Raio é o segmento de recta que une um ponto da circunferência com o seu centro.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Raio é o segmento de recta que une um ponto da circunferência com o seu centro."

Transcrição

1 Catarina Ribeiro 1

2 Vamos Recordar: Circunferência de centro C e raio r é o lugar geométrico de todos os pontos do plano que estão à mesma distância r de um ponto fixo C. Círculo de centro C e raio r é o lugar geométrico de todos os pontos do plano que estão a uma distância menor ou igual a r de um ponto fixo C. Raio é o segmento de recta que une um ponto da circunferência com o seu centro. Corda é qualquer segmento de recta cujas extremidades são dois pontos da circunferência. Diâmetro é acorda que passa pelo centro da circunferência, sendo por isso a maior corda.o diâmetro divide a circunferência em duas semicircunferências. 2

3 Arco de circunferência é qualquer porção de circunferência compreendida entre dois pontos que se dizem extremidades do arco. Arco menor é qualquer arco menor que uma semicircunferência e que se pode designar com duas letras. De acordo com a fig. seria o arco AF. Arco maior é qualquer arco maior que uma semicircunferência e que se pode designar com três letras. De acordo com a fig. seria o arco FEA. 3

4 Posição relativa de uma recta e uma circunferência A recta r intersecta a circunferência de centro C, em dois pontos. r é secante à circunferência. A recta t intersecta a circunferência no ponto T. t é tangente à circunferência. A recta s não intersecta a circunferência de centro C. s é exterior à circunferência. 4

5 Posição relativa de duas circunferências As circunferências são exteriores As circunferências são tangentes exteriores As circunferências são secantes 5

6 Simetrias numa circunferência O eixo de simetria de uma figura divide-a em duas partes geometricamente iguais. Toda a recta que passa pelo centro da circunferência é eixo de simetria da circunferência. A circunferência tem uma infinidade de eixos de simetria. A tangente a uma circunferência é perpendicular ao raio que passa pelo ponto de tangência, T. Numa circunferência a recta perpendicular ao meio de uma corda passa pelo centro da circunferência. Numa circunferencia: arcos (ou cordas) compreendidos entre cordas paralelas são geometricamente i guais 6

7 Ângulo ao centro Ângulo ao centro é um ângulo que tem o vértice no centro da circunferência e cada lado contém um raio dessa circunferência. AOB é um ângulo ao centro 7

8 Amplitude do ângulo ao centro A cada ângulo ao centro corresponde um arco, que é a sua intersecção com a circunferência. Reciprocamente, a cada arco corresponde um ângulo ao centro A amplitude do ângulo ao centro é igual à amplitude do arco correspondente. 8

9 Exercício: 1. Determine a amplitude do ângulo x e do seu arco correspondente. A amplitude do arco correspondente ao ângulo é 120º. 2. xˆ 60º A amplitude do arco correspondente é também 60º. 9

10 Ângulo inscrito Ângulo inscrito é um ângulo que tem o vértice na circunferência e os lados contém cordas dessa circunferência. AVB é um ângulo inscrito 10

11 Na figura, [ABC] é um triângulo equilátero. Logo, ACB 60º ˆ O arco AB tem de amplitude 120º, porque AOB ˆ 120º C 60 O Portanto, ACB ˆ 1 2 AÔB A 120 B OU A amplitude do ângulo inscrito é igual a metade da amplitude do ângulo ao centro correspondente. A amplitude do ângulo inscrito é igual a metade da amplitude do arco que ele contém. 11

12 Alguns Exemplos: 12

13 1. Exercícios: determine a amplitude dos ângulos pedidos. ˆ y 86º 86º x ˆ 43º º x ˆ 20º 2 ˆ y 40º 13

14 Propriedades 1. Ângulos inscritos que contêm o mesmo arco ACB ˆ ADB ˆ AEB ˆ, porque os três ângulos contêm o mesmo arco AB. Então, Os ângulos inscritos que contêm o mesmo arco são geometricamente iguais. 50º 50º 50º 14

