em Gestão de Projetos

Implementação do PMO Corporativo do Metrô-SP e o desenvolvimento das Competências em Gestão de Projetos Implementação do PMO Corporativo do Metrô-SP e o desenvolvimento das Competências em Gestão de Projetos Vagner Sanches Vasconcelos vsvasconcelos@uninove.edu.br Daniel Reed Bergmann danielrb@uninove.br

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 16º Seminário Nacional de Gestão de Projetos APRESENTAÇÃO

Pesquisa realizada com os participantes do 16º Seminário Nacional de Gestão de Projetos APRESENTAÇÃO Pesquisa realizada com os participantes do de APRESENTAÇÃO O perfil do profissional de projetos Pesquisa realizada durante o 16 Seminário Nacional de, ocorrido em Belo Horizonte em Junho de, apresenta

Leia mais

Escritório de Gerenciamento de Projetos ( Project Management Office PMO)

Escritório de Gerenciamento de Projetos ( Project Management Office PMO) MBA em Gestão de Projetos Escritório de Gerenciamento de Projetos ( Project Management Office PMO) Flávio Feitosa Costa, MSc. PMP (flaviopmp@gmail.com) MBA em Gerência de Projetos Escritório de Gerenciamento

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS TECNOLÓGICOS: QUAL O NÍVEL DE MATURIDADE EM GESTÃO DE PROJETOS NOS LABORATÓRIOS DE PESQUISA?

GESTÃO DE PROJETOS TECNOLÓGICOS: QUAL O NÍVEL DE MATURIDADE EM GESTÃO DE PROJETOS NOS LABORATÓRIOS DE PESQUISA? GESTÃO DE PROJETOS TECNOLÓGICOS: QUAL O NÍVEL DE MATURIDADE EM GESTÃO DE PROJETOS NOS LABORATÓRIOS DE PESQUISA? Grasieli A. Lapi (UFSCar) grasilapi@gmail.com Rafael Sanaiotte Pinheiro (UFSCar) rafaelpq03@yahoo.com.br

Leia mais

Implementação de Sistemas da Qualidade: uma visão por projetos

Implementação de Sistemas da Qualidade: uma visão por projetos Implementação de Sistemas da Qualidade: uma visão por projetos Vanderli Correia Prieto (POLI/USP) vanderli@prietoassociados.com.br Evandro Prieto (POLI/USP) evandro@prietoassociados.com.br Marly Monteiro

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO DE PROGRAMAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: UMA PERSPECTIVA PARA A IMPLANTAÇÃO DO ESCRITÓRIO DE PROJETOS

GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO DE PROGRAMAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: UMA PERSPECTIVA PARA A IMPLANTAÇÃO DO ESCRITÓRIO DE PROJETOS GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO DE PROGRAMAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: UMA PERSPECTIVA PARA A IMPLANTAÇÃO DO ESCRITÓRIO DE PROJETOS Luis Fernando Vitorino 1, Moacir José dos Santos 2, Monica Franchi Carniello

Leia mais

A Maturidade Organizacional em Gerenciamento de Projetos (OPM3 ) de Informática em Saúde

A Maturidade Organizacional em Gerenciamento de Projetos (OPM3 ) de Informática em Saúde A Maturidade Organizacional em Gerenciamento de Projetos (OPM3 ) de Informática em Saúde Luis Augusto dos Santos 1, Heimar de Fátima Marin 2 1 Engenheiro Eletricista, membro do NIEn e pós-graduando pela

Leia mais

Módulo 6. Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa do autor.

Módulo 6. Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa do autor. Módulo 6 Módulo 6 Desenvolvimento do projeto com foco no negócio BPM, Análise e desenvolvimento, Benefícios, Detalhamento da metodologia de modelagem do fluxo de trabalho EPMA. Todos os direitos de cópia

Leia mais

Portifólio de Serviços

Portifólio de Serviços Portifólio de Serviços A PM11K conta com uma abrangência de mercado muito grande graças ao seu modelo inovador. Aqui você contrata um consultor e, junto dele, mais centenas de outros consultores em rede,

Leia mais

EVOLUINDO NA MATURIDADE EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS E EMPREENDIMENTOS - CASO DO GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

EVOLUINDO NA MATURIDADE EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS E EMPREENDIMENTOS - CASO DO GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EVOLUINDO NA MATURIDADE EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS E EMPREENDIMENTOS - CASO DO GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Luiz Gustavo de Castro Santos (USP) lgustavosantos@hotmail.com Marcelo Ramos Martins

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Projetos tem por fornecer conhecimento teórico instrumental que

Leia mais

A APLICAÇÃO DA GESTÃO DE MUDANÇAS DE ESCOPO E A SUA INFLUÊNCIA NAS RELAÇÕES GERENCIAIS. Marcelo Pereira da Conceição