15 2. Ângulos inscritos numa semi-circunferência ACB ˆ ADB ˆ AEˆ B 90º 90º 90º 90º Então, Um ângulo inscrito numa semi-circunferência é um ângulo recto. 15

16 4. Ângulos opostos de um quadrilátero inscrito numa circunferência aˆ bˆ 2 ABC ˆ 2 ADC ˆ aˆ bˆ 2( ABC ˆ ADˆ C ) Mas, aˆ bˆ 360º Portanto, Logo, 2( ABC ˆ ADˆ C ) 360º ABC ˆ ADˆ C 180º Então, A soma dos ângulos opostos de um quadrilátero inscrito numa circunferência é 180º. 16

17 3. Ângulo ao centro, arcos e cordas Na figura estão representados dois ângulos ao centro iguais, as cordas e os arcos correspondentes. CD AB 40º Então, CD AB Numa circunferência, as cordas correspondentes a dois ângulos ao centro iguais são geometricamente iguais, e reciprocamente. Numa circunferência, os arcos correspondentes a dois ângulos ao centro iguais são geometricamente iguais, e reciprocamente. 17

18 4. Ângulo ao centro, arcos e cordas Um arco de amplitude 50º corresponde a um ângulo ao centro de amplitude de 50º. Embora os três arcos tenham 50º de amplitude, os seus comprimentos são diferentes. O comprimento de cada um depende do raio da circunferência que o contém. Quanto maior for o raio da circunferência, maior é o comprimento do arco. Se o raio da circunferência que contém o arco EF, de amplitude 50º, for 2 cm o seu comprimento é: 18

19 1. Exercícios: determine a amplitude dos ângulos pedidos. ˆ Pela propriedade 1 vêm: x 62º y ˆ 2 62º 124 º 2. A amplitude do arco correspondente ao ângulo (inscrito) de 130º é de 260º. x ˆ 100º Logo, 360º 260º 19

20 3. Usando a propriedade 2 vêm: ˆx 180º (90º 30º ) 180 º 120 º 60º 4. OAB ˆ ABO ˆ BOA ˆ Então, 180º 84º 96º Logo, xˆ 96º 2 48º 20

Aula 10 Triângulo Retângulo

Aula 10 Triângulo Retângulo Aula 10 Triângulo Retângulo Projeção ortogonal Em um plano, consideremos um ponto e uma reta. Chama-se projeção ortogonal desse ponto sobre essa reta o pé da perpendicular traçada do ponto à reta. Na figura,

Leia mais

QUADRILÁTEROS. Um quadrilátero é um polígono de quatro lados. Pode ser dito que é porção do plano limitada por uma poligonal fechada,

QUADRILÁTEROS. Um quadrilátero é um polígono de quatro lados. Pode ser dito que é porção do plano limitada por uma poligonal fechada, QUADRILÁTEROS Um quadrilátero é um polígono de quatro lados. Pode ser dito que é porção do plano limitada por uma poligonal fechada, A B C Lados: AB BC CD AD Vértices: A B C D Diagonais: AC BD D Algumas

Leia mais

Desenho geométrico. Ponto: Elemento geométrico considerado sem dimensão, apenas com posição. Reta:

Desenho geométrico. Ponto: Elemento geométrico considerado sem dimensão, apenas com posição. Reta: Desenho geométrico Ponto: Elemento geométrico considerado sem dimensão, apenas com posição. Reta: Linha que estabelece a menor distância entre 2 pontos. Por 1 ponto podem passar infinitas retas. Por 2

Leia mais

AV2 - MA 12-2012. (a) De quantos modos diferentes posso empilhá-los de modo que todos os CDs de rock fiquem juntos?