A APLICAÇÃO DA GESTÃO DE MUDANÇAS DE ESCOPO E A SUA INFLUÊNCIA NAS RELAÇÕES GERENCIAIS. Marcelo Pereira da Conceição A APLICAÇÃO DA GESTÃO DE MUDANÇAS DE ESCOPO E A SUA INFLUÊNCIA NAS RELAÇÕES GERENCIAIS Marcelo Pereira da Conceição Resumo Respostas rápidas as mudanças pode ser uma ação de sobrevivência, este fato leva

Leia mais

DESENVOLVENDO A MATURIDADE EM GESTÃO DE PROJETOS NAS EMPRESAS ATRAVÉS DA IMPLANTAÇÃO DO PMO 1

DESENVOLVENDO A MATURIDADE EM GESTÃO DE PROJETOS NAS EMPRESAS ATRAVÉS DA IMPLANTAÇÃO DO PMO 1 DESENVOLVENDO A MATURIDADE EM GESTÃO DE PROJETOS NAS EMPRESAS ATRAVÉS DA IMPLANTAÇÃO DO PMO 1 Marcelo Campolina de Castro 2 Resumo Com o novo cenário econômico, muitas empresas estão investindo alto na

Leia mais

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, CSPO, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP Especializações Certificações Mestre em Informática

Leia mais

Pós-graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI

Pós-graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Pós-graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Planejamento do Gerenciamento das Comunicações (10) e das Partes Interessadas (13) 2 Gerente Sênior de Projetos e Processos, 18 anos de experiência

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos Em conformidade com a metodologia PMI 1 Apresentações Paulo César Mei, MBA, PMP Especialista em planejamento, gestão e controle de projetos e portfólios, sempre aplicando as melhores

Leia mais

Integrando modelos de maturidade e qualidade uma estratégia para a implantação de melhoria nos processos de software

Integrando modelos de maturidade e qualidade uma estratégia para a implantação de melhoria nos processos de software Integrando modelos de maturidade e qualidade uma estratégia para a implantação de melhoria nos processos de software Antonio Carlos Tonini (USP) antonio.tonini@poli.usp.br Marly Monteiro de Carvalho (USP)

Leia mais

Fatores Críticos de Sucesso em GP

Fatores Críticos de Sucesso em GP Fatores Críticos de Sucesso em GP Paulo Ferrucio, PMP pferrucio@hotmail.com A necessidade das organizações de maior eficiência e velocidade para atender as necessidades do mercado faz com que os projetos

Leia mais

Gerência de Projetos CMMI & PMBOK

Gerência de Projetos CMMI & PMBOK Gerência de Projetos CMMI & PMBOK Uma abordagem voltada para a qualidade de processos e produtos Prof. Paulo Ricardo B. Betencourt pbetencourt@urisan.tche.br Adaptação do Original de: José Ignácio Jaeger

Leia mais

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT MASTER IN PROJECT MANAGEMENT PROJETOS E COMUNICAÇÃO PROF. RICARDO SCHWACH MBA, PMP, COBIT, ITIL Apresentação Apresentação Professor Alunos Representante de Sala Frequência e Avaliação Modelos das aulas

Leia mais

Modelos de Maturidade (CMMI, MPS-BR, PMMM)

Modelos de Maturidade (CMMI, MPS-BR, PMMM) UNEB - UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA - DCET1 COLEGIADO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA: ENGENHARIA DE SOFTWARE PROFESSOR: EDUARDO JORGE Modelos de Maturidade

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS. "Quando o mar está calmo, qualquer barco navega bem." O que é um projeto? Prof. Me. Francisco César Vendrame. W.

GESTÃO DE PROJETOS. Quando o mar está calmo, qualquer barco navega bem. O que é um projeto? Prof. Me. Francisco César Vendrame. W. GESTÃO DE PROJETOS Prof. Me. Francisco César Vendrame "Quando o mar está calmo, qualquer barco navega bem." W. Shakespeare O que é um projeto? Projeto é um empreendimento não repetitivo (único), caracterizado

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Sistemas de Informações Gerenciais 2 www.nbs.com.br Soluções eficazes em Gestão de Negócios. Nossa Visão Ser referência em consultoria de desenvolvimento e implementação de estratégias, governança, melhoria

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS

GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS Ana Carolina Freitas Teixeira¹ RESUMO O gerenciamento de projetos continua crescendo e cada

Leia mais

Uma aplicação do modelo de maturidade PMBoK maturity model

Uma aplicação do modelo de maturidade PMBoK maturity model Uma aplicação do modelo de maturidade PMBoK maturity model Paulo Dias Harrison (PNV/EPUSP) paulo_harrison@yahoo.com Marcelo Ramos Martins (PNV/EPUSP) mrmartin@usp.br Luis Wan Kai Tsai (PNV/EPUSP) luiswan@ig.com.br

Leia mais

Governança de TI. Importância para as áreas de Auditoria e Compliance. Maio de 2011. IT Governance Discussion

Governança de TI. Importância para as áreas de Auditoria e Compliance. Maio de 2011. IT Governance Discussion Governança de TI Importância para as áreas de Auditoria e Compliance Maio de 2011 Page 1 É esperado de TI mais do que deixar o sistema no ar. Page 2 O que mudou o Papel de TI? Aumento de riscos e de expectativas