AV2 - MA 12-2012. (a) De quantos modos diferentes posso empilhá-los de modo que todos os CDs de rock fiquem juntos? Questão 1. Num porta-cds, cabem 10 CDs colocados um sobre o outro, formando uma pilha vertical. Tenho 3 CDs de MPB, 5 de rock e 2 de música clássica. (a) De quantos modos diferentes posso empilhá-los de

Leia mais

2) Se z = (2 + i).(1 + i).i, então a) 3 i b) 1 3i c) 3 i d) 3 + i e) 3 + i. ,será dado por: quando x = i é:

2) Se z = (2 + i).(1 + i).i, então a) 3 i b) 1 3i c) 3 i d) 3 + i e) 3 + i. ,será dado por: quando x = i é: Aluno(a) Nº. Ano: º do Ensino Médio Exercícios para a Recuperação de MATEMÁTICA - Professores: Escossi e Luciano NÚMEROS COMPLEXOS 1) Calculando-se corretamente as raízes da função f(x) = x + 4x + 5, encontram-se

Leia mais

Matemática 3. Aula 1. Geometria Plana. A escolha de quem pensa! 1

Matemática 3. Aula 1. Geometria Plana. A escolha de quem pensa! 1 Matemática Aula 1 Geometria Plana 01. A bandeira do Brasil, hasteada na Praça dos Três Poderes, em Brasília, é uma das maiores bandeiras hasteadas do mundo. A figura abaixo indica as suas medidas de acordo

Leia mais

Questão 23. Questão 21. Questão 22. Questão 24. alternativa D. alternativa A. alternativa C

Questão 23. Questão 21. Questão 22. Questão 24. alternativa D. alternativa A. alternativa C Questão 1 Um reservatório, com 40 litros de capacidade, já contém 0 litros de uma mistura gasolina/álcool com 18% de álcool. Deseja-se completar o tanque com uma nova mistura gasolina/álcool de modo que

Leia mais

Exercícios de Matemática Geometria Espacial

Exercícios de Matemática Geometria Espacial Exercícios de Matemática Geometria Espacial e se ) (FUVEST-00) Dois planos interceptam ao longo de uma reta r, de maneira que o ângulo entre eles meça α radianos, 0. Um triângulo equilátero ABC, de lado

Leia mais

LISTÃO DE EXERCÍCIOS DE REVISÃO IFMA PROFESSOR: ARI

LISTÃO DE EXERCÍCIOS DE REVISÃO IFMA PROFESSOR: ARI 01.: A figura mostra um edifício que tem 15 m de altura, com uma escada colocada a 8 m de sua base ligada ao topo do edifício. comprimento dessa escada é de: a) 12 m. b) 30 m. c) 15 m. d) 17 m. e) 20 m.

Leia mais

Como fazer para deixar firme uma estante de hastes com prateleiras que está balançando para os lados?

Como fazer para deixar firme uma estante de hastes com prateleiras que está balançando para os lados? cesse: http://fuvestibular.com.br/ o triângulo é uma das figuras mais importantes da Geometria, e também uma das mais interessantes. Na nossa vida diária, existem bons exemplos de aplicação de triângulos

Leia mais

CPV O cursinho que mais aprova na fgv

CPV O cursinho que mais aprova na fgv O cursinho que mais aprova na fgv FGV economia a Fase 0/novembro/008 MTEMÁTI 0. umentando a base de um triângulo em 0% e reduzindo a altura relativa a essa base em 0%, a área do triângulo aumenta em %.

Leia mais

Teorema de Pitágoras e

Teorema de Pitágoras e page 1 Teorema de Pitágoras e Áreas Eduardo Wagner page 2 Texto já revisado pela nova ortografia. page 3 Sobre o Autor Eduardo Wagner é formado em engenharia pela UFRJ e mestre em matemática pelo IMPA.

Leia mais

Resumo. Maria Bernadete Barison apresenta aulas práticas sobre RETAS em Desenho Geométrico. Geométrica vol.1 n.1d. 2006 RETAS CAD

Resumo. Maria Bernadete Barison apresenta aulas práticas sobre RETAS em Desenho Geométrico. Geométrica vol.1 n.1d. 2006 RETAS CAD 1 1. INTRODUÇÃO. RETAS CAD Iniciaremos o estudo das retas construindo no CAD alguns exercícios já construídos na aula teórica utilizando a régua e o compasso. Entretanto, o nosso compasso aqui será o comando

Leia mais

1) Na figura abaixo, a reta r tem equação x+3y-6=0 e a reta s passa pela origem e tem coeficiente angular 3

1) Na figura abaixo, a reta r tem equação x+3y-6=0 e a reta s passa pela origem e tem coeficiente angular 3 ) Na figura abaixo, a reta r tem equação x+y-6=0 e a reta s passa pela origem e tem coeficiente angular. A área do triângulo OAB, em unidades de área, é igual a: a) b) c) d)4 (correta) e)5 O(0,0) 0 6 0

Leia mais

MATEMÁTICA PARA CONCURSOS II

MATEMÁTICA PARA CONCURSOS II 1 MATEMÁTICA PARA CONCURSOS II Fonte: http://www.migmeg.com.br/ MÓDULO II Estudaremos neste módulo geometria espacial e volume dos principais sólidos geométricos. Mas antes de começar a aula, segue uma

Leia mais

EXAME DE ACESSO PROFMAT - 2015 - SOLUÇÕES (B) 7 (E) 12

EXAME DE ACESSO PROFMAT - 2015 - SOLUÇÕES (B) 7 (E) 12 EXAME DE ACESSO PROFMAT - 015 - SOLUÇÕES 1. Se x é um número real tal que x + 1 x = 3, então x + 1 é igual a: x (A) 6 (D) 9 Resposta: B) (B) 7 (E) 1 (C) 8 Elevando ambos os membros da equação x + 1 = 3

Leia mais

QUESTÃO 1 ALTERNATIVA B

QUESTÃO 1 ALTERNATIVA B 1 QUESTÃO 1 Marcos tem 10 0,25 = 2,50 reais em moedas de 25 centavos. Logo ele tem 4,30 2,50 = 1,80 reais em moedas de 10 centavos, ou seja, ele tem 1,80 0,10 = 18 moedas de 10 centavos. Outra maneira

Leia mais

Pirâmide. P e R pertencem, respectivamente, às faces ABCD e EFGH; Q pertence à aresta EH; T é baricentro do triângulo ERQ e pertence à diagonal EG RF

Pirâmide. P e R pertencem, respectivamente, às faces ABCD e EFGH; Q pertence à aresta EH; T é baricentro do triângulo ERQ e pertence à diagonal EG RF Pirâmide 1. (Unifesp 01) Na figura, ABCDEFGH é um paralelepípedo reto-retângulo, e PQRE é um tetraedro regular de lado 6cm, conforme indica a figura. Sabe-se ainda que: P e R pertencem, respectivamente,

Leia mais

Geometria Espacial - Troncos

Geometria Espacial - Troncos Geometria Espacial - Troncos ) (SpeedSoft) ) (Fuvest) A altura de um cone circular reto é H. Seja α um plano que é paralelo à base e que divide o cone em dois sólidos de mesmo volume. Calcule a distância

Leia mais

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 2 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 16/06/12 PROFESSOR: MALTEZ

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 2 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 16/06/12 PROFESSOR: MALTEZ RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 6/06/ PROFESSOR: MALTEZ Uma pirâmide quadrangular regular possui área da base igual a 6 e altura igual a. A área total da pirâmide é igual

Leia mais

PROGRESSÕES 1. PROGRESSÃO ARITMÉTICA

PROGRESSÕES 1. PROGRESSÃO ARITMÉTICA PROGRESSÕES 1. PROGRESSÃO ARITMÉTICA Vamos considerar as seqüências numéricas a) (, 4, 6, 8, 10, 1). Veja que a partir do º termo a diferença entre cada termo e o seu antecessor, é constante: a - a 1 =

Leia mais

TC 3 UECE - 2013 FASE 2 MEDICINA e REGULAR

TC 3 UECE - 2013 FASE 2 MEDICINA e REGULAR TC 3 UECE - 03 FASE MEICINA e EGULA SEMANA 0 a 5 de dezembro POF.: Célio Normando. A figura a seguir mostra um escorregador na forma de um semicírculo de raio = 5,0 m. Um garoto escorrega do topo (ponto

Leia mais

Existe, mas não sei exibir!