Leia mais

Como alcançar os objetivos estratégicos de sua organização

Como alcançar os objetivos estratégicos de sua organização Como alcançar os objetivos estratégicos de sua organização 15 DE MAIO DE 2014 Hotel Staybridge - Sao Paulo PATROCÍNIO GOLD PATROCÍNIO BRONZE APOIO REALIZAÇÃO Desafios para a Implementação por Processos

Leia mais

ATUAÇÃO DO ESCRITÓRIO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS NA IMPLANTAÇÃO DA METODOLOGIA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS NA FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU

ATUAÇÃO DO ESCRITÓRIO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS NA IMPLANTAÇÃO DA METODOLOGIA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS NA FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU ATUAÇÃO DO ESCRITÓRIO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS NA IMPLANTAÇÃO DA METODOLOGIA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS NA FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU Franciane Pereira dos Reis Bolsista de Gerenciamento

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROGRAMAS NO BANCO CENTRAL DO BRASIL

GERENCIAMENTO DE PROGRAMAS NO BANCO CENTRAL DO BRASIL Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasília/DF 16, 17 e 18 de abril de 2013 GERENCIAMENTO DE PROGRAMAS NO BANCO CENTRAL DO BRASIL Alfredo de Barros Pereira 2 Painel 55/209 Escritório de projetos estratégicos:

Leia mais

Cartilha. Gestão de Projetos. Superintendência de Planejamento e Gestão SUPLAN Ministério Público do Estado de Goiás

Cartilha. Gestão de Projetos. Superintendência de Planejamento e Gestão SUPLAN Ministério Público do Estado de Goiás Cartilha Gestão de Projetos SUPLAN Ministério Público do Estado de Goiás Esta cartilha tem como objetivo transmitir os conceitos básicos relacionados ao Gerenciamento de Projetos e compartilhar da metodologia

Leia mais

Gestão de Projetos Héstia_UFRGS_2011. Istefani Carísio de Paula, Dr.

Gestão de Projetos Héstia_UFRGS_2011. Istefani Carísio de Paula, Dr. Gestão de Projetos Héstia_UFRGS_2011 Istefani Carísio de Paula, Dr. 1 Apresentação Istefani Carísio de Paula Graduação em Processos Farmacêuticos USP Doutorado em Engenharia de Produção (PPGEP/UFRGS) com

Leia mais

OBJETIVO PÚBLICO ALVO

OBJETIVO PÚBLICO ALVO PMO Implantação e Operação do Escritório de Projetos. n Instrutor Luis Claudio, M.Sc. PMP, ITIL, COBIT DIFERENCIAIS Avaliação prévia das necessidades de cada participante para customização do conteúdo;

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos Fundamentos Prof. José Eduardo A. de O. Teixeira Atenção! Este material inclui anotações, imagens e notas que têm como objetivo exemplificar e esquematizar alguns dos conceitos

Leia mais

Gerenciamento de Projetos de TI. Alércio Bressano, MBA

Gerenciamento de Projetos de TI. Alércio Bressano, MBA Gerenciamento de Projetos de TI Alércio Bressano, MBA Os projetos possuem em seu código genético o fracasso! Eles nasceram para dar errado! Nós é que temos a responsabilidade de conduzí-los ao sucesso!

Leia mais

Aula 7 Elaboração do Plano de Gerenciamento da Qualidade

Aula 7 Elaboração do Plano de Gerenciamento da Qualidade Aula 7 Elaboração do Plano de Gerenciamento da Qualidade Objetivos da Aula: Os objetivos desta aula visam definir termos e conceitos da qualidade. Para tal, pretende-se discutir a relação que se estabelece

Leia mais

Gerenciando Projetos na Era de Grandes Mudanças Uma breve abordagem do panorama atual

Gerenciando Projetos na Era de Grandes Mudanças Uma breve abordagem do panorama atual Gerenciando Projetos na Era de Grandes Mudanças Uma breve abordagem do panorama atual Autor : Eduardo Newton Oliveira Vieira, PMP Você já parou para pensar no número de mudanças (culturais, tecnológicas,

Leia mais

www.pmbasis.com.br CONHEÇA TODAS AS SOLUÇÕES EM NEGÓCIOS, PROJETOS E FORMAÇÃO QUE A PMBASIS TEM PARA SUA EMPRESA OU INSTITUIÇÃO.

www.pmbasis.com.br CONHEÇA TODAS AS SOLUÇÕES EM NEGÓCIOS, PROJETOS E FORMAÇÃO QUE A PMBASIS TEM PARA SUA EMPRESA OU INSTITUIÇÃO. www.pmbasis.com.br CONHEÇA TODAS AS SOLUÇÕES EM NEGÓCIOS, PROJETOS E FORMAÇÃO QUE A PMBASIS TEM PARA SUA EMPRESA OU INSTITUIÇÃO. Crescer, Desenvolver, Multiplicar-se. Nossos melhores sonhos começam assim.

Leia mais