Existe, mas não sei exibir! Existe, mas não sei exibir! Você já teve aquela sensação do tipo ei, isso deve existir, mas não sei exibir um exemplo quando resolvia algum problema? O fato é que alguns problemas existenciais são resolvidos

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 2013 DA UNICAMP-FASE 2. RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 2013 DA UNICAMP-FASE 2. RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA RESOLUÇÃO D PROV DE MTEMÁTIC DO VESTIBULR 0 D UNICMP-FSE. PROF. MRI NTÔNI C. GOUVEI. Em de outubro de 0, Feli Baumgartner uebrou o recorde de velocidade em ueda livre. O salto foi monitorado oficialmente

Leia mais

Geometria Espacial - Pirâmides

Geometria Espacial - Pirâmides ) (Fuvest) Geometria Espacial - Pirâmides ABE e CDE são, respectivamente, Calcule o volume da pirâmide. 0 e 7. No sólido S representado na figura a cima, a base ABCD é um retângulo de lados AB = x e AD

Leia mais

Interbits SuperPro Web

Interbits SuperPro Web 1. (Insper 01) De cada vértice de um prisma hexagonal regular foi retirado um tetraedro, como exemplificado para um dos vértices do prisma desenhado a seguir. O plano que definiu cada corte feito para

Leia mais

GEOMETRIA ESPACIAL. Escola SESC de Ensino Médio PRISMAS/CILINDROS MÓDULO VIII. Prismas e cilindros. 01. O volume de uma caixa cúbica é 216 litros.

GEOMETRIA ESPACIAL. Escola SESC de Ensino Médio PRISMAS/CILINDROS MÓDULO VIII. Prismas e cilindros. 01. O volume de uma caixa cúbica é 216 litros. GEOMETRIA ESPACIAL PRISMAS/CILINDROS PROFESSORES: CONES/TRONCOS EDU/VICENTE ESFERAS TURMA: A MELHOR 2302 MÓDULO VIII Prismas e cilindros 01. O volume de uma caixa cúbica é 216 litros. A medida de sua diagonal,

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA DA UFBA VESTIBULAR 2009 2 a Fase. RESOLUÇÃO: Professora Maria Antônia Gouveia.

PROVA DE MATEMÁTICA DA UFBA VESTIBULAR 2009 2 a Fase. RESOLUÇÃO: Professora Maria Antônia Gouveia. PROVA DE MATEMÁTICA DA UFBA VESTIBULAR 9 a Fase Professora Maria Antônia Gouveia Questão Na impressão de 8 cópias de uma mesma prova, foram usadas duas impressoras, A e B, sendo que B trabalhou dez minutos

Leia mais

GEOMETRIA DAS TRANSFORMAÇÕES UM ENFOQUE DA GEOMETRIA A PARTIR DO PROGRAMA DE ERLANGEN DE FELIX KLEIN

GEOMETRIA DAS TRANSFORMAÇÕES UM ENFOQUE DA GEOMETRIA A PARTIR DO PROGRAMA DE ERLANGEN DE FELIX KLEIN Mestrado Prossional em Matemática - PROFMAT Dissertação de Mestrado GEOMETRIA DAS TRANSFORMAÇÕES UM ENFOQUE DA GEOMETRIA A PARTIR DO PROGRAMA DE ERLANGEN DE FELIX KLEIN Carlos Eduardo Tofolis Orientador:

Leia mais

Obs.: São cartesianos ortogonais os sistemas de coordenadas

Obs.: São cartesianos ortogonais os sistemas de coordenadas MATEMÁTICA NOTAÇÕES : conjunto dos números complexos : conjunto dos números racionais : conjunto dos números reais : conjunto dos números inteiros = {0,,, 3,...} * = {,, 3,...} Ø: conjunto vazio A\B =

Leia mais